Forum Espirita

GERAL => Mensagens de Ânimo => Acção do Dia => Tópico iniciado por: dOM JORGE em 30 de Abril de 2013, 11:00

Título: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: dOM JORGE em 30 de Abril de 2013, 11:00
                                                                   VIVA JESUS!





               Bom-dia! queridos irmãos.


 

Jesus, o ser mais perfeito
que esteve entre nós





Durante a existência e o tempo que Jesus esteve entre nós, Ele passou um legado de ensinamentos para todos aqueles que realmente desejassem seguir suas lições imorredouras, trouxe para a humanidade um tratado comportamental através da exemplificação dos seus atos e também através da oralidade, travou discussões sadias em torno dos ensinamentos com os doutores da lei a respeito da bondade de Deus para com seu filho.

É importante notar que Jesus veio para o seio da Terra à qual ele foi enviado por Deus como governador deste orbe, para impulsioná-la ao progresso de que tanto necessitava, haja vista que as ideias predominantes da época tinham raízes profundas arraigadas na política, misturando religião com o poder temporal. Assim, Jesus teve a preocupação de perguntar no meio da multidão de quem era aquela moeda, e eles disseram: de César, ao que Ele respondeu: “dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus”, demonstrando total conhecimento político e econômico da época, até porque Ele, Jesus, não queria que sua missão sofresse interferência ou ingerências políticas partidárias sobre a nova doutrina que descortinava para o mundo.

Jesus veio implantar uma nova sistemática do pensamento eclético imortal para a posteridade, e esse pensamento veio transformar as mentes povoadas de preconceitos para um novo pensar sobre as coisas celestiais. Esse novo paradigma que veio para a Terra modificou completamente a maneira de o homem ver as coisas, e, por isso, causou muito desconforto àqueles que dependiam dos favores políticos enraizados na religião, com medo de desagradar ao poder de Roma. No entanto, Jesus não veio com esse propósito de querer o poder dos homens e, sim, o de implantar o amor universal no coração das criaturas, levando muitos a uma reflexão racional.

Essa reflexão diz respeito ao pensamento equilibrado que se constitui: no amor aos semelhantes, no perdão das ofensas e no respeito a todas as criaturas. Quem age assim utiliza-se da inteligência, demonstra que suas ações são planejadas e organizadas, não criando vínculos negativos para as futuras encarnações. O ser que atua na Terra seguindo esses preceitos terá uma vida feliz e plena sem a preocupação de um dia sofrer as consequências temerosas do umbral.

Todos nós um dia iremos passar pelo decesso físico, pois quem trabalhou em vida “encarnado”, para não precisar ser socorrido nas regiões sofredoras, não precisará ficar preocupado com essas coisas, uma vez que viveu dignamente os ensinamentos de Jesus. Agora, aqueles que não dão importância aos mesmos não terão a mesma sorte, pois usaram a existência unicamente para os prazeres efêmeros do mundo.

É importante viver as lições de Jesus tanto na teoria como na prática, pois “Jesus foi o ser mais perfeito que esteve entre nós”. Fazendo isso, estaremos seguros contra os atavismos perturbadores que tanto atraem milhões de criaturas para as regiões sofredoras que existem do outro lado da vida, atraindo cada vez mais os nossos irmãos desavisados que não dão muita importância para as lições do nosso Mestre Jesus. Vamos trabalhar na seara bendita do amor para no futuro diminuir esse sofrimento que ainda continua, infelizmente, em algumas regiões do nosso planeta.



              Marco Antonio Pinho









                                                                                                       PAZ, MUITA PAZ!
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Espírita brasileiro em 30 de Abril de 2013, 14:39
Questão 625 do livro dos espíritos:Qual o tipo mais perfeito que Deus tem oferecido ao homem para lhe servir de guia e modelo?Jesus.Nota de Allan Kardec:Para o homem,Jesus constitui o tipo da perfeição moral a que a humanidade pode aspirar na terra.Deus no-lo oferece como o mais perfeito modelo,e a doutrina que ensinou é a expressão mais pura da lei do Senhor,porque sendo ele o mais puro de quantos têm aparecido na terra o espírito divino o animava.Qunato aos que,pretendendo intruir o homem nas leis de Deus,o tem transviado,ensinando-lhe falsos princípios,isso aconteceu por haverem deixado que os dominassem sentimentos demasiadamente terrenos e por terem confundido as leis que regulam as condições da vida da alma com as que regem a vida do corpo.muitos hão apresentado como leis divinas,simples leis humanas estatuídas para servir ás paixões e dominar os homens.
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: FUSA em 30 de Abril de 2013, 19:38
Citar
O ser que atua na Terra seguindo esses preceitos terá uma vida feliz e plena sem a preocupação de um dia sofrer as consequências temerosas do umbral.

Substituam "umbral" por "Inferno" ou "purgatorio" e ai teremos o catolicismo...

E Budha? Sera que ele tambem nao era perfeito?

Fusa
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Brenno Stoklos em 30 de Abril de 2013, 19:52
Para o homem, Jesus constitui o tipo da perfeição moral a que a humanidade pode aspirar na terra.
Ou seja, algo ainda muitíssimo longe do estágio de um Puro Espírito!

Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Conforti em 01 de Maio de 2013, 00:35
      Amigos,


      Meus queridos amigos. Vou colocar uma questão q, como aconselha a doutrina, espero q raciocinem sobre ela.

      Primeiro: Quem é q tem condições, ou capacidade, para avaliar a perfeição de um espirito senão um espírito mais perfeito do que ele?

      Segundo: Jesus foi um mestre; suas lições, sábias e esclarecedoras, perduram até hoje, mas,infelizmente, além de adulteradas à conveniência de poderosos, os chamados cristãos não as seguem, ou poucos a seguem.
...............................
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: VLRC em 01 de Maio de 2013, 01:06

Allan kardec sobre Jesus em  A Gênese cap xv/2

"Sem nada prejulgar quanto à natureza do Cristo, natureza cujo exame não entra no quadro desta obra, considerando-o apenas um Espírito superior, não podemos deixar de reconhecê-lo um dos de ordem mais elevada e colocado, por suas virtudes, muitíssimo acima da humanidade terrestre. Pelos imensos resultados que produziu, a sua encarnação neste mundo forçosamente há de ter sido uma dessas missões que a Divindade somente a seus mensageiros diretos confia, para cumprimento de seus desígnios. Mesmo sem supor que ele fosse o próprio Deus, mas unicamente um enviado de Deus para transmitir sua palavra aos homens, seria mais do que um profeta, porquanto seria um Messias divino.

Como homem, tinha a organização dos seres carnais; porém, como Espírito puro, desprendido da matéria, havia de viver mais da vida espiritual, do que da vida corporal, de cujas fraquezas não era passível. A sua superioridade com relação aos homens não derivava das qualidades particulares do seu corpo, mas das do seu Espírito, que dominava de modo absoluto a matéria e da do seu perispírito, tirado da parte mais quintessenciada dos fluidos terrestres. Sua alma, provavelmente, não se achava presa ao corpo, senão pelos laços estritamente indispensáveis. Constantemente desprendida, ela decerto lhe dava dupla vista, não só permanente, como de excepcional penetração e superior de muito à que de ordinário possuem os homens comuns. O mesmo havia de dar-se, nele, com relação a todos os fenômenos que dependem dos fluidos perispirituais ou psíquicos. A qualidade desses fluidos lhe conferia imensa forca magnética, secundada pelo incessante desejo de fazer o bem.

Agiria como médium nas curas que operava? Poder-se-á considerá-lo poderoso médium curador? Não, porquanto o médium é um intermediário, um instrumento de que se servem os Espíritos desencarnados e o Cristo não precisava de assistência, pois que era ele quem assistia os outros. [size=14pt]Agia por si mesmo, em virtude do seu poder pessoal, como o podem fazer, em certos casos, os encarnados, na medida de suas forças. Que Espírito, ao demais, ousaria insuflar-lhe seus próprios pensamentos e encarregá-lo de os transmitir? Se algum influxo estranho recebia, esse só de Deus lhe poderia vir. Segundo definição dada por um Espírito, ele era médium de Deus."


Allan kardec
A Gênese capitulo xv/2
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Anton Kiudero em 01 de Maio de 2013, 02:07
Quem sou eu...

Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Anton Kiudero em 01 de Maio de 2013, 08:13
A HUMANIDADE ODEIA CRISTO

João - Cap 15 – v18 “Se o mundo odeia vocês lembrem-se que me odiou primeiro.”

O mundo odeia os Jesus Cristos, no plural, aqueles que vivem como Jesus viveu. É neste sentido que estou falando de hipocrisia. A humanidade diz que ama Jesus Cristo, ama o Cristo, mas odeia os Jesus Cristos.

A humanidade ama o Cristo mas odeia aquele que quebra as leis.

A humanidade ama o Cristo, mas é o primeiro a condenar e acusar aqueles que são pegos em flagrante delito.

Mas o Cristo não fez isto. Quando a mulher adultera lhe foi apresentada, o Cristo disse: “quem não tem pecado que atire a primeira pedra”, e quando ninguem mais ficou, ele disse: “se ninguem lhe condena não sou eu que vou lhe condenar”.

O mundo detesta os Jesus Cristos, detesta aqueles que não seguem rigorosamente a lei humana. Mas só que para não seguir “a lei humana”, os Jesus Cristos, aqueles que buscam o caminho que leva a Deus, praticam o perdão: “Pai, perdoa porque ele não sabe o que faz”.

Mas o mundo não quer perdoar, a humanidade não quer perdoar, diz que ama o Cristo, aceita o Cristo como seu legitimo guia, pastor, mas não quer praticar o perdão. Prefere condenar, julgar e acusar a todos. E quem não pratica isto, quem não julga e quem não acusa, é chamado de bobo, de otário, mas se a humanidade diz que busca a Cristo, ela deveria, não digo nem aclamar aquele que busca viver como Cristo, mas pelo menos não odiá-lo. Pelo menos não taxá-lo com palavras que confiram títulos menosprezantes

A humanidade diz que ama Cristo, mas o ser humano, mesmo os que se dizem Cristãos, estão preocupados com o que vão comer hoje, e o que vão vestir hoje. Cristo nunca teve esta preocupação. Cristo dizia: "se Deus dá o alimento aos bichos e dá a roupa às flores porque é que eu vou me preocupar com isso?" Mas aqueles que vivem assim, que deveria ser o ideal daqueles que seguem o Cristo, são taxados, são xingados, são menosprezados, são considerados bobos.

A humanidade diz que ama Cristo, mas se preocupa não só com o que vestir, mas como se vestir. A humanidade pesa muito mais a aparência física do que o interior. Pesa, vê se você esta arrumadinho, se você esta limpinho, se você esta cheirosinho. Se chegasse perto do Cristo não ia se dar muito bem não. Porque Cristo nunca se preocupou com estas coisas. Aquela imagem do manto sempre branco é figura. Porque Cristo andava no meio do deserto num lugar muito quente. No mínimo era coberto de pó.

A humanidade diz que ama Cristo, mas aqueles que não cumprem os rituais religiosos, a humanidade coloca na cruz, fala mal, acusa, diz que é herege. Mas Cristo se alimentou no sábado, Cristo fez curas no sábado, o que era proibido pela lei. Hoje é muito fácil para vocês, não cumprir a lei de trabalhar aos sábados, porque não acreditam mais nisto. Mas na época de Cristo, era a mesma coisa que chegar um espírita se dizendo espírita e dizer que não acredita na reencarnação. Você iria acusá-lo como os Professores do Sinedrio acusaram a Cristo.

