Forum Espirita

GERAL => Outros Temas => Artigos Espíritas => Tópico iniciado por: WOLLER em 06 de Agosto de 2005, 03:39

Título: Pobre Chico.... Coitado de Chico....
Enviado por: WOLLER em 06 de Agosto de 2005, 03:39
Olá para todos

Em primeiro de Julho de 2002 a notícia se espalhou por todo o Brasil, dando conta que, no dia anterior, desencarnava o médium mais conhecido de que se teve notícia. Finalmente Deus permitiu que Francisco Cândido Xavier, o Chico, partisse de volta para a Espiritualidade. Mineiro, da cidade de São Leopoldo, Chico passou a quase totalidade da vida psicografando livros e escrevendo mensagens ditadas por Espíritos de pessoas que partiram nas mais variadas situações. Foi uma existência dedicada à divulgação da imortalidade da alma, ao conforto de famílias e multidões. Momentos narrados em livros e prosas por seus seguidores.Nos últimos tempos, porém, Chico vinha sendo motivo de vil exploração por parte dos que o cercavam. Envelhecido, abatido pela idade e enfermidades, teve de enfrentar o assédio e o fanatismo da parentela e amigos. Com freqüência, aparecia na mídia psicografando as costumeiras mensagens. A cena era constrangedora. O médium era literalmente carregado para a mesa do centro espírita. Ali, cercado de exaltados admiradores, se via obrigado a escrever por longo tempo. Ninguém tinha compaixão do homem, nem o deixavam descansar. Qualquer melhora de saúde era motivo para disponibilizá-lo ao trabalho da mediunidade. Cumpriam apenas uma vontade do médium, afirmavam.

E assim agiam, mesmo que o bom senso aconselhasse descanso e recolhimento para aquele homem de saúde débil, carente de sossego e cuidados. Um desses dias apareceu trêmulo, psicografando. Sequer conseguia manter a mão sobre a folha de papel. A pena freqüentemente escorregava para a toalha da mesa. O falar, já não mais conseguia. Mas qualquer som que emitisse era motivo de júbilo para a horda que o atormentava dia e noite.

Idade e problemas à parte, Chico prestou grande serviço à humanidade. Apresentou uma nova visão da vida após a morte, onde o Espírito do homem continua sua experiência de aprendizado, reencarnando-se tantas vezes quanto forem necessárias, até que se purifique e torne-se perfeito. A grande obra do médium, pensamos, não foi o conforto que distribuiu às centenas de famílias que o procuraram, para consolar-se diante da morte "prematura" de parentes. Mas foi ter apresentado a realidade da vida dos Espíritos nas colônias próximas da Terra, dando sentido a certas colocações abstratas da obra de Allan Kardec.

Alma católica, Chico não pôde livrar-se da influência dessa doutrina em seus escritos. Sua maneira de ser e viver achou eco no coração de milhões de brasileiros, em maioria também católicos, que encontraram em suas palavras e procedimentos, similaridade de gostos e tendências comuns. O médium tinha muito a oferecer aos católicos do país. E foi entre eles que conseguiu uma legião de seguidores.

A imprensa do país publicou a notícia em jornais, revistas e reportagens televisivas, relembrando e informando sobre a vida e obra de Francisco. Um semanário chamou o Brasil de "país do Espiritismo". E não é de se admirar que essa imagem esteja vinculada ao médium mineiro. O movimento espírita formou-se à volta de suas mensagens e livros psicografados. Mensagens e mensagens circularam pela Internet, comentando a partida daquele que foi chamado "a antena viva" do Além. Que Deus o tenha.

Chico morreu. E com ele deverá morrer boa parte do movimento espírita que, de espírita pouco ou quase nada tem ou teve em época alguma. Escrevemos estas linhas aproveitando a partida do médium, para refletir um pouco a respeito do que será daqui para frente. Temos afirmado que é preciso fazer algo pela mensagem de Jesus, conforme Allan Kardec a interpretava. Não se pode, porém, deixar essa tarefa nas mãos dos que seguiam Chico Xavier, pelas simples razão de que eles nunca a compreenderam. São pessoas boas, mas apenas isso. Chico, além de bondoso, possuía certo grau de sabedoria que fazia dele um servo diferenciado. Mas não chegava a ser um Espírito superior, como Allan Kardec (para tristeza dos que achavam ser ele a encarnação do Codificador). O mesmo não se dá com seus seguidores. São bondosos, mas não possuem nem traços do saber que possuía seu mestre. Espelhos a refletirem discursos, histórias e ensinos do médium, mas possuem pouco de sua luz.

