Forum Espirita

GERAL => Mensagens de Ânimo => Tópico iniciado por: Marianna em 31 de Agosto de 2014, 18:23

Título: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 31 de Agosto de 2014, 18:23




[attachimg=1align=center=width=450]

Ensinamentos de Jesus
Richard Simonetti.

Não Comportando Comentários


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 01 de Setembro de 2014, 03:37


[attachimg=1align=center=width=450]




Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 01 de Setembro de 2014, 03:42
       


Richard Simonetti conta histórias do Novo Testamento e da Tradição Cristã, em apreciação otimista, bem humorada e esclarecedora dos princípios evangélicos, enfatizando a importância da fé.

[attachimg=1align=center=width=400]

TUA FÉ TE SALVOU!
Autor: Richard Simonetti


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 01 de Setembro de 2014, 03:45


[attachimg=1align=center=width=450]
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Em certas pessoas, a fé parece de algum modo inata; uma centelha basta para desenvolvê-la. Essa facilidade de assimilar as verdades espirituais é sinal evidente de anterior progresso.

(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Em outras pessoas, ao contrário, elas dificilmente penetram, sinal não menos evidente de naturezas retardatárias.

▬  As primeiras já creram e compreenderam:

(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Trazem, ao renascerem, a intuição do que souberam; estão com a educação feita;
(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  As segundas tudo têm que aprender; estão com a educação por fazer.

(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Ela, entretanto, se fará e, se não ficar concluída nesta existência, ficará em outra.

Allan Kardec, em O Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo XIX.



Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 01 de Setembro de 2014, 03:48

(http://2.bp.blogspot.com/-GlSof5o6S5U/UeqMF6rUDvI/AAAAAAAABMU/Ipae6zT0B8k/s1600/453507367_1238169.gif)
 
O Mais Importante
         
▬  O grande desafio, no trato com o Evangelho:

(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  É trazer Jesus para o cotidiano,
(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  Imitar seus exemplos,
(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  Vivenciar suas lições,
(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  Seguir seus passos…

Há abismos a serem transpostos, representados pelas nossas mazelas.

(http://xat.com/images/smw/spiralfx.png)  É um processo lento, demorado, marcado por desvios freqüentes, sob inspiração de paixões que ainda nos dominam e costumam sinalizar caminhos diferentes.

O recurso capaz de nos conscientizar a respeito de nossas necessidades espirituais, estimulando-nos à vivência do evangélica, é o contato diuturno com os ensinamentos nele contidos, atentos à sua aplicação no dia-a-dia.

(http://xat.com/images/smw/spiralfx.png)  Não obstante o desenvolvimento dos meios de comunicação e o avanço das igrejas cristãs em nossa cultura ocidental, Jesus ainda é um grande desconhecido.

A maioria dos profitentes limita-se às superficialidades do culto.

▬  Se pesquisarmos, indagando às pessoas quando estudaram o Novo Testamento, ouviremos respostas assim:

(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  Há alguns anos…
(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  Não recordo…
(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  Faz tempo…

(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  A maioria,
(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  Nunca…

Sem convivência assídua com a Boa Nova, sem familiaridade com as lições, perdemo-nos em  generalidades.

▬  Jesus pregou:

(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  A fé,
(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  O amor,
(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  O perdão,
(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  A caridade...

(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  Sim, e daí?
(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  O que isso representa em nossa vida?
(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  Qual a repercussão em nosso comportamento?

Há uma dificuldade:

(http://xat.com/images/smw/spiralfx.png)  Os Evangelhos foram compilados há quase dois mil anos, passaram por inúmeras traduções e chegam ao nosso tempo com linguagem peculiar...

... Construções literárias e expressões próprias do judaísmo e dos tempos de Jesus, o que torna o texto pouco atraente e difícil para os não iniciados.

Nesta série de livros que nos propomos a escrever, tentamos favorecer o leitor com a “conversão” do texto evangélico...

▬  Para o nosso tempo, envolvendo questões fundamentais..

(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  A interpretação espírita,
(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  As aplicações de práticas.
(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  Sua condição perante Deus.
(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  As circunstâncias que envolvem suas lições.

No primeiro livro, Paz na Terra, descrevemos os episódios que marcaram o nascimento do Mestre, até o início de seu apostolado.

(http://xat.com/images/smw/spiralfx.png)  Em Levanta-te! temos algo relacionado com o primeiro ano de divulgação da Boa Nova.

Neste livro comentamos passagens importantes que se deram num espaço de tempo próximo ao que situaríamos  como o segundo ano de apostolado.

(http://xat.com/images/smw/spiralfx.png)  Próximo, porque não há nenhuma certeza quanto à cronologia, nem houve preocupação dos evangelistas a esse respeito.

Destacam-se, no período, episódios relacionados com a fé, que Jesus situa como a base fundamental para que possamos nos beneficiar de suas bênçãos.

(http://xat.com/images/smw/spiralfx.png)  A mulher hemorroíssa, curada a um simples toque nas suas vestes, é o exemplo marcante dos poderes extraordinários que mobilizamos quando cremos em plenitude.

Sem dúvida, sua fé não era gratuita.

▬  Certamente conhecia:

(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  O Mestre,
(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  Ouvira suas pregações,
(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  Sabia dos prodígios que operava...

▬  Se, portanto, pretendemos que Jesus nos:

(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  Ampare,
(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  Cure males,
(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  Resolver problemas,

Ajudando-nos a superar dificuldades...

... É importante que nos familiarizemos com a sua mensagem, que sintamos sua grandeza.

(http://xat.com/images/smw/spiralfx.png)  Espero que estas páginas singelas possam ajudá-lo nesse mister, leitor amigo, e que o inspirem, sobretudo, na compreensão de que melhor que a cura dos males do corpo, Jesus nos oferece a oportunidade de edificação para nossas almas, desde que nos disponhamos a observar suas lições e imitar seus exemplos.

(http://vivendoapaixonada.zip.net/images/cutecolorsbutfly1.gif)  É o mais importante!

Richard Simonetti.
Bauru SP, agosto de 2000.


(http://www.mensagemespirita.com.br/images/uploads/autores_livros_file_foto/ftw-70x-60552_pq.jpg)

Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 01 de Setembro de 2014, 03:55


[attachimg=1align=center=width=450]

O Servo de Centurião
Mateus, 8:5-13
Lucas, 7:1-10
(https://lh6.googleusercontent.com/-wZ05gOWOwMI/UATFwtHvtUI/AAAAAAAADuE/GAqykAGPTRg/s37/ynw.gif)  Nenhum país se submete passivamente ao invasor. Este precisa manter o chamado exército de ocupação. É a garantia de domínio do mais forte, a espoliar o mais fraco.

Experientes nesse sentido, os romanos estendiam suas tropas invencíveis por três continentes, impondo a presença indesejável, numa convivência conturbada, marcada por revoltas e rebeliões.

(https://lh6.googleusercontent.com/-wZ05gOWOwMI/UATFwtHvtUI/AAAAAAAADuE/GAqykAGPTRg/s37/ynw.gif)  Pior com os judeus.

Orgulhosos de sua nacionalidade, com pretensões de povo escolhido, os descendentes de Abraão consideravam inadmissível aquela situação. Nutriam indisfarçável repulsa por seus dominadores.

(https://lh6.googleusercontent.com/-wZ05gOWOwMI/UATFwtHvtUI/AAAAAAAADuE/GAqykAGPTRg/s37/ynw.gif)  Contatos, apenas se inevitáveis. Exigiam, posteriormente, rituais de purificação, como quem desinfeta as mãos após lidar com algo pestilento.

Em face dessa animosidade, foi com surpresa que os apóstolos observaram um centurião aproximar-se de Jesus.

(https://lh6.googleusercontent.com/-wZ05gOWOwMI/UATFwtHvtUI/AAAAAAAADuE/GAqykAGPTRg/s37/ynw.gif)  Retornavam a Cafarnaum, após o inesquecível Sermão da Montanha, nas proximidades da cidade, quando Jesus traçara as diretrizes básicas do comportamento cristão para edificação do Reino de Deus.

Centurião era o oficial romano que comandava a centúria, destacamento militar composto de cem soldados.

O militar falou, respeitosamente:

(http://lh3.ggpht.com/_QFL-9aHGKOE/TStRn4iUzJI/AAAAAAAAHp0/6mPQItKGKtc/barrinha_marrom.gif)  Senhor tenho em casa um servo que está de cama, com paralisia, sofrendo horrivelmente.

Como sempre, Jesus respondeu com brandura, ainda que diante de um inimigo da raça:

(http://lh3.ggpht.com/_QFL-9aHGKOE/TStRn4iUzJI/AAAAAAAAHp0/6mPQItKGKtc/barrinha_marrom.gif)  Vê-lo.

O centurião adiantou:

(http://lh3.ggpht.com/_QFL-9aHGKOE/TStRn4iUzJI/AAAAAAAAHp0/6mPQItKGKtc/barrinha_marrom.gif)  Senhor, eu não sou digno de que entres na minha casa; mas, dize uma só palavra e meu servo será curado.

Pois também eu, apesar de sujeito a outrem, digo a um dos meus soldados que tenho às minhas ordens:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-354.gif)  Vai ali,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-354.gif)  E ele vai;

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-354.gif)  E a outro: vem cá,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-354.gif)  E ele vem;

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-354.gif)  E a meu servo:
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-354.gif)  Faz isso, e ele faz.

Singular o comportamento daquele preposto de César.

(https://lh6.googleusercontent.com/-wZ05gOWOwMI/UATFwtHvtUI/AAAAAAAADuE/GAqykAGPTRg/s37/ynw.gif)  Demonstrou invulgar interesse por simples servo e se dispôs a pedir auxílio a um judeu, embora sabendo da aversão que aquele povo altivo nutria pelos romanos.

Podendo ordenar que seus soldados conduzissem Jesus à sua presença, preferiu ir ao seu encontro e, renunciando às prerrogativas do cargo, falou-lhe com  humildade.

(https://lh6.googleusercontent.com/-wZ05gOWOwMI/UATFwtHvtUI/AAAAAAAADuE/GAqykAGPTRg/s37/ynw.gif)  Suas ponderações revelam um espírito sensível, dotado de fé, fato digno de admiração, principalmente por tratar-se de um pagão. E libera Jesus do constrangimento de ir à sua casa.

Observando tão grande convicção, proclamou Jesus:

(http://lh3.ggpht.com/_QFL-9aHGKOE/TStRn4iUzJI/AAAAAAAAHp0/6mPQItKGKtc/barrinha_marrom.gif)  Em verdade, em verdade, vos afirmo que nem mesmo em Israel encontrei semelhante fé.

Também vos digo que muitos virão do Oriente e do Ocidente, e sentar-se-ão no Reino dos Céus com Abraão, Isaac e Jacó, enquanto que os filhos do Reino serão lançados nas trevas exteriores. E ali haverá choro e ranger de dentes.

Abraão, Isaac e Jacó foram os patriarcas mais importantes do povo judeu.

(https://lh6.googleusercontent.com/-wZ05gOWOwMI/UATFwtHvtUI/AAAAAAAADuE/GAqykAGPTRg/s37/ynw.gif)  A proclamação de que os filhos de outras terras estariam com eles, enquanto muitos judeus enfrentariam estágios de sofrimento, é  significativa.

Com desassombro, Jesus empenhava-se em modificar arraigadas concepções da raça. Exclusivistas, os judeus julgavam-se detentores das preferências divinas, situando por desprezíveis as convicções alheias.



Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 01 de Setembro de 2014, 03:57

[attachimg=1align=center=width=400]

A intolerância religiosa é absurdo inconcebível.

(http://c9.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n1604a462/5743136_4nszz.gif)  Se a finalidade da religião é nos conduzir a Deus; se o   Criador é o pai de todos nós, por que cultivar desentendimentos em nome da crença?
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Deus não tem preferências!
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Somos todos seus filhos.
 
(http://c9.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n1604a462/5743136_4nszz.gif)  Infelizmente, o Cristianismo, após três séculos de pureza, seguiu idêntico caminho, embora Jesus deixasse claro, nesta passagem, que seus discípulos viriam do Oriente e do Ocidente, isto é, seriam sempre e unicamente aqueles que vivenciassem seus ensinamentos, não importando nacionalidade, raça ou crença.
 
Encerrando o diálogo, Jesus disse ao centurião:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  "Vai, e como creste, assim seja feito."
 
Mateus informa:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  "Naquela mesma tarde o servo do centurião foi curado. Usando de seus prodigiosos poderes Jesus  surpreendia seus seguidores com uma cura à distância."
 
(http://c9.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n1604a462/5743136_4nszz.gif)  O episódio evoca tema fascinante – a intercessão, a possibilidade de intervir por alguém em suas limitações, dores e dificuldades. Aparentemente contraria a Lei de Causa e Efeito, segundo a qual colhemos de conformidade com a semeadura.
 
▬  Se alguém está doente ou enfrenta problemas para resgatar dívidas e evoluir, será lícito ajudá-lo?
 
Ponderação razoável, mas imperioso não esquecer:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  "A justiça divina impõe que cada um receba conforme suas obras, mas a divina misericórdia determina que todos os sofrimentos sejam amenizados na hora do resgate".
 
Aqui entra a intercessão, em que nos situamos por instrumentos da ação misericordiosa de Deus. Obviamente, o alcance da intercessão também está subordinado à Lei de Causa e Efeito.
 
▬  Alguém é muito rico:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Propõe-se a ajudar um amigo com câncer.
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Mobiliza os melhores recursos da Medicina.
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Despende uma fortuna com sofisticados tratamentos.
 
No entanto, a doença evolui inexoravelmente.
 
(http://c9.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n1604a462/5743136_4nszz.gif)  Meses depois, o doente desencarna, cumprindo penoso resgate do pretérito. Apesar de ampla e poderosa, a intercessão pouco valeu. 
 
Os recursos mobilizados proporcionaram-lhe conforto, amenizaram suas dores, mas ele passou pelo que tinha de passar, atendendo às sanções da Lei Divina.
 
▬  Invertamos a situação:
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  O intercessor é pobre.
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Sem recursos, mas com boa vontade,
 
Com sacrifício de suas economias, compra um medicamento feito de ervas, vendido em cidade distante, para tratamento do câncer.
 
▬  O doente toma o remédio e obtém milagrosa cura.
 
(http://c9.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n1604a462/5743136_4nszz.gif)  A ajuda oferecida foi mínima, mas inteiramente assimilada, transformando-se em veículo de sua recuperação, isto porque o paciente possuía méritos que lhe conferiam a possibilidade de cura.
 
▬  No episódio evangélico conjugaram-se:
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  O merecimento do servo,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  A intercessão do centurião,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  E os prodigiosos poderes de Jesus.
 
O leitor amigo estará matutando:
 
▬  De que vale o esforço por ajudar alguém, se o aproveitamento estará condicionado ao seu merecimento?
 
(http://c9.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n1604a462/5743136_4nszz.gif)  Mas é justamente por não sabemos dos méritos alheios que somos chamados a fazer o melhor por aqueles que nos rodeiam.
 
▬  Se as circunstâncias nos colocam em posição de ajudar seja:
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  O pobre,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  O amigo,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  O doente,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  O familiar...
 
... Certamente ele foi encaminhado até nós para que o socorramos.
 
(http://c9.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n1604a462/5743136_4nszz.gif)  Ainda que impossibilitados de livrá-lo do carma: ainda que seja impossível retirar-lhe a cruz, poderemos colocar abençoada almofada sobre seus ombros.
 
Há que se considerar, ainda, algo sumamente importante:
 
▬  O exemplo.
Impossível dar aos criminosos confinados numa prisão o benefício que mais almejam – a liberdade. Estão pagando por seus crimes.
 
▬  No entanto, podemos prepará-los para um futuro melhor:
 
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  Sensibilizando-os com a nossa visita,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  As manifestações de solidariedade,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil0sCZb1qdlkyg.gif)  O convite ao estudo e à oração...
 
... O empenho por melhorar sua existência e minorar seus padecimentos.
 
(http://c9.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n1604a462/5743136_4nszz.gif)  Por mais endurecido e impenitente seja o indivíduo, não resistirá à força do Bem, quando estivermos dispostos a exercitar bondade com ele.
 
A Justiça Divina impõe educativo resgate àquele que se envolve com o mal. Mas Divino Amor, que ajuda sempre, sem questionar méritos, influirá decisivamente na sua redenção.
 
(http://c9.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n1604a462/5743136_4nszz.gif)  Considerando a posição da Terra há dois mil anos, uma prisão de segurança máxima (jamais um prisioneiro daqui escapou), onde resgatamos débitos contraídos pelo egoísmo, não merecíamos a presença de Jesus.
 
Ainda assim, o Mestre veio. Veio para nos ensinar o altruísmo, que transforma a prisão em abençoado lar.
 
(http://c9.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n1604a462/5743136_4nszz.gif)  Há que se considerar, ainda, que também estamos sob a regência da Lei de Causa e Efeito.  Não nos compete, portanto, inquirir se o necessitado merece a ajuda que lhe prestamos.
 
Convém fazer o melhor por ele, acumulando créditos espirituais que amenizem nossas provações e favoreçam glorioso futuro para nós.
 
(http://c9.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/n1604a462/5743136_4nszz.gif)  Os benefícios que estendemos ao próximo é investimento de bênçãos para nós. Jesus assim enfatizou, ao proclamar (Mateus, 16:27):
 
… a cada um segundo as suas obras.


 
Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 02 de Setembro de 2014, 07:10

[attachimg=1align=center=width=450]

TAFOFOBIA

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   Cerca de dez quilômetros a sudeste de Nazaré, na Galiléia, existe ainda hoje, quase em ruínas, a cidade de Naim. O lugarejo entrou para a história cristã graças a um prodígio operado por Jesus.

Logo após o contato com o centurião, o Mestre ali esteve, numa de suas costumeiras viagens de divulgação da Boa Nova.

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   Dois grupos se cruzaram:

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Um entrava. Trazia a Vida, a exprimir-se em bom ânimo, alegria, otimismo… Chegava Jesus, acompanhado de seus discípulos.
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  O outro saía. Levava a morte, marcada por desolação e lágrimas. Partia o cortejo fúnebre do filho único de uma viúva.

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   Jesus observou a angustiada mãe.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Compadeceu-se dela:
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Não chores.

Segurou o esquife, fazendo parar o cortejo.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Dirigindo-se ao finado, disse-lhe:
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Jovem, eu te digo: Levanta-te!

Eventuais circunstâncias terão considerado que aquele homem esquentara os miolos ante o sol inclemente. Delirava!

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   Mas, para estupefação geral, o finado se mexeu!

Como se despertasse de sono profundo, sentou-se na padiola e pôs-se a falar. Imaginamos o assombro que causou.

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   Empolgados, diziam os presentes:
Supremo prodígio – ressuscitar o morto!

Um grande profeta se levantou entre nós e Deus visitou seu povo.

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   Novamente Jesus maravilhava a multidão com seus poderes miraculosos, fazendo alguém retornar da viagem sem volta – a morte. Na atualidade, graças aos avanços da Medicina, temos com frequência, nos hospitais, a experiência de quase morte.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  O infartado sofre parada cardíaca.
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Morre!

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   Os médicos atendem prontamente. Usam modernos recursos de ressuscitamento. Se o coração não estiver demasiadamente comprometido, poderá retornar à vida.

Alguns pacientes reportam-se a significativas experiências que vivenciam durante esses dramáticos minutos.

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   Veem-se fora do corpo, ligados a ele por um cordão, não raro flutuando, a observar a ação dos médicos.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Revivem, em poucos minutos, as emoções de toda a existência.
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Viajam vertiginosamente dentro de um túnel.
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Conversam com seres espirituais.

Essas experiências fazem parte de mecanismos automáticos que envolvem a desencarnação, espécie de preparo, tomada de consciência do Espírito, no retorno à vida espiritual.

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   É disparado ante a iminência da morte ou quando ela se consuma. Se o coração volta a pulsar, imediatamente o paciente perde as percepções espirituais e desperta no corpo.

As pessoas que passam pela EQM encaram a morte com serenidade. Foram “até lá”. Constataram que não é tão terrível como situa o imaginário popular.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Teria ocorrido a EQM na passagem evangélica?
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Parece-nos que não.

Não havia o costume de velar o corpo, que era sepultado logo após a morte. Algumas horas teriam se passado desde o óbito.

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   Sem oxigenação, em virtude da falência circulatória, as células cerebrais morrem a partir de quatro minutos, consumando-se a morte. É irreversível.

Admitamos que Jesus tivesse poderes para superar essa dificuldade, mas é mais provável que a “ressurreição” do filho da viúva de Naim não tenha sido um retorno à vida física. Apenas um despertamento. Não estava morto.

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   Situava-se em letargia, estado especial de adormecimento profundo em que a respiração, as batidas cardíacas e as pulsações tornam-se tão sutis que o indivíduo parece sem vida, até com a palidez e a rigidez que caracterizam os defuntos.

▬  Jesus simplesmente o despertou, como faria em outras oportunidades com:

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  A filha de Jairo, chefe da sinagoga de Cafarnaum, 
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  E Lázaro, irmão de Marta e Maria, duas discípulas, em Betânia.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  O leitor perguntará:
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  O que sucederia, sem a interferência de Jesus?

Simplesmente o jovem acordaria, antes ou depois do sepultamento. Na segunda hipótese, não lhe seria agradável a experiência...

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   Muitos sofrem de O medo de ser enterrado vivo.

Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 02 de Setembro de 2014, 07:11

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   Frequentemente, quando abordo o assunto, em palestras sobre a morte, há quem pergunte:

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  E se eu passar por transe letárgico e despertar no túmulo?
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Costumo responder que haverá duas consequências:

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Uma ruim,
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  outra boa.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  A ruim:
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Você morrerá, sem dúvida. Em poucos minutos, sufocado, “baterá  as botas”.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  A boa:
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Não haverá despesas com atestado de óbito, caixão, velório, sepultamento...

Essa experiência desagradável pode ser evitada recorrendo-se a caixão com dispositivo especial para pessoas que sofrem de tafofobia.

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   Se o suposto defunto se mexe, acordando, dispara um alarme que frustra a indesejável ceifeira, avisando o coveiro de que alguém foi sepultado por engano.

Providência mais simples: colocar um telefone celular no caixão.

Imaginemos breve diálogo surrealista, bem capaz de matar de susto o vivo que recebe a ligação do “morto”:

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Alô…

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  É o fulano.
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  ??!!

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Estou vivo! Venha abrir a sepultura!
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Uaaaii!!

São numerosos os tafófobos.

▬  Sua origem pode estar em experiências dramáticas, ocorridas em existências anteriores.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Soterramento
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Ou sepultamento
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Em transe letárgico...

Em épocas recuadas, senhores poderosos cultivavam o mau hábito de enterrar vivos seus desafetos. Não raro os emparedavam, convertendo cubículos, sem portas e janelas, em túmulos de horror.

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   Mulheres condenadas à morte preferiam morrer assim, evitando a humilhação de uma execução pública, sob apupo da multidão. Tais situações traumatizam a vítima, repercutindo em vidas futuras.

▬  É o ônus de pessoas presas aos interesses:

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Imediatistas,
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  os vícios,
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  E paixões.

Há, também, problemas relacionados com fantasias escatológicas. Noutro dia conversei com um Espírito, em reunião mediúnica. Estava contrariado, agressivo.

▬  Vocês não tinham o direito de me acordar!
Deveria dormir até o juízo final!

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   O crente imbuído dessa fantasia tem dificuldade para lidar com a realidade espiritual. Permanece alienado.

A dolorosa experiência de ser sepultado vivo acontecia, não raro, em epidemias e batalhas. Havia tantos cadáveres, que nem sempre os coveiros improvisados se davam ao trabalho de verificar se o finado finara-se realmente.

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   Hoje há maior cuidado, evitando sepultamento indevido, envolvendo a letargia. O médico, cuja presença é exigida por lei para firmar o atestado de óbito, identificará facilmente essa situação.

Usando o estetoscópio, ouvirá as batidas cardíacas; examinando a os olhos, verá que não há midríase, extremada dilatação da pupila, caracterizando a morte cerebral.

▬  Aparelhos podem ser usados:

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Eletroencefalografia,
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  E eletrocardiograma...

... Demonstrando que  o cérebro e o coração estão funcionando.

Não há, portanto, por que cultivar a tafofobia.

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   Materialistas perseguem a imortalidade física. Apelam para a criogenia, o congelamento do cadáver, objetivando futura ressurreição, promovida a partir dos avanços da Ciência.

Nos Estados Unidos há firmas especializadas em manter o cadáver “criogenado” pelo tempo necessário, até que a Medicina descubra a cura para o mal que o vitimou e como reanimá-lo.

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   Não é para qualquer defunto. Exige muito dinheiro para garantir, por tempo indeterminado,  mediante disposição testamentária, o congelamento.

Uma empresa propõe algo menos dispendioso, ainda assim proibitivo para defuntos de menor poder aquisitivo:

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   A cabeça é cortada e congelada. Concebe-se que futuramente a Ciência terá condições para reanimá-la e arranjar-lhe outro corpo.

Jamais alguém perderá dinheiro apostando na ingenuidade humana! A criogenia é um engodo. Consumada a morte, inicia-se o desligamento do Espírito. Inútil, portanto, preservar o corpo.

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   Fala-se na criogenia em vida. Em viagens espaciais, por exemplo, o viajante, em plena vitalidade permaneceria congelado por anos, até completar-se a jornada, preservando suas funções vitais.

Ficaria em estado de vida latente.

Talvez essa fantasia se transforme em realidade, em futuro remoto, mas não será boa experiência para o Espírito, ligado a um corpo congelado, vida suspensa. Algo como morar num freezer!

▬  Melhor cuidar de outra viagem, que todos faremos:

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  O retorno à pátria.
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Não somos deste mundo.
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Viemos da dimensão espiritual.
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Retornaremos em breves décadas.

▬  É preciso que nos preparemos, superando o apego às situações transitórias:

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Preservemos a saúde,
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Amemos os familiares, 
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Cuidemos dos negócios,
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-268.gif)  Estimemos conforto e bem-estar...

...Mas consideremos a transitoriedade de tudo isso, cultivando valores de conhecimento e virtude, que as traças e a ferrugem não destroem nem os ladrões roubam, como ensina Jesus (Mateus, 6:19).

(http://mcsp20.blog.uol.com.br/images/borboleta_azul.gif)   Então, desaparecerão temores e dúvidas. Tranquilos e confiantes em Deus, preparados para uma existência melhor, poderemos repetir com o apóstolo Paulo (I Cor. 15:55):

▬  Onde está, ó morte, o teu aguilhão?



Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 08 de Setembro de 2014, 16:20

[attachimg=1align=center=width=450]

A DÚVIDA DE JOÃO
Lucas, 7:19-22
Mateus, 11:1-11

(http://i1114.photobucket.com/albums/k528/Hikari-chii/n1.gif)  Logo após o episódio em Naim, Jesus foi procurado por emissários de João Batista, que estava detido (na fortaleza de Maqueronte, a oeste do Mar Morto, na Judéia, segundo o historiador Flávio Josefo).

A prisão fora determinada por Herodes Ântipas, príncipe Judeu a quem Roma delegara poderes para governar a Galileia. Ocorrera meses antes, quando Jesus estivera em Jerusalém, no início de seu apostolado.

(http://i1114.photobucket.com/albums/k528/Hikari-chii/n1.gif) Josefo considera que houve razões políticas. Herodes admirava o profeta mas temia seu prestigio.

▬  E se promovesse um levante?

Segundo o texto evangélico, havia algo mais.

(http://i1114.photobucket.com/albums/k528/Hikari-chii/n1.gif) Herodes apaixonara-se perdidamente por Herodias, esposa de seu irmão Felipe. Abusando do poder, sem nenhum escrúpulo repudiou a esposa, promoveu a separação do casal e desposou a cunhada.

Contra essa união imoral levantou-se João Batista, que continuava suas pregações na Judeia, após apresentar Jesus à multidão, no famoso episódio do batismo, no Rio Jordão.

(http://i1114.photobucket.com/albums/k528/Hikari-chii/n1.gif) Em várias oportunidades, referindo-se a João Batista, Jesus revelou que era Elias reencarnado. O comportamento de ambos não deixa margem a dúvidas.

Com a mesma veemência que o profeta verberara o comportamento indigno de seus contemporâneos, João condenara a imoralidade do casal.

(http://i1114.photobucket.com/albums/k528/Hikari-chii/n1.gif) Irritada com as acusações, Herodias teria sido a grande responsável por sua prisão e morte, influenciando o marido.

É explorada na literatura e no cinema a cena em que Herodes se propõe atender a qualquer desejo da enteada, filha do primeiro casamento de Herodias, após dança em que a jovem literalmente hipnotizara o monarca com sua sensualidade.

(http://i1114.photobucket.com/albums/k528/Hikari-chii/n1.gif) A tradição nos diz que seu nome era Salomé. Sob orientação da genitora, pediu a cabeça de João Batista. Pouco depois os guardas traziam, numa bandeja, o macabro troféu.

Toque de horror: Herodias teria espetado um alfinete na língua que tanto a incomodara.

(http://i1114.photobucket.com/albums/k528/Hikari-chii/n1.gif) A morte de João Batista remete à Lei de Causa e Efeito.Elias, em dado momento mandou decapitar centenas de sacerdotes vinculados ao culto de Baal, deus pagão.

Foi lamentável ato de prepotência, pelo qual pagaria oito séculos depois.

O amigo leitor questionará.
Funciona a Lei de Causa e Efeito com tamanho rigor, lembrando a pena de talião da justiça mosaica:
▬  Olho por olho, dente por dente?

Depende de nosso comportamento.

(http://i1114.photobucket.com/albums/k528/Hikari-chii/n1.gif) Apontado por Jesus como o maior dentre os filhos de mulher, no seu tempo, aludindo ao seu caráter íntegro, João não era um Espírito de elevada hierarquia, tanto que o Mestre acrescenta que seria o menor no reino dos céus (Mateus, 11:11).

Faltou-lhe o exercício de virtudes evangélicas como a prudência, a compreensão, a tolerância, que haveriam de suavizar seu carma.

(http://i1114.photobucket.com/albums/k528/Hikari-chii/n1.gif) Intransigente, sempre pronto a verberar azedamente as fraquezas humanas, envolveu-se num assunto que não lhe competia.

Acabou preso e decapitado.

Os discípulos do Batista fizeram insólita pergunta:
▬  Viemos a mando de João.
▬  Ele deseja saber se és aquele que estava para vir, ou devemos esperar outro?

A dúvida do precursor é surpreendente. Ele próprio apresentara Jesus, às margens do Rio Jordão, como o mensageiro divino.

Presenciara o notável fenômeno mediúnico, tomado à conta de manifestação do Espírito Santo, quando uma pomba desceu sobre Jesus, enquanto uma voz ecoava dos céus (Mateus, 3:17):
▬  Este é o meu Filho bem-amado, em quem me deleito.

Podemos entender essa contradição. Basta observar as pregações do precursor, dirigindo-se a fariseus e saduceus (Mateus, 3:7-10):
▬  Raça de víboras, quem vos preveniu que fugísseis da cólera vindoura?

Produzi, pois, frutos verdadeiros de arrependimento e não penseis que basta dizer: Temos por pai a Abraão.  Eu vos afirmo que até das pedras Deus faz nascer filhos a Abraão. O machado já está posto à raiz das arvores; toda arvore, pois, que não produz bom fruto será cortada e lançada no fogo.

(http://i1114.photobucket.com/albums/k528/Hikari-chii/n1.gif)  Estava imbuído do espírito da raça. Esperava alguém que libertasse o povo judeu, conduzindo-o à sua gloriosa destinação.

Um grande guerreiro, que reuniria as tribos de Israel e expulsaria o dominador romano. Seria um novo Moisés, capaz de agir com braço forte, impondo seus princípios, a castigar os maus e recompensar os bons.

