Forum Espirita

GERAL => Psicologia & Espiritismo => Auto-Conhecimento => Tópico iniciado por: aruanda em 05 de Dezembro de 2005, 14:29

Título: LENDA ORIENTAL
Enviado por: aruanda em 05 de Dezembro de 2005, 14:29


Conta uma popular lenda do Oriente Próximo, que um jovem chegou à beira de um oásis junto a um povoado e aproximando-se de um velho perguntou-lhe:

- "Que tipo de pessoa vive neste lugar ?

- "Que tipo de pessoa vivia no lugar de onde você vem ?" -

perguntou por sua vez o ancião.

- "Oh, um grupo de egoístas e malvados. - replicou o rapaz - Estou satisfeito de haver saído de lá."

A isso o velho replicou:

- "A mesma coisa você haverá de encontrar por aqui."

No mesmo dia, um outro jovem se acercou do oásis para beber água e vendo o ancião perguntou-lhe:

- "Que tipo de pessoa vive por aqui ?"

O velho respondeu com a mesma pergunta:
- Que tipo de pessoa vive no lugar de onde você vem ?

O rapaz respondeu:

- "Um magnífico grupo de pessoas, amigas, honestas, hospitaleiras.

Fiquei muito triste por ter de deixá-las".

- "O mesmo encontrará por aqui"- respondeu o ancião.

Um homem que havia escutado as duas conversas perguntou ao velho :

- "Como é possível dar respostas tão diferente à mesma pergunta?

Ao que o velho respondeu :

- "Cada um carrega no seu coração o meio ambiente em que vive.

Aquele que nada encontrou de bom nos lugares por onde passou, não poderá encontrar outra coisa por aqui.

Aquele que encontrou amigos ali, também os encontrará aqui porque, na verdade, a nossa atitude mental é a única coisa na nossa vida sobre a qual podemos manter controle absoluto".

Infunda em si mesmo a idéia do sucesso.

O primeiro requisito essencial a todo homem para encontrar
uma vida digna de ser vivida, é ter uma atitude mental positiva.
Título: Re: LENDA ORIENTAL
Enviado por: VS em 05 de Dezembro de 2005, 20:10
Olá Olga


Ter uma atitude mental positiva, no âmbito do mundo dos Espiritas, é encontrar forma de nos auto-convencermos que somos capazes de usar os nossos meios (conhecimentos, inteligência, força e/ou habilidade fisica, etc.) para, como o nosso trabalho (ou esperando pelo Euro-milhões para os hiper-positivos), levarmos a nossa vida de modo útil para nós e para o universo, minimizar o sofrimento e maximizar a alegria. A avaliar por mim próprio, isso depende de factores que variam com os dias (uns dias estamos mais optimistas e outros menos optimistas). Por exemplo, deixar-se influenciar pelas desgraças que são o produto que os media mais gostam de vender, pode conduzir-nos à depressão.

Mas há factores de natureza psiquica e espiritual que também nos influenciam. Por Exemplo, quem se contenta com pouco é mais feliz do que quem é muito ambicioso, do ponto de vista material. Há até factores que se prendem com o funcionamento dos nossos orgãos, que podem influenciar o nosso humor.

Isso conduz-me a uma questão sobre a qual gostava de saber a tua opinião (e a de todos, sem excepção): como saber quando os factores que nos influenciam o humor são de natureza espiritual ou não?

bem hajam
Vitor Santos



 
Título: Re: LENDA ORIENTAL
Enviado por: _Natalia em 13 de Dezembro de 2005, 02:35
Maravilhoso e importantíssimo o texto, Olga!


