Forum Espirita

CONVÍVIO => Como usar este Fórum => Tópico iniciado por: ram-wer em 16 de Maio de 2013, 01:04

Título: Criando tópicos no Fórum Espírita
Enviado por: ram-wer em 16 de Maio de 2013, 01:04
 

 Criando tópicos no Fórum Espírita

Resolvi adiantar alguma coisa que talvez seja útil pros usuários mais escreventes.



Tópico, no Fórum Espírita, é tipo um artigo que a gente escreve. Parece com uma página de blog: alguém faz o tema e vem o povo pra comentar logo abaixo, interagindo com o autor.

Bem, o Fórum Espírita é imenso. Tem milhares de tópicos espalhados por dezenas de Quadros ou Temas (Como usar este Fórum é um quadro ou tema).

Antes de criar um tópico, pesquise! Em qualquer página do FE a gente encontra a Pesquisa, tranquila, acima, à esquerda. Não é por acaso que ela vem depois do menu "Início".

A gente lê alguma coisa em outro lugar, vê um filme espiritual, tem umas ideias e chega nos sites superconfiante, achando que traz algo em primeira mão. Já vai criando artigos e nem percebe que o assunto foi discutido exaustivamente na semana passada. É triste saber, mas a grande novidade já é coisa velha e batida. Só a gente é que não percebeu.

Usando a Pesquisa: ao procurar um assunto, evite palavras inúteis como conjunções, artigos, preposições, pronomes átonos. Isso só atrapalha a busca. Nada de "O", "em", "de" e toda a parentela deles. Escreva "alimentação espírito" em vez de "a alimentação dos espíritos". O sistema até gosta.

Dica: se está procurando por tópicos, marque o quadrinho "Apenas o assunto dos tópicos". O sistema vai buscar apenas os títulos que contêm as palavras procuradas. ;)

Se a pesquisa se dirige a um Quadro específico, desmarque a opção "Selecionar todos". Clique na cruz ("Escolha um quadro para pesquisar") e marque somente os quadros em que pretende fazer a pesquisa.

(http://www.forumespirita.net/fe/como-usar-este-forum/criando-topicos-no-forum-espirita/?action=dlattach;attach=89574)



Quando um assunto merece novo tópico, mesmo já tendo tópico anterior? Sim, existem casos em que a duplicidade é aceitável. Exemplos com o nome "André Luiz":

O Astral segundo André Luiz (tópico de discussão em O Céu e o Inferno)
O mundo espiritual nos livros de André Luiz (Estudo Mensal)
Trechos de André Luiz sobre a vida no Além (Áudio/Vídeo/Multimédia/Audiobook)
O outro mundo (Ramatis, André Luiz, Joanna de Ângelis) (Espiritualismo)
Coleção A vida no mundo espiritual, André Luiz (Livros espíritas)
Quem foi o médico terreno André Luiz? (Off-topic, Convívio)



O título - Eis um detalhe que mostra pro público o seu grau de bom senso. Bons títulos dizem muito do tópico com poucas palavras. Títulos bem pensados são reveladores quanto ao autor. Se o "autor" tá apenas colando um tópico – copiado de outro site –, nem por isso precisa copiar o megatítulo do original. Olha algumas dicas – com as devidas explicações:

Redução inteligente de títulos:

Seriam realmente espíritas todos os médiuns de que Kardec se valeu no Livro dos Espíritos?

Seriam realmente espíritas todos os médiuns do Livro dos Espíritos?

Seriam espíritas todos os médiuns do Livro dos Espíritos?

Os médiuns do Livro dos Espíritos eram espíritas?



Nos exemplos acima, a gente pode, se quiser, usar um título maior no corpo da página (topo do texto), tipo manchete. Esse título no texto pode ter o tamanho que você quiser.

O que há de errado com os títulos compridos? Títulos cheios de palavras dificultam a localização por assunto nos buscadores. E são chatos. Parece processo judicial.

Resumindo: Ninguém precisa contar uma história inteira no título.



Não use:

"Aspas" nos títulos. Elas podem sair desconfiguradas quando listadas nos produtos do site (ex: notificação por e-mail).

MAIÚSCULAS.  Evite escrever em maiúsculas na internet. Significa que o escrevente tá berrando.  Nos títulos, as maiúsculas só devem aparecer em siglas: LE, FEB, ESE. Em outros sites, pode ser útil enfatizar uma palavra ou expressão com maiúsculas – caso o blog não disponha de negrito ou itálico nas ferramentas de resposta. Mesmo no FE, a gente poderia usar maiúsculas ao relatar um diálogo, na parte em que alguém tá gritando, rs.

