Forum Espirita

CODIFICAÇÃO => Estudos mensais => Tópico iniciado por: Jorge em 30 de Junho de 2009, 16:01

Título: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 30 de Junho de 2009, 16:01
Bons amigos, nesta altura do ano alguns companheiros já se encontram de férias, mas a grande maioria ainda aguarda o tão desejado período de descanso.

Uma importante pergunta se impõe:
"Pensando nas nossas férias, como deveremos proceder para que a nossa oportunidade de elevação não se perca?"

Na sequência do exposto, anexo material de estudo afim de iniciarmos uma saudável abordagem em conjunto, acerca deste tema.
Férias Espíritas (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PVplSkwyYkVBb3M0Iw==)

Alguns Tópicos:

- Pensando nas nossas férias, como deveremos proceder para que a nossa oportunidade de elevação não se perca?
Sugestões: Aceitam-se!

- É na família que começa a nossa oportunidade de valorizar as férias! Neste sentido, quais são os primeiros passos a encetar?

- De uma forma geral verificamos que as férias abrem campo à indisciplina, aos exageros nocivos para o corpo e para alma! Com base nos conhecimentos que a doutrina espírita nos faculta, o que poderemos fazer para contrariar essas tendências negativas? E como poderemos alertar e ajudar o nosso próximo?

- Que tipo de iniciativas enobrecedoras você já colocou em prática durante as suas férias?

- À luz da doutrina espírita, o que poderá acontecer às pessoas que só para si mesmas vivem e que não sabem ser úteis ao que quer que seja? De que forma, Deus nosso Pai, nos impele ao progresso? (dica: consultar Livro dos Espíritos – Parte 2ª – Capítulo X – Das ocupações dos Espíritos)

- De acordo com os nossos prazeres e ocupações menos nobres seremos alvo fácil de espíritos de elevação inferior? De que forma? (dica: consultar Livro dos Espíritos – Parte 2ª – Capítulo X – Das ocupações dos Espíritos)

- Uma vez atingida a perfeição total, estarão os espíritos que a gozam em repouso absoluto? Ou por outro lado, serão incessantes as suas ocupações? De que natureza serão elas? (dica: consultar Livro dos Espíritos – Parte 2ª – Capítulo X – Das ocupações dos Espíritos)

----------------------------------------------------------------------------------------

Bibliografia:

- Caminho Espírita (Autores Diversos) – Francisco Cândido Xavier
- Pai Nosso (Meimei) - Francisco Cândido Xavier
- O Livro dos Espíritos – Allan Kardec
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Blue soft em 30 de Junho de 2009, 21:13
        É Jorge,
não sei como é em Portugal, mas aqui no
Brasil a maioria das Casas funcionam
normalmente, mas, alguns trabalhadores
simplesmente desaparecem, sem dar
explicações.
        Agora, você, imagina se todos
os tarefeiros resolverem desaparecer
sem explicações. Sou adepta de que
devemos ter tempo de lazer, mas
com organização avisando um pouco
antes e claro, sem esquecer que somos
espíritas em qualquer lugar e em
qualquer época do ano.

           Abraços,

                    Blue Soft
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: neusads em 30 de Junho de 2009, 23:03
Já que a nossa oportunidade de elevação é constante, não acredito que ela se perca nas férias!
Nosso lar, nossos familiares, não são a maior oportunidade de resgate e elevação que Deus nos deu? Então... convivamos com eles. Existe melhor oportunidade que nossas férias para esse convívio?
Trabalhar para o bem comum, ser solidário com os menos favorecidos é dever constante, mesmo porque por mais que trabalhemos, temos os fins de semana, e os horários de descanso para dividirmos com o próximo.
O bem comum é a meta daquele que vive segundo os preceitos da doutrina espírita, 24 horas por dia, todos os dias de nossas vidas.
Férias... muito bom... Posso deitar no chão no meio do dia e olhar as nuvens com meu filho; posso passear de mãos dadas com meu marido molhando nossos pés nas ondas do mar. Posso me sentar na beira do mar e ver o por do sol, pensando na grandeza da Criação.
"Antes que a vida desapareça, aproveite sua chance de encontrar aquilo que nunca morre"
Osho

Um grande abraço fraterno

Neusa
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Gigii em 01 de Julho de 2009, 14:07

- Pensando nas nossas férias, como deveremos proceder para que a nossa oportunidade de elevação não se perca?

Olá querido amigo! posso ser sincera?... o melhor a fazer é dormir o dia todo, que assim não pensamos no que não devemos..ih ih ih...

Brincadeiras à parte...eu tenho férias todo o ano,aliás esta vida foi para mim um retiro de férias, daí que todos os momentos são para serem disfrutados com serenidade.


- É na família que começa a nossa oportunidade de valorizar as férias! Neste sentido, quais são os primeiros passos a encetar?

De preferencia passar todos os momentos em familia. Daí que se há o hábito de faze-lo na época de trabalho, nos momentos de descanso continua a partilha: ler em conjunto, passear, conhecer lugares novos, conversar, fazer piqueniques, orar juntos, etc.


- De uma forma geral verificamos que as férias abrem campo à indisciplina, aos exageros nocivos para o corpo e para alma! Com base nos conhecimentos que a doutrina espírita nos faculta, o que poderemos fazer para contrariar essas tendências negativas? E como poderemos alertar e ajudar o nosso próximo?

O ócio instiga aos variados vicios. No entanto, sabendo disso, passamos uma vida a desejar ficar sem fazer nada...desejamos o fim de semana, as férias, a bendita reforma... As melhores férias são as que fazemos enquanto trabalhamos, ou seja, olhamos para o trabalho como algo que nos dá descanso à alma (e não tanto ao corpo, que é secundário).
O maior alerta que damos ao próximo é mesmo na hora do relaxe não seguirmos os desejos do corpo,mas sim as necessidades da alma. Quem está perto percebe isto sempre...


- Que tipo de iniciativas enobrecedoras você já colocou em prática durante as suas férias?

Eu faço parte daquele grupo, que choramingava nas férias para que os pais deixassem eu ir trabalhar...e eles não deixavam...quando entrei para o mundo do trabalho assalariado, tive sempre meio tempo para trabalhos voluntarios...daí que não me lembro de um ano em que tivesse ferinhas um mês, sem fazer nada,ou um ano que fosse sem fazer algo de util sem remuneraçao. Só partilho isto, com o objectivo de transmitir que fazer voluntariado não deve ser opção de férias apenas...ou de uma fase...deve ser postura de uma vida.

Deixo a resposta às restantes questões para mais logo, tá?

Beijinhos com carinho e bons estudos  :-*

Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Ros em 02 de Julho de 2009, 01:22
Paz plena... Irmãos foristas, um grande abraço.
Minha esposa e eu dirigimos uma reunião de "Assistência Espíritual" e só não fazemos a reunião nas festas de fim de ano: Natal e Ano Novo.
Agora falando em férias posso dizer que já nem sei o que é férias, pois já venci o período do trabalho e desde Maio de 2005 vivo com os rendimentos da minha aposentadoria. Então dedico todo o meu tempo aos trablalhos de fundo espiritual, como também divulgo a minha forma de entender e compreender a VERDADE, que liberta. Esse trabalho já o faço desde o ano de 1981, quando conheci a Doutrina Espírita na prática e na teoria.
Paz plena... Rosário.    
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Suelen em 02 de Julho de 2009, 04:34
Jorge! Jorge!
Essa questão mexeu comigo!

Participo semanalmente de um grupo de visita aos doentes e tiramos férias no meio do ano e final do ano, internamente isso não me deixa confortável, lendo o que aqui já está exposto, penso que temos que repensar.
Estarei estudando esse tema com vocês, acho importantíssimo!

Muita paz!
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: alfor em 02 de Julho de 2009, 08:56
oi pessal é a primeira vez que participo.
Adorei o tema Férias Espiritas.
Para mim que me dedico somente a 5anos a doutrina, não me julgo no direito de tirar férias.
Para mim férias significa descanso. Ainda não me sinto cansada. Trabalhar para Deus é um privilégio, ele é o melhor patrão que eu poderia ter.
Bjus.
Andréa.   
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: lucineide.c em 02 de Julho de 2009, 10:13
      Bom dia e muita luz a todos. Falar em férias me deixa bastante contente pelo fato de que eu quase não tenho tempo para a minha família durante 11 meses no ano. É no período de férias que coloco em dias nossas conversas, nossos planos e objetivos. Refazemos alguns conceitos e nos aproximamos mais e mais. Também é nas férias do meu trabalho que tenho mais tempo de assistir melhor a casa espirita em que frequento. Leio mais, estudo mais e me dedico mais aos trabalhos da casa.Adoro férias , não para dormir , mas para assistir mais aos meus filhos e aprender mais sobre a Doutrina , me doando mais aos trabalhos assistenciais da casa em que frequento.
 Um abraço a todos!
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 02 de Julho de 2009, 10:25
Nosso lar, nossos familiares, não são a maior oportunidade de resgate e elevação que Deus nos deu? Então... convivamos com eles. Existe melhor oportunidade que nossas férias para esse convívio?

Olá neusads,

Muito bem!  :)

De facto a nossa oportunidade de elevação começa no próprio lar, e se na férias temos mais tempo disponível para os irmãos que Deus colocou no nosso caminho, então vamos aproveitar esse período de lazer!  :)

Abraço fraterno.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 02 de Julho de 2009, 10:30
Olá querido amigo! posso ser sincera?... o melhor a fazer é dormir o dia todo, que assim não pensamos no que não devemos..ih ih ih...

Brincadeiras à parte...eu tenho férias todo o ano,aliás esta vida foi para mim um retiro de férias, daí que todos os momentos são para serem disfrutados com serenidade.

Olá amiga Gi,

Sempre essa invejável e boa disposição!   :D

Gostei muito das tuas ilações  :)

É sempre uma oportunidade de aprendizagem ler os teus testemunhos!

Bjinhos.
JOrge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 02 de Julho de 2009, 10:33
        ...sem esquecer que somos
espíritas em qualquer lugar e em
qualquer época do ano.
                    Blue Soft

Olá Blue soft,

Gostei muito desse seu pensamento!  :)

Importante não esquecer!

Abraço fraterno.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 02 de Julho de 2009, 10:46
Paz plena... Irmãos foristas, um grande abraço.
Minha esposa e eu dirigimos uma reunião de "Assistência Espíritual" e só não fazemos a reunião nas festas de fim de ano: Natal e Ano Novo.
Agora falando em férias posso dizer que já nem sei o que é férias, pois já venci o período do trabalho e desde Maio de 2005 vivo com os rendimentos da minha aposentadoria. Então dedico todo o meu tempo aos trablalhos de fundo espiritual, como também divulgo a minha forma de entender e compreender a VERDADE, que liberta. Esse trabalho já o faço desde o ano de 1981, quando conheci a Doutrina Espírita na prática e na teoria.
Paz plena... Rosário.    

Olá Rosário,

Desejo-lhe muitas felicidade e que Jesus lhe ajude sempre nesses seus nobres propósitos!  :)

Abraço fraterno.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Elsamar em 02 de Julho de 2009, 10:46
Olá a todos.

Jorge tema interessante, hei!


Brincadeiras à parte...eu tenho férias todo o ano,aliás esta vida foi para mim um retiro de férias, daí que todos os momentos são para serem disfrutados com serenidade.[/color]


Giggi, que inveja. :-[

Já que a nossa oportunidade de elevação é constante, não acredito que ela se perca nas férias!
Nosso lar, nossos familiares, não são a maior oportunidade de resgate e elevação que Deus nos deu? Então... convivamos com eles. Existe melhor oportunidade que nossas férias para esse convívio?

Eu partilho da opinião da amiga Neusa.
As oportunidades de elevação surgem durante todo o ano. Mesmo trabalhando podemos sempre ir fazendo algo em prol dos mais necessitados. Por isso nas férias de Verão temos também a obrigação de dedicar mais tempo à nossa família. Porque não passar uns dias na praia com a família, principalmente com os filhos mais pequenos que adoram a água, a areia, ir até à piscina, viajar (quem puder), que é uma coisa que eu adorava fazer, aproveitar para pôr as leituras em dia, etc, etc.
Acho que se Deus nos deu um planeta tão bonito para viver, temos também o direito de disfrutar dele. O espírito pode não precisar de descansar, mas como ainda estamos num corpo temos também de cuidar dele, para o espírito poder andar equilibrado, pois só assim podemos ser úteis aos outros.
Eu pelo menos sinto ainda necessidade de ter uns dias sem nada para fazer. ::)

Abraço.
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 02 de Julho de 2009, 10:49
      Adoro férias , não para dormir , mas para assistir mais aos meus filhos e aprender mais sobre a Doutrina , me doando mais aos trabalhos assistenciais da casa em que frequento.
 

Olá lucineide,

Isso é que é aproveitar bem as férias, hein?  :)

Muitas felicidades para si!

Abraço fraterno.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 02 de Julho de 2009, 11:02
Acho que se Deus nos deu um planeta tão bonito para viver, temos também o direito de disfrutar dele. O espírito pode não precisar de descansar, mas como ainda estamos num corpo temos também de cuidar dele, para o espírito poder andar equilibrado, pois só assim podemos ser úteis aos outros.
Eu pelo menos sinto ainda necessidade de ter uns dias sem nada para fazer. ::)

Olá amiga Elsa,

De facto a amiga Gi causou uma tremenda inveja em nosotros ...  :D

Amiga Elsa, como sempre as tuas ilações revelam que já és uma alma bem desperta para a verdadeira Vida!  :)

Teus pensamentos são um precioso contributo ...  ;)

Bjinhos.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Paulo Maia em 02 de Julho de 2009, 13:17
Bom dia! É bom observar que somos do mundo, embora não precisemos agir como agem nele. A doutrina nos ensina a não proibir ou coibir qualquer companheiro, que queira destinar um pequeno espaço de tempo para um descanso(férias). A familia, célula primeira da constituíção humana, deve viver em harmonia, e como mesmo pertencente a ela, somos um grupo heterogeneo, que trazemos conosco, muitas coisas que precisam ser buriladas e então temos que ceder em prol do outro. Na verdade somo ainda crianças e necessitamos de muito amparo, carinho e compreenção, o que a espiritualidade não deixa faltar. É um bom tema para estudo estudo.
Abraços fraternos,
Paulo Maia. 
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Ros em 02 de Julho de 2009, 13:40
Paz plena... Alfor, um grnade abraço.
Citar
Trabalhar para Deus é um privilégio, ele é o melhor patrão que eu poderia ter.
Essa foi a primeira vez que ouvi alguém chamar ou tratar a Deus como patrão.
No meu ponto de vista o termo ou a ideia em torno de patrão não fica bem adequada para Deus, que sempre respeita plenamente a liberdade de todos.
E trabalhar em prol do semelhante não tem como tirar férias, pois em todos os lugares em que estivermos iremos encontrar alguém necessitando de uma palavra amiga e em todos os lugares encontramos os nossos próximos aos quais temos que amar como a nós mesmos.  
Paz plena... Rosário.  
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Rosacaio em 02 de Julho de 2009, 13:51
Olá, amigos!
Tenho a grande felicidade de compartilhar com vocês esta minha primeira visita à equipe do Fórum Espírita.
Meu nome é Rosana - Rio de Janeiro, e logo darei meu depoimento sobre "férias".
Bjks em todos. :)
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: j.jonatas em 02 de Julho de 2009, 14:16
BOM DIA a todos ,que a paz do Divino Amigo esteja a nos envolver sempre Não tenhamos duvida que esta questão de férias realmente necessita de ser estudado em virtude de que inicialmente pensando no centro espírita  como casa de socorro amparo aos encarnados e desencarnados necessita estar com suas portas abertas todo tempo pois não nos esqueçamos que os espíritos amigos direcionam os necessitados dos dois planos para que sejam socorridos,porque eles não tiram férias  com a mesmas conotações que nós.Que fazer então com a lei do repouso que consta no Livro dos Espíritos?Respeita-la é claro com programação afim que os trabalhos que são realizados em nossa casa não sofram descontinuidade,acredito que através de reuniões entre os membros da casa escalonando período de afastamento físico,somente,porque a nossa conduta como espírita não deve ser jamais interrompida.E aqueles que se afastaram fisicamente ore e vigie como disse o Meigo Nazareno para não cair em tentação,procure um centro para onde se dirigiu,não tem?Não tem problema,tenha sempre em mão uma boa leitura,um bom vídeo,um bom áudio o que hoje é muito fácil de encontrar e tenha uma excelente feria teoricamente longe mais muito próximo pela conduta de nossa casa.NÃO NOS ESQUECENDO NUNCA QUE NECESSITAMOS SER SEMPRE MELHOR QUE O DIA ANTERIOR,QUE NÃO PROCUREMOS ELOGIOSMMAIS FAÇAMOS SEMPRE POR MERECE-LOS Muita paz Jonatas União Espírita Humberto de Campos
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Elsamar em 02 de Julho de 2009, 14:45
...pensando no centro espírita  como casa de socorro amparo aos encarnados e desencarnados necessita estar com suas portas abertas todo tempo pois não nos esqueçamos que os espíritos amigos direcionam os necessitados dos dois planos para que sejam socorridos,porque eles não tiram férias  com a mesmas conotações que nós.Que fazer então com a lei do repouso que consta no Livro dos Espíritos?Respeita-la é claro com programação afim que os trabalhos que são realizados em nossa casa não sofram descontinuidade,acredito que através de reuniões entre os membros da casa escalonando período de afastamento físico,somente,porque a nossa conduta como espírita não deve ser jamais interrompida.

Diz o amigo j. jonatas que o centro necessita estar aberto todo o tempo!!
Eu não sei se há algum centro que esteja aberto 24 horas por dia. O que eu frequento não está. Tens os dias de atendimento e tem o dia e horário próprio para os trabalhos mediúnicos de desobsessão. Até porque se os mediuns são obrigados a ter uma profissão para poderem subsistir, não poderiam nunca estar 24 horas por dia no centro a trabalhar.
Assim, penso eu que não haverá nenhum mal se o centro fechar durante uma semana por exemplo, para que os mediuns que prestam durante o ano o seu precioso contributo na ajuda dos que os procuram, possam também eles descansar um pouco, reflectir sobre a sua vida, fazer o ponto de situação, descontrair, descomprimir da correria que é a vida hoje em dia.
Sabemos que os espíritos amigos desencarnados não tiram férias, mas não nos esqueçamos que nós estamos aqui com um corpo e quer queiramos ou não precisamos de descansar.
Não quer dizer com isto que tenhamos de interromper a nossa conduta espírita. Quem é espírita é sempre espírita, no trabalho ou em férias.

Abraços e   :-*
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Cintilante em 02 de Julho de 2009, 14:55
Elsamar....olá!!!
Vc tem razão embora o centro Espírita fique sem as aulas de estudo, ele não fecha, pelo menos o que ue frequento tb é assim, ontme mesmo teve a Palestra e passes para tratamento.
Concordo qdo diz; qquem está se esforçando apra ser espirita, se melhorando, lapidando o espirito dia a dia, não tem férias.
abraços com carinho
Cintia
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Delphus em 02 de Julho de 2009, 16:27
Companheiro Jorge, simplesmente adorei esse tema e o convite para participar. Muito Obrigado.

Bem lá vou eu........

Cara amiga Elsamar, perdoe-me,

não vou falar, não vou falar, não vou falar ..... pronto já falei... rs..rs..

Assim, penso eu que não haverá nenhum mal se o centro fechar durante uma semana por exemplo, para que os mediuns que prestam durante o ano o seu precioso contributo na ajuda dos que os procuram, possam também eles descansar um pouco, reflectir sobre a sua vida, fazer o ponto de situação, descontrair, descomprimir da correria que é a vida hoje em dia.
Sabemos que os espíritos amigos desencarnados não tiram férias, mas não nos esqueçamos que nós estamos aqui com um corpo e quer queiramos ou não precisamos de descansar.
Não quer dizer com isto que tenhamos de interromper a nossa conduta espírita. Quem é espírita é sempre espírita, no trabalho ou em férias.

Imagine que estamos em uma UTI e necessitamos de uma cirurgia urgentíssima...... e os funcionários do Hospital (Administrativos, limpeza, enfermeiros, médicos... etc.) resolvem tirar uma semana de férias.... com certeza desencarnaríamos...

A Lei Mosaica "NÃO MATARÁS", com certeza não refere-se somente à vida, mas também a toda e qualquer esperança, concorda??

Nesse caso estaremos infringindo as Leis Divinas e o pior em suas 3 edições - Moisés, Jesus e Espíritismo....

Abraços Fraternais a todos.

Delphus - Conheça a ti mesmo...
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 02 de Julho de 2009, 16:38
Companheiro Jorge, simplesmente adorei esse tema e o convite para participar. Muito Obrigado.

Olá amigo Delphus,

Obrigado pela sua simpatia!  :)

A esperança nunca deverá se ausentar para férias, né? Deverá permanecer connosco para sempre trabalhando ininterruptamente afim de contrariar os miasmas do negativismo!

