Forum Espirita

GERAL => O que é o espiritismo => Comunicabilidade dos Espíritos => Tópico iniciado por: RUI FERNANDES MORGADO em 03 de Agosto de 2009, 03:51

Título: OS ÚLTIMOS MOMENTOS DE AIRTON SENNA
Enviado por: RUI FERNANDES MORGADO em 03 de Agosto de 2009, 03:51
PARTE DE MENSAGEM DE AIRTON SENNA, RECEBIDA POR UM MÉDIUM DO GRUPO D. BOSCO DA COMUNHÃO ESPÍRITA DE BRASÍLIA.

Não escutando a voz da minha consciência, deixando-me levar pela euforia do meu instinto, antecipei, em 01 de maio de 1994, o meu retorno ao mundo dos espíritos.

Não culpo outros. Várias foram às vezes em que fui alertado na minha trajetória, nas pistas de competição automobilística, principalmente nos últimos tempos.

Simples pensamentos, que me falavam constantemente para abandonar as corridas até a falta de velocidade, e eu achando que era defeito do carro, o que na verdade não era. A falta de coragem em correr mais, às vezes deixava-me sem entender tal comportamento.

A falta de rendimento deixava-me muitas vezes irritado, tinha os meus compromissos, tinha um contrato, um público. Tinha coragem sim.

Não, não poderia aceitar um fracasso. Não era muito, bastava apertar um pouco mais o acelerador e ganhar mais velocidade.

A cada dia que passava, cobrava mais o meu rendimento. Não respeitei o meu limite, achava muito pouco, não dei ouvidos a minha consciência, chamando e alertando para o momento de parar. Somente agora, neste momento, percebo a realidade.

A fortuna bem cedo chegou a minha porta como prometida. Era o momento de parar e seguir outro caminho já traçado e planejado por mim e meus preparadores espirituais no plano espiritual.

Menos perigoso, mas com muitos compromissos com esta grande e rica nação, que sofre por ser berço de tantos irmãos em provas que aqui aportam, vindo de outras velhas e sofridas nações a quem tanto mal causaram.

Vozes outras, como disse anteriormente, chamavam-me para esses compromissos, mas fiz-me de surdo e cego para o alerta que recebia a todo instante.

Sem dúvida, foi a vaidade interior que falou mais alto dentro de mim. Foi o meu orgulho. Sair
em busca de uma velocidade maior, querendo mais, uma coisa que não estava mais em meu alcance, mas que eu queria a todo preço. Este foi o meu erro.

Por várias vezes, eu e Frank Williams, discutimos reservadamente sobre o meu limite de velocidade. Percebia a minha falta de rendimento para correr mais, facilitando assim outras escuderias a subirem ao podium, o que me deixava sem ponto neste campeonato.

Isto me chateava, e últimamente sentia uma certa frustração, não vendo um resultado satisfatório que fizesse jus ao meu contrato com a Williams.

O Sr. Frank me dizia que temia eu não conseguir acompanhar a potência do motor do novo carro, tão bem preparado para mim, temendo chegar ao final da temporada com um baixo resultado.

A voz da minha consciência falava mais forte dentro de mim, alertando-me para o perigo que bem próximo estava.

O acidente do Rubinho, a morte do companheiro da Áustria, foram, sem dúvida, um forte aviso. Senti um abalo terrível, senti uma agonia muito grande, era tudo muito estranho.

Lutei, debati, denunciei. Mas não parei, não voltei atrás, não voltaria, nunca voltei. Provaria com a minha coragem, à minha equipe, que nós éramos os melhores. Provaria era só esperar.

Frank cobrou-me um resultado positivo, pois o meu contrato estava ficando ameaçado. Preocupado e pensativo fui para o Box onde estava meu carro, fiquei apoiado pensando por alguns segundos, quando veio à memória, como num filme, tudo quanto já tinha conquistado.

Se eu quizesse, poderia naquele momento, jogar tudo para o alto e desfazer o contrato, mesmo com grandes prejuízos.

Tive a vontade de voltar e dizer à ele que naquelas atuais circunstâncias não poderia correr e, assim deixaria a equipe naquele momento. Seria o certo? Apoiado ainda no carro em estado de meditação relembrei, não sei porquê, de minha família.

De novo no Grid, motores roncando, passa-se algum tempo, nova largada é dada, os motores roncam mais forte, tomo o meu lugar, disparamos veloz.

Passados alguns momentos algo estranho domina-me. Ouvia a voz de Frank Williams ao meu lado dizendo-me: corra! Corra! Homem! Este é o momento!... Não, não poderia ser verdade, além de ouvir a sua voz, ele estava alí ao meu lado. Como poderia? Estava sentado junto de mim! Eu estava ficando louco?...

Olho no retrovisor para certificar do que estava acontecendo ao meu redor. Não vejo os companheiros retardatários e sim a imagem fixa dos cavalos correndo em alta velocidade, como querendo alcançar-me.

