Forum Espirita

GERAL => Mensagens de Ânimo => Acção do Dia => Tópico iniciado por: Si em 30 de Janeiro de 2011, 00:01

Título: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: Si em 30 de Janeiro de 2011, 00:01
Olá,


erá possível estender o amor até mesmo aos inimigos? Este sentimento sublime, que nos torna doces para com o amigo, que nos permite sentirmos felicidade com sua simples presença, será possível de ser direcionado aos inimigos?
 
O amor é uma atitude interior que se expande como acontece com o ar, que a tudo e a todos vitaliza.
 
Em se falando dos criminosos, a Lei de caridade diz que devemos ter para com eles compaixão.
 
Será possível nos compadecermos por alguém que nos tirou a paz, retirando do nosso lado o esposo amado, matando-o em um momento de loucura?
 
Será possível amar alguém que nos usurpou os bens, enganando-nos e nos deixando na quase miséria?
 
Analisando a questão dos que nos fazem mal, é sempre oportuno recordar que o criminoso é um doente e em si mesmo já muito infeliz.
 
Além disso, temos que considerar fatores sociais, econômicos e emocionais que conduzem à alucinação, ao crime e a delinquência.
 
Punir tais criaturas é reagir com ódio. Cobrar o erro com a vingança é ser pior do que o criminoso. O juiz, que dita sentenças em nome da sociedade, graças aos conhecimentos que possui, deve ser sadio emocionalmente e equilibrado nas suas decisões, a fim de ser melhor do que o criminoso.
 
O ódio é vingador e a vingança expressa primitivismo do homem. Portanto, não é justiça.
 
A técnica do amor receita para o delinquente a terapia do afastamento temporário da sociedade, exatamente como um enfermo portador de doença contagiosa.
 
Precisa ser tratado, para se reintegrar à sociedade dos sadios, depois.
 
O amor reabilita moralmente o caído, oferecendo-lhe recursos para a recuperação. Permitir que o criminoso repare os males praticados com ações dignas e compensadoras, eis a chave mestra da renovação do mundo.
 
Matar o assassino não devolve a vida à vítima, nem diminui a saudade de quem lamenta a ausência do amado. Amputar os dedos ou as mãos do ladrão não devolve o furto ao seu dono, que continua lesado.
 
Arrancar a língua do caluniador não repara os males que a acusação falsa já espalhou pelo mundo...
 
Quando o amor penetrar o íntimo dos homens, o ódio, que é doença do egoísmo, cederá lugar à fraternidade e à compreensão.
 
Por isso mesmo é que Jesus alertou: Ouvistes o que foi dito aos antigos: amarás o teu próximo e aborrecerás o teu inimigo. Eu porém vos digo: amai os vossos inimigos, orai pelos que vos perseguem e caluniam para que vos torneis filhos de Deus sobre a Terra.
 
Se amardes somente aos que vos amam, que recompensa tereis? Não fazem assim também os criminosos entre si e todos os homens de má vida?
 
* * *
 
O amor, em qualquer expressão, é a presença do Pai Criador sustentando a vida e dignificando as Suas criaturas.
 
Um dia, Ele haverá de triunfar sobre todas as circunstâncias e regerá todas as vidas.
 
Ao estabelecer a Lei de amor aos adversários, Jesus instaurou a era da misericórdia, que haveria de preceder a do amor real.
 
Ele mesmo viveu durante todo o Seu ministério a Lei do amor e por ela deu a vida.
 

( com base no cap. 4 do livro Luz do mundo e no cap. 8 do livro Pelos caminhos de Jesus, ambos pelo Espírito Amélia Rodrigues, psicografia e Divaldo Pereira Franco, ed. Leal.)


Muita Paz
Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: MarcoALSilva em 30 de Janeiro de 2011, 00:23

