Forum Espirita

GERAL => Psicologia & Espiritismo => Auto-Conhecimento => Tópico iniciado por: vennus em 13 de Setembro de 2008, 14:16

Título: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: vennus em 13 de Setembro de 2008, 14:16
Eu gostaria de se alguém pode me dizer o significado na visão espírita "deixe que os mortos enterrem seus mortos".

Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Carlos Ribeiro em 13 de Setembro de 2008, 14:23
Olá Vennus.Vê no Evangelho Segundo o Espiritismo(CAPÍTULO XXIII):

Deixar aos mortos o cuidado de enterrar seus mortos
7. Disse a outro: Segue-me; e o outro respondeu: Senhor, consente que, primeiro,
eu vá enterrar meu pai. - Jesus lhe retrucou: Deixa aos mortos o cuidado de enterrar
seus mortos; quanto a ti, vai anunciar o reino de Deus. (S. LUCAS, cap. IX, vv. 59 e 60.)
8. Que podem significar estas palavras: "Deixa aos mortos o cuidado de enterrar seus
mortos"? As considerações precedentes mostram, em primeiro lugar, que, nas circunstâncias em que foram proferidas, não podiam conter censura àquele que considerava um dever de piedade filial ir sepultar seu pai. Tem, no entanto, um sentido profundo, que só o conhecimento mais completo da vida espiritual podia tomar perceptível.
A vida espiritual é, com efeito, a verdadeira vida, é a vida normal do Espírito, sendo-lhe
transitória e passageira a existência terrestre, espécie de morte, se comparada ao esplendor e à atividade da outra. O corpo não passa de simples vestimenta grosseira que
temporariamente cobre o Espírito, verdadeiro grilhão que o prende à gleba terrena,
do qual se sente ele feliz em libertar-se. O respeito que aos mortos se consagra não é a
matéria que o inspira; é, pela lembrança, o Espírito ausente quem o infunde. Ele é análogo àquele que se vota aos objetos que lhe pertenceram, que ele tocou e que as pessoas que lhe são afeiçoadas guardam como relíquias. Era isso o que aquele homem não podia por si mesmo compreender. Jesus lho ensina, dizendo: Não te preocupes com o corpo, pensa antes no Espírito; vai ensinar o reino de Deus; vai dizer aos homens que a pátria deles não é a Terra, mas o céu, porquanto somente lá transcorre a verdadeira vida.
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Carlos Ribeiro em 13 de Setembro de 2008, 14:27
No livro Vinha de luz de Emmanuel diz isto:

 

Acorda e Ajuda


"Segue-me e deixa aos mortos o cuidado de enterrar os seus mortos." - Jesus. (MATEUS, 8:22.)

Jesus não recomendou ao aprendiz deixasse "aos cadáveres o cuidado de enterrar os cadáveres", e sim conferisse "aos mortos o cuidado de enterrar os seus mortos".
Há, em verdade, grande diferença.
O cadáver é carne sem vida, enquanto que um morto é alguém que se ausenta da vida.
Há muita gente que perambula nas sombras da morte sem morrer.
Trânsfugas da evolução, cerram-se entre as paredes da própria mente, cristalizados no egoísmo ou na vaidade, negando-se a partilhar a experiência comum.
Mergulham-se em sepulcros de ouro, de vício, de amargura e ilusão. Se vitimados pela tentação da riqueza, moram em túmulos de cifrões; se derrotados pelos hábitos perniciosos, encarceram-se em grades de sombra; se prostrados pelo desalento, dormem no pranto da bancarrota moral, e, se atormentados pelas mentiras com que envolvem a si mesmos, residem sob as lápides, dificilmente permeáveis, dos enganos fatais.
Aprende a participar da luta coletiva.
Sai, cada dia, de ti mesmo, e busca sentir a dor do vizinho, a necessidade do próximo, as angústias de teu irmão e ajuda quanto possas.
Não te galvanizes na esfera do próprio "eu".
Desperta e vive com todos, por todos e para todos, porque ninguém respira tão-somente para si.
Em qualquer parte do Universo, somos usufrutuários do esforço e do sacrifício de milhões de existências.
Cedamos algo de nós mesmos, em favor dos outros, pelo muito que os outros fazem por nós.
Recordemos, desse modo, o ensinamento do Cristo.
Se encontrares algum cadáver, dá-lhe a bênção da sepultura, na relação das tuas obras de caridade, mas, em se tratando da jornada espiritual, deixa sempre "aos mortos o cuidado de enterrar os seus mortos".

Emmanuel

Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: isistina em 14 de Setembro de 2008, 06:00
Gostei do exclarecimento e da pergunta obrigada bjss
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: evandroespindola em 06 de Novembro de 2008, 16:11
complementando que nosso amigo carlos nos disse com sua belissima explicação,quando estamos desencarnados ,no plano astral e nessecitamos reencarnar na roupagem fisica conforme nossas necessidades,podemos assim dizer que morremos no plano astral ,tambem deixando amigos,familiares e tudo mais.
ha ainda o que pode se chamar de segunda morte do espirito para cima ou para baixo,genericamente falando,para cima quando sua evolução espiritual ja atingiu um determinado grau que não comporta mais seu corpo fluidico (perispirito) e se processa para baixo quando se degrada demais por conta de sucessivos erros e muitas vezes teimosia no mal,tambem perdem seu corpo fluidico.
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: adrianoherreras em 02 de Setembro de 2009, 16:14
Pessoal, não entendi esta parte quando Emmanuel diz:

... Se encontrares algum cadáver, dá-lhe a bênção da sepultura, na relação das tuas obras de caridade, mas, em se tratando da jornada espiritual, deixa sempre "aos mortos o cuidado de enterrar os seus mortos"...

Alguém me ajuda a entender?

Abraços fraternais e super oberigado!

Adri.
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Anton Kiudero em 02 de Setembro de 2009, 18:12
"Espirito morto" é o espirito que não se reconhece como espirito vivendo uma encarnação, mas como ser humano vivendo uma vida.

Deixar os mortos enterrar os seus mortos significa portanto deixar que os "espíritos mortos", os escravos da mente, os iludidos, os que acreditam que conhecem alguma verdade continuem escravisados, iludidos e acreditando-se sabios enquanto os "espiritos vivos" continuam a sua vida espiritual.

Não há qualquer conotação de vida e morte fisicas nesta instrução, conforme bem esclarecido por Emmanuel.

Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Mourarego em 02 de Setembro de 2009, 19:24
Aeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!!!!
Anton você mandou super bem agora!
Abração,
Moura
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Anton Kiudero em 02 de Setembro de 2009, 19:39

Livro dos Espiritos, R$25,00
Evangelho, R$15,00
Conexão banda larga com a internet, R$80,00
Óculos para poder enxergar, R$400,00

Ver o mano Moura concordar comigo, não tem preço,

Há coisas que o dinheiro não pode comprar, para todo o restante existe MASTERCARD...
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Mourarego em 02 de Setembro de 2009, 19:52
Essa foi das melhores que já li aqui Anton, valeu mesmo!
Abração,
Moura
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Atlante em 02 de Setembro de 2009, 20:19
Olá

A gargalhada que dei só pode significar que estamos entre gente viva.

Bem hajam

Atlante
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: adrianoherreras em 02 de Setembro de 2009, 21:51
Gente,

Super obrigado!!!

ENTENDIIIIIII!!!
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 02 de Setembro de 2009, 22:03
AS DUAS MORTES

"Vendo Jesus uma multidão em redor de si, mandou passar para a outra margem do lago. E chegou um escriba e disse-lhe: Mestre, seguir-te-ei para onde quer que fores. Respondeu-lhe Jesus: As raposas têm seus covis, e as aves do céu seus pousos, mas o Filho do Homem não têm onde reclinar a cabeça.
"E um outro discípulo disse-lhe: Senhor, deixa-me ir primeiro enterrar meu pai. Porém, Jesus respondeu-lhe: Segue-me, e deixa que os mortos enterrem seus mortos".
(Mateus, VIII, 18-22. )

