Forum Espirita

CONVÍVIO => Apresentação => Tópico iniciado por: jvdelalibera em 02 de Dezembro de 2011, 18:55

Título: Uma duvida pessoal aos sabios amigos...(mediunidade)
Enviado por: jvdelalibera em 02 de Dezembro de 2011, 18:55
Caros Amigos
Uma fantástica tarde de sexta feira para todos! sempre muito agradavél, certo?

Primeiramente, como manda o tópico, gostaria de me apresentar, me chamo João Victor e como diria Belchior, sou apenas um rapaz latino americano e sem dinheiro no banco, sem parentes importantes e vindo do interior.. bom mas também muito jovem, de idade e sempre de espirito... 27 =D. E é um prazer dizer que este é meu primeiro tópico aqui, após ler muittos e muitos outros, conclui que gostaria de 'ouvi-los' sobre minha duvida.

É importante dizer que não me considero espirita ou catolico ou evangelico ou qualquer outra bandeira que infelizmente muitos irmãos levantam como se fossem times de futebol, minha religião é estar em paz, comigo e com os outros, orar sem convenções e sempre que possivel mas nunca o tanto que gostaria e efetivamente faço =(, ajudar o proximo. De qualquer forma possuo uma identificação muito grande com o espiritismo, pelo grande conforto que a doutrina nos dá seja no tange a continuidade, o aprendizado, a caridade e a evolução continua, entretanto as vezes me pego ajoelhado nos pés de Nsa de Fatima como uma das 3 crianças chorando feito uma delas dentro de qualquer igreja... não pensem que sou super regilioso, pois não sou, mas frequento sim, centros, searas, moradas, sempre que possivel ou egoisticamente falando preciso receber um purificador passe...

Quero dizer também que entendo que todos somos de alguma forma, médiuns e que não tenho qualquer pretensão de achar que possuo um dom que me faça melhor ou pior que meu próximo, li aqui mesmo neste site, alguns relatos de pessoas com até certo inconformismo por ter que estudar ou desenvolver algo que de alguma forma a promove como um super poder!.. desculpem-me pela ironia, mas repito que não tenho qualquer pretensão em ser ou me tornar um médium, penso que o fato de você tocar o coração de uma pessoa com suas atitudes deste seu espirito que mora dentro da sua matéria é tão grande como transmitir uma mensagem do lado de lá... de qualquer forma, gostaria de dividir com os amigos algo que acontece comigo a muitos e muitos anos e que após uma consulta espiritual em um centro espirita que alias é fantástico, em Campinas, (Morada Lauri Hans), recomendo, me foram ditas algumas palavras, que peço a liberdade em dividi-las com os irmãos para que de alguma forma possa acalmar meu coração...

Sinto, há muitos anos, fortes arrepios, realmente fortes em alguns casos, principalmente quando estou em alguns centros espiritas ou alguns outros locais, não sei se é coisa da minha cabeça, mas estes arrepios diminuem muito quando de alguma forma me encontro estressado ou longe de Deus assim como aumentam quando estou atuando voluntariamente e com o coração proximo do pai...

Bom, durante esta consulta, durante uma conversa realmente engrandecedora, onde dividi uma preocupação de saúde, me foi dito que "possuo um espirito muito antigo e que recebi uma semente antes de vir para esta breve passagem neste plano, que boas entidades me acompanham e que teria muitas coisas a serem feitas...." entre outras coisas de ordem particular, este trecho fica se repetindo em minha mente e não consigo tirar uma leitura concreta do que me foi dito, por imaturidade ou inexperiência talvez, entretanto, peço aos sabios colegas que possam me ajudar a concluir da melhor maneira.

Repito novamente que não me sinto mais ou menos especial por isso, acredito que todos, sem exceção temos a obrigação de atuar na caridade e elevar o espirito com as verdadeiras riquezas que se pode levar desta vida, o aprendizado. Mas quis alguem la em cima que eu estivesse lá e ouvisse aquilo ... Minha leitura é que tenho de fato uma responsabilidade  muito grande, acredito que o caminho da caridade continua sendo o caminho correto, nao digo grandes feitos, mas a minha parte, uma formiguinha fazendo o possivel pra ajudar outra....

