Forum Espirita

GERAL => Outros Temas => Artigos Espíritas => Tópico iniciado por: Jorge em 10 de Abril de 2008, 16:30

Título: A Física Quântica em busca da Partícula Divina
Enviado por: Jorge em 10 de Abril de 2008, 16:30
«Confesso que, após cuidadosa e atenta leitura deste trabalho, conclui que foi um dos melhores artigos que já tive o prazer de ler. Ele se me afigura o mais erudito e informativo trabalho acerca da relação entre a Física e o Espiritismo, até agora escrito em idioma português. Se traduzido para o inglês será, sem dúvida, apreciadíssimo, inclusive pelos físicos mais modernos que, actualmente, divulgam obras acerca do relacionamento entre a Consciência e o Universo, vislumbrado sob a óptica das Físicas Quântica e Relativística… »

Hernâni Guimarães Andrade
(proferido em 2001/2002, meses antes de falecer)

http://www.ameporto.org/pt/artigos/artigo06.htm
Título: Re: A Física Quântica em busca da Partícula Divina
Enviado por: Vitor Santos em 10 de Abril de 2008, 20:29
Olá Jorge

Sinceramente não gosto muito deste artigo, amigo Jorge.

A minha opinião é que é um artigo fraco para o nivel habitual do autor (que é uma pessoa que muito admiro).

É fácil aos cientistas cépticos atacarem o texto, em minha opinião. Eles podem alegar que parte daquelas coisas não estão cientificamente provadas e isso pode levar os leitores deles a concluir que é uma tentativa de forçar a união do espiritismo à ciência.

Sei que a intenção do Luis Almeida era dar a ideia que a ciência não está a divergir nem tem que divergir do espiritismo.

Se fosse eu a escrever, não haveria problema. Não sendo um cientista, ninguém contestaria nada.

Contudo o Luis Almeida é uma pessoa altamente qualificada e o texto pode ter um uso indevido.

Sei que os companheiros dificilmente concordarão comigo. Compreendo isso, pois sou um zé ninguém ao lado do Luis Almeida. Mas não é por isso que vou deixar de dizer aquilo que eu penso. Se alguém não gostar peço desculpa antecipadamente.

bem hajam
Título: Re: A Física Quântica em busca da Partícula Divina
Enviado por: vitor_goncalves em 11 de Abril de 2008, 17:28
Olá Amigos

Já tinha lido este artigo. Gostei
O Prof. Luís de Almeida dá uma "ideia" da ligação da Fisica e o Espiritismo.
Eu nada sei da Fisica neste nível, no entanto parece-me que o Prof. Luís de Almeida, sem ser com a ligação ao Espiritismo, nada tem de provar, mesmo em relação à Fisica Qântica, pois os cientistas já o sabem. Conrrespeito ao integrar esta Fisica com o Espiritismo, é normal que os cientistas que rejeitam o Espiritismo, não o aprovem.
A opinião do Engº Hernâni Guimarães Andrade é de grande importância, pois este homem, foi uma das pessoas que se dedicou, à ligação dos conceitos quânticos e atômicos à ideia do espirito, vidé o seu livro "PSI Qântico".
Entretanto mando-vos uns ficheiros sobre o "Homem Transdimensional" (separados, pois não consegui ligá-los), que está dentro desta mesma linha, do Dr. Décio Iandoli Jr.,
 publicados na "Revista Espirita - Verdade e Luz".

Um Abraço

VG
Título: Re: A Física Quântica em busca da Partícula Divina
Enviado por: Vitor Santos em 11 de Abril de 2008, 20:24
Olá amigo VG

Basta analisar a equação E(m,v)=mc2/raiz.quadrada(1-v2/c2).

ou seja, a uma massa m a uma velocidade v inferior à velocidade da luz corresponde uma energia potencial E (parte dessa energia brutal liberta-se aquando da fusão nuclear e daí o poder da bomba "Antónia" :D).

se m=0, então E=0, válido para v < c

Logo não há energia "E" sem matéria. Algo que não tenha massa "m" não tem energia "E". , o que contraria aquela ideia que a energia, em vez de ser um estado da matéria, se pode transformar em matéria e vice-versa.

Quando v->c, E->infinito, desde que "m" não seja função de "v", como foi assumido pelo William Tiller para chegar aos gráficos que estão no site da AME Porto.

quando v > c

E(m,v)=- mc2/raiz.quadrada(v2/c2)-1).

ou seja, já não é a fórmula inicial.

Nem em termos matemáticos se deduz o resultado do gráfico do artigo da AME.

A energia seria um n.º complexo, se se mantivesse a fórmula inicial.

Aplicando-se a segunda fórmula, que nada tem a haver com a primeira, que é tida como base disto tudo, a energia é negativa. Qual é o significado fisico disto?

Ou isto está mal contado ou não tem lógica. Talvez um dia eu consiga uma resposta satisfatória que possa publicar aqui no fórum. Se alguém tiver acesso pessoalmente ao Luis de Almeida podia pedir-lhe que me esclarecesse sobre estes mistérios. Eu agradecia muito. Já tentei por email, para a AME Porto, mas a resposta não esclarecia nada. Se me derem autorização eu publico-a aqui.

Como já disse, eu sou um zé ninguém. Mas nem zé ninguéns têm que engolir tudo o que lhe dizem cegamente. Socialmente isto não é lá muito simpático. Era mais fácil para mim dizer que estava tudo muito bem. Mas eu digo aqui aquilo que penso e não o que socialmente mais me convém. Não sei ser de outra forma.

bem hajam
Título: Re: A Física Quântica em busca da Partícula Divina
Enviado por: vitor_goncalves em 11 de Abril de 2008, 20:53
Olá Amigos

Vítor Santos

É capaz de ter razão. Tentei fazer o gráfico com a fórmula, mas não consegui.
Parti de que não estava a entender completamente, como ainda não vi uma refutação à formula, julguei que me faltava quaiquer coisa.
Se fosse possível gostava de ter a resposta à sua observação da AME.

Um Abraço

VG
Título: Re: A Física Quântica em busca da Partícula Divina
Enviado por: Diegas em 26 de Outubro de 2009, 06:59

Logo não há energia "E" sem matéria. Algo que não tenha massa "m" não tem energia "E"...'

Olá, Vitor Santos


A fórmula de Einstein: E = m. v ² (energia é igual a massa vezes a velocidade da luz ao quadrado) não estará errada quando analisamos a possibilidade matemática da massa ser zero (m = 0) diante da afirmativa dos espíritos que não há vácuo no Universo, ou seja, que sempre há massa ou energia em qualquer dimensão ?

Não estaria a Codificação levando-nos a uma conclusão contraria à matemática de Einstein ?



Abç
Título: Re: A Física Quântica em busca da Partícula Divina
Enviado por: Aldebaran em 26 de Outubro de 2009, 07:06
Partícula divina??  :D
A mônada primordial de Leibniz??  :D

Tá louco hein, a uma hora dessas vocês só podem esta de brincadeira.

fui...  ;)

abçs,

Renato