Forum Espirita

GERAL => Outros Temas => Artigos Espíritas => Tópico iniciado por: Marccello em 20 de Maio de 2010, 01:39

Título: Pensamentos de Chico Xavier sobre os animais
Enviado por: Marccello em 20 de Maio de 2010, 01:39
Um amigo perguntou ao Chico qual o animal mais evoluído espiritualmente e dele anotou a resposta:

– É o cão. O cão desperta muito amor e é modelo de fidelidade. As pessoas que amam e cultivam a convivência com os animais, especialmente os cães, se observarem com atenção, verificarão que os vários espécimes são portadores de qualidades que consideramos quase humanas, raiando pela prudência, paciência, disciplina, obediência, sensibilidade, inteligência, improvisação, espírito de serviço, vigilância e sede de carinho, infundindo-nos a idéia de que, quanto mais perto se encontram das criaturas humanas, mais se lhes assemelham, preparando-se para o estágio mais próximo da hierarquia espiritual.

Segundo o iluminado Espírito Emmanuel os animais são nossos parentes próximos, com sua linguagem, seus afetos e sua inteligência rudimentar.

Chico Xavier respondendo a uma pergunta sobre os animais, disse:

- Nossos benfeitores espirituais nos esclarecem que é preciso que todos nós consideremos que os animais diversos, a nos rodearem a existência de seres humanos em evolução no planeta Terra, são nossos irmãos menores, desenvolvendo em si mesmos o próprio princípio inteligente.

Se nós, seres humanos já alcançamos os domínios da inteligência desenvolvendo agora as potências intuitivas, eles, os animais, estão aperfeiçoando paulatinamente seus instintos na busca da inteligência da mesma maneira que nós humanos aspiramos alcançar algum dia a angelitude na Vida Maior, personificada em nosso mestre o Senhor Jesus, eles, os animais aspiram ser num futuro distante homens e mulheres inteligentes e livres. Assim sendo, nós podemos nos considerar como irmãos mais velhos e mais experimentados dos animais.

Deus outorgou aos homens a condição e proteção de nossos irmãos mais novos, os animais.

E o que é que esta humanidade tem agido em relação aos animais nos inúmeros séculos de nossa história?

Porventura nós, os homens, não temos nos transformado em algozes dos animais ao invés de seus protetores fiéis? Quem ignora que a vaca sofre imensamente a caminho do matadouro? Quem duvida que minutos antes do golpe fatal os bovinos derramam lágrimas de angústia? Não temos treinado determinadas raças de cães exaustivamente para o morticínio e os ataques? Que dizermos das caçadas impiedosas de aves e animais silvestres unicamente por prazer esportivo? Que dizermos das devastações inconseqüentes do meio ambiente?

Tudo isto se resume em graves responsabilidades para os seres humanos. A angústia, o medo e o ódio que provocamos nos animais lhes alteram o equilíbrio natural de seus princípios espirituais.

A responsabilidade maior recairá sempre nos desvios de nós mesmos, que não soubemos guiar os animais no caminho do Amor e do Progresso, seguindo a Verdade de Deus.

Muita paz. :)
Título: Re: Pensamentos de Chico Xavier sobre os animais
Enviado por: casquinha em 21 de Maio de 2010, 19:16
Já gostava de animais, depois de ler este artigo ainda gosto mais. O Chico Xavier foi um profeta que estive no meio de nós, será reconhecido mais tarde. Obrigado pelo seu artigo amigo Marccello. Abraço.
Título: Re: Pensamentos de Chico Xavier sobre os animais
Enviado por: Michelle Malk em 04 de Junho de 2010, 23:28
Bom dia, tarde, noite a todos!

Que maravilha de texto Marccello!
Graças a Deus!

Eu sempre defendi essas vidas, as vidas dos animais, com unhas e dentes, e cansei de ver por aí o descaso, maltrato e coisas que são no minimo animalescas... coisas que nem mesmo os animais seriam capazes de fazer entre si!
Não sei por onde vai a cabeça do homem ao abandonar estes seres tão queridos e necessitados de amor e carinho!
Antes de religioso, é questão de "ser humano". Tem muita gente que não é nem perto de humano no trato dos animais. Que Deus tenha piedade de nós, humanos, que ao invés de cuidarmos de nossos pequenos irmãos, os abandonamos a propria sorte e os maltratamos como se não fossem vida!

Muita paz! Obrigada!
Título: Re: Pensamentos de Chico Xavier sobre os animais
Enviado por: Alessandra Bonavita em 04 de Junho de 2010, 23:51
Concordo com você Michelle em número, gênero e grau! quando vejo  a enorme quantidade destes queridos nas ruas, me parte o coração por não poder ser capaz de levar todos para serem cuidados......
Título: Re: Pensamentos de Chico Xavier sobre os animais
Enviado por: Marccello em 05 de Junho de 2010, 00:10
Boa noite amigas Michelle e Alessandra!

