Forum Espirita

GERAL => Outros Temas => Fluidoterapia => Tópico iniciado por: CrisHenriques em 30 de Abril de 2011, 20:31

Título: O Que São Os Passes Espíritas?
Enviado por: CrisHenriques em 30 de Abril de 2011, 20:31
Saudações harmoniosas!

Gostaria que os irmãos espíritas mais avançados me pudessem esclarecer acerca do que é o Passe Espírita e para que serve.

Obrigada. ;)

Abraços,

Cris.
Título: Re: O Que São Os Passes Espíritas?
Enviado por: antoniof junior em 01 de Maio de 2011, 04:06
Assim é que segundo Kardec, o passe, é a transferência de fluidos de perispírito para perispírito. (A Gênese - Cap. Xiv - Item 31).

No movimento espírita, existem outros conceitos, tais como:

"É uma transfusão de energias psíquicas..."

(Emmanuel - O Consolador - questão 99)

"É uma transfusão de energias regeneradoras..."

(Marco Prisco - Ementário Espírita)

"Não é unicamente transfusão de energias anímicas. É o equilibrante ideal da mente, apoio eficaz de todos os tratamentos".

(André Luiz - Opinião Espírita - cap. 55)

"...O passe é transfusão de energias fisio-psíquicas, operação de boa vontade, dentro da qual o companheiro do bem cede de si mesmo em teu benefício".

(Emmanuel - Segue-me - cap. O PASSE).

Para o passista, na execução da tarefa que lhe está subordinada, não basta a boa vontade, como acontece em outros setores; é necessário revelar determinadas qualidades de ordem superior, apresentando grande domínio de si mesmo, espontâneo equilíbrio de sentimentos, acentuado amor aos semelhantes, alta compreensão da vida, fé vigorosa e profunda, confiança no poder divino.

Semelhantes requisitos constituem exigências a que não se pode fugir, mas a boa vontade sincera, em alguns casos pode suprir essa ou aquela deficiência, o que se justifica em virtude da assistência prestada pelos benfeitores espirituais aos servidores humanos, ainda incompletos no terreno das qualidades desejáveis.

A prece representa elemento indispensável para que a alma do passista estabeleça comunhão direta com as forças do bem, favorecendo assim, a canalização através da mente, dos recursos magnéticos necessários das esferas elevadas.

Não se deve também abusar da magnetização, com processos prolongados ou em grandes quantidades, o que ocasiona dispêndio de fluidos, e conseqüentemente, a fadiga. Não se deve transmitir uma força já em grau de esgotamento, a qual não beneficia quem recebe, e prejudica quem transmite
Existem doentes, em que o magnetismo nenhuma influência exerce, e outros em que a ação desde logo é evidenciada e decisiva, por fatores devido ao magnetizador, ao magnetizado, ou a ambos.

Preparar um doente para aplicação do devido tratamento espiritual, é colocá-lo em estado de perfeita harmonia com a fé em Deus.

Alguns itens deverão ser observados para a preparação do paciente, tais como o ambiente familiar, a sua posição mental e o estado espiritual.

O principal agente de cura, reside no próprio doente: é o desejo de transformação interior, e a elevação mental. Com isso, muito mais eficiente será a ação da magnetização, e do auxílio do mundo espiritual superior, far-se-á mais naturalmente.
O magnetismo, em certos estados de ordem psíquica ou espiritual, basta e pode ser o melhor agente corretivo. Porém não se pode ter o magnetismo, como agente curador exclusivo, para a maioria dos casos e dos indivíduos. É preciso atentar para o corpo já afetado, e principalmente, para problemas cármicos, quando então o magnetismo atuará como renovador de energias, para que possa se suportar com fé e equilíbrio, as expiações de vidas pretéritas.
  um abraço.
Título: Re: O Que São Os Passes Espíritas?
Enviado por: CrisHenriques em 01 de Maio de 2011, 15:43
Boa tarde amigo António F. Junior,
Que a Paz esteja contigo e com todos nós.

