Forum Espirita

CODIFICAÇÃO => A Génese => Tópico iniciado por: Siegmund Beulke em 20 de Dezembro de 2009, 15:45

Título: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 20 de Dezembro de 2009, 15:45
Olá a todos....

ESTAMOS PERTO DO APOCALIPSE ?

0 "FINAL DOS TEMPOS" SERÁ 0 MEIO QUE PERMITIRA 0 EXPURGO DE ESPÍRITOS PRIMITIVOS E 0 SURGIMENTO DE UMA CIVILIZAÇÃO MAIS EVOLUÍDA NA TERRA.

 Ariston Teles

 Entrevista realizada em 1998 no canal IRC Espiritismo

 

O futuro pode ser colocado em linhas gerais, mas não é possível prejulgar com relação ao setor da interferência divina. 0 que você pode nos dizer a respeito dessas colocações sobre previsões?

Ariston Teles — Concordo com o que está exposto, entretanto, não se pode deixar de reconhecer a veracidade do fenômeno profético. Existiram e existem pessoas que tem a capacidade de sintonizar as ondas do futuro, antevêem fatos como se simplesmente eles estivessem vendo algo do presente.

Será fundada uma nova religião como nunca houve, a qual reformará a Igreja de Deus. Só o futuro é que poderá elucidar os homens acerca de tão alta missão de Portugal no mundo”. Na época em que São Francisco de Paula fez esta afirmação, o Brasil ainda não havia sido descoberto. Poderia ele estar se referindo ao nosso país e ao Espiritismo?

Ariston Teles — Não é fácil, a esta altura dos acontecimentos, admitir que a Igreja Católica retome sua missão verdadeiramente cristã junto a humanidade. Tudo tem seu momento e acreditamos que o ciclo histórico da Igreja Católica está se encerrando. Temos hoje um grande ciclo de curta duração, marcado pela presença e pela expansão das igrejas evangélicas, que exploram a crise existencial pela qual passa a humanidade. Porém, após essa crise generalizada, os povos estarão emadurecidos para entender e vivenciar a revelação universal dos espíritos. 0 novo ciclo pertencerá, portanto, ao Espiritismo, mesmo porque se trata de urna doutrina não sectária, fundamentada na ciência.

A ultima data marcada na pirâmide de Queops é 2001. Isso indica que será o começo de uma nova era, profetizada pelos egípcios?

Ariston Teles — A profecia dos egípcios, ou melhor, dos capelinos, escrita no calendário de pedras da pirâmide de Queops, é das mais sérias e significativas. Estamos vivendo hoje na antevéspera de um abismo realmente colocado por aqueles homens no ano de 2001. Sugiro a leitura do livro profecias, de Pietro Ubaldi.

Eu vim ao mundo em nome de meu Pai e vós não me recebestes. Um outro virá em seu próprio nome e vós o recebereis”. Ao dizer isto, Jesus se referia a um suposto “anticristo apocalíptico”?

 Ariston Teles - É possível que Cristo, com estas palavras, tivesse feito referenda à imagem do anticristo. Aliás, consideramos como anticristo a força ou a manifestação do mal que se espalha atualmente pelo mundo. Se houvéssemos respeitado a mensagem de Jesus, o apocalipse seria evitado. Mas este é um grande batismo de dor, necessário para a reeducação da humanidade.

Como a doutrina espírita explica o “final dos tempos” e as parábolas do apocalipse?

Ariston Teles — Não temos possibilidades de interpretar conclusivamente as visões do evangelista João. Entretanto, existe um consenso segundo o qual o médium de Patmos previu grandes acontecimentos na história da humanidade, fatos estes que teriam seu desfecho no final do século XX.

No livro Grandes Mensagens, Pietro Ubaldi transcreve esta mensagem: “‘Se vos falasse com minha voz potente, não me entenderias. Meu olhar contempla a Terra quando ainda não a habitava e também a vê morta no futuro distante, a navegar no espaço como um ataúde de todas as vossas grandezas. Vejo vosso sol moribundo, depois morto e, em seguida, chamado a uma nova vida”. Considerando a lei da evolução, mesmo que a bíblia afirme que “‘os mansos herdarão a Terra”, é possível que o final dos tempos ocorra para os terráqueos. Coma você analisa essa questão?

Ariston Teles -  O final dos tempos significa o término de um ciclo histórico planetário, não quer dizer que o planeta será extinto. Já estamos vivendo dentro desse fenômeno cósmico, a Terra está sendo higienizada. Os maus elementos serão levados para mundos mais atrasados e permanecerão na Terra os espíritos mansos e pacíficos. E preciso entender que o planeta obedece a um planejamento cósmico. 0 próprio Kardec previu que a Terra seria promovida à categoria de “mundo de regeneração” e estamos na iminência dessa mutação. Por tanto, o chamado apocalipse é um fenômeno coletivo necessário ao processo da evolução global.



                                                        Continua.......
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 20 de Dezembro de 2009, 15:51
                                                                                 Continuando

Existe alguma instrução da espiritualidade sobre os fenômenos que ouvimos dizer que estão para acontecer neste inicio de milênio?

Ariston Teles — Ramatis, Pietro Ubaldi, Bittencourt Sampaio, Emmanuel, Joanna de Angelis e Bezerra de Menezes, entre outros, falam claramente sobre a gravidade do momento atual. Eles preferem usar uma linguagem parcimoniosa, evitando nos amedrontar, mas não escondem a realidade. Dizem que nós devemos permanecer na aura luminosa do evangelho de Jesus, pois ele é a tábua de nossa salvação.

A Igreja Católica vem se sustentando ha quase dois mil anos. Você acredita que ela poderá se adaptar aos no vos ventos do Espiritismo e abraçar esta nova mensagem como sendo sua, para ficar novamente por cima?

Ariston Teles - É uma boa pergunta. Acredito que os novos católicos estarão preparados para assimilar as verdades cientificas do Espiritismo. Ao incorporar os ensinamentos da espiritualidade superior, a Igreja Católica deixará sua velha estrutura, será algo de novo.

O livro O Fim do Mundo, de Camille Flamarion, fala sobre uma ameaça celeste, choques com cometas etc. Você concorda com as versões que constam na obra?

Ariston Teles — Camille Flamarion era cientista e também poeta e ficcionista. Nem tudo o que ele escreveu neste livro deve ser tornado corno se fossem colocações cientificas, pois muita coisa pode ser fruto de sua imaginação literária.

O final dos tempos deve ser entendido como o término da expiação terrestre e um passo para a evolução planetária ?
Ariston Teles — Exatamente. O planeta está em vias de alterar o rumo de sua história, quando nascerá uma nova e verdadeira civilização em meio aos escombros do apocalipse. As pessoas que hoje vivem na “onda de Deus” sobreviverão e serão os prováveis cidadãos do terceiro milênio.

Em sua opinião, a Terra seria uma segunda Capela?

Ariston Teles— Sim, nosso apocalipse é semelhante ao que aconteceu naquele mundo. A maior prova de tudo o que foi previsto está nos fatos da atualidade. As manifestações do mal estão chegando ao extremo. Por exemplo: 45 milhões de abortos criminosos são praticados anualmente no mundo; 250 milhões de armas estão nas mãos da população americana; os grandes países responsáveis pela poluição do planeta não querem acordo, preferem continuar multiplicando produtos para abastecer e saturar a humanidade, fazendo crescer o buraco na camada de ozônio sob os ímpetos da ganância e do materialismo; nunca houve tanta produção de alimentos ao mesmo tempo em que também nunca houve tanta miséria; em Medellín, na Colômbia, são assassinadas 70 pessoas em cada final de semana e em São Paulo são registrados 50 homicídios no mesmo período. E por ai vai. Problemas dessa dimensão se espalham por toda parte, sem perspectivas.

Para onde irão esses espíritos que serão renegados da Terra? A matéria desse suposto planeta seria muito mais densa que a da Terra?

Ariston Teles — Sabe-se que estes espíritos atrasados serão atraídos por um planeta de passagem pelo espaço próximo à Terra, o chamado “planeta intruso”. Quanto à densidade desse planeta, a forma material ou a constituição dos mundos corresponderá ao seu respectivo nível de evolução.

Nostradamus fez uma quadrinha onde rezava: “Quando Jorge a Deus crucificar e Marcos o ressuscitar, São João tão logo levará e o um do mundo virá”. Você acredita nas profecias dele quanto ao fim do mundo na forma como ele a via?

Ariston Teles — Nostradamus, que nasceu na Franca em 1503, era medico, médium e astrólogo. Suas centúrias foram escritas de maneira pouco inteligível, pois ele viveu na época da inquisição e os médiuns que falassem claramente de suas experiências eram levados à fogueira. Por isso, não é tão fácil interpretar as previsões deste grande profeta. Todavia, os próprios espíritos falam de Nostradamus com absoluto respeito.

Ao longo de uma existência terrena de mais ou menos 80 anos, é possível perceber a mudança de ciclo, o “final dos tempos”?

Ariston Teles — Todos podemos perceber o final do ciclo a que nos referimos. Concomitantemente, um novo ciclo está se abrindo. Neste exato momento, podemos verificar o grande conflito entre o velho e o novo, como, por exemplo, a existência de milhares de crianças que possuem naturalmente uma nova consciência. Elas são integrantes desse futuro que já começou.

                                                                     Continua.......
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 20 de Dezembro de 2009, 15:59
                                                             Continuando........


O apocalipse acontecerá de forma abrupta ou o que passa hoje com a humanidade já faz parte dele?

Ariston Teles — Na verdade, já estamos dentro do apocalipse, resta apenas alguma coisa de maior impacto, que possa sacudir a consciência da humanidade. Entretanto, a onda avassaladora dessa mutação ai está, ternos hoje uma necessidade urgente de manter o coração e a mente na dimensão luminosa da fraternidade. Jesus tinha razão quando disse que “aquele que perseverar ate o fim será salvo”.

                                                                             Concluido
do site: http://www.espiritismogi.com.br/entrevistas/apocalipse.htm (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5lc3Bpcml0aXNtb2dpLmNvbS5ici9lbnRyZXZpc3Rhcy9hcG9jYWxpcHNlLmh0bQ==)

Deveríamos nós , nos preparar para o novo mundo de
regeneração
?????????


A PROFECIA EM APOCALIPSE
"Dize-nos (os apóstolos perguntando a Jesus) quando acontecerão estas coisas e qual será o sinal do teu advento no fim do mundo (...) Ouvireis falar de guerras e boatos de guerra. Ficai alerta e não vos pertubeis com isso. É necessário que assim aconteça, mas ainda não é o fim. Porque se levantará nação contra nação e reino contra reino; haverá fome, peste e terremotos. Mas tudo isto será apenas o princípio das dores (..) será este evangelho do Reino pregado no mundo inteiro, em testemunho a todos os povos; só depois disto virá o fim (...) Quando, pois, virdes reinar no lugar santo os horrores da desolação (...) Então, sobrevirá uma tribulação tão grande, como não tem havido igual desde o princípio do mundo até agora, nem jamais haverá. Se aqueles dias não fossem abreviados, não se salvaria pessoa alguma; mas aqueles dias serão abreviados em atenção aos escolhidos (...).
Logo depois da tribulação daqueles dias, escurecerá o sol e a lua já não dará sua claridade; as estrelas cairão do céu e serão abaladas as energias do firmamento. Então, aparecerá no céu o sinal do Filho do homem vindo sobre as nuvens do céu com grande poder e majestade. Enviará seus anjos, ao som vibrante da trombeta e ajuntará os seus escolhidos dos quatro pontos cardeais, de uma extremidade do céu à outra (..) Do mesmo modo (exemplo da figueira que brota no verão) quando presenciardes tudo isto, sabeis que está iminente, à porta.
Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que isto tudo aconteça, o céu e a terra passarão, mas não passarão as minhas palavras. Aquele dia, porém, e aquela hora ninguém os conhece, nem mesmo os anjos do céu, mas tão-somente o Pai (...). Como nos tempos de Noé, assim há de ser quando vier o Filho do homem, nos dias que precederam o dilúvio, a gente comia e bebia, casava e dava em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca; e não atinaram até que veio o dilúvio e os arrebatou a todos.
Bem assim há de ser por ocasião do advento do Filho do homem (..). Alerta, pois, porque não conheceis o dia em que virá o nosso Senhor (...) por que o Filho do homem virá numa hora em que não o esperais (...) E reunir-se-ão diante (do Filho do homem) todos os povos e ele os separará uns dos outros."
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: MarcoALSilva em 20 de Dezembro de 2009, 20:12


36. - Em certas épocas, determinadas pela sabedoria divina, essas
emigrações e imigrações se operam por massas mais ou menos consideráveis,
em virtude das grandes revoluções que lhes ocasionam a partida simultânea em
quantidades enormes, logo substituídas por equivalentes quantidades de
encarnações. Os flagelos destruidores e os cataclismos devem, portanto,
considerar-se como ocasiões de chegadas e partidas coletivas, meios
providenciais de renovamento da população corporal do globo, de ela se
retemperar pela introdução de novos elementos espirituais mais depurados. Na
destruição, que por essas catástrofes se verifica, de grande número de corpos,
nada mais há do que rompimento de vestiduras; nenhum Espírito perece; eles
apenas mudam de planos; em vez de partirem isoladamente, partem em
bandos, essa a única diferença, visto que, ou por uma causa ou por outra,
fatalmente têm que partir, cedo ou tarde.

As renovações rápidas, quase instantâneas, que se produzem no
elemento espiritual da população, por efeito dos flagelos destruidores, apressam
o progresso social; sem as emigrações e imigrações que de tempos a tempos
lhe vêm dar violento impulso, só com extrema lentidão esse progresso se
realizaria.
É de notar-se que todas as grandes calamidades que dizimam as
populações são sempre seguidas de uma era de progresso de ordem física,
intelectual, ou moral e, por conseguinte, no estado social das nações que as
experimentam. É que elas têm por fim operar uma remodelação na população espiritual, que é a população normal e ativa do globo.
37. - Essa transfusão, que se efetua entre a população encarnada e
desencarnada de um planeta, igualmente se efetua entre os mundos, quer
individualmente, nas condições normais, quer por massas, em circunstâncias
especiais. Há, pois, emigrações e imigrações coletivas de um mundo para outro,
donde resulta a introdução, na população de um deles, de elementos
inteiramente novos. Novas raças de Espíritos, vindo misturar-se às existentes,
constituem novas raças de homens. Ora, como os Espíritos nunca mais perdem
o que adquiriram, consigo trazem eles sempre a inteligência e a intuição dos
conhecimentos que possuem, o que faz que imprimam o caráter que lhes é
peculiar à raça corpórea que venham animar. Para isso, só necessitam de que
novos corpos sejam criados para serem por eles usados. Uma vez que a
espécie corporal existe, eles encontram sempre corpos prontos para os receber.
Não são mais, portanto, do que novos habitantes. Em chegando à Terra,
integram-lhe, a princípio, a população espiritual; depois, encarnam, como os
outros.

(A Gênese - págs. 225/226)

Sinceramente, creio que devemos procurar continuar e incrementar o quanto mais nosso progresso perante os valores magnos ensinados pela Alta Espiritualidade.

Mas isso não vai evitar que um processo de emigração/imigração em massa (se efetivamente estiver nos planos dessa Alta Espiritualidade) ocorra com maior ou menor extensão...

Se tivermos que sofrer um gigantesco desencarne em massa, isso ocorrerá. Não terá sido em castigo de maus nem em sacrifício dos bons. Terá sido apenas para que se possa filtrar a humanidade terrestre consoante um dado padrão mínimo de evolução espiritual.

Vale sempre lembrar que é muito mais assustador para um Espírito vir à encarnação do que sair dela...


Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 21 de Dezembro de 2009, 11:23
Olá a todos
Uma abraço fraterno , Marco

Você colocou muito bem. A doutrina nos mostra todos esses acontecimentos e dá explicação nos preparando para esses momentos de forma mais consciente.
Você lembrou algo importante:Vale sempre lembrar que é muito mais assustador para um Espírito vir à encarnação do que sair dela....Concordo com você.

Mais um pouco desse assunto no livro dos espíritos.


CAPÍTULO VI
DA LEI DE DESTRUIÇÃO


Destruição necessária e destruição abusiva
728. É lei da Natureza a destruição?
“Preciso é que tudo se destrua para renascer e se regenerar. Porque, o que chamais destruição não passa de uma transformação, que tem por fim a renovação e melhoria dos seres vivos.”
a) - O instinto de destruição teria sido dado aos seres vivos por desígnios
providencias?
“As criaturas são instrumentos de que Deus se serve para chegar aos fins que objetiva. Para se alimentarem, os seres vivos reciprocamente se destroem, destruição esta que obedece a um duplo fim: manutenção do equilíbrio na reprodução, que poderia tornarse excessiva, e utilização dos despojos do invólucro exterior que sofre a destruição. Esse invólucro é simples acessório e não a parte essencial do ser pensante. A parte essencial é o princípio inteligente, que não se pode destruir e se elabora nas metamorfoses diversas por que passa.”
729. Se a regeneração dos seres faz necessária a destruição, por que os cerca a Natureza de meios de preservação e conservação?
“A fim de que a destruição não se dê antes de tempo. Toda destruição antecipada obsta ao desenvolvimento do princípio inteligente. Por isso foi que Deus fez que cada ser experimentasse a necessidade de viver e de se reproduzir.”
730. Uma vez que a morte nos faz passar a uma vida melhor, nos livra dos males
desta, sendo, pois, mais de desejar do que de temer, por que lhe tem o homem,
instintivamente, tal horror, que ela lhe é sempre motivo de apreensão?
“Já dissemos que o homem deve procurar prolongar a vida, para cumprir a sua tarefa. Tal o motivo por que Deus lhe deu o instinto de conservação, instinto que o sustenta nas provas. A não ser assim, ele muito freqüentemente se entregaria ao desânimo. A voz íntima, que o induz a repelir a morte, lhe diz que ainda pode realizar alguma coisa pelo seu progresso. A ameaça de um perigo constitui aviso, para que se aproveite da dilação que Deus lhe concede. Mas, ingrato, o homem rende graças mais vezes à sua estrela do que ao seu Criador.”
731. Por que, ao lado dos meios de conservação, colocou a Natureza os agentes de destruição?
“É o remédio ao lado do mal. Já dissemos: para manter o equilíbrio e servir de contrapeso.”
732. Será idêntica, em todos os mundos, a necessidade de destruição?
“Guarda proporções com o estado mais ou menos material dos mundos. Cessa, quando o físico e o moral se acham mais depurados. Muito diversas são as condições de existência nos mundos mais adiantados do que o vosso.”
733. Entre os homens da Terra existirá sempre a necessidade da destruição?
“Essa necessidade se enfraquece no homem, à medida que o Espírito sobrepuja a matéria. Assim é que, como podeis observar, o horror à destruição cresce com o desenvolvimento intelectual e moral.”
734. Em seu estado atual, tem o homem direito ilimitado de destruição sobre os animais?
“Tal direito se acha regulado pela necessidade, que ele tem, de prover ao seu sustento e à sua segurança. O abuso jamais constitui direito.”
735. Que se deve pensar da destruição, quando ultrapassa os limites que as
necessidades e a segurança traçam? Da caça, por exemplo, quando não objetiva senão o
prazer de destruir sem utilidade?
“Predominância da bestialidade sobre a natureza espiritual. Toda destruição que excede os limites da necessidade é uma violação da lei de Deus. Os animais só destroem para satisfação de suas necessidades; enquanto que o homem, dotado de livre-arbítrio, destrói sem necessidade. Terá que prestar contas do abuso da liberdade que lhe foi concedida, pois isso significa que cede aos maus instintos.”
736. Especial merecimento terão os povos que levam ao excesso o escrúpulo,
quanto à destruição dos animais?
“Esse excesso, no tocante a um sentimento louvável em si mesmo, se torna abusivo e o seu merecimento fica neutralizado por abusos de muitas outras espécies. Entre tais povos, há mais temor supersticioso do que verdadeira bondade.”

                                                                            Continua.......
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 21 de Dezembro de 2009, 11:32
                                      Continuando..............

737. Com que fim fere Deus a Humanidade por meio de flagelos destruidores?
“Para fazê-la progredir mais depressa. Já não dissemos ser a destruição uma necessidade para a regeneração moral dos Espíritos, que, em cada nova existência, sobem um degrau na escala do aperfeiçoamento? Preciso é que se veja o objetivo, para que os resultados possam ser apreciados. Somente do vosso ponto de vista pessoal os apreciais; daí vem que os qualificais de flagelos, por efeito do prejuízo que vos causam. Essas subversões, porém, são freqüentemente necessárias para que mais pronto se dê o advento de uma melhor ordem de coisas e para que se realize em alguns anos o que teria exigido muitos séculos.” (744)
738. Para conseguir a melhora da Humanidade, não podia Deus empregar outros
meios que não os flagelos destruidores?
“Pode e os emprega todos os dias, pois que deu a cada um os meios de progredir pelo conhecimento do bem e do mal. O homem, porém, não se aproveita desses meios.
Necessário, portanto, se torna que seja castigado no seu orgulho e que se lhe faça sentir a sua fraqueza.”
a) - Mas, nesses flagelos, tanto sucumbe o homem de bem como o perverso. Será
justo isso?
“Durante a vida, o homem tudo refere ao seu corpo; entretanto, de maneira diversa pensa depois da morte. Ora, conforme temos dito, a vida do corpo bem pouca coisa é. Um século no vosso mundo não passa de um relâmpago na eternidade. Logo, nada são os sofrimentos de alguns dias ou de alguns meses, de que tanto vos queixais. Representam um ensino que se vos dá e que vos servirá no futuro. Os Espíritos, que preexistem e sobrevivem a tudo, formam o mundo real (85). Esses os filhos de Deus e o objeto de toda a Sua solicitude. Os corpos são meros disfarces com que eles aparecem no mundo. Por ocasião das grandes calamidades que dizimam os homens, o espetáculo é semelhante ao de um exército cujos soldados, durante a guerra, ficassem com seus uniformes estragados, rotos, ou perdidos. O general se preocupa mais com seus soldados do que com os uniformes deles.”
b) - Mas, nem por isso as vítimas desses flagelos deixam de o ser.
“Se considerásseis a vida qual ela é e quão pouca coisa representa com relação ao infinito, menos importância lhe daríeis. Em outra vida, essas vítimas acharão ampla compensação aos seus sofrimentos, se souberem suportá-los sem murmurar.”
Venha por um flagelo a morte, ou por uma causa comum, ninguém deixa por isso de morrer, desde que haja soado a hora da partida. A única diferença, em caso de flagelo, é que maior número parte ao mesmo tempo.
Se, pelo pensamento, pudéssemos elevar-nos de maneira a dominar a Humanidade e abrangê-la em seu conjunto, esses tão terríveis flagelos não nos pareceriam mais do que passageiras tempestades no destino do mundo.
739. Têm os flagelos destruidores utilidade, do ponto de vista físico, não obstante
os males que ocasionam?
“Têm. Muitas vezes mudam as condições de uma região. Mas, o bem que deles resulta só as gerações vindouras o experimentam.”
740. Não serão os flagelos, igualmente, provas morais para o homem, por poremno
a braços com as mais aflitivas necessidades?
“Os flagelos são provas que dão ao homem ocasião de exercitar a sua inteligência, de demonstrar sua paciência e resignação ante a vontade de Deus e que lhe oferecem ensejo de manifestar seus sentimentos de abnegação, de desinteresse e de amor ao próximo, se o não domina o egoísmo.”
 
                                                          Continua................
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 21 de Dezembro de 2009, 11:39
                                                        Continuando..............

741. Dado é ao homem conjurar os flagelos que o afligem?
“Em parte, é; não, porém, como geralmente o entendem. Muitos flagelos resultam da imprevidência do homem. À medida que adquire conhecimentos e experiência, ele os vai podendo conjurar, isto é, prevenir, se lhes sabe pesquisar as causas. Contudo, entre os males que afligem a Humanidade, alguns há de caráter geral, que estão nos decretos da Providência e dos quais cada indivíduo recebe, mais ou menos, o contragolpe. A esses nada pode o homem opor, a não ser sua submissão à vontade de Deus. Esses mesmos males, entretanto, ele muitas vezes os agrava pela sua negligência.”
Na primeira linha dos flagelos destruidores, naturais e independentes do homem, devem ser colocados a peste, a fome, as inundações, as intempéries fatais às produções da terra. Não tem, porém, o homem encontrado na Ciência, nas obras de arte, no aperfeiçoamento da agricultura, nos afolhamentos e nas irrigações, no estudo das condições higiênicas, meios de impedir, ou, quando menos, de atenuar muitos desastres? Certas regiões, outrora assoladas por terríveis flagelos, não estão hoje preservadas deles? Que não fará, portanto, o homem pelo seu bem-estar material, quando souber aproveitar-se de todos os recursos da sua inteligência e quando aos cuidados da sua conservação pessoal, souber aliar o sentimento de verdadeira caridade para com os seus semelhantes? (707)

                                                               Concluído...........

Tudo está em uma ordem perfeita na natureza controlado por Deus.Falta a nós o entendimento e a visão espiritual dos acontecimento.
Os indícios , nos indicam que já iniciou a mudança para o novo mundo de regeneração.
É necessário neste momento, estarmos mais em comunhão com Deus, sermos pacientes, humildes, pacíficos, amorosos, determinados no bem, sempre prontos para servir..........
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 21 de Dezembro de 2009, 13:40
Olá a todos......


Uma doutrina libertadora

      Como podemos perceber, nos textos colocados neste tópico, a doutrina espírita não prega o fatalismo e nem o conformismo cego diante das tragédias da vida, até mesmo das chamadas tragédias coletivas.
      O que o espiritismo ensina é que a lei é uma só: para cada ação que praticamos colheremos a reação.
      Diante da natureza, enquanto o homem não cuidar do planeta com o devido respeito, receberá cada vez mais os choques violentos como resposta. Nos casos em que a causa independe da ação do homem, ainda assim, o espiritismo nos ensina que não existem vítimas ao acaso. Tudo obedece a um plano perfeitamente harmônico e quando as causas do sofrimento não podem ser atribuídas nesta encarnação, é porque sua origem se perde na noite dos tempos...
      A maior lição que a doutrina nos ensina é: fora da caridade não há salvação! Estender nossos braços e amparar os necessitados é a missão sublime de todos que querem servir ao próximo.

     Todos nós devíamos nos preocupar a cada dia , com o que estamos fazendo em termos de caridade , de amor, de paciência, do qual iremos crescer espiritualmente e estaremos mais preparados para o novo mundo que se achega a cada momento.

Abraços fraternos
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 21 de Dezembro de 2009, 13:50
Olá a todos...

Continuando com o tema do tópico.....


Crônica na rede

Sobre Flagelos Destruidores, Justiça e Castigo

“Para conseguir a melhora da humanidade, não podia Deus empregar
outros meios que não os flagelos destruidores?”.
ALLAN KARDEC – O Livro dos Espíritos. Questão 738


Era uma manhã fria, em novembro de 1868, quando os soldados do 7º Corpo de Cavalaria do Exército Americano atacaram uma aldeia de índios Cheyennes, massacrando, pelo fio da espada e tiros, cerca de 200 famílias, maioria de mulheres, crianças e velhos.

Era a manhã do dia 06 de agosto de 1945. De repente, um enorme clarão seguido de um forte e destruidor deslocamento de ar foi o sinal de que o homem estava transpondo uma nova era em sua história O clarão era a explosão da bomba atômica, o local era Hiroshima, no Japão e, naquela manhã, foram ceifadas 140.000 vidas humanas, sem considerar as que se perderam ao longo dos anos, sob o efeito da radiação atômica.

Três dias depois, nova explosão em Nagasaki, destruindo, num primeiro momento, cerca de 75.000 vidas e, ao longo dos anos, perto de 150.000.

Duas bombas atômicas haviam selado o destino de uma guerra que, em toda a sua extensão, matou 50 milhões de pessoas, mutilando outros 28 milhões.

Entre 1861 e 1865, aconteceu a mais sangrenta guerra americana, fratricida, com cerca de 620.000 mortos nos dois lados... O ódio gerado por este confronto tem conseqüências até os nossos dias, num processo de dolorosos desencontros sociais, políticos e religiosos.

Na raiz do problema da Guerra Civil Americana, entre outros fatos, estava uma nódoa terrível: A Escravidão, existente desde os tempos coloniais, principalmente no sul, com um documentado histórico de crueldades inomináveis. A esse respeito, o Brasil também tem um compromisso coletivo a cumprir.

Herdeiro do orgulho imperialista de Roma, cuja águia abriu suas asas por todo o mundo conhecido de então, o complexo tecido social americano ainda expõe seu orgulho embaixo das asas de seu “coincidente” símbolo: a águia; e está presente nos quatro cantos do mundo, com seu poderio.

Não estou fazendo um manifesto contra os Estados Unidos.

Apenas desejo estabelecer alguns fatos, que fazem parte da história americana, e seu envolvimento com a Lei de Causa e Efeito, explicada por Kardec. É claro que cada país tem o seu compromisso coletivo a cumprir e o erro não é atributo americano.

No dia 18 de abril de 1906, um forte terremoto na região de São Francisco, na Califórnia, provocou um incêndio que ficou descontrolado e durou cerca de 4 dias. O pânico, o fogo, os danos do terremoto, a desorganização, a fragilidade da maioria das casas de madeira, formaram um elenco de eventos que trouxe milhares de mortos, saques, doenças e o caos urbano.

Em 11 de setembro de 2001, as torres gêmeas do World Trade Center, em Nova Iorque , foram atingidas e destruídas, causando dor, 3000 mortos e um impacto sem precedentes na população americana, pelo inusitado e principalmente, pela violência.

No dia 29 de agosto de 2005, o furacão Katrina deixou um rastro de destruição pela Flórida e seguiu seu rumo em direção ao Golfo do México, aumentando sua velocidade, atingindo os estados da Louisiana e Mississipi com ventos de 280 km/h , arrasando Nova Orleans, desabrigando 270.000 pessoas e provocando a morte de centenas de pessoas, além de saques, desencontros assistenciais e caos.

Alguns dias mais tarde, novo furacão, o Rita, levou quase igual tragédia ao Texas, provocando desabastecimento de gasolina e muito medo à população.

                                                              Continua..........
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 21 de Dezembro de 2009, 13:53
                                  Continuando...........



Allan Kardec, no Capítulo VI – Parte Terceira – de O Livro dos Espíritos , falando sobre a Lei de Destruição, é de cristalina ponderação sobre a questão sempre atual dos flagelos por que passamos...

A partir da Questão 737, o diálogo do Codificador com os Espíritos é muito elucidativo, considerando o estilo franco, direto e objetivo com que a questão dos flagelos destruidores é tratada. Ali aprendemos que Deus não castiga. Se assim o fosse, seria um contra-senso. O que podemos sentir é que o homem, ao exercer o seu livre-arbítrio, assume responsabilidades e se estas contrariam a lei, então essa lei, dentro do planejamento espiritual, fará os ajustes necessários, em busca do equilíbrio, quer seja de um individuo ou de uma coletividade e, nesse caso, há uma responsabilidade comum a um grupo de indivíduos (questão 741).

Conforme já escrevi, em outra oportunidade, todo aquele que procurar entender os flagelos, pela ótica da razão, irá perceber que por trás das dolorosas cenas de destruição e dor, floresce o incentivo à solidariedade, ao respeito pelo sofrimento alheio, à vontade de ajudar.

Nada é ocasional ou fortuito na dimensão da razão, a Lei de Causa e Efeito, inexorável (e não injusta) pela sua natureza perfeita, sempre oferece, no tempo certo, as oportunidades de reconciliação com a Justiça Divina.

Ao avaliarmos o impacto dessas tragédias, não podemos deixar de considerar fatores como as experiências passadas, os compromissos assumidos, as escolhas equivocadas, as ações não edificantes... É preciso que se entenda que são provas redentoras. Elas vêm restabelecer a justiça na vida das pessoas. O Espiritismo mostra que existe uma explicação, sempre, para as provações humanas.

A reencarnação, o livre-arbítrio, o amor, o perdão, a regeneração... Elementos fundamentais na promoção que a Caridade Divina faz entre vitimas e algozes, ajustando, conciliando e anulando ódios. Se assim for entendido, então vem a esperança de que sempre há uma chance.

Os flagelos destruidores mostram que não existe impunidade nas contas da Lei Divina. Nessa linha é que os Espíritos respondem a Kardec, na questão 728 de O Livro dos Espíritos: “ É preciso que tudo se destrua para renascer e se regenerar. Porque o que chamais destruição, não passa de uma transformação, que tem por fim a renovação e melhoria dos seres vivos.

Parodiando Martin Luther King quando fez uma referência ao ato de exemplificar, posso dizer que no tocante às traumáticas experiências por que o homem muitas vezes passa, o Espiritismo não oferece a melhor explicação...Oferece a única.
 

Assaruhy Franco de Moraes   
do site:  http://www.bezerramenezes.org.br/estudos/cronica/sobre_flagelos.htm (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5iZXplcnJhbWVuZXplcy5vcmcuYnIvZXN0dWRvcy9jcm9uaWNhL3NvYnJlX2ZsYWdlbG9zLmh0bQ==)

                                                       Concluido......

Estão ai , vários acontecimentos marcados pela profecia dos tempos. E são apenas alguns acontecimentos. Hoje temos notícias de muito, mas muito mais mesmo.

Abraços Fraternal
                                                             
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 22 de Dezembro de 2009, 01:41
Olá a Todos

Do Livro Evangelho Segundo o Espiritismo - Capítulo III, item 16......

Mundos regeneradores

      16. Entre as estrelas que cintilam na abóbada azul do firmamento, quantos mundos não haverá como o vosso, destinados pelo Senhor à expiação e à provação! Mas, também os há mais miselhráveis e melhores, como os há de transição, que se podem denominar de regeneradores. Cada turbilhão planetário, a deslocar-se no espaço em torno de um centro comum, arrasta consigo seus mundos primitivos, de exílio, de provas, de regeneração e de felicidade. Já se vos há falado de mundos onde a alma recém-nascida é colocada, quando ainda ignorante do bem e do mal, mas com a possibilidade de caminhar para Deus, senhora de si mesma, na posse do livre-arbítrio. Já também se vos revelou de que amplas faculdades é dotada a alma para praticar o bem. Mas, ah! há as que sucumbem, e Deus, que não as quer aniquiladas, lhes permite irem para esses mundos onde, de encarnação em encarnação, elas se depuram, regeneram e voltam dignas da glória que lhes fora destinada.

      17. Os mundos regeneradores servem de transição entre os mundos de expiação e os mundos felizes. A alma penitente encontra neles a calma e o repouso e acaba por depurar-se.
Sem dúvida, em tais mundos o homem ainda se acha sujeito às leis que regem a matéria; a
Humanidade experimenta as vossas sensações e desejos, mas liberta das paixões desordenadas de que sois escravos, isenta do orgulho que impõe silêncio ao coração, da inveja que a tortura, do ódio que a sufoca. Em todas as frontes, vê-se escrita a palavra amor; perfeita equidade preside às relações sociais, todos reconhecem Deus e tentam caminhar para Ele, cumprindo-lhe as leis.
Nesses mundos, todavia, ainda não existe a felicidade perfeita, mas a aurora da felicidade. O homem lá é ainda de carne e, por isso, sujeito às vicissitudes de que libertos só se acham os seres completamente desmaterializados. Ainda tem de suportar provas, porém, sem as pungentes angústias da expiação. Comparados à Terra, esses mundos são bastante ditosos e muitos dentre vós se alegrariam de habitá-los, pois que eles representam a calma após a tempestade, a convalescença após a moléstia cruel. Contudo, menos absorvido pelas coisas materiais, o homem divisa, melhor do que vós, o futuro; compreende a existência de outros gozos prometidos pelo Senhor aos que deles se mostrem dignos, quando a morte lhes houver de novo ceifado os corpos, a fim de lhes outorgar a verdadeira vida. Então, liberta, a alma pairará acima de todos os horizontes. Não mais sentidos materiais e grosseiros; somente os sentidos de um perispírito puro e celeste, a aspirar as emanações do próprio Deus, nos aromas de amor e de caridade que do seu seio emanam.

      18. Mas, ah! nesses mundos, ainda falível é o homem e o Espírito do mal não há perdido completamente o seu império. Não avançar é recuar, e, se o homem não se houver firmado bastante na senda do bem, pode recair nos mundos de expiação, onde, então, novas e mais terríveis provas o aguardam.
Contemplai, pois, à noite, à hora do repouso e da prece, a abóbada azulada e, das inúmeras esferas que brilham sobre as vossas cabeças, indagai de vós mesmos quais as que conduzem a Deus e pedi-lhe que uni mundo regenerador vos abra seu seio, após a expiação
na Terra. - Santo Agostinho. (Paris, 1862.)

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 22 de Dezembro de 2009, 01:43
Olá a todos....

Abraços fraternal.


HÁ MUITAS MORADAS

Progressão dos mundos

      19. O progresso é lei da Natureza. A essa lei todos os seres da Criação, animados e
inanimados, foram submetidos pela bondade de Deus, que quer que tudo se engrandeça e
prospere. A própria destruição, que aos homens parece o termo final de todas as coisas, é
apenas uni meio de se chegar, pela transformação, a um estado mais perfeito, visto que tudo morre para renascer e nada sofre o aniquilamento.
Ao mesmo tempo que todos os seres vivos progridem moralmente, progridem materialmente os mundos em que eles habitam. Quem pudesse acompanhar um mundo em suas diferentes fases, desde o instante em que se aglomeraram os primeiros átomos destinados e constituí-lo, vê-lo-ia a percorrer uma escala incessantemente progressiva, mas de degraus imperceptíveis para cada geração, e a oferecer aos seus habitantes uma morada cada vez mais agradável, à medida que eles próprios avançam na senda do progresso. Marcham assim, paralelamente, o progresso do homem, o dos animais, seus auxiliares, o dos vegetais e o da habitação, porquanto nada em a Natureza permanece estacionário. Quão grandiosa é essa
idéia e digna da majestade do Criador! Quanto, ao contrário, é mesquinha e indigna do seu
poder a que concentra a sua solicitude e a sua providência no imperceptível grão de areia, que é a Terra, e restringe a Humanidade aos poucos homens que a habitam!
Segundo aquela lei, este mundo esteve material e moralmente num estado inferior ao
em que hoje se acha e se alçará sob esse duplo aspecto a um grau mais elevado. Ele há
chegado a um dos seus períodos de transformação, em que, de orbe expiatório, mudar-se-á
em planeta de regeneração, onde os homens serão ditosos, porque nele imperará a lei de
Deus.
- Santo Agostinho. (Paris, 1862.)
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 22 de Dezembro de 2009, 02:05
Olá a todos....

ESTA É A NOSSA MAIS IMPORTANTE ENCARNAÇÃO DE TODOS OS TEMPOS!
por: Alkindar de Oliveira


      Cada encarnação é como se fosse um atalho nas estradas da ascensão. Por este motivo o ser humano deve amar a sua existência de lutas e de amarguras temporárias, porquanto ela significa uma benção divina, quase um perdão de Deus”.
Emmanuel

      Se de um lado a boa lógica nos diz que nossa última encarnação é sempre a mais importante, pois mais uma vez temos a oportunidade de nos redimir dos erros passados, creio que esta atual, pelas deduções mais abaixo, é especialíssima.
      Creio firmemente que é a nossa mais importante existência de todos os tempos. Se conscientizarmo-nos deste fato, faremos com que nossos pensamentos, sentimentos e atitudes tomem salutar direção. Por exemplo, poderemos deduzir de que, se temos Jesus como nosso guia e modelo, é imprescindível – nesta nossa mais importante existência - termos como meta o amor incondicional. Pois é esta modalidade de amar que irá ditar o conteúdo dos nossos textos e de nossos procedimentos diários e, por conseqüência, melhor iremos aproveitar dos ensinamentos espíritas nesta fundamental e decisiva existência.
      Para que a conclusão do tema deste seja confirmada pelo(a) leitor(a), atentemos aos textos abaixo de Santo Agostinho e também às conclusões que vêm logo a seguir.

a) “(O planeta Terra) há chegado a um dos seus períodos de transformação, em que de orbe expiatório, mudar-se à em planeta de regeneração, onde os homens serão ditosos, porque nele imperará a lei de Deus”.
Santo Agostinho, O Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo III, item 19

b) As características do Mundo de Regeneração:
“O homem (...) ainda é de carne. (...) Ainda tem de suportar provas, porém, sem as pungentes angústias da expiação. (...) Eles (os mundos de regeneração) representam a calma após a tempestade, a convalescença após a moléstia cruel”.
Santo Agostinho, O Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo III, item 17

c) “Quem pudesse acompanhar um mundo em suas diferentes fases, desde o instante em que se aglomeram os primeiros átomos destinados a constituí-lo, vê-lo-ia a percorrer uma escala incessantemente progressiva, mas de degraus imperceptíveis para cada geração, e a oferecer aos seus habitantes uma morada cada vez mais agradável, à medida que eles próprios avançam na senda do progresso”.
Santo Agostinho, O Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo III, item 19

      Dos depoimentos logo acima destaquei, em negrito, a expressão “degraus imperceptíveis”, a qual denota que não perceberemos de maneira evidente a passagem do nosso mundo, de Expiação e Provas, para a próxima e determinante etapa, a de Mundo de Regeneração. Consoante a esta condição, o Espiritismo nos faculta a possibilidade, através de pesquisa e do raciocínio lógico, de passarmos a enxergar o que parece não estar evidente.
      Se não há dúvida de que estamos num período de transição para um Mundo de Regeneração, vou além, tenho a convicção de que caminhamos a passos largos nessa bendita direção. Creio que toda esta atual convulsão mundial é importante prenúncio desta aprazível mudança, pois todos os sofrimentos atuais estão despertando o ser humano a procurar um significado à vida.
      A Terra, com sua revolução interior, movimentando as placas tectônicas nos alerta e nos desperta para nossa também necessária revolução interior, com o propósito de movimentarmos as placas endurecidas de nossos corações.
É saudável, caro(a) leitor(a), que duvide desta minha convicção de que caminhamos a passos largos para um Mundo de Regeneração. Ninguém tem a obrigação de crer na convicção de outrem.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Diegas em 22 de Dezembro de 2009, 06:03
'...Se não há dúvida de que estamos num período de transição para um Mundo de Regeneração, vou além, tenho a convicção de que caminhamos a passos largos nessa bendita direção...'

Olá, Siegmund Beulke


Se alguém chegasse próximo a um pântano - onde se exala o gás metano - e dissesse para os sapos que o ar que eles respiram alegremente é letal para a sobrevivencia de um beija-flor, certamente duvidariam.


Abç
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 22 de Dezembro de 2009, 10:13

Olá, Siegmund Beulke


Se alguém chegasse próximo a um pântano - onde se exala o gás metano - e dissesse para os sapos que o ar que eles respiram alegremente é letal para a sobrevivencia de um beija-flor, certamente duvidariam.


Abç



Olá Diegas

É uma grande verdade a forma como você colocou.

Como diz o texto , essa é a nossa mais importante reencarnação, porque está entre a transição do mundo de provas e expiação para o mundo de regeneração.

Os alunos aprovados, passarão de ano, ou seja para o mundo de regeneração.

Eu me pergunto.

Estamos preparados para passar de ano??????????
O que nos resta fazer ainda, para conseguirmos passar de ano (mundo de regeneração)??????
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: dim-dim em 22 de Dezembro de 2009, 10:14

Olá!

" J. Herculano Pires "

O mundo pelo avesso

Dizia-me recentemente um amigo: “Estão virando o mundo pelo avesso!” E a impressão que se tem ao abrir os jornais, ligar o rádio ou a televisão, correr os olhos por uma vitrina de livraria ou dar uma volta pelas ruas é precisamente essa.

Alguém enfiou a mão no fundo e puxou o avesso do mundo. Todos os princípios morais estão sendo atirados no lixo. Matar, violar, achincalhar, agredir e desrespeitar são as novas palavras de ordem. E tudo isso por que?

Há um século o Espiritismo proclamou a existência de uma lei de evolução dos mundos e demonstrou que o nosso mundo, o planetinha humilde em que viajamos no espaço, está passando por uma nova etapa de sua evolução. Quem conhece um pouco de geologia sabe que já fomos um mundo primitivo, sem vida.

Quem conhece um pouco de história e de Antropologia sabe que já fomos uma humanidade animalesca, selvagem, evoluindo para as civilizações agrárias e avançando depois, lenta e penosamente, até os nossos dias. E quem enxergar um palmo adiante do nariz está vendo que damos agora um salto para uma nova civilização.

É fácil compreender que esse salto coletivo exige enorme esforço. O mundo contrai os seus músculos, a humanidade se atira no vácuo. A visão de futuro fascina, deslumbra os que a podem compreender, mas também aturde e desorienta os que apenas conseguem vislumbrá-la.

Todos sabemos que temos de mudar, de passar de um sistema de vida para outro, de reformar as nossas idéias, mas nem todos compreendemos o que é isso. A maioria das criaturas está procedendo como ratos de navio na hora do naufrágio. É a hora do “vale tudo”.

Ninguém se engane, porém, diante do tumulto do mundo. Não caminhamos para a confusão, para a anarquia, para a baderna, mas para um mundo melhor. Os que lutam pelo bem e pela ordem, pela preservação dos grandes princípios morais que dignificam a vida humana, pela cultura e a beleza, pela bondade e a fraternidade, acabarão vencendo. “Os pacíficos herdarão a Terra”, como ensinou Jesus.

Os baderneiros serão simplesmente transferidos para mundos inferiores, pela ação compulsória da morte. Contra ela não há recursos; nem transplantes nem pílulas milagrosas podem valer. O mundo se renova pela sucessão das gerações.


Namasté
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 22 de Dezembro de 2009, 10:45
MENSAGEM AOS ESPÍRITAS

 Preservação dos Princípios Doutrinários na Prática Espírita

“É indispensável manter o Espiritismo, qual foi entregue pelos Mensageiros Divinos a Allan Kardec, sem compromissos políticos, sem profissionalismo religioso, sem personalismos deprimentes, sem pruridos de conquista a poderes terrestres transitórios.”

Bezerra de Menezes (Mensagem “Unificação”, psicografia de
Francisco Cândido Xavier – Reformador, agosto 2001)


O CONSELHO FEDERATIVO NACIONAL DA FEDERAÇÃO ESPÍRITA BASILEIRA, EM SUA REUNIÃO DE 10 A 12 DE NOVEMBRO DE 2006,

•   considerando que as idéias espíritas, tais como reencarnação, imortalidade, comunicação com os Espíritos e vida após a morte, têm sido alvo de interesse geral, propiciando à mídia a divulgação de filmes, teatro, livros e notícias de fatos ocorridos, que mostram, cada vez mais, a certeza dessas verdades que a Doutrina Espírita revela há 150 anos;

•   considerando que essa promoção é perfeitamente compatível com os propósitos do Movimento Espírita que é o de colocar ao alcance e a serviço de todos a mensagem consoladora e esclarecedora da Doutrina Espírita, dando sentido à vida e trazendo respostas às inquietações de muitos seres humanos com tendência ao suicídio, à violência, ao uso das drogas e à desagregação familiar;

•   considerando que, com a divulgação feita pela mídia, independentemente da ação do Movimento Espírita, é natural que um número cada vez maior de pessoas procure os núcleos espíritas, interessado em aprofundar-se no conhecimento dos ensinos doutrinários e em receber a assistência, o esclarecimento e a orientação de que necessita, bem como preparar-se para o trabalho voluntário, na assistência e promoção social, no atendimento aos que necessitam de amparo espiritual e em outras atividades;

•   considerando que esta circunstância oferece ao trabalhador espírita a oportunidade de intensificar o desenvolvimento de suas tarefas voltadas ao estudo, à difusão e à prática do Espiritismo, consciente de que a convicção do ser humano quanto à sua condição de Espírito imortal é fundamental para ajudá-lo a atravessar esta fase de transição em que nos encontramos, quando se prepara a Humanidade para ascender à condição de mundo de regeneração;

•   considerando que o Centro Espírita continua a ser o núcleo básico da difusão espírita, propiciando espaço para todas as atividades de atendimento e de estudo aos interessados em receber os benefícios da Doutrina Espírita, tal como foi revelada pelos Espíritos Superiores a Allan Kardec e nas obras que, seguindo suas diretrizes, lhe são complementares e subsidiárias,

RECOMENDA:


1 –  que os dirigentes e trabalhadores espíritas intensifiquem os seus esforços no sentido de colocar a Doutrina Espírita ao alcance e a serviço de todos os homens, divulgando os seus ensinos com o propósito de esclarecer fraternalmente, sem impor e sem pretender converter a quem quer que seja;

                                                                    Continua..........
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 22 de Dezembro de 2009, 10:48
                                                               Continuação.......


2 – que procuremos aprimorar, ampliar e multiplicar os núcleos espíritas, utilizando toda a sua potencialidade no atendimento às necessidades de assistência, de conhecimento, de estudo e de orientação que os seres humanos apresentam;

3 – que no desenvolvimento da tarefa de estudo, difusão e prática da Doutrina Espírita:

3.1 – estudemos constantemente a Doutrina Espírita, não só para o nosso próprio aprimoramento, como também, para manter o trabalho doutrinário dentro dos princípios espíritas, sem as influências nocivas de interpretações pessoais distorcidas;
 
3.2 – trabalhemos juntos e unamos os nossos esforços, impondo silêncio aos nossos ciúmes e às nossas discórdias, para não prejudicar e nem retardar a execução do trabalho, em qualquer área de atividade em que nos encontremos;

3.3 – mantenhamos o Espiritismo com a pureza doutrinária própria do Cristianismo nascente, sem incorporar à sua prática qualquer forma de ritual, de sacramento ou de idolatria, incompatível com os seus princípios. É lícito, justo e conveniente orarmos em benefício de alguém que nasce, de um casal que assume compromissos matrimoniais ou de alguém que retorna à vida espiritual. Não é lícito, todavia, sacramentarmos esses gestos, chamando-os de “batizado espírita”, “casamento espírita” ou “funeral espírita”, mesmo quando se apresentam sob aparente legalidade. As instituições que se classificam como espíritas, têm o dever decorrente de pautar a sua prática dentro dos princípios contidos nas obras básicas de Allan Kardec, que constituem a Codificação Espírita, e tem o direito constitucional de preservar a sua autonomia e liberdade de ação na execução desses princípios. O Espiritismo não tem sacerdotes e nas atividades verdadeiramente espíritas a ninguém é dado o direito de consagrar atos ou fazer concessões, seja em nome de Deus, de Jesus, dos Espíritos Superiores ou da própria Doutrina Espírita;

3.4 – colaboremos com os órgãos públicos e com a sociedade em geral, em todas as suas ações marcadas pelos propósitos de solidariedade e de fraternidade, visando a assistência e a promoção material, social e espiritual do ser humano, preservando e praticando, todavia, a integridade dos princípios e objetivos doutrinários espíritas que caracterizam a instituição;

3.5 – relacionemo-nos com os representantes e seguidores de todos os segmentos religiosos, procurando construir a base de um convívio salutar, marcado pelo respeito recíproco e pela fraternidade, base fundamental para a construção de uma sociedade em que a multiplicidade de convicções sociais, filosóficas ou religiosas não seja impedimento para a coexistência fraterna.

Com isto estaremos vivenciando e preservando plenamente os princípios da Doutrina Espírita.

CFN  –  Brasília, 12 de novembro de 2006.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Anton Kiudero em 22 de Dezembro de 2009, 10:59
Estamos preparados para passar de ano?
O que nos resta fazer ainda, para conseguirmos passar de ano (mundo de regeneração)?

Falta muito pouco.

Apenas desapegar-se, desapaixonar-se de todas as coisas deste mundo. É um quase nada mas faz toda a diferença. Porque o ser humano é apaixonado pela terra e pelos prazeres terenos, por ser filho, pai ou mãe, pela prosperidade material, pela alimentação carnivora, pelas suas verdades sem pe e nem cabeça.

Enfim, o ser humano é um viciado em "planeta terra" e basta perder este vicio que estara pronto para vivenciar o planeta de renegeração, porque estara regenerado.

Caso contrario vivera como sempre viveu, mas em outro planetinha igual ao nosso. Tão feliz como vive aqui.

PS: Antes que esqueça, ser espirita não é condição para se regenerar.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 22 de Dezembro de 2009, 11:20
Estamos preparados para passar de ano?
O que nos resta fazer ainda, para conseguirmos passar de ano (mundo de regeneração)?

Falta muito pouco.
..................

PS: Antes que esqueça, ser espirita não é condição para se regenerar.



Olá amigo Anton

    Temos ai um bom conselho. Não é tudo o que está faltando, mas é uma parte importante.
    Você colocou muito bem também, Não é necessário ser espírita para se regenerar.
    Com certeza, não é o rótulo que nos aprova, são nossas atitudes, nossa transformação moral, nossa reforma íntima.
    No planeta terra temos muitas escolas auxiliando e preparando o cidadão para o novo mundo. Cada aluno deve absorver fielmente da escola que pertence e promover a sua reforma íntima.
    O Espiritismo vem contribuir de forma grandiosa na reforma íntima e preparando o ser humano para o novo mundo de regeneração, com todo um trabalho espiritual envolvido.

Abraços fraternos,
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 22 de Dezembro de 2009, 18:49
Olá a todos...

