Forum Espirita

GERAL => Outros Temas => Páginas na internet => Tópico iniciado por: Jorge Murta em 01 de Novembro de 2012, 14:29

Título: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Jorge Murta em 01 de Novembro de 2012, 14:29
Face o tamanho do texto colo aqui o link do forum para leitura do referido texto: http://espiritismocomprofundidade.blogspot.com.br/2012/04/o-espiritismo-made-in-brazil.html

O texto original é do professor Bernardo Lewgoy (professor de antropologia da UFRGS e o mesmo não é espirita).

Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 01 de Novembro de 2012, 20:27
Bom

Apos começar ler o texto ofertado
pelo colega de FÒRUM

segue o site (ao menos o que eu encontrei)
da FEB sobre os livros que esta Federação vende;


http://www.feblivraria.com.br/cgi-bin/loja.pl?loja=155&pedido=40699765&acao=HO&
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Mourarego em 01 de Novembro de 2012, 23:13
Pois é mano Moisés, vejam que mesmo na propaganda a FEB se esquece de colocar os livros de kardec conhecidos como codificação, isso não lhe é um prenúncio?
Aliás, depois que ela veio a fechar seu parque editorial,  muitos pensaram que o acontecido para o fechamento veio como resposta da lei de Causa e Efeito hehehe.
Abração,
Moura
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Anton Kiudero em 01 de Novembro de 2012, 23:22
Texto, para mim ao menos, interessante, por abordar tematicas que desconhecia. É um tema que vale a pena ser desenvolvido.


Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: nação de Aruanda em 02 de Novembro de 2012, 11:51
Mano Jorge
O texto apresentado é muito interessante por mostrar uma posição ainda desconhecida pela maioria dos espiritas, ou aqueles que pretende estudar a doutrina. o relato do professor Bernardo Lewgoy mostra como é dificil se estudar e praticar a doutrina espirita, não só no Brasil, como no resto do mundo já que a universalidade não é levada em conta, e a individualidade impoe ideias fixas e pessoais de cada instrutor, (geralmente donos ou presidentes eternos das casas espiritas que comanda), por outro lado, o pretenso estudante se depara com o "endeusamento" dos mediuns ditos famosos e que são incontestaveis, e que atraves de suas ideias psicografadas modifica e se distancia da finalidade principal da doutrina espirita sob a otica dos espiritos atraves de Alan Kardec, que é a filosofia e a ciencia, e passa-se para o lado do misticismo e o catolicismo, que se misturando com o kardecismo surge uma nova ideia de religião, que como diz o autor do texto, forma a base de sustentação das praticas "espiritas" no Basil, seguir as pesquisas dos grandes cientistas não esta ao alcance da grande maioria, feita por pessoas simples e não intelectualizada, e isto exclui 90% daqueles que se aproxima do espiritismo, é muita gente, com se vê, a doutrina espirita por si só já se mostra naturalmente seletiva, li num livro de Edgard Armont, que o "espiritismo so atingirá as grandes massas no dia em que ele for mais universalista e menos sofisticado", e seu exemplo mostra porque a ação do mestre Jesus atingiu e atinge até hoje as grandes massas, por que, o evangelho do cristo atinge a todos, do mais simples  aos mais sofisticados, emquanto o espiritismo atinge somente aos intelectualmente previlegiados, certa vez num curso de educação para a mediunidade, ouvir o instrutor (celebridade conhecida, com sit na internet.) dizer com todas as letras que "espirito evoluido não se aproxima de medium ignorante" e que para ser espirita tem que ser obrigatoriamente intelectualizado, neste dia tinha 60 pessoas na sala, na aula seguinte só 15 pessoas apareceram, com se vê o proprio professador impoe a seleção de maneira sutil. como diz o proprio Alan Kardec, "A doutrina espirita será sempre o que os homens fizerm dela".
Pergunto: o que os homens estão fazendo dela?
Muita Paz.
Carlos Cardoso
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Vitor Santos em 02 de Novembro de 2012, 17:00
Olá

O texto do blog é muito interessante, pois dá uma visão que parece ser lúcida sobre o estado do espiritismo no mundo.

Por um lado, se não fosse o espiritismo "Made In Brazil", já quase ninguém no mundo sabia quem foi Allan Kardec. Mas, por outro lado, não há dúvida que o rumo actual do movimento cada vez mais se afasta da proposta original.

Será que o espiritismo sobreviveu, ainda que amputado, ou será que o que sobreviveu foi um filho do espiritismo, que ainda nos pode, por vezes, lembrar o pai, mas que já é outra coisa?

A história não volta para trás. E parece-me que é difícil fazer reviver a proposta original, porque entretanto o mundo mudou.

O espiritismo, para se manter actualizado teria de ser adaptado às novas descobertas da ciência. Esta última ainda não reconhece que o homem é uma alma imortal, temporariamente associado a corpo de carne mortal, mas a forma como a ciência vê o homem  e a natureza, hoje, é muito diferente da forma como se via no tempo de Allan Kardec.

Tomar as mensagens de André Luiz como obras cientificas, não me parece uma actualização, pelo menos no bom sentido. Mas quem trabalha activamente no movimento espirita é que sabe o que é que quer para o futuro do seu movimento. O ideal é que as pessoas estejam bem conscientes da suas legitimas opções, sejam elas quais forem, para depois não dizerem que ninguém avisou.

bem hajam
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Mourarego em 02 de Novembro de 2012, 19:25
Amigo Vitor, uma doutrina que se adapta as exigências de qualquer um, tende a desaparecer, porque não tem nem mesmo a certeza de ser uma doutrina.
Não pode pois, a doutrina espírita se curvar, a qualquer sandice que se lhe queira impor, mormente quando as saibamos mitos, crendices ou invenções.
Isto posto não concordo que tenha a doutrina espírita de se adaptar para continuar atual e vigendo como está neste momento.
abraços,
Moura
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: filhodobino em 02 de Novembro de 2012, 20:31
Amados,
Um protesto singelo aos contrários à impermanência...

<iframe width="420" height="315" src="http://www.youtube.com/embed/da5hGxi-W_U" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

Saúde e Paz!
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 02 de Novembro de 2012, 20:39
de minha parte achei o texto ruim
péssimo  e estranho

sem fundamento algum

Parece uma encomenda resguardada pela comenda
com propostas de ridicularizar

parece um cadaver
ausente do espírito
um resto de autópsia

aliás
uma proposta
clara de ser um autópsia

foi o que achei
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 02 de Novembro de 2012, 20:41
Pois é mano Moisés, vejam que mesmo na propaganda a FEB se esquece de colocar os livros de kardec conhecidos como codificação, isso não lhe é um prenúncio?
Aliás, depois que ela veio a fechar seu parque editorial,  muitos pensaram que o acontecido para o fechamento veio como resposta da lei de Causa e Efeito hehehe.
Abração,
Moura

Moura o Texto começa apontando uma manobra para as obras do Chico
eu postei para dizer
que o autor erra

ao vermos o parque imenso de autores
e temas oferecidos pela FEB


Moura os Livros de Kardec
vedem muito no Brasil
Por isso Kardecismo
sem medo e sem confusão
o ismo abraça a a Codificação
o Ismo enaltece kardec

Voce sabe disto
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 02 de Novembro de 2012, 20:43
Texto, para mim ao menos, interessante, por abordar tematicas que desconhecia. É um tema que vale a pena ser desenvolvido.




