Forum Espirita

GERAL => O que é o espiritismo => Comunicabilidade dos Espíritos => Tópico iniciado por: rfaria29 em 30 de Novembro de 2009, 17:56

Título: Psicografia no Lar
Enviado por: rfaria29 em 30 de Novembro de 2009, 17:56
Prezados companheiros de ideal espírita,


Neste tópico gostaria de estar coletando dos prezados amigos opiniões fundamentadas na nossa amada Doutrina dos Espíritos sobre a mediunidade de psicografia no lar.

Quais o prós e contras bem como exemplos do dia a dia dos irmãos que aceitaram a tarefa da psicografia no sacrossanto recesso do lar.

Gostaria também de saber daqueles que são adeptos se possuem um local específico para esta tarefa.

Att,
Reinaldo.
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: C.B.D em 16 de Dezembro de 2009, 10:07
Oi...moro do interior de Santa Catarina, em um município bem pequeno...aqui não existe centro nem grupos de estudos. Com isso me vi obrigada a estudar e desenvolver em casa. Fiquei sabendo que era medium de psicografia através de um amigo que é adepto da umbanda. Comecei a estudar e desenvolver ao mesmo tempo. Meu caso até foi meio estranho, pois comecei a escrever já na primeira vez que tentei e em pouco tempo conseguia escrever frases inteiras, mas mantinha contato com espíritos de baixa vibração que tinha como objetivo me fascinar. Mas como comecei a estudar junto com o desenvolvimento acabei superando a fascinação...depois meu guia assumiu e agora faço exercícios...estranho né?...mas acredito que ele não converse comigo pq ainda não chegou a hora e admito não estou preparada. E que meu primeiro contato com os espíritos sofredores foi minha primeira lição. Se quiser dar sua opinião sobre meu caso eu aceito..rsrs...já que busco pessoas para trocar opinião e experiências.
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: Diegas em 16 de Dezembro de 2009, 11:21
'...estranho né?...'

Olá, Lucimara0707


Não percebi nada de estranho nesse seu desenvolvimento mediúnico. Há pessoas que acreditam que os primeiros passos da mediunidade dá-se em contato com os maiorais da Espiritualidade. Mas não é bem assim que funciona.

Por acaso, é o engenheiro que faz o projeto ou o servente de uma obra civil ? Pense que a mediunidade é uma obra a ser executada, e que demanda tempo e responsabilidade para que se construa.

Imagine o quanto se torna incompreensível um servente vir assumir o papel que compete ao engenheiro, e vice-versa: o servente ficar responsavel pelos calculos estruturais e a supervisão; e o engenheiro tendo de colocar a mão no serviço básico, mas pesado e ingrato de preparar a 'massa', carregar a alvenaria e alinhar o fio de prumo.

Queremos sempre estar proximo dos amigos, mas Jesus ensinou que devemos também amar os nossos inimigos (os que houver).

Então, temos de ser gratos a esses irmãos desencarnados. Cumpre-se a lei de amor nessa troca e reciprocidade: no desenvolvimento mediúnico eles nos ajudam e nós os ajudamos a se esclarecerem.



Abç
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: rfaria29 em 16 de Dezembro de 2009, 11:35
Prezada Lucimara,

Que a paz de Jesus possa habitar em nossos corações.

Primeiramente agradeço pela sua resposta bem como esclarecimento.

O meu caso foi um pouco diferente do seu.

Antes de me mudar para o interior de Minas Gerais morava em Belo Horizonte onde já era adepto da Doutrina dos Espíritos, lá fazia parte de uma casa espírita onde atuava como tarefeiro da Campanha do Quilo bem como aplicava passes nas reuniões públicas de Quinta-Feira.

Após morar em Belo Horizonte por 13 anos fui transferido para uma cidade do interior de Minas Gerais. Aqui, ao contrário da cidade que a prezada amiga reside possui algumas casas espíritas, contudo posso dizer que existe muito personalismo, deturpando quase que completamente a nossa amada Doutrina dos Espíritos.

