Forum Espirita

GERAL => Audiovisuais => Áudio => Tópico iniciado por: Haga em 07 de Setembro de 2009, 18:23

Título: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Haga em 07 de Setembro de 2009, 18:23
Colocações polêmicas do professor Waldo sobre "erros" no trabalho de Allan Kardec. O objetivo desse vídeo não é depreciar o Espiritismo, mas abordar questões que usualmente não são tratados.

http://www.youtube.com/watch?v=nFrL0Lm3kF8 (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PW5GckwwTG0za0Y4)
http://www.youtube.com/watch?v=nFVUsPD8EZU (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PW5GVlVzUEQ4RVpV)
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: MarcoALSilva em 07 de Setembro de 2009, 19:00

Tive oportunidade de assistir uma palestra muito interessante do Waldo aqui na minha cidade (São José dos Campos - SP - Brasil). Curiosamente, a palestra ocorreu no auditório do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), ambiente de óbvia conotação ortodoxa no que se refere ao cientificismo em geral.

De minha parte, reservo-me o direito de não me sentir obrigado a concordar integralmente com ninguém. Ninguém mesmo.

O Waldo é polêmico e iconoclasta, sem dúvida. Mas é muito inteligente.  Fica à conta de liberdade de convicção pessoal adotar ou não o seu modo de encarar a condição humana.

Reconheço que o fundo filosófico de suas observações muito se coadunam com o meu modo de encarar as coisas (humildemente), mas não tudo.

Convivi com alguns amigos, anos atrás, um grupo que gostava de discutir temas dos livros "Projeciologia" e "700 Experimentos da Conscienciologia" (ambos de Waldo Vieira). Criamos um trocadilho:  o Waldo deu um chute na cristaleira.

De fato, um dos pontos em que destôo do pensamento "waldista" é a redução de importância do Cristo... Mesmo não sendo eu nem um pouco religioso (creiam-me, não sou mesmo), tenho sempre em mente o caráter "revolucionário" do ensinamento do Cristo principalmente considerando a cultura vigente àquele tempo.

Enfim... Poderíamos ficar séculos conversando sobre isso...

De uma coisa eu tenho a mais sólida certeza, caro Haga: você abriu um vespeiro...  ;D

Parabéns pela isenção.

Abraço!!!
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: B... em 09 de Setembro de 2009, 18:38
Po... to esperando alguém se manifestar, alguém pra contradizer, mas até agora nada.

O Waldo tem um trabalho muito bom sobre projeciologia e conscienciologia, bem científico(num me aprofundei não, mas me pareceu ser bem serio o trabalho dele), se ele tem alguma divergência com a Doutrina Espírita e de Kardec, merece alguma reflexão. Num sei.

Eu comecei a estudar a doutrina espírita há pouco tempo, só li o Livro dos Espíritos e estou começando a ler o Livro dos Médiuns, mas realmente tive a impressão de que os espíritas são muitos ligados ao Evangelho Segundo o Espiritismo (que parece ter uma função menos científica que os anteriores - o que acham?) e dão grande importância ao que chamam de Codificação Espírita (que pra mim era só O Livro dos Espiritos, do Medium e o Céu e Inferno, mas descobri que ainda colocam a Gênese e o Evangelho).

Pelo pouco que conheço e que já ouvi falar da Doutrina Codificada com ajuda de Allan Kardec, reconheço seu trabalho (inspirado trabalho diga-se de passagem) e admiro o que escreveu, são clássicos.

Contudo, vejo um pouco de fanatismo por parte de alguns auto-intitulados Espíritas, já que a doutrina acaba se tornando tipo uma Lei para eles que não sofre qualquer oposição ou dúvida, beirando ao fanatismo de outras religiões. Algumas discussões aqui do fórum parecem que, para alguns (ressalto, alguns!), se cita Kardec esta resolvido, sem contestações. Sei lá, impressão.

Cabe ressaltar que toda doutrina de todas as religiões se consideram feitas com auxílio dos espíritos, anjos, inspirações mais elevadas do Universo ou da Terra, sei lá. E a Espírita não é diferente.

Com relação à pregação de caridade e bondade não vejo problemas se não acharmos que nossa bondade é mais bondosa que a do outro, mas com relação a certas afirmações acho que cabem discussões e essa é função de fóruns como este. Eu duvido de tudo, a duvida é o que me movimenta.

Gostei da visão dele, mesmo achando o Waldo com o ego meio inchado também em sua alegações.

Na minha visão não devemos entrar em mérito nessas brigas de Egos (ou ataque, pois só o Waldo falou aí) e tentar tirar o amor e a bondade de todo os lugares possíveis, buscando sempre o melhor.

Ontem escutei uma frase legal.

Pequenas dúvidas, pequena sabedoria. Grandes dúvidas, grande sabedoria. (é só mais uma retórica, porém acho que cabe no contexto)

Só sei que nada Sei!

Abraços a todos. Valeu Haga, já vi que vc toca em uns assuntos legais.

Paz Profunda!
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: hcancela em 09 de Setembro de 2009, 19:22
Olá amigos(as)

Não vou entrar em qualquer tipo de controvérsia porque não é meu timbre, mas; vamos conversar um pouco ;) ;) ;) ;) ;) ;D

KARDEC (e foi ele que disse) que se alguém apresentar factos novos em relação á doutrina espirita e depois bem analisados devem ser aceites.(Foi mais ou menos por estas palavras).

Ora amigos , quer seja Waldo Vieira ou outro confrade neste mundo, para apontar erros a KARDEC , tem que forçosamente apresentar algo novo, mais avançado em relação aos dados que são apresentados na codificação, e isto não tem nada de fanatismos mas sim coerência em relação á doutrina espirita, e ,aquilo que dizem, será que é realmente novo?
Lembro que a doutrina foi codificada por ele e não feita por ele. Os espíritos amigos e bem mais evoluídos é que através de várias manifestações mediúnicas no Planeta deixaram esses maravilhosos ensinamentos que Kardec organizou pela sua boa conduta moral e inteligência apurada.
Já ouvi também por aí ;D que o evangelho está fora de moda etc e tal: até parece que já temos a alma evangelizada para por de lado tais ensinamentos.
 
Perdoem amigos mas fico dando por mim a pensar; qual de nós neste mundo saberá mais que Kardec e mais ainda? Sabemos mais que os vários espíritos da vida maior liderados pelo espírito da verdade?
Apontar erros a Kardec por causa da doutrina é apontar erros ao Espírito da Verdade.
Perdoem mais uma vez, mas fazer tais afirmações , não é ser espirita, mas sim doutras correntes religiosas e a estas eu compreendo-as. Lembro as palavras de Chico Xavier; O maior inimigo do espiritismo está dentro da própria doutrina.Que palavras sábias, porque de facto tenho contactado isso.
Meus amigos estou apenas a responder pelo titulo em si" Waldo Vieira e os erros de KARDEC"
e se kardec está errado, então toda a doutrina também, e ,se acreditam nisto , então meus amigos não são espiritas e como tal devem ler muito em relação aos livros da codificação.
Em relação ao Evangelho Segundo o Espiritismo, gostaria que depois de lerem, me dissessem alguma coisa que não faça sentido, porque para o espirita é o maior código de conduta moral e deve ser seguido diáriamente por todos, trazido por Jesus á 2000 anos,que é o modelo de vida para todos nós.

SAUDAÇÕES FRATERNAS

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mikaella em 09 de Setembro de 2009, 21:01
Waldo Vieira, dissidente do Espiritismo, atualmente realiza estudos sobre projeciologia. Muitas pessoas retratam terem tido experiências fora do corpo. Existem pesquisas que são realizadas em todo mundo em várias universidades. O que esses pesquisadores têm afirmado é que a experiência de fato existe. As pessoas de fato se sentem fora do corpo. Isso é diferente de poder se afirmar que elas de fato saem do corpo. Há quem diga que todos os livros escritos por projeciologistas famosos como Waldo Vieira, não podem ser considerados científicos de modo algum, porque não respeitam a metodologia científica. Eles se baseiam única e exclusivamente na descrição da experiência da pessoa. Isso não significa negar a experiência, isso significa negar as conclusões as quais os projeciologistas chegam.
Em um dos videos, Waldo Vieira estampa como um dos erros de Kardec, a obra O Evangelho Segundo o Espiritismo. Para um dissidente espírita, causou-me estranheza esta posição, pois sabemos que o Espiritismo é uma religião cristã, uma vez que segue todos os ensinamentos de Jesus, considerando-o como modelo e guia de toda a humanidade e tendo como máxima que "fora da caridade não há salvação", incentivando, assim, a obediência ao maior mandamento, conforme ensinado por Jesus, que é "Amai ao Pai sobre todas as coisas e ao próximo como a vós mesmos".
Quantos milênios batemos nessa tecla! E ainda somos tão ignorantes à luz do Evangelho! Imagine se não tivéssemos estes ensinamentos!
Muita Luz a todos e a todas!
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Atlante em 09 de Setembro de 2009, 22:10
Olá
Hoje consegui paciência suficiente para ouvir os 2 videos, por vezes é necessário.

Só que deparei-me com um problema.
Ou não entendi nada daquilo que o professor falou ( o que é natural ) ou então, o professor, não indicou, em concreto, um único erro de Kardec.
Então, aqui, solicito a meus amigos que me esclareçam e apontem, em concreto, quais os erros, que o professor, viu em Kardec.

Me esclareçam tambem sobre essa coisa da projeciologia, por favor.

Atlante
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: B... em 09 de Setembro de 2009, 22:36
Olá
Hoje consegui paciência suficiente para ouvir os 2 videos, por vezes é necessário.

Só que deparei-me com um problema.
Ou não entendi nada daquilo que o professor falou ( o que é natural ) ou então, o professor, não indicou, em concreto, um único erro de Kardec.
Então, aqui, solicito a meus amigos que me esclareçam e apontem, em concreto, quais os erros, que o professor, viu em Kardec.

Me esclareçam tambem sobre essa coisa da projeciologia, por favor.

Atlante

Amigo,

o erro que ele apontou, se é que eu entendi também, foi de Allan Kardec ter misturado religião com ciência, começou como ciência, e virou religião, mas ainda sim se consideram como ciência.

O que na minha opinião não muda muita coisa, porque a ciência já é quase um religião. Vide o comentário da Mikaella onde as pesquisas do Waldo não são consideradas científicas pois não respeitam a metodologia (dogma) científico.

Chamo a metodologia científica de dogma pois se não for no método deles (que não sei quem é ou qual é) não vale. Por exemplo, você coloca uma pessoa num quarto tranca, coloca objetos em outro quarto e tranca. A pessoa ao dormir sai com o corpo astral ou periespírito vai até lá, volta te diz o que tem lá e você não acredita porque não tinha um método deles (que repito não sei quem é) para comprovar.

Projeciologia no wikipedia tá descrito assim:

"Projeciologia (do latim projectio significa projeção e logos no grego significa tratado) é o ramo, subcampo, ou especialidade de caráter mais prático da conscienciologia, e da psicobiofísica (versão mais abrangente da parapsicologia) que estuda as projeções energéticas da consciência e as projeções da própria consciência para fora do corpo humano, ou seja, das ações da consciência operando fora do estado de restrição física do cérebro e todo o corpo biológico."

De qualquer forma ele criticou, ao meu ver, que Kardec criou uma religião quando teve oportunidade de criar uma ciência. Mas num acho que Kardec fez errado não porque os valores morais por ele sedimentado são da mais alta estirpe (hehehe) Amor e caridade é o caminho e ponto. Mas agora que as vezes o espiritismo através de alguns (repito, alguns) de seus adeptos quer se rotular, no meu ver desnecessariamente como ciência, as vezes parece.

No final das contas ele tá é puxando sardinha pro lado dele dizendo que o espiritísmo é religião e os estudos dele é ciência. Nisso aí num há certo ou errado, só há é discussão besta. O amor é o que deve ser buscado e ponto, da forma que for, como ciência, como religião, como ateísmo, do jeito que for independente do nome.

Abraços. Paz Profunda.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Vitor Santos em 09 de Setembro de 2009, 22:59
Ola

As criticas do amigo Waldo Vieira a Kardec:

Ele diz que Kardec fez o Evangelho Segundo o Espiritismo e que escreveu tanto sobre Jesus para passar a mão no pelo à igreja católica e assim conseguir a massificação das suas obras.

- Foi Jesus que me levou ao espiritismo e não o espiritismo a Jesus. Com efeito comecei por estudar os quatro evangelhos que constituem o novo testamento, muito antes de saber o que era o espiritismo. E foi esse estudo, as reflexões e as minha dúvidas sobre o mesmo que abriram o meu coração e o meu espirito para ter vontade de ler o Livro dos Espiritos. Não me faz sentido nem consigo sequer desligar Jesus do espiritismo.

- Se o Waldo não reconhece Jesus, pela sua obra, e não pela imagem que as igrejas dão dele, paciência. Eu reconheço Jesus como meu mestre e modelo, tanto me faz que o Waldo grite, dê saltos, dê gargalhadas, esteja calado, etc., que não mudo de ideias. só mudaria de ideias com argumentos bem construidos e não com acusações infundadas.

- Se reconhecermos a obra de Jesus como válida, também temos de reconhecer que o Mestre vivia no meio do povo. Tal como a Madre Teresa de Calcutá, Francisco de Assis, e muitos outros. A mensagem de Jesus é para todos, sem excepção. A mensagem do Waldo, segundo ele próprio diz, é para as elites. Está-se mesmo a ver que quem é mais elevado é o Waldo...

- Segundo me parece, o Waldo diz que Kardec "martelou" o Evangelho Segundo o Espiritismo, submetido à pressão da igreja católica. Para mim isto é dizer que Kardec não foi sério a escrever essa obra. E também diz que os espíritos que o ditaram eram espíritos comuns. Está assim a dizer que Kardec mentiu ao dizer que o método de verificação (o famoso CUEE) não foi aplicado.  

- Eu coloco no prato de uma balança a obra de Kardec e noutra a obra do Waldo Vieira. O prato deste último nem mexe. O prato de kardec cede de imediato a tanto peso. É pelas obras que se conhece o artista. Quem quiser demonstrar que Waldo é mais credivel ou mais sério do que Kardec, que demonstre. Para mim não há dúvidas.
 
- A obra de Kardec nunca se massificou. No mundo qual é proporção das pessoas que conhece o espiritismo? Muito diminuta (somos poucos, mas bons  :D). O nº de adeptos das ideias espiritas é insignificante no mundo. A massificação nunca se deu, porque as pessoas procuram mais coisas que tenham a haver com os seus interesses materiais. As religiões detestam o espiritismo.

- Antes se desse a massificação! Se um n.º significativo de pessoas seguisse na prática da sua vida a doutrina espirita, tal como ensinada nos livros de Kardec e por Jesus, estou certo que a terra será um lugar muito melhor do que é hoje. Mas se uma parte das pessoas seguisse o Waldo Vieira o mundo seria melhor? Dúvido...

Conclusão:

- Respeito o Waldo Vieira com as suas barbas brancas. Faz lembrar o James Randi (será um acaso?) Mas não posso concordar com ele, de maneira nenhuma.

bem hajam
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 09 de Setembro de 2009, 23:19
Falar o que!

Mais um coitado...não tenho outra palavra.

de minha parte é isto.

Então ele é Zéfiro...e fez kardec várias projeções para ver se arrumava algum erro...
incluindo um erro de tornar a Doutrina Espírita uma Religião !!!

e Ele fala só aquilo que pode
e ainda disse tudo isso.

Bom

É isso a minha opinião.







Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: hcancela em 09 de Setembro de 2009, 23:50
Olá amigos(as)

Permitam-me dizer algo para eu finalizar este tópico! ;D ;D ;D ;D

A doutrina espirita é um (movimento) filosófico de consequências morais.

Aquele que entende na realidade o que é o espiritismo, tem por base a sua transformação interior(moral), e esses ensinamentos estão no" Evangelho segundo o Espiritismo" quer queiram ou não.
Ninguém irá mudar aquilo que vem de Jesus, quer acreditem ou não, porque nada fará parar a evolução de todos nós. Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.
Essa verdade é o conhecimento do porquê da vida, porque temos de nos dar uns com os outros, amar os inimigos e perceber porque temos de os amar, porque temos de suportar as dores e as dificuldades no geral,etc.etc.etc.Tudo isto está no Evangelho do nosso Senhor Jesus "O Cristo". Quem procurar o espiritismo só pela ciência ou pelos fenómenos, percebeu apenas a forma, se esquecendo do conteúdo, que como disse atrás é a sua reforma intima.

Jesus o modelo de todos nós, era filho de carpinteiro,não escreveu nada, não era( sábio)fazia curas que ainda hoje estamos a tentar perceber como se (faz) e deixou o maior código de conduta moral até hoje conhecido...Como se diz por aí ;Dnão aprendes pelo Amor, aprenderás pela dor.

SAUDAÇÕES FRATERNAS
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Ramon em 10 de Setembro de 2009, 00:27
HOMENAGEM AO TEMPO PRECIOSO (QUANDO NA CARNE)

Baden e Vinícius podem dizer o que não tentei e nem conseguiria se tentasse.

O homem que diz “sou” não é, porque quem é mesmo é “não sou”

Canto de Ossanha
(Baden Powell e Vinícius de Moraes)
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: MarcoALSilva em 10 de Setembro de 2009, 01:13
;D
Eu não disse que um vespeiro foi aberto? ;)
 ;D
[/size]
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Ramon em 10 de Setembro de 2009, 01:17
 
O tempo é precioso!

Não deixem de discutir o TITÂNIO. O Supremo vai votar e o Brasil como vai ficar?

" O home que diz..."

Ramon
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Dhan em 10 de Setembro de 2009, 01:22
Waldo Vieira tendo sido Zéfiro, Amparador de Kardec à época da Codificação, não deveria tê-lo intuído e aconselhado-o melhor a não seguir pelo caminho "errado"? 150 anos depois criticar é fácil... Heheh :)

Abs!

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Atlante em 10 de Setembro de 2009, 01:28
Olá e Obrigado a todos.

Fiquei preocupado comigo. O professor fala assim duma maneira não sei como que não entendi lá muito bem. Pensei que o erro estava em mim, mas afinal parece que não.

É que, naqueles 2 videos, o homem não aponta, em concreto, um único erro de Kardec.
Subjectivamente diz que Kardec pretendeu fazer da doutrina uma religião e para isso elaborou o ESE para agradar à igreja. Maior asneira não vi. Como entendo que o professor não é assim tão ignorante sobre a doutrina, pois foi dentro dela e a partir dela que se construiu espiritualmente, então só pode ser má fé.

Vejamos 2 ou 3 pontos
- O ESE também não é o livro da codificação que mais me agrada, mas a razão é outra. Ele foi o livro que mais problemas trouxe, a Kardec, por parte da igreja católica. Com ele, Kardec, dismistifica todos os dogmas da igreja. Como pode uma pessoa tentar agradar a uma religião desmontando tudo aquilo que é o seu suporte? Não faço a mínima ideia.

- Afirma o professor que foi um fulano com peso na igreja católica, se bem percebi, mas depois vem afirmar que os Espíritos que ditaram a doutrina a Kardec foram Espíritos comuns. Sucede que, entre esses Espíritos, vamos encontrar ( Santo ) Agostinho que foi quem serviu de suporte teologico para a construção da religião católica. Deve ser aquele caso em que o discipilo superou largamente o mestre.  

- Sobre a questão da doutrina ser uma religião foi o próprio Kardec quem afirmou, por diversas vezes, que a doutrina não é uma religião, naquele sentido em que são entendidas as religiões como organização e procedimento, coisa que parece não ser muito bem entendida por nossos irmãos Brasileiros, incluindo muitos Espíritas.
Mas há um aspecto que não podemos ignorar. O homem é religioso por natureza. Ele provém de Deus e vive em Deus. Como ignorar este aspecto? Então temos que entender que a religiosidade nunca poderá estar afastada do homem, nem daquilo que provém do homem, independentemente de estar encarnado ou desencarnado. Ela faz parte da sua essência.

Sobre essa coisa da projeciologia, meus amigos, ela é velha de milhares de anos.
Comumente designa-se saída astral. Pode acontecer de forma consciente ou inconsciente.
Já agora pasmem com esta grande ciência. É que a saída astral acontece com todas as pessoas, rigorosamente todas. Só que apenas alguns têm consciência desse facto e muitos a confundem com aquilo a que chamamos sonhos ( não estou a dizer que o sonho não seja uma realidade ). Simplesmente não são muitos os que a praticam de forma consciente.
Já agora mais uma achega. Na saída astral, só vamos onde nos é permitido por acção da nossa capacidade espiritual.

Voltando aos videos. Tenho assistido a muitas palestras, conferências, debates e não sei quantos mais, do mesmo tipo.
São aquelas coisas onde as pessoas falam, falam e falam, mas não dizem nada de concreto.
Chamo a esta gente papagaios de armar.

Desculpem o tamanho do texto

Atlante

Sobre os templos da doutrina para ganhar dinheiro, segundo entendi, ignoro pura e simplesmente.


  

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: MarcoALSilva em 10 de Setembro de 2009, 01:50

Meu caro Atlante, tudo bem? Olá a todos!!!

O que eu gosto no Waldo é sua objetividade, sua organização em estruturar suas pesquisas etc. Mas, francamente, concordo que há MUITO blá, blá, blá e uma pura e gratuita iconoclastia.

Tive contato com algumas pessoas que se dedicaram à Projeciologia e a maioria tornou-se "waldista"... Sempre com aquele ar de mal-dissimulada superioridade por "conhecer de perto" o que os livros descrevem (ou algo assim, sei lá...).

Alguns chegavam a ser arrogantes, dizendo que as escolas espiritualistas em geral não passavam de meros porões embolorados (a expressão não é minha).

Parece-me que as pessoas perdem-se frequentemente na medida...

Ao invés de comerem um favo de mel, mergulham na colméia.

Acho que os "seguidores" do "waldismo" têm um pouco desse perfil.

Mas tem gente boa por lá também! Gente séria e que usa das técnicas de forma generosa para trabalhos úteis à humanidade.

Abraços!
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Dhan em 10 de Setembro de 2009, 02:15
Tive contato com algumas pessoas que se dedicaram à Projeciologia e a maioria tornou-se "waldista"... Sempre com aquele ar de mal-dissimulada superioridade por "conhecer de perto" o que os livros descrevem (ou algo assim, sei lá...).

Alguns chegavam a ser arrogantes, dizendo que as escolas espiritualistas em geral não passavam de meros porões embolorados (a expressão não é minha).

Marco,

Meta-se a mencionar Kardec ou Espiritismo numa dessas lojas de Projeciologia, que vendem os livros do Waldo e dão cursos sobre o tema - logo te tratam como um tolo. Na época que estava começando a conhecer a Doutrina Espírita entrei numa dessas lojas num shopping e fiz a tal menção - o atendente logo disparou: "Kardec está ultrapassado ::)" (sim, e virou os olhos). Bom, isso foi anos atrás e eu nem tinha base para começar uma discussão, então simplesmente ignorei... Mas refletindo agora, aquilo foi totalmente arrogante.

Abs!
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Suelen em 10 de Setembro de 2009, 03:53
Oi Haga!

Observando esses vídeos, me lembrei da msg " As Três Peneiras", e fiquei sinceramente frustrada com a forma de manifestação do Waldo, pois utilizou um espaço na mídia e não contribuiu com o enriquecimento espiritual-moral que necessitamos. Que pena! (Desculpe Haga, mas foi o que senti de momento, relembrei que ele tem bagagem para instruir, e esse momento ele deixou passar).

Muita paz!
============================================
As três peneiras
  
Um rapaz procurou Sócrates e disse que precisava contar-lhe algo.

Sócrates ergueu os olhos do livro que lia e perguntou:

- O que você vai me contar já passou pelas três peneiras?
- Três peneiras?
- Sim. A primeira peneira é a VERDADE. O que você quer contar dos outros é um fato? Caso tenha ouvido contar, a coisa deve morrer aí mesmo. Suponhamos então que seja verdade.

Deve então passar pela segunda peneira: a BONDADE. O que você vai contar é coisa boa? Ajuda a construir ou destruir o caminho, a fama do próximo?

Se o que você quer contar é verdade e é coisa boa, deverá passar pela terceira peneira: a NECESSIDADE. Convém contar? Resolve alguma coisa? Ajuda a comunidade? Pode melhorar o planeta e, arremata Sócrates:

-Se passar pelas três peneiras, conte! Tanto eu, você e seu irmão nos beneficiaremos. Caso contrário, esqueça e enterre tudo. Será uma fofoca a menos para envenenar o ambiente e levar discórdia entre irmãos, colegas do planeta.

Devemos ser sempre a estação terminal de qualquer comentário infeliz.
    
Fonte: vida.net - http://www.ibb.org.br/vidanet/ (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5pYmIub3JnLmJyL3ZpZGFuZXQv)
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Atlante em 10 de Setembro de 2009, 10:37

Meu caro Atlante, tudo bem? Olá a todos!!!

O que eu gosto no Waldo é sua objetividade, sua organização em estruturar suas pesquisas etc. Mas, francamente, concordo que há MUITO blá, blá, blá e uma pura e gratuita iconoclastia.

Tive contato com algumas pessoas que se dedicaram à Projeciologia e a maioria tornou-se "waldista"... Sempre com aquele ar de mal-dissimulada superioridade por "conhecer de perto" o que os livros descrevem (ou algo assim, sei lá...).

Alguns chegavam a ser arrogantes, dizendo que as escolas espiritualistas em geral não passavam de meros porões embolorados (a expressão não é minha).

Parece-me que as pessoas perdem-se frequentemente na medida...

Ao invés de comerem um favo de mel, mergulham na colméia.

Acho que os "seguidores" do "waldismo" têm um pouco desse perfil.

Mas tem gente boa por lá também! Gente séria e que usa das técnicas de forma generosa para trabalhos úteis à humanidade.

Abraços!

Olá companheiro

Tudo bem. Sempre digo que vamos como Deus é servido.

Tem gente boa em todo o sítio.

O problema das pessoas e que me confunde profundamente é serem seguidistas. Da mesma forma que me confunde todo aquele que forma seita. É muito triste as pessoas não pensarem por si mesmas, formando seus conceitos e suas ideias de forma racional e lógica.
Claro que na doutrina também tem gente assim.

Não digo que o Waldo não esteja correcto no conceito da progeciologia. Mas isso é uma infima parte do todo. Nós não devemos separar as partes como se elas fossem independentes, poi não são. Tudo se complementa e tudo interage.

Reconheço que tenho alguma vantagem em relação à maioria, pois minha ligação às religiões foi infima, pelo que não sofro dessa influência como a maioria dos nossos companheiros,  essencialmente católica.

Minha entrada no caminho espiritual, nesta vida, processou-se através da doutrina espírita. Claro que depois de ter estudado esta, parti na procura de tudo o que as correntes espiritualistas nos apresentam. E digo que encontrei muita coisa boa, que me ampliou a visão do Todo. No entanto a minha base é e será a doutrina espírita por convicção e por amor.
Depois se o processo evolutivo é um processo individual, ele pode ser processado em qualquer corrente espiritual. Aquilo que faz a diferença, entre a doutrina espírita e as outras correntes, não é a teoria mas sim a prática. Na doutrina espírita serve-se mais e melhor.

E quer queiramos quer não, servir é o mais importante. Só isso prova que já somos o que dizemos ser. O resto são balelas ( bla bla bla ).

Há uma coisa que muita gente ainda não entendeu que foi o objectivo e o porquê do surgir da doutrina espírita, e a razão porque foi Kardec a fazer a codificação. Um dia talvez possamos debater esta questão.

Um abraço

Atlante

 
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Haga em 10 de Setembro de 2009, 11:13
;D
Eu não disse que um vespeiro foi aberto? ;) ;D

Na minha cabeça não existe vespeiro nem vespas :)

Se alguem está vendo vespas e está sendo ferroado trate de as matar, elas só existem nas suas cabeças ;D

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Gigii em 10 de Setembro de 2009, 14:40
Olá amigos!

Li com atenção as vossas opiniões, todas certamente com fundo de razão.
Gostaria de também de exprimir o que sei quanto ao assunto em debate.

O Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia – IIPC (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5jZWFlYy5vcmcvUG9ydHVndWVzZS9TY2llbmNlcy9JbnN0aXR1dGlvbnMvSUlQQy5hc3A=), coordenado e fundado pelo Waldo Vieira, existe desde 1988. Dedica-se à investigação científica das manifestações da consciência, experiência fora do corpo, experiência da quase-morte, e outros fenômenos parapsíquicos.

A sua actuação é discutivel. Por um lado temos o trabalho de investigação do Waldo que é exemplar no que diz respeito aos desdobramentos lúcidos, que ele chama de projecção de consciência, por outro a instituição, as actividades e o seu fundador.

As obras que ele tem sobre o assunto, são de grande auxilio para todos aqueles, que tal como eu têm desdobramentos conscientes, durante o sono.
O que o Waldo fez, foi não só relatar essas experiências como dar ferramentas que auxiliam essas pessoas a praticar esses desdobramentos em segurança.

E até aqui estava tudo bem. A questão do descontentamento, é que ele iniciou um projecto de ensinar pessoas a serem projetores de consciencia , ou seja, através de treinos e exercícios, ele afirma que todos podem chegar lá. Isto não é verdade.
Tenho 2 amigos,portugueses, que foram conviver directamente com ele, neste instituto, durante meses, para atingir esse estado. Um conseguiu, outro não.
 
Nós espíritas sabemos porque, e o Waldo também sabe. O problema é que ele cobra dinheiro por cada curso, (em Portugal uma acção de formação ascendia aos 250€), para sustentar o seu projecto no Rio de Janeiro.

Além disso, como já referido, o Waldo quis criar a sua Ordem, o SEU  movimento, daí que todos sabemos nas consequências destes actos.

É bom relembrar que o Waldo Vieira, psicografou várias obras em conjunto com o Francisco Candido Xavier. Eram muito amigos. Aliás, analisando por exemplo duas obras:Mecanismos da Mediunidade, psicografada por ambos, e Nos Dominios da Mediunidade, apenas pelo Chico Xavier, veremos grandes diferenças na forma como, ao receber o mesmo espírito, o Waldo Vieira, é bem mais elaborado e, porque não dize-lo, complicado que o Chico.

Numa opinião pessoal, uma já tendencia para o exibicionismo.
Não devemos discutir o Waldo como pessoa, visto que cada um faz as opções que deseja, e nada temos a julgar. Se ele acha que o espiritismo é arcaico, retrógado, é um problema pessoal dele.
Podemos no entando discutir o seu traballho e as suas experiências, pois estão á vista de todos, para quem quiser se informar.

Para saber mais... (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5paXBjLm9yZy8=)

Beijitos
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Ramon em 10 de Setembro de 2009, 15:02
Amiga,
Não estudei a obra deste pesquisador. Gostaria de receber informações, antes de iniciar leitura.
Sabemos da grande colaboração oferecida pela espiritualidade aos pesquisdores. No caso de médiuns, Chico Xavier, Yvonne Pereira e outros, não deixaram de nomeá-los. Kardec teve a mesma colaboração e pelo visto o espírito está reencarnado (o próprio pesquisador). Quem são os inspiradores deste pesquisador?
Alguns médiuns falam na colaboração de "extraterrestres", como no caso que aqui está colocado em ACONTECEU COMIGO.

Tópico - ACONTECEU COMIGO
http://www.forumespirita.net/fe/outros-temas/aconteceu-comigo/30/ (http://www.forumespirita.net/fe/outros-temas/aconteceu-comigo/30/)

Nas obras deste pesquisador existe algum relato semelhante (encontro com extraterrrestres)?
Ramon



Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 10 de Setembro de 2009, 15:53
Um Homem que também envestiga estes assuntos;

Robert Monroe

http://www.portalmonroebrasil.com/instituto.html (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5wb3J0YWxtb25yb2VicmFzaWwuY29tL2luc3RpdHV0by5odG1s)
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: MarcoALSilva em 10 de Setembro de 2009, 20:23

Caros Amigos!

Gostaria apenas de acrescentar uma frase, um dito popular do qual gosto muito:

"O que se leva desta vida é a vida que se leva".

Conduta, conduta, conduta... Nada é mais importante. O Waldo, a bem da verdade, chegou várias vezes a alertar (segundo os seus "seguidores") para que não se estabelecesse um "waldismo"; no entanto, sinceramente acho que o danado é um tremendo vaidoso (ai de mim, estou faltando com indulgência...).

Dhan, tudo ok? Acho que você tem toda a razão. Os nossos colegas da Projeciologia, em geral, são mesmo arrogantes...

O mais curioso em tudo isso é que os "waldistas" reputam-se alheios à religiosidade, ao salvacionismo etc, mas assumem uma postura tão ácida e arrogante que bem lembram os fundamentalistas, digamos, do islamismo...

Pois é... Já tive oportunidade de dizer que uma das pessoas mais generosas que conheci era um jovem ateu...

Assim ateus, graças a Deus!
 
Abraços!!!


Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 10 de Setembro de 2009, 20:28
Marcão,
faça uma busca pelo youtube por waldo vieira e vais encontrar filmetes com ele, na figura de guru, hoje em dia, travestido ou de Moisés, ou de Deus, poela longa barba branca
Há mesmo dois em que ele fala de Allan kardec e oque pude aferir é que de suas palavras se compreende que Kardec foi apenas um idiota que transformou a doutrina em nova religião, aliás ele diz textualmente isso.
O amigo diz que ele afirmara para que não se instituisse um "waldismo" mas isso ele mesmo institui pois é apenas ele que não erra, veja lá e depois me diga.
Abração,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: MarcoALSilva em 10 de Setembro de 2009, 20:43
Olá Moura!

Eu já vi vários desses vídeos. O Waldo realmente mergulhou na colméia... E a coisa vai por aí. Lembro-me de um amigo que, encantado com Waldo, deixou sua barba crescer quase no mesmo tamanho... Claro que jamais reconheceu sua motivação...

Os camaradas dizem que a religião é um porão bolorento mas, como disse, comportam-se como membros de uma seita moderninha...  ;)

O ser humano é, mesmo, muito interessante!  ;D

E, caro Moura, o mais bizarro é o conceito de Jesus que apregoam... Conhece a forma como pensam nesse ponto?


Um abração!!!!!!!!
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 10 de Setembro de 2009, 20:54
Moura

travestido ou de Moisés

Epa!
Pera ai1...olha a zueira.

Se há um cara que não anda travestido, este é o Moisés
agora!
o resto...
Hummm

boto a mão no fogo não.

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 10 de Setembro de 2009, 20:56
Eu disse que o Wldo estaria travestido ou de Moisés ou de Deus, mano Marco, pelas longas barbas...
Sobre o conceito de Jesus:
Eu ouvi esse conceito numa entrevista do Waldo, mas nem me lembro mais dele, Marco.
O que posso dizer é que enquanto Espírita Waldo foi um grande médium, começando sua derrocada, a meu ver, quando deixou só no Estados Unidos, o Chico, que nem saber falar ingles sabia.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: MarcoALSilva em 10 de Setembro de 2009, 21:03

Waldo Vieira assim diz sobre Jesus ("700 Experimentos da Conscienciologia" - 1994 - página 503):

"... uma pessoa mítica, com umbigo igual a você, mas muito divinizada..."

"teólatra populista"

"rezador em retiros espirituais"

"místico com fobia ao dinheiro"

"teomegalomaníaco irracional"

"celibatário ou um trintão virgem"

etc etc etc

É ou não é bizarro?

Pois é...
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 10 de Setembro de 2009, 21:06
Bizarro é pouco e em se tratando de dinheiro esconde, para mim, a própria natureza de hoje do próprio Waldo. já que cobra mais de 200 Euros por aula.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Diegas em 11 de Setembro de 2009, 03:21
Olá.

O Waldo é um caso clinico-espiritual, que deveria ser levado para o tópico onde se discute a influencia dos espíritos, e por extensão a perniciosa obsessão. Vide que não estou a julgá-lo, mas tão somente com o intuito de compreender quais os parceiros-invisiveis que atualmente o acompanham.

Diz um provérbio que 'a idade avança e a mente desencanta'


Abç
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 11 de Setembro de 2009, 16:47
Eu também, Diegas, não descartaria  a obsessão, contudo sei bem que se ela existe chegou até ele via sua imensa vontade de aparecer , quer dizer pela vaidade exacerbada.
Abração,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 11 de Setembro de 2009, 18:16
Penso
No que o Waldo sabe sobre o tratamento que o Chico recebeu como Espírita pelos que se dizem espíritas...se cientistas , filosofos ou religiosos ...ou que sabe os moralistas ...bom o que eu sei é que eu é que não sei.

Já que ele o Waldo era companheiro do Chico.
e penso que sabe também quem são estas pessoas...estes grupos.

aliás até existem ainda e crescem até.

Agora.
Gostei da colocação do Diegas...
analisemos as inteligências
vamos compreender a nós mesmos.



 
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Vitor Santos em 11 de Setembro de 2009, 18:25
Olá Gigi

Eu nada tenho pessoalmente contra o Waldo, mas a conversa dele foi aqui colocada a debate. E quem cala consente! Na qualidade de espirita, eu não me posso calar. Devemos ser tolerantes mas não coniventes.

Ele tenta difamar ou reduzir a importância de Kardec. Sei que não o consegue, sobretudo nas pessoas que conhecem suficientemente bem o trabalho do codificador do espiritismo.

Ele não está a prejudicar Kardec, pois Kardec cumpriu a sua missão e só pode ter a consciência tranquila de quem dá tudo o que tem ao servço dos outros. Mas prejudica as pessoas que vão na conversa dele, cegas em relação aos interesses financeiros e a outros desiquilibrios que movem o Waldo e, em primeiro lugar a ele prejudica-se a si próprio. E quem o incentiva ajuda a prejudica-lo. Nesta reencarnação e depois dela, pois  os desiquilibrios psicológicos prejudicam-nos muito.

Ninguém impõe o espiritismo a ninguém, mas se as pessoas forem desviadas do conhecimento dele nunca chegarão a saber se lhes interessa ou não.

As trevas tentam sempre tapar a luz, para esconder as suas obras, mas a luz é sempre mais forte. O brilho da obra de Kardec transcende largamente o pŕoprio Kardec, que serviu e colaborou muito bem, mas não é o autor mesma. Os planos vieram de muito mais alto. Nunca um comerciante das coisas do espirito, poderia ofuscar o brilho que vem do alto.

Não é Kardec que não convém ao Waldo, é a verdade é que não lhe convém.

bem hajam    

  

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 11 de Setembro de 2009, 19:00
Mano Victor.
Se não houvesse de minha parte, por ti um grande respeito;
Se não estivesse eu tão feliz e embevecido por ler o que escreveste;
Se, por tudo, não tivesses até hoje, ensinado nada a mim,
esta única frase, "Não é Kardec que não convém ao Waldo, é a verdade é que não lhe convém" calaria, como o fez, tão fundo e minha consciência que daqui para frente, passaria a analizar tuas escritas sob um prisma  de profundo reconhecimento.
Notem os amigos que não estou a centralizar esta frase, apenas no aspecto que o mano Victor a trouxe, mas sim, sob um caráter mais universal, já que divisando as múltiplas incoerências que as vemos demonstradas por pessoas que têm em si e para si um condão de se verem como baluartes de coisa que não lhes pertence, tomando decisões, certificando o incorreto, mistificando, e modificando textos básicos e aferidos como verdades doutrinárias, não como erros de um branco de memória, mas para agigantarem e alavancarem as vendas de suas obras psicográficas, vejo contristado ser a exação da verdade o que nos trás essa frase, que de simples nada tem.
Mandou bem mano!
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 11 de Setembro de 2009, 19:19
"Não é Kardec que não convém ao Waldo, é a verdade é que não lhe convém"  

realmente
boas palavras

e serve a nós todos
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: elibraim em 12 de Setembro de 2009, 04:56
Olá amigos,

conhecer o caminho é o 1º passo, temos que continuar, mas, seguir na direção correta.

Obrigado
Elibraim
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Haga em 12 de Setembro de 2009, 10:04
Olá Gigi

Ele tenta difamar ou reduzir a importância de Kardec. Sei que não o consegue, sobretudo nas pessoas que conhecem suficientemente bem o trabalho do codificador do espiritismo.

Não é Kardec que não convém ao Waldo, é a verdade é que não lhe convém.

Waldo Vieira é individuo de nariz empinado, ;D não há dúvida, mas não vejo onde  ele difamou Kardec, apenas deu a sua opinião ,ele acha que as coisas poderiam ter ocorrido de outra  forma.E daí isso torna-o um difamador? Aliás ele proprio diz ter participado nos trabalhos de kardec, não fazia muito sentido estar a a reduzi-lo.

Se existe alguma afirmação de Waldo onde ele diga que a obra de Kardec é uma total miséria,que nada vale eu gostaria de ler.