Sim aborda pontos de vistas que não conhecíamos
em parte
mas ele nã aborda na verdade
conduz a um falso entendimento

ele esquece da ação dos Espíritos
e ridiculariza a ação das pessoas
que vão de encontro a verdade espírita em seus próprios Lares

Além de esnobar a ação das Mulheres
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Mourarego em 02 de Novembro de 2012, 21:06
Moisés, desculpe-me mas as vezes vocE parece que eu não sei hehehe.
Amigo entenda, só se pode chamar Chiquismo u kardecismo a algo que pertence por autoria a qualquer um dos dois ou de outros, claro.
Logo, não cabe a palavra kardecismo que é mesmo rechaçada pelo codificador quando explica que não criou nada e nem fundou qualquer doutrina.
Ir contra isso é chamar o próprio Kardec  de falastrão sem noção.
Abração mano!
Moura
Pois é mano Moisés, vejam que mesmo na propaganda a FEB se esquece de colocar os livros de kardec conhecidos como codificação, isso não lhe é um prenúncio?
Aliás, depois que ela veio a fechar seu parque editorial,  muitos pensaram que o acontecido para o fechamento veio como resposta da lei de Causa e Efeito hehehe.
Abração,
Moura

Moura o Texto começa apontando uma manobra para as obras do Chico
eu postei para dizer
que o autor erra

ao vermos o parque imenso de autores
e temas oferecidos pela FEB


Moura os Livros de Kardec
vedem muito no Brasil
Por isso Kardecismo
sem medo e sem confusão
o ismo abraça a a Codificação
o Ismo enaltece kardec

Voce sabe disto
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: ednabr em 03 de Novembro de 2012, 00:05
Moisés, de fato o texto é fraco, tendencioso e demonstra falta de conhecimento da Doutrina por parte do autor. Ele descobriu, como muitos outros, que espiritismo dá ibope e resolveu semear nesta área.
Quanto ao site da FEB, meu caro Moura, existe e muito, a divulgação de obras de Kardec... não poderia ser de outro modo... mas dizem que o pior cego é o que quer ver somente o que lhe interessa. ;D ;D

Devido a certa suspeita, andei fazendo  umas pesquisas, aqui e ali, e encontrei textos de companheiros do FE  pela internet e em outros fóruns (Estudos Espíritas, por ex.) e descobri que moderadores daqui, e administradores, não são muito simpáticos aos autores ditos subsidiários, por isto se multiplica, sem contraditas, a face ortodoxa do FE.
Explica por exemplo, porque o sr. Murta vive de trazer textos e mensagens agredindo os simpatizantes de Emmanuel e André Luiz, e o pessoal se cala.
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Jorge Murta em 03 de Novembro de 2012, 00:57
Moisés, de fato o texto é fraco, tendencioso e demonstra falta de conhecimento da Doutrina por parte do autor. Ele descobriu, como muitos outros, que espiritismo dá ibope e resolveu semear nesta área.
Quanto ao site da FEB, meu caro Moura, existe e muito, a divulgação de obras de Kardec... não poderia ser de outro modo... mas dizem que o pior cego é o que quer ver somente o que lhe interessa. ;D ;D

Devido a certa suspeita, andei fazendo  umas pesquisas, aqui e ali, e encontrei textos de companheiros do FE  pela internet e em outros fóruns (Estudos Espíritas, por ex.) e descobri que moderadores daqui, e administradores, não são muito simpáticos aos autores ditos subsidiários, por isto se multiplica, sem contraditas, a face ortodoxa do FE.
Explica por exemplo, porque o sr. Murta vive de trazer textos e mensagens agredindo os simpatizantes de Emmanuel e André Luiz, e o pessoal se cala.

Que certa suspeita, senhora Edna? Quanto ao que chamas de texto fraco e tendencioso de Bernardo Lewgoy, creio que um antropologo estudioso como ele deve estar apavorado com seu conceito formado em.... o que mesmo? sobre o assunto.

Quanto aos moderadores e administradores daqui não serem simpaticos aos autores obsidiários... ops, digo, subsidiarios, eu desconheço, mas se o forem, não estariam eles no direito de manifestarem seus posicionamentos assim como eu, que faço parte da face ortodoxa do FE e senhora, que parece fazer parte da face mistica do FE?

Ah, e não trago textos ofendendo A ou B, mas só defendo a DE de AK.
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Vitor Santos em 03 de Novembro de 2012, 10:48
Olá Amigo Moura Rego

Citar
Amigo Vitor, uma doutrina que se adapta as exigências de qualquer um, tende a desaparecer, porque não tem nem mesmo a certeza de ser uma doutrina.
Não pode pois, a doutrina espírita se curvar, a qualquer sandice que se lhe queira impor, mormente quando as saibamos mitos, crendices ou invenções.
Isto posto não concordo que tenha a doutrina espírita de se adaptar para continuar atual e vigendo como está neste momento.
abraços,
Moura

Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/artigos-espiritas/o-espiritismo-%27made-in-brazil%27/?action=post;num_replies=13#ixzz2B9JhF0SO

A actualização da doutrina de que falo, não é alteração dos pressupostos fundamentais da mesma. Isso, efectivamente, era descaracterizá-la. Para a descaracterizar mais valia mudar o nome da mesma, para não haver confusões. Concordo consigo, em termos formais. Mas, na prática, a doutrina espirita é aquilo que as associações espíritas, instaladas em espaços físicos e/ou na Internet, apresentam ao público.

Eu não defendo que os espiritos que ditaram a doutrina espirita, se assim podemos dizer, eram atrasados, ou que ficaram desactualizados. Quem mudou, entretanto, não foram os espiritos, mas a ciência da humanidade terrena.

Há coisas que, hoje em dia, perderam o significado, ou que necessitam de ser redefinidas. Uma delas é o conceito de "magnetismo animal", de Mesmer, por exemplo. Este conceito é largamente usado na codificação, mas eu, pelo menos, tenho muita dificuldade em entender o que significa. Há quem o leve para o lado do hipnotismo e há quem o leve para o lado da cura por imposição das mãos. Conceitos ambíguos são uma porta aberta para a discórdia e para aproveitamentos indesejáveis.

O que está a acontecer é que, em vez de o movimento espirita estar a caminhar para uma actualização, redefinindo os conceitos à luz da ciência, está a adoptar, a titulo de ciência, psicografias de André Luiz e outras equivalentes. É isso que tenho ouvido muitas pessoas dizerem, nas palestras, é isso que vejo numa boa parte dos sites espíritas que visito.

Mesmo não existindo uma ciência espirita formal, penso que é preciso que as pessoas sejam cépticas, no bom sentido, não aceitando divulgar, de ânimo leve, qualquer coisa que lhe digam, sem critérios exigentes.