Existem duas vidas, devem conseqüentemente existir duas mortes: a morte concreta e a morte abstrata.
Quando o homem morre, os membros se lhe enrijecem, seu calor desaparece, suas células se multiplicam e se avolumam; a putrefação anuncia a desagregação molecular e a personalidade desfigurada desaparece nas voragens do túmulo.
Quando a alma morre, é o censo moral que se enrijece; e o frio da descrença caracteriza o cadáver; são as más paixões que denunciam a decomposição do indivíduo e ei-lo, sepulcro ambulante, em trânsito pelas necrópoles dos vícios, ostentando suntuoso mausoléu!
Há alma morta em corpo vivo, porque assim como o corpo sem alma é morto, o Espírito sem a fé que vivifica e felicita é um ser inerte como um cadáver.
O corpo morto tem olhos e não vê, tem ouvidos e não ouve, tem boca e não fala, tem cérebro e não raciocina, tem braços e não se move, tem pernas e não anda, tem nariz e não cheira; o tato desaparece e até o coração, o fígado, o estômago, os intestinos, que produzem trabalho mecânico, jazem quedos, inertes, glaciais. A alma, quando morta, também perde a sensação e a percepção: não pensa, não sente a vida, não percebe a moral; nenhum som, nenhuma cor, nenhum perfume, nenhum ato generoso, nenhuma ação divina consegue despertar esse "Lázaro" encerrado em sepulcro de carne!
Como é terrível a morte da alma!
Mais estranha e penosa coisa é a morte da alma que a morte do corpo.
A morte do corpo é a libertação do Espírito; a morte da alma é a sua escravidão ao serviço da carne.
Há morte do corpo e há morte da alma.
Glorioso é o dia da morte do corpo para os Espíritos que vivem; terrível é o dia da morte do corpo para os Espíritos mortos. Entretanto para uns, como para outros, há ressurreição; aqueles ressurgem para a glória e estes para a condenação; daí a proposição de ficarem os mortos incumbidos do enterro dos seus mortos!
Existem duas mortes: a morte concreta que destrói a personalidade (o corpo - a figura aparente do Eu); e a morte abstrata, que adormece, desfigura, deprime a individualidade, o ser que prevalece na vida eterna.
A morte do corpo, para a alma morta, é o arrebatamento do indivíduo que fica forçado a alhear-se de todos os bens da Terra, de todos os gozos mundanos e até dos seres que o cercavam na vida do mundo.
A morte da alma é a abstração de tudo o que interessa à vida imortal, é a ausência de todos os bens incorruptíveis, é o desconhecimento da divindade, é a pobreza dos sentimentos nobres, do caráter, da virtude.
Existem duas vidas, existem duas mortes; existem duas estradas, duas portas; existem dois senhores, sigamos o Senhor do Céu e deixemos que os mortos enterrem os seus mortos!

Cairbar Schutel - Parábolas e Ensinamentos de Jesus


Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: carlos feitosa em 02 de Novembro de 2009, 12:46

Belo e esclarecedor texto. Paz e luz.


"Vendo Jesus uma multidão em redor de si, mandou passar para a outra margem do lago. E chegou um escriba e disse-lhe: Mestre, seguir-te-ei para onde quer que fores. Respondeu-lhe Jesus: As raposas têm seus covis, e as aves do céu seus pousos, mas o Filho do Homem não têm onde reclinar a cabeça.
"E um outro discípulo disse-lhe: Senhor, deixa-me ir primeiro enterrar meu pai. Porém, Jesus respondeu-lhe: Segue-me, e deixa que os mortos enterrem seus mortos".
(Mateus, VIII, 18-22. )

Existem duas vidas, devem conseqüentemente existir duas mortes: a morte concreta e a morte abstrata.
Quando o homem morre, os membros se lhe enrijecem, seu calor desaparece, suas células se multiplicam e se avolumam; a putrefação anuncia a desagregação molecular e a personalidade desfigurada desaparece nas voragens do túmulo.
Quando a alma morre, é o censo moral que se enrijece; e o frio da descrença caracteriza o cadáver; são as más paixões que denunciam a decomposição do indivíduo e ei-lo, sepulcro ambulante, em trânsito pelas necrópoles dos vícios, ostentando suntuoso mausoléu!
Há alma morta em corpo vivo, porque assim como o corpo sem alma é morto, o Espírito sem a fé que vivifica e felicita é um ser inerte como um cadáver.
O corpo morto tem olhos e não vê, tem ouvidos e não ouve, tem boca e não fala, tem cérebro e não raciocina, tem braços e não se move, tem pernas e não anda, tem nariz e não cheira; o tato desaparece e até o coração, o fígado, o estômago, os intestinos, que produzem trabalho mecânico, jazem quedos, inertes, glaciais. A alma, quando morta, também perde a sensação e a percepção: não pensa, não sente a vida, não percebe a moral; nenhum som, nenhuma cor, nenhum perfume, nenhum ato generoso, nenhuma ação divina consegue despertar esse "Lázaro" encerrado em sepulcro de carne!
Como é terrível a morte da alma!
Mais estranha e penosa coisa é a morte da alma que a morte do corpo.
A morte do corpo é a libertação do Espírito; a morte da alma é a sua escravidão ao serviço da carne.
Há morte do corpo e há morte da alma.
Glorioso é o dia da morte do corpo para os Espíritos que vivem; terrível é o dia da morte do corpo para os Espíritos mortos. Entretanto para uns, como para outros, há ressurreição; aqueles ressurgem para a glória e estes para a condenação; daí a proposição de ficarem os mortos incumbidos do enterro dos seus mortos!
Existem duas mortes: a morte concreta que destrói a personalidade (o corpo - a figura aparente do Eu); e a morte abstrata, que adormece, desfigura, deprime a individualidade, o ser que prevalece na vida eterna.
A morte do corpo, para a alma morta, é o arrebatamento do indivíduo que fica forçado a alhear-se de todos os bens da Terra, de todos os gozos mundanos e até dos seres que o cercavam na vida do mundo.
A morte da alma é a abstração de tudo o que interessa à vida imortal, é a ausência de todos os bens incorruptíveis, é o desconhecimento da divindade, é a pobreza dos sentimentos nobres, do caráter, da virtude.
Existem duas vidas, existem duas mortes; existem duas estradas, duas portas; existem dois senhores, sigamos o Senhor do Céu e deixemos que os mortos enterrem os seus mortos!

Cairbar Schutel - Parábolas e Ensinamentos de Jesus



[/quote]
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Vi Ferreira em 13 de Novembro de 2009, 21:31
KKKKKKKKK, muito bom!!!!!

Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Arquimedes em 19 de Janeiro de 2010, 02:13
Belíssimas as explicações sobre esta passagens muitas das vezes incompreendida pela falta de estudos sérios iluminados por esta Doutrina consoladora que é o Espiritismo. Muita paz e luz a todos.
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Conforti em 19 de Janeiro de 2010, 03:53
"Deixe q os mortos enterrem seus mortos".
Não seria esta a explicação apropriada: O rapaz expressou o desejo de seguir Jesus (qdo se fala seguir, não é seguir o homem Jesus mas seguir seus ensinamentos, dos quais o mais importante é aquele q Jesus recomendou q  fizéssemo em primeiro lugar: "Buscai em primeiro lugar o reino de Deus, e o demais vos será  dado por acréscimo"), o candidato a discipulo expressou o desejo de seguir Jesus, seus ensinamentos q são mais importantes q o homem Jesus, q muitos historiadores e pesquisadores nem encontraram provas e não creem q existiu. Seu pai, talvez,  devia estar ainda vivo, mas o filho, dedicado, desejava amparar, estar perto, auxiliar o genitor até os dias de sua velhice, até o dia de sua morte. Por isso Jesus disse: "deixa q os mortos enterrem seus mortos". O q significaria esse conselho? Não seria: Vc, meu filho, já está despertando para o caminho da busca do reino, tanto q deseja seguir-me; está portanto, abrindo os olhos, está vivo: deixe q aqueles q não estão ainda abrindo os olhos, e q, portanto, ainda estão mortos para a verdade, enterrem seus mortos, deixe q eles se preocupem com essas coisas. Lembrem-se q Jesus considerou a busca da verdade mais importante do q tudo o mais, do q qualquer conquista ou posse. Daí a parabola daquele q procurava um tesouro e o encontrou num certo campo. O q fez ele? Se desfez, vendeu tudo o q tinha, e comprou aquele campo. E disse ainda q "aquele q não abandonar pai e mãe pare seguir-me, não é digno de mim". Jesus mais uma vez está afirmando q o tesouro, a iluminação, ou a percepção da verdade ou de Deus, a realização espiritual é muito mais importante q tudo, tanto q aquele q não seguir seus ensinamentos não será digno dessa conquista maior.
Por tais coisas Jesus tb disse: 'Que te importa a ti; segue-me tu". Analisem. Q te importa o q o mundo faz, o q diz, o q fala de ti, o q pensa, q todos ajam diferente de ti; deixe tudo isso para traz. "Aquele q toma do arado não deve olhar para traz". Aquele q inicia o trabalho da busca deixe q tudo o mais aconteça como tem de acontecer. Esqueça tudo o q ficou para atrás, as lembranças, isto é, o passado; os planos q fez para o futuro, isto é as expectativas e esperanças, ilusões, condicionamentos, esqueça tudo o mais (o ego iludido q é o proprio passado), não se importe se o considerem tolo, louco, covarde, credulo etc. E busque o reino, a verdade, Deus, q é o q de mais importante temos todos de fazer. Encontrada verdade chega-se à liberdade total; a ignorancia cessa e com ela todos os problemas e sofrimetos (pois a ignorancia é a causa de todos os problemas do mundo). A Verdade é a bemaventurança, como falado pelos 'verdadeiros santos' e misticos em geral. Veja o poema Zen abaixo.
                                   