Volto a olhar para a frente, também não vejo nada familiar, só uma grande reta. De repente, um silencio me invade, só um estrondo percebo. Olho para ambos os lados, estou só. Olho no retrovisor, não vejo mais ninguém, nem cavalos nem bigas...

Falou-me a voz, a voz da minha consciência, agora mais do que nunca viva, frente a frente, sem esperar para a depois cobrança dos meus atos.

Era como um porteiro de teatro a só deixar passar para o outro lado quando da apresentação do ingresso. Assim estava me sentindo e ouvindo a sua quase sentença.

A reta continuava sem fim, sentia-me sonolento, não ouvia mais a voz, fui sentindo um adormecimento. Uma voz foi acalentando-me, tudo foi se tornando em um silêncio profundo.
Queria falar, mas não tinha forças, estava anestesiado. Só ouvia agora um canto suave...
dormi...

AIRTON SENNA


Fonte: Internet

Rui Fernandes Morgado
Santo André-SP

                                                 

Título: Re: OS ÚLTIMOS MOMENTOS DE AIRTON SENNA
Enviado por: Ramon em 03 de Agosto de 2009, 04:47

Suicídio ou aborto fora da familia é mais fácil de comentar, principalmente o das celebridades.
 
Jaime Ballalai, em Pensando e Repensando, após passar pelo perigo da "velocidade do câncer"

http://pensandoerepassando.blogspot.com/2009/03/dois-temas-evitados-aborto-e-suicidio.html (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3BlbnNhbmRvZXJlcGFzc2FuZG8uYmxvZ3Nwb3QuY29tLzIwMDkvMDMvZG9pcy10ZW1hcy1ldml0YWRvcy1hYm9ydG8tZS1zdWljaWRpby5odG1s)

Inicia dizendo:

DOIS TEMAS EVITADOS : ABORTO E SUICÍDIO  

"Questões quando muito sussuradas nas rodas de conversas sociais e familiares o aborto e o suicídio, vez por outra, acabam por atingir de modo mais ou menos próximo a todos aqueles que transitam nesse incrível vale de risos e lágrimas."

E, termina:

 "Tive um caso recente de suicídio em minha família e me permito acreditar que quem cometeu o gesto havia, simplesmente, chegado à conclusão de que a vida não mais lhe estava valendo a pena. Entendo e respeito, embora lamente tal decisão."

"Doloroso mesmo é ver os que lutam desassombradamente pela vida, a amam, e acabam por sucumbir à uma indesejável convocação da morte."
Seria o piloto Airton Senna um suicida confesso?

Hoje recebi um e-mail de um espírita bastante conhecido porque escreve no Jornal dos Espíritos.

Ele inicia assim:

Amigos,
Muitos sabem que sou filho e neto de espíritas.
Embora lamente, estou consciente de que isso não me fez chegar a ser um bom exemplo de espírita verdadeiro. Mas, a quilometragem percorrida já me permite avaliar também que Silvia foi UMA DAS MAIORES LIÇÕES QUE RECEBI, DE UM ESPÍRITO ENCARNADO. Está no endereço abaixo.
 
"Silvia" http://br.youtube.com/watch?v=JVzwL87NRCg (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL2JyLnlvdXR1YmUuY29tL3dhdGNoP3Y9SlZ6d0w4N05SQ2c=)
 
"Este exemplo me incentivou a revelar um segredo que minha mãe me confidenciou, ainda no leito do Hospital Pedro Hernesto, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, poucos dias antes de desencarnar. Espero que seja útil a alguém que nesta hora vivencia uma dor "extenuante", na alma."

e termina:

"Espero que repassem para chegar ao endereço certo.
Rogo que compreendam e me perdoem ser antipático ao oferecer também a própria história pessoal. Aborto e suicídio. A vida é mais que um bem. A vida é um dom..."

http://www.jornaldosespiritos.com/2007.3/col49.20.htm (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5qb3JuYWxkb3Nlc3Bpcml0b3MuY29tLzIwMDcuMy9jb2w0OS4yMC5odG0=)

Na dúvida, não podemos arriscá-la, conclui Airton Senna, tarde demais.

O espírito André Luiz inicialmente náo se admitiu como "suicida" no livro Nosso Lar, psicografado pelo pelo fabuloso médium brasileiro, Francisco Cândido Xavier. Mas é a médium Yvonne Pereira quem oferece a maior contribuição. Quem duvidar que a leia.
Ramon

 

 

Título: Re: OS ÚLTIMOS MOMENTOS DE AIRTON SENNA
Enviado por: Haga em 03 de Agosto de 2009, 10:12
Citar
Frank cobrou-me um resultado positivo, pois o meu contrato estava ficando ameaçado.