Abraço fraterno.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Elsamar em 02 de Julho de 2009, 16:45
Desculpe amigo Delphus,

mas não concordo, pois como sabemos o espírito não morre, por isso não corremos o risco de matar o espírito.
Decerto que haverá situações críticas que precisam de tratamento urgente, mas também acontece que muitas das pessoas que vão ao atendimento não se esforçam por melhorar-se, não estudam e passam a vida a "incomodar" os médiuns de atendimento com ninharias, na esperança que o medium resolva o problema por eles. Porventura estou a fazer julgamentos e não devia, mas é o que vejo muitas vezes. Muitas vezes os mediuns são as muletas para aqueles que não se esforçam por melhorar.

Esta é a minha opinião.

Abraço.
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Tolomei em 02 de Julho de 2009, 18:43
O Tema é bom! Vamos ter variações ao infinito a depender da possibilidade/necessidade de cada um e da fase em que se encontra. Meus filhos ainda estão em fase escolar - então a prioridade nas férias é deles e tentar fazer algo com eles e para eles. Eles vão embora daqui a pouco, se eu não aproveitar agora , sei que vou perder oportunidades que não voltam. Quando não estou longe da casa espírita que frequento, tento participar das atividades que normalmente faço - mesmo assim , existe espaço para revesamento de atividades. O ESDE - Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita é interrompido de 15/12 até 28/02 - julho não temos interrupções mesmo quando a frequencia cai um pouco - os revesamentos funcionam. Quem só tem um trabalhador responsável por uma atividade precisa treinar colegas substitutos até porque, podemos precisar nos ausentar por motivo de doença. As férias é um bom motivo para treinar / capacitar e multiplicar o trabalho espírita - que deve ser sempre coletivo - de todos para todos. Descansar e recarregar as baterias é bom , principalmente para quem trabalha doando fluidos ( passes magnéticos / mediunidades diversas / palestrantes / Coordenadores de Estudos ) pois existe desgaste físico também. Quem esta desgastado fisicamente deve parar um pouco para se recuperar ou vai acabar parando por doença. Ou alguém aqui acha que medium não fica doente ? Esquece pois Chico Xavier era muito doente e sofria de angina fortemente. Portanto , um vai ajudando o outro e cada um carrega um pouco.
Não forço minha familia a ser espírita , apesar de ter evangelizado os filhos dos 4 anos até os 12 anos mais ou menos, lá de casa só eu frequento o centro espírita hoje. A esposa é católica - mais não frequenta nada e não gosta do espiritismo - deve ser medo do desconhecido. Então nestas condições evito participar de atividades espíritas durante as férias - e aproveito aquilo o que posso durante o resto do ano. O programa da radio espírita tento escutar quando dá  e quando pega nos arredores do Rio de Janeiro, e uso os fones de ouvidos , assim ninguém escuta!
Mas sempro aproveito para ler bons livros espíritas !
Tem uma coisa engraçada, quando volto as atividades espíritas após as férias, demora a encaixar alguma coisa. Parece que voltamos em outra vibração , meio que desencaixado, meio fora de faixa. Aos poucos , da segunda semana em diante, vou me reiterando do ambiente e voltando a trabalhar nos mesmos moldes anteriores. Isto é suficiente para perceber que se eu me afastar por muito tempo das atividades espíritas enfretarei dificuldades maiores - creio! Acho importante ter férias , passear um pouco , descansar - ajuda a abrir a cabeça um pouco. Voltamos animados, e um pouco mais gordos também!
O Tema permite muitos desdobramentos , e é interessante, parabéns, abraços,
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Gigii em 02 de Julho de 2009, 19:52
- À luz da doutrina espírita, o que poderá acontecer às pessoas que só para si mesmas vivem e que não sabem ser úteis ao que quer que seja? De que forma, Deus nosso Pai, nos impele ao progresso? (dica: consultar Livro dos Espíritos – Parte 2ª – Capítulo X – Das ocupações dos Espíritos)

Jorginho  :)...como o prometido é devido...cá vai...

Bem, esta questão é muito discutivel, eu iria mais longe...pode ser polémica, mas é de todas a mais interessante, na minha modesti opinion.

Ser ou não ser útil é muito relativo. Tudo depende do objectivo da encarnação do espírito. Quem nos diz que um espírito não reencarna com a missão de não trabalhar, para que a esposa o sustente, pois esta pede essa prova para resolver algum débito do passado?
Não sabemos...
Daí que dificilmente poderemos analisar se esta pessoa ou aquela tem uma vida inutil ou não. E porquê? Porque eu posso não trabalhar numa fábrica, por exemplo, mas trabalhar muito dentro de casa, onde ninguém vê, ou eu posso passar os dias no centro, fazendo voluntariado e em casa ser egoista e deixar todo o trabalho para cima da mulher (ou homi..nos dias que correm tanto faz  ;D).

O essencial é a postura sincera de usar tudo di bom que temos para auxiliar no que Deus nos oferece no caminho, e sobretudo, exercitarmos a nossa tolerância constante com os outros, não julgando ninguém.
Façamos o que queremos, o que achamos que temos de fazer, vivendo, sem exigir nada dos outros.
É o recado do Cristo, não? Que achas meu amigo?



- De acordo com os nossos prazeres e ocupações menos nobres seremos alvo fácil de espíritos de elevação inferior? De que forma? (dica: consultar Livro dos Espíritos – Parte 2ª – Capítulo X – Das ocupações dos Espíritos)

Bom...somos alvos fácilissimos a toda a hora... Mesmo com orações diárias, e pensamento elevado, os espiritos menos propensos ao bem, tentam enrolar-nos com as suas tricas e as suas ilusões, para que a gente tropeçe (eles adoram dar umas risadas, eu nós adoramos vê-los rir...e depois trocamos as voltas fazendo o mesmo com eles..ih ih ih).

Adiante...o esforço para nos mantermos lucidos espiritualmente, é ter consciencia disto e ao invés de nos convencermos que somos intocáveis, vivermos com o tal sentido de interexistencialidade, percebendo o quanto estamos sugeitos à influencia dos espiritos, encarnados e desencarnados.

A opção é sempre de cada um, e já se sabe, só pilota aviões quem gosta de voar, e só anda de triciclo quem gosta de pedalar... ;D... depois tal como nos clubes de futebol, unimo-nos pelas paixões mútuas e tá tudo dito...


- Uma vez atingida a perfeição total, estarão os espíritos que a gozam em repouso absoluto? Ou por outro lado, serão incessantes as suas ocupações? De que natureza serão elas? (dica: consultar Livro dos Espíritos – Parte 2ª – Capítulo X – Das ocupações dos Espíritos)

Mas é óbvio que os espiritos perfeitos, passam o dia em cima de uma nuvem, a ouvir a arpa dos anjos, a beber nectar dos deuses, rodeados de muitas Jolies e de Pitt's, vestindo roupagens celestiais com as cores suaves do arco-íris...

Nenhum espírito descansa...nunca em lado nenhum...é da natureza dos espíritos, espiritarem pelo universo..sendo assim, quanto mais se cresce em espiritualidade, mais vontade se deve ter de respirar com Deus.
Que queres dizer com isto Gigi?
Que se faz tudo com Deus simplesmente amando...

É só por ora.
Beijitos  :-*

Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Ivi em 02 de Julho de 2009, 20:18
Olá pessoas queridas !

- Pensando nas nossas férias, como deveremos proceder para que a nossa oportunidade de elevação não se perca?
Particularmente a casa espírita que eu freqüento não sai de férias. Nossos estudos, e as demais rotinas da casa se manterão.
Mas pensando na hipótese da ‘casa’ se fechar por um período e não entrando no mérito se isto é correto ou não, acho que temos um sem número de oportunidades de não nos perdermos em elevação: por exemplo, nos horários em que estaríamos na casa poderíamos manter uma rotina (em casa) da leitura do E.S.E. sozinhos ou com a família, procurar encontrar ‘membros’ que freqüentam a casa e reunir-se num local (também em casas) para a leitura ou troca de conhecimentos. Outra alternativa seria a de buscar um trabalho voluntário para manter o coração aquecido.
Eu me qualifico como espírita desde 1989 e freqüento uma casa espírita apenas há 6 meses ! No entanto durante todos esses anos foram preenchidos com leituras e mais leituras sobre a Doutrina e nem por isso senti menos elevada espiritualmente. Não podemos achar (e nem estou dizendo que isso acontece) que ‘dependemos’ da casa espírita para nossa elevação. Ela deve ser um complemento, um local para nossa elevação. Porém o que vai no coração e nas atitudes fora dela é que permitirão que nos mantenhamos elevados.

No plano espiritual não existe férias, não existe descanso ! Pelo contrário, o trabalho é intenso e arduo ininterruptamente.

- É na família que começa a nossa oportunidade de valorizar as férias! Neste sentido, quais são os primeiros passos a encetar?
Na família também, até porque são as pessoas mais próximas a nós e será com elas que ficaremos o período de tempo que não estivermos nas casas. No entanto não devemos nos limitar a ela. Poderá se estender aos outros familiares como também a outras atividades de elevação.


- De uma forma geral verificamos que as férias abrem campo à indisciplina, aos exageros nocivos para o corpo e para alma! Com base nos conhecimentos que a doutrina espírita nos faculta, o que poderemos fazer para contrariar essas tendências negativas?
Difícil responder, pois se temos um verdadeiro conhecimento da Doutrina acho que não permitiremos essas indisciplinas e exageros para o corpo e alma. Devemos estar sempre vigilantes quanto a esses pequenos desatinos.

E como poderemos alertar e ajudar o nosso próximo?
Através do nosso próprio exemplo de conduta.

- Que tipo de iniciativas enobrecedoras você já colocou em prática durante as suas férias?
Pois é, como eu disse nossa casa espírita ‘não fecha’ para as férias. Mas como também fiquei de férias das casas espíritas por um longo período de anos, apenas aprendendo com as leituras espíritas, digo que ‘iniciativas enobrecedoras’ não pratiquei nenhuma não - apenas iniciativas no sentido de viver a doutrina espírita em todos os meus momentos.

- À luz da doutrina espírita, o que poderá acontecer às pessoas que só para si mesmas vivem e que não sabem ser úteis ao que quer que seja? De que forma, Deus nosso Pai, nos impele ao progresso?
A cada um segundo suas obras. Não devemos aqui julgar qualquer que seja o comportamento de cada indivíduo. No entanto, ter um comportamento da forma como está colocada a questão, penso que seja um ato de orgulho e individualismo e que simplesmente estagnará o processo evolutivo desse espírito. DEUS nos impele ao progresso através do sentimento de bondade que carregamos dentro do coração e que devemos distribuir aos nossos semelhantes, bem como através da maneira como enfrentamos nossas dificuldades e tiramos lições dela.

Abraço fraterno !
Ivi

Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: lidiane em 03 de Julho de 2009, 00:56
Caros amigos, essa é a primeira vez que participo ativamente do Forum, o que mim permitam dizer, estou muito feliz.

Com relação ao tema desse estudo, acredito que para todos nós que estamos conectados com a doutrina espirita não existe um período de férias, estar inserido na doutrina espírita e tão intrinseco em nossas vidas quanto a nossa respiração, faz parte do cotidiano.

Na verdade acredito que o período de férias das nossas atividades laborativas formais, nos possibilita a dedicação a outras atividades e de uma forma, talvez, alicerçada em maior dedicação e tranquilidade. E isso se reflete na familia, nas nossas relações pessoais e nos trabalhos que venhamos a desenvolver com nossos irmãos. A indisciplina, quando reorientada nesse período, pode se transformar num exercício de amor e dedicação a todos os seres que fazem parte de nossas ligações.

Cada ser ama e se dedica a sua maneira as questões relativas ao seu desenvolvimento da espiritual.

Um grande abraço a todos.
Espero ter contribuido de alguma forma.
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Ros em 03 de Julho de 2009, 01:12
Paz plena...
Penso que podemos estar complicando as coisas, pois podemos viajar e ficar alguns dias sem ir a algum Centro Espírita, mas isso não quer dizer que não podemos ajudar a quem precisa do nosso auxílio. Então na realidade não existe férias espíritas, pode existir férias de ir a algum Centro Espírita.
Paz plena... Rosário.
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge Ramos em 03 de Julho de 2009, 02:18
Boa noite para todos irmãos.
Agradeço o aviso para participar dos estudos, procurando meios espirituais para mantermos nossa afinidade moral com a finalidade de nossa purificação espiritual.
No Grupo Espírita que participo estamos iniciando um estudo destinado a família, porque esta é a parte fundamental em nosso progresso espiritual.
Agradeço a oportunidade de participar do estudo neste Fórum Espirita.
Apenas desejo saber a data e horário de início deste estudo?
Abraço fraterno!
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 03 de Julho de 2009, 10:04

E como poderemos alertar e ajudar o nosso próximo?
Através do nosso próprio exemplo de conduta.


Olá Ivi,

Muito bom o seu contributo, obrigado!  :)

Penso que muita gente que irá de férias terá em conta todas estas preciosas informações (incluindo nós próprios, claro está! :))!

Muitas Felicidades e ... Boas Férias!  ;)

Com carinho.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 03 de Julho de 2009, 10:48

O essencial é a postura sincera de usar tudo di bom que temos para auxiliar no que Deus nos oferece no caminho, e sobretudo, exercitarmos a nossa tolerância constante com os outros, não julgando ninguém.
Façamos o que queremos, o que achamos que temos de fazer, vivendo, sem exigir nada dos outros.
É o recado do Cristo, não? Que achas meu amigo?


Olá Gi,

Sem dúvida amiga ... sem dúvida!

Obrigado pelo teu belo contributo!  :)

Bjinhos.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: dOM JORGE em 03 de Julho de 2009, 11:05

                                                        VIVA   JESUS !


             A nossa Doutrina dos Espíritos diz: Fora da caridade não há salvação. Ela não

      prega que fora dos templos, das igrejas, dos santuários esteja-se condenado.


                                                                            Paz, muita paz !
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Ros em 03 de Julho de 2009, 12:00
Bom dia, a todos!!
É a primeira vez, que entro no forum para participar dos estudos, e gostei muito das colocações dos companheiros, e o Jorge foi muito feliz em levantar este assunto para analisarmos, está de parabéns!
Estou no interior de Minas, e aqui não existe uma uniformidade em relação ao perido de férias, cada casa age a sua maneira.
Na minha opinião, é um periodo que devemos dobrar a nossa vigilância, pois os convites inoportunos estão sempre a aparecer, e muitas vezes por não termos uma postura mais firmes,nos entregamos aos exageros em nome de que nas férias é permitido,pois trabalhamos tanto no ano inteiro, que agora estamos no nosso direito.
abraços, a todos!!!
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Cristina S em 03 de Julho de 2009, 12:35
Um abraço fraterno a todos !
Em relação a este tema, não tenho férias há aproximadamente 3 anos  :'( e este ano vou pelo mesmo caminho ! Sem lamentações ! sinto-me abençoada por ter trabalho, e acreditam que nesta crise profunda em que a Europa se encontra é mesmo uma benção !

Votos de umas férias plenas de diversão, descanso  e exercicio da maxima que o nosso Meste nos deixou "ama o proximo como a ti mesmo"

Cristina Sá
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Delphus em 03 de Julho de 2009, 14:26
Almas Queridas.

Me parece que estamos confundindo Conduta Espírita dos espíritas com férias.

Creio que para melhor enetndimento, podemos desdobrar o tema nos comentários:
1º - férias dos trabalhadores
2º - Férias da Casa Espírita

Férias dos Trabalhadores, pode e deve acontecer e nisso respeita-se as Leis do Trabalho e do descanso, além de ser um opotunidade impar de refazimento de forças e energias, aliando um período maior e convivência com a familia.

Casa Espírita, jamas fechar para férias. Não só para que não sofra solução de continuidade dos trabalhos do plano físico, bem como do plano Espiritual.

Geralmente nos "períodos de férias" é que acorrem às Casas Espíritas o maior número de encarnados e desencarnados em processo de desiquilibrios dos mais variados matizes. Principalmente em períodos onde ocorrem festas populares.

Cara amiga Elsamar, entrarei em contato com um irmã de coração, fomos criados praticamente juntos - nossos pais eram amigos e comprades -  para que ela me repasse a história do Centro Espírita que ela com outos companheiro dirigem.
Essa história refere-se à  reforma do prédio e a necessidade de mudança temporária do Centro.

Abs Fraternais.

Dephus
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 03 de Julho de 2009, 15:04
Creio que para melhor enetndimento, podemos desdobrar o tema nos comentários:
1º - férias dos trabalhadores
2º - Férias da Casa Espírita

Olá Delphus,

Muito oportuna essa observação, amigo!

Abraço fraterno.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: FENet em 03 de Julho de 2009, 15:46
Olá amigos!

No que diz respeito a férias do próprio Centro Espírita, isso depende de vários factores, na minha opinião:
-Que actividades tem
-Se a equipa actual de trabalhadores consegue assegurar sem prejuízo da vida pessoal
-Fluxo de pessoas no referido período
Como já foi referido, caso seja possível, deve-se manter o decorrer das actividades. Mas não tem de ser necessariamente assim, pois varia com diversos factores.

Em relação ao individuo, deve fazer da maneira que sentir necessidade e de acordo com o seu estilo de vida. É importante tirar férias, fazer uma pausa - é uma necessidade da nossa condição humana. E para além disso, depende da intensidade do trabalho, desgaste ou não, tipo de trabalho.
Penso que pode ser interessante é aproveitar o período das férias, para conhecer outras pessoas espíritas de outros países e cidades, fazer palestras e participar em actividades de caridade. Isto se a família (ou quem for juntamente nas férias) estiverem de acordo e se identificarem com a iniciativa, tornando-se assim numa experiência enriquecedora.

Como estamos num ciclo económico ainda descendente, é para a maioria uma bênção ter trabalho - e isso não podemos esquecer de agradecer. E, especialmente nestes tempos, nem sempre é possível desempenhar a profissão que mais gosta, embora a forma como encara o trabalho pode sempre ajudar a minimizar o facto de não gostar assim tanto dela.

abraços ;)
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Francisco Cavalcante em 03 de Julho de 2009, 18:21
Sou de opinião diferente....

Com tantos feriados aqui no Brasil... Já tiramos férias de mais...

E ainda, como dizem os Espíritos....

Trabalho com AMOR não fatiga!!!

Mas respeito a opinião de todos....

Muita Paz

Francisco
Rio de Janeiro, Brasil


Almas Queridas.

Me parece que estamos confundindo Conduta Espírita dos espíritas com férias.

Creio que para melhor enetndimento, podemos desdobrar o tema nos comentários:
1º - férias dos trabalhadores
2º - Férias da Casa Espírita

Férias dos Trabalhadores, pode e deve acontecer e nisso respeita-se as Leis do Trabalho e do descanso, além de ser um opotunidade impar de refazimento de forças e energias, aliando um período maior e convivência com a familia.

Casa Espírita, jamas fechar para férias. Não só para que não sofra solução de continuidade dos trabalhos do plano físico, bem como do plano Espiritual.

Geralmente nos "períodos de férias" é que acorrem às Casas Espíritas o maior número de encarnados e desencarnados em processo de desiquilibrios dos mais variados matizes. Principalmente em períodos onde ocorrem festas populares.

Cara amiga Elsamar, entrarei em contato com um irmã de coração, fomos criados praticamente juntos - nossos pais eram amigos e comprades -  para que ela me repasse a história do Centro Espírita que ela com outos companheiro dirigem.
Essa história refere-se à  reforma do prédio e a necessidade de mudança temporária do Centro.

Abs Fraternais.

Dephus
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Solimar em 04 de Julho de 2009, 00:11
Boa noite Jorge!

Muita paz e muita luz também!
Bem amigo, mesmo quando estou de férias, dificilmente deixo os livros, pois gosto muito de leituras, principalmente as Espíritas.
Aqui o Centro não sai de férias sempre há algo para fazermos.
Um bom final de semana.
Tudo de bom!
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Marli de Lima Lemos em 04 de Julho de 2009, 00:31



       Obrigada pelo convite, estudar a doutrina para mim é de muitíssima importância porque, quanto mais estudamos mais nos conscientizamos da necessidade de nos melhorarmos.Obrigada e muita paz.
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: ketinunkantim em 04 de Julho de 2009, 03:42
Jorge, se passamos nossa vida nos dando a nossos irmãos, nas férias nada mais merecido que aceitemos de nossos amados que nos dêem um pouco de seu amor por nós.
Pode parecer egoísmo, mas não é, pois há lógica em que nos amemos todos uns aos outros e só nos dedicarmos toda a nossa vida apenas dando amor estaremos impedindo nossos irmãos de nos darem o que sentem por nós.
Creio que sorrir é uma boa idéia para alegrarmos nossas férias. Talvez observarmos com amor aos que nos sorriem de volta. A vida é cheia de surpresas e tarefas e precisamos nos alegrar descansando para melhor podermos exercer nossas tarefas quando nos são exigidas.
Bom, uma boa idéia é também, claro, agradecermos a todas as oportunidades que nos são abertas.
Irmãos, iguais, e filhos, diferentes, somos todos, de um mesmo Pai. Generoso, mas também exigente e imponente. Se nos permite relaxarmos, há de nos permitir gozarmos dessas nossas pequenas e necessárias vaidades.
Férias? Inveja tenho eu de quem as consegue tirar.
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: sensitive em 04 de Julho de 2009, 11:41
Olá Jorge!