                                   "Chuva nevoenta no monte Lu,
                                    ondas encapeladas no rio Che.
                                    Se você não esteve ainda lá,
                                    muitos pesares por certo terá;
                                    mas, se já esteve lá e no rumo de casa,
                                    como lhe parecerão prosaicas todas as coisas.
                                    Chuva nevoenta no monte Lu.
                                    Ondas encapeladas no rio Che"
 Isto é: se vc ainda não chegou à compreensão da verdade, muito sofrimento ainda terá, não por carma advindo dos seus erros e 'pecados', mas simplesmente porq ainda não conheceu a verdade e, por isso, continua na ignorancia. Mas se já chegou à compreensão da verdade e no rumo de casa, isto é, não por efeito de drogas ou outras coisas, mas na busca do caminho certo q leva à verdade, como todas as coisas lhe parecerão sem importancia. E antes e depois desse descobrimento, o mundo (ondas encapeladas, chuva nevoenta etc) serão exatamente o q são, nada do mundo muda. O q muda é sua interpretação ou compreensão do mundo q agora será correta, não haverá mais ilusões etc., mas compreensão profunda e total. Cessa toda ignorancia. E isso é a bemaventurança.
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Arquimedes em 19 de Janeiro de 2010, 13:29
Pessoal, não entendi esta parte quando Emmanuel diz:

... Se encontrares algum cadáver, dá-lhe a bênção da sepultura, na relação das tuas obras de caridade, mas, em se tratando da jornada espiritual, deixa sempre "aos mortos o cuidado de enterrar os seus mortos"...

Alguém me ajuda a entender?

Abraços fraternais e super oberigado!

Adri.

Note que ele diz, no início, quando encontrares um cadáver. Ou seja, quando encontrarmos um corpo físico sem vida, apodrecendo, devemos, por caridade aos seus familiares, enterrá-lo em uma sepultura. Mas, se o morto for um morto vivo, como explicado anteriormente, o que podemos fazer é explicar-lhe que a verdadeira vida é a vida espiritual.
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Arquimedes em 19 de Janeiro de 2010, 14:00
"Deixe q os mortos enterrem seus mortos".
Não seria esta a explicação apropriada: O rapaz expressou o desejo de seguir Jesus (qdo se fala seguir, não é seguir o homem Jesus mas seguir seus ensinamentos, dos quais o mais importante é aquele q Jesus recomendou q  fizéssemo em primeiro lugar: "Buscai em primeiro lugar o reino de Deus, e o demais vos será  dado por acréscimo"), o candidato a discipulo expressou o desejo de seguir Jesus, seus ensinamentos q são mais importantes q o homem Jesus, q muitos historiadores e pesquisadores nem encontraram provas e não creem q existiu. Seu pai, talvez,  devia estar ainda vivo, mas o filho, dedicado, desejava amparar, estar perto, auxiliar o genitor até os dias de sua velhice, até o dia de sua morte. Por isso Jesus disse: "deixa q os mortos enterrem seus mortos". O q significaria esse conselho? Não seria: Vc, meu filho, já está despertando para o caminho da busca do reino, tanto q deseja seguir-me; está portanto, abrindo os olhos, está vivo: deixe q aqueles q não estão ainda abrindo os olhos, e q, portanto, ainda estão mortos para a verdade, enterrem seus mortos, deixe q eles se preocupem com essas coisas. Lembrem-se q Jesus considerou a busca da verdade mais importante do q tudo o mais, do q qualquer conquista ou posse. Daí a parabola daquele q procurava um tesouro e o encontrou num certo campo. O q fez ele? Se desfez, vendeu tudo o q tinha, e comprou aquele campo. E disse ainda q "aquele q não abandonar pai e mãe pare seguir-me, não é digno de mim". Jesus mais uma vez está afirmando q o tesouro, a iluminação, ou a percepção da verdade ou de Deus, a realização espiritual é muito mais importante q tudo, tanto q aquele q não seguir seus ensinamentos não será digno dessa conquista maior.
Por tais coisas Jesus tb disse: 'Que te importa a ti; segue-me tu". Analisem. Q te importa o q o mundo faz, o q diz, o q fala de ti, o q pensa, q todos ajam diferente de ti; deixe tudo isso para traz. "Aquele q toma do arado não deve olhar para traz". Aquele q inicia o trabalho da busca deixe q tudo o mais aconteça como tem de acontecer. Esqueça tudo o q ficou para atrás, as lembranças, isto é, o passado; os planos q fez para o futuro, isto é as expectativas e esperanças, ilusões, condicionamentos, esqueça tudo o mais (o ego iludido q é o proprio passado), não se importe se o considerem tolo, louco, covarde, credulo etc. E busque o reino, a verdade, Deus, q é o q de mais importante temos todos de fazer. Encontrada verdade chega-se à liberdade total; a ignorancia cessa e com ela todos os problemas e sofrimetos (pois a ignorancia é a causa de todos os problemas do mundo). A Verdade é a bemaventurança, como falado pelos 'verdadeiros santos' e misticos em geral. Veja o poema Zen abaixo.
                                   
                                   "Chuva nevoenta no monte Lu,
                                    ondas encapeladas no rio Che.
                                    Se você não esteve ainda lá,
                                    muitos pesares por certo terá;
                                    mas, se já esteve lá e no rumo de casa,
                                    como lhe parecerão prosaicas todas as coisas.
                                    Chuva nevoenta no monte Lu.
                                    Ondas encapeladas no rio Che"
 Isto é: se vc ainda não chegou à compreensão da verdade, muito sofrimento ainda terá, não por carma advindo dos seus erros e 'pecados', mas simplesmente porq ainda não conheceu a verdade e, por isso, continua na ignorancia. Mas se já chegou à compreensão da verdade e no rumo de casa, isto é, não por efeito de drogas ou outras coisas, mas na busca do caminho certo q leva à verdade, como todas as coisas lhe parecerão sem importancia. E antes e depois desse descobrimento, o mundo (ondas encapeladas, chuva nevoenta etc) serão exatamente o q são, nada do mundo muda. O q muda é sua interpretação ou compreensão do mundo q agora será correta, não haverá mais ilusões etc., mas compreensão profunda e total. Cessa toda ignorancia. E isso é a bemaventurança.

Não consigo ver diferença nesta interpretação com relação às demais. No fundo parecem-me dizer a mesma coisa. Os vivos nas interpretações anteriores não são exatamente aqueles que já percebem a verdade acerca da verdadeira vida e que tem a responsabilidade de anunciar esta verdade aos "mortos-vivos" para que se instruam e compreendam o que, de fato, importa? Muita Paz!
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Conforti em 20 de Janeiro de 2010, 19:57
Não há diferença.
Apenas tentei colocar ali minha compreensão acerca da frase. E salientar q os mortos são aqueles q ainda estão com a visão totalmente obscurecida em relação à busca da verdade.
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Arquimedes em 21 de Janeiro de 2010, 13:17
Não há diferença.
Apenas tentei colocar ali minha compreensão acerca da frase. E salientar q os mortos são aqueles q ainda estão com a visão totalmente obscurecida em relação à busca da verdade.

E colocou bem! Muita paz!
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Benny em 21 de Janeiro de 2010, 14:44
"Espirito morto" é o espirito que não se reconhece como espirito vivendo uma encarnação, mas como ser humano vivendo uma vida.



Frase muito feliz, parabéns pela perspicácia. Falou tudo.....
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Arquimedes em 23 de Janeiro de 2010, 02:41
"Espirito morto" é o espirito que não se reconhece como espirito vivendo uma encarnação, mas como ser humano vivendo uma vida.

Deixar os mortos enterrar os seus mortos significa portanto deixar que os "espíritos mortos", os escravos da mente, os iludidos, os que acreditam que conhecem alguma verdade continuem escravisados, iludidos e acreditando-se sabios enquanto os "espiritos vivos" continuam a sua vida espiritual.

Não há qualquer conotação de vida e morte fisicas nesta instrução, conforme bem esclarecido por Emmanuel.



Olá Anton,

Que Deus te abençoe. Não entendi quando você diz: ...deixar que os espíritos mortos continuem escravizados, acreditando-se sábios e deixar que os espíritos vivos continuem sua vida espiritual.

A frase "deixar que os mortos enterrem seus mortos foi dita por Jesus após a transfiguração no Monte Tabor (17Km do Mar da Galilélia). Ele disse ao final da frase para o jovem: Quanto a ti vai anunciar o reino de Deus. Então, deixa claro que aquels mortos no espírito serão (algum dia) vivos. Ou seja, não devemos lavar nossas mãos deixando os vivos-mortos (vivos na carne, mas mortos espiritualmente) entregues a sua própria sorte. Você concorda?
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Anton Kiudero em 23 de Janeiro de 2010, 03:11
A frase "deixar que os mortos enterrem seus mortos foi dita por Jesus após a transfiguração no Monte Tabor (17Km do Mar da Galilélia). Ele disse ao final da frase para o jovem: Quanto a ti vai anunciar o reino de Deus. Então, deixa claro que aquels mortos no espírito serão (algum dia) vivos. Ou seja, não devemos lavar nossas mãos deixando os vivos-mortos (vivos na carne, mas mortos espiritualmente) entregues a sua própria sorte. Você concorda?