Após  2 corridas ja tinha o contrato ameaçado? Senna era o unico piloto que era capaz de fazer o williams renault ganhar e o unico capaz de bater Schumacher nesse ano, e o Frank Williams sabia disso. Com o Prost e Mansell fora do cenário não havia piloto para substituir Senna..  é muito esquisito.

Era de conhecimento público que os Williams Renault (de Senna e Hill) de 1994 no inicio não estavam ao nivel de 1993 pois foram abolidas suspensões activas e controlos de tracção o que permitiu á equipa Beneton, mais propriamente o schumacher ser ameaçador.

Citar
O Sr. Frank me dizia que temia eu não conseguir acompanhar a potência do motor do novo carro, tão bem preparado para mim, temendo chegar ao final da temporada com um baixo resultado

Humm então Senna fez a 3 poles da temporada em que aprticipou, comandou maior parte da 1ª corrida,até fazer um pião e ter desistido, na 2ª foi enviado para fora de pista logo na partida e na 3ª ia no comando quando se deu o acidente ::)

Só existe suicidio quando é feito com intenção de acabar com a vida. Duvido que essa mensagem seja verdadeira.

Título: Re: OS ÚLTIMOS MOMENTOS DE AIRTON SENNA
Enviado por: Ramon em 03 de Agosto de 2009, 12:18


"Só existe suicidio quando é feito com intenção de acabar com a vida."  

Você ERROU!

Veja que na espiritualidade o critério é diferente.
No livro psicografado pelo Francisco Cândido Xavier (Nosso Lar) o espírito André Luiz acaba chegando a conclusão de que existe um outro tipo de suicídio "o inconsciente".
Afinal muitos comem muito, bebem muito, fumam muito mas pensam pouco, são os "homens estômago para baixo" - "homens fisiológicos".
Mas estaria - este - Airton Senna, falso ou verdadeiro, na condição de "suicida inconsciente" se confessa que "não houviu a consciência"?

Ramon
Título: Re: OS ÚLTIMOS MOMENTOS DE AIRTON SENNA
Enviado por: Haga em 03 de Agosto de 2009, 12:55
"a Intenção é TUDO e o fato é nada" - Livro dos Espíritos

Se há intençoes inconscientes não sei lhe dizer, talvez haja.

Como diz na questão 258 a) "Se um perigo vos ameaça, não fostes vós quem o criou e
sim Deus. Vosso, porém, foi o desejo de a ele vos expordes, por haverdes visto nisso um
meio de progredirdes, e Deus o permitiu.”


853 a) - Assim, qualquer que seja o perigo que nos ameace, se a hora da morte ainda
não chegou, não morreremos?


“Não; não perecerás e tens disso milhares de exemplos. Quando, porém, soe a hora da tua partida, nada poderá impedir que partas. Deus sabe de antemão de que gênero será a morte do homem e muitas vezes seu Espírito também o sabe, por lhe ter sido isso revelado,quando escolheu tal ou qual existência.”

Portanto é tão perigoso correr formula 1 quanto é ir andar na rua, tropeçar e bater com a cabeça no chão e morrer. Ninguem escapa.

Se Senna não teve   deliberadamente a intenção de ir contra o muro,portanto penso que não há suicidio.
 ;)


Título: Re: OS ÚLTIMOS MOMENTOS DE AIRTON SENNA
Enviado por: Ramon em 03 de Agosto de 2009, 13:41

O que dizem os médicos? E no suicídio infantil, haveria intenção? Como a criança vê a morte?  

Drauzio –Muitos adolescentes se suicidam, às vezes, por motivo aparentemente banal, mas no fundo, por trás desse gesto, está a depressão. Quadros de depressão não reconhecida e não tratada podem levar a extremos como esse?

Sandra Scivoletto (médica psiquiatra) – Felizmente, o suicídio infantil é raro, porque a criança tem uma visão diferente da morte. Não a vê como fim do sofrimento. É como se fosse um sono do qual acordará depois.
Na infância, o mais comum é surgir um comportamento que chamamos de para-suicida. Acidentes podem acontecer com todas as crianças, mas com a criança deprimida são freqüentes, porque ela não se protege, cai da árvore, é atropelada, arrebenta-se andando de bicicleta. Mal se refez de um, está metida em outro acidente. Parece que nunca aprende a resguardar-se.
Na adolescência, a intensidade dos sentimentos e emoções aumenta. Adolescentes são mais imediatistas e querem resolver rápido a situação que tanto os incomoda. Por isso, num impulso, em momentos de extrema angústia, cometem suicídio. É muito difícil perceber neles uma ideação suicida estruturada e planejada ao longo do tempo.O que se tem notado, nessa faixa de idade, é a tendência ao envolvimento com gangues. Dão a impressão de que se sentem atraídos pela idéia de morte e, como não têm coragem para matar-se, enredam-se em situações em que um tiro disparado por outra pessoa, será a melhor solução para o problema, já que não têm nada a perder.(1)

Já fiz essas perguntas e a ISIS MARIA   ME DEU A REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA AQUI NESTE FORUM  (2)

http://www.forumespirita.net/fe/estudos-mensais/(estudo)-o-suicidio/120/ (http://www.forumespirita.net/fe/estudos-mensais/(estudo)-o-suicidio/120/)


SUICIDIO INFANTIL
Por que crianças se suicidam?
Criança sabe o que é a morte?
Como a Doutrina Espírita explica e faz prevenção?