Antes de mais meus parabéns para este tema.
Na minha opinião as férias servem como meio de quebrar a rotina do dia a dia.
Aproveitar fazer algo que tanto gostamos e quem sabe até realizar um sonho. :D
Normalmente, procuro nesta altura a possibilidade de estar mais tranquila e disfrutar da natureza, passear ou molhar os pés na praia, ler um bom livro ,refletir sobre a vida, fazer novos planos, sobretudo procurar a inspiração na pintura ( nem que seja a pintar as paredes da casa) ;D
Sei que estou sempre ocupada e que o tempo das férias passa sempre a correr.
 Abraço
Sensitive :-*
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Marco Rocha em 04 de Julho de 2009, 15:10
Sendo a casa Espírita uma Escola, uma Oficina de Trabalho e também um Hospital  vejo com muita apreensão a necessidade de férias, considerando que a dor  não tira Férias e que as pessoas continuam a buscar lenitivo para as suas dores nas casas Espíritas.
Assim sendo,  vejo com muito pesar casas espíritas fechando suas portas no período de Férias ou reduzindo drasticamente suas atividades.
É necessário o refazimento de nossas energias com alguns dias de descanso mas também é necessário o planejamento estratégico nas atividades das casas espíritas visando atender as necessidades do público que bate as suas portas sedento de uma palavras de conforto e de esperança
Devemops introjetar que o planeta terra não é um parque de diversão, mas local de trabalho  para o nosso apefeicoamento espiritual

Muita paz ,

Marco Rocha

 

Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Alexandre Z. em 04 de Julho de 2009, 16:47
Jorge, que ótimo tópico!
Confesso que caiu como uma luva, pois desde que entrei em férias estive pensando no assunto. Eu concordo com você, principalmente em relação a indisciplina. As pessoas tendem a achar que se não exagerarem em tudo (dormir, beber, sair), não estão aproveitando seu período fora do trabalho.
Os trabalhos nas casas espíritas não pode parar, assim como os trabalhos na caridade. Acredito que reservar algumas horas por dia ao próximo, discutir a doutrina e pensar no mestre Jesus são ótimas maneiras de continuarmos com os pensamentos elevados.

Um grande abraço a todos!
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Gyovana em 04 de Julho de 2009, 16:48
Olá pessoal,

No momento ainda não estou em férias, mas estarei em breve.
Penso que o período de férias é um momemto que pode ser bem aproveitado com descanso mente e corpo, sem que com isso eu esteja deixando a parte de elevação espiritual de lado. Pelo contrário...
Posso aproveitar este tempo livre para me auto-avaliar, de forma a estabelecer estratégias que   venham a me ajudar a ser melhor, agir melhor e me sentir melhor no retorno as atividades habituais. Além disso é um momento em que posso estar com os meus, mais efetivamente, ouvir com mais atenção. Visitar amigos, parentes...
Enfim... Eu acho que as férias são importantes para o reabastecimento do corpo e da alma...
Um beijão a todos.
Fiquem em paz! E aproveitem as férias
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: neusads em 04 de Julho de 2009, 16:51

- Que tipo de iniciativas enobrecedoras você já colocou em prática durante as suas férias?
 ‘iniciativas enobrecedoras’ não pratiquei nenhuma não - apenas iniciativas no sentido de viver a doutrina espírita em todos os meus momentos.
 
Querida Ivi

Concordo com voce em gênero,  níumero e grau.
Enquanto estivermos achando que nossos atos são "enobrecedores" estaremos tentanto provar o quanto já somos bons!

Tenho também percebido uma grande preocupação em alguns companheiros de não se "contaminar" em programas e lugares não adequados!
Acredito que a certeza de nossas convicções nos dá a tranquilidade de estar em qualquer lugar, por mais pernicioso que ele seja, e sair dele ileso, ou não? Se não confio no meu equilíbrio, está na hora de rever meus conceitos (risos)...

Acho importante que os trabalhadores da casa espírita se organizem para que haja revesamento nos períodos de férias, mas, igualmente importante é que saibamos que nenhum de nós é insubstituível, e que, na nossa insignificância de aprendizes, somos meros coadjuvantes do plano espiritual maior que nos utiliza, e  que na nossa ausência, trabalha independente da nossa contribuição (a qual eles podem, se quiserem,  buscar em qualquer lugar que estejamos).

Parabéns Jorge, um assunto que me parecia morno, se tornou muito efervescente!

Abraços fraternos

Neusa


Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: nilce em 04 de Julho de 2009, 17:33
Responder sobre férias comigo, é um pouco complicado. Uma vez que normalmente tiro as minhas férias fazendo algum tipo de trabalho. Ou em casa mesmo ou fora. Férias para se divertir mesmo, acho que a última que tirei foi em 2000 quando fui à Portugal.
Mas a Casa Espírita que frequento não para durante as férias. Alguns membros pedem licença. Temos uma organização muito boa, que nunca fica em falta de colaboradores.
Além da frequência à Casa Espírita, reunimos um grupo e nos organizamos para fazer um trabalho junto algumas família que moram na rua.
Não vamos parar durante as férias, mesmo pq este trabalho só é feito aos domingos por causa dos compromissos que todos nós temos durante a semana.

Quanto a assar as férias em família, isso fica mais difícil, a partir do momento que os filhos caam e formam novas família. Há uma tendência de ficarmos um pouco mais separados, o que não quer dizer distantes. É uma separação causada até pelas priodidades de cada família recém formada.
Acredito que cabe a nós que ficamos, que já criamos os nossos filhos, que já estão encaminhados e encaminhando seus próprios filho, procurarmos outros alvos, outras metas.
Bem, é isso que tenho procurado fazer. Depois que os filhos casaram, que não há mais uma necessidade permanente de mãe, tenho procurado outros horizontes, outros caminhos, onde eu possa ser mais útil. E isso se estende tb no período de férias.

Espero que todos tenham umas boas férias.
Sempre com a benção de Deus...
 
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Vendramin em 04 de Julho de 2009, 17:57
Queridos irmãos,
Aqui, em Juiz de Fora, vejo, com muita tristeza, que alguns centros espíritas paralisam suas atividades nos períodos de férias. Sou terminantemente contra as férias, os espíritos que trabalham em favor dos encarnados não saem de férias. Tenho atividade em dois centros e trabalho de 2ª a domingo. Não esqueçam do recado : ORAI e VIGIAI.
MUITAS PAZ!
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Nila em 04 de Julho de 2009, 18:07
Olá, boa tarde!

Embora a casa que frequento, a área de ensino, esteja de férias, não me sinto em férias pois entendo  que a espiritualidade não tira férias, assim como as necessidades daqueles que estão em aflição também não. Então, os seguidores do cristo não têm férias e nem devem interromper a oportunidade de bendita de redenção com a qual fomos presenteados, dentro ou fora da casa espírita, em qualquer hora do dia em qualquer estação do ano.
Embora hajam esses períodos , necessários  para descanso, entregar-se ao ócio a pretexto de refazer energias é desperdiçar precioso tempo de amar e servir.
Fiquem com Deus
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: JLSBARROS em 04 de Julho de 2009, 21:06
Ainda me sinto pequenino nesse sentido, tenho muito o que melhorar e a me depurar-me, mas vou perseverar e quando oportunidades surgirem para ajudar ao próximo vou me esforçar mais para participar, é assim que tem que ser para fazer na prática o que muitas pessoas só o fazem na teoria. Muito oportuno tocar nesse assunto!   
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: ketinunkantim em 04 de Julho de 2009, 21:10
A casa Espírita é uma Escola, uma Oficina de Trabalho e um Hospital.
Parabéns, Marco Rocha.
Escolas dão férias a alunos, o ensino não.
Oficinas dão férias a trabalhadores, o trabalho não.
Hospitais dão férias a funcionários, a doentes não.
Você tem plena razão no que diz. Casas Espíritas não devem fechar suas portas e repito aqui suas razões, em suas palavras mesmo, que valem a pena serem lidas mais de uma vez:
"É necessário o refazimento de nossas energias com alguns dias de descanso mas também é necessário o planejamento estratégico nas atividades das casas espíritas visando atender as necessidades do público que bate as suas portas sedento de uma palavras de conforto e de esperança
Devemops introjetar que o planeta terra não é um parque de diversão, mas local de trabalho  para o nosso apefeicoamento espiritual".
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: hcancela em 04 de Julho de 2009, 22:02
Olá amigos(as)

Abençoadas pessoas que conseguem ter (férias)...uhuhuhuh...Quer dizer que têm trabalho,não? ;D...Nesta altura do campeonato então ;) ::)

O artigo publicado em MUNDO ESPÏRITA de Julho do corrente ano, como  Editorial, e com o título “CENTRO ESPIRITA EM FÉRIAS, reputo extremamente importante, uma vez que o assunto há algum tempo nos vem preocupando. Felizmente é uma prática que ainda não foi implantada em toda a comunidade espírita.

Muitas mensagens, dos amigos espirituais, oferecem àqueles que tem ouvidos para ouvir aconselhamento sobre tema tão importante e que transcrevemos abaixo do texto  do MUNDO ESPÍRITA.

CENTRO ESPIRITA EM FËRIAS

Existem alguns paradoxos no nosso quotidiano, que nos dá o que pensar.

Em grande numero de municípios, as ambulâncias são veículos de modelo Kombi, de suspensão firme e dura. Já os carros funerários são Galáxia, Caiavam, veículos com suspensão para trafegar macio, sem socos e solavancos. Ou seja, o doente segue sacolejando; o finado vai numa boa.

Greve por melhorias de salário: na saúde, fecham-se os Hospitais, dificultando a vida do doente, exatamente daquele que lhe é fonte de receita. No transporte urbano de passageiros, proíbe-se a circulação dos veículos, gerando transtornos e enorme antipatia por parte da população ao movimento reivindicatório, a mesma população que paga os seus salários. Ou seja, penaliza-se quem deveria ser bem atendido.

No meio espírita, também há paradoxos.

Centro Espírita surgiu, pela disposição altruísta e iniciativa voluntária de algumas pessoas idealistas, para congregar os interessados no conhecimento e nas praticas espíritas, notadamente a manutenção das tarefas implementadas na Casa em prol da população, crianças, jovens e adultos, desejosos de estudo, de convivência, de assistência.

Tanto se fez assim, que Centro Espírita tido como Templo, Escola, Oficina e Hospital de almas.

Onde está o paradoxo?

No momento em que as portas do Templo, da Escola, da Oficina e do Hospital de almas se fechem em nome de férias, feriadões e outros afins, dizendo ao interessado nas orientações nobres, ao problema, a dor, a enfermidade, ao desespero, a fome, a perturbação espiritual, a tentação do suicídio, a disposição ao abortamento, que esperem até a pr6xima oportunidade para serem atendidos, quando voltarem às atividades "normais" do Centro.

Páginas da net


SAUDAÇÕES FRATERNAS


Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Luizahelena em 05 de Julho de 2009, 20:51
Olá Jorge e amigos do Fórum!!!

Ótimo conteúdo exposto para reflexão! Acredito muito que as férias sejam necessárias para nosso refazimento e principalmente o sair da rotina faz com que voltemos a rotina diária com mais energia.
Quanto as casas espíritas, a que frequento tem férias somente o trabalho de evangelização e grupos de estudos pois a frequencia realmente é baixa e há um acordo para férias. Os trabalhos mediúnicos, desobsessão, tratamento espiritual e palestras continuam pois a frequencia nos mesmos são realmente intensa por motivo das férias escolares e etc. Então penso que os colaboradores desse trabalho antes de se dedicar a estes, pensem com responsabilidade na participação para que a falta não comprometa a continuidade do mesmo e sobrecarregue outros colaboradores. As equipes de trabalho devem se organizar nesse período para que se possa prestar um auxílio eficiente e o plano espiritual confiar na nossa dedicação pois o trabalho não pode parar. Temos o livre -arbítrio para refletir e escolher a qual tarefa gostaríamos de participar com responsabilidade e assiduidade que merecem.
As opções que o nosso amigo Jorge sugeriu são excelentes e tenho visitado algumas casas espíritas que realmente precisam de auxílio, de organização, de estudo onde podemos auxiliar com o que já conquistamos na casa em que frequentamos.
Nós espíritas não tiramos férias nunca de nossa elevação, pois a consciência de vida que temos depois de estudar a Doutrina Espírita é ampla e estamos em constante busca, reflexão para melhorarmos nossas ações dentro do lar, no trabalho, na Casa Espírita, em viagem, em qualquer lugar que estejamos, mesmo de férias.

Abreijos a todos.

Luiza. ;)
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: NYL em 05 de Julho de 2009, 21:17
Bom caros amigos, tenho uma história para vos contar:
Antes de conhecer a doutrina espírita, eu dedicava não só as minhas valorozas férias de trabalho e escola ,bem como, toda a minha vida aos desejos mundanos....Festas,brincadeiras em casas de conhecidos, viagens e pensamentos que hoje envergonho-me..Sempre quebrei a cabeça em momentos de aflições e desespero interrogando-me:PORQUE SOFRO TANTO? O QUE FAÇO DE ERRADO QUE ME FAZ TANTO SOFRER SENHOR?Nesses dias em que eu implorava respostas, nunca parei para pensar o que eu fazia de bom e valorozo para gozar a felicidade infinita!Sempre questionei a providência DIVINA...Cansada de tanto sofrer sem conseguir compreender as causas ,decidi dá um fim a minha vida..Comecei a planejar como me livraria de uma vida tão sofrida, sem rumo, sem pespectiva de futuro...Foi então que eu conseguir escutar a voz de DEUS...e ele enfim me respondeu:Minha filha o que fiz eu ,para receber de você somente rancor? Raiva? Desgosto? Lembre-se: EU TE DEI A VIDA, TE DEI ESSA FAMÍLIA QUE TE ADORA,TE DEI INTELIGÊNCIA PARA VENCER OS TEUS DESAFIOS....VOCÊ MINHA CARA, ATRAVÉS DE TUAS ESCOLHAS, NÃO SOUBE APROVEITÁ-LAS!Perguntei então ao PAI,o que eu deveria fazer para ser feliz.......e ele me respondeu:FAÇA FELIZ O TEU PRÓXIMO! AME-O! TRABALHE EM FAVOR DO BEM E DA CARIDADE!Ouvindo isso o meu coração se encheu de alegria e eu pude então perceber que a felicidade que eu tanto buscava estava no meu semelhante, o que eu devia fazer era trabalhar a inteligência que DEUS me deu à favor dos meus irmão!POR ISSO MEUS CAROS QUE EU AFIRMO: SEJAM FÉRIAS OU NÃO, DEVEMOS SEMPRE, 24 HORAS POR DIA, TRABALHAR NA CONSTRUÇÃO DE UM MUNDO MELHOR, E SÓ CONSEGUIREMOS ISSO, MUDANDO PRIMEIRAMENTE À NÓS MESMOS E AJUDANDO OS NOSSOS SEMELHANTES À ENXERGAR A MISERICÓRDIA DE DEUS!
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: ketinunkantim em 05 de Julho de 2009, 23:35
Bom caros amigos, tenho uma história para vos contar:
Antes de conhecer a doutrina espírita, eu dedicava não só as minhas valorozas férias de trabalho e escola ,bem como, toda a minha vida aos desejos mundanos....Festas,brincadeiras em casas de conhecidos, viagens e pensamentos que hoje envergonho-me..Sempre quebrei a cabeça em momentos de aflições e desespero interrogando-me:PORQUE SOFRO TANTO? O QUE FAÇO DE ERRADO QUE ME FAZ TANTO SOFRER SENHOR?Nesses dias em que eu implorava respostas, nunca parei para pensar o que eu fazia de bom e valorozo para gozar a felicidade infinita!Sempre questionei a providência DIVINA...Cansada de tanto sofrer sem conseguir compreender as causas ,decidi dá um fim a minha vida..Comecei a planejar como me livraria de uma vida tão sofrida, sem rumo, sem pespectiva de futuro...Foi então que eu conseguir escutar a voz de DEUS...e ele enfim me respondeu:Minha filha o que fiz eu ,para receber de você somente rancor? Raiva? Desgosto? Lembre-se: EU TE DEI A VIDA, TE DEI ESSA FAMÍLIA QUE TE ADORA,TE DEI INTELIGÊNCIA PARA VENCER OS TEUS DESAFIOS....VOCÊ MINHA CARA, ATRAVÉS DE TUAS ESCOLHAS, NÃO SOUBE APROVEITÁ-LAS!Perguntei então ao PAI,o que eu deveria fazer para ser feliz.......e ele me respondeu:FAÇA FELIZ O TEU PRÓXIMO! AME-O! TRABALHE EM FAVOR DO BEM E DA CARIDADE!Ouvindo isso o meu coração se encheu de alegria e eu pude então perceber que a felicidade que eu tanto buscava estava no meu semelhante, o que eu devia fazer era trabalhar a inteligência que DEUS me deu à favor dos meus irmão!POR ISSO MEUS CAROS QUE EU AFIRMO: SEJAM FÉRIAS OU NÃO, DEVEMOS SEMPRE, 24 HORAS POR DIA, TRABALHAR NA CONSTRUÇÃO DE UM MUNDO MELHOR, E SÓ CONSEGUIREMOS ISSO, MUDANDO PRIMEIRAMENTE À NÓS MESMOS E AJUDANDO OS NOSSOS SEMELHANTES À ENXERGAR A MISERICÓRDIA DE DEUS!
"Faça feliz ao teu próximo. Ame-o." Sábias, privilegiadas, palavras.
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: ClaudiaC. em 06 de Julho de 2009, 04:27
Olá amigos

Gostei do tema deste mês oportuno e reflexivo.

Eu não acho, eu sei que as férias são algo muito importante, mesmo para o trabalho numa casa espírita. Se até mesmo o espírito na erraticidade repousa, porque nós aqui não poderíamos:

"254. Os Espíritos sentem fadiga e necessidade de repouso?
- Não podem sentir a fadiga como a entendeis, e portanto não necessitam do repouso corporal, pois não possuem órgãos em que as forças tenham de ser restauradas. Mas o Espírito repousa, no sentido de não permanecer numa atividade constante. Ele não age de maneira material, porque a sua ação é toda intelectual e o seu repouso é todo moral. Há momentos em que o pensamento diminui de atividade e não se dirige a um objeto determinado; este é o verdadeiro repouso, mas não se pode compará-lo ao do corpo. A espécie de fadiga que os Espíritos podem provar está na razão da sua inferioridade, pois quanto mais se elevam, de menos repouso necessitam" O Livro dos Espíritos.

O trabalho na Casa Espírita é extremamente gratificante, mas não podemos ter a pretensão de acreditar que se nos ausentarmos por um curto período de tempo o trabalho deixará de ser realizado, ou que estaremos perdendo tempo. Refrescar a mente, renovar a disposição é algo que torna o trabalho diário vívido e renovado.

Férias não é sinônimo de ociosidade, é apenas como está na questão acima "não permanecer numa atividade constante". Muitas vezes com a repetição nosso cérebro automatiza muitas atividades, e normalmente não nos damos conta disto. As férias são a oportunidade de saírmos da rotina, fazendo uma viagem com a família podemos conhecer outras casas espíritas, conhecer outras pessoas, trocar idéias, e retornar posteriormente ao nosso trabalho com outro olhar e é neste momento muitas vezes que percebemos as coisas que fazemos e não nos damos conta.

Se você está com o coração e o pensamento voltados para o bem, a espiritualidade poderá lhe utilizar como um intrumento para o auxílio ao próximo, onde quer que esteja. Como muitas vezes nós não podemos estar conscientes de onde e quem podemos ajudar, nossos amigos desencarnados podem aproveitar a nossa visita a algum local para o auxílio fraterno.

As férias devem ser sempre aproveitadas e lembremos que toda atividade útil é um trabalho. Aliás nas férias sempre há seminários e congressos espíritas, e também é uma boa oportunidade de reciclarmos nossos conhecimentos.

Bjs carinhosos a todos
e boas férias!!!

Claudia








 
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Victor Passos em 06 de Julho de 2009, 11:08
Ola companheiros muita paz e harmonia


Os Espíritos tem férias?

