Forum Espirita

GERAL => Outros Temas => Artigos Espíritas => Tópico iniciado por: Marccello em 09 de Junho de 2010, 01:10

Título: Alcoolismo
Enviado por: Marccello em 09 de Junho de 2010, 01:10

Victor Hugo

Sem nos determos no exame dos fatores sócio-psicológicos causais do alcoolismo generalizado, de duas ordens são as engrenagens que o desencadeiam,- observado o problema do ponto de vista espiritual.

Antigos viciados e dependentes do álcool, em desencarnando não se liberam do hábito, antes sofrendo-lhe mais rude imposição.

Prosseguindo a vida, embora a ausência do corpo, os vícios continuam vigorosos, jungindo os que a eles se aferraram a uma necessidade enlouquecedora. Atônitos e sedentos, alcoólatras desencarnados se vinculam às mentes irresponsáveis, de que se utilizam para dar larga à continuação do falso prazer, empurrando-os, a pouco e pouco, do aperitivo tido como inocente ao lamentável estado de embriaguez. Os que lhes caem nas malhas, tomam-se, por isso mesmo, verdadeiros recipientes por meio dos quais absorvem os vapores deletérios, caindo, também, em total desequilíbrio, até quando a morte advém à vítima, ou as Soberanas Leis os recambiam à matéria, que padecerá das dolorosas injunções constritoras que lhe impõe o corpo perispiritual...

Normalmente, quando reencarnados, os antigos viciados recomeçam a atividade mórbida, servindo, a seu turno, de instrumento do gozo infeliz, para os que se demoram na Erraticidade inferior...

Outras vezes,. os adversários espirituais, na execução de uma programática de desforço pelo ódio, induzem os seus antigos desafetos à iniciação alcoólica, mediante pequenas doses, com as quais no transcurso do tempo os conduzem à obsessão, desorganizando-lhes a aparelhagem físio-psíquica e dominando-os totalmente.

No estado de alcoolismo faz-se muito difícil a recomposição do paciente, dele exigindo um esforço muito grande para a recuperação da sanidade.

Não se afastando a causa espiritual, torna-se menos provável a libertação, desde que, cessados os efeitos de quaisquer terapêuticas acadêmicas, a influência psíquica se manifesta, insidiosa, repetindo-se a lamentável façanha destruidora...

A obsessão, através do alcoolismo, é mais generalizada do que parece.

Num contexto social permissivo, o vício da ingestão de alcoólicos torna-se expressão de status, atestando a decadência de um período histórico que passa lento e doído.

Pelos idos de 1851, porque enxameassem os problemas derivados da alcoolofilia, Magno Huss realizou, por vez primeira, um estudo acurado da questão, promovendo um levantamento dos danos causados no indivíduo e alertando as autoridades para as conseqüências que produz na sociedade.

Os que tombam na urdi dura alcoólica, justificam-lhe o estranho prazer, que de início lhes aguça a inteligência, faculta-lhes sensações agradáveis, liberando-os dos traumas e receios, sem se darem conta de que tal estado é fruto das excitações produzidas no aparelho circulatório, respiratório com elevação da temperatura para, logo mais;. produzir o nublar da lucidez, a alucinação, o desaparecimento do equilíbrio normal dos movimentos...

Inevitavelmente, o viciado sofre uma congestão cerebral intensa ou experimenta os dolorosos estados convulsivos, que se tornam perfeitos delírios epilépticos, dando margem a distúrbios outros: digestivos, circulatórios, nervosos que podem produzir lesões irreversíveis, graves.

A dependência e continuidade do vício conduz ao delirium tremens, resultante da cronicidade do alcoolismo, gerando psicoses, alucinações várias que culminam no suicídio, no homicídio, na loucura irrecuperável.

Mesmo em tal caso, a constrição obsessiva segue o seu curso lamentável, já que, não obstante destrambelhadas as aparelhagens do corpo, o espírito encarnado continua a ser dominado pelos seus algozes impenitentes em justas de difícil narração...

Além dos danos sociais que o alcoolismo produz, engendrando a perturbação da ordem, a queda da natalidade, a incidência de crimes vários, a decadência econômica e moral, é enfermidade espiritual que o vero Cristianismo erradicará da Terra, quando a moral evangélica legítima substituir a débil moral social, conveniente e torpe.

Ao Espiritismo cumpre o dever de realizar a psicoterapia valiosa junto a tais enfermos e, principalmente, a medida preventiva pelos ensinos corretos de como viver-se em atitude consentânea com as diretrizes da Vida Maior.