Entretanto nao sei se é a correta leitura ou se existe alguma forma para entender isso melhor... talvez a resposta esteja dentro de mim, mas gostaria muito de ouvi-los...

Obrigado!!!!

Joao victor
Título: Re: Uma duvida pessoal aos sabios amigos...(mediunidade)
Enviado por: hcancela em 02 de Dezembro de 2011, 19:42
Olá João

Para estudar a mediunidade, aconselho a leitura do Livro dos Médiuns de " Allan Kardec" que aqui no forum pode ler e ouvir, no entanto deixo em baixo um link que pode tirar algumas dúvidas.

http://urs.bira.nom.br/espiritismo/gfe/gfe00044.htm


Saudações fraternas
Título: Re: Uma duvida pessoal aos sabios amigos...(mediunidade)
Enviado por: fernanda leguife em 02 de Dezembro de 2011, 20:40
Olá jv
a mediunidade é um dom, que lá antes de vir para este mundo assumimos o compromisso de trabalharmos aqui, mais chegamos aqui e esquecemos dos compromissos assumidos. Mas um dia a Vida começa a te cobrar. É o que acontece comigo, alguns anos atras frequentei um centro espirita e comecei a desenvolver a minha mediunidade, depois parei casei me dediquei a maternidade, mas hoje me vejo em uma situação que tenho que continuar com a minha missão pois não venho me sentindo bem,  sinto sim arrepios, entre outras coisas que talvez eu citasse vc poderia achar que seria super poderes depende do ponto de vista de cada um, as vezes não gosto de comentar o que me acontece porque as pessoas podem achar que estou louca ou inventando. Quanto a ser medium como citou em seu texto de ter super poderes para os verdadeiros mediuns isso não existe  a missão de um médium é ajudar e evoluir espiritualmente e não se envaidecer por esse dom,   e  nem todos nasceram para serem medium, assumiram outros compromissos.


abraços Fernanda

Título: Re: Uma duvida pessoal aos sabios amigos...(mediunidade)
Enviado por: jvdelalibera em 02 de Dezembro de 2011, 21:07
Poxa amigos, obrigado pelas primeiras respostas..

Por favor, nao sei se fui suficientemente claro em meu texto, grande por sinal =/ que nao acho que tenho qualquer mediunidade, mto pelo contrario, acredito até ser coisa da minha cabeça, disse somente que vi em alguns posts, pessoas que pensam nisso como algo que os diferenciam e buscam notoriedade por isso... quero com humildade dividir minha preocupação com vcs pois entendo que tenho uma missao de caridade e tao somente isso... se existe qualquer sinal de interação, gostaria que pudessem me dizer de que forma evoluir.... e somente isso...

obrigado
Título: Re: Uma duvida pessoal aos sabios amigos...(mediunidade)
Enviado por: Fransinha em 02 de Dezembro de 2011, 21:14
João

Sobre mediunidade inconsciente podemos dizer que ela já não existe hoje. Por vezes nos forçamos a pensar que certas coisas são da nossa cabeça, mas na realidade estamos sob a influência do mundo espiritual, todos nós, mediuns ou não, e isso é uma coisa tão natural quanto a luz, não podemos evitar.

Quanto aos seus arrepios, eles acontecem porque quando vc ora, ou quando se aproxima de uma casa de oração, esses lugarem estão preenchidos de bons fluídos, frutos do trabalho dos nossos amigos espirituais que se aproximam quando elevamos nosso pensamento a mesma faixa de sintonia deles, como as frequências de uma onda de rádio, nos sintonizamos nosso pensamento.