(http://i1114.photobucket.com/albums/k528/Hikari-chii/n1.gif)  O comportamento de Jesus, sua mansidão e humildade, a convivência com pecadores e publicanos, tudo isso terá chocado o filho de Zacarias.

Não conseguiu superar as limitações de seu tempo. Não percebeu que a missão de Jesus transcendia as arraigadas ambições de Israel.

(http://i1114.photobucket.com/albums/k528/Hikari-chii/n1.gif)  Era o mensageiro divino! Sua revelação ultrapassava os limites de um povo ou época. Tinha caráter universal e eterno. Inaugurava um estilo novo de vida.

Promovia a iniciação humana nos domínios do Amor, que se manifesta no ato de servir, derrubando as barreiras de nacionalidade, raça e crença, para estabelecer o reinado da fraternidade legítima na Terra.

Para tão grandiosa realização não podia dividir os homens em bons e maus, como pretendia João, e proclamar:
▬  Este para o Reino; aquele para o fogo.

Por isso,  convivia com toda gente e tolerava, infinitamente, as imperfeições daqueles que o rodeavam, não se cansando de:

(http://www.cs.unc.edu/~helser/graphics_page/images/bullets/dots/yl_ball.gif)  Ensinar e ajudar,
(http://www.cs.unc.edu/~helser/graphics_page/images/bullets/dots/yl_ball.gif)  Amparar e socorrer.

Respondendo de forma objetiva ás dúvidas de João, Jesus curou a muitos de enfermidades e males e Espíritos malignos, e deu vista a muitos cegos.

Depois, mandou um recado:
▬  Ide, e anunciai a João o que tendes visto e ouvido:

(http://www.cs.unc.edu/~helser/graphics_page/images/bullets/dots/yl_ball.gif)  Os cegos veem,
(http://www.cs.unc.edu/~helser/graphics_page/images/bullets/dots/yl_ball.gif)  Os coxos andam, 
(http://www.cs.unc.edu/~helser/graphics_page/images/bullets/dots/yl_ball.gif)  Os surdos ouvem,
(http://www.cs.unc.edu/~helser/graphics_page/images/bullets/dots/yl_ball.gif)  Os leprosos são purificados,
(http://www.cs.unc.edu/~helser/graphics_page/images/bullets/dots/yl_ball.gif)  Os mortos são ressuscitados
(http://www.cs.unc.edu/~helser/graphics_page/images/bullets/dots/yl_ball.gif)  E aos pobres é anunciado o Evangelho.

A mensagem de Jesus era muito avançada, mesmo para o precursor; tão avançada que ainda não a assimilamos devidamente.

Estamos mais perto das dúvidas do Batista. Se detemos alguma sensibilidade, sentimo-nos empolgados com a sublimidade do Evangelho.

(http://www.cs.unc.edu/~helser/graphics_page/images/bullets/dots/yl_ball.gif)  Imbuímo-nos de abençoados ideais.
(http://www.cs.unc.edu/~helser/graphics_page/images/bullets/dots/yl_ball.gif)  Desejamos ardentemente seguir os passos de Jesus.
(http://www.cs.unc.edu/~helser/graphics_page/images/bullets/dots/yl_ball.gif)  Sonhamos edificar o Reino Divino em nossos corações.

▬  Todavia, somos frágeis:

(http://www.cs.unc.edu/~helser/graphics_page/images/bullets/dots/yl_ball.gif)  Quando surgem a dor e a dificuldade;
(http://www.cs.unc.edu/~helser/graphics_page/images/bullets/dots/yl_ball.gif)  Quando chega a noite das provações;
(http://www.cs.unc.edu/~helser/graphics_page/images/bullets/dots/yl_ball.gif)  Quando desaba a tormenta das expiações;
(http://www.cs.unc.edu/~helser/graphics_page/images/bullets/dots/yl_ball.gif)  Quando o caminho se torna pedregoso e árido;
(http://www.cs.unc.edu/~helser/graphics_page/images/bullets/dots/yl_ball.gif)  Quando a Lei Divina impõe suas sanções depuradoras, vacilamos…

▬  Então:

(http://www.cs.unc.edu/~helser/graphics_page/images/bullets/dots/yl_ball.gif)  A irritação,
(http://www.cs.unc.edu/~helser/graphics_page/images/bullets/dots/yl_ball.gif)  O desânimo,
(http://www.cs.unc.edu/~helser/graphics_page/images/bullets/dots/yl_ball.gif)  O descontrole,
(http://www.cs.unc.edu/~helser/graphics_page/images/bullets/dots/yl_ball.gif)  A perturbação...

São mensageiros de nossa imaturidade, da crença superficial que se esboroa, como se questionássemos, nas profundezas de nossa alma:
▬  É Jesus o nosso modelo e guia, ou devemos esperar outro?


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 07 de Dezembro de 2014, 03:43


[attachimg=1align=center=width=450]

O Perdão dos Pecados
Lucas, 7:36-50

(http://media.tumblr.com/f6abb2cc77392830e1f85b4a76a45d2b/tumblr_inline_mmzniwZDN91qz4rgp.gif)  Simão, derivado de símio em português, costuma ser associado a macaco, na antiga Palestina tinha significado mais nobre. Alguém que se faz ouvir por Deus.

▬  Várias personagens evangélicas têm esse nome respeitável:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-464.gif)  Um leproso curado...
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-464.gif)  Um irmão de Jesus...
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-464.gif)  O pai de Judas Iscariotes…
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-464.gif)  O cireneu que ajudou Jesus a carregar a cruz…
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-464.gif)  Pedro e o Zelota, membros do colégio apostólico…

Outros aparecem em Atos dos Apóstolos.

(http://media.tumblr.com/f6abb2cc77392830e1f85b4a76a45d2b/tumblr_inline_mmzniwZDN91qz4rgp.gif)  Lucas nos fala de Simão, da casta dos fariseus que, em Cafarnaum, convidou Jesus para refeição em sua casa.

Apesar da hostilidade crescente de proeminentes membros da seita farisaica que o contestavam, o Mestre aceitou, exemplificando boa vontade.

(http://media.tumblr.com/f6abb2cc77392830e1f85b4a76a45d2b/tumblr_inline_mmzniwZDN91qz4rgp.gif)  Segundo velho costume romano, imitado pelos judeus, em ocasiões de cerimônia usava-se o triclínio, conjunto de três ou mais divãs, onde os convidados se recostavam, confortavelmente, servidos pelos criados.

O jantar ia em curso, quando bela mulher entrou no recinto. Trazia um vaso de alabastro, pedra calcária semelhante ao mármore, contendo perfume.

(http://media.tumblr.com/f6abb2cc77392830e1f85b4a76a45d2b/tumblr_inline_mmzniwZDN91qz4rgp.gif)  Ajoelhando-se, pôs-se a lavar os pés de Jesus. Tão intensa era sua emoção que os molhou com as próprias lágrimas. Depois os enxugou com seus cabelos longos e sedosos, pondo-se a beijá-los e ungi-los de perfume.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-464.gif)  Algo inusitado, sem dúvida. Chocante!
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-464.gif)  Não obstante, normal na vida judaica daquele tempo.

Personalidades ilustres eram homenageadas assim, em manifestações de humildade e submissão.

(http://media.tumblr.com/f6abb2cc77392830e1f85b4a76a45d2b/tumblr_inline_mmzniwZDN91qz4rgp.gif)  Na última ceia, quando transmitiu as derradeiras instruções, Jesus lavou os pés dos discípulos. Inverteu as posições, a fim de oferecer a lição inesquecível.

A verdadeira grandeza, habilitando-nos aos páramos celestiais, exprime-se na disposição de servir.  Lá, o maior é aquele que mais serve, disposto a sacrificar-se em favor do bem comum.

Simão, o ardiloso hospedeiro, a conhecia e permitira seu ingresso no recinto, tanto que considerou com seus botões:
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif) " Se este homem fosse profeta saberia quem é esta mulher. Trata-se de uma pecadora".

O fato de ter permitido que a “mulher de vida fácil” entrasse em sua casa, evidencia que estava mal intencionado. Pretendia testar Jesus.

(http://media.tumblr.com/f6abb2cc77392830e1f85b4a76a45d2b/tumblr_inline_mmzniwZDN91qz4rgp.gif)  Os grandes profetas da raça, austeros e dotados de sensibilidade, facilmente identificariam a visitante. Jamais permitiriam que os tocasse, atendendo aos rígidos costumes judeus.

O contato com prostitutas tornava o homem impuro, algo que lhes seria inconcebível. O dono da casa saboreava seu triunfo. Desmascarara aquele falso profeta!

Eis, porém, que o visitante voltou-se para ele:

Simão, tenho algo a dizer-te.
▬  Fala, Mestre…

▬  Certo homem tinha dois devedores: um devia quinhentos denários e o outro, cinquenta. Não tendo nenhum dos dois com que pagar, perdoou a dívida a ambos.

(http://media.tumblr.com/f6abb2cc77392830e1f85b4a76a45d2b/tumblr_inline_mmzniwZDN91qz4rgp.gif)  Qual deles, portanto, lhe terá maior amor? O denário, moeda romana, eqüivalia a um dia de trabalho. 

Respondeu Simão:
▬  Suponho que foi aquele a quem mais perdoou...

Fitando-o com complacência, Jesus comentou:
▬  Julgaste bem.

E apontando a mulher:
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif) " - Vês esta mulher? Entrei em tua casa e não me deste água para os pés; ela, porém os regou com lágrimas e os enxugou com seus cabelos. Não me deste ósculo; ela, porém, desde que entrei, não cessou de beijar-me os pés".
 
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif) " Não ungiste minha cabeça com óleo; ela, porém, ungiu com perfume os meus pés. Por isso te digo: perdoados lhe são os pecados, que são muitos, porque ela muito amou; mas aquele a quem pouco se perdoa, pouco ama".

E, dirigindo-se à mulher:
▬  Perdoados são os teus pecados. A tua fé te salvou. Vai-te em paz!

Os que estavam à mesa comentavam, perplexos:
▬  Quem é este que até perdoa pecados?

▬  Como sempre, Jesus surpreendeu o malicioso opositor com comentários inteligentes, enfatizando inesquecível ensinamento:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-464.gif)  A força redentora do amor.
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-464.gif)  Em Deus, o amor em plenitude.
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-464.gif)  Evidencia-se nos cuidados divinos.

O Pai não quer perder nenhum de seus filhos – ensina Jesus. Por isso, jamais nos marginaliza.

(http://media.tumblr.com/f6abb2cc77392830e1f85b4a76a45d2b/tumblr_inline_mmzniwZDN91qz4rgp.gif)  Ao invés de nos aniquilar como à erva daninha, quando nos comprometemos com o mal, concede-nos a bênção de experiências que nos redimem.

Por isso, quando reconhecemos nossos desvios, tanto maior deve ser nossa gratidão e o empenho por corresponder às suas expectativas, quanto maior o abismo em que tenhamos mergulhado.

(http://media.tumblr.com/f6abb2cc77392830e1f85b4a76a45d2b/tumblr_inline_mmzniwZDN91qz4rgp.gif)  Legítimo representante da bondade celeste, Jesus convive sem problemas com o fariseu, comprometido com a hipocrisia e com a mulher, comprometida com a prostituição.

O amor jamais discrimina.

(http://media.tumblr.com/f6abb2cc77392830e1f85b4a76a45d2b/tumblr_inline_mmzniwZDN91qz4rgp.gif)  Mas, se Deus, o amor perfeito, perdoa sempre nossos deslizes, uma juíza incorruptível – a consciência, exige a reparação do mal praticado, impondo-nos dores e angústias que guardam relação com nossos desvios.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-464.gif)  Colhemos o mal que semeamos…
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-464.gif)  Bebemos o fel que instilamos…

Não obstante, feminina em essência, a consciência tem suas doçuras e nos faculta abençoada alternativa:
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif) " O exercício do amor, a exprimir-se na disposição de servir. Foi exatamente o que fez a mulher que procurou Jesus".

Naquele momento não era a pecadora quem ali estava, mas a serva amorosa, disposta a homenagear aquele mensageiro celeste que lhe acenava com uma vida diferente.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-464.gif)  Há outro aspecto importante.
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-464.gif)  Fácil dizer.

▬  Jesus é meu Mestre!
A dificuldade está em ser seu discípulo.

▬  Podemos, como o fariseu, ostentar ligação com Jesus, entronizando em nossa casa:

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-464.gif)  Imagens e estampas,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-464.gif)  Participando de ritos e rezas,
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-464.gif)  A caracterizar sua presença em nossas vidas.

Mera superficialidade.

O discípulo autêntico cuida de iniciativas mais consistentes:
(http://www.fountainpennetwork.com/forum/uploads/av-15177.gif) " Procura o mestre em seu coração, consciente de suas misérias morais, sustentando contrição autêntica e inabalável disposição de renovar-se à luz de seus ensinos".

Então sim, estará habilitado ao amor que redime!




Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 24 de Fevereiro de 2015, 03:40

[attachimg=1align=center=width=450]

A PRESENÇA FEMININA

Lucas, 8:1-3
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/aurora.gif)  Dando sequência à divulgação da Boa Nova, Jesus viajava bastante. Desdobrava suas atividades pelas cidades da Galiléia.

Estagiava cada vez menos em Cafarnaum. Além dos apóstolos, outros aprendizes o acompanhavam.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/aurora.gif)  Havia, ainda, importante grupo que, em face das próprias tradições judaicas, não aparece com destaque nos Evangelhos: As mulheres.

A participação feminina contrariava os costumes da época. Anonimato e a subalternidade lhes eram impostos.

Algumas dessas colaboradoras, segundo Lucas,
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  "Haviam sido curadas de Espíritos malignos e de enfermidades".

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/aurora.gif)  Possuíam, sem dúvida,  faculdades mediúnicas. Não sabendo lidar com a própria sensibilidade, eram influenciadas por entidades perturbadas e perturbadoras.

Jesus não só as libertara como lhes ensinara o recurso maior para que se conservassem saudáveis, física e psiquicamente:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  "Servir à causa evangélica"

Quem o faz com dedicação e perseverança, sustenta padrão vibratório elevado, inacessível às sombras.

▬  Lucas cita três mulheres, participantes do grupo:

Maria de Magdala ou Madalena:
'Magdala é o nome de pequena cidade de onde viera, usado como cognome para distingui-la das outras Marias que aparecem na narrativa evangélica.'

Sofrera a influência Espíritos impuros, afastados por Jesus.

Diz Lucas, textualmente, que:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  "…Dela saíram sete demônios".

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/aurora.gif)  Segundo crenças antigas, demônios eram entidades que presidiam os destinos humanos, individual e coletivamente. Para os judeus eram almas dos mortos, quando se comprometiam com o mal.

Na Idade Média adotou-se a ideia de que são anjos rebelados contra Deus, que pretendem impor seu domínio sobre os homens.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/aurora.gif)  Há um equívoco na informação de que os demônios saíram dela. Seria, sem dúvida, problemático, imaginar tantos Espíritos instalados no corpo de alguém, como invasores de uma residência.

Mesmo na chamada subjugação, em que há domínio completo, os obsessores não substituem o obsidiado na máquina física, nem coabitam com ele. Apenas impõem sua vontade, induzindo-o a fazer o que não deseja.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/aurora.gif)  Tantos Espíritos juntos passam idéia de uma equipe organizada para provavelmente atormentá-la, exercitando vingança.

A jovem de Magdala tem sido apresentada como símbolo da meretriz arrependida, que se encantou com os ensinamentos de Jesus e modificou os rumos de sua vida, tornando-se ardorosa discípula.

▬  Será?
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  "Não há nenhuma referência ao seu suposto envolvimento com a prostituição".

Essa interpretação equivocada inspira-se no fato de Lucas a apresentar logo após o episódio da pecadora que ungiu os pés de Jesus.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/aurora.gif)  Analisando o texto evangélico, temos uma única certeza: Maria de Magdala foi curada de uma obsessão. Situá-la como mundana convertida é exercício de imaginação.   
             
Joana:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  Esposa de Cuza, procurador de Herodes.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/aurora.gif)  Segundo Humberto de Campos, no livro Boa Nova, psicografia de Chico Xavier, foi ardorosa discípula de Jesus, de quem recebeu sábios conselhos para lidar com seu marido, homem rico, envolvido com trincas da política e vida desregrada.

Após sua morte, Joana dedicou-se aos labores evangélicos e teria sido martirizada no circo romano, em glorioso testemunho de suas convicções.

Suzana:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  "Nada sabemos dela. Lucas limita-se a enunciar seu nome.O evangelista observa que havia mais mulheres, sem citá-las nominalmente."

Apenas revela que eram muitas e que colaboravam financeiramente.

▬  Destacam-se, ainda, nos Evangelhos:

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Maria de Betânia,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Maria, esposa de Alfeu.
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Mãe do apóstolo Tiago Menor.
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Irmã de Marta e Lázaro, este o célebre “ressuscitado”.

Salomé:
"Esposa de Zebedeu, mãe de Tiago Maior e João. Há várias passagens evangélicas em que Jesus liberta homens de Espíritos obsessores. Não vemos os beneficiários dessas curas participando do movimento."

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/aurora.gif)  Entre as mulheres, havia inúmeras.  Esse fenômeno é comum. Está presente em todas as religiões.

No Centro Espírita é mais expressivo o contingente de mulheres que frequentam as reuniões e participam de suas  atividades.

Um amigo, machista incorrigível, explica: Questão de necessidade.
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  "A mulher é mais carente, mais frágil, espiritualmente".

Opinião distanciada da realidade. A alma feminina é mais sensível aos valores espirituais, mais disposta aos testemunhos da fé.

▬  O Homem tende ao:

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Materialismo,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  E a preocupação com os negócios…

Envolve-se tanto que não encontra tempo nem disposição para cogitações que transcendam aos interesses imediatistas.       

▬  Detalhe significativo:

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Várias mulheres acompanharam a via Crucis de Jesus,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Os homens, com exceção de João, estavam longe…

Temiam represálias. Tanto quanto Simãos, há várias Marias no Evangelho.

▬  No monte Calvário, acompanhando Jesus, estavam três:

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Sua mãe.
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  A jovem de Magdala.
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  A mãe de Tiago Menor.

Maria, que significa senhora, é o nome mais comum nos países cristãos, homenagem às homônimas que aparecem na vida de Jesus, particularmente sua genitora.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Tem doce musicalidade…
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Inspira composições poéticas…
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Está impregnado de suave magnetismo…
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  É repositório de consolação para os sofredores…
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Vibra doce e terno, como uma carícia em nossos ouvidos…
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Significativamente, principia no EME que todos temos na palma da mão…

Observe, leitor amigo.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/aurora.gif)  É a perene homenagem dos Céus a Maria de Nazaré, consagrada, meritoriamente, mãe espiritual da Humanidade.



Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 24 de Fevereiro de 2015, 03:41


[attachimg=1align=center=width=500]

AS PARÁBOLAS
Mateus, 13:1-23
Marcos, 4:1-20
Lucas, 8:4-15

(http://gifportal.ru/data/smiles/nasekomie-26.gif)    Certa feita estive em cidade do interior mineiro. Jornada de palestras espíritas. Após a reunião, uma senhora comentou que eu por lá passara, perto de quinze anos antes.
 
Fiquei em dúvida.
▬   Creio que não…
 
E ela:
▬   Recordo até a história que contou, do livro Os Miseráveis, envolvendo um homem preso pelo roubo de pães, e como ele foi salvo de retornar às galés, graças à interferência de generoso bispo.
 
Estava certa. Esquecera os detalhes mas guardara a narrativa que a resumia. As história constituem notável recurso didático.
 
(http://gifportal.ru/data/smiles/nasekomie-26.gif)  Prendem a atenção e estabelecem associação com o  cotidiano das pessoas. A partir daí, gravam-se, indelevelmente.
 
Professor por excelência, Jesus conhecia o poder das histórias. Passou a usá-las a partir de determinado momento, quando começaram a formar-se multidões para ouvi-lo.

(http://gifportal.ru/data/smiles/nasekomie-26.gif)  Impraticável, nesses contatos, sustentar diálogos, responder perguntas, oferecer explicações detalhadas…

Mais prático contar histórias.
▬  "Ficariam conhecidas como parábolas, enfocando o cotidiano judeu, particularmente no campo. Foram dezenas, algumas breves, outras mais longas, sempre encerrando ensinamentos."

▬   Numa pausa em suas viagens, Jesus postava-se junto ao lago de Genesaré, nas proximidades de Cafarnaum:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Peregrinos chegavam, formando multidão.
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Poucos guardavam cogitações superiores…
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Raros buscavam aprendizado e edificação…

▬   Motivações variadas:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Doenças,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Problemas,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Dificuldades…

▬   Invariáveis objetivos:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Favores,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Benefícios,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Facilidades…

Foi pensando nisso, talvez, que Jesus contou a primeira parábola:

O semeador saiu a semear…
▬  "Uma parte das sementes caiu à beira do caminho;  vieram as aves e as comeram. Outra parte caiu em lugares pedregosos, onde não havia muita terra; não tardou em germinar; mas, quando despontou o sol, ficou crestada e secou por falta de raízes."

▬  "Outra parte caiu entre os espinhos; os espinhos cresceram, sufocaram-na e ela não deu fruto algum. Outra caiu em bom terreno e dava fruto, havendo grãos que rendiam cem, outros sessenta, outros trinta por um."

Quem tem ouvidos para ouvir, ouça...

▬  "A palavra do Reino está contida no Evangelho. É a semeadura feita pelo pregador protestante, o sacerdote católico, o expositor espírita, com mensagens inspiradas nos princípios que professam, mas identificadas todas no apelo à vivência cristã."

▬   Aos discípulos, intérpretes de sua palavra, explicou Jesus:

(http://gifportal.ru/data/smiles/nasekomie-26.gif)  Quando alguém ouve a palavra do Reino e não a entende, vem o maligno e arrebata o que foi semeado no seu coração; este é o que foi semeado à beira do caminho.

Solo à margem – os que não assimilam a mensagem cristã.
▬   Por que?

Falta de cultura? Dificuldade de raciocínio?       
▬   Negativo!

Ela é de clareza cristalina e pode ser sintetizada em poucas palavras:
▬  "Devemos viver com simplicidade, amando a Deus na pessoa do semelhante, conscientes de que as bênçãos que lhe estendermos resultará, invariavelmente, em nosso próprio benefício."

Muito fácil. O problema é que as pessoas não estão interessadas em assumir compromissos, mudar atitudes, simplificar a existência.

▬   Esperam:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  O Jesus que cura…
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  O Jesus que resolve…
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  O Jesus que consola…
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  O Jesus que favorece…

Raros tem ouvidos para o Jesus que nos convoca à mudança de rumo, buscando a própria renovação.

(http://gifportal.ru/data/smiles/nasekomie-26.gif)  Se não nos sensibilizamos; se não nos dispomos a seguir sua orientação, é como se as sementes caíssem à margem do coração. São facilmente consumidas pelo maligno, as más tendências que existem em nós.

O que foi semeado nos lugares pedregosos é quem ouve a palavra e logo a recebe com alegria, mas não tem raiz – crê apenas por algum tempo, e sobrevindo a tribulação ou perseguição, por causa da palavra logo desanima.

(http://gifportal.ru/data/smiles/nasekomie-26.gif)  Solo pedregoso – os que se entusiasmam com as promessas do Evangelho e formulam ardentes votos de uma vida pautada nas virtudes  cristãs. Contudo, frágil é a sua crença, precariamente fixada em raízes de superficialidade.

Enxergam na mera adesão o toque mágico, capaz de transportá-los para o céu de imerecida beatitude, sem maiores esforços. Suas boas disposições duram pouco.

(http://gifportal.ru/data/smiles/nasekomie-26.gif)  Tão logo enfrentam testemunhos envolvendo os problemas da Terra, desanimam. O que foi semeado entre os espinhos é quem ouve a palavra, mas os cuidados do mundo e a sedução das riquezas abafam a palavra e ela fica infrutífera.

Solo espinhento – os que aceitam a mensagem e se beneficiam de suas luzes. No entanto, convidados a participar do Evangelho, com o esforço do Bem, dedicando algo de seu tempo e de seus recursos ao próximo, vacilam.

(http://gifportal.ru/data/smiles/nasekomie-26.gif)  Ficam indecisos entre os interesses do mundo e os ideais do Cristo, absolutamente incompatíveis.

▬   Inadmissível o cristão:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Sustentar vícios…
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Prejudicar alguém…
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Apegar-se às ambições…
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Ignorar as misérias alheias…
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Viver em função de lazeres.
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Não exercitar a fraternidade.
   
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Jesus os convida para as realizações do Céu.
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Prendem-se aos interesses da Terra.

O que foi semeado em bom terreno é quem ouve a palavra e a aprende; este frutifica e produz cem, a sessenta e a trinta por um.

(http://gifportal.ru/data/smiles/nasekomie-26.gif)  Solo fértil – os que despertaram para os objetivos da existência. Sentem que há algo a fazer, que transcende as limitações humanas. Estão dispostos a superar a indiferença que caracteriza o homem comum.

Esclarecidos e conscientes, empenham-se em combater suas limitações e produzem frutos abundantes de trabalho e dedicação ao Bem.

▬   Contribuem decisivamente para a edificação de um mundo melhor.
 
(http://gifportal.ru/data/smiles/nasekomie-26.gif)  A Doutrina Espírita nos oferece gloriosa visão do Evangelho, situando-o como a suprema mensagem de renovação para a Humanidade e o amoroso convite de Deus para que cumpramos seus desígnios sábios e justos, habilitando-nos à felicidade.

Oportuno, por isso,  perguntar, com frequência, a nós mesmos:
▬   Nos campos do coração, em que solo estão caindo as sementes de Jesus?


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 20 de Abril de 2015, 07:32

[attachimg=1align=center=width=450]

PARENTELA

Mateus, 12:46-50.
Marcos, 3:31-35.
Lucas, 8:19-21.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  A multidão comprimia-se em torno de Jesus, abeberando-se de suas lições. Alguém informou que sua mãe e seus irmãos o procuravam.

▬  Irmãos!?
É o que evidencia o texto evangélico.

Marcos (6:3) cita-os nominalmente:
▬  Tiago, José, Judas e Simão.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  E revela que também tinha irmãs. Na Idade Média prosperou a ideia de que o Messias foi concebido pelo espírito santo.

Maria teria se conservado virgem.
▬  Como explicar a irmandade?
▬  Duas hipóteses foram desenvolvidas:

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Eram filhos de um casamento anterior de José.
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Eram primos em primeiro grau de Jesus, tomados à conta de irmãos por suposta tradição.

▬  Meras  especulações:
Lucas (2:7) destaca que Jesus foi o primogênito (filho mais velho), não o unigênito (único filho). Maria teve prole numerosa, como era próprio da época, o que apenas a enaltece.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  A maternidade é a mais nobre vocação feminina. Sugerem os textos certa resistência dos irmãos de Jesus às suas idéias. Provável tenham aderido posteriormente.

▬  Dois deles, Judas Tadeu e Tiago, têm nome de membros do colégio apostólico. Seriam, talvez, os próprios…

Ao ouvir que sua mãe e seus irmãos o procuravam, perguntou Jesus:
▬  Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?

E, indicando os discípulos:
▬  Eis aí minha mãe e meus irmãos! Pois quem cumpre a vontade de meu Pai que está nos céus, esse é meu irmão, irmã e mãe.

Estranha reação!
Uma desconsideração com a família, particularmente a doce genitora, por quem sempre demonstrou solicitude.

▬  Sua primeira aparição na vida pública, nas bodas de Caná, deu-se ao lado de Maria.
Sua última preocupação, na cruz, foi com Maria, que confiou aos cuidados do apóstolo João.

▬  Por que, então, essa contradição?
▬  Podemos resolver o assunto considerando dois fatores:

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  O texto,
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  E o contexto.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Texto – relato do episódio.
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Contexto – circunstâncias que o caracterizam.

Imaginemos que Jesus falava sobre os valores da fraternidade, exaltando a família universal.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Somos todos filhos de Deus.

▬  Ao ouvir que sua mãe e seus irmãos o procuravam, aproveitou o ensejo para ilustrar o ensinamento, proclamando que, acima da consanguinidade, devemos atentar à nossa filiação divina.

Há deveres que precisam ser cumpridos, inerentes a essa condição.

▬  Os evangelistas limitaram-se a registrar a observação de Jesus. Por isso ela repercute, em ouvidos menos avisados, como uma impertinência.

Assim se repete em várias passagens evangélicas.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Experimentamos alguma dificuldade para compreender o pensamento de Jesus, porque  temos apenas registros precários, sem que conheçamos as circunstâncias que ensejaram a lição e as explicações posteriores.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Falta o contexto.

▬  Segundo Allan Kardec, em O Evangelho Segundo o Espiritismo, as observações de Jesus sugerem que há duas parentelas: carnal e espiritual.

▬  Parentela carnal:
Espíritos ligados pelo sangue, envolvendo pais e filhos, irmãos e irmãs…
▬  Vivendo juntos debaixo do mesmo teto, estão separados, não raro, pela diferença de aptidões, tendências, estágio evolutivo…

As ligações pela carne podem ser constrangedoras, marcadas por intermináveis atritos. Envolvem pessoas que seguem juntas, mas discordam quanto à direção e a maneira de caminhar.

▬  Se não conseguem ajustar-se, exercitando entendimento, transformam o lar em palco de melodramas patéticos, onde se fazem presentes a frustração, a traição, a agressão, a deserção…

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Parentela espiritual.
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Espíritos de larga convivência anterior.

Guardam afinidades.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Olham na mesma direção.
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Transitam pelos mesmos caminhos.



Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 20 de Abril de 2015, 07:33

Sonham as mesmas realizações.

▬  Convivem pacificamente, sustentam-se mutuamente, o que lhes permite enfrentar com segurança os desafios da existência.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)    As ligações geradas pelo sangue podem romper-se com a morte.
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)    As ligações sustentadas pela afinidade estendem-se além-túmulo.

Espíritos afins formam famílias ajustadas e felizes, a  estreitarem laços de carinho e solicitude.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)  Eventualmente, podem não reencarnar juntos.
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)   Indelevelmente, permanecem ligados pelo coração.

▬  Todos temos protetores espirituais, os chamados anjos da guarda, que nos inspiram e ajudam.
▬  Quem são?

▬  Facílimo definir:
Quem melhor que um membro qualificado da família espiritual para desempenhar semelhante tarefa?

▬  Quem o faria com maior dedicação e eficiência?

▬  Ante tais considerações, imagino algumas reações:

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)    A esposa
▬  Agora sei porque é tão difícil conviver com aquela besta que se intitula meu marido. É desafeto do passado que devo aturar para ver-me livre dele no futuro, além-túmulo.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)    O marido:
▬  Felizmente aquela megera que se fez mãe de meus filhos vincula-se apenas à família humana. Não terei preocupações  quando o diabo a levar...

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)    O filho:
▬  A cegonha deixou-me na porta errada! Não identifico nenhuma ligação com meus pais. São uns quadrados! Só me aborrecem… Logo que puder, darei no pé! Quero distância...

Lamentáveis equívocos. A convivência com a parentela carnal não é mero teste de  tolerância.

▬  A finalidade maior é a harmonização, estabelecendo elos de simpatia e afeto, ainda que sejamos diferentes.

Se apenas toleramos aquele que está a nosso lado, guardando mágoas e ressentimentos, perdemos tempo e semeamos problemas para o futuro.

Detalhes ponderáveis:
Convivendo com a família espiritual, haverá dificuldades se permitirmos que o egoísmo oriente nossas ações.

▬  Quando pensamos muito em nós, há inevitável desgaste nas melhores ligações afetivas, comprometendo-as.