A ciência não consegue provar que nós somos apenas corpos de carne, não obstante as tentativas dos ateus materialistas fanáticos de colar as suas crenças pessoais à ciência.

Mas há muitas coisas que dizem algumas pessoas que se apresentam como investigadores científicos e como espíritas, em eventos públicos ditos espíritas, que a são facilmente desmontadas pela ciência.  E só não o são mais, porque os cientistas têm mais que fazer e não são pagos para se andar a preocupar com o que essas pessoas dizem.

Evidentemente que as pessoas que constituem o movimento espirita podem fazer o que bem entenderem. Não me cabe, nem me é possível, contrariar isso. Acho que é pena. E é por isso que dou a minha opinião.

Uma das coisas que me agradou ao descobrir o espiritismo foi esta postura:


Citar
"Fé inabalável é somente aquela que pode encarar a razão, face a face, em todas as épocas da humanidade", Allan Kardec, Evangelho Segundo o Espiritismo, FEB.

"Na dúvida, abstém-te, diz um de vossos antigos provérbios. Não admitais, pois, o que não for para vós de evidência inegável. Ao aparecer uma nova opinião, por menos que vos pareça duvidosa, passai-a pelo crivo da razão e da lógica. O que a razão e o bom senso reprovam, rejeitai corajosamente. Mais vale rejeitar dez verdades do que admitir uma única mentira, uma única teoria falsa. Com efeito, sobre essa teoria poderíeis edificar todo um sistema que desmoronaria ao primeiro sopro da verdade, como um monumento construído sobre a areia movediça. Entretanto, se rejeitai hoje certas verdades, porque não estão para vós clara e logicamente demonstradas, logo um fato chocante ou uma demonstração irrefutável virá vos afirmar a sua autenticidade". Erasto, Influência moral do médium, O Livro dos Médiuns, FEB.

 
bem hajam
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 03 de Novembro de 2012, 13:30
Moisés, desculpe-me mas as vezes vocE parece que eu não sei hehehe.
Amigo entenda, só se pode chamar Chiquismo u kardecismo a algo que pertence por autoria a qualquer um dos dois ou de outros, claro.
Logo, não cabe a palavra kardecismo que é mesmo rechaçada pelo codificador quando explica que não criou nada e nem fundou qualquer doutrina.
Ir contra isso é chamar o próprio Kardec  de falastrão sem noção.
Abração mano!
Moura
Pois é mano Moisés, vejam que mesmo na propaganda a FEB se esquece de colocar os livros de kardec conhecidos como codificação, isso não lhe é um prenúncio?
Aliás, depois que ela veio a fechar seu parque editorial,  muitos pensaram que o acontecido para o fechamento veio como resposta da lei de Causa e Efeito hehehe.
Abração,
Moura

Moura o Texto começa apontando uma manobra para as obras do Chico
eu postei para dizer
que o autor erra

ao vermos o parque imenso de autores
e temas oferecidos pela FEB


Moura os Livros de Kardec
vedem muito no Brasil
Por isso Kardecismo
sem medo e sem confusão
o ismo abraça a a Codificação
o Ismo enaltece kardec

Voce sabe disto

Moura

Uma coisa é o meu pretensionismo
a outra é a possível forma e ou o trabalho que possam reconhecer em mim

Quero Dizer que;
Que kardec não se intitula o Supra Sumo, O Sumo Pontífice, O Escolhido de Deus,
O Pote do Espírito Santo
Em Kardec e até devido aoao  pseudônimo
escancara-se em suas virtudes
o potencial do seu trabalho
Kardec é o "Atuante Encarnado" na Codificação.

Logo
o Ismo de e para Kardec não
desfigura o Espiritismo.

mas isso é opinião

Ja pensou ele ir a Paris
e dizer ao Público

 "_Olá a todos
eu sou Kardec o bonsenso encarnado
por isso...para li...para lá..lá lá"

! ! ! !
Não sei para que este medo
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 03 de Novembro de 2012, 13:42

Que certa suspeita, senhora Edna? Quanto ao que chamas de texto fraco e tendencioso de Bernardo Lewgoy, creio que um antropologo estudioso como ele deve estar apavorado com seu conceito formado em.... o que mesmo? sobre o assunto.


José Murta


Pelo fato de não termos formações
acadêmicas (ao menos no meu caso)
Não significa que não possamos
dar o nosso parecer
e pelo fato de darmos o nosso
parecer...não vem com isso expor uma oportunidade
de sermos diminuidos

Creio que está conduta o Sr. tenha aprendido
com a antropologia
e o Sr. deve estar muito bem orientado

Mas não o invejo.


por
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 03 de Novembro de 2012, 13:52
Moisés, de fato o texto é fraco, tendencioso e demonstra falta de conhecimento da Doutrina por parte do autor. Ele descobriu, como muitos outros, que espiritismo dá ibope e resolveu semear nesta área.
Quanto ao site da FEB, meu caro Moura, existe e muito, a divulgação de obras de Kardec... não poderia ser de outro modo... mas dizem que o pior cego é o que quer ver somente o que lhe interessa. ;D ;D

Devido a certa suspeita, andei fazendo  umas pesquisas, aqui e ali, e encontrei textos de companheiros do FE  pela internet e em outros fóruns (Estudos Espíritas, por ex.) e descobri que moderadores daqui, e administradores, não são muito simpáticos aos autores ditos subsidiários, por isto se multiplica, sem contraditas, a face ortodoxa do FE.
Explica por exemplo, porque o sr. Murta vive de trazer textos e mensagens agredindo os simpatizantes de Emmanuel e André Luiz, e o pessoal se cala.


Olá Edna
de fato

Muitos textos e opiniões
estão congeladas a anos
esperando uma oportunidade para o replay
criados por grupos específicos

na verdade são até bonitos
bem criados
envolvem citações da DE
...mas
com objetivo viral

abraços
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Jorge Murta em 03 de Novembro de 2012, 14:12
Sabe, Moisés
eu até gosto quando vem um e ataca meus argumentos ou os argumentos de pessoas gabaritadas, tais como o Jorge Medeiros (no campo da Fisica) ou  o Bernardo Lewgoy (no campo da Antropologia), por que vejo voces argumentarem com base apenas em suas opiniões pessoais (desculpem a redundancia, afinal as opiniões são mesmo pessoais) ou seja palpites.

Se eu os contrario, provem que estou errado, mostrando argumentos mais fortes que os meus ou os que trago, e nao fiquem nos ataques pessoais velados, pois os maiores aliados dos meus argumentos são voces mesmos.