A humanidade diz que ama Cristo, mas tem como objetivo principal na sua vida realizar-se materialmente, esta preocupada em estudar, esta preocupada em se formar, para poder arrumar um emprego melhor para poder ganhar mais dinheiro, para ter mais ascensão. Cristo nunca teve esta preocupação. E se ele é o caminho, a verdade e a vida, e só através dele se chega a Deus, aquele que diz que ama a Cristo, não deveria ter estas preocupações, não deveria trabalhar estes objetivos como os primários na suas vida.

E isso é que o Cristo esta dizendo. O mundo, a humanidade o odiou e continua odiando ele através dos seus seguidores. Continua criticando, continua acusando, continua fazendo dos seguidores do Cristo os “não evoluídos”. Porque eles continuam presos a uma evolução que não foi a que o Cristo ensinou, eles ainda continuam querendo exercer o poder de ser, estar e fazer enquanto o Cristo dizia: “Senhor, honra o teu nome através de Mim”.

Este é o problema.

A humanidade para poder se dizer seguidora de Cristo, precisa alterar os valores da sua vida. Não adianta se dizer seguidor de Cristo, e querer levar uma vida humana igual a dos outros. Porque não se chega lá. Porque só se chega lá através do exemplo deixado por ele. Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém chega a Deus a não ser através de mim. NINGUÉM CHEGA A DEUS A NÃO SER DA FORMA QUE O CRISTO VIVEU. Por isto a vida tem que ter como objetivo primário aquilo que tinha a vida de Cristo.

Mas a humanidade odeia a Cristo. A humanidade odeia os Jesus Cristos. Alias, a vida Jesus Cristo é a antítese de tudo o que a humanidade sonha para si. Porque ela quer a glória, a fama e a felicidade material.

texto encontrado neste endereço: http://meeu.informe.com/viewtopic.php?t=190


Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: hcancela em 01 de Maio de 2013, 10:15
Olá amigos(as)


Sem querer desmerecer o texto inicial, mas venho a refletir há já algum tempo que estes textos me parecem repetições dum passado não muito longinquo, apelando mais ao Homem do que ao Espirito, que é aquilo que o Espiritismo lá para o meio so século 19 veio lembrar.
Como Modelo de facto Jesus é um sim, mas o Espiritismo veio-nos demostrar qual o caminho, aquele que Jesus há mais de 2000 anos nos dizia explicando por parábolas.
Hoje me parece o mesmo, textos cheios de emoção, palestrars que demostram o que Jesus era, etc e tal, mas poucos nos explicam como Ele o conseguiu fazer e qual a melhor forma.
Nada tenho contra quem assim  faz é a sua forma de ver as coisas, mas não me parece que seja esta a proposta que o Espiritismo nos veio trazer. Sermões da montanha recitadas do Evangelho tudo o Mundo o faz, aliás assim o foi desde os séculos passados, mas só o Espiritismo nos trouxe a consolação da explicação, da dita" Fé raciocinada".
Para mim transformaram o Céu e o Inferno, no Umbral e Nosso lar.
Alguns poderão dizer que estou a tirar Jesus do Espiritismo, mas se lerem muitos dos meus textos não são verdade, porque falo muito Dele, mas como amigo, Irmão mais velho, e como modelo de vida como nos diz o Espiritismo, e não como Adoração, porque aqui só Deus, que como aliás Ele próprio disse quando lhe chamaram bom Mestre, dizendo Ele que Bom só Deus nosso Pai.
Compreendo que no geral todos precisamos que nos guiem tal é a nossa fraqueza, mas o Espiritismo veio para que consiguemos por nós próprios encontrar e caminhar sozinhos, como digo muita vez, roteiro de vida.
Muito se fala Dele , mas raros lhe seguem os passos. Deixo um pequeno texto para reflexão, que achei interessante.

Paulo Roberto Martins*



O equilíbrio no pensar e agir é característica marcante entre os espíritos encarnados ou desencarnados em adiantado estado evolutivo perante os demais.


A verdade é imutável e eterna e não necessita ser provada nesta ou naquela crença. Mas, o que é a verdade? Todas as religiões, não as doutrinas (ensinamentos), lutam pela sua posse julgando-se as únicas a possuírem-na, entretanto, as suas raízes vieram de outras religiões, comemorando suas festas nas mesmas épocas e usando os mesmos simbolismos, mudando apenas os nomes. A revista alemã Der Spiegel nos dá um panorama de como estatisticamente está a crença religiosa neste mundo dos encarnados (6 bilhões): Cristãos não católicos (17,0%), Cristãos católicos (16,9%), Muçulmanos (23,1%), Hindus (13,0%), Budistas (6,1%), Judeus (0,2%) e Outros (23,7%). Podemos considerar então, que 1/3 da humanidade procura seguir os ensinamentos de Jesus, em qualquer religião que lhes aprouver, ou não. Diante disto, devemos considerar Jesus único e desprezarmos a crença dos outros 2/3?

A maioria dos cristãos, além de aceitarem a idéia construída pelas igrejas de ter sido Jesus único, ainda confundem sua pessoa com Deus, em frontal oposição ao pensamento e ações do Cristo neste sentido. Se o que há registrado sobre a vida de Jesus diz-nos algo com clareza, é exatamente o seu desejo constante de não ser único, e também ninguém em sã consciência poderá interpretar uma só passagem no evangelho que afirme categoricamente, ter Jesus se apresentado como Deus. Não aceitara a coroa de Galiléia; quando era o centro das atenções, logo desviava-a para Deus; colocou-se entre os convertidos durante o batismo de João; pedira que qualquer um que fizesse a vontade de Deus, seria dele o parente mais próximo, repreendendo os que lhe acentuavam a qualidade de Senhor, em detrimento a sua mensagem. Mesmo diante da ignorância moral e intelectual da época, fez de tudo para mostrar sua identificação absoluta com o gênero humano. Sua mensagem foi clara de que não devia ser considerado único, mas antes, um exemplo do que os outros homens poderiam ser se o quisessem. Sempre disse ser enviado de Deus: “Meu Pai é maior do que eu.” (João , XIV , 28); “As obras que eu faço dão testemunho de mim e que foi meu Pai que me enviou.” (João , V , 36); “Quem me recebe, recebe aquele que me enviou.” (Lucas , IX , 48); “Não me levo pela minha vontade, mas sim daquele que me enviou.” (João , V , 38). Não seria por pouco uso da razão e baixo discernimento, ou mesmo, a grande necessidade que tantos têm em preencher o vazio espiritual no qual se encontram, que fazem questão de adorar ao Cristo, vendo-o como único e Deus ? Não bastariam os sentimentos de admiração, respeito, amor e gratidão, ou mesmo, de veneração, àquele que nos legou tão sublime e divina doutrina – O Cristianismo?

A pergunta 625 do Livro dos Espíritos é: - Qual é o tipo mais perfeito, que Deus ofereceu ao homem para lhe servir de guia e modelo? A resposta: - Vede Jesus.

Kardec estava em meados do século XIX na França, o mais cristão dos países de então, e a resposta veio da plêiade de espíritos que assinam os prolegômenos, dentre outros: São João Evangelista, Santo Agostinho, São Vicente de Paulo, São Luís e O Espírito de Verdade. Explicação clara como água cristalina para a resposta.


Belo dia do trabalhador para quem trabalha e para os outros que Deus lhes ajude assim o conseguir, porque as contas têm de ser pagas, porque se não nasceu endinheirado, tem de trabalhar mesmo, né. ;)


Abraços
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: FUSA em 01 de Maio de 2013, 15:51
Parabens amigo pelo texto! Para mim a maneira como o Cristo e idolatrado no espiritualismo brasileiro (que chamam espiritismo) nao foi a proposta de Kardec/Espiritos mas sim fruto da influencia catolica no povo Brasileiro e no medium Chico Xavier (que morreu Catolico, diga-se de passagem).

Eu acho muito bonito como outras religoes, por exemplo, o Hinduismo veem o Cristo, como um enviado de Deus e nao como o enviado de Deus.

Fusa.

Olá amigos(as)


Sem querer desmerecer o texto inicial, mas venho a refletir há já algum tempo que estes textos me parecem repetições dum passado não muito longinquo, apelando mais ao Homem do que ao Espirito, que é aquilo que o Espiritismo lá para o meio so século 19 veio lembrar.
Como Modelo de facto Jesus é um sim, mas o Espiritismo veio-nos demostrar qual o caminho, aquele que Jesus há mais de 2000 anos nos dizia explicando por parábolas.
Hoje me parece o mesmo, textos cheios de emoção, palestrars que demostram o que Jesus era, etc e tal, mas poucos nos explicam como Ele o conseguiu fazer e qual a melhor forma.
Nada tenho contra quem assim  faz é a sua forma de ver as coisas, mas não me parece que seja esta a proposta que o Espiritismo nos veio trazer. Sermões da montanha recitadas do Evangelho tudo o Mundo o faz, aliás assim o foi desde os séculos passados, mas só o Espiritismo nos trouxe a consolação da explicação, da dita" Fé raciocinada".
Para mim transformaram o Céu e o Inferno, no Umbral e Nosso lar.
Alguns poderão dizer que estou a tirar Jesus do Espiritismo, mas se lerem muitos dos meus textos não são verdade, porque falo muito Dele, mas como amigo, Irmão mais velho, e como modelo de vida como nos diz o Espiritismo, e não como Adoração, porque aqui só Deus, que como aliás Ele próprio disse quando lhe chamaram bom Mestre, dizendo Ele que Bom só Deus nosso Pai.
Compreendo que no geral todos precisamos que nos guiem tal é a nossa fraqueza, mas o Espiritismo veio para que consiguemos por nós próprios encontrar e caminhar sozinhos, como digo muita vez, roteiro de vida.
Muito se fala Dele , mas raros lhe seguem os passos. Deixo um pequeno texto para reflexão, que achei interessante.

Paulo Roberto Martins*



O equilíbrio no pensar e agir é característica marcante entre os espíritos encarnados ou desencarnados em adiantado estado evolutivo perante os demais.


A verdade é imutável e eterna e não necessita ser provada nesta ou naquela crença. Mas, o que é a verdade? Todas as religiões, não as doutrinas (ensinamentos), lutam pela sua posse julgando-se as únicas a possuírem-na, entretanto, as suas raízes vieram de outras religiões, comemorando suas festas nas mesmas épocas e usando os mesmos simbolismos, mudando apenas os nomes. A revista alemã Der Spiegel nos dá um panorama de como estatisticamente está a crença religiosa neste mundo dos encarnados (6 bilhões): Cristãos não católicos (17,0%), Cristãos católicos (16,9%), Muçulmanos (23,1%), Hindus (13,0%), Budistas (6,1%), Judeus (0,2%) e Outros (23,7%). Podemos considerar então, que 1/3 da humanidade procura seguir os ensinamentos de Jesus, em qualquer religião que lhes aprouver, ou não. Diante disto, devemos considerar Jesus único e desprezarmos a crença dos outros 2/3?