Convivendo com parentela carnal, sem história no pretérito, podemos estreitar laços e ampliar a família espiritual.

▬  O adversário de hoje poderá ser o ser o companheiro querido de amanhã. É para isso que estamos juntos.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)    Depende de nós. No livro Nosso Lar, psicografia de Francisco Cândido Xavier, André Luiz ouve, surpreendido, sua mãe dizer que reencarnaria para ser novamente esposa de seu pai.

▬  O genitor encontrava-se em lamentável situação espiritual, envolvido com duas  entidades femininas às quais se ligara quando encarnado.

As infelizes, que a maledicência humana situaria como desprezíveis adversárias, seriam suas filhas, ensejando valiosas experiências de trabalho e renovação.

E acentua, emocionada:
▬  E mais tarde… quem sabe? Talvez regresse a “Nosso Lar”, cercada de outros afetos sacrossantos, para uma grande festividade de alegria, amor e união…

▬  A mãe de André Luiz, iluminado Espírito, estaria simplesmente ampliando a família espiritual, graças ao seu generoso coração.

Uma representante perfeita da família de Jesus.

▬  Todos estimaríamos alcançar esse estágio. Para tanto, segundo Jesus, é preciso cumprir a vontade de Deus.

Algo complexo…

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)    Saber o que Deus espera de nós…
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)    É tema de uma existência para os filósofos.
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)    É desafio de muitas bibliotecas para os exegetas.
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/th_mini092.gif)    Aqui entra a incomparável sabedoria do Mestre.

▬  Em breve enunciado, ao alcance de todas as inteligências, explica que cumprir a vontade de Deus é fazer pelo semelhante todo o bem que desejamos para nós.

▬  Simples, não é mesmo?
Simples e eficiente, principalmente no lar.
Quando alguém se torna irmão de Jesus a família humana é invariavelmente beneficiada.

Ninguém consegue ficar indiferente a exemplos diários de abnegação e sacrifício, compreensão e renúncia, bondade e discernimento, de que somos capazes, a partir do momento em que nos dispomos a pensar no outro.

▬  Quando, observando o Evangelho e cultivando a fraternidade, deixamos de ver no familiar a besta, a megera, o quadrado, operam-se prodígios de entendimento, ensejando gloriosa realização:

Promover a família humana, convertendo-a em abençoada família espiritual.


Título: Re: Tua Fé Te Salvou
Enviado por: Marianna em 03 de Maio de 2015, 01:57


[attachimg=1align=center=width=450]

OS SERVIÇOS DA SEARA

Mateus, 9:35
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-336.gif)  Ao longo dos meses, Jesus seguia nos abençoados labores.

… Percorria todas as cidades e aldeias, pregando:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  O Evangelho do Reino,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Curando enfermidades,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Ensinando nas sinagogas.

À vista das multidões, compadecia-se delas, porque andavam entregues à miséria e ao abandono, como ovelhas sem pastor.

—  Então, dizia  aos discípulos:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   A Seara, na verdade, é grande, mas os trabalhadores são poucos. Rogai, pois, ao Senhor da Seara que mande trabalhadores para ela.

Seara é a extensão de terra em que se faz o cultivo de cereais.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-336.gif)  No contexto evangélico é o campo de atuação do cristão, convocado à edificação do Reino de Deus. Tem exatamente o tamanho de nosso planeta. A Terra é a grande Seara.

Os seareiros espalham-se por todos os países, em todas as culturas…

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-336.gif)  Nem sempre aparecem vinculados ao Cristianismo, mas, invariavelmente, ligam-se às orientações do Cristo, que lhes fala na intimidade de suas almas.

Por isso, há o perfume do Evangelho em todas as religiões, ainda que floresçam nas mais remotas regiões, sem acesso à mensagem cristã.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-336.gif)  Grandes líderes religiosos que antecederam Jesus, também foram seareiros, anteciparam algo de suas lições,  precursores de sua mensagem.

Hoje, como ontem, são escassos os seareiros.
   
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   Por quê?
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   Haverá necessidade de aptidões especiais, curso superior, posição de destaque, inteligência brilhante?

Negativo!

—  Grandes seareiros são, não raro:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Pessoas simples,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Sem títulos acadêmicos,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Sem primores de cultura.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-336.gif)  Podemos entender essa carência a partir da experiência de dedicado e lúcido pregador espírita, que chamaremos Pedro Afonso.

—  Certa feita decidiu montar singular curso:
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Seareiros de Jesus.

Duzentas e vinte pessoas inscreveram-se, animadas pela perspectiva de se integrarem no glorioso grupo.

—  Na primeira reunião explicou:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   Teremos duas partes em nosso aprendizado: teórica e  prática.

—  A primeira pode ser resumida numa palavra:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   amor.

Nele está a essência do pensamento cristão, a base de nossa ação. A dificuldade está na prática, porque poucas pessoas conseguem amar de verdade.

(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   A propósito, meus amigos, o que é amar?

—  Vários alunos evocaram um lugar-comum:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   Amar é gostar muito.

—  Definição equivocada.
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   Gostar é investimento, implica em expectativa, em resultados desejados:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  O rapaz gosta da namorada porque é bonita e carinhosa.
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  A jovem gosta dele porque é atencioso e inteligente…

Algo como experimentar um doce. Gostamos porque é saboroso, satisfaz ao nosso paladar. Por isso as pessoas tendem a desgostar. Ficam saciadas, ou enjoam do sabor, ou o doce estragou, ou desejam experimentar novos sabores…

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Na rotina da vida conjugal a esposa já não é tão bonita,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Nem tão atencioso o marido…

—  Há problemas no dia-a-dia com:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  As finanças,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  O relacionamento,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  A educação dos filhos...

Fica amargo, difícil de deglutir!

—  O expositor fez breve pausa, e acentuou:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   Amar é diferente.

É querer o bem de alguém; é trabalhar por  esse objetivo, sem cobranças. 

—  Exemplo perfeito – o amor de mãe.
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Ela se preocupa com o filho sempre, ainda que seja um mau caráter, um pilantra que a desrespeita e não corresponde às suas expectativas.

—  Após breve pausa, Pedro Afonso continuou:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   Jesus recomendava que amemos o próximo como a nós mesmos. A dificuldade em fazê-lo está na falta desse referencial.

—  Por exemplo:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   Quem daqui fuma?


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 16 de Maio de 2015, 20:39


—  Vários participantes ergueram o braço.
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   Observem como é complicado…

Se vocês cultivam um vício que faz muito mal, comprometendo a saúde, é óbvio que não se amam.

—  Alguém ponderou:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   O fumante revela amor por si mesmo, habilitando-se à tranqüilidade e ao estímulo que o cigarro proporciona. Eu fico tenso quando não dou umas baforadas.

– Não confundamos paixão com amor.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Paixão é instinto.   
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Busca a satisfação momentânea, sem cogitações mais nobres.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Amor é sentimento.
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Sua suprema aspiração é a felicidade do ser amado.

Como o apaixonado por si mesmo, o fumante não tem nenhuma preocupação com as consequências.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-336.gif)  Por mais que o alertem, não atenta ao fato de que cada cigarro consumido abrevia em onze minutos sua existência, conforme estatísticas; ou que se candidata a ter:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Câncer,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Enfarte,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Hipertensão,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Enfisema pulmonar...

Assemelha-se ao maníaco sexual, empolgado pela volúpia do estupro. Sequer cogita de que experimentará a execração pública e passará bom tempo na cadeia por aquela fugaz realização sexual.

—  Quem se ama faz diferente:
Procura edificar bom futuro, furtando-se a paixões e vícios que satisfazem o presente, mas complicam o futuro.

Pedro Afonso cutucou novamente:

—  Tenho outra pergunta:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   Quem consome bebidas alcoólicas?

Ergueu-se uma floresta de braços constrangidos.

—  Um aluno adiantou:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   O cigarro é sempre nocivo. Com o álcool não é assim, se usado com moderação. Adoro tomar um copo de vinho, diariamente, sem nenhum prejuízo. Ao contrário, os médicos afirmam que favorece o coração, evitando obstruções nas artérias.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-336.gif)  Você está certo. Entretanto, há uma questão de princípios. Cada garrafa de bebida que adquirimos ajuda a sustentar a indústria que mata mais gente e destrói mais lares do que uma guerra. O seareiro de Jesus não deve fazer isso.

—  O grupo ouve, atônito, aquelas inusitadas ponderações.
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   Vamos adiante. 

Amar o semelhante, como ensinava Jesus, é querer o seu bem-estar, tanto quanto queremos o nosso.
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   O que vocês se propõem a fazer nesse sentido?

—  Vários aprendizes manifestaram-se:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Darei plantão no albergue.
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Visitarei doentes no hospital.
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Colaborarei na festa da pizza.
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Atenderei crianças na periferia.
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Participarei da campanha do leite.
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Conseguirei contribuintes para o Centro.

—  Pedro Afonso sorriu.
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   Tudo isso é importante, mas não basta. 

Trabalhar na Seara não é compromisso para algumas horas na semana ou alguns dias no mês. Imperioso que haja dedicação plena.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-336.gif)  O seareiro de Jesus deve estar sempre pronto, em todos os momentos, a fazer algo pelo próximo, seja em casa, na rua, no local de trabalho, no bairro humilde…

—  Um aluno reclamou:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   Teoricamente é interessante.

Na prática não funciona, porquanto nem sempre há ânimo. Afinal, todos temos o nosso carma. Eu, por exemplo, acho muito difícil pensar no próximo, considerando que estou desempregado, com problemas financeiros.

—  Uma jovem adiantou:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   Quanto a mim, perco a iniciativa por culpa de meu marido. Fico revoltada. Age de forma irresponsável, causando problemas para a família. Carma pesado!

Outra justificou:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   Meu carma é a saúde debilitada. Enfrento  frequentemente crises que me perturbam. Nessas horas não tenho cabeça para pensar em vivência cristã. Quero é me isolar!

Animados, vários aprendizes relataram seus dissabores, alegando inibições cármicas relacionadas com profissão, família, saúde…

—  Após ouvi-los pacientemente, Pedro Afonso esclareceu:   
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   Não confundamos.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Carma  é ter doença grave;
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  É nascer cego ou paralítico;
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  É sofrimento de uma tragédias;
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  É enfrentar a morte prematura de um filho.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Cônjuge difícil,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Problemas familiares,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Dificuldades financeiras,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Desajustes físicos passageiros
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  São meras contingências da jornada humana.

Jamais nos perturbarão se os encararmos como espinhos necessários, sinais que Deus coloca em nosso caminho, a fim de que sigamos com cuidado e não nos percamos nos desvios da inconsequência.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-336.gif)  O grande problema dos candidatos ao serviço é que dão demasiada atenção aos espinhos.

Crescem tanto aos seus olhos, que lhes parecem cruzes imensas, a inibir suas iniciativas, tornando-os incapazes de aproveitar as oportunidades de servir.

—  Interrompeu um aprendiz:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   Isso significa  que devemos servir sempre, em qualquer lugar ou situação?

Exatamente. O seareiro não perde tempo com lamúrias ou queixas envolvendo circunstâncias ou pessoas; muito menos julga-se um sofredor.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-336.gif)  Ainda que sustente pesada cruz, invariavelmente faz dela abençoado arado para a lavoura do Bem, edificando aqueles que o rodeiam com a força irresistível do exemplo.

—  Tempo esgotado, Pedro Afonso fez a recomendação final:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)   Meditemos sobre o assunto, meus queridos.

Voltaremos a nos reunir amanhã, seguindo em nossos estudos preparatórios para seareiros Jesus. Na aula seguinte, sem nenhuma surpresa para o expositor, os duzentos e vinte candidatos estavam reduzidos a uma dúzia.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-336.gif)  Todos desejavam o título honroso.

Poucos dispunham-se a assumir os compromissos da Seara, que permanece imensa…
Do tamanho do Mundo!


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 16 de Maio de 2015, 21:02


[attachimg=1align=center=width=450]

FALTA A FÉ.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  Podemos defini-la como a confiança plena em alguém ou em alguma coisa. É a bússola, a segurança, o apoio para todas as situações.

Quem a conquistou nunca se perde nos balanços da Vida, quando sopra o vento da adversidade.

—  Geralmente nos enganamos a respeito da fé:

(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Julgamos possuí-la.
(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Nosso comportamento sugere o contrário.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  Longa estiagem atormentava a população, em lugarejo do Nordeste. Quando a situação se tornou intolerável, um grupo de fiéis procurou o padre, na igreja, propondo orações coletivas.

—  O sacerdote perguntou-lhes:

—  Vocês têm fé?
—  Temos!
—  Acreditam que Deus ouvirá nossas orações?
—  Acreditamos!
—  Guardam a convicção de que vai se derramar a chuva em breves momentos, torrencialmente?
—  Sim, padre!
—  Então, por que não trouxeram os guarda-chuvas?

O Evangelho de Mateus termina com a divina promessa (28:20):
—  Estarei convosco até a consumação dos séculos.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  É preciso atentar a essas palavras. Jesus informa que permanecerá com seus seguidores para sempre.

Beleza! A seu lado a jornada é mais fácil e segura.

Com Jesus não há problema insolúvel, dificuldade insuperável, dor insuportável, desafio invencível… Com ele não nos assustam as tormentas da existência, nem nos amedrontam os ventos da adversidade.

(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Contar com Jesus é o nosso grande trunfo em todas situações!
(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Consideremos porém, que o evangelista reporta-se aos seguidores de Jesus.

Seguidor, como sabemos, é aquele que segue alguém, que lhe observa as orientações e imita os exemplos.

—  Segundo as recomendações de Jesus, devemos nos amar uns aos outros:

(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Confortar aflitos...
(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Eliminar os vícios...
(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Medicar enfermos...
(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Alimentar famintos...
(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Perdoar as ofensas...
(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Vencer a indiferença...
(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Superar o comodismo...
(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Dispondo-nos a consolar aflitos...
(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Renunciar aos interesses pessoais...

Se faz isso tudo, amigo leitor, parabéns! A paz e a serenidade, a alegria e o bem-estar certamente são as marcas de seus dias!

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-367.gif)  Você é um seguidor de Jesus!


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 25 de Junho de 2015, 20:31
 

(http://3.bp.blogspot.com/-DF6UpMANdrQ/T7aZgJsNOmI/AAAAAAAAOlE/owSM3SNAyoA/s1600/404.jpg)

A MORTE DOS PORCOS
Marcos 5:1-20
Lucas 8:26-39Mateus 8:28-35

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-68.gif)  Jesus e os companheiros atingiram de barco o território de Gerasa, cidade de origem grega que fazia parte da Palestina, conforme a divisão administrativa estabelecida por Roma.

▬  Ao desembarcarem, a surpresa veio ao encontro do grupo um homem:

(http://images.bravenet.com/brpics/smilie/10_confused.gif)  Nu,
(http://images.bravenet.com/brpics/smilie/10_confused.gif)  Esquálido,
(http://images.bravenet.com/brpics/smilie/10_confused.gif)  Dormia nos túmulos,
(http://images.bravenet.com/brpics/smilie/10_confused.gif)  Cabelos em desalinho,
(http://images.bravenet.com/brpics/smilie/10_confused.gif)  Morava num cemitério,
(http://images.bravenet.com/brpics/smilie/10_confused.gif)  Eram extremamentes agitados.

Dia e noite, gritava pelos campos e montes, agredindo-se e ferindo-se com pedras. Era forte e ameaçador. Por vezes arrebentava grilhões e cadeias com as quais o prendiam.

▬  Ninguém conseguia dominá-lo.

(http://images.bravenet.com/brpics/smilie/10_confused.gif)  O povo tinha medo dele.
(http://images.bravenet.com/brpics/smilie/10_confused.gif)  Por isso vivia por ali, isolado.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-68.gif)  Quando chegou perto, Jesus percebeu que seu problema era de ordem espiritual, envolvendo a influência de Espíritos.

E ordenou:
▬  Espírito impuro, sai desse homem.

Falando por intermédio de sua vítima, a entidade bradou:

▬  Que importa a mim e a ti Jesus, filho de Deus Altíssimo?
▬  Rogo-te que não me atormentes!

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-68.gif)  Impressionante a influência que Jesus exercia sobre os perseguidores espirituais. Sentiam sua grandeza moral, seu poder, e logo se aquietavam, submetendo-se às suas ordens.

Perguntou Jesus.

▬  Qual é o teu nome?
▬  Legião é meu nome, porque somos muitos.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-68.gif)  Divisão militar romana, a legião compunha-se de seis mil soldados. Exagero imaginar que tantos Espíritos estivessem a obsidiar aquele homem. Mas eram muitos, conforme a entidade informa.

Não estariam todos diretamente envolvidos, mas permaneciam no cemitério, absorvendo resquícios de vitalidade dos cadáveres. Ainda que fantasiosa, a lenda dos vampiros, que se alimentam de sangue humano, exprime algo de real.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-68.gif)  Há vampiros de energias. Espíritos presos às sensações humanas, ávidos das emanações dos seres vivos, sugam suas vítimas.

Desvitalizam seus corpos, desajustam seu psiquismo e dominam sua vontade. Doenças mentais, em que o paciente fica fora de si e acaba no hospital psiquiátrico, podem nascer dessa influência.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-68.gif)  Nas proximidades pastava grande vara de porcos. Segundo Marcos, que gostava de dar números, seriam dois mil. Os Espíritos vampirizadores imploraram a Jesus que não os expulsasse dali. Que lhes permitisse entrar naqueles porcos.

O Mestre concordou.

Então deu-se o inesperado:
▬  Qual é o teu nome?

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-68.gif)  Assustados, os animais precipitaram-se num declive, caíram no lago e morreram afogados. Os guarda-porcos, que tudo presenciaram, apressaram-se em informar seus patrões.

Em breve havia uma multidão no local.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-68.gif)  O desvairado homem nu, agora vestido, mostrava-se tranqüilo, em perfeito juízo, ele que fora o terror da população.

Segundo o relato evangélico, os moradores do lugar pediram a Jesus que partisse. O Mestre considerou que seria prudente retirar-se, a fim de evitar tumultos.

Entrava com os discípulos no barco quando o ex-obsidiado pediu-lhe que o deixasse ir também.

Jesus lhe recomendou:
▬  Vai para tua casa e para os teus, e conta-lhes quanto te fez o Senhor, e como teve compaixão de ti.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-68.gif)  Não estava preparado, nem era chegado seu tempo, mas poderia colaborar com a causa evangélica, dando o testemunho das dádivas que recebera.

Os beneficiários de serviços espirituais, desenvolvidos por dedicados instrumentos do Bem, são sempre os mais e eficientes divulgadores desse trabalho.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-68.gif)  Isso é frequente no Centro Espírita. Cresce sempre o número de pessoas que procuram o atendimento fraterno e a fluidoterapia  após ouvirem alguém que recebeu benefícios.

Pode parecer estranha a presença dos porcos.

▬  Por que tantos, se os judeus eram proibidos de consumir sua carne?

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-68.gif)  É que a população da região era predominantemente pagã ou gentílica, sem disciplinas dessa natureza. Aceitável que houvesse uma suinocultura.

E o estouro da manada, sob influência dos Espíritos?
Estariam os animais também sujeitos a influências espirituais?

Não tanto quanto os homens, já que não têm o pensamento contínuo e, consequentemente, a possibilidade de sintonia com um perseguidor espiritual.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-68.gif)  Mas, podem sofrer certa pressão psíquica e até a vampirização, em que suas energias são sugadas por Espíritos primitivos.

Proprietários de animais domésticos sabem que, não raro, apresentam problemas de saúde ou variações de humor inexplicáveis. A origem pode estar nessa influência.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-68.gif)  Considere-se, porém, que os animais são controlados e conduzidos por espíritos vinculados à Natureza, que os protegem e preservam.

O episódio da morte dos porcos foi algo inusitado. Objetivava ressaltar os poderes de Jesus. Demonstrou, também, que os próprios animais podem ser afetados por influências espirituais.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-68.gif)  Curiosa a reação dos gerasenos, a maioria certamente composta pelos proprietários dos suínos.

Desejaram que os visitantes se retirassem. Estavam assustados, talvez… Mais provavelmente, indignados com os prejuízos ocasionados pela morte dos animais.

▬  Seria razoável tal procedimento?

Afinal, o episódio ensejara ganhos a todos:
▬  Jesus afastara uma legião de Espíritos impuros que perturbavam o lugar.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-68.gif)  O agressivo doente mental não representava mais perigo, nem voltaria a amedrontar o povo. No entanto, as pessoas pensaram no prejuízo material, sem cogitar do ganho espiritual.

Frequentemente incorremos nesse engano. Ficamos aborrecidos, não raro revoltados, com determinadas situações difíceis e problemáticas que nos afligem.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-68.gif)  Tempos depois, quando as analisamos sob  perspectiva mais realista, constatamos que funcionaram em nosso favor.

Aproximaram-nos da religião, sensibilizaram nossas almas, ajudaram-nos a superar tendências vinculadas ao imediatismo terrestre.

(http://images.bravenet.com/brpics/smilie/10_confused.gif)  Foram-se os porcos…
(http://images.bravenet.com/brpics/smilie/10_confused.gif)  Ficaram valores mais altos…

Atendem melhor nossa condição de Espíritos imortais em trânsito pela Terra.



Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 20 de Agosto de 2015, 23:40


[attachimg=1align=center=width=450]

A CURA PELA FÉ
Mateus, 9:20-22,
Lucas, 8:43-48,
Marcos, 5:25-34
A Mulher Hemorroíssa.

(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Quando a mulher tiver o fluxo de sangue, se este for o fluxo costumeiro de seu corpo, ficará sete dias na impureza de sua menstruação, e qualquer que a tocar será imundo até à tarde. Tudo sobre o que ela se deitar durante a sua impureza será imundo; e tudo sobre o que se assentar será imundo.

Quem tocar em seu leito, lavará suas vestes, banhar-se-á em água e será imundo até à tarde.  Quem tocar em qualquer coisa sobre a qual ela houver sentado, lavará as suas vestes, banhar-se-á em água e será imundo até à tarde. Quem tocar em alguma coisa que estiver sobre a cama ou sobre aquilo em que ela se sentou, será imundo até à tarde.
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Se um homem se deitar com ela e a sua menstruação o atingir, será imundo por sete dias e toda cama sobre a qual ele se deitar, será imunda.
 
Quando na mulher manar o fluxo de seu sangue por muitos dias, fora do tempo da sua menstruação, ou quando tiver fluxo de sangue por mais tempo do que o costumeiro, será imunda enquanto durar o fluxo, como nos dias de sua menstruação.
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Toda cama em que se deitar todos os dias do seu fluxo, ser-lhe-á como a cama da sua menstruação, e toda coisa sobre que se assentar será imunda, conforme a imundície da sua menstruação. Quem a tocar ficará imundo; portanto lavará as suas vestes, se banhará em água, e será imundo até à tarde.
 
Quando cessar o fluxo, então se contarão sete dias, e depois será limpa.  Ao oitavo dia tomará duas rolas, ou dois pombinhos e os trará ao sacerdote à porta da tenda da congregação. Então o sacerdote oferecerá uma para oferta pelo pecado, e o outro para holocausto; o sacerdote fará por ela expiação do fluxo da sua impureza, perante o Senhor. 
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Este texto está no Levítico (15:19-30), terceiro livro do Velho Testamento, que trata, dentre outros assuntos, dos rituais de purificação dos judeus, envolvendo, não raro, o sacrifício de animais e aves.


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 20 de Agosto de 2015, 23:42

(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Usava-se largamente o termo imundo, que hoje nos parece chocante, de sentido pejorativo.

—  É sinônimo de:

(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Sujo,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Imoral,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Obsceno,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Indecente,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  No contexto bíblico, significa impuro.

—  Ocorria em várias circunstâncias:

(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Parto,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Relações sexuais,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Contato com cadáveres.
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Doenças de pele, particularmente a lepra.
 
—  Comer certos animais:
 
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Lebre,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Porco, 
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Coelho,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Camelo.
 
Havia contaminação até nas funções orgânicas naturais e periódicas.
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Sabe o prezado leitor que a menstruação ocorre a cada vinte e oito dias, quando não há concepção e é eliminado o berço sangüíneo formado no útero para receber o embrião.
 
Segundo as prescrições do Velho Testamento, o período menstrual tornava impura a mulher. Era como se houvesse cometido o pecado de contrariar a Natureza, frustrando seu empenho em perpetuar a espécie.
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  E transmitia impureza a pessoas, móveis, roupas e objetos com os quais tivesse contato. Eram dias penosos, marcados por cuidados extremados, a fim de evitar contaminações. 
 
Isso lhe impunha certa solidão. Distanciava-se das pessoas no próprio lar, evitando efusões afetivas, como acariciar um filho.
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Se o período era difícil, imaginemos a mulher que, em virtude de problema ginecológico, experimentasse fluxo semelhante a interminável menstruação.
 
Hoje sabemos que se trata de pequena hemorragia, gerada por variados males, como tumor, distúrbio hormonal, infecção renitente…
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Na antiguidade eram precários os recursos médicos. A paciente ficava, não raro, longos períodos situada por impura, em posição humilhante.

Um dos mais belos episódios evangélicos envolve essa situação significativo o título. Falam os evangelistas de certa mulher que há doze anos permanecia no catamênio, isto é, menstruada.
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Marcos é severo com os médicos. Afirma que sofrera muito nas mãos deles; consumira em tratamentos variados tudo o que possuía, sem melhorar. Pelo contrário – ficava cada vez pior.
 
Paciente ideal para profissionais gananciosos – não sara e não morre... Já Lucas, que era médico, defende a classe.
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Condescendente, limita-se a informar que os colegas não conseguiam curá-la.  Imaginemos seu sofrimento.
 
—  Nenhuma mulher acha agradável o fluxo menstrual, acompanhado, quase sempre, de:
 
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Dores, 
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Cólicas,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Tensão,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Irritação,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Angústia,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Depressão...
 
É como se a Natureza lhe cobrasse o fato de não ter concebido. Imaginemos a que se sentisse menstruada há doze anos!


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 20 de Agosto de 2015, 23:45


(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  No Evangelho de Nicodemos temos interessante informação:
Aquela mulher era Verônica que, segundo a tradição,   limpou o suor sanguinolento da face de Jesus, na via-crúcis.
 
As feições do Mestre teriam ficado estampadas na toalha.
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  O leitor poderá imaginar que me equivoquei ao situar como evangelista o fariseu que conversou com Jesus sobre a reencarnação.
 
Não há engano.
 
—  Na Idade Média circulavam muitos Evangelhos:

(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  De Maria,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  De Paulo,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  De Pedro,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  De Felipe,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  De Nicodemos,
 
Eram dezenas.
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Quando São Jerônimo escreveu a Vulgata, a tradução dos textos gregos para o latim, dando origem ao Novo Testamento como o conhecemos, fez um expurgo.
 
—  Salvaram-se os quatro conhecidos:

(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  João.
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Lucas,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  Marcos,
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  E Mateus.
 
Os demais são considerados apócrifos – falsos ou de autenticidade duvidosa.
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Esses quatro evangelistas não se reportam a Verônica. Por isso seu nome não aparece no Novo Testamento, embora seja venerada como santa.
 
Consideremos, amigo leitor, para efeito de narrativa, que  a hemorroíssa era a lendária Verônica. Ouvira falar de Jesus, conhecia os prodígios que operava.
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Tinha absoluta certeza de que o bondoso rabi resolveria seu problema. Afinal, estancar o fluxo menstrual era muito mais fácil do que dar visão aos cegos, movimento aos paralíticos,  audição aos surdos...
 
Havia um problema:
—  Como aproximar-se e lhe dirigir a palavra,  sendo impura?
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Parecia-lhe impertinência, uma ousadia… Imenso o peso dos preconceitos que oprimiam a mulher naqueles tempos recuados. Hesitante em princípio, Verônica animou-se com um exercício de lógica cristalina:
 
Desnecessário falar com Jesus. O poder que estava em suas mãos e em sua voz impregnava também suas vestes.

(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Bastaria tocar numa pontinha de sua túnica e seria curada! Assim, aguardou, ansiosa, a abençoada oportunidade.
 
Quando o Mestre passou nas imediações, em Cafarnaum, regressando de Gerasa, foi ao seu encontro. A multidão o cercava.
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Vencendo a timidez, com infinito cuidado para não  contaminar ninguém com sua impureza, Verônica aproximou-se de Jesus, que caminhava à sua frente.
 
Foi tomada de indizível emoção! Finalmente chegara o momento tão esperado! Estava diante do Messias! Sem vacilar, estendeu as mãos trêmulas e tocou suas vestes…
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Vivesse em nosso tempo e diria ter experimentado suave choque elétrico, um formigamento a expandir-se em seu corpo.
 
Sentiu, instantaneamente, que o fluxo sangüíneo cessava.
Alcançara a graça sonhada!
 
Podemos imaginar sua alegria.
 
Perguntou Jesus
—  Quem me tocou?.
 
Evidentemente sabia quem o fizera. Apenas desejava exaltar aquela gloriosa manifestação de fé.
 
Simão Pedro, com o jeito rude que o caracterizava, respondeu:
—  Mestre, a multidão nos comprime. Há muita gente ao nosso redor. Como vamos saber quem o tocou?
 
Jesus insistiu:
—  Alguém me tocou. Percebi que saiu de mim um poder.
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Verônica tremeu. Os doze anos de impureza fizeram dela uma mulher solitária, tímida, temerosa de contato com as pessoas.
 
Mas, convocada ao testemunho, naquele glorioso momento que haveria de marcar para sempre sua trajetória, não vacilou.
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Ajoelhou-se diante de Jesus e relatou suas dolorosas experiências, o mal que a atormentava há doze anos e porque  tocara em suas vestes. 
 
Suprema ventura! estava curada!
 
Jesus ergueu Verônica e, abraçando-a carinhosamente, disse-lhe:
—  Filha, a tua fé te salvou! Vai em paz e fica livre de teu mal.
 
Mais um prodígio extraordinário era operado pelo missionário divino.
 
—  Novamente ficava demonstrado:
 
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  A fé era a base fundamental para que as pessoas recebessem suas bênçãos.
(http://th296.photobucket.com/albums/mm171/mls_rawr/pxels/th_z55353881cg6-1.gif)  A cura é o prêmio para a fé?
 
Jesus se recusa a ajudar os que nele não crêem?
Certamente, não!
 
Inaceitável tal comportamento por parte de alguém que veio para acabar com discriminações e preconceitos.
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  O Mestre nos ajuda a todos. Mesmo os incrédulos pertencem ao imenso rebanho humano, conduzidos pelo celeste pastor.
 
Mas há uma condição estabelecida pelas leis divinas para atendimento de nossas súplicas:
—  A sintonia vibratória.
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Aqui entra a fé, algo tão fundamental à recepção das bênçãos que buscamos, quanto acionar o interruptor para acender a lâmpada ou fazer funcionar o aparelho elétrico.
 
Jesus, caro leitor,  não comparece pessoalmente às câmaras de passes, nos Centros Espíritas, onde buscamos cura para nossas enfermidades e lenitivo para nossas dores.
 
Faz-se representar por mentores espirituais que se utilizam de servidores de boa vontade:
—  Os passistas.
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  À semelhança de Verônica, não é preciso  expor mágoas e desejos, nem enunciar problemas e enfermidades...
 
Basta ter fé, a certeza plena de que seremos agraciados. Imaginemo-nos a estender as mãos para Jesus, como Verônica…
 
(http://lh3.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/SetUAhQ9e6I/AAAAAAAAGE8/IDA0DRr-5Mw/emoticons.gif)  Haveremos de sentir o poder que flui dos passistas, emanado da espiritualidade, fazendo cessar o fluxo de nossas dores!



Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 11 de Setembro de 2015, 20:33

[attachimg=1align=center=width=450]

ANTE A TEMPESTADE
Mateus, 8:23-27
Marcos, 4:35-41
Lucas, 8:22-25
(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-508.gif)    A tarde caía. Jesus decidiu atravessar o lago de Genesaré com os discípulos, uma pausa nos labores de atendimento à multidão.

Buscando repousar, recostou-se na popa, enquanto o barco singrava as águas serenas do grande lago.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-508.gif)  Súbito, como ocorre com freqüência naquela região, o vento soprou forte, levantando ondas ameaçadoras.

—  Jesus dormia, tranquilo:

(http://www.prof2000.pt/users/secjeste/utilnet/Bullets/bullet22.gif)  Os discípulos, não.
(http://www.prof2000.pt/users/secjeste/utilnet/Bullets/bullet22.gif)  Estavam apreensivos.

O barco jogava muito, parecia prestes a virar.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-508.gif)  À distância da praia, corriam sério risco! E porque a situação ficasse cada vez pior, trataram de acordar Jesus:
—  Salva-nos, Senhor, que perecemos!

Fitando-os com a tranquilidade de sempre, ele respondeu:
—  Por que temeis, homens de pouca fé?

—  Então ergueu-se, ordenou ao vento que parasse de soprar e ao mar que se acalmasse:

(http://www.prof2000.pt/users/secjeste/utilnet/Bullets/bullet22.gif)  Imediatamente a Natureza o atendeu.
(http://www.prof2000.pt/users/secjeste/utilnet/Bullets/bullet22.gif)  O vento fez-se brisa suave…

As ondas reduziram-se a leves ondulações que beijavam a embarcação.

Os discípulos ficaram pasmos.
—  Quem é esse que até os ventos e o mar lhe obedecem?

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-508.gif)  O episódio oferece marcante exemplo dos poderes de Jesus. Há quem minimize o feito notável, afirmando que o fenômeno é freqüente na região, decorrente da canalização de correntes de ar entre as montanhas que cercam o lago.

O vento vem e vai, sopro forte e fugaz. A sincronização entre o pedido de socorro dos discípulos e suposta interferência de Jesus, no exato momento e extremamente complicado.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-508.gif)  Além disso, implicaria em admitir um ato de prestidigitação que o situaria como mero mágico, a exercitar sofisticado truque.

Há explicação mais razoável.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-508.gif)  Preposto de Deus, que presidiu a formação da Terra e a governa, Jesus detinha poderes para interferir na Natureza.

As ações do Mestre antecipavam o  futuro da Humanidade.

Quando assimilar plenamente os valores espirituais exemplificados por Jesus; quando cumprir as leis divinas, superando suas mazelas o Homem terá poderes que o habilitarão a controlar os  elementos.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-508.gif)  Teremos invernos mais amenos, chuvas menos torrenciais, secas menos devastadoras, favorecendo a bonança.

Sempre produtivo lembrar sua afirmativa (João, 14:12):
—  Em verdade, em verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-508.gif)  O episódio no lago de Genesaré tem notável conteúdo simbólico.

Podemos situar a jornada terrestre como longa viagem por mares ignotos. Às vezes, o oceano está belo e calmo.

—  Seguimos saudáveis e bem disposto:

(http://www.prof2000.pt/users/secjeste/utilnet/Bullets/bullet22.gif)  Família em paz...
(http://www.prof2000.pt/users/secjeste/utilnet/Bullets/bullet22.gif)  Finanças em ordem…
(http://www.prof2000.pt/users/secjeste/utilnet/Bullets/bullet22.gif)  Estabilidade no emprego…
(http://www.prof2000.pt/users/secjeste/utilnet/Bullets/bullet22.gif)  Sentimo-nos ajustados e felizes…

—  De repente, sopram os ventos. Levantam-se ondas que nos ameaçam:

(http://www.prof2000.pt/users/secjeste/utilnet/Bullets/bullet22.gif)  Uma doença inspira cuidados…
(http://www.prof2000.pt/users/secjeste/utilnet/Bullets/bullet22.gif)  Somos demitidos do emprego…
(http://www.prof2000.pt/users/secjeste/utilnet/Bullets/bullet22.gif)  Espouca a crise familiar…
(http://www.prof2000.pt/users/secjeste/utilnet/Bullets/bullet22.gif)  Parte o ente querido…

—  Não raro, experimentamos dificuldade para lidar com essas situações:

(http://www.prof2000.pt/users/secjeste/utilnet/Bullets/bullet22.gif)  Nasce o medo…
(http://www.prof2000.pt/users/secjeste/utilnet/Bullets/bullet22.gif)  Vai a coragem…
(http://www.prof2000.pt/users/secjeste/utilnet/Bullets/bullet22.gif)  Falece a esperança...
(http://www.prof2000.pt/users/secjeste/utilnet/Bullets/bullet22.gif)  Chega o pessimismo…

—  Manifestam-se:

(http://www.prof2000.pt/users/secjeste/utilnet/Bullets/bullet22.gif)  A revolta,
(http://www.prof2000.pt/users/secjeste/utilnet/Bullets/bullet22.gif)  A rebeldia,
(http://www.prof2000.pt/users/secjeste/utilnet/Bullets/bullet22.gif)  O desencanto,
(http://www.prof2000.pt/users/secjeste/utilnet/Bullets/bullet22.gif)  A perturbação...

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-508.gif)  Em casos extremos, há quem resvale para o álcool, as drogas, o desatino, e até o suicídio, essa falsa porta de fuga que apenas nos precipita em sofrimentos mil vezes acentuados.

—  Por quê?


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 29 de Março de 2016, 20:11
 

[attachimg=1align=center=width=450]

Instruções aos Seareiros

Mateus: capítulo 10 Lucas, 10: 5-6
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-672948.gif)  A divulgação da Boa Nova pedia empenho de muitos. Após meses de preparo, Jesus considerou que chegara o momento de convocar os seareiros.

Inicialmente, os doze discípulos que compunham o colégio apostólico. Breve haveria mais algumas dezenas. Setenta, segundo o evangelista Lucas.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-672948.gif)  Imperioso que a mensagem  ultrapassasse as fronteiras da Galileia, derramando-se, em princípio, por toda a Palestina; depois, além fronteiras, sobre todos os países.

Tanto aos apóstolos, em princípio, quanto aos demais seareiros depois, Jesus instruiu como deveriam proceder nas pregações, nas viagens, no relacionamento com as pessoas, na obtenção dos meios de subsistência…

▬  Orientavam a atividade de um grupo que enfrentaria  dificuldades variadas principalmente:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-577905.gif)  Perseguição,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-577905.gif)  A discriminação,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-577905.gif)  A agressão de adversários impermeáveis às novas idéias.

São específicas, mas há algo delas que serve para o nosso cotidiano. Oportuno observar.

Ao entrardes numa casa, dizei:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  A paz seja nesta casa.

Se a casa for digna, desça sobre ela a vossa paz; se não for digna, torne para vós a vossa paz.

Seria estranho em nossa cultura, distante dos tempos apostólicos, proclamar, alto e bom som:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  A paz esteja nesta casa!

Soaria solene e pretensioso, recendendo fanatismo.
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  Valha-nos Deus! Chegou o profeta!

No entanto, podemos fazê-lo em pensamento, como uma  manifestação de boa vontade em favor daqueles que ali vivem ou desenvolvem alguma atividade. Se o ambiente não estiver bom; se as pessoas guardarem algo contra nós, nossa boa disposição neutralizará vibrações negativas.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-672948.gif)  A assimilação depende sempre da sintonia, determinada por nossa atitude mental. Não há influência nociva que afete alguém que, do fundo d’alma, deseja paz àqueles de quem se aproxima.

(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  "Eu vos envio como ovelhas ao meio de lobos. Portanto, sede prudentes como as serpentes e simples como as pombas".

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-672948.gif)  Há sempre algo de fera, a agressividade instintiva, no comportamento humano. Daí vivermos às voltas com problemas de relacionamento.

Valiosa, pois, essa orientação, envolvendo dois cuidados:

▬  Prudência:

A maior parte dos nossos problemas surge a partir de certa impulsividade, que nos leva a agir sem cogitar dos resultados de nossas ações, algo típico da agressividade humana.
Fazemos primeiro; depois pensamos.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-672948.gif)  Na festa de seu casamento o noivo desentendeu-se com um convidado. Transtornado, apanhou um revolver e atirou  nele. Atingiu uma senhora, que veio a falecer.

O dia que deveria ser lembrado como dos mais felizes, ficou  marcado como o mais negro – aquele em que matou estupidamente uma inocente.

Lamenta, em desespero.
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  Perdi a cabeça!

Perdeu porque a não resguardou, deixando-se dominar pela cólera, péssima conselheira.

▬  Simplicidade:

O simples, na acepção evangélica é aquele que tem suas próprias convicções (a moral cristã), e nelas se inspira, sem se deixar corromper por valores estranhos.

▬  Por isso não é afetado pela:

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-577905.gif)  Maldade alheia, 
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-577905.gif)  Não faz discriminações,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-577905.gif)  Nem guarda preconceitos.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-672948.gif)  Não há espaço em sua casa mental para ressentimentos ou mágoas. Pode até ser considerado debiloide, “sangue de barata”, já que não reage às impertinências alheias.

Na verdade apenas exercita bom senso, vivenciando um princípio que o homem comum desconhece:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  Perdi a cabeça! "Responder ao mal com o mal é incorporá-lo".

O discípulo não é mais do que o mestre, nem o servo mais do que o seu senhor. Se Jesus enfrentaria incompreensões e agressões, que seus seguidores não se surpreendessem ao receber idêntico tratamento.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-672948.gif)  O mal ainda tem largas expressões de domínio na Terra, envolvendo particularmente o mundo espiritual.

Quando alguém se decide a encarar a religião com seriedade, surgem variados problemas em seu dia-a-dia, como se houvesse a interferência de forças estranhas.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-672948.gif)  Nossa boa disposição incomoda Espíritos que nos acompanham, que nos exploram o psiquismo, que sugam nossas energias, que compartilham de nossos vícios.

Não pretendem perder o controle sobre nós. Criam embaraços para que desistamos de nossos ideais. Fundamental que sejamos perseverantes.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-672948.gif)  Consideremos que são incomparavelmente mais fáceis os testemunhos de hoje. Os cristãos primitivos eram convocados a morrer pelo Cristo, lançados às feras ou transformados em tochas vivas.

Hoje espera-se apenas que vivamos como cristãos,  fiéis aos nossos princípios. Não se vendem dois passarinhos por um asse? E nenhum deles cairá no chão sem oconsentimento de vosso Pai.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-672948.gif)  E até mesmo os cabelos da vossa cabeça estão todos contados. Não temais, pois; mais valeis vós do que muitos pardais.

Deus é o Senhor supremo, consciência cósmica do Universo, que conhece até o montante de nossos cabelos.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-672948.gif)  Nada acontece à sua revelia, mesmo a morte de humilde ave. O ser humano, situado no mais alto estágio da evolução biológica, capaz de pensar e escolher, é muito mais importante  que um pardal.

▬  Nada há a temer.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-577905.gif)  Nas piores situações,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-577905.gif)  Nos problemas mais graves,
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-577905.gif)  Nos testemunhos mais difíceis, 
(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/flowers/mini-graphics-flowers-577905.gif)  Uma certeza deve ser nosso alento:

(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  Deus está presente!

Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 12 de Maio de 2016, 21:45


[attachimg=1align=center=width=450]                                   

Deus está  presente!


Não penseis que vim trazer paz à Terra. Não vim trazer a paz, mas a espada. Pois eu vim trazer divisão entre o homem e seu pai, entre a filha e sua mãe, entre a nora e sua sogra. Assim, os inimigos do homem serão os seus próprios familiares.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-466.gif)  A mensagem cristã promovia radical mudança no pensamento religioso.

—  Não mais:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  A pena de talião,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  O deus guerreiro, 
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Os rituais exteriores,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  O ódio aos adversários
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Os sacrifícios de animais e aves.

Com Jesus chegavam alvissareiras notícias, alterando substancialmente a natureza de nossas relações com a divindade:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Deus – o Pai,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Culto  – o Bem,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Religião  – o Amor,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Templo – o coração.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-466.gif)  Era toda uma revolução de ideias, a esbarrar em férreas resistências, primeiro dos próprios judeus, depois dos pagãos, ao longo do império romano. Os cristãos teriam dificuldade para lidar com os próprios familiares.

No livro Paulo e Estevão, psicografia de Chico Xavier, em que Emmanuel, relata a epopeia do Cristianismo, há a comovente experiência de Paulo de Tarso. Após sua conversão ele ficou em situação difícil. Os cristãos duvidavam dele.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-466.gif)  Afinal, fora o grande perseguidor do movimento, responsável pela morte de Estevão, o primeiro mártir da igreja nascente.  Os adeptos do judaísmo o encaravam como desprezível desertor. Traíra a Lei, aderindo ao carpinteiro.

Carente de apoio, Paulo procurou seu pai, em Tarso, confiante de que receberia amparo. O pai o amava, mas estava comprometido com os preconceitos da raça. Não aceitou aquela mudança. Impôs ao filho que escolhesse entre Jesus e Moisés.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-466.gif)  Paulo nutria carinho especial pelo pai, mas não podia negar suas convicções. Desolado, deixou a casa paterna.

Algo semelhante tem acontecido com o Espiritismo que, como o Cristianismo primitivo, rompe com tradições milenares e revive os ideais evangélicos de reforma íntima e comunhão espiritual.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-466.gif)  Há problemas quando a família guarda outras convicções. Isto porque, por ignorância ou má fé, seus preceptores afirmam que o Espiritismo é obra do demônio e que belzebu se manifesta nos Centros Espíritas.

Sem negar nossos princípios, será sempre proveitoso sustentar comportamento tão evangelizado, tão nobre, tão voltado para o Bem e a Verdade, que nossos familiares acabem reconhecendo que nossa crença vem de Deus, faz de nós pessoas boas, cordatas, pacientes, caridosas…

Temos aqui instrutivo paradoxo:
(http://lh6.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/Sr5fBjihTdI/AAAAAAAAJZ0/krdPRcLjLJo/s400/divisoria13.gif)  "Quem achar a sua vida perdê-la-á, e quem perder a sua vida por minha causa, achá-la-á."
 
Já aqueles que cultivam os valores espirituais, que se desapegam dos interesses materiais, muitas vezes ouvem de familiares e amigos:
– Você está perdendo a existência! está deixando o tempo passar sem aproveitá-la.
(http://lh6.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/Sr5fBjihTdI/AAAAAAAAJZ0/krdPRcLjLJo/s400/divisoria13.gif)  "Abençoada perda!"

Graças a ela ganhamos algo infinitamente mais importante:
(http://lh6.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/Sr5fBjihTdI/AAAAAAAAJZ0/krdPRcLjLJo/s400/divisoria13.gif)  "A Vida em plenitude!"

A Vida que circula em nossas veias, quando nosso cérebro povoa-se de ideais e o nosso coração pulsa ao ritmo do Bem.

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-466.gif)  No sentido humano, achar a vida é conquistar poderes e riquezas; desfrutar de conforto e bem-estar. Muitos sentem-se realizados ao alcançar esses objetivos. Na verdade, perdem tempo.

Quando a morte vem buscá-los, verificam, desolados, que não podem levar os bens que acumularam na Terra:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Propriedades,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Empresas, 
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Dinheiro,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Riquezas,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Títulos,
(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)   :oJóias…

(http://smayls.ru/data/smiles/smayliki-cvety-466.gif)  É  tudo confiscado na “alfândega do Além”. Regressam atormentados e infelizes, mendigos de paz, a lamentar o tempo perdido.


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 18 de Agosto de 2016, 18:09

[attachimg=1align=center=width=450]

PÃES E PEIXES
Mateus, 14:13-21
Marcos, 6:30-44
Lucas, 9:10-17
         
(http://media.tumblr.com/26235da5945a0786c4afaaa26ccbb7d6/tumblr_inline_mg0py5126g1qdlkyg.gif)   Passaram-se semanas, envolvendo viagens dos apóstolos que, segundo as orientações de Jesus, divulgavam a Boa Nova, curavam enfermidades e expulsavam Espíritos impuros.

Seus feitos não foram registrados pelos evangelistas. Eram meros coadjuvantes naquela gloriosa história de amor entre o missionário divino e a Humanidade. Retornando a Cafarnaum, reuniram-se com Jesus para contar-lhe suas experiências e receber novas instruções.

—  Tinham muito a dizer e ouvir:

(http://media.tumblr.com/26235da5945a0786c4afaaa26ccbb7d6/tumblr_inline_mg0py5126g1qdlkyg.gif)   Pretendendo reunião reservada, Jesus retirou-se com eles para região pouco habitada, perto de dez quilômetros a noroeste de Betsaida. 

Seguiram de barco pelas águas tranquilas, à alguma distância da praia. Não obstante, as pessoas seguiam por terra. A notícia se espalhava; mais gente surgia a cada momento. Quando desembarcaram estava diante deles uma multidão.

(http://media.tumblr.com/26235da5945a0786c4afaaa26ccbb7d6/tumblr_inline_mg0py5126g1qdlkyg.gif)   Perto de cinco mil homens, conforme estimativa dos evangelistas. Muita gente, principalmente se considerarmos o tamanho das cidades na Galiléia. Algumas não passavam de aldeias, com  poucas centenas de habitantes.

A afluência, contudo, se justificava. Jesus era o taumaturgo, o fazedor de milagres. Ninguém mais disposto a viajar até os confins do Mundo, que o doente portador de mal insidioso, se lhe acenarem com as perspectivas de cura.

(http://media.tumblr.com/26235da5945a0786c4afaaa26ccbb7d6/tumblr_inline_mg0py5126g1qdlkyg.gif)   Natural que viesse gente de todas as regiões; gente que, ontem como hoje, vai longe para afastar males que voltam sempre...

Assim será, até que todos nos disponhamos a jornada diferente, muito mais proveitosa em nosso universo íntimo, buscando o autoconhecimento em empenho de renovação. Conforme demonstra a Doutrina Espírita, nossos males são decorrentes de mazelas e viciações. São sustentados pelo mal que existe em nossos corações.

(http://media.tumblr.com/26235da5945a0786c4afaaa26ccbb7d6/tumblr_inline_mg0py5126g1qdlkyg.gif)   Compadecendo-se, Jesus adiou a conversa com os discípulos e, em pleno campo, como tanto apreciava,  atendeu à multidão.

Socorreu, durante horas, necessitados de todos os matizes, curando-os de seus males. Sobretudo, ofereceu-lhes as bênçãos da palavra, orientando-os para uma existência mais produtiva e tranquila.

À tarde os discípulos lhe disseram:
—  Este lugar é deserto e a hora está avançada; despede as multidões para que, indo às aldeias, possam comprar seus alimentos.

Respondeu Jesus:
—  Não precisam ir; dai-lhes vós de comer.

Os discípulos assustaram-se.
—  Não temos aqui senão cinco pães e dois peixes.

O Mestre não se perturbou. Recomendou que dividissem a multidão em grupos de cinqüenta pessoas. Sentassem todos na relva miúda que crescia naquela época do ano.


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 18 de Outubro de 2016, 21:56

(http://media.tumblr.com/26235da5945a0786c4afaaa26ccbb7d6/tumblr_inline_mg0py5126g1qdlkyg.gif)   A divisão em grupos facilitava a distribuição e favoreceu aos evangelistas o levantamento de quantas pessoas estavam presentes.

Jesus tomou os cinco pães e os dois peixes e, erguendo o olhar para o Céu, rendeu graças a Deus. Partindo os pães, entregava-os aos discípulos, juntamente com os peixes, para que fossem distribuídos…

Eles espantavam-se:
(http://lh6.ggpht.com/_BJo2sJZzI3g/Sr5fBjihTdI/AAAAAAAAJZ0/krdPRcLjLJo/s400/divisoria13.gif)  Quanto mais  distribuíam, mais pães e peixes surgiam!

O povo saciou-se à vontade. Ao terminarem, restou alimento suficiente para encher doze cestos.

(http://media.tumblr.com/26235da5945a0786c4afaaa26ccbb7d6/tumblr_inline_mg0py5126g1qdlkyg.gif)   Este episódio é tão incrível que parece fantasia. Há quem o situe como uma das muitas parábolas de Jesus, a demonstrar que Deus sempre envia o sustento para os filhos que apelam para sua misericórdia.

Atestando sua autenticidade temos o fato de que foi relatado pelos quatro evangelistas.
Dois  deles, João e Mateus, estiveram presentes.

(http://media.tumblr.com/26235da5945a0786c4afaaa26ccbb7d6/tumblr_inline_mg0py5126g1qdlkyg.gif)   Noutra passagem, Mateus e Marcos reportam-se à segunda multiplicação de pães e peixes, quando foram alimentadas quatro mil pessoas. Provável tenham ocorrido outros, não registrados… Jesus ratificava seus extraordinários poderes.

—  Como explicar o prodígio?

A fé ingênua o situará como milagre, insondável intervenção divina. Melhor, como ensina a Doutrina Espírita, exercitar a fé racional, buscando respostas.

—  Há várias possibilidades:

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Hipnose:

(http://media.tumblr.com/26235da5945a0786c4afaaa26ccbb7d6/tumblr_inline_mg0py5126g1qdlkyg.gif)   Jesus teria sugestionado as pessoas presentes, sustentando  alucinação coletiva. Esta hipótese não resiste ao fato de que, após a distribuição, os discípulos colheram doze cestos de pães e peixes, algo objetivo e palpável que não se acomoda nos estreitos limites da sugestão hipnótica.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Transporte:

Fenômeno em que seres e coisas podem ser transferidos de um local para outro, como nas  casas mal assombradas,  bombardeadas por chuvas de pedras, sem que se vejam os autores da proeza.

(http://media.tumblr.com/26235da5945a0786c4afaaa26ccbb7d6/tumblr_inline_mg0py5126g1qdlkyg.gif)   Jesus teria retirado considerável quantidade de pães e  peixes de casas ou estabelecimentos comerciais. A hipótese esbarra num problema ético. Não seria honesto surripiar tanto alimento, algo incompatível com a moral evangélica

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Transmutação:

Os prepostos espirituais de Jesus, atendendo ás suas determinações, transubstanciaram a matéria, retirando da Natureza os componentes necessários para produzir pães e peixes.

(http://media.tumblr.com/tumblr_m7eil6CREL1qdlkyg.gif)  Ideoplastia:

O pensamento é uma forma de energia gerada pela mente. Controlada e dirigida, assume formas  variadas. Se um grupo de pessoas concentrar-se, imaginando pães e peixes, um vidente os enxergará.

(http://media.tumblr.com/26235da5945a0786c4afaaa26ccbb7d6/tumblr_inline_mg0py5126g1qdlkyg.gif)   Se ali estiverem médiuns de efeitos físicos, oferecendo suporte para o fenômeno, o alimento poderá tornar-se visível, palpável e consumível. Esta nos parece a hipótese que melhor explica o fenômeno produzido por Jesus.

—  Bela fantasia! —  proclamará o leitor.

(http://media.tumblr.com/26235da5945a0786c4afaaa26ccbb7d6/tumblr_inline_mg0py5126g1qdlkyg.gif)   Para nós, sem dúvida.  Para um Espírito superior, preposto de Deus, como Jesus, algo perfeitamente viável. Estamos tão longe de fazê-lo quanto viajar para outra galáxia. 

A Humanidade dos próximos milênios, suficientemente desenvolvida nos domínios da ciência e da espiritualidade, o fará corriqueiramente.

(http://media.tumblr.com/26235da5945a0786c4afaaa26ccbb7d6/tumblr_inline_mg0py5126g1qdlkyg.gif)   Tão importante quanto o prodígio operado por Jesus é o simbolismo que  encerra. Milhares de pessoas foram beneficiadas por um homem e doze companheiros, mobilizando vigorosos poderes espirituais.

Algo semelhante se repete, sempre que um grupo de pessoas disponha-se a mobilizar outro recurso, não menos prodigioso.

—  A boa vontade:

(http://cantinhodalaranjalima.blog.uol.com.br/images/online.gif)  As escolas,
(http://cantinhodalaranjalima.blog.uol.com.br/images/online.gif)  Os hospitais,
(http://cantinhodalaranjalima.blog.uol.com.br/images/online.gif)  Os albergues,
(http://cantinhodalaranjalima.blog.uol.com.br/images/online.gif)  As casas de saúde,
(http://cantinhodalaranjalima.blog.uol.com.br/images/online.gif)  As centenas de casas de auxílio,
(http://cantinhodalaranjalima.blog.uol.com.br/images/online.gif)  Os lares da infância e da velhice...

... Vinculadas ao Espiritismo e a outros movimentos religiosos, valem-se dela..

(http://media.tumblr.com/26235da5945a0786c4afaaa26ccbb7d6/tumblr_inline_mg0py5126g1qdlkyg.gif)   Com ela multiplicam-se na Terra as bênçãos do Céu e os recursos não param de chegar. Difícil é encontrar gente disposta a arregaçar as mangas e servir – o resto é simples.

Onde há boa vontade nunca faltam pães e peixes para alimentar a multidão.



Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 19 de Outubro de 2016, 19:39

[attachimg=1align=center=width=450]

Jesus Sobre as Águas

Marcos, 6:47-52
João, 6:16-21
(http://media.tumblr.com/44c935471bce4d270d8b56caad7c52d0/tumblr_inline_mgoeyltUWS1qid2nw.gif)  A multidão, empolgada com a multiplicação dos pães, queria coroar Jesus rei dos judeus. O Mestre, prudentemente, após recomendar aos discípulos que tomassem o barco e partissem, afastou-se subindo um monte, nas proximidades.

A iniciativa não surpreendeu os companheiros. Ele estimava a soledade.

—  Há dois tipos:

Solidão vazia:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  O homem em conflito íntimo, incapaz de relacionar-se com o semelhante…

Solidão dadivosa:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  O homem que se recolhe para falar com Deus.

Era o que Jesus fazia.

(http://media.tumblr.com/44c935471bce4d270d8b56caad7c52d0/tumblr_inline_mgoeyltUWS1qid2nw.gif)  Nesse contato íntimo com o Criador, nos domínios do coração, marcado pela prece e a meditação, buscava:

(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Poder para os mais notáveis prodígios.
(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Alento para os mais duros testemunhos.
(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Inspiração para os mais sublimes discursos.

Embora houvesse recomendado que partissem, os discípulos  o esperaram por algum tempo.

(http://media.tumblr.com/44c935471bce4d270d8b56caad7c52d0/tumblr_inline_mgoeyltUWS1qid2nw.gif)  Soprava vento forte. O barco movia-se com lentidão. Na quarta vigília da noite não haviam avançado mais que vinte e cinco a trinta estádios.

É frequente, nos textos evangélicos a expressão vigília, para definir em que parte da noite deu-se determinada ocorrência.  Vem de uma disciplina militar romana – a troca de sentinela.

—  O período noturno era dividido em quatro vigílias:

(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Manhã, das 3 às 6 horas;
(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Noite, das 21 às 24 horas;
(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Tarde, das 18 às 21 horas;
(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Canto do galo, das 24 às 3 horas.

Quanto ao estádio, era medida grega, correspondente a cento e oitenta e cinco metros. Isto posto, concluímos que, por volta de três da madrugada, o barco avançara perto de cinco quilômetros.

(http://media.tumblr.com/44c935471bce4d270d8b56caad7c52d0/tumblr_inline_mgoeyltUWS1qid2nw.gif)  Lutando contra o vento, os apóstolos perceberam um vulto ao longe. Incrível! Alguém a andar sobre as águas! Um fantasma!

Ficaram apavorados! Ontem, como hoje, os Espíritos inspiram medo. Maior foi o susto ao ouvirem uma voz.

—  O fantasma lhes falava!
—  Pior!

—  Aproximava-se do barco!

Paralisados pelo medo, fizeram o que as pessoas costumam fazer em semelhante situação:
Puseram-se a gritar, a plenos pulmões! Em breves instantes, o medo virou espanto.

(http://media.tumblr.com/44c935471bce4d270d8b56caad7c52d0/tumblr_inline_mgoeyltUWS1qid2nw.gif)  Era Jesus! Caminhava sobre as águas, como quem pisa terra firme.

E lhes dizia:
—  Coragem, sou eu. Não tenhais medo!

Simão Pedro, o mais ardoroso e também o mais impulsivo do grupo, ergueu-se.
—  Se és tu, Senhor, ordena que eu vá ao teu encontro!

Jesus sorriu e o chamou:
—  Vem!

Empolgado, o apóstolo deixou o barco. Sob intensa emoção, viu-se caminhando sobre as águas. Mas o vento era forte, agitadas as ondas…  Vacilou.

Em pânico, sentindo-se a afundar, clamou:
—  Salva-me, Senhor!

Jesus, agora a seu lado, estendeu-lhe a mão e o ajudou a entrar no barco.

Depois, perguntou, bem-humorado:
—  Homem de pouca fé! Porque duvidaste?!

(http://media.tumblr.com/44c935471bce4d270d8b56caad7c52d0/tumblr_inline_mgoeyltUWS1qid2nw.gif)  Os discípulos, empolgados, reconheciam, uma vez mais, que estavam diante de alguém muito especial.

De prodígio em prodígio, de lição em lição, Jesus preparava os companheiros para as tarefas árduas do porvir, sedimentando em seus corações a convicção que lhes permitiria enfrentar árduos testemunhos.


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 19 de Outubro de 2016, 22:51

(http://media.tumblr.com/44c935471bce4d270d8b56caad7c52d0/tumblr_inline_mgoeyltUWS1qid2nw.gif)  Nada deveriam temer. Aquele profeta poderoso, que curava todos os males e realizava os mais incríveis prodígios, haveria de protegê-los sempre.

Não é difícil definir a natureza do fenômeno operado por Jesus:
—  A levitação.

Com o concurso de forças imponderáveis, que se sobrepõem à gravidade, indivíduos e objetos sustentam-se no ar.

—  A literatura psíquica é pródiga em exemplos:

(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Carmine Mirabelli, no Brasil, durante as décadas de trinta e quarenta, erguia-se do solo, causando assombro. Há  fotografias que o mostram volitando.

(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  No século passado, o médium inglês Daniel Douglas Home, participava de reuniões onde, em transe, levitava. Para não deixar nenhuma dúvida a respeito, os Espíritos que controlavam o fenômeno, o faziam sair por uma janela e entrar por outra.

Essas experiências eram feitas sob rigoroso controle, atestando-se sua legitimidade.

(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Na igreja católica há centenas relatos sobre levitação, envolvendo sacerdotes que, em face de prodígios dessa natureza que constam de sua biografia, tomados à conta de milagres, foram canonizados.

(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Conta-se que São Pedro de Alcântara, frade franciscano espanhol, era frequentemente observado, durante suas meditações, a pairar muitos metros acima do solo. Não raro, imerso em seus pensamentos, atravessava rios caminhando sobre eles, como o fizera Jesus.

(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  Na Índia, faquires exercitam a levitação, submetendo-se a rigorosas disciplinas.

Na Idade Média, período de obscurantismo, em que as médiuns eram acusadas de feitiçaria, usava-se inacreditável teste do absurdo que, invariavelmente, terminava com a morte das infelizes:

(http://media.tumblr.com/44c935471bce4d270d8b56caad7c52d0/tumblr_inline_mgoeyltUWS1qid2nw.gif)  Media-se sua leveza sobrenatural, demoníaca, a capacidade de levitar. Amarrava-se a suposta feiticeira com cordas e pesos e a lançavam no rio.

Se boiasse, sem afundar, ficava demonstrada sua ligação com o demônio:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  Imediatamente à conduziam ao fogueira.

Se afundasse, afogando-se, vinha a “piedosa” proclamação:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  Morrera inocente.

A levitação envolve o desenvolvimento de poderes espirituais, auxílio espiritual e, sobretudo, grande fé.

