Forum Espirita

CODIFICAÇÃO => Estudos mensais => Tópico iniciado por: M.Altino em 01 de Dezembro de 2014, 12:36

Título: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: M.Altino em 01 de Dezembro de 2014, 12:36
Amigos e companheiros deste espaço onde sempre sentimos a paz de Jesus e aprendemos sempre algo de bom da Doutrina Espirita.... Assim para todos com um serenidade e paz lhes dou o Meu Bom Dia para que possamos neste inicio de dia e de mês possamos dar inicio ao nosso estudo mensal com muita serenidade sabendo compreender as coisas que forem ditas como sempre uma prova de verdade.
Então grandes companheiros e amigos vamos dar começo ao Estudo da Nossa Mudança Interior o que implica sermos sinceros no que vamos fazer...
Eu começo com o meu testemunho de vida analisando tudo de uma forma serena e que me vai ajudar a sentir que afinal tudo tem a sua razão de ser......
Amigos depois de me ter acontecido o A V C  fiquei muito sensível e querendo ser por vezes o alvo de atenção ....  mas nota que não é bem assim e fico triste ...mas agora ao escrever este texto meditei no trabalho mensal e vi que afinal tudo tem a sua razão de ser ...... reparem eu quando era novo não cuidei de fazer muitas vezes as coisas que tinha de fazer, não visitava quem estava doente e principalmente os meus familiares.... Então agora recebo na mesma moeda ou seja sou vitima de mim mesmo ..porque não fiz a tal Mudança Interior que devia ter feito...............por isso é que agora ao falar deste Tema alerto todos para pensarem na vossa mudança interior todos os dias para depois não nos lamentarmos.
[attach=1]
Assim queridos amigos damos começo a este tema esperando que todos tenham os seus testemunho de vida ----e não ficarmos apenas por texto já compreendidos e muito falados e lhes envio este pps para meditarmos e depois comentarmos ......
Amigos vamos ao trabalho e vamos nos ajudar com muita serenidade sentindo que na vida temos ainda muitas coisas para meditar e aprender....
A vida não é uma coisa fácil de se viver.
É algo muito complexo e difícil de ser transmitido por palavras, além de se constituir em uma imensidade de situações com uma infinidade de tons.
Na falta de uma educação adequada na infância, feita por pais que já tenham atingido um grau de evolução incomum, a maioria de nós cresce sem entender a vida, sem compreender as razões que estão por trás das atitudes das pessoas e, pela ausência de referências sobre como devemos agir, sem capacidade de escolher a atitude correta para cada situação.
Na juventude a maioria passa por problemas de adaptação ao mundo, acabando por criar um sentimento de revolta contra os pais e contra a sociedade.
 Os colegas possuem os mesmos problemas e com eles os jovens podem se sentir à vontade, passando assim a servirem de modelos uns para os outros, aprendendo mecanismos de defesa mais fáceis de compreender como a ironia, a hostilidade e a violência.
Procuram referências de comportamento na televisão, nos livros, nos filmes e nas notícias de jornais, embora esta não seja a melhor forma de aprender.
Aos poucos começam a achar que seus pais sabem ainda menos do que eles, que estão atrasados em relação ao que se passa no mundo de hoje.
Ao enfrentarem mais tarde a competição no trabalho, pressionados pela profissão que abraçam, a tendência será de que, colocando então uma prioridade menor na compreensão da vida, muitos problemas existenciais acabem ficando sem solução. Ao se acomodarem terminarão como seus pais, sem condição de passar a seus filhos um entendimento maior da vida, e esse estado de coisas tende a se perpetuar por anos.
Se a vida nos pressionar, poderemos precisar do auxílio de um profissional que nos orientará em seções de Análise.
]
Amigos com um abraço de muita paz
[attach=3]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Kazaoka em 01 de Dezembro de 2014, 14:24
Boa tarde Altino. Que Deus abençoe a todos nós e que os bons Espíritos o auxilie na condução deste estudo.

Analisando o pps que você postou, uma coisa muito interessante que vi lá é a questão da reforma íntima começar por uma educação de sentimentos. Quantas vezes queremos começar as coisas de trás para frente!!?

E uma das razões que vejo para isso é a gente achar que já estamos começando tarde qualquer processo de mudança. O seu próprio testemunho de vida, feito espontaneamente e deveras resumido, já é uma demonstração viva deste tipo de situação. Nunca é tarde para revermos velhos conceitos, mesmo porque os novos conceitos não que dizer que por serem novos para nós, ou os encararmos como uma reforma ou substituição de parâmetros anteriormente estabelecidos, estejam, agora, corretos.

Estamos em processo de educação do Espírito e a grande virtude que nos cabe a essa altura de nosso aprendizado, é reconhecer nossos pontos fracos e lutarmos para fortalecê-los. Não temos a obrigação de acertarmos logo na primeira iniciativa de mudança ou realinhamento de sentimentos. Mas, também, não podemos desistir de uma nova tentativa sempre que julgarmos necessário ou conveniente.

Um grande abraço Altino. E que seja um mês de estudo sob a luz do Cristianismo que, naturalmente, reina neste mês natalino que celebra a manifestação do Cristo no seio da humanidade.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: lconforjr em 01 de Dezembro de 2014, 21:32
Mudança Interior .... Reforma Intima

      Referencia msg inicial de 011214, às 12:36, de MAltino

      Conf: meu querido MAltino, como sempre faço perguntas pq tento entender conceitos da codificação do modo como os amigos estão entendendo, mas sempre encontro obstáculos pela frente.

      Por isso, sobre o ao tema iniciado por vc, tenho de propor algumas questões. Se algum dos amigos, mais conhecedores da doutrina, puder esclarecer, agradecerei.

      1 - o amigo diz que, como não fez o que devia fazer, como visitar quem estava doente etc e q, agora, está pagando por isso. Então lhe pergunto: e pq vc não fez o q devia fazer? Por ignorância ou pq decidiu escolher contrariar as leis do amor? Ou pq as experiências/lições da escola da vida lhe mostraram q não seria conveniente fazer isso, ou q fazer isso não seria de grande importância?

      2 - Pq não fez a tal Mudança Interior que devia ter feito? Se sabia que não fazer o q devia fazer lhe traria sofrimentos, pq decidiu escolher sofrer, não fazendo, em vez de escolher não sofrer fazendo-a? Será isso mesmo? Vc, podendo escolher não sofrer, escolheu sofrer??!!

      3 – pq se diz q devemos fazer a “reforma íntima”? Onde ou qdo nos deformamos intimamente, se tudo q deve ser reformado é pq se deformou?

      4 – se somos todos criados sem imperfeições, e se a doutrina afirma q não existe retrocesso moral, como entender a necessidade de “reforma íntima”? Não é retrocesso moral estar num estado de livre de imperfeições e, depois, chegar a um estado repleto de imperfeições, das quais temos de nos livrar fazendo uma "reforma íntima"?

.................
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Antonio Renato em 01 de Dezembro de 2014, 23:33
Meu irmão altino que bom que você está de volta ao nosso convívio,se não estiver 100%
restabelecido em seu estado atual de 96% já é de bom tamanho para todos nós.
O tema do estudo deste mês escolhido por você "caiu como uma luva",assim como é
dito popularmente aqui no Brasil.Nos meus 67 anos de vida material tenho vivenciado
varias situações das quais obtive verdadeiras lições da vida,pois sendo ela uma escola
estamos sempre aprendendo.Muitos foram os caminhos em que eu tentei ir adiante
e não obtinha sucesso nem satisfação naquilo que estava realizando,mesmo sendo
uma pessoa do bem e está em uma religião cristã como o catolicismo.Cometi vários
erros condenaveis que na época não tinha cosciência da sua gravidade ou a minha
visão não alcançava dando a mim limitações.Nenhum dos atos cometidos foram contra
as leis da justiça dos homens mas sim contra as leis morais ditadas por Deus.Ao ter
a Doutrina Espirita como uma nova maneira de ver a vida,foi o maior passo que eu dei
para um conhecimento melhor da própria vida,pois ao estuda-la fui tomando conciência
dos meus erros e fui me modificando para melhor naturalmente,fazendo assim a minha
reforma íntima.Agora neste estágio atual,bem sei o quanto estava errado,evidentemente
eu sei também que pela lei de causa e efeito tenho débitos a resgatar,se não nessa mas
em outras encarnações.Sendo assim meus irmãos,concordando com o nosso irmão
Kazaoka,estamos em um processo de aprendizado do espírito,cabe então a todos nós
reconhecermos os pontos fracos e lutarmos para fortalecê-los.
Fiquem na paz.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Norizonte da Rosa em 02 de Dezembro de 2014, 00:15
Boa noite colegas.

A intenção não é criar polêmica no estudo, mas tenho que fazer um questionamento que pode parecer não muito 'ortodoxo':

No exemplo pessoal que nosso colega Altino nos apresenta, o receber na mesma moeda (se não entendi mal) se deve ao fato de não ter feito no passado algo que agora esperava que fizessem por ele, o colega Altino. Mas se tivesse visitado doentes, parentes, e por obrigação? também teria recebido na mesma moeda?

Pergunto isso porque, aparentemente, mesmo quando fazemos algo apenas por obrigação, isso de alguma maneira nos alivia a consciência e, pelo que entendo, quem cobra é a consciência e não Deus; então, aparentemente, nosso colega (dedução que tiro de minhas próprias experiências) não teria recebido na mesma moeda, ainda que tivesse feito as visitas somente por obrigação.

Mas fazer visitas a doentes, parentes, por obrigação, sem um verdadeiro sentimento de humanidade, empatia, seriam formas de reforma íntima? a reforma íntima não seria já o resultado, quando já conseguimos sentir empatia e então fazemos coisas 'de coração'? ou o ato mecânico em si tem algo que pode despertar o sentimento que é o que interessa na reforma íntima?

Penso que nossa evolução pessoal é gradual e bem lenta e ocorre em pequeninas coisas que nem nos damos, muitas vezes, conta. Vou dar um exemplo pessoal, que pode soar destoante do que se possa entender por reforma íntima e até pueril, mesmo assim vou arriscar: há dez anos procuro fazer minha parte em relação a animais de rua (cães), mas sempre senti nojo de feridas, sangue,..enfim, tudo aquilo que causa repulsa (cheira mal, tem aparência ruim,..). O fato é que ao pôr a mão na massa, pois algumas vezes peguei animais de rua com feridas horríveis, sarnas,.. (e pelo fato de os tratamentos não poderem ser feitos totalmente por veterinários, pois são contínuos, como fazer curativos..) acabei perdendo esse nojo de feridas, carnes expostas, sangue. Isso para mim entendo que é uma evolução, por menor que seja é uma evolução e nem digo que é evolução moral, mas uma simples evolução. Mas levei uma vida para chegar a isso e por isso disse que nossa evolução é lenta e gradual.

Quando escrevo sobre essa evolução, do exemplo que dei, penso que tem a ver com uma evolução moral, mas não no sentido de ter me tornado melhor, mas no sentido de ter desenvolvido a inteligência para o caso específico. Explico: acredito que a aversão que temos a coisas desagradáveis, repulsivas, se deve ao instinto de conservação que temos, pois a coisas desagradáveis instintivamente associamos doenças. A evolução, no caso, seria, ao utilizar o racional, ter superado essa tendência instintiva. Não que o instinto seja algo ruim, mas é o que caracteriza os animais e como temos algo a mais que os animais irracionais, ou algo mais desenvolvido que estes, o desenvolvimento da inteligência não deixa de ser uma forma de evoluir. E isso pode-se ver normalmente em pessoas que enveredam pelo ramo da medicina (veterinária ou não). Aquilo que em um primeiro momento parece desagradável, com o tempo torna-se natural com aqueles que estudam nessa área.

PS Só agora de manhã percebi o arquivo pp, com bom conteúdo, falha minha!
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Danilo Henrique em 02 de Dezembro de 2014, 16:11
Sobre o assunto reforma íntima, tenho essas impressões:
Há muitos amigos que demonstram uma grande boa vontade de alcançar conquistas espirituais, no sentido de conseguir uma melhor posição no futuro. É esse o motivo de estarem tão dedicados aos estudos, aos trabalhos e aos grupos e reuniões de tema espiritual.
Entretanto, essa busca tem sido para esses amigos, por si mesma, uma prova.
Porque afirmo isso com "tanta" certeza?
Porque estou convencido de que embora a mente afirme o desejo de evoluir espiritualmente, ela segue a buscar inconstantemente a satisfação da própria mente. De que modo? Buscando satisfazer as verdades que ela possui. A mente jamais trabalhará em prol da reforma íntima. Independente de valor e do conteúdo que ela crie, ela trabalha apenas á favor da própria satisfação.
É por isso que o trabalho de reforma íntima consiste em primeiro lugar no combate às verdades da mente.

A reforma íntima é do Espírito, e não do ser humano. Se a reforma íntima é do Espírito, ela não se realiza através de "atos humanos". Nenhum ato, por si só, vai fazer surgir no Espírito uma nova virtude. Pois o ato é efeito, e não causa. O ato é o resultado da criação mental que o levou a acontecer naquele momento, mas ele não vai fazer o Espírito evoluir. Compreender isso, é um grande passo para a reforma interior.
O que vai fazer o Espírito evoluir, são as escolhas feitas livremente, ao modo que ele vai reagir às próprias criações mentais. Se ele reage com amor, caminha na direção de Deus. Se ele reage com egoísmo, mantém-se afastado. Mas esse reagir, não é com o pensamento. Não é com outra formação mental. Porque essa nova formação mental usada para combater a primeira também terá em vista a satisfação de uma verdade individual. É nesse "looping" que os amigos se perdem e andam em círculos.
Essa reação, é com o sentir. E o sentir é algo vem lá dentro, de onde vocês (seres humanos) não podem ter acesso consciente. Para vocês (seres humanos), o ato de sentir é como se não lhes pertencessem, e portanto, é impossível. Ele somente surge de dentro para fora sem controle, como uma espécie de acaso. Mas para vocês "Espíritos", que assim se reconhecem e que compreendem que vieram da eternidade com o objetivo de se aproximar de Deus, e sofrer as vicissitudes da existência passando pelos gêneros de provações que vocês mesmo solicitaram, o ato de sentir é possível.

Um mesmo ato (humano) pode tanto ser fruto de um ato (espiritual) com amor universal como fruto de um ato (espiritual) egoísta.   
O que vale é apenas a intenção, que está desvinculada do mundo mental. Porque essa intenção é do Espírito, que não é a mente, mas aquele que assiste à mente agir e lhe propor as tentações que ele precisa sofrer, no caminho da sua aventura encarnatória.

Vamos a um exemplo: Um amigo do fórum diz: Eu deveria ter agido de outra forma no passado, e por não ter agido de tal forma, hoje estou pagando o preço.
A mente desse amigo lhe afirma que ele deveria ter agido de outra forma, que não foi a que ele podia ter agido por uma série de fatores, inclusive, o simples fato de Deus não querer que ele tivesse agido, por não ser esse o caminho traçado para o gênero de provações que ele precisava sofrer, e por não existir merecimento daqueles que se beneficiariam de tais atos. (Logo, seria injusto ter realizado tais atos). Mas digamos no entanto que ele tivesse agido de maneira diferente. Que diferença isso poderia ter feito para a sua sorte atual? Toda, ou nenhuma.
Porque isso dependeria somente da intenção colocada no ato, e não nos atos em si.
Portanto, quando a mente diz que desejava ter agido de tal modo, podem apostar que o que a mente quer não é a evolução espiritual. O que a mente quer, é a satisfação de uma verdade individual (que diz que o "certo" é agir de determinada forma).

O espiritualista que deseja fazer a reforma íntima de forma efetiva, deve tirar o foco dos atos, e colocar o foco na observação do movimento da mente. Inclusive o movimento que lhe sugere que as coisas devem ser feitas de determinado jeito. Essa é uma tentação comum ao gênero de provação de seres humanos que buscam evolução espiritual (com a mente, raciocínio). Embora estejam dotados de boa vontade, ainda acreditam seres humanos vivendo uma vida e continuarão andando em círculos até acordarem desse sonho.

Abraços!


 

         


 
   
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: M.Altino em 02 de Dezembro de 2014, 17:33
Amigos e companheiros deste Estudo onde tentamos falar e sentir a nossa Mudança Interior e como tudo está em cada um de nós ...quero agradecer ao amigo Kazaoka pelas suas palavras que me deram muita força ao mesmo tempo me sentir quer temos de compreender muito bem este tema e ao amigo António Barbosa pelo seu carinho e como podemos compreender está muito bom e a sua compreensão do tema dar também a minha saudação ao amigo Inconforj e ao mesmo tempo dizer - lhe que ainda estou num patamar de aprendizado mas o que disse foi com muita sinceridade e lealdade e compreendo que mesmo que o tivesse feito podia acontecer na mesma ..ao amigo Norizonte Rosa o meu muito obrigado pelas suas palavras que me ajudam muito nesta caminhada e compreendi tudo ...ao amigo Danilo também lhe agradeço tudo o que disse pois é muito importante sabermos e compreender esta ,Mudança Interior dentro de cada um de nós.... Assim com um tarde de muita paz e agradecendo todos com um obrigado para vossa participação e dinamização deste estudo... Mas quando senti a fazer tinha também um sentido de cada um de nós e quem nos visita dar o seu testemunho pois é com um sentido que esta Mudança Interior tem de começar de dentro para fora e não só de teorias que muitos conhecem, não esta Mudança Interior tem de ser vivida dentro de cada um de nós para que possamos nos modificar sempre e assim sermos melhores pessoas...
[attach=1]
Mesmo a Reforma Íntima necessita, para sua consolidação, de um estudo da Doutrina Espírita que será tanto mais efetivo quando realizado nos Centros Espíritas.
Entretanto, sendo um conhecimento básico que será útil no dia a dia de todas as pessoas, e por exigir principalmente uma vontade firme de se regenerar, daremos aqui algumas noções deste procedimento.
A Reforma Íntima é um processo contínuo de auto- análise, de conhecimento de nossa intimidade espiritual, libertando-nos de nossas imperfeições e permitindo-nos atingir o domínio de nós mesmos.
Podemos e devemos substituir nossos defeitos como, o Orgulho, a Inveja, o Ciúme, a Agressividade, o Egoísmo ou Personalismo, a Maledicência, e a Intolerância.
 Por virtudes, tais como a Humildade, a Resignação, a Sensatez, a Generosidade, a Afabilidade, a Tolerância e o Perdão.
Como podemos então entender tudo podemos fazer para que a nossa Mudança Interior possa mudar a vida de cada um de nós tirando de dentro de nós as coisas velhas que por vezes nos amarguram a vida .... vamos tentar sermos mais claros e corajosos para que a nossa vida seja melhor e nos tornarmos melhores pessoas
[attach=2]
Amigos com um grande abraço de muita paz e agradecendo a vossa colaboração para que todos possamos beneficiar deste Estudo e pensarmos melhor na nossa Mudança Interior este vosso companheiro de jornada ainda com muitas limitações
[attach=3]
[attach=1]
Manuel Altino

Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Edna☼ em 02 de Dezembro de 2014, 18:00
Olá a todos!

Como é bom vê-lo coordenando mais um estudo mensal, amigo M. Altino!

Ao ler o post inicial lembrei  as palavras de Paulo:  “Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço.” (Romanos 7:19)

Entretanto, a natureza não dá saltos, somos Espíritos em evolução no difícil mundo de "provas e expiações",  e o erro é meio de aprendizado, por isso o tenho como lição, pois que Deus não pune, apenas corrige.

O momento difícil deve levar a reflexão e perguntar a nós mesmos: o que esta situação difícil/dolorosa está querendo (nos) ensinar?

A partir dai é preciso boa vontade, força, fé e maturidade para analisar o que podemos modificar, lembrando que temos em nós a potencialidade para a tudo superar e o amparo divino que nunca falta.

Bom estudo!

Um abraço,

Edna

Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Kazaoka em 02 de Dezembro de 2014, 22:20
Boa noite Altino e demais companheiros deste estudo.

Atendendo ao que nos solicita o Altino sobre a possibilidade de relatarmos experiências pessoais que nos marcaram. Uma das que jamais esquecerei é sobre o tabagismo que me acompanhou dos 12 aos 27 anos.