Artigo Fonte-01/01/2005-Antônio Moris Cury
Mundo Espírita - Órgão da Fed. Esp. do Paraná

Reforma íntima

      Uma das bandeiras do Espiritismo é a reforma íntima. Para melhor, evidentemente. Mas, afinal, o que vem a ser reforma íntima?
      De forma simples, poderíamos dizer que depois de criados por Deus, passamos a ser imortais, isto é, morre o nosso corpo a cada existência física, que pode durar um dia, dez anos, sessenta, oitenta, cem, cento e vinte anos, e assim por diante, cujo corpo se decompõe e se transforma, mas o Espírito, o ser pensante da Criação, o verdadeiro ser, jamais se extinguirá, o que significa dizer, em outras palavras, que saímos do corpo mas permanecemos na vida e, muitíssimo importante, com a preservação absoluta de nossa individualidade.
      Pela reencarnação, que literalmente significa entrar de novo na carne, passamos a ter uma nova existência física, material, de duração variável e, dependendo de nosso comportamento e outras circunstâncias, passível de antecipação ou prorrogação, sempre com o objetivo maior de aprendizado e crescimento, intelectual e moral.
      Assim, por exemplo, quando retornamos ao planeta Terra, um dos mundos habitados do Universo, trazemos a bagagem que construímos ao longo de existências anteriores e que nos pertence, individualmente, destacando-se as virtudes e os vícios, a ausência do saber ou o conhecimento consolidado, em seus múltiplos níveis.
      Como a Terra é, ainda, um planeta de expiações e de provas, em que prevalecem o mal e a imperfeição, salvo as exceções de Espíritos aqui participando de missões especiais, sempre voltadas para o Bem e para a sua prática, carregamos em nossa intimidade o chamado homem velho, com suas dificuldades ainda não superadas, de que são exemplos o orgulho, o egoísmo, a vaidade, a arrogância, a prepotência, a mentira, a frieza, o cinismo, a corrupção em seus diversos patamares, a agressividade física ou verbal, etc., que insistem em nela permanecer e, o que é mais grave, em nela prevalecer.
      Daí ser a reforma interior, para melhor, uma das metas da veneranda e abençoada Doutrina Espírita.
      Com efeito, como se pode observar no dia-a-dia, prestando-se atenção e usando-se o raciocínio lógico, a Terra tem servido como hospital, prisão ou escola, dependendo da necessidade de cada um de nós, e tantas vezes nestas três funções principais de maneira simultânea.
      De tal modo que, para exemplificar, estamos neste planeta encarnados para aprender, crescer, evoluir, buscar o aperfeiçoamento intelectual e moral, exercitar a fraternidade e, sobretudo, aprender cada vez mais a amar, em sua mais ampla expressão, ainda que isso se dê a pouco e pouco.
      Claro que esses objetivos só são alcançados com vontade firme, esforço, disciplina, adaptação, sacrifício, observação, autoconhecimento e estudo, como de resto se exige para qualquer conquista, uma vez que nada se obtém sem esses ingredientes, e muito menos de graça, especialmente no campo moral.
      Mas, além de perfeitamente factível, tal empreitada é prazerosa e revigorante, em primeiríssimo lugar, por sabermos que somos imortais e que, portanto, viveremos por todo o sempre; em segundo lugar, pela clara percepção de que o futuro está em nossas mãos, dependente das sementes que escolhermos, uma vez que colheremos exatamente aquilo que plantarmos, daí o ensinamento do Cristo, tantas vezes esquecido, de que a semeadura é livre mas a colheita obrigatória; em terceiro lugar, porque na medida em que progredimos sentimos uma satisfação íntima indescritível e, deveras relevante, vamos nos tornando pessoas melhores, mais agradáveis, mais compreensivas e tolerantes, de melhor e mais fácil convivência, úteis, cada vez mais úteis, respeitadoras, simples, confiantes, mais otimistas e alegres, havendo grandíssimos benefícios para todos em decorrência de nossa nova conduta, tornando-nos capazes de auxiliar as pessoas, próximas ou distantes, no mínimo por nosso comportamento, prestando, assim, ainda que muitas vezes sem o notar, enorme contributo à harmonia e ao equilíbrio das relações humanas, nesta sociedade plural em que todos somos interdependentes, em maior ou menor grau.
                                                                          Continua.......
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 22 de Dezembro de 2009, 18:52
                                                             Continuação...............

      Às vezes, é bom que se enfatize, são necessários apenas pequenos esforços, bastando a vontade, somente a vontade, como bem o confirma a lição evangélica, que de há muito conhecemos.
      Consideramos um bom começo, sem dúvida, e nele nos incluímos, o treinamento destinado a policiar as nossas más inclinações, vale dizer, impor silêncio a eventual desejo de participar da maledicência, freiar o ímpeto de reagir com agressividade, de qualquer espécie, tratando as demais pessoas com o maior respeito, sempre, independentemente de idade, sexo, cor, religião, profissão, condição social ou financeira, etc., eliminando em nós quanto possível o orgulho e o egoísmo, sem nenhuma dúvida as maiores chagas da população terrestre, uma vez que somos irmãos, do ponto de vista da vida verdadeira, que é a vida espiritual, de onde proviemos e para onde regressaremos, sendo todos, sem nenhuma exceção, filhos de Deus, nosso Pai Celestial.
      Neste treinamento, incluamos o Bem e a sua prática constante em nossa agenda diária de compromissos com a Vida, ajudando a outras pessoas, auxiliando sem aguardar qualquer recompensa, fazendo o Bem pelo Bem, sempre. Recordemo-nos de que não basta não fazer o mal, é indispensável fazer o Bem, a fim de que não sejamos responsabilizados pelo mal que decorra do Bem que não praticamos.
      Procuremos enxergar no próximo um irmão e fazer a ele o que gostaríamos que ele nos fizesse, tal como nos ensinou Jesus Cristo, Mestre, amigo e companheiro de todas as horas, com o que, com toda a certeza, seremos muito mais felizes, desde agora.

Antônio Moris Cury
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Anton Kiudero em 22 de Dezembro de 2009, 19:20
Vou tentar resumir em poucas frases como realizar a reforma intima. Sem grandes dissertações.

O ser humano - espirito vivendo a fase humana de sua existencia (encarnado ou desencarnado igualmente) - vive de acordo com algumas poucas regras que são a expressão do egoismo. Egoismo é o que faz o espírito pensar e acreditar que é unico e que é o responsavel por sua existencia material, é a personalidade (ilusão transitoria do espirito humanizado).

As regras ou fatores atraves dos quais se expressa o egoismo são tres grupos de apegos ou paixões - toda manifestação sentimental, racional ou ação do espirito pode ser enquadrada em um destes grupos.

Apegos materiais - "é meu"
Apegos sentimentais - "eu amo" e "eu não amo"
Apegos morais - "eu sei"

Cada um deste apegos é um gerador de paixões que por sua vez criam desejos e sensações e atraves das sensações chega aos pensamentos. E nada disto é necessário ao espirito, é util apenas como prova ou caminho para auto-provar-se.

Enquanto o espirito viver como uma marionete, manipulado por estes apegos, será um ser egoista e individualista. Se conseguir comprender a si mesmo e não mais dar ouvidos a estes apegos será um ser universalista e em regeneração.

É por este motivo que sem a reforma intima não haverá a menor condição de um espirito permanecer em um planeta de regeneração. E o motivo é simples: o espirito não regenerado, mundano e individualista, so se sente bem no ambiente atual do planeta, cheio de egoismos, disse-que-disse, lutas, brigas, verdades e mentiras, e tudo o mais. Em resumo, o espirito individualista, o viciado em encarnações não conseguirá suportar um planeta de regeneração.

E como libertar-se destes apegos? É bem mais simples do que parece. Basta não acreditar em nada do que o ego nos faz crer. Cada vez (centenas de vezes ao dia) que o ego nos faz acreditar em algo, apenas afirmar mentalmente: "eu não sei se é isto ou não" sem acrescentar nada e sem afirmar o contrario. Com o tempo o ego se enfraquece e o espirito faz a sua reforma intima. Que consiste em ver o mundo de forma totalmente diferente. Nada mudou exteriormente, mudou a visão do espirito que ao inves de sentir-se no centro do universo, percebe a obra de Deus em tudo o que acontece.




Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 22 de Dezembro de 2009, 20:39

E como libertar-se destes apegos? É bem mais simples do que parece. Basta não acreditar em nada do que o ego nos faz crer. Cada vez (centenas de vezes ao dia) que o ego nos faz acreditar em algo, apenas afirmar mentalmente: "eu não sei se é isto ou não" sem acrescentar nada e sem afirmar o contrario. Com o tempo o ego se enfraquece e o espirito faz a sua reforma intima. Que consiste em ver o mundo de forma totalmente diferente. Nada mudou exteriormente, mudou a visão do espirito que ao inves de sentir-se no centro do universo, percebe a obra de Deus em tudo o que acontece.



Olá Anton

Obrigado pela colaboração.
Os pontos de vista são muito importante, pois acrescenta em nós o que o outro vê.

Nós trabalhamos em grupos do qual as pessoas ali, precisam de auto ajuda e auto estima.São pessoa ligadas por vícios oriundas de uma baixo-auto-estima.
Eu confesso para você que na prática , a reforma íntima não é tão fácil assim.

Teoricamente penso que é muito fácil. Basta uma decisão.Mas o tempo entre a decisão e a mudança podem durar encarnações e encarnações. Cada pessoa é um caso. E cada caso é um caso.
Os estudos, os trabalhos de grupos são muito importantes para a ajuda do próximo. E tão poucos estão comprometidos com esse tipo de trabalho. Tem mais necessitados que pessoas para ajudar.

Abraços fraternos
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Anton Kiudero em 22 de Dezembro de 2009, 21:24
Nós trabalhamos em grupos do qual as pessoas ali, precisam de auto ajuda e auto estima.São pessoa ligadas por vícios oriundas de uma baixo-auto-estima.
Eu confesso para você que na prática , a reforma íntima não é tão fácil assim.
Teoricamente penso que é muito fácil. Basta uma decisão.
Mas o tempo entre a decisão e a mudança podem durar encarnações e encarnações.
Cada pessoa é um caso. E cada caso é um caso.
Os estudos, os trabalhos de grupos são muito importantes para a ajuda do próximo. E tão poucos estão comprometidos com esse tipo de trabalho. Tem mais necessitados que pessoas para ajudar.

Este é o ponto. Como a doutrina espirita desconhece a tecnica para a promoção da reforma intima, os tres apegos a que me referi anteriormente, tenta motivar em seus adeptos um universo de pequenas alterações. Porem sem que seja atacada a causa principal de todos os egoismos, isto não surte efeito. Isto simplesmente não funciona. Pelo menos ainda não conheci um espirita realmente desapegado. Poucos o tentam.

E por este motivo afirmei que o cracha de espirita não é la muito util para o espirito se regenerar. De uma olhada nos topicos sobre pedofilia e alimentação, citando dois assim de memória e veja se voce encontra algum reformado ou regenerado por lá...

Mas vou lhe dar uma boa noticia. Isto não leva encarnações e encarnações. Esta é outra ilusão que os espiritas criaram. Pode ser conseguido em poucos meses ou no maximo anos por quem realmente deseja evoluir. E os que não desejam podem ficar curtindo os seus apegos por milenios. Isto esta no Sermão do Monte.

Todo espirito encarna para buscar e encontrar a felicidade (felicidade espiritual) mas para isto os que tomam a si a tarefa de explicar o caminho para a felicidade, sejam palestrantes, gurus, mestres ou professores, devem antes de tudo trilhar o caminho e conhece-lo bem. Não basta palestrar, jogar palavras ao vento e criar mais ilusões na mente do espirito. Isto todas as religiões sempre fizeram. A hora é de conscientizar, de esclarecer, de mostrar o caminho para a evolução e para a felicidade. É a agua fresca que dessedenta.

Com relação ao seu grupo de apoio, começe estudando o tema por voce mesmo, e depois de aplica-lo em seu dia a dia, ensine-o aos demais. As mudanças serão incriveis e rapidas, para os que quizerem, é claro. E quem não quer, não quer, porque voce vai perder o seu tempo com quem deseja porque gosta, ama se sentir o coitadinho?

Veja que não utilizo os conceitos da psicologia convencional porque não lidamos com seres humanos problematicos, mas com espiritos humanizados viciados em paixões.

Vá a causa ultima ou primeira e ficara mais simples compreender as pessoas e o mundo que nos cerca.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 22 de Dezembro de 2009, 21:53
Olá a todos

Estrela do Mar
 
     Era uma vez um escritor que morava em uma tranquila praia, junto de uma colônia de pescadores.
      Todas as manhãs ele caminhava à beira do mar para se inspirar, e à tarde ficava em casa escrevendo.
      Certo dia, caminhando na praia, ele viu um vulto que parecia dançar.  
      Ao chegar perto, ele reparou que se tratava de um jovem que recolhia estrelas-do-mar da areia para, uma por uma, jogá-las novamente de volta ao oceano.

"Por que está fazendo isso?"- perguntou o escritor
"Você não vê! --explicou o jovem-- A maré está baixa e o sol está brilhando. Elas irão secar e morrer se ficarem aqui na areia".

O escritor espantou-se.

      "Meu jovem, existem milhares de quilômetros de praias por este mundo afora, e centenas de milhares de estrelas-do-mar espalhadas pela praia. Que diferença faz? Você joga umas poucas de volta ao oceano. A maioria vai perecer de qualquer forma".

      O jovem pegou mais uma estrela na praia, jogou de volta ao oceano e olhou para o escritor.

      "Para essa aqui eu fiz a diferença..".

      Naquela noite o escritor não conseguiu escrever, sequer dormir.
      Pela manhã, voltou à praia, procurou o jovem, uniu-se a ele e, juntos, começaram a jogar estrelas-do-mar de volta ao oceano.


      Abraços fraternais


Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 22 de Dezembro de 2009, 22:12
Olá a todos...

UM EXEMPLO DE GRANDES PROPORÇÕES NO BRASIL


Mansão do Caminho

      A Mansão do Caminho é a obra social do Centro Espírita Caminho da Redenção, situada em Salvador, no estado da Bahia, tendo sido fundada em 15 de agosto de 1952 pelo médium e orador espírita Divaldo Pereira Franco e seu primo Nilson de Souza Pereira, seu atual presidente.

      Segundo relato disponível na página da instituição, no ano de 1948, Divaldo e seu primo Nilson viajavam de trem quando, em dado instante, o médium teve uma visão psíquica olhando pela janela.
      Ele teria visto um lugar arborizado, com muitas construções, adultos e crianças e onde havia um homem de costas, homem este que, ao se virar de frente, para surpresa de Divaldo, era ele mesmo, porém, mais velho.
      A visão teria causado a Divaldo um impacto. Tendo ele contado o ocorrido a Nilson, ambos ficaram sem compreender o fato. Ele teria, então, escutado uma voz a lhe dizer: "Isto é o que farás de tua vida. Educarás". Prossegue o relato dizendo que, um ano depois, numa reunião mediúnica, um espírito ter-se-ía manifestado por Divaldo, dizendo que havia um programa espiritual para que fosse construída, em Salvador, uma obra de educação, baseada em lares substitutos e que eles poderiam ter a honra de realizar essa empreitada.
      Divaldo e Nilson aceitaram a tarefa e, com ajuda de um grupo de colaboradores, arremataram, em 1951, um casarão numa hasta pública, vindo a fundar, em 15 de agosto de 1952, a Mansão do Caminho.

      Situada na Rua Jayme Vieira Lima, 104, no bairro de Pau da Lima, em Salvador, a Mansão do Caminho começou funcionando com lares para crianças órfãs ou socialmente órfãs, objetivando reconstruir o ambiente familiar.
      Com o tempo, os lares foram sendo substituídos por grupos escolares, oficinas de capacitação profissional e outras atividades sociais de promoção social, apoiando crianças, jovens e adultos carentes provenientes de bairros de baixa renda próximos, fornecendo a eles educação integral.
      A Instituição atende, gratuitamente, cerca de 3.200 crianças e adolescentes por dia, além de adultos e idosos carentes. Para os alunos das escolas, crianças da Creche A Manjedoura, albergados da Caravana Auta de Souza e funcionários, a Mansão do Caminho fornece cerca de 5.000 refeições por dia.

Abraços fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: dim-dim em 22 de Dezembro de 2009, 22:13

Olá!

" J.Herculano Pires "

O Apocalipse, último livro do Novo Testamento, anuncia-nos em seu capítulo 21 um novo Céu e uma nova Terra. E logo após o Juízo Final, quando a Morte e o Hades (Inferno) são lançados no lago de fogo e desaparecem na segunda morte. A simbologia profética do Apocalipse confunde os leitores. Os que se apegam à letra tiram do texto interpretações absurdas. Mas os que penetram no espírito do livro compreendem que o novo Céu está se abrindo sobre a nova Terra.

Tudo o que é iníquo, tudo o que é errado e condenável será lançado no lago de fogo, onde se dá a segunda morte, ou seja, onde os resíduos da evolução passam por nova transformação. Os estudiosos divergem na interpretação do Apocalipse. Muitos o consideram como profecia já cumprida, referente apenas à queda do Império Romano.

Mas a verdade é que os fins de ciclos se assemelham. Se a visão do apóstolo na ilha de Patmos se aplicava ao seu tempo, também se aplica ao nosso. Estamos na hora em que um novo ciclo da evolução terrena chega ao fim. Uma nova Terra começa a se mostrar aos nossos olhos.

É um planeta diferente, cheio de uma população renovada, de uma nova Humanidade que sonha sob as bênçãos de um novo Céu. Cumpre-se mais uma vez a visão apocalíptica. O Juízo Final se realiza. O homem velho é lançado no lago de fogo e enxofre para que o homem novo apareça e domine o planeta.

Nossa Mãe Terra geme nas dores do parto. Mas após as dores haverá alegria, a intensa alegria do coração materno que se debruça sobre o sorriso de uma criança. Louvemos a Deus por nos haver reservado para esta hora do mundo. E à maneira de João, repitamos as palavras da bênção: “A graça do Senhor Jesus seja com todos!”


Namasté
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 22 de Dezembro de 2009, 22:49
Olá a todos

Geração Nova - Educar para o Futuro

Sérgio Biagi Gregório



4.3. OS TEMPOS SÃO CHEGADOS
 
Chegado o tempo, haverá grande emigração de Espíritos. Os Espíritos que praticam o mal pelo mal serão recambiados para outros orbes, mais inferiores do que o Planeta Terra. É da lei do progresso que essas coisas acontecem. É que o Planeta Terra também está passando por uma transformação, ou seja, de mundo de provas e expiações para o mundo de regeneração. Neste novo mundo, os Espíritos recalcitrantes no mal não terão mais vez e precisarão ir para outro lugar, para não atrapalhar o progresso dos que aqui estarão reencarnados.
 
Exemplificando: suponha uma comunidade, composta, na sua maioria, de homens turbulentos e indisciplinados, cuja lei penal é difícil de se colocar em prática. Os bons se vêem tolhidos e impossibilitados de agirem em prol do bem. Suponha, por sua vez, que esses Espíritos, voltados ao mal, vão desencarnando 1 a 1, 10 a 10, 100 a 100. Ao mesmo tempo, eles vão sendo substituídos pela reencarnação de Espíritos bons. O que acontecerá? Em pouco tempo teremos uma população totalmente renovada para o bem. (Kardec, 1975, cap. XVIII)
 
5. EDUCAR PARA O FUTURO
 
5.1. MUDANÇA DE PARADIGMA

 
O presente deve ser uma antevisão do futuro e não uma extensão do passado. No passado há paradigmas, que são modelos de pensamentos que nos serviram em um dado momento. Thomas Kuhn, em Estrutura das Revoluções Científicas, diz que os paradigmas não são corrigidos pela "ciência normal"; esta apenas identifica anomalias e crises. De acordo com Kuhn, a mudança de paradigma se dá por uma alteração abrupta, por um salto, por um insight. Em realidade, espelha mais uma nova visão de mundo, totalmente diferente daquela que perdurava até então.
 
5.2. MODUS OPERANDI
 
A educação do futuro deve versar sobre o questionamento e a tomada de consciência de si mesmo. Com isso, teremos que buscar novas fontes de informação, novos rumos para o nosso progresso moral e intelectual. O ser humano não poderá ficar na dependência do outro, inclusive de livros que ditam as normas e os procedimentos de como atuar em sociedade. A educação deve seguir o exemplo de Nietzsche, que orientava a todos os seus leitores a abandonar o livro, depois de lido, tornando-o dispensável como a comida que passa pelo nosso corpo.
 
Educar para o futuro é passar do ensino de massa para o ensino personalizado, do aprendizado simples para o aprendizado múltiplo, da passiva abertura de resposta para a ativa busca de respostas, do treinamento em habilidades e conhecimentos formais para formação de atitudes e opiniões que estimulem a procura do saber, de respostas decoradas para a compreensão do problema e a estimulação ativa do intelecto. Em suma, é desespecializar o cientista da imaginação científica. (Toffler, 1977)

8. BIBLIOGRAFIA CONSULTADA
 
KARDEC, A. A Gênese - Os Milagres e as Predições Segundo o Espiritismo. 17. ed. Rio de Janeiro: FEB, 1975.
POLIS - ENCICLOPÉDIA VERBO DA SOCIEDADE E DO ESTADO. São Paulo: Verbo, 1986.
TOFFLER, A. Aprendendo para o Futuro. Tradução de Jorge Arnaldo Fontes. Rio de Janeiro: Arte Nova, 1977.



Abraços fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: dim-dim em 22 de Dezembro de 2009, 22:54

Olá!

" A Gênese "

Querem dar ao povo, aos ignorantes, aos pobres de espírito uma idéia do poder de Deus? Mostrem-no na sabedoria infinita que preside a tudo, no admirável organismo de tudo o que vive, na frutificação das plantas, na apropriação de todas as partes de cada ser às suas necessidades, de acordo com o meio onde ele é posto a viver. Mostrem-lhes a ação de Deus na vergôntea de um arbusto, na flor que desabrocha, no Sol que tudo vivifica. Mostrem-lhes a sua bondade na solicitude que dispensa a todas as criaturas, por mais ínfimas que sejam, a sua previdência, na razão de ser de todas as coisas, entre as quais nenhuma inútil se conta, no bem que sempre decorre de um mal aparente e temporário. Façam-lhes compreender, principalmente, que o mal real é obra do homem e não de Deus; não procurem espavori-los com o quadro das penas eternas, em que acabam não mais crendo e que os levam a duvidar da bondade de Deus; antes, dêem-lhes coragem, mediante a certeza de poderem um dia redimir-se e reparar o mal que hajam praticado. Apontem-lhes as descobertas da Ciência como revelações das leis divinas e não como obras de Satanás. Ensinem-lhes, finalmente, a ler no livro da Natureza, constantemente aberto diante deles; nesse livro inesgotável, em cada uma de cujas páginas se acham inscritas a sabedoria e a bondade do Criador. Eles, então, compreenderão que um Ser tão grande, que com tudo se ocupa, que por tudo vela, que tudo prevê, forçosamente dispõe do poder supremo. Vê-lo-á o lavrador, ao sulcar o seu campo; e o desditoso, nas suas aflições, o bendirá dizendo: Se sou infeliz, é por culpa minha. Então, os homens serão verdadeiramente religiosos, racionalmente religiosos, sobretudo, muito mais do que acreditando em pedras que suam sangue, ou em estátuas que piscam os olhos e derramam lágrimas.


Namasté
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Anton Kiudero em 22 de Dezembro de 2009, 23:05
Mais um trecho do livro
APOCALIPSE UMA INTERPRETAÇÃO ESPÍRITA DAS PROFECIAS

PARTE IV - O LIVRO DO AMANHÃ - CAPÍTULO 17 - A NOVA JERUSALÉM (Ap 21 e 22)

“Então veio um dos sete anjos (...) e me disse: Vem, mostrar-te-ei a noiva, a esposa do Cordeiro.

E levou-me em espírito a um grande e alto monte, e mostrou-me a grande cidade, a santa Jerusalém, que descia do céu, da parte de Deus.

Ela brilhava com a glória de Deus, e o seu brilho era semelhante a uma pedra preciosíssima, como o jaspe cristalino.” Ap21:9-ll

Jerusalém é a cidade dos profetas e dos apóstolos, cantada nos Salmos e descrita nas visões dos médiuns hebreus. É a síntese dos anseios de uma nação, de um povo.

É também comparada figurativamente com a Igreja do Cristo, a Jerusalém “de cima” (Gl 4:26), “do alto” (Mq 1:5), a cidade santa, congregação universal, símbolo do plano espiritual superior.

No Apocalipse é representada como a “noiva do Cordeiro” (Ap 21:9 etc.) - uma colônia espiritual diretamente ligada aos apóstolos e profetas, ao contrário de Babilônia.

Se Babilônia e Roma são apresentadas como símbolo do pecado, da imundície, da confusão espiritual das religiões, Jerusalém é a figura espiritual de um povo dedicado ao seu Senhor, a imagem de uma noiva fiel.

A Nova Jerusalém, a cidade espiritual, é, dessa maneira, uma metrópole localizada no plano espiritual, onde os espíritos de mártires, apóstolos e profetas se integram no serviço do bem, visando a ajudar a humanidade.

É a cidade da paz, que também é apresentada como símbolo da Terra renovada, de um mundo novo e melhor.

“Nela não vi templo, porque o seu templo é o Senhor Deus Todo-poderoso, e o Cordeiro.

A cidade não necessita nem do sol, nem da lua, para que nela resplandeçam, pois a glória de Deus a ilumina, e o Cordeiro é a sua lâmpada.

As suas portas não se fecharão de dia, e noite ali não haverá.

E não entrará nela coisa alguma impura, nem o que pratica abominação ou mentira, mas somente os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro.”  Ap 21:22-23,25,27

“Então vi um novo céu e uma nova Terra, pois já o primeiro céu e a primeira Terra passaram, e o mar já não existe.” Ap 21:1

Renovado o panorama do mundo pela presença de espíritos melhores, o clima de equilíbrio será estabelecido, e tanto os planos espirituais próximos à Crosta quanto a própria superfície planetária refletirão a integridade moral de seus habitantes.

Os espíritos rebeldes, os sensuais, mentirosos, materialistas e todos aqueles que não forjaram seu espírito na vivência das leis superiores da vida, não encontrarão abrigo e morada neste novo mundo (cf. Ap 18:2-3; 20:14-15 etc.); serão expatriados para outros orbes, outras moradas siderais, compatíveis com seu estado íntimo.

“Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestes (...) para que tenham direito à árvore da vida, e possam entrar na cidade pelas portas.

Ficarão de fora os cães, os feiticeiros, os adúlteros, os homicidas, os idolatras, e todo aquele que ama e pratica a mentira.”  Ap 22:14-15

A Terra, modificada em sua estrutura geológica, adaptada a uma nova situação, para espíritos mais propensos ao bem, é representada como um paraíso, pois haverá ascendido, na hierarquia dos mundos, à categoria de planeta de regeneração.

Essa visão profética encerra o livro sagrado do Apocalipse, mostrando que, em todos os acontecimentos, mesmo os que soam trágicos, vige a vontade soberana e eterna daquele que nos ama.

Desde os tempos imemoriais, quando o homem terrestre ensaiava os primeiros lampejos do pensamento, passando pelas eras e realizações de todas as civilizações planetárias, a presença amorosa de Jesus, como diretor do planeta Terra, é constante e aponta sempre uma porta, embora estreita, mas que conduz a um mundo melhor (cf. Mt 7:13-14).

Por mais que o homem veja apenas o mal, as guerras e barbaridades, Jesus permanece como diretor de nossos destinos.

Enquanto o leme da embarcação planetária estiver em suas mãos divinas, o mundo prosseguirá lenta e seguramente rumo ao fim para o qual foi criado: habitação feliz de almas em evolução, escola e oficina de trabalho para os filhos de Deus.

“Disse-me ainda: Não seles as palavras da profecia deste livro, porque próximo está o tempo.

Eis que cedo venho! A minha recompensa está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra.”  Ap 22:10,12 174



Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 23 de Dezembro de 2009, 01:13
Olá a todos

Texto completo de A Gênese-CAPÍTULO XIII-Item 18,19
O sobrenatural e as religiões

      18. - Pretender-se que o sobrenatural é o fundamento de toda religião, que ele é o fecho de abóbada do edifício cristão, é sustentar perigosa tese.
      Assentar exclusivamente as verdades do Cristianismo sobre a base do maravilhoso é dar-lhe fraco alicerce, cujas pedras facilmente se soltam. Essa tese, de que se constituíram defensores eminentes teólogos, leva direito à conclusão de que, em breve tempo, já não haverá religião possível, nem mesmo a cristã, desde que se chegue a demonstrar que é natural o que se considerava sobrenatural, visto que, por mais que se acumulem argumentos, não se logrará sustentar a crença de que um fato é miraculoso, depois de se haver provado que não o é.
      Ora, a prova existe de que um fato não constitui exceção às leis naturais, logo que pode ser explicado por essas mesmas leis e que, podendo reproduzir-se por intermédio de um indivíduo qualquer, deixa de ser privilégio dos santos. O de que necessitam as religiões não é do sobrenatural, mas do princípio espiritual, que erradamente costumam confundir com o maravilhoso e sem o qual não há religião possível.
      O Espiritismo considera de um ponto mais elevado a religião cristã; dá-lhe base mais sólida do que a dos milagres: as imutáveis leis de Deus, a que obedecem assim o princípio espiritual, como o princípio material. Essa base desafia o tempo e a Ciência, pois que o tempo e a Ciência virão sancioná-la.
      Deus não se torna menos digno da nossa admiração, do nosso reconhecimento, do nosso respeito, por não haver derrogado suas leis, grandiosas, sobretudo, pela imutabilidade que as caracteriza. Não se faz mister o sobrenatural, para que se preste a Deus o culto que lhe é devido. A Natureza não é de si mesma tão imponente, que dispense se lhe acrescente seja o que for para provar a suprema potestade? Tanto menos incrédulos topará a religião, quanto mais a razão a sancionar em todos os pontos. O Cristianismo nada tem que perder com semelhante sanção; ao contrário, só tem que ganhar. Se alguma coisa o há prejudicado na opinião de muitas pessoas, foi precisamente o abuso do sobrenatural e do maravilhoso.
      19. - Se tomarmos a palavra milagre em sua acepção etimológica, no sentido de coisa admirável, teremos milagres incessantemente sob as vistas.
Aspiramo-los no ar e calcamo-los aos pés, porque tudo então é milagre em a Natureza.

      Querem dar ao povo, aos ignorantes, aos pobres de espírito uma idéia do poder de Deus? Mostrem-no na sabedoria infinita que preside a tudo, no admirável organismo de tudo o que vive, na frutificação das plantas, na apropriação de todas as partes de cada ser às suas necessidades, de acordo com o meio onde ele é posto a viver. Mostrem-lhes a ação de Deus na vergôntea de um arbusto, na flor que desabrocha, no Sol que tudo vivifica.
      Mostrem-lhes a sua bondade na solicitude que dispensa a todas as criaturas, por mais ínfimas que sejam, a sua previdência, na razão de ser de todas as coisas, entre as quais nenhuma inútil se conta, no bem que sempre decorre de um mal aparente e temporário.
      Façam-lhes compreender, principalmente, que o mal real é obra do homem e não de Deus; não procurem espavori-los com o quadro das penas eternas, em que acabam não mais crendo e que os levam a duvidar da bondade de Deus; antes, dêem-lhes coragem, mediante a certeza de poderem um dia redimir-se e reparar o mal que hajam praticado.
      Apontem-lhes as descobertas da Ciência como revelações das leis divinas e não como obras de Satanás. Ensinem-lhes, finalmente, a ler no livro da Natureza, constantemente aberto diante deles; nesse livro inesgotável, em cada uma de cujas páginas se acham inscritas a sabedoria e a bondade do Criador. Eles, então, compreenderão que um Ser tão grande, que com tudo se ocupa, que por tudo vela, que tudo prevê, forçosamente dispõe do poder supremo. Vê-lo-á o lavrador, ao sulcar o seu campo; e o desditoso, nas suas aflições, o bendirá dizendo: Se sou infeliz, é por culpa minha. Então, os homens serão verdadeiramente religiosos, racionalmente religiosos, sobretudo, muito mais do que acreditando em pedras que suam sangue, ou em estátuas que piscam os olhos e derramam lágrimas.

Abraços fraterna
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: dim-dim em 23 de Dezembro de 2009, 01:28

Olá

" O Evangelho Segundo o Espiritismo "

12. Entretanto, os mundos felizes não são orbes privilegiados, visto que Deus não é parcial para qualquer de seus filhos; a todos dá os mesmos direitos e as mesmas facilidades para chegarem a tais mundos. Fá-los partir todos do mesmo ponto e a nenhum dota melhor do que aos outros; a todos são acessíveis as mais altas categorias: apenas lhes cumpre a eles conquistá-las pelo seu trabalho, alcançá-las mais depressa, ou permanecer inativos por séculos de séculos no lodaçal da Humanidade. (Resumo do ensino de todos os Espíritos superiores.)

O materialista, que apenas vê o corpo e em nenhuma conta tem a alma, é inapto a compreender essas coisas; o espírita, porém, que já sabe o que se passa no além-túmulo, conhece o valor de um último pensamento. Minorai os derradeiros sofrimentos, quanto o puderdes; mas, guardai-vos de abreviar a vida, ainda que de um minuto, porque esse minuto pode evitar muitas lágrimas no futuro. - S. Luís. (Paris, 1860.)

O Senhor apôs o seu selo em todos os que nele crêem. O Cristo vos disse que com a fé se transportam montanhas e eu vos digo que aquele que sofre e tem a fé por amparo ficara sob a sua égide e não mais sofrerá. Os momentos das mais fortes dores lhe serão as primeiras notas alegres da eternidade. Sua alma se desprenderá de tal maneira do corpo, que, enquanto se estorcer em convulsões, ela planará nas regiões celestes, entoando, com os anjos, hinos de reconhecimento e de glória ao Senhor. 


Namasté
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 23 de Dezembro de 2009, 02:10
" O Evangelho Segundo o Espiritismo "

12. Entretanto, os mundos felizes não são orbes privilegiados, visto que Deus não é parcial para qualquer de seus filhos; a todos dá os mesmos direitos e as mesmas facilidades para chegarem a tais mundos. Fá-los partir todos do mesmo ponto e a nenhum dota melhor do que aos outros; a todos são acessíveis as mais altas categorias: apenas lhes cumpre a eles conquistá-las pelo seu trabalho, alcançá-las mais depressa, ou permanecer inativos por séculos de séculos no lodaçal da Humanidade. (Resumo do ensino de todos os Espíritos superiores.)
TEXTO ESE CAPITULO III - HÁ MUITAS MORADAS

                    ...........................................................................

O materialista, que apenas vê o corpo e em nenhuma conta tem a alma, é inapto a compreender essas coisas; o espírita, porém, que já sabe o que se passa no além-túmulo, conhece o valor de um último pensamento. Minorai os derradeiros sofrimentos, quanto o puderdes; mas, guardai-vos de abreviar a vida, ainda que de um minuto, porque esse minuto pode evitar muitas lágrimas no futuro. - S. Luís. (Paris, 1860.)
TEXTO ESE CAPITULO V - BEM-AVENTURADOS OS AFLITOS
(Será lícito abreviar a vida de um doente que sofra sem esperança de cura?
28. Um homem está agonizante, presa de cruéis sofrimentos. Sabe-se que seu estado é desesperador. Será lícito pouparem-se-lhe alguns instantes de angústias, apressando-se-lhe o fim?
Quem vos daria o direito de prejulgar os desígnios de Deus? Não pode ele conduzir o homem até à borda do fosso, para dai o retirar, a fim de fazê-lo voltar a si e alimentar idéias diversas das que tinha? Ainda que haja chegado ao último extremo um moribundo, ninguém pode afirmar com segurança que lhe haja soado a hora derradeira. A Ciência não se terá enganado nunca em suas previsões?
Sei bem haver casos que se podem, com razão, considerar desesperadores; mas, se não há nenhuma esperança fundada de um regresso definitivo à vida e à saúde, existe a possibilidade, atestada por inúmeros exemplos, de o doente, no momento mesmo de exalar o último suspiro, reanimar-se e recobrar por alguns instantes as faculdades! Pois bem: essa hora de graça, que lhe é concedida, pode ser-lhe de grande importância. Desconheceis as reflexões que seu Espírito poderá fazer nas convulsões da agonia e quantos tormentos lhe pode poupar um relâmpago de arrependimento.
O materialista, que apenas vê o corpo e em nenhuma conta tem a alma, é inapto a compreender essas coisas; o espírita, porém, que já sabe o que se passa no além-túmulo, conhece o valor de um último pensamento. Minorai os derradeiros sofrimentos, quanto o puderdes; mas, guardai-vos de abreviar a vida, ainda que de um minuto, porque esse minuto pode evitar muitas lágrimas no futuro. - S. Luís. (Paris, 1860.)


                                            ................................................


O Senhor apôs o seu selo em todos os que nele crêem. O Cristo vos disse que com a fé se transportam montanhas e eu vos digo que aquele que sofre e tem a fé por amparo ficara sob a sua égide e não mais sofrerá. Os momentos das mais fortes dores lhe serão as primeiras notas alegres da eternidade. Sua alma se desprenderá de tal maneira do corpo, que, enquanto se estorcer em convulsões, ela planará nas regiões celestes, entoando, com os anjos, hinos de reconhecimento e de glória ao Senhor.
TEXTO ESE CAPITULO V - O MAL E O REMÉDIO - ITEM 19

                                 
     ............. A fé é o remédio seguro do sofrimento; mostra sempre os horizontes do infinito diante dos quais se esvaem os poucos dias brumosos do presente. Não nos pergunteis, portanto, qual o remédio para curar tal úlcera ou tal chaga, para tal tentação ou tal prova.Lembrai-vos de que aquele que crê é forte pelo remédio da fé e que aquele que duvida um instante da sua eficácia é imediatamente punido, porque logo sente as pungitivas angústias da aflição.
      O Senhor apôs o seu selo em todos os que nele crêem. O Cristo vos disse que com a fé se transportam montanhas e eu vos digo que aquele que sofre e tem a fé por amparo ficara sob a sua égide e não mais sofrerá. Os momentos das mais fortes dores lhe serão as primeiras notas alegres da eternidade. Sua alma se desprenderá de tal maneira do corpo, que, enquanto se estorcer em convulsões, ela planará nas regiões celestes, entoando, com os anjos, hinos de reconhecimento e de glória ao Senhor. Ditosos os que sofrem e choram! Alegres estejam suas almas, porque Deus as cumulará de bem aventuranças. - Santo Agostinho. (Paris, 1863.)

AO LERMOS TODO O CONTEXTO DO QUAL ESTÁ UM TEXTO, ENTENDEREMOS MELHOR O CONTEXTO......

Abraços fraternos
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: dim-dim em 23 de Dezembro de 2009, 09:50

Olá!

" O Livro dos Espíritos "

776 O estado natural e a lei natural são a mesma coisa?

– Não. O estado natural é o estado primitivo. A civilização é incompatível com o estado natural, enquanto a lei natural contribui para o progresso da humanidade.

☼ O estado natural é a infância da humanidade, é o ponto de partida de seu desenvolvimento intelectual e moral. O homem, tendendo à perfeição e tendo em si o germe de seu aperfeiçoamento, não está destinado a viver perpetuamente no estado natural, como não foi destinado a viver perpetuamente na infância. O estado natural é transitório, o homem liberta-se dele pelo progresso e pela civilização. A lei natural, ao contrário, rege a humanidade inteira e o homem se aperfeiçoa à medida que melhor compreende e pratica essa lei.

777 No estado natural, o homem, por ter menos necessidades, não tem todos os tormentos que cria para si mesmo num estado mais avançado; o que pensar da opinião que considera esse estado como a mais perfeita felicidade sobre a Terra?

– Que quereis! É a felicidade do bruto; há pessoas que não a compreendem de outro modo. É ser feliz à maneira dos bárbaros. Também as crianças são mais felizes do que os adultos.



Namasté
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 23 de Dezembro de 2009, 11:37
Olá a todos

A NOVA GERAÇÃO
Fonte: Revista Espírita Além da Vida nº23

A transformação da transformação da humanidade foi anunciada e é chegado o tempo em que todos os homens amantes do progresso se apresentam e se apressam, por que essa transformação se fará pela encarnação dos Espíritos melhores, que formarão sobre a Terra uma nova ordem. Então, os espíritos maus que a morte vai retirando a cada dia e aqueles que tentam deter a marcha das coisas serão excluídos da Terra porque estariam deslocados entre os homens de bem dos quais perturbam a felicidade.

Essa transição planetária já deu margem a muitas especulações ao longo dos séculos. Imaginada por alguns como uma dramática intervenção de Deus – semelhante ao dilúvio bíblico, à lendária destruição da Atlântica e de Sodoma e Gomorra -, na verdade não será assim que essa metamorfose irá ocorrer, segundo revela o 18º capítulo de A Gênese (Rio de Janeiro: Federação Espírita Brasileira), de Allan Kardec:

A Terra, no dizer dos espíritos, não terá de transformar-se por meio de um cataclismo que aniquile de súbito uma geração. A atual desaparecerá gradualmente e a nova lhe sucederá do mesmo modo, sem que haja mudança alguma na ordem natural das coisas. Tudo, pois, se processará exteriormente, como sói acontecer, com a única, mas capital diferença de que uma parte dos espíritos que encarnavam na Terra aí não mais tornarão a encarnar. Em cada criança que nascer, em vez de um espírito atrasado e inclinado ao mal, que antes nele encarnaria, virá um espírito mais adiantado e propenso ao bem.

Livro A Gênese - Capitulo XVIII - Item 27

A geração nova
      27. - Para que na Terra sejam felizes os homens, preciso é que somente a povoem Espíritos bons, encarnados e desencarnados, que somente ao bem se dediquem.
      Havendo chegado o tempo, grande emigração se verifica dos que a habitam: a dos que praticam o mal pelo mal, ainda não tocados pelo sentimento do bem, os quais, já não sendo dignos do planeta transformado, serão excluídos, porque, senão, lhe ocasionariam de novo perturbação e confusão e constituiriam obstáculo ao progresso. Irão expiar o endurecimento de seus corações, uns em mundos inferiores, outros em raças terrestres ainda atrasadas, equivalentes a mundos daquela ordem, aos quais levarão os conhecimentos que hajam adquirido, tendo por missão fazê-las avançar.
Substituí-los-ão Espíritos melhores, que farão reinem em seu seio a justiça, a paz e a fraternidade.
      A Terra, no dizer dos Espíritos, não terá de transformar-se por meio de um cataclismo que aniquile de súbito uma geração. A atual desaparecerá gradualmente e a nova lhe sucederá do mesmo modo, sem que haja mudança alguma na ordem natural das coisas.
Tudo, pois, se processará exteriormente, como sói acontecer, com a única, mas capital diferença de que uma parte dos Espíritos que encarnavam na Terra aí não mais tornarão a encarnar. Em cada criança que nascer, em vez de um Espírito atrasado e inclinado ao mal, que antes nela encarnaria, virá um Espírito mais adiantado e propenso ao bem.
      Muito menos, pois, se trata de uma nova geração corpórea, do que de uma nova geração de Espíritos. Sem dúvida, neste sentido é que Jesus entendia as coisas, quando declarava: «Digo-vos, em verdade, que esta geração não passará sem que estes fatos tenham ocorrido.» Assim decepcionados ficarão os que contem ver a transformação operar-se por efeitos sobrenaturais e maravilhosos.

                                                       Continuando.............
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 23 de Dezembro de 2009, 11:41
                                                                Continução............
A NOVA GERAÇÃO
Fonte: Revista Espírita Além da Vida nº23


                                                                                  

      29. - Não se deve entender que por meio dessa emigração de Espíritos
sejam expulsos da Terra e relegados para mundos inferiores todos os Espíritos retardatários. Muitos, ao contrário, aí voltarão, porquanto muitos há que o são porque cederam ao arrastamento das circunstâncias e do exemplo. Nesses, a casca é pior do que o cerne. Uma vez subtraídos à influência da matéria e dos prejuízos do mundo corporal, eles, em sua maioria, verão as coisas de maneira inteiramente diversa daquela por que as viam quando em vida, conforme os múltiplos casos que conhecemos.
      Para isso, têm a auxiliá-los Espíritos benévolos que por eles se interessam e se dão pressa em esclarecê-los e em lhes mostrar quão falso era o caminho que seguiam. Nós mesmos, pelas nossas preces e exortações, podemos concorrer para que eles se melhorem, visto que entre mortos e vivos há perpétua solidariedade.
      É muito simples o modo por que se opera a transformação, sendo, como se vê, todo ele de ordem moral, sem se afastar em nada das leis da Natureza.

     30. - Sejam os que componham a nova geração Espíritos melhores, ou Espíritos antigos que se melhoraram, o resultado é o mesmo. Desde que trazem disposições melhores, há sempre uma renovação. Assim, segundo suas disposições naturais, os Espíritos encarnados formam duas categorias: de um lado, os retardatários, que partem; de outro, os progressistas, que chegam. O estado dos costumes e da sociedade estará, portanto, no seio de um povo, de uma raça, ou do mundo inteiro, em relação com aquela das duas categorias que preponderar.


Mateus 13:16  Bem-aventurados, porém, os vossos olhos, porque vêem; e os vossos ouvidos, porque ouvem.


Abraços fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 23 de Dezembro de 2009, 12:01
Olá a todos

Vossos filhos e vossas filhas profetizarão

Livro A Gênese - Capítulo XVII - Item 59....

      59. - Nos últimos tempos, diz o Senhor, espalharei do meu espírito por sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão; vossos jovens terão visões e vossos velhos terão sonhos. - Nesses dias, espalharei do meu espírito sobre os meus servidores e servidoras e eles profetizarão. (Atos, cap. II, vv. 17 a 18. - Joel, cap. II, vv. 28 e 29.)
      60. - Se considerarmos o estado atual do mundo físico e do mundo
moral, as tendências, aspirações e pressentimentos das massas, a decadência das idéias antigas que em vão se debatem há um século contra as idéias novas, não poderemos duvidar de que uma nova ordem de coisas se prepara e que o mundo velho chega a seu termo.
      Se, agora, levando em conta a forma alegórica de alguns quadros e perscrutando o sentido profundo das palavras de Jesus, compararmos a situação atual com os tempos por ele descritos, como assinaladores da era da renovação, não poderemos deixar de convir em que muitas das suas predições se estão presentemente realizando; donde a conclusão de que atingimos os tempos anunciados, o que confirmam, em todos os pontos do globo, os
Espíritos que se manifestam.
      61. - Como vimos (cap. I, nº 32), coincidindo com outras circunstâncias, o advento do Espiritismo realiza uma das mais importantes predições de Jesus, pela influência que ele forçosamente tem de exercer sobre as idéias. Ele se encontra, além disso, anunciado, em os Atos dos Apóstolos: «Nos últimos tempos, diz o Senhor,
derramarei do meu Espírito sobre toda carne; vossos filhos e filhas profetizarão.»
É a predição inequívoca da vulgarização da mediunidade, que presentemente se revela em indivíduos de todas as idades, de ambos os sexos e de todas as condições; a predição, por conseguinte, da manifestação universal dos Espíritos, pois que sem os Espíritos não haveria médiuns. Isso, conforme está dito, acontecerá nos últimos tempos; ora, visto que não chegamos ao fim do mundo, mas, ao contrário, à época da sua regeneração, devemos entender aquelas palavras como indicativas dos últimos tempos do mundo moral que chega a seu termo. (O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. XXI.)



Abraços fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 28 de Dezembro de 2009, 11:12
Olá a Todos

REGENERAÇÃO
Dr. Bezerra no livro Herdeiros do Novo Mundo alerta que não haverá outra última hora para a reforma íntima p/ continuarmos vivendo na terra.

Abraços fraternos
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 28 de Dezembro de 2009, 11:19
Olá a todos


A reencarnação

Grupo Espírita Bezerra de Menezes

Diante de vários questionamentos foi realizado a seguinte pergunta:

     É verdade que a Terra passa de um mundo de expiações para um mundo de regeneração, e que este mundo praticamente começaria junto com a virada do milênio? E ainda, que muitos dos Espíritos que hoje desencarnam, se não tiverem seu campo vibratório em sintonia com esse novo mundo que se aproxima (regeneração), somente poderão reencarnar em outros planetas ainda em expiação?
     Resp: Sim, a Terra passa por um processo acelerado de transformação. Suspeita-se que a profunda crise humana, chamada pelos Profetas de "A grande tribulação", esteja se aproximando do nosso tempo. Não há uma época específica para o ponto crítico dessa crise e o próprio Jesus afirmou que só Deus saberia o dia exato que isso aconteceria. Disse, no entanto, que por determinados sinais seus seguidores poderiam reconhecê-la.
     Veja mais detalhes nas Escrituras, Evangelho Segundo Mateus, capítulos 24 e 25. Quanto aos Espíritos que desencarnam, se não tiverem condições para viver numa sociedade de regeneração, certamente serão levados para outros mundos, conforme seu próprio grau evolutivo. Claro, isso acontecerá num tempo específico. Só em períodos distintos existem migrações de Espíritos humanos para outros orbes.


Encontra-se no site: http://www.espirito.org.br/portal/perguntas/prg-008.html (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5lc3Bpcml0by5vcmcuYnIvcG9ydGFsL3Blcmd1bnRhcy9wcmctMDA4Lmh0bWw=)
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 28 de Dezembro de 2009, 11:50
Olá a todos

O QUE O MUNDO FALA DOS FINS DOS TEMPOS???...

O que é 2012? O que pode acontecer por volta deste ano?

       Conforme o ano de 2012 se aproxima, cientistas, religiosos e místicos do mundo inteiro correm atrás de pistas deixadas por civilizações e profetas do passado explicando como será o fim dos tempos. Em diversas culturas ancestrais o ano de 2012 é marcado nos calendários como o 'Armagedom', o 'apocalipse', o 'fim do mundo', 'o juízo final', 'o fim de um ciclo' e, nos mais otimistas, 'o ano em que esta era terminará e outra, melhor, será iniciada'. Maias, Egípcios, Celtas, Hopis, Nostradamus e diversos profetas, Chineses e Budistas, WebBots, Cientistas e Religiosos das mais diferentes crenças dizem que o mundo como o conhecemos pode estar com os dias contados.

 

Veja a seguir algumas teorias do que poderá ocorrer em 2012, antes ou depois. Algumas teorias possuem base científica, outras são espiritualistas e místicas.

Recomenda-se bom senso na leitura.



Segundo a cosmologia Maia, o Planeta Terra possui 5 grandes ciclos ou eras, cada um com cerca de 5.125 anos. Para eles, 4 já passaram. "Os 4 ciclos anteriores terminaram em destruição. A profecia maia do juízo final refere-se ao último dia do 5º ciclo, ou seja, 21 de dezembro de 2012." diz Steven Alten. O quinto e atual ciclo também terminará em destruição? O que irá desencadeá-la? A resposta pode estar em um raro fenômeno cósmico que os maias previram a mais de 2.000 anos. "A profecia maia para 2012 baseia-se em um alinhamento astronômico. Em dezembro de 2012, o sol do solstício vai se alinhar com o centro de nossa galáxia. É um raro alinhamento cósmico. Acontece uma vez a cada 26.000 anos" diz John Major Jenkins, autor do livro Maya Cosmogenese 2012.

A cada 26.000 anos o sol se alinha com o centro da Via Láctea. Ao mesmo tempo ocorre outro raro fenômeno astrológico, uma mudança do eixo da terra em relação a esfera celeste. O fenômeno se chama Precessão. A data exata disto tudo é 21 de dezembro de 2012. "A Terra oscila lentamente sobre seu eixo mudando nossa orientação angular em relação a galáxia. Uma precessão completa leva 26.000 anos." diz John Major Jenkins.

Mas o que de fato acontecerá na fatídica data de 21 de dezembro de 2012? Para muitos será o dia da aniquilação da raça humana devido a uma inversão dos pólos da Terra. Como isso seria possível? Devido a distúrbios nos campos magnéticos do Sol que, gerando colossais tormentas solares, afetarão a polaridade de todo o nosso planeta. Resultado: o campo magnético terrestre se inverterá imediatamente, com conseqüências catastróficas para a humanidade. Violentos terremotos demolirão todos os edifícios, alimentando tsunamis colossais e atividade vulcânica intensa. Na verdade, a crosta terrestre deslizará, arremessando continentes a milhares de quilômetros de sua localização atual.

Até já estão sendo desenvolvidos novos mapas da geografia terrestres após as alterações físicas que supostamente ocorrerão. Especula-se que a Europa e a América do Norte sofrerão um deslocamento de milhares de quilômetros em direção ao Norte, e seu clima se tornará polar.

Para a surpresa de muitos, em 2008 apareceu um Crop Circle (círculos nas plantações) indicando a formação planetária em 2012 e talvez querendo nos alertar para algo que ocorrerá em 21/12/2012.

Outros falam que grandes cataclismos serão gerados devido a passagem de um astro/cometa/planeta perto da Terra. Seria o “abominável da desolação” de Jesus, a “abominação desoladora” do profeta Daniel, a “grande estrela ardente com um facho, chamada Absinto” do Apocalipse de João,a “grande estrela“, “o grande rei do terror“, “o monstro” ou “o novo corpo celeste” de Nostradamus, o “astro Intruso” ou “planeta higienizador” de Ramatis, o “planeta chupão” citado por Chico Xavier, ou o “Planeta X” procurado pelos astrônomos, ou o “12º planeta” de Zecharia Sitchin, ou o “Nibiru/ Marduk” dos Sumérios, ou ainda o “Hercólubus” da turma da Gnose.
 
                                                                   Continua..................

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 28 de Dezembro de 2009, 11:54
                                                  Continuação...........

O QUE O MUNDO FALA DOS FINS DOS TEMPOS???...

O que é 2012? O que pode acontecer por volta deste ano?

