Forum Espirita

GERAL => Mensagens de Ânimo => Amizade => Tópico iniciado por: lukas de souza em 01 de Novembro de 2010, 14:26

Título: REFRIGERANTES: "...Macerai sua alma e não o seu corpo - Jesus Cristo"
Enviado por: lukas de souza em 01 de Novembro de 2010, 14:26
Estimados leitores...

Em princípio parece que o texto nada tem a ver com a espiritualidade. Entendo que sim, uma vez que a alma necessita de um corpo sadio. Lendo o texto que abaixo transcrevo, julguei importante postá-lo. Eis o INOCENTE REFRIGERANTE:

O que acontece quando você toma um refrigerante:

Primeiros 10 minutos: 10 colheres de chá de açúcar batem no seu corpo, 100% do recomendado diariamente. Você não vomita imediatamente pelo doce extremo, porque o ácido fosfórico corta o gosto;

20 minutos: O nível de açúcar em seu sangue estoura, forçando um jorro de insulina. O fígado responde transformando todo o açúcar que recebe em gordura (É muito para este momento em particular);

40 minutos: A absorção de cafeína está completa. Suas pupilas dilatam, a pressão sangüínea sobe, o fígado responde bombeando mais açúcar na corrente. Os receptores de adenosina no cérebro são bloqueados para evitar tonteiras;

45 minutos: O corpo aumenta a produção de dopamina, estimulando os centros de prazer do corpo. (Fisicamente, funciona como a heroína...);

50 minutos: O ácido fosfórico empurra cálcio, magnésio e zinco para o intestino grosso, aumentando o metabolismo. As altas doses de açúcar e outros adoçantes aumentam a excreção de cálcio na urina, ou seja, está urinando seus ossos, uma das causas da OSTEOPOROSE;

60 minutos: As propriedades diuréticas da cafeína entram em ação. Você urina. Agora é garantido que porá para fora cálcio, magnésio e zinco, os quais seus ossos precisariam.

Conforme a onda abaixa você sofrerá um choque de açúcar. Ficará muito irritadiço. Terá posto para fora tudo que estava no refrigerante, mas não sem antes ter posto para fora, junto, coisas das quais farão falta ao seu organismo.

Pense nisso antes de beber inocentes refrigerantes. Se não puder evitá-los, modere sua ingestão! Prefira sucos naturais. Seu corpo e alma agradecem! - Prof.Dr.Carlos Alexandre Fett.-

Muita Paz!
   lukas
Título: Re: REFRIGERANTES: "...Macerai sua alma e não o seu corpo - Jesus Cristo"
Enviado por: Mourarego em 01 de Novembro de 2010, 14:32
Sabe Lukas,
se o tom do aviso dado pelo autor fosse mais moderado a coisa iria bem melhor.
O nome da canção é "Moderação", ou , bom senso.
Nada que generalizando uma verdade a trás num tom de extrema obrigatoriedade para o que avisa deve ser tomado muito a sério.
O lance da ingestão de açúcar constitui-se até mesmo num teste que alguns obstetras fazem.
Todavia quem é que toma tais quantidades de açúcar da mesma maneira?
Abraços,
Moura
Título: Re: REFRIGERANTES: "...Macerai sua alma e não o seu corpo - Jesus Cristo"
Enviado por: lukas de souza em 01 de Novembro de 2010, 15:25
Olá Moura...

Sem absoluto desprezar a sua colocação, há casos que na dúvida, é melhor PECAR POR EXCESSO DO QUE POR ESCASSEZ de informações. E o Dr. Andou bem.
Nada melhor do que água ou sucos naturais!