Obrigada por teres respondido ao tópico e por me teres também elucidado acerca do que é o Passe Espírita. Tinha a ideia que isto que descreveste, mas não tinha a certeza e como gosto de aprender decidi perguntar. Sou iniciada no espiritismo e estou com vontade de aprender.
Estou neste momento a ler A Génese, mas já li O Livro dos Espíritos, O Livro dos Médiuns e O Evangelho Segundo O Espiritismo, de Allan Kardec.
De Francisco Cândido Xavier pelo espírito de Emmanuel, li A Caminho da Luz.
Vou continuar a ler as obras. Tenho muito que aprender.  :)

Uma pergunta acerca dos Passes...

Quem os pode aplicar?

Obrigada.

Abraços de Luz,

Cris.


Assim é que segundo Kardec, o passe, é a transferência de fluidos de perispírito para perispírito. (A Gênese - Cap. Xiv - Item 31).

No movimento espírita, existem outros conceitos, tais como:

"É uma transfusão de energias psíquicas..."

(Emmanuel - O Consolador - questão 99)

"É uma transfusão de energias regeneradoras..."

(Marco Prisco - Ementário Espírita)

"Não é unicamente transfusão de energias anímicas. É o equilibrante ideal da mente, apoio eficaz de todos os tratamentos".

(André Luiz - Opinião Espírita - cap. 55)

"...O passe é transfusão de energias fisio-psíquicas, operação de boa vontade, dentro da qual o companheiro do bem cede de si mesmo em teu benefício".

(Emmanuel - Segue-me - cap. O PASSE).

Para o passista, na execução da tarefa que lhe está subordinada, não basta a boa vontade, como acontece em outros setores; é necessário revelar determinadas qualidades de ordem superior, apresentando grande domínio de si mesmo, espontâneo equilíbrio de sentimentos, acentuado amor aos semelhantes, alta compreensão da vida, fé vigorosa e profunda, confiança no poder divino.

Semelhantes requisitos constituem exigências a que não se pode fugir, mas a boa vontade sincera, em alguns casos pode suprir essa ou aquela deficiência, o que se justifica em virtude da assistência prestada pelos benfeitores espirituais aos servidores humanos, ainda incompletos no terreno das qualidades desejáveis.

A prece representa elemento indispensável para que a alma do passista estabeleça comunhão direta com as forças do bem, favorecendo assim, a canalização através da mente, dos recursos magnéticos necessários das esferas elevadas.

Não se deve também abusar da magnetização, com processos prolongados ou em grandes quantidades, o que ocasiona dispêndio de fluidos, e conseqüentemente, a fadiga. Não se deve transmitir uma força já em grau de esgotamento, a qual não beneficia quem recebe, e prejudica quem transmite
Existem doentes, em que o magnetismo nenhuma influência exerce, e outros em que a ação desde logo é evidenciada e decisiva, por fatores devido ao magnetizador, ao magnetizado, ou a ambos.

Preparar um doente para aplicação do devido tratamento espiritual, é colocá-lo em estado de perfeita harmonia com a fé em Deus.

Alguns itens deverão ser observados para a preparação do paciente, tais como o ambiente familiar, a sua posição mental e o estado espiritual.

O principal agente de cura, reside no próprio doente: é o desejo de transformação interior, e a elevação mental. Com isso, muito mais eficiente será a ação da magnetização, e do auxílio do mundo espiritual superior, far-se-á mais naturalmente.
O magnetismo, em certos estados de ordem psíquica ou espiritual, basta e pode ser o melhor agente corretivo. Porém não se pode ter o magnetismo, como agente curador exclusivo, para a maioria dos casos e dos indivíduos. É preciso atentar para o corpo já afetado, e principalmente, para problemas cármicos, quando então o magnetismo atuará como renovador de energias, para que possa se suportar com fé e equilíbrio, as expiações de vidas pretéritas.
  um abraço.
Título: Re: O Que São Os Passes Espíritas?
Enviado por: Lucazan em 01 de Maio de 2011, 17:24
Caros Amigos,

Sem querem confundir os pensamentos, mas segue a seguir o que a DE revela sobre a ação magnetizadora:

2ª Entretanto, o médium é um intermediário entre os Espíritos e o homem; ora, o magnetizador, haurindo em si mesmo a força de que se utiliza, não parece que seja intermediário de nenhuma potência estranha?

"É um erro; a força magnética reside, sem dúvida, no homem, mas é aumentada pela ação dos Espíritos que ele chama em seu auxilio. Se magnetizas com o propósito de curar, por exemplo, e invocas um bom Espírito que se interessa por ti e pelo teu doente, ele aumenta a tua força e a tua vontade, dirige o teu fluido e lhe dá as qualidades necessárias."