Ramon, como você, tentando entender o que leva as crianças ao suícidio, encontrei o artigo abaixo que nos permite inúmeras reflexões.

Por que as crianças se suicidam?
http://www.panoramaespirita.com.br/modules/smartsection/item.php?itemid=3750 (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5wYW5vcmFtYWVzcGlyaXRhLmNvbS5ici9tb2R1bGVzL3NtYXJ0c2VjdGlvbi9pdGVtLnBocD9pdGVtaWQ9Mzc1MA==)

Depois descobri que o campeão é o japão   (3)
http://www.jornaldosespiritos.com/2007.3/col49.14.htm (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5qb3JuYWxkb3Nlc3Bpcml0b3MuY29tLzIwMDcuMy9jb2w0OS4xNC5odG0=)



(1)   http://drauziovarella.ig.com.br/entrevistas/dpinfantil6.asp (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL2RyYXV6aW92YXJlbGxhLmlnLmNvbS5ici9lbnRyZXZpc3Rhcy9kcGluZmFudGlsNi5hc3A=)
(2)   http://www.forumespirita.net/fe/estudos-mensais/(estudo)-o-suicidio/120/ (http://www.forumespirita.net/fe/estudos-mensais/(estudo)-o-suicidio/120/)
(3)   http://www.jornaldosespiritos.com/2007.3/col49.14.htm (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5qb3JuYWxkb3Nlc3Bpcml0b3MuY29tLzIwMDcuMy9jb2w0OS4xNC5odG0=)

Título: Re: OS ÚLTIMOS MOMENTOS DE AIRTON SENNA
Enviado por: leandro_manzo em 03 de Agosto de 2009, 15:58
Olá a todos...
Sinceramente não acredito que essa seja uma mensagem do Ayrton nem por um médium daqui e nem por um médium na China.
Ele jamais estaria sob tal pressão de contratos e resultados. Até hoje ele é tratado pelos outros pilotos e principalmente os que o conheceram e correram com ele por "Chefe", tamanha era sua capacidade e conhecimento se tratando de automobilismo.
Ele dava aulas aos engenheiros na hora de trassar estratégias para as corridas e aos mecânicos para o acerto dos carros.
E esse pensamento depressivo e melancólico nunca viria de Ayrton, uma pessoa de muitos amigos e grande ídolo em todo o mundo. Quem acompanhou sua trajetória sabe da confiança que tinha em suas capacidades.
Uma intuição que aquilo fosse ocorrer seria totalmente normal não só a ele mas a qualquer ser encarnado que poderia estar à beira do desencarne. Até porque Ayrton era muito religioso, envangélico mais precisamente. Porém na prática era de todas as religiões e credos tendo inclusive ido à Aparecida do Norte deixar uma de suas luvas como agradecimento a Nossa Senhora Aparecida por uma graça alcançada, na qual está exposta lá até hoje.
Realmente não acredito que tenha vindo dele.

Abração e fiquem com Deus!
Título: Re: OS ÚLTIMOS MOMENTOS DE AIRTON SENNA
Enviado por: Mourarego em 03 de Agosto de 2009, 16:56
Só existe suicídio caro Ramon, e isso dito na codificação, quando há intencionalidade já que o ato é coisa e manobra do Espírito.
Airton era um forte, nunca se rabaixaria a este ato tresloucado.
Excetuando-se os loucos de toda sorte, aqueles que se matam, não por não saberem o que fazem mas por não terem domínio sobre sua ações, claro.
é muito fácil se escrever algo, e assinar-se como Airton, Raul ou John Lennon, a cada famoso correspondem uma chusma de bobagens assinadas por eles.
Desculpe-me não aceitar nem o texto nem a tua explicação.
Assino como Leandro, Haga e com qualquer outro que vá antes à doutrina para compreender melhor as coisas.
Abraços,
Moura
Título: Re: OS ÚLTIMOS MOMENTOS DE AIRTON SENNA
Enviado por: Ramon em 03 de Agosto de 2009, 20:52