Abraço
 lukas 
Título: Re: REFRIGERANTES: "...Macerai sua alma e não o seu corpo - Jesus Cristo"
Enviado por: Mourarego em 01 de Novembro de 2010, 17:14
Respeitando o seu modo de ver amigo Lukas,
em termos de condução doutrinária é dito que todo alarmismo deve ser contido.
por causa desse alarmismo  é que muitos jovens deixam a doutrina, pois acabam acreditando ser o "pode" uma coisa que está fadada a obrigatoriamente acontecer.
O desconhecimento gerenciando os estamos ansiosos, faz crescer o medo e esse é um fator afastante do que qual todo escritos tem de se afastar.
Abraços,
Moura
Título: Re: REFRIGERANTES: "...Macerai sua alma e não o seu corpo - Jesus Cristo"
Enviado por: casquinha em 01 de Novembro de 2010, 22:31
Vale sempre a pena, amigo Lukas, alertar do perigo.
Os exageros sempre prejudicam.
Fque com Deus.
Título: Re: REFRIGERANTES: "...Macerai sua alma e não o seu corpo - Jesus Cristo"
Enviado por: lukas de souza em 02 de Novembro de 2010, 14:48
Citar
Vale sempre a pena, amigo Lukas, alertar do perigo.
Os exageros sempre prejudicam.
Fque com Deus.

Ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/amizade/refrigerantes-'-macerai-sua-alma-e-nao-o-seu-corpo-jesus-cristo'/?action=post;num_replies=4#ixzz148R6C1bY


Olá amigo Casquinha,

que admirável entendimento destes ao texto. Saístes da visão apenas nuclear dando a dimensão espacial da prevenção.
O Dr. Fett, em seu artigo e a meu ver, foi até por demais tímido.
Os rótulos dos grandes fabricantes corporativistas (Coke, Antártica e outras) , isto é, sectários da Doutrina Econômico-Social, até que em cumprimento à lei, colocam  apenas a composição química adicionada a água, mas com "letrinhas de contratos", aquelas que sabemos, que ninguém lê, assinam e absorvem. Portanto, é dever alertar para que não digam depois... Ah! Não sabia!
São saborosos mesmos! Perigosamente saborosos, tanto que já conseguem substituir os deliciosos sucos naturais. Isso é deveras ALARMANTE!
Esses "refris" jorram sim e em maior abundância do que se pode imaginar. E se facilitar um pouco mais, quando abrirmos as torneiras das nossas casas , poderá escolher até o sabor, ainda que artificial. Aliás, nos restaurantes das empresas que conheço, visito e não são poucas, algo similar ocorre. O famoso "Jet", já pelo café da manhã, ali está ante a longa "fila" de empregados a espera do refrescante líquido ou então realçando,alguns fabricantes, como sendo poderoso energético.
É que nem creme dental que refere limpeza e bom hálito e garantidos dentes branquinhos. Neste caso, A FALSA SENSAÇÃO DE LIMPEZA é a conclusão exata. Não deixem, por favor, de fazer a escovação dos dentes e higienização bucal! Apenas não creiam nas propagandas, estas sim ALARMISTAS e DIRIGIDAS especial e inescrupulosamente aos jovens e crianças para o consumismo desatinado e inútil e ainda por cima, “satanizando” a vida dos pais.
Reafirmo que o Dr. Fett andou muito bem. MELHOR PREVENIR DO QUE REMEDIAR!
Não creio que a matéria tenha o poder de afugentar quem quer que seja em direção da Doutrina Espírita, respeitando é claro, toda e qualquer divergência deste meu pensar.
Mais provável e tenho reparado, é de que muitos com seus corpos enfermos se encaminham as Casas Espíritas em busca de curas miraculosas e, esta; até onde sei, não é a proposta central do Espiritismo. Frustrados por não obterem o “milagre”, mais do que se afastarem da DE ainda a execram-na.
Finalizando, deixo uma pergunta, uma vez que estou com dificuldade de entender isto: POR QUE a ciência médica CURATIVA prospera tanto e a PREVENTIVA não?
Desculpe se me excedi caro amigo. Receba afetuoso abraço que consigo leva o desejo de que desfrutes de perene...