(http://media.tumblr.com/44c935471bce4d270d8b56caad7c52d0/tumblr_inline_mgoeyltUWS1qid2nw.gif)  Dedicado sacerdote, homem santo, perguntou à jovem:

—  Minha filha,  por que sempre chega atrasada ao culto?
—  É que dependo da barca para atravessar o rio.

—  Costuma demorar. O que devo fazer?
—  Tenha fé! Ore. Peça inspiração ao Céu para superar essa dificuldade.

Nas semanas seguintes não houve problema. Ela chegava cedo, até com boa antecedência.

O sacerdote ficou curioso:
—  Como resolveu o problema?
—  Segui suas instruções...

Exercitei a fé e pude dispensar a barca. Atravesso o rio caminhando sobre as águas.

Ele considerou, com seus botões:
—  “Se simples aprendiz é capaz, também o farei.”

Foram ao rio. À sua frente, a jovem seguiu, tranquila, levitando. Cuidadoso, ele ergueu a batina até os joelhos e iniciou a travessia.

No primeiro passo afundou.
—  Não consigo! – gritou.

Ela, olhando para trás:
—  Faltou fé, padre.

—  Como sabe?
—  O senhor ficou com medo de molhar a batina.

Esta anedota enfatiza a importância da fé.

(http://media.tumblr.com/44c935471bce4d270d8b56caad7c52d0/tumblr_inline_mgoeyltUWS1qid2nw.gif)  Simão Pedro desejou ardentemente ir ao encontro de Jesus. Acreditou que se o Mestre ordenasse, poderia andar sobre as águas. Saiu do barco, deu alguns passos, mas teve medo.

A partir desse momento começou a afundar. Observamos que a ligação com Jesus envolvia seus sentimentos. Confiando, pôde ser amparado. Ao vacilar, temeroso, perdeu a sustentação.

(http://media.tumblr.com/44c935471bce4d270d8b56caad7c52d0/tumblr_inline_mgoeyltUWS1qid2nw.gif)  Aos primeiros contatos com a mensagem cristã, ficamos empolgados. Animamo-nos. Desejamos, ardentemente, ir ao encontro do Cristo. Almejamos a integração nos serviços do Evangelho.

(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  É algo sublime, indescritível!
(http://c6.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/d87043c97/5658602_OzLPD.gif)  É como se flutuássemos sobre as misérias humanas.

Todavia, o entusiasmo é fugaz. Passadas as primeiras emoções, ao peso de nossas próprias fragilidades, vacilamos, perdemos o estímulo, o entusiasmo, e afundamos no oceano de nossas contradições e desenganos…

(http://media.tumblr.com/44c935471bce4d270d8b56caad7c52d0/tumblr_inline_mgoeyltUWS1qid2nw.gif)  E que seria de nós, se múltiplas vezes o Cristo não nos tivesse erguido, oferecendo-nos renovadas oportunidades de ir ao seu encontro, com o amparo de seus mensageiros?

Após tais crises, quando tomamos consciência de nossa fragilidade, geralmente nos sentimos envergonhados.

(http://media.tumblr.com/44c935471bce4d270d8b56caad7c52d0/tumblr_inline_mgoeyltUWS1qid2nw.gif)  E se prestarmos atenção ao que vai em nossa consciência,  perceberemos, claramente, Jesus a nos a dizer, na acústica d’alma:
—  Ah! homem de pouca fé!

Mais um pouco e o grupo estaria de retorno a Cafarnaum, completando nova etapa, no desdobramento da gloriosa missão de Jesus. Ela se estenderia, ainda, por vários meses, até a jornada final em Jerusalém.

(http://media.tumblr.com/44c935471bce4d270d8b56caad7c52d0/tumblr_inline_mgoeyltUWS1qid2nw.gif)  Então o Mestre daria gloriosos testemunhos daquela fé viva que se sobrepõe às fragilidades humanas para a edificação do Reino de Deus.


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 19 de Outubro de 2016, 22:55


Entrevistando Richard Simonetti

01 – Richard Simonetti, nos últimos anos você tem mantido uma média de dois livros publicados anualmente. A intenção é essa?
R- Acontece naturalmente. Escrevendo diariamente, três horas em média, a tendência é produzir um livro a cada 2 meses.

02 –   Com essa produção, em 10 anos você estará com perto de 50 livros publicados. Dá para chegar lá?
R- Espero chegar. Procuro fazer a minha parte,  mas o futuro a Deus pertence.

03 –   O que você objetiva com seus livros?
R- Divulgar a Doutrina Espírita de uma forma clara e atraente, que o leitor lê com prazer e assimila sem “torcicolo mental”.

04 –   Você é um médium escrevente?
R- Sou um escritor, não médium. Não exercito uma psicografia, mas uma “suorografia”. Há muito esforço despendido.

05 – O estilo descontraído de seus livros não torna a produção mais fácil?
R- Ao contrário. Diria que é fácil escrever difícil. Difícil é escrever fácil. Não há nenhum problema em passar para o papel as idéias. O trabalho começa quando procuramos tornar o texto objetivo e acessível ao leitor. Escritor que não trabalha o texto é sempre alguém complicado de ler.

05 –   Os seus livros faturam bem. Os perto de um milhão e meio de livros vendidos, no total de suas obras, representam um bom lucro?
R- Não recebo um centavo de direitos autorais. São doados às entidades espíritas. Os livros publicados pela Editora CEAC, do Centro Espírita Amor e Caridade, têm o produto das vendas inteiramente aplicado em obras assistenciais.

06 –   Qual a temática de Tua Fé de Salvou!, que está sendo lançado?
R- Abordo episódios da vida de Jesus, enfocando o segundo ano de seu apostolado. O título faz referência à célebre  mulher hemorroíssa, que curou-se simplesmente tocando as vestes de Jesus.

07 –   Seria, então, um livro de estudos evangélicos?
R- Pode ser considerado assim por alguém interessado em estudar o Evangelho. Mas é mais um livro de histórias, envolvendo episódios notáveis da atuação de Jesus, procurando sempre destacar a excelência de seus ensinos, os prodígios que operava e seus exemplos maravilhosos.

08 –   Em livros anteriores sobre o Evangelho você tem citado algo da tradição. Em Tua Fé te Salvou! há também essa abordagem.
R- A ideia é fazer sempre isso, oferecendo ao leitor alguns aspectos interessantes da trajetória de Jesus, que não estão nos textos tradicionais. A mulher hemorroíssa, por exemplo, teria sido Verônica, que limpou o suor do rosto de Jesus, quando ele carregava a cruz, deixando sua figura estampada na toalha usada. Isso faz parte da tradição. A própria Verônica não aparece no Evangelho.

09 –   Que outras passagens evangélicas você aborda?
R- Há várias bastante sugestivas, como a cura o servo do centurião, envolvendo a intercessão, o filho da viúva de Naim, envolvendo a letargia, o perdão dos pecados, as dúvidas de João Batista, a presença da mulher no Evangelho, a multiplicação dos pães, prodígios como a levitação e a transubstanciação da matéria.

10 –   E qual a conotação Espírita?
R- O Espiritismo ilumina o Evangelho, ajudando-nos a compreender pontos aparentemente obscuros, com a aplicação de princípios como a Reencarnação e a Lei de Causas e Efeito.

Entrevista para o jornal da cidade.

LIVRO: TUA FÉ TE SALVOU!
FIM.


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 20 de Outubro de 2016, 21:56


[attachimg=1align=center=width=500]

Livro O Sermão da Montanha
   
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-482.gif)  Estão em moda os manuais de auto-ajuda, decantados como roteiros infalíveis para a felicidade. Vendem muito, embora não custem pouco. As pessoas estão sempre dispostas a pagar bom dinheiro para serem felizes.

No entanto, há um manual de auto-ajuda incomparável, insuperável, perfeito, que custa preço irrisório, distribuído até graciosamente por grupos empenhados em sua divulgação e, talvez por isso mesmo, nem sempre valorizado e raramente observado.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-482.gif)  Trata-se de um texto com sabor de eternidade. Um sublime poema composto no mais glorioso momento humano, há dois mil anos, do alto de pequeno monte, por um jovem galileu.

Sua contribuição foi tão marcante que a posteridade o consagraria como mensageiro de Deus. Círculos religiosos chegaram a situá-lo, equivocadamente, como o próprio Criador em trânsito pela Terra.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-482.gif)  Com a simplicidade da sabedoria autêntica e a profundidade da verdade revelada, Jesus, Mestre dos Mestres e incomparável terapeuta, mostra-nos, em O Sermão da Montanha, os caminhos para a felicidade perfeita. Infelizmente, não obstante a clareza em que se exprime, a Humanidade está longe de observar-lhe plenamente as prescrições.

Por isso a História destes dois mil anos de Cristianismo tem sido de muitas histórias envolvendo as contradições entre a moral do Cristo e a amoralidade de todos nós que o aceitamos por mestre e senhor.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-482.gif)  Nestas páginas singelas oferecemos ao leitor diálogos exemplares sobre esses desvios. No confronto entre a sublimidade de O Sermão da Montanha e o nosso comportamento fica evidenciado que costumamos seguir caminhos opostos aos sugeridos por Jesus.

Por isso reclamamos, não raro, que ele não nos atende em nossas aspirações de felicidade, sem compreender que nós é que não lhe atendemos às recomendações fundamentais em favor dela. As histórias aqui apresentadas são fruto de experiências e reflexões em torno do assunto.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-482.gif)  Vejo-me em muitas delas, discípulo incipiente do Mestre Supremo, que há vinte séculos espera por nossa adesão aos seus luminosos princípios.

Bauru, julho de 1997
Richard Simonetti





(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-482.gif)  O Sermão da Montanha, o mais famoso discurso de Jesus, a suprema obra de orientação moral da Humanidade, encontra nestas páginas uma abordagem totalmente nova e envolvente.

Em diálogos bem humorados e atraentes, que sintetizam situações do dia a dia, o autor destaca a distância entre nossas ações e as recomendações de Jesus, contradição que gera  a maior parte dos problemas que nos afligem.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-482.gif)  Subsídios ilustrativos para abordagens da moral evangélica, as histórias resumidas nestes diálogos motivam a leitura, distraem, divertem, mas, sobretudo, convidam-nos a refletir sobre  os apelos do Céu para uma vida melhor, a se exprimirem na sublimidade dos conceitos apresentados por Jesus no sermão inesquecível.





Percorria Jesus toda a Galiléia, ensinando nas sinagogas, pregando o Evangelho do Reino e curando toda sorte de doenças entre o povo. E a sua fama correu por toda a Síria. Trouxeram-lhe, então, todos os doentes, acometidos de várias enfermidades e tormentos: endemoniados, lunáticos e paralíticos. E ele os curou.

E da Galiléia, Decápolis, Jerusalém, Judéia e além do Jordão numerosas multidões o seguiam. Vendo Jesus as multidões, subiu ao monte, e como se assentasse, aproximaram-se os seus discípulos. E ele passou a ensinar… Mateus (4:23-25 e 5:1-2), introdução ao  Sermão da Montanha.


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 20 de Outubro de 2016, 22:05

[attachimg=1align=center=width=350]

FÉ ORGULHOSA
     
—  Quando você “bater com as dez”, ou vestir o “terno de madeira”, para onde irá?
—  Após o juízo, meu destino é o Céu.

—  Sua afirmação exprime segurança. Está certo disso?
—  Certíssimo!

—  Por quê?
—  Aceitei Jesus!

—  Isso é suficiente?
—  Claro, segundo sua palavra é por ele que vamos a Deus.

—  Sem Jesus estamos perdidos?
—  Certamente.

—  E aqueles que nunca ouviram falar dele?
—  Não irão para o Céu.

—  Não lhe parece uma injustiça?
—  Absolutamente. Deus tem seus eleitos.

—  E você se considera um eleito de Deus porque teve a oportunidade de conhecer Jesus?
—  Sem dúvida.

—  Endereçado ao paraíso…
—  Podes crer!

—  Isso o coloca  num patamar de superioridade…
—  Lembrando a expressão evangélica, “tu o disseste”.

—  Estranho!… Sempre pensei fosse a consciência de nossa pequenez, irmanando-nos a todos, jamais a crença sectarista, o caminho para o Céu...


Bem-aventurados os humildes, porque deles é o Reino dos Céus. Mateus, 5:3


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 20 de Outubro de 2016, 22:11


[attachimg=1align=center=width=600]
           
ÂNIMO INQUEBRANTÁVEL

—  Era um caráter indômito! Quando morreu a filha, adoração de sua vida, tomou todas as providências com incrível fortaleza de ânimo.
—  Não se entregou…

—  Não derramou uma lágrima!
—  Homem de fibra…

—  Uma fortaleza! O mesmo aconteceu em outras experiências difíceis. Quando a mulher o abandonou, deixando-o com duas crianças, proibiu que se pronunciasse seu nome e tocou a vida.
—  Sempre firme…

—  Certa feita enfrentou uma grave crise nos negócios.  Mas seguiu em frente, refazendo suas finanças…
—  Inabalável…

—  Como uma rocha!  Dizia que esse negócio de chorar é coisa de maricas… Ainda agora, ante o infarto fulminante que acabou por matá-lo, mesmo com dores lancinantes não se dobrou.
—  Pois é, meu amigo, parece que ele foi forte demais. Sem abrir a comporta das lágrimas para aliviar as tensões interiores, o coração implodiu, como uma caldeira sem válvula de segurança.

—  Acha que abreviou a existência?
—  Certamente. Partiu antes do tempo para o mundo espiritual.

—  Isso é ruim?
—  Péssimo, a não ser que o Espírito esteja preparado, o que raramente ocorre nestes casos.

—  Chorar resolve?
—  O pranto não soluciona os problemas, mas assemelha-se a confortadora fonte do Céu. Dissolve nossas angústias e inquietações, proporcionando brando  alívio ao coração.

—  Sempre funciona?
Sim, desde que não maculado por sentimentos negativos. Revolta, rancor, desespero, transformam as lágrimas em corrosivos terríveis que aumentam nossos sofrimentos.
—  Lágrimas limpas…

—  Sim, próprias de quem, acima de tudo, submete-se à vontade de Deus.


Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados. Mateus, 5:4.


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 20 de Outubro de 2016, 22:22

[attachimg=1align=center=width=350]

HERDAR A TERRA

—  Crime horroroso cometeu aquele sujeito! Embriagado, avançou o sinal, atropelou e matou três inocentes! Devia existir pena de morte para essa gente!
—  Seria pouco! Se eu estivesse ali participaria com satisfação de um linchamento. O miserável merecia morrer junto com suas vítimas!

—  Mundo violento este em que vivemos! Você leu sobre a mulher que agrediu o amante que pretendia deixá-la? Aproveitou o momento em que dormia para dar-lhe uma violenta martelada na cabeça! O infeliz não morreu mas terá sequelas que complicarão sua vida.
—  É um horror estarmos sujeitos a gente dessa laia, que por um nada pensa em matar. Deviam cortar-lhe a mão para aprender a respeitar as pessoas.

—  Seria um castigo exemplar!… E há os desonestos que nos enganam para tirar proveito…
—  Estou bem atento a esses salafrários. Comigo não tiram vantagem. Noutro dia falei poucas e boas a uma mulher sacudida que pedia esmola à minha porta, a pretexto de comprar leite para seu filho.

—  Não sei onde vamos parar! O problema está em nossos próprios lares. Minha filha apaixonou-se por um mau caráter que se atreveu a beliscá-la, movido por ciúmes.  Dei-lhe umas boas bordoadas para aprender a respeitar as pessoas.
—  Não raro tenho ganas de fazer o mesmo com alguns subordinados, em minha atividade profissional. São incompetentes e relapsos! Contenho-me, mas não deixo de dar uns bons berros para que cumpram seus deveres.

—  É o que faz minha mulher na escola. Diz ela que os alunos são tão impertinentes que ao final da aula está afônica de tanto gritar. Impõe disciplina com braço de ferro.
—  Creio que a Terra só vai melhorar quando houver a separação do joio e do trigo e essa gente for banida de nosso planeta. Então viveremos melhor, como ensina a Doutrina Espírita.

—  Deus o ouça. Espero que aconteça logo. Detesto gente agressiva! Não gostaria de reencarnar num mundo tão violento como o nosso.


Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a Terra. Mateus, 5:5

Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 20 de Outubro de 2016, 22:37

[attachimg=1align=center=width=350]

LIBERTAR A CONSCIÊNCIA

—  Primeiro sofreu o acidente. Ficou paraplégica.  Em seguida o marido a deixou por outra. Tempos depois pegou fogo em sua casa.
—  Que barbaridade!

—  Tem mais: Ao falecerem seus pais, os irmãos a passaram para trás e ficaram com a herança. Labutou heroicamente para criar os dois filhos. Quando estes se casaram mudaram para longe e nunca mais deram notícias. Morreu pobre e sozinha, vitimada pelo câncer.
—  É muita tragédia!

—  O que mais espanta é que se tratava de uma mulher humilde e boa. Nunca reclamou da vida. Jamais acusou alguém.  Paciência de Jó! Só tinha boca para exaltar o bem. Só pensava em ajudar as pessoas…
—  Dizem que Deus faz sofrer àqueles que ama, preparando-os para o paraíso…

—  E quem  sofre pouco, é pouco amado por Deus?
—  Tem razão. O Criador não pode ter favoritos. Mas é esquisito. Você já reparou como as melhores pessoas parecem enfrentar as dores maiores?!  Não dá para entender!

—  Há quem afirme que são decorrentes de faltas cometidas em vidas passadas…
—  Isso não explica por que os maus e inconsequentes parecem enfrentar menos problemas. Se não são bons hoje, pior foram antes…

—  Certa feita perguntei isso a um amigo que entende do assunto. Ele me disse que os Espíritos mais evoluídos, que já viveram muitas vidas, têm uma visão mais ampla, enxergam mais longe no passado e estão melhor preparados para saldar seus compromissos…
—  Seria como o homem que  reconhece os prejuízos que causou em anos de não conseqüência. Hoje se dispõe a pagar…

—  Exatamente. Antes não encarava os estragos que produzia  nem tinha condições para a reparação. Quanto mais evoluído o Espírito, maior o seu discernimento e a consciência de seus débitos, ansiando por resgatá-los, não por imposição de Deus, mas para libertar a própria consciência.
—  Faz sentido…

—  É, faz sentido


Bem aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. Mateus,  5:6


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 20 de Outubro de 2016, 22:44


[attachimg=1align=center=width=350]

ENCONTRO MARCADO

Na reunião mediúnica:

—  Generoso mentor, estamos desolados. Tanta gente que não faz falta, tantos frequentadores ociosos de nossa instituição escapam de graves acidentes de automóvel… Por que nosso companheiro, tão útil, tão trabalhador, tão dedicado, haveria de morrer assim?!
—  Deus sabe o que faz. Ele possuía débitos do passado que justificaram semelhante experiência.

—  Sim, mas temos aprendido com a Doutrina Espírita que exercitando o bem hoje, neutralizamos o mal praticado ontem. Certamente terá removido montanhas de débitos…
—  Isso não foi esquecido.  Está muito bem amparado.

—  Pagaria muito mais se aqui continuasse. Uma moratória não teria sido um bom investimento da espiritualidade?
—  Você está analisando o assunto sob a ótica humana. Para ele aconteceu o melhor.

—  A morte?
—  Sim. O acidente era um encontro marcado. Pela natureza de seus compromissos deveria ficar preso ao leito, em total imobilidade, por vários anos. No entanto, em face de seus méritos foi providenciado seu retorno à espiritualidade, dispensado-o de semelhante sofrimento. Assumirá novas funções, compatíveis com as conquistas alcançadas, e produzirá ainda mais entre nós.

—  Como faremos sem ele? Estamos meio perdidos. Era nosso líder, nosso esteio…
—  Sigam seus exemplos, assumam as tarefas que eram dele. Façam o melhor possível. Aliviem seus débitos. Vocês também têm encontro marcado com a adversidade.


Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. Mateus, 5:7



Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 20 de Outubro de 2016, 22:51


[attachimg=1align=center=width=350]

A VISÃO DE DEUS
                             

—  Procuro Deus. Será que o encontrarei neste Centro Espírita?
—  Deus está em toda parte…

—  Ledo engano. Frequentei muitas igrejas, percorri muitos caminhos e só vi mentira e hipocrisia. Se você quiser se esconder de Deus vá aos templos religiosos! Espero que aqui seja diferente.
—  Temo que não. Aqui também há a fragilidade humana.

—  Gente fazendo propaganda contra Deus?
—  Gente fazendo força para encontrar Deus.

—  Talvez Deus seja uma abstração, uma fantasia. Os próprios religiosos não o encontram…
—  Qualquer pessoa de bom senso sabe que se Deus não existisse seria preciso inventá-lo. Somente assim podemos justificar a origem do Universo e a nossa própria existência.
 
—  Então, por que não o vemos?
—  Você já experimentou caminhar com óculos embaçados?

—  Só se fosse tolo!
—  É esse o problema. Muita gente se perde na procura de Deus por falta de transparência nos visores da alma.

—  Como torná-los transparentes?
—  Renove-se, combatendo  mazelas e imperfeições.

—  Quando estarei pronto?
—  Quando houver eliminado todo o mal de seu coração.     


Bem aventurados os que têm limpo o coração, porque verão a Deus. Mateus, 5:8

Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 20 de Outubro de 2016, 22:58


[attachimg=1align=center=width=350]   
                                                             
FILIAÇÃO

—  Emocionalmente, qual seria, a seu ver, a filiação do Cassiano?
—  Um filho da ira. Chutador de lata, nervoso, irritado, agressivo… É desses que não levam desaforo para casa. Se um motorista impaciente buzina porque demorou-se em movimentar seu automóvel na abertura do semáforo, vai tomar satisfação. Fica possesso quando alguém o contraria. Em casa resolve tudo no berro.

—  Maria Cândida?
—  Filha do rancor. Ofende-se com ninharias e jamais esquece. Não sabe o que comeu na véspera mas é capaz de lembrar uma má palavra que alguém pronunciou contra ela há decênios. Cobra sempre por todo o mal que lhe façam e não deixa barato.

—  O Jonas?
—  Filho da revolta. Vive insatisfeito e infeliz. Julga-se injustiçado na atividade profissional, atormentado pela vida, esquecido pela sorte. Viciado na crítica ferina, nos questionamentos insensatos e na queixa contumaz.  Escurece qualquer ambiente com suas vibrações negativas.

—  A Catarina?
—  É diferente… Amiga da compreensão, nunca se irrita.  Não sente necessidade de perdoar o mal que lhe fazem, porquanto jamais se julga ofendida. 
   
—  Aceita com tranquilidade as limitações impostas pela vida, proclamando que possui bem mais do que merece e consegue rir de seus próprios males, sem solenizar suas dores.  Transmite muita paz. Ao seu lado não há espaço para irritação, rancor, revolta… Seria…
—  Sem dúvida, uma filha de Deus.


Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus. Mateus, 5:9


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 20 de Outubro de 2016, 23:11

[attachimg=1align=center=width=350]                                                       

JUSTIÇA EQUIVOCADA

Às portas da cidade espiritual:

—  A irmã tem credenciais para o ingresso nestas paragens?
—  O que é preciso?

—  Exercitou a justiça entre os homens?
—  Sim e sofri bastante, como acontece com todos que lhe têm amor.

—  O marido?
—  Um obtuso, incapaz de entender minhas aspirações de realização pessoal. Deixei-o há muito tempo.

—  Os filhos?
—  Nunca admiti que me contrariassem. Dei duro para evitar que interferissem na minha vida. Falam mal de mim até hoje, sem aceitar que foi um grande sacrifício deixá-los com o pai.

—  A religião?
—  Cumpri rigorosamente seus princípios na comunidade que dirigi. Enfrentei sérios problemas tolhendo companheiros que viviam a sugerir iniciativas variadas, apenas para aparecer.

—  Os necessitados?
—  Fui sempre incompreendida porque não atendi à pobreza indolente que está aprendendo, em rudes lições, que é preciso mexer o corpo.

—  Na atividade profissional?
—  Os colegas me discriminavam porque eu tinha a coragem de apontar suas falhas e mostrar que era mais competente.

—  Sinto muito, mas você não pode entrar...
—  Ora essa! Por quê? Fui até perseguida por amor à justiça!

—  Foi apenas apaixonada por si mesma, a defender supostos direitos pessoais. Repetirá experiências na Terra até aprender que a verdadeira justiça começa quando nos dispomos ao sacrifício de nossos interesses para atender aos direitos alheios.


Bem-aventurados os que sofrem perseguição por amor à justiça, porque deles é o Reino dos Céus…  Mateus, 5:10


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 20 de Outubro de 2016, 23:19


[attachimg=1align=center=width=350]

TESTEMUNHO DA FÉ
     
—  Estou me demitindo do cargo de diretor do Centro.
—  Algum problema com os companheiros?

—  Nenhum. É assunto pessoal.
—  Você vai fazer falta. Não dá para contornar?

—  Infelizmente, não. Trata-se de algo vital para mim e minha família.
—  Parece assunto sério…

—  Fui contratado para lecionar em escola mantida por um grupo religioso. Não admitirão que participe na direção de entidade espírita.
—  Como fica a crença?

—  Continuo espírita, mas sou forçado. Não posso perder esse emprego.
—  E sua consciência? Terá que mentir… Provavelmente será convidado ao culto exterior, incompatível com nossa Doutrina.

—  Tenho filhos a sustentar…
—  Não há outras escolas?

—  A concorrência anda brava. Não posso perder essa chance.
—  Não será a situação que você está vivendo uma espécie de teste para avaliar como andam suas convicções? Lembro os cristãos no Circo Romano…

—  Eles viviam tempos de exaltação da fé…
—  Acha mais complicada a demissão do que ser atirado às feras?

—  Guardadas as devidas proporções, sim. Testemunhando a crença eles se candidatavam ao Céu. Eu me habilitarei ao inferno do desemprego.
—  É uma ideia. Pergunto-me, entretanto: teria o Cristianismo sobrevivido se os cristãos optassem por salvar a pele? Bastaria uma mentirinha, renegando Jesus… 

—  Certamente muitos o fizeram.
—  Ainda há quem o faça, meu amigo, até hoje!


Bem-aventurados sereis quando, por minha causa, vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo mal contra vós.

Regozijai-vos e exultai, porque será grande vosso galardão nos Céus, pois assim perseguiram os profetas que viveram antes de vós. Mateus, 5:11-12.




Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 20 de Outubro de 2016, 23:31

[attachimg=1align=center=width=350]

AMORNAMENTO
           
—  E o nosso companheiro? Afastou-se mesmo?
—  Lamentavelmente. Tinha excelente potencial! Inteligente, culto, dotado de iniciativa…

—  O que houve?
—  Inúmeros problemas, a começar pelo cigarro. É fumante inveterado. Foi alertado várias vezes de que o vício causa embaraços ao serviço do passe magnético do qual participava.

—  E ele?
—  Tinha explicação para tudo. Dizia que julgava importante estar em paz consigo mesmo e que o cigarro lhe dava tranquilidade.

—  Mesmo sabendo que o fumo abrevia a existência?
—  Segundo ele, isso não importa. Quer sentir-se como uma vela gastando dos dois lados. Viver intensamente, em meio às baforadas.

—  E o seu relacionamento com o pessoal?
—  Em princípio razoável, mas com o tempo azedou. Era agressivo no trato com os companheiros.

—  Lembro-me disso. Você chegou a conversar com ele a respeito.
—  Muitas vezes. Recomendava-lhe comedimento.  Malhava em ferro frio, porquanto, segundo ele não podemos nos omitir diante do mal que nos façam.

—  Dizia que tolerava em princípio, mas se alguém insistisse em perturbá-lo não teria dúvida em responder à altura.
—  E houve aquele problema na sua atividade profissional…

—  Foi a gota d’água. Funcionário de uma repartição pública, envolveu-se numa operação ilícita. Está respondendo a processo administrativo. Foi convocado a explicar-se diante da diretoria, já que era um de seus membros, mas irritou-se, proclamando que não devia satisfações a ninguém de seus atos pessoais. A partir daí não havia mais clima para ele entre nós. 
—  É lastimável. Ele possui um grande potencial de trabalho. Você acha que poderíamos fazer algo em seu benefício?

—  Nada além de orar. Ele está enquadrado naquele que é o pior de todos os problemas que podem envolver a pessoa que se liga a uma atividade religiosa: o amornamento.
—  Amornamento?

—  Sim. A coexistência pacífica entre o que temos de bom e o que temos de ruim. É quando encontramos justificativa para o vício, a agressividade e a própria desonestidade, não obstante conscientes de que estamos incorrendo em graves desvios.
—  E qual seria o prognóstico para essa situação?

—  Geralmente as pessoas que caem no amornamento vivem assim até que ocorra a solução final.
—  Solução final?

—  Sim, a morte. Colherá no plano espiritual os resultados de sua inconsequência. Acabará por reconhecer seus enganos e sofrerá muito.
—  Mas voltará um dia, para corrigir rumos e superar seus enganos…

—  Todos voltaremos, incessantemente, até que nos depuremos o suficiente para viver em planos mais altos. O problema em casos como o de nosso amigo é o tempo perdido e o comprometimento com o erro, decorrentes de seus desvios, a complicar o destino.

—  Como evitar que isso nos aconteça?
—  É preciso exercitar a autocrítica, usando de muita severidade conosco. Somente assim nos conservaremos “quentes” no empenho da própria renovação.


Vós sois o sal da Terra.  Ora, se o sal perder o seu sabor, para que haverá de servir, senão para ser lançado fora e pisado pelos homens? Mateus, 5:13

Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 21 de Outubro de 2016, 00:12


[attachimg=1align=center=width=350]
           
VIVER NO PARAÍSO

—  Converta-se, meu amigo. São chegados os tempos! É sua última chance!
—  O mundo vai acabar?

—  Em fogo, como está no Apocalipse.
—  Morreremos todos?

—  Haverá o juízo. Os eleitos habitarão o paraíso, em corpos celestes, imortais.
—  Se nos convertermos seremos salvos?

—  Sem dúvida!
—  E o amor?

—  Que tem a ver com a salvação?
—  Jesus não ensinou que ele resume toda a lei e os profetas?

—  Haverá muito amor no paraíso.
—  A gente amará por viver no paraíso ou viverá no paraíso por amar?

—  Sei lá! Isso a Deus pertence.
—  Penso que deveríamos cogitar do assunto. Parece-me que o amor é nosso passaporte para o paraíso.

—  Como você define o amor?
—  Segundo Jesus, amar é fazer ao semelhante todo o bem que gostaríamos de receber dele.

—  Concebendo assim fica complicado. Há milênios o homem é orientado pelo egoísmo.
—  Então, meu amigo, você há de concordar comigo que muita água rolará no rio do tempo, até que nos habilitemos aos paramos celestes.

—  Mas… e o fim do Mundo?
—  Ocorrerá um dia, sem dúvida, quando se apagar o Sol. Mas isso levará alguns bilhões de anos. Até lá teremos aprendido a amar, em integral cumprimento da lei divina.

—  Iremos finalmente para o paraíso?
—  Não importa onde será a nossa morada. Onde estivermos será o paraíso.


Não penseis que eu vim destruir a Lei ou os profetas.
Não os vim destruir, mas cumprir.

Porque em verdade eu vos digo:
—  Antes que passem o Céu e a Terra, nem um só jota, nem um só til da Lei passarão, sem que tudo se cumpra. Mateus, 5:17-18



Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 21 de Outubro de 2016, 00:23

[attachimg=1align=center=width=350]

COMPONENTE BÁSICO

—  Homem santo, você que conhece as misérias humanas e tem a inspiração do Céu, diga-me: por que não tenho paz?
—  O que faz entre os homens?

—  Sou um pastor das almas. Tenho muita gente sob meus cuidados.
—  Talvez não esteja conduzindo bem o seu rebanho…

—  Cultivo a  justiça.
—  Os fiéis estão satisfeitos com sua atuação?