A respeito das palavras que ficam a se repetir na sua cabeça: nós todos antes de reencarnar traçamos as condições em que queremos viver na nova vida, por vezes, não raro, escolhemos certas missões que nos ajudarão a evoluir mais rapidamente. Essas missões não precisam ser grandes feitos da humanidade, pode ser, por exemplo, pedir para reencarnar proximo de uma alma amiga, como na família, para com a convivência resgatar uma pena do passado. Ou viver uma vida de caridade e amor ao próximo, para por meio do trabalho, evoluir nosso espírito.

É importante lembrar que nada disso deve ser obrigatório, toda missão deve ser feita de coração aberto. E que cada um tem um tempo para cada coisa. Ninguém involui, nem anda para trás, toda experiência engrandece a alma, algumas mais rápido e outras menos. Nossos irmãos espirituais estão sempre dispostos a nos orientar sempre que necessitamos, basta elevar o nosso pensamento e abrir o coração ao bem e a caridade ao próximo.

A decisão de seguir ou não as palavras que se repetem na sua mente é exclusivamente sua, você se conhece e sabe seu tempo de viver cada coisa, ore bastante e peça orientação ao seu guia, que com certeza saberá o que fazer. A nossa consciência sempre nos indica o melhor a fazer.

Abraço
Título: Re: Uma duvida pessoal aos sabios amigos...(mediunidade)
Enviado por: Guadalupe Girassol em 02 de Dezembro de 2011, 21:46
as vezes me pego ajoelhado nos pés de Nsa de Fatima

Caro amigo,

Achei curioso ser devoto de Nossa Sr.ª de Fátima, se vier a Portugal, não deixe de visitar o santuário, independentemente da religião, é um local com uma energia extraordinária.
Título: Re: Uma duvida pessoal aos sabios amigos...(mediunidade)
Enviado por: season em 05 de Dezembro de 2011, 11:17
Olá amigo.
Acho fantástico que aquilo que mais o preocupa sejam os seus exemplos. É através desses exemplos que consegue a aproximação de entidades melhores do que nós. Todos nós trazemos esse dever, o de nos dedicarmos aos mais desventurados, já que também nós o somos de uma forma ou outra. Todos os conselhos de nossos irmão maiores vão nesse sentido. Da sua disponibilidade interior, sairá a qualidade das suas ações. Se o nosso coração vibrar conforme aquilo que Jesus nos ensinou, estará a doar de muitas formas. Estenda isso a nossos irmãos, seja no centro espírita, seja na rua ou em casa. Todos temos o nosso caminho. Se for também no centro por ter essa capacidade física, então tudo bem. Se for noutro sítio qualquer, tudo bem na mesma.
A única coisa que nos pertence são as nossas qualidades e o tempo que dispomos. Tudo o resto nos é emprestado por Deus.
Espero ter ajudado. Mantenha-se disponível que "quando o trabalhador está pronto, o trabalho aparece".
Abraço
Título: Re: Uma duvida pessoal aos sabios amigos...(mediunidade)
Enviado por: M.Altino em 05 de Dezembro de 2011, 11:52
Amigo João  antes  e tudo um grande abraço de muita paz , em relação ao que meu amigo diz  sobre a mediunidade , temos sempre de entender que o importante é sempre o estudo e  no livro dos Mediuns   pelo seu estudo vai entender  um pouco sobre  essa situação e  ao mesmo tempo tem aqui no chat todas as  quintas feiras  um estudo sério e  partilhado  sobre  o mesmo livro.
Lhe deixo apenas  como  exemplo as  lindas palavras de Emanuel sobre  a mediunidade, que  nos auxilia um pouco a meditar nessa qualidade  de ajuda.
 Todos os homens têm o seu grau de mediunidade, nas mais variadas posições evolutivas, e esse atributo do espírito representa, ainda, a alvorada de novas percepções para o homem do futuro, quando, pelo avanço da mentalidade do mundo, as criaturas humanas verão alargar-se a janela acanhada dos seus cinco sentidos.
 Na atualidade, porém, temos de reconhecer que no campo imenso das potencialidades psíquicas do homem existem os médiuns com tarefa definida, precursores das novas aquisições humanas.
É certo que essas tarefas reclamam sacrifícios e se constituem, muitas vezes, de provações ásperas;
 todavia, se o operário busca a substância evangélica para a execução de seus deveres, é ele o trabalhador que faz jus ao acréscimo de misericórdia prometido pelo Mestre a todos os discípulos de boa-vontade.