A psicografia manifestou-se em mim pela primeira vez durante o Culto do Evangelho no Lar, senti meu braço muito pesado e uma vontade muito grande de escrever. Como eu já estava
atuando como médium de psicofonia ha mais ou menos 3 anos as entidades que vieram se comunicar já não eram infelizes. Recebi algumas mensagens de cunho evangélico e todas sem exceção eram direcionadas de modo geral e não somente para uma determinada pessoa.

Após determinado tempo senti muito forte a presença do espírito de Joseph Gleber, que na atual encarnação é o meu mentor, ou seja, responsável por conduzir a minha mediunidade. Recebo deste prezado e querido amigo muitas orientações de como devo me proceder, mas infelizmente erro muito, ficando minha mediunidade de psicografia um pouco estagnada.

Gostaria muito de compartilhar experiências com a prezada amiga e já que colocou-se à disposição para tal mister, apresento-lhe algumas perguntas:

1) Quais são as sensações que sente quando esta psicografando???
2) Que tipo de mensagens são oriundas das psicografias???
3) Como identifica o seu guia???

Saúde e Paz,
Ronaldo.
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: *Paulinha* em 16 de Dezembro de 2009, 11:47
Oi amigos,

PAZ.

A mediunidade é um compromisso Divino que deve ser levado a sério através de muito estudo, comprometimento e trabalho.

Que a espiritualidade maior possa ajudar a todos que trazem ao plano físico essa missão de amor e entrega.

Apenas recomendo prudência com o desenvolvimento da mediunidade em nosso reduto doméstico. O mais correto, penso eu, é que a mediunidade posa ser desenvolvidada e trabalhada em algum espaço espírita sério onde possamos aprender a desenvolvê-la de maneira correta.

Mas no caso da impossibilidade de se encontrar esse espaço onde moramos, penso que atrvés de muito estudo e esforço, e claro, sempre em oração, solicitando o constante apoio de nossos guias e mentores não seremos desamparados no desenvolvimento do trabalho em nosso lar.

Um forte abraço a todos.

*Paulinha*
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: C.B.D em 16 de Dezembro de 2009, 12:13
1) Quais são as sensações que sente quando esta psicografando???
Sou definitivamente uma aprendiz bem muito inesperiente. Estou estudando e desenvolvendo a mais ou menos seis meses. E ao que tudo indica, sou medium de psicografia mecânica já que nem faço idéia do que está sendo escrito, pelo menos até agora, não sei se com o tempo vai mudar, mas o pouco que psicografei foi assim. Só sinto meu braço ser magnetizado parcialmente ... tenho um grande defeito que percebi, não consigo manter minha mente focada na psicografia...fico viajando e pensando em muitas coisas ao mesmo tempo que não tem nada  a ver com o que estou fazendo, misturo assunto diversos ao momento...entendeu? Gostaria de dicas de como devo proceder durante o contato, que conduta devo ter.  
2) Que tipo de mensagens são oriundas das psicografias???
Como havia comentado anteriormente, só recebi mensagens durante o tempo que estava mantendo contato com os espíritos sofredores de fascinação...após meu guia assumiu e está só fazendo exercícios para eu soltar meu braço e acredito que ele ainda não tenha escrito nada pois sou muito leiga, encontro-me em estudo e poderia me prejudicar de certa forma se começasse agora, até eu acho isso. Quanto mais estudo mais tenho certeza que não estou preparada. As vezes perco a paciência reclamo um pouco, mas volto atrás.
3) Como identifica o seu guia???
Percebi que ele havia tomado o controle, depois que eu li que muitos ficam tempo exercitando a escrita e fazendo verdadeiros malabarismos até começarem realmente a enviar mensagens.
Tenho enorme curiosidade em saber seu nome e que caminho devo seguir. Gostaria de receber instruções para melhor aproveitar minha mediunidade.
Quando estava mantendo contato com os espíritos sofredores uma vez eles me falaram que havia um anjo(que concluir ser meu guia) que selecionava quem deveria falar comigo, ai perguntei pq ele não falava comigo e ele por meio do espírito sofredor disse: Pq Deus não permite. Com isso deduzi que não havia chegado a hora. Tbm perguntei pq ele deixava eles fazerem aquilo (tentar me fascinar). A resposta foi a seguinte. Para virtude do bem contra o mau.