—  Os que se enquadram, sim.
—  E quem não se enquadra?

—  Adúlteros, viciados, maliciosos, prepotentes, larápios – gente de má vida.
—  O que faz por eles?

—  Ordeno que se afastem.
—  Seu senso de justiça está comprometido pelo preconceito…

—  Faço o melhor que posso. Pessoas assim são perniciosas, dão maus exemplos. Uma maçã podre põe a perder o cesto…
—  Está explicado porque não está em paz. Divide os homens em bons e maus, esquecendo-se de que somos todos filhos de Deus.

—  Os maus afastaram-se do Senhor.
—  O mal é uma doença da alma. Não podemos discriminar alguém por estar enfermo. Jesus, que convivia com a chamada “gente de má vida”,  deixou isso bem claro ao ensinar que os sãos não precisam de médico.

—  Mas, e a justiça?
—  Deve estar sempre presente em nossas ações. Imperioso, entretanto, não esquecer um componente básico. Sem ele jamais ultrapassaremos as limitações do juizo humano.

—  Componente básico?
—  Sim, a compaixão.


—  Aquele, pois, que violar um destes mandamentos, ainda que mínimo, e assim o ensinar aos homens, será o menor no Reino dos Céus. 

—  Ao passo que aquele que os observar e ensinar será chamado grande no Reino dos Céus.

—  Porque vos digo que se a vossa justiça não exceder em muito a dos escribas e fariseus, não entrareis no Reino dos Céus Mateus, 5:19-20



Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 21 de Outubro de 2016, 00:47

[attachimg=1align=center=width=350]

PANCADARIA VERBAL

—  Benhê... Passou minha camisa?
—  Não foi possível, docinho... As crianças me ocuparam o dia todo…

—  Droga! Você sabia que eu iria usá-la hoje.
—  Sim, mas não deu. Além do mais, há outras camisas.  É só escolher.

—  Não teve tempo ou faltou vontade?
—  Vontade tenho de mandá-lo para o inferno quando me fala assim.

—  Você é mesmo uma inútil!
—  Inútil é aquela senhora que o colocou no mundo,  imbecil!

—  Tem razão. Só um imbecil casaria com uma doida mal-educada...
—  Vá para o inferno, machista sem caráter!

—  Não é preciso. Vivo com você!
—  ... (censurado).

—  ... (censurado).
—  ... (censurado).


Ouvistes  o que foi recomendado aos antigos:

—  “Não matarás”
—  “E  Quem matar estará sujeito a julgamento”.

Eu, porém, vos digo que quem quer que se encha de cólera contra seu irmão, estará sujeito a julgamento. Aquele que disser a seu irmão:
—  “Raca”, estará condenado pelo tribunal;

E aquele que lhe disser:
—  “És louco”, merecerá condenação ao fogo do inferno. Mateus, 5:21-22.


Tribunal – Consciência.
Inferno - Estado de consciência.
Raca: Homem sem nenhum valor.
Fogo do Inferno  – Arrependimento, remorso, angústia.

Raca: Os judeus pronunciavam essa palavra cuspindo de lado para evidenciar seu desprezo.


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 21 de Outubro de 2016, 00:56

[attachimg=1align=center=width=350]

CORAÇÃO PRISIONEIRO

—  Não consigo orar. Tento concentrar o pensamento, evocar a proteção divina, sem resultado. Há algo que impede, como  uma barreira…
—  O contato com o Céu pede determinados cuidados. Você procura um local tranquilo e isolado, evitando qualquer distração?

—  Sim, oro na solidão de meu quarto.
—  Faz uma preparação?

—  Leio algo que toque minha sensibilidade.
—  Não estará ocorrendo que você exercite a oração cansado, já deitado, sem conseguir concentrar-se no propósito de elevar o sentimento?

—  Sempre guardo o cuidado de orar em plena vigília, enquanto o corpo não reclama descanso.
—  Talvez você esteja apenas repetindo fórmulas verbais…

—  Tento conversar com Deus.
—  Tem desafetos?

—  Quem não os tem? É impossível desenvolver iniciativas, particularmente nas atividades comerciais e profissionais, sem que alguém sinta-se prejudicado.
—  Mas a consciência está em paz?

—  Não inteiramente. Afinal, como toda gente, estou longe de ser um santo…
—  Procura desfazer mágoas que suas atitudes tenham causado a alguém, até mesmo em razão de um mal-entendido?

—  Isso não! Seria humilhante! Afinal tenho que preservar minha dignidade.
—  Está explicado por que não consegue orar. Enquanto houver motivo legítimo para alguém ter mágoa de nós, traremos o coração prisioneiro, incapaz de elevar-se à sintonia com Deus.

—  Se, pois, quando apresentares no altar a tua oferenda, te lembrares de que teu irmão tem qualquer coisa contra ti, deixa-a diante do altar e vai primeiro reconciliar-te com ele. Depois, então, vem apresentar a tua oferta. Faze o mais depressa possível as pazes com o teu adversário, enquanto estás a caminho com ele, para não suceder que ele te entregue ao juiz, este ao oficial de justiça e que sejas metido na prisão.


Em verdade te digo que dali não sairás enquanto não houveres pago até o último centavo. Mateus, 5:23-26

Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 25 de Outubro de 2016, 20:59
[attachimg=1align=center=width=350]

A FORÇA DO EXEMPLO

—  Tenho sério problema com minha esposa. Acha que Espiritismo é coisa do diabo.
—  Ela conhece a Doutrina?

—  Que nada! Nem se dá ao trabalho de folhear jornais e livros que levo para casa.
—  Sugeriu que participe de uma reunião doutrinária para superar a impressão negativa?

—  Não admite sequer falar a respeito e acha ruim quando saio. Sou obrigado a dar uma “engrossada” para que respeite meus compromissos.
—  Experimente instituir o Culto do Evangelho no Lar. É  valiosa oportunidade de trocar ideias em torno das lições de Jesus, harmonizando o ambiente doméstico.

—  Conheço minha mulher. Acabaríamos em pancadaria verbal.
—  E o relacionamento entre vocês?

—  Ela é feminista de carteirinha. Vive a proclamar igualdade de direitos, esperando que eu assuma encargos domésticos. Comigo não! Mulher tem que ser submissa ao marido. Por  isso brigamos muito.
—  Experimente exercitar cooperação, compreensão e tolerância, como ensina o Espiritismo.

—  Aí será demais! Se demonstrar fraqueza ela toma conta.
—  É mais provável que com seu exemplo a esposa se convença de que Espiritismo é algo muito bom. Faz de você um verdadeiro cristão. Pense nisso…


●  Vós sois a luz do Mundo.
●  Não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte.
●  Nem se acende uma candeia para colocá-la debaixo do alqueire, mas no velador, a iluminar todos os que se encontram na casa.

Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem  vosso Pai que está nos Céus. 
Mateus, 5:14-16


●  Candeia: Lâmpada rudimentar alimentada por óleo.   
●  Velador: Suporte para fixação da candeia. Candelabro.
●  Alqueire: Antigo recipiente que funcionava como medida para secos e molhados.



Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 26 de Outubro de 2016, 01:56


[attachimg=1align=center=width=350]

FANTASIA

– Você viu?
– O quê?

– Aquela mulher...
– Sim, e daí?

– É de “fechar o comércio”!
– Realmente, é muito bonita.

– Seria capaz de uma loucura por ela!
– Que é isso, rapaz?!  E sua esposa?

– Calminha, amigo... Sonhar não é pecado. Apenas me imagino em seus braços. Seria o paraíso...
– Você está a infringir leis de harmonia que regem nossa vida interior.

– E daí?
– Esses devaneios acabarão por envolvê-lo  com influências espirituais inferiores.
           
– Qual nada! Isso é caretice! Um pouco de fantasia sempre alegra a existência...
– Cuidado. Sonhos inconseqüentes e viciosos costumam transformar-se em pesadelos.


Ouvistes o que foi dito aos antigos: “Não cometerás adultério”.
Eu, porém, vos digo: Qualquer que olhar uma mulher com intenção impura no coração, já cometeu adultério com ela. Mateus, 5:27-28



Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 27 de Dezembro de 2016, 15:57


[attachimg=1align=center=width=350]

BÊNÇÃOS

– Não estivesse eu numa cadeira de rodas e certamente iria tomar satisfações com aquele miserável.
– Abençoada cadeira de rodas! Evita seu envolvimento com atitudes agressivas que lhe causariam sérios embaraços.

– Ah! Se eu fosse linda como ela, logo daria um jeito na minha situação. Poria os homens a meus pés, conseguiria tudo o que desejo. Infelizmente, não tenho nenhum atrativo físico. Odeio meu corpo!
–  Abençoado corpo! Não fosse por ele e você bem seria capaz de conturbar lares e comprometer consciências, complicando seu destino.

–  Herdei vasta fortuna de meus pais. Poderia divertir-me pelo resto da vida. No entanto, tenho um fígado frágil, um estômago enjoado.
– Abençoadas limitações! Impõem a você valiosas disciplinas e renovadoras reflexões.

– Minha vida é muito difícil.  Nunca tive chance de estudar, de desenvolver  conhecimentos e crescer profissionalmente. Adoro  uma praia, viajar, curtir a madrugada, bebericar com os amigos, mas é impossível. Trabalho de sol a sol em modesto emprego. Mal dá para sustentar a família numerosa. Várias bocas a alimentar!…
– Abençoada vida difícil! Evita que você se comprometa na indolência e se envolva com vícios e desajustes, que precipitaram seus fracassos no passado.


Se teu olho direito te leva ao pecado, arranca-o e atira-o longe de ti.

Melhor perderes um dos teus órgãos  do que ser todo o teu corpo lançado na Geena Se tua mão direita te leva ao pecado, corta-a e lança-a longe de ti.
 
Melhor perderes um dos teus membros do  que ir todo o teu corpo  para a Geena.
Mateus, 5:29-30


Geena – Local, nas proximidades de Jerusalém, onde eram queimados detritos. Aqui aparece como sinônimo de Inferno.

Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 05 de Janeiro de 2017, 12:52

[attachimg=1align=center=width=350]

ADULTERAÇÃO

– Soube que você se divorciou.
– Faz tempo! Até me casei novamente…

– O que houve?  Parecia viver bem com a esposa…
– A infeliz andava neurótica. Reclamava demais. Cansei de suas impertinências.

– E os filhos?
– Vivem com a mãe.

– Estão bem?
– Minha ex-mulher envolveu-se com um homem casado… Há problemas com ela e as crianças.

– E você?
– Casei-me novamente.

– Está tudo em ordem?
– Vou levando. Tudo bem enquanto a segunda esposa não esgotar minha paciência.

– Se perturbar vai passear também?
– Não tenha dúvida.

– Você não teme ter que responder por isso perante as leis divinas?
– Ora essa, por quê?

– Por essa disposição em descasar sem motivo justo, criando embaraços para a família.
–  Quer motivo mais justo do que meu bem-estar? E como ser feliz junto a alguém que não atenda às minhas necessidades e desejos?

– Pensando em nós mesmos tudo se justifica…
– É isso aí! A primeira preocupação deve ser conosco. Jesus ensinou que devemos amar o próximo como a nós mesmos. Antes, portanto, de amar alguém devo amar-me.

– Você está adulterando o princípio divino, interpretando-o de conformidade com suas conveniências. Amar o próximo como a nós mesmos implica em contribuir para seu bem estar na mesma proporção em que nos preocupamos com o nosso.
– Ora essa! Como alcançar a felicidade prendendo-me a quem não me agrada?

– Está feliz assim?
– Convivo com indefinível inquietação. Creio que ainda não encontrei o par ideal…

– Talvez seja o clamor de sua consciência. Felicidade, meu amigo, é uma plantinha frágil, que jamais se sustenta na aridez do coração insensível às aspirações e necessidades alheias. Pior, ainda, quando contribuímos para os enganos daqueles que compartilham de nossas experiências.


Também ouvistes o que foi dito aos antigos:
“Quem repudiar sua mulher, dê-lhe carta de divórcio”.
Eu, porém, vos digo que quem repudiar sua mulher, a não ser por causa de infidelidade, a expõe a tornar-se adúltera. E qualquer que casar com a repudiada comete adultério. Mateus, 5:31-32


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 05 de Janeiro de 2017, 12:57

[attachimg=1align=center=width=350]                                         

CAMINHOS PERIGOSOS

– Não sei o que está acontecendo comigo. Ando nervoso e tenso, sem motivo.
– Talvez esteja sofrendo influências espirituais negativas.

– É provável. Não há outra explicação, porquanto vai tudo muito bem em minha vida.
– Cumpre seus deveres?

– Integralmente. Cuido bem de minha mulher e dos filhos. Sou prudente na direção de meus negócios. Ajudo meus funcionários, pago-lhes régio ordenado. Frequento o culto religioso e até contribuo para obras assistenciais.
– Não tem nada a esconder?

– Quem não tem? Afinal não sou nenhum santo perdido na Terra.
– Costuma mentir?

– Faz parte do cotidiano.
– Por exemplo?

– Bem,  nas atividades comerciais cometo algumas infrações. Se levar muito a sério as obrigações fiscais e sociais estou falido! Os encargos são demais.
– Os fregueses…

– Nem sempre sou sincero ao divulgar as virtudes dos produtos que vendo e quanto às porcentagens de lucro. Mas isso faz parte do negócio.
– No relacionamento social…

– Há as inevitáveis mentiras de conveniência. Costumo “não estar”, quando gente inoportuna me procura ou telefona.  Ninguém é de ferro…
– Junto à família…

– Sou obrigado a mentir sobre uma amiga com quem mantenho relações, digamos, amistosas… Minha esposa é uma boa mulher, mas não atende às minhas necessidades.
– Então você mente o tempo todo…

– Impossível falar sempre a verdade.
– Está explicado porque não se sente bem. A mentira coloca-nos em contato com baixos padrões de vida mental. Experimente melhor sintonia. Viva às claras,  sem esconder nada de ninguém.

– Que é isso! Está querendo acabar comigo?!
– Não, apenas tento ser seu amigo. Cuidado com a mentira. Ela vem dos domínios perigosos da inconseqüência, onde somos facilmente colhidos por nefastas influências.

– O amigo há de convir que, pelo menos em princípio, resolve nossos problemas…
– Resolve, não! Apenas adia o momento em que deveremos encarar nossas responsabilidades. E sempre complica!


Ouvistes o que foi recomendado aos antigos:
 “Não jurarás falso, mas cumprirás os juramentos feitos ao  Senhor.”
Eu, porém, vos digo que não jureis de forma alguma.
Nem pelo Céu, que é o trono de Deus.
Nem pela Terra, que é o descanso de seus pés.
Nem por Jerusalém, que é a cidade do grande Rei.
Não jurareis tampouco pela vossa cabeça, porque não podeis tornar branco ou preto um só de seus cabelos.
Limitai-vos a dizer:
Sim, sim; não, não.
O que disso passar procede do Maligno.
Mateus, 5:33-37


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 05 de Janeiro de 2017, 13:00
[attachimg=1align=center=width=350] 

BOI E BOIADA

– Comigo ninguém tira proveito! Aquele imbecil bateu na traseira de meu carro e pretendia impor-me uma responsabilidade que é dele!  Não entende nada de trânsito!
– O que  alegou?

– Disse que eu não sinalizei que ia virar e parei bruscamente.
– E você?

– Aconselhei-o a procurar um oftalmologista.
– E ele?

– Atreveu-se a contestar asperamente. Foi o seu erro. Dei-lhe uma bolachada no nariz. Não fosse a turma do “deixa disso”  eu o faria arrepender-se de ter nascido.
– E agora?

– Está me processando por direção perigosa e agressão…
– Complicou…

– Para ele. Vai se dar mal. Contratei o melhor advogado. Consegui testemunhas. Não receberá nenhum centavo e ainda pagará as custas!
– Essas disputas são desgastantes e trazem muitos aborrecimentos. Não seria melhor  um acordo?

– Nada disso! Dou um boi para não entrar numa briga, mas dou uma boiada para não sair dela. Aquele cretino verá!…
– Você não precisaria usar um único boi se cultivasse a compreensão. E acabará aprendendo que não há boiada que valha a nossa paz.

 
Sabeis que vos foi antigamente dito:
“Olho por olho, dente por dente”.
Eu, porém, vos digo que não oponhais resistência ao homem mau.
Que, ao contrário, se alguém vos bater na face direita, lhe apresenteis a outra.
E àquele que quiser demandar convosco em juízo para vos tomar a túnica, cedei-lhe também a capa
E se alguém vos forçar a caminhar mil passos, caminhai com ele dois mil.
Dá a quem te pede e não voltes as costas a quem te pede emprestado.
Mateus, 5:38-42


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 05 de Janeiro de 2017, 13:04
[attachimg=1align=center=width=350]

CORAÇÃO ENVENENADO

– Aquele homem o cumprimentou...
– Eu vi.

– Não responde?
– Para mim ele não existe. Quero que se dane!

– Meu Deus! Que raiva é essa? Alguma desavença grave?
– Muitas. É meu ex-chefe. Aborreceu-me por muito tempo.  Exigente demais, com mania de perfeição, sempre a cobrar maior empenho dos subordinados. Tivemos atritos homéricos…

– Não parece má pessoa…
– Quem vê cara não vê coração. Além do mais me perseguia. Quando surgiu a oportunidade de uma promoção preferiu indicar um colega menos qualificado. Foi tremendamente injusto comigo!

– Isso é meio complicado, porquanto a visão de quem nos avalia pode ser diferente da nossa.
– Sim, principalmente quando objetiva favorecer um protegido…

– Não é  mais seu subordinado?
– Felizmente, não. Quero distância desse pilantra! Até tremo quando o vejo. Mau caráter!
– Cuidado. Raiva é ácido no coração. Não é melhor esquecer?

– Prefiro morrer envenenado a ensaiar qualquer gesto de boa vontade em favor dessa cobra peçonhenta que tanto me aborreceu!  Jamais esquecerei que fui prejudicado em minha carreira por culpa dele…
– Pelo que sei, você é um homem religioso, presta  reverência a Deus…

– Claro! Mas isso não tem nada a ver com o assunto de que falamos.
– Está  equivocado. Afinal, seu ex-chefe, antes de mais nada, também é filho de Deus…

– E daí?
– Você é um homem inteligente. Não terá dificuldade em responder a uma pergunta elementar: É possível reverenciar um pai detestando seu filho


Ouvistes o que foi dito:
“Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo”.
Eu, porém, vos digo:
Amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem, para que vos torneis filhos de vosso Pai que está nos Céus.
Ele que faz levantar-se o sol sobre bons e maus e descer a chuva sobre justos e injustos.
Porque se amardes aos vos amam, que recompensa tereis? Não fazem o mesmo os publicanos?
E se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis de especial? 
            Não fazem os gentios também o mesmo?
Sede, portanto, perfeitos, como perfeito é o vosso Pai Celestial.
Mateus, 5:43-48


Publicanos: Cobradores de impostos, execrados pelos judeus.
Gentios: Pagãos.


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 05 de Janeiro de 2017, 13:11

[attachimg=1align=center=width=350]
O SALÁRIO DA VAIDADE
           
Dialogo na alfândega do Além.
–  Diz o recém-desencarnado ao atendente angélico: 

– Desejo uma suíte no Céu.
– Bela escolha. Tem recursos?

– Trago malas repletas.
– Boas ações?

– Inúmeras. E das grandes!
– O que fez?

– Frequentes e generosas doações a entidades assistenciais.
– Excelente. A caridade gera imensas riquezas para a Alma. Posso examinar sua bagagem?

–  Certamente.   
–  Sinto muito, mas  esses valores, embora respeitáveis,  não lhe dão direito ao ingresso em nossas instalações.

–  Ora essa! Por quê? Dei muito dinheiro, principalmente em disposições testamentárias.
– Quanto ao testamento, você não deu nada. Apenas deixou o que não podia trazer consigo.

E seu grande objetivo ao efetuar doações foi  aparecer nos jornais, colher públicos agradecimentos.  Buscou o salário da vaidade, trombeteando generosidade, e o recebeu integralmente ao ter seu nome destacado como filantropo junto à opinião pública.

– Tanto dinheiro…
– Nenhuma caridade, nenhum propósito mais elevado. Apenas a intenção de aparecer. Sua bagagem não tem valor aqui.


Guardai-vos de fazer as vossas boas obras diante dos homens, para serdes admirados por eles. De outra sorte, recompensa não recebereis do vosso Pai que está nos Céus.
Quando, pois, derdes esmolas, não toques as trombetas diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem elogiados pelos homens.
Em verdade vos digo que esses já receberam a sua recompensa.
Quando derdes esmola, não saiba a vossa mão esquerda o que faz a direita, a fim de que a esmola fique secreta. E vosso Pai, que vê o que se passa em segredo, vos recompensará.
Mateus, 6:1-4


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 05 de Janeiro de 2017, 13:16

[attachimg=1align=center=width=350]
ONTEM E HOJE
Ontem:

– Fiquei impressionado com o testemunho de nosso amigo!
– Corajoso, antes de mais nada.

– Realmente… Levantar-se em plena reunião, diante de tanta gente, e abrir o seu coração publicamente, confessando-se pecador,  expondo seus problemas e pedindo a complacência de Deus… Não é para qualquer um…
– Uma autêntica profissão de fé!

– Um crente verdadeiro!
– Um exemplo a ser seguido…
– Sem dúvida!

Hoje:

– E o nosso amigo? Faz tempo que não o vejo!
– Nunca mais apareceu!

– Algum problema?
– Não. Companheiros foram procurá-lo. Constataram que  simplesmente perdeu o interesse.

– Lamentável! Estava tão convicto, tão confiante em Deus…
– O problema foi esse. Reclamou que foi enfático na exaltação da fé e, no entanto, nada de bom aconteceu em sua vida desde então.

– Não houve repercussão no Céu…
– Exatamente.

– Como explicar isso?
– Talvez Deus não aprecie a fé barulhenta, que faz propaganda de si mesma.


Quando orardes, não sereis como os hipócritas, porque gostam de orar em pé, nas sinagogas e nos cantos das praças para serem vistos pelos homens.
Em verdade vos digo que eles já receberam a sua recompensa.
Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada  a porta, orarás a teu Pai.
E teu Pai, que vê o que é secreto, te recompensará.
Mateus, 6:5-6


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 05 de Janeiro de 2017, 13:22

[attachimg=1align=center=width=350]

PETITÓRIO
–  Jesus,
–  Socorre-me em minhas necessidades…

–  Guia-me pelos caminhos retos.
–  Peço-te, Senhor, anotar  humildes petições:

–  Minha mulher, nervosíssima, inferniza o lar. Podes dar-lhe um “sossega leão” espiritual?
–  Meu filho anda ocioso, envolve-se em más companhias. Agradeceria se lhe arranjasses um serviço. Algo leve, que não o aborreça. A mocidade é difícil, Senhor…

–  Tem a menina.  É tempo de casar-se, mas não aparece bom partido. Se puderes convocar Santo Antônio…
–  Nossa doméstica falta demais, alegando problemas familiares. É possível resolver?  Fica complicado sem ela.

–  Surgiu uma chance de promoção,  mas a concorrência  na empresa anda brava. Um empurrãozinho da celeste misericórdia resolveria tudo…
–  Há o velho problema digestivo que me atormenta. Amanhã quero comer “aquela” feijoada… Abençoa meu fígado, Senhor, para que cumpra sua obrigação e não me estrague a festa.

–  Se possível, dá um jeito no vizinho. Não suporto suas reclamações, apenas porque a gente curte um som mais alto nos fins de semana. É um desmancha-prazeres!
–  Ah! Gostaria também de pedir pelo Lulu.  Deu  pra morder o pessoal da casa. Certamente foi contaminado pela neurose da patroa…

–  Finalizando, nem preciso dizer que a vida está pela hora da morte. Quem sabe, faças-me uma surpresa no jogo do bicho…
–  Certo de que serei atendido, agradeço, por antecipação, consciente, como nos ensinaste, de que tudo é possível ao que crê…

–  Assim seja.


Quando orardes, não useis de vãs palavras, como os gentios, porque presumem que pelo muito falar serão ouvidos. Não vos assemelheis a eles, porque Deus, o Vosso Pai, sabe o  de que tendes necessidade, antes que lho peçais.
Mateus, 6:7-8

Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 05 de Janeiro de 2017, 13:26
[attachimg=1align=center=width=350]

FALAR COM DEUS
           
– Oro muito. Passo horas falando com Deus...
– Horas?

– Sim, seguindo orientação de um amigo que entende do assunto, pronuncio mil vezes, diariamente, o Pai Nosso.
– E não se perde nas contas?

– Há um método especial para controlar.
– Não é muito?

– A gente acostuma.
– E quais os benefícios que procura na oração?

– Saúde, paz, bem-estar para mim e minha família…
– Tem obtido resultados?

– Não tanto quanto desejava. Mas assim consigo conviver com meus males e problemas.
– Não seria melhor aprender a superá-los?

– Tenho tentado com a oração, mas é difícil.
– Talvez seja porque você não está realmente orando. Apenas reza, repetindo palavras.

– Não entendo. Não foi Jesus quem nos ensinou?
– Sim, mas o objetivo não foi dar uma fórmula mágica, cujo valor esteja na repetição. Jesus demonstra, no Pai Nosso, o que é orar, isto é, quais os sentimentos que devemos mobilizar quando nos dirigimos a Deus.

– Mas enquanto repito a oração não estou me ligando a Deus?
–  São os sentimentos, não as palavras, que nos ligam a Deus. Em vez de repetir mil vezes, diariamente, o Pai Nosso, experimente fazê-lo apenas uma vez, lentamente. Detenha-se em cada frase. Faça um exame de consciência em função dela.

– Isso é reflexão…
– Exatamente o que a oração deve ser, um mergulho dentro de nós mesmos para ouvir o que Deus tem a nos dizer.
– E dá para ouvir Deus?

– Experimente. Reflita, já em princípio, sobre a grande notícia que há no início da oração ensinada por Jesus.
– Deus é nosso pai…

– Exatamente. Um pai justo e misericordioso que trabalha incessantemente pela nossa felicidade. O Senhor espera apenas que o procuremos na intimidade de nossos corações para nos agraciar com  suas bênçãos.
                       
Portanto,  orai assim:


Pai nosso que estás nos Céus, Santificado seja o teu nome. Venha o teu reino…Faça-se a tua Vontade, assim na Terra como no Céu. O pão nosso de cada dia, dá-nos hoje. Perdoa as nossas dívidas, assim como temos perdoado aos nossos devedores. Não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos de todo mal. Assim seja. Mateus, 6:9-13

Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 05 de Janeiro de 2017, 13:30

[attachimg=1align=center=width=350]

PERDOAR OS PECADOS

– Se  tivesse um revólver eu atiraria nele, sem complacência!
– Foi tão grave assim? Você está transtornada!

– O miserável abandonou-me após vinte e três anos de casamento!  Fui sempre fiel. Dediquei-lhe os melhores anos de minha vida. Tudo o que recebi como recompensa foi um bilhete lacônico em que se dizia apaixonado por uma mulher mais jovem e incapaz de viver sem ela.
– É natural que esteja magoada. Dê um tempo. A raiva vai passar…

– Só quando eu morrer. Faz cinco anos que aconteceu e até hoje tremo só em pensar na humilhação que sofri.
– Esqueça. Não vale a pena prender-se ao passado.  Faz mal. Complica nossa saúde.

–  Estou doente desde aquele dia fatídico.
– Não seria prudente pedir a Deus que a ajude a perdoar, para livrar-se da mágoa?

–  Ele que peça perdão a Deus pela maldade que fez.
–  O rancor machuca mais que a ofensa, espinho que nos recusamos a retirar do corpo ferido. É uma dor sem fim. Afasta-nos do consolo divino.

–  Estou bem com Deus. Sou a vítima.
–  Não é o que parece. Quem está bem com Deus vive em paz.

– Você está enganado. Estou doente e intranqüila por causa do mal que me fizeram.
–  O estrago maior em nós resulta de desejar o mal para o ofensor.

– Jamais perdoarei. Ele não merece.
– Pior para você. Ainda não percebeu que não perdoar é tão comprometedor quanto ofender.


Se perdoardes, pois, aos homens, as suas faltas, também o Pai Celestial vos perdoará.
Se, porém, não perdoardes aos homens tampouco vosso Pai perdoará as vossas faltas.
Mateus, 6:14-15


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 05 de Janeiro de 2017, 13:35

[attachimg=1align=center=width=350]

ANTE OS JEJUNS
O tribuno:

–  Meus irmãos, estreitos e difíceis são os caminhos do Senhor…
–  Tenho lutado, dia a dia, hora a hora, submetendo-me a penosas disciplinas, jejuns existenciais, para não perder os rumos da virtude…

–  Tentações me visitam diariamente, principalmente em relação aos prazeres do sexo, e muito sofro para evitar que a lascívia tome conta de mim…
–  A família nem sempre entende minhas iniciativas,  levantando pesados entraves à continuidade de meus esforços.

–  Nas atividades profissionais, enfrento sérios problemas.  Dois funcionários demitidos por incompetência, movem uma ação trabalhista contra minha empresa, inspirados por agentes das sombras…
–  Companheiros nos círculos religiosos criticam minhas iniciativas, exercitando intrigas e disseminando fofocas…

–  A doença freqüentemente impõe pesadas limitações ao meu trabalho.  Ainda agora aqui estou transmitindo a palavra do Senhor, não obstante uma enxaqueca terrível que me incomoda há horas…
–  Se hoje trago a expressão sofrida e prematuro envelhecimento, saibam, meus irmãos, que são os ferimentos do bom combate.

–  Tenho me alimentado com o pão que o diabo amassou, como diz a sabedoria popular, mas forças do mal não prevalecerão, por maiores sejam os sofrimentos e entraves que coloquem à minha frente…

No auditório:

– É uma pregação ou um discurso político?
– Sei lá! Mais parece  um comercial. É muito hábil em fazer propaganda dele mesmo!

           
Quando jejuardes, não tomeis um ar triste como os hipócritas, que desfiguram o semblante para que os homens vejam que eles estão jejuando. Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa.

Vós, porém, quando jejuardes, ungi a cabeça e lavai o rosto, a fim de não mostrardes aos homens que estais jejuando, mas somente ao vosso Pai, que está em secreto.
E vosso Pai, que vê o que está oculto, vos recompensará.
Mateus, 6:16-18


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 05 de Janeiro de 2017, 13:40
[attachimg=1align=center=width=350]                                                 

SE NÃO SURGIR NOVIDADE

– O que há, meu amigo? Faz tempo que não participa de nossas reuniões…
– É verdade. Sinto falta… Acontece que montei um novo negócio. Ando assoberbado...

– E as outras empresas? Foram vendidas?
– Nada disso. Estou firme em todas.

– A regra de ouro da prosperidade é nunca parar de investir. Quem se acomoda caminha para trás. Além disso há a família,  bocas a alimentar, filhos a encaminhar… Dinheiro nunca é demais…

– Do jeito que você se dedica aos negócios passa a impressão de que está alimentando um exército!… Não seria razoável cuidar de investimentos espirituais? Se não nos ligamos à atividade religiosa, cultivando valores de desprendimento e solidariedade, o dinheiro acaba nos comprometendo com a ambição e a usura…
– Dá um tempo. Depois que me acertar nesse novo estabelecimento, se não surgir novidade, aparecerei…

–  Cuidado com o tempo, meu amigo, ou descobrirá, um dia, que todo tempo que usou foi apenas perda de tempo, com lamentáveis comprometimentos espirituais.


Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a Terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam.
Mas, ajuntai para vós outros tesouros no Céu, onde nem a traça, nem a ferrugem corroem e onde ladrões não escavam nem roubam.
Porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração.
Mateus, 6:19-21
         

Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 05 de Janeiro de 2017, 13:44

[attachimg=1align=center=width=350]

A AÇÃO DAS TREVAS
                                                           
Em entrevista fraterna, no Centro Espírita:

– Vim buscar socorro. Ouvi dizer que esta é uma casa abençoada que ajuda as pessoas a resolverem seus problemas.
– Tentamos fazer o melhor. Em que podemos servi-lo, meu irmão?

– São as trevas! Não me dão sossego!
– Trevas?!

– Sim! A influência dos maus Espíritos.
– Pode dar um exemplo?

– Há inúmeros, a começar pela profissão. Em meu emprego os colegas vivem a  falar mal de mim, inspirados pelas sombras.
– O amigo deve ter apoio em sua religião…

– Devia! As trevas imiscuíram-se até entre os que evocam o nome de Deus e ensinam as lições de Jesus. Não me dão a devida atenção.
– Os amigos…

– Que amigos?! Só vejo hipocrisia ao meu redor! Impossível cultivar amizade com gente que nos sorri, mas no fundo ri de  nós.
– Como sabe disso?

– Tenho acurada sensibilidade. Percebo a influência das trevas envolvendo as pessoas.
– E a família?

– Um desastre! Os filhos caçoam de mim. Minha mulher vive a dizer que tenho mania de perseguição. Que devo consultar um psicólogo…
– Procurou?   

– Cometi essa asneira. Em princípio foi muito simpático. Ouvia-me atenciosamente, aliás o mínimo que poderia fazer, já que lhe pagava regiamente. Mas logo foi envolvido também, pretendendo impor-me a idéia de que eu é que preciso mudar. Não compreendeu que a essência de meu problema está no fato de que perseguidores espirituais induzem as pessoas contra mim.
– É conveniente o amigo pensar melhor. Afinal, se aparentemente todos estão contra nós, talvez seja mais acertado admitir que estamos contra todos…

– Ah! Meu Deus! Assim não é possível! As trevas estão aqui também!…


São teus olhos a lâmpada do corpo.
Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso.
Se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas.
Portanto, caso a luz que há em ti sejam trevas, que grandes trevas serão!
Mateus, 6:22-23


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 10 de Janeiro de 2017, 00:19

[attachimg=1align=center=width=350]

INVESTIMENTOS   
                                           

– Como o amigo sabe, um dos grandes problemas da atualidade são os chamados “meninos de rua”. Vivem sem nenhuma disciplina; entregam-se a promiscuidade; envolvem-se com as drogas e acabam na delinqüência…
– Sem dúvida! Essa moçada inconseqüente é uma praga social.

–  Na verdade são vítimas da própria  sociedade.  Há muita omissão. Pouco se faz para eliminar os bolsões de miséria que favorecem tal situação.
– São vítimas de si mesmos, de sua indolência! Não gostam de trabalhar! Não querem nada com a dureza!

– Tem razão, mas o grupo religioso que represento considera que eles são fruto do meio em que vivem. Nunca receberam orientação, apoio, ajuda… Nem mesmo alimentação adequada, desde o ventre materno. Invariavelmente, a subnutrição leva à perda da iniciativa, ao raciocínio lento…
– O que pretendem fazer?

– Uma casa de assistência aos menores de rua. Tentaremos ajudá-los a encontrar um rumo na vida.
– Vão perder tempo. Precisamos, isto sim, aumentar os efetivos policiais, tornar mais severas as penalidades, construir  mais prisões… Esse povo precisa de disciplina!

– É uma ideia respeitável. Mesmo assim acreditamos que investiríamos melhor orientando a criançada.
– Imagino que  vieram solicitar minha adesão…

– Estamos esperançosos.
– Infelizmente não será possível. Acabo de ampliar minha indústria.  Assumi pesados compromissos financeiros.

– Gostaríamos, ainda assim, de contar com sua contribuição, mesmo que seja algo simbólico. Seria um investimento também, de caráter social, melhorando as condições de vida em nossa cidade.
            – Sinto muito, mas realmente não vai dar. Talvez no próximo ano…

           
Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou aborrecerá a um e amará o outro; ou se unirá a um e desprezará o outro.
Não podeis servir a Deus e às riquezas.
Mateus, 6:24

Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 10 de Janeiro de 2017, 00:30


[attachimg=1align=center=width=350]                             

INQUIETAÇÕES 
 

– A vida está uma barra pesada! Tenho horror cada vez que vou ao mercado. Aquilo é um sorvedouro!
– Não parece tão ruim assim. Afinal você e sua mulher possuem empregos razoáveis, apenas dois filhos…

– E muitas privações, a começar pela alimentação. Jejum sem motivações religiosas ou estéticas. Falta de dinheiro mesmo…
– Falando em estética, você está elegante, roupas da moda…

– Nem me fale em roupas! Estão pela hora da morte!  Não vai longe o dia em que andarei de tanga, rebaixado à condição de índio.
– E a saúde? Deve estar ótima! Você tem um ar saudável…

– Engano seu. Vivo à custa de tranqüilizantes. Meu médico aconselha-me a relaxar ou acabo doido. Acho que já estou ficando… É muita tensão, muita preocupação com a subsistência.
– Ele tem razão… Não se empolgue tanto. Crie outras motivações de vida, menos voltadas para suas necessidades. Por sinal, nosso grupo assistencial está precisando de voluntários para visitar famílias carentes. Gostaria de participar?

– Você está fora da realidade! Com tantos motivos de inquietação,  como encontrar  tempo e disposição para pensar nos pobres?
–  É a melhor iniciativa em favor de nossa paz. Quando ajudamos o próximo a resolver seus problemas Deus resolve os nossos. Experimente…


Não andeis cuidadosos da vossa vida, pelo que haveis de comer ou beber, nem do vosso corpo, pelo que haveis de vestir.
Não é a vida mais do que o alimento e o corpo mais que a roupa?

Olhai as aves do Céu.
Não semeiam nem ceifam, nem ajuntam em celeiros e, no entanto, vosso pai celestial as alimenta.

Porventura, não valeis vós muito mais que elas?
Qual de vós, por ansioso que esteja, pode acrescentar um côvado à sua vida?

Olhai os lírios do campo. Não trabalham nem fiam.
Contudo, vos afirmo que nem Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como um deles.

Ora, se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã será lançada fora, quanto mais a vós, homens de pouca fé!

Portanto, não vos inquieteis, dizendo:
Que comeremos?
Que beberemos?
Com que nos vestiremos?

Os gentios é que se ocupam de todas essas coisas.
Vosso pai celestial sabe que precisais de todas elas.

Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e tudo o mais vos será dado por acréscimo. Portanto, não vos inquieteis com o dia de amanhã, pois o amanhã trará os seus cuidados.

Basta a cada dia o seu trabalho.   
Mateus, 6:25-34
Côvado - Antiga medida de cumprimento, equivalente a três palmos.


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 10 de Janeiro de 2017, 00:38

[attachimg=1align=center=width=350]

FOFOCAS

—  O que acha da nova colaboradora para as visitas às favelas?
—  Dizem que não é flor que se cheire…

—  E o marido?
—  Parece ter um rei na barriga! Passa empinado, ignorando as pessoas... Deviam selecionar melhor os voluntários…

—  Falta competência. Precisamos de dirigentes preparados para orientar. Sai cada bobagem…
—  Por falar nisso, a nossa diretora do setor de atendimento fraterno não tem aparecido…

—  Seria bom que desistisse. Muito brega para cuidar do pessoal que chega ao Centro.
—  Brega e fofoqueira! Noutro dia falava mal de você.

—  Infeliz! Logo de mim  que sempre a apoiei… Não se pode confiar em ninguém!
—  É verdade. Ocorrem fatos lamentáveis, envolvendo quem menos se espera. Soube do nosso monitor de reuniões mediúnicas? Anda enrolado com um negócio mal feito. Imagine só! Exalta a disciplina e ele mesmo se complica…

—  Deve ser problema com a mulher.  Gasta o que não tem! Pula miudinho com ela…
—  É um palerma. Se fosse comigo dava-lhe umas bordoadas...

—  Triste mundo este! Até na atividade religiosa encontramos problemas de relacionamento…
—  É verdade! Ainda bem que não pertencemos a esse time de  desajustados…


Não julgueis para que não sejais julgados.
Porque com o critério com que julgardes, sereis julgados.

E com a medida com que tiverdes medido vos medirão também.
Por que vedes o cisco no olho de vosso irmão e não enxergais a trave que tendes no vosso?
Hipócritas!

Tirai primeiro a trave do vosso olho e então vereis claramente para tirardes o cisco do olho de vosso irmão.Mateus, 7:1-5



Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 10 de Janeiro de 2017, 00:43

[attachimg=1align=center=width=350]               

MINHA MÃE, NÃO!

– Vou desmascará-los a todos. São  uns aproveitadores da ingenuidade alheia…
– A quem você se refere?

– Àquele grupo que se reúne para conversar com os mortos.
– Esteve lá?

– Sim, convidaram-me.
– O que viu?

– Muita enganação. Simularam a manifestação de Espíritos sofredores que supostamente não sabem que morreram. Diziam que era para ajudá-los.
– O que você viu?

– Absolutamente nada! Pessoas fechavam os olhos e falavam como se transmitissem a manifestação dos mortos.
–  Eram todos sofredores?

– Veio um orientador. Chamavam de guia. Falou umas baboseiras relacionadas com reforma íntima e ajudar as pessoas. O pior aconteceu no final.
– Mais Espíritos?

– Um apenas. Você nem imagina quem…
– Alguém conhecido?

– Minha  mãe!
– Deve ter sido emocionante…

– Está brincando! Percebi logo tratar-se de uma mistificação grosseira. A suposta entidade demonstrou as mesmas preocupações de todas as mães, a aconselhar-me, como se estivesse diante do menino que criou. Imagine o absurdo! Um Espírito agir como se ainda vivesse entre nós, a reviver antigos cuidados!
– Você não deveria criticar. Afinal, trata-se de uma crença e eles o convidaram com a melhor das intenções.

– Que nada! São uns mistificadores. Além do mais, se acreditam naquelas fantasias, que evoquem suas próprias mães! A minha não admito!
– O que pretende fazer?

– Vou aos jornais, as emissoras de rádio, à televisão. Acabo com todos! Vão pagar caro por essa grosseira encenação.
–  Talvez seja bom pensar um pouco a respeito. Afinal, foi um contato superficial. E se for tudo verdade? Talvez o erro tenha sido convidá-lo a participar de uma atividade para a qual não estava preparado.

– Ora essa! Com quem você pensa que está falando? Acha que sou algum imbecil?!
– Não é isso. Apenas…

– Pare! Não diga mais nada! Percebo que você aceita as mistificações dessa cambada!

             
Não deis aos cães as coisas santas, nem lanceis as vossas pérolas diante dos porcos, para que não suceda que as pisem e, voltando-se, vos estraçalhem. Mateus, 7:6

Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 10 de Janeiro de 2017, 00:47
[attachimg=1align=center=width=350]                                                       

O TRIGO E O PÃO
           
– Estou aborrecido com Deus.
– Por que?

– Peço prosperidade, vem a dificuldade. Procuro soluções, encontro problemas. Bato às portas celestes, escancaram-se crises terrestres. Assim não dá!
– Talvez você não esteja entendendo as respostas de Deus.

– O que quer dizer?
– Geralmente, cogitamos dos interesses do homem perecível, sem observar que Deus atende às necessidades do espírito imortal.   

– Continuo confuso…
– Dificuldades, problemas e crises são valiosos instrumentos de progresso. Agitam a alma, desbastando nossas imperfeições mais grosseiras. Inspiram-nos, sobretudo,  a cogitar das finalidades da existência. Quando tudo vai muito bem, tendemos a nos embaraçar no comodismo e na indiferença.

– De qualquer forma, Deus sempre poderia dar-nos uma “colher de chá” ajudando-nos em relação à subsistência e à melhoria das condições de vida.
– É o que nosso Pai faz sempre. A cada dia temos a oportunidade de alcançar o que precisamos e o que desejamos. A única condição é que estejamos dispostos a nos movimentar. Que confiemos nele, cultivando os valores do aprendizado incessante e do trabalho disciplinado.

– Por exemplo…
– É simples. Pedimos o pão e Deus nos dá a bênção do trigo. Entretanto, a semeadura, o trato da terra e a colheita, são trabalhos nossos.

– E ainda temos que preparar o pão…
– Sim. Deus sustenta a vida, mas qualidade de vida é sempre o resultado de nossas iniciativas.

– A felicidade, então, não seria algo gratuito, o mero atendimento de nossos desejos.
– Exatamente. Ela está fundamentalmente relacionada com o desejo de entendermos o que Deus espera de nós.


Pedi e vos será dado.
Buscai e achareis.
Batei e vos será aberto.
O que busca, encontra.
E a quem bate, lhe será aberto.
Pois todo aquele que pede, recebe.
Ou qual de vós é o homem que, se porventura o filho lhe pedir pão, lhe dará pedra?
Ou se lhe pedir um peixe, lhe dará uma cobra?
Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos Céus, dará boas coisas aos que lhe pedirem. Mateus, 7:7-11


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 10 de Janeiro de 2017, 00:51

[attachimg=1align=center=width=350]

– Sinto sede, sede ardente de amor, não o amor sexo, o amor paixão… Anseio pelo amor carinho, o amor ternura, o amor bondade, que me faça sentir que ocupo algum espaço na vida daqueles que me rodeiam.
– Realmente, o amor é a maior bênção da vida. Sem ele, nossa alma resseca, qual planta sem alimento.

– É exatamente assim que me sinto – um arbusto solitário e frágil sem a dádiva da chuva…
– O marido…

– Desconhece o que seja carinho e ternura.
– Os filhos…

– Nunca me abraçam, raramente me beijam.
– Os amigos…

– São frios e distantes.
– No culto religioso…

– Encontro algum alento na oração, mas é só.  Não consigo integrar-me. Sinto-me discriminada, como se tivessem algo contra mim.
–  Experimentou exercitar a ternura com o marido, abraçar e beijar os filhos, cultivar interesse pelo bem-estar das pessoas, participar das iniciativas do grupo religioso?

– Bem que gostaria, mas não consigo. É impossível dar o que não recebemos…
– Há um equívoco de sua parte. É da Lei Divina que recebamos o que damos. Se você procura amor é indispensável que o estenda ao redor de seus passos.

– Não sei como fazer isso.
– É tão simples! Dê às pessoas o que gostaria de receber delas.

– Resolverá meu problema de solidão?
– Agindo assim  jamais se sentirá solitária, comungando com as Fontes da Vida. Considere, ainda, que o amor é facho celeste que ilumina e aquece. As pessoas gravitam irresistivelmente ao redor daqueles que o acendem na própria alma.


Tudo o que quiserdes que os homens vos façam, fazei-o assim também a eles.
Isso resume a Lei e os profetas.Mateus, 7:12


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 10 de Janeiro de 2017, 00:54


[attachimg=1align=center=width=350]

MUSCULAÇÃO  ESPIRITUAL

– Noutro dia ouvi o pregador dizer que devemos cultivar os músculos do Espírito, que seriam as virtudes evangélicas.
– Belas palavras, mas utópicas…

– Realmente, pretender que nos convertamos em santos é a fantasia de todo religioso. Isso não pode ser feito do dia para a noite. Não dá!
– Sem dúvida! Veja a questão do sexo, por exemplo. Minha mulher raramente está disposta. Então, quebro o galho fora.  Mas faço tudo muito discretamente para não magoá-la. Não vejo mal nenhum.

– Nem eu. O mesmo acontece nos negócios.  Impossível oferecer ao funcionário o ordenado que gostaríamos de receber se fizéssemos seu serviço, nem é viável pagar todos os impostos ou cumprir as obrigações sociais.

–  Se formos levar tudo de acordo com a moral cristã estamos fritos!
– Penso assim também com relação ao álcool e o cigarro, anunciados como invenções demoníacas. O diabo parece bem mais razoável do que Deus. São grandes curtições que favorecem nossa vida... O cigarro é um tranquilizante de primeira. O álcool nos deixa eufóricos…

– Quando  encho a cara no fim de semana, fico um “arraso”.
– Até umas cafungadas, eventualmente, não tem problema. Sinto-me transportado ao paraíso quando faço uso de uma droga.
         
–  E quanto a essa história de mansidão? Se for bonzinho e calmo as pessoas acabam com você. É preciso explodir de vez em quando, mostrando que não estamos mortos, nem temos sangue de barata.
–  A conclusão a que a gente chega é de que a religião, às vezes, só atrapalha…

– Um amigo meu vive a me alertar que vão nos cobrar isso tudo no Além. Mas parece-me algo remoto. Vamos desfrutar o presente…
– E deixemos a musculação espiritual  para quem está com o pé na cova…

– Positivo! Temos muito tempo pela frente!
– Quer saber de uma coisa? Nem mesmo tenho certeza de que haverá outra vida…
         

Entrai pela porta estreita, pois larga é a porta e espaçoso o caminho que conduz à perdição e muitos são os que entram por ela.  Porque estreita é a porta e apertado o caminho que conduz para a Vida e são poucos os que acertam com ela. Mateus, 7:13-14

Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 10 de Janeiro de 2017, 01:30


[attachimg=1align=center=width=350]

MUSCULAÇÃO  ESPIRITUAL

– Noutro dia ouvi o pregador dizer que devemos cultivar os músculos do Espírito, que seriam as virtudes evangélicas.
– Belas palavras, mas utópicas…

– Realmente, pretender que nos convertamos em santos é a fantasia de todo religioso. Isso não pode ser feito do dia para a noite. Não dá!
– Sem dúvida! Veja a questão do sexo, por exemplo. Minha mulher raramente está disposta. Então, quebro o galho fora.  Mas faço tudo muito discretamente para não magoá-la. Não vejo mal nenhum.

– Nem eu. O mesmo acontece nos negócios.  Impossível oferecer ao funcionário o ordenado que gostaríamos de receber se fizéssemos seu serviço, nem é viável pagar todos os impostos ou cumprir as obrigações sociais.

–  Se formos levar tudo de acordo com a moral cristã estamos fritos!
– Penso assim também com relação ao álcool e o cigarro, anunciados como invenções demoníacas. O diabo parece bem mais razoável do que Deus. São grandes curtições que favorecem nossa vida... O cigarro é um tranquilizante de primeira. O álcool nos deixa eufóricos…

– Quando  encho a cara no fim de semana, fico um “arraso”.
– Até umas cafungadas, eventualmente, não tem problema. Sinto-me transportado ao paraíso quando faço uso de uma droga.
         
–  E quanto a essa história de mansidão? Se for bonzinho e calmo as pessoas acabam com você. É preciso explodir de vez em quando, mostrando que não estamos mortos, nem temos sangue de barata.
–  A conclusão a que a gente chega é de que a religião, às vezes, só atrapalha…

– Um amigo meu vive a me alertar que vão nos cobrar isso tudo no Além. Mas parece-me algo remoto. Vamos desfrutar o presente…
– E deixemos a musculação espiritual  para quem está com o pé na cova…

– Positivo! Temos muito tempo pela frente!
– Quer saber de uma coisa? Nem mesmo tenho certeza de que haverá outra vida… 
       

Entrai pela porta estreita, pois larga é a porta e espaçoso o caminho que conduz à perdição e muitos são os que entram por ela.
Porque estreita é a porta e apertado o caminho que conduz para a Vida e são poucos os que acertam com ela. Mateus, 7:13-14



Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 10 de Janeiro de 2017, 01:34
[attachimg=1align=center=width=350]

ALUNO POUCO APLICADO

No umbral, o purgatório da tradição religiosa:

– Generoso benfeitor, que se dignou a atender minha oração, por que estagio nesta região de sofrimentos?…
– Tudo tem uma razão de ser. A justiça de Deus é perfeita.

– Exatamente por isso não entendo. Fui ligado à religião,   conhecia os textos sagrados…
– Mas não os cumpria.

– Orientei as pessoas para Deus…
– Mas não seguiu pelos caminhos que indicava.

– Sempre dei o melhor de mim…
– Em seu próprio benefício.

– Orientava as famílias…
– Para que gravitassem em torno de seus desejos.

– Atendia os pobres…
– Retinha valores a eles destinados.

– Orava muito…
– Com os lábios apenas.

– Combati o mal…
– Nunca o enfrentou em si mesmo.

– Defendi a religião…
– Atacava os que não pensavam como você.

– Fiz de Jesus meu mestre…
– Foi péssimo aluno.

– Estudei suas lições…
– Esqueceu-se de observá-las.


Nem todo aquele que me diz: “Senhor, Senhor”, entrará no Reino dos Céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos Céus.

Muitos, naquele dia, hão de dizer-me:           
“Senhor, Senhor! Porventura não temos nós profetizado em teu nome, não expelimos demônios em teu nome, e não fizemos, em teu nome, muitas maravilhas?”

Eu, então, lhes direi claramente:
Nunca vos conheci.

Afastai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade. Mateus, 7:21-23



Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 10 de Janeiro de 2017, 01:45


[attachimg=1align=center=width=350]

TERRENO FRÁGIL

– Estou desesperado! Penso em me matar! Não vejo outra saída…
– Que loucura! Você tem conhecimento religioso. Sabe que  o suicida sofre horrores. Tire essa idéia da cabeça, meu amigo.

– É fácil falar assim não enfrentando meus problemas.
– São tão graves?

– Minha mulher engraçou-se com um pilantra e me abandonou. Meu negócio foi à falência. Meu único filho, desnorteado com a fuga da mãe, envolveu-se com drogas.
– Imagino sua angústia… Uma grande provação, não há dúvida. Mas você tem sua fé cristã. Apegue-se a ela.

– Que fé pode resistir a essas tragédias?!
– Jesus ensinava que não cai uma folha de uma árvore sem que seja pela vontade de Deus. Tudo tem sua razão de ser…

– Não posso aceitar um Deus que manda tantas desgraças!
– A única desgraça autêntica é feita por nós mesmos, quando nos rebelamos, deixando de cumprir os desígnios divinos.

– Tudo isso é muito bonito na teoria…
– Esse é o grande problema dos religiosos. Aceitam a teoria, submetem-se aos aspectos exteriores de sua crença, mas se esquecem de vivenciá-la.

– Vivenciar?
– Como Jesus ensinou e exemplificou… Ele deixou-se crucificar pedindo a complacência divina para seus algozes, mostrando que o caminho para Deus passa necessariamente pelo sacrifício de nossos interesses pessoais e pelo perdão irrestrito aos nossos ofensores.

– Sim, mas Jesus foi o mensageiro divino. Eu sou apenas um homem frágil. Não tenho vocação para o sacrifício nem disposição para perdoar.
– Por isso sofre tanto! Mas pense um pouco: por que Jesus se daria ao trabalho de vir nos ensinar se não houvesse condições para a Humanidade assimilar e vivenciar suas lições?

– Você quer dizer que o problema não é de capacidade, mas de vontade?
– Exatamente. A vontade nos permite a realização plena da fé inabalável, a nos sustentar nos temporais da existência.

– Existe alguma fórmula para isso?
– Existe existência, e faça o mesmo.

– Será que vai dar certo?
– Você ficará surpreendido com os resultados.


Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica, será comparado a um homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha.

E caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha.

E todo aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica, será comparado a um homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia.

Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, fazendo que desabasse. E foi grande a sua ruína.Mateus, 7:24-27

Quando Jesus acabou de proferir estas palavras, estavam as multidões maravilhadas com sua doutrina. Porque ele as ensinava como quem tem autoridade, e não como os escribas. Mateus, 7:28-29

 
FIM


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 11 de Janeiro de 2017, 03:29

[attachimg=1align=center=width=350]

Livro Setenta Vezes Sete 
Richard Simonetti

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-265.gif)  …o papel de Jesus não foi o de um simples legislador moralista, tendo por exclusiva autoridade a sua palavra.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-265.gif)  Cabia-lhe dar cumprimento às profecias que lhe anunciaram o advento; a autoridade lhe vinha da natureza excepcional do seu Espírito e da sua missão divina.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-265.gif)  Ele viera ensinar aos homens que a verdadeira vida não é a que transcorre na Terra e sim a que é vivida no Reino dos Céus.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-265.gif)  Viera ensinar-lhes o caminho que a esse reino conduz, os meios de eles se reconciliarem com Deus e de pressentirem esses meios na marcha das coisas por vir, para a realização dos destinos humanos.

Allan Kardec, em O Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo I


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 11 de Janeiro de 2017, 03:35


[attachimg=1align=center=width=450]

Se você perdoar.

(http://lh3.ggpht.com/_BkRa0Adp_vA/TRLDvl1qVsI/AAAAAAAAOXo/hvXoBNQFV7Y/44.gif)  Hipérbole é uma expressão exagerada, que engrandece ou diminui a realidade. Jesus a usou, frequentemente, em frases famosas:

(http://media.tumblr.com/b1224ce6260a3cf8125cfbffe694100d/tumblr_inline_mg0q2mU7ch1qdlkyg.gif)  Mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no reino dos céus (Marcos, 10:25);
(http://media.tumblr.com/b1224ce6260a3cf8125cfbffe694100d/tumblr_inline_mg0q2mU7ch1qdlkyg.gif)  A qualquer que tiver, lhe será dado, e a qualquer que não tiver, até o que parece ter lhe será tirado (Lucas, 8:18);
(http://media.tumblr.com/b1224ce6260a3cf8125cfbffe694100d/tumblr_inline_mg0q2mU7ch1qdlkyg.gif)  Se a tua mão é motivo de escândalo, corta-a. Melhor é entrares na Vida aleijado do que, tendo as duas mãos, ires para o inferno (Marcos, 9:43);
(http://media.tumblr.com/b1224ce6260a3cf8125cfbffe694100d/tumblr_inline_mg0q2mU7ch1qdlkyg.gif)  Virão os anjos e separarão os maus dentre os justos, e os lançarão na fornalha de fogo, onde haverá pranto e ranger de dentes (Mateus, 14:49-50);
(http://media.tumblr.com/b1224ce6260a3cf8125cfbffe694100d/tumblr_inline_mg0q2mU7ch1qdlkyg.gif)  Não deis aos cães o que é santo, nem lanceis as vossas  pérolas aos porcos, para que não suceda que as pisem e, voltando-se contra vós, vos dilacerem (Mateus, 7:6).

O objetivo era chamar a atenção e fixar o ensinamento, em determinado contexto.

Tal a expressão:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  “Não sete vezes, mas setenta vezes sete cada agressão”...

... Com que o mestre respondeu a Simão Pedro, quando lhe perguntou quantas vezes deveria perdoar seu irmão (Mateus, 18:22).

(http://lh3.ggpht.com/_BkRa0Adp_vA/TRLDvl1qVsI/AAAAAAAAOXo/hvXoBNQFV7Y/44.gif)  O mestre enfatizava que não construiremos nada de bom na sociedade terrestre, enquanto não aprendermos a relevar o próximo, em seus deslizes.

Quando o fazemos, incondicionalmente, tantas vezes quantas nos perturbe nosso irmão, conservaremos, a própria integridade, evitando atritos e desgastes que nos perturbam; isso quando não desembocam em ações intempestivas que complicam a jornada humana.

(http://lh3.ggpht.com/_BkRa0Adp_vA/TRLDvl1qVsI/AAAAAAAAOXo/hvXoBNQFV7Y/44.gif)  Penso, também, nos benefícios do perdão, que se exprime na tolerância, como instrumento altamente eficaz para o alargamento de nossos horizontes.

Um exemplo, leitor amigo:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  "Se você perdoar, até o ilimitado sugerido pela expressão evangélica, os deslizes deste escriba, na apreciação deste livro…"

Se sustentar o interesse, até a última página, algo acrescentará, espero, aos seus conhecimentos sobre a vida de Jesus. De quebra, exercitará inestimável virtude evangélica:
(http://www.rotadabairrada.pt/images/item_bolas.png)  "A persistência!"

Embora tenhamos uma história desdobrada em vários volumes, cada um dele encerra seus próprios enfoques, relacionados com determinado período da epopeia evangélica.

(http://lh3.ggpht.com/_BkRa0Adp_vA/TRLDvl1qVsI/AAAAAAAAOXo/hvXoBNQFV7Y/44.gif)  Neste livro acompanhamos as últimas ações de Jesus, antes do Drama do Calvário, que pretendo comentar no próximo e derradeiro volume desta série.

A ideia, como tenho ressaltado é oferecer ao leitor uma reflexão em torno dos principais episódios, acompanhando a trajetória do celeste mensageiro.

(http://lh3.ggpht.com/_BkRa0Adp_vA/TRLDvl1qVsI/AAAAAAAAOXo/hvXoBNQFV7Y/44.gif)  É o primeiro passo, em favor da vivência cristã, no trânsito glorioso para uma existência mais feliz e produtiva. Bauru SP, junho de 2002. Richard Simonetti



Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 11 de Janeiro de 2017, 04:30

[attachimg=1align=center=width=400]

(http://[size=14pt][font=georgia]Lameques e Melecas[/font][/size])

Mateus, 18:21-35.

(http://www.recantodadeli.com/extras/mini/aves/aves/04.gif)   No terceiro ano de apostolado, que seria o último, Jesus peregrinou pela Peréia, uma das regiões administrativas da Palestina.

Solo árido, era menos populosa que a Judéia, a Galiléia e a Samaria. Os evangelistas não fazem referências específicas às cidades visitadas, mas, como sempre, significativas lições foram ministradas.

(http://www.recantodadeli.com/extras/mini/aves/aves/04.gif)   No terceiro ano de apostolado, que seria o último, Jesus peregrinou pela Peréia, uma das regiões administrativas da Palestina. Solo árido, era menos populosa que a Judéia, a Galileia e a Samaria.

Os evangelistas não fazem referências específicas às cidades visitadas, mas, como sempre, significativas lições foram ministradas.

(http://www.recantodadeli.com/extras/mini/aves/aves/04.gif)   Ainda em Cafarnaum, na Galiléia, o Mestre abordou um de seus temas prediletos – o perdão.

—   Em benefício da causa, os cristãos não deveriam guardar:

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-163.gif)  Ressentimentos,
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-163.gif)  Rancores…
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-163.gif)  Mágoas.

Falava, em certo momento, a respeito do assunto, quando Simão Pedro fez a famosa pergunta:
—   Senhor, quantas vezes terei de perdoar ao meu irmão que pecar contra mim?
—   Será até sete vezes?   

Segundo a orientação rabínica, razoável perdoar as ofensas até três vezes.

(http://www.recantodadeli.com/extras/mini/aves/aves/04.gif)   Revelando ter assimilado os novos princípios, Pedro, num rasgo de boa vontade, cogitou de elevar esse limite.

Jesus foi além:
—   Não te digo sete vezes, mas até setenta vezes sete para cada ofensa.

(http://www.recantodadeli.com/extras/mini/aves/aves/04.gif)   Evocava o Velho Testamento. Quando Caim matou seu irmão Abel, por inveja, Jeová, por castigo, o condenou a vagar sem destino.

…Fugitivo e errante serás pela terra (Gênesis: 4-12).

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-163.gif)  Caim lamuriou-se.
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-163.gif)  Se partisse sozinho, sem proteção, poderia ser morto por algum desconhecido.

Temor infundado.

—   Se existiam apenas Adão e Eva; se os dois tiveram como filhos Abel e Caim; se Caim matou Abel, quem poderia ameaçá-lo?
   
(http://www.recantodadeli.com/extras/mini/aves/aves/04.gif)  Surpreendentemente, Jeová não levou em consideração esse disparate e proclamou que se alguém o matasse seria castigado até sete vezes.
   
Caim partiu. Posteriormente, em outra dessas incríveis contradições do Velho Testamento, encontrou uma mulher e com ela se casou. Depois fundou uma cidade. Uma cidade!