De uma forma romântica, dizemos que todos os animais de estimação, assim como nossos parentes queridos,nos aguardam no outro lado quando morremos... sendo assim....segue uma história...
O pequeno filhote e o cão mais velho estavam deitados à sombra, sobre a grama verde, observando os reencontros. Às vezes um homem, às vezes uma mulher, às vezes uma família inteira se aproximava da Ponte do Arco-Íris, era recebida por seus animais de estimação com muita festa e eles cruzavam juntos a ponte.

De repente houve um grande tumulto na ponte e O filhotinho cutucou o cão mais velho: "Olha lá! Tem alguma coisa maravilhosa acontecendo!" O cão mais velho se levantou e
latiu: "Rápido! Vamos até a entrada da ponte!"

"Mas aquele não é o meu dono", choramingou o filhotinho; mas ele obedeceu. Milhares de animais de estimação correram em direção àquela pessoa vestida de branco que caminhava em direção à ponte. Conforme aquela pessoa iluminada passava por cada animal, o animal fazia uma reverência com a cabeça em sinal de amor e respeito. A pessoa finalmente aproximou-se da ponte, onde foi recebida por uma multidão de animais que lhe faziam muita festa. Juntos, eles atravessaram a ponte e desapareceram.

O filhotinho ainda estava atônito: "Aquilo era um anjo?", perguntou baixinho. "Não, filho", respondeu o cão mais velho. "Aquilo era mais do que um anjo. Era uma protetora de animais que passou seu tempo na terra salvando vidas e olhando por nós...". (Autor Desconhecido)

Grande abraço! ;)

Muita paz. :)
Título: Re: Pensamentos de Chico Xavier sobre os animais
Enviado por: Michelle Malk em 06 de Junho de 2010, 15:04
Bom dia! Lindo texto, novamente!

Isso me faz pensar em uma senhora que fez de sua chácara uma Ong que abriga mais de 2.500 animais que fica perto da minha casa... Ela ama cada desses serezinhos e inclusive sabe o nome de todos...
Agradeço a Deus por pessoas assim existirem!

Abraços!
Título: Re: Pensamentos de Chico Xavier sobre os animais
Enviado por: Marccello em 06 de Junho de 2010, 15:46
Bom dia Michelle!

Graças a Deus existem pessoas que entendem a necessidade de nos amarmos...todos os seres vivos são criaturas divinas...

Olha que vídeo emocionante ...  

http://www.youtube.com/watch?v=dhVva3z8btA (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PWRoVnZhM3o4YnRB)[youtube=425,350][/youtube]

Grande abraço! ;)

Muita paz. :)
Título: Re: Pensamentos de Chico Xavier sobre os animais
Enviado por: casquinha em 06 de Junho de 2010, 19:46
História triste!
Infelizmente muito repetida!
Que a sensibilidade do ser humano possa valorisar estes companheiros e seu exemplo. Abraço
Título: Re: Pensamentos de Chico Xavier sobre os animais
Enviado por: Marccello em 06 de Junho de 2010, 21:00
Olá Casquinha!

Olha que bela mensagem...

NAS ASAS DO GRANDE ESPÍRITO, SENHOR DE TODAS AS VIDAS

Enquanto eu meditava, preparando-me espiritualmente para realizar uma aula para o grupo de estudos e assistência espiritual do IPPB, entrou no quarto um cachorro desencarnado, brincando, latindo e batendo o rabo alegremente.

Percebia o animal pelas vias da clarividência, de olhos fechados, diretamente na tela mental frontal interna (correspondente à área de ação do chacra frontal*). O cão era um vira-lata normal, adulto, de pelo castanho-claro (mais claro do que castanho), muito alegre e ativo. Ele olhava para alguém à frente, que eu não via, com o qual ele brincava e corria em torno. Contudo, mesmo sem ver a entidade extrafísica no ambiente, eu sentia sua presença tranqüila e amistosa.

Admirado com a alegria do animal, morto na Terra, mas vivo em espírito, cheio de animação, pensei:

- "Alguém deve estar chorando a perda desse animal. Do jeitinho alegre que ele é, deve estar fazendo muita falta para os seus donos e entes-queridos."


Então, o espírito em frente se comunicou telepaticamente comigo e me disse o seguinte:


- "O nome dele é Terry. E ele está muito bem tratado aqui!"