Livro:Calvário de Libertação. Psicografia de Divaldo P. Franco

Muita paz. :)
Título: Re: Alcoolismo
Enviado por: Cl em 10 de Junho de 2010, 19:02
MARCELLO,eu tive um amigo,eu digo tive porque ele não fala mais comigo,eu disse para ele não beber pelo menos quando conduz ,ele bebe uma garrafa de whysk aos fins de semana...e ele disse que eu era chata,e disse para não falar mais com ele ,mais por motivos vários ,eu não vou entara em detalhes,o que eu faço é colocar ficha para que sejam retirados os obsessores que estão com ele ,a ficha vem sempre muito carregada ,mais acho que vou desistir ,porque ele nega que tenha problemas com o alcool ,e se os irmãos o limpam ,fim de semana que vem ele repete td e outras entidades voltam,desisto ou falo com ele ?ele é um bocado agressivo ,quando bebe ...obrigada
Título: Re: Alcoolismo
Enviado por: HelenaBeatriz em 10 de Junho de 2010, 20:21
Amigos
A propósito, hj é dia 10 de junho! Dia internacional dos Alcoólicos Anônimos (AA).

Minha homenagem a esses espíritos fraternos, solidários:
http://www.youtube.com/watch?v=xaSfnRhdqzs&feature=player_embedded (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PXhhU2ZuUmhkcXpzJmFtcDtmZWF0dXJlPXBsYXllcl9lbWJlZGRlZA==)

Um abraço,
Helena

(http://t1.gstatic.com/images?q=tbn:8oax4hV3YfI24M:http://images02.olx.com.br/ui/2/85/72/17658372_1.jpg)
Título: Re: Alcoolismo
Enviado por: Marccello em 11 de Junho de 2010, 03:16
Boa noite amigas Cláudia e Helena,

Amiga Cláudia...não devemos desistir nunca ...ajudar sempre ....

Nós, os espíritas, com base no conhecimento das leis espirituais que nos são esclarecidos e, mais ainda, com base no evangelho de Jesus, temos o dever, ou melhor, a obrigação de compreender e de auxiliar no que nos for possível; quer seja com a presença, com encorajamento, com orientação, com medicamentos, com um leito para o repouso, etc.

Porém, mais que tudo, é imprescindível que, para serem auxiliadas, estas pessoas estejam conscientes do passo que darão. É necessário reconhecerem o problema e procurarem auxílio especializado (psicólogos, médicos e até clínicas de desintoxicação); nós, seus amigos e familiares, estejamos sempre presentes e municiados de amor e compreensão para com os defeitos destas pessoas durante estes momentos; porque estarão passando por dores e sofrimentos intensos, tanto fisicamente quanto espiritualmente...

Amiga Helena...obrigado pelo belo vídeo!


http://www.forumespirita.net/fe/toxicodependencia/o-alcoolismo-na-visao-espirita/ (http://www.forumespirita.net/fe/toxicodependencia/o-alcoolismo-na-visao-espirita/)

Grande abraço! ;)

Muita paz. :)
Título: Re: Alcoolismo
Enviado por: Cl em 11 de Junho de 2010, 11:02
Amigo Marccello,obrigada por sua resposta ,o problema é que ele nem fala mais comigo ,ai fica difícil ajudar...
o que tenho feito é colocar fichas aqui no centro espírita ,para limpeza espiritual,mais me disseram que não adianta se ele não mudar de atitude ,pra já ele não acha que tem problema com o alcool..
Enfim ,obrigada pela atenção ,abraço.
Título: Re: Alcoolismo
Enviado por: Cl em 11 de Junho de 2010, 11:06
Amiga Helena,este vídeo me fez chorar ,pela simplicidade e ao mesmo tempo pela mensagem maravilhosa de ajuda ao próximo.
Obrigada,bj gde..
Título: Re: Alcoolismo
Enviado por: Hebe M C em 11 de Junho de 2010, 12:36
Amigo Marccello,obrigada por sua resposta ,o problema é que ele nem fala mais comigo ,ai fica difícil ajudar...
o que tenho feito é colocar fichas aqui no centro espírita ,para limpeza espiritual,mais me disseram que não adianta se ele não mudar de atitude ,pra já ele não acha que tem problema com o alcool..
Enfim ,obrigada pela atenção ,abraço.
Existe uma entidade chamada AlANON que ensina e trata de famílias que convivem com alcoolatra.
Nãosó ensina como lidar com a doença, como tambem ajuda a famíla que com a convivencia do vício cria uma espécie de neurose no círculo familiar.
Todos tem que ser cuidados não só o alcoolátra.
Informe-se no AAm normalmente trabalham juntos.
Mas a iniciativa de parar de beber tem que partir do proprio doente.
Infelizmente, apesar de frequentar o ALANON e internar meu pai várias vezes, ele morreu de cirrose.
Talvez se nós tivessemos participado mais cedo o ALANON teria nos ajudado a não cometer tanto erro ao lidar com ele.
É omprecindível que a família ou acompanhante do doente se cuide também.
Um abço Hebe 
Título: Re: Alcoolismo
Enviado por: Hebe M C em 11 de Junho de 2010, 12:38
 ;) Desculpem-me os erros de digitação estou sem óculos.
Título: Re: Alcoolismo
Enviado por: Cl em 11 de Junho de 2010, 13:44
Hebe ,obrigada pela mensagem ,é que eu não falo mais com  ele ou melhor ,ele não fala mais comigo..
Assim fica difícil,entrego se calhar nas mãos de Deus,gde abraço
Título: Re: Alcoolismo
Enviado por: Hebe M C em 11 de Junho de 2010, 13:57
Cuide-se  e se achar que vale a pena, tente a reaproximação, mas saiba que vai ter que estar firme para enfrentar uma barra dessas.Portanto fortaleça-se emocionalmente.
Umabço
Hebe
Título: Re: Alcoolismo
Enviado por: Marccello em 11 de Junho de 2010, 23:19
Boa noite amigas Helena, Cláudia e Hebe!