PAZ!

lukas
Título: Re: REFRIGERANTES: "...Macerai sua alma e não o seu corpo - Jesus Cristo"
Enviado por: drika.web em 03 de Novembro de 2010, 17:00
Olá amiguinhos do FE  ;) ,

Boa dica amigo Lukas, eu ainda sou jovem, mas os refrigerantes já não fazem parte da minha dieta alimentar há muitos anos  ;D. Especialmente depois das minhas aulas de química laboratorial onde fazíamos vulcões de refrigerantes "explosivos"; malefício esse, que se veio a confirmar pelo meu médico. E pra piorar a situação, eu tenho uma amiga que é viciada em Coca-Col... se ela não bebe uma lata por dia, fica com tonturas e dor de cabeça. Eu não necessito destes "néctares" explosivos para sobreviver. Eu bem passo feliz com um suminho (suco) de laranja natural ou uma bela limonada. Acho que alertar as pessoas não é alarmar. E se for para o bem de todos, porque não usar um pouco de dureza nas palavras para que todos nós caiamos na realidade? Não é a tapar o sol com a peneira e nem a colocar paninhos quentes que as coisas vão ao lugar. O mesmo conselho serve para o fumo, drogas, bebidas alcoólicas e afins. Muitas desgraças se tem assistido em resultado destes males. Então dirão: - o que tem isso a ver com um simples refrigerante? E eu replico: - É simples, basta estudar a evolução da espécie humana e as doenças causadas pelo uso excessivo de alimentação industrializada e terão a resposta. Antigamente, as crianças pediam uma fruta para comer, hoje pedem batatas fritas, hambúrgueres e refrigerantes. Antes andava-se de bicicleta, jogava-se ao esconde-esconde; hoje joga-se nas consolas e computadores. Vem aí a geração "FAT" (fat = do inglês: gordo), com os seus problemas cardíacos, estruturais (ossos) e psicológicos. Eu poderia alongar ainda mais este post colocando estatísticas e relatos reais de pessoas e médicos que viveram problemas relacionados com a problemática alimentar, mas penso que o recado já foi dado. Resta-nos agora reflectir e tirar as nossas próprias conclusões. Deixo aqui uma questão e uma resposta:

Questão:
- Vale a pena criar problemas de saúde somente por uns momentos de "doce prazer" e pura gula? Coisas que são completamente supérfluas à nossa sobrevivência?

Resposta:
Evoco aqui uma pequena explanação à luz da DE para (para um maior entendimento, é favor ler PARTE 3ª - Das leis morais - CAPÍTULO V - Da lei de conservação):
[...] 727. Se não devemos criar para nós sofrimentos voluntários que não são de nenhuma utilidade para os outros, devemos, no entanto, preservar-nos dos que prevemos ou dos que nos ameaçam?

     — O instinto de conservação foi dado a todos os seres contra os perigos e os sofrimentos. Fustigai o vosso Espírito e não o vosso corpo, mortificai vosso orgulho, sufocai o vosso egoísmo que se assemelha a uma serpente a vos devorar o coração e fareis mais pelo vosso adiantamento do que por meio de rigores que não mais pertencem a este século. [...]

Conservar o nosso corpo de futuras doenças, é um dever de todos nós! E ainda tem uma passagem no livro Nosso Lar que diz:

[...] Sorridente, o velhinho amigo apresentou-me o companheiro. Tratava- se, disse, do irmão Henrique de Luna, do Serviço de Assistência Médica da colónia espiritual. Trajado de branco, traços fisionómicos irradiando enorme simpatia, Henrique auscultou-me demoradamente, sorriu e explicou:
- É de lamentar que tenha vindo pelo suicídio. Enquanto Clarêncio permanecia sereno, senti que singular assomo de revolta me borbulhava no íntimo. Suicídio? Recordei as acusações dos seres perversos das sombras.
[...]
- Sim. (...) Talvez o amigo não tenha ponderado bastante. O organismo espiritual apresenta em si mesmo a história completa das acções praticadas no mundo.
[...]
Depois de longa pausa, em que me examinava atentamente, continuou:
- Já observou, meu amigo, que seu fígado foi maltratado pela sua própria acção; que os rins foram esquecidos, com terrível menosprezo às dádivas sagradas? (...) Todo o aparelho gástrico foi destruído à custa de excessos de alimentação e bebidas alcoólicas, aparentemente sem importância. Devorou-lhe a sífilis energias essenciais. Como vê, o suicídio é incontestável. [...]