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-163.gif)  De onde vieram seus habitantes?
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-163.gif)  De onde veio a mulher de Caim?
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-163.gif)  Seriam os primeiros extraterrestres?
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-163.gif)  Seriam tripulantes de um disco voador?

Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 11 de Janeiro de 2017, 05:35

[attachimg=1align=center=width=500]

Caim deixou uma descendência.
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-174.gif)  Seu tataraneto, Lameque, era casado com duas mulheres, Ada e Zilá, numa dessas liberalidades de Jeová com os homens.

Podiam ter tantas mulheres quantas pudessem sustentar, o que não era difícil naqueles tempos recuados. Não havia indústria da moda, nem cosméticos…



Lameque era um indivíduo de maus bofes, desses que não levam desaforo para casa. Certa feita, disse às esposas (Gênesis, 4:23-24):

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-174.gif)  … Matei um homem por me ferir, e um rapaz por me pisar. Se Caim seria vingado sete vezes, com certeza Lameque o será setenta vezes sete.

O troglodita exprimia o espírito de sua época. Espírito de revide, de não levar desaforo para casa, institucionalizado na expressão olho por olho, dente por dente, atribuída a Moisés (Êxodo, 21:24).

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-174.gif)  Jesus inverte sua proposta e inaugura um novo tempo, com o perdoar setenta vezes sete, que equivale a perdoar sempre. Os Lameques da vida não passam de pessoas com tendência para fazer meleca.

No livro Ação e Reação, de André Luiz, psicografia de Francisco Cândido Xavier, capítulo IX, diz Silas, dedicado médico da espiritualidade:
—   A ação do mal pode ser rápida, mas ninguém sabe quanto tempo exigirá o serviço da reação, indispensável ao restabelecimento da harmonia soberana da vida, quebrada por nossas atitudes contrárias ao bem...

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-174.gif)  A bobeira de um minuto pode resultar em decênios de sofrimentos para consertar os estragos que fazemos em nossa biografia espiritual, quando não exercitamos o perdão.

—   Dois condôminos de um prédio discutiram sobre vagas na garagem coletiva.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-174.gif)  Irritaram-se. Gritaram. Ofenderam-se, com a inconsequência  de quem fala o que pensa, sem pensar no que fala. Como não poderia faltar, cada qual “homenageou” a genitora do outro, atribuindo-lhe aquela profissão pouco recomendável.

Finalmente, o mais forte agrediu o mais fraco. O mais fraco sacou uma arma e fuzilou o mais forte.

—   Resultado:
Um para o cemitério, outro para a prisão.

Ambos comprometeram-se infantilmente.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-174.gif)  O morto retornou prematuramente à vida espiritual, interrompendo seus compromissos, situando-se em lamentáveis desajustes. O assassino assumiu débitos cujo resgate lhe exigirá muitas lágrimas e atribulações.

Isso sem falar nas famílias desamparadas…E se cônjuge e filhos se comprometerem em vícios e desajustes, favorecidos pela ausência do chefe da casa, tudo isso lhes será debitado. Não raro, esses desentendimentos geram insidiosas obsessões.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-174.gif)  O morto transforma-se em verdugo, empolgado pelo desejo de fazer justiça com as próprias mãos. E ninguém pode prever até onde irão os furiosos combates espirituais entre os dois desafetos, um na Terra, outro no Além.

—   Tudo isso por quê?
—   Porque erraram na escolha do verbo de suas ações.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)   Usaram o verbo revidar.
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)   O certo seria o verbo relevar.

(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)   Relevar sempre!
(http://i11.photobucket.com/albums/a168/evelynregly/minigifs/k_atencao.gif)   Revidar jamais!

Lição elementar, nos ensinos de Jesus


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 11 de Janeiro de 2017, 06:35


[attachimg=1align=center=width=400]

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-521.gif)  No livro No Mundo Maior, de André Luiz, psicografia de Francisco Cândido Xavier, capítulo X, diz Calderaro, sábio mentor:

O ódio, diariamente extermina criaturas no mundo, com intensidade e eficiência mais arrasadoras que as de todos os canhões da Terra troando a uma vez.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-521.gif)  É mais poderoso, entre os homens, para complicar os problemas e destruir a paz, que todas guerras conhecidas pela Humanidade no transcurso dos séculos.

Essas judiciosas observações não dizem respeito apenas às pessoas que revidam ofensas. Falam também àquelas que, tendo vontade de esganar um ofensor, engolem a própria ira. Bebem o veneno destilado pelo ódio, candidatando-se ao desajuste.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-521.gif)  O ressentimento mina nossas energias e enfraquece os mecanismos imunológicos. Há uma quantidade imensa de males físicos e psíquicos resultantes do auto-envenenamento, quando cultivamos mágoas no lar, na rua, no local de trabalho…
      
O perdão evita que nos nutramos de nosso próprio veneno. Há alguns equívocos.  As pessoas afirmam perdoar. No entanto, há sempre o  “mas”, anunciando variadas formas de revide.

Rancor:
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2192.gif)  Perdoo, mas não esqueço o mal que me fez!

Condenação:
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2192.gif)  Perdoo, mas não quero vê-lo nunca mais!

Menosprezo:
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2192.gif)  Perdoo, mas lamento ter me envolvido com esse infeliz, sem eira nem beira!

Maldição:
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2192.gif)  Perdoo, mas Deus há de castigá-lo!

Pretensão:
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_2192.gif)  Perdoo, mas antes lhe direi umas verdades!

Em qualquer dessas alternativas destilamos o ressentimento que nos envenena.
 
Melhor mesmo é não ter que perdoar.
Não é difícil.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-521.gif)  A fórmula mágica chama-se compreensão. Ninguém é intrinsecamente mau. Somos todos filhos de Deus. Não podemos exigir das pessoas mais do que podem dar.

—  Há mais fragilidade que intencionalidade nos prejuízos que nos causam.

A compreensão dispensa o perdão.
Quem compreende não se ofende.
Era o que Jesus fazia.

—  A dureza dos corações:   

Mateus, 19:1m
Marcos, 10:1-12   

Ao tempo de Jesus, desde longa data, vigorava entre os judeus a poligamia. Detalhe machista, típico a época: beneficiava os homens.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-521.gif)  As mulheres, nem pensar! Os grandes líderes da raça, dentre eles David e Salomão, tiveram várias esposas e incontáveis concubinas.

Consta que Salomão montou um harém particular com perto de mil mulheres para servi-lo. Um prodígio de virilidade! Em rodízio diário, levaria perto de três anos para, segundo o eufemismo bíblico, “conhece-las”.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-521.gif)  Eram tempos difíceis para a mulher. Não passava de escrava do homem, objeto de seus desejos...

Seu amo e senhor podia livrar-se dela quando bem entendesse. Bastava entregar-lhe uma carta de divórcio e pronto – a união estava desfeita.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-521.gif)  Lembrando uma regra do futebol, mostrava-lhe o cartão vermelho. Era como um patrão demitindo a empregada.

E nada de indenização por direitos adquiridos, fundo de garantia, férias, dedicação em tempo integral…

—  Imaginamos a esposa, a indagar, aflita:
O que fiz de errado? Onde falhei?

—  E o marido:
Cansei de sua comida. Além do mais, com cinquenta anos você está ficando passada. Resolvi trocá-la por duas de vinte e cinco…

– A questão do divórcio foi abordada por Jesus na Peréia, respondendo às indagações maliciosas dos fariseus.

– Como sempre, procurando compromete-lo, abordando temas polêmicos, perguntaram-lhe, diante da multidão:

—  A lei mosaica facultava o repudio.
—  É lícito a um homem repudiar sua mulher por qualquer motivo?   
—  Iria Jesus, condescendente com as mulheres, contrariar as escrituras?

Como sempre, o Mestre saiu-se com sabedoria, aproveitando o ensejo para oferecer uma nova visão sobre o casamento:
(http://es.i.uol.com.br/moda/fotoblog/btn_base.gif)  “Não tendes lido que o Criador desde o princípio os fez homem e mulher e disse:

Por esta razão o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher, e os dois se tornarão uma só carne?
(http://es.i.uol.com.br/moda/fotoblog/btn_base.gif)  “Assim, já não são dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem.”


   
Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 11 de Janeiro de 2017, 07:15


[attachimg=1align=center=width=500]

Questionam os fariseus

—   Por que, então, mandou Moisés dar carta de divórcio e repudiar a mulher?
—   Por causa da dureza do vosso coração é que Moisés vos permitiu repudiar vossas mulheres, mas não foi assim desde o princípio.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-574.gif)  Eu, porém, vos digo que aquele que repudiar sua mulher, a não ser por infidelidade, e casar com outra, comete adultério…

Jesus eleva o casamento ao status de compromisso perante Deus. Não pode, portanto, subordinar-se aos caprichos masculinos. Os fariseus contestam, lembrando a autorização de Moisés, ao que Jesus enfatiza que foi por causa da dureza do coração humano.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-574.gif)  Essa insensibilidade sustentava um costume tão arraigado, que Moisés não pôde ou não achou conveniente mudar. A carta de divórcio era o mal menor. Representava um avanço no relacionamento conjugal.

Legalizava a situação da mulher repudiada, dando-lhe a chance de nova união. 

Entretanto, diz Jesus que no princípio não era assim:
(http://es.i.uol.com.br/moda/fotoblog/btn_base.gif)  "Nas tradições mais antigas envolvendo o Velho Testamento, não se observa a utilização freqüente da carta de divórcio."

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-574.gif)  Jesus deixa bem claro que o casamento é compromisso para a vida toda. Admissível a separação apenas numa circunstância: o adultério, quando o respeito e a confiança, fatores indispensáveis à vida familiar, são gravemente comprometidos.

Não obstante, não o situa como regra inamovível. É possível preservar o lar, se o cônjuge traído se dispõe a exercitar a tolerância e o perdão em favor dos filhos. Fundamental, nessa situação, avaliar a relação custo e benefício.

—   E os filhos, como ficam?
—   Quando Jesus diz que devemos perdoar sempre, não se refere, também, a essa situação?
—   Valerá a pena desfazer uma ligação, estabelecer uma modificação radical, por causa de uma defecção do cônjuge?

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-574.gif)  Jovem senhora, de elevados dotes morais, experimentou imensa decepção quando o marido engraçou-se com outra mulher. Não obstante, não pediu a separação.

E explicava:
(http://es.i.uol.com.br/moda/fotoblog/btn_base.gif)  "Há ocasiões em que o esposo deve ser encarado como um filho rebelde. Assim estou fazendo, a fim de preservar a família e não causar um dano maior aos nossos filhos."

Para o homem comum, uma tola, sangue de barata.
Para Deus, uma heroína.
   
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-574.gif)  A Doutrina Espírita ratifica o pensamento de Jesus sobre o casamento e até nos oferece subsídios valiosos em favor da preservação do lar.

Mostra-nos que a união matrimonial não é obra do acaso e envolve compromissos assumidos na Espiritualidade, antes da reencarnação.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-574.gif)  No lar reúnem-se afeiçoados e desafetos do passado, a fim de consolidar afeições e desfazer aversões, ensaiando fraternidade.
   
—   Assim, reencontramos no reduto familiar:

(http://i4.photobucket.com/albums/y121/carolzits/dandara/free/mini_gifs/page7/PAGE7_27.gif)  O mentor que nos orienta…
(http://i4.photobucket.com/albums/y121/carolzits/dandara/free/mini_gifs/page7/PAGE7_27.gif)  A vítima que deve nos perdoar…
(http://i4.photobucket.com/albums/y121/carolzits/dandara/free/mini_gifs/page7/PAGE7_27.gif)  O irmão que devemos amparar…
(http://i4.photobucket.com/albums/y121/carolzits/dandara/free/mini_gifs/page7/PAGE7_27.gif)  O verdugo que devemos perdoar…
(http://i4.photobucket.com/albums/y121/carolzits/dandara/free/mini_gifs/page7/PAGE7_27.gif)  O inimigo que vem para a reconciliação…
(http://i4.photobucket.com/albums/y121/carolzits/dandara/free/mini_gifs/page7/PAGE7_27.gif)  O companheiro em quem nos apoiamos…
(http://i4.photobucket.com/albums/y121/carolzits/dandara/free/mini_gifs/page7/PAGE7_27.gif)  O ente querido que retorna ao nosso convívio…

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-574.gif)  Ressurgem na condição de filhos, cônjuge, pais, irmãos,  personagens que participam de nossa história milenar, em  reencontros marcados.


Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 19 de Janeiro de 2017, 04:46
 
(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-574.gif)  A família representa, acima de tudo, a oportunidade de melhorarmos a própria vida, refazendo-a em termos de resgate do passado e semeadura de bênçãos para o futuro.

Se fracassarmos, simplesmente repetiremos as experiências,  alunos indisciplinados que retornam à escola para aprender lições não assimiladas, sujeitos aos corretivos drásticos da Dor, essa mestra inflexível dos aprendizes recalcitrantes.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-574.gif)  Como princípio, portanto, com base no Evangelho e na Doutrina Espírita, podemos afirmar que o casamento deve ser indissolúvel. É compromisso perante a própria consciência, uma tomada de posição diante da vida.

Justamente porque a sustentação do casamento é um problema de consciência, será inútil instituir leis que o tornem indissolúvel, como acontecia no Brasil, antes do divórcio.

(http://i4.photobucket.com/albums/y121/carolzits/dandara/free/mini_gifs/page7/PAGE7_27.gif)  Casar e descasar, unir e separar, nada têm a ver com as leis civis...
(http://i4.photobucket.com/albums/y121/carolzits/dandara/free/mini_gifs/page7/PAGE7_27.gif)  Separam-se porque deixaram de se amar, de se desejar, de se entender…
(http://i4.photobucket.com/albums/y121/carolzits/dandara/free/mini_gifs/page7/PAGE7_27.gif)  A ideia de que o divórcio age contra a família é absolutamente infundada...
(http://i4.photobucket.com/albums/y121/carolzits/dandara/free/mini_gifs/page7/PAGE7_27.gif)  O homem e a mulher unem-se porque se amam, se desejam, se entendem…                   

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-574.gif)  Imperioso que sustentemos a estabilidade do lar.  A família é, talvez, o compromisso mais importante de nossa vida.

Mas, negar àqueles que chegaram a extremos de incompatibilidade o direito de se separarem é um anacronismo.

(http://gifportal.ru/data/smiles/flowers-574.gif)  Ficaria bem no passado, mas não tem razão de ser no presente, quando o homem, ensaiando discernimento, não admite grilhões senão os impostos pela própria consciência.

Esta, sim, e não a lei civil, deve nos dizer que a porta casamento está aberta, mas não é conveniente sair. Para tanto nos compete envidar esforços por superar divergências e desentendimentos no lar.

Jesus nos dá a fórmula perfeita de como podemos fazê-lo:
(http://es.i.uol.com.br/moda/fotoblog/btn_base.gif)  "Combater a dureza de nossos corações"



Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 30 de Janeiro de 2017, 22:08

[attachimg=1align=center=width=500]

Por causa do reino de Deus

Mateus, 19:10-12

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_15.gif)  Quando Jesus, instituindo o princípio da responsabilidade matrimonial, proclamou que o homem não pode dispensar a mulher ao seu bel-prazer, como quem se desfaz de uma serviçal, seus interlocutores levaram um susto.

—  A ideia era inconcebível para a mentalidade machista da época.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_11.gif)  Como suportar as impertinências femininas, a se acentuarem com os achaques da velhice?
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_11.gif)  Como impor submissão à esposa, sem a prerrogativa de despachá-la quando não estivesse agradando?
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_11.gif)  Como sustentar a virilidade, sem os estímulos do contato com novas companheiras, de preferência jovens e ardentes?

Os próprios discípulos ficaram chocados, julgando dura demais semelhante disciplina.

E comentaram:
—  Se tal é a condição de um homem relativamente à sua mulher, é melhor não casar.

Respondeu Jesus:
—  Nem todos podem aceitar este conceito, mas somente aqueles a quem foi dado.

—  Há os homens instinto:

Vivem em função dos chamados prazeres da carne, envolvendo particularmente o sexo. São promíscuos. Enxergam, em qualquer mulher dotada de atrativos físicos, uma aventura em potencial.

—  Há os homens sentimento:

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_15.gif)  Buscam a comunhão autêntica, no relacionamento afetivo, envolvendo, além do sexo, o companheirismo, a amizade, a capacidade de se doarem em favor do ser amado. Estes podem entender Jesus quando fala em monogamia e indissolubilidade do casamento.

—  O Mestre aproveitou o ensejo para abordar um tema paralelo, proclamando:

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_11.gif)  Há eunucos, que nasceram assim;
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_11.gif)  Outros foram feitos eunucos pelos homens;
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_11.gif)  E outros há que se fizeram eunucos por causa do Reino dos Céus…

Eunuco, como sabe o prezado leitor, é o indivíduo impotente, cujas glândulas sexuais estão atrofiadas ou foram extraídas.

—  Jesus reporta-se a três tipos de eunuquismo:

Os que nasceram assim. Em virtude de deficiência fisiológica congênita, estão impedidos de uma vida sexual normal.

Certamente, guardam embaraçosa dúvida:
—  Por quê?

Outra, decididamente perturbadora:
—  Por que comigo?

Se aceitamos a existência de Deus e concebemos que é absolutamente justo, será impossível responder a essas indagações sem admitir a reencarnação.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_11.gif)  O eunuco congênito está em resgate cármico.
(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_11.gif)  Paga por deslizes de pretéritas existências.

O libertino, empolgado com aventuras nos domínios do sexo, que elegeu a irresponsabilidade por padrão de conduta, candidata-se a renascer com problemas dessa natureza.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_15.gif)  A impossibilidade de dar vazão aos seus impulsos o ajudará a refrear suas tendências, ao mesmo tempo em que o situará em conflitos íntimos que atuarão por tormentas reparadoras em seu Espírito.

—  Os eunucos feitos pelos homens:
No passado, potentados orientais tinham em seus palácios uma dependência especial, o harém, onde desfrutavam de mulheres selecionadas dentre as mais belas.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_15.gif)  Para protegê-las e ao mesmo tempo evitar que fugissem, eram montados fortes esquemas de segurança.

—  Mas, como impedir que os próprios guardas molestassem ou seduzissem as mulheres?

Solução simples:
Eram castrados, tornando-se impotentes.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_15.gif)  Nesse segundo grupo podemos situar outro tipo de eunuco, envolvendo as ordens religiosas que impõem a castidade.

É o que situaríamos por castração moral, também geradora de conflitos, porquanto o indivíduo pode ter aptidão para a vida religiosa, sem vocação para a castidade e o celibato.

—  Frequentemente, gera problemas.

Passada a fase heroica, de empenho por seguir tão rígida imposição, quando cessa a luta íntima por forçar um comportamento para a qual não está preparado, o religioso poderá:
(http://es.i.uol.com.br/moda/fotoblog/btn_base.gif)  "Cair na hipocrisia, simulando castidade."

Desistir de seus votos e ir cuidar da vida.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_15.gif)  Celibato e castidade não encontram respaldo nas tradições cristãs. Discípulos de Jesus, que pontificaram no movimento inicial, eram casados, tinham vida sexual, cuidavam da prole, a começar pelo próprio Simão Pedro, que a ortodoxia religiosa situa como o primeiro papa.

Na primitiva igreja, sacerdotes, bispos e diáconos, bem como os demais membros engajados na sustentação do serviço, constituíam família, sem nenhum inconveniente. Ao contrário, era até desejável, colocando-os a salvo das tentações.

—  Outra vantagem:
(http://es.i.uol.com.br/moda/fotoblog/btn_base.gif)  “O relacionamento conjugal lhes dava a experiência necessária para cuidar de problemas familiares dos fiéis."   
   
Os que se fizeram eunucos por causa do Reino dos Céus.
(http://es.i.uol.com.br/moda/fotoblog/btn_base.gif)  “Espíritos superiores, participando de sagradas tarefas no Bem, fazem-se castos para produzir mais e melhor."
   
Na energia sexual manifesta-se o impulso criador, estimulado pela procura de prazer que, segundo Freud, é o móvel de nossas ações. O homem comum realiza-se, canalizando-a para os domínios das sensações, no arrebatamento da comunhão física que gera filhos.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_15.gif)  O homem superior realiza-se canalizando a energia sexual para gloriosas realizações nos domínios da arte, da ciência, da religião, da filosofia… Temos em Francisco Cândido Xavier um exemplo típico.

Lembro-me de que, certa feita, numa entrevista, revelou que jamais experimentou um orgasmo. Mas certamente terá experimentado incontáveis êxtases, o prazer do Espírito superior que sublimou o impulso criador.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_15.gif)  Liberando-se das imposições do sexo carnal, fez-se agente do Céu a fecundar a Humanidade para as realizações supremas da Virtude e do Bem.

Na adolescência, quando o Espírito desperta para a experiência terrestre, em plenitude de energias, o impulso sexual, como elemento de perpetuação da espécie, tende a manifestar-se  fortemente, estimulando a comunhão carnal.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_15.gif)  Com o avançar do tempo, arrefece o ardor físico, mas não cessa o impulso criador do sexo. É quando somos convidados a sublimar a energia sexual, em favor das realizações mais nobres.

O idoso gera sérios problemas para si mesmo quando não atende à sabia orientação da Natureza e pretende sustentar a virilidade da juventude, apelando para os estímulos das aventuras extraconjugais e do sexo promíscuo, comprometendo-se em desvios que lhe imporão amargas retificações.

(http://paszkowski.com.br/gifs/miniaturas/mini_15.gif)  Acabará por descobrir que há muito mais prazer e uma  satisfação muito mais duradoura na comunhão de ideais, envolvendo pessoas que se decidem a nobres realizações no campo do Bem e da Verdade do que na empolgação de fugaz comunhão carnal.

É a partir dessa constatação que começam a surgir os eunucos por causa do Reino dos Céus, em gloriosa jornada da animalidade para a angelitude.



Título: Re: Ensinamentos de Jesus
Enviado por: Marianna em 16 de Fevereiro de 2017, 05:37
 

(http://www.picgifs.com/glitter-gifs/a/angels/picgifs-angels-8611426.gif)
Já vimos esse filme
Lucas; 18:15-17
Marcos, 10:13-16
Mateus, 19:13-15

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   Jesus transmitia suas lições, preparando os corações para o Reino de Deus, quando algumas crianças foram colocadas à sua frente, a fim de que as abençoasse.

Era costume entre os judeus que os homens santos ministrassem suas bênçãos – uma evocação da proteção divina sobre crianças e adultos.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   O ato de abençoar enraizou-se no Cristianismo, estendendo-se ao próprio relacionamento familiar, envolvendo pais e filhos.

—   Não são poucos os que guardam, no tesouro das recordações mais ternas da infância, expressões assim:
   
—   A “bênção”, pai!
—   Deus te abençoe, filho!

—   A “bença”, mãe!
—   Deus te abençoe, filho!

—   A criançada podia dormir tranquila!

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   Estava presente a proteção divina, evocada pelos pais! Gente com mania de originalidade contesta o ato de abençoar, sob a alegação de que tende a estabelecer barreiras entre pais e filhos. O que abençoa situa-se acima daquele que é abençoado. Isso inibiria a comunhão afetiva.

Levada às últimas consequências essa orientação, deveríamos eliminar toda disciplina no lar, porquanto, qualquer iniciativa dos pais nesse sentido representaria o exercício de indébito autoritarismo, a erguer barreiras entre eles e os filhos.
(http://media.tumblr.com/5b26c182ce4449259b1717d88b8a7e45/tumblr_inline_mjs0s1krY21qdlkyg.gif)  "Ah, esses doutos! Quando o cérebro se desliga do coração, perde o rumo e envereda por estranhos caminhos."

—   Raciocínios dessa natureza inibem uma das mais belas manifestações de afetividade no lar:

(http://portal3.ipb.pt/modules/mod_publicacoes/search.png)   Os filhos que pedem a bênção de seus pais.
(http://portal3.ipb.pt/modules/mod_publicacoes/search.png)   Os pais que abençoam seus filhos.

Os discípulos aborreceram-se com a presença das crianças, mas Jesus os conteve:
(http://media.tumblr.com/5b26c182ce4449259b1717d88b8a7e45/tumblr_inline_mjs0s1krY21qdlkyg.gif)  "Deixai vir a mim as criancinhas, porque delas é o Reino de Deus. Em verdade vos digo que aquele que não receber o Reino de Deus como uma criança, de modo algum entrará nele."

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   Abraçando os pequenos, abençoou-os, impondo-lhes as mãos. Situava, assim, as crianças, como o símbolo das condições necessárias ao ingresso no Reino de Deus.

—   Bem, em princípio, uma perguntinha:
—   Onde fica?

Se você não sabe, leitor amigo, não se preocupe...

Em outra passagem evangélica (Lucas, 17:21), o próprio Mestre informa:
(http://media.tumblr.com/5b26c182ce4449259b1717d88b8a7e45/tumblr_inline_mjs0s1krY21qdlkyg.gif)  "O Reino de Deus está dentro de vós.

(http://portal3.ipb.pt/modules/mod_publicacoes/search.png)   É um estado de consciência!
(http://portal3.ipb.pt/modules/mod_publicacoes/search.png)   Obviamente, o inferno também.
(http://portal3.ipb.pt/modules/mod_publicacoes/search.png)   O Céu está em algum recanto, em nosso universo interior.
(http://portal3.ipb.pt/modules/mod_publicacoes/search.png)   Então, não se trata de local geográfico, na Terra ou alhures.
(http://portal3.ipb.pt/modules/mod_publicacoes/search.png)   Diríamos que são realizações pessoais, condicionadas ao que pensamos e fazemos.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   Uma senhora vivia desolada e infeliz!  Dizia-se mal amada… O marido não lhe dava atenção; os filhos a desrespeitavam; os vizinhos eram invejosos; o pessoal de sua igreja agia com falsidade; sua vida, um tormento!

Quando desencarnou, por uma questão de afinidade, ela, que cultivava um inferno em seu coração, viu-se em região de sofrimentos. Ali, mais que nunca, sentia-se infeliz.

—   Mal amada…

Reclamava que Deus não lhe ouvia as orações. Via-se cercada de gente atormentada; revoltava-se contra o destino ingrato, mergulhada num oceano de aflições… Depois de muito sofrer, brilhou em seu coração uma réstia de humildade.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   Lavou o coração com lágrimas contritas, implorando a complacência divina. Imediatamente foi socorrida por benfeitores espirituais que a levaram para estágio reparador, em maravilhosa colônia espiritual.

Ali vivia uma comunidade feliz e ajustada, que observava integralmente o Evangelho, cultivando os valores do Bem. A senhora esteve satisfeita… por algum tempo.

—   Em breve caiu nos tormentos a que se habituara:

(http://portal3.ipb.pt/modules/mod_publicacoes/search.png)   Mal amada…
(http://portal3.ipb.pt/modules/mod_publicacoes/search.png)   A ladainha de sempre!
(http://portal3.ipb.pt/modules/mod_publicacoes/search.png)   Ninguém lhe dava atenção…
(http://portal3.ipb.pt/modules/mod_publicacoes/search.png)   Havia falsidade nas pessoas…
(http://portal3.ipb.pt/modules/mod_publicacoes/search.png)   Vivendo em autêntico paraíso, permanecia no inferno que sustentava em si mesma.    
      
Em Velho Tema, Vicente de Carvalho (1866-1924) exprime  essa arraigada condição humana:
(http://media.tumblr.com/5b26c182ce4449259b1717d88b8a7e45/tumblr_inline_mjs0s1krY21qdlkyg.gif)  "A incapacidade de sermos felizes por não valorizarmos o que a vida nos oferece."



(https://lh5.googleusercontent.com/-BkWmPP1FP44/UFqaRH8O5PI/AAAAAAAAOic/NGEUNrgpQAo/s110/cs.gif)(https://lh5.googleusercontent.com/-BkWmPP1FP44/UFqaRH8O5PI/AAAAAAAAOic/NGEUNrgpQAo/s110/cs.gif)

Só a leve esperança, em toda a vida,
Disfarça a pena de viver, mais nada;
Nem é mais a existência, resumida,
Que uma grande esperança malograda.

O eterno sonho da alma desterrada,
Sonho que a traz ansiosa e embevecida,
É uma hora feliz, sempre adiada
E que não chega nunca em toda a vida.

Essa felicidade que supomos,
Árvore milagrosa que sonhamos,
Toda arreada de dourados pomos,

Existe, sim; mas nós não a alcançamos
Porque está sempre apenas onde a pomos
E nunca a pomos onde nós estamos.



(https://lh5.googleusercontent.com/-BkWmPP1FP44/UFqaRH8O5PI/AAAAAAAAOic/NGEUNrgpQAo/s110/cs.gif)(https://lh5.googleusercontent.com/-BkWmPP1FP44/UFqaRH8O5PI/AAAAAAAAOic/NGEUNrgpQAo/s110/cs.gif)

Onde estivermos, na Terra ou no Além, sustentaremos o céu ou o inferno, construído na intimidade de nosso ser com as ferramentas do cérebro e do coração, tendo por material o que pensamos e sentimos.

Para ingressar na recôndita região de nosso universo interior, onde está o Reino de Deus, é preciso uma senha. Ser como as crianças – revela Jesus. Há algo inerente à natureza infantil que devemos imitar para abrir as portas do paraíso interior. A senha se compõe de duas virtudes.

(http://media.tumblr.com/5b26c182ce4449259b1717d88b8a7e45/tumblr_inline_mjs0s1krY21qdlkyg.gif)  Pureza:

A criança não é maliciosa, não vê o mal no comportamento alheio, não se compraz com a maledicência, não guarda mágoas, desconhece a hipocrisia. É capaz de relacionar-se com qualquer pessoa, independente da cor, raça, nacionalidade, religião, posição social…

(http://media.tumblr.com/5b26c182ce4449259b1717d88b8a7e45/tumblr_inline_mjs0s1krY21qdlkyg.gif)  Simplicidade:

A criança não se sente infeliz por morar em singela cabana.  Diverte-se tanto com um pau de vassoura feito cavalo, quanto o faria o menino rico num palácio, movendo-se em patinete motorizada.

(http://www.picgifs.com/mini-graphics/mini-graphics/fish/mini-graphics-fish-788210.gif)   Para entrar no Reino de Deus, na intimidade de nós mesmos, é preciso resgatar a criança que fomos, aprisionada na teia das ambições, dos vícios e das mazelas. Evidentemente, não é fácil.

Como diz André Luiz, contra a pálida réstia de luz do presente, simbolizada pelo desejo de melhorar, há montanhas de trevas do passado. Proclama o apóstolo Paulo (Romanos, 7:19):

(http://portal3.ipb.pt/modules/mod_publicacoes/search.png)   O bem que eu quero, não faço.
(http://portal3.ipb.pt/modules/mod_publicacoes/search.png)   O mal que não desejo, esse eu faço.

Temos visto esse filme, no desdobrar de múltiplas existências.

—   Mudam os cenários, mas o enredo é sempre o mesmo:

(http://portal3.ipb.pt/modules/mod_publicacoes/search.png)   Começamos a vida como “mocinhos”, dispostos a mudar o mundo.
(http://portal3.ipb.pt/modules/mod_publicacoes/search.png)   Terminamos como “bandidos”, comprometidos por vícios e mazelas.

É preciso produzir um filme diferente, nos estúdios da Vida. Perseverar nos bons propósitos… Lutar contra nossas tendências inferiores… Conservar fidelidade ao Bem…

—   Cultivar ideais que nos permitam sustentar a simplicidade e a pureza dos verdes anos:

(http://portal3.ipb.pt/modules/mod_publicacoes/search.png)   “Mocinhos”, jamais “bandidos”.
(http://portal3.ipb.pt/modules/mod_publicacoes/search.png)   Bem-aventurados, jamais mal amados.
(http://portal3.ipb.pt/modules/mod_publicacoes/search.png)   No Céu, ainda que enfrentando as agruras da Terra.