    Meus companheiros, quem não gosta de ter as suas férias?!, claro que todos nós, orem quem anda no meio Espírita ,também sabe que tal como em qualquer Instituição que se preze tem que haver a concorrência a serviços mínimos de apoio, ou seja entre os companheiros devem revezar-se de forma a dar continuidade ao trabalho na seara espírita.
    O trabalho Espírita não tem férias, o Centro Espírita não tem feriados, pois os espíritos que os espíritos não se cansam e não tem férias, para eles o trabalho de ajuda continua.
    Lembro que o ideal do Centro Espírita, seria um grupo de amor aberto as vinte e quatro horas do dia, apto, preparado a aconchegar tantos quantos dele precisassem. Como tal ainda não nos é possível, não usar as provas acima para fechar as portas, sob a alegação de que nesses dias, mais que em outros, a casa pode ser tomada por Espíritos infelizes que prejudicariam atividades. Centro em que apenas se faz presente a seriedade, a abnegação, estruturado em Jesus, na Codificação Espírita, está por atração dessa mesma organização envolto em defesas, que são mantidas pelos dirigentes encarnados, quando voltados ao amor, à caridade, ao desinteresse, ao desejo de estar de acordo com a responsabilidade e seriedade dos objetivos que executam.
    É natural acontecer os ciclos de relaxamento e lazer, mas não como férias coletivas e, consequentemente, fecho do Centro. Que dizer-se de tal mentalidade aplicada aos serviços urgentes? (hospitais, bombeiro, segurança e limpeza pública, etc., etc.). Do mesmo modo, a Casa Espírita - é ela farol a clarear as trevas, ponto de socorro permanente para encarnados e desencarnados onde a infinidade dos trabalhos que aí se realizam transcendem aqueles que são realizados na esfera física. Qualquer interrupção de tarefas, no plano dos encarnados, conduzirá a situações delicadas e de evidente despreparo da equipe terrena.
Manoel Philomeno de Miranda, em "Nas Fronteiras da Loucura", reflete a respeito: "alguns afirmam a necessidade de cerrarem-se as portas das Sociedades Espíritas nos primeiros meses do ano, sob a alegação de férias coletivas, palavras que aqui não têm nenhum sentido positivo ou útil, já que o trabalho para nós tem primazia no próprio conceito do Mestre, quando afirma: Meu Pai até hoje trabalha e eu trabalho também".
"Sendo o repouso uma necessidade, se faz normal que muitos companheiros, por motivos óbvios, procurem esse refazimento nas férias. Haverá, porém, aqueles que permanecerão respondendo pelas atividades, sustentando os trabalhos da Casa, oferecendo ajuda e esclarecimento, despertando almas pela divulgação dos princípios e conceitos doutrinários, com vivência da Caridade."
A orientação organizativa do Centro Espírita, demonstrará sentido de responsabilidade, nas atividades da Casa, e o nível de conhecimento da vivência doutrinária na sua maior ou menor pureza, se souber gerir de acordo com todos os intervenientes meios de manter a mesma em funcionamento.
Daí a grande importância de que o público tome conhecimento do que é o Centro Espírita, para que serve, qual o seu objetivo a fim de que também perceba, desperte e entenda que a função do Centro Espírita não é curar corpos, resolver problemas, afastar Espíritos, mas, algo muito mais abrangente - despertar almas para que estruturem as mudanças morais saneadoras, restauradoras, capazes de, renovando o Espírito, entender problemas, buscando soluções, atraindo amigos espirituais, transformando a existência no processo da Vida em ponto de luz, do futuro de amor que pretendemos.

Férias da Sociedade Espírita de Paris Revista Espírita, setembro de 1862
(Sociedade Espírita de Paris, 1o de agosto de 1862. - Médium, Sr. E. Vézy.)

Ides vos separar por algum tempo, mas os bons Espíritos estarão sempre com aqueles que pedirem sua ajuda e seu apoio.
Se cada um de vós deixa a mesa do mestre, não é somente para tomar o exercício do repouso, mas é ainda para servir, por toda parte onde vos espalhais, a grande causa humanitária, sob a bandeira da qual viestes vos colocar ao abrigo.
Compreendei bem que para o Espírita fervoroso não há horas marcadas para o estudo; toda a sua vida não é senão uma hora, hora muito curta ainda para o grande trabalho ao qual se entrega: o desenvolvimento intelectual das raças humanas!...
Os ramos não se destacam no tronco porque deles se afastam, ao contrário, dão lugar a novos rebentos que os tornam solidários e os unem. Aproveitai dessas férias que vão vos disseminar, para tornar-vos mais fervorosos ainda, a exemplo dos apóstolos do Cristo; saí desse cenáculo fortes e corajosos; que a vossa fé e as vossas boas obras reúnam ao vosso redor mil crentes que bendirão a luz que derramais em torno de vós.
Coragem! Coragem! no dia do encontro, quando o estandarte do Espiritismo vos chamar para combater e se desdobrar sobre vossas cabeças, que cada um, ao redor de si, tenha os adeptos que terá formado sob a sua bandeira, e os bons Espíritos lhe completarão o número e o levarão a Deus!
Não durmais, pois, Espíritas, na hora da sesta; velai e orai! Já vos disse e outras vozes vos fizeram ouvir, o relógio dos séculos soa, uma vibração retine, chama aqueles que estão na noite, infeliz quem não quer prestar ouvido para escutar!
Ó Espíritas! ide, despertai os dorminhocos, e dizei-lhes que vão ser surpreendidos pelas ondas do mar que sobe com mugidos surdos e terríveis; ide dizer-lhes da escolha com relação ao solo mais esclarecido e mais sólido, porque eis os astros que declinam e a Natureza inteira que se move, treme, e se agita!.....
Mas depois das trevas eis a luz, e aqueles que não tiverem querido ver nem ouvir, imigrarão nessa hora nos mundos inferiores para expiar e ali esperar por muito tempo, bem muito tempo, novos astros que devam se elevar e esclarecê-los! e o tempo lhes parecerá a eternidade, porque não entreverão o fim de suas penas até o dia em que começarão a crer e a compreender.
Eu não vos chamaria mais filhos, Espíritas, mas homens, homens bravos e corajosos! Soldados da nova fé, combatei valentemente, armai vosso braço com a lança da caridade e cobri vosso corpo com o escudo do amor. Entrai na liça! alerta! alerta! Esmigalhai sob os pés os erros e a mentira, estendei a mão àqueles que vos pedirem: Onde está a luz? Dizei-lhes bem que aqueles que caminham guiados pela estrela do Espiritismo não são pusilânimes, que não se amedrontam com miragens, e não aceitam como leis senão o que a fria e sã razão lhes ordena; que a caridade é a sua divisa e que não se despojam para seus irmãos senão em nome da solidariedade universal, e não para ganharem um paraíso que sabem bem não poder possuir senão quando tiverem muito expiado!... que conhecem Deus, e que sabem, antes de tudo, que é imutável em sua justiça, que não pode consequentemente perdoar uma vida de faltas amontoadas, por um segundo de arrependimento, como não pode punir uma hora de sacrilégio por uma eternidade de suplício!...
Sim, Espíritas, contai os anos de arrependimento em número de estrelas, mas a idade de ouro chegará para quem tiver sabido contá-los!...
Ide, pois, trabalhadores e soldados, e que cada um retorne com a pedra ou o calhau que deve ajudar na construção do novo edifício, e vo-lo digo, em verdade, esta vez não tereis mais a temer a confusão, embora querendo elevar até o céu a torre que o coroará; Deus, ao contrário, estenderá a mão sobre o vosso caminho, a fim de vos pôr ao abrigo dos furacões.
Eis a décima hora do dia, eis os servidores que vêm da parte do senhor procurar os trabalhadores; vós que não estais ocupados, vinde, e não esperai a última hora!...

SANTO AGOSTINHO.


Parabens pelo estudo Jorge

VICTOR PASSOS
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Elsamar em 06 de Julho de 2009, 11:18
O trabalho na Casa Espírita é extremamente gratificante, mas não podemos ter a pretensão de acreditar que se nos ausentarmos por um curto período de tempo o trabalho deixará de ser realizado, ou que estaremos perdendo tempo. Refrescar a mente, renovar a disposição é algo que torna o trabalho diário vívido e renovado.

Férias não é sinônimo de ociosidade, é apenas como está na questão acima "não permanecer numa atividade constante". Muitas vezes com a repetição nosso cérebro automatiza muitas atividades, e normalmente não nos damos conta disto. As férias são a oportunidade de saírmos da rotina, fazendo uma viagem com a família podemos conhecer outras casas espíritas, conhecer outras pessoas, trocar idéias, e retornar posteriormente ao nosso trabalho com outro olhar e é neste momento muitas vezes que percebemos as coisas que fazemos e não nos damos conta.

Se você está com o coração e o pensamento voltados para o bem, a espiritualidade poderá lhe utilizar como um intrumento para o auxílio ao próximo, onde quer que esteja. Como muitas vezes nós não podemos estar conscientes de onde e quem podemos ajudar, nossos amigos desencarnados podem aproveitar a nossa visita a algum local para o auxílio fraterno.


Completamente de acordo com a Claúdia.
No fim dos dias da Criação até Deus descansou ao sétimo dia (acho que não estou a dizer nenhuma asneira).

Abraço.
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 06 de Julho de 2009, 11:52
Se você está com o coração e o pensamento voltados para o bem, a espiritualidade poderá lhe utilizar como um intrumento para o auxílio ao próximo, onde quer que esteja.

Olá Claudia,

Muito importante essa sua reflexão!  :)

Obrigado pelo seu precioso contributo!

Abraços.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 06 de Julho de 2009, 11:56
...Daí a grande importância de que o público tome conhecimento do que é o Centro Espírita, para que serve, qual o seu objetivo a fim de que também perceba, desperte e entenda que a função do Centro Espírita não é curar corpos, resolver problemas, afastar Espíritos, mas, algo muito mais abrangente - despertar almas para que estruturem as mudanças morais saneadoras, restauradoras, capazes de, renovando o Espírito, entender problemas, buscando soluções, atraindo amigos espirituais, transformando a existência no processo da Vida em ponto de luz, do futuro de amor que pretendemos.

Olá amigo Victor Passos,

Obrigado pela partilha desse importantíssimo ALERTA!

Abraço fraterno.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Victor Passos em 06 de Julho de 2009, 12:21
Ola Amigo Jorge
Muita paz

   Não tem que agradecer, estamos aqui para compartilhar todos e aprendermos uns com os outros , só assim fará sentido um Espiritismo unificado., deixo esta reflexão;

CONSTRUIR MAIS UMA CASA
 


            Um velho carpinteiro estava pronto para se aposentar. Ele informou ao chefe seu desejo de sair da indústria de construção e passar mais tempo com sua família. Ele ainda disse que sentiria falta do salário, mas realmente queria se aposentar. A empresa não seria muito afetada pela saída do carpinteiro, mas o chefe estava triste em ver um bom funcionário partindo e ele pediu ao carpinteiro para trabalhar em mais um projeto como um favor.

            O carpinteiro concordou, mas era fácil ver que ele não estava entusiasmado com a idéia. Ele prosseguiu fazendo um trabalho de segunda qualidade e usando materiais inadequados. Foi uma maneira negativa dele terminar sua carreira.

            Quando o carpinteiro acabou, o chefe veio fazer a inspeção da casa. E depois ele deu a chave da casa para o carpinteiro e disse:
            "Essa é sua casa. Ela é o meu presente para você".

            O carpinteiro ficou muito surpreso. Que pena! Se ele soubesse que estava construindo sua própria casa, ele teria feito tudo diferente.

            O mesmo acontece conosco. Nós construímos nossa vida, um dia de cada vez e muitas vezes fazendo menos que o melhor possível na construção. Depois com surpresa descobrimos que precisamos viver na casa que nós construímos. Se pudéssemos fazer tudo de novo, faríamos tudo diferente. Mas não podemos voltar atrás.

            Você é o carpinteiro. Todo dia você martela pregos, ajusta tábuas e constrói paredes. Alguém disse que "A vida é um projeto que você mesmo constrói". Suas atitudes e escolhas de hoje estão construindo a "casa" que você vai morar amanhã.

            Construa com sabedoria!!! E lembre-se:
            * Trabalhe como se você não precisasse do dinheiro.
            * Ame como se você nunca tivesse se magoado antes.
            * Dance como se ninguém estivesse olhando.
Alguém

muita paz

VICTOR PASSOS
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Carlos Ribeiro em 06 de Julho de 2009, 13:11
Citar
No fim dos dias da Criação até Deus descansou ao sétimo dia (acho que não estou a dizer nenhuma asneira).
- Elsamar
Olá Elsa. Segundo as más linguas, Deus descansou no sétimo dia e continua a descansar até agora. Basta ver como anda o mundo para percebermos que Ele ainda continua "em férias".  Devem ser umas férias prolongadas...  (é piada, claro) ;D
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: sdelgado em 06 de Julho de 2009, 14:04
Não podemos e nem devemos "baixar a guarda", eu por exemplo estou fazendo a escola doutrinária, e estaremos 1 mês longe das atividades...
Frequentar as casas espíritas em outros eventos, tentar controlar os pensamentos para que permaneçam elevados....
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Diegas em 06 de Julho de 2009, 14:50
Olá.


Já tentei tirar férias, mas o meu pensamento não me deixa. Ele, o meu pensamento que sou eu (que confusão dos diabos) está sempre em constante trabalho, mesmo após fazer o recomendado pela Gigii - dormir um sono bom. Resumindo: Em vigilia ou descansando o corpo, não percebo como podemos descansar o Espirito.

Esta história tá parecida com aquela do individuo que sai sozinho para os confins do mundo, mas leva consigo todos os seus amores/desamores imantados.

Há como desvencilhar o pensamento do Espírito ?


Abç
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 06 de Julho de 2009, 15:15
Olá.


Já tentei tirar férias, mas o meu pensamento não me deixa. Ele, o meu pensamento que sou eu (que confusão dos diabos) está sempre em constante trabalho, mesmo após fazer o recomendado pela Gigii - dormir um sono bom. Resumindo: Em vigilia ou descansando o corpo, não percebo como podemos descansar o Espirito.

Esta história tá parecida com aquela do individuo que sai sozinho para os confins do mundo, mas leva consigo todos os seus amores/desamores imantados.

Há como desvencilhar o pensamento do Espírito ?


Abç

Olá amigo Diegas,

Essas suas ilações fizeram-me pensar que realmente Deus como a Inteligência Creadora do Universo jamais descansa. Desse modo nós como seus filhos também jamais descansamos. Apenas descansa o corpo que é a ferramenta através da qual o espírito evolui.

A ideia é realmente saber como deveremos aproveitar bem as férias que se avizinham, sendo que para alguns elas já iniciaram, colocando em práctica o que aprendemos nesta maravilhosa doutrina.

Nas férias a tendência é o pessoal deixar-se dominar por uma certa doença: preguiçite!  :D

Mas por certo haverá muitas oportunidades de fazermos algo por alguém e por nós próprios!  :)

Abraço amigo Diegas.
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: ROSINEI FESTINALLI em 06 de Julho de 2009, 15:18
Olá amigos , vou falar de mim , neste ano fiquei no  mês janeiro ausente da casa espirita em função do meu trabalho......conclusão, vou me organizar pra nunca me ausentar, pois não foi muito positivo, gerou indisciplina e desequilibio. agora priorizei a frequência na casa e nos trabalhos. Esta é uma experiência minha , cada caso e um caso......bjos gdes a todos
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 06 de Julho de 2009, 15:40
Olá amigos , vou falar de mim , neste ano fiquei no  mês janeiro ausente da casa espirita em função do meu trabalho......conclusão, vou me organizar pra nunca me ausentar, pois não foi muito positivo, gerou indisciplina e desequilibio. agora priorizei a frequência na casa e nos trabalhos. Esta é uma experiência minha , cada caso e um caso......bjos gdes a todos

Olá Rosinei,

É comum a gente dizer:
- Ahhh, vou de férias! Preciso carregar baterias!

Mas tem gente que acontece o contrário, isto é, devido ao facto de se ausentarem por um certo período de tempo do centro espírita, essas mesmas baterias começam a descarregar.

O afastamento temporário das energias que recebemos no centro espírita aliado a algumas incoerências que possam ser cometidas durante as férias, podem gerar alguns desequilíbrios.

O ideal seria frequentar um centro espírita (se o houver) na localidade de férias.

Abraços fraternos.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Elsamar em 06 de Julho de 2009, 15:52
Citar
No fim dos dias da Criação até Deus descansou ao sétimo dia (acho que não estou a dizer nenhuma asneira).
- Elsamar
Olá Elsa. Segundo as más linguas, Deus descansou no sétimo dia e continua a descansar até agora. Basta ver como anda o mundo para percebermos que Ele ainda continua "em férias".  Devem ser umas férias prolongadas...  (é piada, claro) ;D


 ;D ;D ;D
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Elsamar em 06 de Julho de 2009, 15:59
Mas tem gente que acontece o contrário, isto é, devido ao facto de se ausentarem por um certo período de tempo do centro espírita, essas mesmas baterias começam a descarregar.

O afastamento temporário das energias que recebemos no centro espírita aliado a algumas incoerências que possam ser cometidas durante as férias, podem gerar alguns desequilíbrios.

O ideal seria frequentar um centro espírita (se o houver) na localidade de férias.

Eu aceito as vossas opiniões, pois cada pessoa é diferente da outra, mas continuo a achar que também não é bom as pessoas estarem assim tão dependentes do centro espírita e dos médiuns.
Uma maneira de aproveitar as férias fazendo algum de bom é por exemplo aproveitar para visitar familiares que há muito tempo não vimos, visitar doentes ou amigos que estejam a passar por dificuldades ou porque não pegar numa criança carenciada e levá-la a ver o mar, a brincar na areia, dar-lhe um gelado, fazê-la sentir-se importante...

 ;)
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 06 de Julho de 2009, 16:07
Eu aceito as vossas opiniões, pois cada pessoa é diferente da outra, mas continuo a achar que também não é bom as pessoas estarem assim tão dependentes do centro espírita e dos médiuns.
Uma maneira de aproveitar as férias fazendo algum de bom é por exemplo aproveitar para visitar familiares que há muito tempo não vimos, visitar doentes ou amigos que estejam a passar por dificuldades ou porque não pegar numa criança carenciada e levá-la a ver o mar, a brincar na areia, dar-lhe um gelado, fazê-la sentir-se importante...

 ;)

Olá Elsa,

Concordo contigo, amiga.

Olha, que belos exemplos nos deixaste para valorizarmos as nossas férias!   ;)

Bjinhos.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Paulo-Fca em 06 de Julho de 2009, 16:30
Olá amigos de ideal,
Essa é a minha primeira participação no fórum e esse tema é bastante interessante... li vários depoimentos do companheiros e essa questão de férias é muito particular de cada um...
Na casa em que participo não temos férias, é claro que individualmente em determinadas situações nos afastamentos do trabalho dentro da casa espírita e vamos sim, por que não viajar e curtir a família...
Vale lembrar que não somos espíritas somente dentro da casa espírita, somos médiuns 24 horas por dia e somos convidados ao auxílio dentro e fora da casa espírita, ao ouvirmos um companheiro de trabalho ao dar um sorriso para uma pessoa que não conhecemos, ou seja, temos várias oportunidades de trabalho, sem estarmos dentro da casa espírita.
Mediante a isso, imagino que o Espírita, ou por que não dizer o Cristão, não tem férias.

Termino com uma frase de Francisco de Assis: "Divulgue o Evangelho por onde andar e se necessário, utilize as palavras"

Boa reflexão a todos.
Paz e Alegria Sempre!

Abraços Fraternos
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 06 de Julho de 2009, 16:37
Termino com uma frase de Francisco de Assis: "Divulgue o Evangelho por onde andar e se necessário, utilize as palavras"

Olá Paulo,

Isso é que é terminar com Chave d´Oiro  :)
Que bela mensagem de Francisco de Assis!

"Paz e Alegria Sempre!"
O mesmo para si amigo!  ;)
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: SB em 06 de Julho de 2009, 16:58
Concordo contigo Elsa.

Senão leva-me a pensar que as pessoas encontram mais no Centro Espirita uma "muleta" ao invés de instrução.  ::)

Confesso que nao tenho estado muito atenta a este tema, e não li a maior parte das opiniões das pessoas, no entanto a minha opinião quanto a Ferias, é sim uma pausa necessária relativamente á rotina.

O Espiritismo para mim está incutido na sua forma teorica como uma filosofia de vida, na pratica na minha postura perante a vida...e com isto, só me acorre dizer que ser espirita não corrobora com ferias no sentido de ficar estagnado ou estatico, visto ser-me inerente, e não posso apartar daquilo que sinto, do que sou.

Quanto aos Centros Espiritas, terem as suas ferias (pausa para descanso), por ausencia nos trabalhos, portas fechadas, etc, num determinado momento durante o ano, acho bem.

Pois todos sabemos, que é uma instituição sem beneficios monetários, e apenas o esforço e a boa vontade leva a muitos dirigentes e coordenadores espiritas a fumentar o esclarecimento e o apoio a todos os espiritos, assim sendo, declinar uma pausa seria ir ao desencontro do bem estar daqueles que estao sempre prontos a ofertar o que de bom tem consigo.

Os dirigentes, coordenadores, trabalhadores de um Centro Espirita, são humanos, e necessitam do seu retemperamento energetico, para continuar em forma em diante, para conseguirem proporcionar o que de inicio do seus projectos se proposeram.

