Forum Espirita

GERAL => Outros Temas => Eventos / Notícias => Tópico iniciado por: Tupan em 20 de Junho de 2010, 09:41

Título: Suicídio bate mortes nas estradas
Enviado por: Tupan em 20 de Junho de 2010, 09:41

Hoje, na primeira página do Público pode ler-se uma noticia preocupante: Morrem mais portugueses por suicídio do que nas estradas

É provável que com a alteração do método de contabilizar as vitimas nas estradas iniciado em Janeiro deste ano, esse triste pódio volte a ser dos acidentes rodoviários, mas ainda assim esta noticia é preocupante a vários níveis:

Para quem segue a filosofia materialista defendendo o nada para além da morte, nada tem a esperar perante as dificuldades, assim, o nada em que acreditam passa a ser um óptimo futuro comparando com o que estão a viver.

Mas num país onde a grande maioria são católicos, custa a perceber como tantas vidas acabam em suicídio. A religiões não deveria ter um papel activo na vida dos crentes?

Colocando de parte os loucos ou os embriagados, talvez a resposta referente ao grupo dos que seguem uma religião seja a aparência ou a tradição, se bem virmos as coisas a maioria das pessoas que conhecemos dizem que são católicas, mas um tipo de catolicismo especial, uma coisa a que chamam catolicos não praticantes (quê?!).

Verdade seja dita, nas igrejas protestantes e que eu tenha conhecimento não existem evangélicos não praticantes.

Mas voltando ao tema, uma outra verdade tem de ser dita, embora o espiritismo seja fortemente atacado, é esta filosofia um dos mais fortes antídotos anti suicídio.

E de outra forma não podia ser, que dizer de uma filosofia cujo o estudo dá uma visão completamente diferente da vida, implicações filosóficas e morais surgem no individuo que a estuda, os testemunhos sofridos de quem partiu pelo suicídio presentes em O Céu e o Inferno (um dos livros fundamentais para o correcto entendimento do espiritismo), ou no livro Memórias de um Suicida, complementam a ideia do erro que se esconde por detrás desse acto, da imensa desilusão que se abate sobre essas consciências que despertam no lado de lá da vida de uma forma que não conseguimos imaginar nem compreender em toda a sua plenitude.

No planeta terra somos tão cheios de nós no que respeita a tecnologia e conhecimentos científicos... no entanto somos ainda tão infantis nos parcos conhecimentos que temos sobre o mundo espiritual, urge dar a conhecer esta filosofia a mais e mais pessoas, não com o objectivo que todas elas se tornem espíritas, mas para que todo o planeta, todas as religiões, todos os indivíduos se tornem mais espiritualizados, sem duvida, um caminho seguro para mudar esses números.
Título: Re: Suicídio bate mortes nas estradas
Enviado por: Lipa em 03 de Julho de 2010, 17:03
É com imensa tristeza que posso quase que afirmar que nem alterando o modo de contabilizar os mortos em acidentes de viação estes serão sempre inferiores aos números de suícidios no nosso país, pelo menos por enquanto. Eu faço autópsias e posso garantir que todos os meses temos conhecimento e temos de realizar autópsias a vítimas de suícidio e mesmo nas alturas em que há mais acidentes (e mesmo relativamente ás mortes que depois ocorrem em meio hospitalar, pois todos têm de ser autopsiados) os suícidios batem quase todas as outras causas de morte, é quase inimaginável o número de suícidios que se cometem por mês, por semana, se calhar mesmo por dia.

Quando todos seguirem a doutrina Espírita o nosso país deixará de sofrer de tal maleita, o Espiritismo é o maior opositor ao suícidio.

Aconselho a todos os que quiserem saber mais sobre este tema a leitura do livro "Memórias de um suícida". Um livre arepiante, contudo muito esclarecedor das adversidades que os nossos irmãos encontram no outro lado da vida.

Abraço fraterno.