E vc com foi seu desenvolvimento até agora? Teria alguma diga ou conselho para me dar?

Obrigada pela oportunidade de trocar experiências!!!

 
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: C.B.D em 16 de Dezembro de 2009, 12:44
'...estranho né?...'

Olá, Lucimara0707


Não percebi nada de estranho nesse seu desenvolvimento mediúnico. Há pessoas que acreditam que os primeiros passos da mediunidade dá-se em contato com os maiorais da Espiritualidade. Mas não é bem assim que funciona.

Por acaso, é o engenheiro que faz o projeto ou o servente de uma obra civil ? Pense que a mediunidade é uma obra a ser executada, e que demanda tempo e responsabilidade para que se construa.

Imagine o quanto se torna incompreensível um servente vir assumir o papel que compete ao engenheiro, e vice-versa: o servente ficar responsavel pelos calculos estruturais e a supervisão; e o engenheiro tendo de colocar a mão no serviço básico, mas pesado e ingrato de preparar a 'massa', carregar a alvenaria e alinhar o fio de prumo.

Queremos sempre estar proximo dos amigos, mas Jesus ensinou que devemos também amar os nossos inimigos (os que houver).

Então, temos de ser gratos a esses irmãos desencarnados. Cumpre-se a lei de amor nessa troca e reciprocidade: no desenvolvimento mediúnico eles nos ajudam e nós os ajudamos a se esclarecerem.



Abç

Na verdade quando disse estranho não estava falando do fato de ter contato com espíritos sofredor primeiro, pois acredito que o desenvolvimento se de de baixo para cima, esse fato achei muito natural. Até concordo que não seria bom pra mim manter contato com entidades  de nível avançado pois isso me prejudicaria, tenho muito a firmar em nível moral para quem sabe um dia isso vir a acontecer...Se isso tivesse ocorrido com a minha falta de experiência e estudo, talvez despertaria um certo orgulho... prefiro subir degrau por degrau até onde me for permitido por conduta moral. O que achei estranho foi primeiro escrever frases inteiras e depois regredir a exercícios de escrita.

Obrigada pela atenção!
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: Clarissa13 em 17 de Dezembro de 2009, 18:25
Tambem tenho muitas duvidas sobre isso. Acho interessante saber das experiencias de cada um.

Sobre minha experiencia.

1) Quais são as sensações que sente quando esta psicografando???
Nao sei se psicografo, mas comecei a sentir vontade de escrever, mas tenho consciencia de tudo que escrevo, vem na minha mente.  Mas nao consigo saber quem me passa, nao vejo ninguem, e nao sinto nada diferente no meu braco, simplesmente vem na minha mente a mensagem.

2) Que tipo de mensagens são oriundas das psicografias???
Sao mensagens gerais, muito bonitas e com conteudo espirita. Mensagens de otimismo ou recentemente quando faco o evangelho no lar e a mensagem  é sobre o tema que acabamos de discutir.