Pois, tanto os Centros espiritas, como qualquer outro tipo de empreendimento, necessita de se energizar, e parar é das melhores coisas que se pode fazer para isso.

Quando nos empenhamos a levar em conta algo que manifestamente é um serviço que pode trazer beneficios (Centro Espirita) e que por outro lado, nao são unicos mas uma equipa de trabalho, é necessário que se faça um momento de paragem ("meditação") para novos projectos ou para o mesmo dinamizar, restruturar, etc, possam se realizar.

Na nossa vida diária, também ela um grande empreendimento, todos de nós deveriamos fazer uma pausa, tirar ferias, pois so assim, conseguimos valorizar e restabelcer prioridades como igualmente a forças no prosseguimento da vida diária. ;)


E férias, é tudo aquilo que poderá nos dar o maior prazer, seja dormir a sesta, ir a festas, visitar a familia, orar, namorar, viajar, etc...tudo nos é permitido, e retemperar energias está onde cada um de nós se sentir melhor e a fazer o melhor para si mesmo, trazendo alegria e bem estar ;)

Abraços


Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Paulo-Fca em 06 de Julho de 2009, 17:24
SB,

Concordo com você em gênero, número e grau.
Que as bençãos do alta recaiam sobre todos.

Paz!
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 06 de Julho de 2009, 17:27
Concordo contigo Elsa.

Senão leva-me a pensar que as pessoas encontram mais no Centro Espirita uma "muleta" ao invés de instrução.  ::)

Confesso que nao tenho estado muito atenta a este tema, e não li a maior parte das opiniões das pessoas, no entanto a minha opinião quanto a Ferias, é sim uma pausa necessária relativamente á rotina.

O Espiritismo para mim está incutido na sua forma teorica como uma filosofia de vida, na pratica na minha postura perante a vida...e com isto, só me acorre dizer que ser espirita não corrobora com ferias no sentido de ficar estagnado ou estatico, visto ser-me inerente, e não posso apartar daquilo que sinto, do que sou.

Quanto aos Centros Espiritas, terem as suas ferias (pausa para descanso), por ausencia nos trabalhos, portas fechadas, etc, num determinado momento durante o ano, acho bem.

Pois todos sabemos, que é uma instituição sem beneficios monetários, e apenas o esforço e a boa vontade leva a muitos dirigentes e coordenadores espiritas a fumentar o esclarecimento e o apoio a todos os espiritos, assim sendo, declinar uma pausa seria ir ao desencontro do bem estar daqueles que estao sempre prontos a ofertar o que de bom tem consigo.

Os dirigentes, coordenadores, trabalhadores de um Centro Espirita, são humanos, e necessitam do seu retemperamento energetico, para continuar em forma em diante, para conseguirem proporcionar o que de inicio do seus projectos se proposeram.

Pois, tanto os Centros espiritas, como qualquer outro tipo de empreendimento, necessita de se energizar, e parar é das melhores coisas que se pode fazer para isso.

Quando nos empenhamos a levar em conta algo que manifestamente é um serviço que pode trazer beneficios (Centro Espirita) e que por outro lado, nao são unicos mas uma equipa de trabalho, é necessário que se faça um momento de paragem ("meditação") para novos projectos ou para o mesmo dinamizar, restruturar, etc.

Na nossa vida diária, também ela um grande empreendimento, todos de nós deveriamos fazer uma pausa, tirar ferias, pois so assim, conseguimos valorizar e restabelcer prioridades como igualmente a forças no prosseguimento da vida diária. ;)


E férias, é tudo aquilo que poderá nos dar o maior prazer, seja dormir a sesta, ir a festas, visitar a familia, orar, namorar, viajar, etc...tudo nos é permitido, e retemperar energias está onde cada um de nós se sentir melhor e a fazer o melhor para si mesmo, trazendo alegria e bem estar ;)

Abraços




Olá amiga SB,

Há só um aspecto a salientar e que é o facto de 90 e tal % das pessoas que ingressam no centro espírita, entram nele pela via do sofrimento...

Pela via do conhecimento já é bastante mais raro. Para as pessoas citadas mais acima o centro espírita é de facto uma muleta, mas uma muleta que deve ser temporária, que deve fazer com que a pessoa exercite a reforma íntima com base na fé raciocinada que a doutrina espírita oferece.

Concordo amiga que de facto deveremos contrariar a rotina através das férias!  :)

É apenas mais uma opinião!

Abraço fraterno.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Victor Passos em 06 de Julho de 2009, 17:33
Ola muita paz e harmonia companheiros


  Na realidade somos todos diferentes ,por nossa individualidade, porém a direção e sentido a que nos propusemos é o da evolução.
  È interessante , verificar uma amalgama de ideias, misturando o material, com o espiritual, como se o espirito tivesse férias!?
   Amigos quando se fala em permitir um Centro Espirita , nao é obrigar ninguém a não ter o seu lazerzinho, mas a organizar-se de forma a orientação do mesmo de forma a equilibrar as presenças para que o trabalho de amparo ,não fique pela soleira da porta.
   Todos temos direito ao nosso repouso , se é isso que lhe chamam, mas não duvidem o espirito esse não tem férias.
   Existe aqui na realidade uma demonstração , da pequenez que todos temos, de nos preocuparmos logo pelo lado material e esquecendo a parte real da vida...
   Você estão esquecendo que tem dentro de vós um Centro espirita, que se trata da vossa reforma intima e essa anda todos os dias com ela, se a relaxarem, acabam,por cair em locais ensolarados demais e depois sofrerem queimaduras solares!...
   Amigos tratem do corpo sim, mas não se esqueçam do espirito.
   Tenham umas férias em beleza.... Mas não esqueçam o orai e vigiai...
   Não esqueçam de ter leituras beneficas e harmonizadoras, porque elas também permitem relaxarmos, e temos muitas obras que ajudam...

   Amigos muita paz e boas ferias do fisico,mas deixem trabalhar o espirito..

    VICTOR PASSOS

Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: soraya em 06 de Julho de 2009, 19:13
Olá amigos
Nosso grupo em tempo de férias programamos Encontros,onde várias Casas se reunem
para fazermos reciclagens,encontrar compenheiros distantes ...ontem mesmo foi um destes
dias e viemos muito felizes e de forças renovadas...
Na Casa onde participo não tem férias,os trabalhos e estudos correm normalmente...
Um abraço fraterno a todos
PAZ...nessas férias!!!
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: ClaudiaC. em 06 de Julho de 2009, 20:56
 :D Oi amigos

Queria contar um causo, não é de férias, mas pode exemplificar o que disse anteriormente, sobre estar sempre a disposição para auxiliar o próximo.

Eu moro num sítio, e certa época resolvi fazer um curso de artesanato com fibras de bananeira, um curso de como processar as fibras de 2 dias, onde ficaria horpedada na escola.
Enquanto arrumava as malas, me pediram para levar um livro espírita, mal ia ter tempo de encostar no livro, mesmo assim insistiram no pedido (o pedido foi feito por meu espírito protetor). Escolhi um que falava de anjos sob a visão espírita e coloquei na mala.

Fui ao curso, trabalhamos com as fibras o dia todo, então o grupo se reuniu na sala de tv, para conversar. Meu amigo pediu que pegasse o livro e começasse a lê-lo. Assim o fiz. Em cerca de 5 minutos, a moça que estava ao meu lado perguntou sobre o livro, eu expliquei um pouco sobre o assunto, ela disse que era simpatizante do espiritismo, mas nada muito profundo. Neste momento, meu amigo tornou-me a dizer que se eu quizesse não seria mais necessária a leitura.

Guardei o livro e resolvi ver tv e participar das conversas, que estavam animadas. Quando todos se deitaram e ficamos eu, a moça e uma amiga, a moça então veio falar comigo e me pedir ajuda, pois estava confusa, sem saber o que fazer, foi a uma casa de umbanda, que um espírito que a acompanha disse para não ir, e bravo este espírito chegava a bater nela, passava por situações difíceis, sem esclarecimento ou apoio para compreender a sua mediunidade. Tive a oportunidade então de esclarecê-la um pouco, orientá-la.

Nosso trabalho como espíritas e médiuns não deve nunca ficar restrito à casa espírita, e que muitas vezes o nosso trabalho de auxílio é tão simples, que muitos não lhe dão o devido valor.

Bjs carinhosos
e parabéns pelo estudo.
Claudia
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: hcancela em 06 de Julho de 2009, 21:56
Olá amigos(as)

Férias?uh!uh!uh! ::)

Esta semana em conversa com a( minha) mulher, imaginávamos alugar um hotel em Arcos de Valdevez por uma semaninha, juntamente com os dois filhos, conhecer o Gerês, passeavamos o dia todos, conheciamos, rios, aldeias, museus, comiamos benzinho ;D enfim o encanto da natureza , daquele maravilhoso local.Todos os dias a mesma coisa e há noite iamos dormir ao Hotel(Tipo quartel general, ou centro de comando) ;).Digo -vos não foi sonho, conversamos mesmo tudo isto, no final tivemos de voltar á realidade , porque eu desempregado há muito tempo(podem ver os problemas financeiros) não podemos realiza-lo...talvez um dia destes?

Portanto para aqueles que poderem sair durante uns dias de casa, com familia ou amigos, ou quem lhes apetecer ::)passear , brincar, rir(que bem precisamos)ir ao campo, há praia,etc.....façam e que Deus esteja com todos vós.

Férias fraternas para todos.......Yesssssssssss.........ouiiiiiiiiiiiiiii...........xauuuuuuuuuuuu

Do vosso hcancela
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: ROSINEI FESTINALLI em 06 de Julho de 2009, 22:34
Olá amigos(as)

Férias?uh!uh!uh! ::)

Esta semana em conversa com a minha mulher, imaginávamos alugar um hotel em Arcos de Valdevez por uma semaninha, juntamente com os dois filhos, conhecer o Gerês, passiavamos o dia todos, conheciamos, rios, aldeias, museus, comiamos benzinho ;D enfim o encanto da natureza , daquele maravilhoso local.Todos os dias a mesma coisa e há noite iamos dormir ao Hotel(Tipo quartel general, ou centro de comando) ;).Digo -vos não foi sonho, conversamos mesmo tudo isto, no final tivemos de voltar á realidade , porque eu desempregado há muito tempo(podem ver os problemas financeiros) não podemos realiza-lo...talvez um dia destes?

Portanto para aqueles que poderem sair durante uns dias de casa, com familia ou amigos, ou quem lhes apetecer ::)passear , brincar, rir(que bem precisamos)ir ao campo, há praia,etc.....façam e que Deus esteja com todos vós.

Férias fraternas para todos.......Yesssssssssss.........ouiiiiiiiiiiiiiii...........xauuuuuuuuuuuu

Do vosso hcancela


Hcancela, eu tbm gostaria de tirar umas férias como essa tua que citou, tbm prescisamos descançar, mas tirar férias de nossas trabalhos espirituais eu não concordo, por experiências própria, não foi positiva pra mim......abraços
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: hcancela em 06 de Julho de 2009, 23:27
Olá Rosiney

Nem uma semaninha . ;D



SAUDAÇÕES FRATERNAS
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: ROSINEI FESTINALLI em 07 de Julho de 2009, 15:36
Olá Rosiney

Nem uma semaninha . ;D



SAUDAÇÕES FRATERNAS

Uma semaninha sim.......abraços
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 07 de Julho de 2009, 16:27
Olá Rosiney

Nem uma semaninha . ;D



SAUDAÇÕES FRATERNAS

Uma semaninha sim.......abraços

Olá bons amigos,

Bom, vou contar-vos algo acerca das minhas férias!  :)

As minhas férias desde há já bastante tempo decorrem no Alentejo (sul de Portugal), mais concretamente em Vila Nova de Mil Fontes, essa bela localidade um pouco a sul de Porto Côvo. A minha companheira tem lá seus familiares e por essa razão temos lá caloroso acolhimento, além de que sai mais económico  ;D

Uns dias antes procedo às minhas orações solicitando ao Alto o amparo necessário para que tudo corra bem, em Paz.

Nunca esqueço o livro espírita. Normalmente levo sempre algum livro que já ando a ler. E muito importante, levo também sempre algum livro para oferecer.

Alentejo... ahhh, essas planícies que transmitem paz, tão propícia à meditação, à prece. O silêncio que se pode usufruir é tão salutar!  :)
Frequentemente dou por mim a poisar as mãos na terra aquecida pelos raios do sol. Será uma necessidade de absorver energias da Mãe Terra? E o cântico dos pássaros? E o perfume da vegetação que cresce nas dunas, perto do mar?
São maravilhas reconfortadoras indispensáveis que nos fazem tão bem!

Em Sines existe um centro espírita "O Leme"! Nunca lá fui porque ainda é um bocado afastado de Vila Nova de Mil Fontes. Mas se tivesse companhia que me incentivasse talvez já lá tivesse ido. Minha companheira apesar de respeitar muito a doutrina espírita não tem ainda o devido despertamento que gera aquele enorme entusiasmo que todos nós conhecemos. A semente que está a ser plantada um dia germinará!  :)

Alguém já frequentou esse centro espírita? Penso que deve ser um precioso farol em pleno litoral alentejano! Existe muita gente triste, desesperada, vivenciando grandes vazios existenciais. O índice de suicídios no Alentejo é muito grande. Penso que há muito terreno a desbravar no Alentejo. É necessário espalhar a semente da doutrina espírita porquanto nessas planícies melancólicas existe também a ... melancolia!

Uma coisa bonita é o facto de nessas localidades as pessoas se relacionarem como uma grande família. As portas estão abertas, não há receio dos ladrões! Todos se acolhem fraternalmente nessas casas humildes.
É claro que também existem pessoas zangadas umas com as outras, mas de uma maneira geral nota-se uma maior pureza de corações em relação por exemplo às grandes cidades. È a minha opinião pessoal, claro!

À noitinha é tão reconfortante ler o livro espírita! Ando a reler o excelente livro "Há dois mil anos" de Emmanuel e provavelmente esse será um dos que me acompanhará nas férias!
É o verdadeiro pão espiritual que sacia a fome do espírito!

Bem, fico por aqui por agora.

Amigos, partilhem também as vossas experiências nas férias!

Abraços fraternos.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: SB em 07 de Julho de 2009, 17:15
Muito boas as tuas férias Jorge.

Conheço bem Vila Nova de Mil Fontes, muito bonito.

Tambem tenho o meu refugio no Alentejo mas no interior (Distrito de Evora).

Eu terminei nao ha mt tempo algumas tarefas que me estavam a ocupar algum tempo, como um curso que ando a tirar, e andava anciosa pelas ferias tanto do curso como do trabalho que ainda serão este mês, pelo descanso que me poderia proporcionar e de que necessito, mas este ano não irei nem mesmo para o meu maravilhoso paraiso, no Alentejo.

Surgiram entretanto algumas condicionantes não muito agradaveis. No entanto, fico feliz por estar de ferias para quando as marquei, porque vou aproveitar a disponibilidade que poderei ter nesses momentos que me estão condicionados a ferias no meu paraiso, para poder estar disponivel a outras situações que nada tem de ferias descansadas, nem divertidas, mas que terei um enorme prazer por estár disponivel...sei que vou estar de ferias na altura certa!

Abraços



Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Paulo-Fca em 07 de Julho de 2009, 17:34
Meu irmão Jorge,

Que férias, hein? rs
Deus é maravilhoso conosco e temos que agradecer a todo momento a oportunidade que estamos tendo, estamos no lugar certo, com as pessoas certas...
Como diz Leonardo Boff: "A felicidade está onde a colocamos", o problema é que nunca a colocamos onde nós estamos, sempre jogamos para frente ou para outro local: quando eu comprar um carro vou ser feliz, quando viajar (não sei pra onde) vou ser feliz, quando casar, quando separar...
Carissimos irmãos, que a paz do nosso Mestre Jesus estejam com todos e para os que estão de férias que sirvam para revigorar as energias.

Paz e Alegria sempre!

Abraços fraternos.
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 07 de Julho de 2009, 17:36
Ôi Susana  :)

Obrigado pela teu carinho amiga!

Évora ... é curioso que no primeiro ano que fui para Vila Nova Mil Fontes e casado de fresco  (já lá vão 18 aninhos!!!) :D fiz uma visita a algumas localidades no Alentejo passando por Évora. Gostei imenso de Évora.
Ainda me lembro de uma passagem curiosa nessa cidade. É que eu gosto muito de visitar monumentos antigos incluindo igrejas, e numa dessas visitas, eu e a minha companheira encontramos um padre cuja fisionomia irradiava alegria e carinho, olhou para nós e disse mais ou menos estas palavras:
- Vejo em vocês um casal que vivencia um grande amor! Que o Amigo Jesus esteja sempre presente na vossa vida e vos transmita a Sua Paz!

Foi tão reconfortante ouvir essas palavras!
Interpretamos esse facto como um sinal do Alto, dando-nos alento para caminharmos sempre de mão dada pela vida fora...  :)

Amiga Susana, o meu sincero desejo é que tenhas umas férias muito felizes, e tal como tu dizes, possas ter o prazer de ser útil!

Abraços.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: pati em 07 de Julho de 2009, 17:41
Saudações a todos! Estou, no momento, ouvindo uma programação espírita, no radinho, em minha casa. Aqui, são duas da tarde, ou quase... Deparei com o estudo das férias, deste Forum, e resolvi tentar responder.(Ainda tenho dificuldades na internet.) Estou repassando o vídeo do you tube para meus companheiros  da Casa Fraterna Allan Kardec,Niterói, RJ/BRASIL, onde estudamos. Obrigada pelos ensinamentos repassados. São verdadeiros alertas pra todos nós que trabalhamos, no que nos é possível, na Seara do Bem. Os dias nos proporcionam oportunidades de crescimento e ajuda ao próximo. Todos, em férias ou não, certo? Um abraço fraterno a todos! Até breve! :)
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 07 de Julho de 2009, 17:42
Como diz Leonardo Boff: "A felicidade está onde a colocamos", o problema é que nunca a colocamos onde nós estamos, sempre jogamos para frente ou para outro local: quando eu comprar um carro vou ser feliz, quando viajar (não sei pra onde) vou ser feliz, quando casar,

Olá amigo Paulo,

Belos pensamentos que partilhou connosco!  :)

É sem dúvida um precioso alerta!  ;)

Abraço fraterno.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 07 de Julho de 2009, 17:44
Saudações a todos! Estou, no momento, ouvindo uma programação espírita, no radinho, em minha casa. Aqui, são duas da tarde, ou quase... Deparei com o estudo das férias, deste Forum, e resolvi tentar responder.(Ainda tenho dificuldades na internet.) Estou repassando o vídeo do you tube para meus companheiros  da Casa Fraterna Allan Kardec,Niterói, RJ/BRASIL, onde estudamos. Obrigada pelos ensinamentos repassados. São verdadeiros alertas pra todos nós que trabalhamos, no que nos é possível, na Seara do Bem. Os dias nos proporcionam oportunidades de crescimento e ajuda ao próximo. Todos, em férias ou não, certo? Um abraço fraterno a todos! Até breve! :)

Olá Pati,

Bons estudos e muitas felicidades!  ;)

Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: TatiZveiter em 07 de Julho de 2009, 17:59
Queridos amigos do fórum, estejam na paz!

Realmente tirar uns dias de férias é muito importante para nossa saúde física e mental; tomo a mim mesma como exemplo: sou médica, e tempo para descanso é artigo em falta em minha profissão... Ainda mais com o nível de sofrimento humano com que temos de lidar todos os dias, chega um momento em que o esgotamento físico, mental e (por que não) espiritual começa a influenciar e atrapalhar nossa rotina.

Imprescindível então um período de descanso, para repor energias, mas sem esquecer dos preceitos de nossa amantíssima doutrina: orai e vigiai, para que mesmo em momentos de descontração não deixemos energias nem tão benéficas influenciarem, principalmente quando se trata das crianças.

Temos uma filha, e desde já procuramos iniciá-la na doutrina de Kardec, mostrando o real valor das coisas, dos deveres e da diversão, cada qual na sua medida. Acho que esse deveria ser o objetivo de todos nós, achar o meio-termo ideal entre trabalho, caridade e diversão, e garantir assim nossa completa felicidade.

Abraços fraternos, estejam na paz de Jesus.
 
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 07 de Julho de 2009, 18:05
...Temos uma filha, e desde já procuramos iniciá-la na doutrina de Kardec, mostrando o real valor das coisas, dos deveres e da diversão, cada qual na sua medida. Acho que esse deveria ser o objetivo de todos nós, achar o meio-termo ideal entre trabalho, caridade e diversão, e garantir assim nossa completa felicidade.

Olá TatiZveiter,

Achar o meio-termo!

Muito importante essa sua ilação!  ;)

Felicidades.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Aluena em 08 de Julho de 2009, 09:50
Olá amigos(as),
Vou entrar em LIMPEZAS e assim sendo
LIMPAR meu CORAÇÃO.
MEIMEI nos deixou esta linda PRECE :

 http://www.universoespirita.org.br/audio/arq/20030419.mp3] [url]http://www.universoespirita.org.br/audio/arq/20030419.mp3 (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL1t1cmw=)    [/url]

Abraço fraterno.
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 08 de Julho de 2009, 10:02
Centro Espírita em férias = PARADOXO?