Companheiro,
Talvez possa ter alguma razão, pois parece estudar a Doutrina. Nela aprendemos e apreendemos muito. Eventualmente, dependendo das possibilidades individuais, podemos deixar de perceber tantas outras.
Confesso que não encontrei no livro "O Céu e o Inferno" a frase "estou fumando ou bebendo porque quero morrer" (principio do prazer). Outro que não encontrei foi o masoquista até o fim.
Masoquista até o fim é aquele que morre e dá graças a Deus ao saber que foi pro inferno...
Francisco Cândido Xavier e Yvonne Pereira foram médiuns confiáveis e embora fiéis a Kardec não ficaram "apegados à letra". Afinal acreditavam que Jesus era Modelo e Guia e Kardec a Base Fundamental. Apoiaram as suas construções na Base Fundamental. E dependendo de suas possibilidades individuais, produziram boas contribuições. Vou ficar com eles, embora respeite a sua opinião.
Vamos reler O Céu e o Inferno?
Não vamos encontrar o Senna, nem resolver esta questão, mas valerá à pena. Como valerá voltar e rever o depoimento do artista braslieiro que indiquei acima. O que achou de "Silvia"e do "Aborto e suicídio"? E sobre as crianças japonesas o que me diz? Vamos aproveitar o caso Senna e até mesmo as colocações "pseudo-sábias" para uma discussão bem produtiva?
Ramon
Título: Re: OS ÚLTIMOS MOMENTOS DE AIRTON SENNA
Enviado por: Mourarego em 03 de Agosto de 2009, 21:25
Foi o que fiz Ramon, embora sem adjetivar de pseudo sábias as palavras do Espírito missivista se é que eram de algum Espírito.
O que disse é que não dou e continuo não dando crédito a elas, já que o suicídio é um ato totalmente do Espírito que, por algum meio quer fugir a encarnação que se processa e que como se sabe, não foi o caso do Senna.
Senna faleceu via quebra do eixo da barra de direção de seu carro. O eixo, segundo o extraído das provas no processo, já apresentava antes rupturas que foram soldadas com solda própria e apropriada e após checado via raio X.
Isso indica intenção do Senna em se matar num carro ruim? O carro9 estava ruim, O que responderam os testes feitos tanto nos raios X como nos testes de esforço?
Ora as respostas indicaram estar em boas condições, o que se observou depois foi a fadiga de outro ponto que estava bom e não levou solda alguma.
Onde o suicídio?
abração,
Moura
Título: Re: OS ÚLTIMOS MOMENTOS DE AIRTON SENNA
Enviado por: Ramon em 03 de Agosto de 2009, 22:18

Que boa explicação. Nisso concordamos. Mas, aparentemente estamos distanciados quanto a questão, não do Senna, mas no gênero Suicídio, espécie Suicidio Inconsciente.
Espíritas como Chico e Yvonne nele falaram.
Um articulista brasileiro disse: “De acordo com O Livro dos Espíritos, aquele que comete o suicídio inconsciente, é duplamente culpado, pois tinha consciência e tempo de refletir sobre suas ações, enquanto que o outro muitas vezes comete o ilusório e fatídico ato, em um momento de pouca ou nenhuma lucidez. Mas e o espírita? Ele sabe! E se sabe, o preço a pagar é maior. Um suicídio por parte do espírita, gera muito mais dores futuras, do que outra pessoa.“

http://www.feal.com.br/colunistas.php?art_id=12&col_id=30 (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5mZWFsLmNvbS5ici9jb2x1bmlzdGFzLnBocD9hcnRfaWQ9MTImYW1wO2NvbF9pZD0zMA==)

Onde será que esse companheiro viu isso no livro citado?

Será que é o Suicídio moral, segundo a questão 952 de O Livro dos Espíritos, de Allan Kardec?
Suicidio Moral?

Cigarro de tabaco é droga?
Está relacionado a enfisema e a câncer pulmonar?
Espíritas se drogam? Conhece algum que fuma?
Qual a diferença entre suicídio moral e inconsciente?
O suicidio do espírito André luiz no livro Nosso Lar como seria classificado utilizando-se a Base?
Parece que "espíritas discutem mais quando estão de acordo"
O que achou do depoimento ABORTO E SUICÍDIO? E do DVD "Silvia"?  VALE A PENA VER. Se você não se emocionar faça LOGOFF.
Ramon




Título: Re: OS ÚLTIMOS MOMENTOS DE AIRTON SENNA
Enviado por: MarcoALSilva em 04 de Agosto de 2009, 00:59

É impressionante como o ser humano consegue "divergir nas concordâncias"...

Todos concordamos que o suicídio é a auto-destruição consciente?

Se sim, temos que o nível de consciência pode resumir-se à aceitação da possibilidade concreta de ocorrência do resultado morte e à assunção deliberada deste risco.

PORÉM, o que importa verdadeiramente é o elemento psicológico da ação, vale dizer, o elemento volitivo, a efetiva motivação do ser.

Já tive oportunidade de oferecer a seguinte imagem em outro tópico: se uma pessoa se lança ao risco evidente de morte, digamos, num salvamento, mas não por senso de dever e sim por desejar internamente a própria morte, essa pessoa será um suicida; a mesmíssima conduta externa de um bombeiro com efetivo senso de dever, jamais será o comportamento de um suicida.

Não podemos saber o que estava dentro de Ayrton Senna da Silva.