 

  


Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Atlante em 12 de Setembro de 2009, 12:19
 ??? ??? ??? ???

O nosso companheiro não teve paciência para ouvir os videos.

Atlante
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Haga em 12 de Setembro de 2009, 14:35
Nos videos que coloquei que por acaso vi e revi algumas vezes não vejo qualquer difamação apenas opinião de um individuo que acha que Kardec deveria ter feito as coisas de modo diferente. Isso é difamação por acaso?

Se você vê isso problema seu.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: CClaudio em 12 de Setembro de 2009, 15:03
Olá amigos.........Polêmica no ar...

Uma crítica fundamentada com uma conotação de que deveria o criticado ter feito melhor, deve no mínimo apresentar um trabalho superior e que tenha passado pelos mesmos processos e critérios e ainda nestes ter superado os do criticado.

Vejamos, o Sr. Waldo perdeu o meu respeito quando afirmou ser do time "Vem Quem Quer" ou então "Banana pra ele", infeliz colocação, e depois ainda tem aspirações para diminuir a importância de kardec.

Não serei eu a criticá-lo aqui, mas me lembro que na escola aprendi que quando apontamos um erro do outro, nossa própria mão indica três para nós mesmos.

Que a Doutrina tenha falhas, que a decodificação tenha deixado a desejar em algum ponto, oque há de anormal nisso, seremos nós imprudentes a exigir nesta terra algo infalível, perfeito!

Bom senso! e quando se fala em bom senso nos lembramos de quem? Kardec, como disse Camille Flamarion "O bom senso encarnado". Amigos, os questionamentos são de todos o mais valioso método para se evoluir e sabemos disso pelo... bom senso, racicínio... hora uma pessoa que se propõe a criticar com suposta autoriadade porém não considera que ela mesma está em desarmonia com o seu próximo, quer semear oquê? Observem Chico Xavier, quando ele criticou qualquer que religião, doutrina, seita, movimento? eu particularmente não conheço qualquer crítica dele, pelo contrário, chico comentava que se tratava de um estado de coisas necessárias.

Por vias de fato, a Doutrina dos Espíritos já teve muitos opositores acirrados e terá muitos outros, o própio Kardec afirmou qua a doutrina é PROGRESSISTA, mas diante dos progressos feitos até hoje, eu pergunto: Qual formulou a mais completa idéia para as perguntas existênciais? Qual se fundamenta na Filosofia e na Ciência com o objetivo de melhorar a condição moral do ser? Só posso dizer que não é a do nosso amigo do vìdeo.

Por favor Amigos, pensem bem! Aquela "Banana" do suposto Dono da receita abrange a todos nós. Enquanto kardec nos trouxe valiosas informações. Agora discernir as coisas, cabe a cada um de nós.

                             "O que difere o veneno do remédio, é a dose"

Essa frase cabe ao fanatismo conciencioso, religioso, ao egocentrismo e tantas mazelas psicológicas da humanidade, será que podemos determinar em que ponto a dose da decodificação estava para que pudessemos absorve-la com melhor êxito? eu penso que Kardec sabia, por isso o caráter sério e cuidadoso do codificador para o trabalho que executou.

Sr. Waldo, muita paz, saúde e Passar bem!


A todos os amigos desse site, um grande abraço e obrigado por tamanha oportunidade de aprender.

Paz e Vida!

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: sbudik em 12 de Setembro de 2009, 15:53
Deve-se procurar respeitar a opinião de cada individuo e procurar não impor. Todos alcançamos um certo grau de iluminação dependendo do que acreditamos e o que queremos acreditar, "acho" isso dele.

Abraços
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Atlante em 12 de Setembro de 2009, 16:55
Nos videos que coloquei que por acaso vi e revi algumas vezes não vejo qualquer difamação apenas opinião de um individuo que acha que Kardec deveria ter feito as coisas de modo diferente. Isso é difamação por acaso?

Se você vê isso problema seu.

Haga, meu amigo

Podes seguir as linhas que quiseres, os gurus que muito bem entenderes, mas não queiras fazer dos outros parvos.

Então não é difamação dizer que o Kardec errou, ainda mais sem mencionar um único erro em concreto, afirmar que os Espíritos que ditaram a doutrina são Espíritos normais, de pouco conhecimento. Isso é o quê?

É que meu amigo, se ainda não entendeste, estás colocando isto num forum Espírita, onde muitos, daqueles que por aqui andam, dedicaram sua vida em benefício da doutrina, auxiliando muita gente, esclarecendo muita gente.
Não é muito agradável ver a doutrina que amamos ser posta em causa por um individuo que vendeu a Alma ao diabo por meia dúzia de lecas.
Sabes, é que nós para estarmos na doutrina ainda pagamos. Parece-me ser muito diferente.

Atlante  
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Vitor Santos em 12 de Setembro de 2009, 17:06
Nos videos que coloquei que por acaso vi e revi algumas vezes não vejo qualquer difamação apenas opinião de um individuo que acha que Kardec deveria ter feito as coisas de modo diferente. Isso é difamação por acaso?

Se você vê isso problema seu.

Olá Haga

Eu não tenho problema nenhum com isso. Se existe problema é do autor do video e das pessoas que vão na conversa dele, não é meu.

Quanto ao resto, o amigo Claudio já respondeu e bem.

bem haja
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Marianna em 12 de Setembro de 2009, 17:30


O Waldo é bem um "profeta transviado".
Ninguém como ele foi agraciado de tão belas oportunidades de trabalhar no campo Espírita.
 
Dotado de espetacular mediunidade, do nível de Chico, e morando com o Chico. Sua queda é lamentável e severa advertência a todos nós quanto aos cuidados que devemos ter na vivência espírita.

Está "fora de órbita.

Não creio ser conveniente escrever ou falar a respeito. Entendo que idéias como as dele devem morrer de "inanição". Quando menos falarmos nele, menos estaremos divulgando o que pensa.


Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 12 de Setembro de 2009, 19:27
Você está certíssima, Marianna.
Araços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Vitor Santos em 14 de Setembro de 2009, 00:19
Olá Mariana

Tem toda a razão.

Mas enquanto o visado estiver aqui na carne está a tempo de arrepiar caminho.

Deus o ajude a fazer o que for melhor para ele e para o bem comum. E a nós todos que Deus nos ajude também da mesma forma (se nos deixarmos ajudar...).

bem haja
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Robson Silva em 14 de Setembro de 2009, 01:01
Meus amigos e amigas eu não acredito que tal pessoa esteja em seu juizo normal porque ele fala coisa com coisa e ainda trata assuntos sérios com ar de zarcasmo. Minha opinião é que ele esta equivocado e querendo aparecer em criticar Allan Kardec e ainda dizer que foi colega dele. Fica a pergunta: Porque aceitou na epoca e porque então não colocou sua opinião uma vez que como parece não concordava? Será covardia?...

Abraço Fraterno.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Suelen em 14 de Setembro de 2009, 01:52
Boa noite!

CCláudio, concordo com você.

"Observai-os, perscrutailhes as idéias e os atos e reconhecereis que, acima de tudo, lhes faltam as qualidades distintivas do Cristo; a humildade e a caridade..." Evangelho Segundo o Espiritismo.
Muita paz!
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Gigii em 14 de Setembro de 2009, 09:26
Olá Gigi

Eu nada tenho pessoalmente contra o Waldo, mas a conversa dele foi aqui colocada a debate. E quem cala consente! Na qualidade de espirita, eu não me posso calar. Devemos ser tolerantes mas não coniventes.

Bom dia amigo Vitor!

Entendo perfeitamente a sua posição, com a qual não deixo de concordar. Gostaria que compreendesse, no entanto, que antes de "julgarmos" uma pessoa em público devemos analisar as suas acções. Daí que achei meu dever, passar a informação de que o Waldo, em certo tempo, teve o seu mérito, partilhando connosco as suas pesquisas, que, quer se queira quer não, são úteis na descoberta de nós próprios.

Certamente ele deixou-se levar pelo orgulho, mas quem somos nós para apontar o dedo.

E sim, ele faz criticas muito desagradáveis ao espiritismo, não tanto pelo modo, mas pela nitida falta de argumentos.
Mas isso em nada afecta a doutrina espírita!
Se alguém vacila no espiritismo, porque viu um homem a atirar-lhe pedrinhas, é porque não compreende nem se sente seguro com as respostas que encontrou.

O espiritismo não precisa de defensores: ele está aí, forte e seguro, ao acesso de todos os demais, para que cada um se sirva do conhecimento, para o seu próprio crescimento!

Beijitos
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Jorge em 14 de Setembro de 2009, 09:44
Se alguém vacila no espiritismo, porque viu um homem a atirar-lhe pedrinhas, é porque não compreende nem se sente seguro com as respostas que encontrou.

O espiritismo não precisa de defensores: ele está aí, forte e seguro, ao acesso de todos os demais, para que cada um se sirva do conhecimento, para o seu próprio crescimento!

Bom dia querida amiga Gi,

Sempre essa clareza de raciocínios!  :)

By the way ... Adorei a tua excelente palestra sobre a Prece, ontem lá nos "Caminheiros"!

A minha mãe saiu muito confortada lá do centro e comentou que gostou imenso de te ouvir.
Ela estava mesmo a precisar desse bálsamo!

Obrigado amiga Gi e que Deus ilumine sempre essa tua missão ...

Com carinho,
Jorge
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Gigii em 14 de Setembro de 2009, 10:07
Olá querido amigo!

Quanta simpatia... Fico feliz por contribuir para a serenidade de amigos. Isso é um dever que cobre todos nós. Nada mais que isso.

É sempre um prazer e uma alegria rever-te... ;)
Obrigada pelo carinho.

beijitos
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Vitor Santos em 14 de Setembro de 2009, 16:52
Olá

Citar
O espiritismo não precisa de defensores: ele está aí, forte e seguro, ao acesso de todos os demais, para que cada um se sirva do conhecimento, para o seu próprio crescimento!

Amiga eu não sou defensor do espiritismo. Foram colocados aqui uns filmes para comentar.
E eu, simplesmente, comentei-os. Mas sou defensor das minhas ideias (até ao momento em que descubra que estão erradas).

Vamos instaurar aqui no fórum uma censura, de modo que as pessoas só podem responder quando estão de acordo? Se algum dia isso acontecesse eu não ficaria por cá. Mas não vai acontecer, pode estar certa.  

qualquer um de nós tb pode dizer que conhecia o Waldo noutra reencarnação e que era tudo ao contrário do que ele diz. Porque não? Porque razão é o homem mais credivel que as outras pessoas?

Mas que adiantaria dizer que conheciamos o Waldo para justificar kardec? As obras de Kardec são o necessário e suficiente para o conhecermos. Quem quiser conhecer kardec tem muito por onde. É pelos frutos que se conhece a arvore (assim ensinou Jesus...).

E também é pelas obras do Waldo, que as pessoas podem conhecê-lo e o mesmo com todos nós.

bem haja
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 14 de Setembro de 2009, 18:33
Amiga,
tal como Victor eu também não julgo pessoas mas idéias e atos, estes sim são passíveis de cumprimentos ou de reproches segundo a doutrina.
Observe mesmo que um dos Espíritos mais confiáveis disse que é dever de todo Espírita mostrar esses erros no intuíto de divulgar o correto no caso.
Nesse sentido é que nos manifestamos, e creio eu, todos deste fórum.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: cabritinho em 16 de Setembro de 2009, 14:37




Tive oportunidade de assistir uma palestra muito interessante do Waldo aqui na minha cidade (São José dos Campos - SP - Brasil). Curiosamente, a palestra ocorreu no auditório do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), ambiente de óbvia conotação ortodoxa no que se refere ao cientificismo em geral.

De minha parte, reservo-me o direito de não me sentir obrigado a concordar integralmente com ninguém. Ninguém mesmo.

O Waldo é polêmico e iconoclasta, sem dúvida. Mas é muito inteligente.  Fica à conta de liberdade de convicção pessoal adotar ou não o seu modo de encarar a condição humana.

Reconheço que o fundo filosófico de suas observações muito se coadunam com o meu modo de encarar as coisas (humildemente), mas não tudo.

Convivi com alguns amigos, anos atrás, um grupo que gostava de discutir temas dos livros "Projeciologia" e "700 Experimentos da Conscienciologia" (ambos de Waldo Vieira). Criamos um trocadilho:  o Waldo deu um chute na cristaleira.

De fato, um dos pontos em que destôo do pensamento "waldista" é a redução de importância do Cristo... Mesmo não sendo eu nem um pouco religioso (creiam-me, não sou mesmo), tenho sempre em mente o caráter "revolucionário" do ensinamento do Cristo principalmente considerando a cultura vigente àquele tempo.

Enfim... Poderíamos ficar séculos conversando sobre isso...

De uma coisa eu tenho a mais sólida certeza, caro Haga: você abriu um vespeiro...  ;D

Parabéns pela isenção.

Abraço!!!

???
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Diegas em 16 de Setembro de 2009, 14:52
Olá.


Se o problema do Waldo resumisse a criticar o trabalho de Kardec ainda tentar-se-ia uma solução psiquiatrica, com algum tipo de recuperação psicologica. Mas ele, não contente, estende a sua desabalada projeciologia dardo-astral considerando Apolonio de Tiana, Sócrates, Filon, Pitágoras, Platão, Agostinho....todos muito limitados...que ficaram muito a desejar... ;D


Abç
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 16 de Setembro de 2009, 19:13
Há também, amigos, uma profunda e gritante diferença en6tre os dois trabalhos:
O De Rivail, provém de instruções Reveladores trazidas por Espíritos superiores;
O de Waldo provém de seus apontamentos.
Não concordar com revelações chegadas por Espíritos Superiores, pressupõe ou um não conhecimento que isso ocorreu, ou apenas uma opinião sem bases fortes com fulcro na doutrina.
Waldo perdeu-se a si mesmo quando tomou-se por novo messias.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: cabritinho em 17 de Setembro de 2009, 10:34
Há também, amigos, uma profunda e gritante diferença en6tre os dois trabalhos:
O De Rivail, provém de instruções Reveladores trazidas por Espíritos superiores;
O de Waldo provém de seus apontamentos.
Não concordar com revelações chegadas por Espíritos Superiores, pressupõe ou um não conhecimento que isso ocorreu, ou apenas uma opinião sem bases fortes com fulcro na doutrina.
Waldo perdeu-se a si mesmo quando tomou-se por novo messias.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: MarcoALSilva em 18 de Setembro de 2009, 00:28

Há um preceito de sabedoria popular que merece ser destacado aqui, eu suponho.

"Quando todo mundo está errado, o errado é você".

Não sei quem é o autor desse pensamento, mas serve bem para o nosso amigo Waldo Vieira.

Como disse o Diegas, considerar "limitados" Espíritos como Apolonio de Tiana, Sócrates, Filon, Pitágoras, Platão, Agostinho... é brincadeira...

Enfim, como eu mesmo pude destacar anteriormente, o Waldo tenta destruir a imagem de Jesus com adjetivações no mínimo bizarras. E o faz sob autêntica arrogância, inclusive com seus "seguidores".

Uma lástima. Quando alguém tenta usar de rigor científico na condução de pesquisas (como era lá no início, já há vários anos), termina por se perder na vaidade, ou sabe-se lá qual viela menor da alma humana...

Talvez o amigo Cabritinho tenha mesmo razão ao ter estranhado o meu post anterior... Na verdade não ficou claro o meu pensamento.

É mais ou menos isso: quando a coisa começou, pensei que seria bem conduzida; depois veio só a decepção por mostrar-se apenas mais uma excrescência no espiritualismo em geral. Não é à toa que dizem "o inferno está cheio de bem-intencionados" - se é que de boa intenção em algum momento se cuidou.

Abraços!!!
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Jo em 27 de Setembro de 2009, 03:18
Olá,
 Penso que tudo deve ser abordado sob prisma do Princípio da descrença, que sugere: " Não acredite em nada , experimente, tenha suas experiências pessoais ". Vejo que as opiniões do Waldo  a respeito de assuntos controversos é o resultado de suas experiências.Tenhamos as nossas.
A Conscienciologia incita à Autopesquisa e não ao fanatismo em que as religiões mais cedo ou mais tarde descambam. 

Abraço a todos.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Vitor Santos em 27 de Setembro de 2009, 08:46
Olá João

Citar
A Conscienciologia incita à Autopesquisa e não ao fanatismo em que as religiões mais cedo ou mais tarde descambam.

Podemos interpretar esta frase de várias formas:

- Uma forma velada de chamar fanático a quem discorda das ideias do Sr. Waldo comunicadas através dos videos que deram origem a este debate;

- Uma critica às instituições religiosas, rotulando-as todas de albergues do fanatismo;

- A afirmação de um principio da Conscienciologia;

O espiritismo convida a não criticar, condenar ou julgar ninguém. Por isso não é um procedimento espirita chamar fanático a quem quer que seja, por ter ideias diferentes das nossas, mesmo que pensemos que essas ideias são erradas ou ultrapassadas.

Se a tal "Conscienciologia" tem como principio a auto-pesquisa e não a obediência cega a gurus, mestres, livros, etc., já tem algo em comum com o espiritismo. O que não me admira, pois o Sr. Waldo começou por ser espirita, ao que sei.

bem haja
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 27 de Setembro de 2009, 16:26
Pois é João,
então tanto os Espíritos Superiores quanto Kardec trabalharam atoa né?
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Jo em 27 de Setembro de 2009, 18:24
Bem Mourarego, o trabalho de Kardec e dos Espíritos Superiores não foi à toa né? Já que o Espiritismo ao assumir-se como a terceira revelação não reduziu o papel de Moisés e de J. Cristo, mas sim, afirmou valor de ambos a seu tempo. Tanto é que a doutrina espírita não se limitou apenas às obras da codificação e muito lhe foi complementado desde sua origem com Kardec. O que acontece é que o Espitismo - O Consolador prometido, possui uma face fundamentalista (ao meu ver), na qual, qualquer opinião que difere da cartilha espírita é rechaçado com o vigor da consolação e não com a lucidez do esclarecimento.

Abraço
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 27 de Setembro de 2009, 23:03
Não existe, caro João Ricardo,
nenhuma face fundamentaslista em toda a doutrina.
O que existe é um método proposto e utilizado tanto pela plêiade quanto pelo codificador e que vem dar sustentabilidade e critério de verdade à doutrina. falar-se em fundamentalismo, perdoe-me o amigo, é atirar-se pedras no médico que nos quer curar.
Se jogamos futebol, seguimos as regras deste jogo, se competimos na F1, não vamos pelas regras da F.Indy, assim como no Direito, na Medicina ou em qualquer outra doutrina, como na Espírita, sair-se do seu método, é andar-se marginal a doutrina.
Também não há senão opiniões diversas e esparsas que nos chegam a todo dia de outros Espíritos que não têm às suas comunicações a utilização do método que lhes faria estar de acordo com a doutrina, assim sendo amigo, não fazem doutrina, co0mentam esta sob o luzir de suas concepções, mas não a complementam.
Se existe algum excesso este está no agir de alguns confrades, que, com se vê, mudam da água para o vinho segundo suas vontades, mas sempre lhes dando um caráter único e absoluto de verdade Universal.
Note porém que tais confrades, também se afastam da doutrina para salvaguardarem as suas opiniões particulares. falta-lhes não a lucidez do esclarecimento mas simplesmente o conhecimento da doutrina.
Abraços,
Moura
Título: Re: Vídeo de Waldo Vieira falando sobre Allan Kardec::
Enviado por: marcus.vp em 16 de Novembro de 2009, 15:06
        Waldo Vieira (nascido em Sacramento - MG, em 1932 ) ofereceu grande contributo ao movimento espírita quando de sua parceria com Chico Xavier, que se iniciou em 1955 e terminou em 1966, quando Waldo Vieira se mudou de Uberaba - MG, indo morar no Rio de Janeiro. Nesse período tem início sua desvinculação com o aspecto religioso e o mergulho no científico, em especial em seus estudos sobre desdobramento que ele chamou de “projeção da consciência”. Ele lançou seu primeiro livro sobre o tema em 1981, ainda por uma editora espírita, com o título: “Projeções da Consciência”. Em 1986 lança oficialmente sua ciência nova chamada “Projeciologia” através de seu tratado “Projeciologia”, um livro massudo de capa azul. Em 1988 fundou o Instituto Internacional de Projeciologia – IIP. Em 1994, surge a sua proposta da nova ciência “Conscienciologia” com o tratado “700 experimentos da Conscienciologia”, outro livro enorme, com mais de 1000 páginas e capa branca. O IIP hoje se chama IIPC – Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia. Ou seja, Waldo se afastou do movimento espírita e fundou um novo movimento com ênfase científica, desvinculado de religiões, que propõe um novo caminho evolutivo com base moral na “Cosmoética” e no “paradigma consciencial”. Com relação ao vídeo ele busca mostrar a necessidade de abandonar a ligação religiosa, criticando a mesma no Espiritismo, e dizendo que, ao final, Kardec levou tudo para esse lado transformando o Espiritismo em mais uma seita cristã. Pessoalmente, não concordo com as colocações do vídeo. Porém, ele ali está realizando sua tertúlia com “conscienciólogos” e não com espíritas cristãos. Respeitamos sua opinião, porém, temos o direito de discordar.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Vitor Santos em 16 de Novembro de 2009, 18:00
Olá Marcus

O que o Waldo chama igrejismos parece-me que é o facto de, para a doutrina espirita, Jesus ser o guia e modelo da humanidade. Pois ele diz que o Evangelho segundo o Espiritismo foi uma coisa inventada por Kardec para conquistar católicos para a doutrina espirita. O que é completamente falso.

Kardec aliás refere que tudo o que sai fora do ensino estritamente moral, são opiniões dos espiritos e o ESE é uma das obras que mais trata do ensino moral, portanto indispensável, para além de que na mesma há várias psicografias, no sub-capitulo "instruções dos espiritos", de cada capitulo.

Então o que ele diz não visa conquistar espiritas para a sua causa? Não será ele que apela à ciência (mas que de ciência parece-me só ter o nome que ele lhe dá) para desviar as pessoas do ensino moral da doutrina espirita e de Jesus?

Quanto a ele ter participado com Chico Xavier num conjunto de psicografias parece-me que não valoriza o Waldo Vieira, mas desvaloriza essas psiocografias.

O Sr. Waldo coitadinho pensa que se pode comparar a Kardec. Pobre iludido, pois infelizmente para ele mesmo está muito abaixo do nivel moral do codificador. Para constatar isso, compare-se a obra de Kardec e a obra de Waldo Vieira.

E em vez de se elevar a si mesmo, o pobre coitado tenta rebaixar o nome de Kardec e dos espíritos que ditaram as psicografias do ESE.

A quem muito foi dado, muito lhe será pedido. Ele devia saber isso, uma vez que já foi espirita... :(

bem haja
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 16 de Novembro de 2009, 20:47
Esta é uma técnica muito usada por membros do ME mano Vitor.
Não querendo se elevar a pessoa procura denegrir, ou rebaixar àquela que lhe é o alvo.
Atitude feia, baixa e ignóbel.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: marcus.vp em 17 de Novembro de 2009, 19:50
Sobre o vídeo, gostaria ainda de comentar alguns pontos:
1.Waldo afirma que Kardec teria saído da linha ideal científica e resolvido, a bem da sobrevivência e massificação do Espiritismo adotar a linha religiosa cristã. De onde ele tirou essa informação? Dizer que foi como Zéfiro é duvidoso. É uma opinião, uma interpretação pessoal. O Espiritismo, na qualidade de revelação espiritualista, tem profundas raízes no Cristianismo, tendo como coordenador do processo o ESPÍRITO VERDADE, cuja superioridade - Kardec mesmo afirmou – ele estava longe de poder avaliar (OP Meu guia espiritual, 09.04.1856). Os Espíritos superiores que cooperaram nas obras básicas de Kardec não eram “guias cegos” e, sim, Espíritos trabalhados no sentimento, na moralidade superior, na busca da sabedoria, com base nos ensinos de Cristo. O Espiritismo é Ciência, Filosofia e Religião, mas, sobretudo, é a doutrina que dá prosseguimento à obra de regeneração do Cristianismo.
2.   Waldo e os conscienciólogos são profundamente elitistas. Acreditam ser “minoria da minoria no front evolutivo”. Ou seja, um grupo de vanguarda que superou tudo que existe em termos de estudo da Consciência (Espírito, alma) numa abordagem “integral, holossomática, multidimensional, projetiva e autoconsciente” (Wikipedia). Nisto surge uma certa arrogância e a tentativa de mudar a cultura e a ideologia do simpatizante da projeciologia e conscienciologia para que este se torne um conscienciólogo de acordo com os padrões por eles estabelecidos para a CCCI (Comunidade Conscienciológica Cosmoética Internacional). Inclusive estão formando uma aldeia própria, um bairro com intenções de ser futuramente uma cidade em Foz do Iguaçu – Pr, chamado de “Cognópolis” (registrado na prefeitura local). Qualquer semelhança com seitas religiosas ? Trata-se de local destinado somente para conscienciólogos morarem e trabalharem.
3.   No vídeo ele claramente quer que os ouvintes abandonem qualquer ligação que porventura tenham com religião e com a tarefa de consolação (Tacon) do Espiritismo e adotem a tarefa de esclarecimento (tares) da Conscienciologia (como denominam). Porém, não foi feliz neste intento. Não apresenta argumentos sólidos, dá interpretações pessoais a conta de verdade total e não leva em conta a estrutura original, a missão e o propósito do Espiritismo na Terra. Acima do conceito de busca da verdade maior, que é tônica do Espiritismo, existe o conceito da CARIDADE, da prática do amor de uns para com os outros; da cultura de paz e tolerância que deve existir entre os religiosos de todas as religiões. E da universalidade que caracteriza os princípios espiritistas. Tudo isso num contexto de racionalidade e bom senso.
4.   Em conclusão, em suas colocações Waldo Vieira claramente procura diminuir a importância da obra de Kardec e dos Espíritos que participaram na sistematização do Espiritismo. Inclusive ele próprio em sua suposta encarnação anterior em que ele diz que “Kardec estava certo em dizer que Zéfiro não era Espírito superior e, sim, apenas um Espírito familiar”, conforme o Livro dos Médiuns (e em Obras Póstumas). Tudo isso para elevar, ou talvez, exaltar, nas entrelinhas, sua própria obra e movimento. Na verdade, no fundo existe Espiritismo na obra de Waldo, com centenas de neologismos e termos técnicos, para parecer totalmente científico e distanciado das retrógradas religiões (segundo Waldo e seu grupo) . Qual será o futuro deste movimento? Com relação ao nosso, esperamos que atinja seus objetivos de auxiliar a humanidade em sua regeneração e crescimento espiritual. Muita paz e esperança para todos do fórum. Em tempo: Zéfiro era o guia da família Baudin. Podemos ler a seu respeito em “Obras Póstumas”, conf.ítem 1.

********************************************************************
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: marcus.vp em 17 de Novembro de 2009, 20:43
Caro Vítor Santos,
agradeço ter me enviado saudação no Fórum, no qual sou novato. Sou espíritista desde 1987. Escrevo artigos e faço palestras e tenho aprendido com os companheiros do Fórum Espírita. Permita-me fazer uma colocação: Kardec se refere a ser opinião dos Espíritos tudo aquilo que deles provem sem ter passado pelo Controle Universal do Ensino dos Espíritos (CUEE) e o crivo da razão e do bom senso. Se passou, então trata-se de princípios da Doutrina Espírita. De fato, com seu cientificismo e apresentação carismática do tipo "guru indiano" de longas barbas brancas e roupas sempre brancas (por ele ser médico, também) procura atrair adeptos, inclusive espíritas (aqueles dois que estão sentados a sua frente parecem ter vindo do Espiritismo, pelas perguntas). Concordo que ele está para a Conscienciologia como Kardec para o Espiritismo. E, no lugar de Jesus Cristo, estão os "Serenões". Penso, de igual forma, que Kardec tem estatura moral e espiritual superior ao Waldo, tendo sido martirizado na encarnação com Jan Huss, o precursor da Reforma Protestante. Como Kardec foi o grande missionário da 3ª Revelação. A serviço do mesmo Jesus Cristo. Waldo, porém, depois que foi aos EUA com Chico Xavier em 1965, precisamente em 1966, não se sabe por que, deixou sua posição e enveredou por esse campo de pesquisa sobre o desdobramento (viagem astral, projeciologia, ou como se queira chamar). Enfim, não foi feliz em suas colocações e até utilizou linguagem incompatível com sua posição de líder dos "Conscienciólogos" e "Projeciólogos". Deus que o ajude a se encontrar.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 17 de Novembro de 2009, 21:51
Apenas um adendo Marcus:
Zéfiro, disse Kardec, não era
Espírito da classe dos Superiores, mas suas aferições eram de natureza tão sérias, lúcidas e denotavam tanta moral que ele o tinha na mais alta conta em se tratando de confiabilidade.
O mal do Waldo é o que já atingiu a muita gente que até se poderia colocar no rol de boa, mas que pela vaidade acabou afundando no roldão que eles mesmos criaram. Waldo e sua conscienciologia, têm-se como unânimidade rutilante...
Como diria o Espírito Nelson Rodrigues: "Toda unânimidade é burra.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: MarcoALSilva em 17 de Novembro de 2009, 22:54

Waldo...

Dizem os que costumam frequentar suas palestras que o Waldo mandava ter muito cuidado com o "waldismo" que se estava desenhando...

No entanto, ele próprio em muito contribui para isso...

O cara é inteligente mas muito, muito vaidoso...
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 18 de Novembro de 2009, 13:55
Exatamente mano Marco.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 21 de Novembro de 2009, 23:31
Existem casos onde as pessoas assumem ou toma conta,se assim posso dizer, personalidades de épocas passadas, mesmo que concientemente compreendem a época que vivem.

Temos muito ainda que compreender o nosso psiquismo...

As vezes analisamos o comportamento alheio de forma indevida, e me incluo nesta conduta, sabemos que a Doutrina nos convoca sempre a observar com critério tudo o que nos rodeia e apoiando no Evangelho alerta-nos a não julgar.

Observar sempre
analisar em conjunto

prossigamos.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: EsoEstudos em 21 de Novembro de 2009, 23:46

Saudações a todos!

Sem pretender lançar condenação a ninguém, é oportuno lembrar o precioso trecho do livro O Evangelho Segundo o Espiritismo (pág. 324) adiante transcrito:


[...]
Outra consideração: os verdadeiros missionários de Deus ignoram-se a si mesmos, em
sua maior parte
; desempenham a missão a que foram chamados pela força do gênio que
possuem, secundado pelo poder oculto que os inspira e dirige a seu mau grado, mas sem
desígnio premeditado. Numa palavra: os verdadeiros profetas se revelam por seus atos, são adivinhados, ao passo que os falsos profetas se dão, eles próprios, como enviados de Deus. O primeiro é humilde e modesto; o segundo, orgulhoso e cheio de si, fala com altivez e, como todos os mendazes, parece sempre temeroso de que não lhe dêem crédito.
[...]


Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 22 de Novembro de 2009, 14:43
A doutrina, mano Moisés, nos concita a não julgarmos sem o conhecimento do mérito da questão.
Julgar é ato de Espírito e todos o devem fazer, senão as idéias, pelo menos com que roupa vamos sair de casa, para que não venhamos a "pagar micos".
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 22 de Novembro de 2009, 15:32
Moura

Percebo que muitas perguntas arrancam respostas diferentes, em épocas diferentes...
mas sempre as mesmas perguntas

não que seja errado.
mas sua colocação esta correta...
quis apenas abandonara superfície

é que no fundo eu queria saber se alguém já leu ou ouviu falar que o Waldo assumiu uma personalidade de uns 300 anos atrás...
Vc já ouviu falar isso?

é possivel?
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Vitor Santos em 22 de Novembro de 2009, 15:51
Olá Moisés

Uma personalidade de há 300 anos atrás. Epá, o encosto do homem é mesmo sério!  :D

bem haja

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 22 de Novembro de 2009, 16:00
Moura

Percebo que muitas perguntas arrancam respostas diferentes, em épocas diferentes...
mas sempre as mesmas perguntas

não que seja errado.
mas sua colocação esta correta...
quis apenas abandonara superfície

é que no fundo eu queria saber se alguém já leu ou ouviu falar que o Waldo assumiu uma personalidade de uns 300 anos atrás...
Vc já ouviu falar isso?

é possivel?

Eu francamente não posso acreditar que um ser de hoje possa assumir personalidde do passado. simplesmente porque seria retrogradar.
Abração,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 22 de Novembro de 2009, 16:09
Nunca leu nada em psiquiatria?

sobre este assunto...não digo tratado e nem tese...falo de caso...

Quantas vezes notamos espíritos que estão em questões passadas, sejam elas quais foram...perseguindo o homem hoje.

!!

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 22 de Novembro de 2009, 16:12
Vitor dos Santos

Olá Moisés

Uma personalidade de há 300 anos atrás. Epá, o encosto do homem é mesmo sério!  


rsrs

é mesmo encosto...tinha mes esquecido destas colocações...

Psiu!
(eu estou pescando)

rs
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 22 de Novembro de 2009, 16:20
Sobre "atavismo"

gostaria de saber se existe este entendimento em Biologia?

(apenas para aprender)

e em psiquismo também?
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Anton Kiudero em 22 de Novembro de 2009, 16:25
Ha algum tempo, li e não me recordo aonde, que o espirito que anima o Waldo é o que foi conhecido por Svedenborg. Como não tenho qualquer condição de confirmar ou negar isto, passo apenas como noticia não confirmada.

Independentemente de todas as aparencias que podem agradar a uns e desagradar a outros, é inegavel que o Waldo é um mais serios pesquisadores de determinados fenomenos, de sua geração. Fez teoria, prática e escola e alguns de seus alunos ja o ultrapassaram em conhecimento e experimentação.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Vitor Santos em 22 de Novembro de 2009, 16:54
Olá

Se fosse o espirito de um bom homem anónimo, é que era pouco provável. Todos querem ser espiritos que animaram personagens famosas.

Eu acho que fui o Leonardo da Vinci, ou será Kardec, ou será S. Francisco de Assis?... :D

Agora sem brincadeiras, o que eu gostava de ter sido era um homem inteligente, de bom coração, com coragem para enfrentar as vicissitudes da vida sem desanimar. E que o meu nome não fosse recordado com ódio, por via das injustiças que eu tivesse cometido contra os outros. Mas, de preferência, pelo bem que tivesse feito e pelo mal que tivesse evitado fazer ou evitado que fosse feito. Que tivesse sido um homem forte e determinado e que não me tivesse deixado conduzir pelos empurrões da vida, mas que fosse disciplinado.

Mas se assim fosse, o que estaria eu a fazer aqui agora? Se calhar já estava a encarnar noutro planeta melhor que este.

Quem sou não me diz quem eu podia ter sido, mas diz-me quem eu não poderia ter sido.

bem hajam
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 22 de Novembro de 2009, 17:50
bem, eu como já sou mais "muderninho" e muito mais novo que o mano Vitor ou o Moisés(vêde o nome), já sei que sou reencarnação do Luke Skywalker do star Trek hehehehe.
Abração,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 23 de Novembro de 2009, 00:01
Esse Anton

rsrsrs

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Haga em 23 de Novembro de 2009, 08:58
Será o mesmo Svedenborg que assina a introdução dos LE em conjunto com João Evangelista, Santo Agostinho, São Vicente de Paulo, São Luís, O Espírito da Verdade, Sócrates, Platão, Fénelon, Franklin?

Quer dizer que Zéfiro e swedenborg são o mesmo  :)

O Luciano dos Anjo afirmou que Waldo Vieira foi um grande poeta, mas não revelou o nome. ???
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Anton Kiudero em 23 de Novembro de 2009, 11:20
Será o mesmo Svedenborg que assina a introdução dos LE em conjunto com João Evangelista, Santo Agostinho, São Vicente de Paulo, São Luís, O Espírito da Verdade, Sócrates, Platão, Fénelon, Franklin?

Não sei, não vou adivinhar e na realidade isto não me diz nada. Podemos até mesmo receber esta noticia como "fofoca" da espiritualidade. Mas esquecendo este aspecto, é inegavel o enorme rabalho realizado pelo Waldo no campo especifico de estudos a que se dedicou e nisto, ha alguma similaridade com o trabalho de Svedenborg.

Estamos aqui para discutir ideias. Deixemos a discussão sobre pessoas aos mediocres.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Vitor Santos em 23 de Novembro de 2009, 12:21
Olá

Citar
Será o mesmo Svedenborg que assina a introdução dos LE em conjunto com João Evangelista, Santo Agostinho, São Vicente de Paulo, São Luís, O Espírito da Verdade, Sócrates, Platão, Fénelon, Franklin?

As mensagens dos bons espiritos falam por si mesmo. Não precisam de nomes para as credibilizar. As obras básicas de Kardec, no que se refere ao que lá está transcrito como ditado pelos espiritos, mostram-nos claramente que são muito bons frutos. O que indicia que as "arvores" de onde vieram são boas. Leiam-se, contudo, através do coração e da razão, pois quem não tem sensibilidade moral terá dificuldade em perceber integralmente o conteudo das mesmas.

Tal como as obras dos homens nos podem dar uma ideia de quem eles são, pelas suas obras, embora uma ideia aproximada, com um erro que pode ser grande, assim acontece com os espiritos.

Por detrás da preocupação em arranjar reencarnações de gente célebre, está a ideia muito errada que para ser moralmente evoluido é preciso ser célebre.

Há pessoas incógnitas que são muito evoluidas moralmente e pessoas célebres que são grandes piratas. Ser-se conhecido e mediático não diz nada, a não ser que conseguiu a aprovação dos homens, que tem critérios que não são ou nem sempre são a elevação moral.

Um grande contrabandista de droga, que se apresente perante a sociedade como um homem muito rico, com bons carros, boas casas, bons iates, boas empresas para lavar o seu dinheiro, pode ser muito reconhecido entre os homens (pelo menos enquanto não sabem quem é aquele a quem bajulam), ao passo que a uma mãe fantástica, que, em grandes dificuldades financeiras, consegue dar sózinha aos seus filhos em bom exemplo de si mesma e uma boa educação, verdadeira heroína na terra, com uma missão realmente difícil, ninguém liga, a não ser no pequeno circulo de familiares e amigos, ou se for homenageada num programa de TV...

A perfeição não é do planeta terra. Ninguém de nós é perfeito, e por isso os eleitos das massas nem sempre são os que mais deviam merecer o nosso aplauso.

Há até espíritos que se apresentam como se fossem Jesus. Nada a objectar, pois se Jesus se quiser apresentar não precisa da nossa aprovação ou reconhecimento.  Mas tudo cai por terra quando as palavras que eles dizem não dignas de Jesus. Aqueles que tenho lido, mais tarde ou mais cedo deixam transparecer as suas más inclinações. Só os obsedados por eles não conseguem ver isso. Ora, Jesus nunca deixou transparecer qualquer má inclinação, quando encarnou na terra, porque haveria de o fazer agora?

bem hajam
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 23 de Novembro de 2009, 14:09
Aos que têm a obra do Doyle, releiam o que ele conta sobre Swedenborg, e notarão se ele poderia estar hoje como o Luciano dos Anjos.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Rafael_ em 29 de Novembro de 2009, 21:03
É uma ignorancia condenar o trabalho do Waldo. Leiam o item 1010 do Livro dos Espíritos, e entendam porquê ele assim procede.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 30 de Novembro de 2009, 15:08
Amigo Rafael,
no meu OLE a questão 1010 versa sobre assunto totalmente diferente, avalie bem se colocou o número exato...
abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Vitor Santos em 30 de Novembro de 2009, 15:16
Olá Rafael

1) Condenar moralmente é sempre ignorância, seja qual for o assunto ou as pessoas envolvidas.

2) Comentar um filme que aqui foi colocado e que é público, não é condenar nada. No espiritismo não há assuntos tabu. Se alguém colocou o video na rua, não fomos nós aqui. O autor quis que assim fosse.

3) Aqui as pessoas manifestam as suas opiniões pessoais. O que aqui dizemos nos debates, não vincula a doutrina espirita, nem sequer o fórum espirita.

4) A responsabilidade de se informar convenientemente é de cada um. Ninguém aqui do fórum quer ser o dono da verdade.

Quando alguém não aprova o "Evangelho Segundo o Espiritismo", é porque tem o coração fechado, em minha opinião.

E eu não acredito que, com o coração fechado, se possa entender a doutrina. É preciso racionalidade+bom coração, para a entender. Só um dos pontos de vista não basta.

E também é preciso humildar-se aquele que a tudo deu origem: Deus, compreendendo a sua infinita bondade e justiça, mas, mais que tudo, o seu amor pelas suas criaturas, que é igual para todos, sem excepção. Não há privilegiados nem prejudicados, nas leis que governam a natureza. Nem nas leis espirituais, nem nas da matéria.