Se o amor do próximo constitui o princípio da caridade, amar os inimigos é a mais sublime aplicação desse princípio, porquanto a posse de tal virtude representa uma das
maiores vitórias alcançadas contra o egoísmo e o orgulho. Entretanto, há geralmente equívoco no tocante ao sentido da palavra amar, neste passo. Não pretendeu Jesus, assim falando, que cada um de nós tenha para com o seu inimigo a ternura que dispensa a um irmão ou amigo. A ternura pressupõe confiança; ora, ninguém pode depositar confiança numa pessoa, sabendo que esta lhe quer mal; ninguém pode ter para com ela expansões de amizade, sabendo-a capaz de abusar dessa atitude. Entre pessoas que desconfiam umas das outras, não pode haver essas manifestações de simpatia que existem entre as que comungam nas mesmas idéias. Enfim, ninguém pode sentir, em estar com um inimigo, prazer igual ao que sente na companhia de um amigo.
A diversidade na maneira de sentir, nessas duas circunstâncias diferentes, resulta mesmo de uma lei física: a da assimilação e da repulsão dos fluidos. O pensamento malévolo determina uma corrente fluídica que impressiona penosamente. O pensamento benévolo nos envolve num agradável eflúvio. Daí a diferença das sensações que se experimenta à aproximação de um amigo ou de um inimigo. Amar os inimigos não pode, pois, significar que não se deva estabelecer diferença alguma entre eles e os amigos. Se este preceito parece de difícil prática, impossível mesmo, é apenas por entender-se falsamente que ele manda se dê no coração, assim ao amigo, como ao inimigo, o mesmo lugar. Uma vez que a pobreza da linguagem humana obriga a que nos sirvamos do mesmo termo para exprimir matizes diversos de um sentimento, à razão cabe estabelecer as diferenças, conforme aos casos. Amar os inimigos não é, portanto, ter-lhes uma afeição que não está na natureza, visto que o contacto de um inimigo nos faz bater o coração de modo muito diverso do seu bater, ao contacto de um amigo. Amar os Inimigos é não lhes guardar ódio, nem rancor, nem desejos de vingança; é perdoar-lhes, sem pensamento oculto e sem condições, o mal que nos causem; é não opor nenhum obstáculo a reconciliação com eles; é desejar-lhes o bem e não o mal; é experimentar júbilo, em vez de pesar, com o bem que lhes advenha; é socorrê-los, em se apresentando ocasião; é abster-se, quer por palavras, quer por atos, de tudo o que os possa prejudicar; é, finalmente, retribuir-lhes sempre o mal com o bem, sem a intenção de os humilhar. Quem assim procede preenche as condições do mandamento: Amai os vossos inimigos.


(O Evangelho Segundo o Espiritismo - págs. 198/199)
Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: Atlante em 30 de Janeiro de 2011, 01:43
Olá

Quem são os inimigos?
Aqueles que pensam diferente de nós? Aqueles que agem diferente de nós?
Não me parece. Esse é um direito deles.

Aqueles que supostamente nos prejudicam?
Ninguém nos faz nada que já não tenhamos feito ( lei de causa e efeito ).
Estes são os nossos melhores amigos, pois são eles que nos permitem experienciar o efeito das causas que desencadiamos.

Então?

Meus amigos, somos todos filhos do mesmo Pai. Somos todos integrantes desta grande familia que é a humanidade terrena. Estamos todos num mesmo rumo e objectivo, embora por caminhos diferentes e o mais diverso que possamos imaginar.

Então inimigos porquê? Quanto muito adversários de ideias ou ideais.
Façamos nós o trabalho que nos compete e deixemos de nos preocupar com os outros. Se os outros cumprem o dever deles ou não é problema deles.

Então não existe razão nenhuma para não amarmos tudo e todos.

Atlante
Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: lineu em 30 de Janeiro de 2011, 03:42
Jesus era judeu.

A Judeia no tempo de Jesus era dominada politicamente pelos romanos.

Então, os romanos eram os inimigos dos judeus.

Havia seres humanos de bem entre os judeus. E havia seres humanos de bem entre os romanos.

Era, assim, admissível a recomendação de Jesus no sentido de amar os inimigos.

Porém a recomendação de amar os inimigos parece não ser admissível relativamente aos celerados.

Jesus era bondoso. Mas não era disparatado.


***********************************************************************


Duas perguntas relativas à doutrina espírita:

1.   Há celerados em mundos de regeneração?

2.   Haverá celerados na Terra quando ela tornar-se um mundo de regeneração?
Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: Si em 30 de Janeiro de 2011, 13:21
Olá,

Complementando !!!!