Hebe ,obrigada pela mensagem ,é que eu não falo mais com  ele ou melhor ,ele não fala mais comigo..
Assim fica difícil,entrego se calhar nas mãos de Deus,gde abraço

Cuide-se  e se achar que vale a pena, tente a reaproximação, mas saiba que vai ter que estar firme para enfrentar uma barra dessas.Portanto fortaleça-se emocionalmente.
Umabço
Hebe

Caso não seja possível aproximação física...continue fazendo sua parte... "colocar fichas no centro espírita"... fazer preces, mantendo contato através de e-mail...tenha certeza que em algum momento ele despertará...sua amizade será muito importante nesta hora!

Nada é por acaso...

Grande abraço! ;)

Muita paz. :)
Título: Re: Alcoolismo
Enviado por: Cl em 12 de Junho de 2010, 13:22
Amigos Marccello e Helena ,agradeço a ajuda e vou me cuidar sim e continuar na prece que é escudo eficaz , poderoso e opera milagres...
no momento ele me odeia ,eu sinto ,mais ele poderá mudar de idéias um dia ,ai eu estarei aqui para tentar dar alguma  ajuda..abraço amigos e obrigada.
Título: Re: Alcoolismo
Enviado por: HelenaBeatriz em 12 de Junho de 2010, 15:30
Amigos, muitas vezes queremos ajudar, mas não conseguimos...São aqueles espíritos amados, que todavia recusam qqr ajuda, os amados "inajudáveis"... O que fazer? Só com muita prece e boas vibrações, entregando-os nas mãos do Pai.

Isso mesmo, Cláudia!
Mostre-se sempre solidária e aguarde, com bons pensamentos e preces. A qualquer momento tudo pode mudar pra melhor.
Bjs!
Helena
Título: Re: Alcoolismo
Enviado por: Hebe M C em 12 de Junho de 2010, 15:54
Amigos Marccello e Helena ,agradeço a ajuda e vou me cuidar sim e continuar na prece que é escudo eficaz , poderoso e opera milagres...
no momento ele me odeia ,eu sinto ,mais ele poderá mudar de idéias um dia ,ai eu estarei aqui para tentar dar alguma  ajuda..abraço amigos e obrigada.
O ódio vem do estado emocional alterado pelo alcool e provavelmente por obsessores que já devem estar influindo.
Aprendi no AlAnon que a família e os amigos passam a ser para o acoolatra a censura.
Quando estão lúcidos, sentem uma culpa imensa por ter bebido.
Para ajudá-lo não só as orações mas a compreensão da doença é muito importante. Procure o AA e se instrua.
Um bjo Hebe
Título: Re: Alcoolismo
Enviado por: HelenaBeatriz em 12 de Junho de 2010, 16:16
hemcogliatti, sem dúvida! Os AA são muito importantes com os "inajudáveis" - após serem 'convencidos' da importância do tratamento - ou com os que querem ser ajudados espontaneamente...

http://www.forumespirita.net/fe/espiritismo-jovens/voce-sabia-%28curiosidades%29/msg115844/#new (http://www.forumespirita.net/fe/espiritismo-jovens/voce-sabia-%28curiosidades%29/msg115844/#new)

Um abraço,
Helena
Título: Re: Alcoolismo
Enviado por: Cl em 12 de Junho de 2010, 23:15
Amiga Helena ,realmente no momento ele é inajudável...além disso  , já me disse p esquecer que ele existe,apesar de tudo  está sempre em minhas preces..
Amiga Hebe,eu n conheço a família e n sei como eles lidam com o problema ,a minha ajuda pra já tem que ser de longe..
Eu gostaria muito de ajudar e fico triste ,enfim...
Amigas voces sempre ajudam muito, com tanta informação e interessadas em  ajudar ,este site foi um presente de Deus ,obrigada ,muito obrigada!!!!