A maioria dos cristãos, além de aceitarem a idéia construída pelas igrejas de ter sido Jesus único, ainda confundem sua pessoa com Deus, em frontal oposição ao pensamento e ações do Cristo neste sentido. Se o que há registrado sobre a vida de Jesus diz-nos algo com clareza, é exatamente o seu desejo constante de não ser único, e também ninguém em sã consciência poderá interpretar uma só passagem no evangelho que afirme categoricamente, ter Jesus se apresentado como Deus. Não aceitara a coroa de Galiléia; quando era o centro das atenções, logo desviava-a para Deus; colocou-se entre os convertidos durante o batismo de João; pedira que qualquer um que fizesse a vontade de Deus, seria dele o parente mais próximo, repreendendo os que lhe acentuavam a qualidade de Senhor, em detrimento a sua mensagem. Mesmo diante da ignorância moral e intelectual da época, fez de tudo para mostrar sua identificação absoluta com o gênero humano. Sua mensagem foi clara de que não devia ser considerado único, mas antes, um exemplo do que os outros homens poderiam ser se o quisessem. Sempre disse ser enviado de Deus: “Meu Pai é maior do que eu.” (João , XIV , 28); “As obras que eu faço dão testemunho de mim e que foi meu Pai que me enviou.” (João , V , 36); “Quem me recebe, recebe aquele que me enviou.” (Lucas , IX , 48); “Não me levo pela minha vontade, mas sim daquele que me enviou.” (João , V , 38). Não seria por pouco uso da razão e baixo discernimento, ou mesmo, a grande necessidade que tantos têm em preencher o vazio espiritual no qual se encontram, que fazem questão de adorar ao Cristo, vendo-o como único e Deus ? Não bastariam os sentimentos de admiração, respeito, amor e gratidão, ou mesmo, de veneração, àquele que nos legou tão sublime e divina doutrina – O Cristianismo?

A pergunta 625 do Livro dos Espíritos é: - Qual é o tipo mais perfeito, que Deus ofereceu ao homem para lhe servir de guia e modelo? A resposta: - Vede Jesus.

Kardec estava em meados do século XIX na França, o mais cristão dos países de então, e a resposta veio da plêiade de espíritos que assinam os prolegômenos, dentre outros: São João Evangelista, Santo Agostinho, São Vicente de Paulo, São Luís e O Espírito de Verdade. Explicação clara como água cristalina para a resposta.


Belo dia do trabalhador para quem trabalha e para os outros que Deus lhes ajude assim o conseguir, porque as contas têm de ser pagas, porque se não nasceu endinheirado, tem de trabalhar mesmo, né. ;)


Abraços
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Espírita brasileiro em 01 de Maio de 2013, 20:40
Para o homem, Jesus constitui o tipo da perfeição moral a que a humanidade pode aspirar na terra.
Ou seja, algo ainda muitíssimo longe do estágio de um Puro Espírito!
Prezado Brenno então Jesus não é espírito puro?Espírito de primeira ordem e classe única conforme vemos na questão 100 do LE?
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: FUSA em 01 de Maio de 2013, 21:32
O Jorge Murta tem um posting bom sobre isso: http://www.forumespirita.net/fe/paginas-de-internet-espiritas/os-espiritas-'ortomisticos'/msg322008/?topicseen#msg322008

Para mim, nao faz menor diferenca ele ser puro ou perfeito. No final, so ele e Deus sabe! O importante e' tirar a parte boa dos ensinamente que ele possivelmente trouxe. E digo "possivelmente" pois tudo o que sabemos sobre Jesus e' o que foi escrito sobre ele que pode ter sido aumentado, diminuido, modificado pelos que escreveram sobre ele, alem dos erros de traducoes, etc.

Pois e', sou daqueles que tambem nao escreditam que tudo o que esta na Biblia e' verdade absoluta.  ;D

Fusa

Para o homem, Jesus constitui o tipo da perfeição moral a que a humanidade pode aspirar na terra.
Ou seja, algo ainda muitíssimo longe do estágio de um Puro Espírito!
Prezado Brenno então Jesus não é espírito puro?Espírito de primeira ordem e classe única conforme vemos na questão 100 do LE?
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Claudemir dos Santos em 03 de Maio de 2013, 11:31
Sim meu caro Brenno,Jesus não é um espirito puro,mas é um espirito acima de nós,ou seja,um nosso irmão mais velho,somo nós espíritos ainda imperfeito e orgulhosos que não aceitamos ensinamentos e exemplos vindo de pessoas mais simples e humildes,e assim temos que elevar e idolatrar espíritos missionários para podermos aceita-los[infelizmente Deus sabe que isto é necessário],Deus sendo perfeitamente sábio não faz coisas alem do necessário e Jesus nunca esteve só,pois com ele estava vários espíritos colaboradores agindo no momento necessário,e esse acréscimo da verdade virá em breve,e estejamos preparados para não chorarmos depois.  Abraços e muita paz.   
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Brenno Stoklos em 03 de Maio de 2013, 20:57
Sim meu caro Brenno,Jesus não é um espirito puro,mas é um espirito acima de nós,ou seja,um nosso irmão mais velho,somo nós espíritos ainda imperfeito e orgulhosos que não aceitamos ensinamentos e exemplos vindo de pessoas mais simples e humildes,e assim temos que elevar e idolatrar espíritos missionários para podermos aceita-los[infelizmente Deus sabe que isto é necessário],Deus sendo perfeitamente sábio não faz coisas alem do necessário e Jesus nunca esteve só,pois com ele estava vários espíritos colaboradores agindo no momento necessário,e esse acréscimo da verdade virá em breve,e estejamos preparados para não chorarmos depois.  Abraços e muita paz.

Perfeito! Caro Claudemir dos Santos!

Eu vejo esse assunto da seguinte maneira:

Nós, Espíritos encarnados no Planeta Terra, somos alunos de uma Pré-Escola. Mal aprendemos a dar os primeiros passos, ainda não sabemos sequer nos comunicar direito através da linguagem, ou seja, estamos ainda no limiar de nossa existência como Espiritos Humanos.
Assim Deus nos enviou um Espírito mais evoluido que nós para nos ensinar e nos servir de exemplo.
Quem Ele enviaria? Um Professor Universitário?
De que nos serviria isso se não poderiamos compreender-lhe a linguagem, os conceitos, as atitudes, ou seja, um Ser para nós absolutamente incompreensível?
Aconteceria que nós o consideraríamos como o próprio Deus. Algo que já acontece mesmo não sendo Jesus esse Professor nem, muito menos, Deus.
Então, é evidente que Deus nos enviou não um Professor, mas um aluno da primeira série do primeiro gráu, ou seja, alguém num nível imediatamente superior ao nosso.
Esse, sim, nós podemos compreender-lhe a linguagem embora já mais elaborada que a nossa, nos maravilharmos com seus conhecimentos, pois ele já sabe ler, escrever, fazer contas, ou seja, coisas que ainda não aprendemos mas não nos são inalcançáveis mesmo estando ainda na Pré-escola.
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Conforti em 04 de Maio de 2013, 17:48
      Amigos foristas,

      Quem pode julgar se o homem Jesus era ou não era um espirito puro, perfeito? Quem? Outros espíritos? Só se forem mais perfeitos q ele!

      O homem histórico Jesus, foi um homem igual a todos nós mas q, um dia, se tornou absolutamente diferente e superior em sabedoria, compreensão, bem-aventurança, aquilo a que chamamos de "iluminação", pois "encontrou o Reino, q tudo o mais traz por acréscimo", conheceu "a verdade libertadora".

      A partir dessa gigantesca transformação, como muitos outros, pelo resto de seus dias, tentou ensinar aos demais como encontrar a verdade, o caminho q ele já havia trilhado.

      Foi um mestre, cujas lições que levam o espirito à libertação, não são ensinadas pelas doutrinas cristãs, talvez por não as terem compreendido, ou as terem esquecido com o passar dos séculos, e, porventura, esquecimento e/ou incompreensão vindos das enormes adulterações introduzidas em suas palavras por poderosos.

      No entanto, houve muitos mestres neste nosso mundo, todos tentando ensinar o mesmo q Jesus tentou ensinar: o como encontrar o reino de Deus.

      Afirmar-se q Jesus é o ser mais perfeito que passou entre nós é, pelo menos, temerário, pois essa é, apenas, a concepção dos cristãos, q só em Jesus vêm a salvação. Pra outras culturas, os Salvadores são outros e o Salvador dos cristãos nada representa.

      Jesus não foi um ser especial ou singular; tornou-se especial a partir do momento de seu despertamento, qdo, pelo conhecer a verdade, percebeu-se "um com o Pai"! Mas, nem aí foi singular pois outros, como ele, se perceberam "um com Deus" e puderam, também, afirmar: "eu e o Pai somos um!".
....................... 
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Conforti em 04 de Maio de 2013, 18:05
      Brenno     (ref #13)

      Concordo com o jovem amigo: estamos numa escola, numa escola sempre lembrada como sendo "uma escola de espíritos"; mas, qual é a razão de não a chamarmos, também, de "escola do bem e do mal"?
..................................
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Brenno Stoklos em 05 de Maio de 2013, 08:03

Prezado Brenno então Jesus não é espírito puro?Espírito de primeira ordem e classe única conforme vemos na questão 100 do LE?

A questão 100 não cita Jesus.
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Claudemir dos Santos em 05 de Maio de 2013, 11:34
Sim meu caro Brenno,belo raciocínio,para chegarmos a esse entendimento é necessário um pouco mais de simplicidade e humildade,ou seja,quanto mais desligados das coisas materiais,mais compreensão das coisas espirituais teremos. Quanto mais se vive,mais se aprende,eu frequento duas casas espiritas a muitos anos,e aprendi a ter mais confiança nos guias e mentores da casa,e em função disso eles também me confiaram certas verdades,e uma delas e a de entender que espíritos superiores não descem a terra,pois não há necessidade,e como você disse;Somos alunos de uma pré-escola,e como nos lembrou nosso amigo Coronel,uma escola do bem e do mal,e nessa pré-escola ou jardim da infância,não necessitamos de um professor universitário,mas sim, de um professor que faça jus ao nosso entendimento,e os espíritos que por aqui passam são espíritos ainda com alguma divida que aceitam uma missão de trabalho para continuarem sua evolução,pois se Jesus fosse um espirito superior não teria agido como um espirito ainda um tanto inferior fazendo um azarogue de cordas para expulsar os vendedores do templo,e nem teria se acovardado na hora da crucificação dizendo;"Pai,se possível,afasta-me este cálice". Abraços e muita paz.
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Espírita brasileiro em 05 de Maio de 2013, 15:48

Prezado Brenno então Jesus não é espírito puro?Espírito de primeira ordem e classe única conforme vemos na questão 100 do LE?

A questão 100 não cita Jesus.
E a questão 625?Para um espírito ser modelo e guia da humanidade terrena não seria necessário ser superior a ela?Em que ordem e classe da escala espírita estaria então Jesus?
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: lineu em 05 de Maio de 2013, 17:35
Citação de: Espírita brasileiro
Para um espírito ser modelo e guia da humanidade terrena não seria necessário ser superior a ela?

Decerto que sim.

Sobretudo quando tal Espírito evidencia a qualidade de Messias...

