Forum Espirita

GERAL => Psicologia & Espiritismo => Auto-Conhecimento => Tópico iniciado por: Felipa em 17 de Novembro de 2013, 17:58

Título: Sentimentos e obsessões
Enviado por: Felipa em 17 de Novembro de 2013, 17:58
Sentimentos e Obsessão
sob o sentimento de “menos valia” ou baixa auto-estima, valendo-nos das etapas supra enumeradas.  Façamos agora, portanto, uma radiografia da exploração obsessiva

Etapa um

-  O agente encontra campo vibratório para sua intenção constritora.

-   A sensação de incapacidade é aceita pelo receptor, através de suas próprias crenças derrotistas programadas no inconsciente.

Etapa dois

-   O agente penetra a vida psíquica do receptor e estimula o sentimento de indignidade já presente na “vítima”.

-    Adesão espontânea no clima da revolta em função das frustrações da vida.

Etapa três

-    O agente trabalha com informações sobre as mazelas de seu alvo.
               
-    São criadas as justificativas autodefensivas para a conduta invigilante.

Etapa quatro

-     Sugestões hipnóticas de autodesvalorização através de idéias imaginárias do desprezo do outrem.

-      Estado íntimo de insatisfação consigo próprio, levanto à culpa e apatia entre os ideais superiores.

Etapa cinco

-      Tecnologias avançadas para instalar a descrença – o sentimento básico para consumar uma queda moral.

-       Estado íntimo de falência cujo nome é desânimo – a doença de quem desistiu.

Etapa seis

-       Exploração do receptor nos programas de ataque e interferência na sociedade carnal. “Assalariado carnal”.

-   Total dependência em quadros de adoecimento psíquico.

O conceito de vigilância vai muito além de disciplinar os pensamentos. É no campo do sentimento que nasce esmagadora maioria das obsessões. A capacidade de “pensar livre” ou decidir por nós é “quase nula” no concerto universal. Vivemos em regime de contínuo intercâmbio e interdependência.
Nesse contexto fenomenológico da vida mental não será incoerente afirmar que todos respiramos, em maior ou menor grau, nas faixas da obsessão. A questão é saber se somos por ela dominados ou se a temos sob nosso controle. Sob essa ótica as obsessões são convites educativos contidos nas Leis Naturais para nosso aprimoramento.
Somente a oração ungida pelos sentimentos elevados, a intenção nobre e perseverante, seguidas da conduta reta, podem estabelecer um clima de autonomia psíquica desejável, que nos defenda da dominação dos interesses inferiores à nossa volta.

Essa autonomia interrompe o processo na “etapa dois”, quando elabora no terreno dos sentimentos o auto-amor – reconhecimento de nossa pequenez, seguido da alegria de poder contar sempre com a manifestação da Divina Providência em favor de nossas vastas necessidades espirituais.
Título: Re: Sentimentos e obsessões
Enviado por: Ramon em 20 de Junho de 2014, 14:27
Por causa da Obsessão,
O ESPIRITISMO SOLICITA

Como ser contra?

Observamos o companheiro nitidamente desequilibrado e ficamos sensibilizados.
No entanto, estatística do plano espiritual afirma que, para cada doente diagnosticado temos centenas de fronteiriços da obsessão.
Muitos ainda nem pensaram na possibilidade da existência de um plano espiritual (1)
Ficamos sensibilizados e concordamos que o indivíduo com ideias suicidas não possui saúde mental, maturidade emocional. (2) Na realidade não falta muito para que atravessem a fronteira da saúde debilitada para a doença manifesta, no ato de fuga de alguém, que carrega dentro de si mesmo. Difícil ainda é encarar a obsessão infantil (3)
Como identificá-los? (4)
Emmanuel nos oferece o oportuno socorro.
O que fazer para colaborar na diminuição dessa triste estatística?
Eles até podem perceber que estão desequilibrados à beira do precipício, mas já não encontram forças para resistir. Falta-lhes algo, que poderia ter sido oferecido antes, mas ...
Veja a lição 40, no livro Estude e Viva, pág. 102 e se surpreenda com Emmanuel, clicando no link 5, mas não fique indiferente ao o link 6. 

(1)  Efeito inteligente - Português / Español
http://www.aeradoespirito.net/ArtigosLCF/EFEITO_INTELIGENTE_LCF.html
(2) Serei Eu, Por Acaso, Um Espírito? O Consolador. Revista Semanal Eletrônica de Divulgação Espírita. Edição 369, 28 de junho 2014 (no prelo).
(3) Por que as Crianças se Suicidam?
http://www.aeradoespirito.net/ArtigosLCF/POR_QUE_AS_CRIANCAS_SE_SUICIDAM_LCF.html
(4) Universidade e Suicídio. Discutindo Arquitetura e Prevenção.
http://www.aeradoespirito.net/ArtigosLCF/UNIVERSIDADE_E_SUICIDIO_LCF.html
(5) Estude e Viva
http://bvespirita.com/Estude%20e%20Viva%20(psicografia%20Chico%20Xavier%20e%20Waldo%20Vieira%20-%20esp%C3%ADritos%20Emmanuel%20e%20Andr%C3%A9%20Luiz).pdf
(6) http://www.forumespirita.net/fe/outros-temas/a-divulgacao-espirita-47287/msg325909/#msg325909
 
Texto publicado em O Rebate.
http://orebate-jorgehessen.blogspot.com.br/2014/06/o-espiritismo-solicita.html