Títulos vagos ou impertinentes. Obrigam o visitante a clicar e abrir o tópico, só pra saber que o assunto não interessa. Exemplos de títulos vagos ou impertinentes:

Gostei muito!   (era um tópico sobre digitalização de e-books)

Kardec estava certo!   (vídeo sobre colisão de cometas, sem a mínima menção ao Codificador)

Queridos foristas!     (vídeos sobre o movimento das flores filmado com supercâmeras)

Melhor parar por aqui  (isso não foi um exemplo de título vago, mas poderia ser, rs)
Título: Re: Criando tópicos no Fórum Espírita
Enviado por: ram-wer em 21 de Maio de 2013, 00:36
Antes de criar um tópico, é bom pensar com calma sobre o que vai ser enviado. É um grande incômodo a gente escrever algo e depois se arrepender de ter publicado aquilo. Sabe como é: jogou no mar da web... Bye! Fica lá per saecula saeculorum (aprendi a escrever isso agora, googlando, rs).

O que não escrever

Coisas pessoais – Assuntos familiares, de amigos, problemas pessoais. Nunca use o Fórum pra contar sonhos, experiências mediúnicas próprias. Nem pra pedir conselhos sobre problemas de família e namoro. Pior ainda: citando pessoas. O FE não é um cantinho de bate-papo íntimo. Existem 500 bons aplicativos de conversa privada. Evite revelações íntimas num site aberto pro mundo.

Tá vendo sua avó, desencarnada há 2 anos? Fica preso no corpo na hora de acordar? Teve um sonho profético? Acha que está obcecado por aquela garota? Teve uma experiência mística? O melhor é conter o impulso emocional e não sair escrevendo. Quase todo mundo se arrepende de seus comments antigos, feitos no arroubo do momento.

Título: Re: Criando tópicos no Fórum Espírita
Enviado por: ram-wer em 27 de Maio de 2013, 01:28
Quantos tópicos posso criar por dia?

No máximo, dois. Mas, pensando bem, quem precisa criar dois artigos no FE todo dia? Um tópico é um assunto novo. Pelo menos é novo no Quadro que você escolheu para publicar. É melhor pensar calmamente, antes de sair disparando tópicos.

Exceção: Tópicos criados pela Equipe FE na divulgação de eventos espíritas em vários países.



Tipos de tópico:

1 - De discussão. Esse é o mais comum. Alguém traz um tema e o povo comenta, debate, discute o assunto;

2 - De Estudo. Seja em Estudos Mensais, Outros Estudos ou um tópico que você criou com a finalidade de estudo. Aí só se devem postar respostas de estudo. Esses temas não devem ter debates calorosos de opinião;

3 - Siga o modelo. Alguém cria um modelo no tópico (topo da primeira página). Quem quiser participar, deve seguir as orientações do criador do tópico. Se ali só existem mensagens de ânimo com imagens bonitinhas, não se deve quebrar o modelo inserindo um comentário grave, austero e destoante. E sem imagem. Não teria nada a ver.

Título: Re: Criando tópicos no Fórum Espírita
Enviado por: ram-wer em 30 de Março de 2014, 20:36
Tópicos podem ter regras próprias?

Sim. Ao criar um tópico, você pode estabelecer o que pode e não pode haver ali.

Essas regras:

Não podem contrariar as Regras do Fórum Espírita;

Devem ser simples, reduzidas;

Precisam ser justificadas pela natureza do tópico (p.ex.: só vídeos, somente um vídeo por post);

Não podem discriminar pessoas (ex.: somente para portugueses / brasileiros / médiuns).



Exemplos de regras de tópicos:

»  Isto é um Estudo específico. Todos os comentários devem se ater aos Capítulos I e II do Livro dos Espíritos;

»  Isto é um álbum de mensagens de ânimo artísticas. Só escreva aqui se tiver algo nos moldes do tópico;

»  Álbum de citações de literatura espírita. Não deve ter comentários;

»  Enquete sobre o Centro Espírita ideal. Só comente para justificar seu voto.

»  Este tópico não admite colagens de textos nem citações em geral. Cada forista tem direito a apenas um comentário – respondendo à pergunta inicial;

»  Todos os posts devem citar alguma passagem do livro em estudo – Nosso Lar –, acrescentando o comentário do forista.



Tópicos sem qualquer aviso específico são considerados "fórum". A grande maioria é fórum. Nesses, basta lembrar das Regras do FE e sair escrevendo.

Mesmo assim, use seu bom senso. Se o tópico está em "Mensagens de ânimo" (Amizade, Poesia, Jornal das boas notícias, Meditação), não deve ter comentários complexos ou desanimadores. Se é um artigo sobre um livro em "Livros espíritas", só deve ter comentários de quem leu, está lendo ou pretende ler o tal livro (esses últimos devem escrever somente o indispensável).