Título: Re: O Que São Os Passes Espíritas?
Enviado por: CrisHenriques em 01 de Maio de 2011, 18:35
Olá amigo Lucazan,

Que a Paz esteja contigo e obrigada pela tua mensagem.
Acredito que de facto assim seja, um espírito que tenha sido médico enquanto esteve encarnado poderá auxiliar melhor um curador e trazer a cura para o seu paciente.
Se o curador não invocar os bons espíritos com capacidades curativas, conseguirá tratar o paciente?

Obrigada.

Abraços fraternos,

Cris.


Caros Amigos,

Sem querem confundir os pensamentos, mas segue a seguir o que a DE revela sobre a ação magnetizadora:

2ª Entretanto, o médium é um intermediário entre os Espíritos e o homem; ora, o magnetizador, haurindo em si mesmo a força de que se utiliza, não parece que seja intermediário de nenhuma potência estranha?

"É um erro; a força magnética reside, sem dúvida, no homem, mas é aumentada pela ação dos Espíritos que ele chama em seu auxilio. Se magnetizas com o propósito de curar, por exemplo, e invocas um bom Espírito que se interessa por ti e pelo teu doente, ele aumenta a tua força e a tua vontade, dirige o teu fluido e lhe dá as qualidades necessárias."
Título: Re: O Que São Os Passes Espíritas?
Enviado por: Lucazan em 01 de Maio de 2011, 18:53
As coisas realizadas pelos espíritos não acontecem como quando encarnados.

Não há como esconder o que pensamos, é tudo uma questão de afinidades e merecimentos.

Não temos percepção, nem sentidos, e muito menos conhecimentos para podermos entender o que realmente acontece.

As vezes, o que sofrimento para nós e uma ação de aperfeiçoamento para o espírito.

Mas toda evocação realizadas por nós, terá espíritos afins que a responderão, isso de forma boa ou má e conforme a vibração da pessoa/paciente em relação à circunstância em questão, surgirá o resultado ao qual ela se sintoniza.

Ou seja, os espíritos influenciam, mas somente com a permissão do envolvido.
Título: Re: O Que São Os Passes Espíritas?
Enviado por: CrisHenriques em 01 de Maio de 2011, 20:10
Lucazan,

Concordo com o que dizes, faz sentido. Já li este conceito em vários livros.

Isso que falas de que "...os espíritos influenciam, mas somente com a permissão do envolvido.", tem realmente a ver com Livro Arbítrio de cada um de nós e que precisa sempre ser respeitado.

Obrigada. ;)

Abraços,

Cris
Título: Re: O Que São Os Passes Espíritas?
Enviado por: flavia domingos em 02 de Maio de 2011, 15:26
Olá Cris!

Li q vc "leu" as obras de Kardec...o interessante é " estudar" as obras de Kardec...No CE q frequento é basicamente isso...estudo , estudo e estudo. As 2º feiras estudamos o ESDE _ Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita, as  4º feiras O Evangelho e o LE...e assim sucessivamente..estudamos a Mediunidade, Psicografia, Passes...tudo denominados Cursos...esses são aos sábados...além do trabalho espiritual da casa.
Então esses estudos em grupo é bem melhor, pq interpretação, cada um tem a sua...entendimento é outra coisa...e aí cada um usa o aprendizado como achar melhor....o Livre arbitrio..rsrs...fora os livros paralelos q leio: Jesus dos Espíritas, Obssessão Sexual, Obssessão e desobssessão, Como aproveitar a encarnação, O invisível...Vou virar uma biblioteca ambulante...rsrsr...mais é legal....pq a espiritualidade nos ajuda muito...as vzs leio trechos num livro , qdo chego para os estudos, o assunto é justamente aquele q tive dúvidas...incrível!