Ainda outros motivos tem o espírita para ser indulgente com os seus inimigos. Sabe ele, primeiramente, que a maldade não é um estado permanente dos homens; que ela decorre de uma imperfeição temporária e que, assim como a criança se corrige dos seus defeitos, o homem mau reconhecerá um dia os seus erros e se tornará bom,

Sabe também que a morte apenas o livra da presença material do seu inimigo, pois que este o pode perseguir com o seu ódio, mesmo depois de haver deixado a Terra; que, assim, a vingança, que tome, falha ao seu objetivo, visto que, ao contrário, tem por efeito produzir maior irritação, capaz de passar de uma existência a outra.

Cabia ao Espiritismo demonstrar, por meio da experiência e da lei que rege as relações entre o mundo visível e o mundo invisível, que a expressão: extinguir o ódio com o sangue é radicalmente falsa, que a verdade é que o sangue alimenta o ódio, mesmo no além-túmulo. Cabia-lhe, portanto, apresentar uma razão de ser positiva e uma utilidade prática ao perdão e ao preceito do Cristo: Amai os vossos inimigos.

Não há coração tão perverso que, mesmo a seu mau grado, não se mostre sensível ao bom proceder. Mediante o bom procedimento, tira-se, pelo menos, todo pretexto às represálias, podendo-se até fazer de um inimigo um amigo, antes e depois de sua morte.

Com um mau proceder, o homem irrita o seu inimigo, que então se constitui instrumento de que a justiça de Deus se serve para punir aquele que não perdoou.


......... continua
Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: Si em 30 de Janeiro de 2011, 13:24
Continunando.....

Pode-se, portanto, contar inimigos assim entre os encarnados, como entre os desencarnados. Os inimigos do mundo invisível manifestam sua malevolência pelas obsessões e subjugações com que tanta gente se vê a braços e que representam um gênero de provações, as quais, como as outras, concorrem para o adiantamento do ser, que, por isso; as deve receber com resignação e como conseqüência da natureza inferior do globo terrestre.

Se não houvesse homens maus na Terra, não haveria Espíritos maus ao seu derredor. Se, conseguintemente, se deve usar de benevolência com os inimigos encarnados, do mesmo modo se deve proceder com relação aos que se acham desencarnados.

E assim que o mandamento: Amai os vossos inimigos não se circunscreve ao âmbito acanhado da Terra e da vida presente; antes, faz parte da grande lei da solidariedade e da fraternidade universais.

Muita Paz
Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: lineu em 31 de Janeiro de 2011, 02:09
Citação de: Mateus 5; 44
Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem...

Citação de: Mateus 13; 41 e 42
Mandará o Filho do homem os seus anjos, e eles ajuntarão do seu reino todos os que servem de tropeço, e os que praticam a iniquidade, e lançá-los-ão na fornalha de fogo...

Ambas as citações acima foram atribuídas ao Mestre Jesus pelo evangelista Mateus.

A primeira citação refere-se ao requisito de perfeição espiritual recomendado ao ser humano de bem.

A segunda citação refere-se ao tratamento merecido pelos agentes do mal e que lhes será dispensado quando a Terra transformar-se em mundo de regeneração.

Ora, o Mestre Jesus jamais enunciaria preceitos contraditórios.
Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: MarcoALSilva em 31 de Janeiro de 2011, 03:15

Caro Lineu,

Tudo depende da escala de valores alcançada pelo ser. Um Espírito como Jesus não devota outro sentimento a um celerado senão o Amor... Eu não consigo, você não consegue, a maioria não consegue. Porque não somos ainda Espíritos plenos de Luz.

Imagine uma criança de uns 3 anos. Birrenta como só ela, chega a bater no pai quando não pode fazer o que quer... Pois então, um celerado não é mais do que essa criança para alguém como Jesus. O pai até deixa o filho arranhar o seu braço, por óbvio sem agredir a criança. Foi o que o Cristo fez...

Quanto à sua pergunta sobre mundos em regeneração, creio que os mais renitentes ficarão como réprobos. Afinal, há a Justiça Divina no final do imenso túnel da Misericórdia. Uma criança que não obtem aprovação, continua merecendo Amor mas não "passa de ano".

Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: lineu em 31 de Janeiro de 2011, 15:51
Citação de: MarcoAlSilva, em #7
Imagine uma criança de uns 3 anos. Birrenta como só ela, chega a bater no pai quando não pode fazer o que quer... Pois então, um celerado não é mais do que essa criança para alguém como Jesus.


Parece inadequado o argumento exposto na presente citação. Principalmente porque pressupõe a inocência como causa justificativa de crueldade.