O Livro dos Espíritos diz que Jesus é o espirito mais elevado que alguma vez pisou a terra. Os ensinamentos dele devem desprezar-se?

bem hajam
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Rafael_ em 30 de Novembro de 2009, 15:18
* Mas dai-lhes uma interpretação lógica, e aqueles que chamais livres-pensadores a admitirão sem dificuldade, precisamente porque raciocinam. Não vos enganeis, os livres-pensadores anseiam e desejam crer. Eles têm, como os outros, e até mais, sede de futuro, mas não podem admitir o que a ciência desmente. *

Eis o público que o Waldo visa dar assistencia. Pessoas que, de outra forma, não estariam na tônica do espiritísmo por essas razões.

Rafael
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 30 de Novembro de 2009, 15:26
Amigo Rafael,
Um livre pensador deve, antes de tudo ter sempre ativa a sua razão. quando apontam a lança para um ou outro compete ao livre pensador julgar sobre o apontado.
Apenas crer, é papel de crédulo inoperante mano.
Waldo foi, ao tempo de doutrina, um excelente médium e o deve ser até hoje, se por sua arrogante colocação não tenham, dele, os bons Espíritos se afastados.

Veja que mesmo Kardec diz, Qualquer um pode fundar uma nova doutrina, uma nova religião...
Waldo também o pode, mas daí a lançar anátemas , ou melhor, cuspir no prato que comeu, é sintoma de grave adoecimento moral.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Anton Kiudero em 30 de Novembro de 2009, 15:35
Eis o público que o Waldo visa dar assistencia. Pessoas que, de outra forma, não estariam na tônica do espiritísmo por essas razões.

Sob este aspecto parece-me que voce pode estar levantando a beirada da cortina. Realmente o publico cetico/ateu/assumido é muito grande e captar a sua atenção não é tarefa facil, principalmente se o discurso for deista. E o Waldo fala uma linguagem que passa ao largo das religiões. Na verdade li muito pouco dele e não tenho qualquer opinião formada alem do simples respeito pelo trabalho global que realiza.

cuspir no prato que comeu, é sintoma de grave adoecimento moral.

Não mais do que acreditar que sabemos algo e julgamos aos demais com nossa sabedoria. A doença é sempre a mesma.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 30 de Novembro de 2009, 15:49
Se você, Anton, como afirmou, não conhece o trabalho do Waldo, não pode dizer do que eu disse, como se expressou.
Afinal, você julga pela cabeça dos outros ou pela sua?
Não vou tocar em assuntos que aqui não são pertinentes, mas a coisa começou bem antes da tal conscienciologia...
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Rafael_ em 30 de Novembro de 2009, 15:52
Anton, concordo.

Não imagino o Waldo esclarecendo ateus, mantendo laços afetivos com deístas,
glorificando Deus e Jesus. Torço pra que os que forem atingidos pelo trabalho
dele, um dia compreendam algumas das verdades espíritas por si mesmos. Acho
que o trabalho dele demonstra mais caridade para com esse público do que o ato de julgar e manifestar opiniões sem o auto-conhecimento de porquê se está emitindo tais opiniões.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Anton Kiudero em 30 de Novembro de 2009, 16:37
Afinal, você julga pela cabeça dos outros ou pela sua?
Não vou tocar em assuntos que aqui não são pertinentes, mas a coisa começou bem antes da tal conscienciologia...

Amigo Moura,

Não julgo pessoas, não cabe a mim bem como a ninguem, julgá-las. Estamos falando de um determinado trabalho, dos qual vejo alguns frutos ca e lá. E este trabalho mostra um potencial interessante.

Participo de uma lista de discussão com mais de 7000 almas. A maioria, cetica, alguns ateus, muitos gozadores e a maioria, talvez quase totalidade, francamente anti-religião de qualquer especie, inclusive o espiritismo. Muitos, talvez uns 50%/60% dizem que voam (praticam o desdobramento astral) e uma boa parte aprendeu o que sabe dos livros do Waldo.

E ai me pergunto, quantos mediuns voadores o espiritismo conseguiu formar e reunir sob um teto virtual? Se nem ao menos conhecem os fundamentos das tecnicas que não foram desenvolvidas em escolas espiritas.

A "tal" conscienciologia, como voce a denomina é mais uma ferramenta util nas mãos de quem a sabe manejar. Mas para isto voce deve primeiro separar o homem de seu trabalho. Não julge o homem, porque nenhum de nos tem competencia para julgar o que quer que seja, sem errar e cair fragorosamente. E não julge seu trabalho, porque julgando-o voce estara julgando a Deus.

Abraço,
Anton
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: EsoEstudos em 30 de Novembro de 2009, 17:08

Saudações a todos!

No que diz respeito a Waldo Vieira, peço que alguém explique exatamente o que consta da página 503 --- capítulo-síntese 439 "Teste da Responsabilidade do seu Conhecimento", do livro "700 Experimentos da Conscienciologia".

Algumas referências a Jesus Cristo feitas nesse ponto por Waldo Vieira:

- teólatra populista inamovível
- terapeuta parapsíquico sem saber
- autopromotor da autolatria cega
- ameaçador com o inferno eterno
- místico com fobia ao dinheiro
- celibatário ou um trintão virgem
(literalmente assim escrito)
- sectarista ginecófobo apaixonado

Há várias  outras "adjetivações" a Jesus Cristo.

Alguém poderia explicar o que Waldo Vieira quer dizer com essas "revelações"?


Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 30 de Novembro de 2009, 17:19
rsrsrsrrs

essa foi boa

falar mais o que?

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Rafael_ em 30 de Novembro de 2009, 17:26
Provavelmente na linguagem deles, esclarece sobre os pontos sobre:


1-Adoração
2-Milagres
3-Adoração
4-Doutrina das penas eternas
5-Propriedade
6-Casamento
7-Casamento
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: EsoEstudos em 30 de Novembro de 2009, 17:53

Saudações!

Então temos, consoante a terminologia conscienciológica na acepção dada pelo companheiro Rafael:

- teólatra populista inamovível = Adoração
- terapeuta parapsíquico sem saber = Milagres
- autopromotor da autolatria cega = Adoração
- ameaçador com o inferno eterno = Doutrina das penas eternas
- místico com fobia ao dinheiro = Propriedade
- celibatário ou um trintão virgem = Casamento
- sectarista ginecófobo apaixonado = Casamento

Numa abordagem livre poderíamos dizer que o Espíritismo abrange a lei de teolatria populista inamovível no Livro dos Espíritos, ao mesmo tempo em que, principalmente em A Gênese, discorre sobre a terapêutica parapsíquica sem saber. Por outro lado, o mais diamantino ensinamento da Humanidade veio através do autopromotor da autolatria cega que, ensinando a Lei do Amor, se desmentiu enquanto ameaçador com o inferno eterno.

Quando às outras referências ["condoreiras" eu diria], sou incapaz de vislumbrar o Mestre como trintão virgem com medo de mulher...

Mas uma revelação é inescondível: nem mesmo o todo universal é maior do que o ego do Waldo Vieira...
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Vitor Santos em 30 de Novembro de 2009, 18:48
Olá

Penso que compreendo o que o Rafael quer dizer, mas o papel do espirita, em meu entender, não é convencer mas informar. Aqui no fórum, que é um fórum de debate, falamos da nossa própria opinião, da nossa forma pessoal de interpretar o espiritismo e até vamos frequentemente debater fora do espiritismo.

Mas quando o intuito é só divulgar a doutrina, devemos passar a informação e cada um que decida em consciência o que julga ser o melhor para si mesmo.

Aqueles que têm vergonha ou têm nojo de ser adeptos de Jesus, têm vergonha ou nojo de ser adeptos da doutrina espirita e têm vergonha e nojo de crescer espiritualmente. Quando a vida lhes vergar o orgulho, eles sentirão a vontade de procurar, se já não for tarde de mais. Quem aceita a doutrina espirita sem Jesus não aceita a doutrina, aceita outra coisa qualquer. Cada um aceita aquilo que está preparado para aceitar.

Se os bons espiritos não forçam as decisões de ninguém, é porque isso não se deve fazer.

Aliás, no meu caso pessoal, foi a leitura do novo Testamento, os quatro evangelhos mais conhecidos, e a continuação da boa nova, por via dos apóstolos, a leitura um livro católico contra o espiritismo, que levou o meu filho a comprar o Livro dos Espiritos. Virou-se o feitiço contra os feiticeiro. Nunca mais larguei as obras básicas.

A ciência vai dar ao trabalho do Waldo Vieira? Onde estão esses cientistas e esses estudos publicados?

bem haja
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 30 de Novembro de 2009, 18:55
Afinal, você julga pela cabeça dos outros ou pela sua?
Não vou tocar em assuntos que aqui não são pertinentes, mas a coisa começou bem antes da tal conscienciologia...

Amigo Moura,

Não julgo pessoas, não cabe a mim bem como a ninguem, julgá-las. Estamos falando de um determinado trabalho, dos qual vejo alguns frutos ca e lá. E este trabalho mostra um potencial interessante.

Participo de uma lista de discussão com mais de 7000 almas. A maioria, cetica, alguns ateus, muitos gozadores e a maioria, talvez quase totalidade, francamente anti-religião de qualquer especie, inclusive o espiritismo. Muitos, talvez uns 50%/60% dizem que voam (praticam o desdobramento astral) e uma boa parte aprendeu o que sabe dos livros do Waldo.

E ai me pergunto, quantos mediuns voadores o espiritismo conseguiu formar e reunir sob um teto virtual? Se nem ao menos conhecem os fundamentos das tecnicas que não foram desenvolvidas em escolas espiritas.

A "tal" conscienciologia, como voce a denomina é mais uma ferramenta util nas mãos de quem a sabe manejar. Mas para isto voce deve primeiro separar o homem de seu trabalho. Não julge o homem, porque nenhum de nos tem competencia para julgar o que quer que seja, sem errar e cair fragorosamente. E não julge seu trabalho, porque julgando-o voce estara julgando a Deus.

Abraço,
Anton

Amigo Anton,
Ninguém falou em julgar pessoas, a pergunta foi: "você julga (toma ciência, organiza, arrazoa) por sua cabeça ou pela dos outros?"
Novamente o amigo mete pés pelas mãos e fala doque não se está a falar, pelo menos eu.
Julgar um trabalho, umna idéia ou mnesmo a tal consicenciologia, que até hoje não mereceu da ciências nenhum riso sequer, é um trabalho que mesmo você o faz quando diz que a mesma é útil a quem a sabe usar...
Por favor, leia com mais vagar, companheiro.
Outra coisa muito interessante é o seu dizer "E não julge seu trabalho, porque julgando-o voce estara julgando a Deus". Este sim, umjulgamento, fora de mérito, de lugar e sobre quem ou o que, vocêe nem eu tenhamos ao menos pálida imagem.
comparar Waldo, ou qualquer humano a Deus é forte até para ateus hehehehe.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Anton Kiudero em 30 de Novembro de 2009, 19:17
Julgar um trabalho, umna idéia ou mnesmo a tal consicenciologia, que até hoje não mereceu da ciências nenhum riso sequer, é um trabalho que mesmo você o faz quando diz que a mesma é útil a quem a sabe usar...

Assim como o espiritismo, que a ciencia ignora e nada lhe concede a não ser um riso...

Outra coisa muito interessante é o seu dizer "E não julge seu trabalho, porque julgando-o voce estara julgando a Deus". Este sim, umjulgamento, fora de mérito, de lugar e sobre quem ou o que, vocêe nem eu tenhamos ao menos pálida imagem.
comparar Waldo, ou qualquer humano a Deus é forte até para ateus hehehehe.

Como de costume voce não comrpreendeu o texto por não haver lido ainda o Livro dos Espiritos, mantendo-se na leitura do Livro dos Espiritas. Não estou comparando ninguem a Deus. Estou apenas colocando que todos os atos humanos, conforme explicadinho no muito citado, pouco lido e quase nada compreendido Livro dos Espiritos, são obras de Deus atraves dos espiritos. Alias nada acontece no universo sem que Deus o saiba e o queira.

Assim quando voce julga qualquer ato, seja de quem for, estara sempre julgando a Deus, causa primeira de todas as coisas.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Rafael_ em 30 de Novembro de 2009, 19:24
Bem, pra ser franco eu cheguei no espiritismo pela conscienciologia. Tinha
uma visão deturpada de Deus e de Cristo, fornecidas por seitas que não vale
a pena mencionar o nome.Em função dessa visão deturpada, eu rejeitava ambos.

A conscienciologia me atraiu por ser bastante técnica,
embora utilizasse o "paradigma consciencial" que é necessário aceitar como premissa,
pra se avançar nas deduções. Não tive muitos problemas com isso, já que experimentava
projeções conscientes a tempo, e projeciologia fornecia técnicas pra isso.

Com o tempo pude compreender que a grande Consciencia Cósmica, não é mais do que
um nome para o o Todo(Alah, Deus do Islamísmo) ou Brahma(Absoluto, Deus do Hinduísmo).
Entendi que o Deus vingativo do antigo testamento, e bondoso do novo, recebeu formas
antropomórficas para melhor chegar aos pensamentos dos povos que precisavam
dessas formas. Enfim, de tanto ele martelar contra, resolvi "furungar" os livros espíritas
que minha família guardava, e descobri que meu problema era com a religiosidade, e o profano, que se cria em torno das coisas sagradas, e não as coisas sagradas em si. Passei a ver a Biblia como uma revelação pra povos do passado, o pentateuco espírita como revelações pra cultura Francesa do século 19(que se espalha pelo mundo, tornando o mundo mais apto a ouvir o espiritísmo).
Também vi o Al-corão, como uma revelação feita para aquela cultura, bem como os Vêdas como revelações feitas pra cultura Hindu.  E o trabalho do Waldo, ao meu ver não são bem revelações são mais uma forma de traduzir o espiritísmo pra uma linguagem de quem não aceita Deus ou Jesus, por ter recebido informações distorcidas deles nessa ou naquela religião. Ou por ter ouvido falar mal, pra esse ou aquele cético/ateu.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 30 de Novembro de 2009, 19:34
Julgar um trabalho, umna idéia ou mnesmo a tal consicenciologia, que até hoje não mereceu da ciências nenhum riso sequer, é um trabalho que mesmo você o faz quando diz que a mesma é útil a quem a sabe usar...

Assim como o espiritismo, que a ciencia ignora e nada lhe concede a não ser um riso...

O amigo, ou está defasado ou não anda a ler, atualidades ( essas de alguns anos hehehe)
A ciência, anda muitoi mais perto do Espiritismo, hoje em dia, doq ue se possa julgar... Vide o que se escreve sobre a matéria escura.

Outra coisa muito interessante é o seu dizer "E não julge seu trabalho, porque julgando-o voce estara julgando a Deus". Este sim, umjulgamento, fora de mérito, de lugar e sobre quem ou o que, vocêe nem eu tenhamos ao menos pálida imagem.
comparar Waldo, ou qualquer humano a Deus é forte até para ateus hehehehe.

Como de costume voce não comrpreendeu o texto por não haver lido ainda o Livro dos Espiritos, mantendo-se na leitura do Livro dos Espiritas. Não estou comparando ninguem a Deus. Estou apenas colocando que todos os atos humanos, conforme explicadinho no muito citado, pouco lido e quase nada compreendido Livro dos Espiritos, são obras de Deus atraves dos espiritos. Alias nada acontece no universo sem que Deus o saiba e o queira.

Assim quando voce julga qualquer ato, seja de quem for, estara sempre julgando a Deus, causa primeira de todas as coisas.
Esta é. seguramente, uma das maiores bobages que deixa sem defesaa a quel a comete mano Anton.
Deus está extra e fora do contexto humano. Julgar ao ato da creatura, tendo a Deus por fiel dessa balança desregulada, é se fazer uma carantonha da face divina, a que, realmente nós não conhecemos.
abração mano,
Moura

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 30 de Novembro de 2009, 19:37
Só mais um último achega:
Deus, ao dar o livre arbítrio ao homem e também a possibilidade de raciocinar arrazoada e lúcidamente sobre qualquer coisa, deixou à creatura, a responsabilidade desses julgamentos mano.
Não entorte a doutrina.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: EsoEstudos em 30 de Novembro de 2009, 19:46
Bem, pra ser franco eu cheguei no espiritismo pela conscienciologia. Tinha
uma visão deturpada de Deus e de Cristo, fornecidas por seitas que não vale
a pena mencionar o nome.Em função dessa visão deturpada, eu rejeitava ambos.

A conscienciologia me atraiu por ser bastante técnica,
embora utilizasse o "paradigma consciencial" que é necessário aceitar como premissa,
pra se avançar nas deduções. Não tive muitos problemas com isso, já que experimentava
projeções conscientes a tempo, e projeciologia fornecia técnicas pra isso.

Com o tempo pude compreender que a grande Consciencia Cósmica, não é mais do que
um nome para o o Todo(Alah, Deus do Islamísmo) ou Brahma(Absoluto, Deus do Hinduísmo).
Entendi que o Deus vingativo do antigo testamento, e bondoso do novo, recebeu formas
antropomórficas para melhor chegar aos pensamentos dos povos que precisavam
dessas formas. Enfim, de tanto ele martelar contra, resolvi "furungar" os livros espíritas
que minha família guardava, e descobri que meu problema era com a religiosidade, e o profano, que se cria em torno das coisas sagradas, e não as coisas sagradas em si. Passei a ver a Biblia como uma revelação pra povos do passado, o pentateuco espírita como revelações pra cultura Francesa do século 19(que se espalha pelo mundo, tornando o mundo mais apto a ouvir o espiritísmo).
Também vi o Al-corão, como uma revelação feita para aquela cultura, bem como os Vêdas como revelações feitas pra cultura Hindu.  E o trabalho do Waldo, ao meu ver não são bem revelações são mais uma forma de traduzir o espiritísmo pra uma linguagem de quem não aceita Deus ou Jesus, por ter recebido informações distorcidas deles nessa ou naquela religião. Ou por ter ouvido falar mal, pra esse ou aquele cético/ateu.

Saudações Rafael!

Permita-me dividir consigo minha experiência pessoal.

Tive oportunidade de ver o Waldo em palestras, tanto ao vivo como, mais recentemente, através da Tertúlia (o site dele com palestras diárias). Conheci algumas pessoas que fizeram os cursos, desenvolveram as técnicas projetivas e passaram a um grau de conscientização interessante.

Na Projeciologia tanto quanto na Conscienciologia há método, disciplina, seriedade e, até onde consegui perceber, a intenção de dar um passo a mais na massificação das revelações espirituais.

Todavia ocorreu com a Conscienciologia o que já havia acontecido com outras correntes espiritualistas: o estudo ficou menor que o mestre.

O Waldo Vieira que eu vi e que li anos atrás não tem o mesmo perfil desse ególatra que combate exatamente o que ele se tornou: um mistificador.

Um mistificador sofisticado, cientificista, elegante, com pompa e circunstância... mas, ainda assim, um mistificador...

Veja bem a mistifiscação (apenas um pequeno exemplo):

Jesus tinha umbigo como qualquer um de nós (está no livrão dele).
Jesus foi um homem excessivamente divinizado (idem).

Ora, convenhamos... Ainda que pudéssemos aceitar que Jesus não foi ninguém com maior importância perante a Alta Espiritualidade, você acha que seria com essas colocações que o Waldo convenceria alguém? Ele estaria, pelo contrário, reafirmando para os incautos que um certo Jesus é tão importante que ele, o Waldão!, resolveu enfrentar e desbancar!

O Waldo agiu como quem deseja ter para si um cetro que, paradoxalmente, nega tenha estado com outrem.

Ainda existem muitos aspectos nos estudos do Waldo que são interessantes. Contudo,assim como um ex-bom cozinheiro, ele perdeu a mão e pôs a perder toda a feijoada por excesso de cominho...

Se alguém desconhece, "cominho" é um desses temperos que dá um sabor espetacular a quase tudo, desde que na exata medida. Uma ínfima pitadinha a mais e o prato todo se perde.

Agradeço a chance de manifestar uma experiência pessoal.

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Anton Kiudero em 30 de Novembro de 2009, 19:51
Só mais um último achega:
Deus, ao dar o livre arbítrio ao homem e também a possibilidade de raciocinar arrazoada e lúcidamente sobre qualquer coisa, deixou à creatura, a responsabilidade desses julgamentos mano.

E onde voce encontrou esta perola no Livro dos Espiritos? Onde se fala no livre arbitrio dos homens é apenas no Livro dos Espiritas. O Livro dos Espiritos fala no livre arbítrio dos espíritos, o que algo totalmente diferente.

O que voce sugere é que os homens fazem as estrepolias que desejam fazer, semeando a injustiça absoluta num universo de justiça absoluta. Acredite-me é contradição demais para qualquer ser pensante.

Alias, no Livro dos Espiritos, Deus até mesmo ordena o que quer que se faça enquanto no Livro dos Espiritas parece-me que ele esta descansando desde o setimo dia da criação.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 30 de Novembro de 2009, 19:51
Exatamente mano Estoce.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 30 de Novembro de 2009, 19:55
Só mais um último achega:
Deus, ao dar o livre arbítrio ao homem e também a possibilidade de raciocinar arrazoada e lúcidamente sobre qualquer coisa, deixou à creatura, a responsabilidade desses julgamentos mano.

E onde voce encontrou esta perola no Livro dos Espiritos? Onde se fala no livre arbitrio dos homens é apenas no Livro dos Espiritas. O Livro dos Espiritos fala no livre arbítrio dos espíritos, o que algo totalmente diferente.

O que voce sugere é que os homens fazem as estrepolias que desejam fazer, semeando a injustiça absoluta num universo de justiça absoluta. Acredite-me é contradição demais para qualquer ser pensante.

Alias, no Livro dos Espiritos, Deus até mesmo ordena o que quer que se faça enquanto no Livro dos Espiritas parece-me que ele esta descansando desde o setimo dia da criação.

Cara!!!!
Você tá fazendo algum cursinho ou isso é de sua própria lavra?
Ainda me agito de tanto rir conmo que você escreveu mano Anton.
Se você ainda não percebru,  mano véio, quando se fala em homem fala-se num Espírito encarnado, alias esta é uma da primeiras respostas de OLE.
Ftralamos em almas dos homens, logo do prórprio homem e a alma é, segundo OLE "um Espírito encarnado".
Ou será que mudou e não me avisaram nadica?
Anton, não maltrata esse pobre ancião, a doença cardíaca não me deixa rir demais.
abração,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Vitor Santos em 30 de Novembro de 2009, 20:08
Olá

Citar
E o trabalho do Waldo, ao meu ver não são bem revelações são mais uma forma de traduzir o espiritísmo pra uma linguagem de quem não aceita Deus ou Jesus, por ter recebido informações distorcidas deles nessa ou naquela religião. Ou por ter ouvido falar mal, pra esse ou aquele cético/ateu.

Se o amigo foi à procura de mais, é porque o seu coração ansiava mais, estou 100% convicto. E no seu caso, de facto o Waldo teve algum mérito. Foi a primeira ponta por onde o amigo puxou.

os fenómenos que relata a conscienciologia são os mesmos de que falam aqueles monges budistas capazes de se retirar em meditação. Não vai dar ao mesmo da meditação do Budismo Tibetano, por exemplo? Isso é mais velho que sei lá o quê. Não foi o Waldo que inventou isso, ou foi?

Percebo que temos de desmistificar a palavra "Deus", vendo nele a origem da criação e a inteligência suprema. Mas isso depende de como a divulgação é feita. E em que sitios é feita.

Alguns católicos rezam a avé-maria (como me ensinaram a mim em miudo) e dizem:

"Santa Maria, mãe de Deus". Como podia uma mulher da terra parir Deus? Ser mãe de Deus?

Sei que eles se referem a Jesus, como se Jesus fosse Deus. Se Jesus fosse Deus não tinha mãe, ou então não era o Criador, a causa primeira de todas as coisas, porque Maria o tinha gerado primeiro.

Estas coisas são indutoras do ateismo, não haja dúvidas. Levam ao ridiculo Jesus, Maria e até Deus, perante aquelas pessoas que gostam de explicações lógicas.

Mas responda-me amigo, se fizer o favor: acha que o que o levou ao espiritismo foi mesmo o Waldo, ou ele foi apenas o primeiro um mero veiculo que o seu coração, intuição, instinto ou que lhe quiser chamar encontrou? Porque continuou a procurar mais?

Até Livros que há dos católicos, que desaconselham o espiritismo, já fizeram alguns espiritas. Nós procuramos, porque esse desejo está cá dentro, e vamos seguindo as pistas. Quem não tem esse desejo será que vai lá chegar, seja por que caminho for?

bem haja
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Anton Kiudero em 30 de Novembro de 2009, 20:14
Mano Moura,

Antes de mais nada respeite os mais velhos. Putz, se voce é ancião ja devo ter dobrado faz tempo o Cabo da Boa Esperança e nem me dei conta...

Se você ainda não percebru,  mano véio, quando se fala em homem fala-se num Espírito encarnado, alias esta é uma da primeiras respostas de OLE.
Ftralamos em almas dos homens, logo do prórprio homem e a alma é, segundo OLE "um Espírito encarnado".

Sem duvida é esta a definição. Mas isto não quer em absoluto dizer que o espirito encarnado ou homem possui os mesmos atributos do espirito. O logo altera muita coisa.

Não é que não tenham lhe avisado disto, é que esta informação não consta do Livro dos Espiritos mas apenas do livro dos Espiritas e cria uma diferença maior do que existe entre o dia e a noite. E Kardec se deu ao trabalho de deixar clara a distinção.



Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Rafael_ em 01 de Dezembro de 2009, 01:24
Vitor,

"Não vai dar ao mesmo da meditação do Budismo Tibetano, por exemplo?"

Talvez sim, não conheço esse budismo. Mas de certo, muitos brasileiros
não teriam conhecido essas técnicas se dependessem dele, já que seus pensamentos
talvez não estivessem na tônica budista.

"acha que o que o levou ao espiritismo foi mesmo o Waldo, ou ele foi apenas o primeiro um mero veiculo que o seu coração, intuição, instinto ou que lhe quiser chamar encontrou?"

Certamente foi um veículo, mas muito importante. ME fui útil quando gostava de explicações lógicas, e estava cheio de preconceitos.

"Porque continuou a procurar mais?"

Porquê entendi as limitações da lógica. Entendi que ela é muita útil na minha profissão(Desenvolvedor de sistemas) mas que existem,
no TODO, coisas contraditórias, complementares, inconsistentes ente si, mas consistentes com uma meta-realidade, que eu aceito chamar de Deus.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Rafael_ em 01 de Dezembro de 2009, 01:26
Olá Estoce! O meio cético/ateu tem pessoas muito egolótras, e que sim se acham
as donas da verdade(sem entender que toda a verdade está alem do conhecimento humano).

Não sei, de fato, até que ponto ele faz isso para ter mais empatia com esses encarnados, ou se, de tanta empatia, acabou se tornando mais um deles. Isso é assunto que merece pesquisa hehehe



Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: hcancela em 01 de Dezembro de 2009, 09:28
Bem, pra ser franco eu cheguei no espiritismo pela conscienciologia. Tinha
uma visão deturpada de Deus e de Cristo, fornecidas por seitas que não vale
a pena mencionar o nome.Em função dessa visão deturpada, eu rejeitava ambos.

A conscienciologia me atraiu por ser bastante técnica,
embora utilizasse o "paradigma consciencial" que é necessário aceitar como premissa,
pra se avançar nas deduções. Não tive muitos problemas com isso, já que experimentava
projeções conscientes a tempo, e projeciologia fornecia técnicas pra isso.

Com o tempo pude compreender que a grande Consciencia Cósmica, não é mais do que
um nome para o o Todo(Alah, Deus do Islamísmo) ou Brahma(Absoluto, Deus do Hinduísmo).
Entendi que o Deus vingativo do antigo testamento, e bondoso do novo, recebeu formas
antropomórficas para melhor chegar aos pensamentos dos povos que precisavam
dessas formas. Enfim, de tanto ele martelar contra, resolvi "furungar" os livros espíritas
que minha família guardava, e descobri que meu problema era com a religiosidade, e o profano, que se cria em torno das coisas sagradas, e não as coisas sagradas em si. Passei a ver a Biblia como uma revelação pra povos do passado, o pentateuco espírita como revelações pra cultura Francesa do século 19(que se espalha pelo mundo, tornando o mundo mais apto a ouvir o espiritísmo).
Também vi o Al-corão, como uma revelação feita para aquela cultura, bem como os Vêdas como revelações feitas pra cultura Hindu.  E o trabalho do Waldo, ao meu ver não são bem revelações são mais uma forma de traduzir o espiritísmo pra uma linguagem de quem não aceita Deus ou Jesus, por ter recebido informações distorcidas deles nessa ou naquela religião. Ou por ter ouvido falar mal, pra esse ou aquele cético/ateu.

Saudações Rafael!

Permita-me dividir consigo minha experiência pessoal.

Tive oportunidade de ver o Waldo em palestras, tanto ao vivo como, mais recentemente, através da Tertúlia (o site dele com palestras diárias). Conheci algumas pessoas que fizeram os cursos, desenvolveram as técnicas projetivas e passaram a um grau de conscientização interessante.

Na Projeciologia tanto quanto na Conscienciologia há método, disciplina, seriedade e, até onde consegui perceber, a intenção de dar um passo a mais na massificação das revelações espirituais.

Todavia ocorreu com a Conscienciologia o que já havia acontecido com outras correntes espiritualistas: o estudo ficou menor que o mestre.

O Waldo Vieira que eu vi e que li anos atrás não tem o mesmo perfil desse ególatra que combate exatamente o que ele se tornou: um mistificador.

Um mistificador sofisticado, cientificista, elegante, com pompa e circunstância... mas, ainda assim, um mistificador...

Veja bem a mistifiscação (apenas um pequeno exemplo):

Jesus tinha umbigo como qualquer um de nós (está no livrão dele).
Jesus foi um homem excessivamente divinizado (idem).

Ora, convenhamos... Ainda que pudéssemos aceitar que Jesus não foi ninguém com maior importância perante a Alta Espiritualidade, você acha que seria com essas colocações que o Waldo convenceria alguém? Ele estaria, pelo contrário, reafirmando para os incautos que um certo Jesus é tão importante que ele, o Waldão!, resolveu enfrentar e desbancar!

O Waldo agiu como quem deseja ter para si um cetro que, paradoxalmente, nega tenha estado com outrem.

Ainda existem muitos aspectos nos estudos do Waldo que são interessantes. Contudo,assim como um ex-bom cozinheiro, ele perdeu a mão e pôs a perder toda a feijoada por excesso de cominho...

Se alguém desconhece, "cominho" é um desses temperos que dá um sabor espetacular a quase tudo, desde que na exata medida. Uma ínfima pitadinha a mais e o prato todo se perde.

Agradeço a chance de manifestar uma experiência pessoal.


Olá amigo

Perdi um pouco a forma como o Waldo Vieira se porta actualmente. ;D

Mas este seu texto foi sóbrio e sem críticas, explanado de forma que me pareceu certa, porque cada um segue o caminho que acha melhor. ;)

SAUDAÇÕES FRATERNAS
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 01 de Dezembro de 2009, 14:32
Mano Moura,

Antes de mais nada respeite os mais velhos. Putz, se voce é ancião ja devo ter dobrado faz tempo o Cabo da Boa Esperança e nem me dei conta...

Se você ainda não percebru,  mano véio, quando se fala em homem fala-se num Espírito encarnado, alias esta é uma da primeiras respostas de OLE.
Ftralamos em almas dos homens, logo do prórprio homem e a alma é, segundo OLE "um Espírito encarnado".

Sem duvida é esta a definição. Mas isto não quer em absoluto dizer que o espirito encarnado ou homem possui os mesmos atributos do espirito. O logo altera muita coisa.

Não é que não tenham lhe avisado disto, é que esta informação não consta do Livro dos Espiritos mas apenas do livro dos Espiritas e cria uma diferença maior do que existe entre o dia e a noite. E Kardec se deu ao trabalho de deixar clara a distinção.





Alto lá mano Anton (risos), velho aqui só eu viu? vocês são todos garotões praianos em relação a mim haha.
Segundo a doutrina, aquilo que se apreendeu não se perde, logo o "logo" não se altera mano, mas, em alguns casos fica inacessível em virtude da própria ignorância do Espírito.
Veja que mesmo alguns atributos de certo Espírito, ou seja algumas qualidades, como a de ser um virtuoso pianista, podem, numa outra reencarnação ficar escondida para este.
Então o "logo" se altera? Não, ele permanece estável e pronto para uso, só que a imperfeição do Espírito devido a N possibilidades não o deixa " se lembrar" de que foi um pianista dos bons.
Era a isso que me referia, mano.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Anton Kiudero em 01 de Dezembro de 2009, 16:30
Então o "logo" se altera? Não, ele permanece estável e pronto para uso, só que a imperfeição do Espírito devido a N possibilidades não o deixa " se lembrar" de que foi um pianista dos bons.

Exatamente isto. O conhecimento que possuimos enquanto espiritos não o possuimos enquanto encarnados. Enquanto espiritos vivemos uma unica vida, a vida espiritual da qual as encarnações são momentos e enquanto encarnados vivemos aquilo que solicitamos vivenciar.

Enquanto espiritos não nos preocupa a dureza das provas e enquanto encarnados tentamos fugir das mesmas a cada dia. Esta a razão pela qual enquanto encarnados não nos é dado alterar o curso dos acontecimentos, apenas vivencia-los.

PS: Apesar de voce ja habitar o Mundo Divino, ao menos neste forum, ainda é bem mais novo do que eu e portanto deve respeitar os mais velhos....  ;)
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 01 de Dezembro de 2009, 16:53
Oi Anton, (bença vovô!)
Eu não diria "não o possuímos", visto que possuir possuimos o que não temos é a ecessibilidade a ele.
Exemplo> eu tenho um Rolex. Não o uso porque o guardei e esqueci onde. então eu deixo de possuí-lo? Não, apenas perdi a acessiblidade a ele, é isso que digo.
abração,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: MarcoALSilva em 01 de Dezembro de 2009, 17:06
Oi Anton, (bença vovô!)
Eu não diria "não o possuímos", visto que possuir possuimos o que não temos é a ecessibilidade a ele.
Exemplo> eu tenho um Rolex. Não o uso porque o guardei e esqueci onde. então eu deixo de possuí-lo? Não, apenas perdi a acessiblidade a ele, é isso que digo.
abração,
Moura
Então o "logo" se altera? Não, ele permanece estável e pronto para uso, só que a imperfeição do Espírito devido a N possibilidades não o deixa " se lembrar" de que foi um pianista dos bons.

Exatamente isto. O conhecimento que possuimos enquanto espiritos não o possuimos enquanto encarnados. Enquanto espiritos vivemos uma unica vida, a vida espiritual da qual as encarnações são momentos e enquanto encarnados vivemos aquilo que solicitamos vivenciar.

Enquanto espiritos não nos preocupa a dureza das provas e enquanto encarnados tentamos fugir das mesmas a cada dia. Esta a razão pela qual enquanto encarnados não nos é dado alterar o curso dos acontecimentos, apenas vivencia-los.

PS: Apesar de voce ja habitar o Mundo Divino, ao menos neste forum, ainda é bem mais novo do que eu e portanto deve respeitar os mais velhos....  ;)

Caríssimos senhores!

Máxime dentre espíritas, debates acerca de idades provectas não desbordam de um colóquio flácido para acalentar bovinos...

Saibam que os dois são espiritualmente dos mais jovens que há por aqui.


Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 01 de Dezembro de 2009, 17:09
ahahahaha!
Mano Marco, uma bela maneira de dizer que tudo isso é conversa pra boi dormir né?
Adorei!
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Vitor Santos em 01 de Dezembro de 2009, 19:34
Olá Moura

Citar
Eu não diria "não o possuímos", visto que possuir possuimos o que não temos é a acessibilidade a ele.

Concordo mano!

É como um homem que põe uns óculos quase opacos. Ele vê pouco, mas não deixa de ser o mesmo por isso.

Da mesma forma, o espirito quando encarna, não deixa de ser ele mesmo, apenas tem os seus "instrumentos" de percepção e manifestação, em relação ao mundo exterior, a funcionar quase a zero.

Quando o homem dorme, o espirito tem maior percepção do que quando o homem está acordado. O homem não muda de espirito quando dorme. A inteligência é um atributo do espirito. Se o homem não estivesse ligado ao seu espirito não pensaria, seria um vegetal.

bem haja






Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Anton Kiudero em 01 de Dezembro de 2009, 19:43
Quando o homem dorme, o espirito tem maior percepção do que quando o homem está acordado. O homem não muda de espirito quando dorme. A inteligência é um atributo do espirito. Se o homem não estivesse ligado ao seu espirito não pensaria, seria um vegetal.

Mas o que percebe da realidade esta tão alterado pelos grossos oculos que é o inverso do que percebe enquanto sem os oculos.

E de quem são os pensamentos afinal? Do espirito, dos espiritos que os induzem ou de Deus? E a proposito, o que é "pensar"?
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Vitor Santos em 02 de Dezembro de 2009, 13:20
Olá

A inteligência, se aliada à vontade, é a força que leva o mundo para a frente. Sem inteligência também não poderia haver sensibilidade moral. Sem sensibilidade moral, não pode existir progresso espiritual, apenas intelectual ou mental. O progresso é o fruto da inteligência. Conforme a qualidade moral desse progresso, assim será um bom, médio ou mau fruto. E pelos frutos se conhece a arvore.

Sem inteligência seriamos uma massa estúpida, como uma pedra, um pouco de plástico, de metal...

O pensamento é a expressão intima da inteligência, a linguagem é, aqui na terra, a expressão da nossa inteligência e da inteligência das outras pessoas, que connosco comunicam.

É o espirito quem pensa, não o corpo de carne. O corpo fisico e o perispirito são meios de transmissão do pensamento do espirito, para outros espiritos, encarnados ou desencarnados, e vice-versa. O espirito pode ser influenciado por pensamentos que não são seus, consciente ou inconscientemente, mas é a inteligência que avalia os pensamentos, e determina se nos são simpaticos ou antipáticos, úteis ou inúteis. 

E a individualidade do espirito mantêm-se. Já desencarnados, depois da perturbação, reconhecemo-nos como o mesmo individuo que erámos na carne. Penso que nenhum espirito tem dúvidas de quem era na carne. Quanto muito, pode é pensar que ainda está na carne, antes de o seu perispirito se libertar.

A nossa percepção em desencarnados, é, isso sim, muito mais apurada do que a nossa. E tanto mais quanto mais libertos da carne estivermos. Reconhecemos sempre quem erámos na carne. Não há descontinuidade. O encarnado que tinha os óculos muito opacos pode ver agora a bela luz do mundo espiritual.

bem haja
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: marcus.vp em 08 de Dezembro de 2009, 22:16
Citar
E o trabalho do Waldo, ao meu ver, não são bem revelações são mais uma forma de traduzir o espiritísmo pra uma linguagem de quem não aceita Deus ou Jesus, por ter recebido informações distorcidas deles nessa ou naquela religião. Ou por ter ouvido falar mal, pra esse ou aquele cético/ateu.