E desde quando depende de nos fazer alguma coisa por quem nem ao menos quer nos ouvir? Porque os espiritos humanizados ou seres humanos em sua quase totalidade não querem saber nada da vida do espirito. E mesmo se quizessem, não possuimos os sentidos para tal. Segundo o LE nem podemos sequer imaginar o que seja um espirito (espirito vivo). Ninguem jamais viu, ouviu ou tocou algum. O espirito quando entra na fase humana na qual toda experiencia e as provas tem por pano de fundo o egoismo, na realidade não quer viver, prefere ficar mortinho em seu mundo de infindaveis ilusões...

E isto inclue a nos todos. Portanto não temos nada a fazer e nada a acrescentar que permita transformar o espirito morto em um espirito vivo.

O unico que nos compete fazer é informar que isto pode ser feito por qualquer espirito e demora exatamente um instante. O instante de cair a ficha. Isto é anunciar o reino de Deus. Mas os espiritos mortos preferem acreditar que isto levara milenios e preferem aguardar sentados que uma força exterior os venha a despertar. Mas esta força exterior jamais vira. Cada um tem que despertar sozinho, ou continaur sonhando...
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Conforti em 23 de Janeiro de 2010, 12:52
ANTON KIUDERO, amigo,
Acredito q seja exatamente como vc está dizendo. Só penso em acrescentar pouca coisa: a força exterior q esperamos venha ajudar os espiritos, a nós portanto, a despertarem já está aí, aqui e lá, desde sempre, o tempo todo. Somos nós q não a percebemos porq temos terra, trevas nos 'olhos', como disse Jesus. Fazem parte dessa força as palavras de Jesus e de outros q tentaram nos fazer compreender q o caminho é outro. Num dos evanjelhos não selecionados pela igreja romana está a lamentação de Jesus: "E os homens não me compreenderam!". Como tb diz um sábio, Krishnamurti: "Não percebemos essa imensidão nos chamando".
Mas podemos sim ajudar aqueles q, parace, nem querem ajuda. Por isso o ensinamento de Jesus: "Não coloque sua luz 'sob' o alqueire, mas 'sobre' o velador para q ilumine a todos".
Abraço.            
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Anton Kiudero em 23 de Janeiro de 2010, 13:59
Mas podemos sim ajudar aqueles q, parace, nem querem ajuda. Por isso o ensinamento de Jesus: "Não coloque sua luz 'sob' o alqueire, mas 'sobre' o velador para q ilumine a todos".

Sim, amigo Coronel, podemos espargir a luz. Mas qual luz? A luz que mostra a ampla estrada que conduz ao caminho que por sua vez leva a vereda e desta à estreita trilha que conduz todos aos braços amorosos do Pai. Mas não nos é dado acompanhar a ninguem por estes caminhos que deverão sempre ser percorridos isoladamente por cada espirito em sua marcha ascensional. E tampouco nos é dado desenvolver nos outros a fé irrestrita e incondicional no Pai. Os homens ainda não possuem fé e nem mesmo sabem o que venha a ser isto. Confundem fé com confiança ou a esperança em seus devaneios com as suas imagens rotas de um deus que criaram para si mesmos.

Esta mudança de consciencia ou mudança de percepção que temos das coisas do universo independe de tempo, independe de esforço e independe de qualquer ajuda exterior. Acontece quando deve acontecer, quando o espirito esta pronto a mudar e acontece em um átimo. O que era verdadeiro antes deixa de ser e novas verdades, ainda sempre parciais e transitorias passam a povoar a mente. Isto tambem se denomina de ressurreição, quando o espirito volta à vida da morada dos mortos (os espiritos que vivem a ilusão da vida, sujeitos a roda das encarnações como provas).

Todas as religiões são igualmente amplas estradas iluminadas e sinalizadas, com todas as informações que fazem o espirito manter-se na estrada, feliz com as suas verdades, indefinidamente. Mas estradas são apenas um meio de ir de um lugar a outro, não podemos morar em estradas, atrasando a evolução. Afastando-se das estradas o espirito encontra diversos caminhos não tão iluminados e sinalizados e seguindo por qualquer destes caminhos encontrará alguma vereda sem sinalização de onde passara a alguma obscura trilha até embrenhar-se na densa floresta da mente. Continuando, ve até mesmo a tão amada trilha desaparecer debaixo de seus pés e se encontra só sem qualquer indicação de caminho em meio ao desconhecido. E é apenas neste momento que a floresta desaparece, o desconhecido se torna familiar e a percepção de uma nova realidade aflora em si, de dentro para fora, vinda de uma profundeza até então ignorada onde o espirito esta em permanente comunhão com muitos. Isto é o despertar ou ressuscitar do espirito. Daí surgiu a frase "quando o discipulo está pronto o mestre aparece". Mas não vira de fora, ele existe desde sempre em nos, mas o desconheciamos.

Portanto podemos e devemos mostrar ao espirito humanizado que tudo o que lhe passa pela mente foi, é e será sempre uma ilusão e isto não é a realidade. Mas cabe a cada um procurar a sua realidade caminhando com as suas pernas pelos caminhos que desejar, mas começando a conscientizar-se de que o caminho existe apenas em sua mente ilusoria. E mas nada.
 
Fique sempre em Deus,
Anton


Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: mecame em 23 de Janeiro de 2010, 15:20
Eu digo que está frase retrata o meu estado muitas vezes. Durante muito tempo eu andei triste e sofrendo, gritando pelo nome de Deus e desejando reconhecer algo que pudesse satisfazer as minhas perguntas e angustias interiores. Fui a um hospital acompanhar os alunos da pós graduação de Peagogia Hospitalar e senti muita revolta por ver o que a doença faz com um ser humano. Duvidei de tudo que era divino, mas continuei fazendo orações por medo do poder de Deus. Não encontrei nenhuma verdade. Depois disso eu abracei qualquer ideologia e fiquei enganando a mim mesmo. Eu pensava que bastava ter uma ideologia qualquer para fazer parte de um grupo social e viver porque nada importa mesmo. E desse jeito eu vivia cego , surdo e mudo. Acho que este é o estado de um espírto morto. Eu não tinha idéia da vida após a morte e não acreditava em nada e sofria muito com isso. Sofria muito com os sofrimentos das pessoas , não via Deus no comando de nada. Para meu pensamento, tudo era um tolo acaso que surgia do nada. Acho que eu era um morto sepultando mortos. Quando meu tio morreu eu chorei e odiei a vida e acreditei que meu tio tinha acabado. Aquele corpo era ele e já estava morto. Eu era um morto. Acho que é isso. Um espirito que não tem a alegria de reconhecer a reencarnação e a vida eterna é um espirito morto. A paz de Cristo
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Conforti em 24 de Janeiro de 2010, 00:46
ANTON KIUDERO, amigo,
Devemos, sim, vomo vc diz, espargir a luz;  a luz q nos chega aos poucos ou como aquilo q  "vem do leste para o oeste, num relampago", pela compreensão. É essa luz. A quem Jesus disse "não coloqueis a vossa luz sob o alqueire..."? Aos homens, a nós, não é? Vc mesmo está tentando espargir a luz em suas intervenções neste Forum. Vc diz da sua compreensão, eu digo da minha. É possivel q aí exista alguma pequena diferença porq um tenha pesquisado mais q o outro. É certo q temos de ter por nossa propria compreensão, mas outros podem, sim, ajudar; todos fazemos parte desse imenso sitema e todas as respostas já estão em nós (pois se o proprio Deus esta dentro de nós!). O q nos falta é compreender isso.
Como vc diz, "todas as religiões são estradas" mas, infelizmente, algumas podem não levar tão longe pelo fato de interpretações diferentes. Por isso, vemos tantas diferenças entre elas. E, veja, a nossa caminhada não depende, como vc diz, de ajuda exterior? Só se considerarmos q tudo é interior. O exterior, o mundo, tudo, faz parte dessa ajuda, palavras q ouvimos etc. Deus está em tudo, até dentro de nós! Lembre-se q Jesus disse: "Ninguem vem a mim se o Pai, q me enviou, não ou trouxer". Isso é o q vc citou: "qdo o discipulo está pronto, o mestre aparece". 'Qdo o discipulo está pronto', é igual a, 'qdo o Pai o enviar'. E o Pai está sempre nos empurrando para irmos. É essa imensidade q nos chama sempre e q podemos vir a perceber se seguirmos aquilo q Jesus ensinou como o mais importante: "Buscai, EM PRIMEIRO LUGAR, o reino de Deus..." e ele nunca afirmou q essa busca é pela descoberta do amor. É pela busca da verdade, "...e a verdade vos libertará". Ele disse: "Amai-vos uns aos outros...", porq, se não houver amor, não 'encontraremos a Verdade' porq ainda haverá obstaculos (ciume, odio, desejos de vingança. inveja etc) q impedem q a mente se dirija na direção da Verdade; a mente estará poluida, cheia pelo desamor, e não sobrará 'espaço' para q a verdade, ou Deus, possa se revelar.
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Anton Kiudero em 24 de Janeiro de 2010, 01:12
Como vc diz, "todas as religiões são estradas" mas, infelizmente, algumas podem não levar tão longe pelo fato de interpretações diferentes. Por isso, vemos tantas diferenças entre elas.