Pode-se admitir que uma criança, na primeira infância, seja plenamente isenta de vontade conscientemente dirigida ao mal quando “chega a bater no pai”. Embora isso também possa ser contestável segundo preceitos da reencarnação.

Porém parece incabível a comparação de um celerado a uma criança na primeira infância. Principalmente levando-se em conta a doutrina que posiciona a Terra como um mundo de expiação e de provas, prestes a ser elevado à categoria de regeneração.

Isso porque, em tese, só reencarna num mundo de expiação e de provas os Espíritos que já ultrapassaram a fase de ignorância e de simplicidade que caracterizam a origem espiritual.

A realidade, pois, denota que um celerado sempre age dolosamente. E que a crueldade jamais pode ser justificada pela inocência.

******************************************************************************************

Observação: Esta mensagem visa exclusivamente ao debate e não carrega qualquer intento provocativo.
Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: MarcoALSilva em 31 de Janeiro de 2011, 21:00
Citação de: MarcoAlSilva, em #7
Imagine uma criança de uns 3 anos. Birrenta como só ela, chega a bater no pai quando não pode fazer o que quer... Pois então, um celerado não é mais do que essa criança para alguém como Jesus.


Parece inadequado o argumento exposto na presente citação. Principalmente porque pressupõe a inocência como causa justificativa de crueldade.

Pode-se admitir que uma criança, na primeira infância, seja plenamente isenta de vontade conscientemente dirigida ao mal quando “chega a bater no pai”. Embora isso também possa ser contestável segundo preceitos da reencarnação.

Porém parece incabível a comparação de um celerado a uma criança na primeira infância. Principalmente levando-se em conta a doutrina que posiciona a Terra como um mundo de expiação e de provas, prestes a ser elevado à categoria de regeneração.

Isso porque, em tese, só reencarna num mundo de expiação e de provas os Espíritos que já ultrapassaram a fase de ignorância e de simplicidade que caracterizam a origem espiritual.

A realidade, pois, denota que um celerado sempre age dolosamente. E que a crueldade jamais pode ser justificada pela inocência.

******************************************************************************************

Observação: Esta mensagem visa exclusivamente ao debate e não carrega qualquer intento provocativo.


Estamos estudando juntos! Não há provocação  :).

A comparação que fiz leva em conta que a "distância" evolutiva entre Jesus e um celerado é ainda maior do que a distância de conteúdo consciencial entre uma criança de 3 anos e um adulto comum.

Mas você tem razão quanto à existência de responsabilidade, não havendo "inocência" por parte do celerado. Ainda assim, o sentimento que o Cristo nutre por ele, sem dúvida, é o de Amor.

Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: filomenatwit em 31 de Janeiro de 2011, 21:48
Esta questão é pertinente e  muito presente nos nossos dias.

Enquanto vamos "crescendo" para um entendimento maior,  socorramo-nos da compaixão.  Com algum distanciamento, acabaremos, acredito, por assim nos aproximarmos do amar quem nos perturbou a tranquilidade, não o olhando na qualidade de "inimigo".


Abraços a todos!
Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: MARTA LIGIA VIEIRA MELO em 31 de Janeiro de 2011, 22:29
nossa!tantos ensinamentos novos!bem a pessoa que nos inveja tbem é oara ser amada!tenho tantas duvidas!descilpa se estou sendo leiga !sao tantas perguntas,,,, ??? ???
Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: MARTA LIGIA VIEIRA MELO em 31 de Janeiro de 2011, 23:29
olá gostaria de saber ser criança de 6 anos pode te um espirito sem luz no lado dela,fazendo que ela fique azucrinando a vida dos outros .Sim ou Não 
Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: Si em 01 de Fevereiro de 2011, 14:03

Olá Marta,

De início não dá para avaliar assim. Não é tão fácil.
Houve uma procurara por um profissional (psicóloga/psicólogo ?????)

O que você chama "azucrinar" pode ser uma criança HIPERATIVA..........

Em meio a vários conselhos , julgo que se fostes ao atendimento fraterno em casa espírita séria, talvez aliviasse estes momentos de tensão fazendo um tratamento.

Julgo também, que o melhor para todos vocês seria o de atuar pelo amor, pela dedicação ao bem, que com este procedimento conquistará  felicidade pessoal e um novo caminho surgirá deixando o lar mais agradável.