Existem alguns paradoxos no nosso quotidiano ..., que nos dá o que pensar.

Em grande número de municípios, as ambulâncias são veículos de modelo Kombi, de suspensão firme e dura. Já os carros funerários são Galaxie, Caravan, veículos com suspensão para trafegar macio, sem socos e solavancos. Ou seja, o doente segue sacolejando; o finado vai numa boa.

Greve por melhorias de salário: na saúde, fecham-se os Hospitais, dificultando a vida do doente, exatamente daquele que lhe é fonte de receita. No transporte urbano de passageiros, proíbe-se a circulação dos veículos, gerando transtornos e enorme antipatia por parte da população ao movimento reivindicatório, a mesma população que paga os seus salários. Ou seja, penaliza-se quem deveria ser bem atendido.

No meio espírita, também há paradoxos.

Centro Espírita surgiu, pela disposição altruísta e iniciativa voluntária de algumas pessoas idealistas, para congregar os interessados no conhecimento e nas práticas espíritas, notadamente a manutenção das tarefas implementadas na Casa em prol da população, crianças, jovens e adultos, desejosos de estudo, de convivência, de assistência.

Tanto se fez assim, que Centro Espírita é tido como Templo, Escola, Oficina e Hospital de almas.

Onde está o paradoxo?

No momento em que as portas do Templo, da Escola, da Oficina e do Hospital de almas se fechem em nome de férias, feriadões e outros afins, dizendo ao interessado nas orientações nobres, ao problema, à dor, à enfermidade, ao desespero, à fome, à perturbação espiritual, à tentação do suicídio, à disposição ao abortamento, que esperem até a próxima oportunidade para serem atendidos, quando voltarem as atividades “normais” do Centro.

Descanso, passeio, distração, lazer. Ninguém está impedido do repouso. Apenas, antes de sair de férias, avise, planeje, combine, organize, remaneje, reveze, sacrifique, de maneira a que o Centro Espírita e suas tarefas, não sofram solução de continuidade.

Não se coaduna: Centro Espírita e férias. Seu fechamento vai contra àqueles que são os principais motivadores da existência do próprio Centro: nós, as pessoas, com nossos interesses, nossas necessidades.

Centro Espírita em recesso em período de férias ou feriadões, deve ser como água e óleo, próximos, porém sempre apartados.

Jornal Mundo Espírita OnLineJunho de 2009

----------------------------------------------------------------

Caros companheiros,

- Centro espirita deve fechar ou não ?
- Temos direito a ferias ou não?
- O que fazer para enquadrar as ferias com o centro espirita ou com trabalhos espirituais?
- Como se deve organizar o Grupo espirita para estas situações...

Abraços fraternos.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Victor Passos em 08 de Julho de 2009, 10:41
Ola Amigo Jorge
Muita paz e harmonia


                    Excelentes questões a serem abordadas com lucidez e que pede de todos nós  uma reflexão, pois é de algo que importa por demais,perceber , até mesmo pelos dirigentes espiritas,que orientam casas espiritas.

As leis da natureza não recebem salário, não tiram folgas, nem sequer gozam férias.    Estão sempre vigilantes permanentemente, com a mesma medida para todos, velam pela saúde e pela ordem dos sistemas físicos e espirituais.  Não aceitam lamentos , nem se cansam de fazer o bem a todos nós.

   No contexto de vida natural e necessário refletir sobre  a expansão demográfica na Terra e a manutenção de condições favoráveis à existência de vida nesta camada azul, o nosso planeta, é um factor a ter em conta, para que os netos, bisnetos e demais descendência da população atual venha a ser também possível, como foi a nossa.
   O tempo útil para prevenir os abusos atuais que destroem a capacidade da Terra nos acolher como escola reencarnatória não vai iniciar amanhã: já começou ontem e pode acabar hoje...

Há as leis que regem o mundo material e as que educam o espírito.

Acreditem ou não companheiros, a espiritualidae , faz em nós uma eternidade de doações que nós , pensamos em demasia com egoismo e esquecemos daquilo que nos envolve.

Quando se fala da tematica de ferias espirituais, não estamos a retiarar a suspensão de descanso, mas de lucidez de como o aproveitar e permitir que nos lembremos daqueles que possam estar a necessitar de nós...
Entendo que o Centro espiritia não deve fechar, ,tal como existe uma orientação fisica nas Empresas, para serviços minimos, entendo que eles tanmbém devem existir nos Centros espiritas, ou seja entre os companheiro reorganizar-se de forma a que o msmo possa ter condições de rfecessão aos que necessitam de amparo...e dou um exemplo, os Emigrantes que chegam nestas fases do ano , que necessitam de apoio, que deslocam a um Centro espirita, e ele está fechado!? Aonde estará a noção exata do altruismo, ou valorização humana? Em que valores ficamos se deixamos tudo , pelo prazer relaxante, sem no minimo tentarmos que se criem condições para que esses irmãos possam ter uma recepção na casa espirita?!

Claro que todos tem direito às suas ferias familiares, e relaxantes , mas também se podem mesmo assim , para fazer visitas a companheiros de outros centros, , criar uma unificação valiosa entre todos os companheiros, porque o tema Espiritismo não se gasta , tem sempre algo a acrescentar entre Amigos...
Companheiros , não podemos esquecer a dualidade interessante, e que está presente nas diversas leis que nos orientam a evolução, quer as conheçamos, quer acreditemos nelas ou não... Quando se fala em ferias é inevitavel como Jorge dizia em cima, as conversas de jardim, de praia ou planicie,a leitura generosa e o dialogo de divulgação também, sabendo claro que dentro dos conceitos de quem quer acrescentar algo de benefico à sua vida balnear...

Vivamos as ferias, mas aproveitemos todo tempo para crescr, porém deixem que ouyrtros possam estar a ser audados mantendo as Casas espiritas abertas....Acredito que existem entre os espiritas voluntarios para o fazer, pode não ter todo o serviço possivel, mas no minimo o necessário...


Muita paz e harmonia

VictorPassos
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: ROSINEI FESTINALLI em 08 de Julho de 2009, 14:30
Olá amigo Jorge.

- Centro espirita deve fechar ou não ?
Centro espirita não deve fechar para férias.
- Temos direito a ferias ou não?
Temos direito a férias, mas não devemos para com a prática a caridade ou deixar de fazer aos que necessitam.
- O que fazer para enquadrar as ferias com o centro espirita ou com trabalhos espirituais?
Encontrar mecanismos de organização para que os trabalhadores da casa tirem uma folga, mas que os trabalhos espirituais e a casa não pare.
- Como se deve organizar o Grupo espirita para estas situações...
Organizar cronograma de trabalho com método de subistituição, quando alguem se ausenta outro subistitui.


um grande abraço
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 08 de Julho de 2009, 14:51
Olá amigo Jorge.

- Centro espirita deve fechar ou não ?
Centro espirita não deve fechar para férias.
- Temos direito a ferias ou não?
Temos direito a férias, mas não devemos para com a prática a caridade ou deixar de fazer aos que necessitam.
- O que fazer para enquadrar as ferias com o centro espirita ou com trabalhos espirituais?
Encontrar mecanismos de organização para que os trabalhadores da casa tirem uma folga, mas que os trabalhos espirituais e a casa não pare.
- Como se deve organizar o Grupo espirita para estas situações...
Organizar cronograma de trabalho com método de subistituição, quando alguem se ausenta outro subistitui.


um grande abraço


Olá Rosinei,

Simples mas muito objectiva!  ;)

Abraço fraterno.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Victor Passos em 08 de Julho de 2009, 15:38
Ola Amiga Rosineri

  Realmente a Rosineri já nos habituou ao bom senso das suas asservativas.
   Claro que quem está numa frente de amor e caridadae, que abraça uma filosofia de amor, tem que salvaguardar os valores e creditar as organizações filiadas a seguir com unificação e organização de forma a manter as Casas espiritas funcionais, porque se os espiritios que nos guiam fossem de ferias seria o caos...andariamos à deriva.
   Bem haja quem se preocupa com aqueles que precisam de amparo, e devemos ter em conta da importãncia que este tema tem...Não se procura programas de férias, mas como as passar de forma a que possamos estar em harmonia com o respeito dos valores do amor e caridade.
   Todos temos direito a férias, mas em circunstãncia alguma desvirtuar o rabalho espiritual, fechado as portas do trabalho espiritual nos centros espiritas.
  Claro que não sou dono da verdade, mas sou um de muitos que busca com responsabiliadae reconhecer que toda a reciclagem da vida passa pelo amor em caridade.


Muita paz e harmonia

VICTOR PASSOS
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 08 de Julho de 2009, 17:16
Trabalhando

Quando estudamos a lição dos trabalhadores da última hora, nas páginas divinas do Evangelho, recordamos que, realmente, trabalhando, é possivel alcançar todas as realizações que nos propomos atingir.

*
Trabalhando, o coração empolgado pelo desânimo, pode converter, de imediato, as trevas da amargura em claridades imperecíveis de alegria e esperança.

*
Trabalhando, a criatura frágil, se fortifica, pouco a pouco, dominando o campo em que respira, vive e cresce.

*
Trabalhando, a mente atacada pelo veneno do ódio ou da desesperação, encontra recursos para compreender as próprias lutas, com mais clareza, aprendendo a transformar revolta e fel em paciência e perdão.

*
Trabalhando, a alma isolada pela discórdia, pode surpreender a abençoada luz da harmonia e da paz, depois de longas noites de conflito e agonia.

*
Trabalhando, o mau se faz bom, o adversário se transforma em amigo, o infeliz atinge a casa invisível e brilhante do eterno júbilo.

*
Guardemos a palavra de Jesus e trabalhemos sempre na extensão do bem.

O livro ou tribunal, a enxada ou a semente aguardam nossos braços, tanto quanto os sábios e os ignorantes esperaram por nossa cooperação cada dia.

*
Fujamos as sombras densas e guerras escuras do nosso próprio "eu", devotando-nos ao serviço de Deus, na pessoa e nos círculos dos nossos semelhantes.

*
Plantando a felicidade dos outros, encontraremos a nossa própria felicidade.

Um anjo que se ponha a dormir num vale, tentado pelo perfume das flores efêmeras, pode repousar indefinidamente nas trevas, enquanto que o aleijado que se disponha a arrastar-se, sangrando o corpo e cobrindo-se de suor, na subida do monte, pode alcancar glória do cimo e banhar-se de sublimes clarões, antes dos que dormem, com graça divina da gloriosa alvorada...

*
Os últimos serão os primeiros - disse o Senhor!

Em verdade, será difícil a compreensão de semelhante ensino para nossa lógica habitual, entretanto, se vives servindo, compreenderás que o trabalho realmente pode operar o divino milagre.

Francisco Cândido Xavier
Da obra: Alma e Luz. Ditado pelo Espírito Emmanuel. 1 edição. Araras, SP: IDE. 1990.
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: gentleman_gaga em 08 de Julho de 2009, 17:24
Ola amigos, tudo bem?

Não li todos os posts, mas darei aqui minha opinião, sempre tento tirar férias do trabalho junto com as da faculdade, e férias para mim significa Férias mesmo, uma boa viagem para fazer, bons livros na mochila, bons restaurantes... tiro férias do centro espírita tb. Faço curso da doutrina e frequento as palestras, mas como alguém disse anteriormente, somos espíritas 100% independente do lugar, do momento.

O corpo físico necessita de descanso e pelo menos para mim, esses momentos de "não fazer nada" funciona como um estimulante para continuar... senao... o sistema aqui pode entrar em pane!!

Grande Abraço a todos
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Vendramin em 08 de Julho de 2009, 17:59
Caríssimos irmãos, muita paz|

  Muito bom este estudo, mostra-nos que devemos sempre usar o bom senso.
Na minha opinião, se determinada casa espírita encerra suas atividades, durante os períodos de férias, basta o espírita, consciente de suas responsabilidades, continuar a sua jornada de trabalhos em outra casa. Vai viajar com a família para outro centro urbano, procure  localizar uma casa espírita para continuar  com os compromissos assumidos perante a espiritualidade.

Que a paz de Jesus envolva a todos.
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: ROSINEI FESTINALLI em 08 de Julho de 2009, 18:09
Ola Amiga Rosineri

  Realmente a Rosineri já nos habituou ao bom senso das suas asservativas.
   Claro que quem está numa frente de amor e caridadae, que abraça uma filosofia de amor, tem que salvaguardar os valores e creditar as organizações filiadas a seguir com unificação e organização de forma a manter as Casas espiritas funcionais, porque se os espiritios que nos guiam fossem de ferias seria o caos...andariamos à deriva.
   Bem haja quem se preocupa com aqueles que precisam de amparo, e devemos ter em conta da importãncia que este tema tem...Não se procura programas de férias, mas como as passar de forma a que possamos estar em harmonia com o respeito dos valores do amor e caridade.
   Todos temos direito a férias, mas em circunstãncia alguma desvirtuar o rabalho espiritual, fechado as portas do trabalho espiritual nos centros espiritas.
  Claro que não sou dono da verdade, mas sou um de muitos que busca com responsabiliadae reconhecer que toda a reciclagem da vida passa pelo amor em caridade.


Muita paz e harmonia

VICTOR PASSOS
Olá amigo Vitor, gostaria de citar que quando realmente gostamos daquilo que fazemos , não nos cansamos, torna-se prazeroso. Não temos tempo de sentir estress, depressão e tristeza, temos temos sempre vontade de continuar a lavourar.....abraços
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: ROSINEI FESTINALLI em 08 de Julho de 2009, 18:33
Caríssimos irmãos, muita paz|

  Muito bom este estudo, mostra-nos que devemos sempre usar o bom senso.
Na minha opinião, se determinada casa espírita encerra suas atividades, durante os períodos de férias, basta o espírita, consciente de suas responsabilidades, continuar a sua jornada de trabalhos em outra casa. Vai viajar com a família para outro centro urbano, procure  localizar uma casa espírita para continuar  com os compromissos assumidos perante a espiritualidade.

Que a paz de Jesus envolva a todos.

Carissima irmã Vendramin, cada caso é um caso, na casa onde participo tem poucos trabalhadores, e outras casa existentes por ai, tbm tem dificuldade de trabalhadores, se tirarmos 30 dias de férias , vai faltar alguem com certeza, para realização dos trabalhos, então vai o bom senso de cada um em  sair, desde que tenha alguem que subistitua, e a casa possa propiciar caridade e ajuda a quem necessitar.

bjos gdes
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 09 de Julho de 2009, 12:08
A Espiritualidade tira férias?


Essa época do ano se apresenta para uma boa parte da humanidade como um período de muitas ocupações, com um acréscimo de compromissos que as contingências sociais impõem, sobrecarregando as criaturas de atividades, a que elas se deixam arrastar, sem conseguir resistir-lhes e nem ao menos buscar um pouco de serenidade para avaliar de sua real necessidade.

E, desse modo, muitas vezes, o que considerávamos prioridade vai ficando de lado, enquanto as exigências convencionais, algumas vezes até frívolas, vão ganhando destaque, preenchendo nossa mente e nosso tempo...

Porém, asseguram-nos os Espíritos esclarecidos, somos "seres inteligentes da criação" (OLE q.76); conseqüentemente, nós, espíritas, cientes dessa responsabilidade, precisamos analisar com muito cuidado a nossa postura diante das necessidades do convívio social, inserido dentro da lei de sociedade, leis naturais, divinas, extremamente úteis para nossa evolução ético-fraterna a fim de aprendermos e sedimentarmos em nós o amor ao próximo preconizado pelo Cristo.

Ao levantarmos essa questão de "férias na casa espírita", primeiramente devemos entender que "a casa espírita" somos nós, seus integrantes trabalhadores, qualquer que seja a nossa função, aí se incluindo os encarnados e os desencarnados; que de nós depende a qualidade de seu funcionamento, de seu atendimento tanto a uns quanto a outros; e que nós é que teremos que responder, à luz da lei de reciprocidade, pelos efeitos originados por nossas atitudes ou por nossa omissão.

Pontos relevantes a serem analisados são: 1) se aqueles que buscam esses núcleos para esclarecimento, apoio e compreensão de seus sofrimentos, incertezas e apreensões podem esperar... 2) Se os Espíritos podem, por sua vez, interromper tratamentos em curso na casa, mediante a colaboração medianímica e/ou ectoplásmica dos encarnados, e também esperar que nós, os "trabalhadores da área terrena", disponhamos de tempo para dar prosseguimento à tarefa a que, na maior parte das vezes, nos propusemos espontaneamente, "semi-conscientes" da programação reencarnatória previamente aceita ...

Jesus, nosso modelo e guia, nos disse que ele e o Pai trabalham sem cessar; talvez essa declaração, envolvendo Deus e tendo em vista o elevado grau evolutivo desse nosso irmão, tenha originado em nosso íntimo, à guisa de desculpa, a idéia de que podemos ser temporariamente "dispensados" das nossas atribuições em função de nossos interesses pessoais porque ambos se encarregarão de suprir a nossa parte...

No entanto, ainda que com conhecimentos incipientes, já podemos compreender o alcance físico e extra-físico dos trabalhos, quaisquer que sejam, realizados nas casas espíritas; já não podemos pretextar ignorância da lei de causa e efeito que tantas vezes atinge irmãos sem que estes compreendam o que com eles se passa; nem desconhecimento das dolorosas relações obsessivas de uns para com os outros, as quais, em inúmeros casos, pelo menos se amenizam diante do esclarecimento oferecido pela doutrina espírita; assim como não podemos mais ignorar a perturbação de Espíritos desencarnados ainda aturdidos em sua nova situação e que vêm procurar explicação para o que está acontecendo com eles...

Enfim, poderíamos continuar enumerando situações e necessidades que estão acima e além dos quesitos materiais e para as quais o tempo e os compromissos terrenos não têm nenhum significado.  Portanto, ao final do ano, com a comemoração do Natal, de ano novo, férias escolares, férias no trabalho convencional, os que fazemos parte de um grupo espírita com atribuições nos diversos tipos de atendimento na casa espírita, na sua manutenção como posto de apoio e esclarecimento particularmente, talvez devêssemos pensar um pouquinho mais antes de optarmos pelo fechamento das portas, ainda que por apenas um mês ou dois.

Se todos não podemos ficar ao mesmo tempo nesse período, muitas podem ser as opções de combinação entre os membros, no sentido de formar equipes de plantão, que se revezariam conforme suas possibilidades, já que também sabemos que uma de nossas grandes responsabilidades é a presença e a participação amorosa e prestativa junto à nossa família, entes queridos e amigos.  É no lar e com os que chamamos "nossos" que iniciamos e exercitamos o nosso aprendizado na fraternidade e na solidariedade.

Assim, como também já sabemos o cuidado que temos que ter com o "interesse pessoal", que a Espiritualidade maior nos afirmou ser a origem do egoísmo, essa ocasião é, sem dúvida, uma oportunidade de tentarmos por em prática a lei suprema de amor, justiça e caridade e "fazer aos outros o que desejaríamos que nos fizessem".

Por Doris Gandres
Centro Cultural Correio Espírita
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: teresaccristina em 10 de Julho de 2009, 01:50
Olá!!!
Parabéns pela abordagem do tema e adorei as respostas mais ainda!! ;)
Mas mesmo assim expresso a minha opinião também, que existem Instituições que fecham porque tem evasão de trabalhadores ou até mesmo por questões de segurança, tudo bem, mas nada impede que poucos dos trabalhadores de última hora se reunam pra realizar as atividades de trabalhos assistenciais e a reunião pública....sem dúvida que se somos espíritas jamais o deixaremos de ser em um minuto sequer de nosso cotidiano, com a nossa família, com os nossos amigos, no nosso trabalho, enfim até mesmo conosco, pois como diz o Evangelho Segundo o Espiritismo o primeiro Dever é o moral e que começa consigo próprio.
Deixamos de respirar?
Deixamos de comer?
Deixamos de andar?...deixamos?...deixamos?.....o que importa então?que façamos...o que pudermos, sempre que pudermos, mas que façamos de coração.
"...o que importa do lado de cá da vida, mais que as conquistas da inteligência, é o coração cheio de Deus, e as oportunidades que nos forem dadas repletas de atitudes"
Muita Paz para todos!
Bjs
Tete
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Delphus em 10 de Julho de 2009, 15:55
Jorge, esse texto que você envio, poderia ser o fehamento da questão. Muito bom, tão bom que nos leva a refletir, sendo assim não se fecha questão, abre-se novas possibilidades para analise e estudo.

Parabéns.
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Delphus em 10 de Julho de 2009, 21:53
Companheiros;
como prometi, vou relatar a história de uma Casa Espírita de São Paulo-SP (BR), o acontecido foi assim.

O nome dessa Casa Espírita é Caminheiros da Fraternidade, foi ali que tive meus primeiros contatos com a Doutrina, quando ainda tinha 5 anos de idade.

