Forum Espirita

GERAL => Psicologia & Espiritismo => Auto-Conhecimento => Tópico iniciado por: Anton Kiudero em 24 de Março de 2013, 03:30

Título: Os esconderijos dos espiritualistas
Enviado por: Anton Kiudero em 24 de Março de 2013, 03:30
OS ESCONDERIJOS DOS ESPIRITUALISTAS

Espiritualistas são aqueles que acreditam ser algo mais do que a personalidade humana que está vivendo no momento. Este algo mais é chamado de espírito.

Espiritualista é aquele que acredita ser um espírito. Por causa disso, acredita também que tem uma existência eterna e que esta temporada na massa humana é apenas uma etapa da sua existência.

Espiritualista é aquele que acredita ser um espírito que tem uma existência eterna e que esta temporada na massa humana é apenas uma etapa dela. Por isso acredita que esta etapa tem apenas a finalidade de auxiliá-lo no processo de evolução espiritual, ou seja, um instrumento para aproximá-lo de Deus.

Espiritualista é aquele que acredita ser um espírito, que tem uma existência eterna, que esta temporada na massa humana é apenas uma etapa dela e que ela tem a finalidade de auxiliá-lo no processo de evolução espiritual. Por isso sabe que neste momento sua atividade fundamental é realizar a reforma íntima.

Apesar de dizermos tudo isso sobre os espiritualistas e apesar deles saberem de tudo isso, vivem fugindo da realização deste processo. Para isso escondem-se atrás de atividades que eles afirmam aproximá-los de Deus.

Escondem-se deste processo atrás da religiosidade, ou seja, acham que realizar a reforma íntima é apenas participar dos cultos das religiões. Acham que apenas frequentar o centro espírita as terças, o terreiro as quarta, o grupo de estudos as sextas feiras ou a igreja no domingo já é o suficiente para aproximá-los de Deus… Esquecem que Cristo ensinou que o templo de Deus está dentro de cada um e não visitam o seu íntimo para reformar-se. Por não visitá-lo e reformá-lo permanecem longe do Pai.

Escondem-se deste processo através da oração, ou seja, acham que apenas rezar palavras decoradas sem se envolver sentimentalmente com elas já é o suficiente para aproximá-los de Deus… Ledo engano: Cristo nos ensinou que o que importa é o sai do coração e não da boca. Como não visitam seu interior seguem orando com palavras sempre com a intenção de obter do Pai aquilo que não conseguem por si mesmos. Com isso, ficam afastados de Deus.

Escondem-se deste processo através do estudo do Universo espiritual achando que apenas conhecer as coisas do lado de lá já é o suficiente para aproximá-los de Deus. Esquecem que Cristo ensinou que Deus só se revela aos simples e não aos sábios. Por não visitarem seu íntimo não veem que com esta forma de agir apenas se tornam sábios e não pobres de espírito. Por isso ficam afastados de Deus.

Escondem-se deste processo assumindo a posição de mestres, professores, guias ou gurus achando que com isso ajudam os outros a se aproximarem de Deus e, por conta desta ação, também se aproximam… Enganam-se: Cristo ensinou que não devemos chamar ninguém de mestre neste mundo porque temos um no céu. Esquecem também dos ensinamentos de Cristo onde ele chama aqueles que querem impor suas verdades sobre os outros de professores da lei e hipócritas. Por não visitarem seu íntimo, amealham seus bens na Terra e com isso afastam-se do Pai.

Escondem-se deste processo executando trabalhos com a mediunidade que o Pai lhes deu, achando com isso aproximam-se de Deus. Esquecem que, como ensinou Cristo, aqueles que têm fé recebem sem a necessidade de um intermediário. Como não mergulham no seu interior continuam nutrindo a soberba dizendo-se grandes médiuns e com isso afastam-se do Pai.