 Caros amigos do Fórum, permitam-me ainda uma tentativa de interpretação, baseada na do amigo citado:

Waldo iniciou seu trabalho no Espiritismo e no Movimento Espírita em 1955 e foi até 1966 (conforme citamos na página 05 deste fórum) junto de Chico Xavier. Após este ano, não sabemos por que ou como, ele abandonou o Movimento Espírita e enveredou por outro caminho. Quis continuar a estudar a essência do ser humano, porém, de forma puramente científica, sem vinculação com religiões ou seitas. Uma fuga ao misticismo e uma busca de aprofundamento acerca do Espírito, que ele prefere denominar “Consciência”. Nisto surge a Conscienciologia. No vídeo Waldo fala que o Espiritismo é uma “Espiritologia”. Em seu livro “Projeciologia” 1ª edição de 1986, na página 15, linha 32, ele coloca a recém lançada Conscienciologia como sinônimo de: Espiritismo, Espiritologia: “A Projeciologia, antes mesmo de estar adistrita às manifestações da Parapsicologia, permanece estruturalmente vinculada, em definitivo, ao campo vasto da Conscienciologia (Egologia, Espiritologia ou Espiritismo) (…)”. Parece-me que nas edições mais recentes foram retirados estes sinônimos para Conscienciologia. Ou seja, ele quis dar continuidade às pesquisas iniciais de Kardec, quando este define Espiritismo como “Ciência que trata da natureza, da origem e da destinação dos Espíritos e das suas relações com o mundo corporal” (O que é o Espiritismo, Preâmbulo.) Ele estendeu e aprofundou, inicialmente, o Capítulo 8 da segunda parte do LE (pág. 221 FEB) sobre “Emancipação da Alma”, que se refere justamente à ação da alma desdobrada (projetada conscientemente) através do Tratado “Projeciologia” (900 páginas), com bibliografia mundial de 1.907 obras, em vários idiomas e de vários países. Em 1994 lança o Tratado: "700 experimentos da Conscienciologia". Atualmente ele reside em Foz do Iguaçu - Pr, no terreno do CEAEC - Centro de Altos Estudos da Conscienciologia.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: marcus.vp em 08 de Dezembro de 2009, 22:23
Cabe observar que o Espiritismo é uma ciência do Espírito, porém, profundamente vinculada com as raízes judaico-cristãs, com Deus e Jesus Cristo. Sem desmerecer, é claro, nenhuma religião, porém, aplicando todo o conhecimento obtido no entendimento e colaboração com o processo de regeneração do Cristianismo. Neste ponto Kardec denomina o Espiritismo como Terceira Revelação divina, depois da de Moisés e de Jesus. O conscienciólogo e projeciólogo Waldo Vieira, ao tirar o aspecto religioso, fez o que devia, neste caso: criou outro nome e outra terminologia. Não pode existir Espiritismo sem Cristianismo a não ser que se modifique e se coloque outro nome. Foi, creio, o que Waldo fez: deu o novo nome de Conscienciologia (e no lugar da mediunidade exaltou o animismo da Projetabilidade da Consciência). Vale ressaltar que a mediunidade nele ainda existe, rebatizada de “Parapsiquismo” e os guias espirituais são chamados de “Amparadores”. Qualquer semelhança é mera coincidência. (será?) Se non é vero…
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: MarcoALSilva em 08 de Dezembro de 2009, 22:44

O que me espanta no Waldão é a forma como nega a importância da atuação dos Mestres e as respectivas escolas de pensamento espiritualista.

Tanto quanto com relação a Kardec, o Waldão detona com tudo o mais... No que toca às religiões, faz tábua rasa de toda a imensa cultura humana classificando-as, todas, de meros utensílios dos "porões bolorentos" da alma.

Certa vez conversando com um projecionista (extremamente "waldista"), perguntei-lhe sobre Jesus. Para minha surpresa ele disse (algo contrariado, eu diria):
"o J Cristo foi o que melhor andou nas quatro marchas".

As quatro marchas mencionadas por ele eram litossoma (corpo físico), holochacra (duplo etérico), psicossoma (perispírito) e mentalsoma (corpo mental - sem correspondência no Espiritismo, mas conhecido das demais correntes espiritualistas).

Havia nele, então, a noção de que Jesus fôra o que de melhor esteve neste planeta. Já é alguma coisa...

Eu percebi, assim, que há muitos estudantes da Conscienciologia que não adotam integralmente os conceitos radicais de "vanguarda" que o Waldão vaidosamente regurgita o tempo todo.

Por mais de uma vez mencionei que há aspectos muito bons e interessantes nas páginas dos livrões que o Waldo lançou.

Como em tudo na vida, devemos ler e reter o que nos pareça bom.

Até porque, cada Mestre que Deus envia a este planeta certamente está num patamar tal que não chega a "se ofender" com as "inconveniências" da linguagem do nosso vaidoso ex-espírita, guru tecnológico, megalo-auto-apaixonado, omni-iconoclasta.

ÊÊÊÊÊ Waldão...

Tem muita gente que acredita que ele é a reencarnação de Michel de Notredamme.

Mas, uma coisa tenho que reconhecer... As palestras do Waldo são divertidas...

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec- anton
Enviado por: nieli em 23 de Dezembro de 2009, 20:31

Enquanto espiritos não nos preocupa a dureza das provas e enquanto encarnados tentamos fugir das mesmas a cada dia. Esta a razão pela qual enquanto encarnados não nos é dado alterar o curso dos acontecimentos, apenas vivencia-los.[/u]




Onde fica nosso livre arbritrio??
Escolhemos nossas provas, assim quando encarnados,podemos uo nao suporta-las.Depende d e cada um de nós o destinos que damos a nossa passagem.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 24 de Dezembro de 2009, 14:03
A escolha das provas é nossa, amiga nieli, enquanto falemos em generalidade de provas, mesmo assim só as temos se as podemos suportar, pois são elas o único instrumento encontrado pela Espiritualidade para que possamos reestruturar tudo o que fizemos de errado.
O nosso livre arbítrio está em podermos escolher a generalidade da prova, agora as ações que nos vão acontecer assim como nossos atos perante elas isso não o sabemos e delas não podemos correr.
É como diz o ditado popular: Ajoelhou, tem de rezar.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: EduardoLeit em 30 de Dezembro de 2009, 18:55
Quero agradecer à esse fórum e em especial à esse tópico que me ajudou a entender e ver opniões espíritas sobre o assunto "Waldo Vieira".

Estive nos ultimos dias mergulhado em reflexões sobre o assunto, aprovei alguns aspectos do que Waldo "prega", a "Interassistencialidade" que é a caridade, a "Cosmoética" que é o respeito as leis universais, nenhum que fosse diferente dos que já sabemos (Espiritas) mas porém mascarados com outros nomes, dificeis até.


Infelizmente nosso irmão, muito inteligente por sinal, irá convencer a muitos - com sua firmeza nas palavras - a segui-lo, a desacreditarem da importância de Jesus ao o nosso planeta, dos seus magnificos ensinamentos contido no evangelho que ainda estão longe de serem seguidos em plenitude por nós (inclui ele).

Os ensinamentos espiritas são "infinitos", pois o proprio Kardec afirmou que apenas deu inicio ao espiritismo, ele se renovará a cada dia, claro que respeitando a codificação básica porque caso contrário perderia sua identidade.

Projeção da consciência é realmente um assunto muito interessante, principalmente para os fenomenistas; no ambto filosófico poder viver consciente quase que 24 horas por dia , poder estudar, trabalhar é sem dúvidas excelente!, mas amigos não podemos esquecer das horas que ficamos acordados, com o corpo fisico ativo, essas horas são valiosissimas , oportunidades diversas de trabalho na dimensão física; para quem tem dificuldades em realizar a viagem astral ou desdobramento consciente, à estas sugiro que não despedicem tanto tempo e energia nesses estudos que as vezes lhe trará mais problemas do que solução, usem esse tempo em trabalho árduo e edificante aqui mesmo no plano físico em beneficio do proximo e de si mesmo.

Argumentos dos projeciologistas e conscienciologistas: Perder o medo da morte, conhecer a si mesmo, aumentar a auto confiança e etc, para ter tudo isso os espiritas recomendam:
Evangelhoteraia, Amorterapia, trabalhoterapia, caridadeoterapia, SilencioNaLinguaoTerapia e VergonhaNaCaroTerapia.

Deixemos pra [dar prioridade] ao trabalho no plano espiritual quando voltarmos pra lá.


Muita Paz.!!!!
Ótimo 2010 à Todos.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: mantisbr em 08 de Janeiro de 2010, 20:15
Estava fazendo análises para o assunto que é muito "pano para manga mesmo".


vou tentar ser sucinto, não me alongar demais

1- o Professor Waldo Vieira disse que os espíritos que deram as mensagens do espiritismo eram todos guias cegos.
Vejamos a definição de guia cego:


Definição. O guia cego é a consciência sem discernimento nem visão de conjunto na assistência, com autopensenidade intermediária entre o assediador típico e o amparador lúcido, capaz de recorrer a artifícios anticosmoéticos para ajudar quem ele julga merecedor.

Sinonímia: 1. Assediador bem intencionado. 2. Amparador mal intencionado; ajudante da interprisão; auxiliar sem discernimento; pseudoamparador sectário.

Antonímia: 1. Amparador veterano. 2. Guia vidente. 3. Evoluciólogo.

Bom Santo Agostinho, Fénelon entre outros eram todos guias cegos, ou o que está na expressão acima, então a doutrina é uma doutrina de Guias cegos, ou seja espiritos sem discernimento ao que entendi.
a pergunta que faço é se eles eram guias cegos quem não é? ou seja que guias são de "confiança" pois são todos sem discernimento?

2- A questão de Kardec procurar "igrejizar" o espiritismo dando toda a "m" da religião, e afastando da ciência, para aproximar
do povão.
Até onde sei nunca foi a intenção de Kardec, salvar o espiritismo com a parte religiosa, a intenção dos espiritos e a mensagem fazer uma filosofia de triplice aspecto filosófico, moral e religioso. Onde cada aspecto iria complementar o outro para formar um todo que explicasse o Espiritismo. Dizer que soh o livro dos Espiritos valeu (prestou) é uma balela tamanha, a parte moral supera o livro dos espiritos, pois se vc tiver o Evangelho Seg o Espiritismo e aplicar ele vai ter um caminho para sua evolução ao passo
que o Livro dos Espíritos não tem, se não for isso por favor me falem.

3- Religião é dinheiro: pode até ser mais não foi o caso do Kardec, do espiritismo e outra não se criou um credo igual a outras, o que se fez foram algumas práticas religiosas simples para expressar a união religiosa em grupo como doutrinação, oração, seção espírita, desobssessão, e isso não tem nada de mais, até acho pessoalmente que o espiritismo tem falta disso.

Considerações sobre a Codificação: A codificação pode até conter alguns erros porém, em sua grande parte é ética e coerente,
Kardec mesmo disse que poderia estar errado e que não tinha a ultima palavra em tudo, agora considerar a parte moral e religiosa um erro é uma grande besteira. Em minha opinião a parte mais perfeita é a religiosa e moral.

Considerações sobre Waldo Vieira e sua Ciência: não conheço a Conscienciologia , ao que vejo e informações que tive é positiva no que concerne à questões da consciência, Projeciologia etc, traz horizontes e explica os fenômenos, agora dizer que o espiritismo não vale está errado e muito errado, parece que todos os que pensam ou tem idéias diferentes a ele são "imaturos" "ultrapassados", vi videos dele criticando todo o mundo, esse teve umas idéias boas o resto é palhaçada. aquele é isso ou aquilo, só ele tem razão, não desprezando o conhecimento na área que ele atua projeção e consciência,Mas ele não sabe tudo não.
Alguns questionamentos sobre ele
Porque deixou o espiritismo, porque não seguiu o caminho deixado por Chico de ajudar aos outros com a mediunidade e ajuda
assistencial?
Será que o "povão" não interessa a ele?
Porque ele quer criar um séquito de "cientistas" e se afastar dos demais?
Será que não lhe falta humildade? será que as peias do orgulho não tomaram a alma dele?
Como ele vive, humildemente, aquele instituto que ele criou não é simples não?

Fraterno abraço me respondam por favor
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: MarcoALSilva em 08 de Janeiro de 2010, 20:45
Insisto:

O Waldão é um vaidoso ex-espírita, guru tecnológico, megalo-auto-apaixonado, omni-iconoclasta.

 ;)
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: marcus.vp em 08 de Janeiro de 2010, 21:26
Caro Mantisbr, suas considerações são excelentes e pertinentes ao assunto. Não sabemos positivamente porque ele prefere o "Livro dos Espiritos", porém,podemos deduzir que seja pelo fato de ser livro baseado em leis naturais e universais, atemporais, sem vinculação, em sua essencia, com uma religião em particular,sendo,  outrossim, uma filosofia espiritualista de base científica e de consequências morais e religiosas, de um ponto de vista universalista. Pode interpretar qualquer religião. Tem, porém, relação com Jesus em sua questão 625, ao apontá-lo como guia e modelo para toda a humanidade. Seria este contexto universalista que teria levado Waldo Vieira a apontá-lo como o melhor dos livros espiritistas.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: marcus.vp em 08 de Janeiro de 2010, 21:37
Agora, falar que são guias cegos os Espíritos (Consciências,como ele refere) que trabalharam com Kardec nas obras básicas é total erro de apreciação, por considerar ele que qualquer Espírito que ainda se vincula a religião de forma particular ainda é um pré-serenão,guia cego ou que tal. Ou seja, somente ele e seus amparadores e que são "guias lúcidos". Será? Que condição tem ele de realmente julgar e avaliar estes Espíritos ligados ao Espírito da Verdade? Ele mesmo esteve tantos anos no Espiritiismo, e agora, quer rejeitar tudo em bloco? Ou melhor, nem tudo, maquiando e mudando os nomes para conceitos semelhantes, como você, caro Mantisbr muito bem se referiu. Continuemos espiritistas, seguindo os Espíritos da Luz e da Verdade, examinando tudo e retendo aquilo que é bom, que edifica e que nos auxilia na nossa evolução.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 08 de Janeiro de 2010, 21:57
Nota-se a arrogância do "professor" Waldo, quando ele rotula de guias cegos...
Ora, a bem da verdade ele poderia ter chamdo de "guias de cegos"...
mas também atentaria contra o sujet do comentário, um homem que no sisudo ver de Flamarion sugeriu-lhe o título de "O Bom Senso Encarnado"
temos então duas alternativas:1. Se ele disse guias cegos, conferiu a todos os Espíritos, a começar por Zéfiro e a terminar no Espírito A Verdade, a classificação de ignorantes, embusteiros, paralapões, ou simplesmente de mentirosos;
2. Se disse: guias de cegos, conferiu-lhes a classificação de engandores, aproveitadores, ou simplesmente de maus espíritos.
Nos dois casos, porém coube a kardec o título de imbecil, burro, ignorante, ou simplesmente de crédulo em demasia.
Como se vê, mestre Waldo "tá se achando".
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Anton Kiudero em 09 de Janeiro de 2010, 16:53
Fatos sobre Waldo Vieira que não podemos esquecer
Lazaro Freire - www.voadores.com.br (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy52b2Fkb3Jlcy5jb20uYnI=)

1 ) Waldo Vieira saia com amigos, contava piadas, era acessível e sociável. Com o tempo, foi deixando de fazê-lo, e se tornando mais radical.

2 ) Waldo Vieira tinha mente aberta, universalista. Com o tempo, sem perceber, foi se fechando mais e mais dentro de seu próprio sistema, ainda que baseado em suas experiências pessoais.

3 ) Waldo Vieira tinha sólidas críticas às estruturas das religiões, que conseguem adeptos através da culpa, da supressão do riso e festividades, da repressão aos questionamentos à própria instituição, da necessidade de frequência rigorosa (é pecado faltar ) e do terror baseado em possessões ou assédios a quem viva uma vida diferente dos preceitos ditados por papas e gurus. Posteriormente e sem perceber, ele próprio criou, palestra a palestra, um rigoroso código de conduta para seus adeptos, que não por acaso os distanciava mais e mais da normalidade e os aproximava da conduta do próprio legislador, utilizando sem querer TODOS os mecanismos das religiões que criticou.

4 ) Waldo Vieira tinha dúvidas, que o levava a pesquisas inéditas, e fazia todos pesquisarem com ele. Com o tempo, foi as substituindo por certezas absolutas que presumem a perfeição, pelo menos quando comparada aos demais mortais. E sem dúvidas, só lhe restava compilar o que já sabia, reunindo adeptos para aprender o que deveria praticar. Sem perceber, deixou morrer as dúvidas filosóficas que fomentam o questionamento e discernimento, e passou entrar no terreno das certezas (dogmas ), que só pode ser ocupado pela religiâo ou pela ciência. Não por acaso, foi buscar caráter científico para mascarar a religião que criou sem querer.

5 ) Waldo Vieira tinha um discurso saudável sobre a sexualidade de cada um. Com o tempo, sua prática ou falta dela passou a determinar, inclusive em livros, o padrão de normalidade dos seus discípulos, chegando a ponto de registrar como "experimento projeciológico" as anotações e justificativas das "duplas evolutivas" que não praticassem o sexo dentro da frequência copiada do guru.

6 ) Waldo Vieira tinha um projeto expansivo, de alcance universal, onde valiam mais seus conceitos aplicados do que o espelhamento de seu comportamento. Com o tempo, a verdadeira prática de sua conscienciologia passou a ser mais e mais dependente do nicho onde ele estava, de seu instituto e dos que o circundavam, sem perceber as irreparáveis perdas que isso trazia de inúmeros companheiros de jornada que adoravam seu trabalho e colaboravam com ele, mas nem por isso queriam ou precisariam viver de acordo com os preceitos ditados pelo fundador. E mais e mais, sua religião passou a ser a dos homens tristes, ou a dos que, tremendamente reprimido pelos pais na infância, se identificavam com a presença de um novo repressor, a lhes dizer a cada encontro ou experimento tudo aquilo que NÃO PODEM fazer.

7 ) Waldo Vieira era bem razoável em muitas coisas, e tinha uma saudável contraparte feminina que, mal ou bem, cumpria um papel regulador. Mas após perder sua companheira e apoiadora, que suicidou-se jogando-se do prédio em meio a traições com discípulas, nunca mais foi o mesmo. Matou-se ela, mas quem morreu nas ruas de Copacabana foi, sem dúvida, um pedaço dele, que imediatamente começou a envelhecer, mesmo estabelecendo uma nova relação.

8 ) Waldo Vieira era bacana. Mas sem perceber, tornou-se um chato. Waldo Vieira era um questionador. Mas sem perceber, se tornou um pastor. Waldo Vieira levava as pessoas à liberdade. Mas sem perceber, conduziu os que ficaram, a uma nova repressão. Waldo Vieira vivia cercado de grandes amigos, livres, diferentes e sinceros. Mas, sem perceber, foi se isolando, ainda que sua solidão fosse acompanhada de milhares que diziam sim. Waldo Vieira, sem perceber, fazia filosofia. Mas, talvez percebendo, preferiu construir uma nova e isolada religião.

Continua...
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Anton Kiudero em 09 de Janeiro de 2010, 16:55
Continuação

E é por essas e outras que um grande amigo meu, que também o conheceu há décadas atrás, costuma dizer brincando: Làzaro, tomara que a gente nunca fique velho, e que os amparadores nos levem antes de caducarmos e começarmos a falar merda, virarmos fundamentalistas e impormos (sem querer ) uma nova religião baseada nas "certezas" e na repressão. E ele me pedia também, há anos atrás, para que se um dia se tornasse assim, pelo amor de deus que EU não deixasse de LHE dar um toque, embora ele soubesse que dificilmente iria querer escutar. Por isso o pedido de desencarnar, para não corromper tudo de bom que já houvesse feito, já que lembram mais de nós pelo que produzimos perto do fim.

Mas estou contando tudo apenas porque gostaria de pedir a vocês o mesmo que meu amigo me pediu há uns dez anos atrás. Porque isso tudo VALE PARA MIM TAMBÈM. Se um dia eu fizer o mesmo, e começar a envelher na velhice, ao contrário do que se deve fazer nela, me avisem também.

"Oh, Deus, permita que eu esteja VIVO no momento de minha morte" (Winnicott )

Lazaro Freire (08/01/2010)

Um ex-adolescente que juntava trocados de mesada e shows em BH para ir regularmente ao Rio só para ouvir algumas palestras do Waldo Vieira. Até um dia em que tomou coragem, foi conversar mais de perto com ele, e ao fazer uma pergunta procedente levou um grande esporro, me lembrando na frente dos demais que essa resposta já estava no livro dele, que era bem caro para os meus padrões. Percebi que se tratava de uma Bíblia em potencia, que já tinha um pastor em ato. E olha que nem havia ainda o livro branco...


Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 09 de Janeiro de 2010, 17:44
hehehehe realmente este "lázaro" levantou e andou com lhe pediu o Mestre!
enquanto isso alguns, acabam por andar de ladinho feito os siris.
abração mano Anton!
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Haga em 09 de Janeiro de 2010, 17:47
Nota-se a arrogância do "professor" Waldo, quando ele rotula de guias cegos...
Ora, a bem da verdade ele poderia ter chamdo de "guias de cegos"...
mas também atentaria contra o sujet do comentário, um homem que no sisudo ver de Flamarion sugeriu-lhe o título de "O Bom Senso Encarnado"
temos então duas alternativas:1. Se ele disse guias cegos, conferiu a todos os Espíritos, a começar por Zéfiro e a terminar no Espírito A Verdade, a classificação de ignorantes, embusteiros, paralapões, ou simplesmente de mentirosos;
2. Se disse: guias de cegos, conferiu-lhes a classificação de engandores, aproveitadores, ou simplesmente de maus espíritos.
Nos dois casos, porém coube a kardec o título de imbecil, burro, ignorante, ou simplesmente de crédulo em demasia.
Como se vê, mestre Waldo "tá se achando".
Abraços,
Moura

É função espelho, Vê nos outros aquilo que é e quem sao os mentores que o guiam.

Enfim, mais um "Osvaldo Polidoro" da vida que se deixou fascinar.

Ninguem tá livre de lhe acontecer o mesmo.

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 10 de Janeiro de 2010, 14:18
Você tem imensa razão no que diz mano Haga. Seu aviso final é de uma lucidez incrível.
Houve um tempo, onde eu começava a soletrar a compreensão da doutrina, em que me achei "por cima da carne secas" como se diz na gíria.
Esquecendo-me dos ditados que muito uso, deixei de prestar atenção a um deles: "quanto maior o tamanho maior o tombo". foi então que meti as quatro patas na lama.
E passei algum tempo a me dizer certo e correto no que "achava", mas não fosse a ação de um amigo meu, que não me deixou deixar de pensar, notei o meu erro e o refiz perante a todos aqueles que me escutavam na Sala Filosofia Espírita.
Hoje tomo o maior cuidado com tudo que escrevo ou digo, e avalio sempre, na obra básica e quanto ao "Orar e Vigiar", antes de tomar a caneta ou o teclado.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Anton Kiudero em 10 de Janeiro de 2010, 14:46
Pois é velho Moura, como nos tambem ja estamos começando a envelhecer de velhice, temos que tomar cuidado redobrado para não nos enchermos de verdades e certezas e sem querer, apagarmos as lamparinas da mente. Porque foi sempre assim que os mais idosos agiam e não nos sentiamos confortaveis com isto...

Paz pra ti,
Anton
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 10 de Janeiro de 2010, 15:05
Incha allah!
Abração,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: hcancela em 10 de Janeiro de 2010, 15:48
Olá amigos(as)

Tudo com muita verdade.

De inicio absorvemos tudo da doutrina e achamos que sabemos tudo, enfim parece que temos respostas para tudo, o que não é verdade!(ainda há muitos que se acham assim). ;D

Com o tempo já não é bem assim, passamos do ter resposta para tudo , ao radicalismo dogmático pensando que só nós temos razão, e mas nada importa(a nossa interpretação da codificação  muito pessoal) capazes de até mudar a codificação, porque o nosso conhecimento é tal,que já dá para ter a nossa própria doutrina. ;) ;) ;) Normalmente isto é o mais usual.

Por fim conseguimos o meio termo, e seguimos a doutrina como ela é; simples bem simples, damos as opiniões para nós mesmo, e se falamos dos outros, é apenas para auxiliar, participando activamente no meio em que vive, em casa, na casa espirita,etc. Passamos a ser nós mesmo, com qualidades e defeitos(quiçá mais defeitos que qualidades) tentando nos melhorar(esta a parte mais difícil).

SAUDAÇÕES FRATERNAS
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 10 de Janeiro de 2010, 17:44
Isso mesmo mano!
Esta a nossa missão. Nos melhorar.
Eu costumava explicar esse cometimento de mostrar o erro do amigo com quem privamos, com uma historieta bem humorada onde colocava de escada outro grande amigo da Sala Filosofia Espírita, o Bob.
dizia eu:
Andávamos, por calçada estreita da cidade de Salvador, e como visitantes olhávamos tudo.
A certa altura do caminha o mano Bob começou a olhar para uma mocinha que Era a chave do inferno.... Bela, de corpo e de face, andar rebolativo das dançarinas de Axé, enfim, uma perdição...
Eu me segurava (claro, mais evoluído hehehe), mas o Bob não tirava os olhos da cinturinha de pilão da garota.
E assim íamos nós, andando pela estreita calçada, até que adiante notei um buraco na calçada que lhe tomava mais da metade da largura... O Bob lá, olhando o pandeiro da mocinha.
Foi quando antevendo o desastre falei com ele: mano, olha para a frente, deixa o rebolado da bahiana, anda a ver senão cais no buraco...
E ele, sem se lixar para o que eu dizia continuava, andando na frente, sempre a olhar a beleza da Bahia.
Bem, eu cumpri a missão de avisar, e, ato seguinte, passei para o lado da calçada onde o buraco não chegava.
O Bob não, continuou sempre na mesma direção e pronto, caiu no buracão, resultado quebrou o é...
Quer dizer, a vida as vezes nos mostra a moral da história: Nesta a moral era a de que, não é pelo erro de um que vamos ser atingidos pelo mesmo resultado se soubermos escapar ao mesmo traçado do amigo a quem avisamos.
Essa a nossa romagem na carne, hoje avisamos amanhã somos avisados, e nos basta estarmos atentos para atendermos ao clamor da razão.
É lógico que tudo não passava de uma forma bem humorada de se explicar algo pelo qual passamos quase todos os dias.
Abração,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: hcancela em 11 de Janeiro de 2010, 12:09
Olá amigos(as)

Muita verdade Moura, porque a falta de razão está tão intrinsecamente dentro de nós, que mesmo a vendo nossa frente ,não a conseguimos ver.

Alterar os nossos hábitos e essencialmente nos mudarmos por dentro, não está num estalar de dedos ou pertencer a qualquer ideologia religiosa, ela é acima de tudo uma conquista, e como toda e qualquer conquista, ela dá muito trabalho, com séculos e séculos de (luta) interior.

SAUDAÇÕES FRATERNAS
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 11 de Janeiro de 2010, 14:43
Com certeza mano Cancela.
Abração,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: JCAPRENDIZ em 28 de Janeiro de 2010, 14:58
Colocações polêmicas do professor Waldo sobre "erros" no trabalho de Allan Kardec. O objetivo desse vídeo não é depreciar o Espiritismo, mas abordar questões que usualmente não são tratados.

http://www.youtube.com/watch?v=nFrL0Lm3kF8 (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PW5GckwwTG0za0Y4)
http://www.youtube.com/watch?v=nFVUsPD8EZU (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PW5GVlVzUEQ4RVpV)
Jesus afirmou que é o caminho, verdade e vida e que ninguém vai ao Pai, senão pelos ensinamentos e vivência dos mesmo, então nenhuma organização humana que não estiver ligada a lei do amor e caridade não irá vencer ao tempo e a opinião das coletividades. Sim a doutrina espirita é uma ciência, uma filosofia e uma religião sim! Não podemos fazer nada sem AMOR seja oque for! Muita Paz a todos os irmãos de fé Espirita!
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: dim-dim em 28 de Janeiro de 2010, 15:08
Colocações polêmicas do professor Waldo sobre "erros" no trabalho de Allan Kardec. O objetivo desse vídeo não é depreciar o Espiritismo, mas abordar questões que usualmente não são tratados.

http://www.youtube.com/watch?v=nFrL0Lm3kF8 (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PW5GckwwTG0za0Y4)
http://www.youtube.com/watch?v=nFVUsPD8EZU (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PW5GVlVzUEQ4RVpV)
Jesus afirmou que é o caminho, verdade e vida e que ninguém vai ao Pai, senão pelos ensinamentos e vivência dos mesmo, então nenhuma organização humana que não estiver ligada a lei do amor e caridade não irá vencer ao tempo e a opinião das coletividades. Sim a doutrina espirita é uma ciência, uma filosofia e uma religião sim! Não podemos fazer nada sem AMOR seja oque for! Muita Paz a todos os irmãos de fé Espirita!

" Allan Kardec "

O Espiritismo é uma doutrina filosófica que tem conseqüências religiosas, como toda doutrina espiritualista; por isso mesmo toca forçosamente às bases fundamentais de todas as religiões: Deus, a alma e a vida futura; mas não é, uma religião constituída, tendo em vista que não tem nem culto, nem rito, nem templo, e que, entre os seus adeptos, nenhum tomou ou recebeu o título de sacerdote ou de sumo-sacerdote. Essas qualificações são pura invenção da crítica.

O Espiritismo proclama a liberdade de consciência como um direito natural: reclama-a para os seus, como para todo o mundo. Respeita todas as convicções sinceras, e pede para si a reciprocidade.


Namasté
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: JCAPRENDIZ em 28 de Janeiro de 2010, 15:12
Colocações polêmicas do professor Waldo sobre "erros" no trabalho de Allan Kardec. O objetivo desse vídeo não é depreciar o Espiritismo, mas abordar questões que usualmente não são tratados.Muito me espanta o sr. Waldo Vieira se auto proclamar, intitular a reencarnação do espírito Zéfiro, felizmente ele é o único que afirma tal fato, visto que não vi no meio espírita e nem na mídia esta informação; logo fico com Allan Kardec quando fala da universalidade dos ensinamentos dos espíritos, logo é somente o sr. Waldo que anda falando por aí que ele é o espírito Zéfiro, com certeza é mais um desviado, obssediado e um espírito PSEUDO-SÁBIO que o livro dos espíritos e livro dos mediuns nos adverte! Muita Paz a todos os meus irmãos espíritas.

http://www.youtube.com/watch?v=nFrL0Lm3kF8 (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PW5GckwwTG0za0Y4)
http://www.youtube.com/watch?v=nFVUsPD8EZU (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PW5GVlVzUEQ4RVpV)

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Benny em 28 de Janeiro de 2010, 17:02
Vocês acham que um cara que fala besteiras como as que estão aqui neste video
http://www.youtube.com/watch?v=s7hGRbyllRI&feature=related (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PXM3aEdSYnlsbFJJJmFtcDtmZWF0dXJlPXJlbGF0ZWQ=)
merece alguma credibilidade ou confiança?
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: bisognini em 31 de Janeiro de 2010, 16:03
Não, nem credibilidade nem confiança, pelo contrario, esse homem espanta qualquer pessoa que esteja interessada no espiritismo.

É deprimente ver qualquer vídeo dessa pessoa.
Mesmo tendo esse tópico acho que mais de uma centena de posts eu não poderia de deixar o meu colocando com respeito as outras opiniões minha indignação.

Abraços a todos.
Roberto.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: JCAPRENDIZ em 05 de Fevereiro de 2010, 00:04
Colocações polêmicas do professor Waldo sobre "erros" no trabalho de Allan Kardec. O objetivo desse vídeo não é depreciar o Espiritismo, mas abordar questões que usualmente não são tratados.Boa noite aos meus irmãos espíritas!
Ainda referente aos vídeos do sr. Waldo Vieira, me reporto a entrevista do nosso querido Raul Teixeira, onde o Raul afirma que o espírito Jesus não é somente governador do planeta Terra e sim desde sistema solar e que o espírito de Jesus não tem somente autoridade no campo da religião e sim também na ciência e na filosofia, ou seja: governa os três campos a ciência, filosofia e religião desde planeta; portanto o mundo espiritual sopra as verdades, envia seus missionários nestes campos respectivos e programa tudo com a coordenação do Mestre Jesus! Muita Paz à todos.


http://www.youtube.com/watch?v=nFrL0Lm3kF8 (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PW5GckwwTG0za0Y4)
http://www.youtube.com/watch?v=nFVUsPD8EZU (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PW5GVlVzUEQ4RVpV)

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: JCAPRENDIZ em 05 de Fevereiro de 2010, 00:08
Boa Noite, fico muito alegre e sereno com a opinião do prezado irmão a respeito do tema; graças a Deus que estamos unidos para que o bem e a luz vençam plenamente no nosso planeta. Muita Paz à vc irmão.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: MarceloManiglia em 12 de Abril de 2010, 00:12
Estou revivendo este tópico para dar minha opnião sobre o assunto:

 Se eu entendi bem o erro cometido por kardec pela visão de Waldo Vieira foi que "ele teve que apelar para aquilo já existente" (part2 5:40) ou seja ele teve que levar o espiritismo para o lado da religião para poder massificar a doutrina, e também disse que "O livro dos Espíritos é o livro Espírita que vale a pena" (part2 4:15).
 Então pelo que eu entendi Allan Kardec ia bem até "apelar" para os ensinamentos do cristo; Mas sendo assim como se explica a pergunda 625 do ivro dos Espíritos?
625 - Qual é tipo mais perfeito que Deus ofereceu ao homem para lhe servir de modelo?
R: _Vede Jesus.

 Algo ai não se encaixa, pois o nome de Jesus é citado pelos Espíritos no primeiro livro da codificação como o modelo a ser seguido, logo não foi invenção de Kardec ou uma apelação para angariar fiéis.
 Pelo vi das obras de Waldo Vieira, existem estudos sérios que só teriam a somar com a base Espírita, oque não concordo é ele romper e até mesmo desmerecer algo que lhe serviu de base espiritual.
 Como é notado nos aspectos evolutivos da criação tudo se dá por meios de mudanças graduais, ou seja de degrau em degrau, e fazendo uma analogia seria incensato uma pessoa que sobe uma escada desprezar o degrau anterior e se apoiar com os dois pés no mesmo degrau, o risco de cair é bem maior.

Abraços
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: MarcoALSilva em 12 de Abril de 2010, 01:37
Estou revivendo este tópico para dar minha opnião sobre o assunto:

 Se eu entendi bem o erro cometido por kardec pela visão de Waldo Vieira foi que "ele teve que apelar para aquilo já existente" (part2 5:40) ou seja ele teve que levar o espiritismo para o lado da religião para poder massificar a doutrina, e também disse que "O livro dos Espíritos é o livro Espírita que vale a pena" (part2 4:15).
 Então pelo que eu entendi Allan Kardec ia bem até "apelar" para os ensinamentos do cristo; Mas sendo assim como se explica a pergunda 625 do ivro dos Espíritos?
625 - Qual é tipo mais perfeito que Deus ofereceu ao homem para lhe servir de modelo?
R: _Vede Jesus.

 Algo ai não se encaixa, pois o nome de Jesus é citado pelos Espíritos no primeiro livro da codificação como o modelo a ser seguido, logo não foi invenção de Kardec ou uma apelação para angariar fiéis.
 Pelo vi das obras de Waldo Vieira, existem estudos sérios que só teriam a somar com a base Espírita, oque não concordo é ele romper e até mesmo desmerecer algo que lhe serviu de base espiritual.
 Como é notado nos aspectos evolutivos da criação tudo se dá por meios de mudanças graduais, ou seja de degrau em degrau, e fazendo uma analogia seria incensato uma pessoa que sobe uma escada desprezar o degrau anterior e se apoiar com os dois pés no mesmo degrau, o risco de cair é bem maior.

Abraços

Creia Marcelo, o Waldo ia bem até o seu Ego ficar maior do que suas convicções...
Ele se envaideceu tanto que vive combatendo a imagem dos Gurus tendo se tornado um..
Há muito de interessante nos estudos dele! Mas é preciso ficar o tempo todo com uma peneira à mão: o bom-senso.
Curiosamente, ele mesmo diz que deve ser assim...
Waldão é isso... Um cara muito inteligente que se achou mais belo do que os outros... Um versão minimalista de Lúcifer rsrsrsrsrs...

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: MarceloManiglia em 12 de Abril de 2010, 04:21
 Oque é notável de ser citado é que Waldo Vieira conviveu diretamente com Chico Xavier, e teve orientação de Espíritos da evergadura de André Luiz, como que ele pode ter se tornado tão duro em relação aos ensinamentos morais de Jesus?
 
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Marc Felix em 03 de Maio de 2010, 21:20
Que coisa né??? E pensar que em um momento de conturbação o 1º livro que li e me estabilizou foi "Projeções da Conciência", esse foi um passo para depois conhecer o espiritismo.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 04 de Maio de 2010, 16:48
Oque é notável de ser citado é que Waldo Vieira conviveu diretamente com Chico Xavier, e teve orientação de Espíritos da evergadura de André Luiz, como que ele pode ter se tornado tão duro em relação aos ensinamentos morais de Jesus?
 

Qual é a envergadura de André Luiz amigo Marcelo?
Um Espírito que passou oito anos no Umbral  e que segundo a escala espírita pertence a terceira ordem, ou seja, um Espírito Imperfeito tal como nós...
Vamos parar de deificar ou fazer deuses de pés de barro gente!
Falou algo bom, sim falou mas também se meteu em campos onde desconhecia a matéria e falou abobrinhas.
Nunca se disse um Espírito Bom, sequer, logo é o movimento espírita na sua performance de vaquinha de presépio que o torna um semi Deus ou um Espíritos de grande envergadura. Esta nem no campo da moral meu amigo...
abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Marc Felix em 05 de Maio de 2010, 14:03
Detendo-me ao Waldo. Já tinha visto estes vídeos anteriormente, alguém perguntou atrás quais os erros que ele apontou de Kardec. Creio que esteja bem claro no vídeos que ele considera erro o espiritismo ter ido pro lado da religião (mas mesmo aqui alguns dizem que é moral e não religiosa), bobagem segundo suas palavras, que também diz entender o motivo disso devido ao período que Kardec vivia. Senhores estou me atendo ao vídeos, outras informações não tenho. Agora meu pitaco: Acho isso triste por parte do Waldo, pois acho que seu primeiro livro poderia trazer outras informações complementares sobre a realidade espiritual e o fenomeno do desdobramento (linguagem usual, emenacipação fica com a DE, por isso eu disse acima "sobre a realizadade espiritual"). Infelizmente com alguns disseram que seu ego cresceu, cresceu e cresceu. Triste, como disse alguém acima, tem coisas interesantes, mas fique com a peneira na mão. Talvez eu fale em tristeza, pois como já disse o meu caminho até o Espiritismo teve seu 1º passo com o Livro acima citado, mesmo livro que deu início a Projeciologia e ao fututo do amigo o qual "conhecemos" (será?).
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: MarceloManiglia em 06 de Maio de 2010, 14:10
 Realmente Moura, você tem toda a razão, quando usei o termo envergadura me precipitei, quis dizer que ele teve o acompanhamento de espíritos que nos traziam informações que também estavam ligadas as Leis Morais do Evangelho.

 Abraços
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Joao Edwar em 08 de Maio de 2010, 17:19

Prezados irmãos....

Já participei de cursos da linha de estudos do prof. Waldo Vieira. Tenho enorme respeito pelo trabalho dele, que acho muito complexo, mas sobretudo muito competente.
É um homem irreverente, muito inteligente e, como se sabe, um médium muito bom, tendo, inclusive, trabalhado ao lado de Chico Xavier.
É um pesquisador inquieto e com certeza tem nos trazido novidades, que, acredito, servirão muito à humanidade.

Para quem não conhece, eu já estive na Cognópolis, a cidade do conhecimento em Foz do Iguaçu. É um ambiente fantástico. O cenário é, também, de laboratórios de estudos, pessoas vestidas de branco estudando (me lembra as cenas do filme Nosso Lar, que será lançado em setembro). As pessoas tem um alto nível intelectual e são muito centradas.

Com todo respeito ao prof. Waldo só não concordo muito com o posicionamento que agrava outras religiões. Nem Deus faz isto. Sabemos que não é possível fazer estupro evolutivo. Cada um tem seu tempo. Se houve erros de Kardec. Se o espiritismo terá de buscar outros caminhos, isto vai acontecer. E quem sabe o trabalho do professor vai ajudar neste caminho, pois o objetivo dele é a evolução.

Apesar de a imortalidade da consciência ser conhecida há muito tempo, o percentual de pessoas que conhece e busca se adequar a esta realidade ainda é muito pequeno. É irrisório.

No nosso nível de realidade e conhecimento (no lugar que Deus nos colocou) não é possível plantar uma semente e em minutos brotar a flor (por processos normais da natureza).

Nos dê tempo prof., nós ainda precisamos.

Parabéns pelo trabalho, que pretendo conhecer melhor.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: MarcoALSilva em 08 de Maio de 2010, 17:58

Permitam-me remeter a algumas considerações:

http://www.forumespirita.net/fe/imortalidade-da-alma/os-seres-mais-evoluidos-do-planeta/msg87353/#msg87353 (http://www.forumespirita.net/fe/imortalidade-da-alma/os-seres-mais-evoluidos-do-planeta/msg87353/#msg87353)


http://www.forumespirita.net/fe/imortalidade-da-alma/os-seres-mais-evoluidos-do-planeta/msg106130/#msg106130 (http://www.forumespirita.net/fe/imortalidade-da-alma/os-seres-mais-evoluidos-do-planeta/msg106130/#msg106130)

Abraço a todos!

Marco
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Ezequiel III em 13 de Junho de 2010, 06:08
"As religiões são todas, criações humanas e espelham os preconceitos e os interesses dos homens que as criaram. Não devem ser, portanto, o guia de quem deseja realmente evoluir."

Isso foi retirado desta pessoa "Anton Kiudero" deste forum.
Era sobre outro assunto, mas tb pertinente neste tópico !! Vc estão tão apaixonados pela doutrina que nao enxergam q ela nao é a verdade em si, mas um meio de cognição da VERDADE. É preciso ir além para transcender em outros níveis!!