Chico Xavier/André Luiz - Nosso Lar, Cap. 4

Beijos de luz
Drika
Título: Re: REFRIGERANTES: "...Macerai sua alma e não o seu corpo - Jesus Cristo"
Enviado por: Fernando Louren em 03 de Novembro de 2010, 17:24
Gostei da mensagem sobre o refrigerante , no meu caso, estou procurando substitui-los por sucos naturais, apesar de algumas vezes bebe-los.

Muita paz a todos !!!!
Título: Re: REFRIGERANTES: "...Macerai sua alma e não o seu corpo - Jesus Cristo"
Enviado por: lukas de souza em 03 de Novembro de 2010, 20:52
Estimados (as) leitores (as)...

Levando em conta o bem sustentado 'post' da amiga Drika e que vigorizou sobremaneira o meu 'post' inicial, em especial quando ela se reporta aos males do consumo de refrigerantes e traz como exemplo, a amiga que passa por problemas decorrentes do supérfluo consumo, resolvi aduzir a esta postagem de que em face
do acima exposto tomei por oportuno externar, de que o mesmo está ocorrendo com a saúde da minha fílha. Ratifica infelizmente o que ela, Drika externou, e, para que não se conteste a ciência médica, em consulta, ficou confirmada a necessidade da supressão dos refrigerantes em sua dieta alimentar. Acrescentou o médico, de que minha filha está nas raias da "Obesidade Mórbida". Um outro agravante agregou-se; não gosta de tomar água, ou melhor dizendo, deixou de gostar de ingerir água e isso a remeteu a um quadro de NEURASTENIA. Ora, a neurastenia modificou o comportamento social da minha filha, com reflexos altamente negativos nas relações até mesmo com minha netinha.
Vejam: do tratamento da afecção orgânica, está sendo remetida para tratamento no âmbito da psiquiatria. Não entendam a exposição como mera apelação. Estou e sabe-se lá quantas famílias, ante a um quadro de difícil reversão. Aceitem como um alerta.
Por fim, peço a Drika, licença de levar sua matéria ao infomativo da SUIE-SOCIEDADE UNIÃO E INSTRUÇÃO ESPÍRITA para que se publique. (trata-se de uma sociedade bem aparelhada e conta com mais de 100 anos de existência). Dirigida a 45 anos; e muito bem, diga-se de passagem, por um médico e médium vidente. O Informativo é de circulação interna (Dptº de Divulgação). Mas considere que de 2ªs. a sábados, em 3 turnos (manhã, tarde e noite), lá passam diariamente, aproximadamente 1.000 pessoas. Essa população precisa ser alcançada.

Afetuosos abraços e muita paz a todos.
             lukas


Título: Re: REFRIGERANTES: "...Macerai sua alma e não o seu corpo - Jesus Cristo"
Enviado por: Hebe M C em 03 de Novembro de 2010, 21:06
Oi Lukas,
Reconheço o momento dificil que você está passando com sua filha.

Acho que se deve reduzir ou trocar o refrigerante por sucos ou água que são mais saudáveis.
Mas note bem, a vida inteira eu tomei Coca-cola, nunca tive obesidade mórbida, nem diabétes, tenho pressão baixa constante, durmo bem. Obvio que num quadro como a da sua filha o refrigerante deve ser suspenso, mas será que tudo foi causado só pelo refrigerante?

Gosto muito do equilibrio nas coisas, qualquer excesso deve ser evitado, mas convenhamos, não são todos que desenvolvem um quadro tão severo quanto ao da sua filha. Nem tanto ao céu , nem tanto ao mar.