Nesse instante, o meu chacra frontal pulsou, cheio de luz branquinha fluorescente e eu o vi também. Era um homem alto, de cabelos pretos muito grandes, à moda indígena da América do Norte. Estava vestido de calça lisa marrom-claro, com uma camisa esporte, tipo pólo (por dentro da calça). O cinto era preto. Seus olhos eram bem pretos, brilhantes, e a pele bem moreno-avermelhada. No conjunto, ele mais parecia um mestiço de branco com índio americano, moderno no jeito, mas com uma certa atmosfera ancestral xamânica. Ele me olhou e riu e na seqüência pegou o cão no colo. O animal se mexia feliz junto dele, tentando lambê-lo todo tempo. Em torno dele havia uma aura amarelo-suave, que irradiava uma atmosfera de segurança e tranqüilidade à sua volta.Enquanto acariciava o animal em seu colo, ele me olhou firmemente e com simpatia e me disse:

- "Já que você fala das coisas do espírito para os homens encarnados na Terra, então diga-lhes que até mesmo os animais têm assistência espiritual após o desenlace da matéria. Eles são cuidados e afagados com muito carinho. Há grupos de auxiliares astrais que cuidam especificamente deles em seus períodos extrafísicos. São espíritos dedicados ao bem-estar desses nossos irmãos menores na Natureza. E mais: peça aqueles que gostam dos animais, que orem na sintonia desses benfeitores invisíveis; para que eles se associem sutilmente com eles, em espírito, na mesma bondade e amor por esses serezinhos tão queridos. Nenhuma criatura é abandonada pelo Grande Espírito. O Seu Amor é para todos! A Sua Luz anima todas as luzes e seres. Para Ele, todos são iguais na Natureza. Homens e animais, vegetais e minerais, todos são Seus filhos. Que aqueles que sofrem com a perda temporária de seu bichinho amado, seja ele qual for, rezem ao Grande Espírito, para confortar seus corações. Mas, que saibam, também, que há outros seres que amam os seus bichinhos, que seguirão cuidando deles nesse imenso universo do Grande Espírito, cheio de vida, em todos os planos. O meu recado é só esse. Que Manitu** abençoe a sua jornada!"


P.S.: Agora, vou levar esses escritos e compartilhá-los com os meus companheiros de estudo e prática espiritual. Que a jornada deles também seja abençoada por Manitu, Senhor dos homens, dos animais e de tudo o mais que existe, seja lá onde ou como for.


Paz e Luz.


- Wagner Borges -

Notas:


* Chacra Frontal: centro energético situado no campo energético da testa e responsável pelos fenômenos de clarividência e percepção espiritual. Está ligado à glândula hipófise (pituitária).



** Manitu: designação que os índios algonquinos, da América do Norte, dão a uma força mágica não personificada, mas inerente a todas as coisas, pessoas, fenômenos naturais e atividades; O Todo; O Supremo; O grande Espírito; Deus.


Muita paz. :)
Título: Re: Pensamentos de Chico Xavier sobre os animais
Enviado por: casquinha em 07 de Junho de 2010, 14:04
Olá Marccello!
Eu acredito na reencarnação, tanto nos homens como nos animais.
Nos intervalos das reencarnações concerteza ninguém estará abandonado.
Daí que haja quem se ocupe dos animais desencarnados como dos homens é uma certeza.
Os animais são espíritos em evolução que chegarão a homens mais tarde ou mais cedo, assim como o homem chegará a anjo, arcanjo. etc.
Abraço.
Título: Re: Pensamentos de Chico Xavier sobre os animais
Enviado por: Marccello em 08 de Junho de 2010, 00:18
Boa noite Casquinha!

Sobre este assunto temos um vasto material...visão Espírita... vale conferir:

http://www.forumespirita.net/fe/o-livro-dos-espiritos/alma-dos-animais-17768/ (http://www.forumespirita.net/fe/o-livro-dos-espiritos/alma-dos-animais-17768/)

Grande abraço! ;)

Muita paz. :)
Título: Re: Pensamentos de Chico Xavier sobre os animais
Enviado por: casquinha em 08 de Junho de 2010, 13:54
Obrigado Marcello pela dica.
Abraço.
Título: Re: Pensamentos de Chico Xavier sobre os animais
Enviado por: AKINATON em 08 de Junho de 2010, 16:47
Matéria muito edificante eu adora a minha cadela Chiva ela tem um olhar bastante inteligente, ela é muito meiga...rsrsrs.

A perfeição divina manifesta se em todos os seres.

Um grande abraço e muito obrigado.
Título: Re: Pensamentos de Chico Xavier sobre os animais
Enviado por: La. em 08 de Junho de 2010, 19:29
Obrigada Marcelo, você tem a sutileza de tocar os nosso corações!

Que Deus o abençoe, abraços!
Título: Re: Pensamentos de Chico Xavier sobre os animais
Enviado por: Marccello em 08 de Junho de 2010, 23:31
Boa noite amigos Casquinha, Akinaton e amiga Laísa!