Guiando a humanidade ao afeto de Deus.
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Espírita brasileiro em 05 de Maio de 2013, 18:49
Amigo Lineu:O grau de evolução de Jesus é muito mais elevado que o nosso.Sendo este um fórum espírita,devemos buscar o consenso dentro das obras básicas.E cada uma delas confirma a superioridade dele.Para os terrestres Messias,Mestre,Modelo e Guia.
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: hcancela em 05 de Maio de 2013, 21:37
Sim meu caro Brenno,belo raciocínio,para chegarmos a esse entendimento é necessário um pouco mais de simplicidade e humildade,ou seja,quanto mais desligados das coisas materiais,mais compreensão das coisas espirituais teremos. Quanto mais se vive,mais se aprende,eu frequento duas casas espiritas a muitos anos,e aprendi a ter mais confiança nos guias e mentores da casa,e em função disso eles também me confiaram certas verdades,e uma delas e a de entender que espíritos superiores não descem a terra,pois não há necessidade,e como você disse;Somos alunos de uma pré-escola,e como nos lembrou nosso amigo Coronel,uma escola do bem e do mal,e nessa pré-escola ou jardim da infância,não necessitamos de um professor universitário,mas sim, de um professor que faça jus ao nosso entendimento,e os espíritos que por aqui passam são espíritos ainda com alguma divida que aceitam uma missão de trabalho para continuarem sua evolução,pois se Jesus fosse um espirito superior não teria agido como um espirito ainda um tanto inferior fazendo um azarogue de cordas para expulsar os vendedores do templo,e nem teria se acovardado na hora da crucificação dizendo;"Pai,se possível,afasta-me este cálice". Abraços e muita paz.
Claudemir como opinião pessoal merece respeito apenas isso, no resto está fora do Espiritismo e na questão dos Espiritos Superiores não cá virem basta ver Jesus, mas mesmo aqui o amigo pensa como quiser. Só uma pequena frase do LE!...

233 Os Espíritos já purificados vão aos mundos inferiores?
– Vão muitas vezes a fim de ajudá-los a progredir. Senão esses mundos
ficariam entregues a si mesmos, sem guias para dirigi-los.

Tem todo direito de acreditar que os guias de sua casa Espirita lhe dizem, mas como casa Espirita deveria seguir Allan Kardec ,e, os Espiritos Superiores da Doutrina Espirita  dizem o contrário.

Abraços fraternos
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Espírita brasileiro em 05 de Maio de 2013, 21:43
Bem lembrada a questão 233,amigo hcancela.Se Jesus não é ainda espírito purificado,o que somos nós?Fique na paz!
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Brenno Stoklos em 06 de Maio de 2013, 02:05

Prezado Brenno então Jesus não é espírito puro?Espírito de primeira ordem e classe única conforme vemos na questão 100 do LE?

A questão 100 não cita Jesus.
E a questão 625?Para um espírito ser modelo e guia da humanidade terrena não seria necessário ser superior a ela?Em que ordem e classe da escala espírita estaria então Jesus?


E a questão 625?

625. Qual o tipo mais perfeito que Deus tem oferecido ao homem, para lhe servir de
guia e modelo?

“Jesus.”

Para o homem, Jesus constitui o tipo da perfeição moral a que a Humanidade pode
aspirar na Terra. Deus no-lo oferece como o mais perfeito modelo e a doutrina que ensinou
é a expressão mais pura da lei do Senhor, porque, sendo ele o mais puro de quantos têm
aparecido na Terra, o Espírito Divino o animava.


Para um espírito ser modelo e guia da humanidade terrena não seria necessário ser superior a ela?

E Jesus era! Jesus estava em um nível evolutivo imediatamente acima do máximo que podemos alcançar aqui.


Em que ordem e classe da escala espírita estaria então Jesus?

Segunda Ordem.
Lembrando ainda que:

"A classificação dos Espíritos se baseia no grau de adiantamento deles, nas qualidades que já adquiriram e nas imperfeições de que ainda terão de despojar-se. Esta classificação, aliás, nada tem de absoluta. Apenas no seu
conjunto cada categoria apresenta caráter definido".
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Claudemir dos Santos em 06 de Maio de 2013, 11:44
Amigo Hcancela,Jesus dizia;foi dito isto,porem eu lhe digo mais isso. Meu irmão,quantas vezes teremos que repetir que as verdades que nos chega são mensagens adaptadas ao nosso grau de entendimento do momento presente,nunca devemos esquecer que toda a base [Kardec]esta calcada e presa a terra,e portanto sofre influencias dela,já Chico Xavier nos inspira ensinamentos e exemplos que nos eleva mais acima,que são as paredes alicerçadas na base[Kardec]. Eu sei que muitos ainda estão presos a base e necessitam dela[e que espero que não seja o seu caso]mas se for,peço desculpas pelo meu atrevimento.pois a nossa intenção e a de esclarecer e não confundir. Nunca devemos desprezar alguma revelação que nos chega atraves de irmãos espirituais de boa vontade,mas antes devemos analisar se esta dentro do bom senso e da razão[não do orgulho,mas da humildade],pois as revelações que temos no presente,principalmente as da codificação,esta longe de ser a ultima palavra. Abraços e muita paz.
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: hcancela em 06 de Maio de 2013, 13:44
Amigo Hcancela,Jesus dizia;foi dito isto,porem eu lhe digo mais isso. Meu irmão,quantas vezes teremos que repetir que as verdades que nos chega são mensagens adaptadas ao nosso grau de entendimento do momento presente,nunca devemos esquecer que toda a base [Kardec]esta calcada e presa a terra,e portanto sofre influencias dela,já Chico Xavier nos inspira ensinamentos e exemplos que nos eleva mais acima,que são as paredes alicerçadas na base[Kardec]. Eu sei que muitos ainda estão presos a base e necessitam dela[e que espero que não seja o seu caso]mas se for,peço desculpas pelo meu atrevimento.pois a nossa intenção e a de esclarecer e não confundir. Nunca devemos desprezar alguma revelação que nos chega atraves de irmãos espirituais de boa vontade,mas antes devemos analisar se esta dentro do bom senso e da razão[não do orgulho,mas da humildade],pois as revelações que temos no presente,principalmente as da codificação,esta longe de ser a ultima palavra. Abraços e muita paz.
Claudemir nada tenho com sua interpretação, mas este um forum Espirita e é nessa base que me instruo, e naquilo que diz o Espiritismo, através dos Espiritos Superiores é bem claro. Nada mais há acrescentar neste nosso pequeno debate. Tudo é bem claro volto afirmar.


Saudações fraternas
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Espírita brasileiro em 06 de Maio de 2013, 20:38

Prezado Brenno então Jesus não é espírito puro?Espírito de primeira ordem e classe única conforme vemos na questão 100 do LE?

A questão 100 não cita Jesus.
E a questão 625?Para um espírito ser modelo e guia da humanidade terrena não seria necessário ser superior a ela?Em que ordem e classe da escala espírita estaria então Jesus?


E a questão 625?

625. Qual o tipo mais perfeito que Deus tem oferecido ao homem, para lhe servir de
guia e modelo?

“Jesus.”

Para o homem, Jesus constitui o tipo da perfeição moral a que a Humanidade pode
aspirar na Terra. Deus no-lo oferece como o mais perfeito modelo e a doutrina que ensinou
é a expressão mais pura da lei do Senhor, porque, sendo ele o mais puro de quantos têm
aparecido na Terra, o Espírito Divino o animava.


Para um espírito ser modelo e guia da humanidade terrena não seria necessário ser superior a ela?

E Jesus era! Jesus estava em um nível evolutivo imediatamente acima do máximo que podemos alcançar aqui.


Em que ordem e classe da escala espírita estaria então Jesus?

Segunda Ordem.
Lembrando ainda que:

"A classificação dos Espíritos se baseia no grau de adiantamento deles, nas qualidades que já adquiriram e nas imperfeições de que ainda terão de despojar-se. Esta classificação, aliás, nada tem de absoluta. Apenas no seu
conjunto cada categoria apresenta caráter definido".
Recomendo para enriquecimento de seus estudos,que o companheiro Brenno,se ocupe do Livro dos Médiuns(sequência natural do LE segundo o própio Kardec)onde AK,passou a classificar Jesus como espírito puro.Especificamente em nota á dissertação IX do Cap XXXI,onde o mestre lionês,distingue com absoluta clareza os "espíritos verdadeiramente superiores",daquele que representa "o espírito puro por excelência",referência explícita a Jesus Cristo.
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Brenno Stoklos em 07 de Maio de 2013, 17:59

Recomendo para enriquecimento de seus estudos,que o companheiro Brenno,se ocupe do Livro dos Médiuns(sequência natural do LE segundo o própio Kardec)onde AK,passou a classificar Jesus como espírito puro.Especificamente em nota á dissertação IX do Cap XXXI,onde o mestre lionês,distingue com absoluta clareza os "espíritos verdadeiramente superiores",daquele que representa "o espírito puro por excelência",referência explícita a Jesus Cristo.


Muitas vezes nos equivocamos com as palavras e seu real sentido. Kardec não estava isento disso.

Mas, digamos que Jesus fosse mesmo um Espírito Puro "por excelência" (no mais alto grau de pureza), e vejamos alguns de seus "exemplos de pureza":

1 - Surrar comerciantes e destruir-lhes as tendas.

2 - Chamar ao Templo de Jerusalém de "Casa do meu Pai" ao mesmo tempo que diz "Meu Reino não é desse Mundo".

3 - Fraquejar na hora da prova: "Pai, se possível, afasta de mim esse cálice"

Acredito que um Espírito "Puro por Excelência" nos daria melhores exemplos que esses.
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Possa em 07 de Maio de 2013, 18:31

Recomendo para enriquecimento de seus estudos,que o companheiro Brenno,se ocupe do Livro dos Médiuns(sequência natural do LE segundo o própio Kardec)onde AK,passou a classificar Jesus como espírito puro.Especificamente em nota á dissertação IX do Cap XXXI,onde o mestre lionês,distingue com absoluta clareza os "espíritos verdadeiramente superiores",daquele que representa "o espírito puro por excelência",referência explícita a Jesus Cristo.


Muitas vezes nos equivocamos com as palavras e seu real sentido. Kardec não estava isento disso.

Mas, digamos que Jesus fosse mesmo um Espírito Puro "por excelência" (no mais alto grau de pureza), e vejamos alguns de seus "exemplos de pureza":

1 - Surrar comerciantes e destruir-lhes as tendas.

2 - Chamar ao Templo de Jerusalém de "Casa do meu Pai" ao mesmo tempo que diz "Meu Reino não é desse Mundo".

3 - Fraquejar na hora da prova: "Pai, se possível, afasta de mim esse cálice"

Acredito que um Espírito "Puro por Excelência" nos daria melhores exemplos que esses.

Jesus surrou comerciantes e destrui-lhes as tendas? Onde tá escrito isso?
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Edmar Ferreira Jr em 07 de Maio de 2013, 18:40

Recomendo para enriquecimento de seus estudos,que o companheiro Brenno,se ocupe do Livro dos Médiuns(sequência natural do LE segundo o própio Kardec)onde AK,passou a classificar Jesus como espírito puro.Especificamente em nota á dissertação IX do Cap XXXI,onde o mestre lionês,distingue com absoluta clareza os "espíritos verdadeiramente superiores",daquele que representa "o espírito puro por excelência",referência explícita a Jesus Cristo.


Muitas vezes nos equivocamos com as palavras e seu real sentido. Kardec não estava isento disso.

Mas, digamos que Jesus fosse mesmo um Espírito Puro "por excelência" (no mais alto grau de pureza), e vejamos alguns de seus "exemplos de pureza":

1 - Surrar comerciantes e destruir-lhes as tendas.

2 - Chamar ao Templo de Jerusalém de "Casa do meu Pai" ao mesmo tempo que diz "Meu Reino não é desse Mundo".

3 - Fraquejar na hora da prova: "Pai, se possível, afasta de mim esse cálice"

Acredito que um Espírito "Puro por Excelência" nos daria melhores exemplos que esses.

Breno,

Você estava lá ao lado dele e o viu dizendo em aramaico e fazendo todas essas coisas que dizem que ele fez e falou?

Eu não. Por isso, atenho-me apenas ao que deveria me interessar: Seu ensino moral. Não porque tenha sido Jesus, mas porque me parece lógico esse ensino.