Espero sinceramente melhoras para ela e que consiga superar logo isso tudo para que vivam em paz.

Um abço
Hebe
Título: Re: REFRIGERANTES: "...Macerai sua alma e não o seu corpo - Jesus Cristo"
Enviado por: lukas de souza em 03 de Novembro de 2010, 21:53
Olá Hebe,

grato pelo carinho da animadora mensagem.
Minha inteligência é acanhada, todavia me permite entender que nem todos como você, desenvolve enfermidades como no caso em foco. Talvez não tenhas atentado no texto, quando digo que ela não mais gosta de água nem sucos (regurgita).
Bem... Sem entrar no mérito, até por que não sendo 'expert', devo acolher os pareceres dos profissionais que a atenderam-na que além dos conhecimentos que detém, estão apoiados nos resultados de exames laboratoriais.
Enfim... De qualquer forma, melhor, como já afirmei noutra postagem, é PREVENIR, até porque a NATUREZA ainda não se mostrou toda e 1, apenas 1 que escape do quadro que vivencio, já estará de bom tamanho.
Tudo certamente acabará bem. Reforço meus agradecimentos rogando a Deus que desfrutes de...

MUITA PAZ!
  lukas
 




Título: Re: REFRIGERANTES: "...Macerai sua alma e não o seu corpo - Jesus Cristo"
Enviado por: Hebe M C em 03 de Novembro de 2010, 22:57
Oi Lukas,
Não me leve a mal.
Compreendo sim o seu problema, acho que deve seguir os profissionais que estão atendendo a sua filha, deve também alertar sobre o quadro que possa vir a acontecer, nem sempre se percebe que pode-se chegar a um problema de tamanha extensão.
Mas na minha opinião, veja bem , não sou dona da verdade, acredito que possa ter outros fatores envolvidos, como a pre-disposição genética por exemplo, ou algum disturbio emocional.
Meu Deus, não estou julgando nada, até porque não vivencio o problema, quem vivencia é você, são só especulações da minha parte.
Bem, como na casa da minha mãe adotei com meus filhos o seguinte critério, durante a semana, água e suco, final de semana refrigerante liberado, assim como fui orientada pelo pediatra deles que estipulasse o dia do doce uma vez por semana, confesso que nem sempre consegui segurá-los, porque iam para escola, comiam na cantina, mas em casa foi dessa forma.

Um grande abraço Lukas, desejo sinceramente que tudo se resolva, calculo a sua aflição.

Fique em paz.
Um abço
Hebe
Título: Re: REFRIGERANTES: "...Macerai sua alma e não o seu corpo - Jesus Cristo"
Enviado por: lukas de souza em 04 de Novembro de 2010, 14:08
Oi Lukas,
Não me leve a mal.
Compreendo sim o seu problema, acho que deve seguir os profissionais que estão atendendo a sua filha, deve também alertar sobre o quadro que possa vir a acontecer, nem sempre se percebe que pode-se chegar a um problema de tamanha extensão.
Mas na minha opinião, veja bem , não sou dona da verdade, acredito que possa ter outros fatores envolvidos, como a pre-disposição genética por exemplo, ou algum disturbio emocional.
Meu Deus, não estou julgando nada, até porque não vivencio o problema, quem vivencia é você, são só especulações da minha parte.
Bem, como na casa da minha mãe adotei com meus filhos o seguinte critério, durante a semana, água e suco, final de semana refrigerante liberado, assim como fui orientada pelo pediatra deles que estipulasse o dia do doce uma vez por semana, confesso que nem sempre consegui segurá-los, porque iam para escola, comiam na cantina, mas em casa foi dessa forma.

Um grande abraço Lukas, desejo sinceramente que tudo se resolva, calculo a sua aflição.