Voces tem, é claro, o direito de opinar, mas quando e cada vez que alguem soltar indiretas diretas ao meu nome, responderei no mesmo tom. Mas, se quer que um topico seja esquecido, que ele "morra", esqueça-o e não fique revirando o cadaver, pois como disse Emmanuel (viu? to citando o proprio!), mexer nele causa mau-cheiro.
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 03 de Novembro de 2012, 14:40
Sabe

Não sei não

mas pode-se expor uma opinião de outro que não seja a sua

ai não redunda

É que voce ofendeu
literalmente

Quanto a sua posição
dos requizitados apoios

tá bom então

Voce mesmo não contraria em nada
aliás sussita bons debates

É que nos debates temos que nos dirigir
a alguém
acha mesmo que quando cercado por alguém
eu não almoço?

ta bom!

rsrs

deixa de bobagem

aceite as pedradas, mas não revide

É um Fórum

Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Mourarego em 03 de Novembro de 2012, 14:41
Amiga Edna, a FEB não edita mais obras, fechou seu parque editorial.
enquanto editou fazia apenas, de krdec, a RE e as obras básicas, enquanto que pra os outros autores que eram os que lhe davam dinheiro, editava tudo que lhe chegava as mãos.
Eu mesmo tive duas obras que ela insistiu em publicar mas que eu não quis, pois que o lance era ficarem por 5 anos com todos os direitos de autor, com o que não concordei, já que se tratavam de obras de autoria, ou seja, estudos que eu fiz.
Abraços,
Moura
Moisés, de fato o texto é fraco, tendencioso e demonstra falta de conhecimento da Doutrina por parte do autor. Ele descobriu, como muitos outros, que espiritismo dá ibope e resolveu semear nesta área.
Quanto ao site da FEB, meu caro Moura, existe e muito, a divulgação de obras de Kardec... não poderia ser de outro modo... mas dizem que o pior cego é o que quer ver somente o que lhe interessa. ;D ;D

Devido a certa suspeita, andei fazendo  umas pesquisas, aqui e ali, e encontrei textos de companheiros do FE  pela internet e em outros fóruns (Estudos Espíritas, por ex.) e descobri que moderadores daqui, e administradores, não são muito simpáticos aos autores ditos subsidiários, por isto se multiplica, sem contraditas, a face ortodoxa do FE.
Explica por exemplo, porque o sr. Murta vive de trazer textos e mensagens agredindo os simpatizantes de Emmanuel e André Luiz, e o pessoal se cala.

Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Mourarego em 03 de Novembro de 2012, 14:56
Mano Moisés,
o amigo acerta quando fala que Kardec não se entitulava nada do que colocou com acerto, porém erra e erra feio, quando diz: "(...) O Escolhido de Deus (...)"
Explico: ao tempo de Kardec não era ele alguém único que já tivesse sido laureado pela Academia Real de Arras, havia outros mais...
Homens de sobeja moral, conhecimento e participação nos destinos da França em muitas áreas do Conhecimento, porém, quem foi o escolhido para o trabalho de trazer a doutrina, já que toda ela estava contida em 56 cadernos que já existiam mesmo antes do Sr. Denizard, se tornar ou ao menos aceitar em ir a primeira reunião?
Amigo, houve uma escolha sim, uma eleição no bom sentido, e esta foi feita pelos Espíritos Puros, que são os que abaixo da Divindade, levam Suas ordens, aos que lhes estão mais abaixo, no caso os Espíritos Superiores.
Amigo Moisés, enquanto o amigo se pautar apenas nas suas luzes, andará menos e com mais vagar, já que se tivesse investigado um cadinho, veria tudo isso pois que está descrito, com outras palavras na RE e  nas obras básicas.
Fazendo de sua própria cabeça mano, o amigo fatalmente esqueceria essa nuance por isso o meu convite a que o amigo procure, quando não tiver certeza, as obras básicas antes de editar seu comentário.
Não tome com agravo o que lhe falo pois se lhe falo é que o tenho em meu coração com um amigo querido que quero ver acertando em tudo.
Na tal "eleição" o que alguém do conhecimento e sapiência foi marco de importância estavam a persistência moral ilibada e a vontade férrea do codificador, por isso , ao lado de tantos outros homens de gênio os Espíritos o escolheram.
Abraços,
Moura
Moisés, desculpe-me mas as vezes vocE parece que eu não sei hehehe.
Amigo entenda, só se pode chamar Chiquismo u kardecismo a algo que pertence por autoria a qualquer um dos dois ou de outros, claro.
Logo, não cabe a palavra kardecismo que é mesmo rechaçada pelo codificador quando explica que não criou nada e nem fundou qualquer doutrina.
Ir contra isso é chamar o próprio Kardec  de falastrão sem noção.
Abração mano!
Moura
Pois é mano Moisés, vejam que mesmo na propaganda a FEB se esquece de colocar os livros de kardec conhecidos como codificação, isso não lhe é um prenúncio?
Aliás, depois que ela veio a fechar seu parque editorial,  muitos pensaram que o acontecido para o fechamento veio como resposta da lei de Causa e Efeito hehehe.
Abração,
Moura

Moura o Texto começa apontando uma manobra para as obras do Chico
eu postei para dizer
que o autor erra

ao vermos o parque imenso de autores
e temas oferecidos pela FEB


Moura os Livros de Kardec
vedem muito no Brasil
Por isso Kardecismo
sem medo e sem confusão
o ismo abraça a a Codificação
o Ismo enaltece kardec

Voce sabe disto

Moura

Uma coisa é o meu pretensionismo
a outra é a possível forma e ou o trabalho que possam reconhecer em mim

Quero Dizer que;
Que kardec não se intitula o Supra Sumo, O Sumo Pontífice, O Escolhido de Deus,
O Pote do Espírito Santo
Em Kardec e até devido aoao  pseudônimo
escancara-se em suas virtudes
o potencial do seu trabalho
Kardec é o "Atuante Encarnado" na Codificação.

Logo
o Ismo de e para Kardec não
desfigura o Espiritismo.

mas isso é opinião

Ja pensou ele ir a Paris
e dizer ao Público

 "_Olá a todos
eu sou Kardec o bonsenso encarnado
por isso...para li...para lá..lá lá"

! ! ! !
Não sei para que este medo
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 03 de Novembro de 2012, 15:10
Moura
Moura

sua paciencia vai longe

disse no sentido de se auto intitular
(mas não nego a ação Divina no papel de kardec)

mas agradeço
andava a busca de um destas tuas citações


os 56 cadernos

valeu

ao menos vc não se fere

..............