A edição 148 da Revista UFO, de dezembro de 2008, veiculou extenso artigo sobre o suposto astro Nibiru, intitulado Nibiru: Perigo Iminente, do professor universitário e autor Salvatore De Salvo, consultor da UFO, defendendo sua existência e a iminência de um desastre na Terra quando de sua passagem, esperada para 2012. Embora esta visão catastrófica tenha sido contestada pelo Ufólogo Marco Antonio Petit na edição 151 da Revista UFO, de março de 2009, Salvatore voltou a ratificar o alerta sobre a aproximação de Nibiru num artigo publicado pelo site da Revista Ufo em abril de 2009. No programa Fantástico da Rede Globo de 1 de março de 2009 o tema 2012 e Nibiru foi abordado muito rapidamente. Como se poderia esperar de uma emissóra de TV aberta e destinada a grande massa (povão) infelizmente o tema foi tratado com deboche e visto como um "Hoax" (boato fraudulento), sem que tenha havido qualquer investigação aprofundada por parte da emissora (o site porque2012.com apareceu rapidamente nesta reportagem).

Parece loucura, mas talvez seja verdade que o Sol tenha uma companheira mortal que ameace a vida em nosso planeta. A hipotética companheira do sol foi sugerida pela primeira vez em 1985 por Whitmire e Matese, que a batizaram de Nêmesis, a deusa da vingança. Seria até mesmo possível que esta "estrela da morte" já estivesse presente em algum catálogo estelar, sem que ninguém tivesse notado algo incomum. Entre os defensores da existência de Nêmesis estão geólogos que apostam que a cada 26 ou 30 milhões de anos ocorrem extinções em massa da vida na Terra, paralelamente ao surgimento de uma grande cratera de impacto (ou várias delas). Registros geológicos de fato indicam uma enorme cratera de impacto no mar do Caribe, com 65 milhões de anos, do final do período cretáceo, coincidindo com o fim do reinado dos dinossauros Esse evento teria aberto caminho para que nossos antepassados mamíferos tomassem conta do planeta e nossa própria espécie pudesse evoluir. Um ou mais cometas teria atingido a Terra, argumentam, envolvendo-a numa nuvem de poeira durante meses.

A ideia de um planeta gigante e desconhecido passar perto da Terra ou até mesmo chocar-se pode parecer absurda, mas a ciência indica que temos com o que nos preocupar. Estamos falando de asteróides. Um asteroide (2003 QQ47) de pouco mais de um quilômetro de diâmetro estaria a caminho da Terra e poderia colidir com o planeta em 21 de março de 2014, segundo astrônomos da agência britânica responsável pelo monitoramento de objetos potencialmente perigosos para o planeta. Outro risco seria o asteróide VD17 2004 descoberto em 27 de novembro de 2004, que possui aproximadamente 500 metros de comprimento e um bilhão de toneladas. A Nasa declarou que o VD17 2004 poderia colidir com a Terra no início do próximo século, e com o impacto causaria a liberação de 10 mil megatons de energia (o equivalente à explosão de todas as armas nucleares existentes no planeta) causando a destruição em massa do planeta. O 2004 VD17 é o asteróide com as maiores chances de entrar em colisão com a Terra. As chances de uma colisão com a Terra, em 4 de maio de 2102, foram avaliadas na ocasião como uma possibilidade de uma em 3.000.Novas observações e cálculos complementares aumentaram o risco a "pouco menos de um por 1.000". Outro asteroide que põe medo nos cientistas é o chamado Apophis. Segundo os cientistas, há uma pequena possibilidade dele entrar em rota de colisão com a Terra nas próximas décadas. Recentemente a Nasa disse que não tem condições de detectar e destruir asteróides.

Para os cientistas da NASA a data de 2012 será marcada por violentas tormentas solares e pelo degelo total do Pólo Norte. Para os governos e a ONU algo terrível está para ocorrer com nosso planeta, por isso foi inaugurado no início de 2008 o “cofre do fim do mundo” que visa abrigar sementes de todas as variedades conhecidas no mundo de plantas com valor alimentício. Na 14ª Conferência das Nações Unidas sobre a mudança climática, no início de dezembro de 2008, o ministro polonês do Meio Ambiente, Maciej Nowicki, considerou que a “humanidade com seu comportamento já empurrou o sistema do planeta Terra a seus limites”. “Continuar assim provocaria ameaças de uma intensidade jamais vista: enormes secas e inundações, ciclones devastadores, pandemia de doenças tropicais e até conflitos armados e migrações sem precedentes”, lançou, pedindo aos negociadores que não “cedam a interesses particulares obscuros neste momento em que devemos modificar a direção perigosa que a humanidade tomou”.
                                                                                 Continua.......
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 28 de Dezembro de 2009, 11:57
                                                       Continuação...........


O QUE O MUNDO FALA DOS FINS DOS TEMPOS???...

O que é 2012? O que pode acontecer por volta deste ano?[/color]

Críticas à comunidade financeira internacional dominaram o discurso do presidente da Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) em junho de 2009, Miguel d"Escoto, na abertura da conferência sobre a crise mundial disse: 'Devemos evitar que a crise (financeira) se transforme em tragédia humanitária, e os humanos acabem como os dinossauros.'. O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, alertou, na terceira Conferência da ONU sobre o Clima que, segundo ele, o aquecimento global está colocando o mundo num abismo. "Estamos pisando fundo no acelerador e caminhamos para o abismo", denunciou Ban.

A Revista Science publicou um artigo em 26-junho de 2009 informando que os cientistas são unânimes em dizer que não estamos preparados para a próxima máxima solar que acontecerá entre 2012 e 2013. Uma grande tempestade solar poderá trazer consequências assustadoras para a humanidade.Danos à rede de força e sistemas de comunicação poderão ser catastróficos, falam os cientistas, com efeitos que podem levar ao descontrole governamental da situação. As previsões são baseadas em uma grande tempestade solar de 1859 que fez com que os fios dos telégrafos entrassem em curto nos EUA e Europa, levando a grandes incêndios. Possivelmente foi a pior em 200 anos, de acordo com um novo estudo. Com o advento das redes de energia, comunicação e satélites atuais temos muito mais em risco.“Uma repetição contemporânea do evento [de 1859] causaria distúrbios sócio-econômicos significativamente mais extensos”, concluíram os pesquisadores. A cada 11 anos, quando o sol entra na sua fase mais ativa, ele pode enviar tempestades magnéticas poderosas que desligam satélites, ameaçam a segurança dos astronautas e até interrompem sistemas de comunicação na Terra. Um artigo do canal americano FOXNEWS disse: "Uma brutal tempestadade solar poderia 'apagar' os EUA por meses". Para piorar a situação, cientistas da NASA informaram em 2003 que foram descobertos "buracos" no campo magnético da Terra, o que pode indicar que nosso escudo protetor contra as tempestades solares não suportará a máxima solar que vai ocorrer por volta de 2012. Recentemente um estudo mostrou que o sol bombardeia a Terra com rajadas de partículas - o chamado vento solar - mesmo quando sua atividade parece estar em baixa. Se isso for verdade, a Terra pode sofrer grandes impactos mesmo diante de um período de mínimo solar.

Para os WebBots algo devastador vai ocorrer em 2012. Segundo seus idealizadores, os WebBots parecem indicar algum evento ligado a descarga de plasma que poderá atingir nosso Planeta por volta de 2012. Isso poderia sugerir uma explosão de raios gama ou algum evento ligado a tormentas solares que poderá nos atingir por volta de 2012 (como já falamos antes). Especula-se também que será por volta de 2012 que o mega vulcão de Yellowstone entrará em erupção e destruirá metade dos EUA, além de afetar drasticamente o clima de todo o Planeta. Também especula-se que a Costa Leste dos EUA poderia ser atingida por um grande tsunami ocasionado por uma explosão vulcânica próximo às Ilhas Canárias. Este evento, segundo alguns cientistas. atingiria também a costa norte e nordeste brasileira.

Especialistas consideram possível que nos próximos anos aconteça o temível "Terremoto do Tokai" no Japão, um mega terremoto de proporções catastróficas. Outra possibilidade real que aterroriza os cientistas é a ocorrência de uma mega terremoto mortal em Los Angeles, o chamado "Big One". Segundo alguns cientistas, há sinais que indicam que este evento inevitável se aproxima.

                                                                   Continua................
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 28 de Dezembro de 2009, 12:01
                                                Continuação...........


O QUE O MUNDO FALA DOS FINS DOS TEMPOS???...

O que é 2012? O que pode acontecer por volta deste ano?


Alguns estudiosos acreditam que 2012 é a data final para acharmos uma solução para o inevitável fim do petróleo que poderá ocorrer nas próximas décadas. Caso isso não seja feito o mundo poderá entrar em uma imensa recessão global e posterior colapso econômico. As nações irão lutar entre sí pela última gota de petróleo. Isto poderá desencadear uma guerra no planeta e o fim da civilização como a conhecemos, alertam estes estudiosos.

O 'Código da Bíblia' parece indicar que o fim dos tempos chegou após o atentado de 11 de setembro de 2001 e poderia culminar com a queda de um asteróide ou guerra atômica no ano de 2012. Já para o Timewave Zero a data de 21 de dezembro de 2012 marca o equilíbrio, o fim dos velhos paradigmas, o novo começo, onde nada será mais como era anteriormente. O 'Livro Perdido de Nostradamus' também parece indicar que o 'fim dos tempos' ocorrerá por volta de 2012.

 

Para alguns monges tibetanos a data de 2012 marcará o "fim dos dias", podendo ocorrer uma guerra atômica por volta deste ano. Ainda segundo este monges, o mundo não será totalmente destruído, já que haverá uma intervenção extraterrestre.

Escrito por Helder Lacerda às 15h15




O que é 2012? O que pode acontecer por volta deste ano?

Veja ainda aqui várias teorias, desde científicas até espiritualistas e místicas.

Todos são unânimes em dizer que o mundo como o conhecemos pode estar com os dias contados

(última edição 06/10/2009)





A data de 21 de dezembro de 2012 é também a data mágica para os índios Hopis do Arizona. "A Profecia Hopi é uma tradição oral de histórias que, no dizer dos índios, previram a chegada do homem branco, as guerras mundiais e as armas nucleares. Eles prevêem também que o tempo acabará quando a humanidade passar para o 'quinto mundo'", relata Richard Boylan em Earth Mother Crying: Journal of Prophecies of Native Peoples Worldwide. Os Hopis escondem ciosamente suas profecias do público em geral, a ponto de às vezes processarem aqueles que as divulgam. No entanto, sabe-se que o Calendário Hopi combina basicamente com o dos maias: ambos marcam o começo do Quinto Mundo, ou Idade, para 21/12/2012

Algumas fontes sugerem que estamos atualmente nos aproximando do final do Kali Yuga (Idade do Ferro) que, segundo a tradição Hindu, é a última e mais negativa das quatro eras evolucionárias do grande ciclo manvantárico. Existiu uma Idade de Ouro (Satya Yuga), mas à medida que o tempo avançou, o planeta entrou numa espiral descendente negativa e a qualidade de vida em cada Yuga (Idade ou Era) tornou-se gradualmente removida do conhecimento da verdade e da lei natural. O Kali Yuga é caracterizado pela intoxicação, prostituição, matança de animais, destruição da natureza e pelo vício do jogo. Esta é a era onde a gratificação dos sentidos é a meta da existência, onde se acredita somente no que se vê, onde não existe misericórdia e onde Deus se tornou um mito. Existem guerras, o vício e a ignorância são dominantes e a verdadeira virtude é praticamente inexistente. Os líderes que governam a Terra são violentos e corruptos e o mundo tornou-se completamente pervertido. Segundo os preceitos do hinduísmo, Kalki, o 10º e final avatar de Vishnu, virá montado num cavalo branco, manuseando uma espada flamejante com a qual irá derrotar o mal e restaurar o dharma, dando início a um novo ciclo, uma nova Idade de Ouro ou Satya Yuga. No “Brahma-Vaivarta Purana”, que é um texto religioso Hindu, o senhor Krishna diz a Ganga Devi que uma nova Idade de Ouro irá começar 5 000 anos depois do início do Kali Yuga e que esta durará 10 000 anos.

                                                           Continua..............
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 28 de Dezembro de 2009, 12:10
                                                           Continuação.............

O QUE O MUNDO FALA DOS FINS DOS TEMPOS???...

O que é 2012? O que pode acontecer por volta deste ano?


Esta previsão da chegada de um novo mundo é também profetizada pelos maias. O calendário maia começou com o 5º Grande Ciclo em 3113 a.C. e terminará em 21 de Dezembro de 2012. O Kali Yuga Hindu começou em 18 de Fevereiro de 3102 a.C. Só existe uma diferença de 11 anos entre o começo do Kali Yuga e o começo do 5º Grande Ciclo dos maias. Os antigos Hindus utilizaram principalmente calendários lunares, mas também calendários solares. Se o calendário lunar normal equivale a 354,36 dias por ano, então seriam 5270 anos lunares desde que começou o Kali Yuga até à data de 21 Dezembro de 2012. São cerca de 5113 anos solares de 365,24 dias por ano desde o início do Kali Yuga até ao Solstício de Inverno de 2012. Desta forma, o calendário Maia parece corroborar o calendário Hindu. Quer por anos solares ou lunares, de acordo com as antigas escrituras Hindus, parece ter chegado o tempo da profecia de Krishna se realizar. Uma idade de ouro pode assim começar em 2012. É impressionante porque ambos os calendários começam mais ou menos ao mesmo tempo, há cerca de 5000 anos atrás e ambos prevêem um novo mundo totalmente diferente, uma Idade de Ouro que se iniciará cerca de 5000 anos depois do começo dos mesmos. E não deixa de ser espantoso porque, historicamente, estas duas culturas antigas não tiveram nenhum tipo de contato. Mais uma vez parece existir alguma verdade por detrás disto.

Para Howard Menger, famoso contatado por seres extraterrestres dos anos 50, os et's teriam lhe contado que retornariam à Terra em 2012. Curiosamente o sacerdote Maia Chilam Balam diz o mesmo. Segundo ele, o fim deste katum, que terminará em 2012, será marcado pelo retorno da divindade Suprema à Terra, anunciando uma nova era, nas relações humanas. O Livro Sagrado Maia do CHILAM BALAM, diz: "Ao final do último Katun (1992-2012) haverá um tempo em que estarão imersos na escuridão, mas logo virão os homens do Sol trazendo o sinal futuro. Despertará a Terra pelo norte e o poente, o ITZA despertará". Podemos ver que esta profecia Maia é compatível com os religiosos que aguardam pela volta do messias ou pelos estudiosos dos discos voadores que esperam o grande contato extraterrestre. Todos falam que este evento ocorrerá o mais breve possível.

Os religiosos e espiritualistas esperam pelo "Juízo Final" ou "Armagedon", a separação espiritual do “joio e do trigo” ou a "batalha final entre Deus e Satã", que se dará com a chegada de um messias (ou numa visão mais moderna dos extraterrestres) e colapso total da civilização humana baseada no materialismo/ egoísmo (colapso do sistema econômico) e início de um "novo mundo", uma nova civilização voltada ao espiritualismo, amor e fraternidade. Nesta mesma linha de “juízo final”, outros falam que a chegada dos extraterrestres se dará após um cataclismo provocado pela passagem do “segundo sol” (como já falamos anteriormente).

Estudiosos do Calendário Maia como o espiritualista Fernando Malkun também defendem a teoria que a data será marcada por uma mudança de consciência: o fim do medo.

Não podemos esquecer que na visão espiritualista do “fim do mundo”, o lado material (catástrofes, fim do dinheiro, materialismo, consumismo, etc) é colocado em segundo plano. Não que isso não acontecerá. Eles falam que sim, mas o que vai separar um mundo do outro é uma mudança consciencial: a consciência egoísta e individualista “sou ser humano, pertenço ao planeta Terra” morrerá e nascerá a consciência universalista “sou a encarnação de um espírito, pertenço ao Universo”. Lembrando que para os espíritas e muitos espiritualistas os reprovados no “juízo final”, ou seja, aqueles que não mudarem a consciência frente as últimas “provas”, serão exilados no Nibiru/ Planet X e terão que recomeçar do zero todo o processo de reencarnação, enquanto que os aprovados para a nova Terra vão estar livres de recordações do passado e qualquer traço de egoísmo e individualismo. Serão os habitantes da nova Terra, do "mundo de regeneração", como os espíritas falam.

Como viu, muitos têm a sua versão do que vai ocorrer por volta de 2012. Mas se notar você vai ver que não será o “fim do mundo”, mas o fim de “um tipo de mundo”, da nossa civilização, sociedade, raça. Como sempre aconteceu, uma nova raça mais desenvolvida vai surgir após a extinção da velha.

Escrito por Helder Lacerda às 15h14

Site: http://helderlacerda.zip.net/ (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL2hlbGRlcmxhY2VyZGEuemlwLm5ldC8=)
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 29 de Dezembro de 2009, 15:25
Olá a todos

MAIS UM AVISO

Nibiru e a Grande Transição Planetária

por  Salvatore de Salvo

      Entre as maiores catástrofes da História, como no livro de Stephen J. Spignesi, na grande maioria das vezes, houve apenas interferências naturais e os fenômenos mais intensos não dependeram da ação humana.
 
      Se fizermos referência a tais desastres, apenas do ponto de vista das enumeração das perdas humanas, encontraremos que a peste negra que despovoou a Europa, no período de 1347 a 1351, causou a morte de 70 milhões de seres humanos e, mais recentemente, em 1918-1919, a gripe espanhola vitimou entre 22 a 40 milhões de pessoas, no mundo inteiro, bem mais do que o número de vítimas da I Guerra Mundial; na II Guerra Mundial morreram aproximadamente 50 milhões de pessoas.
      Entre as catástrofes geradas por humanos, houve a fome na Ucrânia, em 1921 e em 1932 (5 e 7 milhões, respectivamente), de autoria do ditador Stalin e a grande fome na China de 1879 a 1878, que aniquilou 9 e 13 milhões, respectivamente, gerada por uma severa seca e fortemente agravada pelas desastrosas medidas tomadas pelo Governo.
      Mas, embora fossem catastróficas, essas tristes experiências raramente interessaram mais que um continente, limitando-se, geralmente, a uma região.
      Mas, nenhuma jamais conseguiu aproximar-se da magnitude do desastre que destruiu toda a civilização de um continente inteiro, o continente de MU, praticamente desconhecido pela ciência e pela mídia.
     A catástrofe de MU sepultou, debaixo de 4.000 metros de água do Oceano Pacífico, um continente inteiro e sua brilhante civilização, acreditando-se que aquilo que mais tarde se chamou de Dilúvio Universal tenha eliminado mais de 60 milhões de humanos só no Continente de MU, sendo impossível estimar a real extensão do desastre no mundo inteiro, porque MU possuía muitas e grandes colônias.
      E o que é mais assustador, ainda, é que essa catastrófica calamidade está prestes a voltar, modificando fortemente nosso atual modo de vida.
Na verdade, nem sabemos se continuará a haver vida nesse planeta, pelo menos nas formas que conhecemos, tanto vegetais como animais.
      E isso interessa a todos, incluindo os incrédulos, os otimistas a qualquer custo, os místicos, os religiosos, os políticos, os ricos e os pobres; interessa a todos, enfim, porque o terror absoluto está, mais uma vez, voltando dos abismos siderais, como já aconteceu várias vezes.
      A Terra tem enfrentado repetidas vezes essa calamidade, mas, sempre, a teimosia da Humanidade nos tem permitido recomeçar e renascer, como a lendária árabe fênix...
Há algum tempo, fala-se no planeta X (ou cometa). Quando cheguei ao Brasil, em 1953, tinha apenas acabado de me demitir de uma linda carreira iniciada na Academia Aeronáutica Italiana, em 1950.
      E, por uma série de circunstâncias bastante estranhas, acabei apanhando o vírus da Ufologia, do qual foi impossível curar-me.
Assim, ao chegar ao Brasil, tive a sorte de presenciar um Congresso de Ufologia, que se realizou no Hotel Danúbio, em São Paulo, onde pude encontrar e conhecer pessoalmente alguns dos maiores expoentes da Ufologia da época, como o monge Willy Wirtz, a Srª. Irene Granchi, Mário Ribeiro, o Prof. Flávio Pereira e vários outros.
      E comprei um livro de um autor espírita de nome Hercílio Mães, de Curitiba, que, mais tarde, conheci na tentativa de me livrar do vitiligo que estava me atacando.
O livro era “A Vida no Planeta Marte e os Discos Voadores”.
Tratava do assunto, mas segundo a ótica espírita, da qual era um perfeito ignorante, na época.
      Descrente, li o livro e o considerei absolutamente fantasioso, inacreditável, estranho... Porém, algo ficou fortemente registrado em minha mente.
      Em certo trecho, o autor fazia menção à próxima chegada de um imenso planeta, bem maior que a Terra, que, dentro de algumas décadas, invadiria o Sistema Solar e traria gravíssimas catástrofes e desastres a todo nosso planeta.
      Tal astro teria a missão de “limpar” a Terra de grande parte da Humanidade, retirando-a da superfície terrestre e levando-a para as profundezas dos espaços cósmicos, onde poderia recomeçar e prosseguir suas evoluções.
      Evidentemente, desconhecendo a doutrina espírita, não acreditei em nada, mas a informação sobre o astro intruso, por alguma razão, ficou impressa em mim, convertendo-se na primeira vez em que ouvi falar desse tal planeta “limpador”.
A posteriori, observando os últimos 60 anos, é perfeitamente possível registrar a profunda mudança que tem atuado na própria Humanidade.

                                                               Continua.............
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 29 de Dezembro de 2009, 15:28
                                                       Continuação......

MAIS UM AVISO

Nibiru e a Grande Transição Planetária

por  Salvatore de Salvo


      Hoje, temos conhecimento da filosofia de vida de várias raças extraterrestres, que se demonstram surpresas ao constatar que a raça humana é a única a atacar e matar a si mesma, prática desconhecida por outros povos que seguem a moral cósmica.
      E é possível ver como o ser humano tem se aproximado perigosamente do limiar da bestialidade absoluta, cada vez mais distante dos velhos atributos humanos.
      Basta abrir um jornal para ter uma amostra do que é capaz o que continuamos chamando de “ser humano” hoje.
      Portanto, é natural que, hoje, eu acredite na chegada do astro, porque, realmente, está na hora de “limpar” esse planeta, convicção que acho que vários de vocês compartilham comigo.
      A Providência Divina, que jamais nos faltou, já está providenciando a “vassoura” para uma “faxina” para valer.
      É claro que não se fazem omeletes sem quebrar ovos e que teremos de enfrentar terrores jamais vistos, nem imaginados, mas é o que merecemos, acho, por ter sido incapazes de criar uma HUMANIDADE e, sim, apenas, um bando de raptores e assassinos da pior espécie.
     Mas o tempo tem passado e tenho ficado observando a chegada de mais notícias sobre o tal astro do Hercílio.
     As informações foram ficando cada vez menos esparsas e mais consistentes, permitindo, hoje, chegar à grande resposta à maior pergunta: “É verdade o que se comenta sobre um astro intruso, o tal Planeta X? Quais são as evidências e o que poderemos esperar desse evento? A Terra sofrerá destruição completa e desaparecerá?
     Há algo que poderemos fazer para sobreviver, ou a catástrofe nos aniquilará?”.
     O que lhes será apresentado é um extrato do livro “PLANET  X  FORECAST AND 2012 SURVIVAL GUIDE” de Jacco van der Worp, MSc; Marshall Master & Janice Manning.
De longe, é o mais completo e atualizado livro sobre o assunto.


Olhar na Figura
Astrônomos de todo o Mundo jã dispõem de provas indiretas da existência de um ou dois corpos invisíveis  de grande massa situados além de Plutão. As pesquisas mais adiantadas estão sendo feitas pelo cientista John Anderson, dos EUA, e pelo professor Vladimir Radziyevski, da Rússia

                                                                              Continua mais um pouco.........
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 29 de Dezembro de 2009, 15:55
Olá a todos

PREVISÃO                   Devemos sempre utilizar o bom senso.

A PRÓXIMA CHEGADA DO PLANETA X - O Higienizador ( ou cometa)
Já tivemos conhecimento da chegada do Planeta X com a magistral obra de Zecharias Sitchin: “O 12° PLANETA”; nela, se conta a história de um astro intruso em nosso Sistema Solar, o planeta “Nibiru”, como foi chamado milênios atrás pelos caldeus, babilônios e outros povos mais recuados no tempo.
Hoje, o livro em questão é um clássico da literatura científica e arqueológica e conta a história de uma dessas aproximações do Planeta X, assim como a puderam vivenciar esses povos antigos.
Aparece aí a primeira menção a uma gigantesca cruz cósmica, desenhada pelas órbitas dos planetas do Sistema Solar na eclíptica e pela órbita, muito alongada, do Planeta X, que, também, órbita nosso Sol, porém, em outra direção e com outro período orbital.
A história da Astronomia revela que as descobertas de várias planetas de nosso Sistema Solar foi originada por perturbações das órbitas desses planetas.
E faz tempo que algumas dessas “variações” têm sido observadas, por exemplo:
SOL: desde 1940, nossa estrela tem apresentado anormal atividade, maior que nos últimos 1150 anos.
O atual ciclo solar será o mais violento, atingindo seu máximo em 2012.
MERCÚRIO: o planeta mais próximo do Sol surpreendeu os astrônomos por apresentar gelo nos pólos e uma atividade magnética anormalmente alta.
VÊNUS: tem sido observado um brilho excessivo, aumentado em 2.500%, junto a mudanças na estrutura da atmosfera.
TERRA: após o “aquecimento global”, estamos, agora, enfrentando condições atmosféricas particularmente violentas.
MARTE: está acontecendo um aquecimento global e as calotas polares estão sumindo.
JÚPITER: aumento em 200% no brilho e nas nuvens de plasma próximas, junto a um aumento significativo de calor em suas luas.
SATURNO: a corrente equatorial tem perdido velocidade dramaticamente nos últimos 20 anos e surgiu uma enorme fonte de Raios X perto do equador. Como Júpiter, a atividade auroral de Saturno na região dos raios gama tem brilhado dramaticamente.
URANO: mudanças enormes nas nuvens de Urano, que ficaram mais numerosas, ativas e brilhantes, o que não tem explicação.
NETUNO: desde 1846, o astrônomo Le Verrice tinha declarado que o Planeta X era o perturbador da órbita de Netuno. E, desde 1996, está sendo observado um aumento de 40% no brilho de sua atmosfera, junto a imensas tempestades que o próprio planeta não poderia originar por estar por demais afastado do Sol. Logo, deve haver outra fonte de energia provinda de um perturbador invisível.
PLUTÃO: em 1989, Plutão chegou ao seu ponto mais próximo do Sol em sua órbita. E começou a sofrer um aquecimento global, tal como a Terra e Marte. Sua pressão atmosférica aumentou em 300% e a temperatura média subiu cerca de 2ºC.
Tudo isso gera a pergunta:
“ONDE PRECISAMOS OLHAR PARA VER O PLANETA X?”

                                                                   Continua............
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 29 de Dezembro de 2009, 15:58
Olá a todos
                                                    Continuação........

CLÍPTICA
É o grande plano dentro do qual se movem os planetas do Sistema Solar.
 
MECANISMO KOZAI
Os astrônomos o utilizam para descrever como grandes objetos se comportam quando orbitam em volta um do outro.
Ao contrário de nossos planetas, os que tiverem órbitas inclinadas na eclíptica passam parte por debaixo da eclíptica e parte em cima.
O mecanismo kozai mostra que esses objetos têm órbitas erráticas que os levam para as profundezas do espaço cósmico ou a colidir com o Sol; bom exemplo é o cometa Haley-Bopp, que, em 1997 passou muito perto de Júpiter, mudando sua órbita de 4200 anos para outra de 2380 anos.
Pode ser que o Planeta X seja uma anã escura que estava, antes, ao longo da eclíptica e, então, algo fez com que entrasse numa órbita pontuda perpendicular como a de agora. O  Planeta  X tem periélio de 2,850 AU e afélio de 475,000 AU.
A órbita do Planeta X, extremamente alongada, no ponto mais afastado (afélio), encontra-se bem abaixo do plano da eclíptica e, ao penetrar o Sistema Solar cruzará esse plano logo antes de atingir o periélio (2,850 AU), quando deverá ocorrer sua mais violenta interação com o Sol.
 
ZONA DE PERIGO
Será quando o Planeta X chegar ao periélio, porque ocorrerão imensos fenômenos elétricos (relâmpagos cósmicos) entre os dois astros. Tais fenômenos serão de extrema violência. O próximo vôo do Planeta X está se aproximando.
Isto é conhecido não pela observação direta nesse momento e, sim, pela maneira como estão se comportando os planetas de nosso Sistema Solar e o Sol.
E esta previsão concorda com as experiências anteriores nas últimas vezes em que esse intruso esteve entre nós.
Ele só se tornará visível, no Hemisfério Sul, em 2009 ou em 2010.
SISTEMA SOLAR:  a aproximação do Planeta X perturbará o Sol e todos os maiores astros do Sistema Solar.
Devido às mudanças em seu campo elétrico, os planetas sofrerão aumento das atividades atmosféricas e isso será agravado pelo fato que, em 2011 ou 2012, o Sol chegará ao máximo de sua atividade, em seu próprio ciclo. Esse ciclo, que a NASA chama de 24, será um dos piores dos últimos 400 anos, se não o pior.
TERRA: a aumentada atividade solar transferirá mais energia para todos os planetas.
Isto aumentará os terremotos, o que acontece desde 2004.  O aumento será brusco. O aquecimento global aumentará, gerando severas secas  em várias localidades.
SISTEMA SOLAR: em 2009, o Sol estará em pleno ciclo 24 e, por isso, as perturbações provocadas pelo intruso serão bem mais agudas. Os primeiros sinais de dilúvios começarão em 2009, no planeta Marte, à medida que a maior atividade solar irá aquecer e derreter as geleiras subterrâneas.
TERRA: a magnitude média dos terremotos aumentará e os furacões e tornados serão mais poderosos.
Em todo o mundo, o padrão atmosférico será mais severo. Secas severas e dilúvios localizados serão a regra e não mais a exceção. Haverá dilúvio onde, antes, havia seca e vice-versa.
SISTEMA SOLAR:  entre maio de 2011 e dezembro de 2012, a vizinhança do Planeta X gerará poderosas erupções solares em todas as direções, que poderão destruir nossos observatórios solares em órbita. Mas existem planos para substituí-los.
Grandes erupções solares também serão dirigidas ao Planeta X devido à intensa atividade elétrica entre os dois. Mas, como nesse período, o Sol alcançará o seu máximo de atividade, a Terra se encontrará numa perfeita tempestade solar apavorante e monstruosa. Esse furacão eruptará com uma violência muito além de qualquer limite.
TERRA:  as tempestades atmosféricas na metade de 2011 serão mais violentas do que qualquer uma já registrada na história. Haverá grande aumento na atividade vulcânica e os terremotos quebrarão todos os recordes. O cataclisma destruirá as estruturas sociais, embora os governos manobrem para prevenir disputas econômicas e guerras regionais.
SISTEMA SOLAR: no final de 2012 o Planeta X cruza o plano da eclíptica e inicia seu estado de maior atividade à medida que se aproxima do periélio, em 14 de fevereiro de 2014. Este é o ponto mais próximo do Sol. Nesse momento, nosso Sol atravessará o plano mais denso da Galáxia, enfrentando perigos jamais vistos.
Ele ficará mais brilhante que a Lua à noite e, provavelmente, será visível durante o dia. Perto do periélio, inchará aparentemente e terá a mesma aparência que o Sol ou a Lua.
Nesse momento, também ocorrerão relâmpagos e faíscas cósmicas entre o Planeta X e o Sol. São descargas elétricas que aparecerão como tentáculos emanantes do Planeta X em direção ao Sol.
Nossos observatórios solares e satélites de comunicação já terão sido reduzidos a cinzas.
                                                                            Continua...
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 29 de Dezembro de 2009, 16:01

                                                     Continuação............

TERRA: o Planeta X irá chegar precedido e seguido por objetos, muitos dos quais poderão causar efeitos catastróficos e chuvas mortais de meteoritos.
A última volta do Planeta X foi na época do Êxodo e, de acordo com o que os hebreus escreveram no TORAH (Velho Testamento), a 7ª Praga do Êxodo foi “BARAD” (cauda misturada com fogo). Mas isto ainda não é o pior.
Haverá aumento de tsunamis do tipo causado pelo terremoto no Oceano Índico, em dezembro de 2004.
O maior vulcão dos Estados Unidos (se não do mundo), há longo tempo esperado que entre em erupção, está mostrando vulcanismo em aumento desde 2003. Sendo altamente susceptível à violência solar causada pelo Planeta X, poderá explodir, destruindo a fonte de pão americano e disparando um processo de míni era glacial.
 
Dezembro de 2012
O Planeta X passa através do plano da eclíptica e dispara forte interação elétrica com o Sol. Aparecerá como um segundo Sol, brilhante e vermelho, do tamanho aproximado da Lua.
Possíveis cataclismas: Impacto de asteróides e tsunamis; aumento de terremotos e tsunamis; e erupções vulcânicas.
 
Fevereiro de 2013
Nesse dia, o Planeta X chega a seu ponto mais próximo do Sol e as descargas elétricas entre os dois astros atingirão o máximo.
Infelizmente, a Terra estará alinhada entre esses dois mastodontes e será atingida por inimagináveis ventos elétricos.
SISTEMA SOLAR:  ao atingir a posição entre os dois gigantes, haverá gigantescos efeitos elétricos atmosféricos.
Poderemos, literalmente, presenciar chuva de fogo caindo do céu, ao formar plasma com estranhas cores em aumento.
TERRA: é  difícil predizer a real extensão dos efeitos do Planeta X sobre a Terra durante esse período, mas pensa-se que haverá cataclismas de proporções bíblicas como nada que se conhece na história moderna.
Teremos cataclismas naturais, erupções de supervulcões, terremotos de magnitude 9+, ao longo das linhas de falhas e tsunamis globais.
O verão e o inverno ficarão uma única estação e as maiores cidades costeiras serão destruídas por mares raivosos.
Parte de nossa atmosfera poderá ficar ionizada e venenosa para ser respirada e grandes extensões da superfície poderão ficar venenosas para todas as formas de vida.
A rede elétrica, os sistemas de transporte e a rede de comunicações serão destruídas e paralisadas. Sobreviverão organizações governamentais e sistemas militares preparados para permanecer.
Todos que ficarem na superfície ficarão expostos às descargas elétricas e gases venenosos e somente aqueles que procurarem abrigar-se no subsolo acharão alguma proteção disso tudo.
 
Fevereiro de 2013
O Planeta X passa pelo periélio e começa o período de máxima interação elétrica com o Sol. Para a Terra, será o período mais catastrófico.
Possíveis cataclismas: erupções de supervulcões; inverno nuclear e era glacial; e mudança do eixo terrestre.
                                                                  Continua....
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 29 de Dezembro de 2009, 16:06
                                                          Continuação.....

Julho de 2013
Finalmente, a interação entre o Planeta X e o Sol começa a diminuir, à medida que o intruso se afasta do Sistema Solar, aparecendo como um imenso cometa avermelhado.
Terá, então, início de um período doce-amargo para os sobreviventes, à medida que os oceanos, a atmosfera e as terras começam a acalmar-se para voltar à atividade normal.
Mas,  ainda  haverá  efeitos da passagem desastrosa do Planeta X.
A atmosfera ficará obscurecida pela fumaça e pela poeira das atividades vulcânicas, resultando num cenário de inverno nuclear, mas isso poderá ser mitigado pelos gases do aquecimento global gerados pelo homem.
Muitas águas doces e terras aráveis estarão poluídas e muita gente continuará morrendo pelas doenças e pela fome.
Muito da infra-estrutura subterrânea e túneis, metrôs e pontes terão sido destruídos, assim como muitas casas e prédios.
A única via de comunicação que restará será o rádio de ondas de curtas.
 
Julho de 2013
O Planeta X aparece menor, mas ainda visível como segundo Sol e com uma enorme cauda.
A intensidade dos cataclismas terrestres começa a diminuir.
A órbita do Planeta X pode reduzir sua duração como ocorreu com o cometa Haley-Bopp, em 1997, como sugerido na profecia da Mãe Shipton.
 
Julho de 2014
Será o novo “Independence Day”, à medida que o Planeta X retorna da área central de nosso Sistema Solar.
Ele estará diretamente acima do Pólo Norte, a cerca de 6,0 AU, enquanto os sobreviventes deixam seus refúgios subterrâneos.  A diminuição dos efeitos residuais traz a esperança de um futuro melhor.
Os terremotos, erupções vulcânicas, dilúvios e tsunamis ficarão menos numerosos e menos severos.
Retorna a divisão entre estações e a fumaça e poeira na atmosfera começam a depositar-se.
Por causa dos gases do efeito estufa, o período glacial deverá ser mais curto.
Novas linhas costeiras poderão surgir por efeito dos mares e das erupções, formando solos ricos em minerais que poderão sustentar vidas.
Hoje, sabemos que o Governo americano, junto a vários outros Governos, já iniciara a procura de uma nova Terra, em sistemas solares distantes.
É claro que essa busca, localização, exploração e colonização levará séculos ou até milênios, mas a boa notícia é que essa procura já começou.
 
A PROCURA DE PLANETAS EXTRASOLARES
Quem sustenta a colonização do espaço é o cientista Stephen Hawkins.  Até o momento, foram descobertos centenas de planetas extra-solares. Há vários telescópios espaciais procurando por novas Terras “fora daqui”. De acordo com os estudiosos de Nostradamus, conseguiremos colonizar Terras extra-solares antes que nosso lar atual seja destruído entre 3786 e 3797.
 
                                                                           Continua......
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 29 de Dezembro de 2009, 16:16
Olá a todos

                                                               Continuação.......

Não esquecer de que Devemos sempre utilizar o bom senso.

CONCLUSÃO
Após tanta destruição e bilhões de vítimas, acho que são necessárias algumas palavras que levantem um pouco nosso astral.
De fato, tanto a BÍBLIA CRISTÃ como a BÍBLIA KOLBRIN, as tradições de muitos povos e os achados arqueológicos demonstram que a Humanidade presenciou e vivenciou as duas últimas passagens do Planeta X, relatando nas tradições orais e escritas todas as catástrofes que, pontualmente, se realizaram.
Se quisermos chegar à terceira passagem do Planeta X, contando para trás, chegaremos à época em que aconteceu a catástrofe que vitimou o Continente de MU, pouco conhecida pelo grande público, mas que recentemente tem encontrado robusto suporte nos achados arqueológicos.
As tradições mais antigas concordam com tudo que lhes foi apresentado nesta palestra, mas, embora sombrias e apavorantes, apresentam algo muito positivo. Em todos os casos, a Terra, como planeta, sobreviveu e, com ela, também a Humanidade.
É verdade que a cada volta do visitante de nosso Sistema Solar a situação foi gradualmente piorando e que, dessa vez, teremos que lançar mão de nosso estilo de vida; não tenho dúvida que também dessa vez conseguiremos sobreviver e, estando o planeta purificado de toda a bestialidade que polui nossa sociedade atual será excelente a oportunidade de montar outra civilização, eliminado tudo que tem atuado contra nossa existência decente e normal, numa palavra: HUMANA.
Poderemos nos livrar de algo que é a maior fonte de angústia, o dinheiro e os bancos, numa distribuição realmente justa da riqueza, impedindo que, mais uma vez, se retorne ao atual modelo que só tem merecido a punição da Providência Divina.
E volto a alertar. O baile vai começar para valer em 2009.
                                                                                    

NA FOTO
Muitos esotéricos dizem que os sinais nos céus já começaram a aparecer... Jane Dixon, que foi considerada uma das mais importantes profetisas do século XX, disse: "Em 1999 uma cruz aparecerá nos céus orientais e a humanidade será chamada a prestar contas". No dia do eclipse total do Sol (11/09/1999), a disposição dos corpos celestes no céu formou uma grande Cruz Cósmica , demarcando os signos de Touro, Leão, Escorpião e Aquário.

http://magaweb.com.br/pordosol2/index.php?option=com_content&view=article&id=253:nibiru-e-a-grande-transicao-planetaria-salvatore-de-salvo&catid=50:edicao-10&Itemid=59 (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL21hZ2F3ZWIuY29tLmJyL3BvcmRvc29sMi9pbmRleC5waHA/b3B0aW9uPWNvbV9jb250ZW50JmFtcDt2aWV3PWFydGljbGUmYW1wO2lkPTI1MzpuaWJpcnUtZS1hLWdyYW5kZS10cmFuc2ljYW8tcGxhbmV0YXJpYS1zYWx2YXRvcmUtZGUtc2Fsdm8mYW1wO2NhdGlkPTUwOmVkaWNhby0xMCZhbXA7SXRlbWlkPTU5)
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 29 de Dezembro de 2009, 17:03
Olá a todos

Algumas estatísticas reais

Catástrofes naturais afetaram 55 milhões de pessoas só em 2009
Por: Guilherme Costa | Categoria: Matérias | Tags: B

       Os chamados “fenômenos meteorológicos extremos” foram responsáveis por mais de 75% das mortes resultantes de desastres naturais nos primeiros 11 meses deste ano. A afirmação foi feita pela representante especial do secretário-geral para Redução do Risco de Desastres, Margareta Wahlstrom, durante divulgação dos resultados preliminares de um estudo epidemiológico sobre o assunto, em Copenhague (Dinamarca).


       Segundo Wahlstrom, dos 245 eventos registrados em 2009, 224 estavam relacionados com o clima e afetaram 55 milhões de pessoas, provocando 7 mil mortes. Os prejuízos econômicos chegaram a US$ 15 bilhões, mais de R$ 25 bilhões.


Secas

       O estudo também revela que a seca é uma grande ameaça por ser uma catástrofe de início lento e consequências em longo prazo. Só na África elas contabilizaram menos de 20% dos desastres naturais, mas representaram 80% das pessoas afetadas no continente nos últimos 40 anos. Quase 4 milhões de quenianos precisaram de assistência e comida só em 2009 devido à falta de chuva.

       Já a Ásia é especialmente vulnerável a tempestades e inundações, com 48 milhões de pessoas afetadas de janeiro a novembro.

       Catástrofes naturais matam 235.816 em 2008, quase todas na Ásia
(AFP) – 22 de Jan de 2009
GENEBRA (AFP) — Em 2008, 235.816 pessoas morreram em catástrofes naturais, a grande maioria no furacão Nargis em Mianmar e no terremoto que devastou à província de Sichuan, na China, segundo as estatísticas publicadas nesta quinta-feira pela ONU.
       Este é o maior número de vítimas fatais desde o tsunami que atingiu as costas do sudeste asiático em 2004, segundo estatísticas do Centro de Pesquisas sobre a Epidemiologia das Catástrofes de Lovaina (Bélgica).
       O furacão Nargis em Mianmar foi o fenômeno natural que mais deixou vítimas no ano passado, com 138.366 mortos, seguido pelo terremoto em Sichuan, com 87.476 mortos.


Bom. Isto é somente uma pequena amostra do que já aconteceu e está aumentando a cada dia.
Utilizando sempre do bom senso , é notório que as catástrofes estão cada vez maiores em números e em potência.


Abraços fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 01 de Janeiro de 2010, 18:22
Olá a todos

ARCA DE NOÉ = "O Cofre do fim do mundo"

Porque eles também estão preocupados e tomando providência????????????

       Para os cientistas da NASA a data de 2012 será marcada por violentas tormentas solares e pelo degelo total do Pólo Norte. Para os governos e a ONU algo terrível está para ocorrer com nosso planeta, por isso foi inaugurado no início de 2008 o “cofre do fim do mundo” que visa abrigar sementes de todas as variedades conhecidas no mundo de plantas com valor alimentício.

A "Arca de Noé" já está pronta. Coincidência?

       Um cofre que visa abrigar sementes de todas as variedades conhecidas no mundo de plantas com valor alimentício foi inaugurado no início de 2008 na Noruega, já no Círculo Ártico. Apelidada de o "cofre do fim do mundo", a Caixa Forte Internacional de Sementes, uma joint-venture da Noruega e da ONU, foi construída em uma ilha remota, Svalbard, em uma parceria entre o governo norueguês e a Organização das Nações Unidas (ONU). A caixa forte fica a uma profundidade de 120 metros dentro da montanha de Spitsbergen, uma das quatro ilhas que compõem Svalbard. O diretor do projeto, Kerry Fowler, afirmou que a iniciativa visa salvaguardar a agricultura mundial no caso de catástrofes futuras, como guerras nucleares, queda de asteróides e mudanças climáticas.

Veja reportagem no site:  http://porque2012.com/ (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3BvcnF1ZTIwMTIuY29tLw==)
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 08 de Janeiro de 2010, 21:52
Olá a todos

O maior meteoro a cair na Terra, registrado pela história, faz hoje 100 anos e explodiu com uma capacidade igual a 1.000 bombas atômicas de Hiroshima.


Às 7h17min do dia 30 de junho de 1908 uma imensa explosão ocorreu na floresta do centro da Sibéria. Cerca de 80 milhões de árvores foram derrubadas em uma área de 2 mil km2, próxima ao rio Tunguska. Pessoas à 60 km de distância do epicentro foram atiradas ao chão.

A causa de toda esta devastação foi um asteróide ou cometa, com apenas algumas dezenas de metros de comprimento, que detonou entre 5 e 10km de altura.

Testemunhas lembram a bola de fogo como algo similar a uma “estrela voadora” abrindo caminho através dos céus de junho sem nuvens em um ângulo oblíquo.

O rastro de pó superaquecido da bola de fogo levou a descrições como “coluna de fogo” que foi rapidamente substituída por uma gigantesca nuvem de fumaça negra surgindo no horizonte.

“O céu se dividiu em dois e o fogo apareceu alto e largo sobre a floresta. A divisão no céu cresceu e todo o lado norte estava coberto de fogo”, um habitante local lembra. “Em um momento eu fiquei com tanto calor que não pude agüentar, como se minha camisa estivesse pegando fogo… Eu queria rasgar a minha camisa e jogá-la fora, mas em seguida veio um estrondo do céu. Senti uma pancada forte e fui atirado há alguns metros.”

Essa testemunha teve sorte, mas um caçador que estava muito mais próximo da explosão morreu depois de ser atirado contra uma árvore pela explosão. Mas o deslocamento de ar não fez mais vítimas devido, em grande parte, haver ocorrido em um local remoto.

O maior impacto espacial sofrido pela Terra nos tempos modernos serve como lembrete da ameaça contínua, que nosso planeta sofre, de objetos vindos do espaço.

Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 08 de Janeiro de 2010, 22:18
Olá a todos

A Chegada do Planeta X em 2012.
O que realmente acontecerá?

POSTADO POR CARMEM TASSIANY

1. Em 1982 a NASA reconheceu a possibilidade de um planeta solar extra.

2. Em 1983 a NASA lança o IRAS (Infrared Astronomical Satellite - Satélite Astronômico de Infravermelho), que localizou um objeto muito grande (nessa faixa espectral).

3. O jornal Washington Posto entrevistou, na ocasião, um cientista do JPL-IRAS (Jet Propulsion Laboratory): ‘Um corpo celeste possivelmente tão grande como Júpiter e tão próximo da Terra que pode ser parte deste sistema solar foi encontrado na direção da constelação de Orion, por um telescópio em órbita. Tudo o que posso dizer é que nós não sabemos o que é isso’, disse Gerry Neugebauer, cientista chefe do IRAS. Todos os governos sabem sobre isto e eles estão tomando providências para sobreviverem à passagem do Planeta X (Nibiru) que está vindo, para manter intactos seus poderes.

4. Quando este Planeta se aproximar da Terra, sua rota será entre o Planeta Terra e o Sol, não se sabe por quanto tempo ele exatamente tomará os Raios Solares da Terra, mas só sua presença e a presensa de sua grande massa trará grandes danos ao nosso Planeta.

O que os Profetas Bíblicos nos diz? E o que os Profetas mundanos nos Revela?

A Bíblia já nos advertia: "O Sol converter-se a em trevas, e a lua em sangue, ao se aproximar o grandioso e temível dia do senhor” (Joel: 04:15 ou 3:15).


Profeta Mundano: "Quando o sol ficar completamente eclipsado; O monstro será visto em pleno dia; mas o interpretarão de outra forma. Não serão tomados cuidados: ninguém irá prevê-lo." (Nostradamus, cent.III, q.34)

       Por passar em uma órbita perpendicular a da Terra, Niribu ainda não foi captado. E quando o for, os cientistas calcularão que ele passará distante. Será uma mera atração astronômica, como o cometa Halley. Mas subitamente o planeta desviará sua trajetória (na verdade o erro será de cálculo da órbita) e passará astronomicamente "perto" da Terra. O suficiente para as alterações a qual alude Nostradamus e a Isaías, na bíblia. Os espíritas avisam que a população não será alertada, até ser tarde demais. Nosso planeta sacudirá por 4 dias e 4 noites.


Bíblia:

"A Terra está de todo quebrantada, ela totalmente se move com violência. A Terra cambaleia como um bêbado e balanceia como rede de dormir." (Isaias,24: 19-21)


"E logo depois da tribulação daqueles dias, escurecer-se-á o sol, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potestades do céu serão abaladas. E então aparecerá o sinal do Filho do Homem no céu, como o relâmpago que sai do oriente e se mostra até o ocidente". (Mateus, cap.24, v.29:)


Nostradamus:

"Aparecerá no céu, no norte, um grande cometa". (Nostradamus, Cent. II, 43)


“A Lua, devido ao novo corpo celeste, aproximar-se-á da Terra e seu disco aparecerá 11 vezes maior que o Sol, o que provocará maiores marés e inundações". (Nostradamus, cent. IV, q. 30)

"Estrelas cairão do céu". Isso se deve a nossa perspectiva: quando a terra tremer (e bota tremer nisso) verá as constelações "se movendo" rapidamente. O "sinal" visto de todo o planeta, muito provavelmente é o cometa de que fala Nostradamus, que pode ou não ser o Marduk(Niribu). Outra hipótese é ainda mais espantosa, talvez com os extraterrestres finalmente descendo em todas as capitais da Terra em grandes naves (como é prometido por Ashtar Sheran).


       As fontes de estudo são unânimes em afirmar que dois terços da população da Terra morrerão: “Em toda a terra, diz o Senhor, dois terços dela serão eliminados, e perecerão; mas a terceira parte restará nela” (Zacarias,13:8). "Farei passar a terceira parte pelo fogo, e a purificarei, como se purifica a prata, e a provarei, como se prova o ouro..." (Zacarias,13:9)
       Nostradamus diz. E ele continua: bilhões vão morrer, mas um terço da humanidade sobreviverá e repovoará o planeta, e a Terra viverá em paz pelos restos de seus dias, até o ano 3.600 e alguma coisa, quando a Terra finalmente esgotará seus recursos.


       Mas o que é isso Nostradamus? Não restará mais nada? O mundo não irá mais sobreviver quando o Filho do Homem voltar pra buscar os seus que em meio a tanto aperreio não se prostarem diante do ante-cristo: Aquele que vem trazendo a paz afim de que a humanidade o adore.

                                                                             Continua......


Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 08 de Janeiro de 2010, 22:23
Olá a todos

A Chegada do Planeta X em 2012.
O que realmente acontecerá?

POSTADO POR CARMEM TASSIANY
                                                                   Continuação...


Vamos falar sobre esse Planeta em que os espíritas o chamam de Planeta X;
O Apocalipse, de Absinto;
Os Babilônios, de Nibiru;
O pessoal da Gnose, de Hercólubus;

Mas parece que o nome mesmo é Marduk, que é como os Sumérios o conheciam.


       O aparecimento cíclico deste corpo celeste está milenarmente ligado a catástrofes e fins de civilizações. Bem, a informação que tenho é que o tal planeta é muito grande, pouco maior que Netuno, e tem uma órbita extremamente elíptica, com um perigeu (distancia máxima do Sol) de 400 ou 500 unidades astronômicas (1 u.a.= distância da Terra ao Sol), e um perigeu de umas 4 ou 5 u.a. (entre o Cinturão de Asteróides e Júpiter). Ou seja, a maior parte do tempo ele fica longe demais do Sol (daí a dificuldade de detecção).


       Marduk, Planeta X, Hercolubus... Seja qual for o nome, todos referem-se ao mesmo planeta. Seria o mesmo "abominável da desolação" de Jesus, a "abominação desoladora" do profeta Daniel, a "grande estrela ardente com um facho, chamada Assentiu" do Apocalipse de João, a "grande estrela", "o grande rei do terror", "o monstro" ou "o novo corpo celeste" de Nostradamus, o "astro Intruso" ou "planeta higienizador" de Ramatis, o "planeta chupão" citado por Chico Xavier, ou o "Planeta X" procurado pelos astrônomos.


Babilônicos, Gnoses, Sumérios:
       Os povos antigos sabiam de alguma forma, da existência de um 12° planeta, assim como os sumérios,que descreviam a órbita desse planeta, que leva 6.666 anos terrestres para percorrer uma órbita elíptica em torno do nosso Sol, fazendo um "laço" à volta dos planetas exteriores (lembra algo bíblico? Eu li isso num livro da Time/Life). Os sumérios o chamavam de Nibiru. Os Babilônios o rebatizaram de Marduk, em homenagem ao seu Deus nacional. Também conhecido como Hercolubus. Os sumérios dizem que o planeta era habitado pelos Anunnaki, também conhecidos como Nefilim, que utilizavam a órbita singular do planeta como um observatório em movimento.