Creio que ele não pretendia expor-se aos riscor para encontrar a morte. Assim o creio.

Mas é apenas uma opinião.
Título: Re: OS ÚLTIMOS MOMENTOS DE AIRTON SENNA
Enviado por: Mourarego em 04 de Agosto de 2009, 16:40
O que faz uma cara sentar num F1?
Só a vontade de correr?
Ora o lance tem por base ser o melhor no que faz, uma espécie de orgulho que constrói e ajuda, diz a doutrina. Alias a citação doutrinária é esta "O orgulho em si não trás prejuízos, até impulsiona a vontade. O vício é o excesso."
Nisso pensam todos os pilotos.
A grana vem depois e a fama também, primeiro mesmo é sentir-se o melhor entre os melhores.
Isso quer dizer que, sendo do Espírito que pensa a vontade soberana, não há aquele que pense em suicídio.
Todo ato suicida é consciente, provem do Espírito acovardado.
Uma lida no Livro IV capítulo I , questão 946  mostra bem o que digo.
Abração,
Moura
Título: Re: OS ÚLTIMOS MOMENTOS DE AIRTON SENNA
Enviado por: cabeca_rj em 12 de Fevereiro de 2013, 22:57
O que faz uma cara sentar num F1?
Só a vontade de correr?
Ora o lance tem por base ser o melhor no que faz, uma espécie de orgulho que constrói e ajuda, diz a doutrina. Alias a citação doutrinária é esta "O orgulho em si não trás prejuízos, até impulsiona a vontade. O vício é o excesso."
Nisso pensam todos os pilotos.
A grana vem depois e a fama também, primeiro mesmo é sentir-se o melhor entre os melhores.
Isso quer dizer que, sendo do Espírito que pensa a vontade soberana, não há aquele que pense em suicídio.
Todo ato suicida é consciente, provem do Espírito acovardado.
Uma lida no Livro IV capítulo I , questão 946  mostra bem o que digo.
Abração,



Moura

concordo com você moura,é evidente que o ayrton nao cometeu o ato de suicídio,eu acho que houve um desvirtuamento da escala de discussao do tópico,o ayrton sempre foi um campeão,sempre queria mais,meu tio andou de karting com ele,ele nunca estava satisfeito,queria sempre superar seus limites,o relógio era conta ele mesmo..pra mim nao existe consciencia limpa,e sim alerta,se sinais sao emitidos a voce,alguma coisa esta por acontecer, e aconteceu..todos relatem que ele nao estava bem,que talvez seria a hora de parar,ele nao forçou suicidio,o driveshaft entrou na face dele,e ocasionou a desencarnação....segue um video curioso sobre momentos antes dele entrar na pista..confesso a voces que nunca li a doutrina,posso estar errado porem ao meu ver,os comentarios acima contem um certo fanatismo,e estao sempre querendo buscar o enfoque na essencia  sendo que pra mim,existem escalas de evolução diferentes,nao posso discutir a procendecia do video,mas também nao duvido,apesar de ele ter um pensamento de campeão determinado,nesta época seu psicologico nao estava são ....segue video abaixo

Aryton Senna- Últimos momentos.flv (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PTAyTjVhWkpuSzdFIw==)

abraços
Título: Re: OS ÚLTIMOS MOMENTOS DE AIRTON SENNA
Enviado por: cabeca_rj em 12 de Fevereiro de 2013, 23:14
Olá a todos...
Sinceramente não acredito que essa seja uma mensagem do Ayrton nem por um médium daqui e nem por um médium na China.
Ele jamais estaria sob tal pressão de contratos e resultados. Até hoje ele é tratado pelos outros pilotos e principalmente os que o conheceram e correram com ele por "Chefe", tamanha era sua capacidade e conhecimento se tratando de automobilismo.
Ele dava aulas aos engenheiros na hora de trassar estratégias para as corridas e aos mecânicos para o acerto dos carros.
E esse pensamento depressivo e melancólico nunca viria de Ayrton, uma pessoa de muitos amigos e grande ídolo em todo o mundo. Quem acompanhou sua trajetória sabe da confiança que tinha em suas capacidades.
Uma intuição que aquilo fosse ocorrer seria totalmente normal não só a ele mas a qualquer ser encarnado que poderia estar à beira do desencarne. Até porque Ayrton era muito religioso, envangélico mais precisamente. Porém na prática era de todas as religiões e credos tendo inclusive ido à Aparecida do Norte deixar uma de suas luvas como agradecimento a Nossa Senhora Aparecida por uma graça alcançada, na qual está exposta lá até hoje.
Realmente não acredito que tenha vindo dele.

