Forum Espirita

GERAL => Outros Temas => Artigos Espíritas => Tópico iniciado por: *Leni* em 06 de Fevereiro de 2009, 21:37

Título: A DEPRESSÃO NA VISÃO ESPÍRITA II
Enviado por: *Leni* em 06 de Fevereiro de 2009, 21:37




A DEPRESSÃO NA VISÃO ESPÍRITA II

Os estudos dos neurônios e das redes sinápticas (rede de conexão entre neurônios vizinhos) tem levado os cientistas a descobertas surpreendentes no conhecimento químico cerebral, chamando a atenção para os elementos neuroquímicos, porque é através deles que veiculam as mensagens não somente dentro do cérebro, mas também por todo o corpo humano!

Determinados distúrbios de comportamento são originados pelo excesso ou pela falta dessa ou daquela substância química no cérebro. Muitíssimo bem... Mas então qual o fator que determina esse excesso e a falta de substâncias químicas? O que dispara isso? Onde está o gatilho do disparo ou o freio da contenção? Quem é o sujeito que providencia excesso ou falta?

Exemplo:
Em 1984, na Universidade de Iowa nos Eua, um psiquiatra descobriu que no cérebro dos esquizofrênicos existe deficiência na metabolização (processamento) do aminoácido serina (que é encontrado na maioria dos alimentos que possuem proteínas).

Essa serina é a substância que equilibra a glicina, que regula o nível da dopamina.
A dopamina então acaba sendo produzida em excesso e surge então esquizofrenia.
Mas por que existe a essa deficiência da metabolização? A Ciência busca sempre, e cada vez mais, explicação para os fatos.

E é por isso que:

- Já existe a ABRAPE – Associação Brasileira dos Psicólogos Espíritas;
- Já existe a AME – Associação Médico Espírita;
- O aumento de número de médicos e outros doutores na ciência que aderem a Ciência Espírita;
- Já houve a fundação da UniEspírito – Universidade Internacional de Ciências do Espírito, que busca os pontos de encontro entre Filosofia, Ciência e Religião, abordando o homem de uma forma integral, ou seja, bio-psico-socio-espiritual, fundada em 25 de janeiro de 2004;
- Já existem cerca de 100 hospitais espíritas no Brasil;
- O ESDE já é feito até pela Internet, e até em espanhol (www.espiritismo.cc (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5lc3Bpcml0aXNtby5jYw==));
- A partícula Deus já está em discussão (Boson de Higgs – átomo, elétrons, prótons, nêutrons e outras).

As provas estão aí:
O Homem já começa a esbarrar fortemente com o perispírito e o espírito nas pesquisas científicas.

Ler parte do Livro Além da Matéria – Robson Pinheiro / Joseph Gleber

Necessidade do Tratamento Médico na Depressão:
Enfatizamos com veemência que depressão requer cuidados médicos especializados... Existe necessidade de uma medicação bem dosada e muitas vezes combinada, controlada invidualmente pelos médicos para cada caso, visando a regularização do processo bioquímico do cérebro. Exigindo acompanhamento psicoterápico. Mas também requer cuidados espirituais.

Não somos só corpo. Somos espírito também. Já sabemos que o espírito comanda o corpo e que, por ser imortal, é preciso mudar pensamentos e atitudes para manter o equilíbrio da vida orgânica. Se algo estiver desequilibrado nela.

E é bom lembrar que a depressão também não está vinculada exclusivamente a quadros de influenciação externa obsessiva. (obsessão). Mas que, sem dúvida, podem e vão facilitar esse fato pelo estado de desequilíbrio vibracional em que pode ficar o paciente.

Sentimentos e Emoções:
O cérebro é o veículo de expressão da mente... Ele transmite as ordens ao corpo material... Mas não é a própria mente.
Entre expressar e ser existe uma distância incomensurável.

Como sabemos, os neurocientistas vêm localizando no cérebro as regiões correspondentes à fala, à audição, à visão, ao paladar, ao controle dos movimentos, etc...
Já conseguiram descobrir o percurso até de algumas emoções, bem como o trabalho dos neurônios no comando dos agentes psíquicos resultantes dessa energética em movimento.
Descobriram também que dependendo da emoção ou do sentimento, o cérebro atua na produção de certos hormônios e substâncias químicas correspondentes ao tipo de função psíquica exercitada naquele momento.

Ler parte do Livro Educação dos Sentimentos (Jason de Camargo)

Força de Vontade:
Essa é a mola propulsora de toda essa tecnologia que vemos no mundo, de todos os avanços médicos, informática, mecânica, espacial, eletrônica. Ela provém do “estado de espírito”, que tanto se fala por aí. O ser humano é efetivamente o que pensa.