  Um grande abraço de muita paz
Manuel Altino
Título: Re: Uma duvida pessoal aos sabios amigos...(mediunidade)
Enviado por: Mourarego em 05 de Dezembro de 2011, 13:31
Meus amigos,
primariamente gostaria de expor a idéia que faço do vocábulo "Dom", dentro de nossa doutrina.
O dom, devemos entender, só é dado a quem tenha adquirido mérito.
Ora, mérito não se consegue apenas por ser bonzinho ou amável, mas sim pela intensa produção do bem e em caráter geral.
Para que se tenha esse tipo de produção, quer dizer ação diante das vicissitudes e atuação ante momentos infelizes de outros, há que se estar a agir bem e dentro do escopo que é explicado pela doutrina, isso em nosso caso, pois cada uma das doutrinas espiritualistas trás em si, como especificidade, um conjunto de princípios básicos dos quais seus seguidores não devem se afastar.
Logo, um Espírito ignorante, ou embusteiro, ou ainda que esteja por sua vontade em meio ao mau agir, não detém mérito algum.
Sendo assim, e como é explicado no LM, o que temos, falando sobre mediunidade, é uma ferramenta de regeneração que para ser utilizada bem não pode prescindir de um estudo perseverante.
As faculdades medianímicas, notem que estou falando da especificidade mediúnica e não da mediunidade em sentido amplo, também assim o fez Kardec pois em seus dois parágrafos iniciais veio por salientar essa separação entre mediunidade (médiuns), e faculdades medianímicas (a capacidade de produzir por vontade própria fenômenos de grande monta no campo medianímico).
Por isso se diz correntemente, "médiuns e mediunidades", para elencar a ferramenta mediunidade (médiuns), e a faculdade medianímica (mediunidades).
É claro que ser portador de alguma ou de algumas faculdades não nos faz melhores, ou mais acima do que outros que não possuam alguma ou que mesmo que possuam não consigam operá-las.
Os que as detém, e que as conseguem operar são por conseguinte, no dizer codificado, os "médiuns por excelência".
Isso porque aqueles que mesmo que tenham alguma faculdade, esta não consigam operá-la são tidos no LM por médiuns inertes.
Notem estou apenas fazendo citações ao LM e nada disso é de minha autoria, insisto.

É dito, também, mas em outro capítulo do LM, que encarnado não exista alguém que possa dizer "fulano é médium e beltrano não o é", logo, só um estudo criterioso, sério e grave pode vir a indicar indícios desta faculdade.

Os arrepios, as diversas sensações, podem em alguns casos específicos traduzirem um indício de faculdade medianímica mas em geral só traduzem a parte inicial que todos contem, que é a de sentir aos Espíritos.
Por isso é bem explicado ao começo do capítulo sobre os Médiuns, que "qualquer um que possa sentir a influência dos Espíritos é, por conseguinte, médium.
Vejam, em lugar algum desta explicação é dito ou dado a entender sobre faculdade medianímica, falou -se apenas em sentir influência.
O frio ou o calor também os sentimos não é mesmo, entretanto nenhuma dessas duas sensações nos chega através da parte medianímica mas sim física.
Temos de ter sempre estas informações bem nítidas e compreendidas em nossa mente, para não corrermos o risco de aceitarmos qualquer balela divulgada quer em obras esparsas e sem responsabilidade doutrinária ou mesmo pela Internet.
Afinal, elas fazem parte das explicações doutrinárias que o Espiritismo nos trouxe.
Abraços,
Moura
Título: Re: Uma duvida pessoal aos sabios amigos...(mediunidade)
Enviado por: Vinicius Kmez em 05 de Dezembro de 2011, 16:20
Amigos, aproveitando o tópico..


