Forum Espirita

GERAL => Psicologia & Espiritismo => Auto-Conhecimento => Tópico iniciado por: Victor Passos em 27 de Janeiro de 2008, 10:12

Título: APRENDENDO A DESAPRENDER
Enviado por: Victor Passos em 27 de Janeiro de 2008, 10:12
"Experiência não é o que acontece com um homem; é o que um homem faz com o que lhe acontece." (Aldous Huxley)
 

APRENDENDO A DESAPRENDER
Martha Medeiros
 
Passamos a vida inteira ouvindo os sábios conselhos dos outros.
Tens que aprender a ser mais flexível, tens que aprender a ser menos dramática, tens que aprender a ser mais discreta, tens que aprender... praticamente tudo.
Mesmo as coisas que a gente já sabe fazer, é preciso aprender a fazê-las melhor, mais rápido, mais vezes.
Vida é constante aprendizado.
A gente lê, a gente conversa, a gente faz terapia, a gente se puxa pra tirar nota dez no quesito "sabe-tudo".
Pois é.
E o que a gente faz com aquilo que a gente pensava que sabia?
As crianças têm facilidade para aprender porque estão com a cabeça virgem de informações, há muito espaço para ser preenchido, muitos dados a serem assimilados sem a necessidade de cruzá-los: tudo é bem-vindo na infância.
Mas nós já temos arquivos demais no nosso winchester cerebral.
Para aprender coisas novas, é preciso antes deletar arquivos antigos.
E isso não se faz com o simples apertar de uma tecla.
Antes de aprender, é preciso dominar a arte de desaprender.
Desaprender a ser tão sensível, para conseguir vencer mais facilmente as barreiras que encontramos no caminho.
Desaprender a ser tão exigente consigo mesmo, para poder se divertir com os próprios erros.
Desaprender a ser tão coerente, pois a vida é incoerente por natureza e a gente precisa saber lidar com o inusitado.
Desaprender a esperar que os outros leiam nosso pensamento: em vez de acreditar em telepatia, é melhor acreditar no poder da nossa voz.
Desaprender a autocomiseração: enquanto perdemos tempo tendo pena da gente mesmo, os demais seguiram em frente.
A solução é voltar ao marco zero.
Desaprender para aprender.
Deletar para escrever em cima.
Houve um tempo em que eu pensava que, para isso, seria preciso nascer de novo, mas hoje sei que dá pra renascer várias vezes nesta mesma vida.
Basta desaprender o receio de mudar.
Título: Re: APRENDENDO A DESAPRENDER
Enviado por: flordelisMG em 12 de Fevereiro de 2008, 13:14
Oi Victor Passos,

Citar
Desaprender para aprender.
Houve um tempo em que eu pensava que, para isso, seria preciso nascer de novo, mas hoje sei que dá pra renascer várias vezes nesta mesma vida. 

Lembrei-me disso: Reconheça as tuas imperfeições, renove-se e busque sempre o senso de justiça – ‘é preciso morrer o homem velho para fazer nascer o homem novo.’
E creio que isso seja eterno, uma busca diária.

Abraços.
Título: Re: APRENDENDO A DESAPRENDER
Enviado por: Victor Passos em 12 de Fevereiro de 2008, 19:25
Ola Flordelys
Muita paz em seu coração

    E bem verdade, que temos que enterrar o homem velho e fazer crescer o homem novo , em sentimentos, e valores morais , espirituais e intelectuais.
 Porém todos sabemos que só com o processo repetitivo de educação do espirito poderemos albergar a tal busca que todos perseguimos a felicidade eterna.
   Até lá no conhece-te a ti mesmo, e amar Deus acima de todas as coisas e ao p+róximo, são rumo a seguir...


Muita paz
Beijo em sua alma

VICTOR PASSOS