Graças a Deus e Viva Jesus!
Título: Re: O Que São Os Passes Espíritas?
Enviado por: Mourarego em 02 de Maio de 2011, 15:36
Mano Luca,
deixe-me consertar sua escrita. Você afirma: "toda evocação realizadas por nós, terá espíritos afins que a responderão"; Na verdade o termo evocar quer dizer trazer a si, quando um evocador, chama por evocação ele chama àquele Espírito em especial, logo será ele, se puder, quiser ou estiver em condições que irá responder, e não um Espírito afim.
Este só responderá em dois momentos especiais:
1. Se o Espírito evocado não estiver em condições no momento, ou for por ele dado como intermediário.
2. Quando o Espírito evocado não tiver possibilidade ou autorização para responder e o assunto sendo importante para o bem geral, tiver de ser explanado.
aliás, o termo específico seria invocação, pois evocar é o ato de se chamar ao comparecimento um Espírito, mas invocar mostra a necessidade de trazer a si, ou seja ao médium em questão aquele Espírito.
Por isso Kardec remonta à classe dos médiuns de evocação como sendo uma qualidade especial de alguns médiuns.
Abração,
Moura

As coisas realizadas pelos espíritos não acontecem como quando encarnados.

Não há como esconder o que pensamos, é tudo uma questão de afinidades e merecimentos.

Não temos percepção, nem sentidos, e muito menos conhecimentos para podermos entender o que realmente acontece.

As vezes, o que sofrimento para nós e uma ação de aperfeiçoamento para o espírito.

Mas toda evocação realizadas por nós, terá espíritos afins que a responderão, isso de forma boa ou má e conforme a vibração da pessoa/paciente em relação à circunstância em questão, surgirá o resultado ao qual ela se sintoniza.

Ou seja, os espíritos influenciam, mas somente com a permissão do envolvido.
Título: Re: O Que São Os Passes Espíritas?
Enviado por: CrisHenriques em 02 de Maio de 2011, 20:43
Olá Flávia,
Que a Luz de Jesus e o seu Amor invada todos os corações da humanidade, principalmente de todos aqueles que são espíritos inferiores. Que eles encontrem a Luz e o seu caminho.
Antes de prosseguir, agradeço a tua resposta ao tópico. Obrigada.
Respondendo…
Na minha vida, tenho procurado sempre vencer as adversidades que se me atravessam no caminho. Nesses momentos medito tentando compreender a situação e recorro em oração a Deus e aos meus Guias Espirituais, pedindo auxílio e resignação para conseguir aceitar o que me está a impedir de prosseguir. São Eles que me ajudam.
Sou uma pessoa que tenta aprofundar-se espiritualmente, para conseguir levar acabo a minha evolução espiritual. Assim, a espiritualidade é imperativa na minha vida. É vital! No entanto, não sou seguidora de religiões e, nem procuro seguir uma instituição dogmatizada e cheia de conceitos. A meu ver, tudo o que é precedido de dogmas e de conceitos, acaba por dar lugar a preconceitos e até a algum fanatismo… Porém, aceito quem não partilha da mesma forma de pensar que eu e respeito. Aceito as diferenças das pessoas e para mim somos todos iguais.
Vim para o Forum Espírita para aprender e tenho lido aqui algumas respostas face a grandes perguntas, agradeço a Deus por isto. Afinal, estou a aprender e como dizia o sábio grego Sócrates – “Só sei que nada sei”.
Quando referi que li algumas obras de Kardec, não quis dizer que as leio como se estas fossem um livro qualquer, porque ao lê-las, parei muitas vezes para meditar acerca daquele capítulo, parágrafo, ou item. Leio, penso. Leio, analiso. Leio, pesquiso. Leio e debato o tema com a minha Mãe que é Reikiana e que sempre me estimulou à Fé. Leio e compreendo. Leio e sinto. Sentir também é muito importante, pois quando sentimos é quando chegamos onde devemos chegar. Creio que isto é estudar.
Abraços fraternos,
Cris.
Título: Re: O Que São Os Passes Espíritas?
Enviado por: Lucazan em 03 de Maio de 2011, 01:48
Mano Luca,
deixe-me consertar sua escrita. Você afirma: "toda evocação realizadas por nós, terá espíritos afins que a responderão"; Na verdade o termo evocar quer dizer trazer a si, quando um evocador, chama por evocação ele chama àquele Espírito em especial, logo será ele, se puder, quiser ou estiver em condições que irá responder, e não um Espírito afim.
Este só responderá em dois momentos especiais:
1. Se o Espírito evocado não estiver em condições no momento, ou for por ele dado como intermediário.
2. Quando o Espírito evocado não tiver possibilidade ou autorização para responder e o assunto sendo importante para o bem geral, tiver de ser explanado.
aliás, o termo específico seria invocação, pois evocar é o ato de se chamar ao comparecimento um Espírito, mas invocar mostra a necessidade de trazer a si, ou seja ao médium em questão aquele Espírito.
Por isso Kardec remonta à classe dos médiuns de evocação como sendo uma qualidade especial de alguns médiuns.
Abração,
Moura

As coisas realizadas pelos espíritos não acontecem como quando encarnados.