A Diretoria do plano físico, decidiu em reunião promover a tão encantada reforma física do Centro, essa reforma do prédio já era um sonho que vinha sendo acalentado há mais de 10 anos, todos os membros da Casa envolveram-se em diversas campanhas para levantarem fundos, ou seja, o dinheiro necessário.

O projeto dava gosto de ver, compra de 2 terrenos, o da frente e do lado direito, compra do material necessário e contratação de mão-de-obra. Tudo pronto marcaram o início das obras para 30 dias após a reunião decisiva.

Posterior a essa reunião aconteceu uma sessão mediúnica.  Após os trabalhos de desobsessão, comunicou-se um Benfeitor Espiritual, simplesmente o Diretor Espiritual e Patrono do Centro. Muito bem, ele colocou da seguinte forma tudo que estava para acontecer e um dos médiuns videntes da reunião acompanhou tudo que ele relatava e confirmava isso para os participantes da reunião:

   - Aqui nesta mesma sala no plano Espiritual está instalado uma sala com aparelhos técnicos extremamente sensíveis, pode-se comparar com uma UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) de um hospital comum de conhecimento de vocês. Ao lado temos uma enfermaria. Sobre o salão principal está instalado um pronto-socorro onde além dos Espíritos necessitados, atendemos, quando encontram-se em sono, os freqüentadores da casa, bem como os médiuns que vez em sempre, entram em desequilíbrio e necessário se faz tratá-los adequadamente (entre vocês, alguns), às vezes esses mesmos médiuns em desequilíbrios são levados para a enfermaria ou até mesmo para a UTI.
   - Pode ser observado também que todas as salas de estudo, tanto de mediunidade, mocidade, evangelização, principiante espírita; são ocupadas por encarnados e desencarnados – os desencarnados aqui comparecem durante os estudos de horários determinados pela Casa Espírita, e em horários em que os Evangelizadores se dispõem a dar continuidade à suas tarefas enquanto o corpo físico descansa.
Sabemos da necessidade da reforma, bem como do desejo de ampliar a construção, estamos felizes (Diretoria Espiritual) com tal comprometimento para com a Casa e a Causa, porém solicitamos que aguardem um pouco mais para o início das obras, para podermos transferir todo esse conjunto de atendimento fraterno para outro local que já está sendo providenciado, com a assepsia que se faz necessário e também imantado por nossos maiores, assim como, a proteção necessária, a fim de mantermos nossos irmãos em tratamento dentro da proteção que necessitam e que devemos possibilitar, para que nenhum tratamento sofra solução de continuidade.

Muito bem, após 90 dias dessa comunicação aconteceu a liberação do plano espiritual para que as obras pudessem ser iniciadas. Agora percebam o porquê de tudo isso.

As reuniões do Centro Espírita Caminheiros da Fraternidade foram redirecionadas para a casa de um de seus membros da diretoria, com isso, aconteceu que: a mudança trouxe desconforto para deslocamento de algumas pessoas; os freqüentadores que ainda não tinham assumido nenhum trabalho e portanto não tinham maior responsabilidades, sumiram; as reuniões de desobsessão, palestra pública e trabalho social, esvaziaram-se, com a restrita freqüência de pessoas; a maioria alegava que não tinham importância suas faltas, já que os trabalhos diminuíram. De repente a diretoria física, viu-se com pouco freqüentadores além deles mesmos. E o pior uma reforma é sempre uma reforma; projeta-se 4 meses e esse tempo no mínimo dobra, correto? E foi isso que aconteceu, porém, em prazo maior, essa bendita reforma levou mais de 2 anos.

Bom, depois de mais de 2 anos após o inicio da reforma, a Casa Espírita reestabeleceu-se, não sem dificuldades, já que, a reinauguração foi agendada por mais de 4 vezes, sabem porque, simplesmente a cada data marcada a diretoria espiritual solicitava outra data, em virtude de impedimentos no plano espiritual.

Essa singela história deve servir para que nós do plano físico, entendamos que:
1.   Não estamos sozinhos;
2.   Os trabalhos têm diretrizes no aquém (plano físico) e no além (plano espiritual);
3.   Podemos decidir em coisas puramente do plano físico;
4.   As coisas do plano espiritual são decididas pela diretoria espiritual;
5.   Saber até que ponto interagimos com o plano espiritual;
6.   NÃO HÁ FÉRIAS PARA A CASA ESPÍRITA
7.   Quando os médiuns e trabalhadores da Casa Espírita necessitarem de férias, que arranjem um substituto, pois o trabalho não pode parar.
8.   Que sejamos Espíritas 24 horas por dia, dentro e fora da Casa Espírita.

Vamos transcrever algumas palavras de Hermínio C. Miranda - Diálog com as Sombras, para nossa análise e reflexão.

Assim, é preciso insistir: a formação ou nascimento de um grupo é muito importante, e deve ser cercado dos mesmos cuidados que precedem à formação e ao nascimento de uma criança: ou seja, a educação dos pais.
Estão preparados para a tarefa? Desejam o filho? Dispõem-se aos sacrifícios e renúncias que o trabalho impõe? Estão conscientes das suas responsabilidades, dos percalços e das lutas que os esperam? Para que desejam o filho? Sonham fazer dele um grande homem, no sentido humano, forçando-o a uma tarefa acima de suas forças, para a qual não esteja preparado, ou se dispõem a criar condições para fazer dele um ser digno, pacificado e amoroso? Estão prontos a receber a tarefa com humildade? E, acima de tudo: estão prontos e dispostos a se doarem integralmente, sem reservas, ao amor ilimitado, sem condições e sem imposições? O amor não exige recompensa.



Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Edna☼ em 11 de Julho de 2009, 15:27
Bom dia a todos !!!! :)

As férias são importantes sim, para reequilibrar nossas energias físicas e espirituais.

O lazer nos proporciona a alegria de usufruir, com mais tempo e descontração, a companhia dos nossos familiares e amigos.

É também, uma oportunidade de conhecer novos lugares e, fazer novos amigos.

Tudo na vida é importante.

No retorno das férias, voltamos mais alegres, energizados e cheios de saudades, para o nosso trabalho voluntário social e espíritual.

Vale lembrar,  que por ocasião das férias, a quantidade de frequentadores também diminui,  o que permite o revezamento entre os participantes do grupo, sem que isto afete o desenvolvimento do trabalho.

Assim, é fundamental a disciplina e o planejamento do grupo, para manter o atendimento de forma ininterrupta, aos frequentadores e assistidos, uma vez que problemas, dificuldades e obsessores não tiram férias.

Fiquem com Deus.

Abraços, ;)
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Edna☼ em 11 de Julho de 2009, 18:41
Acalme meu passo, Senhor!

Desacelere as batidas do meu coração, acalmando minha mente.

Diminua meu ritmo apressado, com uma visão da eternidade do tempo.

Em meio às confusões do dia a dia, dê-me a tranqüilidade das montanhas.
 
Retire a tensão dos meus músculos e nervos, com a música tranqüilizante dos rios de águas constantes que vivem em minhas lembranças.

Ajude-me a conhecer o poder mágico e reparador do sono.

Ensina-me a arte de tirar pequenas férias :
reduzir o meu ritmo para contemplar uma flor,
conversar com um amigo,
afagar uma criança,
ler um poema,
ouvir uma música preferida.

Acalme meu passo, Senhor, para que eu possa perceber no meio do incessante labor cotidiano dos ruídos, lutas, alegrias, cansaços ou desalentos, a Tua presença constante no meu coração.

Acalme meu passo, Senhor, para que eu possa entoar o cântico da esperança, sorrir para o meu próximo e calar-me para escutar a Tua voz.

Acalme meu passo, Senhor, e inspire-me a enterrar minhas raízes no solo dos valores duradouros da vida, para que eu possa crescer até no caminho para a Vida Eterna.

Obrigado Senhor, pelo dia de hoje, pela família que me deste, meu trabalho e sobretudo pela Tua presença em minha vida.

Amém.

(autoria desconhecida)
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: NYL em 12 de Julho de 2009, 14:20
Olá amigo Jorge.

- Centro espirita deve fechar ou não ?
Centro espirita não deve fechar para férias.
- Temos direito a ferias ou não?
Temos direito a férias, mas não devemos para com a prática a caridade ou deixar de fazer aos que necessitam.
- O que fazer para enquadrar as ferias com o centro espirita ou com trabalhos espirituais?
Encontrar mecanismos de organização para que os trabalhadores da casa tirem uma folga, mas que os trabalhos espirituais e a casa não pare.
- Como se deve organizar o Grupo espirita para estas situações...
Organizar cronograma de trabalho com método de subistituição, quando alguem se ausenta outro subistitui.


um grande abraço

Verdade absoluta!!
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 13 de Julho de 2009, 09:48
Jorge, esse texto que você envio, poderia ser o fehamento da questão. Muito bom, tão bom que nos leva a refletir, sendo assim não se fecha questão, abre-se novas possibilidades para analise e estudo.

Parabéns.

Olá Delphus,

Obrigado amigo pelo incentivo!  :)

Agradeço também imenso o seu testemunho referente ao centro espírita "Caminheiros da Fraternidade".
Poderemos extrair importantes ilações!

Abraço fraterno.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 13 de Julho de 2009, 09:53
Bom dia a todos !!!! :)
...Assim, é fundamental a disciplina e o planejamento do grupo, para manter o atendimento de forma ininterrupta, aos frequentadores e assistidos, uma vez que problemas, dificuldades e obsessores não tiram férias.
Abraços, ;)

Olá Edna,

Bom dia amiga,

Muito importante sua análise!  :)

Abraço fraterno.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 13 de Julho de 2009, 09:55
Acalme meu passo, Senhor!

Desacelere as batidas do meu coração, acalmando minha mente.

Diminua meu ritmo apressado, com uma visão da eternidade do tempo.

Em meio às confusões do dia a dia, dê-me a tranqüilidade das montanhas.
 
Retire a tensão dos meus músculos e nervos, com a música tranqüilizante dos rios de águas constantes que vivem em minhas lembranças.

Ajude-me a conhecer o poder mágico e reparador do sono.

Ensina-me a arte de tirar pequenas férias :
reduzir o meu ritmo para contemplar uma flor,
conversar com um amigo,
afagar uma criança,
ler um poema,
ouvir uma música preferida.

Acalme meu passo, Senhor, para que eu possa perceber no meio do incessante labor cotidiano dos ruídos, lutas, alegrias, cansaços ou desalentos, a Tua presença constante no meu coração.

Acalme meu passo, Senhor, para que eu possa entoar o cântico da esperança, sorrir para o meu próximo e calar-me para escutar a Tua voz.

Acalme meu passo, Senhor, e inspire-me a enterrar minhas raízes no solo dos valores duradouros da vida, para que eu possa crescer até no caminho para a Vida Eterna.

Obrigado Senhor, pelo dia de hoje, pela família que me deste, meu trabalho e sobretudo pela Tua presença em minha vida.

Amém.

(autoria desconhecida)

Olá Edna,

Muito lindo!

Essa prece foi um verdadeiro bálsamo no começo deste dia!  :)

Obrigado por partilhar!

Abraços.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 14 de Julho de 2009, 09:33
Centro Espírita em férias?

Por ocasião das épocas de passagens de ano, tomamos conhecimento, não raramente, do fechamento temporário de alguns Centros Espíritas, sob o "argumento" de férias.

Neste último Natal e Ano Novo de 1998, não foi diferente.

Soubemos, atráves de pessoas conceituadas desta cidade, que viajaram, inclusive para estados outros, da suspensão de atividades nas regiões visitadas. Em São Paulo, também há cidades que adotam essa prática.

Uma confreira de Itapetininga (SP), repórter, ativa na Rádio e Jornais locais, em passeio, desejou conhecer atividades espíritas, mas não pode, porque estavam inativas. Estranhou muito o fato.

Tal interrupção de atividades dura, em média, um mês, ou com o exagero, em certos casos, dois meses, dezembro e janeiro.

Os argumentos de que temos conhecimento, não convencem: "o movimento cai nessa época do ano", "precisamos descansar", "o ano foi difícil", "outras localidades também fecham", "os dirigentes e médiuns viajam, não compensa abrir", "cai a vibração da casa, não há substitutos à altura", etc.

Todos temos consciência de que dirigentes e médiuns podem viajar, evidentemente. Eles fazem jus ao direito de visitar parente, amigos, confraternizar. O que eles não tem direito é de fechar o Centro Espírita.

Nas suas ausências, companheiros e companheiras, preparados adredemente, devem substituí-los. Pode, inclusive, ser adotado o sistema de rodízio para efeito de faltas, desde que não sejam prejudicadas as atividades do Centro.

Precisamos entender que o Centro Espírita é da comunidade e deve servi-la ininterruptamente. Trabalha com apoio da espiritualidade, que jamais entra em férias.

O Centro Espírita, com as portas trancadas, causa uma péssima impressão, um efeito negativo, e enormes prejuízos à divulgação da Causa Espírita, de que alguns, infelizmente, ainda não se aperceberam ou então não se incomodam, o que custamos a acreditar.

Gostaríamos sinceramente de saber, onde e de quem essa praxe nefanda foi copiada. Senão vejamos: Chico e Divaldo não param de trabalhar. Allan Kardec desencarnou em serviço. Cristo até na cruz amparou irmãos em desalinho. Deus não descansa.

Enquanto que o Centro Espírita "dorme" - ainda bem que apenas alguns - as Igrejas, os Templos, estão a todo vapor, lotados, com maior freqüência do que em outras épocas do ano, mediante a realização de Missas do Galo, Celebrações para Jesus.

De que forma o Espiritismo pretende se firmar como o Cristianismo redivivo que é, a Terceira Revelação, o Consolador Prometido por Jesus, com Centros Espíritas procedendo de maneira oposta ao sacrifício e dedicação dos Apóstolos?

Natal e Ano Novo representam excelentes oportunidades para se falar do Cristo, da Sua missão, da renovação de atitudes para melhor.
Pensemos nisso, seriamente.

Felizmente, em Itapetininga, a prática em questão não vinga. Aqui, todas as atividades espíritas têm andamento normal, seja Natal, Ano Novo, Feriado Nacional, ou outras datas comemorativas.

A livraria Espírita e a Banca do Livro, estas sim, por representarem negócios comerciais, fecham nos dias não úteis, em obediência à Alvará Municipal.
Porém, o Centro Espírita, cujas tarefas são de caráter religioso, jamais deve cerrar as suas portas, em consonância com os bons exemplos que temos dentro da própria Doutrina.

Destarte, convidamos os irmãos que inadvertidamente adotam a sistemática de férias no Centro a repensarem suas atitudes, retificando o comportamento para as próximas oportunidades.

Confiamos no bom senso dos grupos espíritas em particular daqueles que vem procedendo equivocadamente.

Por último, lembramos a informação do Mentor Espiritual Emmanuel, de que "a maior caridade que se pode fazer ao Espiritismo é divulgá-lo!".

Reflitamos: poderá o movimento espírita cumprir esse dever, estando O CENTRO ESPÍRITA EM FÉRIAS?

Que deus e Jesus iluminem os nossos caminhos!

Elias B. Ibrahim (Itapetininga -SP)
Texto transcito do Jornal Verdade e Luz (Edição Abril/98) - Cx. Postal 827 - Ribeirão Preto - SP - Cep 14001-000
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Delphus em 14 de Julho de 2009, 17:41
Boa tarde; amigo Jorge e companheiros.

Caro amigo, lendo seus comentários a respeito das viagens dos trabalhadores e conseqüente fechamento das Casas Espíritas, bem como, da dificuldade em achar atividades em CE quando de viagem, lembrei-me de um fato, acontecido aqui mesmo em minha cidade. (viu que chique – MINHA CIDADE – rs..rs..rs..)

Seguinte, até ano passado (graças ao bom Deus) a Casa Espírita de maior freqüência daqui fechava durante o carnaval (de quinta a quarta). Nesse período costumava visitar o filho mais velho que mora no RS e nós moramos em MG.

No carnaval de 2.008 com a vida profissional meio atribulada, resolvemos ficar em Santa Rita. Chegando no dia de desfile dos blocos da cidade, houve uma pressãozinha para que fossemos em família assistir o “doce evento”.

Minha esposa (ela não comunga a Doutrina com nós outros, é católica) dizia assim:
- Você está prejudicando nossas filhas; elas precisam conviver com pessoas normais, pessoas que tem o pé no chão.

-Você vive dizendo que carnaval é um período onde as pessoas confundem liberdade com libertinagem, período que o clima vibracional promove os maiores desregramentos possíveis, praticados pelos encarnados e desencarnados (e eu nem sei o que é esse tal de clima vibracional!! – dizia ela - ainda bem que ela já sabe o que é encarnado e desencarnado).
 
-As meninas foram convidadas a desfilar em 2 blocos e você nem permitiu diálogo a respeito.

-Você precisa deixar de ser fanático, vamos ao desfile e você verá que os Espíritas do Centro que você freqüenta, vão para a avenida e a maioria desfile nos blocos.

Aí ela me convenceu, quis ver com meus próprios olhos. E lá fomos.

Pasmem, no 1º bloco lá estava um de nossos melhores palestrantes – dicção perfeita, idéias justas e ajustadas – concatenadas com o tema, facilidade em explanar e explicar, etc.... – bem em cima de um carro alegórico com a imagem do Satanás na frente e a imagem de um anjo ou arcanjo (não sei bem definir isso) na parte de trás bem no alto (carro alegórico desgne do próprio).
E assim por diante, vi alguns médiuns – trabalhadores na desobsessão. Vi também inúmeros freqüentadores, com variadas fantasias.

E minha esposa, fazia questão de mostrar o quanto burro era eu.
– Viu somente você que não sabe se divertir, tá vendo todos os Espíritas se divertem e você sempre nos tira esses momentos bons.

Aí, dizemos a ela: - Olha não estão todos aí não, posso dizer para você pelo menos 10 nomes de Espíritas que não se encontram aqui e que estão reunidos na casa do Sr. Luiz Oliveira, eles me convidaram para uma reunião de prece e vibrações, só não fui porque aqui estou com a família.

Após esse fatídico carnaval, essas mesmas pessoas que estavam em estudo e trabalho, infelizmente fora da Casa Espírita, reuniram-se e; como alguns faziam parte do Conselho resolveram a destituição imediata de toda a Diretoria. – Acreditem foi uma guerra, talvez a maior que já pude assistir em uma casa espírita.

Menino, nunca tinha visto em minha vida  “tanto cachorro magro não querendo largar o osso”.  rs..rs..rs..

As coisas se acertaram, porém hoje, consta em um adendo do Estatuto:

PROIBIDO FECHAR O CENTRO ESPÍRITA EM QUALQUER ÉPOCA E POR QUALQUER MOTIVO.

- Eu ainda queria acrescentar: - toda e qualquer falta somente será justificada com o atestado de óbito do faltante, trazido pelo próprio.  rs..rs.. (infelizmente não deixaram- kkkkkk)

Abraços fraternais e muita PAZ.
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 15 de Julho de 2009, 09:39
Minha esposa (ela não comunga a Doutrina com nós outros, é católica) dizia assim:
- Você está prejudicando nossas filhas; elas precisam conviver com pessoas normais, pessoas que tem o pé no chão.

Bom dia amigo Delphus e todos os companheiros,

Olhe amigo, de vez em quando também eu escuto frases similares a essa da minha companheira  :D. Ela respeita muito a doutrina espírita e acompanha-me algumas vezes ao centro espírita mas não vive em função dela, e quando interpreto determinadas situações da vida à luz da doutrina, ela por vezes diz-me que não devemos ser fanáticos e analisar tudo apenas com base no espiritismo!  :-\

Bem, considero seja essa a nossa missão, ajudarmo-nos mutuamente, eu a doar-lhe sementes espirituais e ela ajudar-me a percorrer caminhos da vida!

Em relação ao encerramento do centro espírita por altura das festas populares, recordo-me que em determinado centro espírita avisaram que no dia de S. João (festa de origem pagã na cidade do Porto) esse mesmo centro estaria encerrado. A pessoa encarregue desse aviso alegou que não valia a pena estar aberto porque as pessoas / pacientes que usufruissem dos tratamentos logo iriam gastar essas energias na festa mencionada!!!  :o

E aqueles que não iam para a festa???

Bem, isto é uma situação que não deveria ocorrer em centro nenhum, penso eu!

Abraços.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: GSR em 16 de Julho de 2009, 00:32
Entendam que, todos somos Espíritos eternos em aprendizagem e, para o espírito eterno, Jesus não estipulou meta na Terra, não estipulou graduação.
Ele mesmo disse que Bom era somente o Pai, disse também que: “Meu Pai continua trabalhando até hoje, e eu trabalho também”.
Quando estamos em uma casa espírita, automaticamente estamos aprendendo ou exercitando nossa aprendizagem. Não sei como um médium tira férias, como o amor ao próximo, a caridade, o auxílio, tiram férias, mas acho que provavelmente alguém já descobriu e logo vamos saber. Essa ( férias) é a melhor época para rever os conceitos,pois temos mais tempo para ler, estudar, etc.
Ainda não procurei, mas tenho certeza que o descanso de Deus no sétimo dia, era apenas para mostrar que depois de um trabalho árduo, pesado, o corpo precisa descansar a fim de recuperar as forças. Porém, o Espírito não descansa e nosso trabalho é necessário sempre.
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 16 de Julho de 2009, 09:18
...descanso de Deus no sétimo dia...