3) Como identifica o seu guia???
Nao identifico..sei que tenho um, mas nunca o vi.
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: Mourarego em 17 de Dezembro de 2009, 18:55
Maninha Clarissa,
Muitos psicografam desde novinhos. contudo isso não é muito comum.
Para tentar compreender o que se passa, se é ou não psicografia, verifique bem a mensagem recebida, veja se a idéia corresponde em tudo a seu pensamento sobre o tema. se corresponder é apenas a sua visão intelectiva. Outra forma de se ver é quanto à mensagem em si, verificando-se os termos utilizados, a forma de encadear o assunto, o conhecimento ali demonstrado;
Esta última forma demonstra também a natureza e classe do Espírito que está a ditar.
Muitos médiuns e aprendizes gostam de corrigir as palavras, quando estas apresentem erros de grafia mas isso é plenamente descartável e o médium não pode estar a se policiar no momento que recebe a mensagem.
Depois sim, a leitura atenta e as regras de gramática etc devam ser elemento de pesquisa.
quanto ao conhecimento do Espírito isso é quase uma incógnita pois pode um Espírito estar a serviço daquele que assina a mensagem sem ser o mesmo. Este estará contando com a anuência daquele que não pode estar ali em virtude de outra atividade.
eu só fui saber o nome do Espírito que me é guardião anos após estar com ele muitas vezes.
Dele gravei e reconheço a vibração e os outros quesitos acima, mas sempre pergunto o clássico: Quem está ai?
Estas as linhas gerais.
abração,
Moura
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: C.B.D em 18 de Dezembro de 2009, 14:15

Nao sei se psicografo, mas comecei a sentir vontade de escrever, mas tenho consciencia de tudo que escrevo, vem na minha mente.  Mas nao consigo saber quem me passa, nao vejo ninguem, e nao sinto nada diferente no meu braco, simplesmente vem na minha mente a mensagem.


Clarissa, talvez aqui vc encontre algo que lhe ajude.
http://www.espirito.org.br/portal/palestras/irc-espiritismo/palestras-virtuais/pv090499.html (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5lc3Bpcml0by5vcmcuYnIvcG9ydGFsL3BhbGVzdHJhcy9pcmMtZXNwaXJpdGlzbW8vcGFsZXN0cmFzLXZpcnR1YWlzL3B2MDkwNDk5Lmh0bWw=)

Paz...
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: C.B.D em 07 de Janeiro de 2010, 13:44
Quando comecei a psicografar meus primeiros contato foram com os espíritos sofredores. Que vieram me pedir ajuda (oração) e com uma história bem absurda ao meu respeito. Rezei, rezei e assumiu outra entidade que passou a fazer exercícios que duraram alguns meses. Ontém quando finalmente ele consegue falar comigo ainda com muita dificuldade ele me diz que seu nome é (Viesretese) e me vem com a mesma história ao meu respeito. O que eu faço? Pois as chances do que ele diz ser verdade são muito pequenas. Devo continuar desenvolvendo minha mediunidade ou desisto de tentar fazer isso sozinha
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: Mourarego em 07 de Janeiro de 2010, 17:14
Na verdade amiga Mara, os espíritos não eram sofredores mas sim brincalhões.
sofredores, quando nos procuram e o fazem apenas se nos sentem copm possivel chance de ajuda-los, apenas pedem e mesmo a estes devemos ter cuiddo para que não seja estabelecido nenhum vínculo.
Procure conhecer bem a doutrina antes de fazer qualquer tentativa de ajuda que não seja por meio de preces.
abraços,
Moura
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: C.B.D em 07 de Janeiro de 2010, 19:27
Não tenho a menor condição de ajudar de outra forma.
Como se formam os vínculos?
Acho que esse que esta  comigo fazendo os rabiscos, tbm é um brincalhão e quando quer escrever alguém o impede. Pois ele tem força suficiente pra isso mas não consegue. Como faço pra assumir o controle?
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: Mourarego em 08 de Janeiro de 2010, 21:54
Os vínculos se forma de várias maneiras, amiga Mara.
Uns se afivelam na solidão em que se encontra o médium; outros na confiança excessiva no que pensa saber ou no que pensa que o Espírito seja e por ai vai.
por isso kardec quando encimado pelos Espíritos disse que pode o médium trabalhar (evocar) a qualquer classe de Espíritos, salientou este escolho.
Abraços,
Moura
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: Clarissa13 em 28 de Maio de 2010, 03:38
Olá amigos, passados alguns meses da minha participação neste tópico e um início de psicografia, que não sabia ao certo o que era, agora compreendi um pouquinho mais. Continuo escrevendo mensagens, cada vez conteúdos maiores e agora as vezes consigo saber o nome do ser que me passou a mensagem, as vezes consigo ver rapidamente. Acho que é questão de estudar e treinar, como tudo na vida.
Ainda não recebi nenhuma mensagem de sofredores, como alguns relatam aqui. Pelo que entendi recebo mensagens de um grupo de espirítos que estão sempre com minha família ajudando.
Mas agora fico a pensar o que faço com estas mensagens, devo divulgar para outras pessoas? Eu costumo apenas mostrar para alguns familiares que são espíritas, mas de certa forma acho egoismo ficar guardando isso para poucas pessoas, o que vcs acham disso?