Apesar de saber dos malefícios do hábito de fumar, e mesmo meu organismo me dando repetidos sinais que o tabaco era uma agressão à saúde do meu corpo, pois sentia sintomas físicos que denunciavam isso, como por exemplo; queda de pressão sanguínea, turvamento da visão dentre outros que são comuns a todos fumantes. Mesmo assim meu vício durou aproximadamente quinze anos. Neste período, por mais de uma vez, tentei abandonar o vício e não conseguia. Os tempos passaram, casei, tive filhos.
Próximo dos 28 anos, morando na zona rural, eu minha esposa e, naquela época, meus dois primeiros filhos e o terceiro já encaminhado, as coisas em termos financeiros não andavam nada bem. Eu trabalhava em uma grande propriedade de cafeicultura que passava por seríssimas dificuldades, e isso tinha reflexo sobre todo quadro de funcionários que em época de inflação galopante, todos nós estávamos sofrendo com um "achatamento" de salários.
A nossa casa ficava a 30km da cidade mais próxima e num determinado fim de semana, tendo esquecido de me prevenir com o estoque de cigarros, me vi sem o objeto de meu vício. Não havia outra alternativa! Tinha que ir atrás dos cigarros... E seria uma viagem de 60km, 30 para ir e 30 para voltar.
Coloquei minha esposa e os dois filho dentro do carro e saímos ruma à cidade. Mas alguma coisa estava falando muito alto dentro de mim, tanto que não trocamos uma palavra naqueles, aproximadamente, primeiros cinco quilômetros de nossa viagem.
Foi quando, em uma ação repentina, parei o carro, olhei para o lado e vi na tristeza dos olhos de minha esposa e na inocência das crianças, a imposição de uma pena que era minha. Naquela altura, sem entender direito o que estava acontecendo, minha esposa questionou; - O que foi? e a resposta; - Não foi nada. Só que não vou buscar estes cigarros e nem vou fumar nunca mais na minha vida.
Hoje estou com 54 anos, nunca mais fumei e o mais interessante, depois desse evento nunca mais senti vontade de fumar e nem me incomoda que fumem perto de mim.
Eu sei que isso não pode ser chamado como uma reforma, mas não deixa de ser uma situação em que os aspecto moral sobrepujou em muito o apelo das paixões terrenas.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Antonio Renato em 03 de Dezembro de 2014, 12:46
Meus irmãos,costuma-se dizer que o tempo nos ensina a viver,muito embora isso possa parecer
sem sentido, pois a medida em que o tempo de vida material vai passando e pelas experiências
que vamos adquirindo nessas situações em que passamos,veremos que isso é verdadeiro.
Muitas foram as situações em que eu tive que tomar decisões,e nem sempre atingiam o objetivo
desejado,depois de passado algum tempo é que vinha saber o porque de não ter dado certo.Há
um dito popular muito usado que confirmam também esse aprendizado:"Dê tempo ao tempo
que a resposta virá".Muitas das vezes é necessário uma forte experiência para que se acorde
para a relidade,e isso aconteceu comigo:No ano de 1997 fui vítima de um grave acidente,vinha
dirigindo o meu veículo e parei em sinal(farol,ou como chamam)de um cruzamento,quando
esse abriu me dando passagem me desloquei,nisso um outro veículo que avançou o sinal veio
colidir na minha lateral pelo lado do carona,ou seja o lado oposto,dado ao impacto muito forte
ao ponto de rasgar a lataria,o banco do carona me imprensou,com isso provocou hemorragia
interna com três costelas q,dois dia na UTI,mais dez dias com um dreno retirando sangue da
pleura,Graças ao nosso bom Deus e aos espíritos protetores posso hoje está relatando o
acontecido.Vejam bem meus irmãos,seguia ou melhor,estava em uma religião cristã,mas com
certeza afastado de Deus,No momento do acidente duas frases ditas  ficaram marcadas
até hoje em minha mente:"Meu Deus me ajude""Meus bons espiritos de Luz me proteja".
Durante o período de internação fiz uma reflexão da minha vida e da maneira que vinha me
conduzindo,me questionei quanto ao chamamento não só de Deus mas também aos bons
espíritos de luz.Hoje estudando e seguindo a Doutrina Espirita fico às vezes me perguntando
se foi apartir daquele acidente que eu passei a ver o espiritismo como uma forma de melhor
me aproximar de Deus?ou que eu estava em uma religião que não me dizia muito?por isso
talvez é que eu não me interessava muito por está seguindo-a,sinceramente não sei como
responder.
Fiquem na paz.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: M.Altino em 03 de Dezembro de 2014, 16:50
Amigos e companheiros deste cantinho de estudo para todos a minha boa tarde de muita paz e fiquei muito sensibilizado com os testemunhos dos amigos Kazaoka e António Renato Barbosa é assim que com estes acontecimentos que por vezes podem vulgares mas são  para cada um de nós um exemplo e assim estamos sempre a tentar nos modificar sempre.
Eu também antes do A V C  fumava embora pouco mas fumava, e então desde essa data nunca mais fumei, nem sequer penso assim como dantes comia muitas coisas que faziam mal e que agora não como, pois agora é tudo sem sal,,, como podem entender sempre estamos em Mudança Interior    mas algumas pessoas que estão iniciando estes estudos imaginam que bastará a primeira leitura para ficarem livres de todos os seus defeitos.
Ao verificarem na vida prática que não houve nenhuma mudança, desanimam e abandonam seu propósito inicial de se reformarem.
Por isso devemos dizer, logo de início, que este estudo é para a vida toda.
 A leitura deste artigo e dos livros da referência permitirá a você conhecer o assunto, mas sua reforma total só virá depois que você começar a identificar estes defeitos em cada situação da vida e aprender aos poucos a prática das virtudes que irão substituí-los.
Portanto, esta leitura é importantíssima pois com ela você começará a pensar no assunto.
 Continue estudando sempre e no futuro, quando a vida já tiver lhe ensinado bastante, você ainda verá que a cada dia, um dado defeito, considerado como vencido, retorna com nova roupagem em outra situação, surpreendendo-o.
Então agora vamos percebendo pelas nossas atitudes e conhecimento que tudo acontece naturalmente e precisamos sempre de confiar , porque é todos os dias que vamos limpado a nossa vida material e espiritual de coisas que não nos valoriza...
[attach=1]
Amigos com um grande abraço de muita paz
[attach=2]
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Helio Carneiro em 03 de Dezembro de 2014, 19:47
Ir Altino. Só tenho um pequeno comentário a fazer: gostei muito do artigo e das flores. Parabéns. Feliz Natal. Deus te abencôe! - Hélio Carneiro, Vitória (ES).
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Kazaoka em 03 de Dezembro de 2014, 21:01
Existem dois sinalizadores infalíveis sobre o que devemos melhorar em nós. Um são as imperfeições que reconhecemos ter, o outro são as nossas dificuldades em lidar com determinadas coisas.
Se estamos neste mundo num processo de aprimoramento e aperfeiçoamento espiritual, tudo o que temos de mais importante a fazer é lidar encarando de frente tudo que em nossa vida se encaixa em um desses dois sinalizadores morais. E lembrando uma citação que ouvi em uma palestra; "Nós não viemos para cá para passear ou curtir férias. Deus não nos deu passaporte, Ele nos deu carteira de trabalho. E é nisso, no trabalho íntimo contra as imperfeições identificadas e questões que nos impõe dificuldades, é que devemos concentrar nossos esforços de transformação. Vencer tudo isso dentro de nós mesmos seria a glória. Mas, por enquanto, perseverar na luta é a virtude que nos cabe no momento.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Norizonte da Rosa em 03 de Dezembro de 2014, 23:31
Olá colegas.

Embora eu possa estar destoando da ideia dos demais, o faço com sinceridade e eis minhas questões:

As correções de atitudes podem indicar boa vontade, esforço e isso deve ser considerado; mas como as correções de atitudes podem alterar corrigindo nossas naturezas íntimas?

Se estou sensual, como a repressão à sensualidade pode alterar minha natureza atual?

Se tenho acessos de raiva, como a repressão a esse sentimento pode alterar minha natureza atual?

Como disse, a vontade de melhorar deve ter seu valor. Aquele que pensou em cometer um crime, mas conseguiu resistir, teve culpa por ter tido vontade de praticar o crime, mas o fato de resistir também será levado em conta. Mas a natureza atual muda com a repressão dos atos? quem é sensual, por reprimir as práticas que o levam a ser sensual, deixará de ser sensual? quem reprime a raiva, por reprimi-la deixará de sentir raiva?

Se a reforma é íntima, então o que sentimos no íntimo deveria ser alterado, reformado. Isso acontece com as repressões das chamadas más tendências?

Não estou argumentando para negar que a ideia de resistirmos às tentações possa nos beneficiar, mas gostaria de entender como se processaria essa mudança: deixo de fazer algo que aponta para o errado e algum dia deixaria de ter essa má tendência?

Sinceramente vejo a reforma íntima como algo muito difícil e isso porque enquanto formos egoístas (no sentido mais amplo dessa palavra: no sentido de buscarmos o prazer, também no sentido mais amplo dessa palavra: prazer no sentido de sermos felizes como humanos) e não nos reconhecermos realmente como Espíritos, continuaremos sendo egoístas e, como tal, tendo todas aquelas más tendências daqueles que buscam a felicidade material. Não que eu esteja prescrevendo uma fórmula para o sucesso da reforma íntima, apenas fico pensando se todos os nossos esforços, quando existem, realmente podem nos trazer essa reforma íntima se continuamos sendo mais humanos que Espíritos.

Acredito que a reforma íntima foi conquistada por aquele encarnado a quem nada mais possa atingir (de material) e que nada espere do exterior para ser ou não feliz, do contrário, qualquer mudança externa o faria sofrer e o sofrimento é indicativo, a meu ver, de coisas a corrigir e isso porque se nossa natureza principal é a Espiritual, nada de externo deveria nos atingir.

Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Kazaoka em 04 de Dezembro de 2014, 00:33
Boa noite Norizonte!
Nem sempre reformar significa suprimir alguma coisa. Reformar é, acima de tudo, transformar alguma coisa que já existe em algo melhor.
O egoismo, por exemplo, que é a chaga da humanidade. O que é o egoismo senão o sentimento nobre do amor em uma forma desvirtuada. O amor sublime pode passar pela fase do egoismo assim como o Espírito puro um dia foi um Espírito inferior. Então não se trata de apenas suprimir uma determinada imperfeição, temos que buscar transformá-la em algo positivo. E esse "algo positivo" só teremos ciência plena dele à medida que aprendemos a discernir o certo do errado. E só as experimentações dessa e daquela situação é capaz de nos proporcionar isso. Portanto, não tenhamos medo de tentar.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: M.Altino em 04 de Dezembro de 2014, 11:36
Amigos e companheiros deste Estudo que nos faz meditar um pouco na nossa vida e pensar nas dificuldades que vamos tendo os saúdo com um bom dia de muita paz e nunca desanimando nesta difícil caminhada.
Lendo as colocações  anteriores vejo que tanto o amigo  kazaoka e o amigo Norizente Rosa tem em certa razão pois neste assunto por vezes é complicado discernir o que fazemos bem ou não, mas vamos pensar que estamos numa caminhada evolutiva e complicada que nos propusemos vencer por isso vamos continuar com  a mesma vontade e força com que começamos.
Uma das mudanças interiores que são importantes para todos nós É  Honestidade e a Forma de Estar na Doutrina e depois no seu Lar e junto das outras pessoas, é que muitas vezes um trabalhador ou dirigente  de um Centro Espirita é uma pessoas afável generosa e  muito conhecedora da Doutrina e aguda tudo e todos........ mas depois na vida diária no trabalho e em seu lar é totalmente diferente e com falta de carinho para o seu lar ...... Todos sabemos que há pessoas assim ...mas apenas se enganam a Elas mesmas.. por isso o falarmos aqui sobre a Mudança Interior é muito importante para cada um de nós meditar.....
[attach=1]
O Conhecer a si mesmo é o primeiro passo para a reforma.
E, sem dúvida, o estudo da Doutrina Espírita e sua prática em Centros Espíritas, que seguem a Doutrina de Alan Kardec, será de fundamental importância para a realização dessa reforma.
Lembre-se que temos a tendência natural de sempre justificar nossos defeitos com racionalismos.
 São artimanhas e tramas inconscientes, muitas delas sugeridas por espíritos inferiores que desejam ver a nossa queda.
 Portanto conheça a fundo esses defeitos em todas as suas particularidades, em como eles o afetam, localizando as ocasiões em que estamos mais vulneráveis à sua manifestação.
Procure então se afastar desses momentos propícios em que eles se manifestam, para não ser mais envolvido por seus tentáculos, nem cair nas suas teias.
Um terceiro ponto importante é que precisamos contar com as quedas.
 Até que cresçamos espiritualmente somos como crianças aprendendo a andar.
São as quedas que fortalecem nossa vontade, e nos ensinam a ter persistência.
Nós somos aquilo que conseguimos realizar e não aquilo que prometemos.
Através as quedas aprendemos mais sobre nós mesmos e podemos aperfeiçoar o modo de evitá-las.
Mas se cairmos porque nos falta vontade de acertar estaremos no caminho descendente e, de queda em queda, nos enfraqueceremos.
Percebem a sutileza?
 A criança aprende a andar porque está determinada a fazê-lo.
 Não desanime, levante-se logo e siga em frente tranquilamente, sem se martirizar, com conhecimento de causa, na firme determinação de não mais errar.
Por último recomendamos que em cada minuto de sua vida, antes de iniciar qualquer ação, você faça este exercício de se perguntar sempre:
Isto que estou fazendo agora seria bem aceito entre os bons Espíritos?
Se for, o procedimento é correto; se não for descontinue imediatamente o que iria fazer e não pense mais nisso.
Nas situações em que ficar em dúvida, por não saber o que os bons Espíritos pensam a respeito, lembre-se de estudar as obras espíritas.
Concentremo-nos em nosso interior e procuremos melhorar nosso espírito eterno, esquecendo o que esta sociedade transitória estabeleceu como "normal" para nós.
Lutemos o bom combate e não a luta mesquinha dos materialistas.
A humanidade continuará ainda por muito séculos como é agora, mas nós que já cansamos de ver o sangue correr nestes dois últimos anos, que já sentimos o amor que nos é transmitido pelos Espíritos em nossos corações, que estamos aqui para a realização de nossos últimos resgates, que já começamos a compreender as palavras de nosso querido amigo e mestre Jesus, nós não precisamos participar dessa insensatez, nós podemos fazer a nossa pequena parte vivendo com Jesus, com caridade, realizando a transformação no íntimo de cada um.
"Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral e pelos esforços que emprega para dominar suas más inclinações."
Amigos é assim que cada um de nos se pode modificar e fazer o que sente na sua vida, embora como já disse umas vezes pensamos ser o melhor e chegamos á conclusão que podíamos ter feito ainda melhor .... mas nunca desanimar e continuarmos sempre em frente....
um grande e sincero abraço de muita paz
[attach=2]
Este vosso companheiro Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Antonio Renato em 04 de Dezembro de 2014, 11:40
Meus irmãos Norizonte e Kazaoka,eis aí uma questão muito importante.Sentir-se aliviado ao
retirar de si aquilo que o prendia,sentir-se bem de como por se vê livre de um grande peso
que a muito vinha carregando.Essa é a sensação que se tem no seu íntimo quando algo que
lhe incomodava mas não tinha ídeia do que era,isso para mim é reforma íntima.Durante muito
tempo em nossa vida material procuramos satisfações,motivações,para ter a sensação de
estarmos bem,seja no nosso lar no seio da nossa família,no trabalho,no convívio com os
amigos,enfim,em todas as situações.Muito embora tudo isto faça parte da nossa vida não
estamos verdadeiramente em comunhão com Deus,tudo que fazemos de bem é importante
mas fica faltando essa comunicação com o nosso pai criador,ao nos darmos conta disto é
como se fosse um despertar para a realidade,daí então passamos a ter e vê a vida de outra
maneira.Assim eu penso.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: lconforjr em 04 de Dezembro de 2014, 14:16
Re: Mudança Interior .... Reforma Intima

      Referencia resp  #7 em: 021214, 18:00, de Edna.

      Olá, Edna!

      Vc disse q, ao ler o post inicial, se lembrou  das palavras de Paulo:  “Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço.” (Romanos 7:19)

      Deve, então, tb ter se lembrado que Paulo continua dizendo que ”todos” os nossos erros são devidos, não às nossas escolhas erradas ou vontade, maldade ou o q for, mas ao fato de estarmos num corpo carnal; logo q não nos cabe responsabilidades por nossos “pecados”. Lembra-se? “.

      E, se como vc diz, “o erro é meio de aprendizado”, porq temos de sofrer pelos erros q praticamos? O plano de ensino criado por Aquele que é amor e justiça, para a evolução de suas criaturas, se baseia em fazer sofrer?!! Se não há sofrimentos, não há evolução?!!

      As criaturas criadas por Aquele que é Sabedoria absoluta, só aprendem se as chicotadas da dor as fizerem sofrer?!!

....................
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: lconforjr em 04 de Dezembro de 2014, 15:55
Re: Mudança Interior .... Reforma Intima

      Referencia resp #8 em: 021214, 22:20, Kazoka

      Conf: não consigo entender que tantas vezes os companheiros de estudo estejam se referindo ao que fizeram no passado (eles mesmos ou terceiros), ou q estão ainda fazendo de nocivo ao organismo físico, como fumar, beber ou comer em demasia, e outras coisas q fazem mal, mas ninguém se pergunta porq, se têm o livre-arbítrio e, portanto, podiam e podem escolher fazer o q é o certo, escolhem fazer o que é errado!!

      O amigo Kaza, o nosso jovem de 54 primaveras, está dizendo que, mesmo sabendo q o fumar lhe traria malefícios, e seu corpo já lhe mandando sinais de que isso estava acontecendo, mesmo assim seu vício durou por cerca de 15 anos! Mais de uma vez, tentou para de fumar, mas não conseguiu.

      E tão escravo estava do vício que, ao lhe faltar cigarros, se viu sem alternativa, senão iniciar uma longa viagem de 60 km, para comprar o q lhe alimentasse o vício.

      Pois é isso que sempre digo, meu amigo descendente de ‘povos de além mar’ e, por isso, lhe faço as perguntas abaixo. Tente responder, q lhe será interessante e esclarecedor conhecer as respostas:
 
      - se temos a liberdade de escolher não fumar, pq esperaremos 15 anos para fazer essa escolha?! Vc mesmo respondeu: “porq não conseguia parar de fumar!”.

      - alguém é responsável por não "conseguir" fazer alguma coisa acredita q deve fazer, como essa de parar de fumar?!

      - pois, se, realmente, desejamos para de fumar, porq não conseguimos parar?!

      - o q é que nos impede de conseguir fazer algo q achamos q devemos fazer?

      - e porq vc, ou eu, ou alguém adquire “paixões terrenas”?

      - nós mesmos desejamos e escolhemos adquiri-las, ou é o que a escola da vida nos ensina, com suas experiências e lições incessantes, q nos faz adquiri-las?

      -  o que é que pode fazer com q, mesmo tendo vontade, não conseguimos vencer esse vício, e tantas muitas outras imperfeições e defeitos morais q possuímos?

      - afinal, onde está nisso nossa culpa ou responsabilidade? Não conseguir realizar algo que devemos realizar é transgredir as leis de Deus?

      - adquirir um vício, ou defeito ou imperfeição moral, q certamente não dependeu de nosso desejo adquiri-lo, mas de nossa ignorância, ou inconsciência, ou falta de força de vontade, é culpa ou responsabilidade   nossa?

      - e, se não é culpa nossa, e se a DE  ensina que todos os sofrimentos decorrem de transgressões conscientes às leis de Deus e q são aplicados com perfeita justiça, qual a justificativa q a doutrina dá para nossos sofrimentos?

      O que o amigo tem a dizer sobre isso?

...............
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: lconforjr em 04 de Dezembro de 2014, 17:39
Re: Mudança Interior .... Reforma Intima

      Referencia resp #4 em: 021214, 00:15, Norizonte

      Querido amigo Noriz, me permita dar-lhe um forte abraço pelo que faz a favor desses nossos irmãos, todos eles inocentes e abandonados à própria sorte, o mais das vezes, sorte miserável, não só nas ruas, mas onde quer q estejam!

      Noriz escreveu:... mas tenho que fazer um questionamento... se o Altino tivesse visitado doentes, parentes, e por obrigação, também teria recebido na mesma moeda? Pergunto isso porque, aparentemente, mesmo quando fazemos algo apenas por obrigação, isso de alguma maneira nos alivia a consciência e, pelo que entendo, quem cobra é a consciência e não Deus...

      Conf: sem dúvida, amigo Noriz, esse é apenas um entendimento seu, uma crença sua, pessoal, não da DE, pois a DE é bem clara qdo diz que quem “cobra” é Deus... Qto ao demais, concordo com vc.

      E pelo q o Altino diz, será q, para ele, a lei de Deus continua sendo a mesma de talião: “olho por olho, dente por dente!”. Será essa, para a doutrina, a concepção de um Deus de amor e justiça?! Pergunto isso pq Jesus mesmo ensinou “Se alguém lhe bater numa face, oferece-lhe também a outra!”; nada de "moeda por moeda"!

      Noriz: Mas fazer visitas a doentes, parentes, por obrigação, sem um verdadeiro sentimento de humanidade...  seriam formas de reforma íntima?... ou o ato mecânico em si tem algo que pode despertar o sentimento, que é o que interessa na reforma íntima?

      Conf: é evidente q o “ato mecânico” e, digo mais, absolutamente nenhum ato tem algo q pode despertar o sentimento para q a reforma íntima se realize! Os sentimentos que temos, não somos nós q os criamos em nós, pois ninguém tem o poder de “manipular” sentimentos, como o de transformar um pequeno sentimento de desamor em um sentimento de amor! Os sentimentos, todos eles independem de nossa vontade de tê-los ou não! Assim o amor, assim o ódio, a inveja, ciúme, desejos baixos, imorais, maldosos, assim a humildade, a solidariedade! Nada disso depende de nós! E aqui surge uma questão, para mim de grande importancia: pq a lei de causa e efeito nos penaliza se o fato de sermos maldosos, invejosos, ciumentos, imorais, orgulhosos, egoístas, não depende de nós?!!

      Noriz: Penso que nossa evolução pessoal é... bem lenta e ocorre em pequeninas coisas que nem nos damos, muitas vezes, conta... Isso para mim entendo que, por menor que seja, é, não evolução moral, mas uma simples evolução. Mas levei uma vida para chegar a isso e por isso disse que nossa evolução é lenta e gradual.

      Conf: com certeza, meu jovem, o fato de vc se “acostumar” a essas coisas q lhe causavam repulsa não é evolução moral; evolução moral será fazer tudo isso “por amor” àqueles animais infelizes, isto sim é evolução moral: o amor! O mais foi força do hábito, evolução intelectual! Vc mesmo disse: “utilizou o racional, desenvolveu a inteligência”.

      Mas, do q vc disse, tenho uma pergunta a lhe fazer para juntos raciocinarmos: se a DE ensina q “todos” os sofrimentos decorrem de transgressões conscientes à lei de Deus, pq vc teve de sofrer a repulsa q aquilo lhe causava? Estará errada a doutrina?

