Forum Espirita

GERAL => Outros Temas => Espiritismo & Jovens => Tópico iniciado por: dOM JORGE em 24 de Janeiro de 2019, 17:11

Título: Incentive amor e respeito à natureza
Enviado por: dOM JORGE em 24 de Janeiro de 2019, 17:11
                                                              VIVA JESUS!




               Boa-tarde! queridos irmãos.




                     Incentive amor e respeito à natureza


Na natureza, nada existe sozinho. Rachel Carson


Plantar árvores, fazer horta caseira ou iniciar na jardinagem são atividades que estimulam uma boa relação da criança com a natureza e, em consequência, proporciona um aprendizado ético e afetivo na infância, enriquecendo também a convivência familiar.

Quem tem quintal em casa pode convidar a criança a plantar uma árvore ou, por falta de espaço, optar por plantinhas variadas... Ou ainda escolher, acolhendo a opinião da criança, erva ou vegetal – e que servirá como incentivo para uma alimentação mais saudável.

No dia a dia, através do contato com árvores e plantas diversas, a criança desenvolve os sentidos, adquire noções sobre o ciclo da vida, aprende sobre responsabilidade, aprende sobre as diferenças (pois há plantas que gostam de luz solar direta, há plantas de sombra etc.), assimila respeito e amor à natureza e, mais à frente, amplia essa perspectiva ética e afetiva para o exercício da própria vida e cidadania; desenvolve a paciência, virtude importante para todos nós que dependemos da vida em sociedade.

A educação transforma quando está diretamente relacionada com o cotidiano da criança. Se você der uma árvore ou uma semente para o seu filho, ele vai cuidar, porque de maneira prática entende que fazê-lo é importante.

Trabalhar com a terra só propicia coisas boas, dá vigor à relação criança-natureza e, sem dúvida, faz bem para toda a família.

Notinhas

As crianças que desde cedo são envolvidas com jardinagem e práticas de cultivo naturalmente consomem mais frutas e legumes do que as crianças que estão acostumadas a ver os alimentos prontos. Ao vivenciar no dia a dia como crescem legumes, verduras, frutas, a criança desperta interesse para hábitos alimentares mais saudáveis.

A partir dos 3 ou 4 anos a criança já tem noção de que não pode arrancar as folhas de um planta e de que é preciso regar e cuidar de uma planta, uma árvore etc., treinando noções sobre cuidado e responsabilidade.


          Eugênia Pickina









                                                                                                     PAZ, MUITA PAZ!