Achei interessante o que nosso amigo comentou sobre querermos na hora corrigir erros gramaticais. Eu costumo escrever rápido e depois quando passo a limpo corrigo algumas coisas que não fazem sentido, mas sem uma mudança de sentido. Tb fico pensando se a mensagem que não é percebida na hora que o espírito passa se perde, ou podemos conseguir escrevê-la depois de alguns tempo?

abraço
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: Mourarego em 28 de Maio de 2010, 20:00
Maninha Clarissa, não tens de receber mensagens de sofredores, aliás no mais das vezes eles nem estão em condição de ditarem nada a não ser com a ajuda de outro Espírito.
A s qualidades mediúnicas têm duplo papel, apresentar-nos ao mundo dos Espíritos e deles trazer informações em forma de ensinos, pelo que eles nos passem por suas opiniões pessoais.

Abraços,
Moura
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: ANA CLAUDIA N. DA SILVA em 27 de Agosto de 2010, 19:08
querida amiga tambem estou começando na psicografia  intuitiva  :D :Dsó que ela esta vindo durante o meu trabalho na desobsessão, isto é normal? posso receber espiritos de bem ou só os que precisão de ajuda por eu estar na desobsessão. estou lendo bastante mais as dúvidas saõ muito frequentes pois temos medo de estarmos somente com espiritos misticos e não perceber!! me deem algum conselho ficarei muito feliz?? atenciosamente ana claudia.
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: beatriz helena em 22 de Setembro de 2010, 23:50
olá,
Gostaria de saber se há na cidade de Joinville em Santa Catarina alguma pessoa ou centro que psicográfa.Eu preciso muito.

   Obrigada
        Atenciosamente Beatriz Helena.
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: nathaliaprangel em 21 de Outubro de 2010, 05:28
Olá

Sou nova nesse mundo de medinunidade, ja havia tido sonhos, mas nunca escrito cartas até então. Nunca frequentei nenhuma casa com frequencia, as vezes eu ia com a minha mãe, mas achava uma chatisse e não dava muita importancia.

Tenho 18 anos, comecei a ter sonhos que me deixaram com mal estar o dia todo, e que costumavam acontecer, encarei como algo natural em minha vida, mas esses tempos estava sozinha em casa peguei papel e caneta e escrevi simplismente,não pensava no que estava escrevendo, só escrevia, estava inconciente e meu único pensamento na hora era "meu deus estou louca, não consigo parar de escrever. preciso parar ja!" Mas eu não me obedecia! Psicografei uma carta linda, dizendo ser um espirito de total luz com direito a assinatura e tudo mais. Foi minha primeira vez, depois disso nunca mais escrevi, mas pretendo estudar e escrever muito mais e ajudar quem precisar de mim. Sou nova e sei tenho muito a aprender e ajudar.