.....................
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Kazaoka em 05 de Dezembro de 2014, 09:51
Re: Mudança Interior .... Reforma Intima

      Referencia resp #8 em: 021214, 22:20, Kazoka

      [...]
...............

Deixamos de escolher o que seria melhor porque naquele instante consideramos que a escolha que fizemos nos satisfazia mais. E no caso de alguns vícios físicos ("físicos" porque existem outros de natureza moral) como o alcoolismo e o tabagismo, por exemplo, nestas situações o apelo representa a dependência orgânica àquelas substâncias, superando a vontade e a razão que são atributos do Espírito, determinando assim o estabelecimento do vício. Por isso que aceitamos o vício mesmo sabendo que aquilo não é uma coisa boa.
E escolher mal hoje não significa ser infeliz ou sofredor eternamente, podemos recuar e reavaliar nossos conceitos sobre certo e errado, conveniência e inconveniência e restabelecermos valores e promovermos as reformas que se fizerem necessárias.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: M.Altino em 05 de Dezembro de 2014, 16:58
Amigos e companheiros deste cantinho de estudo é com muito carinho que a todos dou a minha boa tarde de muita paz vamos continuar e debater esta grande verdade que temos na vida que é a nossa Mudança Interior, que é sempre uma opção que temos e muitas vezes sintam que é nas pequenas mudanças que vamos melhorando, embora por vezes nem damos a verdadeiro sentido.
Mas amigos é com esta Doutrina e pelo conhecimento que nos vai dando que vamos aprender a grande necessidade de nos melhorar todos os dias da nossa vida.
A Doutrina Espírita tem como meta principal a moralização do homem.
Sem isso não haverá paz espiritual, conquistada apenas quando a consciência não acusa mais dívidas para com as leis de Deus e para com o próximo.
Muitos chamam a Mudança Interior  de desafio, outros tantos acham que ela acontece de modo natural, progressivo e sem esforço, outros ainda se limitam a dizer que não apreciam nem o nome sugestivo que ela possui.
Isso ocorre possivelmente porque não entendem a necessidade do processo de modificação moral, acreditando que tudo que passa pelo empenho transformador é complexo e até beira o impossível.
O Espiritismo compreende que a salvação ocorre através da renovação moral, da sublimação dos valores espirituais, da modificação das imperfeições em virtudes.
 Nesse sentido é a Mudança Interior um processo passo a passo na direção do sucesso da alma.
Para entender o objetivo da, Mudança Interior basta fazer uma simples comparação de ordem material. Um dia alguém olha para sua casa, construída há anos sobre uma sólida estrutura de fundação.
Essa estrutura não será jamais perdida, mas pode vir a ser ampliada com um novo alicerce.
Algumas janelas necessitam ser substituídas por novas e maiores, há uma ou outra parede que  deve ser derrubada para ampliar o ambiente.
O dono da casa então toma a decisão!
Aquele é seu lar, ele ama aquele ambiente, mas já não atende suas necessidades atuais, precisa De o modificar.
O desafio do proprietário, portanto, é saber reconhecer o que é fundação e não pode ser mexido, o que está em ótimo estado, o que precisa ser recuperado, arejado, substituído.
Não é preciso destruir os alicerces da casa, é preciso reformá-la.
No campo da moral, ressalvadas as devidas proporções, o esforço e objetivo se assemelha.
A alma tem uma fundação, um espírito imutável, construído na sua história desde sua criação, onde se sustentaram as paredes do conhecimento que foi sendo erguido nas experiências já vividas.
As imperfeições, defeitos morais que possui, são as paredes a serem arrancadas, as janelas que serão substituídas.
O desafio da Mudança Interior é uma só, a persistência.
É preciso persistir em manter a nossa alma em equilíbrio e este somente existe quando há virtude.
Precisamos persistir no exercício da moral elevada, na prática de todas as ações que são boas, éticas, morais.
Somos os construtores de nós mesmos.                                                                                                                                                                                  Não é possível transferir para terceiros o cuidado que devemos ter com o Espírito.
A Mudança Interior é a mais importante decisão que podemos tomar para alcançar o bem maior que desejamos possuir.
A  própria existência em clima de paz espiritual.
Então vamos sempre e continuadamente a todos os momentos da nossa vida pelo tentar nos modicar o que já é muito bom.
Amigos com muito carinho um sincero abraço de muita paz deste vosso amigo sincero.
[attach=1]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 05 de Dezembro de 2014, 23:22
"Existem dois sinalizadores infalíveis sobre o que devemos melhorar em nós. Um são as imperfeições que reconhecemos ter, o outro são as nossas dificuldades em lidar com determinadas coisas."

Meu caro Kazaoka, tomei a liberdade de citar essa pequena parte de seu post para, depois de m período de muita correria, e sem computador em casa, tentar voltar as postagens.
Existe uma questão no LE, entre todas é obvio, que eu acho perfeita para essa questão da tal "reforma intima". Confesso que não lembro o número dela, nem a pergunta em si, mas a resposta, essa é um mantra: "Um sábio da antiguidade já vô-lo disse: conheça-te a ti mesmo.".
A unica maneira de conseguirmos efetivamente buscar ma reforma, é identificando a necessidade da reforma, a necessidade de mudança de postura mental, de uma condição depressiva, por assim dizer, para uma condição positiva e propositiva.
Consegui fazer isso com alguma eficiência depois de uma frustração profissional importante, que envolveu desprestigio pessoal e profissional, através de um ato de, digamos, traição.
Uma mudança importante para mim foi não apenas aceitar, mas definitivamente bendizer a chamada "trairagem".
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Kazaoka em 06 de Dezembro de 2014, 01:30
Olá Gustavo. Quanto tempo, hein!?

Se você conseguiu esta conquista e não guardou o amargor da experiência infeliz, com certeza você "ofereceu a outra face", e isso é muito bom, é renovador.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 06 de Dezembro de 2014, 01:44
Pois é Kazaoka, faz tempo, esse segundo semestre foi corrido e meu computador me deixou na mão quase todo novembro.
É uma historinha diferente, mas com um enredo de expectativa e frustração, traição e decepção, tudo no ambito profissional, mas realmente, sem magoas ou rancor, ao contrário, cresci muito moral e materialmente, e posso te garantir que, de minha parte não tenho problemas nenhum com os "trairas"..
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: M.Altino em 06 de Dezembro de 2014, 16:54
Amigos e dedicados companheiros deste estudo é sempre com muito carinho que lhes dou a minha boa tarde de muita paz  e ao amigo Gustavo as boas vindas que muito contente fico por poder participar seja bem vinda e continuando esta nossa meditação sobre a Mudança Interior vamos sempre pensar que em todos os momentos da nossa vida o podemos fazer e que sempre parece para cada um  de nós ser o melhor.
[attach=1]
A Mudança Interior  é um processo contínuo de auto conhecimento da nossa intimidade espiritual, modelando-nos progressivamente na vivência evangélica, em todos os sentidos da nossa existência.
É a transformação do homem velho, carregado de tendências e erros seculares, no homem novo, atuante na implantação dos ensinamentos do Divino Mestre, dentro e fora de si.
Porque é o meio de nos libertarmos das imperfeições e de fazermos objetivamente o trabalho de nos modificar  dentro de nós, conduzindo-nos com as aspirações que nos levam ao aprimoramento do nosso espírito.
Para transformar o homem e a partir dele, toda a humanidade, ainda tão distante das vivências evangélicas.
Primeiramente dentro de nós mesmos, cujas transformações se refletirão depois em todos os campos de nossa existência, no nosso relacionamentos com familiares, colegas de trabalho, amigos e inimigos e, ainda, nos meios em que colaborarmos desinteressadamente com serviços ao próximo.
O momento é agora e já; não há mais o que esperar.
O tempo passa e todos os minutos são preciosos para as conquistas que precisamos fazer no nosso íntimo.
Ao decidirmos iniciar o trabalho de melhorar a nós mesmos, um dos meios mais efetivos é uma Escola de Aprendizes do Evangelho, cujo objetivo central é exatamente esse.
Com a orientação dos dirigentes, num regime disciplinar, apoiados pelo próprio grupo e pela cobertura do Plano Espiritual, conseguimos vencer as naturais dificuldades de tão nobre empreendimento, e transpomos as nossas barreiras.
Daí em diante o trabalho continua de modo progressivo, porém com mais entusiasmo e maior disposição.
Mas, também, até sozinhos podemos fazer a nossa Mudança Interior , desde que nos empenhemos com afinco e  vivendo coerentemente com os ensinamentos de Jesus.
É assim grandes amigos que devemos pensar que em qualquer momento da vida estamos sempre a tempo de começar só é preciso termos força e coragem....
Com um sincero abraço de muita paz este vosso companheiro que vai aprendendo com todos
[attach=2]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 06 de Dezembro de 2014, 22:08
Meu caro M. Altino, obrigado pela recepção.
Realmente a reforma intima é processo lento e gradual que normalmente se inicia por um baque, por uma situação de frustração ou de sofrimento, pois temos uma dificuldade enorme de sair de nossa zona de conforto, sem uma pressãozinha das circunstâncias.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Kazaoka em 06 de Dezembro de 2014, 23:02
Boa noite Altino, Gustavo, Antônio Renato, Coronel, Norizonte e visitantes.

A dor e sofrimento costuma ser ingrediente das reformas mais importantes que fazemos em nossas vidas. Mas uma coisa interessante e que costumamos fazer pouco uso quando o assunto é reforma íntima, é a possibilidade de usarmos os exemplos das vivências dos outros e aplicá-las a nós mesmos, dispensando-nos de sentir na própria pele o efeito dos malefícios que os outros já experimentaram.
O bom exemplo é aquele que aproveitamos positivamente para nós mesmo. Isso faz com que muitas vezes o mal exemplo dos outros se transforme em um bom exemplo para nós, isso quando conseguimos evitar a nossa queda naquele mesmo erro.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 07 de Dezembro de 2014, 13:27
Boa noite Altino, Gustavo, Antônio Renato, Coronel, Norizonte e visitantes.

A dor e sofrimento costuma ser ingrediente das reformas mais importantes que fazemos em nossas vidas. Mas uma coisa interessante e que costumamos fazer pouco uso quando o assunto é reforma íntima, é a possibilidade de usarmos os exemplos das vivências dos outros e aplicá-las a nós mesmos, dispensando-nos de sentir na própria pele o efeito dos malefícios que os outros já experimentaram.
O bom exemplo é aquele que aproveitamos positivamente para nós mesmo. Isso faz com que muitas vezes o mal exemplo dos outros se transforme em um bom exemplo para nós, isso quando conseguimos evitar a nossa queda naquele mesmo erro.

Kazaoka, meu caro, diz um ditado que a verdadeira sabedoria esta exatamente em aprender com os outros, aprender através da observação.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Norizonte da Rosa em 07 de Dezembro de 2014, 15:03
Olá amigo lconforjr, obrigado pelas gentis palavras e pelo abraço.


Citar
Noriz escreveu:... mas tenho que fazer um questionamento... se o Altino tivesse visitado doentes, parentes, e por obrigação, também teria recebido na mesma moeda? Pergunto isso porque, aparentemente, mesmo quando fazemos algo apenas por obrigação, isso de alguma maneira nos alivia a consciência e, pelo que entendo, quem cobra é a consciência e não Deus...

Conf: sem dúvida, amigo Noriz, esse é apenas um entendimento seu, uma crença sua, pessoal, não da DE, pois a DE é bem clara qdo diz que quem “cobra” é Deus... Qto ao demais, concordo com vc.
lconforjr, vou ter que discordar. Para procurar ser mais justo eu diria que tanto meu entendimento (de Deus não cobrar, punir) quanto o seu, sobre Deus punir, cobrar, são entendimentos que tiramos da Doutrina.

Veja de onde saiu meu entendimento de que Deus não cobra, pune, diretamente e isso aliado ao fato de a lei de Deus estar em nossas consciências:

Citar
964. Mas, será necessário que Deus atente em cada um dos
nossos atos, para nos recompensar ou punir? Esses
atos não são, na sua maioria, insignificantes para ele?

“Deus tem suas leis a regerem todas as vossas ações.
Se as violais, vossa é a culpa. Indubitavelmente, quando
um homem comete um excesso qualquer, Deus não profere
contra ele um julgamento, dizendo-lhe, por exemplo: Foste
guloso, vou punir-te. Ele traçou um limite; as enfermidades
e muitas vezes a morte são a conseqüência dos excessos.
Eis aí a punição; é o resultado da infração da lei.
Assim em tudo.”

Ou seja, se no exemplo dado nessa resposta não é Deus que pune, por que em outras situações, em outros atos materiais, ou mesmo pensamentos que infringissem a lei de Deus que temos em nossas consciências, Deus iria punir?

Mas eu entendo que você possa pensar que Deus pune, castiga, pois também na Doutrina é dito também, por exemplo, que 'Deus quer!' mas quando é dito assim, será que deveríamos entender de forma literal, ou seria uma forma resumida de dizer que o que acontece segue leis imutáveis? (não no sentido de predestinação, mas na 'simples' relação existente entre causas e efeitos).

A consciência pune e bastante! e isso é fácil de perceber principalmente quando agimos contra aquelas pessoas de quem gostamos. Um 'simples troco dado' contra alguém de quem gostamos e que nos magoou no passado é causa de acusação de nossa consciência e a cobrança não é apenas reconhecimento, mas punição por sabermos da tristeza que possamos ter causado em quem gostamos. Digo em relação a pessoas de quem gostamos porque em relação àquelas por quem não temos muito apreço, ou nos são indiferentes, tudo indica que - já que também trata-se de infração às leis de Deus tanto agir contra quem gostamos, como contra quem não gostamos -  nossas consciências vão nos cobrar mais tarde, em ocasiões mais apropriadas em que acabaremos percebendo o mal que causamos.

Citar
Mas, do q vc disse, tenho uma pergunta a lhe fazer para juntos raciocinarmos: se a DE ensina q “todos” os sofrimentos decorrem de transgressões conscientes à lei de Deus, pq vc teve de sofrer a repulsa q aquilo lhe causava? Estará errada a doutrina?
Acredito que o amigo deveria ter trocado repulsa, que eu sentia, por outro exemplo, pois sentir repulsa, nojo, não é fazer o mal; na verdade é algo até útil e por isso disse que se tratava de atitude, ou sentimento, originado de instinto (instinto de não adquirir doença, preservar-se).

Quanto a fazer o mal, mesmo tendo consciência de que é o mal, isso está relacionado ao nosso atraso, aos nossos apegos ao que é material: vaidade, orgulho,..(não é de estranhar já que estamos no início de nossa evolução e ainda muito materiais).

Abraço.


Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: M.Altino em 07 de Dezembro de 2014, 16:36
Amigos e companheiros deste Estudo onde sempre estamos a debater e compreender esta Mudança Interior que sempre precisamos de ter em cada um de nós.Assim depois destas palavras saúdo a todos com uma boa tarde de muita paz.
Numerosos filósofos entendido  as teses e conclusões do Espiritismo no seu aspeto filosófico, científico e religioso; todavia, para a iluminação do íntimo, só tendes no mundo o Evangelho do Senhor, que nenhum roteiro doutrinário poderá ultrapassar.
Aliás, o Espiritismo em seus valores cristãos não possui finalidade maior que a de restaurar a verdade evangélica para os corações desesperados e descrentes do mundo.
Teorias e fenómenos inexplicáveis sempre houve no mundo.
Os escritores e os cientistas doutrinários poderão movimentar seus conhecimentos na construção de novos enunciados para as filosofias terrestres, mas a obra definitiva do Espiritismo é a da edificação da consciência profunda no Evangelho de Jesus-Cristo.
O plano invisível poderá trazer-vos as mensagens mais comovedoras e convincentes dos vossos bem-amados; podereis guardar os mais elevados princípios de crença no vosso mundo impressivo. Todavia, esse é o esforço, a realização do mecanismo doutrinário em ação, junto de vossa personalidade.
Só o trabalho de auto¬evangelização, porém, é firme .
Só o esforço individual no Evangelho de Jesus pode iluminar, engrandecer e redimir o espírito, porquanto, depois de vossa edificação com o exemplo do Mestre, alcançareis aquela verdade que vos fará livres.
Amigos então vemos também como é no Evangelho que podemos buscar muita força para continuarmos todos os momentos da nossa vida continuar esta transformação Intima que nos ajuda a sermos melhores na vida
E vejam como muitas vezes é no conhecimento desta Doutrina que vamos encontrar  a grande verdade de cada um de nós .
Com um grande e carinhoso abraço de muita paz a todos
[attach=1]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: M.Altino em 08 de Dezembro de 2014, 17:06
Amigos e dedicados companheiros deste lindo Estudo onde estamos a debater a nossa Mudança Interior é com muito carinho que os saúdo com uma boa tarde de muita paz e ao mesmo tempo vamos partilhar as nossas atitudes na vida.
Estamos achegar ao momento em que se celebra 0 Natal ... mas digo Jesus como podemos cada um de nós começar a pensar em mudarmos um pouco na nossa vida nas pequenas coisas e assim ficarmos melhores e fazer da nossa vida muito mais serena.
Quando a sinceridade e a boa-vontade se irmanam dentro de um coração, faz-se no santuário intimo a luz espiritual para a sublime compreensão da verdade.
Esse é o chamado “toque da alma”, impossível para quantos perseverem na lógica convencionalista do mundo, ou nas expressões negativas das situações provisórias da matéria, em todos os sentidos.
A existência na Terra é um aprendizado excelente e constante.
Não há idades para o serviço de iluminação espiritual.
Os pais têm o dever de orientar a criança, desde os seus primeiros passos, no capítulo das noções evangélicas, e a velhice não tem o direito de alegar o cansaço orgânico em face desses estudos de sua necessidade própria.
É certo que as aquisições de um velho, em matéria de conhecimentos novos, não podem ser tão fáceis como as de um jovem.
Os homens mais avançados em anos têm, contudo, a seu favor as experiências da vida, que facilitam a compreensão e o esforço da iluminação de si mesmos, considerando que, se a velhice é a noite, a alma terá no amanhã do futuro a alvorada brilhante de uma vida nova.
Vemos então como cada um de nós pelo seu exemplo de vida pode ensinar uma criança e começar a ser melhor, cá temos a nossa Mudança Interior que nos responsabiliza todos os momentos da vida e nós pode levar a uma paz que nunca pensamos.
Com um grande sincero abraço de muita paz e este amigo que sempre aprende com todos
[attach=1]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Kazaoka em 09 de Dezembro de 2014, 00:13
Excelente redação Altino.

E gostaria de dar ênfase em algumas passagens que merecem destaque pelo subsídio que oferecem para uma reflexão mais detida;

[...]
Quando a sinceridade e a boa-vontade se irmanam dentro de um coração, faz-se no santuário intimo a luz espiritual para a sublime compreensão da verdade.
Esse é o chamado “toque da alma”, impossível para quantos perseverem na lógica convencionalista do mundo, ou nas expressões negativas das situações provisórias da matéria, em todos os sentidos.
[...]
Não há idades para o serviço de iluminação espiritual.
[...]
É certo que as aquisições de um velho, em matéria de conhecimentos novos, não podem ser tão fáceis como as de um jovem.
Os homens mais avançados em anos têm, contudo, a seu favor as experiências da vida, que facilitam a compreensão e o esforço da iluminação de si mesmos[...]