Os Espiritas e Astronomos:

       O que preocupa, realmente, é um grande corpo celeste, o astro intruso, ou o Planeta chupão a que se referiu Chico Xavier, e cuja presença já foi detectada pelo telescópio de raios infravermelhos colocado no satélite IRAS. Esse mesmo astro, também foi descoberto pelo astrônomo chileno Carlos Muniz Ferrado, e encaminha-se na direção do nosso Sistema Solar, devendo passar a 11 milhões de quilômetros da Terra, nas proximidades do ano 2000. Os astrônomos não conseguiram traçar a rota desse corpo celeste porque ele caminha diretamente na direção da Terra, vem de frente, não se desloca lateralmente. Quando ele aparecer no céu, brilhará como urna estrela de primeira grandeza. Aliás, Nostradamus afirmou que, na ocasião em que estiver próximo o fim do mundo, serão vistos dois sóis no firmamento."

Os Seguidores de Jesus baseados em Apocalipse:

       (...) Como corolários às suas exortações, para que melhor pudéssemos notar um sinal geral em todo o globo, nas proximidades desses tempos trágicos, (Jesus) aduziu : "E será pregado este Evangelho do Reino por todo o mundo, em testemunho a todas as gentes, e então chegará o fim". Indubitavelmente, nunca se registrou em vosso mundo tanta febre de evangelização como agora (...) O Biblismo - até por aqueles que faziam restrições às leitura da Bíblia por parte do povo - é um fenômeno psicológico na vossa época, e revela perfeitamente que o Evangelho está sendo pregado em todo o mundo e a todas as gentes, como profetizou o Meigo Nazareno(...).(...)Todos os que se sentem tocados pelo "pressentimento" de que estão no limiar dos "grandes acontecimentos" deixam-se tomar por estranho misticismo e ansiedade de "salvação" do próximo!(...).

       Aprendi com a Vida, com as pessoas e com a fé em Deus, que todas as palavras que saem da minha boca são profecias, eu chamo a existência aquilo que ainda não existe, trago com a minha língua em forma de imã os acontecimentos em que acabo falando... E assim sabendo, não sei como parar o ditado popular em que diz: "o mundo a mil anos chegará, mas de dois mil anos não passará".

(...)
Mas qualquer que seja a vontade do Senhor, que ela seja feita!

Mas uma prova de que a Ciência e a Religião estão entrelaçadas!


POSTADO POR CARMEM TASSIANY
http://carmemtassiany.blogspot.com/2009/01/chegada-do-planeta-x-em-2012-o-que.html (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL2Nhcm1lbXRhc3NpYW55LmJsb2dzcG90LmNvbS8yMDA5LzAxL2NoZWdhZGEtZG8tcGxhbmV0YS14LWVtLTIwMTItby1xdWUuaHRtbA==)
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Haga em 10 de Janeiro de 2010, 20:48
No final da transição, um novo Parlamento
http://www.folhaespirita.com.br/v2/?q=node/389 (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5mb2xoYWVzcGlyaXRhLmNvbS5ici92Mi8/cT1ub2RlLzM4OQ==)

Faz muito tempo que a gente escuta:
– O exemplo tem de vir de cima!

E a referência está ligada, principalmente, à conduta dos pais em relação aos filhos, e à dos governantes frente aos governados. Essa lembrança fica ainda mais viva, nos dias de hoje, quando a moral do Parlamento brasileiro atinge níveis tão baixos.

Quando se chega ao ponto de não se ter elementos para formar as Comissões de Ética, tanto no Senado quanto na Câmara, porque praticamente todos os parlamentares, com raríssimas exceções, podem passar de investigadores a investigados, realmente, a situação é desoladora.

Nos últimos tempos tem-se visto, como nunca se viu antes, a coisa pública ser tratada como propriedade particular, sem nenhum escrúpulo, como se ocupantes de cargos políticos pudessem vender a pátria, a grosso e a retalho, sem a mínima preocupação e nenhuma consequência, como sempre o fizeram os donos das sesmarias, em detrimento do povo sofrido e espoliado...

Nem mesmo a recente lavagem externa dos belos prédios concebidos por Niemeyer é capaz de melhorar o ânimo do povo em relação aos seus representantes, porque as pessoas sabem que a faxina é tão somente na parte exterior.

Sob a ótica espiritual, a conclusão é que estamos mesmo no final de um ciclo e que, neste período de transição, ainda vamos passar por muitos sustos, até que despertemos para as nossas responsabilidades de espíritos imortais.

Segundo Chico Xavier, até 2019, as grandes transformações geofísicas do nosso planeta estarão concluídas, conforme o Sermão Profético de Jesus, e, nesse período e no que se seguirá, o Brasil terá de provar que é a Pátria do Evangelho, recebendo, fraternalmente, os irmãos de outras terras, os que virão para cá, após perderem os próprios lares.

Como é que um Parlamento como esse terá condições de suportar os duros embates de um planeta convulsionado, que abrirá as próprias entranhas em cataclismos terríveis, tragando grandes extensões de terras?

Sem dúvida, serão momentos de muito sofrimento e que exigirão todo o esforço possível dos seres humanos sobreviventes. Onde o espírito de renúncia e sacrifício dos nossos governantes para garantir a ação acolhedora e fraterna da Pátria do Evangelho?

Como temos fé e acreditamos no Amparo Divino, estamos certos de que contaremos com espíritos que já renasceram e estão entre nós, para cumprir essa missão especial no final da transição. Somente almas movidas pela sinceridade do amor cristão poderão levar a cabo tarefas tão importantes.

Certamente, teremos outro Parlamento, e, por ele, vale a pena sofrer e esperar.

Agosto de 2009 - Edição número 420
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 11 de Janeiro de 2010, 11:30
Olá Haga

Parabéns pelo texto. Veio em momento oportuno.

Citar
Segundo Chico Xavier, até 2019, as grandes transformações geofísicas do nosso planeta estarão concluídas, conforme o Sermão Profético de Jesus, e, nesse período e no que se seguirá, o Brasil terá de provar que é a Pátria do Evangelho, recebendo, fraternalmente, os irmãos de outras terras, os que virão para cá, após perderem os próprios lares.


Como diz o chico, até 2019 deverá as grandes transformações praticamente estar concluídas.
O objetivo forte deste estudo "Fim dos tempos - Início mundo Regeneração", é chamar atenção para que o máximo de pessoas se preparem para o momento crucial, para os que não desencarnarem nesta época. A data exata , só Deus sabe. Mas os sinais são visíveis e em todas as congregações são esperado esse momento. Cada um na condição que lhe cabe.
Viver antes e o depois do momento crucial , é mais brando, no entanto , para o momento crucial, creio eu, será muito difícil. Será uma prova árdua. De ranger os dentes.

Ainda temos tempo , de nos prepararmos espiritualmente para esse grande momento de transformação de mundo de provas e expiação para mundo de regeneração.

Vamos , imaginar por hipótese, que absolutamente nada disso virá a ocorrer, e que tudo será de forma branda. Vamos dar 50% de chance de que vai acontecer e 50% de chance de que não vai acontecer.

Se acontecer , e não estivermos preparados como será??????

E se não acontecer, não perdemos nada. Crescemos espiritualmente.

Estar preparado , é uma grande dádiva.....

Só temos a ganhar ,  preparando nosso íntimo , amando ainda mais a Deus sobre todas as coisas e ao próximo com a si mesmo. Sem caridade não há amor (salvação).

Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 11 de Janeiro de 2010, 12:13
Olá a todos


Os Exilados da Capela Edgard Armond

III - OS TRÊS CICLOS

       Para melhor metodização do estudo que vamos fazer, deste tão singular e interessante assunto, julgamos aconselhável dividir a história da vida humana, na Terra, em três períodos ou ciclos que, muito embora diferentes das classificações oficiais, nem por isso, todavia, representam discordância em relação a elas; adotamos uma divisão arbitrária, unicamente por conveniência didática, segundo um ponto de vista todo pessoal.

É a seguinte:

1º Ciclo:
       Começa no ponto em que os Prepostos do Cristo, já havendo determinado os tipos dos seres dos três reinos inferiores e terminado as experimentações fundamentais para a criação do até hoje misterioso tipo de transição entre os reinos animal e humano, apresentaram, como espécime-padrão, adequado às condições de vida no planeta, esta forma corporal crucífera, símbolo da evolução pelo sofrimento que, aliás, com ligeiras modificações, se reflete no sistema sideral de que fazemos parte e até onde se estende a autoridade espiritual de Jesus Cristo, o sublime arquiteto e divino diretor planetário.
       O ciclo prossegue com a evolução, no astral do planeta, dos espíritos que formaram a Primeira Raça-Mãe; depois com a encarnação dos homens primitivos na Segunda Raça- Mãe, suas sucessivas gerações e selecionamentos periódicos para aperfeiçoamentos etnográficos: na terceira e na quarta, com a migração de espíritos vindos da Capela; corrupção moral subseqüente e expurgo da Terra com os cataclismos que a tradição espiritual registra.

2º Ciclo:
       Inicia-se com as massas sobreviventes desses cataclismos; atravessa toda a fase consumida com a formação de novas e mais adiantadas sociedades humanas e termina com a vinda do Messias Redentor.

3º Ciclo:
       Começa no Gólgota, com o último ato do sacrifício do Divino Mestre, e vem até nossos dias, devendo encerrar-se com o advento do Terceiro Milênio, em pleno Aquário, quando a humanidade sofrerá novo expurgo-que é o predito por Jesus, nos seus ensinamentos, anunciado desde antes pelos profetas hebreus, simbolizado por João, no Apocalipse, e confirmado pelos emissários da Terceira Revelação - época em que se iniciará, na Terra, um período de vida moral mais perfeito, para tornar realidade os ensinamentos contidos nos evangelhos cristãos.

Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 11 de Janeiro de 2010, 12:29
Olá a todos

Os Exilados da Capela Edgard Armond

XXII - A PASSAGEM DO MILÊNIO

Assim atingimos o último ciclo.

       Dois mil anos são transcorridos, após o sublime avatar; entretanto, eis que a humanidade vive agora um novo período de ansiosa e dolorosa expectativa; mais que nunca, e justamente porque seu entendimento se alargou, crescendo sua responsabilidade, necessita ela de um Redentor.
       Porque os ensinamentos maravilhosos do Messias de Deus foram, em grande parte, desprezados ou deturpados.
       O rumo tomado pelas sociedades humanas não é aquele que o Divino Pastor apontou ao rebanho bruto dos primeiros dias, aos Filhos da Promessa que desceram dos céus, e continua a apontar às gerações já mais esclarecidas e conscientes dos nossos tempos.
       Os homens se desviaram por maus caminhos e se perderam nas sombras da maldade e do crime.
       Como da primeira vez, os degredados e seus descendentes deixaram-se corromper pelas paixões e foram dominados pelas tentações do mundo material.
       Sua inteligência, grandemente desenvolvida no transcorrer dos séculos, foi aplicada na conquista de bens perecíveis; os templos dos deuses da guerra, transferidos agora para as oficinas e as chancelarias, nunca mais, desde muito, se fecharam, e a violência e a corrupção dominam por toda a terra. O amálgama das raças e sua espiritualização na unidade - que era a tarefa planetária dos Exilados - não produziram os desejados efeitos, pois que parte da humanidade vive e se debate na voragem nefanda da morte, destruindo se mutuamente, enquanto muitos dos Filhos da Terra ainda permanecem na mais lamentável barbárie e na ignorância de suas altas finalidades evolutivas.
       Pode hoje o narrador repetir como antigamente:
- " e viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra..." (Gn,
6:5)
       Por isso, agora, ao nos avizinharmos do encerramento deste ciclo, nossos corações se confrangem e atemorizam: tememos o dia do novo juízo, quando o Cristo, sentado no seu trono de luzes, pedir-nos contas de nossos atos.
       Porque está escrito, para se cumprir como tudo o mais se tem cumprido:
       - "O Filho do Homem será o juiz.
       Pois, como o Pai tem em si mesmo a vida, concede também ao Filho possuir a vida em si; igualmente deu-lhe o poder de julgar, porque é o Filho do Homem." (Jo, 5:22,26-27) Não virá Ele, é certo, conviver conosco novamente na Terra, como nos tempos apostólicos, mas, conforme estiver presente ou ausente em nossos corações, naquilo que ensinou e naquilo que, essencialmente, Ele mesmo é, a saber: sabedoria, amor e pureza assim seremos nós apartados uns dos outros.

       Já dissemos e mostramos que, de tempos em tempos, periodicamente, a humanidade atinge um momento de depuração, que é sempre precedido de um expurgo planetário, para que dê um passo avante em sua rota evolutiva.
       Estamos, agora, vivendo novamente um período desses e, nos planos espirituais superiores, já se instala o divino tribunal; seu trabalho consiste na separação dos bons e dos maus, dos compatíveis e incompatíveis com as novas condições de vida que devem reinar
na Terra futuramente.
       No Evangelho, como já dissemos, está claramente demonstrada pelo próprio mestre a natureza do veredito: passarão para a direita os espíritos julgados merecedores de acesso, aqueles que, pelo seu próprio esforço, conseguiram a necessária transformação moral; os já então incapazes de ações criminosas conscientes; os que tiverem dominado os instintos da violência, pela paz; do egoísmo, pelo desprendimento; da ambição, pela renúncia; da sensualidade, pela pureza.
       Todos aqueles, enfim, que possuírem em seus perispíritos a luminosidade reveladora da renovação, esses passarão para a direita; poderão fazer parte da nova humanidade redimida; habitarão o mundo purificado do Terceiro Milênio, onde imperarão novas leis, novos costumes, nova mentalidade social, e no qual os povos, pela sua elevada conduta moral, tornarão uma realidade viva os ensinamentos do Messias.
       Quanto aos demais, aqueles para os quais as luzes da vida espiritual ainda não se acenderam, esses passarão para a esquerda, serão relegados a mundos inferiores, afins, onde viverão imersos em provas mais duras e acerbas, prosseguindo na expiação de seus erros, com os agravos da obstinação.
       Todavia, a misericórdia, como sempre, os cobrirá, pois terão como tarefa redentora o auxílio e a orientação das humanidades retardadas desses mundos, com vistas ao apressamento de sua evolução coletiva.
       Então, como sucedeu com os capelinos, em relação à Terra, assim sucederá com os terrícolas em relação aos orbes menos felizes, para onde forem degredados e, perante os quais como antigamente sucedeu, transformar-se-ão em Filhos de Deus, em anjos decaídos.

Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 11 de Janeiro de 2010, 20:30
Olá a todos

Entrevista com Divaldo Pereira Franco
Realizado em 27/10/2009 - Logo após sua palestra. Formulada pela Rede Amigo Espírita


1.     O difícil momento vivido pela humanidade está a solicitar uma postura coerente com o que já conhecemos do Evangelho de Jesus. Por que sentimos tanta dificuldade na vivência prática do amor?

       A criatura humana imantada aos vícios ancestrais considera um desafio qualquer tipo de mudança, especialmente as mudanças radicais e profundas do caráter. Por esta razão Jesus Cristo asseverou que é necessário morrer o homem velho, para nascer o homem novo. Esse renascimento é de natureza moral, espiritual.

Allan Kardec por sua vez, considerou que o verdadeiro espirita é aquele que empreenda a tarefa de ser hoje o melhor do que ontem, amanhã melhor do que hoje, lutando sempre contra as más inclinações.

Então natural, que de começo tudo isto constitua um desafio. E que este desafio nos iremos transformar em um hábito, até que o hábito se transforme em um costume que incorporaremos em nossa vida.

 

2.     Há muita carência e angústia no mundo, apesar de todos os motivos de vivermos com alegria e otimismo. Por que o ser humano tende tanto para o lado negativo e difícil das situações?

O nosso processo antroposocio psicológico vem sendo um instinto para a razão.. somente a 10 mil anos é que adquirimos a consciência do si da nossa realidade. É natural que ajamos mais pelo instinto do que ajamos pela razão. É inevitável que essa tendência que esta arraigada na nossa consciência expresse-se pelo medo, a violência, com sentimentos generativos que nós iremos substituindo a pouco a pouco pelo sentimento da amizade, da fraternidade e do amor

3.     Divaldo em relação a gripe suína, finais dos tempos, os efeitos da mulher fora do lar, que tipo de espíritos estarão reencarnando neste período de transição e quando se dará o início ao Mundo de Regeneração.
O mundo de Regeneração já começou, ocorre que não será de um momento para o outro. É uma transição muito longa. As criaturas normalmente acostumam-se a visão apocalíptica, a tragédia, o pavor. Mas não será este mundo físico, será um mundo moral. As transformações lentas, e nós estamos acompanhando em todos os seguimentos da sociedade.

4.     Felizmente vemos o movimento espírita trabalhando bastante em favor do equilíbrio e da serenidade humana. O que podemos acrescentar ao nosso movimento espírita para torná-lo ainda mais eficiente na divulgação e vivência espírita?

Fidelidade a Jesus e a Allan Kardec.  É uma época de modismos, de novidades sedutoras, em que mesmo os convidados podem ser atraídos para os desvios. Allan Kardec nos advertiu muito a respeito dos falsos profetas, inclusive os da erraticidade. Que nós sejamos fieis aos postulados doutrinários, que estaremos contribuindo para a fidelidade maior da divulgação, pelos exemplos, porque a humanidade esta cansada de palavras.

 

5.     Como lidar serenamente com as críticas muitas vezes injustas que nos fazem?? Como seguir trabalhando com Jesus sem sentir-se envolvido pelas trevas? 

De maneira muito fácil. Quando nós recebemos uma luz, somos o primeiro a ficar modificados, mas quando acendemos uma luz íntima então nós nos geramos uma sombra. Enquanto que a luz de fora produz sombra interior. A critica deve ser levada como um instrumento para avaliarmos o nosso trabalho. Há muitas criticas justas, que nos ajudam a reconhecer o nosso erro, a melhorar de conduta iria ser muito louvável, mas se a critica é injusta, não devemos dar valor, porque desta forma ela tomaria um caráter de realidade. Então antigamente a psicologia dizia: existe um observador e o observado. Agora a física diz: só há o observador. O observador que é observado pela observação do observo. Então quando alguém for injusto para comigo, eu confesso que não me incomodo, porque é inevitável, todos nós temos inimigos, o importante é não ser inimigo  de ninguém.

 
                                                                              Continua.......................
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 11 de Janeiro de 2010, 20:33
                                                                          Continuação.......


Entrevista com Divaldo Pereira Franco
Realizado em 27/10/2009 - Logo após sua palestra. Formulada pela Rede Amigo Espírita


6.   Divaldo, com o crescimento do mercado editorial houve uma proliferação de obras que se dizem espíritas, no entanto, trazem em seu seio equívocos doutrinários. Como separar o joio do trigo, ou seja, de que forma estabelecer um critério eficaz para que o leitor tenha uma fonte segura do conhecimento espírita? E como a espiritualidade maior tem visto os livros que estão sendo editados dando destaque às trevas?
 

Os bons espíritos louvam tudo que é positivo e nobre. Nós deveremos não considerar como negativos, porque o fato de estarem divulgando o bem já é positivo. Mas a pessoa que começa o estudo da Doutrina pela codificação possui os instrumentos hábeis para distinguir a impostura da verdade, a mistificação e o que é legitimo. Não nos preocupemos, porque todo modismo cai e toda Doutrina que apavora tem um curso muito rápido. A nossa mensagem é de esperança, de paz e de iluminação. Esta previsto que naturalmente os aventureiros se encarregariam de criar embaraços, porque não tendo compromisso com a verdade, naturalmente que a pessoa que tem interesse em criar condições para as suas vantagens materiais e nisto peca pela sua  própria paz.

Agradecemos a generosidade das perguntas e formulamos votos de muita paz para os nossos queridos telespectadores.

Vale a pena amar. Seja você quem ama, porquanto amando você estará em paz e estando em paz o mundo é melhor. Muita paz!!

Vídeo para baixar da entrevista
http://www.youtube.com/watch?v=rxRrWM6SnP8&feature=player_embedded (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PXJ4UnJXTTZTblA4JmFtcDtmZWF0dXJlPXBsYXllcl9lbWJlZGRlZA==)
Artigos Diversos
http://amigoespirita.zip.net/ (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL2FtaWdvZXNwaXJpdGEuemlwLm5ldC8=)


Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 11 de Janeiro de 2010, 22:11
Olá a todos

Título :
Elevação da Terra para Mundo de Regeneração

Autor:
Luiz Guilherme Marques

Fonte:
O Mensageiro




Os Espíritos Superiores que orientaram Allan Kerdec na elaboração da Doutrina Espírita sempre afirmaram que, naquela época, ou seja, no século XIX, nosso planeta se classificava como mundo de provas e expiações, o quer dizer, mais ou menos o seguinte: trata-se de orbe onde a maioria ainda não aplica a regra máxima do amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo e, ainda com poucas construções realmente idealistas, vive sofrendo os efeitos negativos das suas ações contrárias às Leis Divinas.

Recentemente, encontramos afirmação de Joanna de Angelis, através da psicografia de Divaldo Pereira Santos, no sentido de que já nos encontramos no período de transição do planeta para mundo de regeneração (v. O Amor como Solução, Ed. Leal, 2006, p. 9). Passaremos a contar, gradativamente, com um número cada vez maior de pessoas renovadas para o ideal de fazer o bem aos outros para merecer o Bem.

Podemos deduzir que Jesus, o Sublime Governador da Terra, traça planos muito seguros para evolução do planeta, inclusive estabelecendo prazos para o cumprimento de cada meta evolutiva. Não poderia ser diferente, quando nossos próprios planejamentos organizacionais assim se fazem.

Verificado, então, que vivemos presentemente esta fase importante da nossa evolução individual e coletiva, resta-nos investir maciçamente no trabalho de autoaprimoramento e desenvolvimento do meio em que vivemos.

Manoel Philomeno de Miranda, no seu recente livro, psicografado por Divaldo Pereira Franco, sob o título Reencontro com a Vida, Ed. Leal, 2006, p. 28, dá um excelente conselho para todos nós:

Ampliar as informações sobre a Espiritualidade e a Erraticidade, sobre a Lei de Causa e Efeito, é dever de todos aqueles que despertaram para Jesus e a própria consciência, assim contribuindo em favor da humanidade e do seu próximo vencido pelas perturbações psicológicas ampliadas pelas obsessões.

Afinal de contas, se é verdade que todas as Religiões pregam a prática do Bem e várias correntes religiosas e filosóficas ensinam sobre a reencarnação, na época em que vivemos somente a Doutrina Espírita tem mostrado claramente a vida no mundo espiritual e a realidade da Lei de Causa e Efeito. Sem essas informações fica muito difícil a escalada evolutiva da humanidade, pois o que faz cada qual melhorar seu padrão moral é o conhecimento dos bons resultados das condutas corretas.

Dessa forma, trabalhando como divulgadores das informações a que se refere Manoel Philomeno de Miranda, estaremos contribuindo para a melhoria do mundo.

Engajemo-nos nessa cruzada bendita sob a bandeira de Jesus, que comenda nossos destinos rumo à felicidade individual e coletiva.

Todos os esforços devem ser empenhados nesse sentido, faltando pouco para chegarmos ao porto da paz, quando trabalharemos todos incentivados pelo ideal da Fraternidade Universal.

http://www.omensageiro.com.br/artigos/artigo-186.htm (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5vbWVuc2FnZWlyby5jb20uYnIvYXJ0aWdvcy9hcnRpZ28tMTg2Lmh0bQ==)


Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 13 de Janeiro de 2010, 11:14
Olá a todos


Novo sinal ou já começou a mudança???
TERREMOTO NO TAITI
3/01/2010 - 06h22
Sobreviventes relatam situação de caos e angústia em Porto Príncipe



Ministério das Relações Exteriores: contato é difícil
Centenas saem às ruas na República Dominicana
Prédio da embaixada brasileira no Haiti teve danos, diz embaixador
Testemunhas do tremor de 7 graus na escala Richter, que atingiu a capital do Haiti na tarde de terça-feira (12), relataram cenas de caos, devastação e angústia, com edifícios destruídos e pessoas mortas e feridas em Porto Príncipe e nos arredores.

As estimativas de vítimas do terremoto ainda são desencontradas, mas segundo afirmou à BBC Mike Blanpeid, da agência geológica dos Estados Unidos, cerca de 3 milhões de pessoas estavam na área mais atingida pelo tremor e que os estragos devem ser "significativos'.

Carel Pedre, um apresentador de rádio e TV em Porto Príncipe, disse à BBC ter testemunhado uma grande destruição no trajeto de oito quilômetros que fez pela capital para encontrar sua filha.

"Eu vi muitas pessoas chorando por ajuda, muitos edifícios desmoronados, vários carros danificados, muitas pessoas sem ajuda, pessoas ensanguentadas", relatou.

Ele disse ter visto um cinema, um supermercado, um cibercafé e um prédio de apartamentos totalmente destruídos.

O Haiti é o país mais pobre da América; saiba mais
Leia nota completa Tremores secundários  Pedre disse que podia sentir os tremores secundários a cada 15 ou 20 minutos, cada um durando de três a cinco segundos.

Segundo ele, a escuridão na cidade contribuía para a sensação de medo e preocupação entre a população.

"Não há eletricidade, todas as linhas telefônicas estão desligadas, então não tem muito jeito de as pessoas entrarem em contato com suas famílias e com os amigos", disse.

Ele afirmou não ter visto muitos carros de serviços de emergência e que as pessoas nas ruas tentavam ajudar uns aos outros, mas sem saber "aonde ir ou por onde começar".

O repórter da Reuters Joseph Guyler Delva disse que quando o terremoto atingiu a cidade "tudo começou a tremer, as pessoas estavam gritando, as casas estavam caindo".

Delva disse ter visto dezenas de pessoas mortas. "Eu vi pessoas debaixo dos escombros, pessoas mortas. Havia pessoas gritando 'Jesus, Jesus' e correndo em todas as direções".

Ele descreveu a situação como "caos total".

Henry Bahn, um funcionário do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos que estava no Haiti, disse que todas as pessoas na capital haitiana estavam "assustadas e emocionadas".

Ele relatou à agência de notícias Associated Press que estava retornando ao seu hotel quando o chão começou a balançar.

"Eu podia ouvir uma tremenda quantidade de barulho e de gritos à distância", disse.

Ele disse ter visto uma cratera onde antes havia várias casas. "Está cheio de muros caídos, de escombros e de arame farpado", relatou.

'Confusão e angústia'
Valerie Moliére, de 15 anos, teve que ser ajudada pelo pai para conseguir sair da casa da família, danificada pelo tremor.

"Estava muito, muito ruim. Eu não conseguia nem ficar de pé. Estava no chão, meu pai teve que me pegar e me tirar da casa, de tão ruim que estava", disse ela à TV americana ABC.

Segundo ela, o ambiente do lado de fora era de "confusão e angústia". "Neste momento, tudo o que eu posso ver são pessoas correndo. Elas ainda estão correndo e gritando. Só vejo pessoas se abraçando e chorando por todos os lados", disse.

Segundo ela, os danos foram grandes. "Eu posso ver casas destruídas e muitas pessoas passando ensanguentadas na minha frente", relatou.

Escuro
Um funcionário da organização não governamental Food for the Poor, Rachmani Domersant, disse que a situação piorou depois que escureceu.

Ele contou à agência Reuters que viu sete ou oito edifícios desmoronados, entre hotéis e lojas. Ele advertiu que as projeções sobre centenas de mortos "podem estar seriamente subestimadas".

Poucos minutos após o tremor, uma grande nuvem de poeira e fumaça podia ser vista sob o céu da capital.

Mike Godfrey, que trabalha para a Agência dos Estados Unidos para Desenvolvimento Internacional, disse à rede CNN que parecia que "um cobertor cobria completamente a cidade, deixando-a escura por cerca de 20 minutos".

http://noticias.uol.com.br/bbc/2010/01/13/ult5022u4535.jhtm (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL25vdGljaWFzLnVvbC5jb20uYnIvYmJjLzIwMTAvMDEvMTMvdWx0NTAyMnU0NTM1LmpodG0=)

Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: UEEU em 13 de Janeiro de 2010, 11:55
Há que ter calma.

Situações destas sempre ocorreram mas hoje com a velocidade e tenacidade dos meios de comunicação tudo se sabe ao pormenor, especialmente, se forem desastres e desgraças.

Temos como algumas datas de acontecimentos desta natureza no Haiti 1751, 1770, 1946. Há mais de 40 anos que não acontecia um desta magnitude mas sempre houveram.

Abraço
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 13 de Janeiro de 2010, 12:02
Olá a todos

É verdade o que você colocou UEEU. A boa coerência deve estar sempre presente. Não há motivos para desesperação.

Pela velocidade dos acontecimento que estão acontecendo, ao meu ver, é importante a reflexão de nós mesmos e o que nos falta intimamente para sermos um cidadão do mundo de regeneração, não importando se faltam 2, 4 , 10 , 20 ou 50 anos para a grande virada. Mas....espiritualmente esses anos , são quase nada.

Abraços Fraternais

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 13 de Janeiro de 2010, 12:11
Olá a todos

O QUE DEVEMOS MUDAR EM NÓS?????????

Corrigendas

Quando os discípulos do Evangelho começam a entender o valor da corrigenda, eleva-se-lhes a mente a planos mais altos da vida.

Naturalmente que o Pai ama a todos os filhos, no entanto, os que procuram compreendê-lo perceberão, de mais perto, o amor divino.

Máxima identificação com o Senhor representa máxima capacidade sentimental.

Chegado a essa posição, penetra o espírito em outras zonas de serviço e aprendizado.

A princípio, doem-lhe as corrigendas, atormentam-no os açoites da experiência, entretanto, se sabe vencer nas primeiras provas, entra no conhecimento das próprias necessidades e aceita a luta por alimento espiritual e o testemunho de serviço diário por indispensável expressão da melhoria de si mesmo.

A vida está repleta de lições nesse particular.

O mineral dorme.

A árvore sonha.

O irracional atende ao impulso.

O homem selvagem obedece ao instinto.

A infância brinca.

A juventude idealiza.

O espírito consciente esforça-se e luta.

O homem renovado e convertido a Jesus, porém, é o filho do céu, colocado entre as zonas inferiores e superiores do caminho evolutivo. Nele, o trabalho de iluminação e aperfeiçoamento é incessante; deve, portanto, ser o primeiro a receber as corrigendas do Senhor e os açoites da retificação paterna.

Se te encontras, pois, mais perto do Pai, aprende a compreender o amor da educação divina.

Autor : Emmanuel

Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Fernando B. em 13 de Janeiro de 2010, 16:16
Tenho visto muita coisa, entre artigos, reportagens, filmes, enfim, uma série de pessoas que se dedicam a estudar e pesquisar sobre acontecimentos que mudariam completamente o futuro do planeta, até mesmo o aniquilamento do mesmo!

Sinceramente, sou completamente ignorante a respeito de tal fato, quando li a Genese, ela diz que provavelmente não aconteceria catastrofes como o diluvio e outras que pertubaram durante muito tempo o nosso globo durante sua formação, a mudança, a transição iria ocorrer mas de outra forma e sinceramente creio que iremos sofrer sim com grandes catastrofes e cataclismas, mas por nossas próprias mãos e não pela vontade de Deus, pois somos completamente imprudendes, levianos e estamos colocando o bem material acima de tudo, então, a não ser que ocorra uma mudança drástica nos corações de todos nós, pagaremos um alto preço por isso e quem sabe assim não aprendemos os verdadeiros valores da vida e mudança tão sonhada por todos nós passe a ocorrer!

Fiquem todos com Deus!
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 13 de Janeiro de 2010, 18:54
Olá a Todos

REGENERAÇÃO
Dr. Bezerra no livro Herdeiros do Novo Mundo alerta que não haverá outra última hora para a reforma íntima p/ continuarmos vivendo na terra.


       Vários estudos sérios têm alertado a humanidade quanto a este momento. Somos hoje 6,5 bilhões de encarnados, segundo "Censos".

       Um mundo novo pressupõe o fim da violência, do egoísmo, das diferenças. Pressupõe o reconhecimento de nossa igualdade, filhos do mesmo Pai, irmãos em uma existência infinita. Um mundo novo pressupõe o amor como princípio fundamental de nossa corrida existencial.

       Chico fala do planeta "X" e suas possíveis mudanças drásticas no nosso planeta nos liminares de 2057.

      Mateus 13:16  Bem-aventurados, porém, os vossos olhos, porque vêem; e os vossos ouvidos, porque ouvem.



Abraços fraternos
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 14 de Janeiro de 2010, 11:38
Olá a todos

TRAZENDO UM POUCO DOS ENSINAMENTOS DA "A GÊNESE"
OS TEMPOS SÃO CHEGADOS
Capítulo XVIII - 8


8 - ....... Se não tivésseis a visão espiritual limitada pelo véu da matéria, veríeis as correntes fluídicas que, como milhares de fios condutores, ligam as coisas do mundo espiritual às do mundo material.
       «Quando se vos diz que a Humanidade chegou a um período de transformação e que a Terra tem que se elevar na hierarquia dos mundos, nada de místico vejais nessas palavras; vede, ao contrário, a execução da uma das grandes leis fatais do Universo, contra as quais se quebra toda a má-vontade humana.

9 -

                                                                    Continua..............
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 14 de Janeiro de 2010, 11:47
                                                              Continuação............

Olá a todos

TRAZENDO UM POUCO DOS ENSINAMENTOS DA "A GÊNESE"
OS TEMPOS SÃO CHEGADOS
Capítulo XVIII - 9


9. -        Sim, decerto, a Humanidade se transforma, como já se transformou noutras épocas, e cada transformação se assinala por uma crise que é, para o gênero humano, o que são, para os indivíduos, as crises de crescimento.
       Aquelas se tornam, muitas vezes, penosas, dolorosas, e arrebatam consigo as gerações e as instituições, mas, são sempre seguidas de uma fase de progresso material e moral. «A Humanidade terrestre, tendo chegado a um desses períodos de crescimento, está em cheio, há quase um século, no trabalho da sua transformação, pelo que a vemos agitar-se de todos os lados, presa de uma espécie de febre e como que impelida por invisível força. Assim continuará, até que se haja outra vez estabilizado em novas bases. quem a observar, então, achá-la-á muito mudada em seus costumes, em seu caráter, nas suas leis, em suas crenças, numa palavra: em todo o seu estado social.
       «Uma coisa que vos parecerá estranhável, mas que por isso não deixa de ser rigorosa verdade, é que o mundo dos Espíritos, mundo que vos rodeia, experimenta o contrachoque de todas as comoções que abalam o mundo dos encarnados.
       Digo mesmo que aquele toma parte ativa nessas comoções. Nada tem isto de surpreendente, para quem sabe que os Espíritos fazem corpo com a Humanidade; que eles saem dela e a ela têm de voltar, sendo, pois, natural se interessem pelos movimentos que se operam entre os homens. Ficai, portanto, certos de que, quando uma revolução social se produz na Terra, abala igualmente o mundo invisível, onde todas as paixões, boas e más, se exacerbam, como entre vós. Indizível efervescência entra a reinar na coletividade dos Espíritos que ainda pertencem ao vosso mundo e que aguardam o momento de a ele volver.
       «À agitação dos encarnados e desencarnados se juntam às vezes, e freqüentemente mesmo, já que tudo se conjuga em a Natureza, as perturbações dos elementos físicos. Dá-se então, durante algum tempo, verdadeira confusão geral, mas que passa como furacão, após o qual o céu volta a estar sereno, e a Humanidade, reconstituída sobre novas bases, imbuída de novas idéias, começa a percorrer nova etapa de progresso.
       «É no período que ora se inicia que o Espiritismo florescerá e dará frutos.
       Trabalhais, portanto, mais para o futuro, do que para o presente. Era, porém, necessário que esses trabalhos se preparassem antecipadamente, porque eles traçam as sendas da regeneração, pela unificação e racionalidade das crenças.
       Ditosos os que deles aproveitam desde já. Tantas penas se pouparão esses, quantos forem os proveitos que deles aufiram.
Doutor BARRY.»

10.

                                                                     Continua..................

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 14 de Janeiro de 2010, 12:02
                                        Continuação............

Olá a todos

TRAZENDO UM POUCO DOS ENSINAMENTOS DA "A GÊNESE"
OS TEMPOS SÃO CHEGADOS

Capítulo XVIII - 10


       10. - Do que precede resulta que, em conseqüência do movimento de translação que executam no espaço, os corpos celestes exercem, uns sobre os outros, maior ou menor influência, conforme a proximidade em que se achem entre si e as suas respectivas posições; que essa influência pode acarretar uma perturbação momentânea aos seus elementos constitutivos e modificar as condições de vitalidade dos seus habitantes; que a regularidade dos movimentos determina a volta periódica das mesmas causas e dos mesmos efeitos; que, se demasiado curta é a duração de certos períodos para que os homens os apreciem, outros vêem passar gerações e raças que deles não se apercebem e às quais se afigura normal o estado de coisas que observam. Ao contrário, as gerações contemporâneas da transição lhe sofrem o contra choque e tudo lhes parece fora das leis ordinárias. Essas gerações vêem uma causa sobrenatural, maravilhosa, miraculosa no que, em realidade, mais não é do que a execução das leis da Natureza.
       Se, pelo encadeamento e a solidariedade das causas e dos efeitos, os períodos de renovação moral da Humanidade coincidem, como tudo leva a crer, com as revoluções físicas do globo, podem os referidos períodos ser acompanhados ou precedidos de fenômenos naturais, insólitos para os que com eles não se acham familiarizados, de meteoros que parecem estranhos, de recrudescência e intensificação desusadas dos flagelos destruidores, que não são nem causa, nem presságios sobrenaturais, mas uma consequência do movimento geral que se opera no mundo físico e no mundo moral.
       Anunciando a época de renovação que se havia de abrir para a Humanidade e determinar o fim do velho mundo, a Jesus, pois, foi lícito dizer que ela se assinalaria por fenômenos extraordinários, tremores de terra, flagelos diversos, sinais no céu, que mais não são do que meteoros, sem abrogação das leis naturais. O vulgo, porém, ignorante, viu nessas palavras a predição de fatos miraculosos. (1)




(1) A terrível epidemia que, de 1866 a 1868, dizimou a população da Ilha Maurícia, teve a precedê-la tão extraordinária e tão abundante chuva de estrelas cadentes, em novembro de 1866, que aterrorizou os habitantes daquela ilha. A partir desse momento, a doença, que reinava desde alguns meses de forma muito benigna, se transformou em verdadeiro flagelo devastador.
Aquele fora bem um sinal no céu e talvez nesse sentido é que se deva entender a frase estrelas caindo do céu, de que fala o Evangelho, como sendo um dos sinais dos tempos.
(Pormenores sobre a epidemia da ilha Maurícia: Revue Spirite, de julho de 1867, pág. 208, e
novembro de 1868, pág. 321.)



                                                          Continua..............
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 14 de Janeiro de 2010, 12:09
                   Continuação............

Olá a todos

TRAZENDO UM POUCO DOS ENSINAMENTOS DA "A GÊNESE"
OS TEMPOS SÃO CHEGADOS

Capítulo XVIII - 11-12

       11. - A previsão dos movimentos progressivos da Humanidade nada apresenta de surpreendente, quando feita por seres desmaterializados, que vêem o fim a que tendem todas as coisas, tendo alguns deles conhecimento direto do pensamento de Deus. Pelos movimentos parciais, esses seres vêem em que época poderá operar-se um movimento geral, do mesmo modo que o homem pode calcular de antemão o tempo que uma árvore levará para dar frutos, do mesmo modo que os astrônomos calculam a época de um fenômeno astronômico, pelo tempo que um astro gasta para efetuar a sua revolução.

12. - A Humanidade é um ser coletivo em quem se operam as mesmas revoluções morais por que passa todo ser individual, com a diferença de que umas se realizam de ano em ano e as outras de século em século. Acompanhe se a Humanidade em suas evoluções através dos tempos e ver-se-á a vida das diversas raças marcada por períodos que dão a cada época uma fisionomia especial.


                                                                  Continua......
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 14 de Janeiro de 2010, 12:15
  Continuação............

Olá a todos

TRAZENDO UM POUCO DOS ENSINAMENTOS DA "A GÊNESE"
OS TEMPOS SÃO CHEGADOS

Capítulo XVIII - 14


       14. - Tornada adulta, a Humanidade tem novas necessidades, aspirações mais vastas e mais elevadas; compreende o vazio com que foi embalada, a insuficiência de suas instituições para lhe dar felicidade; já não encontra, no estado das coisas, as satisfações legítimas a que se sente com direito. Despojase, em consequência, das faixas infantis e se lança, impelida por irresistível força, para as margens desconhecidas, em busca de novos horizontes menos limitados,
       É a um desses períodos de transformação, ou, se o preferirem, de crescimento moral, que ora chega a Humanidade. Da adolescência chega ao estado viril. O passado já não pode bastar às suas novas aspirações, às suas novas necessidades; ela já não pode ser conduzida pelos mesmos métodos; não mais se deixa levar por ilusões, nem fantasmagorias; sua razão amadurecida reclama alimentos mais substanciosos. É demasiado efêmero o presente; ela sente que mais amplo é o seu destino e que a vida corpórea é excessivamente restrita para encerrá-lo inteiramente. Por isso, mergulha o olhar no passado e no futuro, a fim de descobrir num ou noutro o mistério da sua existência e de adquirir uma consoladora certeza.
       E é no momento em que ela se encontra muito apertada na esfera material, em que transbordante se encontra de vida intelectual, em que o sentimento da espiritualidade lhe desabrocha no seio, que homens que se dizem filósofos pretendem encher o vazio com as doutrinas da nadismo e do materialismo! Singular aberração! Esses mesmos homens, que intentam impelir para a frente a Humanidade, se esforçam por circunscrevê-la no acanhado círculo da matéria, donde ela anseia por escapar-se. Velam-lhe o aspecto da vida infinita e lhe dizem, apontando para o túmulo: Nec plus ultra!


Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 14 de Janeiro de 2010, 12:22
Olá a todos

       Temos ai , no Livro A Gênese, dito pelos espíritos à mais de 150 anos atráz, nos preparando para a grande mudança, demonstrando da possibilidade muito nítida , e que poderá ser com cataclísmas , mas que a maior mudança será a moral e espiritual, onde novos habitante mais evoluídos estarão junto de nós nos ensinando.

       Creio que devemos nos preparar para ser um cidadão do mundo de Regeneração , pois está muito próxima esta mudança.

Chico fala do planeta "X" e suas possíveis mudanças drásticas no nosso planeta nos liminares de 2057.

Dr. Bezerra no livro Herdeiros do Novo Mundo alerta que não haverá outra última hora para a reforma íntima p/ continuarmos vivendo na terra.


      Mateus 13:16  Bem-aventurados, porém, os vossos olhos, porque vêem; e os vossos ouvidos, porque ouvem.


Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 14 de Janeiro de 2010, 12:30
Olá a todos

A NOVA GERAÇÃO

Livro A Gênese - Cap XVIII - 17


       17. - A fraternidade será a pedra angular da nova ordem social; mas, não há fraternidade real, sólida, efetiva, senão assente em base inabalável e essa base é a fé, não a fé em tais ou tais dogmas particulares, que mudam com os tempos e os povos e que mutuamente se apedrejam, porquanto, anatematizando-se uns aos outros, alimentam o antagonismo, mas a fé nos princípios fundamentais que toda a gente pode aceitar e aceitará: Deus, a alma, o futuro, o progresso individual indefinido, a perpetuidade das relações entre os seres. Quando todos os homens estiverem convencidos de que Deus é o mesmo para todos; de que esse Deus, soberanamente justo e bom, nada de injusto pode querer; que não dele, porém dos homens vem o mal, todos se considerarão filhos do mesmo Pai e se estenderão as mãos uns aos outros.
       Essa a fé que o Espiritismo faculta e que doravante será o eixo em torno do qual girará o gênero humano, quaisquer que sejam os cultos e as crenças particulares.


Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: URBIETA em 14 de Janeiro de 2010, 18:47
É gente....hoje pela manhã, antes de vir trabalhar, estava assistindo o noticiário da manhã e as notícias sobre o Haiti mais uma vez me chocaram...em 2009 quantas tragédias presenciamos? E em 2008, 2007? A " higienização" mesmo sendo necessária para que a terra entre na classificação de mundo de regeneração, ainda me deixa apiedada de nossos irmãos...Como ainda somos pequenos e ignorantes para não "entendermos" os desígnos de Deus...Enfim, pra mim está bem claro o APOCALÍPSE que tem seu formato em drogas, violência, corrupção, ganância, especulação e exploração sexual e infantil (que horror), desavenças familiares, tragédias em geral com muita dor e pânico...
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: mecame em 15 de Janeiro de 2010, 02:06
Queridos irmãos amamos aos dois. As vezes é natural haver um desentendimento. Nem sempre compreendemos as colocações. A palavra escrita tenta expor o que o pensamento produz, mas muitas vezes não encontramos as palavras certas para esse meio on line. compreendo e tenho certeza que todos nós compreendemos o texto tão importante do irmão Siegmund Beulke , assim como compreendo e acredito que todos compreendem a pergunta do irmão dim-dim . E em nome dos irmãos que aqui postam seus auxilios e suas dúvidas eu quero dizer que compreendemos perfeitamente e amamos a cada um com o mesmo amor. Eu não posso dizer nós para não generalizar o amor que sinto pelos irmãos, mas posso dizer pelo amor que sei que todos temos, que nós todos nos amamos aqui. E acredito na boa intenção de todos nós. E se não for pedir demais, gostaria que os irmãos se desculpassem um ao outro pelo mal entendido. Porque sei que não há intensão de ofensa nem da parte de um e nem de outro. A paz de Cristo.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: dim-dim em 15 de Janeiro de 2010, 13:22

Olá!

" Allan Kardec "

34. - Opera-se presentemente um desses movimentos gerais, destinados a realizar uma remodelação da Humanidade. A multiplicidade das causas de destruição constitui sinal característico dos tempos, visto que elas apressarão a eclosão dos novos germens. São as folhas que caem no outono e às quais sucedem outras folhas cheias de vida, porquanto a Humanidade tem suas estações, como os indivíduos têm suas várias idades. As folhas mortas da Humanidade caem batidas pelas rajadas e pelos golpes de vento, porém, para renascerem mais vivazes sob o mesmo sopro de vida, que não se extingue, mas se purifica.

35. - Para o materialista, os flagelos destruidores são calamidades carentes de compensação, sem resultados aproveitáveis, pois que, na opinião deles, os aludidos flagelos aniquilam os seres para sempre. Para aquele, porém, que sabe que a morte unicamente destrói o envoltório, tais flagelos não acarretam as mesmas conseqüências e não lhe causam o mínimo pavor; ele lhes compreende o objetivo e não ignora que os homens não perdem mais por morrerem juntos, do que por morrerem isolados, dado que, duma forma ou doutra, a isso hão de todos sempre chegar.


Namasté
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 15 de Janeiro de 2010, 14:15
Olá amigo mecame

Seja bem vindo a este estudo "Fim dos tempos - Início mundo Regeneração".

É como você colocou "que nós todos nos amamos aqui", e que todos temos boas intenções.

Não vejo a necessidade de levantar novamente esse assunto que você colocou, pois penso que já está resolvido. Se você reler desde o inicio vai ver que o que eu citei abaixo já aconteceu na Resposta #14.
Já me desculpei com o nosso amigo dim-dim. E ele entendeu o pedido de desculpas , veja Resposta #15.
Ele não tem nada para se desculpar comigo, pois não me sinto nem um pouco ofendido.
Sendo assim, continuemos nessa paz.

Resposta #14

Olá amigo..

Abraços..

Te amo em Cristo Jesus

Fique na Paz........

Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: mecame em 15 de Janeiro de 2010, 15:41
Queridos irmãoes Urbieta, Dim Dim, Siegmund e demais. Eu antes de reconhecer a doutrina espírita passei por algumas experiencias na busca de uma religião ou uma ideologia que me auxiliasse a encontrar o mistério da Existencia. Como todos os seres humanos eu também sentia um vazio, uma necessidade de Deus e uma imensa vontade de me encontrar e me entender. Eu me achava um inigma. Pensava sempre que um ser que domina o espaço onde vive e possui uma vida cheia de possibilidades, construtor de momentos felizes e de coisas lindas, esse ser homem em contradição a tudo isso também adoecia, envelhecia , morria. E além de tudo isso, ainda também fazia o mal, matava e destruia. E, então, na busca para compreender a Existencia acabei estudando muito a metafísica e as religiões, tornei-me um religioso catolico, mais tarde budista, mais tarde Evangelico. Em cada religião passei sempre mais que de 3 a 4 anos, fazendo parte da doutrinária como cooperador assiduo e trabalhador na dissiminação da doutrina. Após deixar a igreja evangelica procurei contato com seitas, estudei várias seitas e entre elas a massonica também. Para finalizar, eu conheci o espíritismo que respondeu as minhas dúvidas reais, pois eu passava por alguns fenomenos nunca antes explicados pelas outras religões como a psicografia e o desdobramento e outros. E o nessas andanças o que mais me surpreendeu foi o amor. Hoje eu tenho total certeza sobre a grandeza do amor. Então, eu vejo a míseria , a violencia e os crimes no mundo. Eu vejo os sinais do Apocalpise, mas nada me impressiona porque da mesma forma que a mulher carrega durante 9 meses o filho na barriga e depois sente a dor do parto para que a vida surja através de sua esperança e por fim de sua dor, assim é a evolução da Existencia. Hoje eu entendo que na ignorancia muitos ainda não permitiram que o desenvolvimento da evolução do amor ocorra dentro de si, mas tudo tem seu tempo e, cada tempo e cada dor gerará, por intermédio do divino amor do Criador uma nova vida. Então, separar o joio do trigo, eu entendo como separar os semeadores do amor daqueles que semeiam o ódio para que tanto um como outro tenham em outro estado e em outro meio ambiente a possibilidade de continuidade da evolução. Creio profundamente no amor do criador para conosco, por sermos todos espíritos e todos criaturas do seu amor. Há uma passagem no biblica que diz: "Eu sou o Deus que cria o bem e cria o mal" Essa palavra é dirigida aos homens porque o que é o mal para nós é na verdade o meio metamorfico para a evolução. Há também outra passagem que Cristo diz: "Pela vontade do pai nenhuma alma se perderá" Então, vivamos o amor e acreditemos no amor do Criador. Eu quero desejar a paz de Cristo a todos vocês meus irmãos e agradecer pelo temo exposto.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: URBIETA em 15 de Janeiro de 2010, 15:55
Irmão Sieg..posso te chamar assim? alías, aki ng tem um nome fácil né?rs..Vc tem razão quando diz q os pequenso aprendem mais com o exemplo ...vejo isso em minha filha...ela é um reflexo meu melhorado..rsrsrs...e vou continuar minha caminhada tentando mais aprender do que só passar pela vida!

Um abração pra vc!

Irmão Mecame,

Gosto de conversar com pessoas como vc que tem vivência na vida e não critica A ou B somente pq as religiões tem dogmas diferentes..até pq nosso mestre maior não fundou nenhuma seita ou religião para que as seguissimos, muito pelo contrário, tentou alcançar nossos corações e o vem trabalhando nisso até hj para que o reconhecemos em cada um de nós mesmos.
que bom que sua visão se ampliou ao conhecer a doutrina...

um bração fraterno

Ana.

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: mecame em 15 de Janeiro de 2010, 16:01
A paz de Cristo, irmãzinha Urbieta
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 15 de Janeiro de 2010, 17:08
Olá amigo mecame


.............Há uma passagem no biblica que diz: "Eu sou o Deus que cria o bem e cria o mal" Essa palavra é dirigida aos homens porque o que é o mal para nós é na verdade o meio metamorfico para a evolução.........................

      Você deve ter bastante para ensinar. Tem bastante experiência e viveu muito de religião já. Eu tenho uma vivência parecida com a de você. Também já conheci outras congregações. Tudo é aprendizado. Tudo soma para o nosso crescimento.

       Com relação ao que você escreveu, entendi o que você colocou quando diz que Deus cria o bem e cria o mal , colocando o mal como meio metamórfico, (ou seja ,mudança no estado ou no caráter de uma pessoa).
Por muito tempo se entendeu realmente que Deus teria criado o bem e o mal , como duas forças criadas.

       Com os estudos do Espiritismo, entende-se que as almas ou Espíritos são criados simples ou ignorantes, quer dizer sem conhecimentos e sem consciência do bem e do mal, mas aptos a adquirir, pelo livre arbítrio e em razão de seus esforços próprios, tudo o que lhes é necessário.
       Todos têm os mesmos degraus a percorrer, o mesmo trabalho a realizar; Deus não faz uma parte maior nem mais fácil para uns do que para outros, porque todos são seus filhos e sendo justo, não tem preferência por nenhum.
       Ele lhes disse: «Eis a lei que deve ser sua regra de conduta; ela sozinha pode conduzi-los ao objetivo; tudo o que estiver de acordo com esta lei é o bem, tudo o que lhe for contrário é o mal.O mal será a falta do bem. Vocês são livres para a observar ou para a infringir, e serão assim os árbitros de sua própria sorte».

       Sendo assim, vamos colher exatamente o que plantamos. De nenhuma forma Deus criou o mal; todas suas leis são para o bem; é o homem por si mesmo que cria o mal infringindo as leis de Deus. Se ele as observasse escrupulosamente, não se afastaria jamais do bom caminho.O mal é a falta do bem. Como a escuridão é a falta de luz. Como o frio é a falta de calor......

       Mas a alma ou Espíritos, nas primeiras fases de sua existência, da mesma maneira que uma criança, tem falta de experiência. Deus não lhe deu a experiência, mas os meios de adquiri-la pelo seu livre arbítrio e esforço próprio.
       Cada passo em falso no seu caminho , deixando de fazer o bem, o mal surgirá, e será um devedor para a lei. Diante disso sofre as conseqüências e aprende, às suas próprias custas, o que deve evitar. É assim que pouco a pouco se desenvolve, se aperfeiçoa e avança na hierarquia espiritual, até que tenha chegado ao estado de espírito superior (puro).


Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 15 de Janeiro de 2010, 17:22
Irmão Sieg..posso te chamar assim? alías, aki ng tem um nome fácil né?rs..
um bração fraterno

Ana.
Olá irmã Urbieta

       vou chamá-la assim também, posso??? Me sinto muito a vontade , se você sentir assim também. Quanto a mim, pode me tratar assim pois é sinal de aproximação de irmãos da mesma fé e me sinto bem.

        O início dos novos tempos são chegados. Mais de 150 anos de introdução da doutrina espírita entre nós. Muita mudança já aconteceu e vai continuando acontecer.
        Estamos engatinhando ainda com relação a profundeza do mundo espiritual. Cada passo consciente é de suma importância.
        Creio que mais e mais, iremos receber novas mensagens e informações do mundo espiritual e com certeza deveremos passar a nossos filhos.

Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: URBIETA em 15 de Janeiro de 2010, 17:40
Claro irmão Sieg, fique a vontade!!
Nos encontraremos em outros tópicos aqui com assunto deveras interessante, como o das crianças índigo, influências espirituais, etc...

Abração!!

Urbieta.
 ;)
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 15 de Janeiro de 2010, 17:48
Irmã Urbieta

Com certeza nos encontraremos em outros tópicos.

Você poderia nos responder, como os grupos espíritas , ai na sua região, vem tratando esse assunto do Fim dos tempos e início de mundo de Regeneração???


Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: URBIETA em 15 de Janeiro de 2010, 18:02
Claro Sieg, vou colocar aqui o site do centro que frequento próximo a minha casa..acho que a abordagem desse tema não encontra-se ainda nas reuniões públicas, mas posso solicitar o tema  para estudo e uma literatura para mais conhecimento...

www.centroespiritamiguel.com.br (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5jZW50cm9lc3Bpcml0YW1pZ3VlbC5jb20uYnI=)

tem outro que é mais conhecido que frequentei por muitos anos...

www.ramatis.com.br (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5yYW1hdGlzLmNvbS5icg==)

Abraços,

Urbieta.




Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 15 de Janeiro de 2010, 18:17
Claro Sieg, vou colocar aqui o site do centro que frequento próximo a minha casa..acho que a abordagem desse tema não encontra-se ainda nas reuniões públicas, mas posso solicitar o tema  para estudo e uma literatura para mais conhecimento...

www.centroespiritamiguel.com.br (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5jZW50cm9lc3Bpcml0YW1pZ3VlbC5jb20uYnI=)

tem outro que é mais conhecido que frequentei por muitos anos...

www.ramatis.com.br (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy5yYW1hdGlzLmNvbS5icg==)

Abraços,

Urbieta.



Olá amiga Urbieta

Visitei o site que você mencionou. É um centro com bastante estudos. Isso é muito bom.
Fico no aguardo. Se você tiver mais algum assunto de vocês sobre o "Fim dos tempos - Início do mundo de REgeneração", traga aqui para somarmos.

Obrigado


UMA MENSAGEM DO SITE QUE VOCÊ APRESENTOU. MUITO BOM

O HOMEM DE BEM

O verdadeiro homem de bem é o que cumpre a lei de justiça, de amor e de caridade, na sua maior pureza.
Se ele interroga a consciência sobre seus próprios atos, a si mesmo perguntará se violou essa lei, se não praticou o mal, se fez todo o bem que podia, se desprezou voluntariamente alguma ocasião de ser útil, se ninguém tem qualquer queixa dele; enfim, se fez a outrem tudo o que desejara lhe fizessem. (...)

(Allan Kardec.
O Evangelho Segundo o Espiritismo.
Capítulo XVII.
Sede Perfeitos.
O Homem de Bem, 3.).

Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: mecame em 15 de Janeiro de 2010, 18:53
Caminhemos. Existe um ditado chinês que diz: " Se você caminhar e não parar chegará a algum lugar" São mantras para se pensar , embora pareçam muito simples. Eu acredito na humanidade. E sei que hoje nós estamos aqui falando o quanto é difícil se tornar este homem de bem, mas amanhã vamos lembrar que achavamos difícil nos tornar o que já somos. A paz de Cristo
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 15 de Janeiro de 2010, 19:10
Olá a todos

Na sua opinião,Mecane e de todos os que queiram participar;

O que poderíamos fazer para nos fortalecermos, nessa mudança de mundo de provas e expiação para mundo de regeneração. Sabendo que o Bem predominará esse mundo. Não quer dizer que não haverá o mal, mas que o bem predominará.
Qual a sua opinião.....


Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: mecame em 15 de Janeiro de 2010, 19:57
O mais importante a fazer é não deixar de perceber a semelhança entre todos nós. Nós somos todos espíritos imperfeitos que diante de um mundo um grau acima de nós seriamos como macacos devido o grau de nossa ignorancia. Portanto nos reconhecendo como ignorantes e sentirmos a empatia por isso estaremos dando os primeiros passos para uma melhor preparação para a evolução. Temos que entender que na terra não há nenhum espírito superior. Somos irmãos semelhantes no grau evolutivo. Alguém sempre tem um lado fraco que lhe assemelha do seu próximo. Se nos entendermos assim, vamos amar por semelhança e por empatia. O homem está muito ligado às ilusões. Ele diz que ama quado teoriza, mas não faria o mesmo na prática. Ele diz que perdoa a ignorancia do irmão, mas tendo seu ente querido sido assassinado cruelmente por um homem mal, ele se morde de raiva, racor, ódio e sentimentos de vingança. Ele diz que quer para seu próximo o que quer para si mesmo, mas mente, pois ele quer ser mais valorizado que o outro. Se olharmos para o que somos, vamos entender a nossa imperfeição e vamos olhar para a imperfeição do nosso semelhante com empatia, reconhecendo que o outro poderia ser eu em tal situação porque somos todos iguais, estamos todos no mesmo barco e todos lutando pela evolução do nosso estado,embora não percebamos isso. Não há mágica e nem truque para melhorarmos, não há ritual para estarmos prontos para um momento de regneração planetária. A única possibilidade que temos é o amor no seu mais profundo ser, aniquilando a vaidade, o orgulho e e auto exaltação. Quando nos colocarmos como servos e permitirmos sermos menores e humildes e até humilhados para que o nosso irmão seja exaltado ao invés de nós e, fizermos isso por amor ao irmão aí sim poderemos ficar felizes e acreditrmos que estamos no início de um possível melhoramento. Como disse Cristo : "Os humilhados serão recebidos pelo Amor maior que encontrou amor neles" A paz de Cristo.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: MarcoALSilva em 15 de Janeiro de 2010, 23:21

É melhor reinar no inferno do que servir no céu.
John Milton

Será?

Não creio...
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: mecame em 15 de Janeiro de 2010, 23:30
MarcoALSilva , meu irmão, não há como reinar na senda do mal porque a evolução é inevitável. Quem se depara com os mundos inferiores não reina jamais. A consciencia é um atributo da sabedoria do bem. Quanto mais inserido se está no mal, mais ignorante se é. A tendencia dos mundos inferiores é o melhoramento. Eles evoluem para o bem de grau em grau. No reino de Deus não existe caminho para a inferioridade, somente para a evolução espíritual. Nenhum espírito desce de nível. O espírito pode permanecer num grau inferior, mas rebaixar nunca. A paz de Cristo.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 16 de Janeiro de 2010, 15:37

O que poderíamos fazer para nos fortalecermos, nessa mudança de mundo de provas e expiação para mundo de regeneração. Sabendo que o Bem predominará esse mundo. Não quer dizer que não haverá o mal, mas que o bem predominará.
Qual a sua opinião.....

Abraços Fraternais

Obrigado pela participação, Mecane,Marcos Silva, dim-dim, urbieta e outros.VAMOS CONTINUAR.......

REFORMA INTIMA
Jornal Mundo Espírita OnLineDezembr…Autor: Antônio Moris Cury

       Uma das bandeiras do Espiritismo é a reforma íntima. Para melhor, evidentemente. Mas, afinal, o que vem a ser reforma íntima?
       De forma simples, poderíamos dizer que depois de criados por Deus, passamos a ser imortais, isto é, morre o nosso corpo a cada existência física, que pode durar um dia, dez anos, sessenta, oitenta, cem, cento e vinte anos, e assim por diante, cujo corpo se decompõe e se transforma, mas o Espírito, o ser pensante da Criação, o verdadeiro ser, jamais se extinguirá, o que significa dizer, em outras palavras, que saímos do corpo mas permanecemos na vida e, muitíssimo importante, com a preservação absoluta de nossa individualidade.
       Pela reencarnação, que literalmente significa entrar de novo na carne, passamos a ter uma nova existência física, material, de duração variável e, dependendo de nosso comportamento e outras circunstâncias, passível de antecipação ou prorrogação, sempre com o objetivo maior de aprendizado e crescimento, intelectual e moral.
       Assim, por exemplo, quando retornamos ao planeta Terra, um dos mundos habitados do Universo, trazemos a bagagem que construímos ao longo de existências anteriores e que nos pertence, individualmente, destacando-se as virtudes e os vícios, a ausência do saber ou o conhecimento consolidado, em seus múltiplos níveis.
      Como a Terra é, ainda, um planeta de expiações e de provas, em que prevalecem o mal e a imperfeição, salvo as exceções de Espíritos aqui participando de missões especiais, sempre voltadas para o Bem e para a sua prática, carregamos em nossa intimidade o chamado homem velho, com suas dificuldades ainda não superadas, de que são exemplos o orgulho, o egoísmo, a vaidade, a arrogância, a prepotência, a mentira, a frieza, o cinismo, a corrupção em seus diversos patamares, a agressividade física ou verbal, etc., que insistem em nela permanecer e, o que é mais grave, em nela prevalecer.
       Daí ser a reforma interior, para melhor, uma das metas da veneranda e abençoada Doutrina Espírita.
       Com efeito, como se pode observar no dia-a-dia, prestando-se atenção e usando-se o raciocínio lógico, a Terra tem servido como hospital, prisão ou escola, dependendo da necessidade de cada um de nós, e tantas vezes nestas três funções principais de maneira simultânea.
       De tal modo que, para exemplificar, estamos neste planeta encarnados para aprender, crescer, evoluir, buscar o aperfeiçoamento intelectual e moral, exercitar a fraternidade e, sobretudo, aprender cada vez mais a amar, em sua mais ampla expressão, ainda que isso se dê a pouco e pouco.
       Claro que esses objetivos só são alcançados com vontade firme, esforço, disciplina, adaptação, sacrifício, observação, autoconhecimento e estudo, como de resto se exige para qualquer conquista, uma vez que nada se obtém sem esses ingredientes, e muito menos de graça, especialmente no campo moral.
     
                                                                        Continua....................
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 16 de Janeiro de 2010, 15:40
                                                                            Continuação.......

REFORMA INTIMA
Jornal Mundo Espírita OnLineDezembr…Autor: Antônio Moris Cury


Mas, além de perfeitamente factível, tal empreitada é prazerosa e revigorante, em primeiríssimo lugar, por sabermos que somos imortais e que, portanto, viveremos por todo o sempre; em segundo lugar, pela clara percepção de que o futuro está em nossas mãos, dependente das sementes que escolhermos, uma vez que colheremos exatamente aquilo que plantarmos, daí o ensinamento do Cristo, tantas vezes esquecido, de que a semeadura é livre mas a colheita obrigatória; em terceiro lugar, porque na medida em que progredimos sentimos uma satisfação íntima indescritível e, deveras relevante, vamos nos tornando pessoas melhores, mais agradáveis, mais compreensivas e tolerantes, de melhor e mais fácil convivência, úteis, cada vez mais úteis, respeitadoras, simples, confiantes, mais otimistas e alegres, havendo grandíssimos benefícios para todos em decorrência de nossa nova conduta, tornando-nos capazes de auxiliar as pessoas, próximas ou distantes, no mínimo por nosso comportamento, prestando, assim, ainda que muitas vezes sem o notar, enorme contributo à harmonia e ao equilíbrio das relações humanas, nesta sociedade plural em que todos somos interdependentes, em maior ou menor grau.
       Às vezes, é bom que se enfatize, são necessários apenas pequenos esforços, bastando a vontade, somente a vontade, como bem o confirma a lição evangélica, que de há muito conhecemos.
       Consideramos um bom começo, sem dúvida, e nele nos incluímos, o treinamento destinado a policiar as nossas más inclinações, vale dizer, impor silêncio a eventual desejo de participar da maledicência, freiar o ímpeto de reagir com agressividade, de qualquer espécie, tratando as demais pessoas com o maior respeito, sempre, independentemente de idade, sexo, cor, religião, profissão, condição social ou financeira, etc., eliminando em nós quanto possível o orgulho e o egoísmo, sem nenhuma dúvida as maiores chagas da população terrestre, uma vez que somos irmãos, do ponto de vista da vida verdadeira, que é a vida espiritual, de onde proviemos e para onde regressaremos, sendo todos, sem nenhuma exceção, filhos de Deus, nosso Pai Celestial.
       Neste treinamento, incluamos o Bem e a sua prática constante em nossa agenda diária de compromissos com a Vida, ajudando a outras pessoas, auxiliando sem aguardar qualquer recompensa, fazendo o Bem pelo Bem, sempre. Recordemo-nos de que não basta não fazer o mal, é indispensável fazer o Bem, a fim de que não sejamos responsabilizados pelo mal que decorra do Bem que não praticamos.
       Procuremos enxergar no próximo um irmão e fazer a ele o que gostaríamos que ele nos fizesse, tal como nos ensinou Jesus Cristo, Mestre, amigo e companheiro de todas as horas, com o que, com toda a certeza, seremos muito mais felizes, desde agora.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 16 de Janeiro de 2010, 16:27
Olá a todos


O que é Reforma Íntima?
Ela deve ser compreendida como a chave mestra para o sucesso de sua melhora interior e, conseqüentemente, da sua felicidade exterior.

· Para que serve?
Renovar as esperanças interiores tendo por meta o fortalecimento da fé, a solidificação do amor, a incessante busca do perdão, o cultivo dos sentimentos positivos e a finalização no aperfeiçoamento do ser.

· O que fazer?
Realizar atos isolados, no dia-a-dia levando-nos a melhorar as nossas atitudes, alterando para melhor a nossa conduta aproximando-a tanto quanto possível do ideal cristão.

· Por onde começar? Pela auto crítica.

· Como fazer a reforma íntima? Bem .....

(Cairbar Schutel – “Fundamentos da Reforma Íntima” Abel Glaser).


Embora uma linha de pensadores espíritas entenda que os meios de o conseguir é obra e esforço de cada um, as obras literárias estão repletas de indícios e dicas.

Em “O Livro dos Espíritos” no capítulo Conhecimento de si mesmo, à pergunta 919, Allan Kardec questiona aos Espíritos:

- Qual o meio prático mais eficaz que tem o homem de se melhorar nesta vida e de resistir à atração do mal?

“Um sábio da antigüidade vo-lo disse: Conhece-te a ti mesmo.”

Allan Kardec, profundo conhecedor das deficiências humanas, investiga mais a fundo no desdobramento da questão acima.

919a) - Conhecemos toda a sabedoria desta máxima, porém a dificuldade está precisamente em cada um conhecer-se a si mesmo. Qual o meio de consegui-lo?

“Fazei o que eu fazia, quando vivi na Terra: ao fim do dia, interrogava a minha consciência, passava revista ao que fizera e perguntava a mim mesmo se não faltara a algum dever, se ninguém tivera motivo para de mim se queixar...(SANTO AGOSTINHO).( O Livro dos Espíritos - Allan Kardec)

Parece resultar daí que o conhecimento de si mesmo é, a chave do progresso individual.

(esta é uma tarefa que compete a cada um individualmente).


Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: mecame em 16 de Janeiro de 2010, 17:46
Parabéns pela reflexão, irmãozinho Siegmund Beulke . Exatamente isso. Sempre necessitamos de olhar para dentro de nós mesmos para perceber se realmente estamos desejando para o nosso semelhante aquilo que desejamos para nós mesmos. E o que mais queremos é sermos amados e valorizados, então amemos e valorizemos aos nossos semelhantes sempre. Não as suas ações ruins, mas o seu espírito e a necessidade de crescimento que é a mesma para todos, afim de encontrarmos a graça da virude divina e eterna dentro de nós. A paz.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 17 de Janeiro de 2010, 15:39
E o que mais queremos é sermos amados e valorizados, então amemos e valorizemos aos nossos semelhantes sempre.

Olá irmão Mecame

É muito importante , ao meu ver, o que  você colocou , no que eu estou citando do que você escreveu.
Isto vai de encontro com uma lei natural que cada um recebe exatamente daquilo que dá. O plantio é escolha nossa e a colheita é obrigatória. Se o amor ao próximo (conjuge, família, vizinhos, etcc...) for abundante, também receberemos amor em abundância.

2 Co 9:6  E isto afirmo: aquele que semeia pouco pouco também ceifará; e o que semeia com fartura com abundância também ceifará.


Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: mecame em 17 de Janeiro de 2010, 22:43
Sim, irmão Siegmund. Só não esqueçamos de que o gestor da Existencia é justo, é criador e é pai e deseja que todos possam entrar em sua morada mais iluminada. Somos todos seus filhos, os rebeldes de hoje serão os bem aventurados de amanhã, porque todos caminham para a luz divina pela força da evolução. Nenhum será perdido, nenhum será esquecido. Todos tem oportunidade de corrigir suas falhas, mesmo que seja tarde. Espero encontrar-te ,irmão Coronel num estado de auxiliador, propiciando aos outrora rebeldes, a possível conquista da sabedoria e do entendimento. Não julguemos nunca, para não sermos julgados, porque somos irmãos. Deus abençoe pelas palavras escritas, pelas reflexões e pelo amor e paciencia de trocar com seus irmãos através deste meio online, as impressões gratificantes para o entendimento da vida. A paz
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 18 de Janeiro de 2010, 15:31
Bom irmão Mecame, tudo começa em nós mesmos. Não devemos olhar o cisco no olho do irmão e esquecer de olhar a trave que está em nosso olho. Como diz Jesus, Como pode alguém que tem uma trave no olho enxergar o cisco no olho do irmão. Seremos julgados da mesma maneira que julgamos.

O QUE É TRANSFORMAÇÃO ÍNTIMA?

É um processo contínuo de auto-análise, de conhecimento de nossa intimidade espiritual, libertando-nos de nossas imperfeições e permitindo-nos atingir o domínio de nós mesmos.

O QUE PODEMOS FAZER PARA NOS TRANSFORMARMOS INTIMAMENTE?

Podem-se e devem-se substituir nossos defeitos como por exemplo, o Egoísmo ou Personalismo, o Orgulho, a Inveja, o Ciúme, a Agressividade, a Maledicência e a Intolerância por virtudes, tais como Humildade, Caridade, Resignação, Sensatez, Generosidade, Afabilidade, Tolerância, Perdão, etc.

Allan Kardec in "O Evangelho Segundo o Espiritismo ", capítulo XVII, ítem 4, nos diz :

"Reconhece-se o verdadeiro espírita por sua transformação moral e pelos esforços que faz para dominar suas más tendências".

Também em "Obras Póstumas"encontramos referência à Reforma Íntima. Vejamos :

" A questão social não tem, portanto , o seu ponto de partida na forma de tal ou tal instituição ; está inteiramente no aperfeiçoamento moral dos indivíduos e das massas .  Aí está o princípio , a verdadeira chave da felicidade da Humanidade, porque então os homens não pensarão mais em se prejudicarem uns aos outros . Não basta colocar um verniz sobre a corrupção , é a corrupção que é preciso extinguir .

O princípio do aperfeiçoamento está na natureza das crenças , porque as crenças são o móvel das ações e modificam os sentimentos ; está também nas idéias inculcadas desde a infância e identificadas com o Espírito , e nas idéias que o desenvolvimento ulterior da inteligência e da razão podem fortificar , e não destruir . Será pela educação , mais ainda do que pela instrução , que se transformará a Humanidade .

 O homem que trabalha seriamente pelo seu próprio aperfeiçoamento assegura a sua felicidade desde esta vida ; além da satisfação de sua consciência , isenta-se das misérias , materiais e morais , que são a conseqüência inevitável de suas imperfeições . Terá a calma porque as vicissitudes não farão senão de leve roçá-lo; terá a saúde porque não usará o seu corpo para os excessos ; será rico , porque se é sempre rico quando se sabe contentar-se com o necessário ; terá a paz da alma , porque não terá necessidades fictícias, não será mais atormentado pela sede das honras e do supérfluo , pela febre da ambição , da inveja e do ciúme ; indulgente para com as imperfeições de outrem , delas sofrerá menos ; excitarão a sua piedade e não a sua cólera ; evitando tudo o que pode prejudicar o seu próximo , em palavras e em ações , procurando, ao contrário , tudo o que pode ser útil e agradável aos outros , ninguém sofrerá com o seu contato .

Assegura a sua felicidade na vida futura , porque , quanto mais estiver depurado, mais se elevará na hierarquia dos seres inteligentes , e logo deixará esta Terra de provas por mundos superiores ; porque o mal que tiver reparado nesta vida não terá mais que reparar em outras existências ; porque , na erraticidade, não encontrará senão seres amigos e simpáticos , e não será atormentado pela visão incessante daqueles que teriam do que se lamentar dele ". Allan Kardec in “ Obras Póstumas“, Credo Espírita — Preâmbulo (FEB).


Abraços Fraternais

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: mecame em 18 de Janeiro de 2010, 15:58
Exatamente. Felizes daqueles que buscarem o melhoramento. Cristo disse: "Bem aventurado o homem de boa vontade". Estes chegarão mais cedo à luz da sabedoria, mas mesmo assim, terão todos a oportunidade a seu tempo de aproximarem-se da luz da sabedoria e da verdade. A evolução não depende de um e nem de dois, mas sim de muitos. Tudo passa pela reforma da evolução, espaços, tempos e espíritos...Bom seria se toda um nação ou todo uma humanidade velejasse nas águas do amor e da sabedoria, mas não é assim. A evolução se dá no seu tempo e somente quando se há progresso espíritual. Estamos bem próximos de uma nova fase evolutiva. Nosso amado Cristo nos ensinou que toda mudança é vestígio de transformação, por isso nos disse que quando percebessemos fenomenos assolando a Terra deviamos perceber que são vestigios de movimentos que preparam a transformação evolutiva, ou fim dos tempos para quem desejar pensar assim. Agora em menos de dois anos teremos o alinhamento dos planetas ao redor do Sol, os movimentos de uma transformação já estão nitidos. Tremores de terras e muitas mortes, grande agitação nas águas do mar e outros fenomenos já apresentam a chegada de uma evolutiva transformação. Mas, nós espíritos não temos fim e sim os nossos corpos. Nossos espíritos são frutos do amor do Pai e transcenderão também numa necessidade evolutiva. A paz de Cristo
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 18 de Janeiro de 2010, 16:17
É verdade irmão Mecane. Esse é o ponto deste tópico. Fim dos tempos e início mundo Regeneração e como se preparar, ainda há tempo ,como cidadão do novo mundo que , na minha opinião , já começou.

Todo o estudo aqui colocado por diversos irmãos , aponta esse acontecimento com bastante detalhes.

Quem tem olhos de ver que veja e ouvidos de ouvir que ouça.

Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: mecame em 18 de Janeiro de 2010, 17:50
E a preparação é e sempre será odesabrochar do amor. Para toda e qualquer transfomação, evolução e transição para a regeneração. Para todas as vidas e todas as formas de vida a preparação sempre será o amor e o conselho é o de Cristo: " Amai-vos uns aos outros como eu vos amei". Amai ao Pai acima de tudo e ao teu próximo como a ti mesmo" "Quem amou já cumpriu toda a lei e os profetas (as professias)" A paz de Cristo
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 18 de Janeiro de 2010, 19:58
O que é amor ???  Qual a sua força ???


1 Pedro 4:8  Acima de tudo, porém, tende amor intenso uns para com os outros, porque o amor cobre multidão de pecados.

1 Coríntios 13:4  O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece,

Romanos 12:10  Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros.


1 Coríntios 13:1-3  Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o bronze que soa ou como o címbalo que retine.
2  Ainda que eu tenha o dom de profetizar e conheça todos os mistérios e toda a ciência; ainda que eu tenha tamanha fé, a ponto de transportar montes, se não tiver amor, nada serei.
3  E ainda que eu distribua todos os meus bens entre os pobres e ainda que entregue o meu próprio corpo para ser queimado, se não tiver amor, nada disso me aproveitará.


Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: mecame em 18 de Janeiro de 2010, 20:56
Exato, concordo. Nunca vi nenhum sábio que não sentisse amor por ser um espíito capaz de alcançar a perfeição. A paz
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 18 de Janeiro de 2010, 21:09
O SI MESMO
Sérgio Biagi Gregório

Para entender a profundidade desta frase, deveríamos partir de nós mesmos, ou seja, cada qual procurando conhecer a si mesmo. Mas será isso possível? Como?

          Sócrates, na sua maiêutica, levava cada um de seu interlocutor a refletir sobre si mesmo no sentido de tomar consciência da sua própria ignorância, e com isso adquirir o verdadeiro conhecimento. Como o conhecimento tinha relação com o bem, quanto mais a pessoa sabia, menos mal praticava. A título de ilustração, convém diferenciar o termo ter conhecimento do conhecer. Ter conhecimento é memorizar, é saber de cor, é estudar para passar de ano. Conhecer, por outro lado, é processo sempre ativo de aprimoramento pessoal.

         Na resposta à pergunta n.º 876 — Fora do direito consagrado pela lei humana, qual a base da justiça fundada sobre a lei natural? — de O Livro dos Espíritos, há alusão a uma frase, semelhante a esta, dita por Cristo: "Querer para os outros os que quereis para vós mesmos". Os Espíritos orientam-nos que o "critério da verdadeira justiça é o de se querer para os outros aquilo que se quer para si mesmo, e não de querer para si o que se deseja para os outros, o que não é a mesma coisa. Como não é natural que se queira o próprio mal, se tomarmos o desejo pessoal por norma ou ponto de partida, podemos estar certos de jamais desejar para o próximo senão o bem".


Abraços Fraternais

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 18 de Janeiro de 2010, 21:11
O PRÓXIMO
Sérgio Biagi Gregório

Cada pessoa em particular (parente, amigo etc.); o nosso semelhante: Amar o próximo como a si mesmo; o conjunto de todos os homens.

A Parábola do Bom Samaritano ajusta-se bem à reflexão sobre "quem é o meu próximo".

O que nos diz essa Parábola?


"E eis que se levantou um doutor da lei e lhe disse: Mestre, que ei de fazer para entrar na posse da vida eterna? Disse-lhe então Jesus: Que é que está escrito na lei? Como a lês tu? Ele, respondendo, disse: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu entendimento, e ao teu próximo como a ti mesmo. E Jesus lhe disse: Respondeste bem, faze isso e viverás.

Mas ele, querendo justificar-se, disse a Jesus: E quem é o meu próximo? Jesus, prosseguindo disse-lhe:

Um homem descia de Jerusalém a Jericó e caiu nas mãos de salteadores, que o despojaram e se foram, deixando-o semimorto. Aconteceu que pelo mesmo caminho desceu um sacerdote, que o viu e passou de largo. Do mesmo modo um levita, que também foi ter àquele lugar, viu o homem e passou de largo. Um Samaritano , porém, seguindo o seu caminho, veio onde estava o homem e ao vê-lo se encheu de compaixão. Aproximou-se dele, pensou-lhe as feridas, deitando nelas óleo e vinho, colocou-o sobre a sua alimária e o levou para uma hospedaria, onde cuidou dele. No dia seguinte, tirou dois denários e os deu aos hospedeiro, dizendo: Trata desse homem e na minha volta te pagarei tudo quanto despenderes a mais.

Qual dos três te parece que tinha sido o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores? Respondeu o doutor da lei: O que para com ele usou de misericórdia (o que é?). Pois vai, disse-lhe Jesus, e faze o mesmo". (Lucas, 10, 25 a 37).

Jesus quis demonstrar com essa parábola que a caridade, a salvação da alma independe do credo religioso que se professa. Importa auxiliar o próximo independentemente dele professar ou não a nossa religião.

Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 18 de Janeiro de 2010, 21:24
O Amor a Si Mesmo

Emmanuel, no livro "O Consolador", questão 119, respondendo a esta pergunta: Como devemos proceder para dilatar nossa capacidade espiritual?, disse: Ainda não encontramos uma fórmula mais elevada e mais bela que a do esforço próprio, dentro da humildade e do amor, no ambiente de trabalho e de lições da Terra, onde Jesus houve por bem instalar a nossa oficina de perfectibilidade para a futura elevação dos nossos destinos de espíritos imortais.  (Ver também in O PAI NOSSO, Meimei, psfia. F. C. Xavier)

A lei de Deus é sempre o amor. O amor é a luz e a força motriz que envolve todo o Universo. O amor precisa ser incondicional. O amor é o fluido que dá movimento a tudo, que dá ânimo, que dá vontade de viver, que dá ação a tudo o que existe, que dá alegria. E é esse o Amor de Deus, que caminha através dos Espíritos mais evoluídos até o ser mais rudimentar. (ver resposta à questão 540 de LE).
Para que esse amor floresça em cada um de nós em sua essência plena, há que se trabalhar persistentemente, na reforma íntima, sem esmorecer.Devemos perseverar com determinação sempre.

André Luiz diz, ou melhor, o instrutor Alexandre é que diz no livro "Missionários da Luz", cap. 8 pág. 82, que: Toda elevação representa uma subida e toda subida pede esforço de ascensão.  Neste mesmo livro na página 156, cap. 12, vamos encontrar este outro dizer de Alexandre, ... um dos mais importantes problemas da felicidade humana é o da aproximação fraternal, do perdão recíproco, da semeadura do amor, através da lei reencarcionista.


Abraços Fraternais

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 18 de Janeiro de 2010, 21:36
PENSAMENTOS DE :
Madre Tereza de Caucutar


Não devemos permitir que alguém saia da nossa presença sem se sentir melhor e mais feliz.

Quem julga as pessoas não tem tempo para amá-las.

Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota.


Todas as nossas palavras serão inúteis se não brotarem do fundo do coração. As palavras que não dão luz aumentam a escuridão.

Tudo que se perde é o que não se dá...


O dia mais belo: hoje
A coisa mais fácil: errar
O maior obstáculo: o medo
O maior erro: o abandono
A raiz de todos os males: o egoísmo
A distração mais bela: o trabalho
A pior derrota: o desânimo
Os melhores professores: as crianças
A primeira necessidade: comunicar-se
O que traz felicidade: ser útil aos demais
O pior defeito: o mau humor
A pessoa mais perigosa: a mentirosa
O pior sentimento: o rancor
O presente mais belo: o perdão
o mais imprescindível: o lar
A rota mais rápida: o caminho certo
A sensação mais agradável: a paz interior
A maior proteção efetiva: o sorriso
O maior remédio: o otimismo
A maior satisfação: o dever cumprido
A força mais potente do mundo: a fé
As pessoas mais necessárias: os pais
A mais bela de todas as coisas: O AMOR!!!

Madre Tereza de Calcutá


Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: mecame em 18 de Janeiro de 2010, 21:36
Irmãzinho Siegmund . Muitos homens notórios ao descobrirem o amor fundamentalizou regras, ciclos, iniciações e etc, para que os adeptos de suas seitas tivessem acesso ao grande segredo. Sim eles sabiam que o segredo é o amor. Descobriram isso , depois de muitos estudos. Desde os antigos essênios até os masons já se reconheciam um segredo. As seitas decidiram abraçar o segredo com todo o coração ou escondê-lo da humanidade. Sei de seitas que não posso revelar por uma questão de segurança, cujos adeptos fazem juramento de nunca revelarem o segredo, mas o segredo é justamente mascarar o amor no mundo para que o homem não reconheça esse poder e assim a evolução se atrase. Essas seitas são dirigidas espíritualmente por guias de indoles inferiores. O amor é o grande segredo e "Quem tiver ouvidos para ouvir que ouça". A paz de Cristo
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 18 de Janeiro de 2010, 21:51
Citar
........... e assim a evolução se atrase..............


Sei o que você colocou Mecame. Mas o espiritismo abre nosso entendimento demonstrando que tudo é questão de tempo. Homens, seitas, credos, etc... podem tentar atrasar o progresso, mas isto é impossível. Eles ou até nós, pode-se embaraçá-lo apenas. Então vejamos.....


Na questão 781, de "O Livro dos Espíritos", lemos o seguinte: "Tem o homem o poder de paralisar a marcha do progresso?" A resposta: "Não, mas tem, às vezes, o de embaraçá-la." Na subpergunta a: "Que se deve pensar dos que tentam deter a marcha do progresso e fazer que a Humanidade retrograde?" Respondem os espíritos: "Pobres seres, que Deus castigará! Serão levados de roldão pela torrente que procuram deter." Sendo o progresso uma condição da natureza humana, não está no poder do homem opor-se-lhe. É uma força viva, cuja ação pode ser retardada, porém não anulada, por leis humanas más. Quando estas se tornam incompatíveis com ele, despedaça-as juntamente com os que se esforcem por mantê-las. Assim será, até que o homem tenha posto suas leis em concordância com a justiça divina, que quer que todos participem do bem e não a vigência de leis feitas pelo forte em detrimento do fraco.

O progresso humano há de acontecer mesmo que não queiramos, mas devemos ser daqueles que marcham a favor do progresso, embora pequeninos diante da obra a fazer, somos cada um de nós elementos que estamos sendo chamados à maneira de trabalhadores da última hora a implantar o Reino de Deus na Terra.


Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 19 de Janeiro de 2010, 12:00
Olá a todos

TEMPO , DO FIM DOS TEMPOS

Para médicos no Haiti, pior ainda está por vir
Por Reuters, reuters.com, Atualizado: 18/1/2010 16:09

WASHINGTON (Reuters) - Um terremoto que pode ter matado até 200 mil pessoas teria sido uma tragédia em qualquer lugar do mundo, mas no Haiti, onde Aids, tuberculose e malária correm soltas, as crianças são subnutridas e a higiene era um desafio, isso pode provocar um dos piores desastres médicos da história.

As equipes médicas que chegaram para montar hospitais móveis afirmam que já estão estupefatas com a quantidade de fatalidades e temem que o pior ainda esteja por vir com o aparecimento de infecções e doenças.

"O risco número um sempre consiste em infecções bacterianas onde há feridas abertas", disse Josh Ruxin, especialista em saúde pública da Universidade Columbia que vive e trabalha em Ruanda.

Autoridades do governo haitiano afirmaram que o número de mortes decorrentes do terremoto de magnitude 7, ocorrido na terça-feira, provavelmente ficaria entre 100 mil e 200 mil, e os feridos nem mesmo começaram a ser contados. Alguns ferimentos incluem membros amputados ou esmagados, fraturas expostas e lacerações. Sem tratamento rápido, essas feridas podem infeccionar.

"As coisas vão ficar muito, muito piores antes de começarem a melhorar", afirmou Ruxin.

A água é escassa e uma probabilidade é a ocorrência de diarreia. Crianças, pessoas debilitadas e idosos morrerão da doença, que poderia ser facilmente tratada com água e sais de reidratação em condições mais normais.

Equipes médicas dirigiram-se para o país em hospitais móveis, e toneladas de suprimentos foram enviadas ao país caribenho, mas elas não foram colocadas à disposição da população porque as estradas estão destruídas e não há segurança.

O Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC), dos Estados Unidos, enviou uma equipe de 267 especialistas médicos, incluindo cirurgiões, que chegaram na sexta-feira. Mas eles tiveram de esperar até a noite de domingo para que militares os escoltassem em meio ao caos.

"Por causa do tempo que passou, eles provavelmente terão muita diabete fora do controle", afirmou o médico Steven Harris, diretor médico do CDC no Haiti, numa entrevista por telefone. "Haverá falência renal por causa de desidratação".

O CDC prevê surtos de doenças infecciosas como sarampo e malária. "Há as variedades de doenças típicas daqui, mas certamente haverá uma piora depois de um desastre como esse", afirmou Harris.

VÍTIMAS MAIS NOVAS

"Isso pode se transformar num desastre infantil de proporções sem precedentes", disse o médico Irwin Redlener, do Centro Nacional para Prontidão de Desastres da Universidade Columbia.

Ele afirmou que 40 por cento da população do Haiti é formada por crianças menores de 14 anos, numa proporção muito maior do que na maioria dos países.

"Elas são mais suscetíveis a infecções, desidratação e choque. E, claro, há um tremendo impacto emocional", afirmou Redlener.

Mas Ruxin vê um sinal de esperança.

"Embora esta seja uma tragédia terrível, há a oportunidade de fazer algo que décadas de assistência não fizeram e isso consiste na construção de uma infra-estrutura de saúde pública estável", afirmou Ruxin.

Um relatório do Commonwealth Fund divulgado na sexta-feira indicou que a saúde pública de Nova Orleans, devastada pelo furacão Katrina em 2005, melhorou.

O documento também informou que um programa organizado por uma rede de clínicas locais financiadas pelos governos federal e local tem fornecido assistência a mais pacientes agora do que antes do desastre.

Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: mecame em 19 de Janeiro de 2010, 19:34
Estaremos sempre envolvidos de amor pelos nossos irmãos tanto encarnado como desencarnados pela grandeza da empatia e da verdade na semelhante busca da virtude evolutiva. A paz irmão
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 20 de Janeiro de 2010, 11:37
Olá a todos

NOVA GERAÇÃO

Geração Nova - Educar para o Futuro

Sérgio Biagi Gregório

SUMÁRIO: 1. Introdução. 2. Conceito. 3. Considerações Iniciais. 4. Geração Nova: 4.1. Sinais Precursores; 4.2. Geração Nova Versus Geração Velha; 4.3. Os Tempos são Chegados; 5. Educar para o Futuro. 5.1. Mudança de Paradigma: 5.2. Modus Operandi; 5.3. Preparar as Crianças e os Jovens. 6. Perspectivas Futuras: 6.1. Esboçar Imagens Otimistas; 6.2. O Bem deve Predominar sobre o Mal; 6.3. A Utopia de um Novo Mundo. 7. Conclusão; 8. Bibliografia Consultada.
 
1. INTRODUÇÃO
 
O que se entende por geração? E geração nova? Haverá cataclismo? O Planeta Terra desaparecerá? Como interpretar as profecias acerca do fim do mundo? Dividimos o tema em três partes, a saber: a geração nova, a educação para o futuro e as perspectivas do futuro.
 

2. CONCEITO
 
Geração – Ação ou efeito de gerar. Produção de novo ser semelhante àquele que o origina. É a ação de gerar equivalendo à função biológica de reprodução. Desde Aristóteles e até o século XVII admitia-se a teoria da geração espontânea, a partir da matéria inerte, para os animais inferiores, como insetos, vermes ou até ratos. Em 1860, Pasteur a refutou em termos científicos. Segundo a moderna concepção biológica, efetivamente, não há vida antecedente e a geração é uma reprodução. (Enciclopédia Verbo da Sociedade e do Estado)
 
Geração nova – É a humanidade regenerada em que a inteligência e a razão caminham irmanadas com o sentimento inato do bem.
 
Educação – É a transmissão de valores e conhecimento acumulado de uma sociedade. Etimologicamente, provém de duas raízes: 1ª) educare - criar, alimentar; 2ª) educere - direção para fora (mais antigo). Daí surgem dois conceitos diversos e opostos de educação, ou seja, um de fora para dentro (Magister Dixit) - ensino autoritário; outro, de dentro para fora - liberalismo.
 
3. CONSIDERAÇÕES INICIAIS
 
A Geração Nova é um sub-tema do capítulo XVIII, São Chegados os Tempos, do livro A Gênese, de Allan Kardec. Quando os tempos chegarem, haverá grandes acontecimentos para a regeneração da humanidade. Aos incrédulos, nada diz; aos crentes, algo de místico, de sobrenatural. Allan Kardec quer provar que as duas interpretações estão erradas. Ele diz: "A primeira, porque envolve uma negação da Providência; a segunda, porque tais palavras não anunciam a perturbação das leis da Natureza, mas o cumprimento dessas leis".
 
4. GERAÇÃO NOVA
 
4.1. SINAIS PRECURSORES
 
Ouve-se, em todas as partes do mundo, que os tempos são chegados e que grandes acontecimentos ocasionarão a regeneração da humanidade: guerra e rumores de guerra; irmão se levantará contra o irmão; abominação da desolação; choro e ranger de dentes; filhos e filhas profetizarão.
 
Mateus, no capítulo 24, versículos 11 a 14, diz: "Levantar-se-ão muitos falsos profetas que seduzirão a muitas pessoas; – e, porque abundará a iniqüidade, a caridade de muitos esfriará; – mas aquele que perseverar até o fim será salvo. E este Evangelho do reino será pregado em toda a Terra, para servir de testemunho a todas as nações. É então que o fim chegará".
 
4.2. GERAÇÃO NOVA VERSUS GERAÇÃO VELHA
 
A geração nova caracteriza-se pela aquisição da inteligência e da razão, ainda incipientes, juntas ao sentimento inato do bem. Não se comporá exclusivamente de Espíritos superiores, mas daqueles que já tenham feito algum progresso moral e intelectual e se acham em condições de dar continuidade ao progresso já alcançado.
 
A geração velha, composta de Espíritos atrasados, caracteriza-se pela revolta contra Deus, pelo se negarem a reconhecer qualquer poder superior aos poderes humanos. Neles há a propensão instintiva para as paixões degradantes, para os sentimentos antifraternos de egoísmo, de orgulho, de inveja, de vaidade etc.
 
 
                                                                         Continua.............
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 20 de Janeiro de 2010, 11:41
                                                                   Continuação.......
NOVA GERAÇÃO

Geração Nova - Educar para o Futuro



4.3. OS TEMPOS SÃO CHEGADOS
 
Chegado o tempo, haverá grande emigração de Espíritos. Os Espíritos que praticam o mal pelo mal serão recambiados para outros orbes, mais inferiores do que o Planeta Terra. É da lei do progresso que essas coisas acontecem. É que o Planeta Terra também está passando por uma transformação, ou seja, de mundo de provas e expiações para o mundo de regeneração. Neste novo mundo, os Espíritos recalcitrantes no mal não terão mais vez e precisarão ir para outro lugar, para não atrapalhar o progresso dos que aqui estarão reencarnados.
 
Exemplificando: suponha uma comunidade, composta, na sua maioria, de homens turbulentos e indisciplinados, cuja lei penal é difícil de se colocar em prática. Os bons se vêem tolhidos e impossibilitados de agirem em prol do bem. Suponha, por sua vez, que esses Espíritos, voltados ao mal, vão desencarnando 1 a 1, 10 a 10, 100 a 100. Ao mesmo tempo, eles vão sendo substituídos pela reencarnação de Espíritos bons. O que acontecerá? Em pouco tempo teremos uma população totalmente renovada para o bem. (Kardec, 1975, cap. XVIII)
 
5. EDUCAR PARA O FUTURO
 
5.1. MUDANÇA DE PARADIGMA
 
O presente deve ser uma antevisão do futuro e não uma extensão do passado. No passado há paradigmas, que são modelos de pensamentos que nos serviram em um dado momento. Thomas Kuhn, em Estrutura das Revoluções Científicas, diz que os paradigmas não são corrigidos pela "ciência normal"; esta apenas identifica anomalias e crises. De acordo com Kuhn, a mudança de paradigma se dá por uma alteração abrupta, por um salto, por um insight. Em realidade, espelha mais uma nova visão de mundo, totalmente diferente daquela que perdurava até então.

5.2. MODUS OPERANDI
 
A educação do futuro deve versar sobre o questionamento e a tomada de consciência de si mesmo. Com isso, teremos que buscar novas fontes de informação, novos rumos para o nosso progresso moral e intelectual. O ser humano não poderá ficar na dependência do outro, inclusive de livros que ditam as normas e os procedimentos de como atuar em sociedade. A educação deve seguir o exemplo de Nietzsche, que orientava a todos os seus leitores a abandonar o livro, depois de lido, tornando-o dispensável como a comida que passa pelo nosso corpo.
 
Educar para o futuro é passar do ensino de massa para o ensino personalizado, do aprendizado simples para o aprendizado múltiplo, da passiva abertura de resposta para a ativa busca de respostas, do treinamento em habilidades e conhecimentos formais para formação de atitudes e opiniões que estimulem a procura do saber, de respostas decoradas para a compreensão do problema e a estimulação ativa do intelecto. Em suma, é desespecializar o cientista da imaginação científica. (Toffler, 1977)
 
5.3. PREPARAR AS CRIANÇAS E OS JOVENS
 
Para que o futuro se concretize, temos que educar as pessoas, principalmente as crianças e os jovens, porque eles permanecerão mais tempo no futuro. Teoricamente, os que estão acima do sessenta ou setenta anos, viverão menos.
 
Presentemente, a educação deixa muito a desejar. Tirando um ou outro caso, a maioria das escolas funciona como uma extensão da unidade familiar.
 
Segundo orientações da psicologia, antes de transmitirmos conteúdos, devemos ensinar o aluno a se comportar como aluno, ou seja, ensinar-lhe o que é ter colegas, o que é agir coletivamente, quais são as posturas físicas e mentais que se relacionam com o conhecimento. A criança deve ser ensinada a viver em harmonia com as diferenças.
 
Preparar o jovem para a geração nova é dar-lhe condições de escolher, com responsabilidade, o seu futuro. Deve-se optar pela flexibilidade e não pela imposição.


 
                                                                           Continua..................
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 20 de Janeiro de 2010, 11:44
                                                                       Continuação.......


NOVA GERAÇÃO

Geração Nova - Educar para o Futuro




6. PERSPECTIVAS FUTURAS
 
6.1. ESBOÇAR IMAGENS OTIMISTAS
 
Projetar imagens otimistas aos jovens e aos adultos. Se esboçarmos um mundo tenebroso, a criança vai se lançar ao mundo com essa visão. Como formar um mundo melhor se a nossa mente tem-no como pior? O cérebro – um poderoso reservatório de idéias e pensamentos – tem uma zona, denominada de subconsciente, em que guardamos as lembranças do passado. Se as imagens gravadas, na infância, são negativas, é possível que esta pessoa, na idade adulta, tenha uma visão também negativa do mundo.
 
6.2. O BEM DEVE PREDOMINAR SOBRE O MAL
 
A geração nova mostra-nos que o bem deverá predominar sobre o mal. Como plasmar esse novo mundo? Não é tarefa fácil, porque estamos vivendo no mundo de provas e expiações, em que o mal predomina sobre o bem. Esse quadro se reverterá, visto que o próprio Planeta Terra está passando por uma transformação, ou seja, de mundo de provas e expiações para o mundo de regeneração, em que o bem predomina sobre o mal. Quer queiramos ou não, teremos que conviver com uma maior quantidade de atos bons.

6.3. A UTOPIA DE UM NOVO MUNDO
 

A geração nova estará fundamentada nos preceitos evangélicos, inseridos em nossa consciência como uma lei universal. A Lei de Justiça, Amor e Caridade estará sendo praticada na sua maior expressão, porque quando as pessoas se amarem em Cristo Jesus, não haverá mais guerras nem admoestações ao próximo. Não haverá trabalho por fazer, porque cada ser humano irá atender aos anseios da sua consciência bem formada. Não haverá a desigualdade social, mas apenas a desigualdade de mérito. Essa geração nova terá uma outra feição, pois os Espíritos estarão encarnados em corpos mais leves que os atuais.
 
7. CONCLUSÃO
 
Nesse novo mundo, as pessoas sentir-se-ão como que transportadas para um mundo feliz, para um mundo em que a beleza reina em toda a sua plenitude, sem separação de raças, de povos, de sexo. Tudo é harmonia, tudo gira em sintonia com as Leis de Deus.
 
8. BIBLIOGRAFIA CONSULTADA
 
KARDEC, A. A Gênese - Os Milagres e as Predições Segundo o Espiritismo. 17. ed. Rio de Janeiro: FEB, 1975.
POLIS - ENCICLOPÉDIA VERBO DA SOCIEDADE E DO ESTADO. São Paulo: Verbo, 1986.
TOFFLER, A. Aprendendo para o Futuro. Tradução de Jorge Arnaldo Fontes. Rio de Janeiro: Arte Nova, 1977.



Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 20 de Janeiro de 2010, 11:56
Olá a todos

NOVA GERAÇÃO

Pensar o Futuro

A idéia de futuro está dentro de cada um de nós. Se não estivesse, como poderíamos vislumbrá-la

A inovação, o mundo melhor, a geração nova, o fenômeno New Age, a medicina alternativa, a homeopatia, as técnicas de meditação oriental e a psicologia transcendental são, dentre muitos outros fatores, os sustentáculos do mundo futuro. Pergunta: pode uma geração mudar, mantendo os mesmos paradigmas? Como visualizar o futuro, isentos de preconceitos e de ideologias? Há necessidade de se educar o ser humano para o futuro?



O mundo futuro deve se fundamentar numa sociedade em que não haja guerra, nem lutas fratricidas, nem doença, nem ódio. O ser humano viverá essencialmente para amar e potencializar o seu próximo. Quanto tempo será necessário para tal ocorrência? Difícil de se prever. Contudo, o ser humano não perderá nada em ficar mentalmente planejando um mundo mais justo, onde o bem está acima do mal.


Segundo orientação de Espíritos superiores, a Terra está passando por um período de transição: de mundo de provas e expiações, em que o mal predomina sobre o bem, para um mundo de regeneração, em que o bem sobrepujará o mal. O ser humano ainda tem dificuldade de vislumbrar esse novo mundo, porque está chafurdado nos interesses materiais de toda a espécie. Mas, como os Espíritos de luz querem o nosso progresso, eles saberão o momento oportuno de nos chamar a atenção para este novo caminho a ser trilhado.


Há muitos pensadores, inclusive Alvin Toffler, que se preocupam com a educação para o futuro. Se não concebermos o futuro, as nossas decisões ficarão presas ao passado. Einstein dizia: "Os maiores problemas que enfrentamos não podem ser resolvidos no mesmo nível de pensamento em que nos encontrávamos quando os criamos". Quer dizer, devemos pensar sempre numa maneira diferente, mais eficaz de resolver os problemas que nos aparecem à frente. Essa postura, transformada em hábito, desenvolve-nos a criatividade.


O mundo futuro não poderá deixar de lado a máxima evangélica: "fazer aos outros o que gostaríamos que nos fosse feito". Quando a lei de justiça, amor e caridade for a lei máxima de todos os seres humanos, aí então teremos uma sociedade sem desigualdade social de qualquer espécie. Haverá apenas a desigualdade de mérito, próprio do esforço de cada um na prática das Leis Naturais.


Allan Kardec, em A Gênese, dá-nos algumas orientações acerca dessa nova sociedade. Ele nos diz que a geração nova caracteriza-se pela aquisição da inteligência e da razão, ainda incipientes, juntas ao sentimento inato do bem. Ela se distingue da geração velha, composta de Espíritos atrasados, ainda revoltados contra Deus. Neles há a propensão instintiva para as paixões degradantes, para os sentimentos antifraternos de egoísmo, de orgulho e de inveja.


Dedicar-se ao estudo de um mundo futuro mais perfeito pode gerar incompreensão e isolamento. Não nos importemos com isso. O que vale é a nossa contribuição na seara do Mestre, o nosso esforço na divulgação dos ensinamentos evangélicos.


Abraços Fraternais
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: pinto.amaral em 26 de Outubro de 2010, 01:14
Viva,

Caríssimos,

Gostaria, se possível, de saber em que circunstâncias o amigo Chico Xavier disse:

http://www.folhaespirita.com.br/v2/?q=node/389


Segundo Chico Xavier, até 2019, as grandes transformações geofísicas do nosso planeta estarão concluídas, conforme o Sermão Profético de Jesus, e, nesse período e no que se seguirá, o Brasil terá de provar que é a Pátria do Evangelho, recebendo, fraternalmente, os irmãos de outras terras, os que virão para cá, após perderem os próprios lares.


E se existe algum texto ou vídeo com o mesmo a dizer isso.

Saudações amigas.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Oliva Prado em 06 de Fevereiro de 2011, 15:22
Amigos e participantes do Fórum Espirita
Um Bem-haja a todos

Antes de mais muito obrigada a si  Siegmund Beulke
por tão profundos esclarecimentos acerca de Nibiru, alguém já me falara dele mas só agora consegui através dos seus textos compreender de que se fala. Muito a propósito  esta leitura já que estamos em 2011 e realmente muitas novidades andam acontecendo por aqui (no planeta).
Como disse e bem o participante  Mecame – O amor é tudo o que nos pode ajudar nestes momentos.
 Tal como a doutrina espírita nos ensina, ou nos relembra sobre a imortalidade e o valor das nossas opções, das nossas atitudes.

Item 741 do Livro dos Espíritos diz: - Que fará o homem, portanto, pelo seu bem-estar material, quando souber aproveitar todos os recursos da sua inteligência e quando, ao cuidado da sua preservação pessoal souber aliar o sentimento de uma verdadeira caridade para com os semelhantes ?

E o mais importante de tudo é acreditarmos na pluralidade de mundos habitados.
Pois sabemos que continuaremos a existir e a progredir….com os devidos esforços que realizarmos.
 A reforma que temos de realizar vai levar muitos sois de existência e renascimento na convivência uns com os outros e agora, aqui, só podemos responder por aquilo que depender da nossa acção, das nossas possibilidades, o Espiritismo deve de certeza fazer parte da mudança de consciência: o fim do medo.

Até conseguirmos harmonizarmo-nos vamos sofrer muito, isso é o que já dá para perceber, agora.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 10 de Setembro de 2011, 13:23
Olá a Todos

Eu agradeço a todos que leram, entenderam e participaram desse estudo até aqui, e após um longo período, vamos retornar para firmar mais informações sobre o Mundo de Regeneração...

Abraços cordiais a todos ........