Seria possível que um espirito que mantém comunicações com um médium, falar se tal ou tal pessoa possui mediunidade?



Outro dia do nada o meu cunhado virou para mim e disse "você tem um espirito perto de você precisando de ajuda.. e ele ta falando que futuramente você vai desenvolver as suas faculdades por completo."

O "engraçado" é que alguns dias antes disso, depois de uma sessão espirita em um centro que eu frequentava, comecei a sentir sensações pelo meu corpo, como se alguém estivesse me tocando, passando as mãos, porém, isso apenas fora de casa  :o
Ao entrar em casa, as sensações passam na hora!

Um dia na faculdade senti uma forte sensação do meu lado esquerdo e veio o pensamento de eu escrever.. não sabia o que, mais a sensação veio.. como estava usando o notebook em aula, abri o bloco de notas e o barulho da aula sumiu e uma palavra (nem lembro qual) começou a martelar na minha mente.. escrevi ela achando que era um lapso de criatividade ou algo do tipo, e varias outras começaram a "brotar" na mente até que eu "acordei". O barulho voltou ao normal e tinha escrito umas 4,5 linhas no bloco de notas.. muito estranho.

Existe alguma possibilidade dele ter acertado?
Ou melhor, existe alguma possibilidade de algum espirito "ver" a mediunidade de outra pessoa e comunicar através de um médium??


Obrigado.
Título: Re: Uma duvida pessoal aos sabios amigos...(mediunidade)
Enviado por: Mourarego em 05 de Dezembro de 2011, 17:09
Mano Vinicius,
a regra é não se dar crédito a esse tipo de mensagem ou aviso.
Todos nós, médiuns por excelência ou não, temos a nosso lado muitos espíritos que nos ajudam e na mesma quantidade outros que nos querem engodar, mistificar ou enganar.
Abraços,
Moura
Título: Re: Uma duvida pessoal aos sabios amigos...(mediunidade)
Enviado por: Vinicius Kmez em 05 de Dezembro de 2011, 17:59
Mano Vinicius,
a regra é não se dar crédito a esse tipo de mensagem ou aviso.
Todos nós, médiuns por excelência ou não, temos a nosso lado muitos espíritos que nos ajudam e na mesma quantidade outros que nos querem engodar, mistificar ou enganar.
Abraços,
Moura

Foi exatamente isso que eu fiz.. pensei "se tenho mesmo, que o próprio espirito que venha falar comigo"

O que apenas me deixou encucado foi o episódio da faculdade o qual comentei

Mediunidade florescendo ou fenômeno medianímico??
Título: Re: Uma duvida pessoal aos sabios amigos...(mediunidade)
Enviado por: sheilla05 em 05 de Dezembro de 2011, 18:33
{aproveitando o assunto do tópico}

Olá irmãos, me chamo Sheilla, tenho 16 anos. Não sou nova no fórum, mas é a primeira vez que posto alguma coisa. Venho de família indecisa, visto que minha mãe é católica e meu pai é "meio" evangélico. Nunca gostei ou me senti bem em nunhuma dessas religiões, por isso não costumava frequêntar nenhuma delas. Mas já fui a todas por convite de amigos. A alguns meses me tornei espírita, por conta própria, ninguem me convidou, ninguem me apresentou a doutrina. Confesso que no início ao abrir o LE, foi por interesse banhado de curiosidade, afinal - pensava eu - se não for aquilo que eu espero não preciso continuar- e como a santa doutrina tem o poder de tocar os corações humanos,  me apaixonei, sou espírita de coração, agradeço a Deus pela fonte iluminadora que me foi apresentada. Meus pais a pricípio ficaram meio chocados, por que ambos ainda não haviam tido o contato real com o espiritismo, só sabiam o que os hipócritas dizem, que naturalmente passa muito longe da realidade. Frequênto um centro próximo a minha casa, participo das reuniões doutrinárias todas as semanas.