Abraço,
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: FUSA em 07 de Maio de 2013, 18:45
Questao de Jesus ser espirito puro ou perfeito so e' problema dentro do espiritismo-catolico brasileiro que ve Jesus como "um ser especial", quase que o proprio Deus.

Tudo que sabemos dele e' o que veio atraves da Biblia. E as proprias revelacoes espiritas vieram de varios espiritos que foram catolicos tambem.

Puro ou perfeito porem, a figure de Jesus, mesmo que simbolica seria algo para nos inspirar a sermos melhores e por isso que os espiritos o usaram como modelo nao como alguem a se idolatrar.

Na propria revista espirita ha mensagens (esqueci o ano) quando se fala do "novo messias" e muitos espiritos disseram que esse(s) novo(s) messias nao seria mais o proprio Jesus, mas espirito(s) como ele.

E realmente para nos, na nosso planetinha terra ele represente a pureza a que devemos almeja.

Mas pensemos: a nossa pequenissima terra e' um planeta entre bilhoes da via lactea. E a nossa via lactea e' umazinha entre bilhoes de outras galaxias! Sera que realmente algum espirito desse nosso planetinha atrasado ja chegou a pureza total? Pra mim fica dificil de acreditar...

Fusa


Recomendo para enriquecimento de seus estudos,que o companheiro Brenno,se ocupe do Livro dos Médiuns(sequência natural do LE segundo o própio Kardec)onde AK,passou a classificar Jesus como espírito puro.Especificamente em nota á dissertação IX do Cap XXXI,onde o mestre lionês,distingue com absoluta clareza os "espíritos verdadeiramente superiores",daquele que representa "o espírito puro por excelência",referência explícita a Jesus Cristo.


Muitas vezes nos equivocamos com as palavras e seu real sentido. Kardec não estava isento disso.

Mas, digamos que Jesus fosse mesmo um Espírito Puro "por excelência" (no mais alto grau de pureza), e vejamos alguns de seus "exemplos de pureza":

1 - Surrar comerciantes e destruir-lhes as tendas.

2 - Chamar ao Templo de Jerusalém de "Casa do meu Pai" ao mesmo tempo que diz "Meu Reino não é desse Mundo".

3 - Fraquejar na hora da prova: "Pai, se possível, afasta de mim esse cálice"

Acredito que um Espírito "Puro por Excelência" nos daria melhores exemplos que esses.
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Possa em 07 de Maio de 2013, 18:47

Recomendo para enriquecimento de seus estudos,que o companheiro Brenno,se ocupe do Livro dos Médiuns(sequência natural do LE segundo o própio Kardec)onde AK,passou a classificar Jesus como espírito puro.Especificamente em nota á dissertação IX do Cap XXXI,onde o mestre lionês,distingue com absoluta clareza os "espíritos verdadeiramente superiores",daquele que representa "o espírito puro por excelência",referência explícita a Jesus Cristo.


Muitas vezes nos equivocamos com as palavras e seu real sentido. Kardec não estava isento disso.

Mas, digamos que Jesus fosse mesmo um Espírito Puro "por excelência" (no mais alto grau de pureza), e vejamos alguns de seus "exemplos de pureza":

1 - Surrar comerciantes e destruir-lhes as tendas.

2 - Chamar ao Templo de Jerusalém de "Casa do meu Pai" ao mesmo tempo que diz "Meu Reino não é desse Mundo".

3 - Fraquejar na hora da prova: "Pai, se possível, afasta de mim esse cálice"

Acredito que um Espírito "Puro por Excelência" nos daria melhores exemplos que esses.

Jesus surrou comerciantes e destrui-lhes as tendas? Onde tá escrito isso?




Fique claro que não estou concordando ou discordando com o Breno. Só não sabia deste relato que Jesus surrou comerciantes.

Acredito que não foi surrar e destruir as tendas dos comerciantes literalmente como sugere a frase. Talvez quem a escreveu quisesse dar um sentido diferente para ela.
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Mourarego em 07 de Maio de 2013, 20:23
Em verdade, em nenhuma obra básica é afirmado que Jesus estaria na classe dos Espíritos Puros.
sim, está escrito que ele seria o mais puro entre os encarnados na Terra, porém convém lembrar lembrar que em todas as classes de Espíritos da Escala Espírita, exceção á classe única dos Puros Espíritos, há uma pirâmide moral.
É nesta pirâmide, que Jesus se coloca no cume, ou seja, é ele o mais puro entre os que estão nesta classe.
Só lembrando o próprio LE quando este ensina que há diversidade de purezas dentre as classes abaixo da classe dos Puros.
Portanto, Jesus é tido como Espírito Superior, e nesta classe, ou desta classe é o mais puro que tenha passado pela Terra.
Abraços,
Moura
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 07 de Maio de 2013, 21:26
Bom

Como participar é opinar
e o conhecimento refere-se ao conteúdo
exposto livremente a todos nós

Observando a questão da De que, creio eu,animou o próprio titulo do tópico,
observemos a pergunta e a resposta.

625. Qual o tipo mais perfeito que Deus tem oferecido ao homem, para lhe
servir de guia e modelo?

“Jesus.”
Para   o   homem, Jesus   constitui  o   tipo   da   perfeição   moral  a   que   a
Humanidade   pode   aspirar   na   Terra.   Deus   no-lo   oferece   como o  mais
perfeito modelo  e a doutrina que ensinou é a expressão mais pura da lei do
Senhor,   porque, sendo  ele  o   mais   puro  de  quantos   têm   aparecido   na
Terra, o Espírito Divino o animava


A resposta é precisa

pois coloca Jesus como um Espírito Puro.


(minha análise)
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Brenno Stoklos em 07 de Maio de 2013, 21:46
Em verdade, em nenhuma obra básica é afirmado que Jesus estaria na classe dos Espíritos Puros.
sim, está escrito que ele seria o mais puro entre os encarnados na Terra, porém convém lembrar lembrar que em todas as classes de Espíritos da Escala Espírita, exceção á classe única dos Puros Espíritos, há uma pirâmide moral.
É nesta pirâmide, que Jesus se coloca no cume, ou seja, é ele o mais puro entre os que estão nesta classe.
Só lembrando o próprio LE quando este ensina que há diversidade de purezas dentre as classes abaixo da classe dos Puros.
Portanto, Jesus é tido como Espírito Superior, e nesta classe, ou desta classe é o mais puro que tenha passado pela Terra.
Abraços,
Moura

Perfeito!

Eu não sei o porquê de alguns considerarem essas verdades como "heresia".

Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 07 de Maio de 2013, 21:54
Em verdade, em nenhuma obra básica é afirmado que Jesus estaria na classe dos Espíritos Puros.
sim, está escrito que ele seria o mais puro entre os encarnados na Terra, porém convém lembrar lembrar que em todas as classes de Espíritos da Escala Espírita, exceção á classe única dos Puros Espíritos, há uma pirâmide moral.
É nesta pirâmide, que Jesus se coloca no cume, ou seja, é ele o mais puro entre os que estão nesta classe.
Só lembrando o próprio LE quando este ensina que há diversidade de purezas dentre as classes abaixo da classe dos Puros.
Portanto, Jesus é tido como Espírito Superior, e nesta classe, ou desta classe é o mais puro que tenha passado pela Terra.
Abraços,
Moura

Perfeito!

Eu não sei o porquê de alguns considerarem essas verdades como "heresia".



Simples
Talvez por que prefiramos as heresias
do que certas verdades

Já pensou nisso?

Pois pense..pois o Moura só está postando uma perrengue com os roustangnistas...


leia
e quem foi que disse isso?

"“De todas as faculdades que se revelaram em Jesus nenhuma estava fora das condições da humanidade e podia ser encontrada também no comum dos homens, pois estão na natureza. Mas, pela superioridade de sua essência moral e de suas qualidades fluídicas, elas atingiam em Jesus proporções acima das do vulgo. São as qualidades que caracterizam o estado dos espíritos puros. Aquilo que Jesus fazia era demasiado simples e não se afastava das leis da natureza.'
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: lineu em 07 de Maio de 2013, 22:26
Citação de: Moises
Mas, pela superioridade de sua essência moral e de suas qualidades fluídicas, elas atingiam em Jesus proporções acima das do vulgo.
São as qualidades que caracterizam o estado dos espíritos puros.

Ponto positivo, Moises. Devidamente contabilizado.

Decerto, o Espírito que animou o Mestre Jesus é Espírito Puro, por excelência.

E, por isso, tem o encargo divino de governar o progresso da Terra.


Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Conforti em 08 de Maio de 2013, 03:37
      Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
     
      Amigos foristas       (ref msg #27, de Brenno, de 070613)

      Cel: Quem pode avaliar Jesus, ou qualquer espirito que seja, qto a sua perfeição ou pureza, senão um q for superior a ele?! E quem de nós pode assegurar q aquele q avalia um espirito é superior ao q foi avaliado?

      Apenas, sabemos que ele foi um mestre, um sábio que tentou trazer ao seu povo, um relacionamento mais harmonioso, como fez Moisés com o povo hebreu. Tentou trazer aquilo q se resume na mais excelsa das virtudes pois, não fosse o amor, este nosso mundo e nossa vida, impiedosos e caóticos como são, seriam ainda mais caóticos e impiedosos!

      Qto ao q expôs nosso amigo Brenno, tento uma explicação:

      1 - Surrar comerciantes e destruir-lhes as tendas.

      Cel: simbólico; expulsar os demônios, os de nosso templo intimo; melhorar nosso interior, limpando o lixo q ali as experiências da vida acumularam.

      2 - Chamar ao Templo de Jerusalém de "Casa do meu Pai" ao mesmo tempo que diz "Meu Reino não é desse Mundo".

      Cel: o templo de Jerusalém, para os q o freqüentavam e criam em sua verdade religiosa seria, como ainda hoje é para todos, o templo de suas religiões, a “casa de meu pai”, a casa pela qual o Pai, o mestre, o mentor se faz ouvir, aos ouvidos de seus filhos! Assim, para os católicos e protestantes, são suas igrejas, como para os espíritas, são seus Centros, para os hebreus, o templo, onde Jesus mesmo se fez ouvir.

      3 - Fraquejar na hora da prova: "Pai, se possível, afasta de mim esse cálice".

      Cel: será verdade q fraquejou? O cristianismo de hoje pouca coisa tem a ver com o cristianismo primitivo, o cristianismo q Jesus ensinou. As escrituras sofreram muitas deformações à conveniência de poderosos, em particular da igreja romana. Muita coisa foi acrescentada e muita excluída, no correr dos séculos. Uma delas é essa de, talvez para conseguir mais obediência aos ensinamentos q ele nos deixou, tentar fazê-lo mais respeitado por todos aqueles por quem “sofreu e morreu por nós”, mostrar que ele muito sofreu.

      Assim, uma das maiores comemorações da igreja de Roma é a q lembra a paixão, as torturas sofridas na caminhada para o Calvário, o sacrifício na cruz e sua morte, chamando-a inglória. Muitas histórias e filmes enfatizaram esses sofrimentos.

      No entanto, se Jesus foi um iluminado, só sofreu se quis sofrer. Há exemplos sérios de homens q, conhecendo algo da verdade libertadora, se esquivaram de muitos sofrimentos. A própria TV, cerca de 4 anos atrás, numa comemoração da semana santa, nos mostrou a crucificação de dois monges coreanos, com direito a chicotadas com látegos de couro com pontas de metal; cravos semelhantes (mais finos?) a esses q usam para fixar trilhos nos dormentes, transpassando-lhes, à marteladas, o punho, na ligação da mão ao ante-braço, e os pés, um sobre o outro; coroa de espinhos, o peso do corpo sustentado na cruz pelos cravos de ferro etc. 