Siegmund
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 10 de Setembro de 2011, 13:27
DR. BEZERRA FALA SOBRE AS HORAS DIFÍCEIS DA TRANSIÇÃO DO PLANETA

Mensagem do Espírito Bezerra de Menezes, contida no Livro “Herdeiros do Novo Mundo” ditado pelo Espírito Lucius através da psicografia do médium André Luiz Ruiz, recebida em 30 de julho de 2009.


            “- Que a paz esteja em todos os corações, queridos filhos.


Observando o empenho de cada um na obra de todos nós, aqui estamos para congratular-nos com vossos esforços uma vez que, graças a eles, a eficiência dos atendimentos espirituais está ganhando em qualidade, o que se fazia necessário há muito tempo.


As horas difíceis se multiplicam a cada dia, no horizonte das criaturas que dormem.


Quando aconselhou ao homem convocado ao anúncio do Reino de Deus que deixasse aos mortos que lhe sepultassem o corpo do seu pai falecido, Jesus concitava-nos ao pensamento claro sobre a condição de mortos-vivos apresentada pela imensa maioria dos irmãos que estão ocupando corpos carnais neste momento, na terra.


Não dispostos a despertar ao som dos clarins generosos que convocam o idealismo ao serviço do Bem, os mortos-vivos estarão sendo chamados à vida, à consciência, à lucidez por meios diversos, mas igualmente dolorosos.


A falta de base firme, de alicerce na rocha, no entanto, fará com que esses imaturos seres, freqüentadores de religiões e cerimônias, não saibam como agir diante das agonias que terão de enfrentar.


Por esse motivo, queridos filhos, é que estamos aqui. É necessário estarmos alertas e vigilantes para que as angústias alheias não sejam assumidas como angústias próprias. São convocados a servir como enfermeiros junto à chusma dos doentes, lembrando-se de que precisam manter o cuidado para não se contaminarem com a epidemia.


E entre os homens haverá de se alastrar a do medo, a da revolta, a da agressividade à medida que a dor assumir a tarefa de produzir despertamento por atacado.


Não serão, apenas, as crises financeiras que irão toldar com seu manto de preocupações e angústias a alma dos indiferentes. Multiplicar-se-ão as enfermidades físicas, os acidentes geológicos e atmosféricos, as conflagrações sociais, de forma que a todos estará sendo avaliada a reação diante dos desafios diversos.


Serão bem-aventurados se guardarem a serenidade nas horas difíceis e, sem desespero nem entorpecimento, empenharem-se na obra da Esperança, sinalizando o caminho aos perdidos da rota.


Suas exemplificações serão tesouros no meio da tempestade e, graças a elas, os que possuam algum entendimento poderão encontrar forças para não desabarem na angústia coletiva nem tresloucarem-se em condutas desesperadas.


Dos dois lados da vida se realiza a grande transformação, já em andamento desde muitos anos, mas que se acelera nestes tempos, porquanto é necessário que todas as coisas sejam concretizadas.


Este aviso se destina a suas vidas pessoais, igualmente, porque em seus lares também repercutirão as mazelas que recairão sobre todos. Nada de privilégios especiais ou proteções injustificáveis, notadamente para aqueles que já sabem como se proteger.


Não seria lógico que se cuidasse mais do enfermeiro – que já se qualificou pelo aprendizado da enfermagem – do que do doente que nada conhece.


É como enfermeiros que estão habilitados na Escola da Vida todos aqueles que, como vocês, participam dos banquetes da Verdade do Espírito. Por isso, saberão velar pela dor alheia sem se olvidarem da higiene espiritual que os protegerá, da assepsia de pensamentos e sentimentos, da esterilização das palavras e atitudes para matar todos os germes que os contaminem com o mal.


Quando Noé aceitou construir a arca para salvar do afogamento os que nela quisessem entrar, assumiu para si próprio um imenso e extenuante trabalho. No entanto, graças ao devotado ancião, conseguiu ele próprio e sua família encontrarem a proteção e a segurança que os demais não quiseram, quando chegou o momento áspero da tormenta fatal.


Assim são os convidados do Senhor. Os próprios trabalhadores da última hora não estão livres do suor, do cansaço, do desgaste e dos testemunhos da fé.


No entanto, chegará o momento da serenidade se tiverem honrado com empenho a Obra de Deus.


Encarnados e desencarnados já estão sendo separados segundo suas vibrações específicas a fim de que a atmosfera humana não fique à mercê dos ataques da vasta horda da ignorância que se opõe aos nobres princípios representados pelo Cordeiro de Deus.


Esforcem-se por entrar pela porta estreita e não descansem até que o consigam. Do lado de fora, posso lhes afirmar, já há prantos e ranger de dentes.


Que a paz de Jesus vos abasteça em todos os momentos da vida, sobretudo na hora difícil dos testemunhos que são o prenúncio da Alvorada da Esperança.


Boa noite, queridos filhos.”
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 10 de Setembro de 2011, 13:31
A Grande Transição


Opera-se, na Terra, neste largo período, a grande transição anunciada pelas Escrituras e confirmada pelo Espiritismo. O planeta sofrido experimenta convulsões especiais, tanto na sua estrutura física e atmosférica, ajustando as suas diversas camadas tectônicas, quanto na sua constituição moral.

Isto porque, os espíritos que o habitam, ainda caminhando em faixas de inferioridade, estão sendo substituídos por outros mais elevados que o impulsionarão pelas trilhas do progresso moral, dando lugar a uma era nova de paz e de felicidade.

Os espíritos renitentes na perversidade, nos desmandos, na sensualidade e vileza, estão sendo recambiados lentamente para mundos inferiores onde enfrentarão as conseqüências dos seus atos ignóbeis, assim renovando-se e predipondo-se ao retorno planetário, quando recuperados e decididos ao cumprimento das leis de amor.

Por outro lado, aqueles que permaneceram nas regiões inferiores estão sendo trazidos à reencarnação, de modo a desfrutarem da oportunidade de trabalho e de aprendizado, modificando os hábitos infelizes a que se têm submetido, podendo avançar sob a governança de Deus.

Caso se oponham às exigências da evolução, também sofrerão um tipo de expurgo temporário para regiões primárias entre as raças atrasadas, tendo o ensejo de serem úteis e de sofrer os efeitos danosos da sua rebeldia.

Concomitantemente, espíritos nobres que conseguiram superar os impedimentos que os retinham na retaguarda, estarão chegando, a fim de promoverem o bem e alargarem os horizontes da felicidade humana, trabalhando infatigavelmente na reconstrução da sociedade, então fiel aos desígnios divinos.

Da mesma forma, missionários do amor e da caridade, procedentes de outras Esferas estarão revestindo-se da indumentária carnal para tornar essa fase de luta iluminativa mais amena, proporcionando condições dignificantes que estimulem ao avanço e à felicidade.

Não serão apenas os cataclismos físicos que sacudirão o planeta, como resultado da lei de destruição, geradora desses fenômenos, como ocorre com o outono que derruba a folhagem das árvores, a fim de que possam enfrentar a invernia rigorosa, renascendo exuberantes com a chegada da primavera, mas também os de natureza moral, social e humana que assinalarão os dias tormentosos, que já se vivem.

Os combates apresentam-se individuais e coletivos, ameaçando de destruição a vida com hecatombes inimagináveis.

A loucura, decorrente do materialismo dos indivíduos, atira-os nos abismos da violência e da sensatez, ampliando o campo do desespero que se alarga em todas as direções.

Esfacelam-se os lares, desorganizam-se os relacionamentos afetivos, desestruturam-se as instituições, as oficinas de trabalho convertem-se em áreas de competição desleal, as ruas do mundo transformam-se em campos de lutas perversas, levando de roldão os sentimentos de solidariedade e de respeito, de amor e de caridade...

A turbulência vence a paz, o conflito domina o amor, a luta desigual substitui a fraternidade.

... Mas essas ocorrências são apenas o começo da grande transição.

A fatalidade da existência humana é a conquista do amor que proporciona plenitude. Há, em toda a parte, uma destinação inevitável, que expressa a ordem universal e a presença de uma Consciência Cósmica atuante.

A rebeldia que predomina no comportamento humano elegeu a violência como instrumento para conseguir o prazer que lhe não chega de maneira espontânea, gerando lamentáveis conseqüências, que se avolumam em desaires contínuos.

É inevitável a colheita da sementeira por aqueles que a fez, tornando-se rico de grãos abençoados ou de espículos venenosos.

Como as leis da vida não podem ser derrogadas, toda objeção que lhes faz converte-se em aflição, impedindo a conquista do bem-estar.

Da mesma forma, como o progresso é inevitável, o que não seja conquistado através do dever, selo-á pelos impositivos estruturais de que o mesmo se constitui.

A melhor maneira, portanto, de compartilhar conscientemente da grande transição é através da consciência de responsabilidade pessoal, realizando as mudanças íntimas que se tornem próprias para a harmonia do conjunto.

Nenhuma conquista exterior será lograda se não proceder das paisagens íntimas, nas quais estão instalados os hábitos. Esses, de natureza perniciosa, devem ser substituídos por aqueles que são saudáveis, portanto, propiciatórios de bem-estar e de harmonia emocional.

Na mente está a chave para que seja operada a grande mudança. Quando se tem domínio sobre ela, os pensamentos podem ser canalizados em sentido edificante, dando lugar a palavras corretas e a atos dignos.

O indivíduo, que se renova moralmente, contribui de forma segura para as alterações que se vêm operando no planeta.

Não é necessário que o turbilhão dos sofrimentos gerais o sensibilize, a fim de que possa contribuir eficazmente com os espíritos que operam em favor da grande transição.

Dispondo das ferramentas morais do enobrecimento, torna-se cooperador eficiente, em razão de trabalhar junto ao seu próximo pela mudança de convicção em torno dos objetivos existenciais, ao tempo em que se transforma num exemplo de alegria e de felicidade para todos.

O bem fascina todos aqueles que o observam e atrai quantos se encontram distantes da sua ação, o mesmo ocorrendo com a alegria e a saúde.

São eles que proporcionam o maior contágio de que se tem notícia e não as manifestações aberrantes e afligentes que parecem arrastar as multidões. Como escasseiam os exemplos de júbilo, multiplicam-se os de desespero, logo ultrapassados pelos programas de sensibilização emocional para a plenitude.

A grande transição prossegue, e porque se faz necessária, a única alternativa é examinar-lhe a maneira de como se apresenta e cooperar para que as sombras que se adensam no mundo sejam diminuídas pelo Sol da imortalidade.

Nenhum receio deve ser cultivado, porque, mesmo que ocorra a morte, esse fenômeno natural é veículo da vida que se manifestará em outra dimensão.

A vida sempre responde conforme as indagações morais que lhe são dirigidas.

As aguardadas mudanças que se vêm operando trazem uma ainda não valorizada contribuição, que é a erradicação do sofrimento das paisagens espirituais da Terra.

Enquanto viceje o mal, no mundo, o ser humano torna-se-lhe vítima preferida, em face do egoísmo em que se estorcega, apenas por eleição espiritual.

A dor momentânea que o fere, convida-o por outro lado, à observância das necessidades de seguir a correnteza do amor no rumo do oceano da paz.

Logo passado o período de aflição, chegará o da harmonia.

Até lá, que todos os investimentos sejam de bondade e de ternura, de abnegação e de irrestrita confiança em Deus.


Joanna de Angelis
(Mensagem psicografada pelo médium Divaldo Pereira Franco, no dia 30 de Julho de 2006, no Rio de Janeiro.)
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 10 de Setembro de 2011, 13:42
Comunicação de Bezerra de Menezes-Mundo de Regeneração


“Há algo novo no horizonte que você não pode ver ainda. Não há nada com que
se preocupar. Você está seguro e as coisas estão realmente sob controle. Fé
é confiança e a confiança é uma poderosa ferramenta. Permita somente
pensamentos positivos e amor onde você estiver. O amor e as emoções elevam a
vibração e garantem o resultado mais elevado para o bem de todos. Haverá
sempre outro nascer do sol amanhã.”


Mensagem de Bezerra de Menezes – Divaldo Franco
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 10 de Setembro de 2011, 13:55
Ciclo de Regeneração já começou, diz Bezerra de Menezes
08/02/2011 — Blog dos Espíritos


LEIA MAIS » O APOCALIPSE SEGUNDO JESUS | DOWNLOAD DO LIVRO COMPLETO

Desde o final do século 20 o Apocalipse é um tema atual. Porém, com o agravamento dos processos climáticos e geológicos e ainda a proclamada nova data para o “fim do mundo” —dezembro de 2012—, tivemos o trabalho de pesquisar nas obras psicografadas pelo nosso querido Chico Xavier para ver se encontrávamos algo a respeito.
Isso nos levou a escrever a obra “O Apocalipse segundo Jesus“, que procura desfazer os mitos acerca do “fim do mundo”. Tentamos mostrar o processo de transição, previsto pelo apóstolo João e confirmado por Jesus, segundo nosso querido Emmanuel, em sua obra “Há Dois Mil Anos”.
Qual nossa surpresa, porém, ao verificar que nosso querido Bezerra de Menezes, através do confiável médium Divaldo Franco, ratificou o que nossos guias espirituais já diziam —o novo Ciclo de Regeneração já começou. E, segundo Emmanuel, na obra “Plantão de Respostas“, deve estar completamente instaurado até meados deste século.

Passaremos, sim, por grandes tribulações físicas e morais. Mas todas elas serão remédios para nossas doenças morais, e evitarão que bilhões de espíritos sejam exilados. Com esta nova visão, restauramos o aspecto Consolador do Espiritismo e somos capazes de compreender com mais clareza o comportamento que nos cabe diante do novo Mundo de Regeneração.

08/02/2011 — Blog dos Espíritos
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 10 de Setembro de 2011, 13:59
Apocalipse: a aceleração da evolução
23/03/2011 — Blog dos Espíritos


LEIA MAIS » O APOCALIPSE SEGUNDO JESUS | DOWNLOAD DO LIVRO COMPLETO

1) Apocalipse significa o fim do mundo?
Claro que não! E a própria leitura do texto do apóstolo João mostra isso. Nas próximas páginas vamos procurar esclarecer que:
a)   O Apocalipse não é um ato de terror ou castigo de Deus, mas a aplicação amorosa de sua justiça;
b)   Só estamos precisando de remédios tão amargos porque insistimos em manter a Mitologia como nossa orientadora religiosa e moral.
 
2) Remédios amargos? Mitologia? Não entendo o que isso tem a ver com o Apocalipse.
Pois é, amigo leitor. Há muito que estudar sobre o Apocalipse antes de achar que Deus ou Jesus são vingadores ou querem acabar com o mundo. Vamos entender primeiro que aquilo que neste mundo nos desagrada ou faz sofrer não são castigos de Deus, mas remédios para nossas doenças morais. Veja:
a)   Na fase primitiva da evolução humana, a mente ainda era pouco flexível ao aprendizado, devido ao pouco desenvolvimento de nosso livre arbítrio;
b)   Isso é assim para que nosso intelecto vá crescendo aos poucos, dando-nos tempo de também desenvolvermos nossa moral e saibamos, dentro de nosso limite, usar bem nossos conhecimentos;
c)   Porém, com o passar do tempo e das encarnações, permanecemos sujeitos a cometer erros, e tão maiores quanto maior se torna nosso conhecimento;
d)   Com isso, e lembrando da pouca flexibilidade de nossa mente no processo inicial da evolução espiritual, são necessários processos fortes para que a nossa mente assimile as consequências de nossos erros;
e)   Daí a necessidade de alguns traumas dolorosos;
f)   Entenda-se, porém, que na fase primitiva tais traumas só causam incômodo, nunca sofrimento.
 
3) Você quer dizer que somos ainda primitivos?
Aí é que está o problema do Apocalipse. Não somos mais uma humanidade primitiva:
a)   Para praticar atitudes bárbaras como fazemos é preciso ter uma inteligência já desenvolvida;
b)   Daí o cérebro mais flexível do Homo sapiens sapiens;
c)   Quanto maior a inteligência adquirida, maior nossa capacidade de compreensão;
d)   Maior capacidade de compreensão, maior livre arbítrio e maior a responsabilidade pelos nossos atos;
e)   Imagine, então, a responsabilidade de seres humanos que, pela tecnologia (só lado intelectual), têm a capacidade de destruir o planeta com uma guerra ou com os efeitos climáticos de sua ganância material;
f)   Onde fica nossa evolução moral com o rumo que o planeta atualmente está tomando?
g)   Portanto, os acontecimentos previstos por Jesus e confirmados por Bezerra de Menezes, além de tantos outros espíritos superiores que têm se comunicado com o plano físico, visam nos proteger de uma responsabilidade muito maior, dando-nos a cura moral precisa para que retomemos o equilíbrio entre razão e moral, entre intelectualidade e virtude, para que se estabeleça então em definitivo a Era do Espírito.
 
4) Como então vamos mudar o estado atual das coisas para chegar à Era do Espírito?
Isso é o que vamos tentar desvendar com as páginas deste livro. O que podemos adiantar é que:
a)   A única maneira de nos livrarmos do automatismo dos maus hábitos é substituí-los por bons hábitos;
b)   Quando Jesus nos disse que “o amor cobre a multidão de pecados”, ele estava dizendo que somente com a Caridade, praticando o amor ao próximo, eliminaríamos o automatismo dos maus hábitos;
c)   Contudo, quando me recuso a praticar o bem, faz-se necessário o choque da dor para nos alertar. Isso tanto para os indivíduos como para as coletividades;
d)   Agora pense em uma série de choques coletivos que, se por um lado trarão tempos de grandes testemunhos, como nos confirmou Bezerra de Menezes, formarão também o ambiente ideal para a instalação da Caridade como norma de conduta. Eis o Apocalipse.
 
5) Então o Apocalipse não tem nada a ver com castigo?
a)   O Apocalipse nada tem a ver com castigo, pois Deus jamais nos julga ou castiga;
b)   Com muita inteligência, Deus coloca na reação do próprio “mal” o remédio para sua cura;
c)   Isso explica a necessidade dos planetas de Expiação e Provas, ou os planetas prisão-hospital, nos quais é possível aplicar processos tão rigorosos de cura, respeitando a justiça divina;
d)   Explica também o repentino aumento populacional do planeta durante o século 20. Pela sua consciência de tudo o que acontece no Universo, Deus sabe tudo o que vai ocorrer no nosso planeta. Então fez com que muitos espíritos endurecidos no “mal” viessem para cá para terem a chance de tomar o remédio que precisavam, e que seria mais complicado aplicar em seus planetas de origem;
e)   E também para muitos espíritos bons, para que aprendessem o que não fazer.
 
6) Ora, mas se Deus coloca a cura na reação do “mal”, quando eu desencarno já estou curado, não é?
Não, senhor! Nós só nos curamos quando praticamos o bem, substituindo o automatismo no “mal” pelo bem em nossa consciência. Veja:
a)   Durante nossa encarnação, quanto mais fixamos nossa vontade em repetir os erros —o que então os transforma em “maldades”— e também nos vícios, mais desequilibramos as funções de nossos neurotransmissores, sentindo mais prazer em tais atos;
b)   Vamos lembrar aqui que Deus não quer filhos escravos ou robôs —mas fiéis colaboradores, cooperadores na construção de sua obra. Portanto, Deus respeita nosso livre arbítrio, o que nos dá a chance de ser bárbaros, se quisermos;
c)   Ora, quando dou um golpe financeiro, libero adrenalina em meu organismo e me sinto poderoso. Quando subjugo alguém, ou até o mato, sinto o mesmo prazer do poder. Os vários vícios nos dão exatamente a mesma sensação de poder —e isso se torna automatismo cerebral, o que automatiza em nossa mente (espiritual) as mesmas atitudes;
d)   Quando desencarno, levo comigo os mesmos automatismos que tinha quando encarnado;
e)   Por isso é fundamental aproveitar a vida carnal, neste plano mais denso, para “carimbar” com firmeza as virtudes em nosso espírito, sem o que precisamos repetir a experiência;
f)   E é exatamente a grande resistência coletiva à pratica do bem em nosso planeta que criou a necessidade do Apocalipse.
 
7) E quais os benefícios de um cenário de provas tão grandes para toda a humanidade? Continua difícil enxergar bênçãos diante de tanto sofrimento que se espera para os próximos 50 anos.
Eis a razão do subtítulo deste livro: “O fim e o recomeço do mundo sob a óptica da Doutrina Espírita”. Podemos afirmar, de maneira humilde porém convicta, que nenhuma outra ciência ou religião conseguem explicar o Apocalipse com a clareza, a racionalidade e a simplicidade com que o Espiritismo o faz.
a)   O primeiro benefício que o Apocalipse trará será um grande adiantamento evolutivo para nosso planeta;
b)   O Ciclo de Regeneração, que já se iniciou em 2010 e deve ser instaurado em definitivo nos 50 anos posteriores, terá como guia social a Lei da Caridade e todos seus benefícios;
c)   Além disso, o Apocalipse permitirá que bilhões de espíritos permaneçam aqui na Terra —sem tão fortes traumas, eles teriam que ser exilados para mundos primitivos;
d)   O Apocalipse também assistirá à encarnação de milhões de espíritos superiores, o que já ocorre desde algum tempo. Eles garantirão, com o amparo de Jesus e do Espírito da Verdade, que o bem se implante na Terra;
e)   Milhões de espíritos purificados do “mal” retornarão a seus planetas de origem;
f)   O mesmo acontecerá com aqueles que aqui vieram adquirir experiência do que não fazer;
g)   Comparativamente ao número total de habitantes da Terra, poucos espíritos serão exilados;
Como você vê, o beneficio do Apocalipse é muito maior que o custo.
Eis a verdade sobre o Apocalipse.




23/03/2011 — Blog dos Espíritos
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 10 de Setembro de 2011, 14:02
MUNDO DE REGENERAÇÃO (transição) - PARTE 3?

Instituição-1) Bezerra de Menezes (é nosso irmão desencarnado, mas não deixa de ter o peso e o valor de uma “instituição” pelas suas contribuições sobejamente sabidas por nós espíritas);

Instituição-2) Divaldo Franco (é nosso irmão e médium encarnado, mas também não deixa de ter o peso e o valor de uma “instituição” pelas suas contribuições sobejamente sabidas por nós espíritas);

Instituição-3) Conselho Federativo Nacional

Instituição-4) FEB- Federação Espírita Brasileira

Instituição-5) Revista Reformador

Em janeiro de 2.005, a revista Reformador, traz um dos mais esclarecedores textos de Bezerra de Menezes sobre o momento atual do nosso mundo, do Espiritismo e também sobre nossas responsabilidades advindas dos fatos por ele mencionados.
A mensagem foi recebida na última reunião do Conselho Federativo Nacional da FEB do ano de 2.004. Nosso amado benfeitor espiritual utilizou-se da mediunidade psicofonica de Divaldo Franco para dizer com todas as letras, sem deixar dúvida alguma sobre o teor do que tinha a nos passar, que: “Não podemos negar que este é o grande momento de transição do Mundo de Provas e de Expiações para o Mundo de Regeneração”.
Caro(a) leitor(a), para reforçar o ‘’obvio coloquei em negrito a expressão “este é o grande momento”. Mas antes de reforçar o óbvio, pergunto-lhe: A palavra “este” tem relação com o passado, com o presente ou com o futuro? Desculpe-me pela pergunta tão simplória. A verdade é que todos nós sabemos que tal palavra tem a ver com o momento “presente”. Portanto, Bezerra não está se referindo ao futuro! Daí o fato de, no mesmo texto, Bezerra de Menezes complementar: “(...) Já não há mais tempo para adiarmos a proposta de renovação do planeta”.
Mais uma dedução importante para nós espíritas: se Bezerra de Menezes afirma que já não há mais tempo para adiarmos a proposta de renovação do planeta, a lógica elementar nos leva à quarta conclusão, a seguir:

Conclusão – IV: Bezerra de Menezes nos informa que este é o grande momento de transição do Mundo de Provas e de Expiações para o Mundo de Regeneração. Momento este dentro dos limites de tempo em que Kardec afirma que o Espiritismo será Crença Comum.

V – OS ESPÍRITOS MARIA MODESTO CRAVO E JOANNA DE ÂNGELIS NOS ALERTAM SOBRE A RENOVAÇÃO QUE JÁ ESTÁ OCORRENDO EM NOSSO PLANETA!
Duas informações:
A primeira:
No livro Reforma Íntima Sem Martírio, lançado e editado nesta primeira década do século XXI (esta informação é importante), Editora Dufaux, psicografia de Wanderley Soares de Oliveira, o espírito Maria Modesto Cravo diz: “Uma geração nova regressa às fileiras carnais da humanidade para arejar o panorama de todas as expressões segmentares do orbe, interligando-as e projetando-as a ampliados patamares de utilidade. (...) É tempo de renovar”.

A segunda informação:
No livro Momentos de Harmonia, lançado e editado em 1.991 (esta informação é importante), Editora Leal, psicografia de Divaldo Franco, o espírito Joanna de Ângelis diz: “(...) dá-se neste momento a renovação do Planeta, graças à qualidade dos espíritos que começam a habitá-lo, enriquecidos de títulos de enobrecimento e de interesse fraternal”.

Caro(a) leitor(a), se você convive com crianças, pergunto-lhe: As crianças de hoje não são muito inteligentes? Sei qual vai ser sua resposta: “Sim, muito inteligentes!!!”
Por que são tão inteligentes? A resposta está na análise dos dois textos dos espíritos amigos acima: Informam-nos os amáveis espíritos Joanna de Angelis e Maria Modesto Cravo que, de poucas décadas para cá, os espíritos que estão nascendo em nosso planeta são muito especiais. São nobres de alma, são fraternais, e por natural dedução, inteligentes.
Esta alvissareira notícia de renovação do planeta, certamente a mais importante ocorrência depois da vinda de Cristo e do nascimento de Kardec, nos leva à quinta conclusão:

Conclusão – V: Os espíritos Joanna de Angelis e Maria Modesto Cravo nos informam que espíritos especiais (fraternos, nobres) estão retornando à Terra com o objetivo de arejar o panorama de todas as expressões segmentares do nosso planeta, com o objetivo de renová-lo, e esta renovação se dá dentro dos limites de tempo em que Kardec afirma que o Espiritismo será Crença Comum.

VI – O RESPEITADO MÉDIUM E ORADOR BAIANO, DIVALDO FRANCO, DISSE, EM PALESTRA PROFERIDA EM 1.999, QUE NO ANO DE 2.025 DUZENTOS MIL ESPÍRITOS ALTAMENTE EVOLUÍDOS RETORNARÃO À TERRA.
Caro(a) leitor(a), conforme a bem-vinda informação do título logo acima, mais a informação do item V, onde Joanna de Ângelis e Maria Modesto Cravo esclarecem-nos que espíritos nobres e fraternais (também inteligentes), estão retornando à Terra com o objetivo de ajudarem na renovação do planeta, podemos então formular a seguinte pergunta:
COMO SERÁ NOSSO PLANETA TERRA EM 2.060?
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 10 de Setembro de 2011, 14:06
Mundo de Regeneração - Bezerra de Menezes

Reunião mediúnica no Centro Espírita Internacional
Brasília, 19 de abril de 2010.
Comunicação psicografada por Divaldo Pereira Franco, de autoria espiritual de Bezerra de Menezes.


Irmãos amigos, devotados obreiros da seara de Jesus! Abraçando-os em nome dos trabalhadores do lado de cá, rogamos ao Mestre Amigo bênçãos de paz para todos.
Os novos tempos em transcurso no plano físico anunciam uma era de transformações necessárias à implementação do processo evolutivo do ser humano. Os dois planos da vida se irmanam e laços de solidariedade se estreitam, tendo em vista os acontecimentos previstos.
Em atendimento aos compromissos firmados por orientadores do Planeta, almas abnegadas se desdobram em atividades, definindo responsabilidades e tarefas a serem desenvolvidas em épocas específicas.
Não longe, porém, nas regiões purgatoriais de sofrimento que assinalam o perfil dos seus habitantes, no mundo espiritual, almas se agitam, movimentam-se, produzindo ruídos e clamores na expectativa de se beneficiarem, de alguma forma, com a programação que o Alto determina.
Desassossegados, temem as mudanças que já lhes foram anunciadas e, por não saberem ainda administrar emoções e desejos, dirigem-se às praças públicas e aos templos religiosos de diferentes interpretações para debaterem e opinarem: ora aceitam os ventos das mudanças, ora se rebelam, posicionando-se contra elas. Nesse processo, influenciam os encarnados que lhes acatam as opiniões vacilantes e, ao mesmo tempo, são por eles influenciados.
O certo é que a Humanidade chegou a um ponto de sua caminhada evolutiva que não mais se lhe permite retrocesso de qualquer natureza. Para os próximos cinqüenta anos já se delineia um planejamento destinado a ser cumprido por uma coletividade de Espíritos que irão conviver com grandes e penosos desafios.
Trata-se de uma população heterogênea constituída de almas esclarecidas e de outras em processo de reajuste espiritual. As primeiras revelam-se iluminadas pelo trabalho desenvolvido na fieira dos séculos, quando adquiriram recursos superiores de inteligência e de moralidade.
Retornam à reencarnação para exercer influência positiva sobre as mentes que se encontram em processo de reparação, necessitadas de iluminação espiritual.
A atual Humanidade será pouco a pouco mesclada por esses dois grupos de Espíritos reencarnantes. Inicialmente na sua terça parte, abrangendo todo o Planeta, depois, dois e três terços. O trânsito entre os dois planos estará significativamente acelerado. Um trânsito de mão dupla, acrescentamos, pois coletividades de encarnados também retornarão à Pátria verdadeira.
Anunciam-se, então, o processo renovador de consciências por meio de provações, algumas acerbas .
Uma operação de decantação que visa selecionar os futuros habitantes do Planeta, aqueles que deverão viver os alvores da Era da Regeneração.
A massa humana de sofredores, de Espíritos empedernidos, repetentes de anteriores experiências, retornará à gleba terrestre em cerca de cinqüenta anos, mas os guardiões da Terra estarão a postos, ao lado de cada encarnado ou desencarnado convocando-os á transformação para o bem.
É a era do espírito, anunciada a clarinadas na manhã do dia de ontem, 18 de abril de 2010, no momento em que o sol lançava os seus primeiros raios à Terra. Em região muito próxima ao plano físico, habitantes do Além quase que se fundiram com a humanidade encarnada para, em reunião de luz e vibração amorosa, ouvir o mensageiro de Jesus que lhes traçou as diretrizes de uma nova ordem planetária, que ora começa a se estabelecer.
Ismael falou emocionado para os representantes de todas as nacionalidades, logo após a manifestação clamorosa dos seus patronos e guias.
Revelou planos de Jesus relacionados à cristianização dos homens . Ao final da abençoada assembléia, Espíritos valorosos deram-se as mãos, envolvendo o Planeta em suas elevadas vibrações, transformadas em pérolas que caiam do alto sobre os seus habitantes, atingindo-lhes a fronte na forma de serafina luminosidade.
Estejam, pois, atentos para os acontecimentos, meus filhos. Reflitam a respeito do trabalho que se delineia e, do posto de serviço onde se encontrem, sejam, todos e cada um, foco de luz, ponto de apoio.
Ouçam as vozes do céu, pois estão marcados pela luz dos guardiões planetários. Façam a parte que lhes cabem. Sejam bons, honestos, laboriosos, fraternos.
Os dias futuros de lutas e dores assemelham-se aos "ais" apocalípticos. Surgirão aqui, acolá e mais além, implorando pela união, compaixão e misericórdia, individual e coletiva.
Assim, irmãos e amigos, não cometam o equívoco de olhar para trás, mas coloquem as mãos na charrua do Evangelho e sigam adiante.
Não repitam a experiência a mulher de Ló, o patriarca hebreu que, possuidora de fé frágil, olhou para trás em busca dos prazeres perdidos, transformando-se em estátua de sal, desiludida pela aridez das falsas ilusões.
Façam brilhar a própria luz, meus filhos! Este é o clamor do Evangelho, hoje e sempre!...
Bezerra
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 10 de Setembro de 2011, 14:10
Caríssimos amigos (Observação do Irmão Osvaldo),
sobre a Comunicação psicografada por Divaldo Pereira Franco, de autoria espiritual de Bezerra de Menezes.


Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/a-genese/fim-dos-tempos-inicio-mundo-regeneracao/?action=post;num_replies=163#ixzz1XYSQBHn7
Muito se tem estudado sobre a evolução da Terra na escala hierárquica dos mundos, sendo apregoado, a todo canto, o estabelecimento do status de mundo de regeneração. Até agora tínhamos a certeza de que tal mudança, de mundo de provas e expiações para mundo de regeneração, era algo que vinha se ocorrendo ao longo dos últimos séculos.
Não havia notícias mais concretas sobre a efetivação deste grau no orbe terrestre.
Em reunião ocorrida no Plano Espiritual, em data de 18 de Abril de 2010, em região próxima à terra (temos notícia de que se trata de uma cidade espiritual localizada acima de Brasília), as mais altas autoridades encarregadas da governança do nosso querido planeta, sob a orientação de Jesus, anunciaram o início da ERA DO ESPÍRITO.
Ismael, falando em nome dE Cristo, noticiou Seus planos específicos para a cristianização dos homens e o estabelecimento deste novo momento do planeta, qual seja, a efetiva progressão de mundo de provas e expiações para mundo de regeneração.
A carta, que segue no arquivo anexo em formato PDF, da idéia de como serão os próximos cinqüenta anos, do que enfrentaremos, de quem vem do plano espiritual e de quem volta para lá.
Não se trata de comunicação a ser lida, mas sim a ser sentida, a ser estudada, meditada. Cada frase contém ensinamentos profundos que nos permitirão compreender as mudanças pelas quais a humanidade vem passando e aquelas que estão por vir, os quais também nos permitirão compreender as catástrofes coletivas que advirão em decorrência do processo de decantação necessário à seleção dos futuros habitantes do planeta.
Enfim, resta-nos elevar ao Alto nossos profundos sentimentos de gratidão e reconhecimento pela permissão de que tenhamos contato com tais notícias, auxiliando-nos na necessária condução de nossas vidas rumo a esta nova era.
Que bênçãos de paz e amor recaiam sobre o "médico dos pobres", espírito de nobreza ímpar que está, a todo momento, nos auxiliando na fixação dos ideais evolutivos, imprescindíveis a que possamos somar esforços para o efetivo estabelecimento desta nova ordem mundial.
Fraternal abraço a todos.
Osvaldo


18 de abril foi o dia de Lançamento do Livro dos Espíritos em 1857...

Mensagem super importante para aqueles que estão dispostos a fazer sua parte!
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Siegmund Beulke em 10 de Setembro de 2011, 14:13



"Se eu pudesse deixar algum presente para você,
deixaria aceso o sentimento de amar a vida dos seres humanos.
A consciência de aprender tudo o que foi ensinado pelo tempo a fora.
Lembraria os erros  que foram cometidos para que não mais se repetissem".


                                                                              Gandhi
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Oliva Prado em 23 de Março de 2012, 10:27
Bom Dia
Novamente convosco,
 partilhando uma mensagem positiva do Médium F. C. X. que pude obter numa outra janela do ciberespaço - (este imenso  espaço virtual em que comunicamos)
pelo melhoramento constante da psicosfera em que habitamos e da qual vamos gradualmente tendo consciência da sua importância e valor.

Sempre em ondas de paz (pelo menos fazendo um esforço para isso)
O P

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: wender100%espirita em 25 de Setembro de 2013, 22:03
estamos muitos preocupados com esse tal fim dos tempos,mundo de regeneracao,mas esquecemos que a regeneracao comeca por nos,se queremos um planeta melhor devemos colocar em pratica tudo que nosso Mestre Jesus,e praticara caridade segundo a Doutrina Espirita,so dai ja percebemos que falta muito ate chegar o dia "D", nemo proprio Jesus previu esses dias quando disse que nem o filho do homem sabia,somente Deus tem essa informacao,o resto e so comentarios pessoais. paz e luz
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Dhi em 26 de Setembro de 2013, 05:43
Discordo de alguns pontos, porém sou leiga, ms no meu entendimento o que ocorre não é uma higienização, pois higienizar significa limpar, purificar, tirar o que não presa, correto?, então me corrija se eu tiver errada, ms o que vemos hoje em dia, é uma maioria de pessoas boas, "inocentes", morrendo?, o que vemos são crianças sendo mortas, pessoas sendo assaltadas e mortas por motivo torpe, o que vemos não é o Lobo devorando o cordeiro? então como está havendo uma higienização, será mesmo que o está sendo retirado é o que não presta?, estava pensando nesta tema a poucos dias, e será que mais coisas estão acontecendo, como por exemplo o suposto planeta que nos rodeia, e está na iminência do entramos em choque com  ele? Acredito em Jesus , acredito no quanto era sábio, iluminado, sou parte de DEUS meu criador, mas será mesmo que será neste mundo que veremos a evolução espiritual da humanidade?, Sei que pior do que tá pode ficar, mas o mundo é maravilhoso, somos nós que estamos fazendo ele ficar insustentável de viver.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 26 de Setembro de 2013, 08:09
Discordo de alguns pontos, porém sou leiga, ms no meu entendimento o que ocorre não é uma higienização, pois higienizar significa limpar, purificar, tirar o que não presa, correto?, então me corrija se eu tiver errada, ms o que vemos hoje em dia, é uma maioria de pessoas boas, "inocentes", morrendo?, o que vemos são crianças sendo mortas, pessoas sendo assaltadas e mortas por motivo torpe, o que vemos não é o Lobo devorando o cordeiro? então como está havendo uma higienização, será mesmo que o está sendo retirado é o que não presta?, estava pensando nesta tema a poucos dias, e será que mais coisas estão acontecendo, como por exemplo o suposto planeta que nos rodeia, e está na iminência do entramos em choque com  ele? Acredito em Jesus , acredito no quanto era sábio, iluminado, sou parte de DEUS meu criador, mas será mesmo que será neste mundo que veremos a evolução espiritual da humanidade?, Sei que pior do que tá pode ficar, mas o mundo é maravilhoso, somos nós que estamos fazendo ele ficar insustentável de viver.


Amiga Dhi,

O processo de transição de um Planeta de expiações e provas para de regeneração é lento e gradual. Demora milênios!

Não existe um "planeta chupão", "planeta X", "nibirú" ou coisa que o valha!

O mal que se vê no Mundo de hoje (pessoas "boas" sendo assassinadas, crianças sendo mortas, pessoas sendo assaltadas e mortas por motivo torpe, o Lobo devorando o cordeiro, etc...) já foi muito pior em Séculos passados.
A amiga pode estar certa disso!

Não é o nosso Planeta que necessita evoluir, são seus habitantes, somos nós!

Apenas quando a maioria de nós tiver realizado a sua Reforma íntima, no grau máximo que comporta nosso estágio evolutivo, é que estaremos adentrando, ou melhor, transformando esse nosso Planeta num Mundo de Regeneração. Pois, então, aqui será o lar de Espíritos em Regeneração.

E, como já disse, esse é um processo lento, gradual, que não se completa senão em milênios.


PS:

"sou parte de DEUS"

Esse é um equívoco muito comum aos neófitos na doutrina Espírita.

Na Verdade não somos "partes" de Deus, pois que Deus é Único!

Somos creações de Deus.

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Kazaoka em 26 de Setembro de 2013, 12:15
O tempo de regeneração começou com o advento do Cristo que revelou a Lei de Amor. Estamos esperando algo que, na verdade, já está acontecendo e ainda estamos tendo o comportamento dos povos que antecederam Jesus e que aguardavam o Messias salvador. Jesus trouxe suas revelações para que despertasse no homem a força que renovaria a sua condição de vida ainda aqui na Terra. O que víamos naquela época e o que vemos acontecer ainda hoje em termos morais, são as comoções necessárias (conflitos, guerras, crimes, corrupções, etc.) para que este despertamento ocorra. Portanto, cabe a nós Cristãos combater o mal não num confronto direto, o qual só faz crescer as dissensões, mas combatê-lo com sabedoria através da valorização e multiplicação do bem através de sua prática.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Ganimedes em 26 de Setembro de 2013, 16:00
"Bem aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guarda as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo."(Apocalipse - Cap 1; v 3)

"E o segundo anjo tocou a trombeta; e foi lançada no mar uma coisa como um grande monte ardendo em fogo, e tornou-se em sangue a terça parte do mar.
E morreu a terça parte das criaturas que tinham vida no mar; e perdeu-se a terça parte das naus."( Cap 8; v 8 e 9)
O que será que isto significa?
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: wender100%espirita em 26 de Setembro de 2013, 20:10
ja tentei entender essas profecias ganimedes,quase fiquei doido rsrsrsr isso dai e cheio de simbolos alegorias,palavras fortes pra impressionar um povo ainda ligado mais a imagem do que a propria mensagem, na minha opiniao e mais pra quem estuda teologia, que vai sabe interpreta os simbolos.  paz e luz
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Ganimedes em 26 de Setembro de 2013, 22:28
O Espiritismo é a chave para esses mistérios. Sem ajuda espiritual, ninguém pode interpretar esses símbolos.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 27 de Setembro de 2013, 06:48


O que a Doutrina Espírita (Espiritismo) noz diz sobre o "Apocalipse":

"O que há de estranho nesse relato é a obliteração do poder de Deus e de sua Igreja diante do Anticristo. Com efeito, após um triunfo de curta duração, a Igreja sucumbe novamente para não mais se erguer; a fé de seus ministros não é bastante grande para impedir a corrupção de introduzir-se até no santuário. Não é
uma confissão ingênua de fraqueza e de impotência? São coisas que se pode pensar, mas é inabilidade gritar de cima dos telhados.
Teria sido deveras surpreendente que o Espiritismo não tivesse encontrado lugar nessa predição. Com efeito, ele aí está indicado como um dos sinais dos tempos, e eis em que termos. Não é mais Holzauzer quem fala, é o autor da brochura:
“Mas eis que esses ruídos se precisam, que esses terrores, que parecem quiméricos, tomam consistência e se formulam claramente. O fim do mundo se aproxima, gritam de
todos os lados! Na Europa, nos países católicos, recordam-se as velhas profecias que, todas, anunciam esse grande acontecimento para a nossa época"....
“Não são senão os Espíritos batedores que dão o alarme. Abri O Livro dos Espíritos, de Allan Kardec, e lede na primeira página, nos prolegômenos, as palavras seguintes: ‘Os
Espíritos anunciam que chegaram os tempos marcados pela Providência para uma manifestação universal e que, sendo eles os ministros de Deus e os agentes de sua vontade, têm por missão instruir e esclarecer os homens, abrindo uma nova era para a
regeneração da Humanidade".

Observação– Não vemos que anunciar a regeneração da Humanidade seja anunciar o seu fim; estas duas idéias se contradizem. Os Espíritos, em vez de darem o alarme, vêm trazer a esperança.

“Logo de começo o profeta Joel nos diz: ‘Naqueles tempos a magia cobrirá toda a Terra, e ver-se-ão até crianças de peito fazendo coisas extraordinárias e discursando como pessoas grandes.’”

“O Espiritismo, esta magia do século dezenove, invadiu o mundo. Há apenas alguns anos, na América, na Inglaterra, na França, fenômenos admiráveis, inauditos, excitaram a curiosidade geral. Móveis inertes, animando-se à vontade dos operadores, entregavam-se às mais fantásticas evoluções, e respondiam sem hesitação às perguntas que lhes dirigiam. Buscou-se qual podia ser a causa inteligente desses efeitos inteligentes. As mesas responderam:

São Espíritos, as almas dos homens que a morte levou, que vêm comunicar-se com os vivos. Novos fenômenos se produziram. Ouviram-se como que golpes batidos nos móveis, nas paredes das casas; viram-se objetos, movendo-se espontaneamente; ouviam-se
vozes, sinfonias; viram-se mesmo aparições de pessoas mortas há muito tempo. Os prodígios se multiplicavam. Era preciso querer para ver; era preciso ver para ficar convencido.
“Em breve uma nova religião se organizou.
Interrogados, os próprios Espíritos redigiram um código de sua nova doutrina. Foi, é preciso confessar, um sistema filosófico admiravelmente bem combinado sob todos os aspectos. Jamais o mais hábil sofista soube tão bem disfarçar a mentira e o paradoxo. Não
podendo, sem desvendar sua origem e despertar suspeitas, quebrar de um golpe as idéias de Deus e de virtude, os Espíritos começam reconhecendo altamente a existência de Deus, a necessidade desta virtude; mas fazem tão pouca diferença entre a sorte dos justos e a dos maus, que se é forçosamente levado, por essas crenças, a satisfazer a todas as suas paixões e a buscar na morte um refúgio contra a infelicidade. O crime e o suicídio são as duas conseqüências fatais desses princípios que, à primeira vista, parecem marcados por uma moral tão bela e tão pura.
“Para explicar a anomalia dessas comunicações de além-túmulo, os Espíritos não puderam deixar de anunciar, como vimos,que os tempos marcados pela providência tinham chegado;mas, não querendo falar do fim do mundo, o que absolutamente não entrava em seu sistema, acrescentaram:para a regeneração universal da Humanidade.”

Observação– Por uma singular coincidência, no mesmo dia, 24 de fevereiro, em que nos chegou essa brochura, que nos era enviada por um de nossos correspondentes de Lyon, e no momento que líamos estes últimos parágrafos, recebemos das cercanias de Boulogne-sur-Mer uma carta, da qual extraímos as seguintes passagens:

“É do fundo de um vale obscuro do Boulonais que vos chegam estas poucas palavras, reflexos de uma existência sofredora; porque o Espiritismo penetra por toda parte, para espalhar a luz e as consolações. Pessoalmente, quanto alívio não lhe devo, bem como a vós, senhor, que sois o seu dispensador!
“Nascido de pais muito pobres, carregados de oito filhos, dos quais sou o mais velho, ai! até agora não ganhei o meu pão, embora tenha vinte e nove anos, pela debilidade de minha constituição. Juntai a isto uma propensão inata ao orgulho, à vaidade, à violência, etc., e julgai o que tive de suportar de males, na minha miserável condição, antes que o Espiritismo tivesse vindo explicar-me o enigma de meu destino. Cheguei a tal ponto que
resolvi suicidar-me.
“Para este fim, para acalmar as minhas apreensões e as censuras de minha consciência, eu me tinha dito,na minha fé de católico: Ferir-me-ei com um golpe que, embora mortal, não me fará morrer instantaneamente e me deixará dispor de alguns instantes de vida, suficientes para que eu tenha a possibilidade de me confessar, comungar e manifestar o meu arrependimento; numa palavra, de me pôr em condições de me assegurar uma vida ditosa no outro mundo, escapando aos males deste.
“Meu raciocínio era muito absurdo, não acha, senhor?
E, contudo, não era conseqüente com o dogma que nos afirma que todo pecado, todo crime mesmo, é apagado pela simples confissão feita a um sacerdote que dá a absolvição?
“Agora, graças ao conhecimento do Espiritismo, semelhantes idéias estão para sempre banidas do meu pensamento; entretanto, quanta imperfeição ainda me resta a despojar!”
Assim, o Espiritismo impediu um ato, um crime que teria sido cometido, não na ausência de toda fé, mas antes, diz a pessoa, pela conseqüência mesma de sua fé católica. Neste caso, qual foi a mais poderosa para impedir o mal? Esse rapaz será danado por ter seguido o impulso do Espiritismo, obra do demônio, segundo o autor da brochura, ou teria sido salvo, suicidando-se, por ter recebido, antes de morrer, a absolvição de um sacerdote? Que o autor da brochura, com a mão na consciência, responda a esta pergunta.

                                            Revista Espírita  (Abril - 1868)

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 27 de Setembro de 2013, 07:09

Tendo sido lidos os fragmentos acima na Sociedade de Paris, o nosso antigo colega Jobard veio dar, espontaneamente, sobre o assunto, a comunicação seguinte, por um médium em
sonambulismo espiritual:
                                     (Sociedade de Paris, 28 de fevereiro – Médium: Sr. Morin)

Eu passava, quando o eco me trouxe a vibração de uma imensa gargalhada. Prestei atenção e, tendo reconhecido o ruído do riso dos encarnados e dos desencarnados, me disse: Sem dúvida a coisa é interessante; vamos ver!... E eu não acreditava, senhores, ter o prazer de vir passar a noite junto de vós. Contudo, estou feliz por isto, crede-o bem, porque sei toda a simpatia que conservastes por vosso antigo colega.
Assim, aproximei-me e os ruídos da Terra me chegaram mais distintos: O fim do mundo! exclamavam; o fim do mundo!...
Oh! meu Deus, me disse eu, se é o fim do mundo, em que se vão tornar?... A voz de vosso presidente e meu amigo, chegando até mim, compreendi que vos lia algumas passagens de uma brochura na qual se anuncia o fim do mundo como muito próximo. O assunto interessou-me; escutei atentamente e, após ter refletido maduramente, venho, como o autor da brochura, dizer-vos: Sim, senhores, o fim do mundo está próximo!... Oh! não vos assusteis, senhores, porque é preciso estar bem perto para o tocar; e quando o tocardes o vereis.
Esperando, se me permitis, vou dar-vos minha apreciação sobre esta palavra, espantalho dos cérebros fracos e, também, dos Espíritos fracos; porque, sabei-o, se o temor do fim do mundo aterroriza os seres pusilânimes do vosso mundo, fere igualmente de terror os seres atrasados da erraticidade. Todos os que não estão desmaterializados, isto é, que, embora Espíritos, vivem mais materialmente que espiritualmente, se apavoram à idéia do fim do mundo, porque compreendem, por esta palavra, a destruição da matéria. Não vos admireis, pois, de que essa idéia emocione certos Espíritos, que não saberiam em que se tornar, se a Terra não existisse mais, porquanto a Terra ainda é o seu mundo, o seu ponto de apoio.
Por mim, me disse: Sim, o fim do mundo está próximo; está aí, eu o vejo, o toco... está próximo para os que, mau grado seu, trabalham para precipitar o seu advento!... Sim, o fim do mundo está próximo; mas, o fim de que mundo?
Será o fim do mundo da superstição, do despotismo, dos abusos mantidos pela ignorância, pela malevolência e pela hipocrisia; será o fim do mundo egoísta e orgulhoso, do pauperismo, de tudo o que é vil e rebaixa o homem; numa palavra, de todos os sentimentos baixos e cúpidos, que são o triste apanágio do vosso mundo.
Esse fim do mundo, essa grande catástrofe que todas as religiões concordam em prever, é o que elas entendem? Ao contrário, não se deve ver a realização dos altos destinos da Humanidade? E se refletirmos em tudo o que se passa em torno de nós, esses sinais precursores não serão o sinal do começo de um outro mundo, isto é, de um outro mundo moral, em vez do da destruição do mundo material?
Sim, senhores, um período de depuração terrestre termina neste momento; um outro vai começar... Tudo concorre para o fim do velho mundo, e os que se esforçam por sustentá-lo trabalham energicamente, sem o querer, para a sua destruição. Sim, o fim do mundo está próximo para eles; pressentem-no e se apavoram, crede bem, mais que do fim do mundo terrestre, porque é o fim de sua dominação, de sua preponderância, a que se apegam mais do que a qualquer outra coisa; e isto não será, em relação a eles, a vingança de Deus, pois Deus não se vinga, mas a justa recompensa de seus atos.
Como vós, os Espíritos são filhos de suas obras; se são bons, é porque trabalharam para o ser; se são maus, não é porque tenham trabalhado para o ser, mas porque não trabalharam para se tornarem bons.
Amigos, o fim do mundo está próximo e vos convido vivamente a tomar boa nota desta previsão; ele está tanto mais próximo quanto já se trabalha para o reconstruir. A sábia previdência dAquele a quem nada escapa, quer que tudo se construa, antes que tudo seja destruído; e quando o edifício novo for concluído, quando a cumeeira estiver coberta, então é que desabará o antigo; cairá por si mesmo, de sorte que entre o mundo novo e o velho não haverá solução de continuidade.
É assim que se deve entender o fim do mundo, que já pressagiam tantos sinais precursores. E quais serão os poderosos obreiros para esta grande transformação? Sois vós, senhoras; sois vós senhoritas, com o auxílio da dupla alavanca da instrução e do Espiritismo. Na mulher na qual o Espiritismo penetrou, há mais que uma mulher, há um trabalhador espiritual; nesse estado, tudo trabalhando por ela, a mulher trabalha ainda muito mais que o homem na edificação do monumento, porque, quando ela conhecer todos os recursos do Espiritismo e dele souber servir-se, a maior parte da obra por ela estará feita. Amamentando o corpo de seu filho, também poderá alimentar o seu espírito; e que melhor ferreiro do que o filho de um ferreiro, aprendiz de seu pai? Assim o menino sugará, ao crescer, o leite da espiritualidade, e quando tiverdes espíritas, filhos de espíritas e pais de espíritas, o fim do mundo, tal qual o compreendemos, não estará realizado?
Depois disto, admirai-vos de que o Espiritismo seja um espantalho para tudo o que se prende ao velho mundo, e do encarniçamento com que procuram sufocá-lo em seu berço?