"Paga-se mal a um mestre, quando se continua sempre a ser o aluno"
(Friedrich Nietzsche, Ecce Homo, Prólogo, parágrafo 4)

Agora ainda peguei a frase de um ateu agora mesmo que vão falar mal de mim :P Vão dizer: quem pensa q é pra falar de kardec, absurdo moleque !!!
Novamente ao invés de refutar o conhecimento a fundamentação entregam-se a paixões e discutem julgam a pessoa... o q é menos importante

Vcs amam tanto a doutrina Espírita que ja a transformaram em religião(Kardec sempre flw q é doutrina). Acusam WALDO de fundamentalista mas agem com o mesmo peso. Sentindo atraves do EGO as críticas, como se a criticas fossem pessoais a vcs... a consienciologia pelo menos nos videos de waldo ele reitera que nada q ele fala é definitivo, pois tem caráter científico passível de reforma e comprovação para legitimidade e validade.

Kardec fez isso em sua doutrina, porém  colocou teor religioso cristão o q para o momento na minha opinião era necessário. Mas que hoje não tanto para alguns.
Kardec nao era perfeito, muito menos sua doutrina, a qual ele disse nao continha dogmas e muita mais a evoluir e codificar.
Waldo disse varias vezes ele nao teve tempo, ele estava no sec 19 e por isso tantas dificuldades que são expostas nos videos e outras q sequer saibamos...
O mais importante o Espíritismo nao contem toda a verdade. Estão tranformando em religiao e Kardec num Deus, num  Kardecismo. Um salvacionismo um populismo uma seita.
Assim foi com Buda que queria formar uma nao religião... com Jesus que criticava  os judeus tradicionais:
"Pois eu vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus."
(Mat 5:17-20)

A velha história Enfim ao invés de focar na verdade Deidificam quem aponta a direçao. Temos que parar com esse paradgma vicioso.

Axioma filosófico da Conscienciologia:
 "Não acredite em nada e em ninguém, nem mesmo no que lhe informarem neste site, o melhor é experimentar fazer pesquisas, ter suas experiências e conclusões pessoais"

Agora muita coisa que Waldo fala não concordo mas ele é uma conciencia eu outra, cada um teve sua vivencia e percepções. A dele muito melhores que as minhas resultou nestas conclusoes. Concordar ou nao é direito de tds, mas deve-se debater o conteúdo os pressupostos e fundamentações.
Waldo parece querer encarnar a lógica pura. A objetiviade, o fato, o científico. Ele tenta codificar de forma sistemica e racional.

E nesta parte sobre Jesus faz uma comparação do que Jesus fez e o que agora o homem pode fazer através de uma aprimoramento.
O fato é, que nao se pode saber se J. C. agiu da forma q Waldo compara pq ele nao podia, visto que nao era capaz. Ou para melhor comunicar-se com os homens de 2mil anos atrás que nao entenderiam de outra forma. Ou ainda se esa era a maneira necessária com equidade relativa ao contexto.
Há possibilidade ainda de ser a maneira que foi retratada pelos "apóstolos" ou pelo menos a maneira que depois de zilhoes de traduçoes chegou aos nossos olhos pq a realidade pode ter sido diferente como a revelaçoes dos livros apócrifos e outras revelações do Jesus Histórico.

Enfim especulações... de real vai servir para td mundo falar do livro dele e uma motivação para seus leitores e praticantes a ter "poderes" mais avançados que cristo, teoricamente pelo texto e interpretaçao do autor. Acho que foi esta a sua intenção =P Marketing

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: La. em 13 de Junho de 2010, 12:23
Gente sabe o que me beira as raias da indignação? È a falta de respeito com o caminhar do outro. O primeiro caminho para o amor e a compaixão tão proclamada pelos mestre é o respeito.

Nenhum Grande Mestre da Humanidade, Nenhum Mahatma disse meu filho você tem que seguir esse caminho. Nenhum outorgou isso, porque um grande mestre mostra o caminho a ser seguido, não carrega o discípulo nos braços, ele não da o peixe, ele ensina a pescar.

Aprendam alguma coisa com os mestres RESPEITE invariavelmente o caminhar evolutivo dos outros. Se não sabe respeitar, ignore pelo menos, deixar de fazer o mal já um caminho se não pode ser útil.

Jesus disse atire a primeira pedra aquele que estiver sem pecado. Se nós já passamos as pelas fieiras religiosas  do catolicismos, dos evangélicos, dos espíritas, respeite que está  trilhando.

Um mestre não diria  MEU FILHO VOCÊ TEM QUE LARGAR ESSA ILUSÃO.
Ele diria MEU FILHO O QUE EU POSSO FAZER POR VOCÊ.

Antes de apontar o argueiro do outro tira vamos tirar a trave do nosso olho, porque quando a tirarmos não estaremos pronto para condenar, mas sim para ajudar. Como meu pai sempre me diz “ Quem te elegeu juiz do seu irmão???”. Jesus falou “não julgueis para não ser julgado porque com a mesma medida que medis será medido”

Gente por favor, onde está a caridade? Se nós não podemos ter palavras de estímulos por que condenar?

Ninguém que se julga detentor da verdade condena aqueles que estão na ilusão ajude-os.

Os irmãos me desculpem o desabafo, mas que eu julgo isso tão absurdo, fico atônica de como em um fórum espírita, onde os espíritas são cristãos vemos atitudes dessa.

As verdades são vivenciadas, não é através da troca de espinhos que faremos o outro despertar, as palavras convencem a alguns os exemplos arrastam multidões.


 >:( :( :o ??? :-X :-\ :'(
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Vitor Santos em 13 de Junho de 2010, 16:26
Olá

Cito a seguir os ensinamentos dos espíritos (ESE):

Missão do homem inteligente na Terra

13. Não vos ensoberbais do que sabeis, porquanto esse saber tem limites muito
estreitos no mundo em que habitais. Suponhamos sejais sumidades em inteligência neste
planeta: nenhum direito tendes de envaidecer-vos. Se Deus, em seus desígnios, vos fez nascer
num meio onde pudestes desenvolver a vossa inteligência, é que quer a utilizeis para o bem
de todos; é uma missão que vos dá, pondo-vos nas mãos o instrumento com que podeis
desenvolver, por vossa vez, as inteligências retardatárias e conduzi-las a ele. A natureza do
instrumento não está a indicar a que utilização deve prestar-se? A enxada que o jardineiro
entrega a seu ajudante não mostra a este último que lhe cumpre cavar a terra? Que diríeis, se
esse ajudante, em vez de trabalhar, erguesse a enxada para ferir o seu patrão? Diríeis que é
horrível e que ele merece expulso. Pois bem: não se dá o mesmo com aquele que se serve da
sua inteligência para destruir a idéia de Deus e da Providência entre seus irmãos? Não levanta
ele contra o seu senhor a enxada que lhe foi confiada para arrotear o terreno? Tem ele direito
ao salário prometido? Não merece, ao contrário, ser expulso do jardim? Sê-lo-á, não duvideis,
e atravessará existências miseráveis e cheias de humilhações, até que se curve diante dAquele
a quem tudo deve.

A inteligência é rica de méritos para o futuro, mas, sob a condição de ser bem
empregada. Se todos os homens que a possuem dela se servissem de conformidade com a
vontade de Deus, fácil seria, para os Espíritos, a tarefa de fazer que a Humanidade avance.
Infelizmente, muitos a tomam instrumento de orgulho e de perdição contra si mesmos. O
homem abusa da inteligência como de todas as suas outras faculdades e, no entanto, não lhe faltam ensinamentos que o advirtam de que uma poderosa mão pode retirar o que lhe
concedeu. - Ferdinando, Espírito protetor. (Bordéus, 1862.)

fim de citação

Na verdade não devemos atirar pedras a ninguém, seja por que razão for, concordo.

É missão do homem inteligente na terra partilhar a visão de Deus, nosso Pai de infinita bondade. O espiritismo é Cristão, e quem não é Cristão não é espirita.

O Evangelho segundo o Espiritismo, na minha opinião, é um livro muito valioso, talvez um dos mais importantes da obra de Kardec. Nele divulga-se e explica-se a palavra de Jesus de Nazaré. Ensina tudo o que há de bom e de bem viver. E depreciá-lo é que é atirar pedras, é virar a enxada contra Aquele a quem tudo devemos: Deus.

Cada um tem direito as opiniões que bem entende, mas, atendendo a que este site tem no seu nome a palavras "espirita", cabe-nos contribuir para minimizar e não deixar propagar possíveis equívocos.

As preces que o ESE inclui, não são fórmulas de oração, mas uma forma de explicar aquilo que é útil e legitimo pedir aos bons espíritos, que é o mesmo que pedir a Deus, pois, ao nosso nível, eles são os representantes máximos do Criador. Isto pode ser de grande utilidade, para não perdermos tempo a pedir futilidades e sermos atendidos por espíritos menos bons, que nos tentam enganar.

bem hajam
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Surya em 16 de Junho de 2010, 18:58
Ai pessoal, nossaaaaaaaa!! que bom que tem este tal de Waldo, quer dizer ele precisa aparecer de qualquer jeito e descobriu o quanto Kardec é fantástico, se não apareço vou no vacuo dos outros se liga seu "Tal Waldo Vieira precisamos de pessoas como o senhor para nós colocar a disposição de todos aqueles que precisam conhecer o Verdadeiro Espirita que não é massa , e sim um povo que escolheu como modelo o único mestre "JESUS" e a Doutrima Espirita nos trouxe o que é ser verdadeiramente o homem de bem.Quem estuda Kardec entende o que quero dizer!


Abraços fraternais!!
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Surya em 16 de Junho de 2010, 19:01
Ai, Vitor Santos! Excelente colocação!!


Abraços fraternos
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 17 de Junho de 2010, 16:17
Ai pessoal, nossaaaaaaaa!! que bom que tem este tal de Waldo, quer dizer ele precisa aparecer de qualquer jeito e descobriu o quanto Kardec é fantástico, se não apareço vou no vacuo dos outros se liga seu "Tal Waldo Vieira precisamos de pessoas como o senhor para nós colocar a disposição de todos aqueles que precisam conhecer o Verdadeiro Espirita que não é massa , e sim um povo que escolheu como modelo o único mestre "JESUS" e a Doutrima Espirita nos trouxe o que é ser verdadeiramente o homem de bem.Quem estuda Kardec entende o que quero dizer!


Abraços fraternais!!

Surya, o Espírito não escolheu senão o conhecimento, já que este é a mola mestra da doutrina no dizer de todos os Espíritos Superiores e mesmo do codificador.
A cristandade sim é que consiste em dizer que apreende com Jesus esse modêlo de perfeição moral, não o contrário.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Surya em 17 de Junho de 2010, 17:24
Oi seu MOURAREGO, gosto do Senhor, me desculpe se não me expressei direito!!
Vou estudar mais!!


Abraços Fraternos
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: phd_angel em 10 de Agosto de 2010, 02:20
Kardec e Vieira sao pesquisadores muito interessantes. Mas os dois tambem cometeram erros basicos. O Kardec misturou espiritismo com cristianismo. O Vieira transformou espiritismo "cientifico" em seita religiosa.

O espiritismo etico e' muito mais complexo do que as xaropadas evangelicas. Quem quer discutir etica, moralidade e espiritismo em alto nivel, vai ter que ir alem do "pentateuco" kardecista.

O espiritismo necessita urgentemente de um novo Kardec, que e' pra fazer uma limpeza geral na casa...
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 10 de Agosto de 2010, 15:37
Angel, você é hilário...
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Rodrigo_Blue em 25 de Agosto de 2010, 04:30
Esse tópico me traz muitas lembranças. Quando tinha 12 pra 13 anos, vi uma entrevista dele, falando de uma palestra publica gratuita que daria em Florianopolis, minha cidade, e me interessei muito. Peguei minha bicicleta, e fui até uma feira de livros, pois eles estavam com uma barraca onde distribuíam ingressos.  Lá, comecei a fazer perguntas, e uma senhora muito simpática, chamada Elisabeth (que depois descobri ser a esposa do Waldo), me deu, sem nada cobrar, o meu primeiro livro espirita/espiritualista, o "Projeções da Consciência". Li, e ele mudou a minha vida completamente. Fiz varios dos cursos, isso há 20 anos atrás, quando custavam somas irrisórias, e aprendi muita coisa útil. Mas creio que serviram apenas como ponte para o Espiritismo, onde realmente me encontrei.

Eu já conhecia os adjetivos que ele usa para Jesus... não sou carola ou algo do tipo, mas acho-as no mínimo extremamente indelicadas, e denotam uma grande prepotência. Se bem me lembro, Emmanuel diz, em "A caminho da luz", que J.C. foi um dos mentores da própria formação do planeta, há bilhões de anos. Sendo ou não, é grotesco ver esse senhor falar desse jeito gozador a respeito dele. "Trintão virgem", como se fosse um playboy escarnecendo de um rapaz recatado? Isso é de um mau gosto e arrogância nauseantes, pois qualquer pessoa que tenha estudado um pouco de espiritualidade sabe que há grandes figuras para as quais o sexo é desnecessário  durante a romagem terrena, pois são preenchidos de um amor imenso por toda a criação.

Mas o que realmente me chocou, foi saber que a dona Elisabeth suicidou-se... se o Waldo tiver alguma participação nisso, adquiriu gravíssimos compromissos, incompatíveis com suas pretensões messiânicas e iconoclastas. Que Deus e os bons espíritos a guardem, ainda mais que foi extremamente delicada comigo.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: MarcoALSilva em 25 de Agosto de 2010, 04:46
Obrigado por compartilhar, Rodrigo.


Eu não conhecia esse fato.


Não implica em nenhuma conclusão mas dá o que pensar.


Marco



Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Rodrigo_Blue em 25 de Agosto de 2010, 05:13
Bem, esse dado do suicídio acabei de ler aqui mesmo nesse tópico. Se for realmente verdade, é muito triste.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: hcancela em 25 de Agosto de 2010, 21:51
Olá amigos(as)


Passei por aqui para dizer? Sobre o SR: Waldo nada mais há a dizer. ;D ;D ;D ;D ;D ;D

Apenas mais uma coisinha, muito pequena mesmo. ;) ;) ;) ;) ;) ;)

Que Deus abençoe o SR, Waldo. Ponto final. :-* :-* :-* :-* :-*


SAUDAÇÕES FRATERNAS
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: phd_angel em 25 de Agosto de 2010, 22:25
A morte de Elizabeth e' um caso delicadissimo. Ela era uma pessoa gentil e sensivel. Ha fatos estranhos nesta estoria, que nao sei se devem ser trazidos a publico. Celebridades perdem muito a sua privacidade, ainda mais quando se trata de religiao...

Entretanto, o Waldo Vieira, que tao despojadamente critica aos dirigentes/mediums kardecistas que "tem rabo preso" (expressao dele), deveria ser o primeiro a dar uma explicacao mais clara sobre o tema. Mas talvez ele nem os parentes dela nao querem falar sobre o assunto, e isso deve ser respeitado. Em ultima instancia, seria a Elizabeth em espirito a pessoa ideal pra falar disso...

Por um lado, o que o Vieira, Kardec, Xavier ou Gasparetto fazem entre quatro paredes nao deve invalidar o que dizem sobre o mundo espiritual. Mas, por outro, ha muita hipocrisia nos meios espiritas, e espiritas e projeciologos confundem fato, moral e etica muito facilmente.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Clorys Cury em 31 de Outubro de 2010, 16:10
Emito minha opinião pessoal, passível de engano: Todo êrro é começo de acerto. Ao errar somos conduzidos a pesquisar. É próprio da doutrina espírita refutar 12 assertivas sobre um assunto, se ao menos sobre uma pairar dúvidas. É assim que age a ciência experimental e doutrina filosófica denominada  Espiritismo. Enquanto ciência prática, tem sua essência nas relações que se podem estabelecer com os espíritos e enquanto filosofia, compreende todas as consequências morais decorrentes dessas relações (segundo o livro O que é o espiritismo). Não faço crítica alguma a Waldo Vieira pois, penso que todos nós temos o direito de pensar e fazer o que quisermos, mas não podemos nos esquecer a responsabilidade de nossas afirmativas que poderão interferir na vida de nossos semelhantes. Respeitar as idéias do outro é prática ética. Podemos até discordar das idéias, mas não desmerecê-las. As idéias, por exemplo, de Agostinho de Hipona, sobre a evolução, por exemplo, em minha opinião, foi apenas um degrau de uma longa escada, também escalada por Charles Darwin, contemporâneo do Professor Hippolyte Léon Denizard Rivail, que com o "pseudônimo" de Allan Kardec, codificou a Doutrina Espírita que permanece até os dias atuais, independentes de seus detratores frente à impotência de novas respostas, e que também discorreu sobre a evolução. A prepotência do saber treme diante da frase: "Bem aventurados os pobres de espírito" pois que são as pessoas que não querem ser o centro das atenções, que não buscam só o seu destaque individual, mas sim, trabalham para a coletividade, mesmo que isso venha a incomodar sua própria vida. Os pobres de espírito são as pessoas que buscam o conhecimento, a riqueza interior, deixando as aparências exteriores em segundo plano (Portal do Espírito).
O que me incomoda muito é a crítica eivada de justificativas...
Com respeito,
Clorys Cury
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Ed. Silva em 03 de Novembro de 2010, 14:57
Se eu aponto um erro de um amigo e falo para os outros depois de sua morte,, tenho de igual responsabilidade sobre o ato.
Então eu simplesmente sou uma mentira.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Henrique de Shivas em 03 de Dezembro de 2010, 16:01
A palavra “erro” foi mal empregada. Quer ela levantar poeira em meio à discussão. Kardec não errou quanto ao que escreveu. O conhecimento, em seu processo de desenvolvimento, carece de reformas, e essas reformas exigem o abandono de certos conceitos que poriam em cheque a nova estrutura. Waldo Vieira operou mudanças em determinadas concepções, em detalhes teóricos expostos por Kardec, justamente para melhor explicar como o mundo (em sua totalidade material e espiritual) funciona. (Henrique de Shivas)
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: monica head em 12 de Janeiro de 2011, 19:48
Dos grandes Mestres e espiritos de Luz que me vem a mente ,fico tentando encontrar algo em comum em todos  ,em tudo que já li sobre a vida deles nas diversas fontes de diferentes religiões.
Jesus
Budha
Maria Nazare (considerada em vida uma grande mestra na religião muçulmana)
São Francisco de Assis
Ghandi
Madre Teresa
Chico Xavier
Dalai Lama
O primeiro que penso é na Humildade,a humildade de se colocar,de se portar em relação a Deus e aos homens.
O segundo que penso é na compaixão pelos outros e o terceiro é a Ética na sua postura e conduta
Não vejo nenhuma dessas virtudes no sr Waldo Vieira.
Me dei o trabalho de ver todos seus videos (são muitos)
Vi um Enorme Ego,apontando erros de Kardec,criticando e acusando o Chico Xavier de fraude e atacando a doutrina espirita em quase todas as suas mais firmes crenças.
Com certeza Kardec cometeu erros,ele era humano e sofria as mesmas influências negativas que todos nós que estamos neste plano sofremos.Mas Kardec teve algo que para mim o coloca num patamar muito acima da maioria de nós, Ele teve Coragem de cumprir sua missão (enfrentou a cultura ,as crenças de sua época ea poderosa Igreja Catolica) ,teve determinação e principalmente teve Ética o que está claro falta no seu critico.
Não sei como alguém que trabalhou e conviveu tanto tempo com o Chico Xavier e cumpriu tão bela tarefa, se perdeu em tamanha arrogância ,mas somos todos ainda cheios de fraquezas e defeitos e isso acontece,só não consigo ficar quieta quando se discute a possibilidade de ele estar certo em suas colocações,ele se coloca acima de Missionários,desrespeita lideres espiritas budistas sem piedade é de tamanha ingnorância  que vai além da razão.   
Ele ataca Kardec,Chico, Dalai Lama( ele chega ao absurdo de dizer que ele é um agente da CIA)
enfim ...
Por favor tomem o tempo para ver alguns dos videos abaixo ,acho que vão concordar que na luta diária da reforma íntima,o sr Waldo perdeu feio para  o orgulho e infelizmente está com a asa quebrada  ,sua inteligência pode ter evoluido( mas sua moral está falha.
Chico Xavier é uma FARSA (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PVh1OUs1c1NHWTdJIw==)
Waldo Viera comenta sobre os filmes Chico Xavier e Nosso Lar (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PU5kbG1sYV9rM3pRIw==)
Obama e Dalai Lama - Waldo Vieira (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PUNFV3EyOVNkNDlvIw==)
   

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: MarcoALSilva em 12 de Janeiro de 2011, 20:07



No site "Tertúlia" (do Waldão) há um desafio público feito a todos os blogueiros espíritas:





Carta Online aos Blogueiros Espíritas
Transcrita da comunicação verbal na tertúlia do dia 14 de Abril de 2010.
Waldo Vieira
Vou ler aqui alguns dados dessa carta, uma carta online para vocês.
Todos vocês que estão debatendo  aí a minha personalidade, o que eu
considero que é uma honra, não mereço tanto, vocês devem esquecer a minha
pessoa e  lembrar daquilo que eu faço questão de mostrar aqui: ideias, ideias
avançadas, fora de série, terríveis, a tares, muito difícil de ser feita, antipática
do jeito que ela está sendo. Eu estou defendendo a tares, porque o negócio     
é antipático, e é difícil. Fazer a consolação é bobagem, é entrar na santidade,
já entrei nessa em muitas vidas anteriores e, a maioria de vocês, vocês estão
repetindo a vida. Então, lá vai a minha carta para vocês.

Se você blogueiro espírita, defensor de Allan Kardec e J. Cristo,  tem
algum desenvolvimento de alguma mediunidade, aceite esse desafio. Venha
à Cognópolis,  aqui  em Foz do Iguaçu, e teste a qualidade do ambiente
energético no qual vivemos, ou seja, o holopensene, a egrégora, a energosfera
local,  e veja se temos assistência dos bons espíritos. Esse é o tira-teima, em
vez de falar     à distância, ou jogar invencionices, infâmias e tolices infantis
sobre a minha pessoa que nada vale; interessam, sim, os temas transcendentes
estudados aqui, gostar da aplicação prática e evolutiva dos assuntos sob
pesquisa no Tertuliarium, in loco, de visu, cara a cara. Venha debater conosco.

O movimento espírita tem dificuldade  para pesquisar  as  idéias novas.
O melhor seria vocês organizarem eficiente comissão técnica, e virem ver de
perto  a Cognópolis e o CEAEC, em vez de estarem falando tolices
e escrevendo bobagens na internet, a fim de constatarem os efeitos das tarefas
do esclarecimento sobre as tarefas da consolação, nas quais a verdadeira
caridade que vocês pregam tanto, está nas pesquisas universais das verdades
relativas, nas omnipesquisas, pesquisar tudo o que seja positivo, e não ficarem
marcando passo, repetindo experiências nesse movimento espiritista transformado hoje em mera seita cristã, sob os auspícios das  Federações  Espíritas.
Isso é perda de tempo. Há 44 anos eu vi isso. Naquela ocasião, eu tinha só 34
anos e, no entanto, já tinha lucidez para ver isso. E vocês aí que têm mais de
34 anos, pensem bem como é isso.
Venham ver se estou  obsediado, ou se já estou gagá, aos 78 anos de
idade física. O mais inteligente é averiguar por vocês mesmos, diretamente.
As portas estão abertas, eu nunca fechei as portas para ninguém, eu atendo
todo mundo que aparece aqui.  Venham até aqui e me sabatinem.
O Tertuliarium foi construído para promover debates técnicos úteis. Sejam as
interpelações boas que vocês têm que procurar.

Então,  eu  vou dar uma dica, falando na linguagem de vocês, voltando
a ser espírita do jeito que eu era há 44 anos. Sigam as interpelações de Cairbar
Schutel e Leopoldo Machado, personalidades corajosas que  enfrentaram
polêmicas úteis. Sigam esses luminares do neopensamento avançado. Eles
também evoluíram e não ficaram  parados no tempo hoje, nessas idéias
antiquadas. Saiam agora do corpo humano, ou na linguagem de Allan Kardec,
emancipem as suas almas através do desdobramento e encontrem esses

pioneiros do movimento espírita do Brasil, conversem diretamente ou
telepatizem com eles diretamente, paraolhos nos paraolhos e vejam o que
acontece.
Eles aparecem aqui de vez em quando para mim. Eles também acham
que tudo o que eles fizeram era o curso primário, hoje estão, pelo menos, no
curso secundário. E olha, Cairbar Schutel ainda tem as instituições todas em
Matão. Leopoldo Machado, fora de série, com  todas as coisas, ainda inspira
um monte de instituições espíritas por aí.
Agora, preparem-se para as realidades novas, se vocês aparecerem aqui
ou se forem encontrar Cairbar Schutel ou Leopoldo Machado.
A Conscienciologia já deixou e ultrapassou, há muito tempo, o Espiritismo,
deixou para trás e oferece a vocês muito mais cabedais, enriquecimento de
bagagem de conhecimento para encarar essa vida e enfrentar a desencarnação
próxima. Transcendam a mera teoria. Pesquisem a nossa vivência dia-a-dia na
Cognópolis. As portas estão abertas para vocês. Há a equipe de atendimento
aqui. Deixemos de lado  as conversas moles dos blogues. Pesquisemos,
regaçando as mangas da camisa.
E, olha, para vocês todos, ao avançar da vida e, portanto, da idade física,

ganha-se equanimidade  com relação ao futuro da  dessoma da qual eu me
aproximo. Não se pensa mais em responder com ênfase às críticas. Eu estou
com essa ênfase toda porque eu não sei também falar das verdades, sem
mostrar minhas energias. Mas o que interessa hoje não  é eu responder com
ênfase, por isso é que não respondo isso todo dia, nem  tenho blogue, vocês
não vão encontrar blogue meu, eu não respondo essas bobagens, essas tolices.

Agora o que é que se passa, o que interessa para mim hoje é julgar a mim
mesmo, é o problema de estar fazendo o julgamento da minha verdade, porque
eu sou um dos primeiros aqui que vão encontrar com o Transmentor,  que
é o evoluciólogo, que é aquele que o nosso amigo Frederico Figner encontrou
lá no “Voltei”, etc. e tal, mais ou menos daquele jeito. A verdade é cada vez
mais e mais relevante para mim e mais próxima da minha realidade.  Pensem
nisso.
E para todos aqueles que me deram atenção, o meu muito obrigado por
sua atenção. Qualquer coisa, estamos aí,  ou  vamos encontrar depois da
desencarnação, paraolhos nos paraolhos. Fale a verdade para você não se
arrepender amanhã e cuidado com a melex.
Gente, eu precisava de falar isso aqui hoje porque esse negócio está
acumulando e algumas pessoas me pediram para eu falar essas coisas
seriamente, porque está acumulando. Eu não me defendo, então, vem o povo
para me defender.


http://www.tertuliaconscienciologia.org/carta_online_blogueiros_espiritas.pdf
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 12 de Janeiro de 2011, 20:14
E eu continuo dizendo, de longe, de perto ou de ladinho:
Waldão se perdeu em si mesmo. Antes um bom médium, hoje um "guru do inexistente".
abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: filhodobino em 12 de Janeiro de 2011, 20:33
Em perfeito neerlandismo, eu diria: somos todos passantes...
Cristo o disse: Ninguém é profeta em sua própria terra...
Jostein Gaarder, afirma com boa soma de razoabilidade, que somente a história, poderá aplicar juizo de valor a isto ou aquilo...
O próprio Kardec afirmou, que o que for verdadeiro, prevalecerá, e o contrário cairá no esquecimento...
Saúde e Paz!
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Leonardo Hardware em 21 de Janeiro de 2011, 22:08
"Outros ainda são mais habilidosos: pregando a união, semeiam a separação; destramente  levantam questões irritantes e ferinas; despertam o ciúme da preponderância  entre os diferentes grupos; deleitar-se-iam, vendo-os apedrejar-se e  erguer bandeira contra bandeira, a propósito de algumas divergências de opiniões sobre certas questões de  forma ou de fundo, as mais das vezes provocadas intencionalmente. Todas as doutrinas têm tido seus Judas; o Espiritismo não poderia deixar de ter os seus e eles ainda não lhe faltaram. Esses são espíritas de contrabando, mas que também foram de alguma utilidade: ensinaram ao verdadeiro espírita a ser prudente, circunspecto e a não se fiar nas aparências.

 {Obras Postumas> Os desertores}

 Leonardo.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: phd_angel em 22 de Janeiro de 2011, 00:16
Sim, o Waldo tem um baita ego.  Mas fato e' que muito espirita nao gosta dele porque, no fundo, o Waldo fala muita verdade.

Quem quer estudar assuntos de ponta da espiritualidade, vai ter muita dificuldade de encontrar espaco dentro do espiritismo (e, ironicamente, incluindo o proprio grupo de projeciologia que ele criou).

Mas, no geral, o Waldo Viera esta' corretissimo em sua critica agucada da religiao (J. Cristo, Chico Xavier, Dalai Lama, etc.).  Precisamos de visoes diferentes que e' pra gente acordar e "sair da pasmaceira", como ele fala.

Parabens pela corajosa carta, Waldo Vieira.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Lucazan em 22 de Janeiro de 2011, 00:44
Caros Amigos,

O quer dizer de Waldo???
Bom vamos lá... Analisemos Waldo pela razão espírita:
Lei da atração/afinidade
Waldo misturou codificador com codificação, Kardec nunca fez doutrina a doutrina veio dos espíritos.
Kardec apenas estudou a D.E. e deu o seu parecer, a sua visão e eleaborou alguns sistemas ou teorias. Isso jamais será D.E. e por ser cristão, inseriu Jesus em seus obras.
Waldo com seus pensamentos contrarios a Kardec e ao Cristianismo e pela sua ingnorância em relação a codificador e codificação, atrai para si espíritos com os mesmos pensamentos.
Waldo vive conforme as suas crenças e influenciado por espíritos que tem as mesma crença. Portanto, para ele essas comunicações recebidas são verdadeiras e lógicas. Isso acontece em todas as C.E. por aí. Os espíritos que se aproximam de nós, são aqueles que compartilhão dos mesmo pensamentos.

Quando Waldo cita a D.E., afirmando que os espíritos que participaram da codificação eram guias cegos, eu também não acho que eles não eram tão evoluidos assim. Mas, Waldo se esquece que quem liderava esses espíritos se denominava Espirito de Verdade, este sim superior a todos, e que nenhum deles o reconhecia como pessoanalidade terrestre, os próprios espiritos o denominava como Espírito de Verdade.´

Quando às teorias de Waldo, meus amigos, cada eu tem o direito de acreditar no que quiser. Ta cheio de espíritas que acreditam que ao desencarnarem irão para o nosso lar como se isso fosse o máximo. Eu ainda fico com a D.E. pura que são as respostas dadas a Kardec.

Abraços
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: MarcoALSilva em 22 de Janeiro de 2011, 14:03

Como regra geral eu sigo a seguinte orientação: universalismo. Procuro absorver todo e qualquer ensinamento sob a ótica mais abrangente possível, um esforço que muitos confundem com superficialidade ou falta de estudo. Na verdade é uma busca árdua pelos campos comuns às várias fontes.

Um frase bem significativa do amigo Lucazan: Waldo misturou codificador com codificação [...].

Concordo. Mas alerto que, também nós, devemos ter muito cuidado para não errarmos no extremo oposto: deixar de reconhecer o que seja informação interpretativa de Kardec do fundamento passado pelos Espíritos.

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 22 de Janeiro de 2011, 14:27
Boa dica, Marcão!
Abração,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Lucazan em 22 de Janeiro de 2011, 17:58
Uma outra coisinha meus amigos,

Quantos de nós não criticam os evagelicos, os catolicos, os budista, os waldianista, etc....

O conhecimento da D.E. não garante o aperfeiçoamento ou a elevação a ninguém, são as nossas atitudes que nos eleva, não adianta fazer a caridade, tem que querer fazer a caridade.

Abraços
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Leonardo Hardware em 23 de Janeiro de 2011, 18:31
 Zéfiro o Espírito que costumava manifestar-se, nome perfeitamente acorde com o seu caráter e com o da reunião. Entretanto, era muito bom e se dissera protetor da família. Se com freqüência fazia rir, também sabia, quando preciso, dar ponderados conselhos e manejar, se ensejo se apresentava, o epigrama, espirituoso e mordaz. Relacionamo-nos de pronto e ele me ofereceu constantes provas de grande simpatia. Não era um Espírito muito adiantadoporém, mais tarde, assistido por espiritos superiores, me auxiliou nos meus trabalhos Depois, disse que tinha de reencarnar e dele não mais ouvi falar.


     {Obras Póstumas> A MINHA PRIMEIRA  INICIAÇÃO NO ESPIRITISMO}

 Leonardo.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 23 de Janeiro de 2011, 18:48
Isso mesmo leonardo,
esta colocação é constante da RE também.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Lucazan em 23 de Janeiro de 2011, 19:37
Sim, o Waldo tem um baita ego.  Mas fato e' que muito espirita nao gosta dele porque, no fundo, o Waldo fala muita verdade.

Quem quer estudar assuntos de ponta da espiritualidade, vai ter muita dificuldade de encontrar espaco dentro do espiritismo (e, ironicamente, incluindo o proprio grupo de projeciologia que ele criou).

Mas, no geral, o Waldo Viera esta' corretissimo em sua critica agucada da religiao (J. Cristo, Chico Xavier, Dalai Lama, etc.).  Precisamos de visoes diferentes que e' pra gente acordar e "sair da pasmaceira", como ele fala.

Parabens pela corajosa carta, Waldo Vieira.


Qualquer um de nós podemos fazer qualquer estudo e montar as nossas tese, teoria, sistema...
O problema é que sempre estaremos sendo influênciado pelos espíritos, que são atraidos por nossas próprias vicissitudes e desejos e por mais bonzinhos que sejam, são ignorantes como nós. Assim como Chico deve Emmanuel, Waldo tem o seu espírito afim.
Somente com a desmaterialização e a resistências as vicissitudes e que poderemos atrair espíritos menos ignorantes.

Concordo com você quando diz que "Mas fato e' que muito espirita nao gosta dele porque, no fundo, o Waldo fala muita verdade". Mas ele também não é o dono da verdade!!!

Se realmente abrirmos nossas mentes com a razão da D.E., veremos os erros de Kardec, mas os erros de Waldo são muitos maiores.

Abraços

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: phd_angel em 23 de Janeiro de 2011, 22:22
Lucazan,

Obrigado por suas ideias. Concordo com o que voce diz sobre a afinidade espiritual, ainda que eu nao considere isso necessariamente um "problema".

Devo clarificar o ponto. A critica de Vieira e' direcionada aos Kardecistas e nao ao Kardec. Na verdade, ele tem visao muito favoravel do Allan Kardec, que ele considera um pesquisador pioneiro do tema espirita (como varios outros), mas que teve que ser diplomatico com a Igreja catolica, e tambem morreu muito cedo.

Basta ver as cartas e videos do Vieira para ver que o que ele critica e' a evangelizacao, dogmatizacao e doutrinacao do movimento espirita, levado 'a cabo por sua lideranca em co-optar a ignorancia e sentimentos religiosos de milhoes de espiritas no Brasil.

Enfim, o problema e' o Kardecismo, nao o Kardec!

No mais, estou de pleno acordo com Kardec, com Vieira e com voce. Abs.

Anjo PhD
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Lucazan em 23 de Janeiro de 2011, 22:41
Anjo PhD

Em relação á evagelização, o que dizer?

Só tenho uma resposta e é essa:

626 As leis divinas e naturais só foram reveladas aos homens por Jesus e, antes dele, tinham conhecimento delas apenas pela intuição?

– Não dissemos que elas foram escritas em todos os lugares? Todos os homens que meditaram sobre a sabedoria puderam compreendê-las e ensiná-las desde os séculos mais remotos. Com os seus ensinamentos, mesmo incompletos, eles prepararam o terreno para receber a semente. Estando as leis divinas escritas no livro da natureza, o homem pôde conhecê-las quando as quis procurar. Eis por que os preceitos que consagram foram proclamados em todos os tempos pelos homens de bem e é por isso, também, que se encontram seus elementos na doutrina moral de todos os povos saídos da barbárie, embora incompletos ou alterados pela ignorância e pela superstição.

Todas as outras doutrina tentam explicar a D.E., mas falharam em seus preconceitos, vaidades e arrogância. A D.E. é grandiosa por si só. Os espíritos não a revelaram para justifica a pratica de nenhuma outra doutrina, nem mesmo do cristianismo.

Abraços
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 24 de Janeiro de 2011, 14:37
Angel,
kardec foi tão "diplomático" que colocou o bispo de Argel, no banco dos réus...
Ou mais ainda quando falando ao padre na obra O Que é o Espiritismo, disse-lhe: "  Foi a igreja quem colocou o que ante era uma doutrina, alçando-a ao patamar de nova religião, um erro, sabemos, mas a paixão não raciocina".
Ou quando fala, na mesma obra, dos príncipes da Igreja e de suas ações extremadas.
todo aquele que entende que se possa fazer inserções de suas idéias na doutrina anda pela mesma via de dizê-la dogmática,  Waldão, depois de sua santificação como guru, não foi diferente.
Antes um belo médium, depois mordido de sua "sapiência" perdeu-se em si mesmo.
Abração,
Moura

Lucazan,

Obrigado por suas ideias. Concordo com o que voce diz sobre a afinidade espiritual, ainda que eu nao considere isso necessariamente um "problema".

Devo clarificar o ponto. A critica de Vieira e' direcionada aos Kardecistas e nao ao Kardec. Na verdade, ele tem visao muito favoravel do Allan Kardec, que ele considera um pesquisador pioneiro do tema espirita (como varios outros), mas que teve que ser diplomatico com a Igreja catolica, e tambem morreu muito cedo.

Basta ver as cartas e videos do Vieira para ver que o que ele critica e' a evangelizacao, dogmatizacao e doutrinacao do movimento espirita, levado 'a cabo por sua lideranca em co-optar a ignorancia e sentimentos religiosos de milhoes de espiritas no Brasil.

Enfim, o problema e' o Kardecismo, nao o Kardec!

No mais, estou de pleno acordo com Kardec, com Vieira e com voce. Abs.

Anjo PhD

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Leonardo Hardware em 24 de Janeiro de 2011, 23:38
08 – Chico Xavier quando criança e o Espírito do menino

O médico cirurgião plástico paulista Dr. Oswaldo de Castro conta que conheceu e conviveu com Chico Xavier durante muitos anos. Chico contou-lhe a história dele e de Waldo Vieira. Não foi por acaso que Waldo apareceu na vida de Chico.

Todos conhecemos a história do Chico que via a mãe em Espírito, no fundo do quintal, assim que ela desencarnou. Certa vez, Chico confidenciou ao Dr. Oswaldo que não era só sua mãe que aparecia, mas outras entidades. Via Waldo Vieira também, sob a forma de menino. Quando Chico ia brincar com algum menino no primário, Waldo aparecia para o Chico e avisava - “Não brinca com esse menino, que ele não te serve”.

Em uma de suas encarnações, na Espanha, Waldo Vieira foi filho de Chico Xavier e foi levado por um circo que percorria o país, quando tinha uns seis anos. Chico disse que chorou muito, mas era muito pobre e tinha dificuldades para procurá-lo.

- “Fiquei vinte anos procurando o menino; quando eu consegui localizar o circo, me disseram: seu menino foi morto a doze anos”, confidenciou Chico Xavier.

Certa vez, o menino que depois se chamaria Waldo se apresentou e disse: - “Chico, eu vou me despedir porque preciso reencarnar. Não saia de perto de Pedro Leopoldo que um dia eu venho te buscar”. Emmanuel nunca disse ao Chico onde Waldo havia reencarnado.

Nascido em Monte Carmelo – MG, Waldo Vieira, quando adolescente, foi orientado por uma médium extraordinária para que fosse estudar em Uberaba, que lá muita coisa iria se desencadear. Acolhido pelo professor Mário Palmério, teve estudo e moradia de graça. Ele era inteligente e estudioso. Fez o ginásio, o científico, conhecia a Doutrina Espírita, mas ainda não havia tido contato com Chico que era perseguido em Pedro Leopoldo nessa época.

Ao encontrar pela primeira vez Waldo, Chico ficou emocionado, mas não disse nada. Passado um ano, Waldo Vieira foi visitar o médium em Pedro Leopoldo, encontrando-o em sofrimento, com repercussões na saúde. Chico não podia continuar mais ali. Disse, então: “Chico, eu vim te buscar. Você vai para Uberaba”. Quando ele falou isso, os dois choraram emocionados!