Me mandem e-mails: nathi_rangel16@hotmail.com
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: Elfany em 17 de Novembro de 2010, 19:29
Prezados,

    Uma noite me deu uma vontade de escrever alguma coisa, então, peguei um caderno e lapis e comecei a escrever, porém não tinha controle das minhas mãos e ao mesmo tempo que ia escrevendo sem saber o que, ouvia a voz de um homem que nem sei quem poderia ser e qual o seu nome.   tinha algumas mensagens, porém não tive coragem de entregá-las... não consigo acreditar que possa fazer algum sentido.
    Procurei uma casa espirita, o Ramatis onde atualmente aprendo a doutrina espirita atravás do estudo do Evangelho, Livro dos espiritos e outros.
    Sinto vontade de escrever, mas estou um pouco assustada com a situação.
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: Mourarego em 18 de Novembro de 2010, 19:11
 Ramatis, embora siga as determinações deste Espírito e não as codificadas, é um CE Sério que tem um bom curso de mediunidade, amiga elfany.
Se lhe aprover faça este curso.
Assim poderá entender melhor.
abraços,
Moura
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: gieufrasino em 19 de Fevereiro de 2012, 13:38
Olá Caro amigos!!! ;D
Bom... é meu primeiro post aqui no fórum.
Recentemente aconteceu um episódio no qual é tudo muito novo para mim.
Eu estava em um momento de silêncio e concentração enquanto desenhava e de repente uma entidade veio falar comigo. O estranho era os termos da conversa, mudança, órbita, transformando, planetário, nomes estranhos. De qualquer forma eu fiquei confusa, pois em alguns momentos era interrompido pelos meus pensamentos e eu duvidava da veracidade da conversa (duvidando se era eu ou a entidade).
Na verdade era uma mensagem para ser registrada, então pedi se ele poderia me ajudar a psicografar, deixando claro que eu nunca psicografei, aí vem a dificuldade de  como fazer algo sem nunca ter sido orientada.
Creio eu que foi uma psicografia semi-mecanica, a primeira palavra foi "mundo", a qual  saiu extremamente tremida, tentamos começar o texto várias vezes, pois eu me perdia na concentração e em alguns momentos eu não conseguia deixar minhas mãos leve.
O fato é, esse espiríto teve muuuuuuuuita paciência comigo, ao fim de tudo consegui poucas palavras, mas aí vem o mais estranho, as palavras não são conhecidas, há a possibilidade dele usar termos e palavras do plano espiritual, a qual nós não tenhamos conhecimento?
Pode ser um espírito charlatão?
Ah, eu perguntei o nome dele, e de forma mecânica, nós escrevemos. Ele deixou claro que tem coisas a me passar e que iremos fazer esse texto juntos e que irá me acompanhar por um tempo.