Manuel Altino

Cabe muito raciocínio sob o peso moral dessas colocações naquilo que nelas está contido de forma aplicável a qualquer pessoa de boa vontade.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Antonio Renato em 09 de Dezembro de 2014, 12:42
Meus irmãos,na edificação de uma vida material bem cuidada,cabe a todos nós procurar-mos
solidificar a nossa moral para que ela seja modêlo para aqueles enfraquecidos que trilham nos
caminhos tortuosos de uma vida sem rumo.Nos tornamos melhores apartir do momento em
que nos conscientizamos das nossas responsabilidades que é ser um espirita,não que se
possa ser melhor do que aqueles que são de religiões ou correntes doutrinárias diferente da
nossa,mas porque para nós foi a que nos despertou para uma realidade nossa que era de uma
certa forma negligênciada.A reforma íntima é uma tomada de posição para consecussão de um
objetivo maior que é o nosso progresso moral,quando assim o fazemos,passamos a vê o
mundo de uma forma diferente,vemos então quanto tempo perdemos em coisas que não nos
levava a lugar algum e nos afastava de Deus.
Fiquem na paz.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: M.Altino em 09 de Dezembro de 2014, 17:08
[attach=1]
Amigos e companheiros deste estudo  onde temos sempre uma serenidade para compreendermos que é na nossa Mudança Interior que podemos sentir muitas vezes a paz e harmonia que muitas buscamos .
Então com muito carinho e muita serenidade vos dou a minha boa tarde de muita paz para que todos possam modificar muitas vezes certos preconceitos que nos faz estar presos a situações por vezes menos boas .
Amigos é assim  que sempre cada um de nós se pode modificar e fazer dentro de si uma verdadeira mudança interior.
Quero agradecer antes de tudo as palavras dos nossos amigos Kazaoka e António pois é muito importante sentirmos que temos sempre de mudar pois é essa a nossa meta um dia nem que tenhamos de voltar muitas vezes cá pois só fazendo esta Mudança Interior poderemos alcançar um novo patamar.
 É esse esforço individual para iniciar o trabalho de mudança de cada um de nós deve começar.
Com o auto¬domínio,
Com a disciplina dos sentimentos negativos e inferiores,
com o trabalho silencioso da criatura por exterminar as próprias paixões.
Nesse particular, não podemos prescindir do conhecimento adquirido por outros Espíritos  que nos precederam nas lutas da Terra, com as suas experiências santificantes.
Que são água pura de consolação e de esperança, que poderemos beber nas páginas de suas memórias ou nos testemunhos de sacrifício que deixaram no mundo.
Todavia, o conhecimento é a porta amiga que nos conduzirá aos raciocínios mais puros, porquanto, na Mudança definitiva do nosso íntimo, é indispensável o golpe da ação própria, no sentido de modelarmos o nosso santuário interior, na sagrada iluminação da vida.
Assim temos de continuar esta caminhada e entender que por vezes não é fácil, mas é preciso tentar sempre, todos os momentos são momentos para começar.
Amigos aqui está mas um chamamento que lhes é pedido e mais participem com as vossas questões pois são importantes para este debate.
Meditem na gravura colocada e vejam que para atingir determinado patamar precisamos de fazer paulatinamente a nossa Mudança Interior .....   Vamos começar ........
Amigos e companheiros é com este carinho que vos digo vale a pena e para todos um sincero e grande abraço sincero de muita paz e sintam que é assim que aprendemos todos debatendo este Estudo
[attach=2]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: M.Altino em 10 de Dezembro de 2014, 17:26
[attach=1]
Amigos e lindos companheiros deste estudo onde falamos e procuramos viver a nossa Mudança Interior em todos os momentos da nossa vida, e muitas vezes um pequeno sorriso para quem muitas vezes não gostamos já é uma mudança em cada um de nós.
Então com muita paz a todos os que nos visitam e podem comentar deixo aqui a minha boa tarde de muita serenidade.
Amigos vamos comentar e também partilhar, pois esta mudança interior também deve ser seguida por todos os responsáveis que estão no poder, pois a esses  por vezes se tora importante se modificarem para tomarem medidas melhores para todos.
Os estadistas ou condutores de multidões, que lutam  leis para o bem-estar social, por processos mecânicos de aplicação, sem atender à iluminação espiritual dos indivíduos, em pouco tempo caem no desencanto de suas utopias políticas e sociais.
A harmonia do mundo não virá por decretos, nem de parlamentos que caracterizam sua ação por uma força excessivamente passageira.
Não vedes que o mecanismo das leis humanas se modifica todos os dias?
Os sistemas de governo não desaparecem para dar lugar a outros que, por sua vez, terão de renovar-se com o passar do tempo?
Na atualidade do planeta, tendes observado a desilusão de muitos utopistas dessa natureza, que sonharam com a igualdade de todas as  criaturas, sem compreender que, recebendo os mesmos direitos de trabalho e de aquisição perante Deus, os homens, por suas próprias ações, são profundamente desiguais entre si, em:
inteligência,
virtude,
compreensão
e moralidade.
 O homem que se ilumina conquista a ordem e a harmonia para si mesmo. E para que a coletividade realize semelhante aquisição, para o organismo social, faz-se imprescindível que todos os seus elementos compreendam os sagrados deveres da sua Mudança Interior.....
Amigos então sintam que este tema é muito importante para todos e para cada um de nós...
Com um abraço de muita paz  e estou aqui para aprender com todos
[attach=2]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: lconforjr em 10 de Dezembro de 2014, 17:56
Re: Mudança Interior .... Reforma Intima

      Referencia resp #32 em: 091214, às 00:13, de Kazaoka

      Conf: sem dúvida, o jovem amigo Kaza tem razão ao afirmar q o belo texto q o Altino trouxe merece bastante raciocínio. E complemento suas palavras dizendo que, para raciocinar sobre isso, nada melhor do que também raciocinar sobre as questões q coloco abaixo:

       - primeira questão: o q é q devemos fazer para q a sinceridade e a boa-vontade se irmanem dentro de nosso coração, para q se faça em nosso íntimo esse “santuário de luz espiritual para a sublime compreensão da verdade”?! Como deve fazer aquele q não é sincero nem têm boa-vontade, pq as lições da vida o fizeram assim?

      - segunda: e como fazer para receber esse “toque da alma”, aqueles q “continuam perseverando na lógica convencionalista do mundo, ou nas expressões negativas das situações provisórias da matéria, em todos os sentidos”, pq é ali q entendem, pelo q a vida lhes ensina, q devem ficar?

      - terceira: se, sem dúvida, devido a essa diferença de procedimentos e de compreensão, esses sofrerão mais do q os outros, qual é a justificativa para seus sofrimentos se a doutrina afirma q todos os sofrimentos são merecidos e justos?

...............
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: lconforjr em 10 de Dezembro de 2014, 20:02
Re: Mudança Interior .... Reforma Intima

      Referencia resp #35 em: 101214, às 17:26, de MAltino

      Conf: o amigo Altino, como outros, tem nos trazido lindas msgs, lógicas e inspiradoras, mostrando a verdade de como nós e o mundo somos e do que devemos fazer para fazermos nossa Reforma Interior.

      Nessa da referência acima, o amigo provoca os comentários e as perguntas q coloco abaixo:

      Conf: infelizmente, como todos podemos ver, essas mensagens apenas nos ensinam “o que fazer”, sempre omitindo o “como fazer” isso que devemos fazer. Porq será isso? Por não saberem?

        Assim trago algumas questões, sempre apoiadas na verdade de q,  sem dúvida, todos os efeitos têm suas causas:

      - qual é a causa de uns serem utopistas, de sonharem com a igualdade de todas as criaturas, sem compreender que, recebendo os mesmos direitos de trabalho e de aquisição perante Deus, os homens, por suas próprias ações, são profundamente desiguais entre si?

      - os homens, nós mesmos nos fizemos assim, utopistas, iludidos, sonhadores com a igualdade de todos?

      - e essa questão de não compreender q temos todos os mesmos direitos de trabalhos e aquisições perante Deus, pq uns compreendem assim e outros não?

      - e como dizer q são as ações q praticamos q nos fazem profundamente desiguais entre nós? São as ações q praticamos q nos conferem inteligência, virtude, compreensão e moralidade? É evidente q não!

      - sendo assim, perguntamos: qual é a causa de um ser inteligente e outros não? De uns possuírem virtudes e outros não? De uns compreenderem e outros não? De uns serem movidos pela moral e outros pela imoralidade? Será q uns desejam e, consequentemente, escolhem ser inteligentes, virtuosos, compreensíveis, apegados a uma moral elevada, e os outros não?!

      Com certeza, o homem que se ilumina conquista a ordem e a harmonia para si mesmo. Mas, a iluminação interior depende de nossa vontade, de nossas ações? Ou depende do q a escola da vida nos ensina incessantemente?

      E, se é imprescindível q todos nós compreendamos os sagrados deveres de nossa Mudança Interior, pq muitos ainda não os compreendem e agem exatamente ao contrário do como devem agir para conquista-la? Seremos nós mesmos os responsáveis por não compreendê-los e assim tb responsáveis pelos sofrimentos q nos virão por não realizá-la?

      Abraços.

........................
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Antonio Renato em 11 de Dezembro de 2014, 00:30
Meus irmãos boa noite,podemos chamar de reforma íntima crescimento interior,pois a medida
em que vamos nos modificando para melhor vamos tendo uma força maior no nosso interior e
esse fortalecimento nos fazem vê melhor a vida e os nossos irmãos em nossa volta.Vivemos
neste mundo em uma sociedade cada vez mais isolada em que são formados grupos para
interagirem somente entre si,alheios aos acontecimentos e as carência dos outros,tendo como
desculpa a falta de segurança externa.Esses tais grupos vivem nos chamados condóminios
fechado,isto é,vivem em um isolamento voluntário.Motivados pelo progresso e o consumismo
o povo de uma maneira geral vem se tornado mais egoísta,mais materialista e mais afastados de
Deus,se faz necessário então que os que têm a consciência de suas responsabilidades para com
todos os outros irmãos,mostrem aos demais que devemos mudar de atitudes para sermos mais
unidos e caminharmos juntos atendendo aos propósitos de Deus.
Fiquem na paz. 
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: M.Altino em 11 de Dezembro de 2014, 18:34
[attach=1]
Amigos e companheiros deste estudo para todos com muita a minha boa tarde e vamos continuar este debate com todos os que nos visitam.
Amigo Icinfort apenas lhe posso dizer que a Mudança Interior começa dentro de cada um de nós e não fora, ou seja cada um de nós tem a entender e tentar viver na vida com as suas atitudes e não apenas por teorias.
Amigo António o que disse é uma grande verdade pois na medida em que vamos evoluindo estamos já pelo menos tentar a nossa mudança interior.
Assim é que aqui estamos nesta reencarnação para limar os nossos débitos pois  vida física é puro estágio educativo, dentro da eternidade, sim, à moldagem viva do céu no santuário do Espírito, pelo máximo aproveitamento das oportunidades recebidas no aprimoramento de nossos valores mentais, com o desabrochar e evolver das sementes divinas que trazemos connosco.
O trabalho incessante para o bem, a elevação de motivos na experiência transitória, a disciplina dos impulsos pessoais, com amplo curso às manifestações mais nobres do sentimento, o esforço perseverante no infinito bem, constituem as vias de crescimento mental, com aquisição de luz para  da nossa evolução.
Cada criatura nasce na Terra para enriquecer-se através do serviço à coletividade.
Sacrificar-se é superar-se, conquistando a vida maior.
Por isto mesmo, o Cristo asseverou que o maior no Reino Celeste é aquele que se converter em servo de todos.
Um homem poderá ser temido e respeitado na terra pelos títulos que adquiriu à convenção humana, mas se não progrediu no domínio das ideias, melhorando-se e aperfeiçoando-se, guarda consigo mente estreita .
Em suma, ir à matéria física e dela regressar ao campo  de trabalho  em  que  nos achamos presentemente e com uma condição de nos melhorarmos sempre.
Com um abraço sincero de muita paz e sintam que estamos para aprender e eu sou o primeiro a aprender.
[attach=2]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 11 de Dezembro de 2014, 22:50
"Assim é que aqui estamos nesta reencarnação para limar os nossos débitos pois  vida física é puro estágio educativo, dentro da eternidade, sim, à moldagem viva do céu no santuário do Espírito, pelo máximo aproveitamento das oportunidades recebidas no aprimoramento de nossos valores mentais, com o desabrochar e evolver das sementes divinas que trazemos connosco.
O trabalho incessante para o bem, a elevação de motivos na experiência transitória, a disciplina dos impulsos pessoais, com amplo curso às manifestações mais nobres do sentimento, o esforço perseverante no infinito bem, constituem as vias de crescimento mental, com aquisição de luz para  da nossa evolução."
Meu caro Altino, exatamente por concordar com o amigo, é que entendo estar ai a grande dificuldade do individuo, para realizar sua reforma.
Infelizmente, trabalho é uma palavra muito "pesada", e disciplina então, um verdadeiro palavrão. Temos muitas dificuldades de assimilar de bom grado a importância dessas, e das demais práticas citadas, para nosso crescimento.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Antonio Renato em 12 de Dezembro de 2014, 00:29
Meu irmão Gustavo,se fosse fácil essa mudança interior todos poderiam dizer que apartir de
um determinado tempo ele seria outra pessoa,ou seja renovada,mas como sabemos não é
bem assim,exige de todos nós um grande esforço em um processo lento e gradual.Tudo
começa com a atitudede de querer mudar,abondonar os velhos conceitos de que a vida é
tão sómente para ser vivida sem que haja interferência ou que tenha que dá satisfação dos
seu atos.O trabalho incessante no caminho do bem,a solidariedade para com os nossos
irmãos mais necessitados,a concientização de que não somos só matéria mas um espírito
que anima essa matéria,tudo isto nos leva a uma mudança interior.Assim eu penso.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: M.Altino em 12 de Dezembro de 2014, 18:19
[attach=1]
Amigos e companheiros deste cantinho onde temos o estudo da Mudança Interior e cada um de nós a pode fazer, assim é com muito carinho e paz que lhes desejo uma boa tarde vamos continuar a debater.
Como vimos dizendo que a nossa mudança intima tem sempre o começo dentro de cada de nós e amigos não falando apenas como deve ser feita, mas a praticando na nossa vida que tem de começar e a sentir que sempre temos como base principal o Amor que temos de ter por cada nós para que esta mudança seja feita 
O amor a nós mesmos deve ser interpretado como a necessidade de oração e de vigilância, que todos os homens são obrigados a observar.
Amar a nós mesmos não será a vulgarização de uma nova teoria de auto- adoração.
Porque o nosso problema é de iluminação íntima, na marcha para Deus.
Esse amor, portanto, deve traduzir-se em esforço próprio, em auto- educação, em observação do dever, em obediência às leis de realização e de trabalho, em perseverança na fé, em desejo sincero de aprender com o único Mestre, que é Jesus-Cristo.
Quem se ilumina, cumpre a missão da luz sobre a Terra.
E a luz não necessita de outros processos para revelar a verdade, senão o de irradiar espontaneamente o tesouro de si mesma.
Necessitamos encarar essa nova fórmula de amor a nós mesmos, conscientes de que todo bem conseguido por nós, em proveito do próximo, não é senão o bem de nossa própria alma, em virtude da realidade de uma só lei, que é a do amor.
Então vemos que é sempre pelo Amor a cada um de n´os que a Mudança Interior começa a produzir efeitos e a sermos melhores.
Companheiros e amigos e com especial carinho que lhes dou um abraço sincero e sintam que eu mesmo aprendo com todos vós
[attach=2]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Renato.Oliv em 12 de Dezembro de 2014, 20:03
Parabéns por esse estudo de suma importância para todos nós!

Já presenciamos e sabemos de cor a aula teórica sobre reforma íntima, autoconhecimento, etc. O nosso problema é na aula prática.

É incrível que vemos tão perto a solução de todos os nossos problemas: a Reforma Íntima, no entanto, ao mesmo tempo parece distante e em nossa maioria vamos deixando pra lá, postergando esse caminho de redenção. Permanecemos olhando pra ela, lutando para de fato realizá-la. Uns, minoria, conseguem avançar na mesma, mergulhando dentro de si, através de reflexões psicológicas profundas, onde é possível visualizar a mudança no comportamento da pessoa, pois começamos a enxergar autoaceitação, humildade, simplicidade, amor próprio, etc.

Para nós que temos dificuldade em investir de fato nesse autoconhecimento, devemos primeiramente aceitar a nossa situação atual, buscando com todas as forças a humildade. Uma das chaves também para conseguirmos nos avaliar é não nos distrairmos demais com as trivialidades da vida terrena.
Isso atrapalha demais.
Colocamos diversos interesses transitórios no caminho, criando variadas justificativas e quando nos damos conta, estamos quase nos afogando num mar de ilusões. Vem então o vazio, a falta de algo que nossa consciência (onde a lei divina está escrita) logo nos informa com clareza: saudade de Deus.
Por isso, o equilíbrio é importantíssimo. Não podemos perder energia demais com problemas terrenos, nem somente viver de questões terrenas.

Orar, vigiar e trabalhar no bem, facilita e fortalece a ligação com a Espiritualidade. Ficando muito mais fácil nos reformarmos interiormente.
Sem trabalho, sem esforço diário não dá. Afinal se buscarmos, acharemos. Se isolar, evitando os problemas do mundo, também não é saudável. De nada adianta.

O que vale é trabalharmos, sem desanimo e com muita gratidão a Deus, para finalmente conseguirmos, na prática nos reformar através da Lei de Reencarnação.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 12 de Dezembro de 2014, 21:24
Meu irmão Gustavo,se fosse fácil essa mudança interior todos poderiam dizer que apartir de
um determinado tempo ele seria outra pessoa,ou seja renovada,mas como sabemos não é
bem assim,exige de todos nós um grande esforço em um processo lento e gradual.Tudo
começa com a atitudede de querer mudar,abondonar os velhos conceitos de que a vida é
tão sómente para ser vivida sem que haja interferência ou que tenha que dá satisfação dos
seu atos.O trabalho incessante no caminho do bem,a solidariedade para com os nossos
irmãos mais necessitados,a concientização de que não somos só matéria mas um espírito
que anima essa matéria,tudo isto nos leva a uma mudança interior.Assim eu penso.

Caríssimo Antonio, o grande problema que vejo, esta na dificuldade que temos de tomar a iniciativa.
Nos dispusemos a nadar quando a água esta no queixo, a correr quando o cachorro estiver no garrão.
Por mais que tenhamos a consciência de necessidade de reforma, essa consciência ainda é muito superficial. Atingimos um determinado patamar e já nos achamos no paraíso.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Kazaoka em 13 de Dezembro de 2014, 00:32
Todos carregam consigo virtudes e defeitos. O que acontece na maioria das vezes é que nos acomodamos com a situações que nos satisfazem e omitimos ou procuramos desconhecer aquelas que nos incomodam. E são estas, as que incomodam, que assinalam com toda clareza possível os pontos fracos de cada um, ou seja, aqueles aspectos que mais necessitam de atenção e que, em algum ponto podem e devem ser melhorados. É à partir dai, do reconhecimento das próprias deficiências, que pode-se desencadear um verdadeiro processo de renovação que poderá conduzir o ser a uma verdadeira reforma.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: lconforjr em 13 de Dezembro de 2014, 03:25
Re: Mudança Interior .... Reforma Intima

      Referencia resp  #44 em: 121214, às 21:24, de Rettenmaier

      Conf: olá amigo Gustavo, é bom vê-lo de novo entre nós. Continuo com minhas questões, cuja finalidade é fazer raciocinar, como a DE manda. Mas não são endereçadas somente a vc, mas a todos que nos leem, pois, vc sabe, as msg q vêm ao fórum são públicas.
....

      Rettenmaier escreveu: o grande problema que vejo (em relação à reforma íntima) está na dificuldade que temos de tomar a iniciativa. Nos dispomos a nadar quando a água esta no queixo, a correr quando o cachorro estiver no garrão.
      Por mais que tenhamos a consciência de necessidade de reforma, essa consciência ainda é muito superficial.

      Conf: meu amigo Gustavo, minhas costumeiras perguntinhas:
     - se acreditamos q a RI é extremamente necessária, porq é tão difícil tomar a iniciativa? Queremos continuar errando como sempre e, assim, continuar sofrendo as consequências de nossos erros? Será a tentação de cair no erro mais forte do q nosso desejo de fazer nossa reforma e de, fazendo-a, errar menos e de, em consequência, sofrer menos?
      - e se continuamos a fazer escolhas erradas devido ao fato de nossa consciência da necessidade dessa reforma ser ainda muito superficial, pq a lei de Deus nos pune? Somos responsáveis por ter ainda apenas uma consciência superficial da necessidade de fazer essa reforma? Ter uma consciência apenas superficial a esse respeito é transgredir as leis de Deus?
      - e qual é a causa de não termos feito ainda essa RI? Pq não a fizemos no passado, pois se a tivéssemos feito talvez nem mesmo estivéssemos, agora, num mundo de expiações? Se temos o livre-arbítrio, o q foi q nos impediu de já tê-la feito?
      - e veja, meu amigo, qual é a causa de termos de fazer uma reforma íntima? Onde ou qdo ou como nos deformamos intimamente, se tudo q deve ser reformado é pq se deformou?
      - e se somos todos criados sem imperfeições, e se a doutrina afirma q não existe retrocesso moral, como entender a necessidade de “reforma íntima”? E como afirmar q não existe retrocesso moral se, estando, antes, num estado livre de imperfeições, depois, chegamos a um estado repleto de imperfeições, das quais agora temos de nos livrar fazendo uma "reforma íntima"?
.................

Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Norizonte da Rosa em 13 de Dezembro de 2014, 10:18
Bom dia.

Escrevendo há pouco sobre o egoísmo, lembrei deste tópico de estudo, por pensar que a reforma íntima deva considerar a questão do egoísmo.

Acredito que seja de aceitação universal em nosso meio a máxima 'fora da caridade não há salvação'.

Então, se o objetivo da reforma íntima é a salvação, parece que o resultado positivo ou não para a conquista dessa reforma íntima pode estar no confronto dessas duas coisas: egoísmo x caridade.

Mas caridade é um ato mecânico, ou está na benevolência, na indulgência e no perdão, ou em outras coisas?

Acredito que atos mecânicos não devam ser considerados como caridade, do contrário os grandes ricos que existem na terra seriam os seres mais caridosos que existem, pois doam bilhões para causas humanitárias.

Caberia, então, sabermos como venceríamos nosso egoísmo, ainda que apenas parcialmente, para sermos realmente caridosos.
 
O que seriam as verdadeiras benevolência, indulgência e perdão, ou o que mais poderia traduzir a caridade? Pode-se verdadeiramente perdoar, ser indulgente e benevolente e sermos ao mesmo tempo egoístas? como deixar de ser egoísta?

E por egoísta aqui não falo daquela acusação: "fulano é egoísta", o egoísmo a que me refiro é aquele instalado em todos nós, inclusive naquele que acusa o outro de ser egoísta.

Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Kazaoka em 13 de Dezembro de 2014, 10:54
Sem dúvida nenhuma não há caminho a percorrer em qualquer reforma moral sem passar pelo disciplinamento do amor próprio. Egoismo é isso! Amor próprio fora dos limites da normalidade. Mas não se condena quem ama a si. Aliás, amar a si mesmo está incluso no mandamento maior revelado por Jesus, que é, "Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo".

Quanto ao verdadeiro sentido da caridade, vale o que Jesus ensina; Benevolência com todos, indulgência com as imperfeições dos outros, perdão das ofensas. Quando atendemos às necessidades do próximo, seja em questões materiais através de distribuição de riquezas materiais ou mesmo espirituais, em qualquer uma dessas situações estaremos praticando um ato assistencialista. Mas, para poder ser enquadrado como um ato caritativo a assistência deve estar destituída de qualquer interesse pessoal, até mesmo da expectativa de reconhecimento e recompensa da parte de Deus para aquele ato nosso. A base da caridade está no sentimento, ou melhor, o sentimento é a base de tudo que nos anima. E nossa reforma moral sempre começa por ai.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Norizonte da Rosa em 13 de Dezembro de 2014, 11:46
Citar
Sem dúvida nenhuma não há caminho a percorrer em qualquer reforma moral sem passar pelo disciplinamento do amor próprio. Egoísmo é isso! Amor próprio fora dos limites da normalidade. Mas não se condena quem ama a si. Aliás, amar a si mesmo está incluso no mandamento maior revelado por Jesus, que é, "Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo".
Kazaoka, o problema é sabermos como é o 'amar ao próximo como a nós mesmos'! Não nego, obviamente, que seja uma solução, mas é algo que parece bem distante de nós, pois na prática não é isso o que acontece; ou mesmo não temos nem ideia do que seria esse amor, pois o amor que conhecemos é um amor por si só egoísta.

