Forum Espirita

GERAL => Outros Temas => Artigos Espíritas => Tópico iniciado por: jose da silva de jesus em 01 de Maio de 2019, 17:18

Título: Todos pelo bem
Enviado por: jose da silva de jesus em 01 de Maio de 2019, 17:18






Todos pelo bem

Uma das ideias defendidas pela filosofia é a de que o ser humano sempre busca a maior bem para ele próprio e para todos à sua volta. Este conceito foi melhor exposto pelo filósofo Immanuel Kant em seu livro A Crítica da Razão Prática em que ele explica que é um comportamento natural, mesmo que inconsciente, em todas as pessoas esta busca pelo bem maior, pelo bem para si mesmo e também para todos à sua volta.

Lembro na minha infância da novela Vamp, uma comédia em que os vilões são vampiros que tentam a todo custo morder os não-vampiros e trazer eles para o lado do mal. O que naquela época já não fazia muito sentido para mim era esta ideia da busca do mal pelo mal. Porque é uma busca sem muita lógica, pois quem busca o domínio do mal sobre tudo estará buscando também que o mal domine sobre si mesmo, todos à sua volta vão logicamente tentar praticar o mal contra todos, inclusive contra você.

Já os vilões da vida real estão sempre buscando o bem, o bem egoísta para eles próprios, mas ainda sim buscando o bem. Hitler buscava o bem, o bem dele de seu seleto grupo ou da “raça superior” à qual ele acreditava pertencer. Não vemos ele em momento algum dizer que queria implantar um reino do mal, sua motivação era a busca egoísta do seu próprio bem e dos que ele acreditava ser seu povo.

Uma vez ouvi um colega dizer que em certas cidades do nordeste as empregadas domésticas aceitam trabalhar por apenas cem reais ao mês, nisto outro amigo presente disse: “Ai que bom!” Nisto eu indaguei: “Bom para quem?” É óbvio que uma pessoa que se sujeita a trabalhar um mês inteiro por uma quantia que não compra o suficiente para comer da comida mais barata só pode estar desesperada. Seu patrão com certeza conhece este desespero e se aproveita da situação. Mas quando este patrão ou este colega que exclama “Ai que bom!” não fazem isso buscando o mal, eles apenas buscam o bem próprio sem se importar muito com as consequências para os outros.
 
A doutrina espírita ensina que o mal puro não existe, o que existe é a ignorância do bem. Já estas correntes filosóficas defendem que todos buscam o bem e que, mesmo que não pratiquem o bem ao próximo, todos somos capazes de entender a justiça e a moral superior que existe na prática do maior bem coletivo, a busca do melhor para todos à nossa volta. O espiritismo mais uma vez complementa a filosofia acadêmica, ensinando que somos espíritos imortais e em constante evolução e é isso o que leva à evolução gradual das sociedades.

Assim, não existem seres dedicados puramente ao mal, nem mesmo entre os animais irracionais, pois todos buscam o bem de alguma forma. Em um mundo em transição como a terra é fácil ver a divisão que existe entre os que ainda buscam o bem individual egoísta e os que já buscam o bem coletivo.
 
Uns querem o bem da sua nação e adotam bandeiras radicais nacionalistas e muitas vezes misturam ainda a isso um misticismo religioso, começam então a adotar modelos ideais de moral para tudo, criticando todos que não se enquadrem nos seus modelos. Daí surgem ideias como “a família tradicional” “a religião dos eleitos de Deus” “o povo escolhido” e tentam impor estes dogmas a todos, excluindo todos que não se adequem.

Já outros um pouco mais egoístas só querem o bem da sua raça, excluindo até mesmo grupos dentro da sua própria nação e mesmo os que pertencem à sua própria religião. As teorias racistas sempre começam com um suposta ameaça e terminam sempre com a negação de todos os direitos das outras raças.

Aqueles um pouco mais egoístas ainda restringem o bem que desejam no mundo apenas para a sua própria família consanguínea. Estes já não se preocupam com qualquer noção de coletividade e respeito às leis.

Já os seres mais atrasados que conhecemos são os psicopatas ou maníacos que restringem sua busca do bem para o nível individual, sua satisfação material, sexual e seu ego. Estes já não veem nenhum problema em usar a violência física para satisfazer qualquer desejo, incluindo o prazer mórbido de afirmação pessoal por meio da violência gratuita.

Este tipo de busca pelo bem apenas para o indivíduo, sem nenhum respeito por qualquer outro ser é o mais egoísta e individualista e é considerado o mais doentio pela sociedade. Indivíduos com este tipo de personalidade costumam acabar internados em presídios psiquiátricos.

Já aqueles outros um pouco menos egoístas que buscam o bem apenas da sua família, mas ainda ignorando os direitos de todos fora do círculo familiar, são considerados os criminosos menos graves, como os bandidos comuns e do colarinho branco.

Os que querem o bem apenas da sua raça ou da sua nação são ainda considerados mentes doentes pela maioria das pessoas, por não enxergarem o egoísmo que ainda existe neste desejo de um bem exclusivista, que tenta negar direitos básicos à maioria das pessoas.

O bem de todos, o amor universal a todos os seres humanos independente de quaisquer distinções, é o caminho mais lógico e racional, mas só os seres mais moralmente evoluídos conseguem enxergar quanto é inútil a ideia de buscar o bem apenas para si ou apenas para a família mais próxima ou o grupo ao qual pertencem.

Desde o animal irracional no estágio evolutivo mais atrasado até o homem mais esclarecido, todos buscamos conforto, satisfação e felicidade, todos buscamos o bem, só o que nos diferencia é a nossa capacidade de desejar o bem para o maior número de pessoas. Assim fica fácil medir o nosso próprio nível de elevação espiritual se medirmos o quanto desejamos o bem apenas para nós mesmos, ou apenas para aqueles mais próximos a nós, ou para o maior número possível de pessoas.

O evangelho de Jesus nos traçou o melhor exemplo a ser seguido, Jesus pregou para os pecadores de todas as classes sociais, ajudou o romano rico e também o mendigo, exaltou o samaritano estrangeiro e a viúva pobre, foi assim o melhor exemplo prático do conceito filosófico da busca pelo maior bem possível. A filosofia pode nos levar a grandes reflexões sobre a vida e o universo, mas lá no topo da montanha do conhecimento filosófico enxergamos a mesma verdade simples: o amor ao próximo é o objetivo maior de todos aqueles que encontraram a iluminação intelectual e espiritual.



Gostou? então curta e compartilhe, sou escritor independente, não ganho dinheiro e não tenho editora, dependo de pessoas como você para divulgar este trabalho,
muito obrigado!


Baixe meus livros de graça:


Receitas Cristãs

PDF - http://bit.ly/2DUio9T


Cristo e o Dinheiro - Um confronto entre a teoria econômica e os princípios cristãos

PDF - http://bit.ly/2FG2e5S

ePub - http://bit.ly/2zsLr0r


Janela de Luz

PDF - http://bit.ly/2AhDafi