Não Moura

não me baseio sozinho
isso não

só faço redundâncias
na opinião

rs

Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Mourarego em 03 de Novembro de 2012, 15:13
Valeu mano Moisés,
novamente indico a Obra de Connan Doyle onde se pode ter mais informações sobre o começo de Kardec, levando por um amigo ítalo-francês com o qual passou mais de 25 anos a estudar a magnetização.
Abraços,
Moura
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 03 de Novembro de 2012, 16:20
Mano Jorge
O texto apresentado é muito interessante por mostrar uma posição ainda desconhecida pela maioria dos espiritas, ou aqueles que pretende estudar a doutrina. o relato do professor Bernardo Lewgoy mostra como é dificil se estudar e praticar a doutrina espirita, não só no Brasil, como no resto do mundo já que a universalidade não é levada em conta, e a individualidade impoe ideias fixas e pessoais de cada instrutor, (geralmente donos ou presidentes eternos das casas espiritas que comanda), por outro lado, o pretenso estudante se depara com o "endeusamento" dos mediuns ditos famosos e que são incontestaveis, e que atraves de suas ideias psicografadas modifica e se distancia da finalidade principal da doutrina espirita sob a otica dos espiritos atraves de Alan Kardec, que é a filosofia e a ciencia, e passa-se para o lado do misticismo e o catolicismo, que se misturando com o kardecismo surge uma nova ideia de religião, que como diz o autor do texto, forma a base de sustentação das praticas "espiritas" no Basil, seguir as pesquisas dos grandes cientistas não esta ao alcance da grande maioria, feita por pessoas simples e não intelectualizada, e isto exclui 90% daqueles que se aproxima do espiritismo, é muita gente, com se vê, a doutrina espirita por si só já se mostra naturalmente seletiva, li num livro de Edgard Armont, que o "espiritismo so atingirá as grandes massas no dia em que ele for mais universalista e menos sofisticado", e seu exemplo mostra porque a ação do mestre Jesus atingiu e atinge até hoje as grandes massas, por que, o evangelho do cristo atinge a todos, do mais simples  aos mais sofisticados, emquanto o espiritismo atinge somente aos intelectualmente previlegiados, certa vez num curso de educação para a mediunidade, ouvir o instrutor (celebridade conhecida, com sit na internet.) dizer com todas as letras que "espirito evoluido não se aproxima de medium ignorante" e que para ser espirita tem que ser obrigatoriamente intelectualizado, neste dia tinha 60 pessoas na sala, na aula seguinte só 15 pessoas apareceram, com se vê o proprio professador impoe a seleção de maneira sutil. como diz o proprio Alan Kardec, "A doutrina espirita será sempre o que os homens fizerem dela".


Pergunto: o que os homens estão fazendo dela?
Muita Paz.
Carlos Cardoso


Desculpa-me

Li seu texto tres vezes

mas voce disse , disse, disse
e não entendi nada

Fica dificil

Sr.Carlos Cardoso
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 03 de Novembro de 2012, 16:43
Olá

O texto do blog é muito interessante, pois dá uma visão que parece ser lúcida sobre o estado do espiritismo no mundo.

Por um lado, se não fosse o espiritismo "Made In Brazil", já quase ninguém no mundo sabia quem foi Allan Kardec. Mas, por outro lado, não há dúvida que o rumo actual do movimento cada vez mais se afasta da proposta original.

Olá Vitor
gosto das suas colocações

para mim o texto mostra uma lucidez,
mas somente a de seu autor, mas na condição
de ser iluminado por ele mesmo....Ele expoe seu esboço.
(ele faz âncora em si mesmo)

....Mas gostei da sua colocação sobre o papel que o Brasil representa...
ao menos tentamos.

Citar
Será que o espiritismo sobreviveu, ainda que amputado, ou será que o que sobreviveu foi um filho do espiritismo, que ainda nos pode, por vezes, lembrar o pai, mas que já é outra coisa?[]quote]

Creio eu que não tem como ser o espiritismo amputado
mas, não devemos negar que a mioria de nós ainda carecemos
de mais estudos e sérias observações...além ampliar as próprias instruções.
vamos dizer
que o Espiritismo ainda está nascendo...se formando...agregando
mas não devemos negar a sua historicidade

Citar
A história não volta para trás. E parece-me que é difícil fazer reviver a proposta original, porque entretanto o mundo mudou.

Creio que o Mundo não mudou tanto assim
Estamos, nós espíritas, é raciocinando o nosso vivem no ambito de suas revelações
e isto demanda tempo e novas reencarnações
é todo um novo " MODOS"

Citar
O espiritismo, para se manter actualizado teria de ser adaptado às novas descobertas da ciência. Esta última ainda não reconhece que o homem é uma alma imortal, temporariamente associado a corpo de carne mortal, mas a forma como a ciência vê o homem  e a natureza, hoje, é muito diferente da forma como se via no tempo de Allan Kardec.

Bom Vitor
o que deve se atualizar ao meu ver..é o homem,
e isso frente a proposta espírtia que é autenticamente inovadora e se assim o entender
As atulizações Espíritas, se é que elas virão,
virão pela integridade de seu proprio carater
ou seja, pela ciencia Espírita

Citar
Tomar as mensagens de André Luiz como obras cientificas, não me parece uma actualização, pelo menos no bom sentido. Mas quem trabalha activamente no movimento espirita é que sabe o que é que quer para o futuro do seu movimento. O ideal é que as pessoas estejam bem conscientes da suas legitimas opções, sejam elas quais forem, para depois não dizerem que ninguém avisou.

As obras das psicografias
necessariamente não são trabalhos cientificos...
mesmo que venham a tratar de assuntos cientificos
se é que posso dizer assim
Pois até que passem por aprovações de pesquisas e conclusões,
ficam no campo da literatura
o que vejo é que muitos relatos das obras psicografadas veem de encontro
as atividades mediunicas que realizamos
memso não tendo nós, o carater científico.

Pois somos muitos, os trabalhadores.
mesmo que temos muito a aprender
mesmo assim o somos.


Citar
bem hajam

Abraços
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Vitor Santos em 03 de Novembro de 2012, 19:54
Olá

Citar
para mim o texto mostra uma lucidez,
mas somente a de seu autor, mas na condição
de ser iluminado por ele mesmo....Ele expoe seu esboço.
(ele faz âncora em si mesmo)

Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/artigos-espiritas/o-espiritismo-'made-in-brazil'/15/#ixzz2BBtK0uFA

Sem dúvida, tanto o texto que deu origem ao tópico, como o que eu escrevi, são opiniões pessoais. No meu caso acho que seria, até, completamente ridículo, da minha parte, pensar de outra forma. Conheço os limites dos meus conhecimentos, mais ou menos. 

bem haja 
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Mourarego em 03 de Novembro de 2012, 20:39
Certamente, me estendendo a outro setor deste tema, se pode afirmar que não existe Espiritismo made in Brasil Alemão ou Paraguaio, isso em razão de que Espiritismo é o que está catalogado nas obras básicas e este não se modificou.
O que há são tendências que tentam dar uma visão ou religiosa, ou mística, ou puramente científica ao entendimento que tenham tais correntes.
todas, fracassam, porque retiram do escopo doutrinário os ensinamentos para querer mal traduzi-los por outras luzes.
Abraços,
Moura
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: EsoEstudos em 03 de Novembro de 2012, 21:15
Traduzir é trair, dizem os tradutores...

Tanto pior quando interpretamos o que foi escrito em outro idioma, outra época, outra cultura...

Não há unanimidade quanto a coisa alguma... Cada cego descreve o elefante como pode...
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Vitor Santos em 03 de Novembro de 2012, 23:57
Traduzir é trair, dizem os tradutores...

Tanto pior quando interpretamos o que foi escrito em outro idioma, outra época, outra cultura...

Não há unanimidade quanto a coisa alguma... Cada cego descreve o elefante como pode...

Gostei dessa, do "cada cego descreve o elefante como pode". Está bem apanhada. Vocês brasileiros arranjam umas frases muito engraçadas, mas muito fortes.

bem haja
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: psi em 04 de Novembro de 2012, 03:42
...Cada cego descreve o elefante como pode...