Fique em paz.
Um abço
Hebe

Estimada Hebe,

que delicadeza a sua! Sem pedidos de desculpas.
As tuas manifestações são esplêndidas.Atrelei-me agora a esta, sem retirar o brilho das outras, por uma particularidade que nesta trouxestes. Qual seja: quando te reportas a uma educação nova (ou reeducação) de consumo, expressada no último parágrafo é exatamente o ponto (prevenção). Com tal medida educacional, evita-se a perpetuação do problema; no caso, do consumo supérfluo. Não se fica sob o jugo de interesses econômicos inescrupulosos. A família é quem inicialmente deve comandar a educação em todos os sentidos. Aliás, a DE pelo LE dos Espíritos nos ensina isto.
Por outro lado, concordo inteiramente contigo e não fizestes julgamento não. Orientastes e bem. Veja só, me prevenistes até no sentido de que já providencie  no encaminhamento e monitoramento  de que minha netinha, receba o modelo que adotastes para com os teus filhos. Maravilhoso!
Não encontro forma de agradecer-te, então socorro-me de Deus, rogando-Lhe que sempre te assista.

Afetuoso abraço...

MUITA PAZ!
   lukas
Título: Re: REFRIGERANTES: "...Macerai sua alma e não o seu corpo - Jesus Cristo"
Enviado por: drika.web em 06 de Novembro de 2010, 01:53
Olá amigos do FE,

amigo Lukas:

Em breves palavras, sabes bem que tens sempre o meu aval para tudo que favoreça o BEM ao próximo e o a AMOR a D'us.

doce Hebe:
[...]
Mas note bem, a vida inteira eu tomei Coca-cola, nunca tive obesidade mórbida, nem diabétes, tenho pressão baixa constante, durmo bem. Obvio que num quadro como a da sua filha o refrigerante deve ser suspenso, mas será que tudo foi causado só pelo refrigerante?

Gosto muito do equilibrio nas coisas, qualquer excesso deve ser evitado, mas convenhamos, não são todos que desenvolvem um quadro tão severo quanto ao da sua filha. Nem tanto ao céu , nem tanto ao mar. [...]

Eu concordo contigo que nem todas as pessoas tem predisposição para uma dependência extrema como é o caso da filha do Lukas, o mesmo caso se passa com essa minha amiga, que sente dores de cabeça e tonturas se não beber a "Coca-Col... nossa de todos os dias" (dependência dos químicos contidos na fórmula, nomeadamente cafeína). Mas como disse o amigo Lukas num post anterior, mais vale prevenir do remediar. Vou dar um exemplo que pode ser considerado um exagero, mas aí vai: uma pessoa pode experimentar fumar um cigarro (ou psicotrópicos) por diversas vezes e nada acontecer e outra, ao experimentar uma única vez pode criar uma dependência que lhe irá causar sérios problemas de saúde. Tudo depende do organismo de cada um. Logicamente, os refrigerantes não causam esse impacto numa primeira fase, mas sim durante uma longa vida de consumo e, novamente, conforme os organismos. Como se diz por aí, água mole em pedra dura, tanto bate até que fura. Injectamos tantas impurezas no corpo diariamente que um certo dia ele sucumbe. O nosso corpo é o templo da nossa alma. Devemos cuidar dele com todo o amor e carinho. Então, ao escrever este texto veio-me a cabeça uma frase cliché: faça o que eu digo, não faça o que eu faço - isso porque o recado também é pra mim porque sou meio gulosa com as comidinhas caseiras.  ;D ;D ;D Mas eu estou a reeducar-me e a policiar-me constantemente. O excesso de comida também pode gerar uma doença grave. ;)

Beijos de luz para todos,
Drika
Título: Re: REFRIGERANTES: "...Macerai sua alma e não o seu corpo - Jesus Cristo"
Enviado por: Mourarego em 07 de Novembro de 2010, 14:50
Maninha Drika,
vou anotar algumas coisas em que a amiga parte de exceções oki?
"o mesmo caso se passa com essa minha amiga, que sente dores de cabeça e tonturas se não beber a "Coca-Col... nossa de todos os dias"  Esta é uma delas.