Todas as religiões são identicas na comparação que fiz com estradas iluminadas e sinalizadas. Todas as religiões explicam tudo, tem resposta para tudo, não deixam duvidas na mente do espirito humanizado que a elas se submete. Todas, igualmente, tem a lista de "pode" e "não pode", do "é certo" e "é errado" e todas julgam a todas as demais do alto de seu conhecimento, o que voce mesmo acabou de exemplificar na parte sublinhada da frase acima que destaquei de seu texto.

E todas as religiões tem apenas um unico proposito. Afastar o homem de Deus. As religiões ensinam a amar a religião, aos seus fundadores, lideres, guias e santos alem dos simbolos, procedimentos e livros e com tanta coisa para amar nenhuma ensina o homem a amar a Deus acima de tudo, porque nem mesmo da tempo com tanto a fazer, tantas obrigações a cumprir, tantos estudos a realizar... E ainda existem as obrigações de divulgar a relgião e fazer proselitos, complicado mesmo cumprir com todas estas obrigações e ainda encontrar tempo para aprender a amar a Deus acima de tudo. Ufa!!!!

E neste contexto, todas as religiões são identicas. Apenas quando o espirito humanizado se afasta destas ilusões, começando a procurar caminhos menos sinalizados e não tão iluminados, encontrará, por esforço proprio as trilhas verdadeiras que estão impressas indelevelmente em sua mente espiritual mas que enquanto ser humanizado não consegue acessar. E so então inicia-se a sua verdadeira caminhada acensional.

Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Conforti em 24 de Janeiro de 2010, 01:13
AMIGOS,
Tudo está acontecendo no mundo (e noutros mundos tb). Oq vc falou é certo: hospitais cheios de doenças terriveis, q fazem sofrer o doente e a familia, miseria, fome, qtos vivendo debaixo da ponte ou nos 'lixões'; qtos sendo explorados, desprezados, discrminados pela cor, raça, posses, doenças, politicas etc. Consultorios, laboratorios e hospitais cheios de gente ansiosa, esperando, sofrendo. E os esquecidos pela vida nos manicomios, prisões, seres humanos iguais a nós, etc etc. Por isso, há 600 anos antes de Cristo, Lao Tsé, sabio não esquecido até hoje, escreveu no 'Tao Te Ching': "O que sucede no mundo mostra, àquele que está cordado, a total DESAPIEDADE dos acontecimentos".
Para compreendermos alguma coisa devemos tentar compreender a totalidade da vida, não só nosso fragmento de vida, mas a vida total, o q acontece com todos os seres, humanos ou não. Se ficamos presos só ao nosso fragmento de vida, ficamos cegos, e não comprendemos a vida total. Devemos observar e tentar compreender tudo q acontece, mas sem julgar, sem ser parcial etc.  "Não julgueis, pois com a medida q julgardes sereis julgados e com mais rigor ainda". As coisas, eventos, fenomenos, estão acontecendo, apenas isso; tudo é um fluir sem cessar, incerto e impermanente, q pode trazer satisfação, coisas agradaveis q chamamos de felicidade, ou desagradaveis, q chamamos infelicidade, sofrimento. O modo de compreender é esvaziar a mente pela meditação. E, esta, simplesmente é sentar-se e não fazer nada, isto é esquecer tudo, o ego, as lembranças, os planos para o futuro, esquecer até q estamos tentando esquecer porq TUDO deve ser feito sem esforço e sem expecatativas. Nada de pensar se estamos fazendo o certo ou o errado; apenas sentar-se.
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Conforti em 24 de Janeiro de 2010, 02:25
AMIGO,
É exatamente isso q vc disse: 'As religiões afastam o homem de Deus'. E porq? Porq os enchem de ilusões e esperanças e os homens nada questionam; aceitam tudo como verdade absoluta. E veja, se o uma religião afirma q o q ela ensina é o certo, o q as demais dizem é errado, pois são todas diferentes em suas crenças e doutrinas, não? Por isso os sábios dizem: "Aquele q se liga a religiões populares é imaturo; está ainda no jardim da infancia e dificilmente chegará à graduação universitária" e ainda: "Os cerimoniais e as religiões impedem o acesso à verdade".
Outra coisa q vc disse: "as religiões não ensinam o homem amar a Deus" mas aí, deixando de lado todos os seus erros, podemos até argumentar: "Como amar aquilo q não conhecemos q, apenas nos dizem ser infinito e eterno, onisciente, onipresente e onipotente, supremo amor e bondade, o Criador de todas as coisas. Como amar esse ser Todo Poderoso se apenas sabemos dele o q dizem dele? Podemos até argumentar: 'Se é supremo amor e bodade, quem é q permite todos os sofrimentos e problemas do mundo? Deus deu ao homem o poder de modificar a criação e fazer tudo o mais q está errado? Quem é responsavel por isso tudo, o homem q não cumpriu as leis de Deus, ou o proprio Deus q lhe conferiu esse poder, e q saberia sempre o q todos os homens fariam, em qualquer tempo ou lugar? Pelo poder de Deus, e pelo ensinamento das doutrinas acerca de umbral, inferno, penas eternas, reencarnações numerosas ou doloridas ou em seres inferiores da escala evolutiva etc, os seres humanos chegam a ter medo de Deus. Tantos dizem, e talvez outroa pensaem: "Sou temente a Deus". Com tudo isto, não é verdade q devemos questionar e buscar a Verdade 'verdadeira', pois q essa interpretação não deve ser a correta, não concorda? Deve existir uma outra interpretação q nos será dada na busca do "Conhecer a verdade" e q nos livrará da ignorancia e de tos os consequentes sofrimentos.
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: mecame em 24 de Janeiro de 2010, 03:13
Realmente eu acredito que toda religião tem duas fases para oadepto. A primeira fase é quando ele abraça a idéia e a recebe com todo o seu entendimento. Nessa primeira fase o adepto está num momento de aprendizado e se encanta dedicado-se de corpo e alma tendo uma compreensão ingenua de adorador. Nessa primeira o adepto é receptivo e adorador, pois está absorvendo o conhecimento inicial. Ele vive a comunhão e a união com os demais membros. Nessa fase tudo é lindo e puro. Ele descobriu uma verdade e agora quer vive-la. A segunda fase é a fase do orgulho e do ego. Agora ele pensa que já tem conhecimento suficiente para ensinar os demais. Nesse momento o adepto já é mais critico e julgador. Agora ele julga e critica os demais. Se antes ele conjugava o seu entendimento com o entendimento do outro, agora ele fiscaliza. Seu orgulho próprio agora só deseja demonstrar o seu conhecimento e ignorar os demais. Por esse motivo eu concordo que toda religião se diz dona da verdade diante das demais , não por culpa da religião , mas por culpa do egoismo humano. A paz
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: mecame em 24 de Janeiro de 2010, 03:22
O irmão disse que não é pelo amor que se chega Deus, mas sim pela verdade, porque Cristo disse Conhecereis a verdade e a verdade vos libetará, mas Cristo também disse que Aquele que amar a Deus e ao seu próximo já cumpriu toda lei e toda professia" Também na carta de Paulo aos Corinthios no capitulo 13 é falado a respeito do amor e é dito Que sem amor nada de nada tem valor. Mesmo que eu fale a lingua dos anjos e dos homens, mesmo que eu profetize ou que tenha todos os dons, mesmo que eu atire o meu corpo ao fogo, mesmo que eu tenha toda a fé ...Sem amor nada eu sou. E quem disse ao irmão que esta verdade não é o amor? A única recomendação que Cristo fez aos homens. Que amassem a Deus e ao próximo e assim cumpririam todas as leis e todas as professias. A paz
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Anton Kiudero em 24 de Janeiro de 2010, 04:06
É exatamente isso q vc disse: 'As religiões afastam o homem de Deus'. E porq? Porq os enchem de ilusões e esperanças e os homens nada questionam; aceitam tudo como verdade absoluta. E veja, se o uma religião afirma q o q ela ensina é o certo, o q as demais dizem é errado, pois são todas diferentes em suas crenças e doutrinas, não? Por isso os sábios dizem: "Aquele q se liga a religiões populares é imaturo; está ainda no jardim da infancia e dificilmente chegará à graduação universitária" e ainda: "Os cerimoniais e as religiões impedem o acesso à verdade".