É comum ouvirmos alguém dizendo "fulano é egoísta", como se egoísmo fosse uma particularidade de alguns indivíduos, quando não é. O egoísmo é da nossa natureza humana, pois estamos em constante busca de nossa felicidade pessoal e isso está nos limites da normalidade, pois todos somos assim.

Veja se realmente nos interessamos pelos sofrimentos dos outros, pegue alguns exemplos práticos da vida diária e verá que não amamos ao próximo como a nós mesmos, pois se fosse assim nos sentiríamos atingidos por esses sofrimentos e isso sabemos que não acontece e, por sua vez, quando algo nos atinge, mesmo que teoricamente menos grave, sofremos intensamente.

O egoísmo só não existe quando o seu antônimo existir, a abnegação e abnegação sem causar sofrimento em quem praticou um ato de abnegação, pois abrir mão de algo em benefício de outrem e em prejuízo próprio e sofrer por isso é já demonstrar egoísmo. Então como fazer para realmente amarmos ao próximo, quando existem interesses muitas vezes conflitantes com os interesses desses próximos? como sermos abnegados e não sofrermos por isso?
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Kazaoka em 13 de Dezembro de 2014, 15:16
Tudo que carecemos transformam-se em molas propulsoras a impulsionarem a vontade rumo às realizações e progresso. E o nosso papel é aprender a dominar e dar direcionamento a esse instrumento de progresso chamado vontade. E se carecemos de amor ao próximo, devemos ouvir as vozes que nos incitam a aplicarmos vontade sobre esta virtude que acreditamos ser o correta.

O grau do sentimento que temos em relação ao próximo, está diretamente proporcional ao grau de sentimento que nos aproxima deste próximo. Os problemas de um filho nos afetam mais do que os problemas do filho dos outros, os de nossos pais mais do que os de um vizinho, e assim por diante. Mas à medida que vamos ampliando a abrangência dessa sensibilidade dentro do nosso círculo de convivência a capacidade de amar ao próximo vai seguindo a mesma progressão. Estas mudanças acontecem de forma silenciosa e, muitas vezes, nem nos damos conta de que elas estão ocorrendo dentro de nós.

Amar ao próximo como a si mesmo e ter por ele os melhores cuidados, não significa ter que abrir mão de nada ou viver uma existência de privações e muito menos em sentir-se em prejuízo. Muito pelo contrário, é dividir os lucros de qualquer natureza; Porque se na semântica terrena precisamos de antônimos, na matemática espiritual dividir é sinônimo de multiplicar.

Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: lconforjr em 13 de Dezembro de 2014, 20:27
Re: Mudança Interior .... Reforma Intima

      Referencia resp #47 em: 131214, às 10:18, de Norizonte

      Norizonte escreveu: Escrevendo há pouco sobre o egoísmo, lembrei deste tópico de estudo, por pensar que a reforma íntima deva considerar a questão do egoísmo.

      Conf: sem dúvida, meu amigo, uma reforma intima exige a cessação do egoísmo. Se a RI tem por objetivo, colocar amor em nosso coração, o egoísmo tem de ser morto pois é ele o maior inimigo do amor, o oposto exato do amor.

      Noriz; Acredito que seja de aceitação universal em nosso meio a máxima 'fora da caridade não há salvação'.

      Conf: desde q a caridade aí seja sinônimo de amor.

      Noriz: Então, se o objetivo da reforma íntima é a salvação, parece que o resultado positivo ou não para a conquista dessa reforma íntima pode estar no confronto dessas duas coisas: egoísmo x caridade. Mas caridade é um ato mecânico, ou está na benevolência, na indulgência e no perdão, ou em outras coisas?

      Conf: sem dúvida a "caridade mecânica” é nada mais que uma encenação de amor, um falso-amor, q pode iludir a muitos; não é amor; pode ser interesse pessoal, busca de lucro, de ganho, de vantagem.

      Benevolência, indulgencia, perdão sem dúvida serão amor, desde que não se manifestem da “boca para fora”, mas que, verdadeiramente, sejam sentimentos q existem no coração!

      Porém, aqui, surge um problema de difícil solução: como colocar o sentimento sincero de benevolência, indulgencia, perdão, num coração no qual não existe amor? Esse é o maior problema q encontramos em nossa caminhada e no mundo: como colocar amor num coração vazio de amor? Onde está o instrutor, o ensinamento q nos ensine como fazer isso, pois a amar ou a como fazer para ter amor, absolutamente ninguém ensina e ninguém aprende, nem com conselhos, nem ensinamentos, nem exemplos de quem quer q sejam, mesmo que sejam de Jesus!

      Noriz: Caberia, então, sabermos como venceríamos nosso egoísmo, ainda que apenas parcialmente, para sermos realmente caridosos.

      Conf: o amigo está profundamente certo: esse deveria ser o interesse, o objetivo de todos para q o mundo e a vida não continuem a ser esse caos que são, essas misérias, perversidades, explorações, humilhações... Mas, como vencer o egoísmo senão com a arma do amor? E se não sabemos como fazer para ter essa arma nas mãos, como vamos conseguir matar o egoísmo?

      O único remédio para essa doença é o amor, mas onde está o amor?

      Porém, meus amigos, no meu entendimento, existe um caminho para que possamos saber “como fazer” para ter amor em nosso íntimo; infelizmente, pelo q posso perceber, poucos se aventuram a trilhá-lo, mas sua entrada está bem ali, na codificação, no LM, cap 3, item 35.

      Muitos não vão até lá por uma série de razões, falta de tempo, de disposição, receio de estar perdendo tempo ou magoando amigos encarnados ou desencarnados, e a mais perigosa delas, o preconceito.

      Reflitam!

      Abraços e fiquem em Deus!
.....................
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: M.Altino em 14 de Dezembro de 2014, 11:01
[attach=1]
Amigos e companheiros sinceros deste belo estudo onde debatemos a Mudança Intima que quer dizer  a Reforma Intima de cada um de nós.
Assim com muito carinho e um obrigado pelas participações de todos o meu bom dia sincero de muita paz e pegando no texto de Kazaoka e do Norizonte  Rosa chegamos a pensar que um dos grandes entraves a estas Mudança parte muitas vezes ou quase sempre do egoísmo que sempre temos, embora muitas vezes e acredito que fazemos um esforço para o combater, mas faz parte de nós e muitas vezes sem darmos conta.
Então sempre que queremos fazer esta Mudança Interior muitas vezes encontramos um pouco de egoísmo que tem de lutar ou seja mais um entrave que temos de ter em conta, por isso é muitas vezes complicado e então temos de ter muita força, mas para o verdadeiro Espírita temos de ser fortes e combater para a sua transformação moral e pelos esforços que faz para dominar suas más tendências
 A questão social não tem, portanto , o seu ponto de partida na forma de tal ou tal instituição, está inteiramente no aperfeiçoamento moral dos indivíduos e das massas.
 Aí está o princípio, a verdadeira chave da felicidade da Humanidade, porque então os homens não pensarão mais em se prejudicarem uns aos outros .
 Não basta colocar um verniz sobre a corrupção , é a corrupção que é preciso extinguir .
O princípio do aperfeiçoamento está na natureza das crenças, porque as crenças são o móvel das ações e modificam os sentimentos, está também nas ideias inculcadas desde a infância e identificadas com o Espírito , e nas ideias que o desenvolvimento ulterior da inteligência e da razão podem fortificar,  e não destruir .
Será pela educação , mais ainda do que pela instrução , que se transformará a Humanidade .
[attach=2]
 O homem que trabalha seriamente pelo seu próprio aperfeiçoamento assegura a sua felicidade desde esta vida,  além da satisfação de sua consciência , isenta-se das misérias , materiais e morais , que são a consequência inevitável de suas imperfeições,
 Terá a calma porque as vicissitudes não farão senão de leve roçá-lo; terá a saúde porque não usará o seu corpo para os excessos ; será rico , porque se é sempre rico quando se sabe contentar-se com o necessário ; terá a paz da alma , porque não terá necessidades fictícias, não será mais atormentado pela sede das honras e do supérfluo , pela febre da ambição, da inveja e do ciúme ; indulgente para com as imperfeições de outrem , delas sofrerá menos ; excitarão a sua piedade e não a sua cólera, evitando tudo o que pode prejudicar o seu próximo , em palavras e em ações , procurando, ao contrário , tudo o que pode ser útil e agradável aos outros , ninguém sofrerá com o seu contato .
Assegura a sua felicidade na vida futura , porque , quanto mais estiver depurado, mais se elevará na hierarquia dos seres inteligentes , e logo deixará esta Terra de provas por mundos superiores ; porque o mal que tiver reparado nesta vida não terá mais que reparar em outras existências ; porque , na erraticidade, não encontrará senão seres amigos e simpáticos , e não será atormentado pela visão incessante daqueles que teriam do que se lamentar dele ".
Amigos servi-me um pouco do texto de Obras Póstumas no seu inicio para que possamos ver que todas estas dificuldades da nossa Mudança Interior já no tempo de Kardec eram colocadas com uma grande  prova prova para todos.
O trabalho é duro ..... mas se o conseguirmos pelo menos ir tentando já é um sinal de evolução.... aqui fica então este desafio a cada um de nós.
Com um sincero abraço de muita paz e como sempre digo é assim que vou aprendendo com todos vós queridos amigos...
[attach=3]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: lconforjr em 14 de Dezembro de 2014, 14:44
Re: Mudança Interior .... Reforma Intima

      Referencia resp #39 em: 111214, às 18:34, de MAltino.

      MAlt disse: Amigo Icinfort apenas lhe posso dizer que a Mudança Interior começa dentro de cada um de nós e não fora, ou seja cada um de nós tem a entender e tentar viver na vida com as suas atitudes e não apenas por teorias.

      Conf: meu amigo, trago perguntas provocadas pelo q vc escreveu. É um favor q vc me faz se me ajuda a entender: como dizer q a RI vem de nosso interior se "tudo" q pensamos, sabemos, sentimos, desejamos, "tudo" q compreendemos, as decisões q tomamos, as escolhas que fazemos, têm origem “fora” de nós, nos ensinamentos incessantes proporcionados pelas experiências da vida, dessa escola de espíritos a q podemos, também, chamar de "escola do bem e do mal"?

      Afinal, em nosso interior só existe o q veio do exterior, aquilo q a vida colocou em nós!

      E, se “estamos nesta reencarnação para limpar nossos débitos”, qual é a causa de nos termos endividado no passado, se sempre podemos escolher entre praticar o bem ou o mal?

      E, sendo assim, pq é q tantos escolhem praticar o mal e não o bem, mesmo sabendo q essa escolha resultará, para cada um de nós, em débitos, em sofrimentos q podem ser desesperadores e "multiplicar nossas encarnações e se estenderem por milhões de anos", como a DE diz?

      E mais uma coisa q não consigo entender: se a vida física é "puro estado educativo", devemos entender q o processo educativo criado por Deus se baseia em fazer sofrer esses sofrimentos insuportáveis q vemos no mundo? Para aprimorar os valores mentais temos todos de sofrer e chorar?

      E qual será a causa de uns "progredirem no domínio das ideias, melhorando-se e aperfeiçoando-se", eqto outros continuam “guardando consigo uma mente estreita” que os impede de tb, como os outros, progredir?

      Um abraço e bom domingo!
....................
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: lconforjr em 14 de Dezembro de 2014, 15:28
Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
     
      Referencia resp #45 em: 131214, às 00:32 de Kazaoka

      Kazaoka escreveu: Todos carregam consigo virtudes e defeitos.

      Conf: aqui, uma primeira necessidade de compreender; porq todos carregam virtudes e defeitos? Onde os adquirimos se somos todos perfeitamente iguais no ato da criação, nem inclinados para as virtudes, nem para os defeitos?

      Kaza: o que acontece na maioria das vezes é que nos acomodamos com a situações que nos satisfazem e omitimos ou procuramos desconhecer aquelas que nos incomodam.

      Conf: sem dúvida, é exatamente isso q vemos no mundo, mas qual é a causa de sermos assim? Nós mesmos nos fazemos assim, ou as lições da vida nos fazem ser assim?

      Kaza: E são estas, as que incomodam, que assinalam com toda clareza possível os pontos fracos de cada um, ou seja, aqueles aspectos que mais necessitam de atenção e que, em algum ponto podem e devem ser melhorados.

      Conf: sendo isso uma verdade, repito aquela pergunta, a ver se alguém tem a resposta: pq somos assim? E mais: se sabemos que são esses pontos q mais necessitam de atenção, pq é q somos tão irresponsáveis q preferimos escolher sofrer a dar a eles a atenção devida?

      Kaza: É à partir dai, do reconhecimento das próprias deficiências, que pode-se desencadear um verdadeiro processo de renovação que poderá conduzir o ser a uma verdadeira reforma.

      Conf: sendo tão importante o reconhecimento de nossas deficiências, pois só as conhecendo é q podemos saber qual deve ser nossa RI, pq muitos não se importam como isso, como vc disse "se acomodam"? E mesmo sabendo q a RI poderá resultar em mais felicidade e em menos sofrimentos? Seremos nós, resultantes de uma "criação especial" de Deus, deficientes mentais ou masoquistas, q podendo escolher não sofrer escolhemos sofrer?!

      Como entender isso, meu amigo Kaza? Vc entende?

.............
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Antonio Renato em 14 de Dezembro de 2014, 18:12
Em um mundo moderno dado ao progresso em estamos experimentando,cada vez mais o
homem vem se afastando da simplicidade e do que seja necessidade básica para a sua
sobrevivência.O novo,o moderno faz dele um dependente de toda esta complexidade,se
deixando levar sem se dá conta das suas responsabilidades para com o seu eu interior.
Nos dias de hoje é muito comum vermos as pessoas muito mais interessadas nas coisas
praticas e modernas que lhes dê prazer naquele momento do que as que são mais
trabalhosas,mas que trarão de fato uma satisfação duradoura.Trabalhar o seu íntimo não
é uma tarefa muito fácil,as tentações são muitas externamente,fazendo então com que
muitos desistam ou mesmo nem cheguem a tentar,mas para ir adiante se faz necessário
uma tomada de atitude para haja então uma mudança no seu interior.Entretanto não
significa que tenhamos que abondonar tudo,tipo se enclausurar para conseguir,basta que
tenhamos na consciência que devemos ter esse trabalho a fazer.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 14 de Dezembro de 2014, 20:59
Pois é Iconforjr, fazia tempo mesmo...
O problema, meu querido, é que buscamos sempre um meio mais fácil de fazer as coisas, então acabamos fazendo de forma superficial.
Quando não nos reformamos na velocidade, ou profundidade necessária, a vida vem e nos empurra, normalmente através de uma dificuldade.
Não gosto e não concordo com o conceito de "punição" por parte de Deus.
A Doutrina é muito clara quando diz que as Leis de Deus são eternas e imutáveis. Não existye punição, nem premiação, existe consequência.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: Kazaoka em 14 de Dezembro de 2014, 21:38

     
      Referencia resp #45 em: 131214, às 00:32 de Kazaoka

      Kazaoka escreveu: Todos carregam consigo virtudes e defeitos.

      Conf: aqui, uma primeira necessidade de compreender; porq todos carregam virtudes e defeitos? Onde os adquirimos se somos todos perfeitamente iguais no ato da criação, nem inclinados para as virtudes, nem para os defeitos?

      Kaza: o que acontece na maioria das vezes é que nos acomodamos com a situações que nos satisfazem e omitimos ou procuramos desconhecer aquelas que nos incomodam.

      Conf: sem dúvida, é exatamente isso q vemos no mundo, mas qual é a causa de sermos assim? Nós mesmos nos fazemos assim, ou as lições da vida nos fazem ser assim?

     

Pois é! Somos criados perfeitamente iguais, mas não somos criados prontos e perfeitos. A perfeição vem com o desenvolvimento da inteligência e da moral. Virtudes e defeitos são resultados obtidos em nossa marcha ascendente e progressista.

Nós construímos nossa personalidade vivenciando as lições que a vida nos oferece e modulando nossos conceitos. E é esse modulamento de conceitos, ajustando-os ao nível de consciência que vamos adquirindo na jornada da vida é que se dá o nome de reformas morais.

     
      Referencia resp #45 em: 131214, às 00:32 de Kazaoka

     
      Kaza: E são estas, as que incomodam, que assinalam com toda clareza possível os pontos fracos de cada um, ou seja, aqueles aspectos que mais necessitam de atenção e que, em algum ponto podem e devem ser melhorados.

      Conf: sendo isso uma verdade, repito aquela pergunta, a ver se alguém tem a resposta: pq somos assim? E mais: se sabemos que são esses pontos q mais necessitam de atenção, pq é q somos tão irresponsáveis q preferimos escolher sofrer a dar a eles a atenção devida?

.............

Pode ser que na presente existência não estejamos, em alguns aspectos morais falhos, aplicando a atenção devida para que os mesmos deixem de existir em nosso íntimo. Mas isso vai da condição de cada um e do grau de amadurecimento moral que cada Espírito tenha alcançado. E, na maioria das vezes, este amadurecimento que desencadeia a definitiva mudança não chega numa única encarnação.

     
      Referencia resp #45 em: 131214, às 00:32 de Kazaoka

     
      Kaza: É à partir dai, do reconhecimento das próprias deficiências, que pode-se desencadear um verdadeiro processo de renovação que poderá conduzir o ser a uma verdadeira reforma.

      Conf: sendo tão importante o reconhecimento de nossas deficiências, pois só as conhecendo é q podemos saber qual deve ser nossa RI, pq muitos não se importam como isso, como vc disse "se acomodam"? E mesmo sabendo q a RI poderá resultar em mais felicidade e em menos sofrimentos? Seremos nós, resultantes de uma "criação especial" de Deus, deficientes mentais ou masoquistas, q podendo escolher não sofrer escolhemos sofrer?!

      Como entender isso, meu amigo Kaza? Vc entende?

.............

Não é por sermos deficientes mentais ou masoquistas que agimos assim. É porque somos seres dotados por Deus da consciência de si mesmo e de agimos pelo nosso livre arbítrio, e não somente pelos instintos. E isso nos dá o mérito de nossos avanços ou a responsabilidade e necessidade de reformar em nós, tudo aquilo que contra-poe o que nosso avanço moral abarca.
Não adianta ficar questionando o que nos fez diferentes uns dos outros até hoje, porque isso remonta a um passado. E passado é algo que já ficou para trás e que não dá mais para ser mudado. Mas o futuro ainda não chegou e este será resultado do que fizermos no momento presente. É o momento presente a nossa oficina de trabalho e o passado foi um estágio que nos habilitou a chegarmos onde estamos.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Intima
Enviado por: lconforjr em 14 de Dezembro de 2014, 21:55
Re: Mudança Interior .... Reforma Intima

      Referencia msg #56 em: Hoje às 20:59, de Rettenmaier

      Rettenmaier disse: O problema, meu querido, é que buscamos sempre um meio mais fácil de fazer as coisas, então acabamos fazendo de forma superficial. Quando não nos reformamos na velocidade, ou profundidade necessária, a vida vem e nos empurra, normalmente através de uma dificuldade.

      Não gosto e não concordo com o conceito de "punição" por parte de Deus. A Doutrina é muito clara quando diz que as Leis de Deus são eternas e imutáveis. Não existe punição, nem premiação, existe consequência.

      Conf: meu amigo, como não entendi o q vc quis dizer sobre velocidade e profundidade, não posso dizer nada a respeito.
      Qto ao uso do termo "punição" vc tem razão. Muitos não concordam com isso. No entanto, é exatamente a doutrina q nos faz usar a palavra “punição”; ela, sobretudo no OLE, está cheia de referências a punições, castigos, lei punitiva, locais de punições, penalidades, mundos de punições etc. E, como a lei de causa e efeito é uma lei criada por Deus, aí está outra causa de muitos usarem a palavra “castigo”, pois ela nos traz sofrimentos torturantes e q podem multiplicar nossas encarnações e se estenderem por milhões anos.

.................
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: lconforjr em 15 de Dezembro de 2014, 00:18
Re: Mudança Interior .... Reforma Intima

      Referencia resp #57 em: 141214, às 21:38, de Kazaoka

      Conf (msg anterior):... porq todos carregam virtudes e defeitos? Onde os adquirimos se não os tínhamos, se ao ser criados não éramos inclinados nem para as virtudes, nem para os defeitos?

      Kaza comentou:... Somos criados perfeitamente iguais, mas não...     

      Conf: mas é aí q está um assunto q tento mas não consigo entender: como vc disse e como diz a DE, “somos criados perfeitamente iguais, mas não prontos e perfeitos; q a perfeição vem com o desenvolvimento da inteligência e da moral”. E é aí q está a dúvida: qual e a causa de se perder aquela perfeita igualdade inicial q até mesmo o desenvolvimento da inteligência e da moral, ocorre de modo desigual para uns e para outros? O q é q destrói a igualdade inicial nos tornando até mesmo gigantescamente desiguais?

      Kaza: Virtudes e defeitos são resultados obtidos em nossa marcha ascendente e progressista.

      Conf: concordo; mas a dúvida é: pq a aquisição dessas virtudes e defeitos ocorre de modo tão desigual se, como vc mesmo disse, somos criados perfeitamente iguais??!

