Forum Espirita

GERAL => Outros Temas => Artigos Espíritas => Tópico iniciado por: Marccello em 07 de Maio de 2010, 02:55

Título: A ilusão do sangue
Enviado por: Marccello em 07 de Maio de 2010, 02:55

A ilusão do sangue

Não é o sangue que nos irmana, mas o espírito. Os laços consanguíneos são ilusórios e efêmeros. Kardec explica no item 8 do capítulo XIV de O Evangelho Segundo o Espiritismo: “O corpo procede do corpo, mas o espírito não procede do espírito, pois já existia antes da formação do corpo. O pai não gera o espírito do filho. Fornece-lhe apenas o envoltório corporal, mas deve ajudar o seu desenvolvimento intelectual e moral, para fazê-lo progredir”. Filhos de outros pais, procedentes de outro sangue, podem ser muito mais ligados aos pais adotivos que os filhos consanguíneos.

Essa é uma das razões por que os pais adotivos geralmente não querem revelar a verdade aos filhos que adotaram. O amor paterno e materno ressurge ante o filho que volta ao seu convívio. Mas Emmanuel revela um dos aspectos da lei da reencarnação que exige atenção e respeito. Os filhos que voltam ao lar por vias indiretas são espíritos em prova e, portanto, em fase de correção moral. Precisam conhecer a sua verdadeira situação para que a medida corretiva atinja a sua eficiência. E se quisermos burlar a lei só poderemos acarretar-lhes maiores sofrimentos.

São muitos os dramas e muitas as tragédias ocasionadas pela imprudência dos pais que mentiram piedosamente aos filhos adotivos. Quando a verdade os surpreende, o choque emocional pode transtorná-los, fazendo-os perder a oportunidade de aprendizado que muitas vezes solicitaram com ardor na vida espiritual. Esta é uma razão nova que o Espiritismo apresenta aos pais adotivos, quase sempre apegados apenas às razões mundanas.

Aprendendo desde cedo a se acomodar à situação de prova em que se encontra, o filho adotivo resigna-se a ela e aproveita a lição de reajustamento afetivo. Amanhã voltará de novo como filho legítimo, mas já em condições de compreender os deveres da filiação.

A vida aplica sempre com precisão os seus meios corretivos, mas nós nem sempre a ajudamos, esquecidos de que os desígnios de Deus têm razões profundas que nos escapam à compreensão. Se Deus nos envia um filho por via indireta, devemos recebê-lo como veio e não como desejaríamos que viesse.

Irmão Saulo - Do livro "Astronautas do Além", de Francisco Cândido Xavier e J. Herculano Pires / Espíritos diversos

muita paz. :)

Título: Re: A ilusão do sangue
Enviado por: aldapablo em 08 de Maio de 2010, 01:15
BOA NOITE MARCELO MUITO LINDA SUA MENSAGEM ,FIQUE COM DEUS .ALDA
Título: Re: A ilusão do sangue
Enviado por: Marccello em 08 de Maio de 2010, 17:04
Bom dia Alda!

Os verdadeiros laços são os espirituais...os biológicos fornece-nos apenas o envoltório corporal instrumento fundamental para o nosso aprendizado e reparação.

Grande abraço. ;)

Muita paz. :) 
Título: Re: A ilusão do sangue
Enviado por: MarcoALSilva em 08 de Maio de 2010, 18:10

Falar sobre os filhos... Eis aí o momento em que os adultos recuperam o brilho do olhar. Os olhos, acostumados com as agruras da Vida, habituados ao ar seco que fere no clima tenso da luta diária, brilham novamente, como se jamais a criança de um dia tivesse crescido. Homens e mulheres comungam, do alto de todas as diferenças, a essência una que só mesmo um filho consegue desnudar. Pais e Mães transcendem o Amor e a paixão que os unem para identificarem-se ainda mais no plano maior dos Missionários a quem o Pai Eterno entrega os diamantinos tesouros para a lapidação carinhosa. Filhos, nascidos do ventre ou recebidos no coração, são as jóias preciosas com que Deus nos convoca à Sua Elevada Presença, convidando-nos ao elevado sacerdócio do Amor incondicional e da dedicação sem limites. Pais e Mães dignos da denominação com que comungamos da Paternidade Divina são os que jamais deixam de invocar a Criança dentro de si para que os filhos encontrem não só a proteção e a ternura, mas também a felicidade de ter verdadeiros Amigos naqueles que os embalam, beijam, aquecem e trazem ao peito para o sono angelical. E filhos, os tesouros com que Deus semeia o Amor no solo árido do aprendizado de Seus próprios filhos, são todos os que nos vêm pelos desígnios do Alto. Tenham ou não o mesmo sangue, os rebentos da carne brilham na essência com a mesma intensidade, ostentando a origem comum de todos os que recebem o Sopro Divino da Vida. Falar sobre os filhos, pois, é se colocar aos pés do Criador sem jamais recolher as mãos quando a elas uma pequenina mãozinha recorrer, conduzida pela Vida, seja na comunhão da carne pela bênção do Amor, seja pela comunhão do Amor à deserção da carne...


Fonte: http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=74921 (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5sdXNvLXBvZW1hcy5uZXQvbW9kdWxlcy9uZXdzL2FydGljbGUucGhwP3N0b3J5aWQ9NzQ5MjE=)
Título: Re: A ilusão do sangue
Enviado por: aldapablo em 08 de Maio de 2010, 18:18
BOM DIA MARCELO OBRIGADO PELO RETORNO MUITA PAZ PARA VOCE .ALDA
Título: Re: A ilusão do sangue
Enviado por: Marccello em 08 de Maio de 2010, 19:58
Boa tarde!

Obrigado amiga Alda pelo seu carinho...

Belíssimo poema amigo Marco..."...o Pai Eterno entrega os diamantinos tesouros para a lapidação carinhosa. Filhos, nascidos do ventre ou recebidos no coração, são as jóias preciosas com que Deus nos convoca à Sua Elevada Presença..."

Não nos esqueçamos nunca disso...

Grande abraço. ;)

Muita paz. :)

 
Título: Re: A ilusão do sangue
Enviado por: MarcoALSilva em 09 de Maio de 2010, 00:30

Meu caro Marcello, tenho eu cá minha missão que abrange alguns tesouros que o Pai me enviou através do coração.

São uma dádiva que, por Magia de Amor, transformam em Luz quaisquer momentos de tristeza... Pobres do que não sabem o que é isso.

Um grande abraço!

Marco
Título: Re: A ilusão do sangue
Enviado por: Milu Matos em 13 de Maio de 2010, 22:51
Raul Teixeira...
Filhos adotivos, gostei e deixo aqui 0 1º.

http://www.youtube.com/watch?v=lmmaXBM-x4g (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PWxtbWFYQk0teDRn)

Para não sobrecarregar, Pf vejam 2º no Youtube.
Abraço
Título: Re: A ilusão do sangue
Enviado por: Marccello em 14 de Maio de 2010, 01:41
Olá Milu!

Muito boa a palestra do Raul Teixeira!

Obrigado! ;)

Muita paz. :)