Marcão, com a diferença que, enquanto alguns cegos se contentam em saber que o elefante tem uma tromba, outros cegos vão um pouquinho além e tentam entender como essa tromba funciona.  ;)

Um abraço

PSI
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Anton Kiudero em 04 de Novembro de 2012, 10:42
O MEB (movimento espirita brasileiro) ou espiritismo "made in brasil" é apenas um episodio passageiro pelo qual sempre passaram/passam todas as informações do mais alto. E como é um episodio passageiro, subdivide-se em grupos, ramificações, sub-escolas e outros que tais além de querelas mil de cada um tentando provar que esta certo e os demais estão errados.

Guarda tanta relação com a DE como a igreja catolica ou protestante guardam com os evangelhos ou o sermão do monte. Não tem nada a ver.

E como aqui ja se citou a descrição do elefante tal como feita por cegos, vou relatar o que aconteceu após...

O ELEFANTE E OS CINCO CEGOS

Esta é uma antiga fabula indiana, que todos já devem ter lido ao menos uma vez, e que me atrevo a recontar porque algo aconteceu depois e que o autor original não percebeu e portanto não relatou.

Cinco cegos estavam a caminho e encontraram um elefante. O primeiro apalpou a pata e afirmou: “É uma palmeira!”. O segundo apalpou o corpo e disse: “É como uma grande pedra!”. O terceiro pegou a tromba e sentenciou: “É como uma cobra, porém sem os dentes”. O quarto, mais alto, pegou na orelha e definiu: “É como uma grande folha rugosa e cheia de pelos”. E o quinto, agarrado ao rabo, foi enfático: “Ora é como uma corda com um pequeno espanador na ponta”.

E começaram a discutir, cada um tentando provar aos demais o que “viu”. E a discussão virou uma briga feia e o dia estava terminando. E como todos sabem, quando o dia termina, os anjos vem passear na terra, e um anjo vendo a situação, condoeu-se dos cegos e pensou: “Coitados, são cegos e por isto discutem. Vou devolver-lhes a visão”. E tocando cada um, os seus olhos se abriram.

Os cegos, que não eram mais cegos, olharam em volta e viram uns aos outros pela primeira vez. Arrojaram-se ao solo agradecendo a Deus pela dádiva da visão, e se abraçaram uns aos outros felizes como crianças.

Após algum tempo olharam em derredor, viram o elefante e o primeiro cego que já não mais era cego, pontificou: “Como eu dizia, apesar do que meus olhos veem, afirmo, para não me fazer de tolo, que o animal é como uma palmeira!”. Ao que o segundo retorquiu que era uma grande pedra e a partir daí cada um tentou com todos os argumentos convencer os demais de que sua definição, apesar de todos terem visto o elefante, era a única correta. E da discussão partiram de novo para uma briga.

O anjo que a tudo assistia sentado num galho próximo, pensou: “Eram cegos e não poderiam realmente definir o elefante, mas agora vêem porém não enxergam e continuam a discutir. Acho que será melhor deixa-los cegos por mais algum tempo.”

E assim o fez e foi embora.


Paz a todos,
Anton


Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Vitor Santos em 04 de Novembro de 2012, 12:18
Olá Anton

Todos temos defeitos, e o orgulho é dos mais frequentes. A fábula mostra com clareza que o pior cego é aquele que não quer ver. Jesus assim ensinou também.

Mas há pessoas que procuram o movimento espirita à procura de respostas que possam trazer sentido à vida. Sobretudo quando perdem a ilusão de que o sofrimento a sério só bate à porta dos outros. Nem todos se sentem sábios, alguns sentem-se aprendizes. 

bem hajam
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: arcal em 04 de Novembro de 2012, 12:30
Traduzir é trair, dizem os tradutores...

Tanto pior quando interpretamos o que foi escrito em outro idioma, outra época, outra cultura...

Não há unanimidade quanto a coisa alguma... Cada cego descreve o elefante como pode...

Gosto deste Fórum porque de quando em vez,  pérolas com estas são postadas mesmo ao  arrepio dos  "guardiões da verdade"
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Edmar Ferreira Jr em 04 de Novembro de 2012, 15:30
Traduzir é trair, dizem os tradutores...

Tanto pior quando interpretamos o que foi escrito em outro idioma, outra época, outra cultura...

Não há unanimidade quanto a coisa alguma... Cada cego descreve o elefante como pode...

Gosto deste Fórum porque de quando em vez,  pérolas com estas são postadas mesmo ao  arrepio dos  "guardiões da verdade"

Só trai aquele que toma o que é não é seu como sendo coisa sua ou da qual julga poder se apropriar do modo como bem entende. As Obras Fundamentais da Doutrina foram infelizmente “apropriadas” pelos tradutores brasileiros nas edições da FEB, e da IDE.

O tradutor deve apenas traduzir. Se não existir termo significante direto entre as línguas, ele deve apresentar um termo correlato e deixar isso claro por meio de uma nota.

Se for culto o suficiente a respeito do assunto e do contexto no qual a obra foi produzida (como Herculano Pires era a respeito do Espiritismo), pode introduzir algumas notas explicativas a respeito, e mesmo assim com moderação e bom senso para não confundir e cansar o leitor. 

Mas a obra espírita não é obra para literatos, embora também possa alcançá-los. É obra que tem compromisso com a verdade e apenas isso. Aquele que não se contenta com a objetividade da obra espírita que leia literatura, poesia, ficção...

Um trabalho ideal de tradução deve se pautar pelo princípio exposto por Carlos de Brito Imbassahy em sua tradução para A Gênese:

“Fica, pois, o leitor livre para os exames e, para quem quiser comprovar a veracidade da minha tradução, aqui estou para mostrar a edição original francesa, garantindo que, para  lhe dar maior autenticidade, a tradução fora feita ao pé da letra, sem estilos, sem adaptações e sem quaisquer alterações, palavra por palavra do original francês para a versão portuguesa.” (Grifei)

Abraço a todos,
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Mourarego em 04 de Novembro de 2012, 16:01
Verdade mano Edmar, o Imba trabalhou muito na tradução, e que se note que nem se esmerou em fazer um pdf dela, eu o fiz e remeti a ele.
A tradução dele é a que eu uso.
Abraços,
Moura
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 04 de Novembro de 2012, 16:04
...Cada cego descreve o elefante como pode...

Marcão, com a diferença que, enquanto alguns cegos se contentam em saber que o elefante tem uma tromba, outros cegos vão um pouquinho além e tentam entender como essa tromba funciona.  ;)

Um abraço

PSI

mas por outro lado psi
esta colocação é boa

O Antropólogo
é cego
e não conhece o Espiritismo
ainda se propõe a fezer um documento
catalogando sua história e sua ação
seu modos e sua aplicação

ele é fraco

mal sabe que o elefante possue pés que esmaga
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Mourarego em 04 de Novembro de 2012, 16:11
Uma coisa é entender como a tromba do elefante funciona e por quê, outra é a ciência aventar descobertas em vetor que não lhe é do conhecimento e nem do estudo.
Aliás é São Luis nos avisa sobre o caminho da doutrina e da ciência.