Escondem-se deste processo praticando a caridade material. Dão comida, cobertor, remédios, cestas básicas e outras coisas e com isso acham que estão se aproximando de Deus. Engano: Cristo ensinou que devemos dar a vara e não o peixe. Como não visitam o seu interior não reparam que ao apenas satisfazer as necessidades humanas estão servindo à humanidade e não a Deus. Com isso, afastam-se do Pai.

Escondem-se deste processo buscando o místico (reiki, passes magnéticos, passes espirituais, desobsessão, etc.) achando que por estarem em contato com estas coisas estão mais perto de Deus. Esquecem que Cristo ensinou que devemos idolatrar apenas o Senhor Deus. Esquecem também que ele ensinou que Deus julga os espíritos humanizados não por suas ações, mas pelas suas intenções. Como não mergulham no templo do seu interior não conhecem suas intenções e com isso seguem distantes do Pai.

Escondem-se deste processo conferindo super valores a elementos deste mundo como o incenso, o copo com água e sal grosso, a vela, oferendas, agua fluidificada, etc. Tais elementos não podem os aproximar de Deus, mas os espiritualistas continuam se escondendo do processo de reforma íntima atrás deles. Como ensinou Cristo: ai de vocês professores da lei, hipócritas, pois dão a Deus a décima parte até mesmo da hortelã, da erva doce e do cominho, mas deixam de obedecer aos ensinamentos mais importantes da Lei como a justiça, a bondade e a obediência a Deus. Como não visitam o seu íntimo, não conseguem ver que apenas estão buscando a felicidade material e não ao próprio Pai e, por isso, afastam-se Dele.

Escondem-se deste processo dividindo o mundo em dois: o material e o espiritual, a vida humana do processo espiritual. Escondem-se deste processo dedicando a Deus apenas uma parte do seu tempo e vivendo a outra, que é a maioria, apegado aos ideais da vida mundana. Ledo engano: Cristo nos ensinou que não se podem servir dois senhores ao mesmo tempo. Por servirem prioritariamente à humanidade afastam-se do Pai.

Apesar de mostrar todos estes esconderijos que o ser humanizado usa, não estamos a desqualificá-los. Tudo pode ser feito, tudo pode ser vivenciado. O que não pode é servir de esconderijo para a não execução da reforma íntima.

Sendo espiritualista, acreditando que é o espírito, que a vida humana é apenas uma etapa de sua existência eterna e que ela serve como um instrumento para aproximá-lo de Deus através da reforma íntima, o ser humanizado pode frequentar os cultos, orar, estudar, assumir posição de guia, trabalhar com a mediunidade, fazer a caridade material, buscar o místico, conferir super valores a elementos deste mundo e viver a totalidade da vida, sempre fazendo a reforma íntima. Este é o ponto importante que hoje não é levado em consideração pelos espiritualistas…

A vida carnal na sua totalidade desde o nascimento até o desencarne é um processo de encarnação onde o ser universal coloca em provação tudo aquilo que aprendeu durante o seu período na erraticidade. Aqui, na doença ou na saúde, na felicidade ou na tristeza, o espírito precisa trabalhar para manter a sua felicidade e, com isso aproximar-se de Deus.

Portanto, peço a todos os espiritualistas a saírem de seus esconderijos e encararem o trabalho que se propuseram realizar durante esta encarnação. Os conclamo a deixarem de enterrar seu rosto na areia como fazem as avestruzes e enfrentarem a vida humana baseando-se na perspectiva espiritual que dizem acreditar.

Aquele que não age assim é como um covarde que durante os combates se esconde. Como disse o problema não é como se vivencia a vida, mas o esconder-se atrás de atividades que em nada contribuem para a elevação espiritual. Fazendo isso, o ser humanizado está apenas descartando mais uma oportunidade para aproximar-se de Deus…





Título: Re: Os esconderijos dos espiritualistas
Enviado por: Antonio Renato em 24 de Março de 2013, 19:50
Sim  meu nobre(nobre na alma)irmão Anton Kiudero,eu posso  viver com Deus, para Deus,
buscando o meu interior,nesse processo de interiorização eu encontro forças para caminhar.
Não posso dizer que estou próximo de Deus, se de uma forma superficial,tal qual uma prece,
 com palavras decoradas ou mesmo uma ação de caridade,se eu não buscar o verdadeiro
eu interior para me movimentar.É assim que eu penso.
Fique na paz.

