Forum Espirita

GERAL => Mensagens de Ânimo => Acção do Dia => Tópico iniciado por: vennus em 24 de Agosto de 2008, 19:18

Título: TEMA: Amor – Fonte de Vida - nosso papo (Estudo 728 de 802)
Enviado por: vennus em 24 de Agosto de 2008, 19:18
 
 TEMA: Amor – Fonte de Vida - nosso papo (Estudo 728 de 802)         
 
1. No seu entendimento, por que o amor seria fonte de vida, como sugere o título do tema?

R: Porque toda Vida é gerada a partir do AMOR, a princípio deveria ser assim; O Amor do Nosso Mestre Jesus nos criou, nos transforma, nos Alimenta, em fim nos dá A VIDA.

2. A caridade anda junto ao amor?

R: Como nos disse Paulo em sua Espístola aos Romanos - V.13: "(...) Sem Amor eu nada seria..." e ainda cita todas e mais algumas qualidades do AMOR, leia-se CARIDADE; Sabemos que sem um ou outro nada pode ser feito de Boa-Vontade, certo!

3. O que seria o amor maternal?

R: O mais próximo que podemos chegar a "imaginar" o tamanho do AMOR DIVINO - é a forma mais pura e sincera de demonstração do Verdadeiro Amor!

4. Por que, afinal, amar aos inimigos?

R: Por que é muito fácil amar aqueles que nos querem bem - que nos são queridos; é a verdadeira prova de que estamos a caminho dos braços do Cristo! Pois quando conseguimos amar nossos inimigos e nos amarmos no mesmo grau, então estaremos aptos a subir mais um degrau na escada da evolução.



"Nosso Deus e nosso Pai, somos tão pequenos para receermos tantas graças, mas o Vosso Amor é Infinito, Senhor, a Vossa Misericórdia não tem limites; amparai-nos para que, desta forma, possamos trabalhar com avidez de espírito, com sentimento intenso do coração, e assim, oh! Deus Bendito, todos os que sofrem sejam amplamente amparados pela ação intensa, bendita, puríssima e sacrossanta do Vosso Amor, que esse mesmo amor seja extensivo a todos os seres, que todos sejam amparados, para que compreendam e sigam a doutrina verdadeiramente sacrossanta e puríssima que nos enviastes a este mundo, através de Vosso Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo. Que Ele encontre guarida, hoje e sempre, em nossas almas(...)". Irmão Francisco - do Livro "Primeiro Livro de Natal - de Fransciso Luciano - Ed.Espírita Água Viva - São Paulo, 1953".  

[youtube=425,350]9xu6aYUD7p8[/youtube]
Título: Re: TEMA: Amor – Fonte de Vida - nosso papo (Estudo 728 de 802)
Enviado por: Laine em 18 de Setembro de 2008, 20:59
INIMIGOS QUERIDOS - Joanna de Ângelis
 
São aqueles que surgem na condição de inimigos, não obstante queridos: filhos ingratos, que se comprazem em atormentar pais abnegados e sensíveis; companheiros que recebm carinhos e retribuem mediante agressões e azedumes; pais incompreensíveis e exigentes, embora respeitáveis; esposos cruéis, que desconsideram o outro consorte e o crivan de censuras injustificáveis; conhecidos que desfrutam de bondades, e todavia são indiferentes ou irreconhecidos...
Encontram-se na mesma rota, como adversários que se beneficiam, sem cessar, e não disperdiçam oportunidades para ferir e malsinar.
Não te irrites com eles, vencendo a tentação do revide através dos mesmos bomináveis recursos.
Ninguém surge na tua paisagem evolutiva como resultado do acaso, em instância destituída de finalidade.
Estes atuais inimigos queridos, ressurgem do teu passado espiritual como benção, para que treines paciência e aprimores a capacidade de amar.
Reagem, negativamenteporque ainda tem impressos nas telas do inconsciente, os males que afligistes.
É certo que não tem o direito de cobrar-te as dívidas. Todavia, a fase em que estagiam é de desequilíbrio, sentindo-se impelidos aos infelizes desforços a que se entregam.
Reencarnaram em tua família, ao teu lado ou próximos de ti, a fim de que se reajustem programas e compromissos interrompidos, cada qual recuperando do próprio erro.
Alguns intentam melhorar-se e não se conseguem nos primeiros embates.
Dá-lhes novas oportunidades.
Insta com a tua própria afeição, a ponto de permitir-lhes redescobristes ora em situação melhor, formando em propósitos superiores quais os que abraças.
A vida é uma sucessão de ensejos ditosos, a que deves recorrer para o teu progresso.
Esses inimigos queridos são afetos que distanciastes e agora retornam, magoados, em desajuste, carentes de amor, que deixaste em sofrimento no caminho já percorrido.
Se eles porém não mudarem de atitude em relação a ti, prossegue, assim mesmo, confiando no tempo e não deixando abater nunca.
Os teus inimigos queridos, constituem neste momento desafio ao amor que deverás dispensar-lhes com crescente demonstração de carinho. ;)

############

Para refletir...