Abraços,
Moura
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 04 de Novembro de 2012, 16:18
O MEB (movimento espirita brasileiro) ou espiritismo "made in brasil" é apenas um episodio passageiro pelo qual sempre passaram/passam todas as informações do mais alto. E como é um episodio passageiro, subdivide-se em grupos, ramificações, sub-escolas e outros que tais além de querelas mil de cada um tentando provar que esta certo e os demais estão errados.

Guarda tanta relação com a DE como a igreja catolica ou protestante guardam com os evangelhos ou o sermão do monte. Não tem nada a ver.



Anton

Gostei
em parte ao meu ver você acerta
e conclui melhor que o autorpologoantro

Observemos (isso ao meu ver)

Anton
Antes sabemos que não existia o espiritismo
assim como ele é apresentado
com força de Doutrina e respaldo de experiências
O trabalho de Kardec
é um assumir a bronca (nosso dizer)
E assim ele o fez..e faz na perpetuidade de sua obra.

E mesmo sem existir o espiritismo
Houve sempre
um combate maciço para com os fenomenos
que sempre existiram
e sempre fez parte da humanidade

Óbvil seria que aceitando o espiritismo
aceitamos seus postulados
e os anos cuidará de corrigir nossas praticas
que são mais aliadas ao hábito
do que ao conhecimento

isto não fere o Espiritismo
pois realizamos o desapego aos liturgicos
e aos rituais, aos sacramentos e aos prisões
justamente com o contato com aqueles que se foram
(os morridos de carne)

Nossos falecidos entes , amigos e irmãos...vizinhos e estranhos
é quem nos corrigirão dos erros grosseiros ao espiritismo

eles nos dirão
e os observaremos

O batismo não me melhorou!
O sacramento não me mudou!
O dizimo não me deu nada aqui!
Vi o padre tal sofrendo perseguições!
aqui não é como ai!
A vida segue!
Ore por mim!
Estou bem, pois vivi bem!

e ai segue

Quero dizer
que quem chega ao espiritismo
são as gentes de todas as partes
chegam deixando o que tinha
em artigos de crença

veja o Brasil
pais formado imensamente por inumeros povos
nós, por costumes e tradiçoes destes povos
inumeros e variados
temos festas de todos os gostos
trdadições trazidas que não ferem o Brasil
Pelo contrário
O torna rico

Assim penso
que o Espiritismo será formado por todos os povos
mas que jamais ficaram orfãos de seus atos religioss
atos, ações , condutas, comportamentos

é um passo.

É como aprisionar as forças da natureza
um dia ela se rompe
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Claudemir dos Santos em 05 de Novembro de 2012, 09:53
Eu entendo que espiritismo made in brazil foi desenvolvido e aperfeiçoado pelo nosso querido Chico Xavier,que transformou o espiritismo mais condizente com o povo brasileiro,ou seja mais simples e mais pratico e mais acessível a todos. O espiritismo importado veio através de Kardec [Made in France] pois assim foi necessário. Os sabios e prudentes modernos [ os intelectuais do espiritismo ]tambem teriam de ter acesso ao evangelho de Jesus,para tambem serem colaboradores no trabalho da terceira revelação. Segundo os irmãos espirituais,esta foi a primeira parte do trabalho da terceira revelação,ou seja,a devida preparação dos sábios e prudentes modernos,e em breve se dará inicio ao trabalho mais importante,em que o messias do espiritismo entrara em cena,para o trabalho primordial de restauração do evangelho e a união das religiões,e para isso o messias do espiritismo devera seguir as mesmas regras de conduta de Jesus para que isso se concretize. Oremos para que isso aconteça em breve. Muita paz a todos.
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Anton Kiudero em 05 de Novembro de 2012, 12:28
Eu entendo que espiritismo made in brazil foi desenvolvido e aperfeiçoado pelo nosso querido Chico Xavier,que transformou o espiritismo mais condizente com o povo brasileiro,ou seja mais simples e mais pratico e mais acessível a todos. O espiritismo importado veio através de Kardec [Made in France] pois assim foi necessário. Os sabios e prudentes modernos [ os intelectuais do espiritismo ]tambem teriam de ter acesso ao evangelho de Jesus,para tambem serem colaboradores no trabalho da terceira revelação. Segundo os irmãos espirituais,esta foi a primeira parte do trabalho da terceira revelação,ou seja,a devida preparação dos sábios e prudentes modernos,e em breve se dará inicio ao trabalho mais importante,em que o messias do espiritismo entrara em cena,para o trabalho primordial de restauração do evangelho e a união das religiões,e para isso o messias do espiritismo devera seguir as mesmas regras de conduta de Jesus para que isso se concretize. Oremos para que isso aconteça em breve. Muita paz a todos.

Interessante... Nunca havia ouvido falar de que havia um messias no espiritismo... Pelo jeito as novidades brotam que nem mato... Basta não cuidar do terreno...

Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: ednabr em 06 de Novembro de 2012, 03:23
Esta mensagem é uma compilação de um texto de um grande e muito querido amigo, aqui do FE.

       "O nosso grande jurista, Darcy Azambuja, afirmava que afora os fatos da ciência e aqueles outros que o senso geral aprova com unanimidade, tudo o mais é questão de opinião.
Notoriamente, algumas das especializações acadêmicas primam por se alimentarem de opiniões, teorias, abstrações; mas poucos fatos.
 
Um historiador será tanto mais considerado quanto melhor dotado for da capacidade de interpretar textos e dados da história. Então elabora a opinião histórica... sob sua perspectiva.
 
A religião, o partido político, o clube de futebol, a cor favorita... não fazemos estas escolhas com base no raciocínio ou em fatos comprovados, mas por tradição, ou influencia de pais, amigos e mídia.