Título: Re: Os esconderijos dos espiritualistas
Enviado por: Espírita brasileiro em 24 de Março de 2013, 20:59
É preciso que prestar mais atenção nas nossas imperfeições,que ainda são muitas,do que nas dos nossos companheiros de jornada.
Título: Re: Os esconderijos dos espiritualistas
Enviado por: EsoEstudos em 24 de Março de 2013, 23:56

Não me furto de repetir o que já disse várias vezes neste Fórum.
Conquanto respeite todos os que seguem uma dada religião, acho que a religiosidade pressupõe (ao menos é o que se vê na prática):
=> salvacionismo
=> segregacionismo
=> superficialidade
São ótimos esconderijos...

Título: Re: Os esconderijos dos espiritualistas
Enviado por: nação de Aruanda em 26 de Março de 2013, 12:36
caro Anton.

Espiritualista é aquele que acredita ser um espírito. Por causa disso, acredita também que tem uma existência eterna e que esta temporada na massa humana é apenas uma etapa da sua existência, as etapas de evolução no aparelho físico depende de se acreditar nesta realidade
Todo processo de reforma ítima depende do procedimento e dos exemplos que nos recebemos dos nossos instrutores, chamamos a isto de vivencia em sociedade, e o conselho de Kardec quando disse “instrui-vos”, foi justamente buscar nesta vivencia meios para se fazer esta reforma, as leis de Deus está dentro da nossa consciência, isto foi dito por Jesus e está no evangelho, esta consciência esta no espírito, nosso principio inteligente, e o corpo físico é o abrigo desta consciência, e onde buscamos estes exemplos? Nos cultos das religiões, centros espíritas, grupos de estudos, nos terreiros, nas igrejas (católicos ou protestantes), onde abrimos as portas do nosso itmo para receber os ensinamentos que vão nos auxiliar nesta reforma, infelizmente não recebemos bons exemplos dos seus professadores, dirigentes e daqueles que se impõe e propõe a serem exemplos, e as reformas vão se tornando uma conquista aparentemente distante.
As rezas e orações com palavras decoradas, se constitui muitas vezes na única forma de se falar com Deus, dentro do limite de inteligência de cada um, e o pai nosso ensinado por Jesus, traz forças para uns e rejeição para outros, inclusive, para os espíritas, que com preces decoradas e demoradas, acham que assim está mais perto de Deus, por ter um nível intelectual mais elevado, Deus só se revela nas coisas simples, por isso seu filho veio entre os pobres. Acho que isto é o que afasta as pessoas de Deus.
Vale lembrar que nenhum espiritualista se esconde, muitos estão mais presentes do que aqueles que se julga presentes e daqueles que exige a sua presença, o que esconde os espiritualistas são, o preconceito e a retaliação, que tira a oportunidade de união ente os diversos seguimentos religioso filosófico e científico, cada um busca o esclusivismo, principalmente os espíritas, ouvi em uma palestra, uma estrela do espritismo dizer que sem kardec não há fenômeno dos espíritos, e que qualquer coisa fora desta ótica(a de Kardec), deve ser rejeitada e descartada, como se sente aqueles que não são Kardecistas?
Só para corrigir, espirtualista é todo aquele que acredita na existência do espírito e todo aquele que lida com espírito, seja no espiritismo na umbando candomblé ou outro seguimento é um espirtualista, tem que ser tratado e aceito como um espiritualista, sem separação, sem retaliação e sem preconceito.
Muita paz