Veja que não julgo as religiões, porque isto a nada leva. Por definição religião é uma prova para o espirito, não somente as religiões populares, mas TODAS as religiões. E provas existem para serem superadas. E para que vamos discutir sobre provas transitorias? Mesmo porque neste final de ciclo que estamos vivendo, todas as religiões desaparecerão por total inutilidade aos homens que aqui permanecerem. Isto porque, os devotos de qualquer religião não encontrarão morada neste planeta apos a sua transformação. A presente encarnação é a ultima oportunidade dada a esta geração de espiritos que habitam o orbe terrestre.

"as religiões não ensinam o homem amar a Deus" mas aí, deixando de lado todos os seus erros, podemos até argumentar: "Como amar aquilo q não conhecemos q, apenas nos dizem ser infinito e eterno, onisciente, onipresente e onipotente, supremo amor e bondade, o Criador de todas as coisas. Como amar esse ser Todo Poderoso se apenas sabemos dele o q dizem dele?

Pois é, Coronel, se voce precisa conhecer Deus para ama-lo, se voce precisa utilizar a razão para saber que não esta errado, voce não pode amar a Deus. Amar é sempre incondicional, não existe o amar "se", amar "porque" ou amar "quando". Amar a Deus é lançar-se no desconhecido sem rede de proteção alguma. Amar a Deus é não perguntar e apenas ouvi-lo. Amar a Deus é calar o ego. Amar a Deus é deixar o espírito, transcender a humanidade e todos as suas carateristicas.

O mundo de renegeração, a Nova Jerusalem, o terceiro milenio, denomine-o como o desejar, não será para seres humanos, mas para os que deixaram de ser humanos, os que mataram o ser humano. Esta nova percepção do universo pode acontecer em um atimo, ja o descrevi antes alguns posts atras. E os que continuarem seres humanos, vivendo com as alegrias e tristezas do ser humano, os espiritos mortos, reencarnarão em outro orbe, onde ser humano é o normal e segundo nos informaram alguns amigos espirituais, la permanecerão por cerca de sete milenios terrestres para tentar conseguir ou não, despertar ou ressussitar...

Mas não preciso nem escrever isto porque todos os habitantes deste orbe ja conhecem bem  este processo que foi-nos ensinado ininterruptamente ha muitos milenios. E as religiões continiamente distorcendo as informções e mantendo os seus devotos agarrados as religiões e ao planeta.

Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Anton Kiudero em 24 de Janeiro de 2010, 04:08
Podemos até argumentar: 'Se é supremo amor e bodade, quem é q permite todos os sofrimentos e problemas do mundo? Deus deu ao homem o poder de modificar a criação e fazer tudo o mais q está errado? Quem é responsavel por isso tudo, o homem q não cumpriu as leis de Deus, ou o proprio Deus q lhe conferiu esse poder, e q saberia sempre o q todos os homens fariam, em qualquer tempo ou lugar? Pelo poder de Deus, e pelo ensinamento das doutrinas acerca de umbral, inferno, penas eternas, reencarnações numerosas ou doloridas ou em seres inferiores da escala evolutiva etc, os seres humanos chegam a ter medo de Deus.

O Livro dos Espiritos, a revelação ou conjunto de informações distribuida neste orbe no fim do grande ciclo, inicia-se com a mais curta das perguntas e a mais curta das respostas. Não por acaso. A comprensão da questão 001 é crucial para o entendimento de toda a doutrina espirita, que como todas as demais antes dela já foi desfigurada pelos homens que se apressaram a contruir uma religião que mantenha os devotos, fieis ou seguidores, mortinhos da silva enquanto acreditam estar evoluindo. Evoluindo para onde ou o que? Não se evolue dentro de qualquer religião, já o disse e reafirmo.

Mas vamos a questão 001.

O seu enunciado é singelo: O que é Deus?

E a resposta foi a direta e clara: Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas.

Primaria é o que vem em primeiro lugar, o que vem antes de algo secundario. Para reafirmar isto o Espirito da Verdade ainda acrescentou a expressão "todas as coisas". Todas tem o significado de TUDO, ou seja nada deixa de ser abarcado por esta afirmação, ou seja tudo o que acontece no universo é causado por Deus.

O bem e o mal são percepções humanas, não existem no universo de Deus. Deus é a causa primaria tanto da alegria como da dor, das ações do verdugo como do sentenciado, da beleza da aurora primaveril como do furacão destruidor de vidas e esperanças. Deus criou o universo apenas dizendo "faça-se" e transforma estrelas e galaxias inteiras em poeira apenas dizendo "faça-se". Nada acontece no universo que não seja por obra de Deus e nada acontece no periodo em que vivemos como ser humano que não seja obra de Deus. O ser humano nem mesmo existe fora de nossa mente, nos é que o imaginamos. O que existe no universo são espiritos, que não temos, enquanto humanos, condições de compreender. O espírito é um NADA para nos.

Esta a resposta do LE ao seu questionamento.
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: mecame em 24 de Janeiro de 2010, 07:03
Deem que nome quiserem para a inteligencia que domina todas as coisas, a que chamam causa primaria, inteligencia suprema ou Deus, mas eu estou convencido que força desta causa, a força desse Deus , a força dessa inteligencia superior é a energia de ligação, de conexão que faz do tudo o nada e do nada o tudo, e essa energia eu estou convencido que é o que o Cristo chamou de amor. Devia nos ensinar a conexão,mas que palavra o grande sábio Jesus usaria para o entendimento dos humanos? Estou convencido que a palavra amor que entendemos como um sentimento da alma, um sentimento que reconhece Deus em tudo e gera a conexão, o único sentimento que tem o poder de matar o ego e o egoismo, que termina com todo tipo de destruição seja pensante, falante ou prática. Enquanto allguns ignoram o amor e se enganam pregando ideologias e se embevecendo em sua vaidade na tentativa de substituir o amor por qualquer outra desculpa que alimente o seu ego, esquecem de praticar o amor e esquecem de amar porque estão muito ocupados em encontrarem a tal da verdade que nunca encontrarão porque está dentro de cada um de nós e é um sentimento que nos conecta com toda a Exitencia. Um sentimento chamado amor. O amor que podemos dizer que nos leva a um estado de conexão com Deus. Nenhuma religião pode faze o homem sentir o amor. O amor estádentro do homem e cabe ao homem extrai-lo e vive-lo. Amar a Deus para muitos significa amar um ser desconhecido , mas quem disse que Deus é um ser desconhecido? E quem disse que ele é um ser? Quem pode dizer o que é Deus? Demos o nome de Deus ao poder que mantem a Existencia viva, por isso antes eramos politeistas porque individualizamos este poder em vários seres que imaginamos e mais tarde compreendendo a ignorancia nossa individualizamos em um só ser. Mas quem pode descrever Deus? Nem a Bíblia ousou descrever Deus, quando um homem, um dos patriarcas diz a Jeova que quer ver Deus ele diz que ninguém pode ver Deus,pois o não suportaria o seu poder e morreria certamente. Talvez esse poder fosse a energia mais potente que se pode imaginar, mas não vem ao caso aqui entrar neste tema de energia. Porém ninguém pode descrever Deus, Ninguém pode descrever a causa primária, a inteligencia suprema. Mas, amar a Deus não é amar um ser desconhecido, amar a Deus é amar essa maravilha  e misteriosa existencia que desde os componentes de um atomo até uma aglomeração de galaxias coexistem conosco meros e simples seres humanos. Portanto , antes de desconsiderarem o amor pensem bem. A paz de Cristo
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: dim-dim em 24 de Janeiro de 2010, 10:30
Nessa primeira fase o adepto está num momento de aprendizado e se encanta dedicado-se de corpo e alma tendo uma compreensão ingenua de adorador. Nessa primeira o adepto é receptivo e adorador, pois está absorvendo o conhecimento inicial. Ele vive a comunhão e a união com os demais membros.

Olá mecame, essa parte da percepção social, limitadora, é o que se tem que abandonar para se entrar no conhecimento silencioso onde o homem sabe tudo de maneira imediata e sem palavras, porque é onde está o ser original, o espirito.

Essa percepção social é o que nos têm passado as religiões com as falsas ideias de Deus, e está gravada tão profundamente no homem que ele pensa que é tudo o que existe, desprezando o ser original o espirito, para alimentar esses sentimentos que lhe foram ensinados e que o mantêm na absoluta ignorância, sem a liberdade de se ver a ele próprio como um aglomerado de sentimentos que pode enfatizar os que queira a seu belo prazer, em vez de andar subjugado ao que lhe ensinaram.

O homem enfatiza a baixeza de sentimentos que lhe ensinaram e que o fazem ser um ser desgraçado, ignorante, pequenino, temente a Deus, enfim, cheio de medo de tudo, obediente, por ser o que convém aos "senhores".