Bem, mas a questão meus amigos, é que hoje, depois de leitura e estudo contínuo, algumas coisas começaram a acontecer comigo. Todas as sensações físicas que os médiuns sentem no início como: intensificação de sentimentos como raiva e angústia, crises de choro, sensação de intensa solidão, etc..., estou sentindo elas, acompanhadas de algumas "massas de ar", algumas luminosas e outras escuras que tenho visto. Naturalmente eu acho que são coisas da minha mente. E essas "massas de ar luminosas" que eram esféricas, estão começando a tomar forma. Como uma que eu vi, na rua mesmo, eu estava em um lado da rua, e vi essa massa de ar - era branca - passando do outro lado da calçada, tinha alguma forma, e agora analizando melhor, parecia um senhor,  olhei para tentar distinguir o que seria,  mas quando passou por trás do poste desapareceu.

Não estou dizendo que posso ser uma médium, mas somente quero saber o que pode estar acontecendo comigo?

Muito Obrigada irmãos, que a paz esteja convosco.
Título: Re: Uma duvida pessoal aos sabios amigos...(mediunidade)
Enviado por: Mourarego em 06 de Dezembro de 2011, 11:58
Amiga Sheilla,
Desde os 14 anos me vi médium e a produzir fenômenos.
contudo nenhuma dessas ditas sensações eu senti, aliás nem eu e nenhum dos Espíritas que conheço e olhe que conheço deles aos montes.
A possibilidade para que isso aconteça não é devido a mediunidade mas sim daquilo que se tem bem guardado dentro de nós.
A "Cura" está em não nos preocuparmos muito com isso e fazermos todo o possível para estarmos bem e nesse caso as preces mais das vezes resolvem.
Abraços,
Moura
Título: Re: Uma duvida pessoal aos sabios amigos...(mediunidade)
Enviado por: sheilla05 em 06 de Dezembro de 2011, 14:39
Queridos amigos, muito obrigada pelas respostas. Realmente foram de grande esclarecimento.
Abraços, Sheilla.
Título: Re: Uma duvida pessoal aos sabios amigos...(mediunidade)
Enviado por: jvdelalibera em 09 de Dezembro de 2011, 14:41
Que agradável surpresa foi ler atentamente tantas respostas dos amigos, agradeço do fundo do meu coração o tempo que dedicaram no apoio deste curioso e eterno pequeno aprendiz...

Após muito pensar, tirei uma conclusão interpretando as mensagens e sinais que recebo, seja por meios físicos ou não, fato é que não devemos nos preocupar se somos ou não somos algo ou se temos ou não temos qualquer tipo de dom, concluo que o mais importante é termos o espirito elevado, próximo a Deus e sempre focado no trabalho de formiguinha na caridade e respeito ao próximo.

Se, tais dons se revelarem em mim ou nos também preocupados irmãos é porque haveria de revelar e estaríamos no caso preparados para esta responsabilidade, o que nao nos torna melhores ou piores, apenas mais uma formiguinha com a missao de ser um canal entre este e outros mundos e só isso...

Penso que devo seguir na fé e sempre fazer a minha parte, claro que, com dedicação aos estudos posso ou não desenvolver, mas só se for vontade de  Deus e eu estiver pronto pra isso, devo seguir edificando meu espirito, com aprendizado, muito trabalho, livros e principalmente voluntariando e respondendo com muita gratidão, todas as perfeições, saúde e oportunidades que Deus nos dá, amenizando o sofrimento de pessoas que por algum motivo de crescimento espiritual precisam de nossa ajuda.

Concluo que o mais nobre dos 'dons' é a fé, é o simples, é entender nossa missão... e assim seguirei, sem me preocupar se sou A ou B, pois quero ser somente o que Deus quer que eu seja, e sei que preciso trabalhar muito mais para me tornar esta pessoa.

Um forte abraço a todos e agradeço por cada palavra dedicada a este novato e já membro cativo deste site.!