Forum Espirita

CONVÍVIO => Off-topic => Convívio => Tópico iniciado por: Jorge em 23 de Janeiro de 2008, 14:23

Título: Anjos e Arcanjos ... Quem foi Jesus? (1ª parte)
Enviado por: Jorge em 23 de Janeiro de 2008, 14:23
Olá amigos,

Na sequência do rumo que levou o Tópico: "O Casamento é planejado no Além ?", permitam-me que insira aqui um extracto de um livro cujo autor designo por Espírito X (para não criar descréditos logo à partida), e que muitos dos companheiros identificarão em virtude do seu estilo bastante peculiar.

Isto com certeza que é assunto que dá "pano para mangas".

Aqui vai:

...
PERGUNTA: - Afirmastes, há pouco, que o Arcanjo não poderia agir directamente no mundo físico, mas sim por intermédio de um Messias, como o foi Jesus. É isso mesmo?
ESPÍRITO X: - Jesus manifestou-se fisicamente no vosso orbe há dois milénios, porque ainda podia mentalizar e construir os seus veículos intermediários nas energias adjacentes à matéria.
Ele é ainda um Espírito capaz de ter contacto com a carne, embora sob extrema dificuldade e sofrimento, como ocorreu na sua última descida sacrificial. No entanto, o Cristo Terráqueo, ou seja o Arcanjo Planetário da Terra, é potencial vibratório de tão alta "voltagem sideral", que não conseguirá aglutinar de nenhum modo as energias inferiores, e situar-se na figura diminuta do corpo físico, para comandar directamente um cérebro humano. A sua vibração altíssima não conseguiria o descenso vibratório para alcançar a forma letárgica da matéria! E, mesmo se supondo que assim pudesse agir, o seu Espírito lembraria o exemplo que já vos demos, da carga fulminante de 50.000 volts, quando projectada directamente da usina sobre um minúsculo aparelho de 110 volts.

PERGUNTA:. - Então, por que motivo a tradição, e mesmo os evangelhos, afirmam que Jesus era o próprio Cristo?
ESPÍRITO X: - Realmente, Jesus foi o revelador do Cristo, o mais credenciado e Sublime Intermediário do Amor Absoluto no vosso mundo. Pela sua Consciência Espiritual, fluiu e se fixou vigorosamente nas sombras terráqueas a Luz Crística, aflorando então à superfície da Terra e tornando-se o "Caminho, a Verdade e a Vida".
Quando o Mestre afirmou "Eu e meu Pai somos um" e "Ninguém vai ao Pai senão por mim", era o Cristo Planetário que actuava e transmitia o seu Pensamento directivo por intermédio do seu divino Médium Jesus, corporificado no plano físico. O Ungido, o Escolhido ou o Eleito para materializar o Verbo em vocábulos ou ideias acessíveis à mente humana, sob a égide do Arcanjo Planetário e criador da Terra, foi realmente aquele sublime Homem-Luz, retratado na figura angélica de Jesus de Nazaré, o
doce filho de Maria.

PERGUNTA: -O Cristo da Terra só se revelou, espiritualmente, mais acessível à vida humana, através de Jesus?
ESPÍRITO X: -O Cristo Planetário tem-se manifestado gradativamente em direcção à superfície tangível do vosso mundo, através de todos os missionários anteriormente reencarnados como instrutores e líderes espirituais, desde os tempos imemoriais. Alguns deles puderam acentuar a vibração Crística mais intensamente, na substância física; outros o fizeram de modo mais singelo.
Embora Hermes, Krisna e Buda, destacassem nas suas divinas missões, foi Jesus o revelador inconfundível e a consciência directora de todos os seus precursores.

PERGUNTA: -Por que motivo diz o Gênesis que o Criador "soprou" a vida, em lugar de dizer que os mundos se fizeram sob a orientação dos prepostos siderais de Deus?
ESPÍRITO X: -O "Gênesis" é um livro que contém o máximo acessível ao entendimento humano na época de Moisés; no entanto, sob as suas inúmeras descrições simbólicas escondem-se grandes verdades. O sopro criador representa o potencial transmitido por Deus aos seus Arcanjos, os quais revelam na matéria o Pensamento Origina~ Divino. Eles representam, na realidade, "sopros" de energias cósmicas do Espírito Onipotente: não um enfeixamento de ar, mas um enfeixamento de luz, um fluxo de vida, um
hálito criador, que plasma a Vontade Superior na substância virgem do Cosmo. O "sopro" divino é de Deus, mas não é Deus; quando Deus "soprou" a vida nos mundos, deu alento aos seus prepostos siderais, como Espíritos Construtores dos Mundos e que estão mais perto do Foco Central Gerador da Energia da Vida!
Os Arcanjos vos unem a toda a Criação; significam elos vivos, e ligam-vos também à Mente Divina; constituem a imensurável escadaria da ascensão eterna; são os degraus que também tereis que galgar para vos transformardes em exuberantes condensadores da Luz do Senhor dos Mundos.
...

Saudações espíritas.
Jorge