Quando o homem larga essa percepção social vê que em vez de ser essas coisas todas pode ser um homem de cconhecimento, valente, livre, desapaixonado e sem medos. Descobre de repente que gasta o mesmo ou mais energia a fazer-se infeliz e desgraçado, ou a fazer-se feliz e contente com toda a liberdade de percepção, a escolha é dele.



Namasté
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: mecame em 24 de Janeiro de 2010, 15:00
O amor é a chave é a conexão, é a verdade, a luz. Amar significa estar, cuidar, compartilhar, conectar, empatizar, ser junto, ser unificado, sentir a virtude e beleza de todas as coisas do mundo micro e do mundo macro. O amor é o reino de Deus dentro de  cada um de nós, é o alfa,o omega, o nirvana. Ele é o que se encontra depois do silencio e depois dos mistérios. Por que o amor não é reigião e nem ideologia religiosa. Chamamos de amor porque foi assim que denominamos o sentimento mais lindo,é é lindo sim, porque no seu desenvolvimento está o segredo do universo. Pensem mais no amor do que na vaidade do discurso que fazem. Vivam mais o amor do que o vazio das palavras que discursam e afirmam muita coisa que nunca se viu, utopias e metafisicas fantasticas. Deus está dentro de cada um e não é na pratica do silencio que se encontra, mas sim na prática do amor. A não ser que consigam fazer o silencio chegar ao amor. Se agum homem conseguir fazer o silencio chegar ao amor, então ele sentirá a conexão, mas, terá que mnter essa conexão e para isso terão que estar cheios de amor. Tudo o que o homem fizer para atingir a sabedoria, buscar a verdade e sentir Deus será sempre um encontro com o amor. A paz
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: dim-dim em 24 de Janeiro de 2010, 15:30

Olá!

"Allan Kardec "

895 Além dos defeitos e vícios sobre os quais ninguém se enganaria, qual o sinal mais característico da imperfeição?

– O interesse pessoal. As qualidades morais são, freqüentemente, como banho de ouro sobre um objeto de cobre que não resiste à pedra de toque1. Um homem pode ter qualidades reais que fazem dele, diante de todos, um homem de bem. Mas essas qualidades, ainda que sejam um progresso, nem sempre resistem a certas provas, e basta tocar no interesse pessoal para colocar o fundo a descoberto. O verdadeiro desinteresse é coisa tão rara na Terra que é admirado como um fenômeno quando se apresenta.

O apego às coisas materiais é um sinal notório de inferioridade, porque quanto mais o homem se prende aos bens deste mundo menos compreende sua destinação. Pelo desinteresse, ao contrário, prova que vê o futuro sob um ponto de vista mais elevado.


Namasté
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: mecame em 24 de Janeiro de 2010, 20:27
Só o amor pode trazer o desinteresse por tudo o que não passa pelo coador do amor. O amor filtra todas as imperfeições.
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Conforti em 24 de Janeiro de 2010, 20:28
AMIGOS,
À afirmação de q: "...a segunda fase da religião para seu adepto é a fase do orgulho e do ego", não sei se entendi,  mas aí, me parece, está sendo dito q na segunda fase o espirito regride em relação ao q era na fase anterior?
Continuando a afirmação inicial: "Agora ele pensa q tem conhecimento suficiente para ensinar os demais, pois julga e critica os demais, fiscaliza; seu orgulho proprio só deseja mostrar seu conhecimento e ignorar os demais". Será isso mesmo? Pode até mesmo ser em determinados casos, mas será sempre essa a conclusão? Não é isso q todos os amigos do forum tentam fazer o tempo todo, em todas ou quase todas suas intervenções? Esclarecer, auxiliar os demais em algum ponto em q estejam em dúvidas? Ou conseguir alguma luz para suas proprias dúvidas, não é isso? Todos do forum estão tentando colocar seus pontos de vista ou, o q é a mesma coisa, esclarecer, ensinar o q julgam q é certo. Ou estou enganado? Se estiver gostaria q me avisassem, porq penso q o objetivo dos  diálogos, respostas e perguntas, a busca de esclarecimentos enfim, é q existe o diálogo no forum. Então, quem tenta mostrar q conhece alguma coisa é ignorar os demais? Ou tenta mostrar, apenas, q tem uma interpretação q considera diferente e q, se seguida, pode até abrir olhos e ouvidos de outrem? O FE, peço a alguem q me esclareça, não existe para esclarecer? Ou somente para expor, com tantas perguntas e questões, tópicos ou assuntos, coisas q ao membro não compete questionar?  Sinceramente, sou novo no FE e posso estar enganado qto às suas finalidades. E veja, este tópico está justamente inserido no assunto "Autoconhecimento".
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: mecame em 24 de Janeiro de 2010, 20:45
Não me refiro aos amigos aqui presentes e nem aos participantes do forum. Não mensionei forum no texto escrito. O assunto referia-se às religiões. Realmente, no que diz respeito às questões  religiosas acredito que há uma fase inicial de paixão como acontece com tudo o que é novo na vida de uma pessoa. E como tudo que deixa de ser novo há uma fase em que se acredita saber o suficiente. Saindo da essencia do primeiro amor a religião passa a apresentar novos conflitos e este adapto passar a se envolver intlectualmente com esse novos conflitos que detalham mais o conhecimeto. Nessa fase o adepto tende a se tornar menos espirital e mais intelectual, no sentido de vasculhar  o seu aprendizado para produzir respostas. É lógico que há exeções. Não estou generalizando e nem faria isso. E na segunda fase o espírto não regride, ele apenas não mantém o ritmo da busca. Ele continua progredindo mas de uma forma diferente da fase inicial.E isso não é nenhum absurdo se somos humanos e entedemos o que somos, sabemos que todo inicio é apaixonante. A paz
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Conforti em 24 de Janeiro de 2010, 23:27
Amigo MECAME,
Pelo q escreveu me parecia q era uma generalização. Entendi mal, portanto. Vamos continuar, então, e meu desejo é não causar constrangimento algum.
Mas, quem já passou por outras religiões ocidentais terá verificado q inexiste essa paixão inicial. As pessoas já nascem 'dentro' da religião q seguirão, talvez a vida toda ou por muito tempo; é a tradição ou costume familiar etc. Qdo mudam para outra crença é pelo fato de de amigos muito chegados, ou amores já pertenceram àquela outra etc. Vc possivelmente só verá essa paixão inicial, e por todo o decorrer da vida, na doutrina espirita pois q é a q mais respostas dá às nossas questões e, em geral, qdo nos ligamos a ela é porq as demais não tem resposta alguma ou por conveniencia. Tb afirmou q eu disse q não é pelo amor q chegamos a Deus. Devo ter me expressado mal. Sem amor ninguem vai a parte alguma; se não há amor, haverá ciume, desejos de vingança, inveja, ódio, conflito etc, e a mente deve estar livre disso tudo, e de qualquer outra coisa, para a tentativa de meditação.  É como aquilo q as igrejas chamam de pecados capitais, pois q perturbam a mente e não deixam q ela se aquiete (luxúria, preguiça, gula, desamor, orgulho etc). Lembre-se do profeta do VT: "Aquieta-te e sabe: eu sou Deus". Sem o amor a mente estára perturbada , não ficará silenciosa e não chegaremos à compreensão da verdade. É apenas isso.
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Arquimedes em 24 de Janeiro de 2010, 23:55
A frase "deixar que os mortos enterrem seus mortos foi dita por Jesus após a transfiguração no Monte Tabor (17Km do Mar da Galilélia). Ele disse ao final da frase para o jovem: Quanto a ti vai anunciar o reino de Deus. Então, deixa claro que aquels mortos no espírito serão (algum dia) vivos. Ou seja, não devemos lavar nossas mãos deixando os vivos-mortos (vivos na carne, mas mortos espiritualmente) entregues a sua própria sorte. Você concorda?

E desde quando depende de nos fazer alguma coisa por quem nem ao menos quer nos ouvir? Porque os espiritos humanizados ou seres humanos em sua quase totalidade não querem saber nada da vida do espirito. E mesmo se quizessem, não possuimos os sentidos para tal. Segundo o LE nem podemos sequer imaginar o que seja um espirito (espirito vivo). Ninguem jamais viu, ouviu ou tocou algum. O espirito quando entra na fase humana na qual toda experiencia e as provas tem por pano de fundo o egoismo, na realidade não quer viver, prefere ficar mortinho em seu mundo de infindaveis ilusões...

E isto inclue a nos todos. Portanto não temos nada a fazer e nada a acrescentar que permita transformar o espirito morto em um espirito vivo.

O unico que nos compete fazer é informar que isto pode ser feito por qualquer espirito e demora exatamente um instante. O instante de cair a ficha. Isto é anunciar o reino de Deus. Mas os espiritos mortos preferem acreditar que isto levara milenios e preferem aguardar sentados que uma força exterior os venha a despertar. Mas esta força exterior jamais vira. Cada um tem que despertar sozinho, ou continaur sonhando...

