Forum Espirita

GERAL => Psicologia & Espiritismo => Auto-Conhecimento => Tópico iniciado por: Sinônimo em 06 de Agosto de 2011, 14:41

Título: Fé em Deus pode melhorar a recuperação psicológica, diz pesquisa (Globo Online)
Enviado por: Sinônimo em 06 de Agosto de 2011, 14:41
Obs: esse texto foi retirado do site:

http://oglobo.globo.com/vivermelhor/mat/2011/08/05/fe-em-deus-pode-melhorar-recuperacao-psicologica-diz-pesquisa-925070288.asp#ixzz1UFi8mVQG

Boa leitura!

"BELMONT - Quem acredita em um Deus benevolente se preocupa menos com as incertezas da vida do que aqueles que creem em uma religião cheia de punições, segundo a pesquisa do Hospital McLean, publicada no "Journal of Clinical Psychology" e que será apresentada nesta sexta-feira no encontro anual da Associação Americana de Psicologia. Os médicos responsáveis pelo estudo acreditam que a crença dos pacientes deve ser mais considerada em seus regimes de tratamento e pedem que os profissionais de saúde as integrem para acelerar a recuperação.

"Muitos não estão preparados para perceber como as crenças espirituais podem contribuir para os estados afetivos e integrar estes temas ao tratamento de forma sensível", escreve o coordenador do estudo, David H. Rosmarin.

A pesquisa tem dados de dois estudos: um deles questionou 332 indivíduos, incluindo cristãos e judeus, a partir de sites e organizações religiosas. O outro pesquisou 125 pessoas em organizações judaicas, mostrando um programa de áudio e vídeo concebido para aumentar a confiança em Deus.

No primeiro caso, os pesquisadores constataram que aqueles que acreditavam em um Deus protetor eram mais confiantes. Já o segundo grupo mostrou um aumento de confiança enquanto clínica e estatisticamente diminuíam as incertezas, preocupações e estresse. O estudo mostra ainda que 93% dos americanos acreditam em Deus ou em um poder superior e que 50% deles consideram a religião muito importante em suas vidas.

"Existem evidências que indicam que muitas áreas da espiritualidade e da religião podem prever o funcionamento psicológico, mas os profissionais de saúde sequer perguntam sobre as crenças das pessoas. É uma loucura, nem perguntamos, não somos treinados para isso. Mas é importante", destaca o pesquisador.


© 1996 - 2011. Todos os direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A."


Bom, eu sempre acreditei, com base intuititva, que com o passar dos tempos, não encontrando a ciência todas as explicações, respostas e soluções no pensamento materialista, cartesiano, etc, migraria a mesma para áreas além das fronteiras da metodologia e do que os sistema de pesquisa mais tradicionais apontavam como próprios do campo científico. Isso quer dizer olhar para outras questções intangíveis relacionadas ao ser humano, como mente e espírito. Ainda que este último conceito seja muito intrigante no uso de suas atribuições como conceito e objeto frente aos paradigmas e métodos científicos atuais da ciência.

Em uma conversa com um especialista há anos atrás sobre o poder da fé na manutenção da saúde e na cura, o mesmo, após questionado sobre a relação da mente com as transformações no corpo que tanto levasse a um estado mais saudável quanto a própria cura, o mesmo sempre colocava o ser humano como objeto (sua mente) da psicanálise (Freud) ou passível no tratamento da psicologia analítica (Jung), portanto lhe escapava a noção de espírito e propriedades espirituais do ser (ou mediúnicas e todas aquelas descritas no Livro dos Médiuns, principalmente a questão fluídica) e a relação dessas propriedades com os processos de manutenção da saúde e da cura. Esse mesmo especialista era ateu. Hoje nem tanto. Teve que passar as suas provações e abrir a mente ao universo espiritual para entender muitas coisas relacionadas aos seus problemas pessoais. Mas esse postura, tal como a do meu amigo especialista em anos atrás, é a postura exigida no meio científico no que diz respeito a forma de encarar um problema sob a ótica da ciência.

É compreensível, pois a ciência feita por homens, tem suas barreiras engendradas nos grau dos limites da visão humana e nos sentidos que permitem construir esse visão. Porém, hoje já há muitos avanços nesse área, a ver o texto retirado Globo Online o qual é baseado no "Journal of Clinical Psychology", uma da principais publicações científica da área de psicologia. E isso é um grande avanço, se tivermos como parâmetro a visão Espírita, ou até espiritualista, comparado ao longo do tempo da ciência em seu desenvolvimento e do desenrolar dos paradigmas científcos nas sociedades.

E esperamos que mais evidências e fundamentos sejam construídos, e descontruídos para que novos fundamentos e evidências mais apropriadas sejam engendradas, de forma a propiciar o avanço nas questões que relacionam a ciência a epiritualidade, elevando o grau de esclarecimento do homem e aprofundamento dos conhecimento científicos e expansão dos conhecimento que sejam explicitados no âmbito da evolução humana e das humanidades.

Seja na relação entre crença e estados afetivos (na questão puramente psicológica, psicanalítica ou no campo da psicologia analítica) seja na relação entre espírito, mente e corpo e a forma existencial do ser humano e para o progresso do ser humano nas questões do Espírito (uma questão mais dentro da abordagem Doutrinária), o importante é atestar que quanto mais nos aproximamos da verdade, mais integral, e saudável, nos apresenta o ser humano e mais apropriado nos parece se apresentar nas suas formas de encarar seus problemas, buscar as respostas às suas questões e encontrar as soluções para seus problemas e mitigar suas dores na vida terrena. E cada um com sua verdade, acreditando em Deus, tem condições de proporcionar benefícios a sua saúde, a sua existência e à prórpia sociedade, na forma de exemplo que seja.

O Espiritismo nos ilumina em muito esses questões e torna mais clara a  visão sobre essas questões que estão sendo relacionadas ao campo científico.

Abraço!
Título: Re: Fé em Deus pode melhorar a recuperação psicológica, diz pesquisa (Globo Online)
Enviado por: lukasvl em 06 de Agosto de 2011, 15:51
Mais uma prova, de que a providência Divina intercede entre nós.

É muito bom saber, que a crença de um Deus benevolente e justo, nos ajuda e muito, na recuperação de doenças. ;D
Título: Re: Fé em Deus pode melhorar a recuperação psicológica, diz pesquisa (Globo Online)
Enviado por: Sinônimo em 06 de Agosto de 2011, 19:05
Sim. Se chamamos doenças de desequilíbrios, crer em Deus, quando nos esclarecemos sobre as coisas Divinas, sobre a natureza, as Leis Universais e o nosso papel, pode muito bem nos ajudar no restabelecimento do equilíbrio necessário. Seja através de pensamento, oração, mas principalmente comportamento. A confiança, propiciada pela fé em Deus, é uma delas.

Abraço!