Título: Re: Os esconderijos dos espiritualistas
Enviado por: Antonio Renato em 26 de Março de 2013, 16:40
Meu nobre(nobre na alma)irmão Nação de Aruando,gostei de verdade da sua conceituação e
posição com relação aos espiritualistas.É muito próprio dos que se dizem espíritas que só
atentam tão somente ao estudo das obras básicas,e não têm uma visão maior no que diz
respeito ao universo espirita.Espiritualista como você bem lembrou,são todos que estão
atrelados no trabalho espiritual voltado para o bem,porque esse é o principal proposito da-
-queles que realmente são espiritualistas.Desculpe-me pela redundância.
Fique na paz,de Deus,do Cristo Jesus e na Nação de Aruanda.
Título: Re: Os esconderijos dos espiritualistas
Enviado por: Aline Alarcão Lemos em 26 de Março de 2013, 18:25
Em um Congresso ouvi um confrade falar a respeito deste fato apontado pelo nação de Aruanda... Na ocasião o dito preletor estava se referindo à importância das análises de mensagens advindas do plano espiritual. E lembrando que ele estava em um Congresso Espírita, e que deve ser totalmente pautado, bem como qualquer trabalho dentro das linhas kardecistas, nos princípios básicos da Doutrina Espírita, pautados por Kardec nas obras da codificação. Não devemos desconsiderar os trabalhos importantes desenvolvidos por linhas espiritualistas, porém cada um deve trabalhar dentro da tarefa a que foi chamado a desenvolver, e o principal terreno é a gente mesmo com nossas falhas e deficiências. Não existe este papo de "mais intelectualizado" pois essa intelectualidade não tira a condição de todos nós encarnados estarmos em um planeta de provas como o nosso, reunidos não por acaso, já que sabemos que o acaso não existe, e que se fôssemos muito bom Espírito, estaríamos em planos bem mais elevados... Há muito melindre de ambos os lados, dos espiritualistas que não seguem as linhas kardecistas e vice / versa. Quanto ao "exclusivismo" apontado, tomo a liberdade de argumentar que a cada um será cobrado conforme o seu grau de entendimento. Vale considerar uma passagem onde Chico diz que "tudo me é lícito, mas nem tudo me convém..."
Título: Re: Os esconderijos dos espiritualistas
Enviado por: nação de Aruanda em 02 de Abril de 2013, 16:44
Cara Aline
Concordo que devemos promover um estudo dentro da ótica Kardecista, e nos código organizados por Kardec, desde que o tema comporte e mereça ser discutido sob esta otica, o que não concordo e nem aceito e o desmerecimento, por seus professadores, da ótica de quem lida com outros seguimentos espirituais, e que merece respeito, toda tarefa a ser desenvolvida necessita do conhecimento específico, não se pode desprezar os outros definindo que Kardec é o único caminho, como infelizmente tenho assistido nos  grupos de estudo e palestra nos centros espirita que tenho freqüentado. Desculpe, mas quero insistir neste ponto. “MAIS INTELECTUALIZADO”, isto existe sim, e é uma exigência dos seus professadores, e com razão, porque para se estudar a filósofia e toda ciência que cerca a DE, pela sua linguagem difícil e complexa, tem que ser “intelectualizado”, caso contrario, torna-se contra-producente  se ensinar aquilo que os seus pretenso seguidores não consegue entender nem interpretar, nosso desenvolvimento intelectual depende disto. Levando em questão o que comporta o tema, há seguimentos compatível com o conhecimento de cada um, e todos tem o direito de participar do contesto dos espíritos,  e isto é importante na distribuição do que é compatível para cada um, o que não se pode fazer , é desciminar as pessoas por elas não saber se expressarem com a desenvoltura de alguns espíritas, vou citar um exemplo que ouvir em um certo centro espirita dito por um dos diretores da casa, disse ele: “o pessoal da umbanda são todos ignorantes, por que não estuda, por isso recebe somente espíritos inferiores”, como  se o grau de instrução fosse responsável pela presença de espíritos ditos e classificados por eles como “superiores”. O “exclusivismo” vem da exigência de se estudar somente a codificação da DE, e isto é muito forte no meio, chegando ate a se determinar que o que “Kardec não explica não existe”. Sua lembrança é pertinente enquanto a, cada um será cobrado conforme o seu grau de entendimento, só que não podemos usar isto para pré-conceituar as pessoas pelo seu grau de instrução, os direitos são iguais, claro, guardando as proporsões.
Muita paz. 