Entendo...Mas, informar pode ser tudo o que se precisa para que a ficha caia. Muitas vezes, nos fechamos em um mundo 100% material e não percebemos (ou não queremos perceber) que existe um mundo maior nos esperando e que a causa de nossas aflições reside (muitas vezes) nesta luta que desencadeamos internamente. Reforma íntima é muito difícil porque somos nós (o velho homem) lutando contra nós mesmos. Lutando contra nossos vícios, nossos hábitos materialistas, nossos apêgos, etc.
De fato, não podemos abrir os olhos de quem os quer manter fechados. Mas, também não podemos deixar nossos irmãos desinformados, presos a valores que (hoje) nós compreendemos serem "falsos". Antes de me tornar espírita, fui católico daqueles que nem vão à Igreja. Completamente afastado de valores espirituais. Foi preciso sofrer muito e me perguntar: por que sofro tanto? O que falta na minha vida? E a resposta veio na hora no meu pensamento: Falta Deus. Precisas compreender Deus. Procurei uma casa espírita e me tornei trabalhador e de lá jamais me afastei (apesar das dificuldades dentro do lar devido as minhas ausências).

Muita Paz!!
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Conforti em 25 de Janeiro de 2010, 00:00
AMIGOS,
Foi dito q, ao contrario do q, "o irmão disse q não é pelo amor e se chega a Deus" (já sabemos q isso foi apenas um malentendido) "...Cristo tb disse: "Aquele q amar a Deus sobre todas as coisas e a seu proximo já cumpriu toda a lei e os profetas", pois Paulo tb afirmou "Sem amor nada sou"  e "Q o amor foi a única recomendação q o Cristo fez aos homens". Veja, amigo, acredito q a palavra 'única' aí usada foi apenas uma força de expressão, não foi? Pois tudo q Jesus falou foram recomenadações aos homens, não concorda? A recomendação maior ou mais importante não deve ser aquela q Jesus disse ser a PRIMEIRA a ser feitar? "Buscai em primeiro lugar...". Outra coisa: qdo Jesus disse q aquele q amar a Deus sobre todas as coisas e a seu proximo já cumpriu a lei e os profetas. Como amar a Deus sobre todas as coisas qdo se está com dores terriveis por uma doença maligna, por ex, dores q nenhum medicamento faz cessar, q muitos abandonam a vida fisica por não mais as suportarem; isso entre muitas outras coisas como as amputações de membros de crianças e adultos, a sangue frio, produzidas por estilhaços de projeteis ou, num outro exemplo, praticadas tb a sangue frio, qdo um povo africano entrava nas aldeias do inimigo e a machadads cortavam os pés para evitar q aquele, no futuro, qdo crescessem pudessem ser seus inimigo setc etc. Há aqueles q se desesperam, q desacreditam na existencia de um Deus, ou q blasfemam contra Ele com palavras medonhas. O amigo deve ter visto algo nesse sentido nos hospitais, em vizinhos ou até na propria familia. Vemos na midia noticias semelhantes todos os dias.
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Conforti em 25 de Janeiro de 2010, 00:19
Continuando,
"...já cumpriu toda a lei e os profetas", dando-lhe, ao q parece, o significado de q, quem fez tudo isso, já está salvo. Jesus se referia à antiga lei, à lei judaica q ele veio aperfeiçoar (e, portanto, era imperfeita). Qto aos profetas, quem são eles? Se se observar, sem preconceitos, o VT, vamos verificar q os profetas (refiro-me ao Livro dos Profetas) eram apenas ameaçadores; qdo um "profeta" desaparecia, se calava, ou morria, levantava-se outro repetindo, quase sempre, as mesmas ameaças ao povo hebreu q periclitava. Estudando os profetas dá Biblia, vemos q nenhum profetizou, apenas ameaçou, ou fez pequenas previsões como a q fazemos. ('se o céu está muito nublado podemos acertar ao dizer q vai chover). Logo, não era a isso q Jesus se referia. Ele veio trazer novas lições maiores e acima daquelas antigas. E o q devemos fazer em primeiro lugar é buscar o reino, q nos dará o conhecimento da verdae. Veja tb q Jesus não disse "Se conheceres a verdade, a verdade vos libertará". Ele afirmou "Conhecereis a verdade...", pois, como ele tb afirmou, "...o demais vos virá por acrecimo", isto é, encontrado o reio vira por acrecimo a verdade, sabedoria e bemaventurança. 
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Conforti em 25 de Janeiro de 2010, 00:51
Continuando
Foi dito q "se é preciso a alguem conhecer Deus para amá-lo, se precisa usar a razão para saber q não está errado (q quem não está errado? aquele q usa a razão?), não pode amar a Deus. Q amar é sempre incondicional". E a pergunta é: quem possue esse amor incondicional? Ou por Deus, q não conhecemos pois apenas nos falaram sobre Ele, q é o Criador, todo poderoso, onisciente e onipresente e sumamente misericordioso? O q sabemos a respeito do Pai a não ser o q está escrito, o q sacerdotes, pastores, entidades, mentores etc nos passaram pelas tradições e costumes? Quem sabe, sem duvida alguma, o q é Deus? Esse amor incondicional só nos chega pela percepção da verdade, ao 'entrarmos' noo reino de Deus. Então, vamos perceber q tudo está certo, q tudo está e sempre esteve e sempre estárá perfeito. ("...do perfeito tirando o perfeito o que resta é perfeito"). Nós é q não compreendiamos, mas com a compreensaõ agora adquirida, as trevas q cobriam nossos olhos foram dissipadas ("...se teu olho é sadio, todo o teu corpo estará iluminado").
Tb foi dito "Q amar a Deus é lançar-se no desconhecido. Não é perguntar, mas apenas ouvi-lo, É calar o ego". Só se lança no desconhecido aquele q 'percebeu'. Então, para ele, o desconhecido não é mais desconhecido; é totalmente conhecido, pois lhe veio sabedoria 'além daquela q o mundo comhece'; não existe mais medos; agora sabe q tudo é perfeito e q o bem e o amor  estão na propria construção do universo, na sua criação. Em Deus, portanto.
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Conforti em 25 de Janeiro de 2010, 01:11
Continuando,
E é uma verdade q 'devemos calar o ego para ouvir Deus'. Enqto o ego está operando, a mente não estará silenciosa; estará cheia do 'lixo' q o ego tem pelo seu condicionamento e ilusões. Só no aquietamento do ego, a verdade poderá ser conhecida ("Aquieta-te e sabe: eu sou Deus"). E mais, só o louco é q não tentará conseguir despertar. Se alguem sabe q esse despertamento é a liberdade total, vai deixar de tentar encontrá-lo? Só o louco ou o ignorante (q não tem culpa por ser assim) não tentarão alcançar a fecidade q é a razão de todas as lutas e anseios do homem. Tanto o mais irrepreensivel qto o mais perverso fascinora, tudo q obram é na tentação de ser mais felizes. Ou não é? Porq um mata, explora, rouba etc, não é porq julga q com isso q faz não lhe virá, por pouco q seja , alguma satisfação? A satisfação pelo crime cometido não será um pouco de felicidade? Ou é a insatisfação q produz a felicidade? Não é felicidade q todos desejam? Qdo auxilamos alguem não nos sentimos felizes pela felicidade q levamos a esse alguem? Qdo vingamos a honra ofendida, não ficamos, mesmo q por pouco tempo satisfeitos, felizes?
Título: Re: Qual é significado da frase " deixe que os mortos enterrem seus mortos"
Enviado por: Conforti em 25 de Janeiro de 2010, 01:33
Continuando,
Foi citada a questão numero 101 do LE: "Quem é Deus?" e a resposta: "...é a causa primária de todas as coisas..." e q "tudo q acontece no mundo é causado por Deus. O bem e o mal são percepções humanas; não existem no universo de Deus. Deus é a causa primaria tanto da alegria qto da dor, da ação do maldoso e do bondoso, da beleza e da feiura". Portanto essa resposta do LE afirma q tudo, portanto o mal e o bem, são causados por Deus. Mas completa: q o bem e mal são apenas percepções humanas, q não existem no universo de Deus. Mas TUDO não é causado por Deus? Quem causou a percepção errada dos homens? Os proprios homens com toda sua imperfeição, podem responder. Mas então quem causou a imperfeição dos homens? As perguntas virão indefinidamente, sem respostas, pois a resposta é apenas está: "Aquele q fez todas as coisas". Vemos portanto q devemos questionar tudo, não apenas ouvir e nos atirarmos noa bismo do desconhecido, porq entre o q dissemos acima e o q as religiões todas dizem há tremenda contradição. Não estamos firmando q o Deus seja isso ou aquilo, mas há contradições no q as religiões, livros, escrituras etc nos ensinam. Por isso devemos, sim, questionar pois só o questionamento poderá abrir nossos olhos.