Contudo, não posso deixar de observar que nem sempre se consegue uma solução satisfatória. Nos casos mais graves, podem acontecer, associados ao processo obsesssivo, um tipo ou outro de transtorno mental, como também, enfermidades de difícil diagnóstico, súbitas mudanças de comportamento ou, ainda, lares tumultuados nos quais imperam a rivalidade, o ciúme, as rixas constantes, aversões entre familiares, enfim, conflitos e situações complexas, levando pessoas,  ao desespero, ao desânimo, ao sofrimento e a reações desequilibradas.

Fiquem em Deus.


Muita Paz

Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: lineu em 01 de Fevereiro de 2011, 14:35
Citar
A comparação que fiz leva em conta que a "distância" evolutiva entre Jesus e um celerado é ainda maior do que a distância de conteúdo consciencial entre uma criança de 3 anos e um adulto comum.

Realmente, a “distância evolutiva” entre o Espírito de Jesus e o de um celerado é imensurável. Tanto quanto é imensurável a intensidade do amor que ele comprovou pela humanidade da Terra quando aqui esteve encarnado.

Essa realidade evidencia aspectos importantes da lei do amor, enunciada por Jesus e anotada pelo evangelista Mateus, que precisam ser corretamente avaliados. Principalmente no que se refere à “distância evolutiva” entre os Espíritos e à intensidade variável de amor, proporcionalmente escalonada na conformidade dos termos dessa “distância”.

Certamente o Espírito que animou Jesus ama o Espírito de um celerado. E isso parece ser admissível pelo fato de ser o Espírito de um celerado também proveniente do princípio gerador de todas as criaturas divinas.

Mas, pelo próprio enunciado da lei do amor, parece ser lícito concluir que a intensidade do amor de Jesus por um celerado é proporcionado segundo a “distância evolutiva” que os separa.

Convém lembrar que o Espírito de Jesus é bondoso. Mas não é disparatado.


                                                                    ***

Uma pergunta:

Nos termos do segundo mandamento cristão, é possível a um ser humano de bem amar um celerado tanto quanto ama a si mesmo?
Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: Klauz em 01 de Fevereiro de 2011, 14:49
Respondendo a pergunta:
No estado em que nos encontramos não mas temos exemplos de espiritos que reencarnaram entre nos que deram este exeplo de amor.
Abraços Klauz
Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: MarcoALSilva em 01 de Fevereiro de 2011, 18:06
[...]
Uma pergunta:

Nos termos do segundo mandamento cristão, é possível a um ser humano de bem amar um celerado tanto quanto ama a si mesmo?


Eu, pelo menos, não... Infelizmente. Como já expus no tópico sobre pena de morte, eu adoraria ver o estuprador de uma filha condenado à morte; mas isso não impede de reconhecer estar em erro: minha condição evolutiva (máxime emocional) ainda precisa de muito burilamento, lapidação...

Já que usamos a referência de Jesus nos posts anteriores, arrisco uma pergunta ao amigo:

Como você vê a alegada ira de Jesus ao enxotar os vendilhões do templo?
Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: filhodobino em 01 de Fevereiro de 2011, 18:43
Citar
Já que usamos a referência de Jesus nos posts anteriores, arrisco uma pergunta ao amigo:

Como você vê a alegada ira de Jesus ao enxotar os vendilhões do templo?

Ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/accao-do-dia/amar-os-inimigos-!!!!/msg186433/?topicseen#msg186433#ixzz1CjXzISyA


Amado irmão,
Vejo, no meu modesto entendimento, que sua resposta ao amar os inimigos é mais parábola que a da manifestação do enxotamento dos vendilhões que operavam sob os olhos coniventes dos sacerdotes no templo...
Se essa história é verídica, significa que se ensinava também pelo chicote, quando as palavras não bastam...
Se essa história é parábola, significa que hoje há outros meios que não o chicote, para impor a ordem necessária ao interesse das maiorias... Menos ainda a pena de morte, posto que esta, como o duelo, mata-se o corpo do inimigo, mas não o inimigo... (hoje, nós pensamos que assim o sabemos né?
Espero em Deus, e no amor, que não tenhamos que passar pelo tipo de problema que o amado irmão cita, para sermos instados a pensar diferente...
Fiquemos em Deus!
Saúde e Paz!
Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: Brumas de Avalon em 01 de Fevereiro de 2011, 19:52
[...]
Uma pergunta:

Nos termos do segundo mandamento cristão, é possível a um ser humano de bem amar um celerado tanto quanto ama a si mesmo?