O relacionamento com os animais nos fazem crescer e ao mesmo tempo entender o processo divino da evolução...

No livro A Gênese, no capítulo O Instinto e a Inteligência, diz o seguinte:

“O animal carnívoro é impelido pelo instinto a se alimentar de carne, mas as precauções que toma e que variam conforme as circunstâncias, para segurar a presa e a sua previdência das eventualidades são atas da inteligência.”

Hoje a visão da ciência está plena-mente de acordo com essa colocação dos espíritos; realmente existe em muitas espécies uma acentuada presença da inteligência manifesta nas atitudes de certos animais. Essa realidade é comprovada quando um animal assume uma atitude inteligente que não lhe foi ensinada.

Essa inteligência rudimentar e esse amor instintivo dilatados têm sido registrados com freqüência, principalmente na convivência do homem com o animal doméstico; são relatos interessantes de pessoas que viveram experiências inusitadas com os seus bichinhos de estimação.

O que observamos nessa relação homem animal, é que o animal acaba absorvendo o psiquismo do dono.

Principalmente o cão tende a assumir um comportamento semelhante ao da criança quando tenta imitar o pai ou a mãe.

Dono nervoso, cão nervoso; dono amoroso, cão amoroso; o poder de assimilação por parte do animal é muito grande. Quando o dono está triste o cão também demonstra tristeza; esse fenômeno é natural, o instinto cobra-lhe uma adaptação ao ambiente e às pessoas em face às suas necessidades materiais que são supridas pelo dono.

Observa-se então que os espíritos estão certos ao afirmarem que o amor nos animais, em geral, é instintivo e existe em função das necessidades materiais para a sobrevivência.

Mas, como explicar alguns casos onde esse amor extrapolou, demonstrando um afeto perene que os anos não conseguiram destruir?

Quando eu contava meus quinze anos de vida, um dia, eu e minha mãe, retornando do Centro Espírita que freqüentávamos, fomos seguidos por um cão magro e com sarna; tentamos enxotá-la, mas ele continuou nos seguindo e vez ou outra olhava para mim com um semblante que revelava a dor e o desespero; convenci minha mãe e nós o recolhemos em nossa casa.

Tratamos suas feridas e o alimentamos até se recuperar. Após o tratamento revelou-se um belo cão mestiço da raça collie; o batizamos de Rex; ficou em nossa casa durante um ano e tivemos que dá-lo a um amigo.

Passados cinco anos, estava eu e minha mãe fazendo compras na feira; ao longe ouvimos latidos que nos pareciam familiar. Para nossa surpresa avistamos Rex preso à corrente do dono, esforçando-se para vir em nossa direção. Será que ainda se lembrava de nós? Grande foi a nossa surpresa e alegria quando chegou até nós choramingando; eu me abaixei e o abracei e ele começou a lamber meu rosto e depois lambeu os pés de minha mãe e, após esta manifestação de carinho e afeto, o dono mal conseguiu se afastar, pois Rex lutava para permanecer conosco, mais acabou partindo arrastado pelo dono choramingando o tempo todo.

Então eu pergunto: Esse amor ainda existirá?

Eu me lembro emocionado e com um certo amor pelo Rex e por outros cães que eu tive. Mas e ele o Rex? Onde estará? Terá ainda o seu amor por mim e por minha mãe? É lógico que não; provavelmente deve estar reencarnado como chipanzé, um golfinho, ou quem sabe em um outro cão que agora desfruta do amor de outras pessoas. O importante é saber que foi o princípio inteligente que o animou, enquanto Rex continua sua marcha evolutiva em direção a Deus.

O amor que nutrimos pelos seres humanos e pelos animais não pode jamais ultrapassar a raia do bom senso e do equilíbrio, levando-nos aos exageros que transformam esse amor em um amor possessivo e deprimente, causando mais mal do que bem ao objeto do nosso afeto.
Repito: ainda temos muito o que aprender sobre nós mesmos e sobre os animais.

Publicado na Revista Internacional de Espiritismo. Março de 2005.

Grande abraço! ;)

Muita paz. :)
Título: Re: Pensamentos de Chico Xavier sobre os animais
Enviado por: pretoriano em 15 de Junho de 2010, 00:28
ola amigos,

ja tive tantos cachorros e todos ja se foram............pena que no plano espiritual eles nao estarão me esperando............
Título: Re: Pensamentos de Chico Xavier sobre os animais
Enviado por: Marccello em 17 de Junho de 2010, 12:14
Olá amigo Pretoriano!

Para Deus nada é impossível!

Quem sabe nós tenhamos uma grata surpresa...

Grande abraço! ;)

Muita paz. :)