      Holandeses, alemães, ingleses, religiosos, turistas que os filmavam, ao serem os dois monges “descrucificados”, ainda sangrando das feridas das mãos e dos pés e rosto cheio de sangue, devido à coroa de espinhos, lhes perguntaram impressionados: “como é isso?! Não vimos, em nenhum momento, em sua faces qualquer sinal de dor!!” Os monges, sorrindo, responderam: “nós não estávamos mais lá! Nos recolhemos aos braços de Brama!”. Há outros exemplos: Sri Ramana, mestre oriental, tinha feia ferida cancerosa, no braço esquerdo, cobrindo toda articulação do cotovelo; discípulos o inquiriam: “como uma santidade como o senhor poder ter isso? E as dores?!” Ele apenas sorria e dizia: “qdo pressinto q a dor se aproxima, me recolho ao seio de Vasudeva!” (Deus).
.....................................
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Brenno Stoklos em 08 de Maio de 2013, 05:18

e quem foi que disse isso?

"“De todas as faculdades que se revelaram em Jesus nenhuma estava fora das condições da humanidade e podia ser encontrada também no comum dos homens, pois estão na natureza. Mas, pela superioridade de sua essência moral e de suas qualidades fluídicas, elas atingiam em Jesus proporções acima das do vulgo. São as qualidades que caracterizam o estado dos espíritos puros. Aquilo que Jesus fazia era demasiado simples e não se afastava das leis da natureza.'

Se queremos conhecer a opinião de alguém devemos colocá-la por inteiro:

 “Jesus foi um Espírito Superior da ordem mais elevada, colocado por suas virtudes bem acima da humanidade terrestre. Sua missão, pelos inúmeros resultados que produziu, foi daquelas que somente são confiadas aos mensageiros diretos da Divindade. Jesus não foi o próprio Deus, foi um enviado de Deus; foi um Messias divino.
“Como homem – Espírito encarnado – Jesus tinha a organização dos seres carnais; mas, como Espírito puro, destacado da matéria, devia viver na vida espiritual, mais que na vida corporal. A superioridade de Jesus sobre os homens não era relativa às qualidades particulares de seu corpo, mas às de seu Espírito, que dominava a matéria de maneira absoluta e também ao seu perispírito, alimentado que era pela parte mais quintessenciada dos fluidos terrestres. Sim, porque os Espíritos Superiores podem vir aos mundos inferiores e mesmo aí se encarnar, para desempenhar uma divina missão. A alma (Espírito encarnado) de Jesus estava ligada ao corpo por laços estritamente indispensáveis. Constantemente separada do corpo, ela lhe dava uma vista dupla não só permanente como também de penetração excepcional e muito superior à dos homens comuns.
“De todas as faculdades que se revelaram em Jesus nenhuma estava fora das condições da humanidade e podia ser encontrada também no comum dos homens, pois estão na natureza. Mas, pela superioridade de sua essência moral e de suas qualidades fluídicas, elas atingiam em Jesus proporções acima das do vulgo. São as qualidades que caracterizam o estado dos Espíritos puros. Aquilo que Jesus fazia era demasiado simples e não se afastava das leis da natureza.
“Quando Jesus, depois de sua morte, apareceu aos discípulos, estes, ao vê-lo, sentiram logo que não se tratava mais do homem. É que Jesus se mostrava com seu corpo perispiritual, e isto explica o fato de só ter sido visto por aqueles a quem desejava mostrar-se.
“Jesus teve, pois, como todos, um corpo carnal e um corpo fluídico, o que é confirmado pelos fenômenos materiais e pelos fenômenos psíquicos que assinalaram sua vida.

Os grifos são para assinalar a diferença existente entre:

Espirito Puro = Classe Espiritual.

Espirito Superior = Classe Espiritual.

Espirito puro = Espirito separado da matéria.
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Brenno Stoklos em 08 de Maio de 2013, 05:25

      1 - Surrar comerciantes e destruir-lhes as tendas.

      Cel: simbólico; expulsar os demônios, os de nosso templo intimo; melhorar nosso interior, limpando o lixo q ali as experiências da vida acumularam.

      2 - Chamar ao Templo de Jerusalém de "Casa do meu Pai" ao mesmo tempo que diz "Meu Reino não é desse Mundo".

      Cel: o templo de Jerusalém, para os q o freqüentavam e criam em sua verdade religiosa seria, como ainda hoje é para todos, o templo de suas religiões, a “casa de meu pai”, a casa pela qual o Pai, o mestre, o mentor se faz ouvir, aos ouvidos de seus filhos! Assim, para os católicos e protestantes, são suas igrejas, como para os espíritas, são seus Centros, para os hebreus, o templo, onde Jesus mesmo se fez ouvir.

      3 - Fraquejar na hora da prova: "Pai, se possível, afasta de mim esse cálice".

      Cel: será verdade q fraquejou? O cristianismo de hoje pouca coisa tem a ver com o cristianismo primitivo, o cristianismo q Jesus ensinou. As escrituras sofreram muitas deformações à conveniência de poderosos, em particular da igreja romana. Muita coisa foi acrescentada e muita excluída, no correr dos séculos. Uma delas é essa de, talvez para conseguir mais obediência aos ensinamentos q ele nos deixou, tentar fazê-lo mais respeitado por todos aqueles por quem “sofreu e morreu por nós”, mostrar que ele muito sofreu.



Esse é o grande problema da bíblia e daqueles que nela crêem.

Uma hora se "interpreta" literalmente, em outra não, tudo ao sabor das vontades dos "interpretadores".
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 08 de Maio de 2013, 14:53
Aproveitando a citação


 “Jesus foi um Espírito Superior da ordem mais elevada...."

Bom

Quer seja na letra ou fora dela
eis ai; Ele.

Observemos que entre os elementos da mesma ordem há assim tantos outros graus...
quem sabe nuances...quem sabe setores...? ?
Logo a Ordem mais elevada
é a ordem dos Espíritos Puros
que é a primeira ordem.

E ser apontado como um Espírito Superior da ordem mais elevada
já assinala...já descreve...
o parecer da Codificação e do Codificador
quanto a este reconhecimento
e ao mesmo tempo a esta apresentação.

Quem tem olhos de ver que vejam.

Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Espírita brasileiro em 08 de Maio de 2013, 16:07

Recomendo para enriquecimento de seus estudos,que o companheiro Brenno,se ocupe do Livro dos Médiuns(sequência natural do LE segundo o própio Kardec)onde AK,passou a classificar Jesus como espírito puro.Especificamente em nota á dissertação IX do Cap XXXI,onde o mestre lionês,distingue com absoluta clareza os "espíritos verdadeiramente superiores",daquele que representa "o espírito puro por excelência",referência explícita a Jesus Cristo.


Muitas vezes nos equivocamos com as palavras e seu real sentido. Kardec não estava isento disso.

Mas, digamos que Jesus fosse mesmo um Espírito Puro "por excelência" (no mais alto grau de pureza), e vejamos alguns de seus "exemplos de pureza":

1 - Surrar comerciantes e destruir-lhes as tendas.

2 - Chamar ao Templo de Jerusalém de "Casa do meu Pai" ao mesmo tempo que diz "Meu Reino não é desse Mundo".

3 - Fraquejar na hora da prova: "Pai, se possível, afasta de mim esse cálice"

Acredito que um Espírito "Puro por Excelência" nos daria melhores exemplos que esses.
Temos que considerar as adulterações nos evangelhos e modificações no sentido das palavras do idioma falado por Jesus,o aramaico,quando vertido para outros idiomas.O prof Severino Celestino,da Paraíba fez excelentes estudos sobre as tarduções bíblicas.A respeito dos exemplos de 'pureza" que vc cita:1-No caso dos vendilhões do templo,não está escrito nos evangelhos que Jesus surrou comerciantes,só os expulsou.2-Não entendi qual a incogruencia dos segundo exemplo.3-Jesus era espírito encarnado,com o corpo físico igual ao nosso.Foi torturado bárbaramente e depois crucificado,a dor e a fadiga extrema,afetam o estado psicológico de qualquer homem.Seria um pedido natural ao Pai,sinal de fraqueza?.Vc considera a crucificação uma prova para Jesus?Ele falhou então na sua missão,por ter pedido o afastamento do cálice?De um lado temos os espíritas místicos querendo endeusar Jesus,do outro lado existem companheiros querendo classificar Jesus entre os espíritos imperfeitos.Vamos ficar com Kardec!
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Anton Kiudero em 08 de Maio de 2013, 16:35
Sobre as classes de espiritos não podemos deixar de levar em consideração o que consta na  Introdução ao Estudo da Doutrina Espírita
13 – CONTRADIÇÕES ENTRE OS ESPÍRITOS

....."Citamos, por fim, a classificação dos Espíritos. Eles formam uma escala contínua desde o grau inferior até o superior; portanto, a classificação não é rígida: um poderia estabelecer três classes; um outro, cinco, dez ou vinte, à vontade, sem estar, por isso, em erro. Também as ciências humanas nos oferecem o exemplo: cada sábio tem o seu sistema, os sistemas mudam, mas a ciência não. Que se aprenda botânica pelo sistema de Lineu, de Jussieu ou de Tournefort e não será menos botânica. Deixemos de dar, portanto, às coisas de pura convenção mais importância do que merecem, para nos ocupar daquilo que é verdadeiramente sério, e a reflexão nos fará descobrir, muitas vezes, naquilo que parece mais contraditório, uma semelhança que nos havia escapado à primeira vista."

Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Mourarego em 08 de Maio de 2013, 18:08
Poxa mano Moisés, para que malhar em ferro frio?
A própria frase explica: foi um Espírito Superior, portanto pertencia a classe dos Superiores, nesta classe sim, ele era o mais mais elevado.
A única classe em que só há uma ordem de Espíritos é a dos Puros que vem em classe única, vide OLE.
abraços,
Moura


Citar
author=Moises de Cerq. Pereira link=topic=46832.msg322662#msg322662 date=1368021183]
Aproveitando a citação


 “Jesus foi um Espírito Superior da ordem mais elevada...."

Bom

Quer seja na letra ou fora dela
eis ai; Ele.

Observemos que entre os elementos da mesma ordem há assim tantos outros graus...
quem sabe nuances...quem sabe setores...? ?
Logo a Ordem mais elevada
é a ordem dos Espíritos Puros
que é a primeira ordem.

E ser apontado como um Espírito Superior da ordem mais elevada
já assinala...já descreve...
o parecer da Codificação e do Codificador
quanto a este reconhecimento
e ao mesmo tempo a esta apresentação.

Quem tem olhos de ver que vejam.


Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Brenno Stoklos em 08 de Maio de 2013, 18:34

Breno,

Você estava lá ao lado dele e o viu dizendo em aramaico e fazendo todas essas coisas que dizem que ele fez e falou?

Eu não. Por isso, atenho-me apenas ao que deveria me interessar: Seu ensino moral. Não porque tenha sido Jesus, mas porque me parece lógico esse ensino.

Abraço,


Olá, Edmar!

Gostei de sua resposta e concordo totalmente com ela. Realmente, o que nos interessa são os Ensinos Morais de Jesus.

Me ocorreu, porém, um pensamento interessante quanto à pergunta que você me fez:

"Você estava lá ao lado dele e o viu dizendo em aramaico e fazendo todas essas coisas que dizem que ele fez e falou?"

E você responde: Eu não.

