Forum Espirita

GERAL => Outros Temas => Artigos Espíritas => Tópico iniciado por: Liana em 28 de Janeiro de 2006, 03:30

Título: Fenômenos Espíritas X Fenômenos Espirituais
Enviado por: Liana em 28 de Janeiro de 2006, 03:30
Boa Noite amigos

Fenômenos espíritas X fenômenos espirituais


Quando criou a expressão “espírita”, Kardec a utilizou em dois contextos: em
um mais amplo, utilizava-a para identificar a manifestação dos espíritos e,
em um mais restrito, para identificar o seguidor da doutrina espírita. No
sentido mais amplo, Kardec classificou as famosas “mesas girantes” ou “mesas
falantes”, fatos que chamou a atenção da comunidade européia do século XIX
como manifestações espíritas e também escreveu um texto pouco conhecido
chamado “o espiritismo entre os druidas”, onde comenta as manifestações de
espíritos entre esse povo primitivo da Gália.
Hoje em dia, porém, com o fato do espiritismo ter se transformando, no
Brasil, em religião (idéia que Kardec não compartilhava, pois via o
espiritismo como ciência experimental), a expressão espírita perdeu seu
contexto original mais amplo e passou a ser utilizada para identificar o
seguidor da religião espírita.
Essa mudança de significado gerou confusões hermenêuticas no meio
espiritualista. Citaremos um exemplo. Uma técnica de tratamento espiritual
como a Apometria que, numa interpretação kardequiana, poderia ser chamada de
manifestação espírita, como Kardec se referiu às “mesas girantes”, aqui no
Brasil gera enormes discussões para se saber se ela é uma prática espírita
ou não. Aqueles que pensam o espiritismo como religião não a aceitam como
uma “prática espírita”, apesar da manifestação dos espíritos. Aqueles que
pensam com olhar científico, na linha proposta por Kardec, afirmam que a
apometria é uma prática espírita, como também o foram as “mesas falantes”.
Como o problema é apenas lingüístico, basta abandonar o primeiro contexto da
expressão “espírita” criada por Kardec e utilizar, em seu lugar, a expressão
“espiritual”. O problema todo se resolve. Assim, a apometria passa a ser um
fenômeno espiritual, não importando se é espírita (religião) ou não. O mesmo
pode ser dito em relação à Transcomunicação Instrumental, uma manifestação
espiritual obtida, originalmente, por padres do Vaticano e hoje disseminada
pelo mundo todo.
Assim, abandonando o contexto mais amplo da palavra espírita, restringindo-a
somente para a identificação do seguidor ou do fiel da religião espírita,
muito tempo deixa de ser perdido em discussões estéreis e cada um segue seu
caminho em paz. O religioso faz sua pregação doutrinária tranqüilamente e o
pesquisador das manifestações espirituais faz suas pesquisas com mais
segurança, preocupando-se apenas com métodos e heurísticas, sem ter que
prestar contas para o patrulhamento religioso.

Adilson Marques
São Carlos, 22/01/2006

Fiquem bem!!!

Muita Paz

Liana
Título: Re: Fenômenos Espíritas X Fenômenos Espirituais
Enviado por: Ramon em 18 de Agosto de 2009, 00:57

MATERIALIZAÇÃO LUMINOSA. VEJA NO Tópico: Aconteceu comigo.
   
http://www.forumespirita.net/fe/outros-temas/aconteceu-comigo/ (http://www.forumespirita.net/fe/outros-temas/aconteceu-comigo/)

É "Efecto inteligente"   

http://www.forumespirita.net/fe/espiritismo-espanol/efecto-inteligente/ (http://www.forumespirita.net/fe/espiritismo-espanol/efecto-inteligente/)