Não há como esconder o que pensamos, é tudo uma questão de afinidades e merecimentos.

Não temos percepção, nem sentidos, e muito menos conhecimentos para podermos entender o que realmente acontece.

As vezes, o que sofrimento para nós e uma ação de aperfeiçoamento para o espírito.

Mas toda evocação realizadas por nós, terá espíritos afins que a responderão, isso de forma boa ou má e conforme a vibração da pessoa/paciente em relação à circunstância em questão, surgirá o resultado ao qual ela se sintoniza.

Ou seja, os espíritos influenciam, mas somente com a permissão do envolvido.


Caro Moura,

Acho que realmente posso ter usado o termo errado, mas todo pensamento, toda prece, todo desejo, emitem vibrações que atraem espíritos afins. Foi neste sentindo que coloquei o termo evocação.
Título: Re: O Que São Os Passes Espíritas?
Enviado por: Mourarego em 03 de Maio de 2011, 18:33
Amigo Luca,
diz a obra básica falando das evocações e repete o mesmo ensino na RE:
A evocação chama a um Espírito em especial.
Por isso o termo evocar, que quer dizer chamar a si.
Logo, os Espíritos afins, podem mesmo até assistir ao evento mas nele não interferem.
abraços,
Moura
Título: Re: O Que São Os Passes Espíritas?
Enviado por: amazona em 09 de Abril de 2014, 05:39

Acredito que de facto assim seja, um espírito que tenha sido médico enquanto esteve encarnado poderá auxiliar melhor um curador e trazer a cura para o seu paciente.


Cris.



E no caso de uma pessoa que nao esta doente porem suas atitudes sao podres como arrogancia, apego, pensamentos negativos? O medium deveria invocar um espirito particular ou desde que seja um espirito bom ja bastaria?
Título: Re: O Que São Os Passes Espíritas?
Enviado por: Jose m em 03 de Dezembro de 2014, 00:17
Ola,
gostaria de saber se qualquer pessoa pode receber um Passe espirita num centro espirita ou para isso tem que fazer algum tipo de diagnostico,e, a quem mais especificamente se destinam os passes espiritas.
Obrigado.
Título: Re: O Que São Os Passes Espíritas?
Enviado por: Kazaoka em 03 de Dezembro de 2014, 00:45
Boa noite José!
Sim, qualquer um pode receber o passe sem precisar de preparação especial para esse fim.
Quem deve estar apto e ciente do que está fazendo e do tipo de energia que está manipulando para o passe é o trabalhador que o aplica.
A título de esclarecimento, antes de ser um passe espírita ou espiritual, que seria o termo mais correto no contexto de seu questionamento, o passe é, antes de tudo, um tratamento magnético. Neste tratamento, o elemento que serve de móbil para esta terapia é a energia animalizada do homem, ou seja, o magnetismo animal do próprio encarnado. Portanto, à princípio o que se doa é uma energia  do indivíduo que o aplica, e não alguma forma de energia vinda do espaço ou do plano espiritual. É claro que existem as energias oriundas do plano superior chamado de plano espiritual, e quando estas energias são aplicadas no paciente, ai sim, podemos chamar como um tratamento espiritual, podendo ser aplicadas pelos próprios Espíritos até mesmo sem o concurso do médium. Isso quer dizer que o passe aplicado pelo encarnado só é espiritual quando há o concurso de um Espírito potencializando as energias do médium. Fora isso, o que vemos é passe magnético, que em muitos casos é suficiente para as necessidades daquele que o recebe e não diminui em nada o seu valor terapêutico e nem doutrinário.
Título: Re: O Que São Os Passes Espíritas?
Enviado por: RAJ em 03 de Maio de 2016, 22:47
Caros amigos,

Gostaria de propor um debate, se assim podemos chamar, sobre os passes.

Sabemos que a grande maioria das pessoas que se dirigem a um Centro Espírita, sejam elas espíritas ou não, assim o fazem em busca dos chamados tratamentos espirituais através dos passes.
 