Abração e fiquem com Deus!

a pressao ao meu ver nao era diretamente senna x willians,e sim senna x senna...a pressao relacionada a contratos e afins,seria ocasionada pelo nao entendimento dele consigo mesmo,no caso,superar seus limites,conseguir sempre mais e mais,e carregar essa culpa,todos vinham o alertando para parar,sua consciencia sabia disso,ele optou nao  dar o passo atrás,e infelizmente o eixo do carro foi fatal nessa situacao
Título: Re: OS ÚLTIMOS MOMENTOS DE AIRTON SENNA
Enviado por: cabeca_rj em 13 de Fevereiro de 2013, 04:59
estou aberto a opiniões,porem fazendo uma analogia rápida e resumida,ao meu ver :

1-Ayrton sempre primou em dar seu melhor,superar seus limites,e fazer tudo isso da melhor e determinada maneira possível,vencer sempre!

2-com a nova suspensao do carro do michael (benetton),o medo começou a ecoar dentro nele,no caso,tinha medo de nao conseguir dar seu melhor,e superar seus limites,no caso ser CAMPEÃO,o melhor!..como sempre fez desde a época do kart,e dizia que nasceu para vencer.

3-Em relação a esse aspecto dessa ''luta'' mental senna x senna,foi adicionada ao problema senna x willians,na qual havia o medo de nao conseguir atingir as expectativas da equipe,que no caso seria a conquista do campeonato.

4- juntando estes dois fatos,senna estava fora do equilibrio,e carregava essa culpa de nao conseguir ser campeao pela willians/ser o melhor,sua consciencia e pessoas sempre vinham alertando-o,só que por ele ser sempre determinado e focado demais,esquecia do caminho,e transferia o problema pra cruzar a linha de chegada

5-reparem como ele estava face dominada pelo medo no video acima,sabemos que o medo gera dúvida -> insegurança - > fracasso,e foi oque aconteceu,ao meu ver,a consciencia/pessoas estavam sempre o alertando,porém uma atitude não muito sábia e desiquilibrada foi tomada por ele,que resultou em uma fatalidade

6-senna amava o esporte,antes de ir pra willians,ligou para as equipes até para correr de graça,como ele mesmo dizia,ele foi feito pra vencer ,possuia uma benção divina,ele nao conseguiria carregar essa culpa de nao ser o ''campeão'',já as melhorias da suspensao da benetton,estavam o ameaçando e gerando medo,ele ao meu ver deveria ter parado e ter posto um fim nisso,e parar para analizar oque estava acontecendo ao seu redor,e não agir por impulso..enfim..uma coisa tenho certeza,sua morte nao tem NADA haver com suícidio.

7-sempre achei ele um cara que trabalhava nos extremos,,vencer,vencer vencer,e nada no extremo funciona,no extremo,como sabemos o culpado carrega a culpa,e quem a carrega,quer sermpre transferi-la,uma boa pitada de equilibrio/sabedoria teria sido essencial,enfim,é isso,abraços a todos
Título: Re: OS ÚLTIMOS MOMENTOS DE AIRTON SENNA
Enviado por: Mourarego em 13 de Fevereiro de 2013, 14:38
Meus amigos,
até quando vamos continuar aceitando a tudo que alguns irresponsáveis escrevem tomando por assinatura a de vultos conhecidos?
Ayrton, nunca ditou carta alguma, tudo isso é engodo, até porque ele, Ayrton, não tinhacrença no Espíritismo, aliás, tinha como ponto a religiosidade mas não se dizia nem católico nem de qualquer outra doutrina religiosa.
Estes os fatos.
mas nada, a partir de um engodo, outros seguem a menter o erro em evidência metendo-se por achismos, que não chegam também nem perto da verdade.
O que houve foi simplesmente a quebra da barra de direção que tinha sofrido uma solda na noite anterior.
A barra quebrou não na solda feita mas logo abaixo dando razãoi  à física que demonstrara já que algo que fora aquecido em certo ponto, tiraria a têmpera das partes que lhes fossem, mais perto e isso aconteceu, com a barra de direção, apesar de a equipe a ter passado por aparelhagem para detectar alguma falha.
Então meus manos, não vamos continuar a fazer o mesmo que macacos em loja de louças, deixemos as conjecturas, que mais das vezes sãotidas como verdade, para isso sim, mergulharmos mais profundamente não na vida ou nas pretensas cartas de Ayrtons, cartolas, ou outros vultos, estudemos sim a doutrina, pois que é dela que nós, cada um a seu trabalho próprio estaremos a progredir pela compreensão dos ensinos.
Simples assim.
Abraços,
Moura
Título: Re: OS ÚLTIMOS MOMENTOS DE AIRTON SENNA
Enviado por: Astronauta em 13 de Fevereiro de 2013, 16:47
Meus amigos,
até quando vamos continuar aceitando a tudo que alguns irresponsáveis escrevem tomando por assinatura a de vultos conhecidos?

Concordo com o Moura, esta psicografia está muito fraquinha - qualquer um poderia escrever algo melhor sem estar em transe.

Não gosto de falar sobre isso, mas eu estive presente em espírito na morte do A.S.S. ...

