Forum Espirita

GERAL => Eventos / Notícias => Outros Temas => Brasil => Tópico iniciado por: Edna☼ em 12 de Setembro de 2019, 12:39

Título: Apoio na divulgação doutrinária
Enviado por: Edna☼ em 12 de Setembro de 2019, 12:39
Apoio na divulgação doutrinária

"Oferecer a Doutrina Espírita ao ser humano por meio do seu estudo, prática e difusão, pela união solidária dos espíritas e unificação das instituições espíritas, contribuindo para a formação do homem de bem. Eis a missão da Federação Espírita Brasileira.

Por meio de ferramentas e canais de comunicação, a exemplo de redes sociais, informativos, portais, rádio e TV, divulgamos a Doutrina Espírita e atividades desenvolvidas, a exemplo dos trabalhos sociais realizados que atenderam 4.258 famílias em situação de vulnerabilidade, distribuindo ainda 29 mil refeições e alimentos em 2018.
Além deste, promove o estudo por meio do livro espírita, a unificação do Movimento Espírita Brasileiro e fortalecimento dos preceitos, com a vivência do Evangelho.

Para cumprimento desta missão, portanto, todo o apoio é bem-vindo, muito contribuindo para as atividades de consolo, estudo, apoio e união da humanidade.

O cuidado na arrecadação de fundos para atender à missão institucional de toda casa espírita fundamenta-se em alguns cuidados importantes:

•   Nas reuniões doutrinárias, jamais angariar donativos por meio de coletas, peditórios ou vendas de tômbolas, à vista dos inconvenientes que apresentam, de vez que tais expedientes podem ser tomados à conta de pagamento por benefícios. (André Luiz em Conduta Espírita, cap. 11 *)

•   […] apresentar periodicamente os quadros estatísticos dos recebimentos e distribuições, como satisfação justa e necessária aos cooperadores (idem, cap. 12).

•   Certificar-se de que o exercício natural da mediunidade não exime o médium da obrigação de viver profissão honesta na sociedade a que pertence (idem, cap. 27).

O trabalho do movimento espírita caracteriza-se por oferecer sem exigir compensações, ajudar sem criar condicionamentos, expor sem impor resultados, e unir sem tolher iniciativas, preservando os valores e as características individuais e autônomas tanto dos homens como das instituições."

(*) ANDRÉ LUIZ, (Espírito). Conduta Espírita. Psicografado por Waldo Vieira. 21. ed. Brasília: Federação Espírita Brasileira, 1998.

Fonte: FEB