Eu, pelo menos, não... Infelizmente. Como já expus no tópico sobre pena de morte, eu adoraria ver o estuprador de uma filha condenado à morte; mas isso não impede de reconhecer estar em erro: minha condição evolutiva (máxime emocional) ainda precisa de muito burilamento, lapidação...

Se interpretarmos o sentido da palavra Amor em seu mais amplo significado, eu acredito que sim, que é possível, desejando em preces que este irmão encontre sua luz interior e que consiga realizar sua reforma intima.

Mesmo assim, ele deve responder pelos seus atos enquanto encarnado, segundo as leis dos homens.

Já fui a favor da pena de morte também, hoje sob a luz da Doutrina Espírita, penso diferente. Acredito que a melhor punição seja o trabalho. Um celerado condenado pelas leis dos homens trabalhando pelo bem coletivo.

Eu confesso que tenho muita dificuldade em "amar meus inimigos". Tento amenizar este defeito não desejando o mau a nenhum deles. Um dia, chego lá.

Um abraço Fraterno

Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: lineu em 01 de Fevereiro de 2011, 23:16
Citação de: Marco, em #16
... eu adoraria ver o estuprador de uma filha condenado à morte; mas isso não impede de reconhecer estar em erro: minha condição evolutiva (máxime emocional) ainda precisa de muito burilamento, lapidação...

A autenticidade certifica a virtude.

A repulsa à crueldade é sentimento inerente do ser humano de bem


 
Citação de: Marco, em #16
Como você vê a alegada ira de Jesus ao enxotar os vendilhões do templo?

Transcrição de uma das passagens evangélicas que referem sobre esse assunto:

Citação de: Evangelista João, em Jo 2; 13 a 16
Estando próxima a páscoa dos judeus, Jesus subiu a Jerusalém.

E achou no templo os que vendiam bois, ovelhas e pombas, e também os cambistas ali sentados;

E tendo feito um azorrague de cordas, lançou todos fora do templo, bem como as ovelhas e os bois; e espalhou o dinheiro dos cambistas, e virou-lhes as mesas;

E disse aos que vendiam as pombas: Tirai daqui estas coisas; não façais da casa de meu Pai casa de negócio.

Essa parece ser a mais autêntica e significativa passagem evangélica que retrata Jesus como ser humano. Principalmente porque, isenta de melifluidade e/ou pieguice, o demonstra passível de indignação perante a petulância característica dos agentes do mal.

Um ser humano de bem normalmente envida esforços no sentido de ser tolerante com a imoralidade alheia.

Porém a tolerância tem limite. E não pode resvalar na covardia.

O sentimento de cólera despertado por ação indigna é inerente do homem normal.

E um ser humano de bem precisa ser capaz de indignar-se com os seus semelhantes que se comprazem em fazer o mal.

(http://lh6.ggpht.com/_ifVekq0t6K4/TUhyECx5t2I/AAAAAAAAA6o/Xsi7nXePEE4/s640/vendilh%C3%B5es%20do%20templo.jpg)
Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: MarcoALSilva em 02 de Fevereiro de 2011, 00:32

Há quem entenda que não houve a citada cena de um Jesus irado, virando mesas e expulsando vendilhões... Pensam alguns que Jesus, tendo visto que havia a exploração do povo nas oferendas (um cordeiro valia o equivalente a um carro; um pombo, oferenda mais simples, era, ainda assim, muito caro para os pobres), limitou-se a soltar os animais que estavam amarrados aguardando a mercancia. Saíram os animais em fuga atropelando as barracas.

Não sei qual das versões é a correta, tampouco se alguma delas o é...

Mas lembro que a história de Jesus é a transposição do mito solar para a cultura hebraica, pelo que muito do que consta nos evangelhos pode ser tão-somente figura de linguagem.

O que importa, afinal, é a essência do ensinamento.

Por outro lado, não tenho dúvida de que Jesus foi um homem. Mas entendo que foi o único homem em condições de sintonizar o Cristo. O único que detinha tal estatura.

Por isso acho que o Amor que ele podia sentir é o máximo ponto que um ser humano atingirá.