"uma pessoa pode experimentar fumar um cigarro (ou psicotrópicos) por diversas vezes e nada acontecer e outra, ao experimentar uma única vez pode criar uma dependência que lhe irá causar sérios problemas de saúde."

Eu: No caso dos cigarros, vou lhe afiançar uma coisa, não há este que ao experimentar o primeiro cigarro e tentando tragar, não fique enjoado, nauseado ou vomite e tenha dor de cabeça.
Para o caso dos psicotrópicos, não há este que não sinta nenhuma coisa. todos sentes pois a ação da droga é real atingindo aos neurônios. Da desrregulagem destes é que aparecem os sintomas de cada uma dessas drogas.
Não quero me estender mais, pois ainda estamos a falar apenas das exceções que a amiga fez, e queremos apenas fechar o entendimento no tema.
Muitos de nós, agarram-se a situações que presenciam e fazem destas uma verdade geral e irrestrita, a coisa não é assim.
Citei casos de que conheço bem, a amiga Hebe também, logo, fica patente que as ocorrências não sugerem este "mais vale prevenir do que remediar para todos os casos". O que vale mesmo é a prudência inteligente. Senão vamos fazer apologias das exceções deixando as regras de lado.
Em deixando as regras de lado, esqueceremos todo o conteúdo dos ditames codificados e ai cessa todo o entendimento de tais ensinos que deverão ser a bússolas de nossos cometimentos no dia a a dia.
De correto mesmo só a citação de Paulo: "Tudo nos é lícito, mas nem tudo nos convém".
abraços,
Moura

Olá amigos do FE,

amigo Lukas:

Em breves palavras, sabes bem que tens sempre o meu aval para tudo que favoreça o BEM ao próximo e o a AMOR a D'us.

doce Hebe:
[...]
Mas note bem, a vida inteira eu tomei Coca-cola, nunca tive obesidade mórbida, nem diabétes, tenho pressão baixa constante, durmo bem. Obvio que num quadro como a da sua filha o refrigerante deve ser suspenso, mas será que tudo foi causado só pelo refrigerante?

Gosto muito do equilibrio nas coisas, qualquer excesso deve ser evitado, mas convenhamos, não são todos que desenvolvem um quadro tão severo quanto ao da sua filha. Nem tanto ao céu , nem tanto ao mar. [...]

Eu concordo contigo que nem todas as pessoas tem predisposição para uma dependência extrema como é o caso da filha do Lukas, o mesmo caso se passa com essa minha amiga, que sente dores de cabeça e tonturas se não beber a "Coca-Col... nossa de todos os dias" (dependência dos químicos contidos na fórmula, nomeadamente cafeína). Mas como disse o amigo Lukas num post anterior, mais vale prevenir do remediar. Vou dar um exemplo que pode ser considerado um exagero, mas aí vai: uma pessoa pode experimentar fumar um cigarro (ou psicotrópicos) por diversas vezes e nada acontecer e outra, ao experimentar uma única vez pode criar uma dependência que lhe irá causar sérios problemas de saúde. Tudo depende do organismo de cada um. Logicamente, os refrigerantes não causam esse impacto numa primeira fase, mas sim durante uma longa vida de consumo e, novamente, conforme os organismos. Como se diz por aí, água mole em pedra dura, tanto bate até que fura. Injectamos tantas impurezas no corpo diariamente que um certo dia ele sucumbe. O nosso corpo é o templo da nossa alma. Devemos cuidar dele com todo o amor e carinho. Então, ao escrever este texto veio-me a cabeça uma frase cliché: faça o que eu digo, não faça o que eu faço - isso porque o recado também é pra mim porque sou meio gulosa com as comidinhas caseiras.  ;D ;D ;D Mas eu estou a reeducar-me e a policiar-me constantemente. O excesso de comida também pode gerar uma doença grave. ;)

Beijos de luz para todos,
Drika