O centro espírita onde Chico fazia seu "Evangelho" não serve como modelo a quem deseja divulgar e viver a doutrina de Jesus, na visão de Allan Kardec. Não, não se trata de ofensa à boa alma do homem. O motivo é simples: não se tem um Chico em cada centro espírita. O grupo onde trabalhava só funcionava porque ele estava lá. Administrativamente era um caos. Recentemente, escândalos foram publicados na imprensa, envolvendo disputas por dinheiro, oriundos de doações e venda de mimos à multidão que o procurava. Todo mundo tinha conhecimento disso, mas ninguém se manifestava, pois um dos pontos da doutrina pregada pelos Espíritos que inspiraram o trabalho de Chico Xavier, dizia que o mal não merecia comentário em tempo algum, que a tudo se deveria suportar calado. O mal agradeceu, evidentemente. Não se encontra esse tipo de instrução nas obras de Allan Kardec, nem no Evangelho de Jesus. Mas ninguém questionava tal coisa. Poucos conheciam a proposta do Espírito de Verdade.

Chico sofreu todo tipo de humilhação. Até uma desnecessária peruca o convenceram a usar. Um filho adotivo, em todos esses anos, fez dele o que quis. Um forte tráfego de influências cercava o médium mineiro. Os mais abastados se fartavam de sua convivência, enquanto os pobres comiam do que caia da mesa. Personalidade passiva, nunca teve forças para modificar esse estado de coisas.

Francisco Cândido Xavier foi um homem bom, explorado por muitas pessoas e instituições, nem sempre com intenções superiores. Em sua sombra, (e com dinheiro de suas obras) a Federação Espírita Brasileira - FEB, construiu um movimento religioso incomum: mistura de catolicismo com Espiritismo (roustainguismo). Não só ela, mas quem quisesse, poderia encontrar nas palavras do bom mineiro, apoio para sua obra, fosse boa ou ruim. Foi assim com a FEB, com seus tentáculos estaduais e com todas as facções existentes no movimento espírita. Cada qual buscava apoio nas palavras desse homem, que infelizmente não sabia contrariar ninguém. Segunda-feira, no dia posterior à morte do médium, estava uma manhã de sol morno. Pelas ruas da cidade, a vida seguia sem qualquer sinal de interrupção. Os homens ocupavam-se das tarefas cotidianas. Ouvi uma pessoa comentando: "Vocês viram que Chico Xavier morreu? Coitado, né?...". Adiante, um radialista comentava: "Ontem, o grande médium Chico Xavier morreu". "Tanta gente ruim continua viva, não é mesmo? E ele, um homem tão bom, morreu. Coitado...".

Quanto tempo havia se passado, com esse bom homem ensinando justamente o contrário. Que a vida verdadeira é além da morte. Tantos anos confortando pessoas, escrevendo centenas de livros, distribuindo pão e palavra. O quê, de verdade, teria conseguido? Só Deus o sabe. Pelo comportamento dos milhões de admiradores após sua morte, pode-se dizer que continuam católicos, como eram antes de conhecê-lo. A idéia geral permanece: para eles, morrer é sofrer. E, por mais conhecida que seja a mensagem desse nosso amigo, muito ainda há por fazer, pois o mundo continua ignorante das coisas espirituais. As pessoas continuam vivendo como cegas e surdas. Por mais que se grite a Verdade, poucos podem ouvi-la. O mundo está desabando. As pessoas seguem.

Muitos receberam provas da vida espiritual pelas mãos desse médium e de outros tantos, que, no anonimato, semeiam a boa semente. Mas seguem como se nada houvesse visto ou ouvido. Qual será o fim dessas coisas? O Evangelho responde: Não se colhem uvas dos espinheiros. O resultado não vai ser nada bom. Pobre Chico... Coitado de Chico. Coitada da humanidade!

Abraços fraternos

WOLLER
Título: Re: Pobre Chico.... Coitado de Chico....
Enviado por: VS em 06 de Agosto de 2005, 11:47
Olá Woller

Coitado do Xico?

- Eu não sei onde pára esse bom homem, mas estou completamente convicto que estará numa morada bem feliz, que conquistou nesta e/ou noutras vidas terrenas.

Coitada da humanidade?

-  A humanidade é como uma criança. Precisa de tempo para crescer. Não há que ter pena. De qualquer modo, se houve muitos a quem a obra do Xico Xavier não tocou, estou convicto de que também houve muitos que por ele foram ajudados e que lhe estão muito agradecidos.

Bem hajas
Vitor Santos
Título: Re: Pobre Chico.... Coitado de Chico....
Enviado por: Liana em 09 de Agosto de 2005, 06:28
Olá Amigos

O Chico foi um grande homem, que nos deu exemplos valiosos.
Ensinou e exemplificou a caridade, assim como a humildade, a tolerância, a paciência, a disciplina, enfim , o que é ser cristão.
O seus ensinamentos e exemplos, estão ai, basta segui-los,... não morreram com ele.
Coitado do Chico? Se alguns se perderam com sua morte, outros tantos se encontraram, através de seus ensinamentos e exemplos.
Coitada da humanidade?
Concordo com o Vitor, não há que se ter pena, a humanidade caminha, em passos lentos, mais caminha.
A natureza não da saltos, caminha passo a passo!