      E, do q vc disse logo acima, mais uma dúvida: como se dizer q essa marcha é “ascendente” se ela tb se dá em sentido contrário, descendente? Pois, se não se desse tb de forma descendente, pq a necessidade de uma RI? Veja: não éramos imperfeitos; depois nos tornamos imperfeitos! Sendo assim, pq a doutrina afirma q não existe retrocesso moral se, de um estado inicial livre de imperfeições, depois chegamos a um estado repleto das mais monstruosas delas?

      Kaza (msg anterior): E são estas as que incomodam, que assinalam com toda clareza possível os pontos fracos de cada um, ou seja, aqueles aspectos que mais necessitam de atenção e que, em algum ponto podem e devem ser melhorados.

      Conf (m ant): sendo isso uma verdade, repito pergunta anterior, a ver se alguém tem a resposta: se nos acomodamos e não damos a devida atenção ao q mais interessa a nossa evolução, o q nos faz assim?

      E mais: se sabemos que são esses pontos q mais necessitam de atenção, pq é q somos tão irresponsáveis q preferimos escolher sofrer a dar a eles a atenção devida?

      Kaza: Pode ser que na presente existência não estejamos, em alguns aspectos morais falhos, aplicando a atenção devida para que os mesmos deixem de existir em nosso íntimo. Mas isso vai da condição de cada um e do grau de amadurecimento moral que cada Espírito tenha alcançado. E, na maioria das vezes, este amadurecimento que desencadeia a definitiva mudança não chega numa única encarnação.
 
     Conf: a questão é a mesma acima, Kaza: qual a causa dessa diferença entre nós, q uns aplicam a essas necessidades mais atenção do outros? E se, como vc mesmo está dizendo, “isso vai da condição de cada um, do grau de amadurecimento moral de cada um”, qual é a causa q faz a condição e o amadurecimento moral serem tão enormemente desiguais entre nós?

      Kaza (m ant): É à partir dai, do reconhecimento das próprias deficiências, que pode-se desencadear um verdadeiro processo de renovação que poderá conduzir o ser a uma verdadeira reforma.

      Conf (m ant): sendo tão importante o reconhecimento de nossas deficiências, pois só as conhecendo é q podemos saber qual deve ser nossa RI, pq muitos não se importam como isso, como vc disse "se acomodam"? E mesmo sabendo q a RI poderá resultar em mais felicidade e em menos sofrimentos?! Seremos nós, resultantes de uma "criação especial" de Deus, deficientes mentais ou masoquistas, q podendo escolher não sofrer escolhemos sofrer?!

      Kaza: Não é por sermos deficientes mentais ou masoquistas que agimos assim. É porque somos seres dotados por Deus da consciência de si mesmo e de agimos pelo nosso livre arbítrio, e não somente pelos instintos.

      Conf: não entendi! Vc está dizendo q é devido a sermos dotados de livre-arbítrio q fazemos escolhas maldosas?! Pq não fazemos as bondosas? Pq uns, pelo livre-arbítrio, escolhem o caminho do bem e outros o do mal? Os q escolhem o do mal, não eram maus ao serem criados!! Pq esses se tornaram maus e outros não?
      Percebeu q sempre a dúvida recai sobre a desigualdade?...

      Kaza: E isso nos dá o mérito de nossos avanços ou a responsabilidade e necessidade de reformar em nós, tudo aquilo que contrapõe o que nosso avanço moral abarca.

      Não adianta ficar questionando o que nos fez diferentes uns dos outros até hoje, porque isso remonta a um passado.

      Conf: novamente não entendi: aliás, agora não entendi vc. A doutrina aconselha ter uma fé raciocinada, sem dúvida para melhor compreendê-la, e vc diz q “não adianta questionar o q nos faz diferentes pq isso remonta ao passado”?!! Mas quase tudo q a doutrina ensina remonta ao passado e nem por isso a DE deixou de ensinar! Dê uma olhada no índice de OLE e veja qta coisa q remonta ao passado é importante para a doutrina.

      E como podemos entender o q a DE ensina, se não entendemos pq somos desiguais já que são as desigualdades que fazem uns acertarem, outros errarem, q faz a vida ser esse caos q ela é: conflitos, desentendimentos, guerras, crimes, ódio, explorações, humilhações etc; uns serem felizes, outros sofrerem, infelizes; uns usarem o livre-arbítrio para o bem, outros para o mal; uns escolherem o caminho do bem, outros o do mal; uns abençoarem, outros apunhalarem??!!

      Kaza: E passado é algo que já ficou para trás e que não dá mais para ser mudado. Mas o futuro ainda não chegou e este será resultado do que fizermos no momento presente. É o momento presente a nossa oficina de trabalho e o passado foi um estágio que nos habilitou a chegarmos onde estamos.

      Conf: meu amigo, vc é inteligente e sabe q não estamos falando em "mudar" o passado; estamos falando em entender a doutrina para, se soubermos como, mudar nosso futuro!
      Mas, não sabemos nem mesmo pq somos desiguais, nem pq um é bom e outro é mau!!

      Sem dúvida, somos agora o resultado do q fomos no passado; mas, aqui, vc provoca outra pergunta: pq tivemos de sofrer, e tantas vezes miseravelmente para chegarmos onde estamos? O processo evolutivo, criado por Deus, se baseia em fazer sofrer, em fazer sofrer tantas vezes desesperadamente, insuportavelmente?!

..............
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: M.Altino em 15 de Dezembro de 2014, 11:27
Amigos e companheiros deste lindo Estudo onde falamos da Mudança Interior de cada um de nós é com muito carinho que a todos dou o meu bom dia de muita paz e vamos continuando este debate com o conhecimento que esta Doutrina nos ensina a fazermos sempre sintam o digo mais uma vez ... tudo começa dentro de cada um de nós...só assim teremos a nossa Mudança Interior                Allan Kardec estabelece as bases
"A moral dos Espíritos superiores se resume, como a do Cristo, nesta máxima evangélica:
'fazer aos outros o que quereríamos que os outros nos fizessem ou seja.
 fazer o bem e não fazer o mal.
O homem encontra nesse princípio a regra universal de conduta, mesmo para as menores ações".
Nesta Introdução ao Estudo da Doutrina Espírita, resumindo as suas bases fundamentais, o codificador, no final do item VI, expõe que os Espíritos "nos ensinam que o egoísmo, o orgulho, a sensualidade são paixões que nos aproximam da natureza animal, prendendo-nos à matéria; que o homem que, desde este mundo, se liberta da matéria, pelo desprezo para com as futilidades mundanas e o cultivo do amor ao próximo, se aproxima da natureza espiritual.
 E que cada um de nós deve tomar-se útil, segundo as faculdades e os meios que Deus nos colocou nas mãos para nos provar, que o Forte e o Poderoso devem apoio e proteção ao Fraco, porque aquele que abusa da sua força e do seu poder, para oprimir o seu semelhante, viola a lei de Deus .
 Eles ensinam, enfim, "que no mundo dos Espíritos, nada podendo estar escondido, o hipócrita será desmascarado e todas as suas falsidades reveladas; que a presença inevitável e em todos os instantes daqueles que prejudicamos é um dos castigos a nós reservados; que aos estados de inferioridade e de superioridade dos Espíritos correspondem penas e alegrias que nos são desconhecidas na Terra.
Mas os Espíriros nos ensinam também "que não há faltas i que não possam ser apagadas pela expiação. O homem encontra o meio necessário, nas diferentes existências, que lhe permite avançar, segundo o seu desejo e os seus esforços na via do progresso, em direção à perfeição, que é o seu objetivo final".
O que depreendemos dessa importante síntese constitui precisamente o roteiro deste opúsculo. De início procuramos evidenciar, trazendo aos níveis do consciente, as manifestações características da nossa natureza animal os vícios e os defeitos que denotam a predominância corpórea.
Depois, o conhecimento das virtudes que nos libertam, pelo seu cultivo, das futilidades mundanas, e nos predispõem a exercer o amor ao próximo, desenvolvendo, assim, a nossa natureza espiritual.
Os meios práticos para exercitarmos as nossas faculdades, nos esforços que nos permitam progredir em direção à perfeição é o que indicamos. A necessidade imperiosa de nos tomarmos úteis em todos os sentidos, levando a nossa contribuição ao próximo, cultivando o verdadeiro espírito da caridade desinteressada, está igualmente inserida.
São assim"os meios necessários que desejamos colocar à disposição dos amigos interessados em realizar o seu desenvolvimento moral, entendendo que o mundo em que vivemos, longe da perfeição, está muito mais envolvido nos erros.
 Erros que são importantes, pois nos levam a distinguir a verdade, nas lições da experiência humana, e que nos permitem fazer as nossas escolhas, propiciando-nos o adiantamento progressivo na senda do espírito.
 Errar menos, ou ainda, evitar a repetição de erros anteriores, e uma preocupação que pode conduzir-nos a recuperar muito tempo já perdido.
 Esse também é um enfoque prioritário a objetivar, pois encontramos-nos todos na condição de ajustar nossos débitos, somando méritos, no avanço que carecemos.
Na realidade, não é grande o esforço que precisamos desenvolver.
Até com pouco trabalho poderemos vencer as nossas más tendências, mas o que nos falta é a vontade Porém, essa vontade também podemos cultivar.
As bases da Transformação intima estão com Kardec, que eleva e da cumprimento à moral de Jesus no "fazer aos outros o que quereríamos que os outros nos fizessem Regra universal da conduta, ate mesmo para as menores ações, que nos deve pautar entre todos para a nossa Mudança Interior ......
Amigos aqui temos várias questões que nos faz meditar no valor desta nossa Mudança pois é sempre para o nosso bem....
Com um carinho abraço de muita paz este vosso amiga que procura aprender com todos
[attach=1]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: Antonio Renato em 15 de Dezembro de 2014, 16:31
Meu irmão Altino,eís que você coloca para todos nós uma reflexão importante que todos devem
analizar com carinho.Passamos grande parte da nossa vida material ligados nas coisas materiais
e focados muito mais nas satisfações egoísticas de natureza animal sem nos dá conta que essas
não nos levará a lugar algum e não nos trará progresso moral.Diferentemente de quando nós
passamos vê e cuidar da parte espiritual,essa sim nos fará ter progresso moral e irá nos colocar
mais próximos de Deus.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: M.Altino em 16 de Dezembro de 2014, 12:48
Amigos e companheiros deste lindo tema que nos fala da nossa Mudança Interior e como a podemos fazer ..... só precisamos de Vontade e coragem para a começar nas pequenas coisas simples da vida... Agora com muito carinho a minha boa tarde de muita paz e que todos posam beneficiar sendo as bases da Transformação intima que eleva e da cumprimento à moral de Jesus no "fazer aos outros o que quereríamos que os outros nos fizessem Regra universal da conduta, ate mesmo para as menores ações, que nos deve pautar em nosso relacionamento.
A nossa  avaliação individual nos levam a refletir, trazendo à consciência os defeitos mais evidentes a serem corrigidos.
A maioria destes defeitos é comum, e quase sempre acham-se ocultos sob a forma de coisas negativas  inconscientemente sepultadas
A auto-avaliação progressiva nos faz ver, periodicamente, o amadurecimento conquistado pelo próprio esforço em melhorar, proporcionando-nos o estímulo em continuar na remodelação de nós mesmos.
Vencidas as primeiras dificuldades, a misericórdia do nosso Divino Criador já nos faz colher os primeiros frutos do nosso trabalho, nas manifestações das alegrias reconfortadoras do espírito.
Quem vem a se interessar pelo Espiritismo como curiosidade, e fica na constatação do intercâmbio e das manifestações dos espíritos, flutua na sua superfície e quem se sente atraído pelas suas interpelações da origem, natureza e destinação dos nossos espíritos, penetra nas camadas de suas bases; no entanto, aqueles, pelo que já sofreram e na ansiedade de preencher o espírito ávido de perfeição, sentindo em profundidade os seus ensinamentos, oferecem terreno sólido para a edificação progressiva da Doutrina dos Espíritos dentro de si mesmos, porque neles as transformações intimas serão realizadas e neles o Espiritismo cumpre o seu verdadeiro papel de redentor da humanidade.
Portanto, se ainda não nos sentimos tocados em profundidade, e se nas nossas inquietações não estamos trazendo o conhecimento espírita para o terreno das mudanças no nosso comportamento, não estaremos aplicando a Doutrina em beneficio da nossa própria evolução, e não poderemos, a rigor, ser reconhecidos como espíritas.
Vivência, aplicação, exemplificação, transformação, eis as características do espírita autêntico, então amigos vamos tentar ser verdadeiro e não nos enganar a nós mesmo pis esse é u grande mal que por vezes tem todo o homem.
Amigos com muito carinho e um abraço sincero de muita paz e estou aqui para aprender com todos este vosso amigo 
[attach=1]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: M.Altino em 17 de Dezembro de 2014, 16:02
Amigos e lindos companheiros deste estudo onde falamos da nossa Mudança Interior é sempre com muito carinho que dou a minha boa tarde a todos e sempre os convido a participar neste debate quer pode ajudar muitos de nós a se transforma um pouco na vida deixando de lado um pouco do nosso defeitos que são muitos.
 Como por exemplo, o Egoísmo ou Personalismo, o Orgulho, a Inveja, o Ciúme, a Agressividade, a Maledicência e a Intolerância por virtudes.
Como Humildade, Caridade, Resignação, Sensatez, Generosidade, Afabilidade, Tolerância, Perdão, etc.
O tempo não importa, o que importa é o esforço contínuo que se faz para atingir a Transformação Íntima.
 “Reconhece-se o verdadeiro Espírita pela sua transformação moral, e pelos esforços que emprega para domar as suas más inclinações” .
Não se trata de esforço físico, mas de firme contenção de espírito, de um empenho que não sofra excessiva solução de continuidade.
 "Excessiva" , porque, na verdade, também não podemos estar "continuamente" empenhados na transformação de nós mesmos.
Deve haver, isto sim, uma persistência de propósito, e a esta persistência chamamos esforço.
 Em outras palavras, não é bom sintoma abandonar uma atividade ou desviar a energia para um curso mais fácil de ação, ao primeiro sinal de dificuldade.
A referência do esforço é nesse sentido: continuidade, persistência em face das dificuldades.
Mesmo que no dia a dia dê  a impressão de que não houve nenhuma mudança, não se deve desanimar nem abandonar o propósito da transformação.
Por isso devemos dizer que este esforço é para a vida toda.
Estudar o Evangelho de Jesus, ouvir sugestões de pessoas experientes, assistir conferências,  ler artigos e livros referentes a este assunto nos levará a conhecer ainda mais, e assim nos auxiliar na identificação dos defeitos que nos afetam em cada situação da vida e aprender aos poucos a prática das virtudes que irão substituí-los.
Amigo é um grande e complicada tarefa, mas temos de começar e todos os momentos são importantes para começar...
Amigos é com um abraço de muita paz e vamos debater pois assim todos aprendemos
[attach=1]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: Antonio Renato em 17 de Dezembro de 2014, 23:08
Meu irmão Altino e demais companheiros de estudo.Muitos irmãos nossos,não pelos laços
que nos une pela nossa Doutrina mas por serem filhos do mesmo pai,costumam dizer:
mudar pra que se eu tenho tudo que preciso,tenho uma família,possuo bens(materiais),os
amigos sempre estão junto a mim,não vou a nenhum templo religioso mas quando eles me
pedem algum auxílio eu sempre dou,eu até acredito que exista um ser lá em cima e que
ele deva comandar tudo,então eu não preciso mudar nada em minha vida.
Então vejamos meus irmãos,estaria essa pessoa que reage dessa maneira atendendo aos propósitos de Deus?Seria ela uma pessoa feliz de verdade por pensar e se conduzir assim?
Não sei bem o que vocês dirão mas eu conheço uma pessoa assim,se diz agnóstico,temos
um relacinamento amigavel,muito embora eu sempre questione essa sua maneira de ser,ao
mesmo tempo respeito e não tento convencê-lo a mudar.Meus irmãos,vocês poderiam tecer
algum comentàrio a respeito,fico no aguarde.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: M.Altino em 18 de Dezembro de 2014, 11:00
Amigos e companheiros deste estudo é com muita paz que a todos dou o meu bom dia e vamos continuando este tema onde a Mudança Interior deve ser feita por cada um de nós.
Amigo António Renato perante esse caso é sempre possível se dizerem agnósticos apenas porque para eles Deus não existe, o que não é verdade. pois num determinado momento são confrontados com a grande realidade da vida quando lhes acontece algo que não estavam a contar.
Temos de meditar que o tempo para o Mundo Espiritual não é o mesmo que o nosso, então no momento certo muitos que agora se dizem agnóstico deixam de o ser por motivos pessoais que lhe acontecem na vida... Então é por isso que este tema é muito importante que nos ajuda a meditar e sentir que temos de começar já esta Mudança sendo o conhecer a si mesmo é o primeiro passo para a nossa Transformação Íntima.
“Quando estiverdes indecisos sobre o valor de uma de vossas ações, inquiri como a qualificaríeis, se praticada por outra pessoa.
Se a censurais no outro, não a podereis ter por legítima quando foste o seu autor, pois que Deus não usa de duas medidas na aplicação de Sua justiça.
Procurai também saber o que dela pensam os vossos semelhantes e não desprezeis a opinião dos vossos inimigos, porquanto estes nenhum interesse têm em faltar com a  verdade, e Deus muitas vezes os coloca ao vosso lado como um espelho, a fim de que sejais advertidos com mais franqueza do que o faria um amigo.
Busca , a tua consciência, aquele que se sinta possuído do desejo sério de melhorar-se, a fim de  tirar de si as coisas negativas , como do seu jardim arranca as ervas daninhas; faça um  balanço no seu dia moral para que , a exemplo do comerciante, avaliar suas perdas e seus lucros e eu vos asseguro que a conta destes será mais avultada que a daquelas.
Se puder dizer que foi bom o seu dia, poderá dormir em paz e aguardar sem receio o despertar na outra vida.
Formulai, pois, de vós para convosco, questões nítidas e precisas e não temais multiplicá-las.
Justo é que se gastem alguns minutos para conquistar uma felicidade eterna.
Não trabalhais todos os dias com o fito de juntar haveres que vos garantam repouso na velhice?
Não constitui esse repouso o objeto de todos os vossos desejos, o fim que vos faz suportar fadigas e privações temporárias?
 Pois bem!
Que é esse descanso de alguns dias, turbado sempre pelas enfermidades do corpo, em comparação com o que espera o homem de bem?
Não valerá este outro a pena de alguns esforços?
Sei haver muitos que dizem ser positivo o presente e incerto o futuro.
 Ora, esta exatamente a ideia que estamos encarregados de eliminar do vosso íntimo, visto desejarmos fazer que compreendais esse futuro, de modo a não restar nenhuma dúvida em vossa alma.”
Temos a tendência natural de sempre justificar nossos defeitos com racionalismos.
São artimanhas e tramas inconscientes.
 Portanto, procuremos conhecer a fundo esses defeitos em todas as suas particularidades, e em como eles nos afetam, localizando as ocasiões em que estamos mais vulneráveis à sua manifestação.
Procuremos então nos afastar desses procedimentos e buscar ferramentas adequadas para substituí-los em nosso comportamento.
Então assim amigos aqui temos várias situações que temos de limar e procurar fazer melhor na vida e tentarmos ser mais naturais e menos egoísta fazendo da tolerância uma das nossas virtudes para nos modificar...
Com um grande abraço de muita paz e amigos sempre espero continuar aprender com todos
[attach=1]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: Antonio Renato em 18 de Dezembro de 2014, 16:17
Meu irmão Altino e demais companheiros de estudo.Como sabemos muito embora muitos não
acceitem esses argumentos,mas todos nós somos testados ou de uma certa maneira avaliados
pela espiritualidade superior,pois são eles que estão mais próximos de Deus,temos que nos
 colocar de uma forma que possamos demonstrar bem o nosso progresso moral,sem o qual
não poderemos avançar.As oportunidades que nos são oferecidas para que possamos mudar
quando estamos em um caminho que vá nos colocar no sentido oposto são muitas,cabe então
a todos nós aproveitá-las para que possamos trilhar no caminho do bem.Muitos costumam
dizer por ingnorância que aqueles que buscaram uma mudança nas suas atitudes,o fazem tão
somente por não ter mais opção na vida,eu mesmo já presenciei pessoas falando de uma
maneira assim.Não há um tempo preciso para se fazer mudanças para melhor,mas elas terão
que ser feitas,não há como fugir,elas não são para agradar a outras pessoas,mas para o bem
do próprio espírito que está evoluindo.Assim eu penso.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: lconforjr em 18 de Dezembro de 2014, 20:30
      Falamos, neste fórum e noutros lugares, de tantas coisas relativas à uma necessária transformação interior mas, em meu modo de entender, isso que falamos apenas enche nossa cabeça com palavras, conceitos, teorias e mais teorias, e ficamos marcando passo no mesmo lugar; não avançamos sequer um milímetro na estrada da evolução, no progresso espiritual!

      De que adianta dizer, ou ouvir, que precisamos fazer uma reforma íntima, que precisamos amar, perdoar, ser humildes, abandonar o egoísmo, os preconceitos, os pensamentos e desejos maus, crer numa Inteligência e num Poder Superior?

      Seguramente, o amor, o perdoar, o ser humilde etc não dependem, nem virão de conselhos, de ensinamentos, de exemplos. O amor, como o mais q foi citado, tb não é algo q pode ser conquistado pelo treinamento, nem forçado, nem pela repetição numerosas vezes de exercícios de caridade, nem que seja pela vida toda!

      Treinamentos e esforços não dizem respeito à aquisição de amor; dizem respeito à aquisição de músculos, numa academia; à aquisição/criação de hábitos e costumes.