Sei que parece loucura, às vezes até eu mesmo duvido do ocorrido, mas ocorreu e nada mudará este fato.

Na época, meu pai tinha um sítio, e quase todos os domingos íamos lá para fazer um churrasco. Naquele domingo eu não quis ir, não estava me sentindo muito bem. Coisa muito rara, preferi ficar, mesmo que sozinho.

Desci para tomar o café da manhã e liguei a TV na cozinha, pus na Globo e lá estava passando a corrida - ainda não havia começado.

Estava tomando tranquilamente o meu desjejum quando aconteceu o acidente fatal. Quando vi o corpo do ASS estendido no chão, e o Galvão Bueno, comentarista da Globo, narrando o acidente com voz de choro, percebi que a coisa fora realmente feia.

Num salto, pulei da cadeira e colei o rosto no chão, como fazem os muçulmanos em suas orações.

Num átimo vi o nosso campeão de pé, envolto em escuridão. Estava aturdido, não sabia o que estava acontecendo.

Sustentei-o em meus braços, e neste instante uma luz desceu do céu, rasgando a escuridão. Parecia uma escada.

Pedi ao Campeão que seguisse a luz e que subisse os degraus, que ali ele estaria a salvo. Deixei-o nas escadas, que o tragaram suavemente rumo às alturas...

Voltei a mim, meu rosto ainda estava colado ao chão frio da cozinha. Ergui-me, relembrei o ocorrido no Plano Astral, chorei de tristeza e de alívio: o Campeão estava a salvo, nos braços do Senhor!

Compreendera o porquê de não ter ido ao sítio, alguém me segurara em casa para este momento delicado. Senti-me um privilegiado.

Tempos depois, não recordo exatamente quanto, (meses? Anos?) tive um sonho singular.

Sonhei que tinha ido visitar alguém num país distante. Me vi entre as quatro paredes de um enorme apartamento, ricamente decorado.

Fui à enorme janela e vi as várias piscinas que circundavam o prédio, o mar um pouco mais distante, barcos luxuosos, extensas mansões... Seria Mônaco?

Mas, o que estava fazendo ali, que lugar era este? Envolto nestas questões, ao virar-me para o interior do luxuoso apartamento, vi a sua figura, sentada, sorridente, me observando: era ASS que, já recuperado, me convidara a visitá-lo em sua morada, para agradecer-me o socorro espiritual.

Outras vezes estive com ele, parece que ele queria retribuir o favor, mas este que vos escreve é de muito difícil lide, infelizmente.

O que me dá a certeza de que tudo isto fora real?

Naquele tempo eu fazia desenvolvimento mediúnico na FEESP, segundo ano, intuição afiadíssima, terceira visão desenvolvida, ouvia inclusive vozes que me diziam frases inteiras no ouvido. Viagem astral era comigo mesmo...

Nas vésperas do acidente fatal, que nos tirou a alegria dos nossos domingos de F1, num exercício de mentalização eu vi uma pomba, toda branca, porém agitada, nervosa, pousou nalgum lugar perto de mim, se fez visível.

Estranhei aquela aparição: por que uma pomba branca? Por que tão aflita? O que isto queria dizer? Não soube naquele momento, mas viria a saber dias depois.

Quem não viu aquela pomba branca que pousou no carro funerário durante o desfile mortuário do Campeão pelas avenidas de São Paulo? Foi só ver aquela cena do pássaro pousado e me recordei da minha visão na véspera de sua morte. Era um sinal...

E tem mais: dois anos antes do fatídico acidente, sonhei com ele - já sabia de antemão que o Campeão morreria nas pistas. Até comentei com alguns parentes próximos, um destes parentes me dissera que eu não fora o único que sonhara com isto, outros já haviam feito.

Não gosto de falar sobre estas coisas, parece que estou a me gabar, pouquíssimas vezes comentei sobre este assunto - espero ser compreendido neste meio espiritualista.
Título: Re: OS ÚLTIMOS MOMENTOS DE AIRTON SENNA
Enviado por: Mourarego em 13 de Fevereiro de 2013, 17:00
Sim mano Astronauta.
como sou, ou fui piloto, ainda hoje acompanhop as corridas tentona F1 quanto na F.Indy.
Vejo-as com a atenção voltada para a área que mais me interessa que é a parte mecânica e aerodinâmica dos carros.
No incidente com o Ayrton, fui buscar compessoas do rama, as informações e mesmo no site  da equipe elas estava descritas com o as coloquei aqui.
Entretento, em nosos meio há muitos que desejam a tudo colocarem na ação de Espíritos, mais ainda quando tratam com mortes.
Essa bobagem de tão repetida, não só para com o Ayrton, (veja o que já falam mesmo sobre a tragédia em Santa Maria), se torna para os incautos como uma verdade  e sempre que posso mostro  que a coisa não é assim como cantam aqueles.
Abraços,
Moura