Assim somos todos nós, e mesmo aqueles que se graduaram na faculdade, podem ser bem imaturos em expressar sua opinião, pois lhes falta a necessária isenção"..
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Claudemir dos Santos em 06 de Novembro de 2012, 08:50
Estas discussões só aumentam a necessidade de que a espiritualidade maior permitam logo que Chico Xavier se revele a sua encarnação anterior,e se comprovando ser ele o próprio Allan Kardec não haverá mais desentendimento e tudo sera esclarecido.  Muita paz a todos.
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Claudemir dos Santos em 06 de Novembro de 2012, 09:42
Meu irmão Anton Kiudero,esta citação que fiz sobre o messias do espiritismo,foi publicado por Kardec na revista espirita de 1859 com o titulo de;"O messias do espiritismo"e foi postado aqui neste forum por Hamlacerda,e voce podera ler e analisa-lo na questão deste forum com o titulo de;"Livro"Não será em 2012"de Marlene Nobre e Geraldo Lemos Neto.  www.forumespirita.net/fe/livro-nao-sera-em-2012-de-marlene-nobre-e-geraldo-lemos-neto/ (http://www.forumespirita.net/fe/livro-nao-sera-em-2012-de-marlene-nobre-e-geraldo-lemos-neto/)   Meu amigo Anton,eu fiz referencia ao messias do espiritismo,instruido pelos proprios irmãos espirituais que estão anunciando a sua vinda,pois a propria necessidade obriga a isso,e o nosso planeta terra esta carente da sua presença,e uma observação interessante feita por esses irmãos espirituais é a de que a casa espirita em que frequento permite a presença deles e um pouco da verdade revelada,[casa espirita simples e humilde e sem lugar para o orgulho e a vaidade]pois em outras casas dominadas pelo orgulho e a vaidade eles não podem entrar.  Muita paz a todos.
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Mourarego em 06 de Novembro de 2012, 14:09
Mano Claudemir,
não se pode chamar nem de messias ou de aperfeiçoador, alguém, cujas psicografias nunca passaram pelo controle legado pelos Espíritos superiores.
Parece-me que não se dá importância a este item que se encontra tanto em A Gênese quando no ESE, daí se segue meu mano, que mesmo chico, deveria como o fez seguir a doutrina, já que nem ele, eu, ou qualquer outro pode aperfeiçoar nada já que não temos essa possibilidade.
Aliás, mesmo para atualizar-se a doutrina as mensagens devem por obrigação serem submetidas ao CUEE senão perde-se uma doutrina para se ganhar um saco de gatos.Abraços,
Moura
Eu entendo que espiritismo made in brazil foi desenvolvido e aperfeiçoado pelo nosso querido Chico Xavier,que transformou o espiritismo mais condizente com o povo brasileiro,ou seja mais simples e mais pratico e mais acessível a todos. O espiritismo importado veio através de Kardec [Made in France] pois assim foi necessário. Os sabios e prudentes modernos [ os intelectuais do espiritismo também teriam de ter acesso ao evangelho de Jesus,para tambem serem colaboradores no trabalho da terceira revelação. Segundo os irmãos espirituais,esta foi a primeira parte do trabalho da terceira revelação,ou seja,a devida preparação dos sábios e prudentes modernos,e em breve se dará inicio ao trabalho mais importante,em que o messias do espiritismo entrara em cena,para o trabalho primordial de restauração do evangelho e a união das religiões,e para isso o messias do espiritismo devera seguir as mesmas regras de conduta de Jesus para que isso se concretize. Oremos para que isso aconteça em breve. Muita paz a todos.
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Michel Michels em 06 de Novembro de 2012, 15:12
Levando em consideração o exposto no texto do antropologo, poderiamos então dizer que Paulo de Tarso fez um Cristianismo by Paulo? ou que os evangelistas ao narrarem só parte dos acontecimentos e ensinamentos de Jesus, e posteriormente aplicá-los conforme eles conseguiam ou entendiam fizeram do Cristianismo algo pessoal, como a Casa do Caminho?

O texto análise linhas gerais, que muitos ignoramos, porque não temos a possibilidade de entender o alcance da FEB perante outros países, e suas formas de interação com estes, assim como, não sei (porque é algo que nunca fui atrás) das razões que o Espiritismo perdeu suas forças na França, e o que foi feito das Casas Espíritas fundadas na época que auxiliavam Kardec como a de Lyon tão falada por Kardec na Revista Espírita.

Vendo os comentários, me parece que ainda temos um Espiritismo muito pessoal, e todos vislumbramos a necessidade de universalizar os ensinos espíritas pautados na Codificação, porque somente um estudo sério e metódico dela pode nos capacitar a interagir com as outras literaturas que vieram posteriormente a ela.

O movimento promovido pela FEB é uma tentativa que eles entendem a mais correta, na minha opinião, de atuar conforme as pessoas que coordenam, por outro lado, vejo que infelizmente invertemos as posições e queremos nos pautar em romances e literaturas posteriores lançadas pela própria FEB ou por outras instituições, sem conhecer as obras básicas, que por nome já dizem tudo.

O intuito do Espiritismo pelo entender é fazer que deixemos de ser materialistas, e que consigamos ter essa visão de necessidade de melhora pessoal, se ela for alcançada com um romance que tenha impropriedades ou erros crassos doutrinários, penso que uma primeira parte já é válida, se Divaldo ou Chico acabam não conseguindo alicerçar o Espiritismo, e pessoalizam ensinamentos, penso que é na medida de suas capacidades que trabalham, assim como da espiritualidade que os assistem.

Assim como, muitos irmãos aqui da FE buscam trazer à tona como é atual os ensinos trazidos pelos Espíritos e ainda pouco estudados e internalizados por nós mesmos.

Entendo que os que já estão mais escolados (detem mais tempo de estudo e conhecimento) atuam na medida de suas capacidades, contribuindo como podem, e quando podem para o movimento, os erros e acertos, devido a nossa ignorância, atitudes egoístas e orgulhosas só poderão ser mesmo somatizadas no pós vida.

Feliz de nós se fizemos aquilo que Kardec coloca que o verdadeiro espírita é aquele que se esforça para domar suas inclinações.

Peço escusas se sai do centro do debate, e que utilizo apenas de minhas opinioes pessoais, mas como os cegos ainda só consigo vislumbrar parte do elefante =D
Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 06 de Novembro de 2012, 16:27
Estas discussões só aumentam a necessidade de que a espiritualidade maior permitam logo que Chico Xavier se revele a sua encarnação anterior,e se comprovando ser ele o próprio Allan Kardec não haverá mais desentendimento e tudo sera esclarecido.  Muita paz a todos.

Muito se aprende com o legado psicográfico do Chico
e não só do Chico Xavier
temos tantos trabalhos e a verdade se aprende com todos

Visto também Allan Kardec dizer ser a psicografia uma das mediunidades  mais fácies

Mas fazer apontamentos de que venha ele, O Chico Xavier,  ser Kardec...
quanta distãncia
Ou melhor quantas lacunas para tal colocação.

Hummmmm

vejo que esta afirmação  é assunto de modismo
 de paixão cega...parece-me até divida mal paga

Todos que afirmam não apontam argumentos convincentes
e muitos que negam caem apenas no campo da oposição
do ser ou não ser...(eita drama)

Aliás um assunto desnecessário
para se provar algo

(minha opinião)



Título: Re: O Espiritismo Made In Brazil
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 06 de Novembro de 2012, 16:36
Mesmo que pensemos num espiritismo Made in Brasil,
que seja
Afinal
isso ocorre também pelo grande número de Brasileiro que atingem outras localidades,
a passeio ou de morada
e óbvil é que alguns são espíritas
e com isso as crenças também são práticas,
Não nos esqueçamos do campo literário e também cinematográfico

Mas também
aqueles que estudaram e estudam o Espiritismo
não podem esquecer da grande influência dos pesquizadores europeus
contemporãneos de kardec,
Aja visto o estudo das biografias dos grande trabalhadores espíritas brasileiros
na qual, os vultos europeus,tiveram  suas obras publicadas e também foram muito divulgadas no Brasil
"via chegada do Espiritismo"

Pode-se dizer que é um processo de colheita
daquilo que aqui foi plantado...
não se pode esquecer que desta mesma colheita
devemos guardar a boa semente para a continuação
da semeadura
pois o  plantio continuará....