O que me ocorreu é que tanto eu quanto você talvez puséssemos responder afirmativamente se nos lembrássemos de nosso passado.
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 08 de Maio de 2013, 19:08
Poxa mano Moisés, para que malhar em ferro frio?
A própria frase explica: foi um Espírito Superior, portanto pertencia a classe dos Superiores, nesta classe sim, ele era o mais mais elevado.
A única classe em que só há uma ordem de Espíritos é a dos Puros que vem em classe única, vide OLE.
abraços,
Moura


Citar
author=Moises de Cerq. Pereira link=topic=46832.msg322662#msg322662 date=1368021183]
Aproveitando a citação


 “Jesus foi um Espírito Superior da ordem mais elevada...."

Bom

Quer seja na letra ou fora dela
eis ai; Ele.

Observemos que entre os elementos da mesma ordem há assim tantos outros graus...
quem sabe nuances...quem sabe setores...? ?
Logo a Ordem mais elevada
é a ordem dos Espíritos Puros
que é a primeira ordem.

E ser apontado como um Espírito Superior da ordem mais elevada
já assinala...já descreve...
o parecer da Codificação e do Codificador
quanto a este reconhecimento
e ao mesmo tempo a esta apresentação.

Quem tem olhos de ver que vejam.



Grannnde

Moura

Estava orando para voce não sarar .....rsrsrs...para não perder o fio...da navalha...
piadinha

nem orar sei...


Mas vamos que vamos....a vida sempre segue...
Mas II
acompanhando a sua colocação
Qual a classe mais elevada?

por que lá na vila
tem um superiorzão
que ninguém dedura
será ele da classe inferior né?
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Mourarego em 08 de Maio de 2013, 20:16
Mano Moisés, quando se fala "da ordem mais elevada", já se tendo evidenciado a Classe em que esteja tal Espírito, este " da ordem", faz referência apenas á classe em que já se demonstrou estar aquele Espírito.
Assim, se falamos na Classe dos Superiores, o "da ordem mais elevada", faz referência a esta mesma classe, nunca à outra classe.
Abraços,
Moura
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 08 de Maio de 2013, 20:41
Mano Moisés, quando se fala "da ordem mais elevada", já se tendo evidenciado a Classe em que esteja tal Espírito, este " da ordem", faz referência apenas á classe em que já se demonstrou estar aquele Espírito.
Assim, se falamos na Classe dos Superiores, o "da ordem mais elevada", faz referência a esta mesma classe, nunca à outra classe.
Abraços,
Moura

Moura que bom que você
está bem
está afiado

mas da ordem
não é o mesmo que desta ordem
pois, penso eu, que dizendo da ordem
está dizendo de todas as ordens
e se fosse desta ordem ...ai sim

Agora
isso é argumento de advogado
para de querer me enrolar.

........

Eu fico pensando assim...

Kardec é exemplar em suas esplanações
...

Moura
Venho vendo por este lado
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: hcancela em 08 de Maio de 2013, 20:50
Olá amigos(as)


Revista Espirita de 1860....


Os puros Espíritos
(Médium, senhora Costel.)

Os puros Espíritos são aqueles que, chegados ao mais alto grau de perfeição, são julgados dignos de serem admitidos aos pés de Deus. O esplendor infinito que os rodeia, não os dispensa de sua parte de utilidade nas obras de criação: as funções que eles têm a cumprir correspondem à extensão de suas faculdades. Estes Espíritos são os ministros de Deus; eles regem, sob suas ordens, os mundos inumeráveis; dirigem do alto os Espíritos e os humanos; estão ligados entre eles, por um amor sem limites, este ardor se estende sobre todos os seres que procuram chamar e tornar dignos da suprema felicidade. Deus irradia sobre eles e lhe transmite as suas ordens; eles o vêem sem serem oprimidos por sua luz.
Sua forma é etérea, não têm mais nada de palpável; eles falam aos Espíritos superiores e
lhes comunicam a sua ciência; tornaram-se infalíveis E nas suas fileiras que são escolhidos os anjos guardiães que descem com bondade seus olhares sobre os mortais, e os recomendam aos Espíritos superiores que os amaram. Estes escolhemos agentes de sua direção nos Espíritos da segunda ordem. Os puros Espíritos são iguais; e não poderia ser de outro modo, uma vez que não são chamados a essa classe senão depois de atingirem o mais alto grau de perfeição. Há igualdade, mas não uniformidade, porque Deus não quis que nenhuma de suas obras fossem idênticas. Os Espíritos puros conservam a sua personalidade, que somente adquiriram a perfeição mais completa, no sentido do seu ponto de partida.

Não é permitido dar maiores detalhes sobre esse mundo supremo.
GEORGES.

Depois disto nada mais há acrescentar, porque se é ou n ão é, creio que é chover no molhado. ;D


Saudações fraternas
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 08 de Maio de 2013, 21:10
Hcancela
O certo é postar e tecer um comentário
tem que opinar

Se não fica no ar
com ar de indireta


Para chegar a ser um espírito Puro te que conhecer de tudo
assim eu "li" ontem no OLE

Logo Hcancela
em estudos tem que opinar
tem que participar

Não temas

 ::)
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: hcancela em 08 de Maio de 2013, 21:13
Hcancela
O certo é postar e tecer um comentário
tem que opinar

Se não fica no ar
com ar de indireta


Para chegar a ser um espírito Puro te que conhecer de tudo
assim eu "li" ontem no OLE

Logo Hcancela
em estudos tem que opinar
tem que participar

Não temas

 ::)
Não percebi.

O texto é bem explicito e vem na Revista Espirita.
Os Espiritos puros tem a sua forma Etérea, nada mais tendo de palpável.... Muito claro.
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 08 de Maio de 2013, 21:26


ai ficou fácil

em se falando dos Espíritos

tisc tisc
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Gabri-El em 09 de Maio de 2013, 00:34
Irmãos que participam desse fórum! Desejo colocar minha percepção sobre o assunto, fazendo um link com outro tema que foi postado anteriormente, sem, no entanto, ter o intuito para acirradas discussões.

Essa questão, bem como a mencionada sobre o Messias vindouro, se tornam objetos de incontáveis polêmicas para a maioria dos estudiosos, por estes se deterem em conceitos pré-estabelecidos. Muitos Enviados da Divindade vieram a este plano denso de nosso Sistema Solar, uns com Missão de caráter local e outros com Missão de caráter mundial (a maioria dEles não teve destaque entre os Homens e outros só muito tempo depois foram reconhecidos), cada qual expressando um grau de perfeição que a humanidade terrestre pode suportar e aspira realizar.

Sem desconsiderarmos a perfeição que o Excelso Jesus expressou entre nós, a resposta dada pelos Espíritos à Kardec não poderia ser outra, já que no Ocidente sempre houve predominância de cristãos e seria um obstáculo para a aceitação do Espiritismo dizer, por exemplo, que o Ser mais perfeito que o Homem tem como modelo e guia é Siddharta Gautama ou Lao Tsé ou Krishna ou Fo-Hi ou Shankaracharya ou Confúcio ou outros expoentes do Oriente que manifestaram a Verdade em suas respectivas épocas. Não haveria aceitação, até mesmo nos dias de hoje por causa, ainda, do peso do preconceito ocidental. O Mestre Jesus também atuou fisicamente no Oriente, mas pela difusão (certa ou errada) que a Igreja Católica deu à Sua Vida e Mensagem, ela se propagou mais pelos povos ocidentais.

Estamos em um Novo Ciclo planetário, de expressivas transformações mundiais como já ocorreu em outras épocas, mas com o particular ingresso do planeta Terra na posição de Mundo de Regeneração, como denominado no meio espírita, na Hierarquia de Mundos do Sistema Solar e, como é natural, encarnam elevados Espíritos para dar impulso e cumprimento aos Planos estabelecidos pela Divindade Suprema.

Muito se tem falado do Cristo vindouro e muitos questionam dizendo pra quê um novo Cristo se nem aprendemos os Ensinamentos do último. Por causa das deturpações e más interpretações dos Homens sobre os Ensinamentos Divinos, é que se renova ciclicamente para a humanidade terrestre a Bênção da Presença Física de um Ser investido de Virtudes e Perfeição (perfeição relativa, porque nesse plano material não há como manifestar a perfeição do Absoluto), por Compaixão da Divindade, para que se restabeleça o que foi deturpado e haja uma nova tônica divina e manifestação da Verdade para os seres humanos.

Portanto, o Novo Cristo, anunciado e esperado em todo o mundo, em todas as culturas e religiões, será principalmente reconhecido pelas Suas Virtudes e não por fenômenos prodigiosos, o que constituirá um grande obstáculo para os seres humanos O reconhecerem, por estarmos mais sensíveis a "milagres" e expressões de intelectualismo do que sensíveis e receptivos a uma Alma nobre por Suas Virtudes a se expressarem nas mais comuns ações do cotidiano. Ademais, talvez não seja imprescindível a Este Ser a Sua manifestação pública para o mundo, já que apenas a Sua Vibração pode atuar e infundir o progresso em todos os setores humanos mais fortemente por estar Encarnado, sem que precise fazer um discurso abertamente ao grande público. Este Ser seria uma Usina de Energia Divina caminhando entre os seres humanos.

Talvez Ele esteja encarnado como o mais comum dos humanos, sem vestes especiais, cumprindo Seus deveres de cidadão do mundo, mas realizando uma Grande Obra em prol da evolução de todos os seres, sem que estes tenham a menor consciência.
Se para nós o Excelso Jesus é modelo de perfeição, Ele por Sua vez terá outro Ser como modelo de perfeição e assim sucessivamente na Hierarquia Divina até à Divindade Suprema.

E quem poderá dizer que Este Novo Cristo (porque Cristo nunca foi designação exclusiva do Mestre Jesus e sim um grau ou cargo que um Espírito chegou na Hierarquia Divina) não expressará igual ou maior perfeição que a expressada pelo Mestre Jesus?
Elevados espíritos em mensagens inseridas na Revista Espírita de 1868 assim mesmo dizem mais ou menos nessas palavras: que importa se este novo Messias é a Pessoa de Jesus, se o mesmo Pensamento é que Os anima? Portanto, digo eu, não podemos fixar um Único Ser (ad aeternum) como modelo de perfeição para a humanidade, pois outros poderão surgir ou já surgiram a despeito dos dogmas humanos.

Fraternalmente...
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Conforti em 10 de Maio de 2013, 17:10
      Amigo Gabri-El

      Novo companheiro de jornada, recebo-o com abraços; suas msg devem ser refletidas por todos.

      Perceba Deus.   
......................................
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Brenno Stoklos em 12 de Maio de 2013, 06:43
111. Segunda classe. ESPÍRITOS SUPERIORES. - Esses em si reúnem a ciência, a sabedoria e a bondade. Da linguagem que empregam se exala sempre a benevolência; é uma linguagem invariavelmente digna, elevada e, muitas vezes, sublime. Sua superioridade os torna mais aptos do que os outros a nos darem noções exatas sobre as coisas do mundo incorpóreo, dentro dos limites do que é permitido ao homem saber. Comunicam-se complacentemente com os que procuram de boa-fé a verdade e cuja alma já está bastante desprendida das ligações terrenas para compreendê-la. Afastam-se, porém, daqueles a quem só a curiosidade impele, ou que, por influência da matéria, fogem à prática do bem.
Quando, por exceção, encarnam na Terra, é para cumprir missão de progresso e então nos oferecem o tipo da perfeição a que a Humanidade pode aspirar neste mundo.
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Gabri-El em 12 de Maio de 2013, 14:59
Obrigado irmão Coronel, possamos ser úteis uns aos outros.

Fraternalmente...
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Brenno Stoklos em 12 de Maio de 2013, 17:00

Pois pense..pois o Moura só está postando uma perrengue com os roustangnistas...