Vejamos o exemplo de Júlio Iglesias que há 30 anos atrás sofreu um acidente no Canadá e ficou completamente paralítico. E que hoje canta e encanta o mundo com sua voz e sua música... (força de vontade).

O mesmo aconteceu com o cantor brasileiro do Grupo "Os Paralamas do Sucesso", Herbert Vianna, cuja esposa veio a fazer seu retorno a pátria espiritual. (força de vontade).

Aliás, cada um de nós deve ter conhecimento de casos semelhantes espalhados pelo mundo E muitas vezes tão perto da gente Seja com vizinhos, conhecidos, amigos, parentes. (força de vontade).

Queremos deixar bem claro que quando nos referimos ao “estado do espírito” falamos de sintonia vibracional desse espírito. Quanto ao seu positivismo ou não diante da vida. Do seu otimismo ou não diante dos problemas que o afligem. Da qualidade das suas ondas cerebrais costumeiras. Qualidade dos seus hábitos. Do respeito pelo corpo e pela vida... Do seu cuidado com sua evolução espiritual. Somos carne e espírito. Não podemos relegar nenhum dos dois. Tá lá no Evangelho.

Ítens para Reflexão -
Neste ponto gostaríamos de deixar, naturalmente para reflexão de todos os presentes, encarnados e desencarnados, algumas questões:

- Estamos seguindo as prescrições do maior maior tratado de psicoterapia do mundo, que é o Evangelho de Jesus?
- Que parceiros espirituais temos tido ao nosso lado, devido as nossas atitudes e pensamentos?
- Que parceiros espirituais temos sido para os outros, através de palavras e ações?
- Como estamos lidando com o próximo? Estamos fazendo a eles aquilo que gostaríamos que nos fizessem?
- Como estamos lidando com o rancor e com a mágoa? Estamos perdoando?
- Como amigos, temos emprestado o ombro para o choro de um irmão de jornada? 
- Temos apaziguado corações?
- Estamos ajudando materialmente também a alguém?
- Como vai nossa paciência e tolerância? Temos praticado ambas?
- Precisamos policiar mais nossa maledicência?
- Temos confortado alguém doente?
- Como temos lidado com o nosso próximo mais próximo, que são os nossos familiares? Sabemos, como espíritas, que o acaso não existe, e se renascemos naquela família bom motivo há de haver.
- Temos elevado nossos pensamentos ao alto, através de prece e meditação, buscando sintonia com Jesus e com Deus?

Encerramento:
Reflexão - Uma Mensagem de Otimismo - As Leis de Deus
Nossa posição, ou seja, enquanto humanidade, diante das Leis Morais, define a situação moral geral do homem na Terra. E, conseqüentemente, seu destino geral (falando de maioria). A evolução intelectual, nos ensinam os espíritos superiores, antecede a evolução moral.

Assim, podemos deduzir que realmente o estado atual conturbado da humanidade, por uma relação de causa e efeito, trará acontecimentos que irão fazer com que o homem se modifique. Isso quer dizer que se avizinha uma nova era para a humanidade.

Uma era de Regeneração do Planeta, na qual irão sendo atraídos para planetas inferiores os espíritos que não estejam conseguindo acompanhar o desenvolvimento moral dos espíritos que continuarão na Terra. A Terra está completando o ciclo de ser o lar para os espíritos que estão numa situação moral que ainda requer um Planeta de Provas e Expiações para continuarem aprendendo.

Não é castigo divino, é misericórdia. Se o espírito foi criado para evoluir e não consegue num Planeta, acabará conseguindo num outro Planeta. (aqui lembramos dos Exilados de Capela). Nada acontece por acaso. Todo esse avanço da tecnologia (em eletrônica, na energia atômica, na clonagem, na medicina) está fazendo com que o homem se aproxime da descoberta do espírito imortal e daí para ter a consciência da necessidade de reparação, pela natural responsabilidade de tudo o que faz e que pensa. Deus apenas nos deu o livre-arbítrio para que através dele construíssemos nossa felicidade dentro das Leis da Natureza, que são imutáveis por serem perfeitas.

Aí cabe a pergunta: Já estamos percebendo isso?

Que estamos fazendo para fazermos as mudanças necessárias em nossas vidas? Estamos fazendo por merecer o direito a uma vida mais feliz, numa comunidade mais justa e mais fraterna, num Planeta de Regeneração?

A evolução do espírito, em vista da lei de causa e efeito, se fará quer seja pelo amor ou pela dor. Isso é apenas a constatação da perfeição das Leis Naturais e da Providência Divina.

CONTINUA...