                                            Revista Espírita (Abril - 1868)


Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Vitor Santos em 27 de Setembro de 2013, 12:14
Olá amigos

Não existindo evidências cientificas sobre a existência de outros mundos habitados, apenas a noção probabilística dessa possibilidade, e muito menos da caracterização desses mundos, a única descrição que podemos ter deles vem dos testemunho dos espiritos, que pouco mais valor têm do que os testemunhos dos homens, num contexto cientifico, mas que fazem sentido como crença. Eis o que O ESE nos diz:

Citar
Mundos regeneradores

.... 17. Os mundos regeneradores servem de transição entre os mundos de expiação e os mundos felizes. A alma penitente encontra neles a calma e o repouso e acaba por depurar-se. Sem dúvida, em tais mundos o homem ainda se acha sujeito às leis que regem a matéria; a Humanidade experimenta as vossas sensações e desejos, mas liberta das paixões desordenadas de que sois escravos, isenta do orgulho que impõe silêncio ao coração, da inveja que a tortura, do ódio que a sufoca. Em todas as frontes, vê-se escrita a palavra amor; perfeita equidade preside às relações sociais, todos reconhecem Deus e tentam caminhar para Ele, cumprindo-lhe as leis. Nesses mundos, todavia, ainda não existe a felicidade perfeita, mas a aurora da felicidade. O homem lá é ainda de carne e, por isso, sujeito às vicissitudes de que libertos só se acham os seres completamente desmaterializados. Ainda tem de suportar provas, porém, sem as pungentes angústias da expiação. Comparados à Terra, esses mundos são bastante
ditosos e muitos dentre vós se alegrariam de habitá-los, pois que eles representam a calma após a tempestade, a convalescença após a moléstia cruel. Contudo, menos absorvido pelas coisas materiais, o homem divisa, melhor do que vós, o futuro; compreende a existência de outros gozos prometidos pelo Senhor aos que deles se mostrem dignos, quando a morte lhes houver de novo ceifado os corpos, a fim de lhes outorgar a verdadeira vida. Então, liberta, a alma pairará acima de todos os horizontes. Não mais sentidos materiais e grosseiros; somente os sentidos de um perispírito puro e celeste, a aspirar as emanações do próprio Deus, nos aromas de amor e de caridade que do seu seio emanam.

18. Mas, ah! nesses mundos, ainda falível é o homem e o Espírito do mal não há
perdido completamente o seu império. Não avançar é recuar, e, se o homem não se houver firmado bastante na senda do bem, pode recair nos mundos de expiação, onde, então, novas e mais terríveis provas o aguardam.
Contemplai, pois, à noite, à hora do repouso e da prece, a abóbada azulada e, das
inúmeras esferas que brilham sobre as vossas cabeças, indagai de vós mesmos quais as que conduzem a Deus e pedi-lhe que uni mundo regenerador vos abra seu seio, após a expiação na Terra. - Santo Agostinho. (Paris, 1862.)


Um mundo onde existe ainda escravatura, inclusivamente de crianças, um mundo onde há pessoas que têm milhares de milhões de €uros e outras não têm o que comer nem água para beber, um mundo em que aqueles que governam não o fazem a pensar no bem dos povos deles, mas nos próprios interesses e nos interesses daqueles que são os futuros patrões deles, um mundo onde os interesses financeiros estão acima dos humanitários, um mundo onde as pessoas são vistas friamente e apenas como máquinas de trabalho descartáveis, nada faz lembrar a descrição acima indicada.

Se há uma transição, faltam as evidências da mesma. Se a transição vem do tempo de Jesus, após os quais se perseguiram, primeiro, os que que seguiam o próprio Jesus, e, depois, todos os que não eram católicos, ou de crenças fundamentadas em princípios similares. E ainda hoje continuam as perseguições e guerras religiosas, que não são mais do que uma guerra pela conquista do poder e do dinheiro encapotadas, como sempre foram, aproveitando o fanatismo e a pouca capacidade de discernimento de algumas pessoas com problemas mentais, conduzindo-os a realizar brutidades, incluindo o próprio suicídio.

Transição, quando ainda há 60 anos houve uma guerra de proporções mundiais e nada nos diz que está excluída a possibilidade desse triste evento de repetir? - Se existe essa transição, não sou eu, nem os meus filhos, nem os meus netos que vão usufruir dela, aqui na Terra. Concluir que estamos numa zona de transição implica que existam evidências disso. E não creio que seja com o medo das penas futuras, cuja ameaça já é propagada há milénios, entre povos menos informados e de inteligência menos desenvolvida, mais ingénuos, que essa transição se vai realizar. E é esse o principal argumento dos religiosos, ainda hoje. Incluindo os espíritas, que continuam a propagar o Umbral, não entendendo que o Umbral, o purgatório, é esta Terra onde nós vivemos.

A única transição que a Terra me sugere, com ou sem razão, é transitar daqui para fora, para um mundo melhor. um mundo onde eu não seja um escravo da carne. Pois se me considero um espírito imortal tenho de me sentir aqui um escravo da carne. Este corpo não sou eu. É um veiculo pesadíssimo, uma prisão. Mas entre os presos das prisões humanas, ainda há quem alimente os presos. Mas há muitas pessoas que não criminosas, a morrer de fome e de sede, sem conseguir meios de ultrapassar essa situação, enquanto os ricos dão carne de primeira aos cães deles.

Essa ideia de uma proximidade muito grande de um mundo de regeneração parece apenas conversa para a malta não desanimar. Pode acontecer, mas não está para já, pelas evidências que temos ao nosso alcance, nos dias de hoje.

bem hajam
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Ganimedes em 27 de Setembro de 2013, 14:28
wender100%espirita,

Se você estiver interessado em saber mais um pouco sobre 'Fim dos Tempos', acesse este link >>  http://www.forumespirita.net/fe/off-topic/um-corpo-celeste-se-aproxima-de-nosso-sistema-solar/135/#c2
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Ganimedes em 27 de Setembro de 2013, 14:42
Transição é apenas a passagem de uma situação para outra. Poderemos ter uma ideia de como essa passagem será feita, lendo o livro Apocalipse. A partir dessa transição, a Terra inicia o seu período de Mundo de Regeneração.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Ganimedes em 27 de Setembro de 2013, 21:24
Não existindo evidências cientificas sobre a existência de outros mundos habitados, apenas a noção probabilística dessa possibilidade, e muito menos da caracterização desses mundos, a única descrição que podemos ter deles vem dos testemunho dos espiritos, que pouco mais valor têm do que os testemunhos dos homens, num contexto cientifico, mas que fazem sentido como crença.

Trecho de um artigo escrito por Gerson Simões Monteiro, publicado pela revista semanal de divulgação espírita O Consolador, e você poderá vê-lo, na íntegra, neste endereço >>  http://www.oconsolador.com.br/ano2/90/especial.html

"Comprovação científica

 A objeção sobre a existência da Humanidade Marciana e o fato de ser ela superior à do nosso planeta é de que a Ciência não oficializou a possibilidade de existirem seres inteligentes em Marte, sendo preciso, portanto, aguardar a sua palavra final sobre o assunto. Porém, aqueles que defendem essa posição ignoram que tal revelação foi feita por Camille Flammarion / Galileu na obra Estela, e também pelos Espíritos Maria João de Deus, Humberto de Campos e Abel Gomes, através da mediunidade inquestionável de Chico Xavier.

 Diante de tal objeção, a Doutrina Espírita teria então de aguardar a confirmação científica da existência da alma e da reencarnação? Mas como podemos perder de vista o aspecto revelador do Espiritismo, que se antecipou ao conhecimento humano a respeito do perispírito, da alma e da reencarnação? ( esse grifo não é nem do autor e nem da revista )

 Ora, se é preciso o beneplácito científico, o primeiro passo já foi dado com a oficialização científica da existência de água no solo de Marte, comprovando a revelação feita em 1939 pelo Espírito Humberto de Campos, através do médium Chico Xavier, publicada no livro Novas Mensagens."
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Oliva Prado em 27 de Setembro de 2013, 23:09
Amigos partecipantes deste fórum, Boa noite.
Dentro do que a doutrina ensina;  parece-me lógico o seguinte raciocínio: - Se pela lei do retorno se podem explicar todas as situações dramáticas da existência, agora mais do que nunca sabemos que sem caridade não há salvação por isso devemos sempre ajudar a minorar o mal que existe dentro das possibilidades que cada um tem e que fará sempre a diferença nem que seja só pelo simples facto de na impossibilidade material podermos sempre abençoar e não amaldiçoar a desgraça alheia com gestos e pensamentos de fraternidade. E no mais importante que nos é dito,  fazer esforços para melhorarmos nossas franquezas, nossos vícios se os tivermos lutando contra a prática das mesmas a fim de não termos que nascer em condição degradante que pune e rectifica o espírito, quer como pobres quer como ricos.
 Se a Terra está em transição de um mundo de provas e expiações para um mundo de regeneração, fica claro que quem não se esforçar ou ainda não estiver disperto não poderá acompanhar a marcha evolutiva do mesmo e recomeçará com certeza num mundo de provas e expiações, ou outro. Parece-me que é isso que a doutrina diz.
Eu actualmente penso: -  Se a dor acompanha nossa evolução, imaginem o que é sermos privados dos afectos. E quando digo privados estou a englobar todas as situações dolorosas que podem existir como tal. 

 Apesar de eu ser capaz de formular este texto confesso-me algumas vezes bem longe de o pôr em prática e algumas vezes chego mesmo a trair minha consciência desperta. Mas é tão difícil lidar com a verdade que todo o mundo defende como sua .....e afinal quem é mais carente, somos todos carentes de compreensão e nem sempre estamos em situação de servir de exemplo.
Abraço.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Ganimedes em 28 de Setembro de 2013, 17:29
Se haverá um expurgo no planeta, é compreensível -- porque é de bom senso -- que as pessoas saibam como, por que e quando isso irá acontecer.
As profecias do "fim dos tempos" estão na Bíblia. Nesse caso, a verdade pertence a esse livro.
No 'O Livro dos Espíritos', Allan Kardec diz:
"Deve-se...concluir que a Bíblia é um erro? Não; mas que os homens se equivocaram ao interpretá-la".

Isto é um argumento. Ou não? Ou sim?
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 28 de Setembro de 2013, 19:10
Olá amigos

Não existindo..................
.......................................hoje.

bem hajam


A transição não se opera senão em milênios!

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 28 de Setembro de 2013, 19:12
Transição é apenas a passagem de uma situação para outra. Poderemos ter uma ideia de como essa passagem será feita, lendo o livro Apocalipse. A partir dessa transição, a Terra inicia o seu período de Mundo de Regeneração.


O livro do apocalipse não é Doutrina Espírita!

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 28 de Setembro de 2013, 19:16

Mas é tão difícil lidar com a verdade que todo o mundo defende como sua

Abraço.


Por isso mesmo é que devemos nos apoiar nas Verdades reveladas na Doutrina Espírita.

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Vitor Santos em 28 de Setembro de 2013, 20:00
Olá amigo Ganimedes

Citar
Diante de tal objeção, a Doutrina Espírita teria então de aguardar a confirmação científica da existência da alma e da reencarnação? Mas como podemos perder de vista o aspecto revelador do Espiritismo, que se antecipou ao conhecimento humano a respeito do perispírito, da alma e da reencarnação? ( esse grifo não é nem do autor e nem da revista )

Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/a-genese/fim-dos-tempos-inicio-mundo-regeneracao/135/#ixzz2gDKX2Ly3

A doutrina espirita não tem de aguardar por coisa nenhuma. Não passa é de uma crença, como muitas outras crenças. Portanto a defesa de todos os princípios que ela defende não passam da convicções/ suposições/ palpites/ intuições, ou o que lhe quisermos chamar, menos conhecimento universalmente aceite.

A metodologia espirita é a passagem de palavra, o testemunho, como o é da ICAR, das outras Igrejas evangélicas, do Budismo, do Hinduísmo, etc., etc.

Todavia a não comprovação cientifica não implica que a crença espirita, a história e o funcionamento da vida e do universo, que Allan Kardec nos conta, e que lhe foi contada a ele e a outros pelos espiritos, bem como a história que os estudiosos religiosos antigos nos contaram sejam propriamente falsas. Podem, e eu creio nisso, ser, versões parciais da realidade, umas mais completas, outras menos completas, uma mais exactas, outras menos.

A promessa que está para "amanhã" um mundo regenerador na Terra , essa nem é credível do ponto de vista da ciência, nem é uma crença que me pareça razoável. Mas só Deus sabe, e Deus queira que eu esteja enganado. Sobretudo Deus queira que eu ainda possa ver esse mundo regenerador nesta minha encarnação terrestre.

bem haja
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 28 de Setembro de 2013, 20:04

A doutrina espirita não tem de aguardar por coisa nenhuma. Não passa é de uma crença, como muitas outras crenças. Portanto a defesa de todos os princípios que ela defende não passam da convicções/ suposições/ palpites/ intuições, ou o que lhe quisermos chamar, menos conhecimento universalmente aceite.

bem haja


Na Verdade, aquilo que o amigo chama de "ciência" é que não passa de convicções/ suposições/ palpites/ intuições.

Pois que muda e se contradiz ao logo do tempo!

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Ganimedes em 28 de Setembro de 2013, 22:04
O livro do apocalipse não é Doutrina Espírita!
As profecias existentes nos Evangelhos fazem parte da Doutrina Espírita? Afinal, os Evangelhos e o livro do Apocalipse estão na Bíblia.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 28 de Setembro de 2013, 23:38
O livro do apocalipse não é Doutrina Espírita!
As profecias existentes nos Evangelhos fazem parte da Doutrina Espírita? Afinal, os Evangelhos e o livro do Apocalipse estão na Bíblia.


O que se tem na Doutrina Espírita é a visão desta à respeito do conteúdo dos Evangelhos.

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Kazaoka em 28 de Setembro de 2013, 23:38
O grande mal que o homem sofre é o de crê que o melhor ainda está por vir. A maioria de nós não aceita a ideia de que estamos no processo de regeneração. Jesus trouxe suas revelações para que este processo fosse sentido por nós. Vivemos falando em penas, punição, umbral, inferno, purgatório e tantos outros endereços ruins, para os quais vai só quem deseja ir. O Cristianismo está ai a nos assinalar insistentemente com o caminho que devemos trilhar para que o endereço de nossa destinação seja outro diferente destes que acabo de citar.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 29 de Setembro de 2013, 00:02
O grande mal que o homem sofre é o de crê que o melhor ainda está por vir. A maioria de nós não aceita a ideia de que estamos no processo de regeneração. Jesus trouxe suas revelações para que este processo fosse sentido por nós. Vivemos falando em penas, punição, umbral, inferno, purgatório e tantos outros endereços ruins, para os quais vai só quem deseja ir. O Cristianismo está ai a nos assinalar insistentemente com o caminho que devemos trilhar para que o endereço de nossa destinação seja outro diferente destes que acabo de citar.


Não há como crer que estamos num Mundo de Regeneração, pois:

"17. Os mundos regeneradores servem de transição entre os mundos de expiação e os mundos felizes. A alma penitente encontra neles a calma e o repouso e acaba por depurar-se. Sem dúvida, em tais mundos o homem ainda se acha sujeito às leis que regem a matéria; a Humanidade experimenta as vossas sensações e desejos, mas liberta das paixões desordenadas de que sois escravos, isenta do orgulho que impõe silêncio ao coração, da inveja que a tortura, do ódio que a sufoca. Em todas as frontes, vê-se escrita a palavra amor; perfeita equidade preside às relações sociais, todos reconhecem Deus e tentam caminhar para Ele, cumprindo-lhe as leis.
Nesses mundos, todavia, ainda não existe a felicidade perfeita, mas a aurora da felicidade. O homem lá é ainda de carne e, por isso, sujeito às vicissitudes de que libertos só se acham os seres completamente desmaterializados. Ainda tem de suportar provas, porém, sem as pungentes angústias da expiação. Comparados à Terra, esses mundos são bastante ditosos e muitos dentre vós se alegrariam de habitá-los, pois que eles representam a calma após a tempestade, a convalescença após a moléstia cruel. Contudo, menos absorvido pelas coisas materiais, o homem divisa, melhor do que vós, o futuro; compreende a existência de outros gozos prometidos pelo Senhor aos que deles se mostrem dignos, quando a morte lhes houver de novo ceifado os corpos, a fim de lhes outorgar a verdadeira vida".

                                                       O Evangelho segundo o Espiritismo

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Kazaoka em 29 de Setembro de 2013, 00:36
Num mundo regenerado com certeza não estamos. Mas, num processo regenerador com certeza estamos. Tanto é assim que temos conhecimento deste processo. Deus permite a revelação daquilo que nos interessa naquele instante de nossa evolução e a questão da regeneração não pode fugir a isso. Só temos conhecimento dessa regeneração porque isso nos interessa e é chegado o momento direcionarmos nossas forças, através de nossas ações, para que esta regeneração aconteça.

Sobre a Terra estar em processo regenerador, trago, também, do OESE cap III na fala de Santo Agostinho:

Segundo aquela lei (Lei de progressão dos mundos), este mundo esteve material e moralmente num estado inferior ao em que hoje se acha e se alçará sob esse duplo aspecto a um grau mais elevado. Ele há chegado a um dos seus períodos de transformação, em que, de orbe expiatório, mudar-se-á em planeta de regeneração, onde os homens serão ditosos, porque nele imperará a lei de Deus. - Santo Agostinho. (Paris, 1862.)

Allan Kardec falando no cap I do OESE sobre o papel do Espiritismo dentro do movimento Cristão;
7. Assim como o Cristo disse: "Não vim destruir a lei, porém cumpri-la", também o Espiritismo diz: "Não venho destruir a lei cristã, mas dar-lhe execução." Nada ensina em contrário ao que ensinou o Cristo; mas, desenvolve, completa e explica, em termos claros e para toda gente, o que foi dito apenas sob forma alegórica. Vem cumprir, nos tempos preditos, o que o Cristo anunciou e preparar a realização das coisas futuras. Ele é, pois, obra do Cristo, que preside, conforme igualmente o anunciou, à regeneração que se opera e prepara o reino de Deus na Terra.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 29 de Setembro de 2013, 00:47

Só temos conhecimento dessa regeneração porque isso nos interessa e é chegado o momento direcionarmos nossas forças, através de nossas ações, para que esta regeneração aconteça.



Aí eu concordo com o amigo.

Cabe a nós mesmos, nos dias que se seguem, escrevermos o que será o último Capítulo de um Mundo de provas e expiações.

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Ganimedes em 02 de Outubro de 2013, 18:12
Para Brenno Stoklos e Kazaoka.

A Doutrina Espírita respeita, aceita, recomenda a leitura da Bíblia?
A propósito, Stoklos, segundo o seu modo de ver o Espiritismo, a RE não pode ser considerada como doutrina espírita, porque não é livro codificado por Kardec. O que você cita no Responder #139 e #140 não foi passado pelo controle do CUEE. Como você afirma é apenas opinião do espírito.
Para mim, repugna à razão dizer que os Espíritos não aceitam e não recomendam a leitura da Bíblia.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 03 de Outubro de 2013, 03:37
Para Brenno Stoklos e Kazaoka.

A Doutrina Espírita respeita, aceita, recomenda a leitura da Bíblia?
A propósito, Stoklos, segundo o seu modo de ver o Espiritismo, a RE não pode ser considerada como doutrina espírita, porque não é livro codificado por Kardec. O que você cita no Responder #139 e #140 não foi passado pelo controle do CUEE. Como você afirma é apenas opinião do espírito.



A Doutrina Espírita respeita e aceita a leitura da bíblia.

Apenas que não a recomenda, simplesmente porque não está entre os seus pressupostos fazê-lo.

Quanto à Revista Espírita, é Kardec (O Codificador) que a recomenda:


"35. Aos que quiserem adquirir essas noções preliminares, pela leitura das nossas obras, aconselhamos que as leiam nesta ordem:

1º - O que é o Espiritismo?

2º -  O Livro dos Espíritos.

3º -  O Livro dos Médiuns.

4º - A  Revue Spirite.  Variada coletânea de fatos, de explicações teóricas e de trechos isolados, que completam o que se encontra nas duas obras precedentes, formando-lhes, de certo modo, a aplicação. Sua leitura pode fazer-se simultaneamente com a daquelas obras, porém, mais proveitosa será, e, sobretudo, mais inteligível, se for feita depois de O Livro dos Espíritos.

                                                          O Livro dos Médiuns

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Vitor Santos em 03 de Outubro de 2013, 10:43
Olá amigo Brenno

Citar
Na Verdade, aquilo que o amigo chama de "ciência" é que não passa de convicções/ suposições/ palpites/ intuições.

Pois que muda e se contradiz ao logo do tempo!

Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/a-genese/fim-dos-tempos-inicio-mundo-regeneracao/150/#ixzz2geGN1Bhs

Amigo Brenno, a sua frase seria mais apropriada ao contexto da Idade Média, a esse tempo de profunda ignorância da humanidade terrestre.

Mas nos dias de hoje, não necessito de argumentar, pois todos reconhecem o importante papel da ciência em todas as áreas da actividade humana, no seu quotidiano. O próprio facto de o amigo estar a escrever num teclado e essa informação ser lida por milhares de outras pessoas, noutros locais, o celular que tem no bolso ou em cima da mesa, são uma demonstração tão forte, tão evidente, que não necessita de mais palavras. Toda a gente hoje em dia sabe o que é ciência, toda a gente confia nela, até para intervenções cirúrgicas delicadíssimas. Tinha o amigo como um pouco mais informado...

bem haja
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: antevazin em 03 de Outubro de 2013, 15:55
Citar
Na Verdade, aquilo que o amigo chama de "ciência" é que não passa de convicções/ suposições/ palpites/ intuições.

Pois que muda e se contradiz ao logo do tempo!

Kardec a seu tempo tambem era um cientista, nominou o espiritismo como uma ciencia que explicaria a relação do mundo material com o mundo etereo.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: lconforjr em 03 de Outubro de 2013, 19:17
      Amigos,    (tópico Fim dos tempos - Início mundo de Regeneração)


      O amigo Brenno colocou: “Na Verdade, aquilo que o amigo chama de "ciência" é que não passa de convicções/ suposições/ palpites/ intuições. Pois que muda e se contradiz ao logo do tempo!

      Conf: Evidentemente, se estamos nos referindo à ciência e não a pseudociências, o querido amigo Brenno, ou deve estar usando força de expressão para se contrapor ao Antevazin (ou ao Vitor), ou, me desculpe, nada conhece da história da ciência e do rigor dos métodos por ela usados para suas pesquisas e para tornar confiáveis as conclusões a que chega.

      Isso que o amigo disse não passar de convicções/ suposições/ palpites/ intuições, tem exercido valioso papel no mundo todo, em todas as áreas de atividade do homem, inclusive para ajudar a salvar muitas preciosas vidas.

      E o amigo Brenno (mesmo que desconfiando), como todos nós certamente tem se servido da ciência sempre que necessário.

      Essa questão de mudar ou se contradizer ao logo do tempo aconteceu também com a religião, com um todo; ela caminhou passo a passo, por séculos e milênios, praticando verdadeiros absurdos, derrapando, caindo e se levantando e, muitas vezes, com o auxílio da ciência, corrigindo muitas de suas chamadas revelações. 

      Sem dúvida o amigo dirá que isso não ocorreu com a doutrina espírita. No entanto, como todas as doutrinas, crenças e religiões do mundo, a espírita contém muito a ser repensado e, em conseqüência, a ser emendado, pois nela existem pontos obscuros, questões estranhas, incoerentes e mesmo contraditórias.

      E, em geral, as religiões não mudam e não se contradizem apenas na aparência. Consideram (erradamente) que as revelações, sob as quais se criaram, são completas e acabadas e que nada mais há a acrescentar. No entanto, correções, acréscimos e subtrações, já ocorreram tantas vezes.

     E embora o codificador tenha afirmado que o espiritismo estaria sempre aberto a novas revelações, desde que cientificamente comprovadas, isso não é o que tem acontecido.

      Descobertas recentes, que certamente exigem a palavra das doutrinas, pois que revelam um papel, antes desconhecido, do homem no universo e na criação, cem anos já passados, estão sendo ignoradas, inclusive pela doutrina espírita; nem um simples comentário foi feito.

      Talvez isso se deva ao receio que tenham as religiões do impacto que as novas descobertas poderão causar em seus adeptos, ou de terem de repensar suas premissas básicas.
.............................


 
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 04 de Outubro de 2013, 05:41

Amigo......................
..............................informado...

bem haja


Amigo Brenno, a sua frase seria mais apropriada ao contexto da Idade Média, a esse tempo de profunda ignorância da humanidade terrestre.

Tinha o amigo como um pouco mais informado...

Eu acreditava que apenas ateus militantes é que se utilizavam desse tipo de argumento (Ad hominem).

Vejo que me enganei!


Mas nos dias de hoje, não necessito de argumentar, pois todos reconhecem o importante papel da ciência em todas as áreas da actividade humana, no seu quotidiano.

O amigo já teria entrevistado todas as pessoas do Mundo para fazer essa afirmação?


O próprio facto de o amigo estar a escrever num teclado e essa informação ser lida por milhares de outras pessoas, noutros locais, o celular que tem no bolso ou em cima da mesa, são uma demonstração tão forte, tão evidente, que não necessita de mais palavras.

Tudo isso que o amigo citou, e muito mais, são produtos da tecnologia e não da ciência, de tecnólogos (inventores) e não de cientistas.

O papel da ciência é o de produzir conhecimento, e nada mais.


Toda a gente hoje em dia sabe o que é ciência

Novamente a questão das entrevistas.


toda a gente confia nela, até para intervenções cirúrgicas delicadíssimas.

Não seriam os médicos que fazem intervenções cirúrgicas?


Amigos Vitor Santos, Antevazin e lconforjr,

O que existe, de fato, é ignorância quanto ao âmbito da Ciência. É um engano comum àqueles que acham que a Ciência um dia poderá responder todas as questões da humanidade e que “A única forma de se conseguir conhecimento é através do Método Científico”.
A Ciência serve só para estabelecer relações quanto ao empírico, não servindo para julgamentos éticos, estéticos, metafísicos, lógicos e validação da matemática, etc. E se a Ciência é a única forma de conseguir conhecimento, sendo essa uma frase expressando uma forma de conhecimento também, qual é a evidência cientifica disso?

Poderiam os amigos responder?

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Vitor Santos em 04 de Outubro de 2013, 08:57
Olá amigo Brenno

Citar
O que existe, de fato, é ignorância quanto ao âmbito da Ciência. É um engano comum àqueles que acham que a Ciência um dia poderá responder todas as questões da humanidade e que “A única forma de se conseguir conhecimento é através do Método Científico”.
A Ciência serve só para estabelecer relações quanto ao empírico, não servindo para julgamentos éticos, estéticos, metafísicos, lógicos e validação da matemática, etc. E se a Ciência é a única forma de conseguir conhecimento, sendo essa uma frase expressando uma forma de conhecimento também, qual é a evidência cientifica disso?

Poderiam os amigos responder

Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/a-genese/fim-dos-tempos-inicio-mundo-regeneracao/150/?action=post;num_replies=163#ixzz2gjX02cc3

A ciência amigo Brenno, como o amigo disse, é conhecimento.

A engenharia é o aproveitamento da ciência em termos práticos. Os tais tecnólogos, como o amigo diz, são os engenheiros, em português correcto. Mas estes últimos baseiam-se nas descobertas dos investigadores para produzir a tecnologia e/ou para a dominar e aplicar. É uma sequência de trabalho, em que cada grupo de pessoas tem uma função diferente e útil. Um grupo não exclui o outro.   

A ciência não tem limites, porque o conhecimento não tem limites. Para além disso é constituída por várias disciplinas. Aqueles que querem colocar limites à ciência não têm um espírito cientifico. São os dogmáticos fanáticos. E o que se encontra mais usualmente  do lado dos cépticos fanáticos é essa ideia de que a ciência e a religião são inconciliáveis. Mas também se encontra do lado dos fanáticos religiosos. Agora esse tipo de debates infantis entre fanáticos, não me interessam, porque não passam de uma luta de "fiéis" em áreas diferentes. E esses fiéis vêem os que não pensam como eles como os "infiéis" inimigos. Há os fiéis do ateísmo materialista, do fisicalismo, e os fiéis das religiões. Isso, quanto a mim, é uma guerra de tolos, a não ser que se possa aproveitar.   

Sobre o que a ciência pode ou não responder, um dia, nem um "inquérito" nos safa, pois que não somos adivinhos. Pelo menos eu não sou, para minha infelicidade, pois se fosse  ía já jogar no euromilhões ou na lotaria, porque uns €urozitos adicionais me davam muito jeito. :)



O conhecimento pode ser gerado por muitas vias. O papel da ciência não está propriamente na descoberta. Pode acontecer uma descoberta ser inferida de outras anteriores, mas o conhecimento pode vir pela via intuitiva, pela simples observação, de muitas formas. O papel da ciência é validar as descobertas, de forma objectiva e universal, e criar modelos teóricos da natureza que sirvam para a dominar.

A descoberta da ciência é descoberta para os homens encarnados na Terra, mas não é um acréscimo para a natureza. A ciência só descobre, progressivamente, a obra de Deus, as leis da natureza que Ele sabiamente concebeu. Sendo espiritualista, no sentido do espiritualismo moderno (dos últimos 100 a 200 anos), eu não creio em sobrenatural, creio que o chamam sobrenatural é o natural ainda desconhecido. Kardec também pensava assim, disso não tenho dúvidas. 

Assim, a ciência pode, e não só pode como está a dar os seus contributos na área da espiritualidade (veja o IONS - Institute of Noetic Siciences, por exemplo). Mas não no âmbito do Movimento Espirita, que de cientifico nada tem, e por isso as pessoas se perdem em debates imensos sobre crenças baseadas no que, pretensamente, disseram os espiritos, através dos médiuns. A única parte que tem uma raiz mais próxima da cientifica é a codificação.

Em vez de uma metodologia mais parecida com a cientifica (penso que era essa a ideia do CUEE), os espíritas desgastam-se em teimas sem fim, pois crenças espirituais não se discutem. Em vez de avançar, os espíritas estagnam em diferentes partidos e em diferentes escolas, sem acordo possível. Não são os factos e a respectiva comprovação que está em jogo, são os nomes dos espiritos e dos médiuns. Os interesses materiais de vária ordem. Milhares de livros, filmes, vídeos que geram receitas, não sei para quem. Os vendilhões do templo já chegaram, e são muitos. E é este o estado da arte, no que se refere ao espiritismo.

A ciência serve para consolidar o conhecimento, tornando-o acessível a todos, de uma forma objectiva e universal. Nos escaninhos da experiência subjectiva, a ciência tem mais dificuldade em penetrar. Apenas pode confirmar dados objectivos que essa experiência subjectiva produza, cuja verificação seja independente e isenta.

A experiência subjectiva pode ser muito importante, muito significativa, mas apenas para aquele que a tem. Ou, como eu já disse, se produz dados objectivamente verificáveis.

Assim, nós não podemos ensinar a uma pessoa as nossas experiências subjectivas, apenas podemos dar testemunho delas. E o outro acredita se quiser. Se a doutrina espirita, embora baseada numa metodologia assente na experiência subjectiva (via médiuns), não produzir dados objectivamente verificáveis, então não se pode verificar. Se não se pode verificar é apenas uma questão de fé, mais um conjunto de dogmas. E isso contraria o que kardec nos disse, como diz o amigo Antevazin. Para além de dogmática a doutrina tornar-se-ía contraditória.
     
bem haja
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 05 de Outubro de 2013, 04:33

A ciência................
.....................contraditória.
     
bem haja


Os tais tecnólogos, como o amigo diz, são os engenheiros, em português correcto.

Significado de Tecnólogo

s.m. Especialista em tecnologia.

O termo está absolutamente correto.


Insisto na afirmação que não foi contraditada:

A Ciência serve só para estabelecer relações quanto ao empírico, não servindo para julgamentos éticos, estéticos, metafísicos, lógicos e validação da matemática, etc.

E na questão que não foi respondida:

Se a Ciência é a única forma de conseguir conhecimento, sendo essa uma frase expressando uma forma de conhecimento também, qual é a evidência cientifica disso?

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Vitor Santos em 05 de Outubro de 2013, 15:27
Olá amigo Brenno

Citar
A Ciência serve só para estabelecer relações quanto ao empírico, não servindo para julgamentos éticos, estéticos, metafísicos, lógicos e validação da matemática, etc.

Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/a-genese/fim-dos-tempos-inicio-mundo-regeneracao/165/#ixzz2gr6pUkcj

Todas as pessoas, hoje em dia, sabem mais ou menos o que significa ciência e para que ela serve. Para além do mais o amigo pode tomar a palavra ciência com o significado que bem entender. Isso para mim é indiferente. Quem quiser aprofundar o assunto pode recorrer ao estudo da filosofia das ciências e debater isso com o amigo. Eu não estou interessado em debater filosofia da ciência, mas espiritualidade.

Citar
Se a Ciência é a única forma de conseguir conhecimento, sendo essa uma frase expressando uma forma de conhecimento também, qual é a evidência cientifica disso?

Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/a-genese/fim-dos-tempos-inicio-mundo-regeneracao/165/?action=post;num_replies=165#ixzz2gr8dmdEX

A ciência não é a única forma de adquirir conhecimento. E eu não disse isso, como pode ler no que eu escrevi.

Mas o método cientifico é a única forma de validar o conhecimento de uma forma objectiva e universal. É esse mesmo o objectivo do mesmo.

O amigo, ou as pessoas de um grupo a que o amigo pertença, podem ter milhões de evidências, para si mesmas, de um determinado facto, mas se não puder mostrar a outras pessoas essas evidências, elas têm apenas um carácter pessoal, subjectivo. Válido apenas para si e para os elementos do grupo.

Isso não quer dizer que o facto que o amigo julga genuíno, não o seja efectivamente, mas o que o amigo não pode é provar isso aos outros, de fora do grupo. Eles têm de ficar dependentes de testemunhos pessoais para acreditar que o facto é mesmo genuíno. E como nós sabemos que o que não falta, no planeta Terra, são mentirosos e vigaristas, infelizmente, o testemunho pessoal é uma prova muito fraquinha, como sabe.

Para além disso, uma das garantias que a ciência nos dá, é que, a postura normal do cientista é céptica. Assim, ainda que alguém consiga demonstrar estatisticamente um facto, de uma forma credível, ele só é aceite como minimamente comprovado depois de esse mesmo facto ser testado por muitas pessoas, de vários pontos de vista. Quando mais testado é o facto maior a confiança de que é real.
         
E, no âmbito da filosofia da ciência, este e o meu último post, pois estou fora do tema.

bem haja
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 06 de Outubro de 2013, 05:33

Eu não estou interessado em debater filosofia da ciência, mas espiritualidade.

Mas o método cientifico é a única forma de validar o conhecimento de uma forma objectiva e universal. É esse mesmo o objectivo do mesmo.

bem haja


Então está perfeito, amigo Vitor Santos,

Se o amigo não está interessado em debater ciência, já que essa não serve mesmo para julgamentos metafísicos, não há porque falarmos também em método científico, pois que este é inútil se o que queremos é debater sobre Espiritualidade.

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Vitor Santos em 06 de Outubro de 2013, 08:27
Olá amigo Brenno

Citar
Então está perfeito, amigo Vitor Santos,

Se o amigo não está interessado em debater ciência, já que essa não serve mesmo para julgamentos metafísicos, não há porque falarmos também em método científico, pois que este é inútil se o que queremos é debater sobre Espiritualidade.

Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/a-genese/fim-dos-tempos-inicio-mundo-regeneracao/165/#ixzz2gvDIZrWk

O amigo é perito em distorcer as afirmações das outras pessoas: eu disse que não estava interessado em debater filosofia da ciência (se não sabe o que isso quer dizer, vá ao dicionário de novo), e não em não debater a área de fronteira entre espiritualidade e ciência, nem em não debater a metodologia cientifica como um dos instrumentos de validação da espiritualidade. São coisas completamente diferentes.

O método cientifico é universalmente válido e funciona bem. E não é algo em oposição à doutrina espirita. Muito menos em oposição a Allan Kardec, que falava como alguém com mentalidade cientifica, e não como um religioso dogmático. Você deve ter algum trauma, talvez com os cépticos fanáticos, que são tão ou mais dogmáticos que os religiosos. Ou então, indirectamente, está-nos a dizer que Kardec era hipócrita e que dizia uma coisa quando estava a pensar outra...

Já vi que o amigo tem dificuldade nesta área. Que se emociona demasiado. Pois não se emocione: eu dou-lhe toda a razão. Fique com ela e faça bom proveito, amigo.

Eu não preciso ter, nem defender, a minha razão, mas vencer as minhas dúvidas, pois eu não navego nessas certezas absolutas em que o amigo parece navegar. Eu preciso aprofundar a espiritualidade. Não para chegar ao ponto de mostrar aos outros que sou um perito no assunto, mas para tentar encontrar um sentido para a minha vida.

Pois se eu tivesse a certeza absoluta de que sou um apenas um corpo de carne mortal, em vez de ter a crença de que sou um espírito imortal único, provisoriamente associado a um corpo de carne, desejaria a morte o mais rapidamente possível, pois sentir-me-ía apenas um cadáver adiado. Sentir-me-ía uma crueldade da natureza, que me tinha criado uma máquina de carne mortal, consciente de mim mesmo e da minha finitude. E se Deus existisse, nessas condições, sendo eu apenas um corpo de carne mortal, e nada mais, era Ele o autor dessa crueldade e eu odiava-o. Não era o Deus Bom em que eu acredito, que concebeu leis para nos levar progressivamente à felicidade, aquele Deus Bom que Jesus de Nazaré nos apresentou, mas aproximar-se-ía mais da figura lendária do diabo, ou seja, a personificação alegórica do mal.

bem haja
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Oliva Prado em 06 de Outubro de 2013, 11:55
Bom dia a todos
 Vou só postar esses textos que me parecem de valor para o tema em debate. Resto de dia feliz.

Pag. 271 - Qualquer que seja a influência que um dia o Espiritismo
chegue a exercer sobre as sociedades, não se suponha que ele
venha a substituir uma aristocracia por outra, nem a impor leis;
primeiramente, porque, proclamando o direito absoluto à liberdade
de consciência e do livre-exame em matéria de fé, quer, como
crença, ser livremente aceito, por convicção e não por meio de constrangimento.
Pela sua natureza, não pode, nem deve exercer nenhuma
pressão. Proscrevendo a fé cega, quer ser compreendido.
Para ele, absolutamente não há mistérios, mas uma fé racional,
que se baseia em fatos e que deseja a luz. Não repudia nenhuma
descoberta da Ciência, dado que a Ciência é a coletânea das leis
da Natureza e que, sendo de Deus essas leis, repudiar a Ciência
fora repudiar a obra de Deus.

 272 - Em segundo lugar, estando a ação do Espiritismo no seu
poder moralizador, não pode ele assumir nenhuma forma autocrática,
porque então faria o que condena. Sua influência será
preponderante, pelas modificações que trará às idéias, às
opiniões, aos caracteres, aos costumes dos homens e às relações
sociais. E maior será essa influência, pela circunstância de não
ser imposta. Forte como filosofia, o Espiritismo só teria que
perder, neste século de raciocínio, se se transformasse em poder
temporal. Não será ele, portanto, que fará as instituições do mundo
regenerado; os homens é que as farão, sob o império das idéias de
justiça, de caridade, de fraternidade e de solidariedade, mais bem
compreendidas, graças ao Espiritismo.
Essencialmente positivo em suas crenças, ele repele todo
misticismo, desde que não se estenda esta denominação, como o
fazem os que em nada crêem, à crença em Deus, na alma e na
vida futura. Induz, é certo, os homens a se ocuparem seriamente
com a vida espiritual, mas porque essa é a vida normal, sendo
nela que se têm de cumprir os nossos destinos, pois que a vida
terrestre é transitória, passageira.

273- A Humanidade se compõe de personalidades, que constituem
as existências individuais, e das gerações, que constituem
as existências coletivas. Umas e outras avançam na senda do
progresso, por variadas fases de provações que, portanto, são individuais
para as pessoas e coletivas para as gerações. Do mesmo
modo que, para o encarnado, cada existência é um passo à
frente, cada geração marca um grau de progresso para o conjunto.
É irresistível esse progresso do conjunto e arrasta as massas, ao
mesmo tempo que modifica e transforma em instrumento de
regeneração os erros e prejuízos de um passado que tem de desaparecer.
Ora, como as gerações se compõem dos indivíduos que
já viveram nas gerações precedentes, segue-se que o progresso
delas é a resultante do progresso dos indivíduos.
                        
LIVRO DOS ESPÍRITOS

Item 785
Por que será impossível que entre o dezenove e o vigésimo quarto século haja, a esse respeito, tanta diferença quanta entre o décimo quarto século e o século dezenove? Duvidar fora pretender que a Humanidade está no apogeu da perfeição, o que seria absurdo, ou que ela não é perfectível moralmente, o que a experiência desmente.
786
“Uma sociedade depravada certamente precisa de leis severas. Infelizmente, essas
leis mais se destinam a punir o mal depois de feito, do que a lhe secar a fonte. Só a
educação poderá reformar os homens, que, então, não precisarão mais de leis tão rigorosas.”

 800
As idéias só pouco a pouco se modificam, conforme os
indivíduos, e preciso é que algumas gerações passem, para que se apaguem totalmente os
vestígios dos velhos hábitos. A transformação, pois, somente com o tempo, gradual e
progressivamente, se pode operar. Para cada geração uma parte do véu se dissipa.
                                 
Bem vistas as informações, ainda estamos no sec XXI e até o XXIV, ainda havemos de ir e voltar e muito mais que só vivendo poderemos avaliar.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Mourarego em 06 de Outubro de 2013, 16:13
Exatamente amiga Oliva.
Abraços e obrigado por esta bela contribuição.
Moura
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 06 de Outubro de 2013, 18:10

O amigo.......................
.................................... mal.

bem haja


Deixando de lado o uso insistente de argumentos ad hominem que o amigo faz, devo lembrá-lo que foi o amigo quem escreveu:

A doutrina espirita não tem de aguardar por coisa nenhuma. Não passa é de uma crença, como muitas outras crenças. Portanto a defesa de todos os princípios que ela defende não passam da convicções/ suposições/ palpites/ intuições, ou o que lhe quisermos chamar, menos conhecimento universalmente aceite.

O que seria isso senão um emocionado ataque à Doutrina Espírita?



Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: wender100%espirita em 07 de Outubro de 2013, 00:51
dizer que a doutrina Espirita e uma crenca,uma suposicao,um palpite, e no minimo um pensamento infeliz,pra quem se diz Espirita, e uma falta de respeito com a codificacao,e com os Espiritos Superiores que nos trouxe a 3 revelacao! paz  e luz
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 07 de Outubro de 2013, 03:13
                                 
Bem vistas as informações, ainda estamos no sec XXI e até o XXIV, ainda havemos de ir e voltar e muito mais que só vivendo poderemos avaliar.



O texto da amiga Oliva Prado tendo sido retirado, em sua quase totalidade, da Doutrina Espírita, está perfeito.

Apenas que não devemos considerar o que está no complemento à questão 785 de OLE em termos absolutos, ou seja, considerar o Vigésimo Quarto Século como uma data certa para a transformação da Terra em Mundo de Regeneração.

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Vitor Santos em 07 de Outubro de 2013, 10:18
Olá amigo Brenno

Citar
O que seria isso senão um emocionado ataque à Doutrina Espírita?

Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/a-genese/fim-dos-tempos-inicio-mundo-regeneracao/165/#ixzz2h1Zi393E

O amigo tem a mania dos ataques (sinal de fanatismo religioso, talvez). Eu não estou em guerra com ninguém, para fazer ataques, homem!

Eu não tenho nenhuma doutrina alternativa para apresentar ou para defender. Eu ando aqui a tentar aprender, e não tentar convencer os outros, nem a vender banha da cobra aos outros. Nem sou tonto, para andar a atacar por atacar. Apenas expresso as minha opiniões sinceras. Se o amigo as sente como um ataque, problema seu...   

Dizer que a doutrina espirita é uma crença não é atacar a doutrina espirita. É dizer a verdade. Se o ME quiser que não chamem crença à doutrina espirita, então que apresente prova cientifica, objectiva e universal da mesma. Não basta contar uma história bem talhada para garantir que é uma boa descrição da realidade. Há histórias de ficção muito bem construídas, muito coerentes, que são inventadas. Não basta passar uma boa história, de forma verbal ou escrita, aos outros, para que ela se torne uma verdade cientifica. Pessoas a dar testemunhos de todas as espécies e feitios, é o que mais há por aí. Por esse critério temos de acreditar em todos.

Mas se o ME nem sequer se entende, dentro de si mesmo, sobre o que é doutrina espirita, nem sobre quais as obras escritas que fundamentam a doutrina espirita. Como quer um movimento assim passar de crença a ciência? Deve andar a sonhar com ladrões.

bem haja
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Anton Kiudero em 07 de Outubro de 2013, 14:58
Homens,

Não crede em momento algum que sabeis a verdade sobre alguma coisa. Não segui a qualquer mestre e tampouco crede em qualquer coisa que alguém disse ou escreveu no passado. Dizei o que desejas dizer, mas não crede em momento algum que é fruto de vós, de vossa sabedoria ou conhecimento e mais que tudo, jamais crede que seja a Verdade. Vivei o dia de hoje como se o dia de ontem não houvesse existido e como se o dia de amanhã não haverá de existir.

Vivei como criança. Não guardai nada do passado e não esperai nada no futuro. Sede apenas como o grão de poeira que esta onde o vento o leva, quando o leva...

Não segui mestre algum, mas vivei como o mestre que admiras viveu e encontrai o que o mestre encontrou.

Ao subirdes a Sagrada Montanha que leva à luz solar do teu interior despi-vos de todas as vossas vestes, desejos, ambições, saberes, verdades e demais ilusões que impedem que concretizai esta subida. Nada pode impedir-vos de conhecer a essência de tudo. Apenas vos mesmo o impedis.

A mente é a grande inimiga da descoberta de vos mesmos. A mente é a assassina da Realidade, criando tantas realidades ilusórias e fictícias, mutuamente contraditórias que a vossa essência, inebriada com as vossas criações perde-se neste universo ilusório no qual vos moveis e acreditas que viveis e que esta seja a vida.

E assim, embriagado de ilusões e verdades, certezas e julgamentos continuai morto há milênios sem conta até que, transformando-se em criança neonata, despertai para a vida.

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 08 de Outubro de 2013, 06:34

Se o ME quiser que não chamem crença à doutrina espirita, então que apresente prova cientifica, objectiva e universal da mesma.

bem haja


Em primeiro lugar eu não sou e não faço parte do ME.

Em segundo lugar, repito:

A Ciência não serve para julgamentos éticos, estéticos, metafísicos, lógicos e validação da matemática, etc.

Portanto não há que se falar em ciência, ou método científico, para se validar a Doutrina Espírita!

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 08 de Outubro de 2013, 06:36

Homens,

Não crede........................
.......................................a vida.



Falando em lógica, temos aí um bom exemplo de onde não se encontra nenhuma: a ilusionística.

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Oliva Prado em 08 de Outubro de 2013, 08:39
Bem eu acho que pior que dizer que o espiritismo é uma crença, pior mesmo é lançar descrença sobre a mesma.
  Quando converso com pessoas que conhecem pouco a doutrina, essas pessoas chamam-lhe de crença e isso nada tem de errado visto pelo significado da própria palavra
Crença é o estado psicológico em que um indivíduo detém uma proposição ou permissa para a verdade ou ainda uma opinião formada ou convicção..

Allan Kardec escreveu nos seus livros

Cap 23 O que é o Espiritismo
 ( ) A crença na vida futura, mostrando a perpetuidade das relações entre os
homens, estabelece entre eles uma solidariedade que não se quebra na tumba;
desse modo, essa crença muda o curso das idéias. Se essa crença fosse um
simples espantalho, não duraria senão um tempo curto; mas, como a sua
realidade é fato adquirido pela experiência, é um dever propagá-la e combater
a crença contrária, mesmo no interesse da ordem social. É o que faz o
Espiritismo; e o faz com êxito, porque fornece provas, e porque, decididamente,
o homem antes quer ter a certeza de viver e poder ser feliz em um mundo
melhor, para compensação das misérias deste mundo, do que a de morrer para
sempre
 Livro dos Espíritos - Conclusão -V
Os que dizem que as crenças espíritas ameaçam invadir o mundo, proclamam, ipso facto, a força do Espiritismo, porque jamais poderia tornar-se universal uma idéia sem fundamento e destituída de lógica. .

(Nota: No poste anterior a questão citada é 796 e não 786)
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Vitor Santos em 08 de Outubro de 2013, 11:05
Olá amiga Olivia Prado

Citar
Bem eu acho que pior que dizer que o espiritismo é uma crença, pior mesmo é lançar descrença sobre a mesma.
  Quando converso com pessoas que conhecem pouco a doutrina, essas pessoas chamam-lhe de crença e isso nada tem de errado visto pelo significado da própria palavra
Crença é o estado psicológico em que um indivíduo detém uma proposição ou permissa para a verdade ou ainda uma opinião formada ou convicção..


Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/a-genese/fim-dos-tempos-inicio-mundo-regeneracao/165/?action=post;num_replies=178#ixzz2h7MwCOX5

Crença e verdade, ou realidade, são duas coisas distintas, amiga. Uma crença pode ter fundamento na realidade ou pode ser apenas uma convicção sem qualquer aderência à realidade.

Quando alguém me diz que a doutrina espirita, ou a doutrina católica, ou outra qualquer, é uma teoria válida da realidade, eu só tenho uma forma de responder: "é a sua verdade, ou seja, aquilo que você está convicto ser a verdade, amigo(a)". E não necessariamente uma teoria válida da realidade.

Em primeiro lugar eu não acredito que ninguém, aqui na Terra, tenha a sabedoria suficiente para ter uma teoria válida e completa da realidade. E muito menos aqui neste fórum. Todos têm hipóteses, modelos, mais ou menos próximos da mesma. Não há certezas absolutas, sobretudo em questões de espiritualidade, apenas há teorias com maior ou menor grau de aproximação à realidade. E isso que eu estou a dizer é igualmente válido para as teorias cientificas, não apenas para as doutrinas espirituais ou religiosas.

Em segundo lugar é preciso ver porque é que a pessoa está convicta de que uma doutrina se trata da realidade. Se é apenas uma questão de aceitação de uma história que nos é contada, por muito boa, muito lógica, que nos pareça essa história, isso não é suficiente para concluir que ela é aproximada, ou suficientemente aproximada à realidade.
Pode ser apenas uma aproximação que que nós desejamos que seja a realidade, pois que nos descreve uma realidade bem melhor do que aquela o ateísmo materialista nos apresenta. Pois que dá sentido, propósito às nossas vidas (uma pessoa para gostar de viver aqui na Terra não precisa de ser religiosa ou espiritualista. Os ateus não se matam todos, a vida ter sentido, propósito, significa muito mais do que ter razões para continuar vivo).

Todavia uma pessoa pode alegar que tem experiências subjectivas que a levam a pensar que a doutrina em que crêem tem um fundamento de realidade. Nesse caso, vai além da crença. Para além de crer, a pessoa experimenta algo que confirma a crença. Mas, esse tipo de experiência, embora possa ser muito válida, muito real, para a própria pessoa, e para outras pessoas que já tenham tido experiências similares, para quem nunca viveu nada semelhante é apenas um testemunho particular de outra pessoa.

O problema é que testemunhos, neste mundo, não faltam. E muitos são contraditórios. Assim, para a própria pessoa a experiência subjectiva pode bastar como meio de prova (o que, ainda assim pode sempre discutível, se a pessoa for exigente consigo mesma, de um ponto de vista cientifico, pois tem de descartar as ilusões, as alucinações ou outros efeitos não paranormais), para as outras pessoas é sempre uma crença.

Agora evidências objectivas, que possamos transmitir uns aos outros, com o mínimo de confiança, de uma forma universal, só o método cientifico nos oferece. Isso não quer dizer que aquilo que não passa (ou ainda não passa ou passou) pelo crivo da ciência tenha de ser falso. Esse é o raciocínio, quanto a mim errado e falacioso, dos cépticos fanáticos.

Uma teoria pode ser verdadeira (próxima da realidade) e permanecer séculos ou milénios sem ser provada pela ciência. Muitas pessoas podem ter evidências subjectivas convincentes e não necessitarem de prova cientifica para nada. Muitas pessoas podem não ter evidências nenhumas, mas adoptar uma crença e não necessitarem de prova cientifica para nada. Ainda que seja uma crença, desde que ela tenha significado para as pessoas, é válida e deve existir liberdade de a divulgar e praticar (desde que as práticas não sejam brutidades indignas de uma sociedade civilizada, nem intolerantes, ao ponto de limitar a liberdade de pensamento dos outros)

Mas enquanto não existirem evidências cientificas, para quem não tem acesso a meios de prova, sejam eles subjectivos, sejam eles objectivos e científicos, qualquer doutrina espiritual ou religiosa é uma crença. E as provas cientificas não se obtêm na Bíblia, nos livros de Kardec, ou de André Luiz, ou deste, ou daquele. Obtêm-se por vida do método cientifico. Não há outra via, por enquanto. O CUEE é uma forma de método para-cientifico proposto pelos espiritos. 

Apesar de eu simpatizar com a codificação de Allan kardec, que estudei ao longo de mais de 12 anos, de ter ultrapassado aquela fase de a própria teoria não ser coerente e lógica (como acontecia no catecismo católico), de ter presenciado algumas poucas evidências, insuficientes para chegar a um veredicto, mas suficientes para manter um cordão umbilical que me liga à doutrina espirita de Kardec, nunca consegui ultrapassar a fase de concluir que a doutrina espirita não é apenas uma boa e consoladora história, ou se, para além disso, têm alguma aderência à realidade. Se os factos ditos espíritas não podem ter outras explicações alternativas melhores. E quando me dizem: "deve crer mesmo sem ver", estão a dizer-me que não há forma, pelo menos para mim, de ultrapassar a fase de saber se a doutrina espirita é uma interessante história de ficção, ou se é também uma história que tem aderência à realidade, antes de desencarnar.

bem haja
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Oliva Prado em 09 de Outubro de 2013, 20:25
Amigo participante deste fórum Vitor Santos

O amigo referes-se a toda a doutrina?  porque dentro da mesma eu vejo  temas que aguardam o avanço da ciência mas nem por isso deixam de ser trabalhadas por quem as aceitou. E tem aquela outra parte que nos toca pela fé raciocinada e que tanto bem nos faz. « A fé é divina e Humana». 
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 09 de Outubro de 2013, 21:22

Todavia uma pessoa pode alegar que tem experiências subjectivas que a levam a pensar que a doutrina em que crêem tem um fundamento de realidade.

bem haja


Mas. como a doutrina Espírita não se baseia em experiências subjetivas individuais, mas na lógica de fatos amplamente comprovados, temos que ela é a expressão fidedigna da realidade!