Entre Roustaing e Kardec, eu fico com os Espíritos Superiores.
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 12 de Maio de 2013, 21:54

Pois pense..pois o Moura só está postando uma perrengue com os roustangnistas...


Entre Roustaing e Kardec, eu fico com os Espíritos Superiores.

Sabe Breno

Se você conseguir
está bem servido

Esta turma é bacana...

É que vais ter que estudar e trabalhar muito..

Até
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: HamLacerda em 12 de Maio de 2013, 22:52
Ainda estamos medindo Jesus!?



Que coisa estranha! Parece que esse fórum (ou melhor, o movimento espírita) parou no tempo.



1- Quem foi que mediu Jesus?

a) Os espíritos que ditaram a Codificação;
b) Allan Kardec;
c) O próprio Jesus;
d) Deus.


Qual a resposta certa? Não seria mais razoável, antes de decidirmos qual o grau de Jesus, saber quem foi que mediu Jesus, e como foi que fez isso?

Até parece que iremos acrescentar ou diminuir algo, na natureza de Jesus, somente porque queremos que ele seja mais puro ou menos puro.



Hamlacerda


Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Conforti em 12 de Maio de 2013, 23:59
      HamLacerda    (ref #58)


      Pois é isso, amigo Ham, e suas colocações encaixam perfeitamente no q estamos fazendo: medindo Jesus, avaliando se estes ou aqueles são puros espíritos, ou espíritos superiores  etc! Quem terá o gabarito para fazer essa avaliação?! Quem pode avaliar Kardec, este ou aquele mentor, Emmanuel, Agostinho etc etc, senão espíritos superiores a eles? E quem poder avaliar e dizer: estes são superiores àqueles ?
......................................
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Brenno Stoklos em 14 de Maio de 2013, 06:58
Ainda estamos medindo Jesus!?



Que coisa estranha! Parece que esse fórum (ou melhor, o movimento espírita) parou no tempo.



1- Quem foi que mediu Jesus?

a) Os espíritos que ditaram a Codificação;
b) Allan Kardec;
c) O próprio Jesus;
d) Deus.


Qual a resposta certa? Não seria mais razoável, antes de decidirmos qual o grau de Jesus, saber quem foi que mediu Jesus, e como foi que fez isso?

Até parece que iremos acrescentar ou diminuir algo, na natureza de Jesus, somente porque queremos que ele seja mais puro ou menos puro.



Hamlacerda


Até parece que iremos acrescentar ou diminuir algo, na natureza de Jesus, somente porque queremos que ele seja mais puro ou menos puro.

Aí está uma Verade: Enquanto ficamos a nos maravilhar com o Mestre, a divinizá-lo, nos esquecemos de seguir os seus ensinamentos.
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Espírita brasileiro em 14 de Maio de 2013, 14:45
É isso Breno,o melhor a fazer é seguir os ensinamentos desse grande mestre,nosso modelo e guia, segundo os Espíritos superiores.
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 14 de Maio de 2013, 15:48
Ainda estamos medindo Jesus!?



Que coisa estranha! Parece que esse fórum (ou melhor, o movimento espírita) parou no tempo.



1- Quem foi que mediu Jesus?

a) Os espíritos que ditaram a Codificação;
b) Allan Kardec;
c) O próprio Jesus;
d) Deus.


Qual a resposta certa? Não seria mais razoável, antes de decidirmos qual o grau de Jesus, saber quem foi que mediu Jesus, e como foi que fez isso?

Até parece que iremos acrescentar ou diminuir algo, na natureza de Jesus, somente porque queremos que ele seja mais puro ou menos puro.



Hamlacerda




Olha!
Não se assuste
e nem se intimide

Mas o que também  realmente Jesus provocou
foi esta averiguação de si mesmo por parte de quem o acompanhava e  ou o perseguia

Ele mesmo pergunta aos seus discípulos
“Quem dizem os homens que sou eu?”'.
 “Mas vós, quem dizeis que eu sou?”.

É que podemos sim
acrescentar algo e ou diminuir algo de Jesus
para todo aquele que de Jesus se aproxima através de nós.

Kardec
Em sua obra
Fez isto brilhantemente
Sem medo
Sem malícia
Apresenta Jesus
Como o Enviado de Deus aos homens
E muito mais...
Kardec
faz esclarecimentos magníficos acerca de “Ser”
A Doutrina Espírita é explícita quanta a sua posição em relação a Jesus.

Abraços
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Conforti em 14 de Maio de 2013, 18:45
Amigos,       

Mas quem é q, dentro da doutrina, ou fora dela, pode afirmar o quilate de Jesus ou de qualquer outro espirito q esteja na carne, q nos visite ou q esteja na erraticidade? Qualquer julgamento será nada mais q uma avaliação sujeita a erros!
........................
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Brenno Stoklos em 22 de Maio de 2013, 03:45
Amigos,       

Mas quem é q, dentro da doutrina, ou fora dela, pode afirmar o quilate de Jesus ou de qualquer outro espirito q esteja na carne, q nos visite ou q esteja na erraticidade? Qualquer julgamento será nada mais q uma avaliação sujeita a erros!
........................


Da mesma forma não poderíamos avaliar do "quilate" dos ensinamentos trazidos por Jesus ou por qualquer outro espirito que esteja na carne, que nos visite ou que esteja na erraticidade.

Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 22 de Maio de 2013, 14:22
Amigos,       

Mas quem é q, dentro da doutrina, ou fora dela, pode afirmar o quilate de Jesus ou de qualquer outro espirito q esteja na carne, q nos visite ou q esteja na erraticidade? Qualquer julgamento será nada mais q uma avaliação sujeita a erros!
........................

Olá Coronel

Suas colocações apontam suas confusões
A Doutrina Espírta é clara quanto ao valor de Jesus
e tudo que lhe confere autoridade
Os Evangelistas também abundam-nos de informações seguras
Os profetas da antiguidade já o anunciavam
Os Espiritos Superiores O reverenciam

Aconselho que
reavalie seus estudos e conclusões
se há dúvidas?
algo deve estar errado contigo, com seu entendimento.

Abraços
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 22 de Maio de 2013, 14:24
Amigos,       

Mas quem é q, dentro da doutrina, ou fora dela, pode afirmar o quilate de Jesus ou de qualquer outro espirito q esteja na carne, q nos visite ou q esteja na erraticidade? Qualquer julgamento será nada mais q uma avaliação sujeita a erros!
........................


Da mesma forma não poderíamos avaliar do "quilate" dos ensinamentos trazidos por Jesus ou por qualquer outro espirito que esteja na carne, que nos visite ou que esteja na erraticidade.



Como não podemos?

se entendi bem suas colocações
sua generalização esta equivocada

Talvez eu não possa e você não possa
mas as informações provindas daque4les que o reconhece,
como O Mestre dos mestres ,estão claríssimas.
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Conforti em 22 de Maio de 2013, 18:39
      Moises de Cerq. Pereira    (ref #65)


      Olá amigo Moisés, grato por me alertar das confusões de minhas colocações. O amigo é mais um, entre muitos outros, a fazer isso. Contudo, acontece q, há anos, desde que participo em fóruns como este e com colocações semelhantes para muitos endereços, mesmo q eu tenha muitas vezes solicitado, nenhum dos companheiros conseguiu citar uma só dessas colocações confusas q eu tenha feito. Lhe ficaria mais grato ainda se o amigo apontasse quais são elas, ou citasse uma só que seja.Isso me daria oportunidade de corrigi-las ou explicá-las melhor, conforme o caso.

      Vc, que, pelo q sempre vejo, é um jovem inteligente e capaz de se explicar com poucas palavras (ao contrário de mim, q sou por demais prolixo), saberá observar q não neguei a autoridade de Jesus, Mestre iluminado q foi; apenas afirmei q ninguém tem condições de avaliar sua estatura espiritual como também ninguém tem a capacidade de avaliar o nível espiritual de qualquer ser, encarnado ou fora da carne, q já tenha passado por nós. Podemos qdo muito, se as manifestações forem de conteúdo baixo ou elevado, dizer q este é melhor q aquele.

      Um abraço.
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 23 de Maio de 2013, 01:34
      Moises de Cerq. Pereira    (ref #65)


      Olá amigo Moisés, grato por me alertar das confusões de minhas colocações. O amigo é mais um, entre muitos outros, a fazer isso. Contudo, acontece q, há anos, desde que participo em fóruns como este e com colocações semelhantes para muitos endereços, mesmo q eu tenha muitas vezes solicitado, nenhum dos companheiros conseguiu citar uma só dessas colocações confusas q eu tenha feito. Lhe ficaria mais grato ainda se o amigo apontasse quais são elas, ou citasse uma só que seja.Isso me daria oportunidade de corrigi-las ou explicá-las melhor, conforme o caso.

      Vc, que, pelo q sempre vejo, é um jovem inteligente e capaz de se explicar com poucas palavras (ao contrário de mim, q sou por demais prolixo), saberá observar q não neguei a autoridade de Jesus, Mestre iluminado q foi; apenas afirmei q ninguém tem condições de avaliar sua estatura espiritual como também ninguém tem a capacidade de avaliar o nível espiritual de qualquer ser, encarnado ou fora da carne, q já tenha passado por nós. Podemos qdo muito, se as manifestações forem de conteúdo baixo ou elevado, dizer q este é melhor q aquele.

      Um abraço.

Bom
Antes de mais nada
obrigado pelo jovem...que dispenso
mas prefiro ser o velho
sempre desejei este status


Coronel
teu nome é uma patente
outorgada e ou adquirida
bastamos ver os símbolos que indicam tal posição
para imediatamente nos posicionarmos
na posição que nos compete
ante tal circunstância...respeito imediato

Agora
é isto que digo
que há condições de avaliar
qualquer pessoa
qualquer ser

vê!
não pelas poucas palavras
mas a DE começa
com a definição de Deus
e tudo o que a Ele nos compete
se desenvolve em preciosas lições,
quanto a estes reconhecimentos...

Jesus nos disse
que sabemos avaliar quando vai chover
quando é a época de colheita
época do plantio


Oras!

Você é capaz de saber destas coisas e apoia-las
por tudo que já aprendemos aqui.

creio nisso

as confusões que disse
foram apenas na oportunidade que tevês de dizer
...

é o Cristo
Título: Re: Jesus, o ser mais perfeito que esteve entre nós
Enviado por: Brenno Stoklos em 23 de Maio de 2013, 06:41
Amigos,       

Mas quem é q, dentro da doutrina, ou fora dela, pode afirmar o quilate de Jesus ou de qualquer outro espirito q esteja na carne, q nos visite ou q esteja na erraticidade? Qualquer julgamento será nada mais q uma avaliação sujeita a erros!
........................


Da mesma forma não poderíamos avaliar do "quilate" dos ensinamentos trazidos por Jesus ou por qualquer outro espirito que esteja na carne, que nos visite ou que esteja na erraticidade.



Como não podemos?

se entendi bem suas colocações
sua generalização esta equivocada

Talvez eu não possa e você não possa
mas as informações provindas daque4les que o reconhece,
como O Mestre dos mestres ,estão claríssimas.


Caro Moisés,

Concordo!

O que eu quiz dizer é que se não somos capazes de avaliar um Mestre, como afirmou nosso amigo Coronel, tampouco seremos capazes de avaliar-lhe os ensinamentos. O que resultaria na inutilidade tanto do Mestre como de seus ensinamentos.

E temos, sim, essa capacidade.

Como já foi dito:

"Pelos frutos conhecereis a árvore".