Chico nunca comentou porque Waldo Vieira não continuou com sua tarefa no mandato mediúnico. Dizia apenas que Waldo, quando foi para os Estados Unidos, caiu numa personalidade do passado e deixou completamente a Doutrina. Sua mediunidade era extraordinária.

Certa vez, diante da fila que se formava em frente à Comunhão Espírita Cristã para recebimento das cestas de alimento, Waldo disse que tinha tido um sonho. - “Eu vi todo esse pessoal aqui na fila, mas nós estávamos fardados”. O entendimento desse sonho vem através da explicação do Dr. Bezerra de Menezes, que havia lhe dito que lá pelos anos 60, 70 d.C., Eurípedes Barsanulfo era general e perseguidor do Cristianismo e o Waldo também. Eurípedes se converteu ao Cristianismo, chegou para as tropas e disse: - “Em nome de Jesus Cristo, deponham suas armas.” O Waldo foi o primeiro. Eurípedes, através de reencarnações, foi reunindo aquelas vítimas, que acabaram por reencarnar em Sacramento – MG, onde ele nasceu e desencarnou cuidando de todos até o fim, vitimados pela gripe espanhola. Bezerra diz que Eurípedes Barsanulfo, para ser um Eurípedes Barsanulfo demorou mil e oitocentos e tantos anos. Chico disse que Eurípedes é tão humilde que não deixa aparecer. - “Eu sei que ele nos ajuda”, comentou o Chico.

O entendimento da espiritualidade é algo inerente a cada ser. Quanto mais simples a pessoa, mais facilmente compreende as leis do universo, Deus e Jesus.

 

09 – Dona Maria Daminelli Marini

Minha mãe, dona Maria D. Marini, trabalhou espiritualmente por mais de quarenta anos, sem nunca esmorecer. Trabalhou com o Dr. Bezerra e outras entidades de luz enquanto estava na Terra. Com o desencarne, continuou o seu trabalho junto a esses mentores e encontra no trabalho espiritual a sua plenitude. Muita gente não sabe, mas a dona Maria também tinha a possibilidade de sair do corpo em projeção astral. Viajava espiritualmente até Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo e outras cidades da Terra e do mundo espiritual para auxiliar no tratamento de irmãos necessitados. E ela nunca falou em deixar o Espiritismo para seguir projeciologia ou outra doutrina qualquer. Ela entendia Jesus como ninguém e só quem entende o Divino Mestre trabalha incansavelmente por Ele, dentro do Espiritismo, por ser uma Doutrina libertadora.

 

10 – Yvonne do Amaral Pereira

A Yvonne Pereira foi uma das maiores médiuns Espíritas de todos os tempos, tendo escrito livros de altíssima qualidade através da psicografia e também contando os seus desdobramentos espirituais junto com seus Guias. Esses desdobramentos eram realizados com tal perfeição que ela se sentia como se estivesse em vigília. Ensinamentos fantásticos foram ministrados através das narrativas dessa médium e que estão expostos em seus livros. Todo Espírita que se preze já leu os seus livros e podemos dizer sem medo de errar que ela foi médium Espírita por excelência. E Yvonne Pereira nunca falou em abandonar o Espiritismo para seguir outras doutrinas filosóficas. O Espiritismo foi para ela a nave segura que a conduziu por todos os momentos da vida.

 

11 – Conclusão

Waldo deixou o Espiritismo por que não desejava cumprir o mesmo tipo de trabalho que Chico Xavier realizava. Pretendia alçar vôo em outros rumos, o que o livre arbítrio lhe conferiu como possibilidade. Ele teve o direito de discordar de Kardec, do Espiritismo e de Jesus Cristo. Convém lembrar que a sementeira é livre, mas a colheita é obrigatória. Enquanto fez de sua vida o que bem entendeu quanto à projeciologia, Chico trabalhou incansavelmente por Jesus dentro da Doutrina Espírita.

Waldo Vieira era um médium com a mesma capacidade técnica de receber mensagens que Chico Xavier. Se tivesse seguido com o Chico por certo alcançaria o mesmo patamar espiritual do grande médium. Teria feito nesta encarnação o montante de trabalho que valeria por séculos. Preferiu seguir por outros rumos e não passa de um mero desconhecido, só seguido por seus adeptos. Chico conseguiu atingir o Nirvana. Será que Waldo conseguiu isso? Chico esclareceu milhares de pessoas. Quantas Waldo conseguiu esclarecer?

A pergunta fica ao amigo: será que Waldo terá a mesma recepção na espiritualidade, quando desencarnar, que teve o grande médium Chico Xavier?

Chico Xavier quando desencarnou, segundo mensagem de Joana de Angelis através de Divaldo Pereira Franco e Dr. Inácio Ferreira em livro através de Carlos Bacelli, teve o amparo dos Espíritos que o guiaram na missão na Terra e por fim, foi recebido pelo Mestre Jesus que o conduziu às regiões de luz imorredoura.

Chico compreendeu e amou tanto Jesus que sempre que pronunciava o Seu nome o fazia com a maior reverência possível, pois conseguia compreender a grandiosidade do Mestre Divino. E sempre compreendeu que a melhor forma de homenagear Jesus é seguindo e difundindo o Seu evangelho rigorosamente. Milhares de Espíritos e de pessoas foram pelo Chico auxiliados, confortados, aquecidos, alimentados, educados na Doutrina do bem. Ao contrário de Waldo, Chico Xavier sempre entendeu a resplandecência de Jesus Cristo e fez de sua vida um tributo à caridade e o amor ao próximo.

Chico compreendeu a mensagem de Jesus quando disse: - “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim”.

Chico Xavier seguiu a recomendação do Espiritismo que diz que “Fora da caridade não há salvação” e do Apóstolo dos Gentios, Paulo de Tarso que assim definiu a caridade:

 

Caridade segundo São Paulo

Se eu falar as línguas dos homens e dos anjos, e não tiver caridade, sou como o metal que soa, ou como o sino que tine. E se eu tiver o dom de profecia, e conhecer todos os mistérios, e quanto se pode saber; e se tiver toda a fé, até a ponto de transportar montanhas, e não tiver caridade, não sou nada. E se eu distribuir todos os meus bens em o sustento dos pobres, e se entregar o meu corpo para ser queimado, se todavia não tiver caridade, nada disto me aproveita. A caridade é paciente, é benigna; a caridade não é invejosa, não obra temerária nem precipitadamente, não se ensoberbece, não é ambiciosa, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal, não folga com a injustiça, mas folga com a verdade. Tudo tolera, tudo crê, tudo espera, tudo sofre. A caridade nunca jamais há de acabar, ou deixem de ter lugar às profecias, ou cessem as línguas, ou seja abolida a ciência.

Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e a caridade, estas três virtudes; porém a maior delas é a caridade. (Paulo, I Coríntios, XIII: 1-7 e 13).

 

Luiz Marini - 01 de junho de 2010

http://www.cebezerrademenezes.com/pt/index.php?option=com_content&view=article&id=136:assumindo-personalidade-do-passado&catid=9:uma-visao-espirita-sobre-fatos-no-mundo&Itemid=13

 Leonardo.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 25 de Janeiro de 2011, 13:49
Amigo leonardo,
falando estritamente sobre a chegada do Chico no Éter e de sua recepção, não se tem, senão pelo Baccelli, médium muito pouco responsável e de credibilidade fraca hoje em dia, uma notícia que, reputo eu, é mais fantasiosa do que verdadeira.
Conta-nos Baccelli, que Chico ao chegar encontrou multidão de Espíritos bons e elevados a o esperarem. Não descreio que possa ter ocorrido isso, mas, vamos as obras básicas?
Diz a doutrina que Espíritos bons, entre os quais (falando da classe), se encontram os Superiores prudentes , sábios e outros, não costumam elogiar com tanta prodigalidade, aliás a codificação diz que quando o fazem é com extrema parcimônia.
O que nos conta o Baccelli é que havia um alarido de alegria entre os Espíritos. Se parasse por ai  sua mensagem dita psicográfica já não seria tão conforme a obra básica, mas ele prossegue:
Conta que um destes que esperavam o médium de Uberaba foi Jesus.
E que este, vendo que o velho médium mineiro estava muito cansado o alçou em seus braços e carregou-o no colo e mesmo que enquanto o abraçava dizia-lhe segredos ao ouvido.
Amigos, você podem acreditar que um Espírito como Jesus, possa ficar de segredinhos ao ouvido de alguém? é diminuir muito a altivez do mestre.
É por esta e por outras que não aceito como verdade a mensagem contida num dos livros do Baccelli.
Já sobre Waldo nada sei sobre o seu relato mano,  e bem pode ser que tenha acontecido o fato.
na verdade sobre o Waldo não querer seguir o caminho do Chico, fato que o Waldo mesmo afirma, considero mais como uma forma de se defender de possíveis ataques, do que verdade. A doutrina tem um campo tão vasto de aplicabilidade  que somente quem não a conheçesse, teria a mesma ação, mas o Waldo a conhece e bem. diria eu, que bem mais qu e o próprio Chico. Tal fato, antes de colocar o Waldo como um médium melhor formado do que o chico, contribui para valorar ainda mais o Chico, que sem nenhum conhecimento , de pouca escolaridade,  contrastava como conhecimento intelectual do Waldão, muito mais escolado que o Chico.
Só este pensamento depõe contra a defesa feita pelo Waldo para a  sua saída do Espiritismo.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: João_Cesar em 25 de Janeiro de 2011, 14:33
Não é de hoje que nós encarnados nos perdemos na busca por saber "como são, como foram, como serão" as coisas lá em cima. Certamente que há uma verdade nisso mas entre essa verdade e nossa possibilidade de sabê-la há o bloqueio psíquico que nos é comum, feito para que foquemos a encarnação para melhor vivê-la. Somos espíritos encarnados, sem dúvida, mas enquanto encarnados o foco passa a ser a existência precária enquanto que o mundo espiritual vira referência.
Creio que devemos sacar o que pudermos tirar de conhecimento através da via mediúnica desde que sirva de reforço nosso mas que não complique a nossa posição de encarnados. Saber se o Chico chegou bem ou não lá nas alturas pode ser até legal mas esse detalhamento dos sussurros de Jesus parece mais "auto-bajulação" espírita que qualquer outra coisa. Não creio que precisemos deste tipo de confirmação para reforçar nossa fé cristã de modelo espírita.
Quanto ao Waldo - um terrano assim como tantos - fez a opção dele assim como a Zibia fez a dela. Para mim eu reparo nos frutos das opções humanas. Reparei por exemplo o que fez Lucius depois da opção da Zíbia...
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Leonardo Hardware em 25 de Janeiro de 2011, 14:40
sim caro Mourarego,

 não tenho como confirmar tal autenticidade a respeito, porém encontrei nesse site como mostra em meu ultimo post, e achei interessante por a analise de todos, ora assim como tudo, á de ser analisado, não sendo inteligente por parte daquele que a aceita cegamente, que cada um segundo seus conhecimentos possa, em todas as coisas, separar o joio do Trigo! pois como dito nenhuma palavra escrita assima saiu de minha alma!

 Fica a analise de todos!

 Leonardo.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 25 de Janeiro de 2011, 14:43
Conheço essa página e mesma a obra do Baccelli onde ela saiu mano leonardo.
Nunca iria atribuir a você esta coisa.
E sim, conforme afirmei em outro post, as comunicações devem ser todas estudadas mesmo as de Espíritos notadamente inferiores.
abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Leonardo Hardware em 25 de Janeiro de 2011, 14:59
Perfeitamente Mourarego,
 
 Estudemos as possibilidades, e assim meditemos, o que está em concordancia com a doutrina e não, e consequentemente, seguimos o caminho que todos nós procuramos.

 Fique em Paz!

 Leonardo.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Brumas de Avalon em 01 de Fevereiro de 2011, 05:23
Diante de tudo o que já foi exposto, não vou ser repetitivo nas minhas colocações, porém, quero deixar em poucas palavras minha humilde opinião.

Por tudo que Waldo Vieira fez pelo Movimento Espírita, tenho por ele grande respeito e admiração. Mesmo sendo um dissidente do Espiritismo, o seu trabalho (Conscienciologia) merece, sem dúvida, análise e estudos detalhados por todos os espíritas interessados.

Lamento, no entando, que Waldo Vieria tanha abandonado o lado religioso da Doutrina Espírita. Não existe progresso moral e intelectual sem termos ciência e religião caminhando lado a lado, pelo menos assim penso eu.

Acredito que o Movimento Espírita tenha perdido muito com a saída de Waldo Vieira, assim como acredito que Waldo Vieira também tenha perdido muito com sua saída do Espiritismo.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: phd_angel em 01 de Fevereiro de 2011, 13:08
"Lamento, no entando, que Waldo Vieria tanha abandonado o lado religioso da Doutrina Espírita."

Entendo. Mas Vieira acredita em reencarnacao, evolucao e comunicacao com espiritos. Tambem cre que todas as criaturas evoluem positivamente e universalmente em direcao ao serenismo (e afirma que J. Cristo e Buda sao os maiores pre-serenoes da historia).

Ele apenas discorda com o culto de personalidade e com a hipertrofia da consolacao e emocao que atolham a raciocionio livre dentro do Movimento Espirita. Sao apenas diferencas "taticas", "operacionais", terminologia e enfase. A linguagem, crencas e praticas sao fundamentalmente as mesmas.

E' claro, espiritas fazem diferenca entre "vertentes moral, cientifica e religiosa" (uma distincao dos tempos do Positivismo de Kardec e Comte). Mas, pra quem ve de fora, o espiritismo, como um todo, e' uma religiao. E Vieira e' bem espirita e bem religioso, apenas com uma enfase diferente.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Brumas de Avalon em 01 de Fevereiro de 2011, 14:05
"E Vieira e' bem espirita e bem religioso, apenas com uma enfase diferente."

Irmão Angel, sábias palavras.

Veja bem irmão, eu, como estudioso da Doutrina Espírita e seus fenômenos, tenho grande respeito pelo trabalho de Waldo Vieira. Mas tenho grande dúvida quanto à sua fé religiosa.

Conheço a crença de Waldo Vieira, e conheço inclusive alguns de seus trabalhos assistencias. Fico triste apenas quando o vejo criticando a fé religiosa da Doutrina. Concordo que é preciso ter cuidado com o aspecto religioso, não devemos deixá-lo nos cegar ao ponto de negarmos as descobertas científicas, afinal, o próprio Kardec nos advertiu quanto a isso quando afirmou que o Espiritismo e a Ciência caminham lado a lado.

Só acho, e esta é minha humlide opinião, que Waldo Vieira radicalizou demais. Já o vi citar inclusive que toda filosofia que cita "Deus" deve ser ignorada.

Penso eu, que se nosso querido irmão Waldo Vieira tivesse permanecido dentro do Movimento Espírita,  seus estudos sobre a projeção da consiência teriam atingido resultados mais significativos e edificantes.

Sei muito bem das crenças de Waldo Vieira, sei que ele acredita em reencarnacao, evolucao e comunicacao com espiritos, que também cre que todas as criaturas evoluem positivamente e universalmente em direcao ao serenismo.

Mas sinceramente, não vejo a manifestação de religiosidade nele, principalmente no que se refere ao ensinamento evangélico. E para mim, esta postura do Dr Waldo Vieira nada acrescenta ao movimento espírita.

Tenho muito medo que outros espíritas sigam o mesmo caminho, trazendo divisões de idéias que separadas uma das outras darão margem ao surgimento de novos seguimentos espiritualistas.

Tenho certeza que esta não era a vontade de Kardec.

Como você citou Buda, para encerrar, deixo registrado que também sou grande admirador da filosofia budista..  ;)

Um abraço Fraterno


Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Lucazan em 01 de Fevereiro de 2011, 22:49
Caros Amigos,

Fé Religiosa????

A Doutrina Espírita não é fé religiosa! O tal movimento espírita cristão pode ser, mas a doutrina não!
A Fé religiosa acaba levando as pessoas a uma fé cega, ao sobrenatural, ao maravilhoso e ao milagroso.
A D.E. nos fornece uma razão lógica para todos os acontecimento e arfima que tudo acontece de forma natural e harmoniosa.
O problema do Waldo é que ele abandou a D.E. e ajudou a criar esse movimento espírita cristão, ao ver a besteira que fez, resolveu criar a sua própria doutrina.


Abraços
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Brumas de Avalon em 02 de Fevereiro de 2011, 02:22
Caros Amigos,

Fé Religiosa????

A Doutrina Espírita não é fé religiosa! O tal movimento espírita cristão pode ser, mas a doutrina não!
A Fé religiosa acaba levando as pessoas a uma fé cega, ao sobrenatural, ao maravilhoso e ao milagroso.
A D.E. nos fornece uma razão lógica para todos os acontecimento e arfima que tudo acontece de forma natural e harmoniosa.
O problema do Waldo é que ele abandou a D.E. e ajudou a criar esse movimento espírita cristão, ao ver a besteira que fez, resolveu criar a sua própria doutrina.


Abraços

Caro Irmão Lucazan.

Não precisa ser tão ríspido em sua colocação. Afinal, ambos somos espíritos encarnados estudando as obras da codificação e devemos nos respeitar sempre, pois é justamente nas diferenças que atingimos nosso crescimento, tanto moral quanto intelectual.

No contesto geral, a idéia de religião está comumente ligada a uma organização sacerdotal, culto instituído, práticas rituais, dogmas e crendices. O Espiritismo "prega" a fé raciocinada.

Veja bem: Fé... Para acreditar em algo que não vemos, que não conseguimos tocar, mas que nossa consciência nos diz que assim o é, acabamos recorrendo a fé. É inegável.

Kardec deixou claro na introdução de “O Livro dos Espíritos” que a Doutrina Espírita não é uma nova religião. E eu concordo planamente.

Eu abandonei minha religião de batismo para seguir a filosofia espírita justamente por esta me mostrar um caminho racional, sem a fé cega das religiões conservadoras.

Mas, e em nossas vidas sempre existe um mas, não entrei no Movimento Espírita anos atrás para esquecer do meu lado religioso. Conheci a Doutrina Espírita justamente quando eu beirava uma “conversão” ao ateísmo.

Trabalho na área tecnológica, e mergulhado na ciência, estava esquecendo completamente de Deus. A Doutrina Espírita me trouxe de volta a realidade. Abriu meus olhos para a vida espiritual, onde consegui unir em minha vida Deus e Ciência.

Você pode não se importar com o aspecto religioso da Doutrina, mas eu o valorizo, desde que ele não nos cegue, como a maioria das doutrinas conservadoras.

Então, descordo de você em partes. Os espíritas que não são dotados de faculdades mediúnicas avançadas, acreditam na Doutrina Espírita pela sua Fé.

Kardec introduziu o aspecto religioso na Doutrina Espírita ao escrever “O Evangelho Segundo o Espiritismo”.

Desta forma, é praticamente impossível estudarmos a Doutrina Espírita sem adentrarmos junto com seu aspecto filosófico e científico, seu aspecto religioso.

Este é para mim o ponto fraco de Waldo Vieira. Você pode não concordar, e eu respeito sua opinião.

Um abraço Fraterno

 

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Arquimedes em 02 de Fevereiro de 2011, 04:34
Em "O que é o Espiritismo", diz-nos Kardec (página 147, Edição FEB, 52ª edição): "...Eis porque, sem ser uma religião, o Espiritismo se prende essencialmente às idéias religiosas, desenvolve-as naqueles que não a possuem, fortifica-as nos que as têm incertas."
Antes, na página 126, ele também nos diz: "O Espiritismo era apenas uma simples doutrina filosófica; foi a Igreja quem lhe deu maiores proporções, apresentando-a como inimigo formidável; foi ela, enfim, quem o proclamou nova religião."

Assim, vejo que Kardec não concebia o Espiritismo como uma religião no sentido usual da palavra. Todavia, como a DE trata de questões metafísicas do tipo "Quem eu sou? De onde vim? Para onde vou? (Origem e destinação)", acredito que possa ser enquadrada como uma doutrina religiosa.

Certa vez, nosso querido Chico Xavier nos disse: "Se Allan Kardec tivesse tido que fora do Espiritismo não há salvação, eu não seria espírita. Ainda bem que ele falou: Fora da Caridade não há salvação."

Paz e Luz para todos

PS: Eu não sabia que Waldo Vieira tinha criado alguma nova doutrina. Vou pesquisar sobre isto.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Brumas de Avalon em 02 de Fevereiro de 2011, 04:46
Irmão Arquimedes

Conseguiste simplificar em palavras o que eu não consegui. Assino em baixo.

Um Abraço Fraterno
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Lucazan em 02 de Fevereiro de 2011, 08:38

Kardec introduziu o aspecto religioso na Doutrina Espírita ao escrever “O Evangelho Segundo o Espiritismo”.
A D.E. não é feita por Kardec, ela apenas a codificou. Em seus estudos por ser cristão, ele acadou desviando o foco.

Certa vez, nosso querido Chico Xavier nos disse: "Se Allan Kardec tivesse tido que fora do Espiritismo não há salvação, eu não seria espírita. Ainda bem que ele falou: Fora da Caridade não há salvação."
Eis, aqui um exemplo de fé religiosa.



Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: LuizFrancisco em 02 de Fevereiro de 2011, 11:10
Olá a todos,

Textos retirado da Revista Espírita de Dezembro/1868 (as perguntas e os grifos são meus)

- A Doutrina Espírita é religião? Sim.
“Uma religião, em sua acepção larga e verdadeira, é um laço que religa os homens numa comunhão de sentimentos, de princípios e de crenças; consecutivamente, esse nome foi dado a esses mesmos princípios codificados e formulados em dogmas ou artigos de fé.

O laço estabelecido por uma religião, seja qual for o seu objetivo, é, pois, essencialmente moral, que liga os corações, que identifica os pensamentos, as aspirações, e não somente o fato de compromissos materiais, que se rompem à vontade, ou da realização de fórmulas que falam mais aos olhos do que ao espírito.
O efeito desse laço moral é o de estabelecer entre os que ele une, como conseqüência da comunhão de vistas e de sentimentos, a fraternidade e a solidariedade, a indulgência e a benevolência mútuas.”

Se é assim, perguntarão, então o Espiritismo é uma religião? Ora, sim, sem dúvida, senhores! No sentido filosófico, o Espiritismo é uma religião, e nós nos vangloriamos por isto, porque é a Doutrina que funda os vínculos da fraternidade e da comunhão de pensamentos, não sobre uma simples convenção, mas sobre bases mais sólidas: as próprias leis da Natureza.

- Quanto a culto e hierarquia a Doutrina Espírita é religião? Não.

Por que, então, temos declarado que o Espiritismo não é uma religião? Em razão de não haver senão uma palavra para exprimir duas idéias diferentes, e que, na opinião geral, a palavra religião é inseparável da de culto; porque desperta exclusivamente uma idéia de forma, que o Espiritismo não tem.

- A Doutrina é ecumênica? Sim.
Pois, não violenta a consciência de ninguém; ver, enfim, nas descobertas da Ciência,
a revelação das leis da Natureza, que são as leis de Deus: eis o Credo, a religião do Espiritismo, religião que pode conciliar-se com todos os cultos, isto é, com todas as maneiras de adorar a Deus. É o laço que deve unir todos os espíritas numa santa comunhão de pensamentos, esperando que ligue todos os homens sob a bandeira
da fraternidade universal.

A frase colocada pelo médium F.C.Xavier está de acordo com a DE? Sim.
Qual é, pois, o laço que deve existir entre os espíritas?
Eles não estão unidos entre si por nenhum contrato material, por nenhuma prática obrigatória. Qual o sentimento no qual se devem confundir todos os pensamentos? É um sentimento todo moral, todo espiritual, todo humanitário: o da caridade para com todos ou, em outras palavras: o amor do próximo, que compreende os vivos e os mortos, pois sabemos que os mortos sempre fazem parte da Humanidade.

A caridade é a alma do Espiritismo; ela resume todos os deveres do homem para consigo mesmo e para com os seus semelhantes, razão por que se pode dizer que não há verdadeiro espírita sem caridade.

Mas a caridade é ainda uma dessas palavras de sentido múltiplo, cujo inteiro alcance deve ser bem compreendido; e se os Espíritos não cessam de pregá-la e defini-la, é que, provavelmente, reconhecem que isto ainda é necessário.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: new em 02 de Fevereiro de 2011, 12:45
Waldo Vieira utiliza a mesma tática dos detratores do Espiritismo.

Detratores, alias, que Kardec descreveu o modo de ação.

Waldo Vieira segue à risca. Não podendo atacar a obra Espírita, ataca o célebre codificador.

Waldo não é apenas um dissidente, ele não acredita mais em Deus.

E mais, já viram como funciona as palestras dele aqui em Foz do Iguaçu?

Ele fica no centro das atenções, exatamente no centro.

Pra mim, caracteriza como fascinado (Livro dos Médiuns).
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Brumas de Avalon em 02 de Fevereiro de 2011, 12:54
Em seus estudos por ser cristão, ele acadou desviando o foco.

Quem disse isso? Respondo.: Waldo Vieira.

Então meu irmão Lucazan, ser cristão foi o problema de Kardec?

Me corrija se eu estiver errado: De acordo com seu posicionamento, o espírita sério não pode ser cristão? É isso que você pensa?

Para mim, isso vai  contra toda a Codificação da Doutrina.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: phd_angel em 02 de Fevereiro de 2011, 14:38
Ha uma contradicao na declaracao de Arquimedes e Lucazan que exemplifica bem a contradicao interna do espiritismo. A primeira parte aponta o espiritismo como sistema filosofico transformado em religiao pela Igreja. A segunda parte, entretando, termina com um slogan bonito mas bem fundamentalista sobre "caridade" e "salvacao".

Chico Xavier apresenta apenas uma leitura possivel do Espiritismo.  E' uma leitura marcada pelo emocionalismo populista e assistencialista brasileiro. Em outros paises e povos, a leitura do Espiritismo e' bem diferente. (E' claro que brasileiro espirita morando no exterior nao conta... :-).

Waldo Vieira apresenta uma outra leitura. Uma que rejeita o emocionalismo e mediunidade, e se centra na analise fria do desdobramento (projecao astral). E' claro que e' uma proposta muito menos popular, e o Vieira admite este elitismo. Mais importante, ele declarou que o desdobramento e' superior 'a mediunidade ("basta ir fora do corpo para constatar o mundo espiritual"), sendo assim uma ameaca 'a religiao kardecista (baseada no culto da personalidade dos mediums caridosos).

De fato, se todos fossem projetores, nao haveria necessidade de psicografia. Os mediums ficariam desempregados, e nao seriam idolatrados pelas massas... E' claro que isso vai contra aos interesses e certezas dos kardecistas. E' mais confortavel se agarrar 'as "verdades" do "Pentateuco Kardecista", do que explorar o mundo espirtual com curiosidade e etica... E' uma reacao natural do ser humano.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 02 de Fevereiro de 2011, 14:56
Ha uma contradicao na declaracao de Arquimedes e Lucazan que exemplifica bem a contradicao interna do espiritismo. A primeira parte aponta o espiritismo como sistema filosofico transformado em religiao pela Igreja. A segunda parte, entretando, termina com um slogan bonito mas bem fundamentalista sobre "caridade" e "salvacao".

EU: O dístico "Fora da Caridade não há Salvação" composto por Kardec, foi uma forma de fazer analogia para o dístico católico.
Na verdade a analogia, em se sabendo que Kardec e os Espíritos Superiores sempre preconizaram que esta salvação não existe, era uma forma de certa crítica ao padre.
Abraços,
Moura

Chico Xavier apresenta apenas uma leitura possivel do Espiritismo.  E' uma leitura marcada pelo emocionalismo populista e assistencialista brasileiro. Em outros paises e povos, a leitura do Espiritismo e' bem diferente. (E' claro que brasileiro espirita morando no exterior nao conta... :-).

Waldo Vieira apresenta uma outra leitura. Uma que rejeita o emocionalismo e mediunidade, e se centra na analise fria do desdobramento (projecao astral). E' claro que e' uma proposta muito menos popular, e o Vieira admite este elitismo. Mais importante, ele declarou que o desdobramento e' superior 'a mediunidade ("basta ir fora do corpo para constatar o mundo espiritual"), sendo assim uma ameaca 'a religiao kardecista (baseada no culto da personalidade dos mediums caridosos).

De fato, se todos fossem projetores, nao haveria necessidade de psicografia. Os mediums ficariam desempregados, e nao seriam idolatrados pelas massas... E' claro que isso vai contra aos interesses e certezas dos kardecistas. E' mais confortavel se agarrar 'as "verdades" do "Pentateuco Kardecista", do que explorar o mundo espirtual com curiosidade e etica... E' uma reacao natural do ser humano.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: phd_angel em 02 de Fevereiro de 2011, 15:12

Waldo Vieira segue à risca. Não podendo atacar a obra Espírita, ataca o célebre codificador.


New -  Voce ja' viu os videos e cartas do Waldo sobre o tema?... Ele so' tem elogios ao Kardec. E' preciso de fatos e evidencias antes de tecer comentarios equivocados.
 
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Arquimedes em 02 de Fevereiro de 2011, 15:15
Gostaria que o prezado amigo nos mostrasse claramente onde está a contradição. Não consegui percebê-la. A igreja ao encarar o Espiritismo como uma religião, não a transforma em religião (no sentido entendido pela mesma). Isto não modifica o caráter da DE. Quanto à utilização da expressão "salvação", eu mesmo não gosto muito da mesma. Pois, compreendo que todas as pessoas atingirão, um dia, a maturidade moral para compreender o fato de que quanto mais distante estivermos da prática desinteressada da caridade mais ainda temos que crescer moralmente. É se colocar no colocar do próximo, sentindo suas necessidades, compreendendo que se hoje não somos tão fracos moralmente falando, mas esta história nem sempre foi assim. Basta se olhar diante de um espelho e perguntar: Eu tratei as outras pessoas como gostria de ser tratado? Eu dei as oportunidades redentoras àqueles que erraram comigo, tanto quanto clamo pelas mesmas oportunidades?
Não estou aqui julgando as verdades descobertas por A ou B, mas é preciso ter humildade para não perdermos o tempo mostrando "erros" que, em verdade, em nada nos auxilia no nosso crescimento moral.
Outro ponto: "Religião Kardecista...". Que religião é esta? Mediuns caridosos? Sinceramente, acredito que não é bem assim. O Espiritismo nos disponibiliza um sistema que auxilia no nosso crescimento moral. Estou falando na nossa reforma íntima. Não cultuo médiuns caridosos. Faço um esforço enorme para dominar minhas más inclinações. E sei que as possuo de monte.
O Waldo Vieira tem uma proposta elitista? Beleza para ele. Paz e luz em seu caminho. Eu não percebo outro caminho melhor para mim do que o caminho mostrado pelos Espíritos que secundaram Kardec na codificação espírita (note que eu não disse Kardec).
Muita paz e luz a todos!!
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: phd_angel em 02 de Fevereiro de 2011, 15:31

A segunda parte, entretando, termina com um slogan bonito mas bem fundamentalista sobre "caridade" e "salvacao".

EU: O dístico "Fora da Caridade não há Salvação" composto por Kardec, foi uma forma de fazer analogia para o dístico católico. Na verdade a analogia, em se sabendo que Kardec e os Espíritos Superiores sempre preconizaram que esta salvação não existe, era uma forma de certa crítica ao padre.
Abraços,
Moura


Sim, de acordo. De fato, a producao da obra de Kardec esta' em dialogo direto com as instituicoes de epoca: Igreja catolica e ciencia positivista.  Vale notar que a frase "fora da caridade nao ha salvacao" foi cunhada por um medium (anonimo) sob uma suposta incorporacao de Paulo. Kardec apenas registrou o evento.

Agora, se um grupo de mediums no Brasil decide fazer desta frase a bandeira maxima de evangelizacao das massas, isso nao tem nada a ver com as intencoes Kardec. Isso tem mais a ver com propaganda para conversao de massas muito bem planejada pela lideranca kardecista no Brasil em meados do seculo XX.

Tais propagandas de epoca viram "doutrina" com o passar do tempo. A ideologia se enferruja, e nao ha mais espaco para renovacao ou debate. Dai, a debandada de intelectuais e artistas espiritas... Uma pena...

Este post esta' um pouco off-topic, mas segue, em essencia, a critica de Waldo Vieira sobre o Kardecismo de massas brasileiro.

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: monica head em 02 de Fevereiro de 2011, 15:44
Waldo Viera ataca tudo e todos ,de Kardec ao Dalai Lama ,me pergunto como alguém com tamanha "sabedoria e iluminação" perde tanto TEMPO na critica,não deveria estar focado em passar a "Verdadeira" e unica verdade que todos os outros Mestres e Missionários falharam em passar.
Fico aguardando ansiosa pela próxima "análise" de Waldo Viera a outros Missionários,quem sabe Gadhi ou o próprio Mestre Jesus (opss acho que ele já deve ter feito)
Desculpem mas estamos falando de alguém que em algum momento se perdeu no seu próprio ego ,sabemos como é difícil a luta diária com o nosso ego e com nossas paixões,é humano e precisamos de muita fé e diciplina para nos manter equilibrados.
 
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: LuizFrancisco em 02 de Fevereiro de 2011, 16:34

A segunda parte, entretando, termina com um slogan bonito mas bem fundamentalista sobre "caridade" e "salvacao".

EU: O dístico "Fora da Caridade não há Salvação" composto por Kardec, foi uma forma de fazer analogia para o dístico católico. Na verdade a analogia, em se sabendo que Kardec e os Espíritos Superiores sempre preconizaram que esta salvação não existe, era uma forma de certa crítica ao padre.
Abraços,
Moura


Sim, de acordo. De fato, a producao da obra de Kardec esta' em dialogo direto com as instituicoes de epoca: Igreja catolica e ciencia positivista.  Vale notar que a frase "fora da caridade nao ha salvacao" foi cunhada por um medium (anonimo) sob uma suposta incorporacao de Paulo. Kardec apenas registrou o evento.

Agora, se um grupo de mediums no Brasil decide fazer desta frase a bandeira maxima de evangelizacao das massas, isso nao tem nada a ver com as intencoes Kardec. Isso tem mais a ver com propaganda para conversao de massas muito bem planejada pela lideranca kardecista no Brasil em meados do seculo XX.

Tais propagandas de epoca viram "doutrina" com o passar do tempo. A ideologia se enferruja, e nao ha mais espaco para renovacao ou debate. Dai, a debandada de intelectuais e artistas espiritas... Uma pena...

Este post esta' um pouco off-topic, mas segue, em essencia, a critica de Waldo Vieira sobre o Kardecismo de massas brasileiro.



Olá Sr. phd_angel,
 
Na Revista Espírita Dez/1868 - dissertando sobre se o Espiritismo é religião, da qual já inseri em postagem acima, fica bem claro o pensamento do codificador.
 
Qual é, pois, o laço que deve existir entre os espíritas?
Eles não estão unidos entre si por nenhum contrato material, por nenhuma prática obrigatória. Qual o sentimento no qual se devem confundir todos os pensamentos? É um sentimento todo moral, todo espiritual, todo humanitário: o da caridade para com todos ou, em outras palavras: o amor do próximo, que compreende os vivos e os mortos, pois sabemos que os mortos sempre fazem parte da Humanidade.
 
A caridade é a alma do Espiritismo; ela resume todos os deveres do homem para consigo mesmo e para com os seus semelhantes, razão por que se pode dizer que não há verdadeiro espírita sem caridade.
 
Mas a caridade é ainda uma dessas palavras de sentido múltiplo, cujo inteiro alcance deve ser bem compreendido; e se os Espíritos não cessam de pregá-la e defini-la, é que, provavelmente, reconhecem que isto ainda é necessário.
 
Logo, o médium Chico Xavier não faz uma leitura emocional e assistencialista, mas um ensinamento da DE, conforme texto acima.
 
E como citou o Sr. Allan Kardec a caridade é ainda uma palavra de sentido múltiplo, verifique a resposta da questão 886 do LE.
 
Caso interesse, leia a RE dez/1868 sobre este tema.
 
Abraços,
 
   

 
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Marcinho Medeiros em 02 de Fevereiro de 2011, 16:47
Citar
De qualquer forma ele criticou, ao meu ver, que Kardec criou uma religião quando teve oportunidade de criar uma ciência.

Um absurdo tal crítica , pois conforme esclarecido no Capítulo V - Considerações sobre a pluralidade das existências, Questão nº 222 - "Não é novo, dizem alguns, o dogma da reencarnação; ressuscitaram-no da doutrina de Pitágoras..."
Bases do Espiritismo remontam aos primordios da existência. E, mesmo assim, a humanidade tem evoluído a passos lentos, imaginem considerando-a apenas nos liames da ciência?
Um atrativo ao interesse das pessoas à proposta do conhecimento espírita (o que os encaminha à ascenção espiritual) é o caráter cristão desta Doutrina.
Outro caráter do Espiritismo o de sujeitar-se a possíveis correções, rumo à perfeição, consoante se dá com a vida espiritual - Não podia ser diferente.



Paz e Luz!
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: phd_angel em 02 de Fevereiro de 2011, 17:53
Cuidado com estas citacoes decontextualizadas. Ha' afirmacoes racistas e preconceituosas nos livros de Kardec, que expressam o contexto da epoca.  Da mesma forma, ha afirmacoes a favor ou contra a religiao, ciencia ou filosofia nos livros dele.

Assim, essa nao e' a melhor forma de fazer uma analise da ideologia de Kardec. Mas fique 'a vontade. Parece um sermao biblico em igreja de evangelico. Como diria o Waldo Vieira: uma perda de tempo tentar debater nestas circumstancias... To fora.

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Lucazan em 02 de Fevereiro de 2011, 20:13
Em seus estudos por ser cristão, ele acadou desviando o foco.

Quem disse isso? Respondo.: Waldo Vieira.

Então meu irmão Lucazan, ser cristão foi o problema de Kardec?

Me corrija se eu estiver errado: De acordo com seu posicionamento, o espírita sério não pode ser cristão? É isso que você pensa?

Para mim, isso vai  contra toda a Codificação da Doutrina.

Caro amigos,

628 Por que a verdade nem sempre foi colocada ao alcance de todos?

– É preciso que cada coisa venha a seu tempo. A verdade é como a luz: é preciso se habituar a ela pouco a pouco; de outro modo, fica-se deslumbrado.

Nunca ocorreu que Deus permitisse ao homem receber comunicações tão completas e instrutivas como as que lhe é dado receber hoje. Havia, como sabeis, na Antiguidade, alguns indivíduos que estavam em poder do que consideravam uma ciência sagrada e da qual faziam mistério aos que, de acordo com o seu julgamento, eram profanos. Deveis compreender, com o que conheceis agora das leis que regem os fenômenos das comunicações dos Espíritos, que esses indivíduos recebiam apenas algumas verdades esparsas no meio de um conjunto equívoco e, a maior parte do tempo, simbólico. Entretanto, não há para o homem estudioso nenhum antigo sistema filosófico, nenhuma tradição, nenhuma religião a negligenciar, pois em tudo há os germes das grandes verdades que, ainda que pareçam contraditórias, esparsas que estão em meio a acessórios sem fundamento, são muito fáceis de entender, graças à chave que o Espiritismo dá para uma multidão de coisas que puderam, até aqui, parecer sem razão e que, hoje, a realidade vos demonstra de uma maneira irrecusável. Não deixeis, portanto, de tirar dessas matérias assuntos de estudo; elas são muito ricas e podem contribuir muito para a vossa instrução.

Uma coisa é estudar, analisar, pesquisar, comparar, outra é colocar e prática...
A D.E. nos dá condição para verificar onde e como essas verdades condidas em todos os lugares foram mal compreendidas e mal explicadas.
A D.E. não emgradece nenhuma religião e nem declara que esta ou aquela é certa ou errada. Apenas nos revela como as coisas realmente acontecem.

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: MarcoALSilva em 02 de Fevereiro de 2011, 20:27

Há quem considere a zebra um cavalo branco com listras pretas; outros, um cavalo preto com listras brancas...

De minha parte, acho que uma zebra é uma zebra... Não é um cavalo...

O Espiritismo é uma religião?

Não. É uma Doutrina que, dentre outros aspectos, ostenta postulados morais.

Não é uma religião com abordagem científica, nem uma ciência com valores religiosos...

Tudo o mais é retórica. Mas, enfim, não tem rigorosamente importância alguma se o indivíduo tem no Espiritismo uma religião ou não... O que --- sempre e sempre --- é importante, é como esse indivíduo se conduz.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Lucazan em 02 de Fevereiro de 2011, 20:35
Waldo Viera ataca tudo e todos ,de Kardec ao Dalai Lama ,me pergunto como alguém com tamanha "sabedoria e iluminação" perde tanto TEMPO na critica,não deveria estar focado em passar a "Verdadeira" e unica verdade que todos os outros Mestres e Missionários falharam em passar.
Fico aguardando ansiosa pela próxima "análise" de Waldo Viera a outros Missionários,quem sabe Gadhi ou o próprio Mestre Jesus (opss acho que ele já deve ter feito)
Desculpem mas estamos falando de alguém que em algum momento se perdeu no seu próprio ego ,sabemos como é difícil a luta diária com o nosso ego e com nossas paixões,é humano e precisamos de muita fé e diciplina para nos manter equilibrados.
 