Bom dia companheiros,

Alguém poderá descodificar isto? O que se entende por Deus descansou ao sétimo dia?

Abraços.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: SILVIAMAGALY em 16 de Julho de 2009, 14:08
Amigos, esta é minha primeira participação neste maravilhoso Forum... espero aprender direitinho como agir!
Quanto às férias, penso que somos ainda tão imperfeitos... que achamos ser possível "dar um tempo" nos trabalhos que viemos a executar! Assim, de vez em quando marcamos alguns passos achando que "é preciso descansar!"
Poucos de nós percebem a real necessidade do trabalho constante, intelectual e prático, sem intervalos... infelizmente, não posso dizer que estou incluída entre eles!
Às vezes me percebo bem estagnada e preguiçosa, e fico muito triste, retomo o trabalho, mas aquele tempo passado já foi perdido!
Este ano em particular estou feliz e produtiva nestas férias: minha casa maravilhosa CE Pai Jacob dos Santos em Ribeirão Preto (SP) nunca para e nosso grupo é muito comprometido e responsável! Assim, vamos caminhando e tentando não cometer os mesmos erros tão conhecidos.
Agora, com a ajuda de vcs neste Fórum, espero perder menos tempo ainda!
Abraços fraternos a todos
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 17 de Julho de 2009, 14:50
...Assim, vamos caminhando e tentando não cometer os mesmos erros tão conhecidos.

Olá SILVIAMAGALY,

Bem vindos ao Fórum onde aprendemos todos uns com os outros!  ;)

De facto a vida é uma constante aprendizagem e o objectivo é esse mesmo caminhar e tentar não cometer os mesmos erros.

Ser melhor hoje do que se foi ontem e melhor amanhã do que se foi hoje!  :)

Abraços fraternos e ... boas férias aos companheiros!  ;)

Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Edna☼ em 19 de Julho de 2009, 22:56
...descanso de Deus no sétimo dia...

Bom dia companheiros,

Alguém poderá descodificar isto? O que se entende por Deus descansou ao sétimo dia?

Abraços.
Jorge

Olá Jorge,

Na Bíblia, em Gênesis, temos o primeiro relato da criação do céu e da terra em seis dias, e que no sétimo dia Deus descansou, depois de toda obra que fizera...

É previsto no Levítico 23, A, que "Durante seis dias se trabalhará, mas o sétimo será de repouso completo, dia de santa assembléia, no qual não fareis trabalho algum. Onde quer que habiteis, é sábado para Iahweh."

No decálogo, Moisés instituiu como lei: "que todos deveriam descansar no sétimo dia (sábado), inclusive os servos e os animais, e para quem não cumprisse a lei, a pena era o apedrejamento.

Estudando a Gênese, pela ótica espírita, entendo que estes "dias" correspondem a "períodos geológicos" para formação da terra, e o sétimo período refere-se ao assentamento da materia propiciando as condições necessárias para o início da vida em nosso planeta.

A obra mediúnica "A Caminho da Luz", de Emmanuel, psicografada por Francisco Cândido Xavier, explica de forma minuciosa, e até mesmo poética, estes períodos da criação, onde, entre tantas elucidações, menciono apenas em alguns trechos, sobre o sétimo dia :

"É o primeiro descanso das tumultuosas comoções geológicas do globo...." ;
 
"As mãos de Jesus haviam descansado, após o longo período de confusão dos elementos físicos da organização planetaria".

"...., Ele (O Divino Escultor), havia vencido todos os pavores das energias desencadeadas; com as suas legiões de trabalhadores divinos, lançou o escopro da sua misericordia sobre o bloco de matéria informe, que a Sabedoria do Pai deslocara do Sol para as suas mãos augustas e compassivas. Operou a escultura geológica do orbe terreno, talhando a escola abençoada e grandiosa, na qual o seu coração haveria de  expandir-se em amor, claridade e justiçca...."


Amigo Jorge, o que você acha ???

Abraços fraternos, ;)


Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Edna☼ em 19 de Julho de 2009, 23:08
"Para mim, Centro Espírita tinha de abrir todo dia, o dia inteiro...
Se é hospital, como dizemos, como é que pode estar de portas fechadas?!...
O Centro precisava se organizar para melhor atender os necessitados
."

(Lições de Chico Xavier)
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Victor Passos em 19 de Julho de 2009, 23:59
Ola Amiga Edna
Muita paz

  Contando que a Biblia foi escrita pelos homens, e que as traduções de aramaico, hebreu, e por ai fora tem muitas das fragilidades, temos que netender também que tal como qualquer homem , cada um tem o seu simbolismo, então repare A biblia Catolica tem 72 livros, e a Prostetante 66 livros..,.
  Mas existem conflitos enormes que não podemos levar à letra senão vejamos;
em nos deixar levar pelo fanatismo cego, que infelizmente atinge a muitos, entendemos que na Bíblia ao lado das ordenações divinas, Moisés ditou várias outras leis, umas de cunho estritamente social, enquanto outras estavam relacionadas aos rituais religiosos, mas que, para ficarem investidas de uma maior autoridade, ele deixava-as passar como tendo sido provindas do próprio Deus.

Neste estudo que ora estamos fazendo, iremos analisar todos os Dez Mandamentos e demonstraremos que até neles existe algo que não podemos em sã consciência atribuir como promanando da divindade.

Um problema que deparamos é realmente saber qual dos Dez Mandamentos estão de acordo com a Bíblia, visto a divergência que existe sobre eles entre as correntes religiosas. Por isso, iremos recorrer aos textos que constam da Bíblia para saber exatamente como eles se encontram narrados no capítulo 20 de Êxodo, versículos 2 a 13 (são repetidos em Deuteronômio 5, 6-21).

Entretanto, e para nossa maior surpresa, não é da forma que se encontram nas passagens bíblicas que as correntes religiosas no-los passam. Nota-se claramente que, em alguns casos, não são nem os mesmos termos que constam da Bíblia, apesar de sempre afirmarem que não devemos mudar em nada os Textos Sagrados. Podem alegar em sua própria defesa que o sentido é o que dizem, entretanto, podemos também argumentar que quando citamos os Dez Mandamentos devemos enumerá-los tais e quais os textos da Bíblia, já que não se trata de interpretação, mas apenas de uma citação literal.

Devemos ter em mente que um mandamento, para ser divino, deverá atender a pelo menos três requisitos básicos, quais sejam:

   1. Atemporal; que pode ser aplicado em todos os tempos, visto ser imutável;
   2. Universal; aplicação indistinta a todos os povos;
   3. Imparcial; atingir a todos da mesma maneira.

Assim, uma determinada lei que possa ir contra qualquer um desses requisitos, não será nunca uma lei proveniente de Deus, mas apenas leis feitas pelas “mãos” dos homens.

Mas para confirmar as discrePancias minha Amiga veja o que diz em Exodos;

Guardar o dia de sábado
Em Êxodo 20, 7:Lembra-te de santificar o dia do sábado. Trabalharás durante seis dias e farás todos os trabalhos, mas o sétimo dia é sábado dedicado ao Senhor teu Deus. Não farás trabalho algum, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem teu escravo, nem tua escrava, nem teu gado, nem o estrangeiro que vive em tuas cidades. Pois em seis dias o Senhor fez o céu e a terra, o mar e tudo que neles há, mas no sétimo dia descansou. Por isso o Senhor abençoou o dia do sábado e o santificou.
Ora, é comum vermos este Mandamento da seguinte forma: Guardar os domingos e festas. Vejam que além de mudarem as determinações divinas (sábado para domingo), acrescentam coisas que nem estavam lá, como é o caso das festas.
Aqui é necessário buscarmos o sentido da letra, para podermos entender esse Mandamento. Existe uma necessidade fisiológica, tanto no homem quanto nos animais, que é o descanso, de vital importância para se recomporem suas energias, caso contrário, poderão morrer de esgotamento.
A inspiração divina foi captada com certeza. Entretanto, as palavras utilizadas para registarem-na podem não trazer o sentido exato dela, pois correspondem à evolução cultural e espiritual de quem a recebeu.
Para o homem além da necessidade física, podemos também perceber uma outra de natureza religiosa, ou seja, a importância de se reservar um dia para que as pessoas pudessem se dedicar às suas atividades religiosas. Sem esse Mandamento, fatalmente iria ocorrer que, além da exploração do trabalhador, haveria grande dificuldade para que uma pessoa viesse a se aprimorar espiritualmente, já que lhe faltaria tempo para se dedicar a isso.


Muita paz

VICTOR PASSOS
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 20 de Julho de 2009, 09:47
Olá Edna,

Gostei muito da sua análise a esse assunto!

É uma análise sustentada na lógica porquanto me parece também a mim que esses dias correspondem a períodos geológicos, e confirmado pelo ilustre espírito Emmanuel no seu belo livro "A Caminho da Luz" que curiosamente estou a ler  :)

Obrigado amiga pelo seu contributo!  ;)

Abraços.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 20 de Julho de 2009, 12:21
Olá bons amigos,

Reparem como é possível valorizar as férias através da bondade espontânea de uma criança:

A minha filhita de 9 anos sabe aproveitar bem o tempo quando está em férias  :). Ela é a alegria da bicharada lá do sítio para onde vamos  :D

Depois das nossas refeições, ela recolhe os restos da comida e distribui por gatos, cães e até ... formigas  :D

É uma enorme alegria vêr a sua bondade para com os animais! Por vezes a sua bondade leva-a a abraçar cães/gatos que andam abandonados pelas ruas ...  :o
Não tem medo nenhum de doenças nem de sujidade destes animais tal é a sua bondade!

Graças a Deus ela nunca ficou doente e nem foi mordida por algum animal! Apenas alguns arranhões de algum bichano que perdeu a paciência por ser tão perseguido ...  :D

Realmente, nós adultos temos que estar atentos a esta bondade espontânea das crianças!

Agora sempre que vou de férias sou obrigado a estar atento aos animaizinhos abandonados e minimizar seus sofrimentos, graças à minha filhinha!

Obrigado Meu Deus por estes sinais!!!

Nota: Cão da foto pedindo ajuda ...

Abraços fraternos.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Edna☼ em 21 de Julho de 2009, 01:23
Olá amigo Victor,

Concordo plenamente com sua elucidação.

Vemos que, há algumas religiôes que guardam o dia de "sábado" como descanso, e outras,  o "domingo",  como você tão bem colocou.

A fé cega pode levar ao fanatismo, que produz muito mal.

É comum ver que algumas pessoas, aceitam o que está escrito sem sequer cogitar da sua veracidade.

A Doutrina Espírita, leva em conta a fé raciocinada, que esclarece a razão, não contraria a ciência, e conforta o coração.

Abraços fraternos  :)





Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: ESTER FLORA em 24 de Julho de 2009, 00:45
olá Jorge,
eu tenho uma filha de 12 anos que partilha desse amor pelos animais.
no meu caso, já tenho um cão, que foi a alegria da minha pequena e de toda a familia.
e o Jorge? já pensou em ter um animal de estimação para a sua filha?
um animal de estimação faz muito bem num lar. pena é que certas pessoas os descartem como se de lixo se trata-se.
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 24 de Julho de 2009, 10:06
olá Jorge,
eu tenho uma filha de 12 anos que partilha desse amor pelos animais.
no meu caso, já tenho um cão, que foi a alegria da minha pequena e de toda a familia.
e o Jorge? já pensou em ter um animal de estimação para a sua filha?
um animal de estimação faz muito bem num lar. pena é que certas pessoas os descartem como se de lixo se trata-se.

Olá amiga Ester,

Gostariamos imenso de ter um animal de estimação. O sonho da minha filha era ter um cão. Mas já compreendeu que se tivessemos um cão, este teria que viver enclausurado e na solidão por toda a vida.  :-\

Não seria fácil para um animal viver fechado num apartamento todo o dia!  :-\

Então, sempre que podemos convivemos com animais de outras pessoas.   :)

Há pouco tempo a minha filha reparou que um gato começou a frequentar as imediações do nosso prédio e logo quis trazê-la para casa. Brincou bastante tempo com o gato em casa mas a minha companheira começou a ter problemas de alergia :-\. Ficou com dificuldades respiratórias devido ao gato.

Ainda por cima este problema!

Bom, como já referi há sempre oportunidades de sermos amigos dos animais e nas Férias ... elas abundam!  :)

Já agora aproveito para desejar muitas felicidades à sua filhinha  ;)

Abraços.
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Nalva em 31 de Julho de 2009, 19:00
Respondi no tópico em que está "Férias"...na verdade era neste que eu deveria ter respondido...então considere a resposta pra este tópico,obrigada. ::)
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Henrique-S em 03 de Outubro de 2009, 13:32
Pai, eis que são chegados os tempos em muitos saem em decorrência do descanso de um ano de labor, Querido Pai... Tu que levas vossos filhos aos campings, às praias, aos passeios pelos mais belos lugares que criastes, peço-Te então Pai:

Lembrai-me que, antes que eu pense em mim e nos prazeres que eu possa desfrutar, eu possa pensar nos meus irmãos que sentem fome e frio, Pai!
Lembrai-me dos países onde as crianças e velhos não terão o que comer pelos próximos dois, cinco dias, Pai! E assim, lembrai-me que não preciso ir distante destas terras na qual estou para que antes do descanso eu possa auxiliar a alguns de meus irmãos...
Ensina-me Amar, ensina-me a Compaixão!

Lembrai-me Pai!
E lembrai-me de fazer tudo em silêncio, para que minha mão esquerda não saiba o que farei com a direita, pois assim farei em nome do Cristo, que Tu me deste a me guiar, Bom Pai!

E que assim sendo, Querido Pai, Senhor de nosso Senhor... Eu aprenda que minha família se estende ao Universo, e então guia-me os passos para que através do Amor, com o Amor que se emana de ti, nela eu consiga adentrar.

Ah, Pai... Mas ainda assim ajuda-me! Bem sabeis que me entrego às más tendências oriundas do Desamor: gerador da ganância, do egoísmo, do orgulho, da vaidade, dentre outros...  Ainda que eu conheça o que nos ensina o mestre ‘Vigiai vossos pensamentos, e Orai para que vos aparte daquilo que não é Amor’, ainda assim entrego-me e vejo meus irmãos, também se entregarem...
Ensina-me Amar!

Ensina-me, ensina-nos Amar, Pai! Pois que ainda que eu falasse a língua dos homens cultos e falasse a língua dos anjos, e assim sendo eu me entregasse a atos e ensinamentos enobrecedores, sem Amor, de nada valeria e, eu nada seria, Bondoso Pai!

Oh, Pai... Em mim gravastes a Lei Maior: o Amor! Guia-me Pai, ensina-me Amar!
Ensina-me Amar para que assim sendo eu não me entorpeça com os propósitos mundanos e transitórios e obscureça-me, de modo a colher dolorosos frutos por me apartar deste Amor, Pai!

Oh, Pai... Senhor de meu Senhor!
Ensina-nos a Amar!
E atingindo a sublimação que me concerne neste Orbe, recaia sob mim O Reino dos Céus e, por conseguinte, a Felicidade Sublime de Vossos Anjos, e em Teu Seio, sob teu Amor, ao retomar das férias soníferas do corpo, eu volte a trabalhar...

Ensina-nos a Amar!
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Marli de Lima Lemos em 20 de Outubro de 2009, 12:44
      Eu gostaria de saber o motivo pelo qual eu não estou conseguindo enviar novas mensagens.Há um limite de número de mensagens e eu que já enviei parece-me que três ou quatro e esse é o limite? gostaria de trabalhar em cima de família,já que estudo muito para a aula que eu dou aos sábados às mães dos Evangelizandos.Por favor me orientem.Agradece Marli.Muita paz.
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Gavi em 09 de Dezembro de 2009, 09:55
Férias Espírita! Conheço adeptos na minha pequinina urbo, e, pelo o
movimento Espírita Brasileiro afora. E Deus nosso PAI, Jesus... trabalhando
sempre!                     
Só.
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: URBIETA em 18 de Janeiro de 2010, 15:58
Olá a todos!!!
Férias, descanço...na minha mente vem logo a casa de praia dos meus pais na região dos lagos aqui no RJ!!Mas vou lhes confidenciar uma coisa...é um descanço merecido, pois apesar de eu não ter um trabalho de atividade física, me desgasta mentalmente de me faltar forças no fim do dia...Agora até nas férias podemos ser útil né? não só visitando orfanatos, asilos, trabalhando em distribuição de cestas, alimentos e etc...podemos ser útil tb na palavra, no carinho, na atenção que não conseguimos dar nem aos nossos próximos...quando temos amor no coração, não negamos um poukinho de nós para os outros!!Então, como o mundo não para, não nos deixemos engessar pelo vazio ou pelo ócio!Espalhemos por toda parte tudo de bom que há em nós e estaremos em constante movimento!!!

abraços fraternos


Urbieta.
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Gavi em 20 de Janeiro de 2010, 01:33
Veja regras no TOPO e b.sorte.
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Brigadeiro em 02 de Maio de 2010, 16:01
no centro espirita que trabalho costuma os amigo, quererem fazer casamentos formaturas, no centro. ai não concordamos e as pessoas ficam com raiva o que voces pensam disso?
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Mourarego em 02 de Maio de 2010, 17:58
Brigadeiro,
O Espiritismo não sendo uma religião, não tem do papa a bula papal que o credencia a fazer cerimonias de casamento, como não tem rituais, também não o poderia fazer.
pode contudo, ceder suas instalações para a assinatura do contrato nupcial, que se conhece como casamento no civil, mas note, é apenas um acordo de vontades, um contrato, tal como o de compra e venda de imóvel, não uma cerimônia com se vê na igreja.
Afinal, nada impede a um Espírita que se case na igreja seja para dar uma satisfação à família da noiva ou a sociedade, ou porque assim o queira.
Não há nenhum óbice a que o Espírita seja padrinho de casamento ou que faça ou cometa qualquer ato em esfera religiosa de outra crença.
Abraços,
Moura
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Brigadeiro em 03 de Maio de 2010, 15:23
Mourarego,
Espiritismo é religião, não tem nada a ver com a Igreja Católica, mas é religião, é preciso estudar o conceito de religião,  para vc chegar a uma conclusão melhor.
Quanto ao contrato de casamento feito no Centro, ou o casamento na Igreja para satisfazer a sociedade, não passa de uma hipocrisia, contrário ao que diz o livro: Aconduta Espirita, André Luiz & Chico Xavier
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Jorge em 03 de Maio de 2010, 15:36
Ahhh ...

Novamente reactivado o tema "Férias Espíritas"  :D

Já se sente a aproximação desse tão aguardado mês de férias que não significa inércia mas apenas mudança de "ares"  :D

Grande abraço,
Jorge
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: MARLI IRATI em 06 de Maio de 2010, 21:06
olá jorge...
acho que sempre pode-se fazer um rodízio entre trabalhadores, para os trabalhos da casa espírita não pararem. Pois nós necessitamos de férias, mas os espíritos não tiram férias nunca. E mesmo encarnados sempre estão precisando de atendimento. Na nossa casa revezamos com os trabalhadores.

abraço fraterno

marli
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Andrade Fonseca Sonia em 15 de Setembro de 2010, 00:49
 Férias,são  necessárias  p. o descanso do corpo físico.  Porém, não quer dizer q. vamos passar as férias dormindo, ou olhando um ponto perdido  sem ver o tempo passar.
Podemos passá-las com a família num lugar tranquilo, aproveitando a ocasião p. curtir momentos de relaxamento, fortalecendo assim o amor, que no dia a dia, vai sendo colocado de lado.  Parece infantil essa sugestão, mas quanto resgate pode ser alcançado nesse núcleo familiar.  Abraços, beijos, palavras de elogio e carinho podem ser trocados renovando  a harmonia que estava escondida, necessitando aflorar.
A espiritualidade sabe q. nosso corpo material precisa de descanso p.  renovar  suas forças.  Eles, por sua vez, vão aproveitar
p. trabalharem com espiritos encarnados e desencarnados, mais necessitados.

Sonia
Título: Re: [Estudo] Férias Espíritas
Enviado por: Kenia Fidalgo em 15 de Setembro de 2010, 13:43
Bom dia a todos,

Concordo com o amigo a cima, é necessario sempre revesar com os irmaos para que a casa nao pare nunca, miremos Chico, dormia pouquissimo, e ainda ao dormir prosseguia com seus trabalhos, miremos Jesus Cristo, incansavel que nao tira ferias de nos em hipotese alguma,
Sabemos que ainda estamos longe de sermos espiritos de tal invergadura, todavia, estamos buscando nos melhorar a cada dia, em assim sendo, sigamos tais exemplos diariamente a fim de que subamos cada vez mais os degraus da evolucao !

Sigam sempre com JESUS!