      Essas coisas, criar músculos e hábitos podem vir da repetição de ações e exercícios convenientes! Mas, o amor, esse só vem – e somente se o coração já estiver preparado para isso pelo q a vida lhe ensinou – só vem da compreensão profunda, fruto de uma observação tb profunda, de que o mundo, com todas suas ciências, tecnologias, medicinas, filosofias, religiões, não tem a solução para esses sofrimentos q, inexoravelmente, atingem a todos, sem exceção de ninguém, humanos e não humanos! E, como disse, se o coração já estiver preparado pelo q a vida lhe ensinou!

      Na codificação há a indicação de onde pode estar um "empurrãozinho" para isso.
.............................
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: M.Altino em 19 de Dezembro de 2014, 12:31
Amigo Inconfotrj e todos os amigos um bom dia de muita paz e quanto ao que o amigo nos traz é muito bom saiba que para a nossa Mudança Intima a responsabilidade é de cada um e muitas vezes o dizemos ..... mas quem tenha olhos para ver e ouvidos para ouvir que veja e ouça estes apelos a sua Mudança......
Com um carinhoso abraço de muita paz
[attach=1]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: Claudino em 19 de Dezembro de 2014, 17:18
A reforma íntima, diz respeito ao esforço pessoal de cada espírito, Fala um velho ditado que “A Natureza não dá soltos”. Sim, é uma grande verdade, ela (a Natureza) sendo moral ou intelectual, segue sua trajetória passo a passo. Um grande exemplo do que estamos falando é o de Paulo de Tarso, o apóstolo dos Gentios, que em sua trajetória  só precisava de uns empurrões  e recebeu. Era um espírito pronto, equivocado sim, mais prontinho da silva. Os empurrões de que estamos falando foram às provas e expiações de que teve que passar e, por sinal, passou com grande estilo, próprio de um espírito missionário. Alguém pode dizer: “Ele foi um vaso escolhido”, e daí? Simão Pedro, Tiago, Levi e os outros, também foram vasos escolhidos e até, o próprio Judas Iscariotes lembram?.  Napoleão Bonaparte, segundo o livro do Irmão X, psicografia de Chico Xavier, “Brasil, Coração do Mundo Pátria do Evangelho”, Pois bem, o livro informa que o grande conquistador Europeu, foi escolhido para uma missão, mais contudo falhou. Reforma moral é uma conquista e todos vamos realizar, conforme nossos esforços. Paz a todos.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: lconforjr em 19 de Dezembro de 2014, 19:38
Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima

      Referencia resp #68 em: 191214, às 12:31, de MAltino

      Conf: querido amigo Altino, agradeço seu esforço em tentar me fazer compreender. Sem dúvida, e vc sabe, não é por se afirmar, seja o amigo, a doutrina, ou quem for, q a Reforma Íntima é necessária e q é responsabilidade de cada um, q vamos compreender q seja! Há muita coisa a ser raciocinada e, por mais q tenho colocado perguntas para esse raciocínio, não tenho obtido respostas satisfatórias, definitivas. Sempre são apenas meias-resposta pois q sempre são questionáveis.
      Assim, vou lhe apresentar algumas das perguntas que tenho feito, a ver se o amigo responde:

      - se é necessário fazer a reforma íntima pq não a fazemos? O q nos impede de fazê-la? Se com o livre-arbítrio, temos a liberdade de escolher fazê-la ou não fazê-la, pq escolhemos não fazê-la?

      - se o fato de não fazê-la será, como é óbvio, causa de sofrimentos para nós, pq não a fazemos se isso poderá nos livrar desses sofrimentos? Sem dúvida, fazer a RI significa escolher ser mais feliz, certo? E, consequentemente, escolher não fazê-la, adiá-la etc, significa escolher ser mais infeliz! E, sendo assim, qual é a causa de alguns estarem se esforçando para fazê-la, fato q significa q estão escolhendo ser mais felizes, eqto outros apenas falarem q devem fazê-la, mas não fazem, fato q significa estarem escolhendo ser mais infelizes?

      Para o amigo, tb um carinhoso abraço.
................
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: M.Altino em 20 de Dezembro de 2014, 11:10
Amigos com muita paz e muito carinho para todos o meu bom dia sereno e para os amigos Claudino seja muito bem vindo a este debate que pode sempre comentar e ao amigo Inconfort é importante compreende que todo o que aqui vamos dizendo passa sempre pelo Livre  Arbítrio, de cada um de nós, pois como temos essa liberdade tudo é possível, embora depois mais tarde sofremos essa escolha de nada fazermos para nos melhorar.
Assim a escolha é cada um de nós. pois senão a fizer ,ou começar já, e tem de fazer um dia com muito mais dificuldades, pois a semeadura é livre .... mas a colheita obrigatória .....
Para então começarmos a termos essa liberdade é que assim vamos conhecendo como a podemos fazer.
A cada minuto de nossa vida, antes de iniciar qualquer ação, façamos este exercício de nos perguntarmos sempre:
Isto que estou fazendo agora seria bem aceito por Deus ou pela minha consciência?
 Se for, o procedimento é correto; se não for devemos descontinuar imediatamente o que iríamos fazer e não pensar mais nisso.
 “Aquele que, todas as noites, evocasse todas as ações que praticara durante o dia e inquirisse de si mesmo o bem ou o mal que houvera feito, rogando a Deus e ao seu anjo de guarda que o esclarecessem, grande força adquiriria para se aperfeiçoar, porque, crede-me, Deus o assistiria.
Dirigi, pois, a vós, mesmos perguntas, interrogai-vos sobre o que tendes feito e com que objetivo procedestes em tal ou tal circunstância, sobre se fizestes alguma coisa que, feita por outrem, censuraríeis, sobre se obrastes alguma ação que não ousaríeis confessar.
Perguntai ainda mais:
 Se aprouvesse a Deus chamar-me neste momento, teria que temer o olhar de alguém, ao entrar de novo no mundo dos Espíritos, onde nada pode ser ocultado?
Examinai o que pudestes ter obrado contra Deus, depois contra o vosso próximo e, finalmente, contra vós mesmos.
As respostas vos darão, ou o descanso para a vossa consciência, ou a indicação de um mal que precise ser curado.”
A auto-análise permite que alinhemos as nossas ações e pensamentos na direção das correções que necessitamos realizar, para que ajustemos os nossos atos de acordo com os ensinamentos do Mestre, tanto com relação a Deus como em relação ao nosso próximo.
 Através do esforço próprio e de exercícios repetidos em direção às boas causas, em nós o próprio Bem.
 Este processo é árduo, assim necessitaremos de muita coragem, perseverança e determinação para o realizarmos.
Deus assiste e auxilia sempre, mas precisamos fazer a nossa parte se desejamos verdadeiramente melhorar.
Como vemos temos sempre esta ajuda sincera do Mundo Espiritual para nos dar a força que muitas vezes precisamos .......
Com um grande abraço de muita paz
[attach=1]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: lconforjr em 20 de Dezembro de 2014, 17:32
Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima

      Amigos do fórum, amigo Altino.

      Há muito estudo a doutrina e tento entendê-la e consequentemente, a vida, do modo que, me parece, os amigos estão entendo. Como ainda não entendi, trago muitas perguntas, pedindo a quem conheça bem a doutrina, q as responda e me ajude a compreender.

      Ref resp #71 em: 01214, às 11:10, de MAltino

      Conf: aí está um assunto q não entra em minha cabeça: como dizer q temos “livre”-arbítrio, liberdade de pensar e d escolher (sem dúvida, não temos a de fazer, pois q fazer não depende só de nós, mas das circunstancias da vida) se tantas escolhas q fazemos causam o mal, o sofrimento, para os semelhantes e para nós mesmos?

      E, pelo q consigo entender, nenhuma de nossas escolhas é “livre”! Todas elas estão totalmente “presas” ao q nos ensina a escola da vida, esta escola, sem dúvida, do bem e do mal! Todas as escolhas que fazemos, das mais simples e inocentes, às mais complexas e de consequência imprevisíveis e perigosas, nós a fazemos pq a vida nos mostra q é essa escolha q devemos fazer, o q significa que fazemos exatamente pq “temos” de fazer, devido ao q compreendemos do modo q a vida nos faz compreender! Somos levados, empurrados, a fazer aquilo que as experiências/lições da vida nos convenceram q é o q devemos fazer!

      Assim, pergunto aos amigos (me perdoem tantas perguntas q vou fazer, mas tenho de fazer assim para tentar compreender): vc está aí frente ao computador pq vc escolheu estar aí, ou pq as circunstancias (fatos, eventos, necessidades, interesses, disposição de tempo etc) da escola da vida o fazem estar aí?
      Pq vc segue o Cristo e não Maomé? Quem lhe fez seguir o primeiro e não o segundo senão as experiências lições q vc recebeu na escola da vida?
      Pq vc é espírita e não católico? Pq reside em Portugal e não no Brasil? Pq é homem e não mulher? Branco e não negro? Pq tem a profissão q tem e não uma outra? Pq estuda a doutrina espirita? Pq escolhe um copo de água, em vez de um de refrigerante; de água gelada ou natural? Pq frequenta a academia, qdo podia ficar vendo a TV em casa? Pq não como aquilo q lhe faz mal? Pq ensina seus filhos sobre o q é melhor para eles? Pq aquele homem mora na favela e vc mora na cidade? Ele rouba, trafica, mata e vc não? Pq vc é feliz, paciente, humilde? Pq aquele é mau e vc é bom? Afinal, pq vc é o que é e os outros são o q são. Cada um de nós escolhe ser o q é, ou é a vida q nos faz ser o que somos?

      Todas essas perguntas, para mim, só têm uma resposta: pq o q aprendemos na vida determina q seja assim.

      Lembre-se que mesmo para seguir Jesus vc não decidiu, não escolheu, embora nos pareça q foi escolha nossa; a escola da vida é q o leva a segui-lo! Tanto q Jesus mesmo disse que vc não o seguiria se a segui-lo não fosse levado pelas experiências da vida (ou por Deus, como ele disse)!

      Sendo assim, pq se dizer q “mais tarde sofreremos pelos erros q, conscientemente, fizemos” se tudo o que fazemos é a vida que nos leva (vamos dizer, “empurra, obriga”) a fazer?

      E o q significa dizer que temos de nos melhorar, ou de fazer uma Reforma Íntima? O q foi q “deformou” nosso íntimo, isto é, q ali colocou imperfeições, das quais, agora, temos de nos livrar fazendo uma RI?
      E, se a doutrina afirma q não existe retrocesso moral, como compreender isso q ela diz se, de um estado inicial, ou anterior, sem imperfeiçoes, depois, chegamos a um estado em que nos vemos carregados de imperfeições das quais, agora, temos de nos livrar? 
      Antes, não éramos imperfeitos; depois, nos tornamos monstruosamente imperfeitos; isso não é regredir?!!

      Um estudo profundo sobre o tema “escolha” mostrará, como mostrou para mim, q a “escolha não é nossa”! Só fazemos o q a vida nos “manda” fazer! A essa conclusão já chegaram filósofos, psicólogos, pensadores e, neste último século, a ciência mais avançada do planeta, a ciência q destruiu uma guerra entre dois tradicionais adversários, ciência e religião, q durou mais de 3 ou 4 séculos.

      O amigo diz que se não a fizermos agora, teremos de fazê-la um dia com muito mais “dificuldades”. O q significam dificuldades, senão sofrimentos q, conforme a lei de Deus, podem ser desesperadores, insuportáveis. Assim, pergunto: como Aquele q é Amor e Justiça cria um processo evolutivo cujo método mais eficiente é fazer sofrer, e sofrer desesperadamente? Onde estarão esse amor e essa justiça?

      Se como o amigo diz, a escolha é de cada um de nós, pq as fazemos tão erradas, pq que tantas vezes escolhemos contra nós mesmos? Se é nossa, pq é q escolhemos sofrer, fazer sofrer nossos irmãos e tornar a vida e o mundo piores, se podemos escolher exatamente o oposto disso?

      O Altino aconselhou, acertadamente, q sempre perguntemos: "Isto que estou fazendo agora seria bem aceito por Deus ou pela minha consciência?" Mas de adianta saber q é contra Deus ou contra a própria consciência se muitos não têm amor e não se interessam em fazer a pergunta e nem em Deus acreditam? E se ninguém sabe como fazer para amar os demais, nem para que exista amor em seu coração?

      E se, como vc diz, precisamos de muita coragem, perseverança e determinação, o que é ou como devemos fazer para possuir essas virtudes se elas não dependem de nós, de nossa vontade?

      E pq erramos tanto e pq temos de sofrer tanto, se Deus sempre nos assiste e auxilia? Essa assistência, esse auxílio de Deus, o processo evolutivo, se baseia em fazer sofrer? Quem não sofre, não evolui?

      Abraços para todos.

.............
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: M.Altino em 21 de Dezembro de 2014, 11:07
Amigos é com todo este carinho que lhes dou o Meu Bom Dia de muita paz e ao amigo Inconfort muito obrigado pelo que diz... realmente temos sempre muitas dúvidas que cada um de nós tem de entender que +pelo seu Livre Arbítrio a faz ou deve fazer tudo depende dele próprio....pois a responsabilidade é toda de cada um de nós... pois de não nos modificarmos pelo Amor e teremos um dia de o fazer pela Dor ...então o tempo urge....  E os nossos  benfeitores espirituais nos chamam a atenção para o orgulho e o egoísmo, que são as causas de todos os entraves à evolução espiritual. Vejamos, então o texto abaixo.
Entendendo-se que o egoísmo e o orgulho são qualidades negativas na personalidade obscurecendo a palavra da Esfera superior, e compreendendo-se que o bem é a condição inalienável para que a mensagem edificante seja transmitida sem mescla, examinemos essas três atitudes, em alguns dos quadros e circunstâncias da vida.
Na sociedade:
O egoísmo faz o que quer.
O orgulho faz como quer.
O bem faz quanto pode, acima das próprias obrigações.
No trabalho:
O egoísmo explora o que acha.
O orgulho oprime o que vê.
O bem produz incessantemente.
Na equipe:
O egoísmo atrai para si.
O orgulho pensa em si.
O bem serve a todos.
Na amizade:
O egoísmo utiliza situações.
O orgulho clama por privilégios.
O Bem renuncia ao bem próprio. 
Na fé:
O egoísmo aparenta.
O orgulho reclama.
O bem ouve.
Na responsabilidade:
O egoísmo foge.
O orgulho tiraniza.
O bem colabora.
Na dor alheia:
O egoísmo esquece.
O orgulho condena.
O bem ampara.
No estudo:
O egoísmo finge que sabe.
O orgulho não busca saber.
O bem aprende sempre, para realizar o melhor.
Mas, a orientação da Doutrina Espírita é sempre clara.
O egoísmo e o orgulho são dois corredores sombrios, inclinando-nos, em toda a parte, ao vício, a à delinquência, em angustiantes processos obsessivos, e só o bem é capaz de filtrar com lealdade a Inspiração Divina, mas, para isso, é indispensável não apenas admirá-lo e divulgá-lo: acima de tudo, é preciso querer  e praticá-lo com todas as forças do coração.
Como vemos o Egoísmo é um grande entrave para a nossa Mudança Intima, então temos de sempre tentar vencer esta falta em cada um de nós .....  pois quer queiramos ou não todos temos um pouco desse egoísmo embora muitas vezes ou quase sempre dizemos que não...meditemos cada um de nós e pensemos no que digo......
Com um grande abraço de muita paz e amigos estou sempre a aprender com tudo o que disserem pois também tenho de continua a fazer a minha Mudança Interior ...
[attach=1]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: M.Altino em 22 de Dezembro de 2014, 11:14
Amigos para todos com muita paz o meu bom dia sincero e vamos debater este tema que por ser muito importante na nossa vida....parece que nos faz retrair de comentar .. ou então passa ao lado pois julgamos que tudo sabemos ....mas puro engano , ainda somos crianças nesta Doutrina e de nos conhecermos a nós mesmo, e afinal pouco nos conhecemos vejamos desta maneira.
Qualquer que seja a religião que te ensinaram,
Qualquer que seja a forma pela qual tenhas sido criado,
Qualquer que seja a forma como tenhas compreendido teus mestres,
Nesses níveis compreenderá esta mensagem.
Não basta acreditar nela, deve ser vivida.
A essência da Religião Universal é Paz e Verdade,
O amor e a bondade para com todas as criaturas da terra.
É o momento de expressar essa essência em tua própria vida.
Deve estabelecer-se um começo
E o lugar para começar está em ti mesmo.
Vais reformar o mundo
Começa contigo mesmo.
A mensagem de um reformador não reformado
Raras vezes poderá inspirar uma mudança.
O coração de toda religião é o Amor e a Retidão
Que é o Amor em Ação
É a realização da religião.
Ama não somente a família e os amigos,
Porque o amor limitado é Amor negado.
Busca a paz dentro de ti mesmo
e busca também o divino alento da vida.
Persiste nisso!
Não abandones esse propósito nem por um momento.
Através de teus atos modelas a  tua vida
E ajudas a modelar a vida dos outros.
Que responsabilidade!
O espírito encontra em ti o seu agente e também seu companheiro.
E na medida que tomes consciência o faz de acordo com isso,
Tua vida se enriquece
Então amigos aqui temos muitas maneiras de fazermos a nossa Mudança Intima e só precisamos de coragem que muitas vezes não temos,  porque a prova é dura e trás muitos dissabores.
Amigos com um sincero abraço de muita paz e sintam que temos de começar esta prova que nos vai ajudar na nossa caminhada
[attach=1]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: Claudino em 22 de Dezembro de 2014, 14:39
Prezado Manoel Altino, fico feliz pelo desejo de boas vindas e pelo carinho de todos. São com os debates que aprendemos mais e sei que o grupo se proponhe a isso. Assim, vou aproveitar essa oportunidade com grande atenção. Muita paz!
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: M.Altino em 23 de Dezembro de 2014, 11:07
Amigos é com muito carinho que dou a todos o meu bom dia de muita paz e agradecer ao amigo Claudino +pelas suas lindas palavras de força e vamos continuar esta nossa Mudança Interior na nossa vida.
Assim o importante é mudarmos muitas atitudes na vida sermos mais fortes que muitas vezes os vícios que nos fazem sentir  que estamos dependentes seria bom meditarmos nestas situações.
Eu amigos vos posso dizer uma coisa que nunca tinha pensado... passar um Natal nesta delicada situação na vida o que me faz meditar porque razão aconteceu..... assim tive que mudar muitas coisas e deixar de fazer outras o que me deixa triste .....mas esta maravilhosa Doutrina me ajuda a compreender e tentar viver assim o que já é uma  Mudança Interior muito grande e difícil .