Cara Amiga,
(me pergunto como alguém com tamanha "sabedoria e iluminação")

Quem falou que ele é tudo isso? Ele é tão ignorante como nós!

Analisando o Waldo por suas palavras, ele se encontra no seguinte processo:

443 Existem coisas que o extático pretende ver e que são evidentemente fruto de uma imaginação impressionada pelas crenças e preconceitos terrenos. Tudo o que vê não é, então, real?

– O que vê é real para ele, mas como seu Espírito está sempre sob a influência das idéias terrenas pode vê-lo à sua maneira ou, melhor dizendo, pode se exprimir numa linguagem apropriada a seus preconceitos ou às idéias em que foi educado, ou aos vossos, a fim de melhor se fazer compreender. É, principalmente, nesse sentido que ele pode errar.

444 Que grau de confiança se pode depositar nas revelações dos extáticos?

– O extático pode, muito freqüentemente, se enganar, principalmente quando pretende penetrar naquilo que deve permanecer em mistério para o homem, porque então revelará suas próprias idéias ou se tornará joguete de Espíritos enganadores que se aproveitam de seu entusiasmo para fasciná-lo.

Não encontro outra explicação....
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Lucazan em 02 de Fevereiro de 2011, 20:40

Há quem considere a zebra um cavalo branco com listras pretas; outros, um cavalo preto com listras brancas...

De minha parte, acho que uma zebra é uma zebra... Não é um cavalo...

O Espiritismo é uma religião?

Não. É uma Doutrina que, dentre outros aspectos, ostenta postulados morais.

Não é uma religião com abordagem científica, nem uma ciência com valores religiosos...

Tudo o mais é retórica. Mas, enfim, não tem rigorosamente importância alguma se o indivíduo tem no Espiritismo uma religião ou não... O que --- sempre e sempre --- é importante, é como esse indivíduo se conduz.

Só para reforçar essas palavras...

165 O conhecimento do Espiritismo tem alguma influência sobre a duração, mais ou menos longa, dessa perturbação?

– Uma influência muito grande, uma vez que o Espírito já compreendia antecipadamente sua situação. Mas a prática do bem e a consciência pura exercem maior influência.

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Brumas de Avalon em 02 de Fevereiro de 2011, 21:17
Voce ja' viu os videos e cartas do Waldo sobre o tema?... Ele so' tem elogios ao Kardec. E' preciso de fatos e evidencias antes de tecer comentarios equivocados.

Caro Irmão Angel.

Não respondo por New, mas por mim. Se vocês lerem minhas postagens, verão que elogiei o trabalho de Waldo Vieira, apenas critiquei sua postura radical com relação à Doutrina Espírita, e usei a expressão  "fé religiosa", de onde se originou toda essa polêmica logo após a postagem de nosso amigo Lucazan.

Eu já assisiti muitos videos de Waldo Vieira, muitos mesmo. Alguns deles várias vezes. Sempre com o intuido de aprender algo mais.

Mas sinceramente, quando o escuto falar que que o único livro interessante de Kardec é o Livro dos Espíritos, e que todos os demais são "bobagens", não consigo deixar de pensar que Waldo Vieira perdeu uma grande chance de ficar calado.

Ele não é uma pessoa má, sabemos disso, mas atualmente ele me parece mais um sábio apaixonado por si mesmo. Mas quem sou eu para julgá-lo.

Só para deixar claro o que penso sobre o aspecto religioso da Doutrina Espírita, e para não ser novamente mau interpretado cito uma passagem do "Evangelho Segundo o Espiritismo":

A Fé Religiosa – Condição da Fé Inabalável

 No seu aspecto religioso, a fé é a crença nos dogmas particulares que constituem as diferentes religiões, e todas elas têm os seus artigos de fé. Nesse sentido, a fé pode ser racionada ou cega. A fé cega nada examina, aceitando sem controle o falso e o verdadeiro, e a cada passo se choca com a evidência da razão. Levada ao excesso, produz o fanatismo. Quando a fé se firma no erro, cedo ou tarde desmorona. Aquela que tem a verdade por base é a única que tem o futuro assegurado, porque nada deve temer do progresso do conhecimento, já que o verdadeiro na obscuridade também o é a plena luz. Cada religião pretende estar na posse exclusiva da verdade, mas preconizar a fé cega sobre uma questão de crença é confessar a impotência para demonstrar que se está com a razão.

 A fé raciocinada, que se apóia nos fatos e na lógica, não deixa nenhuma obscuridade: crê-se, porque se tem à certeza, e só se está certo quando se compreendeu. Eis porque ela não se dobra: porque só é inabalável a fé que pode enfrentar a razão face a face, em todas as épocas da Humanidade.
 


Um Abraço Fraterno
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: hcancela em 02 de Fevereiro de 2011, 21:27
Voce ja' viu os videos e cartas do Waldo sobre o tema?... Ele so' tem elogios ao Kardec. E' preciso de fatos e evidencias antes de tecer comentarios equivocados.

Caro Irmão Angel.

Não respondo por New, mas por mim. Se vocês lerem minhas postagens, verão que elogiei o trabalho de Waldo Vieira, apenas critiquei sua postura radical com relação à Doutrina Espírita, e usei a expressão  "fé religiosa", de onde se originou toda essa polêmica logo após a postagem de nosso amigo Lucazan.

Eu já assisiti muitos videos de Waldo Vieira, muitos mesmo. Alguns deles várias vezes. Sempre com o intuido de aprender algo mais.

Mas sinceramente, quando o escuto falar que que o único livro interessante de Kardec é o Livro dos Espíritos, e que todos os demais são "bobagens", não consigo deixar de pensar que Waldo Vieira perdeu uma grande chance de ficar calado.

Ele não é uma pessoa má, sabemos disso, mas atualmente ele me parece mais um sábio apaixonado por si mesmo. Mas quem sou eu para julgá-lo.

Só para deixar claro o que penso sobre o aspecto religioso da Doutrina Espírita, e para não ser novamente mau interpretado cito uma passagem do "Evangelho Segundo o Espiritismo":

A Fé Religiosa – Condição da Fé Inabalável

 No seu aspecto religioso, a fé é a crença nos dogmas particulares que constituem as diferentes religiões, e todas elas têm os seus artigos de fé. Nesse sentido, a fé pode ser racionada ou cega. A fé cega nada examina, aceitando sem controle o falso e o verdadeiro, e a cada passo se choca com a evidência da razão. Levada ao excesso, produz o fanatismo. Quando a fé se firma no erro, cedo ou tarde desmorona. Aquela que tem a verdade por base é a única que tem o futuro assegurado, porque nada deve temer do progresso do conhecimento, já que o verdadeiro na obscuridade também o é a plena luz. Cada religião pretende estar na posse exclusiva da verdade, mas preconizar a fé cega sobre uma questão de crença é confessar a impotência para demonstrar que se está com a razão.

 A fé raciocinada, que se apóia nos fatos e na lógica, não deixa nenhuma obscuridade: crê-se, porque se tem à certeza, e só se está certo quando se compreendeu. Eis porque ela não se dobra: porque só é inabalável a fé que pode enfrentar a razão face a face, em todas as épocas da Humanidade.
 


Um Abraço Fraterno
Muito bom.

Abraços
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Lucazan em 03 de Fevereiro de 2011, 00:11
Caros amigos,

Citei o movimento espírita cristão sim e concordo com o Waldo quando ele critica a fé religiosa do movimento. Movimento que ele ajudou a criar, colocando Jesus no centro e indiretamentamente como salvador e filho de Deus, misturando D.E. com cristianismo.
Aqui mesmo no forum, os irmãos colocam mais o nome de Jesus doque de Deus.
Jesus foi apenas mais um entre tantos espíritos que vieram través algumas verdades mal compreeendidas e mal explicadas.

Se for só pra criticar o Waldo, não faz sentindo, temos que analisar o que ele critica e o que esta acontecendo com ele.
É muito fácil criticar por criticar e é o que estou vendo aqui.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: phd_angel em 03 de Fevereiro de 2011, 01:10

Mas sinceramente, quando o escuto falar que que o único livro interessante de Kardec é o Livro dos Espíritos, e que todos os demais são "bobagens", não consigo deixar de pensar que Waldo Vieira perdeu uma grande chance de ficar calado.


Cada um tem direito 'a sua opiniao, e de expressa-la justificadamente.   A opiniao do Waldo Vieira deve ter certo peso, porque, afinal de contas, ele e' medium psicografo e projetor lucido. Se ele diz que outros livros sao "bobagens", ele deve ter uma explicacao logica do porque. Ele tem muita experiencia, viu muita coisa no movimento espirita, dentro e fora do corpo.

Sim, ele e' uma figura excentrica que as vezes fala demais. Mas tambem acho que alguns colegas neste forum o atacam injustamente, sem saber ou entender bem da trajetoria, obras e explicacoes. Devagar com o andor...





Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Klauz em 03 de Fevereiro de 2011, 01:24
Não sei como uma pessoa que tem o conhecimento da doutrina pode se enveredar por caminhos tão tortos.
Uma pena
Klauz
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Marcinho Medeiros em 03 de Fevereiro de 2011, 02:04
Esse Tópico ainda vai dar muito "pano pra manga". Assisti novamente aos vídeos. Não dá! São muitos absurdos.

Frases como:

1 - "...Começou a falar de Santo Agostinho esse troço todo..." (Desrespeito);
2 - "...Povão..." (Soou preconceituoso);
3 - "...Tem coisa besta lá..." ( ???? ); e
4 - "...Jogou a toalha..." (Como assim?).

Apenas uma Observação sobre este último. Ele fala que Allan Kardec mudou o posicionamento. Não consigo visualizar isso. Até onde sei, o Livro dos Espíritos tem o mesmo caráter dos demais. Lá, já se pode ver passagens Bíblicas, consoante ocorreu no Evangelho Segundo o Espiritismo. Então o "... tem coisa besta lá..." serve mais para os comentários de quem os fez.


Paz e Luz!
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Brumas de Avalon em 03 de Fevereiro de 2011, 22:44
Não sei como uma pessoa que tem o conhecimento da doutrina pode se enveredar por caminhos tão tortos.
Uma pena
Klauz

Klauz, ele teve seus motivos. Apesar dos pesares, suas crenças continuam próximas as da Doutrina.

Eu conheço casos piores que o dele. Pessoas que estavam dentro da Doutrina e posteriormente mergulharam nessas religiões "evangélicas".. Isso sim não dá pra entender...

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Brumas de Avalon em 03 de Fevereiro de 2011, 23:01
Aqui mesmo no forum, os irmãos colocam mais o nome de Jesus doque de Deus.
Jesus foi apenas mais um entre tantos espíritos que vieram través algumas verdades mal compreeendidas e mal explicadas.

Lucazan...

Eu vejo isso de uma forma natural. Ainda temos dificuldade de entender Deus em toda sua grandeza.

Ademais, a questão 625 de O Livro dos Espíritos é bem clara:

625 - Qual o tipo mais perfeito que Deus tem oferecido ao homem, para lhe servir de guia e modelo?

Resposta dos Espíritos: "JESUS"

Logo abaixo vem o comentário de Kardec: "Para o homem, Jesus constitui o tipo da perfeirção moral a que a humanidade pode aspirar na Terra. Deus no-lo ofereceu como o mais perfeito modelo (...)

Diante disso, estranho seria os espíritas não citarem Jesus.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Lucazan em 03 de Fevereiro de 2011, 23:44
Aqui mesmo no forum, os irmãos colocam mais o nome de Jesus doque de Deus.
Jesus foi apenas mais um entre tantos espíritos que vieram través algumas verdades mal compreeendidas e mal explicadas.

Lucazan...

Eu vejo isso de uma forma natural. Ainda temos dificuldade de entender Deus em toda sua grandeza.

Ademais, a questão 625 de O Livro dos Espíritos é bem clara:

625 - Qual o tipo mais perfeito que Deus tem oferecido ao homem, para lhe servir de guia e modelo?

Resposta dos Espíritos: "JESUS"

Logo abaixo vem o comentário de Kardec: "Para o homem, Jesus constitui o tipo da perfeirção moral a que a humanidade pode aspirar na Terra. Deus no-lo ofereceu como o mais perfeito modelo (...)

Diante disso, estranho seria os espíritas não citarem Jesus.

Caro Amigo,

Kardec e seus colaboradores eram todos cristões, você acha que iriam falar que foi Buda.

626 As leis divinas e naturais só foram reveladas aos homens por Jesus e, antes dele, tinham conhecimento delas apenas pela intuição?

– Não dissemos que elas foram escritas em todos os lugares? Todos os homens que meditaram sobre a sabedoria puderam compreendê-las e ensiná-las desde os séculos mais remotos. Com os seus ensinamentos, mesmo incompletos, eles prepararam o terreno para receber a semente. Estando as leis divinas escritas no livro da natureza, o homem pôde conhecê-las quando as quis procurar. Eis por que os preceitos que consagram foram proclamados em todos os tempos pelos homens de bem e é por isso, também, que se encontram seus elementos na doutrina moral de todos os povos saídos da barbárie, embora incompletos ou alterados pela ignorância e pela superstição.

Abraços
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Brumas de Avalon em 04 de Fevereiro de 2011, 00:04
Mas Lucazan.... A questão 625 é bem clara. E a resposta dos espíritos para a questão 626 não poderia ser dirente, pois é óbvio que Jesus não foi o único. Mas é o espírito que é apresentado como modelo de perfeição.

Antes de conhecer a Doutrina Espírita eu estive dentro do budismo por um bom tempo de minha vida mano. Costumo visitar ainda meu antigo centro pelo menos uma vez a cada três meses. Como você vê, convivo bem com Siddhartha Gautama e Jesus sendo espírita, rsrs. Não entendo essa sua implicancia com isso, rsrs

Mas bem, respeito sua opinião, mesmo não concordando muito.

Sigamos em frente em nossos estudos tentando valorizar nossas semelhanças, deixando de lado nossas diferenças.  ;)

Um abraço Fraterno mano Lucazan
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: phd_angel em 04 de Fevereiro de 2011, 02:36
Acho que a discussao esta' indo off-topic, nao?

O ponto aqui e' discutir "Waldo Vieira e os erros de Kardec".
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Lucazan em 05 de Fevereiro de 2011, 00:49
Mas Lucazan.... A questão 625 é bem clara. E a resposta dos espíritos para a questão 626 não poderia ser dirente, pois é óbvio que Jesus não foi o único. Mas é o espírito que é apresentado como modelo de perfeição.

Lucazan (Caro Brumas, você não acha que os espíritos iriam reciat sutras e matras, para pessoas ligadas ao cristianismo, acha?)

Antes de conhecer a Doutrina Espírita eu estive dentro do budismo por um bom tempo de minha vida mano. Costumo visitar ainda meu antigo centro pelo menos uma vez a cada três meses. Como você vê, convivo bem com Siddhartha Gautama e Jesus sendo espírita, rsrs. Não entendo essa sua implicancia com isso, rsrs

Lucazan (Brumas, não tenho implicancia com nada, estou apenas abordando um dos itens que Waldo alega ser erro de Kardec.
Como eu disse em outro post, temos que analisar o que realmente acontece com o Waldo e o que ele esta afirmando, e para isso temos a D.E. que nos dá uma razão lógica de como as coisas acontecem.)
 
Mas bem, respeito sua opinião, mesmo não concordando muito.

Sigamos em frente em nossos estudos tentando valorizar nossas semelhanças, deixando de lado nossas diferenças.  ;)

Um abraço Fraterno mano Lucazan

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 15 de Abril de 2011, 21:54
Amigo e xará Raimundo,
eu conheço já há anos esses fatos sobre o Waldão, nunca os trouxe a público pois meu trabalho é a penas propagar a doutrina espírita.
Contudo nunca deixei de me colocar contrário ao "guru dos novos modismos", que é como chamo ao Waldão.
Desde que se desligou do chico, deixando-o só em New York, Waldo já apresentava sinais de franca modificação para extremismo adoecido pela vaidade.
Detalhe, deixando Chico só em NYC, sem nada saber de inglês ou como se encaminhar em terra estranha, Waldo mostrava as suas unhas.
Há detalhes que a mim foram contados por pessoa ligada ao Chico que dão conta da existência de outras coisas as quais não exponho por serem muito íntimas e porque não sendo eu a ver com meus olhos não posso afirmar ou expor apenas pelo "cantar do galo".
Waldo perdeu-se em seu universo interior que pensa ser verdadeiro.
Eu do meu íntimo  sempre peço pela cura desse cara que já foi, em tempos passados um médium de bom intercambio espiritual.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: MrBalotta em 17 de Abril de 2011, 18:26
Por várias vezes, O Espírito da Verdade, conjunto de espíritos que se comunicaram com Kardec e outros médiuns entrevistados por ele, se esquivou a responder perguntas de cunho mais científico, dizendo que estas respostas, assim como outras, viriam com o tempo, paulatinamente, à medida que o esclarecimento da humanidade se amadurecesse. Os mesmos espíritos, também, por diversas vezes salientaram a necessidade mais urgente da evolução moral, da reforma íntima, da aplicação prática da caridade. Um dos maiores méritos e legados do Espiritismo não é o lado científico da codificação (o qual dificilmente se sustentaria sozinho, pela própria limitação tecnológica e científica da época), mas o lado moral, o aprofundamento das obras de Cristo, vista através de um novo prisma. Nenhuma religião havia feito tal aprofundamento com tanta racionalidade e propriedade até então. Dizer que Kardec "errou" ao tratar de temas morais e do evangelho, além de ir contra a proposta matriz da codificação (e, por conseguinte, dos espíritos comunicantes), a qual traduz-se por contribuir com o amadurecimento moral (através da "fé raciocinada", do esclarecimento dos mecanismos da ação e reação e da vida espiritual, da reencarnação, da reforma íntima, da prática da caridade), seria o mesmo que dizer que Kardec não foi um mero codificador, mas o proprio autor da obra, não atribuindo ao Espírito da Verdade o teor das comunicações.
As conquistas, sejam de foro científico, moral, espiritual, são obtidas de acordo com o nosso merecimento e esclarecimento. A evolução é paulatina. Que contribuição o Espírito da Verdade traria se somente abordasse a ciência, em uma época que a própria ciência ainda não dispunha de subsídios para sequer entender os fenômenos mais simples? Quantas vezes o Espírito da Verdade disse que o cerne da encarnação e da vida espiritual era a reforma íntima, o burilamento do ser? Quantas vezes o Espírito da Verdade disse que os fenômenos eram apenas um instrumento para que a humanidade pudesse começar a conhecer o plano espiritual com mais profundidade, um chamariz para a "boa nova", os ensinamentos embuídos de paz, aleito e esclarecimento moral?
Ora, dizer que Kardec errou é dizer que o Espírito da Verdade também errou e que a educação espiritual, do ponto de vista moral, é uma balela!
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 17 de Abril de 2011, 19:46
Amigo Balotta,
Há algumas discrepâncias em seu post.
1. O Espírito A Verdade (e não Da Verdade), não é um conjunto de Espíritos mas sim um só, uma individualidade que presidiu a tudo em termos do que veio a ser a Doutrina Espírita.

2.Não, ele não se esquivou de responder, já que está explicado que a tudo que tenha de vir por Revelações, há que esperar ordem e o tempo correto.

3.Também não é a visão de "ação e reação" contida em toda a obra básica, esta visão veio de Espíritos que ditaram suas opiniões posteriormente ao nascimento da doutrina. Esta elenca o termo Causa e Efeito, para designar uma lei natural que vige sobre tudo e todos.

4.Segundo a doutrina, permita-me explicar, o que existe para que se consiga algo é o mérito e não o merecimento, pois mérito advém de trabalho próprio e perseverante, além de sério e isento.

5. Na realidade por presidir e em algumas vezes dar sua contribuição, quando pedida por evocação o Espírito A Verdade legou à plêiade de Espíritos Superiores, que tinham a missão de propagar as idéias que a Divindade fez com que fossem os portadores o trabalho desta propagação das notícias espíritas, conforme vemos na RE e no LE.
Aliás, sobre ciência, há mesmo ao item XVII do LM imprtante ensino prestado por São Luiz:

"Meus amigos, deixai que vos de um conselho, visto que palmilhais um terreno novo e que, se seguirdes a rota que vos indicamos, não vos transviareis.
Tem-se-vos dito uma coisa muito verdadeira, que desejamos relembrar-vos: que o Espiritismo é simplesmente uma moral e que não deverá sair, nem muito, nem pouco, dos limites da filosofia, se não quiser cair no domínio da curiosidade.
Deixai de lado as questões de ciência: a missão dos Espíritos não é resolvê-las, poupando-vos ao trabalho das pesquisas; mas, procurai tornar-vos melhores, porquanto é assim que realmente progredireis."
Abraços e agradeço o obséquio de de possibilitar tais explicações.
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Haga em 24 de Maio de 2011, 08:46
Waldo Vieira vem estrelando o Youtube na internet e por outros meios ele já disse que:
   
    - Jesus-Cristo encarnou como uma mulher judia.
    - "Jesus reencarnará ainda outras vezes para despojar-se do psicossoma".
    - Jesus é um "serenão", tanto quanto Eurípedes Barsanulfo e outros. ("Serenão" e "serenona", em terminologia inventada na "Waldópolis" de Foz do Iguaçu, são seres altamente evoluídos).
    - Jesus-Cristo prejudicou o cristianismo devido ao excesso de resignação.
    - Sócrates e Jesus-Cristo praticaram suicídio autoconsciente.
    - “J. Cristo é o culpado por tantas guerras que ocorreram até hoje" (Jesus é sempre tratado irreverentemente de J. Cristo).
    - "Tento discernir com lógica, com bom senso, além das palavras ensinadas por ele" (Por Jesus).
    - "Não existe a Ciência Espírita".
    - “Pobre do homem que se deixa levar pela religião.”         
    - "O Livro dos Espíritos contém: arcaísmos óbvios, termos obsoletos, expressões inadequadas, comparações errôneas, repetições desnecessárias, divergências de linguagem, influências religiosas dos meados do século XIX, assuntos superados, contradições aparentes, absurdos científicos ante a ciência atual".
    - Santo Agostinho e São Luiz eram "guias cegos".
    - O erro de Allan Kardec foi "apelar para Jesus-Cristo".
    - A Codificação foi "escrita às pressas".
    - "O espiritismo só serve para consolar as pessoas; A conscienciologia está aqui para instruir as pessoas".
    - “A conscienciologia já deixou para trás e ultrapassou, há muito tempo, o espiritismo, e oferece muito mais cabedais.”       
    - Na "Waldópolis" de Foz do Iguaçu vige uma divertida terminologia própria, inventada em substituição a termos como encarnação, desencarnação, desdobramento, perispírito, etc. (Em psicologia, dá-se a esse distúrbio mental o nome de síndrome de Asperger).
    - Chico Xavier fraudava nas sessões de materializações, cujos frascos de perfume foram encontrados escondidos num armário e o Chico chorou muito na ocasião do flagrante. (Encontrados pelo próprio Waldo).
    - As fotos das materializações de Uberaba, em 1964, foram manipuladas.
    - Chico Xavier mistificava nas mensagens recebidas nas reuniões públicas com recados de familiares e de amigos ali presentes, cujos dados ele obtinha, antes, junto aos parentes.
    - Quando em viagem aos EUA, Chico Xavier não queria voltar para o Brasil e foi dissuadido a não abandonar a missão. (Dissuadido pelo Waldo.)
    - Chico Xavier saiu de Pedro Leopoldo em meio a um grande escândalo e foi ajudado financeiramente pelo Waldo. (A história da saída do Chico foi mesmo muito desagradável, mas está sendo maldosamente escandalizada pelo Waldo.)
    - O romance Há 2.000 Anos é uma ficção.
    - Recebia André Luiz muito antes de conhecer Chico Xavier.
    - Foi quem revelou para o Chico Xavier quem era o André Luiz. (No entanto, o Chico escreveu que foi apresentado ao André Luiz antes de iniciar a psicografia de Nosso Lar.)
    - Nega tenha sido o poeta inglês Robert Browning (A despeito de pesquisa do insigne pesquisador Hermínio Corrêa de Miranda, nunca negada pelo Waldo).
    - Diz-se agora a reencarnação de Nostradamus.
    - Reencarnou na China várias vezes. (A China agora é potência mundial; todo mundo quer ser chinês...).
    - É a reencarnação de Zéfiro, guia familiar de Allan Kardec (Se dizem que Chico Xavier é Allan Kardec, melhor e mais importante é ser o guia de Allan Kardec.).   
    - "Eu, como Zéfiro, já dissera a Kardec que ele deveria somente escrever O Livro dos Espíritos. O restante da obra foi perda de tempo".
    - "Eu, como Zéfiro, inspirei  Balzac a escrever o livro Cristo Espera por Ti” (Sem dúvida, uma das mais importantes obras até hoje publicadas como prova da faculdade mediúnica).
    - Ficou trezentos anos sem reencarnar, estudando na espiritualidade.
    - "Chico Xavier sempre quis ser santo, ser santificado".
    - "A FEB não inclui mais meu nome nos livros que psicografei de André Luiz". (É mentira).
    - André Luiz é Carlos Chagas.
 
    Faz sentido. Tudo faz sentido.
    (Nota: os parênteses são meus.)
 
    LUCIANO DOS ANJOS
    Rio, 23.1.2011
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: EsoEstudos em 25 de Maio de 2011, 00:41

http://www.tertuliaconscienciologia.org/carta_online_blogueiros_espiritas.pdf


Carta do Waldão aos "blogueiros espíritas":


Carta Online aos Blogueiros Espíritas
Transcrita da comunicação verbal na tertúlia do dia 14 de Abril de 2010.
Waldo Vieira
Vou ler aqui alguns dados dessa carta, uma carta online para vocês.
Todos vocês que estão debatendo aí a minha personalidade, o que eu
considero que é uma honra, não mereço tanto, vocês devem esquecer a minha
pessoa e lembrar daquilo que eu faço questão de mostrar aqui: ideias, ideias
avançadas, fora de série, terríveis, a tares, muito difícil de ser feita, antipática
do jeito que ela está sendo. Eu estou defendendo a tares, porque o negócio
é antipático, e é difícil. Fazer a consolação é bobagem, é entrar na santidade,
já entrei nessa em muitas vidas anteriores e, a maioria de vocês, vocês estão
repetindo a vida. Então, lá vai a minha carta para vocês.
Se você blogueiro espírita, defensor de Allan Kardec e J. Cristo, tem
algum desenvolvimento de alguma mediunidade, aceite esse desafio. Venha
à Cognópolis, aqui em Foz do Iguaçu, e teste a qualidade do ambiente
energético no qual vivemos, ou seja, o holopensene, a egrégora, a energosfera
local, e veja se temos assistência dos bons espíritos. Esse é o tira-teima, em
vez de falar à distância, ou jogar invencionices, infâmias e tolices infantis
sobre a minha pessoa que nada vale; interessam, sim, os temas transcendentes
estudados aqui, gostar da aplicação prática e evolutiva dos assuntos sob
pesquisa no Tertuliarium, in loco, de visu, cara a cara. Venha debater conosco.
O movimento espírita tem dificuldade para pesquisar as idéias novas.
O melhor seria vocês organizarem eficiente comissão técnica, e virem ver de
perto a Cognópolis e o CEAEC, em vez de estarem falando tolices
e escrevendo bobagens na internet, a fim de constatarem os efeitos das tarefas
do esclarecimento sobre as tarefas da consolação, nas quais a verdadeira
caridade que vocês pregam tanto, está nas pesquisas universais das verdades
relativas, nas omnipesquisas, pesquisar tudo o que seja positivo, e não ficarem
marcando passo, repetindo experiências nesse movimento espiritista transformado
hoje em mera seita cristã, sob os auspícios das Federações Espíritas.
Isso é perda de tempo. Há 44 anos eu vi isso. Naquela ocasião, eu tinha só 34
anos e, no entanto, já tinha lucidez para ver isso. E vocês aí que têm mais de
34 anos, pensem bem como é isso.
Venham ver se estou obsediado, ou se já estou gagá, aos 78 anos de
idade física. O mais inteligente é averiguar por vocês mesmos, diretamente.
As portas estão abertas, eu nunca fechei as portas para ninguém, eu atendo
todo mundo que aparece aqui. Venham até aqui e me sabatinem.
O Tertuliarium foi construído para promover debates técnicos úteis. Sejam as
interpelações boas que vocês têm que procurar.
Então, eu vou dar uma dica, falando na linguagem de vocês, voltando
a ser espírita do jeito que eu era há 44 anos. Sigam as interpelações de Cairbar
Schutel e Leopoldo Machado, personalidades corajosas que enfrentaram
polêmicas úteis. Sigam esses luminares do neopensamento avançado. Eles
também evoluíram e não ficaram parados no tempo hoje, nessas idéias
antiquadas. Saiam agora do corpo humano, ou na linguagem de Allan Kardec,
emancipem as suas almas através do desdobramento e encontrem esses
pioneiros do movimento espírita do Brasil, conversem diretamente ou
telepatizem com eles diretamente, paraolhos nos paraolhos e vejam o que
acontece.
Eles aparecem aqui de vez em quando para mim. Eles também acham
que tudo o que eles fizeram era o curso primário, hoje estão, pelo menos, no
curso secundário. E olha, Cairbar Schutel ainda tem as instituições todas em
Matão. Leopoldo Machado, fora de série, com todas as coisas, ainda inspira
um monte de instituições espíritas por aí.
Agora, preparem-se para as realidades novas, se vocês aparecerem aqui
ou se forem encontrar Cairbar Schutel ou Leopoldo Machado.
A Conscienciologia já deixou e ultrapassou, há muito tempo, o Espiritismo,
deixou para trás e oferece a vocês muito mais cabedais, enriquecimento de
bagagem de conhecimento para encarar essa vida e enfrentar a desencarnação
próxima. Transcendam a mera teoria. Pesquisem a nossa vivência dia-a-dia na
Cognópolis. As portas estão abertas para vocês. Há a equipe de atendimento
aqui. Deixemos de lado as conversas moles dos blogues. Pesquisemos,
regaçando as mangas da camisa.
E, olha, para vocês todos, ao avançar da vida e, portanto, da idade física,
ganha-se equanimidade com relação ao futuro da dessoma da qual eu me
aproximo. Não se pensa mais em responder com ênfase às críticas. Eu estou
com essa ênfase toda porque eu não sei também falar das verdades, sem
mostrar minhas energias. Mas o que interessa hoje não é eu responder com
ênfase, por isso é que não respondo isso todo dia, nem tenho blogue, vocês
não vão encontrar blogue meu, eu não respondo essas bobagens, essas tolices.
Agora o que é que se passa, o que interessa para mim hoje é julgar a mim
mesmo, é o problema de estar fazendo o julgamento da minha verdade, porque
eu sou um dos primeiros aqui que vão encontrar com o Transmentor, que
é o evoluciólogo, que é aquele que o nosso amigo Frederico Figner encontrou
lá no “Voltei”, etc. e tal, mais ou menos daquele jeito. A verdade é cada vez
mais e mais relevante para mim e mais próxima da minha realidade. Pensem
nisso.
E para todos aqueles que me deram atenção, o meu muito obrigado por
sua atenção. Qualquer coisa, estamos aí, ou vamos encontrar depois da
desencarnação, paraolhos nos paraolhos. Fale a verdade para você não se
arrepender amanhã e cuidado com a melex.
Gente, eu precisava de falar isso aqui hoje porque esse negócio está
acumulando e algumas pessoas me pediram para eu falar essas coisas
seriamente, porque está acumulando. Eu não me defendo, então, vem o povo
para me defender.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Arius em 25 de Maio de 2011, 02:21
Uma mediunidade tão promissora como esta, uma pena.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 25 de Maio de 2011, 14:57
Este tópico abriu a chance de fazer um "comercial" hehehe
Em agosto,gente amiga, estarei junto com a Mirina e a Mizica, a fazer, com elas, o estudo sobre o tema paixão.
A cartinha do Waldo vem bem a calhar como um exemplo a mais!
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: phd_angel em 26 de Maio de 2011, 01:21
O pessoal... deixa o Waldo em paz... Sim, ele tem seu ego e diz certas besteiras, mas ele tambem diz muita verdade.

Em essencia, ele esta' dizendo que ninguem e' perfeito: nem mesmo Jota Cristo nem o Chicao.

Basta parar e pensar, pra ver a logica afiada do Waldo. O resto e' fumacca...

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: BeaSousa em 26 de Junho de 2011, 18:45
Meu irmãos, eu posso estar muito errada no que vou dizer agora,mas compreendam. Waldo Vieira,um homem que é capaz de chamar Chico Xavier de farsante, dizendo que suas psicografias eram fajutas,na minha opinião,não merece a credibilidade que muitos lhe dão.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: thawan em 09 de Novembro de 2011, 22:42
Claro devomos repeita-lo? SIM!!! No entanto eu pesso que ele fala mutas coisas sem sentido, um deles é considerar a Doutrina Espirita uma Religiao... Penso que ele se equivoca muito a tratar de certos assuntos um deles é a substituição dos Médiums, agora paremos em pensemos: Kardec claro iria levar para o lado dele... a igreja catolica na época era doida... ou seja ele fala muto de Jesus para a Igraja Catolica nao interferir muito no trabalho dele!!! Ele fez isso apenas com o Evangelio Segund o Espiritismo. Bom... torno a falar, como ele pode dizer uma coisa, se o Waldo mesmo disse que nao teve com Kardec, como ele pode criticar o trabalho do mesmo??? Penso que so o Kardec pode responder a essas questoes... no meu humilde ponto de vista ele se equivoca muito a dizer as coisas...

Se Estiver erra por favor irmãos me corrijam...

Abraços Fraternais
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Amigo em 09 de Novembro de 2011, 23:20
BeaSousa, Não discuto q a moral de Chico é impresionante,mas pode crer,ele erra tambem e errou muitas vezes na base doutrinária...Nesse ponto estejamos de acordo,ninguem é falível ;)
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Amigo em 09 de Novembro de 2011, 23:26
No entanto eu pesso que ele fala mutas coisas sem sentido, um deles é considerar a Doutrina Espirita uma Religiao...

Olá amigo, Leia a Revista de 1868  Dez/na escrita de Kardec sobre que ele diz do Espiritismo ser religião e seu Credo... Sim! Espiritismo tem seu Credo

http://ensaiosdahoraextrema.blogspot.com/2010/05/o-credo-espirita.html
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Amigo em 09 de Novembro de 2011, 23:43
Crer num Deus Todo-Poderoso, soberanamente justo e bom; crer na alma e em sua imortalidade; na preexistência da alma como única justificação do presente; na pluralidade das existências como meio de expiação, de reparação e de adiantamento intelectual e moral; na perfectibilidade dos seres mais imperfeitos; na felicidade crescente com a perfeição; na eqüitativa remuneração do bem e do mal, segundo o princípio: a cada um segundo as suas obras; na igualdade da justiça para todos, sem exceções, favores nem privilégios para nenhuma criatura; na duração da expiação limitada à da imperfeição; no livre-arbítrio do homem, que lhe deixa sempre a escolha entre o bem e o mal; crer na continuidade das relações entre o mundo visível e o mundo invisível; na solidariedade que religa todos os seres passados, presentes e futuros, encarnados e desencarnados; considerar a vida terrestre como transitória e uma das fases da vida do Espírito, que é eterno; aceitar corajosamente as provações, em vista de um futuro mais invejável que o presente; praticar a caridade em pensamentos, em palavras e obras na mais larga acepção do termo; esforçar-se cada dia para ser melhor que na véspera, extirpando toda imperfeição de sua alma; submeter todas as crenças ao controle do livre-exame e da razão, e nada aceitar pela fé cega; respeitar todas as crenças sinceras, por mais irracionais que nos pareçam, e não violentar a consciência de ninguém; ver, enfim, nas descobertas da Ciência, a revelação das leis da Natureza, que são as leis de Deus: eis o Credo, a religião do Espiritismo, religião que pode conciliar-se com todos os cultos, isto é, com todas as maneiras de adorar a Deus. É o laço que deve unir todos os espíritas numa santa comunhão de pensamentos, esperando que ligue todos os homens sob a bandeira da fraternidade universal.[7]
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: cristiane faria em 09 de Novembro de 2011, 23:48
Sou nova aqui no blog e gosto e acredito no espiritismo, não como religião mas como filosofia de vida que nos dá respostas concretas as questões que não encontrei em nenhuma religião...
 Mas na minha humilde opinião, o que muitas vezes pude constatar aqui no blog, Vejo um certo fanatismo nos debates, principalmento por parte dos moderadores(desculpem-me o desabafo), pois cada um quer ser detentor da verdade e vencer o debate. Não gosto de debates, acho que a verdade de hoje podera ser o engano de amanhã. No passado ao afirmar-se que a Terra era redonda era considerado Herege...Irmãos vamos pregar e fazer o bém sem olhar a quem. Euleio vários atores espíritas, um contradiz o outro em certos aspectos, mas isso nunca me influenciou negativamente, afinal eu filtro apenas aquilo que meu coraçaõ e meu raciocínio assimila como "verdade". Pois a Verdade quem a tem é apenas o Criador...
Me desculpem, expressei apenas minha opinião. Que a Paz esteja com vocês.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: EsoEstudos em 10 de Novembro de 2011, 00:06
Sou nova aqui no blog e gosto e acredito no espiritismo, não como religião mas como filosofia de vida que nos dá respostas concretas as questões que não encontrei em nenhuma religião...
 Mas na minha humilde opinião, o que muitas vezes pude constatar aqui no blog, Vejo um certo fanatismo nos debates, principalmento por parte dos moderadores(desculpem-me o desabafo), pois cada um quer ser detentor da verdade e vencer o debate. Não gosto de debates, acho que a verdade de hoje podera ser o engano de amanhã. No passado ao afirmar-se que a Terra era redonda era considerado Herege...Irmãos vamos pregar e fazer o bém sem olhar a quem. Euleio vários atores espíritas, um contradiz o outro em certos aspectos, mas isso nunca me influenciou negativamente, afinal eu filtro apenas aquilo que meu coraçaõ e meu raciocínio assimila como "verdade". Pois a Verdade quem a tem é apenas o Criador...
Me desculpem, expressei apenas minha opinião. Que a Paz esteja com vocês.


Não há o que desculpar.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 10 de Novembro de 2011, 13:47
As questões de crença são por isso mesmo um credo, ou seja é aquilo em que acreditamos.
Ora se sou Espírita o meu credo é o doutrinário.
Espiritismo também é uma crença mas isso não o faz uma religião.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: thawan em 15 de Novembro de 2011, 15:29
Sou nova aqui no blog e gosto e acredito no espiritismo, não como religião mas como filosofia de vida que nos dá respostas concretas as questões que não encontrei em nenhuma religião...
 Mas na minha humilde opinião, o que muitas vezes pude constatar aqui no blog, Vejo um certo fanatismo nos debates, principalmento por parte dos moderadores(desculpem-me o desabafo), pois cada um quer ser detentor da verdade e vencer o debate. Não gosto de debates, acho que a verdade de hoje podera ser o engano de amanhã. No passado ao afirmar-se que a Terra era redonda era considerado Herege...Irmãos vamos pregar e fazer o bém sem olhar a quem. Euleio vários atores espíritas, um contradiz o outro em certos aspectos, mas isso nunca me influenciou negativamente, afinal eu filtro apenas aquilo que meu coraçaõ e meu raciocínio assimila como "verdade". Pois a Verdade quem a tem é apenas o Criador...
Me desculpem, expressei apenas minha opinião. Que a Paz esteja com vocês.


Está Inteiramente Correta Irmã!!! E Não tem de Deculpar nada... è a Sua Opnião..
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: thawan em 15 de Novembro de 2011, 15:41
As questões de crença são por isso mesmo um credo, ou seja é aquilo em que acreditamos.
Ora se sou Espírita o meu credo é o doutrinário.
Espiritismo também é uma crença mas isso não o faz uma religião.
Abraços,
Moura


Explique Melhor para gente Irmão... Afinal A DOUTRINA ESPIRITA É UMA religião ou NÃO??? tem um CREDO ou não??

brigado pela Ateção Irmão... vamos esclarecer logo isso de uma vez!!!
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: maria.ma@ em 15 de Novembro de 2011, 17:25
Espiritismo não é uma religião, é uma filosofia de vida.