Isso conduz-me a uma questão sobre a qual gostava de saber a tua opinião (e a de todos, sem excepção): como saber quando os factores que nos influenciam o humor são de natureza espiritual ou não?
bem hajam
Vitor Santos
 

Quando eu li isso que o Vitor escreveu, na hora, eu lembrei de um fato engraçado: eu estava me sentindo muito mal, abusada, com uma indisposição tremenda. Relatei essa minha sensação para uma amiga, dizendo: estou tão mal, estou com "vontande de me vomitar" ...Essa foi a expressão que eu usei, e, prontamente, ela respondeu: Ah isso eu conheço, é TPM!! O engraçado é que eu jurava que era algum amiguinho espiritual que estava do meu lado e que estava me passando essa sensação horrorosa. Parei, pensei e percebi que poderia ser realmente a tal TPM, que eu jurava não possuir. Fiquei pensando .... Será que na verdade o que eu costumo ter é TPM e não mediunidade?  ??? ( exagero meu!  ;))

O fato é que quando eu percebi que era TPM, dei um monte de risada pelo fato dela perceber o diagnóstico rapidinho atraves do meu sintoma "nada a ver",  e fui me deitar... Claro, eu tinha que  me afastar das pobres pessoas que poderiam sofrer a consequencia do meu "bom humor". Fui dormir refletindo bastante sobre isso: E aí... quando é meu corpo? quando é presença espiritual? Tudo é muito parecido. Será que uma coisa provoca a outra?

Resumindo, eu também gostaria das respostas dos amigos.  ;D

Namastê e Feliz Natal!
Natália  :-*
Título: Re: LENDA ORIENTAL
Enviado por: SB em 13 de Dezembro de 2005, 11:13
Olá,

Eu penso que o mais importante sempre será o pensamento positivo...

Na maior parte das vezes se vamos ficar preocupados com o que será que estamos a sentir, sendo nosso ou não, esquecemo-nos de nós, em parte...

Parece-me mais logico preocupar-nos um pouco mais conosco mesmos, no sentido de conseguirmos realizar o que ambicionamos intimamente, buscando sempre no mal estar uma boa dose de boa disposição.

O facto de o conseguirmos fazer, estaremos a exercitar um eu, mais laborioso no sentido da alegria causando nos mais tranquilidade.

O facto é simples quando se consegue manter um pensamento feliz em nossas mentes.

Mas dificil consegui-lo, eu sei...

Quando não conhecemos mt bem a nós mesmos ou as nossas faculdades é mais complicado, (sei do que falo ;)), mas tb sei, que tb não é tão importante nos preocuparmos em saber a origem, inicialmente, sendo por motivos espirituais...acreditem que tudo vem a seu tempo...e se por evetualidade acontece mt, para quem é uma "esponja" na absorção de todas e qq vibrações, está em necessitar de educação da sua propria forma de ser, rápidamente...

E enquanto não se consegue essa identificação, não se preocupem...animem a mente, aliviem desviando seus pensamentos para coisas boas...mt boas...

Para tentar saber se depende de nós fisicamente, racionalizem, tentem perceber se realmente está tudo bem covosco fisicamente e se os sintomas precistirem...se precistirem, não custa fazer uma visita ao medico.

Até pq o mau humor, tb pode ser fisico, temos as instabilidades hormonais que provoca o mau humor, por exemplo ;)

Tudo começa por nós. Quanto mais nos conhecermos, será mais facil essa identificação do que é ou não nosso.

P.S. natalia minha querida amiga do outro lado do aceano, bigado pela consulta de estomatologia on-line, tou bem melhor  ;D

Bem hajam



Título: Re: LENDA ORIENTAL
Enviado por: aruanda em 13 de Dezembro de 2005, 13:37
Não é muito fácil por vezes percebermos  a difereça.
Eu costumo dizer que é bom que nos acostumemos a perceber se as coisas que sentimos vêem de  DENTRO PARA FORA da nossa mente  ou se pelo contrário são de FORA PARA DENTRO.
Parece um disparate mas, não é...experimentem.
Abraços
Título: Re: LENDA ORIENTAL
Enviado por: _Natalia em 14 de Dezembro de 2005, 01:50
Olá Suzaninha!

Conte sempre comigo!

Beijão,
Natália  :-*