O ponto que gostaria de trazer diz respeito a como encarar essa atividade, dentro de um contexto menos arraigado às doutrinações federativas. Isto é, como entender, lidar e organizar essa atividade dentro de uma abordagem mais aberta, menos ortodoxa.

Nesse sentido, pelo menos a princípio, me vêm à mente os seguintes questionamentos/reflexões:
 

1) Tipos de Passes: É comum encontrarmos diversos tipos de tratamentos espirituais pelos passes nas Casas Espíritas. Dentre eles, tratamentos espirituais para problemas físicos, tratamentos espirituais para problemas emocionais, tratamentos espirituais para crianças, tratamentos espirituais para gestantes, etc.


Pergunta: Tais divisões são de fato convenientes e justificadas?


2) Técnicas de Passes / Passes Padronizados: É comum encontrarmos diversas técnicas de aplicação de passes nas Casas Espíritas, a maioria delas provenientes das práticas do magnetismo (passes transversais simples e cruzados, passes longitudinais, passes rotatórios, imposição de mãos, etc). E em decorrência dessas técnicas, surgiram algumas padronizações de passes através da utilização sistemática de algumas dessas técnicas, como por exemplo o conhecido Pasteur (P1, P2, P3, e por aí vai).


Disso, temos que alguns Centros Espíritas entendem que os passes devem ser aplicados dentro da mais rígida observância dos padrões estabelecidos. Isto é, se o passista aplica o PXXX, o mesmo deve se ater exclusivamente a determinados movimentos, inclusive se observando o número de movimentos a serem utilizados. Por exemplo: uma imposição de mãos, três transversais cruzados, três transversais simples, três longitudinais e novamente uma imposição de mãos ao final.


Alguns defendem que a aplicação dos passes deve levar em conta as técnicas, sem uma padronização sistemática, isto é, para cada problema/necessidade, o passista (não confundir com aqueles das escolas de samba, rsrs) deve se valer de determinadas técnicas, sem se ater a uma rígida padronização.


Outros defendem que o passe deve ser dado mediante a simples imposição de mãos sobre o assistido (o que, ao meu ver, não deixa de ser uma padronização. Qual seja, a imposição de mãos).


Outros ainda sustentam que os passes não devem ficar restritos a técnicas e/ou padrões fixos, cabendo ao passista trabalhar em sintonia/conjunto com as equipes espirituais, através da intuição.


Por fim, há também os que defendem que os passes devem ser aplicados pelos médiuns em transe, de maneira a servirem de instrumentos dos espíritos desencarnados, deixando nas mãos destes (os espíritos), a forma de se aplicar os passes.


Pergunta: Como vocês enxergam essas questões? O que entendem ser o mais adequado/funcional dentro das atividades de um Centro Espírita?


3) Número determinado de Passes: Em quase a totalidade dos Centros Espíritas, o assistido recebe a recomendação de uma determinada “quantidade” de passes. Isto é, em algumas casas o tratamento é composto por 04 aplicações de passes, outras 08, outras ainda 04 de um tipo e 04 de outro, enfim.


Pergunta: Como vocês enxergam essas questões? O que entendem ser o mais adequado/funcional dentro das atividades de um Centro Espírita?


Sobre os passes especificamente, pelo menos à princípio, esses são os questionamentos que me chamam atenção. Essa lista de questionamentos não é restrita ou exaustiva, sendo que outros poderão ser incluídos pelos participantes, de maneira a enriquecer ainda mais a discussão.

Abraços a todos!
Título: Re: O Que São Os Passes Espíritas?
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 04 de Maio de 2016, 22:11


Pergunta: Como vocês enxergam essas questões? O que entendem ser o mais adequado/funcional dentro das atividades de um Centro Espírita?


Sobre os passes especificamente, pelo menos à princípio, esses são os questionamentos que me chamam atenção. Essa lista de questionamentos não é restrita ou exaustiva, sendo que outros poderão ser incluídos pelos participantes, de maneira a enriquecer ainda mais a discussão.

Abraços a todos!


Eu enxergo como importante as aplicações de passes
o mais adequado o sera de conformidade ao conhecimento e ao compromisso assumido
assim como o funcional deverá ser pelas possibilidades de se atrair bons espíritos

Abraços