Muita Paz
Liana
Título: Re: Pobre Chico.... Coitado de Chico....
Enviado por: Mourarego em 10 de Agosto de 2005, 13:10
É isso Woller,
é triste mas é a verdade. E como Erasto Diz e Kardec confirma, o mal tem de ser mostrado para que outros não incorram no mesmo erro.
Chico, esse sofreu em vida o dissabor de ver os vendilhões do MEB a satisfazerem sua cupidez, por debaixo dos panos Febeanos. A frentye do CE onde o Chico trabalhava era uma babel, vendia-se de tudo com a cara do Chico, de copinho de água a papel higiênico, pobre Chico... E o papel higiênico nem era perfumado...
Quem por lá esteve viu o descalabro, soube dos processos envolvendo o filho adotivo e o cunhado, soube de muita coisa triste, com a qual o Chico não concordava mas que em sua pusilanimidade observava calado.
Grande exemplo de dedicação à causa espírita, Chico foi sempre esse misto de católico e Espírita, venerando Maria como  tenho textualmente em gravação dele mesmo no programa Pinga Fogo acontecido há muito tempo na extinta TV Tupy de São Paulo.
Mas trabalhou duramente, depois de ter seu nome envolvido em falsificação de obra, divorciou-se da mãe FEB e seguiu sozinho(pensava ele), atras de si trazendo uma malta que dele sempre tirava nacos, sofreu calado, eu não sofreria, mas ele é Chico e eu nem Francisco sou.
Bjos a todos, e a vc meu mano querido.
Moura
Título: Re: Pobre Chico.... Coitado de Chico....
Enviado por: VS em 10 de Agosto de 2005, 17:37
Olá amigo Moura

Fico feliz por o encontrar por aqui. Então a sua saude? Parece que teve um susto?

Bem haja
Vitor santos
Título: Re: Pobre Chico.... Coitado de Chico....
Enviado por: Mourarego em 10 de Agosto de 2005, 18:58
Vitor meu mano,
susto e meio foi o que eu tive!
Estou com uma das tres coronárias entupida, e as outras precisando de desobsrução. Isso fez com que um enfarte me pegasse pelo pé.
Amanhã estou marcando  a angioplastia para desobstruir as coronárias que podem ser desobstruidas, para depois mais fortalecido, poder fazer a safena ou by-pass. Assim, por enquanto estou como  mulher grávida, querendo, mas sem poder fazer o que sempre fiz.
Fazer o que não? Pelo menos o Pai me poupou a viagem até o Umbral, por enquanto hehehe.
Abraços,
Moura
Título: Re: Pobre Chico.... Coitado de Chico....
Enviado por: VS em 10 de Agosto de 2005, 19:48
Olá Moura Rego

Hoje em dia a cardiologia está muito desenvolvida. Espero que seja só um susto e que a medicina lhe devolva a qualidade de vida. Pelo menos é o que eu desejo e julgo que todos desejam por aqui pelo fórum.

Melhoras rápidas

Vitor Santos

Título: Re: Pobre Chico.... Coitado de Chico....
Enviado por: WOLLER em 11 de Agosto de 2005, 01:18
  Amigo e mano Moura

  Você não sabe como fico feliz em ver você aqui novamente.
  Com certeza, estavamos todos sentindo sua falta, e rezamos muito para que
  você se recuperasse.
  Você disse ao amigo Vitor que ainda está em tratamento, em compasso de
  espera....
  Meu amigo, tenha fé, tudo vai dar certo.
  E se Deus quizer, em breve você estara novinho em folha!!!
  Estamos todos torcendo e fazendo vibrações para que tudo corra bem contigo.
  Que Deus e os Bons Espíritos te amparem e te protejam.
  Fique com Deus!

  Um Grande Abraço

  Muita Paz, Luz e saúde para você!

  WOLLER
Título: Re: Pobre Chico.... Coitado de Chico....
Enviado por: Mourarego em 11 de Agosto de 2005, 15:47
Meus maninhos,
é mesmo  muito bom  saber que temos amigos que se preocupam conosco. Tenho sentido falta de participar mais, só ontem consegui voltar aos estudos da Sala Filosofia Espírita e ainda assim só para o Estudo da noite, não tendoobtido o consentimento  para prosseguir no tema livre de após ao estudo. Mesmo assim fiquei feliz por estar entre os amigos de muitas parte do Brasil e de Portugal que  nos vão dar o prazer da participação.
Hoje oro por todos voces, sentida e agradecidamente.
Abraços,
Moura
Título: Re: Pobre Chico.... Coitado de Chico....
Enviado por: SB em 11 de Agosto de 2005, 16:53
Embora não seja o topico mais indicado, não poderia de deixar de me manisfestar  :D

Bem hajas maninho!

Fico tb, contente por ja estares entre nós "virtualmente", pq em nossos corações sempre estas!

Beijo e recuperação rápida!
Título: Re: Pobre Chico.... Coitado de Chico....
Enviado por: Liana em 12 de Agosto de 2005, 03:58
Olá amigo Moura

Como diz a Susana, esse não é o lugar ideal, mas, aproveito as manifestações de carinho e amizade que estás recebendo, para manifestar os meus sinceros votos de restabelecimento, saúde e paz.
Deus te abençoe!

Um abraço

Muita Paz e Saúde

Liana