Título: Re: Os esconderijos dos espiritualistas
Enviado por: Aline Alarcão Lemos em 08 de Abril de 2013, 18:09
Boa tarde... Muita paz a vc também nação de Aruanda...
Concordamos nos pontos de vista, e é fato o que vc citou a respeito do preconceito que existe contra o Umbandismo e suas linhas de atuação.
Quando vc diz: "um dos diretores da casa, disse ele: “o pessoal da umbanda são todos ignorantes, por que não estuda, por isso recebe somente espíritos inferiores”, como  se o grau de instrução fosse responsável pela presença de espíritos ditos e classificados por eles como “superiores”"... Demonstra a olhos vistos a veracidade do que André Luiz descreve ao longo de suas obras sobre o despreparo de médiuns para agir, e afirma categoricamente que 2/3 dos médiuns encarnados estão praticamente inutilizados devido suas imperfeições morais.
O grau de instrução é obtido ao longo dos anos de estudo na esfera terrestre, agora como Bezerra nos diz, existem 2 asas para nossa evolução, 1 é a instrução e a outra é a moral. No exemplo q citou fica claro a falta de caridade, a vaidade entre outras coisas tão perigosas q nos afastam da pureza da Doutrina dos Espíritos e de nada adianta se o cara for PHD em determinado assunto profissional se tiver uma atitude dessas, pq só a Deus cabe julgar esta ou aquela atitude, e eu, já ouvi falar de muitas curas existentes em terreiros, e se há curas é pq o Pai Celestial permite e se Ele permite eu ñ julgo nada!
Tenho uma postura muito tranquila em relação a isso irmão e como militante do movimento espírita, médium, evangelizadora, desde o berço praticamente, acho impróprias estas rotulações, tenho respeito por toda forma de serviço ao bem e não sei se amanhã sou eu a precisar das curas, porque meu amigo, se muito boa coisa fôssemos não estaríamos todos reunidos sobre este chão e embaixo deste céu com o fim único de evoluirmos...
Que Deus nos abençoe a continuarmos a caminho com Ele. 
Título: Re: Os esconderijos dos espiritualistas
Enviado por: Anton Kiudero em 08 de Abril de 2013, 19:32
Só para corrigir, espirtualista é todo aquele que acredita na existência do espírito e todo aquele que lida com espírito, seja no espiritismo na umbando candomblé ou outro seguimento é um espirtualista, tem que ser tratado e aceito como um espiritualista, sem separação, sem retaliação e sem preconceito.

So para complementar, esta mensagem inicial foi ditada por um preto velho, ou melhor um espírito que se apresenta com a roupagem de um preto velho e que poderia se apresentar tambem com uma roupagem hindú, ocidental ou qualquer outra coisa, visto ja ter há muito superado os sentimentos que arrastam os espíritos a matéria... E é dirigida a todos os espiritualistas de qualquer feição, inclusive aos espiritas e umbandistas...

Não enunciei isto no inicio para não causar inuteis celeumas neste forum onde ainda há alguns que se acreditam 'superiores' apenas por terem lido pouco e mal o Livro dos Espíritos.


Título: Re: Os esconderijos dos espiritualistas
Enviado por: nação de Aruanda em 14 de Abril de 2013, 03:09
irmã aline
 
agradeço por sua considerações, bom saber que existe pessoas que tem bom senso e gradeza para ser humilde. grato e que Deus abençoi a todos.
Título: Re: Os esconderijos dos espiritualistas
Enviado por: Marcos W. Silva em 14 de Abril de 2013, 14:18
Esclarecedora mensagem. Trata de incontestável realidade a necessidade o autoconhecimento da auto-reforma, porém a expressão afasta-se do Pai, deve ser entendida somente no sentido figurado, tendo em vista a impossibilidade de faze-lo.

Abraços.