As questões de crença são por isso mesmo um credo, ou seja é aquilo em que acreditamos.
Ora se sou Espírita o meu credo é o doutrinário.
Espiritismo também é uma crença mas isso não o faz uma religião.
Abraços,
Moura


Explique Melhor para gente Irmão... Afinal A DOUTRINA ESPIRITA É UMA religião ou NÃO??? tem um CREDO ou não??

brigado pela Ateção Irmão... vamos esclarecer logo isso de uma vez!!!
Título: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Carlos.Morelli em 15 de Novembro de 2011, 18:31
Aproveitando o assunto, o que faz as pessoas perguntarem isso, se é ou nao uma religiao ?

Eu responderia com outra pergunta, o que é religiao para vocês?

Para mim tudo que siga os ensinamentos de nosso mestre , é uma religiao , afinal só existe um único criador e um único mestre, ou nao?

Então para que classificar varias religiões ? não estaríamos errados em afirmar que uma é mais certa que a outra? Estaríamos assim seguindo os passos de quem ? do mestre ou do homem?

Na minha opnião se quer considerar o espiritismo uma religiao, que considere, afinal ele tb segue os ensinamentos de cristo.

Embora seja uma doutrina , para mim sempre será minha religião de escolha.

Fiquem com Deus

Carlos


Sent from my iPhone using Tapatalk
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: thawan em 15 de Novembro de 2011, 18:56
Aproveitando o assunto, o que faz as pessoas perguntarem isso, se é ou nao uma religiao ?

Eu responderia com outra pergunta, o que é religiao para vocês?

Para mim tudo que siga os ensinamentos de nosso mestre , é uma religiao , afinal só existe um único criador e um único mestre, ou nao?

Então para que classificar varias religiões ? não estaríamos errados em afirmar que uma é mais certa que a outra? Estaríamos assim seguindo os passos de quem ? do mestre ou do homem?

Na minha opnião se quer considerar o espiritismo uma religiao, que considere, afinal ele tb segue os ensinamentos de cristo.

Embora seja uma doutrina , para mim sempre será minha religião de escolha.

Fiquem com Deus

Carlos


Sent from my iPhone using Tapatalk


vendo por esse lado tu tem razão Irmão...
Abraços Fraternais
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Le em 15 de Novembro de 2011, 20:25
Há duas coisas que não consigo entender.

1ª nos dias de hoje, com tanta informação disponível em vários meios à disposiçõ, ser possível haver tanta irmãos que não consigam ver claramente a diferenças entre o que cada palavra quer defenir.
 Doutrina
Religião
Gilosofia
Ciência
etcx.

2ª que o irmão Waldo Vieira, que, pelo que pude analisar na sua biografia na NET, tem uma licenciatura o que lhe devia proporcionar capacidade de raciocínio e análise, pudesse falar em erros de Kardec na codificação porquanto enquanto Kardec apenas à doutrina emprestou seu nome de muitos séculos passados aquando da sua encarnação como Druida.
O irmão Waldo coloca-se como ser encarnado a nível superior aos Irmãos desencarnados
inclusivamente ao Espírito superior que na sua humildade apenas se odentificou como
   A Verdade.

Parece-me no mínimo muito pretenciosismo, mas posso estar enganado.

Abraços
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: bff em 15 de Novembro de 2011, 20:54
Por quê a Ciência Espírita não atingiu ainda o merecido nível de  desenvolvimento e credibilidade junto ao meio científico? Porque grandes mentes, como Waldo Vieira, à medida que avançam na pesquisa e conhecimento científico (que deveria confirmar e aprofundar as informações da Doutrina), incham na vaidade. Passam a negar e, naturalmente, a perder a assessoria dos espíritos elevados que os inspiravam. Perdem, também, seu Norte,  Modificam expressões, criam novos termos para dizer as mesmas coisas,  excluem deliberadamente ou negam afirmativas que antecedem suas "descobertas".. Perdem-se nos conhecimentos acessados que estão além de sua real capacidade. Claro, nesse ponto necessariamente precisam negar a Doutrina Espírita e a importância de quaisquer ensinamentos morais, que os chamaria à humildade. (Parece-me, foi o que aconteceu com os capelinos). É uma lástima, pois tenho a impressão que sua missão (de Waldo) neste mundo era de fortalecer a ligação Moral /Ciência. Longe de mim criticar quem quer que seja. Não tenho conhecimento nem moral pra isso. O que exponho é tão somente o meu pensar. Paz a luz para todos.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: hcancela em 15 de Novembro de 2011, 23:58
Aproveitando o assunto, o que faz as pessoas perguntarem isso, se é ou nao uma religiao ?

Eu responderia com outra pergunta, o que é religiao para vocês?

Para mim tudo que siga os ensinamentos de nosso mestre , é uma religiao , afinal só existe um único criador e um único mestre, ou nao?

Então para que classificar varias religiões ? não estaríamos errados em afirmar que uma é mais certa que a outra? Estaríamos assim seguindo os passos de quem ? do mestre ou do homem?

Na minha opnião se quer considerar o espiritismo uma religiao, que considere, afinal ele tb segue os ensinamentos de cristo.

Embora seja uma doutrina , para mim sempre será minha religião de escolha.

Fiquem com Deus

Carlos


Sent from my iPhone using Tapatalk
Olá amigo.
 Compreendo o seu ponto de vista me merecendo o maior respeito, mas " O que Waldo Vieira, diz é um problema dele, não querendo com isto dizer que tenha razão e por muitas razões óbvias, basta ler todo o tópico e chegamos facilmente a este entendimento, para não falar do entendimento racional de quem estuda a codificação Espirita, aliás que o próprio acreditava e sabe-se lá porquê, o deixou de o fazer...Enfim coisas dele.

Espiritismo é" Ciência, Filosófica de consequências morais" isto está no Livro " O que é o espiritismo" de Allan Kardec. De facto só existe um Criador, mas mestres há muitos, Jesus foi o mais puro Espirito que veio a este Planeta, que nós dizemos de Mestre guia e Modelo da humanidade, que trouxe o maior código de conduta moral conhecido até hoje, por isso as consequências morais do Espiritismo.Ora como Ele nada fundou ou escreveu, logicamente não tem cunho religioso, mas de modelo moral a seguir. Não discordo que as pessoas gostem de chamar religião ao Espiritismo porque se precisam das coisas assim , e também por causa de sua Filosofia moral,tudo bem,mas não pode ser chamada de religião, porque não a é.


RELIGIÃO deriva do termo latino "Re-Ligare", que significa "religação" com o divino. Essa definição engloba necessariamente qualquer forma de aspecto místico e religioso, abrangendo seitas, mitologias e quaisquer outras doutrinas ou formas de pensamento que tenham como característica fundamental um conteúdo Metafísico, ou seja, de além do mundo físico.

Isto não é Espiritismo, pode parecer mas não é.( nota minha).
Para terminar, as Religiões podem até ser Filosóficas, mas nem todas as Filosofias são religião.
Lembro que se gostarmos de chamar religião(mesmo não o sendo) beleza, se isso os torna melhores, melhor ainda, desde que nos entendamos, né.

Saudações fraternas
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: AMBonfim em 16 de Novembro de 2011, 01:07
Neste assunto de Espiritismo como Religião, gostaria de fazer um pequeno esclarecimento:
No Estatuto da Sociedade de Estudos Espíritas, de Paris, fundada por Kardec, era proibido discutir Religião, Política e Economia Social.
Porquê? Porque ficaria aberta a adepto de qualquer religião, em princípio. O Espiritismo, porque apoiado nas Leis Naturais, não precisava ser Religião, mas veio como o Consolador Prometido(Cristo não fundou nenhuma Religião) lançar luzes sobre Religiões e Filosofias, quaisquer que fossem...
A Doutrina Espirita nasceu como Ciência e Filosofia de consequências morais,e essa era a proposta, na minha opinião.
Ocorre que os temas que essa ciência e filosofia abarca destrói mitos e dogmas religiosos milenares...
Chegando à nossa Pátria, o Brasil, foi inevitável a migração de milhares de adeptos de outras correntes religiosas que encontraram no Espiritismo as respostas que suas religiões não davam...
E como o aspecto religioso, na minha opinião, é mais fácil de "burlar" e os aspectos Científico e Filosófico são mais difíceis de "deglutir" porque implica estudo constante, perseverança real, debate, troca de idéias, mudança de paradigmas, então o aspecto religioso ganhou espaço, a até virou moda dizer-se espírita, em muitos casos...
Porém, quando Kardec interroga Espíritos que vivem em mundos mais adiantados, eles respondem que não existe ali Religião, porém todos adoram a Deus e cumprem suas Leis, ditadas pela consciência de cada um!
Saudações fraternas
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Amigo em 16 de Novembro de 2011, 02:14
Em resumo, Kardec sustenta que, no sentido filosófico por ele autorizado, o Espiritismo é, sim, uma religião, não o sendo no sentido tradicional, litúrgico, e daí, sim, dizer-se doutrina filosófica e moral, isto é, para evitar confusão com o sentido usual. Mas isso não desmente o sentido filosófico inicialmente afirmado. Em absoluto! Desde que seja esclarecido, pois, qual o sentido em foco, pode-se negar ou afirmar o Espiritismo como religião. No sentido usual, litúrgico, o Espiritismo não é uma religião, por não ser igreja constituída, sacerdócio organizado; todavia, no sentido filosófico especialmente autorizado pelo mestre, o Espiritismo é, sim, uma religião e possui até um credo.

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Amigo em 16 de Novembro de 2011, 02:26
Na primeira matéria da Revista Espírita de dez/1868, que traz seu último discurso à Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas, Kardec diz que, sim, no sentido filosófico, o Espiritismo é uma religião, ao mesmo tempo em que esclarece que não o é na acepção usual do termo, ou seja, a litúrgica. Eis o inafastável fato gramatical. Qualquer negação, pois, desse aspecto religioso kardeciano ao Espiritismo é inteiramente artificial e tendenciosa. E o que não se diz muitas vezes é que, para além de ser ou não ser uma religião, o Espiritismo é, como afirmam São Luís e Kardec, o Cristianismo da Idade Moderna, e este nada tem que ver com Emmanuel ou a F.E.B.


Está provado que o Espiritismo é inseparável das ideias religiosas, principalmente das cristãs; que a negação destas é a negação do Espiritismo.[1]
O Espiritismo é o Cristianismo da Idade Moderna.[2]
O Espiritismo é o Cristianismo apropriado ao desenvolvimento da inteligência e isento dos abusos.[3]
O Cristianismo, tal qual saiu da boca de Jesus, mas apenas tal qual saiu, é invulnerável, porque é a lei de Deus.[4]


O Espiritismo só não seria uma religião, portanto, se o Cristianismo igualmente não o fosse. Vale lembrar isto aqui também, do livro Obras Póstumas:

15 de abril de 1860
(Marselha; médium: Sr. Jorge Genouillat)
(Comunicação transmitida pelo Sr. Brion Dorgeval)
FUTURO DO ESPIRITISMO
O Espiritismo é chamado a desempenhar imenso papel na Terra. Ele reformará a legislação ainda tão freqüentemente contrária às leis divinas; retificará os erros da História; restaurará a religião do Cristo, que se tornou, nas mãos dos padres, objeto de comércio e de tráfico vil; instituirá a verdadeira religião, a religião natural, a que parte do coração e vai diretamente a Deus, sem se deter nas franjas de uma sotaina, ou nos degraus de um altar. Extinguirá para sempre o ateísmo e o materialismo, aos quais alguns homens foram levados pelos incessantes abusos dos que se dizem ministros de Deus, pregam a caridade com uma espada em cada mão, sacrificam às suas ambições e ao espírito de dominação os mais sagrados direitos da Humanidade. – Um Espírito.

30 de abril de 1856
(Em casa do Sr. Roustan; médium: Srta. Japhet)
PRIMEIRA REVELAÇÃO DA MINHA MISSÃO
[...] Deixará de haver religião e uma se fará necessária, mas verdadeira, grande, bela e digna do Criador... Seus primeiros alicerces já foram colocados... Quanto a ti, Rivail, a tua missão é aí. (Livre, a cesta se voltou rapidamente para o meu lado, como o teria feito uma pessoa que me apontasse com o dedo.) A ti, M..., a espada que não fere, porém mata; contra tudo o que é, serás tu o primeiro a vir. Ele, Rivail, virá em segundo lugar: é o obreiro que reconstrói o que foi demolido.
NOTA [DE KARDEC] — Foi essa a primeira revelação positiva da minha missão e confesso que, quando vi a cesta voltar-se bruscamente para o meu lado e designar-me nominativamente, não me pude forrar a certa emoção.


Quando Kardec nega ser o Espiritismo uma religião, nega-o no sentido litúrgico, correspondente a igrejas constituídas, a sacerdócio organizado, ou seja, na acepção usual do termo. O povo pouco distingue tais coisas e tende a confundir o Espiritismo com uma nova igreja. O que fazermos então? Esclarecer o caso! E não declinar dele pela negativa do aspecto religioso tal qual definido por Kardec, lançando o assunto à cômoda vala da igrejificação e, o que é pior, imputando-o à influência de Emmanuel e da F.E.B., o que não procede.
Roustaing, Bezerra de Menezes, Emmanuel e companhia fomentaram um catolicismo reencarnacionista e mediunista, a nova igreja cristã reformada em que o movimento espírita se tornou, sob a liderança da F.E.B. Isso nada absolutamente tem que ver com o Cristianismo da Idade Moderna proclamado na França por Kardec, São Luís, Erasto e companhia, sob a inspiração ímpar do Espírito de Verdade.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Le em 16 de Novembro de 2011, 12:01
Meus caros

Lembrem os tempos da ditadura no Brasil.

Os companheiros da Doutrina na época, pragmàticamente, legalizaram junto das autoridades o Movimento Espírita com um religião podendo manter-se assim sem problemas na prática e divulagação da Doutrina.
Onde isso não foi feito sabe-se o que aconteceu.

Posto isto Espiritismo é o que postulado está pelo Codificador.
Se religião seria mais uma no meio de tantas que já existiam e que continuaram a proliferar.
Teríamos um dirigente máximo nomeado entre os seus pares, auto-instituído ou fosse de que modo fosse, que com a organização definiria o modo de actuar de vcada centro em qualquer parte do globo, o tipo de paramentos que se deveriam usar em cada sessão, etc.
Será o temos? será o queremos?
Muita paz
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 16 de Novembro de 2011, 15:01
Cristiane maninha,
vamos pensar mais detidamente sobre uma afirmação que você nos trás?
Você diz: "sou nova aqui no fórum".
Ora, como uma novata, aliás como qualquer novato, a amiga não pode ainda dar uma opinião centrada sobre aquilo que para você é ainda novidade.
O aspecto doutrinário em que me baseio é que, sem que se detenha um conhecimento aprofundado de algo, e em nosso caso da doutrina, o que se vai fazer, ao se colocar contra ou a favor de alguma coisa, é apenas o exercitar do preconceito.
Note preconceito é tudo aquilo em que nos firmamos sem conhecermos bem o assunto. Se não conhecemos, ou ainda somos novos em tal situação, vamos prestar uma afirmação  fundada apenas naquilo que pensamos ver e que na maioria das vezes não corresponde a verdade.
Veja, um moderador pode e deve se manter aliado ao que a doutrina ensina, e isso não o faz nem fanático  ou vaidoso, mas sim uma pessoa que tem na doutrina a Verdade que ela preconiza.
Por isso a insistência em alguns pontos onde as afirmações devam ser combatidas, pois afinal o fórum é de debates.
Num segundo momento a amiga diz: "Não gosto de debates"
Ora, se a amiga não gosta porque então estar num fórum de debates e estudos da doutrina espírita?
Note, sem que se debata, não se chega a consenso. os debates não são tal como uma luta onde vence  um e perde outro pelo contrário é a forma mais vibrante de se buscar consenso  para um aspecto ainda não apascentado.
por que digo que um espírita convicto tem na doutrina a Verdade?
Ora esta não é mera especulação ou afirmação vã, mas sim, deriva do que está exposto na Revista Espírita, uma das obras básicas, e no LE outra destas.
Lá diz que toda a doutrina é a emanação da consciência divina, logo, de Deus, e que foi passada a nós pelos espíritos superiores, Espíritos estes que estão numa classe em que os eros típicos de nós, já não mais os acometem.
E dia ainda que toda a doutrina foi avaliada por uma plêiade de Espíritos e depois de repassada aos códigos foi reestudada, e reavaliada por milhares de Médiuns desconhecidos entre si e que por evocação dos Espíritos conseguiram uma maioria de respostas em consenso.
Dessarte, maninha, esta a forma e o crivo que nos dá a segurança de insistir num ponto, não como uma briga de galos, pois não se briga quando se procura o conhecimento.
Note mais uma coisa: Aqui não está nenhuma bronca ou algum escárnio para o que a amiga postou,  e o entendimento que tenho pára tal postagem está mesmo dentro daquilo que se espera de pessoa que esteja ingressando  tanto na doutrina quanto neste local.
sigamos pois, em frente e avante, pois o estudo da doutrina é essencial para que essas arestas sejam aparadas.
abração,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 16 de Novembro de 2011, 15:07
Isso mesmo Tawan,
As opiniões mesmo incorretas são o mote deste fórum, e é a elas que os moderadores e foristas tentam conduzir através dos ditamos da doutrina.
abraços,
moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 16 de Novembro de 2011, 15:13
mais uma vez venho relenbrar as palavras do codificador, certificadas pelos Espíritos superiores e uma multidão de outros Espíritos.
"1. A convicção não se forma senão com o tempo, por uma contínua observação feita com um cuidado particular. Os fenômenos espíritas
diferem essencialmente daqueles que se apresentam nas ciências exatas: eles não se produzem à vontade. É preciso compreendê-los quando ocorrem. É vendo-os muito e por longo tempo, que se descobre uma multidão de provas que escapam ao primeiro olhar, sobretudo, quando não se está familiarizado com as condições nas quais eles podem se produzir, e ainda mais quando se leva um espírito de prevenção. Para o observador assíduo e refletido, as provas são bastante: para ele uma palavra, um fato aparentemente insignificante, pode ser um sinal de luz, uma confirmação. Para o observador superficial e de passagem, para o simples curioso, elas nada são.
Eis porque eu não me presto para experiências sem resultado provável.
2. O Espiritismo é ao mesmo tempo uma ciência de observação e uma doutrina filosófica. Como ciência prática, ele consiste nas relações que se podem estabelecer com os Espíritos; como filosofia, ele compreende todas as conseqüências morais que decorrem dessas relações.
Pode-se defini-lo assim:
O Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, da origem e da destinação dos Espíritos, e das suas relações com o mundo corporal."
Allan Kardec in O Que é o Espiritismo.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: eduardo.eds em 14 de Dezembro de 2011, 18:33
Ola

1) Foi Jesus que me levou ao espiritismo...

2) Se o Waldo não reconhece Jesus, pela sua obra, e não pela imagem que as igrejas dão dele, paciência...

3) Se reconhecermos a obra de Jesus como válida...

4) Segundo me parece, o Waldo diz que Kardec "martelou" o Evangelho Segundo o Espiritismo...

5) Eu coloco no prato de uma balança a obra de Kardec e noutra a obra do Waldo Vieira...
 
6) A obra de Kardec nunca se massificou. No mundo qual é proporção das pessoas que conhece o espiritismo?...

7) Antes se desse a massificação!...

Conclusão:

- Respeito o Waldo Vieira com as suas barbas brancas. Faz lembrar o James Randi (será um acaso?) Mas não posso concordar com ele, de maneira nenhuma.

bem hajam

Olá Vitor! Infelizmente tive que cortar sua citação pois não cabia aqui, rs! Mas para quem quer relembrar basta clicar lá encima em "Citação de: Vitor Santos em 09 de Setembro de 2009, 22:59".

Vamos lá:

1) No vídeo, não é citado por Waldo que o fato de Kardec ter mencionado Jesus seja ruim, mas a utilizou como forma de popularizar suas obras e torna-se mais acessível, uma vez que não poderia descartá-la após muitos anos dedicado àquilo.

No entanto, no ponto de vista da conscienciologia, Jesus era um homem bom, provavelmente mais do que boa parte de nós, porém suscetível à erros, que inclusive cometeu alguns em sua época. Vale ressaltar, que devido o catolicismo, o espiritismo também alavancou a imagem dessa personalidade; Jesus. Só por isso! Agora pergunto, porque não, por exemplo, Apolônio de Tiana? (leiam sobre ele). Em sua bibliografia histórica, fica evidente  que ajudou tanto quanto Jesus. Atualmente existe muitas outras grandes personalidades que exigem sérios estudos, assim como Jesus.

2) Jesus deve ser sim um exemplo para você e também para muitos outros, o que não é interessante, e que muito frenquentemente é feito, é enxergá-lo com qualquer tipo de fanatismo, misticismo e idolatrias. O Waldo Vieira quando cita Jesus, não deixa de apontar seus grandes feitos, assim como seus erros, lembre-se; todos que renascem aqui na terra, estão sujeitos a erros, inclusive: eu, você, Dalai Lama, Buda, Madre Teresa de Calcutá, Chico Xavier, Kardec, Waldo Vieira e os próprios espíritos desencarnados...
O que ele fez, foi apenas comentários, e como todo os comentários e opiniões, devem ser respeitados, do contrário, todos que se dizem espíritas, estão apresentando-se como um evangélico os tratariam ao expor suas opiniões...

3) Acho que entendeu errado. A mensagem de Waldo não é apenas para a elite, mas é para quem quer estudar novos conceitos, sem pré-conceitos, sem fanatismos, sem dogmas, quem não quiser, não tem problema, fica com que acha conveniente. Cada um traça o ritmo de sua própria evolução, de acordo com sua compreensão dos fatos. Entendeu?

Não quera ensinar a um evangélico ou alguns católicos em apenas um dia, sobre o espiritismo, pois seria muita informação, não é? Em outras palavras, foi isso que o Waldo colocou.

4) Acredito que no ponto de vista dele, o Evangelho Segundo o Espiritismo, possui muitas informações de caridade na obra de Jesus, e não precisaria ter ido por este caminho, porém, foi mais fácil em vista das crenças da época. Vale salientar então, a questão de número 2, que escrevi logo acima.

Existe varias formas de levar o bem para as pessoas, Kardec fez de uma forma, Chico Xavier também, e o Waldo Vieira, faz de outra maneira; muito conhecida por TARES (Tarefa do Esclarecimento). De acordo com ele, muito mais do que consolar, o esclarecer é mais difícil e ainda melhor. Recomendo uma leitura a respeito disso, pois daria páginas e páginas aqui do forum a respeito da TACON (Tarefa da Consolação) e TARES. Em resumo, Chico Xavier era do movimento da TACON e o Waldo Vieira da TARES. Ambos com incríveis méritos.

5) Não daria tanto crédito à esta balança. Veja bem: Waldo Vieira, através de suas inúmeras projeções da consciência (Kardec abordou sobre este tema em "Emancipação da Alma"), elaborou e compartilhou esta técnica para que fosse possível a todos as pessoas realizarem, criando após essas projeções uma visão universalista, cosmoética e vivenciando sua auto-experiencia de forma irrefutável.

Criou também a TENEPES (Tarefa Energética Pessoal), modificando a vida de muitas espíritos através de uma vida voltada a um trabalho energético para espíritos necessitados e inclusive pessoas encarnadas. Esse trabalho é seríssimo, e é simplesmente um divisor de águas para quem a inicia. Quem inicia este trabalho, só deixará de exercê-la, após sua morte, cedendo boa parte de sua energia para quem necessita, mas, obviamente, quem a pratica recebe inúmeros benefícios também. Cabe um estudo a respeito.

Entre mais de centenas de trabalhos que ele realizou, inclusive algumas reconhecidas como referencia no movimento espírita, há também outras obras que merecem destacar:

Projeções da Consciência: Diário de Experiências Fora do Corpo Humano (1979) / Projeciologia: Panorama das Experiências da Consciência Fora do Corpo Humano (1986) - Considerado a Bíblia da Projeciologia / 700 Experimentos da Conscienciologia (1994) / O que é a Conscienciologia (1994) / Manual da Tenepes: Tarefa Energética Pessoal (1995) / A Natureza Ensina (1996) / Máximas da Conscienciologia (1996) / Minidefinições / Conscienciais (1996) / Nossa Evolução (1996) / Conscienciograma: Técnica de Avaliação da Consciência Integral (1996) / 100 Testes da Concienciometria (1997) / 200 Teáticas da Conscienciologia (1997) / Manual da Dupla Evolutiva (1997) / Manual da Proéxis: Programação Existencial (1997) / Manual da Redação da Conscienciologia (1997) / Temas da Conscienciologia (1997) / Homo sapiens reurbanisatus (2003) / Enciclopédia da Conscienciologia, v. 1 (2006) / Homo sapiens pacificus (2007) / Manual dos Megapensenes Trivocabulares (2009)
Homo sapiens pacificus (2007) / e outras quando era do movimento espírita: Conduta Espírita (1960) / Bem-Aventurados os Simples (1962) / De Coração Para Coração (1962) / Sol nas Almas (1964) / Cristo Espera por Ti (1965) / Seareiros de Volta (1966) / Sonetos de Vida e Luz (1966) / Técnicas de Viver (1967)

Se você pegar por exemplo o livro "700 Experimentos da Conscienciologia (1994)", e reunir (em termos de páginas), todas as obras de Allan Kardec (incluindo os artigos), não chegaria na metade da página deste livro. Obviamente que quantidade de página não é qualidade, consistência, etc. Na verdade estou demonstrando a energia gasta em um assunto tão sério tal como o Waldo Vieira aborda: Conscienciologia e Projeciologia.

Para apimentar ainda mais esta tal balança que você cita (rs!), pesquise um pouco sobre os verbetes, onde pessoas do mundo inteiro pode ajudar a construí-la (sob constantes análises). Talvez seja uma das obras mais grandiosas da atualidade a nível do estudo da consciência.

Veja o tamanho dos "livrinhos" que ainda estão sendo feitos! É de assustar qualquer um. Isto mostra o empenho em abordar um assunto, que diga-se de passagem, é importantíssimo e vasto; a consciência (VOCÊ). O espiritismo, em sua linguagem, deveria abordar mais o tema, porém, de forma mais cientifica, porém, acredito que isso não seja feito como deveria (afirmo isso pois já frequentei centros espíritas).

O que a turma da conscienciologia faz, é o seguinte: pesquisar, estudar, duvidar, experimentar, analisar, e tirar conclusões. Tudo isso de forma frequente, diária.

Vale ressaltar que esse velhinho (Waldo Vieira), ainda hoje (todos os dias - incluindo finais de semana e feriado), faz suas tertúlias (palestras ao vivo), sobre diversos temas da conscienciologia, projeciologia e parapsiquismo lá no IIPC (Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia) em Foz do Iguaçu. Para quem se interessa, pode ver também no site: www.tertuliaconscienciologia.org (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy50ZXJ0dWxpYWNvbnNjaWVuY2lvbG9naWEub3Jn) (se não me engano a partir das 12:30hs).

6) Neste seu tipo de raciocínio, que eu também concordo, nota-se que muitos espíritos, buscando ainda mais explicações racionais, encontram a conscienciologia e a projeciologia como algo que completam-os um pouco mais, pois cada vez mais, encontram-se em busca de informações mais concisas e racionais (o que não há nada de errado nisso).

7) Acredito que o mundo seria melhor sim se todos seguissem os ensinamentos dos espíritos (codificado por Kadec), porém obviamente acredito que o mesmo aconteceria com os ensinamentos da conscienciologia, e de uma forma muito mais intensa, pois vivenciar uma projeção é algo ímpar, que te prova muita coisa em relação ao extrafísico.

Minha Conclusão:

Acho que você deveria ler mais a respeito do trabalho dele e ver o quanto de bom existe lá. Ver também quantas pessoas ele já ajudou e está ajudando. Quantos espíritos tornaram-se melhores. No entanto, Waldo Vieira prefere ensinar muito, com bastante discernimento, ao invés de passar a mão na cabeça. Lembre-se que há várias formas de bondade, caridade, fraternidade.

Prefiro ensinar o pobre dando-lhe informações para se tornar uma pessoa melhor, do que dando-lhe esmolas.

E para quem achar isso ou aquilo de mim, vale ressaltar que estudo de tudo e leio de tudo e tiro minhas próprias conclusões. Li bastante sobre a ciência da projeciologia proposta por Waldo Vieira, pois esclareceu muito as dúvidas que tinha quando eu saia do corpo de forma lúcida, e também foi muito gostoso ao ler sobre a conscienciologia, que é algo interessantíssimo e que aborda o universalismo e a cosmoética. Porém, nunca deixei de lado o Livro dos Espíritos, da qual já estou em minha terceira leitura e nunca enjoo, rs!

Abraços!!!
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 14 de Dezembro de 2011, 19:51
Eduardo,
deixe-me perguntar:
A que classe de Espíritos pertence o Waldo?
Pense bem, mas a resposta é simples.
A regra é clara, uma classe inferior a outra não pode apresentar trabalho de ordem superior que a de maior compreensão, saber e moral.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: eduardo.eds em 16 de Dezembro de 2011, 21:50
Eduardo,
deixe-me perguntar:
A que classe de Espíritos pertence o Waldo?
Pense bem, mas a resposta é simples.
A regra é clara, uma classe inferior a outra não pode apresentar trabalho de ordem superior que a de maior compreensão, saber e moral.
Abraços,
Moura

Só lembrei-me deste tópico agora! Bom... Não sei exatamente a que classe de espírito ele pertence. E também acho que não seria tão simples assim.

Acho que se Kardec fizesse tudo o que fez, e adicionasse o trabalho que vem sendo feito da conscienciologia e projeciologia, seria melhor ainda, mas acredito que o que foi feito, foi o que deu na época! E diga-se de passagem: maravilhoso.

As obras feitas e que vem sendo feitas constantemente na conscienciologia e projeciologia, são boas e úteis para muitos. Há exemplo, suas técnicas projetivas, das quais estão sendo valiosíssimas para mim. Muita coisa que li do Waldo, se comprova para mim através de técnicas e experimentações. Refiro-me à auto-provas, irrefutáveis, e compatíveis ao que li em seus livros. Outra grande obra, essa poderia dizer que espetacular; são os milhares verbetes. Vale realmente apena um estudo a respeito.

É difícil julgar os erros de alguém do nosso ponto de vista, sendo que muita coisa boa para outros tem sido feito por ele, mesmo diante de comentários infelizes dele (que para outros não são infelizes).  Essa infelicidade a que me refiro, também são averiguáveis em  médiuns de grande gabarito que cai em erros. Afinal, quem está 100% passível à erros? Não seria os espíritos perfeitos?

Abraços.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Lucazan em 17 de Dezembro de 2011, 12:23
Caros amigos,

Waldo e Kardec eram ou ainda são espíritos inferiores.

Kardec foi escolhidos entres tantos outros espíritos para a missão da codificação. Trabalhos realizado com grande maestria.

O que é a codificação? São as instruções onde os espíritos sobre a supervisão do espírito A Verdade revelam as leis as quais estamos subordinados. Essas leis revelam as causas dos fenômenos aos quais estamos sujeitos. Portanto quando estudamos os fenômenos, devemos procurar as causas e não criar sistemas e teses através dos efeitos.

Tanto Kardec com Waldo se dedicaram ao estudos dos fenômenos, mas não podemos esquecer que ambos são ou eram inferiores, ou seja, passíveis de erros e enganos, provocados por nossas crenças, cultura e influência de outros espíritos afins.

Devemos respeitar a ambos e ao estudar seus sistemas devemos observar a que lei está sujeito o fenômenos observado. 
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 17 de Dezembro de 2011, 13:56
Mano Lukazan,
o amigo ao menos abriu o LE antes de postar?
Veja que por inferiores, tem-se os Espíritos das classes dos brincalhões e dos maus espíritos,Misturar-se kardec e Waldo nesse caldeirão é formar-se uma nova classe de Espíritos não presente na Escala Espírita que se estuda dos itens 100 a 113 do LE.
Os dois estão, como nós mesmos, na classe dos Imperfeitos, e como nesta classe há uma espécie de pirâmide ad ascensão pelo mérito, Kardec tendo sido a escolha dos Espíritos Superiores, estará bem acima quer de Waldo ou mesmo de nós.
Esta a minha consideração embasada na doutrina.

Em atenção a sua postagem colo aqui o que a obra básica ensina sobre Espíritos impuros:
"102. DECIMA CLASSE. ESPÍRITOS IMPUROS. –
São inclinados ao mal e o fazem objeto de suas preocupações. Como Espíritos, dão
conselhos pérfidos, insuflam a discórdia e a desconfiança e usam todos os disfarces para melhor enganar. Apegam-se às pessoas de caráter bastante fraco para cederem às suas sugestões, a fim de as levar à perda, satisfeitos de poderem retardar o seu adiantamento, ao faze-las sucumbir ante as provas que sofrem."
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Filósofo em 17 de Dezembro de 2011, 13:58
Lucazan;

li o que você escreveu sobre Allan Kardec, e não concordo, quando você diz que ele era um espírito
inferior; na minha opinião, Kardec, era um espírito sábio, que pertencia à categoria dos Bons Espíritos;
porquanto, note, que um espírito inferior, não conseguiria cumprir uma missão daquela dimensão, pois que, a importância de uma missão, guarda relação directa, com a elevação moral e intelectual do espírito;
isto significa, que quanto mais importante for uma missão, tanto maior, moral e intelectualmente falando, terá que ser o espírito que a vai cumprir.

Cumprimentos.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 17 de Dezembro de 2011, 13:59
Você está completamente correto mano Aristocrates.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Lucazan em 17 de Dezembro de 2011, 14:13
Caro Mano Moura,

Você sabe que eu li, e também deve saber que os itens 100 a 103 são de obras de Kardec.

Caros amigos,

Kardec foi escolhidos entres tantos outros espíritos para a missão da codificação. Trabalhos realizado com grande maestria.


Minha visão da perfeição é muito diferente de vocês. E em meu entendimento a missão da codificação era do Espírito A Verdade e Kardec foi apenas o meio escolhido.

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Lucazan em 17 de Dezembro de 2011, 14:15
Não tenho a ambição nem a vaidade de estar com a verdade, são apenas os meus pensamentos.

Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 17 de Dezembro de 2011, 14:45
Mano Luca,
não sei onde você se diferencia daquilo que escrevi  e ao qual você se reportou.
Kardec, espírito encarnado, foi o escolhido entre tantos outros.
eu, em nenhuma das postagens afirmei ou mesmo disse que Kardec seria um Espíritos perfeito, pois e que ele está dentro da mesma classe que nós a da Imperfeição, só que bem acima da gente, na escala moral e intelectual.
Logo, não há discrepância...
O Espírito A Verdade apenas presidiu, porém não é autor dos Ensinos, estes provém da emanação divina, segundo ESE, LE e Revue.
Abração,
Moura

Caro Mano Moura,

Você sabe que eu li, e também deve saber que os itens 100 a 103 são de obras de Kardec.

Caros amigos,

Kardec foi escolhidos entres tantos outros espíritos para a missão da codificação. Trabalhos realizado com grande maestria.


Minha visão da perfeição é muito diferente de vocês. E em meu entendimento a missão da codificação era do Espírito A Verdade e Kardec foi apenas o meio escolhido.


Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 17 de Dezembro de 2011, 14:51
Posso dar uma dica mano Lucazan?
Quando seus pensamentos  estiverem a sofrer algumas contraditas, volte à obra básica.
antes, tome um banho demorado, dispa-se de qualquer preconceito ou estabelecimento consciencial anterior e mergulho nos itens de doutrina.
com certeza, você irá encontrar vírgulas não levadas a efeito na leitura dos textos e mesmo, muita coisa lhe parecerá diferente.
A constatação dessas diferenças entre o que foi lido antes e o que se percebe depois de um tempo nos mostra quantos foram os passos que já demos no progresso que nos é constante.
Bem, estou apenas a repetir um ensino do qual participavam concordes, Herculano, Deolindo, e outros, que me chegou pela voz do Gélio enquanto vivo, pois eu também era considerado "carne de pescoço", cabeça dura etc.
Quando porém, tentei fazer como me disseram, buscando esta verdade sem preconcebimentos, acabei por atestar a validade do conselho recebido, fato pelo qual o repasso agora.
Abraços,
Moura

Não tenho a ambição nem a vaidade de estar com a verdade, são apenas os meus pensamentos.


Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: eduardo.eds em 18 de Dezembro de 2011, 12:52
...pois eu também era considerado "carne de pescoço", cabeça dura etc.

Eu ainda acho que é... rssssss (só pra descontrair... não resisti!)
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 18 de Dezembro de 2011, 14:54
Ih mano, nesse contexto eu também acho que sou ...
Abração,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Filósofo em 23 de Janeiro de 2012, 20:48
Olá amigos;

acho que ficaria melhor assim: Kardec e os erros de Waldo Vieira.


Cumprimentos.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 24 de Janeiro de 2012, 13:58
Faz sentido mano Aristócrates...
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Wellington tkd em 09 de Abril de 2012, 01:36
É muito arriscado, na minha opinião, ter títulos importantes aqui na Terra. A vaidade ataca mesmo, e se não tivermos equilíbrio, bau-bau. Mais títulos, mais chance de cair na vaidade. Agora, vamos ver o seguinte: Kardec, ou melhor, o professor Rivail, quantos títulos nobres ele possuía aqui na Terra e nem por isso deixou-se levar pela vaidade de seus títulos. Agora, muitos de nós, basta um simples diploma universitário e já nos achamos os donos da verdade.  Galera, vamos com calma. As obras de Deus são muito grandes e complexas para dizermos: "é verdade" ou "Falso", "é desta maneira e ponto". Todo cuidado é pouco.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: zarthur em 09 de Abril de 2012, 17:15
Voltando ao tema básico pergunto: alguém sabe por qual razão o Waldo, tão espírita no passado, deixou de sê-lo?

Já ouvi explicações interessantes, mas uma deixou forte impressão pois a pessoa que a revelou disse ter ouvido do próprio Chico, que, como sabemos era muito discreto. Rogou não se comentasse... acontece que entre os ouvintes nem todos eram tão discretos.rsrsrs

O Waldo em determinada encarnação errou gravemente quanto às responsabilidades do lar, por se sentir fortemente atraído por uma mulher que já lhe induzira a erros, no passado.
Como teste para o Waldo, agora já espírita, a tal entidade feminina surge na vida dele. Loira, fazendeira, sedutora e... sem maiores comentários.
O pobre não resistiu; mas como tinha que dar satisfações a Deus e o Credo, inventou uma série de razões para a sua detração.
Alguém sabe de alguma coisa?
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Wellington tkd em 09 de Abril de 2012, 19:56
Em um dos vídeos do Waldo, ele critica até a postura de Cristo! Aí eu perguntaria pra ele:
Então quem é o modelo que devemos seguir, você (Waldo)?
É lamentável saber que tem gente, e não é pouca, que ouve aquilo e leva como verdade, mas, fazer o que né!
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 09 de Abril de 2012, 19:59
É bem como se diz mano Wellington:
Quem não te conhece que te compre, Waldão!
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Wellington tkd em 09 de Abril de 2012, 20:12
Sabe, mano Moura, fiquei pensando aqui. acabei de ler o livro "Sexo e destino" de chico e Waldo. É meio difícil de acreditar que uma pessoa que trabalhou ao lado do Chico, agora desmentir tudo. Fico pensando se isso não pode ser um tipo de obsessão. Graças a Deus, agora que estou participando de reuniões mediunicas, me aprofundando cada vez mais nos estudos da doutrina (é lógico que falta ainda muita coisa pela frente), percebo quanta besteira é dita por aí. Sabe o que é engraçado, Moura? Que nós, espíritas somos vistos por muitos como fortes candidatos a camisa de força. hehehe
Um grande abraço.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 10 de Abril de 2012, 18:37
Mano Wellington,
é que há muita coisa que não se comenta da desunião entre Chico e Waldo.
Melhor deixar quieto hehehe.
Abraços,
Moura
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Rodrigo PP em 22 de Abril de 2012, 19:57
Acho que dentre as diversas contribuições do Espiritismo, tanto para Ciência, Filosofia e Religião, esta última tem um papel destacado. Hoje percebemos que a humanidade, que deveria caminhar de forma equilibrada entre o desenvolvimento intelectual (científico) e o moral, muito mais carece desse último. Concluo então que esse suposto "erro" não faz sentido algum, pelo contrário, vem bem de encontro do que ao que as pessoas mais precisam. O Evangelho Segundo o Espiritismo tem muito a contribuir nessa direção.
Título: Re: Waldo Vieira e os erros de Kardec
Enviado por: Mourarego em 23 de Abril de 2012, 17:58
Caro Rodrigo,
O caráter da D.E é essencialmente de filosofia e ciência sendo suas consequência totalmente morais, quem diz isso é Kardec não eu.
Logo a religião não nos cabe como titulação.
Abraços,
Moura