Mudança íntima é o renovar das esperanças interiores , tendo por meta o fortalecimento da fé , a solidificação do amor , a incessante busca do perdão , o cultivo dos sentimos positivos e a finalização no aperfeiçoamento do ser .
É o esforço que o ser humano faz para melhorar-se moralmente .
 A sua base de apoio fundamental são os ensinamentos de Jesus, que representa, um roteiro luminoso rumo à conquista de um grAU mais elevado na cadeia universal evolutiva .
Tem por sede , e momento principal , as passagens pelo plano material , ao longo das reencarnações.
 A Doutrina Espírita tem por missão esclarecer o significado exato da mudança íntima a todos os encarnados dispostos a aprendê-la..
A perfeição será atingida e o aperfeiçoamento, um dia , será completo . Nessa aura de felicidade ver-se-à envolvido o Espírito , já não mais considerado ser humano , pois acima disso.
 Aproveitar estágio por estágio, reencarnação por reencarnação, passo por passo, é a fórmula indicada para galgar os níveis que conduzem à plenitude .
 Estudar a mudança  íntima , levar o encarnado a compreender-se melhor e também o semelhante , avaliar suas ações e reações , tocar profundamente os nossos  sentimentos , enxergar nossas  deficiências , propor soluções, calcular projetos para essa busca cristã, debater dilemas , resolver problemas , solucionar dúvidas , levantar questões e atingir um ponto a mais no nosso  esclarecimento humano é a meta desta obra que é a nossa evolução moral .
Amigos o caminho é longo e cheio de pedras mas vamos vencendo uma a uma com muita força e tendo na Prece o nosso auxilio ..
Comum sincero abraço de muita paz e aproveito para desejar a todos um Bom Natal com muita Prece e sentido de fazermos a nossa Mudança Interior e que seja um Natal onde tenhamos presente o nosso amigo Jesus pois é o centro da festa e que seja festa todo o ano e não apenas nessa noite...
[attach=1]
[attach=2]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: M.Altino em 25 de Dezembro de 2014, 10:50
[attach=1]
Amigos e companheiros deste estudo que muito nos ajuda a compreender o quanto temos de nos domificar  interiormente é com elevado carinho que neste dia especial de Natal lhes venho dar o meu bom dia e que todos tenham um feliz Natal.
Quanto ao estudo e ao tema vamos amigos deixar muitas vezes o Orgulho de lado e sermos nós mesmos, pois o Orgulho muitas vezes não deixa que cada um de nós se modifique, pois pelo nosso orgulho não queremos mostrar que somos fracos, o que muitas vezes nos faz cobardes das nossas melhores atitudes para o nosso bem... e vamos indicar algumas das atitudes do nosso orgulho que muitas vezes nem damos conta .....
 Filho do egoísmo , mas nosso amigo e de todos , e o sentimento e o estado de espírito de quem se considera de qualquer modo , a qualquer tempo , superior ao seu semelhante .
 A igualdade é princípio universal , imutável e absoluto
 Não há seres – Espíritos e encarnados- superiores uns aos outros , na órbita do amor de Deus .
Diferenças na escala evolutiva existem;
Espíritos Superiores e entidades inferiores também .
Entretanto , no amor do Pai , a igualdade é plena.
Como lhes são absolutamente iguais as oportunidades de progresso .
24- Mais tempo de trajetória é o que possui o Espírito Superior.
Menor prazo enfrentou o inferior .
Ambos são irmãos , semelhantes , iguais , filhos de Deus .
Não existe nos valores autenticamente cristãos espaço para o orgulho .
 Tem ele , no entanto , suas ramificações nefastas que também conduzem o ser humano à desgraça moral e ao destino espiritual .
 Pode ter variáveis , gradações , mas sempre será negativo .
 Egoísmo e orgulho são os inimigos da evolução , ainda estão fortes e presentes no coração e nas atitudes da maioria dos encarnados .
Então queridos amigos aqui vemos o valor que tem a nossa Mudança Intima e a sua necessidade para  a nossa evolução ...... vamos ganhar coragem e tentarmos vencer este orgulho que temos e podemos pouco a pouco nos ir modificando ... que seja uma promessa deste Natal ... vamos em frente amigos ...ontem era tarde .... o tempo urge...
Com um grande e sincero abraço e muita paz e meditem nas palavras pois são patra  todos nós...
[attach=2]
Manuel Atino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: Antonio Renato em 25 de Dezembro de 2014, 14:17
Meu irmão Altino e demais companheiros de estudo,eis aí um ponto crucial e negativo em todos
nós que ainda não conseguimos dominar,o orgulho,essa erva daninha que ainda temos dentro
de nós.Fazemos um grande esforço para dominar as nossas más tendências,procuramos nos
modificar fazendo uma reforma íntima,mas mesmo assim como se fosse uma ferida  que ainda
não cicatrizou,vez ou outra vem nós esse sentimento negativo que é o orgulho,mesclado com
uma certa dosagem de vaídade se manifestarem.É muito difícil,não impossivel,alguém dizer e
ser verdadeiramente humilde,tentamos ser,pelo amor que temos dentro de nós,pela maneira
de nos conduzirmos,pelos ensinamentos que vamos tendo,etc...,mas mesmo assim motivado
pela nossa imperfeição,demonstramos um certo orgulho,seja pelas nossas conquistas de
ordem materiais,tais como:Bens,cursos de graduação,ascensão no trabalho,reconhecimento
do público por aquilo que somos,enfim,são muitos fatores que fazem aflorar o nosso orgulho.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: M.Altino em 26 de Dezembro de 2014, 16:53
Amigos e companheiros deste cantinho onde o estudo sobre a nossa Mudança Intima é uma forma de tentarmos limar as nossas dificuldades e assim sermos mais humildes e menos orgulhosos .... assim com um grande abraço a minha boa tarde de muita paz continuação   de um Natal de muita Mudança Interior deixando o Orgulho seja menor na nossa vida pois esse mesmo orgulho causa muitos dissabores e temos de estar atentos para assim evitar amargor, antipatia, arrogância , avareza, ciúme, cólera , comodismo, covardia, cupidez, deslealdade, desprezo, desumanidade , dissimulação, falsidade, futilidade , ganância, impiedade ,indisciplina, individualismo,inflexibilidade, ingratidão ,insensibilidade,inveja,ira, irresponsabilidade , libertinagem , luxúria , maldade , malquerer , materialismo , melancolia , narcisismo , ódio , pessimismo , preguiça , prepotência , raiva , rancor , rebeldia , ressentimento, teimosia , torpeza , vaidade , vingança ?
Vejam então como o Orgulho se pode manifestar.
 Porque são modos de ser , sentir e estar que não possibilitam a harmonia maior com o lado cristão do espírito , não condizem a Jesus, não permitem a felicidade não fazem progredir e afastam o ser da busca da perfeição .
Abraçando o orgulho , menosprezando o próximo , termina o ser afastando-se do Plano Superior e deixando de auferir o sentimento de Mudança Interior em cada um de nós e ficarmos duros do coração, e assim  não nos deixarmos envolver por esta Mudança Interior que todos precisamos... Vamos aproveitar este tempo para começarmos... o tempo urge.....
Com este carinho sincero e acreditando que todos sabem deste valor da nossa Mudança vos dou um grande abraço de muita paz e espero aprender com todos vós...
[attach=1]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: Kazaoka em 27 de Dezembro de 2014, 16:23
As mudanças são interiores e as reformas são íntimas. Mas as forças que as desencadeiam são de origens externas. São os fatos e as circunstâncias que defrontamos na vida que nos incitam a vontade e a coragem necessária para que as mudanças e reformas ocorram. E o fator limitante está na resistência sentimental que oferecemos a essas influências. Esta sim, são nossas! A vida é um manancial de ensinamentos e chamadas de atenção para o que há de maior valor para o Espírito. O fato destes ensinamentos e chamadas nos tocarem, reside, justamente, na capacidade de oferecermos resistência aos impulsos que esses fatores exteriores exercem no âmago de nossa Alma. Ainda vivemos uma cultura que ser forte é ser auto-suficiente e impassível a tudo que nos rodeia. Principalmente com tudo que toca nosso sentimento e que nos sugestiona a abrirmos mão de nosso sentimento personalista.

Muitas vezes nos fechamos em nossas limitações e dificuldades por orgulho, por nos sentirmos prepotentes e auto-suficientes para tudo. Em outras nos fechamos em nosso egoismo e ignoramos as dificuldades alheias, sobre as quais teríamos amplas possibilidades de assistência. Dessa forma, vagamos sozinhos sempre sozinhos, sem norte e sem forças para construir a própria felicidade através das reformas sobre as bases que já temos formadas. Tudo isso torna-se possível quando atendemos ao chamamento de Jesus que nos convida a colocarmos sobre nós o seu jugo e partilharmos com ele o peso de nossa própria existência.

1. Vinde a mim, todos vós que estais aflitos e sobrecarregados, que eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei comigo que sou brando e humilde de coração e achareis repouso para vossas almas, pois é suave o meu jugo e leve o meu fardo. (S. MATEUS, cap. XI, vv. 28 a 30.)

Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: M.Altino em 28 de Dezembro de 2014, 11:32
[attach=1]
É esta a nossa força para vencermos as dificuldades
Amigos e companheiros deste Estudo onde procuramos tentar nos modificar sempre  vamos continuar com mais provas de que podemos o fazer vencendo o nosso orgulho e vaidade ou seja sermos simples e verdadeiros....assim com todo este carinho o meu bom dia de muita paz e vamos tentar entender que o nosso Espírito  quando é criado por Deus , traz dentro de si  o germe  da perfeição.
Assim , todo o esclarecimento emanado de alguém , no sentido de estimular o nosso relacionamento em sociedade , deve ser sempre bem recebido, pois é através do contato com os outros seres humanos que temos condições de colocar em prática o conteúdo moral da Lei Divina
Diante dessas orientações , todo o esforço despendido em prol do bem é um manancial que nos fortifica para toda a eternidade .
Por isso , a assertiva do Cristo
 " Sede perfeitos como vosso Pai celestial é perfeito ", deve permanecer como uma ideia central para a nossa mudança vamos tentar sabendo que temos também muitas virtudes que podemos colocar na nossa vida.
Virtudes são todos os hábitos constantes que levam o homem para o bem , quer como indivíduo , quer como espécie , quer pessoalmente , quer coletivamente .
A virtude é uma disposição adquirida voluntária , que consiste na conduta racional de um homem ponderado .
Ela se situa no ponto mais elevado no que se refere ao bem e à perfeição .
 Daí, diz-se que todo o excesso é prejudicial , tanto para o bem como para o mal .
Exemplo : o excesso de orgulho transforma-se em humildade ; o excesso de humildade transforma-se em orgulho .
É dentro deste contexto devemos sempre percorrer o caminho do meio , do meio termo .
As virtudes apresentam-se como prudência , fortaleza , temperança e justiça e ) – fé , esperança e caridade.
Assim vemos que todos temos as condições necessárias para vencermos muitas vezes as grandes chagas que também estou dento de nós e que muitas vezes não nos deixa vencer... vamos ser fortes e tentarmos sempre e no próximo ano nos modificar.
Com um carinhoso abraço de muita paz
[attach=2]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: Gustavo Rettenmaier em 28 de Dezembro de 2014, 12:25
"As mudanças são interiores e as reformas são íntimas. Mas as forças que as desencadeiam são de origens externas. São os fatos e as circunstâncias que defrontamos na vida que nos incitam a vontade e a coragem necessária para que as mudanças e reformas ocorram. E o fator limitante está na resistência sentimental que oferecemos a essas influências. Esta sim, são nossas! A vida é um manancial de ensinamentos e chamadas de atenção para o que há de maior valor para o Espírito."

Essa é a grande questão, ainda não estamos em condição fazer por nós mesmos as mudanças necessárias, necessitados do "apoio" externo, que normalmente vem através de algum tipo de sofrimento. Apenas a necessidade nos obriga a movimentação, a abandonar nossa zona de conforto.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: M.Altino em 30 de Dezembro de 2014, 11:30
[attach=1]
Amigos e companheiros deste lindo estudo que fizemos neste espaço de aprendizado e partilha entre os que quiseram beneficiar .
Assim com este carinho sincero lhes dou o meu bom dia e que possamos meditar em todo o quer foi dito por todos aqui é a nossa Mudança Intima que tem de ser feito todos os dias da nossa vida.
Queria deixar aqui bem claro que tudo o que eu coloquei foi o que sentia e devia sr feito por todos, pois eu já estou a tentar fazer a minha parte.
A todos devo dizer que não é fácil implica muitas mudanças e deixar muitas coisas para traz e ao mesmo tempo saber perdoar , pois é no perdão que se encontra muitas vezes essa mudança que precisamos.
Para isso temos sempre o exemplo do Mestre Jesus que veio para nos ensinar a pautar a nossa vida pelo Perdão e Amor vejamos os seus exemplos.
Eu sei e compreendo que muitas pessoas falam e conhecem muito desta Doutrina, o que é muito bom ....  mas não basta ....é preciso mudar a si mesmo e isso torna mais complicado a cada um, mas me desculpem temos de tentar sempre
Assim muitas coisas se evitavam se fosse possível  compreender o alcance deste estudo e o viver e sermos assim um homem de bem e sincero...
Pratica a lei de justiça , de amor e de caridade em sua maior pureza .
Sabe que todas as vicissitudes da vida são provas ou expiações , e as aceita sem murmurar .
Possuído pelo sentimento de caridade , faz o bem pelo bem , sem esperança de recompensa , e sacrifica o seu interesse pela justiça .
É bom para com todos , porque vê irmãos em todos os homens , sem exceção de raças ou de crenças .
Em todas as circunstancias, a caridade é o seu guia .
Não tem ódio , nem rancor , nem desejo de vingança .
É indulgente para com as fraquezas alheias, porque sabe que ele mesmo tem necessidade de indulgência .
Não se sente feliz em procurar os defeitos alheios , nem em colocá-los em evidência .
Estuda as suas próprias imperfeições e trabalha , sem cessar , em combatê-las. Aproveita sempre as ocasiões para ressaltar as qualidades dos outros , e não as suas .
Então queridos amigos com tudo o que acima disse vamos verificar que não e fácil fazer esta Mudança Interior mas é esta a única forma de alcançarmos a nossa Evolução .... vale a pena tentar é este o meu pedido para todos e para mim também com a ajuda de Jesus sempre......................
Amigos e companheiros com muito e muito carinho me despeço deste estudo, as vai continuar a ser a nossa Meta na vida.
Com um grande abraço de muita paz e amizade a todos e aos que procuraram valorizar este estudo com suas palavras sinceras ......
[attach=2]
Manuel Altino
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: Kazaoka em 30 de Dezembro de 2014, 13:48
[...] ainda não estamos em condição fazer por nós mesmos as mudanças necessárias, necessitados do "apoio" externo, que normalmente vem através de algum tipo de sofrimento. Apenas a necessidade nos obriga a movimentação, a abandonar nossa zona de conforto.

E tem sido assim desde o início, mesmo antes de chegarmos à fase hominal, quando éramos Princípios Inteligentes sem razão e sem consciência, simples e ignorantes. Fomos Criados por Deus com todas as potencialidades a serem desenvolvidas, e é isso que estamos a fazer. Estamos nos ajustando.

O ambiente, as circunstâncias e as orientações que recebemos de seres mais evoluídos que nós, sejam eles desencarnados ou não, faz que desencadeie o processo de aprimoramento que somos suscetíveis. 
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: Kazaoka em 30 de Dezembro de 2014, 13:56

Amigos e companheiros deste lindo estudo que fizemos neste espaço de aprendizado e partilha entre os que quiseram beneficiar .
Assim com este carinho sincero lhes dou o meu bom dia e que possamos meditar em todo o quer foi dito por todos aqui é a nossa Mudança Intima que tem de ser feito todos os dias da nossa vida.
...
Amigos e companheiros com muito e muito carinho me despeço deste estudo, as vai continuar a ser a nossa Meta na vida.
Com um grande abraço de muita paz e amizade a todos e aos que procuraram valorizar este estudo com suas palavras sinceras ......

Manuel Altino


Parabenizo-o pela escolha do tema e pela forma equilibrada e segura que conduziste este estudo. Ao mesmo tempo agradeço pela oportunidade que nos foi dada para discorrermos sobre este assunto. Esperamos poder contar sempre com sua valiosa colaboração.

                                                   Um grande abraço.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: Antonio Renato em 31 de Dezembro de 2014, 12:00
Meus irmãos,mais uma fase de nosso estudo que não se completa pois sempre estaremos estudando,mas foi muito bom porque aprendemos mais um pouco uns com os outros.
Com este final de mês é também mais um ano que se finda,para muitos que tem tão
sómente uma vida contemplativa é tudo igual,são os festejos natalinos,os de final de ano,
o desejo de vitórias no ano que se inícia,mas para aqueles que são inteligentes e vê a vida
como uma escola sabe bem que houve mudanças,houve progresso moral,somamos mais
um pouco de aprendizado,consequentemente evoluimos também.As mudanças que foram
feitas por nós apartir da nossa reforma íntima,surtirá um grande efeito pois estaremos
melhores,mais bem preparados para enfrentar às adversidades da vida pois nos tornamos
pessoas melhores,mais humildes,mais condescendentes para com os nossos irmãos,mais
caridosos para com os menos afortunados,mais amigos para com todos,enfim,sentimos
em nós mudanças interior,para o nosso pai maior as lições estão sendo aprendidas pois
estamos trilhando no caminho do bem.
Meus irmãos fiquem na paz e um feliz final de ano com os votos de que no ano que se inícia
possamos continuar na nossa caminhada.
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: lconforjr em 31 de Dezembro de 2014, 14:52
Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima

      Ref resp #63 em: 171214, 16:02, de MAltino

      Amigos, amigo Altino

      O amigo tem sempre nos presenteado com lindas mensagens, cheias de sábios conselhos, mensagens q mostram q seu coração é sincero e está cheio de desejos de ajudar a nós todos. E suas colocações sempre nos dão a oportunidade de reflexão e raciocínio, exatamente como a doutrina manda. Assim, sobre sua resposta referida acima, faço algumas reflexões, na forma de comentários. A intenção é entender a doutrina e, se possível, levar outros a entendê-la.

      Alt:... deixando de lado um pouco de nossos defeitos que são muitos: o Egoísmo ou Personalismo, o Orgulho, a Inveja, o Ciúme, a Agressividade, a Maledicência e a Intolerância por virtudes.

      Conf: meu amigo, meus amigos, como é q se faz isso?! Como é q se faz para deixar de lado esses defeitos? Quem sabe como fazer isso, como modificar os defeitos "morais", as imperfeições q temos em nosso íntimo?

      Qdo muito, podemos modificar as imperfeições em nossas "ações físicas", em nossas atitudes, em nossos procedimentos nos relacionamentos com nossos semelhantes. Mas, eliminar defeitos ou imperfeições "morais", q importa em modificar sentimentos, onde está aquele homem, aquele ser elevado, ou aquele ensinamento q nos faça aprender como transformar ou eliminar defeitos ou imperfeições "morais"?

      Nem mesmo Jesus fez isso, com tb não fez que outros conseguissem fazer isso!! Qdo Jesus disse: “amai-vos uns aos outros, perdoai sempre, oferecei a outra face etc”, sem dúvida, com a sabedoria q havia conquistado, ele se referia apenas a procedimentos ou atitudes q agradassem, q fizessem bem, q trouxessem felicidade aos demais!

      Pois, a eliminar defeitos "morais" ninguém aprende, do mesmo modo q ninguém consegue ensinar, nem com conselhos, nem com ensinamentos, nem com exemplos de quem quer q sejam!

      Diz o amigo Altino q o q importa é o "esforço contínuo"; mas, se raciocinarmos profundamente, veremos q "esforço" diz respeito a manifestações exteriores, tem a ver com ações (físicas) e nunca com sentimentos (morais).

      Nenhum esforço deste mundo conseguirá colocar uma grama q seja de virtude no coração de alguém. Adquirir virtudes não vem de qualquer esforço, por maior e mais continuado q seja, mas da compreensão q pode vir de uma profunda observação de como é o mundo, a vida, em torno de nós.

      Virtude não vem do esforço, mas da compreensão profunda!

................
Título: Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima
Enviado por: lconforjr em 31 de Dezembro de 2014, 22:21
Re: Mudança Interior .... Reforma Íntima

      Ref resp #80 em: 271214, 16:23, de Kazaoka

      Jovem e distinto amigo Kaza, novamente convido-o a raciocinar, refletir.

      Kazaoka: As mudanças são interiores e as reformas são íntimas. Mas as forças que as desencadeiam são de origens externas. São os fatos e as circunstâncias que defrontamos na vida que nos incitam a vontade e a coragem necessária para que as mudanças e reformas ocorram. E o fator limitante está na resistência sentimental que oferecemos a essas influências. Esta, sim, são nossas!

      Conf: olá amigo Kaza! Novamente, vou aborrecê-lo com perguntas, q muitos, e tb vc, podem achar infantis, tolas e não próprias de um estudioso da doutrina.

      Conf: concordo com o amigo no q disse acima. Apenas discordo de uma sua afirmação e complemento outra.

      Complementando: vc diz q: “São os fatos e as circunstâncias que defrontamos na vida que nos incitam a ter a vontade e a coragem necessária para que as mudanças e reformas ocorram”, e complemento: “do mesmo modo que são também os fatos e as circunstancias q defrontamos na vida q nos incitam a não ter vontade nem a coragem necessárias para q as mudanças e as reformas ocorram”. Vc poderá apresentar uma alternativa a esta minha complementação?

      Discordo de vc dizer: “q a resistência q oferecemos às influências externas q nos incitam vontade e a coragem necessárias para q as reformas ocorram, q essa sim (a resistência, a limitação?) é nossa”.

      Pois, pense, raciocine, amigo Kaza, procure compreender: pq é q resistimos a essas influências boas? Ou, o q é a mesma coisa, pq não resistimos às influencias más? Ou ainda: pq, doutras vezes, ao contrário, não resistimos e aceitamos as influencias boas e resistimos às más? Tanto as boas como as más têm a mesma origem: nos fatos e nas circunstâncias que defrontamos na vida, concorda? Do mesmo modo, têm a mesma origem, nossa resistência ou nossa aquiescência em realizar ou não realizar as reformas necessárias. E ainda, do mesmo modo, tanto a vontade, como a coragem necessárias para realiza-las, têm origem nos fatos e circunstâncias da vida.

      Afinal, o que é q tem origem em nós?

      Kaza: A vida é um manancial de ensinamentos e chamadas de atenção para o que há de maior valor para o Espírito. O fato destes ensinamentos e chamadas nos tocarem, reside, justamente, na capacidade de oferecermos resistência aos impulsos que esses fatores exteriores exercem no âmago de nossa Alma. Ainda vivemos uma cultura que ser forte é ser auto-suficiente e impassível a tudo que nos rodeia.

      Conf: e, meu jovem, qual é a causa de vivermos ainda onde a cultura q ser forte é ser auto-suficiente e, em consequência disso, procedermos erradamente? Afinal, Kaza, é a cultura q nos faz assim, ou somos nós q fazemos a cultura ser como ela ainda é? Onde está aí a responsabilidade por nossos acertos ou desacertos? Onde estão os méritos pelos acertos e os deméritos pelos desacertos, se acertar ou errar depende do q nos ensinam os fatos e circunstâncias com q defrontamos na vida? Na cultura em vivemos, ou em nós?     

      Kaza: Muitas vezes nos fechamos em nossas limitações e dificuldades por orgulho, por nos sentirmos prepotentes e auto-suficientes para tudo. Em outras, nos fechamos em nosso egoismo e ignoramos as dificuldades alheias, sobre as quais teríamos amplas possibilidades de assistência.

      Conf: meu amigo, a pergunta é a mesma já repetida muitas vezes: quais as causas de sermos assim? Tente responder! Quais as causas q têm o efeito de nos fazer orgulhosos ou egoístas, prepotentes, de ignorar as dificuldades alheias? Não são também os fatos e circunstancias q defrontamos na vida? Na vida a q se dá o nome de “escola de espíritos” e q podemos, sem medo de errar, tb dar o nome de “escola do bem e do mal”?!

      Kaza: Dessa forma, vagamos sempre sozinhos, sem norte e sem forças para construir a própria felicidade através das reformas sobre as bases que já temos formadas. Tudo isso torna-se possível quando atendemos ao chamamento de Jesus que nos convida a colocarmos sobre nós o seu jugo e partilharmos com ele o peso de nossa própria existência.

      Conf: reflita sobre isso q vc disse acima e q é uma verdade, meu jovem: quais as causas de ficarmos sem forças para construir nossa própria felicidade, de não atendermos ao sábio chamamento de Jesus? Reflita! Essas causas não estão tb no que aprendemos com os fatos e circunstancias da vida?

...........