Se alguém puder dar atenção as minha dúvidas, eu agradeço!  :D
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: Mourarego em 19 de Fevereiro de 2012, 15:35
Amiga Gieu,
a pergunta só pode lhe trazer hipóteses como resposta.
Sim pode ser um Espírito brincalhão, e mesmo um mau Espírito.
Contudo pode não ser, mas ainda assim pode estar na categoria de um pseudo-sábio.
Este o perigo da psicografia em casa quando não se tenha ainda um positivo conhecimento da doutrina.
Notem que eu não digo para que não se psicografe em casa, digo sim que se deva antes conhecer pelo menos, mas bem, o básico.
Eu, sempre que noto a proximidade de Hermes, pergunto a ele se tem algo para me dizer, mesmo em casa.
Há horas, também em que ele se apresenta e estando eu em outra atividade peço-lhe para que espere. (aliás nem sempre sou tão educado) hehehe
Abraços,
Moura
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: gieufrasino em 21 de Fevereiro de 2012, 11:37
Um belíssimo dia a todos!!!  8)
Eu novamente aqui, ontem eu fiz o evangelho no meu lar antes de começar a desenhar novamente. Assim que dei os primeiros traços do meu desenho, logo vi que não estava sozinha..rs
Dessa vez, tentei ter uma conversa o mais séria possível, deixando claro que não queria ser enganada e se o interesse dessa entidade era brincar comigo, que fosse procurar outro, eu não desejo esse contato. Ele ficou... não digo bravo... mais foi direto a ponto, sem enrolar, deixando claro que tinha muito a me ensinar, já que eu estava com preguiça de procurar ajuda fora de casa  :o.
Fomos a parte da psicografia, ele escreveu duas frases do qual o assunto é extremamente íntimo. E depois voltamos de onde tínhamos parado a uns 3 dias atrás, detalhe, ele fez eu escrever a mesma palavra 50vezes e a palavra nem existe, pelo menos não aqui nesse mundo. Eu fiquei brava, dizendo que não ia continuar, voltei ao meu desenho e adivinha quem assumiu o desenho? Ele!
Ele pintou de um jeito que eu jamais pintaria, deixou o desenho com uma cara que não é minha...rsrs e também colocou o nome dele.
depois, voltamos a escrita, pensei que íamos fazer um texto, ele pegou outra palavra da qual também não existe e escrevemos a mesma diversas vezes.
Ele disse que eu preciso muito disso.
Isso é considerado um exercício de psicografia? escrever várias vezes a mesma palavra.
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: Mourarego em 21 de Fevereiro de 2012, 13:11
Gieu, um conselho,abandone esse tipo de conversas com este Espírito.
1. nenhum bom Espírito pede para que se repita tantas vezes uma palavra que nem exista;
2. nenhum Espírito elevado lhe vem, de começo falar em temas "tão íntimos".
3. A missão dos Espíritos protetores, dos bons espíritos ou anjos da guarda, é a de instruir sobre tudo que lhe possa facilitar a conquista de melhor moral e assim adiantar-se na parte da ascensão do Espírito.
Abraços,
Moura
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: gieufrasino em 23 de Fevereiro de 2012, 17:00
Caro Moura!
Obrigada a atenção de sempre  :)
Eu quero muito frequentar um centro, na minha cidade só tem 2 e os horários não se encaixam no meu, pois trabalho e estudo a noite, ou seja, se eu tenho o verdadeiro interesse, o estudo tem que ser com as ferramentas disponíveis (internet, amigos daqui e do plano astral).
O caso da psicografia aconteceu por acaso, eu não esperava.
O fato é, que quando eu estava quase dormindo, aliás de repente eu dormi..rs Veio a minha mentora (é um pouco bagunçado, me lembro de partes) ela me levou em uma escola (escola dos meninos... não lembro o restante) e lá ela me colocou sentada em frente uma mesa e disse você irá treinar... eu lembro que eu escrevia em uma folha, só me recordo disso!
Desculpa a teimosia, mas meu caso não é mera curiosidade... Eu tenho uma leve noção do que isso pode me causar se eu me envolver com algum tipo errado. Eu freqüentei uma casa apométrica por um tempo, tanto que fiz curso de apometria e lá eu consegui a psicofonia.
O fato é que fiz minha prece, fiz uma preparação ao ambiente e pedi ao meu anjo (mentora) para me acompanhar em todo meu processo de aprendizagem.
Pintamos lindamente e depois fizemos exercícios para soltar a mão, triangulos, letras e frases pequenas.

Desculpa te importunar meu querido Moura, mas necessito de uma segunda opinião ao meu caso.

Abraço  :D
Título: Re: Psicografia no Lar
Enviado por: Mourarego em 23 de Fevereiro de 2012, 17:11
Maninha Geu,
a Apometria não é uma praxis Espírita, logo, dela não posso comentar.
Já esta conquista da psicografia, a Apometria não a teria feita conquistar já que se a amiga não Tivesse esta qualidade medianímica, ninguém poderia lhe dar.
Mantenha-se sempre no estudo das obras básicas maninha, senão poderá incorporar coisas que estão mais distantes da doutrina e que lhe serão de trabalho árduo a se separar delas.
Abraços,
Moura