Só para constar: no tópico sobre a pena de morte, opinei contra. Apenas reconheci que, quando o assunto é pessoal, a componente emocional é muito maior.
Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: lineu em 02 de Fevereiro de 2011, 22:26
Citação de: Marco, em #20
Mas lembro que a história de Jesus é a transposição do mito solar para a cultura hebraica, pelo que muito do que consta nos evangelhos pode ser tão-somente figura de linguagem.

É provável que certas passagens constantes dos evangelhos canônicos sejam míticas e adaptadas do mito solar através de interpolações feita pelo clero católico. Sobretudo para satisfazer interesses políticos da negociata que culminou com a institucionalização do cristianismo como religião oficial do estado romano.

Porém isso não implica na definição de que Jesus é personagem mitológico que não teve existência real. Nem na conclusão de que todos os acontecimentos relatados nos evangelhos canônicos são imaginários.

Particularmente a passagem referente à expulsão dos vendilhões do templo não tem qualquer motivo de ordem política, proveitoso à sagacidade clerical, que sugira a sua inclusão no rol de passagens evangélicas adulteradas ou interpoladas.

E isso constitui forte indício da sua autenticidade.

Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: MarcoALSilva em 02 de Fevereiro de 2011, 23:49

Concordo Lineu!

Tanto que logo adiante à passagem que você reproduziu, arrematei:

[...]
O que importa, afinal, é a essência do ensinamento.

Por outro lado, não tenho dúvida de que Jesus foi um homem. Mas entendo que foi o único homem em condições de sintonizar o Cristo. O único que detinha tal estatura.
[...]

Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: lineu em 03 de Fevereiro de 2011, 14:45
Citação de: Marco, em #20
Por outro lado, não tenho dúvida de que Jesus foi um homem. Mas entendo que foi o único homem em condições de sintonizar o Cristo. O único que detinha tal estatura.

Realmente, é óbvio que o Espírito que animou Jesus neste mundo é “au concour”.

Isso induz à presunção de que a intensidade do sentimento amoroso de um Espírito Superior extrapola o limite da capacidade humana de amar.

Teoricamente, o domínio da evolução espiritual é infinito. E nesse domínio o ser humano estagia entre os termos da animalidade e da angelitude.

A razão indica que a capacidade humana de amar restringe-se à fase de humanidade do Espírito. E que um ser humano, por mais evoluído, jamais conseguirá amar tão intensamente quanto é capaz de amar um Espírito angélico.

Provavelmente seja esse o motivo do verbo amar constar no tempo futuro do indicativo na expressão do segundo mandamento cristão, registrado pelo evangelista Mateus: “amarás ao teu próximo como a ti mesmo”.
Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: MarcoALSilva em 03 de Fevereiro de 2011, 16:12
Citação de: Marco, em #20
Por outro lado, não tenho dúvida de que Jesus foi um homem. Mas entendo que foi o único homem em condições de sintonizar o Cristo. O único que detinha tal estatura.

Realmente, é óbvio que o Espírito que animou Jesus neste mundo é “au concour”.

Isso induz à presunção de que a intensidade do sentimento amoroso de um Espírito Superior extrapola o limite da capacidade humana de amar.

Teoricamente, o domínio da evolução espiritual é infinito. E nesse domínio o ser humano estagia entre os termos da animalidade e da angelitude.

A razão indica que a capacidade humana de amar restringe-se à fase de humanidade do Espírito. E que um ser humano, por mais evoluído, jamais conseguirá amar tão intensamente quanto é capaz de amar um Espírito angélico.

Provavelmente seja esse o motivo do verbo amar constar no tempo futuro do indicativo na expressão do segundo mandamento cristão, registrado pelo evangelista Mateus: “amarás ao teu próximo como a ti mesmo”.


Só para descontrair...  ;)

Um amigo sempre me dizia em situações assim:

Temos que amar o próximo! Sim, o próximo, porque esse daí não dá não!
Título: Re: Amar os inimigos !!!!
Enviado por: Brumas de Avalon em 03 de Fevereiro de 2011, 23:14
Só para descontrair...  ;)

Um amigo sempre me dizia em situações assim:

Temos que amar o próximo! Sim, o próximo, porque esse daí não dá não!

kkkkkkkkkkkkkkk..... Gostei... rsrsrs

Pena que o ensino não seja bem assim... rsrsrs

Um abraço Fraterno