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: wender100%espirita em 09 de Outubro de 2013, 23:05
brenno simpilfique isso dai pra que todos possam entender amigo!! paz e luz
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 10 de Outubro de 2013, 03:25
brenno simpilfique isso dai pra que todos possam entender amigo!! paz e luz


A Doutrina Espírita não se baseia na experiência um só Médium nem na palavra de um ou dois Espíritos.

Tudo o que está na Doutrina Espírita passou por um rigoroso método de validação com base na lógica (O CUEE).

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Vitor Santos em 10 de Outubro de 2013, 12:31
Olá amiga Olivia

Citar
Amigo participante deste fórum Vitor Santos

O amigo referes-se a toda a doutrina?  porque dentro da mesma eu vejo  temas que aguardam o avanço da ciência mas nem por isso deixam de ser trabalhadas por quem as aceitou. E tem aquela outra parte que nos toca pela fé raciocinada e que tanto bem nos faz. « A fé é divina e Humana». 


Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/a-genese/fim-dos-tempos-inicio-mundo-regeneracao/180/?action=post;num_replies=183#ixzz2hJYtNC5B

Amiga, repare bem, eu nunca disse, em nenhuma circunstância, que a doutrina espirita não tem adesão à realidade. E muito menos que ela não possa ser extremamente útil. A muitos níveis. Ela pode ser uma boa versão da realidade. Não coloco isso em questão. A minha opinião pessoal não descarta a doutrina espirita, enquanto hipótese, senão eu não estaria aqui neste fórum.

O que eu disse é que a via para a doutrina espirita, é a via da fé. Que se trata de uma crença. Essa crença é válida e é uma forma de imaginar a vida e o universo, embora muito incompleta, ainda (é evidentemente que nos falta saber imensas coisas). Mas não deixa, por isso, de ser uma crença de um grupo de pessoas, com uma expressão praticamente nula no planeta Terra.

A ideia de que a doutrina espirita é algo de demonstrado cientificamente, é falsa. Tal como a ideia de que a doutrina é desmentida cientificamente é falsa. Mas isso não quer dizer que a investigação cientifica, um dia, não possa apresentar evidências validadas pelo método cientifico, de que os factos que a sustentam são genuínos. Mesmo que não se consigam explicar esses factos à luz da ciência (basta que se reconheça que não há nenhuma explicação alternativa que não a apresentada pela doutrina espirita).

A fé raciocinada não significa certeza cientifica (e daí a palavra "fé"). Significa que não acreditamos num disparate qualquer, sem pés nem cabeça, mas que acreditamos numa hipótese bem estruturada e coerente. Que se trata de uma hipótese que faz sentido. 

O passo que falta, é demonstrar que essa hipótese bem demonstrada e bem elaborada é uma boa descrição da realidade, e não apenas uma história de ficção, ou uma teoria irreal, bem talhada. Só depois desse passo podemos dizer que a doutrina espirita é uma teoria cientifica fundamentada, de forma objectiva e universal.

Algumas pessoas têm evidências não objectivas e universais, mas têm uma experiência subjectiva que, para elas, é suficiente como prova. 

Entretanto, o facto de não podermos dizer que a DE é uma teoria cientifica, não lhe retira o valor, nem é motivo para a abandonar. Nem lhe retira a utilidade e o interesse.

O que está errado é mentir. E é uma mentira, com perna curta, dizer aos jovens estudantes que a doutrina espirita é algo de demonstrado cientificamente, e depois eles constatarem, nos próprios livros escolares, que a doutrina espirita nem sequer lá está mencionada (pelo menos em Portugal).

Dizer aos nossos filhos que algo é demonstrado cientificamente, e, simultaneamente, eles constatarem que é ignorado nas escolas e universidades do mundo inteiro, é uma boa estratégia? É credível? Dizemos aos nossos filhos que é uma conspiração do governo dos EUA, como nos famosos filmes de OVNI'S, de Hollywood, que impede a divulgação das evidências cientificas da doutrina espirita? São os cientistas que são uns malandros, que estão a esconder provas? - A ciência e os investidores em ciência, em geral, não estão virados para investigar esse tipo de de fenómenos. Não se interessam por isso. Essa é a realidade. E, face á tecnologia poderosa dos dias de hoje, já ninguém acredita que as investigações desta área, realizadas em fins do séc. XIX, princípios do séc. XX  não tenham de ser repetidas e revalidadas.

Há muitas experiências novas e válidas, sobre alguns factos que podem ser explicados na base da doutrina espirita. Mas são ainda muito poucos os cientistas e centros de investigação virados para aí. Investigar custa muito dinheiro e não é fácil obter financiamento que não garanta lucros rápidos.

bem haja
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: josecastiel em 10 de Outubro de 2013, 18:08
Prezados,

Eu gostaria de fazer uma observação. Tenho lido o fórum faz já algum tempo e gosto das discussões. mas algo que realmente me incomoda é que muitos falam de ciência como se esta em várias bases já estivesse provada. Vou fazer um alerta: existem talvez mais dogmas e mentiras repetidas sucessivamente na dita ciência moderna do que em muitas religiões. Vou dar alguns exemplos:
Teoria da Relatividade - não está provada ainda, muito antes pelo contrário, atualmente há evidências de que é falsa (evidências observacionais e matemáticas)
Buracos negros, massa negra, energia negra e universo em expansão - há evidências de que não passam de fantasias matemáticas e não correspondem às observações;
Sol como reator nuclear - provavelmente outra falácia - já está demonstrado que a temperatura na coroa solar é muito superior ao do núcleo
Big Bang - provavelmente outra fraude - hoje em dia nem temos certeza de qual é a distância das galáxias ( o método baseado no red shift para mensuração de distâncias não condiz com várias observações de galáxias visualmente irmãs - ligadas)
Por que a mídia e muitas ACADEMIAS respeitadas não trazem à tona estes fatos e outros  para iniciar a desmistificação? Pela mesma razão que se faz em outros segmentos da sociedade: manutenção de poder e "status quo", ou vocês acham que todo cientista só busca a verdade a la Platão e Sócrates? Não, o ego e orgulho cegam também.
Portanto, quando muitos  "enchem" a boca para dizer que a ciência isso e aquilo, muito cuidado para não estarem utilizando em vossas argumentações dogmas mais mistificados ainda.

sds
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Diegas em 10 de Outubro de 2013, 18:12
Citar
'...Mas, esse tipo de experiência, embora possa ser muito válida, muito real, para a própria pessoa, e para outras pessoas que já tenham tido experiências similares, para quem nunca viveu nada semelhante é apenas um testemunho particular de outra pessoa (...)Apesar de eu (...) ter presenciado algumas poucas evidências, insuficientes para chegar a um veredicto, mas suficientes para manter um cordão umbilical que me liga à doutrina espirita de Kardec, nunca consegui ultrapassar a fase de concluir que a doutrina espirita não é apenas uma boa e consoladora história, ou se, para além disso, têm alguma aderência à realidade...'


Olá, Vitor


Estive a refletir sobre as suas palavras e, penso que assim como voce muitos outros espiritas também necessitam de uma experiencia mais concreta com o plano espiritual. Kardec, por exemplo, somente dobrou-se por que esteve muito próximo dos fenômenos e dos espiritos comunicantes.

Não saberia de mim, que destino poderia encontrar, caso não tivesse tido a oportunidade de ter nascido numa família de simpatizantes à Doutrina Espirita. O convivio com os espiritos desencarnados era sempre constante e muito naturais. Na minha meninice, as sessões de materializações se sucediam e, entre brincadeiras de criança, tudo aquilo para mim era um maravilhoso espetáculo ! Para mim nada havia de mais cientifico do que ver aparecer do nada uma belissima rosa que perfumava, deliciosamente, impregnando todo o ambiente. Lembro-me não haver uma noite sequer, nessas reuniões espiritas, que deixasse de ocorrer algum tipo de fenômeno ou a manifestação positiva de algum desencarnado.

Mas eu sei: esta foi a minha experiencia, uma outra estorieta que nada acrescenta ou resolve o problema de adesão cientifica à realidade espiritual.



Abç
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Vitor Santos em 10 de Outubro de 2013, 19:01
Olá amigo José Castiel

A sua afirmação é legitima, e eu respeito a opinião do amigo. Mas para aprender ciência, desculpe-me a franqueza, nem o seu post nem este fórum são os meios adequados.

Um das grandes diferenças entre os métodos da ciência e os da religião, é que a ciência vê com bons olhos o cepticismo. A religião parte do principio que devemos crer, mesmo sem ver. O problema é que há muitas crenças distintas, e em todos os casos se apela a "crer sem ver". Os critérios são mais como no caso da escolha do clube de futebol: é o que mias nos agrada, ou o que já era dos nossos pais, etc.     

O  amigo parece querer demonstrar que a ciência e o método cientifico são aldrabices, em parte ou no todo (esquecendo por exemplo, que a descoberta da mecânica quântica foi o que permitiu a construção da electrónica dos semicondutores e depois a informática, sem a qual o amigo não estaria aqui a escrever na Internet, que os automóveis funcionam, e por aí a adiante, são milhões e milhões os inventos que usamos no nosso quotidiano).

A questão que eu gostava de lhe fazer é seguinte: em que é que estar a tentar descredibilizar a ciência, para além de expor o amigo ao ridículo, contribui para credibilizar a doutrina espirita?

Ao ler o que o amigo diz parece que a ciência nega a doutrina espirita. Mas isso não é verdade. Se a doutrina espirita não afirma a doutrina espirita, ou seja, não a considera mais do que uma hipótese, não suficientemente comprovada, também não a desmente. Ou seja, não prova que se pode descartar a hipótese espirita.

Se partirmos dos pressuposto que tudo é uma aldrabice, estamos a incluir a doutrina espirita no rol das aldrabices. Pois se tudo, incluindo a ciência, é uma aldrabice (teoria ridícula pois os inventos estão aí para provar o oposto), porque razão a doutrina espirita seria a única excepção?   

bem haja
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: josecastiel em 10 de Outubro de 2013, 20:31
Amigo Vitor santos,

Concordo com você e sei que este não o fórum adequado para discutir ciência, mas o fiz intencionalmente para mostrar, ou pelo menos indicar o quão dogmatizada e mistificada a ciência atual é. Assim, quando muitos querem contrapor kardec dizendo que a ciência já provou que não existe vida hein tal planeta, ou que o universo teve um começo com o Big Bang há  13, 7 bilhões de anos então não é eterno etc, etc... temos que pensar o quão bem fundamentadas são estas afirmações "científicas".

Abraços
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 11 de Outubro de 2013, 05:39
Amigo Vitor santos,

Concordo com você e sei que este não o fórum adequado para discutir ciência, mas o fiz intencionalmente para mostrar, ou pelo menos indicar o quão dogmatizada e mistificada a ciência atual é. Assim, quando muitos querem contrapor kardec dizendo que a ciência já provou que não existe vida hein tal planeta, ou que o universo teve um começo com o Big Bang há  13, 7 bilhões de anos então não é eterno etc, etc... temos que pensar o quão bem fundamentadas são estas afirmações "científicas".

Abraços


Amigo josecastiel,

O que alguns não entendem é que tanto a ciência como as religiões são produtos da mente humana. Suscetíveis, portanto, à falhas, contradições, erros, etc...

Alguns, ainda, tratam a ciência como se fosse um ente personalizado que pode pensar, raciocinar, fazer qualquer coisa por si mesmo.

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Vitor Santos em 11 de Outubro de 2013, 13:16
Olá amigo José Castiel


Amigo Vitor santos,

Citar
Concordo com você e sei que este não o fórum adequado para discutir ciência, mas o fiz intencionalmente para mostrar, ou pelo menos indicar o quão dogmatizada e mistificada a ciência atual é. Assim, quando muitos querem contrapor kardec dizendo que a ciência já provou que não existe vida hein tal planeta, ou que o universo teve um começo com o Big Bang há  13, 7 bilhões de anos então não é eterno etc, etc... temos que pensar o quão bem fundamentadas são estas afirmações "científicas"

Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/a-genese/fim-dos-tempos-inicio-mundo-regeneracao/180/#ixzz2hPPo6uYD

Se o amigo tivesse tido um debate com um verdadeiro cientista, teria resposta para a questão que coloca. Na verdade aquilo que nós podemos teoricamente observar é tudo o que é posterior ao Big Bang (chamamos a isso "o universo observável"). O Big Bang é uma teoria fundamentada, actual. O prémio Nobel da Física de 2006 foi atribuído a cientistas dessa área, no âmbito dessa teoria.

O universo observável é finito, no tempo e no espaço. Mas nada garante que o universo, na sua globalidade, coincide com o universo observável. Como tal, o universo, na sua globalidade, pode ser infinito ou infinito, tanto do ponto de vista espacial como temporal. Pura e simplesmente a ciência não pode dar esta resposta. Ninguém sabe dá-la, com base na ciência. Quem lha deu estava mal informado. Eu próprio, antes de estudar melhor o assunto, tinha uma ideia errada do que significa a teoria do Big Bang.

A ciência não é um conjunto de conhecimentos dogmáticos e congelados. Pelo contrário, está sempre tudo em aberto. E as teorias em vigor são aquelas que nos parecem descrever o melhor possível a realidade, de acordo com os dados que podemos observar, a cada momento, com as tecnologias de que dispomos. Mas trata-se de modelos que descrevem a realidade de uma forma aproximada, dentro de determinadas condições. E não se trata de uma brincadeira, pois nenhum cientista gostaria de ser acusado de apresentar teorias ridículas, sem fundamento, que fossem postas de lado por falta de rigor. Ele sabe que muitos outros cientistas irão por à prova aquilo que ele diz, de todas as formas e feitios. E que os investidores em ciência não dão trabalho a lunáticos, que apresentam teorias sem pés nem cabeça. A ciência não é uma brincadeira, envolve biliões e biliões de €uros. 

Muitos espíritas e espiritualistas têm a cabeça feita contra a ciência, pois os cépticos fanáticos defendem que a ciência contraria o espiritualismo. A ciência não afirma nem desmente o espiritualismo. E os cépticos fanáticos não se apoiam na ciência, mas em crenças pessoais, como os religiosos, mas de outra natureza.

bem haja   
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: josecastiel em 11 de Outubro de 2013, 15:47
amigo Vitor Santos,

Desculpe por ser franco e direto.
Entendo o que você fala.
Mas vamos inverter um pouco, o amigo sabe como se mede as distâncias das galáxias? É através do método do red shift . Atualmente  já há  inúmeras evidências observacionais de que este processo está equivocado. Portanto, todas as premissas de expansão do universo e idade do mesmo estão indo por água abaixo.
Sinceramente somente porque a pessoa é um cientista ou ganhou um prêmio nobel não é o suficiente para que eu aceite as ideias sem analisar e raciocinar. Há muitos interesses para perpetuidade de poder e status quo nas academias. Não estou dizendo que não levo em conta, mas há de se colocar as análises num conjunto de evidências e raciocínios mais amplos.
Sabia que a teoria do Universo Elétrico Plasmático  ganha a cada dia mais força vias à vis a cosmologia tradicional das poderosas forças gravitacionais? (A qual se baseiam os cientistas do mainstream). Sabe porque ? Porque as observações feitas em laboratório e nos cosmos condizem muito mais com esta teoria do que fantasias matemáticas não observadas na prática. Há muito mais evidências em todos os níveis das sobrevivência da alma do que da teoria da relatividade, por exemplo.
A ciência deveria partir de OBSERVAÇÕES e então formular teorias e não ao contrário, como é feito desde da época de Einstein, através da formulação de teorias matemáticas e forçando a "existência" de buracos negros, matéria negra, big bang etc...

Portanto, eu não descredito a ciência atual, apenas sou cético ( no bom sentido da palavra) e procuro usar a razão e a lógica para a  busca de conhecimento e assim chegar às minhas conclusões, com no resto das áreas da minha vida.

Sds
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Mourarego em 11 de Outubro de 2013, 15:54
Os amigos vão me desculpar, mas sinto grande vontade de rir quando alguém me diz que não é de dar credibilidade ao que um cientista ganhador de um prêmio Nobel, diga e que tenha sido aceito pela academia, mas no seguir de sua explicação fala apenas em evidências.
Ora uma evidência não é uma prova mas sim, uma coletânea de indícios, logo, onde fica a coerência?
abraços,
Moura
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: josecastiel em 11 de Outubro de 2013, 16:08
O amigo pode rir a vontade.
Eu não disse que eu não dou credibilidade ao cientista ao ganhador do prêmio nobel, apenas disse que não são as únicas fontes para as minhas conclusões.

Sds
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Mourarego em 11 de Outubro de 2013, 16:19
Castiel, Castiel... ainda bem que você não é o Arcanjo hehehe.
Meu amigo, quyal a sua formação? és formado em física isso ou aquilo?
A pergunta não o quer diminuir se não tiveres formação nesse campo, mas indica que sem uma formação não se pode senão arranhar a casaca do ovo, logo, não se apreende muito e muito doque se apreendeu pode ter tido uma fonte errática que o fez concordar para com ela. Já um cientista não, ele fala daquilo que sabe porque estudou e se sua teoria de antes hoje é referendada pela classe, não seria você ou eu que não temos formação na mesma área que poderíamos dizer em contrário... Aliás poder se pode tudo não é? Só não se pode dizer que este tudo esteja correto.
Abraços,
Moura
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: josecastiel em 11 de Outubro de 2013, 16:35
Sou engenheiro eletrônico, mas estudo a bastante tempo a evolução da física moderna.
Eu não disse para ninguém acreditar em mim. Eu apenas disse como chego às minhas conclusões. E sim, hoje em dia já tenho algum arcabouço para fazer algumas macroanálises da direção da ciência moderna.
Ah Moura, Moura se formação pelo formação fosse TUDO sem aplicar a razão, lógica e contexto, o Papa seria um opinião Absoluta sobre a vida do Além.
Acho que alguém falou que fé RACIOCINADA era bastante importante para se chegar a conclusões e formar opinões. Apesar de algumas chancelas serem importantes, não significam que sejam tudo.

Sds


Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Mourarego em 11 de Outubro de 2013, 17:25
castiel meu mano,
a razão deve sempre impulsionar a racionalidade pois que sem esta não se vai senão em busca dos erros.
Um engenheiro não pode, de per si racionalizar em termos de ciência para a qual não estaja bem conhecedor, um advogado não deve deitar sabedoria em capos onde sua formação não esteja a altura do conhecimento desta ciência que o campo indica. Mormente se a forma que se dê à contribuição seja absolutista com se representasse a Verdade....
Abraços,
Moura
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: josecastiel em 11 de Outubro de 2013, 17:50
Moura,

Acho que não precisamos continuar nesta linha, porque iríamos muito longe e eu discordo completamente do seu ponto de vista. Posso sim se tiver algum conhecimento, mesmo que não tenha formação formal de julgar a qualidade das ideias em outros campos, até porque  também embaso minhas opiniões em profissionais que também tem a formação nestas áreas áreas específicas  e que estão em divergência com que o mainsteram diz em determinadas áreas da ciência..
Exemplo: quando digo que há evidências mostrando que a teoria da relatividade ou cosmologia moderna podem estar equivocadas, não vieram de mim as mesmas mas de profissionais altamente formados destas áreas que estão em disacordo com o staus quo. Cabe então a mim, que já possuo algum conhecimento raciocinar perante os fatos e chegar às minhas conclusões e desta forma construir o meu conhecimento.

Abs
   
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Mourarego em 11 de Outubro de 2013, 18:03
Castiel, minha função não me tras a imposição de idáies, aliás isso seria francamente antidoutrinário, logo acosto nessa e para apenas esta nossa linha de raciocínios a minha idéia. No mais estou aqui apenas para recitar a DE.
abraços,
Moura
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: josecastiel em 11 de Outubro de 2013, 18:31
Moura,

Muito obrigado pelas suas idéias. Enfatizo que gosto muito mesmo deste forum.
Acompanho várias discussões que me ensinam muito. Sou curioso e estudioso por natureza.
Há muito anos, quando li pela primeira vez o Livro dos Espíritos, parece que uma "ficha" caiu em mim, como se tudo aquilo já fizesse sentido, não sei bem explicar o que. Desde lá, venho estudando muito a doutrina, o que tem  cada vez mais me ajudado a nortear meus passos em direção ao Criador.
Por isso, respeito sobremaneira este espaço o qual muito me enriquece.

Abraços 
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 12 de Outubro de 2013, 05:08

Eu não disse que eu não dou credibilidade ao cientista ao ganhador do prêmio nobel, apenas disse que não são as únicas fontes para as minhas conclusões.

Sds


Amigo josecastiel,

O prêmio Nobel de física (2006) foi concedido para John Mather, do Centro Espacial de Goddard da NASA, e George Smoot, da Universidade da Califórnia em Berkeley, pelo trabalho de ambos no satélite COBE (Cosmic Background Explorer) que mediu a radiação cósmica de fundo.

Como o amigo pode perceber eles não explicaram a origem do Universo, não refutaram a existência de Deus nem dos Espíritos e, muito menos, da existência do Mundo Espiritual. Tampouco refutaram a Autoria Divina do Universo!

Apenas mediram com precisão (o que não fora feito antes) a radiação cósmica de fundo.

Não explicaram, porém, o que seja essa radiação ou sua origem. E não demonstraram nenhuma relação dessa radiação com a criação do Universo.

Uma pergunta fica "no ar":

Se, como alguns afirmam (e é Verdade!), pesquisas científicas são muito caras e quem as financia tem sempre interesse no retorno financeiro, que retorno poderia dar essa pesquisa?



Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Oliva Prado em 12 de Outubro de 2013, 13:44
Partilhando do meu universo evolutivo para o vosso;

....se estivermos com vontade de aprender com o mundo à nossa volta podemos aprender aquilo que nunca ninguém nos disse; como por exemplo o que pude observar no gotejar de uma torneira.  Percebi que o som grave que fazia mudou assim que lhe pus uma concha no local do gotejar. Isto lembrou-me que nós somos como as conchas, nós podemos mudar tudo o que vibra na nossa direcção; o grito, a palavra insana, o gesto impensado ou transloucado, tudo o que vem em nossa direcção sofre o efeito de que somos feitos. Se vier o gesto amoroso, a palavra mágica, o riso, tendo em conta a precedência isso pode ser bom ou mau. Importante é perceber que a nossa realidade tem o poder de se manifestar pelo que é, e mais ela vai-se manifestar naturalmente. Isso prova que nem sempre uma mente cheia de elevadas concepções consegue mudar a capacidade real que tem  para resolver ou enfrentar seja o que for.                                                                                                                                                  Esta imagem prova a tal ideia de que muitas vezes na vida queremos dar um passo maior que as nossas reais capacidades. A concha é como a imagem alegórica da  nossa semente desabrochada.
..mas o aperfeiçoamento é  fruto do nosso esforço projetando-se num futuro proximo ou distante......e essa capacidade de interferir pela positiva depende disso.

Claro que se a pessoa tem conhecimentos cientificos sobre as leis que regulam os fenómenos,  ela consegue obter uma relação mais profunda com o  mundo à sua volta.
Portanto o conhecimento ciêntifico serve para isso mesmo, e também ele se atualiza com novas informações, novas observações.

Bem-hajam

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Vitor Santos em 12 de Outubro de 2013, 15:23
Olá amigo Diegas

Citar
Mas eu sei: esta foi a minha experiencia, uma outra estorieta que nada acrescenta ou resolve o problema de adesão cientifica à realidade espiritual.

Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/a-genese/fim-dos-tempos-inicio-mundo-regeneracao/180/#ixzz2hVxMO65j

Amigo Diegas,

Eu acredito que a sua experiência subjectiva o leve a concluir que os fenómenos espíritas são fenómenos genuínos, que não são magia, nem ilusão, nem alucinação. E até admiro a sua coragem pelo facto de nos partilhar aqui o seu testemunho pessoal.

Ainda mais, amigo, eu desejo com todas as minhas forças que esse seu testemunho não só nos descreva uma realidade paranormal, como seja uma evidência de que nós somos mesmo espiritos imortais, temporariamente encarnados num corpo de carne.
Eu não estou contra si, nem contra a doutrina espirita


Não desejo isso por medo da morte (porque a não existência da vida depois da vida não faz ter medo da morte, ao contrário, ela garantia-me que após a morte eu não mais sofrería). Mas porque a minha vida não teria um propósito, um sentido, mas seria apenas uma brincadeira de mau gosto da natureza, ou de Deus, que me havia criado apenas uma máquina de carne mortal,  consciente da minha fragilidade e finitude física.

O que acontece é que as evidências cientificas têm de ser obtidas com os meios tecnológicos e humanos (pessoas com qualificação e treino cientifico, especialistas em efeitos especiais, etc.) que as credibilizem. As revistas cientificas de renome, são de renome, porque antes de publicar os artigos eles são revistos por cientistas tão ou mais habilitados do que aqueles que produziram os artigos e fizeram as experiências. São os cientistas que podem produzir evidências cientificas, não os centros espíritas, nem os adeptos do espiritismo (a não ser que façam parte de equipas cientificas independentes, por acaso).

Se o amigo mandar uma carta com o testemunho que postou, para uma revista cientifica dessas, ele nem sequer seria avaliado. E ainda bem. Pois testemunhos desse tipo há para todos os gostos e feitios. Espero que compreenda que era um erro a publicação desse testemunho numa revista cientifica como uma evidência cientifica.

Como disse Einstein:

- A ciência sem a religião seria coxa, a religião sem a ciência seria cega.   

Ambos os contributos são necessários, ambos t~em o seu papel. Mas fé é fé e dados científicos são dados científicos.
 
bem haja
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Vitor Santos em 12 de Outubro de 2013, 15:34
Ola amigo Brenno

Citar
Se, como alguns afirmam (e é Verdade!), pesquisas científicas são muito caras e quem as financia tem sempre interesse no retorno financeiro, que retorno poderia dar essa pesquisa?

Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/a-genese/fim-dos-tempos-inicio-mundo-regeneracao/195/#ixzz2hWAckHBp

A pesquisa do espaço, infelizmente, também é financiada, muitas vezes, por razões militares, a segurança dos países é uma actividade económica que move muitos interesses... É um investimento a longo prazo, muitas vezes, mas não deixa de o ser.

De qualquer modo, como o dinheiro não cai do céu, e como se gasta muito dinheiro com isso, alguém paga esse dinheiro. Umas vezes os contribuintes, dos vários países, mesmo sem querer nem saber que isso está a acontecer, por vezes, outras investidores privados que não costumam "brincar" à caridade.

bem haja
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Mourarego em 12 de Outubro de 2013, 18:44
amigo Castiel,
a De nos ensina que quando sentimos como o amigo descreveu acima, é qu tal conhecimento preliminar já constava de nossa formatação como Espíritos, acontece assim com a maioria dos médiuns.
comigo aconteceu bem antes mesmo de eu estar na Umbanda iniciática que foi de onde migrei por insistência do mentor que me acompanha até hoje, para o Espiritismo.
Abraços,
Moura

Moura,

Muito obrigado pelas suas idéias. Enfatizo que gosto muito mesmo deste forum.
Acompanho várias discussões que me ensinam muito. Sou curioso e estudioso por natureza.
Há muito anos, quando li pela primeira vez o Livro dos Espíritos, parece que uma "ficha" caiu em mim, como se tudo aquilo já fizesse sentido, não sei bem explicar o que. Desde lá, venho estudando muito a doutrina, o que tem  cada vez mais me ajudado a nortear meus passos em direção ao Criador.
Por isso, respeito sobremaneira este espaço o qual muito me enriquece.

Abraços 

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 13 de Outubro de 2013, 05:46
Amigos,

Creio que, desde que concordamos que a ciência não pode (e nem tem interesse) comprovar fatos da realidade Espiritual, seria mais producente de nossa parte voltarmos ao tema do tópico:

Fim dos tempos - Início mundo Regeneração.

Esse, sim, um assunto relacionado à Doutrina Espírita.

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Vitor Santos em 13 de Outubro de 2013, 14:42
Olá amigo Brenno

Citar
Creio que, desde que concordamos que a ciência não pode (e nem tem interesse) comprovar fatos da realidade Espiritua

Clique aqui para ler mais: http://www.forumespirita.net/fe/a-genese/fim-dos-tempos-inicio-mundo-regeneracao/195/#ixzz2hbnOR7bO

Não concordamos, em parte. Eu penso que a ciência é a única forma de comprovar factos de forma objectiva e universal, isenta, independente. Mas também concordo que não é necessário que a ciência comprove os factos para eles serem reais, nem para ter sentido ser espirita ou espiritualista. Uma coisa é um facto ser real, outra é ele ser comprovadamente real, de uma forma objectiva e universal. Para além disso, a experiência subjectiva é tão ou mais importante do que a objectiva.

E mais, o que não demonstrável cientificamente, é crença. Não é ciência.

bem haja
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 14 de Outubro de 2013, 03:51

Não.....................
................................ciência.

bem haja


Eu penso que a ciência é a única forma de comprovar factos de forma objectiva e universal, isenta, independente.

Porém isso não é verdade.

A ciência não serve para julgamentos éticos, estéticos, metafísicos, lógicos e validação da matemática, etc...



E mais, o que não demonstrável cientificamente, é crença. Não é ciência.

O que não pode ser demonstrado pelo método científico, poderá se-lo por um método superior: A Lógica!


A Lógica pode dispensar o método científico mas este é dependente daquela!

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Vitor Santos em 14 de Outubro de 2013, 14:04
Olá amigo Brenno

Eu penso que a ciência é a única forma de comprovar factos de forma objectiva e universal, isenta, independente.

Citar
Porém isso não é verdade.

A ciência não serve para julgamentos éticos, estéticos, metafísicos, lógicos e validação da matemática, etc...

Quando for necessário encontrar respostas para qualquer problema complexo, de facto, podemos ignorar a ciência. Em vez de andar a queimar as pestanas, a estudar, podemos fazer um telefonema ao amigo Brenno, que tudo sabe, e que se constitui como alternativa à ciência para nos descrever com rigor a realidade física e espiritual. Decerto que ninguém vai duvidar do amigo Brenno, pois o amigo mostra grande convicção. E é um homem de palavra!

A única confusão que me vai na cabeça, é se depois disso, aparece um outro amigo, chamemos-lhe  "Breeno n.º2", que não dá as mesmas respostas às mesmas perguntas. Em qual devemos acreditar? 

bem haja
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 15 de Outubro de 2013, 02:25

Quando for necessário encontrar respostas para qualquer problema complexo, de facto, podemos ignorar a ciência. Em vez de andar a queimar as pestanas, a estudar, podemos fazer um telefonema ao amigo Brenno, que tudo sabe, e que se constitui como alternativa à ciência para nos descrever com rigor a realidade física e espiritual. Decerto que ninguém vai duvidar do amigo Brenno, pois o amigo mostra grande convicção. E é um homem de palavra!

A única confusão que me vai na cabeça, é se depois disso, aparece um outro amigo, chamemos-lhe  "Breeno n.º2", que não dá as mesmas respostas às mesmas perguntas. Em qual devemos acreditar? 

bem haja


O amigo, ou algum cientista vencedor de prêmio Nobel, poderia demonstrar pelo "método científico" se uma ação é mais ou menos Moral, mesmo segundo uma Lei pré-estabelecida?

Algum cientista, ou o amigo, poderia demonstrar pelo "método científico" se um comportamento é mais ou menos ético segundo algum padrão que se estabeleça?

Pode-se demonstrar pelo "método científico" qual a melhor combinação de formas e cores para a estética de um objeto?

Algum gênio da ciência poderia demonstrar pelo "método científico" a validade de um ou outro raciocínio quando existam dois que sejam conflitantes acerca de um mesmo princípio?

Quem poderia demonstrar pelo "método científico" a indivisibilidade por zero?

E, finalmente, poderia o amigo, ou algum grande cientista, demonstrar pelo "método científico" a existência ou a inexistência de Deus e dos Espíritos?

Contra a Lógica, amigo Vitor, não há argumentos!

Pode-se, no máximo, utilizar-se do argumento dos fracos e dos tolos: A ironia.

Quanto à esta:

A ironia é o argumento primordial. A ironia é bem paga, é cool, e confere status intelectual. O principal de sua força avassaladora é que ela é deliciosamente irresponsável: a ironia sobre X não revela, necessariamente, a defesa explícita de Y ou Z. Apenas se sabe que o autor não concorda com X. De Y ou Z, se podem fazer apenas especulações. A ironia dispensa maiores explicações, contextualizações, organização dos pensamentos. Ela basta a si mesma. Ela é o argumento absoluto.

(Claro, hoje estamos acostumados com essas "migalhas" da verdade)

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: lconforjr em 15 de Outubro de 2013, 04:20

      Amigos,

      De uns tempos para cá, é frequente a referencia ao fim dos tempos. Monstram-nos vídeos retratando gigantescas calamidades, apavorantes  desastres naturais, guerras, tsunamis, terremotos, destruindo cidades e matando milhares de irmãos, e alguns ficam acreditando que aí está o sinal do fim de um ciclo evolutivo e da promoção do planeta azul.

     Mas o que têm a ver com o "final dos tempos", ou com o advento de um “mundo de regeneração”, esses desastres e calamidades que as notícias e imagens nos mostram?

      Desastres assombrosos e fenômenos aterradores aconteceram tantas vezes em nosso planeta! A Terra está cheia de cicatrizes mostrando como nosso pequeno planeta já sofreu: despenhadeiros, vales e abismos profundos, gigantescas quedas d'águas, cordilheiras penetrando nas nuvens.

      Está lá o Everest; está lá o Grand Canyon, as Cataratas do Iguaçu, do Niágara, testemunhando! Cidades inteiras, com seus habitantes, desapareceram devido a vulcões ou terremotos. Ilhas e pedaços de continentes se partiram, se dividiram ou se juntaram; continentes, conforme historiadores e pesquisadores, desapareceram sob as águas dos oceanos. Quantos tsunamis já devem ter acontecido antes de existir quem os registrasse? Quantas eras glaciais destruindo toda vida animal e vegetal...!

      Os desastres naturais nada indicam; apenas acontecem. E muitos sofrem e acreditam até que seja o "fim do mundo", tantas vezes já anunciado por visionários ou supostos arautos do mundo espiritual, e tantas vezes constatados serem suposições ou falsas profecias.

      Multidões já se mataram, para que o suposto e imaginado fim do mundo não as matasse!

      Outros, além das imagens,escrevem ou levantam suas vozes apregoando que nos aproximamos de acontecimentos inusitados.  Mas, palavras e imagens são apenas palavras e imagens; nelas só vamos crer (não acreditar ou ficar convencidos) se tivermos total confiança nos que as proferiram.

      Mas, e a ciência, o que diz? O que tem comprovado? O Nibiru? O astro intruso? A colisão de galáxias?

      É verdade  que o universo, antes considerado de movimentos de corpos celestes perfeitos como os dos mecanismos de relógios, hoje, sabe-se, é um caos imprevisível, no qual chocam-se detritos de todas as espécies, sistemas solares, galáxias inteiras! E isso pode ocorrer a qualquer instante!

      E o que tem a ver com o advento de um mundo de Regeneração todos esses sinais? Um mundo de Regeneração tem, com certeza, pela doutrina, relação com a evolução, com um mundo mais evoluído. E, pela doutrina, o fim do mundo pode ter o significado de uma "promoção" do nosso planeta!

      Mas quem acredita que seus habitantes estão evoluindo moralmente ao ponto de merecerem um planeta melhor? Pelo menos, não é isso que a vida nos mostra!

      Mas, se muitos, pelo desmerecimento, serão exilados para mundos inferiores, e por isso inexoravelmente irão sofrer, o que é que justifica esses seus sofrimentos?

      E se alguns, por se aproximar uma transição planetária, tomam mais cuidado e mais se esforçam para trilhar pelo caminho do bem, isso lhes trará mais méritos?! Não será apenas um maior cuidado e um maior  esforço em benefício pessoal, nada mais que o exercício de interesse próprio, egoismo portanto, e que, pela doutrina, não significa evolução?

      É como aquele que se descuida e, para não perder o trem, agora corre para chegar no horário. Interesse pessoal, que pode, é verdade, ajudar o próximo, mas que não leva o praticante a avançar sequer um passo no caminho do aperfeiçoamento espiritual
................


Clique aqui para ler mais: erhttp://www.forumespirita.net/fe/audio-video/final-dos-tempos-evolucao-espiritual-em-tempos-de-transicao-planetaria/#ixzz2hkpTSGKP
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Antonio Renato em 15 de Outubro de 2013, 11:34
Meu nobre(nobre na alma)irmão Coronel,uma verdade verdadeira,como diz na música do
Martinho da vila.Todos esses acontecimentos são imprevisíveis,assim com o futuro de toda
a humanidade.Há sim projeções baseadas na maneira como os seres humanos se condu-
-zem nesse nosso planeta,nas agressões que eles mesmo provocam,na falta de cuidado
com o seu progresso moral,com a sua falta de visão ou ela distorcida para as coisas criadas
por Deus.Enfim,os sinais apresentados não significam o fim do mundo,este pode acontecer
como aconteceu com outros,mas pode ser um espécie de aviso para que todos cuidem
melhor do mundo em que vivem.
Fique na paz.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 17 de Outubro de 2013, 02:17

De uns......................
.......................espiritual




É verdade  que o universo, antes considerado de movimentos de corpos celestes perfeitos como os dos mecanismos de relógios, hoje, sabe-se, é um caos imprevisível, no qual chocam-se detritos de todas as espécies, sistemas solares, galáxias inteiras! E isso pode ocorrer a qualquer momento.

Pelo contrário!

As Leis Físicas que regem o Universo funcionam com precisão matemática.


Mas quem acredita que seus habitantes estão evoluindo moralmente ao ponto de merecerem um planeta melhor?

Um Planeta melhor (não fisicamente), ou seja, um Mundo de Regeneração não nos será dado por merecimento.

Um Mundo de Regeneração é construído pela evolução Moral de seus habitantes.

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Mourarego em 17 de Outubro de 2013, 16:36
Exato mano Brenno,
e por "evolução moral" se tenha o vocábulo "mérito".
Abraços,
Moura
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 18 de Outubro de 2013, 03:46
Exato mano Brenno,
e por "evolução moral" se tenha o vocábulo "mérito".
Abraços,
Moura


Verdade, mano Moura,

Esperemos que, agora, as postagens sejam mantidas dentro do tema do tópico.

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Haga em 24 de Outubro de 2013, 09:32
 Especialistas em profecias apontam para “sinais inegáveis” no céu: luas de sangue

Estudiosos cristãos de judeus apontam para tempos proféticos coincidindo com sinais nos céus

por Jarbas Aragão




Especialistas em profecias apontam para “sinais inegáveis” no céu: luas de sangue Especialistas apontam para "sinais inegáveis" no céu: luas de sangue

De tempo em tempos especialistas em profecias apontam para os sinais de cumprimento de alguma revelação bíblica. Os próximos dois anos serão marcados por diversos “sinais nos céus”, já conhecidos e previstos pela astronomia. Para eles, trata-se claramente da abertura de um dos selos descritos em Apocalipse 6.

O primeiro “alerta para a igreja” veio em 2008, quando o assunto foi levantado pelo pastor Mark Biltz, que é descendente de judeus. Ele afirmava ter feito uma descoberta surpreendente. Biltz estava estudando as profecias sobre o Sol e a Lua desde Gênesis, onde a Bíblia afirma que os luzeiros no céu serviriam “para sinais e para as estações do ano”.

“O termo em hebraico implica que não é apenas um sinal, mas um sinal da Sua vinda.” esclarece. Biltz diz ainda que a palavra traduzida como “estações” tem o sentido de “tempo determinado”, implicando na comemoração das festas estabelecidas por Deus no Antigo Testamento e que seguem o calendário lunar adotado pelos judeus.

Ele lembra de textos como Joel 2:31: “O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes de chegar o grande e terrível dia do SENHOR”, repetido em Atos 2:20. Também aponta para Mateus 24:29-30, quando Jesus diz “o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz. … E então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem” e Lucas 21:11: “haverá também coisas espantosas, e grandes sinais do céu”.

“Deus quer que olhemos para o calendário bíblico, pois ele vai sinalizar sua vinda… precisamos estar atentos às festividades bíblicas, pois são todas proféticas”, afirma Biltz, pastor da igreja El Shaddai em Bonney Lake, Washington. Ao fazer uma análise sobre o fenômeno conhecido como “lua de sangue”, que ocorre quando o Sol fica em frente à Lua no firmamento, Biltz notou que esse tipo de eclipse lunar ocorreria justamente durante as festas bíblicas em 2014 e 2015. O pastor acredita que ao se tratar de sinais na terra, como fomes, pestes e guerras, a humanidade já está acostumada a ouvir falar, mas não ocorrer o mesmo quando são sinais no céu.

Convencido da importância desse fator, o pastor John Hagee fez um estudo aprofundado sobre esses eventos. Este ano, lançou um livro e um DVD com o título “Four Blood Moons: something is about to change” [As 4 luas de sangue: algo está prestes a mudar]. Ele explica que usou as projeções da NASA, relatos históricos e a Bíblia. Para Hagee existe uma conexão direta entre os quatro próximos eclipses lunares (lua de sangue) e “o que eles anunciam para Israel e para toda a humanidade.”

Seu argumento principal é que ao longo dos últimos 500 anos, três luas de sangue ocorreram no primeiro dia da Páscoa. Estas aparições estão ligadas a alguns dos dias mais importantes da história judaica:

1492 – o último ano da Inquisição espanhola, quando os judeus foram expulsos da Espanha 1948 – proclamação do Estado de Israel e a Guerra da Independência

1967 – início da guerra dos Seis Dias, quando Israel lutou contra nações árabes e reconquistou Jerusalém como parte de seu território

“Cada corpo celeste é controlada pela mão invisível de Deus, o que sinaliza eventos futuros para a humanidade. Não há acidentes no movimento solar ou lunar”, argumenta Hagee. Para ele é de extrema importância que os cristãos entendam estes sinais proféticos que apontam para a Segunda Vinda de Jesus.
Mais recentemente, o pastor Steve Cioccolanti, da Igreja Discover, na Austrália, produziu um longo vídeo em formato de DVD (também disponível no Youtube) sobre os “Os 8 Supersinais nos céus antes do 70º Aniversário de Israel).

Segundo ele, tudo o que Deus prometeu na Bíblia está relacionado com Israel e o povo judeu. Falando sobre as raízes hebraicas das profecias sobre o fim tempo, ele aponta oito sinais que serão vistos no céu antes do aniversário dos 70 anos da restauração de Israel. Por que o número 70 é importante? Cioccolanti explica: “Porque Israel ficou 70 anos no cativeiro babilônico e demorou 70 anos entre o nascimento de Jesus e a destruição do templo em Jerusalém. Portanto, é algo muito importante o fato de Israel estar prestes a completar 70 anos desde seu renascimento como nação, em 1948.”

continua...
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Haga em 24 de Outubro de 2013, 09:34
...continuação

Ele faz longas observações tentando explicar os oito sinais, juntamente com algumas observações sobre as datas que eles acontecerão. Para ele a questão é simples, esses sinais provavelmente “nunca mais ocorrerão nessa sequencia” e alerta: “irão começar em breve”. Lembra ainda que no Talmude, livro judeus de Interpretação da lei, ensina “Quando a lua estiver em eclipse, é um mau presságio para Israel. Se a sua face for tão vermelha quanto o sangue, a espada [guerra] está vindo ao mundo”. Para o judaísmo, a Lua é um sinal para Israel, enquanto o Sol é um sinal para os gentios [resto do mundo].

1 – Cometa Ison (28 de novembro de 2013) – A NASA já divulgou que este ano veremos um cometa com cauda brilhante como a lua cheia.

2 – Lua de Sangue (15 de abril de 2014) – terá início a “Tétrade”, período em que quatro eclipses lunares consecutivos são todos eclipses totais. Prenuncio de uma guerra mundial sangrenta

3- Lua de Sangue (08 de outubro de 2014) – Festa dos Tabernáculos (Sukkot) no calendário de Israel

4- Eclipse Solar Total (20 de março de 2015) – Um sinal para os gentios. Aniversário da provável data em que Moisés tirou os judeus do Egito

5- Lua de Sangue (4 de Abril de 2015) – Festa dos Tabernáculos (Sukkot) no calendário de Israel

6 – Eclipse solar parcial (13 de setembro de 2015) – Festa das trombetas no calendário de Israel e 7 º aniversário desde a última grande queda do mercado

7 – Lua de Sangue (28 de setembro de 2015) – Superlua, que também é um eclipse lunar. A lua nunca esteve tão próxima da Terra. Esse evento ocorrerá durante a Festa dos Tabernáculos (Sukkot).

8- Virgem vestida de Sol (23 setembro de 2017) – 50º aniversário da reconquista de Jerusalém (Jubileu). Brilho extraordinários da constelação de Virgem, cumprimento da Profecia de Apocalipse 12.


Data profética principal: Dia dos 70 anos da Independência de Israel (14 de maio de 2018), marcando o renascimento da nação.

É possível ver o vídeo aqui (em inglês).

Paralelo a isso tudo, entre os judeus há um crença parecida, baseada nas profecias do famoso rabino Judah ben Samuel, um fervoroso estudante do Tanach [Antigo Testamento]. Ele foi o fundador do movimento judaico Hasídico. Ele morreu em 1217, mas deixou escritos com suas conclusões. Para muitos, são profecias sobre os últimos “Jubileus”, períodos proféticos de 50 anos, seguindo o texto de Números 25.

1. Desde a data em que profetizou (1217), passariam 6 jubileus (300 anos) até que viessem tomar a cidade de Jerusalém. De fato, os Turcos Otomanos a conquistaram em 1517.

2. A cidade de Jerusalém estaria sob o domínio [dos Turcos Otomanos] durante 8 Jubileus, ou seja, 400 anos. Considera-se cumprida, pois os Turcos ficaram até 1917, quando foram expulsos pelo exército britânico.

3. A cidade de Jerusalém seria uma “terra de ninguém” pelo espaço de 1 Jubileu (50 anos). A Inglaterra atuou politicamente como “Protetorado” entre 1917 e 1967, pois em junho daquele ano o exército de Israel expulsou os árabes da cidade durante a Guerra dos Seis Dias.

4. Os Judeus dominariam a cidade durante 1 Jubileu (1967 até 2017?), ano que marcaria o Jubileu final, que daria início à Era Messiânica. O Yon Kippur (ano novo) será em 30/9/2017.

Uma vez que 2017 de nosso calendário será o ano 5777 do calendário judaico, muitos acreditam que a união de 3 “setes” aponta para perfeição e plenitude, na cultura judaica. Com informações de WND e Christian Post.


http://noticias.gospelprime.com.br/profecias-sinais-luas-de-sangue/
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: wender100%espirita em 24 de Outubro de 2013, 11:28
exoterismo , espiritualismo,profecias, ok, cada um posta do jeito que entende,mas voltando a Doutrina Espirita, onde podemos encontrar nas obras basicas algum artigo sobre isso?paz e luz
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 26 de Outubro de 2013, 02:36

 Especialistas.............
.............................1948.



Ele...............
...................... judaica.



O que existe de bom e verdadeiramente importante na bíblia são os ensinamentos Morais do Mestre Jesus.


Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: wender100%espirita em 26 de Outubro de 2013, 03:10
verdadde que assim seja! paz e luz
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Vitor Santos em 26 de Outubro de 2013, 14:40
Olá amigo Brenno

Citar
O amigo, ou algum cientista vencedor de prêmio Nobel, poderia demonstrar pelo "método científico" se uma ação é mais ou menos Moral, mesmo segundo uma Lei pré-estabelecida?

A moral baseia-se em princípios. No caso da doutrina espirita o principio mais importante de todos, e que, na prática, engloba todos os outros, é a igualdade dos espiritos perante Deus e em todas as condições. Deus é imparcial. Poderia estabelecer-se uma lei que se baseasse neste principio, com o apoio da filosofia, que é ciência. Se os homens fossem todos de boa fé.

Mas a ciência teria de demonstrar, primeiro, que os espiritos existem mesmo. E em segundo que eles são todos igualmente importantes, que todos obedecem às mesmas leis da natureza, que os regem. Que nenhum é privilegiado nem prejudicado face aos outros. Nas mesmas condições todos são tratados da mesma forma, pelas leis da natureza e pelas leis que regem os espiritos.

Citar
Algum cientista, ou o amigo, poderia demonstrar pelo "método científico" se um comportamento é mais ou menos ético segundo algum padrão que se estabeleça?

"Mais ou menos ético" é uma escala estranha. Um comportamento ou é ético ou não é ético. Não há comportamentos semi-éticos. Mas é perfeitamente possível estabelecer leis fundamentadas na ética. O julgamento ético é realizado nos tribunais, quando a lei e a ética coincidem.   

Citar
Pode-se demonstrar pelo "método científico" qual a melhor combinação de formas e cores para a estética de um objeto?

Isso não se pode estabelecer pelo método cientifico, nem por nenhum método. Pois trata-se de um parecer subjectivo. O que parece belo a um pode parecer feio a outro. Pelo método cientifico pode é avaliar-se estatisticamente quantos é gostam mais deste ou daquele objecto, desta ou daquela obra de arte, desta ou daquela cor.

Citar
Algum gênio da ciência poderia demonstrar pelo "método científico" a validade de um ou outro raciocínio quando existam dois que sejam conflitantes acerca de um mesmo princípio?

A ciência é um método de dar confiança a determinadas formas de descrever a realidade, que são coerentes com os factos observados, e de rejeitar outras explicações, ou raciocínios, para usar as suas palavras, que se mostrem em desacordo com os factos observados. Mas há muitas áreas da ciência.

Quando há várias hipóteses em que a confiança ainda é reduzida, a ciência não opta por nenhuma. Mantém ambas as explicações no campo das hipóteses, até que se encontre a confiança suficiente que uma dessas hipóteses é a que descreve melhor a realidade.

Mas em ciência não há certezas absolutas. Tudo está sempre em questão. Uma teoria pode ser excelente, até hoje, mas se, amanhã, começamos a observar que existem excepções, isto é, que há factos novos, ou instrumentos de observação que permitem observar melhor os factos actuais, que mostram que afinal a teoria não descreve bem a realidade observada, ela poderá ter de ser actualizada ou substituída por outra melhor.     

Para além disso a ciência é composta por várias especialidades. A filosofia da ciência estuda as metodologias de cada uma dessas especialidades. 

Citar
Quem poderia demonstrar pelo "método científico" a indivisibilidade por zero?

A numeração e as operações aritméticas são convenções humanas. Podemos conceber sistemas de numeração em que é possível dividir por zero. Quando dizemos "zero" estamos a falar de uma entidade abstracta, que não corresponde a um objecto material. 

Citar
E, finalmente, poderia o amigo, ou algum grande cientista, demonstrar pelo "método científico" a existência ou a inexistência de Deus e dos Espíritos?

Isso não sei, porque não adivinho os passos que a ciência vai percorrer no futuro. Por agora, a minha convicção é que a ciência não confirma nem desmente que Deus existe, nem confirma nem desmente que os Espíritos existem.

Mas há factos que a ciência pode detectar que se ajustam perfeitamente à hipótese de que os espiritos existem.

A luta da ciência é entender como é que o ser humano se pode explicar. Uns apresentam como hipótese que é o cérebro é uma máquina que produz a consciência, o nosso "eu". Outros dizem que não é assim. Apresentam como hipótese que esse "eu" interage com o cérebro, mas não se resume ao cérebro, pois sobrevive ao corpo de carne e o cérebro não. Mas não há conclusões. A máquina que é o corpo de carne humano é extremamente complexa, mas parece ser mesmo uma máquina mas falta saber muito sobre ela. E é observável. O Espírito no sentido de alma (entidade) é bem mais complexo de estudar. Mas há evidências que ele existe. A menos que se encontre uma explicação nova e melhor, a hipótese espirita está em vigor, como está em vigor a materialista. São duas hipóteses não demonstradas.   
 
O que é facto é que, para mim, nem o amigo nem ninguém é o dono da verdade. Mas fala como se fosse, pelo menos aparentemente. E daí a ironia.

Afirmar, ou citar uma afirmação de terceiro não é demonstrar nada, é apenas manifestar uma opinião pessoal ou uma opinião de outro, que em principio se adopta. O que o amigo afirma  não é lei. Pode ser para si, para mim não. Contra factos não há argumentos, mas o que o amigo chama "lógica" é a "a sua lógica" (a sua forma particular de raciocinar). E contra ou a favor da "sua lógica" há a lógica dos outros. Para se estabelecer um diálogo é preciso abrir-se à tentativa de compreensão da lógica do outro. E o amigo tem dificuldade nisso. Mas não é só você, somos todos nós. Não fique desapontado.

bem haja
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Anton Kiudero em 26 de Outubro de 2013, 16:01
O que existe de bom e verdadeiramente importante na bíblia são os ensinamentos Morais do Mestre Jesus.

Para concluir com esta afirmação o amigo sem duvida deve ter estudado exaustivamente toda a Biblia, ou seja o penateuco e os profetas. Jesus, por exemplo, foi mais discreto. Disse que vinha cumprir toda a lei e os profetas e alias não invalidou nada, complementou a lei como esperado...

 
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 26 de Outubro de 2013, 20:37

 E contra ou a favor da "sua lógica" há a lógica dos outros.desapontado.

bem haja


Aí é que está, amigo Vitor Santos,

A lógica, diferentemente do método científico, não admite pontos-de-vista. Ou é verdadeira , ou não é! Não há margem para "meias-verdades".

No raciocínio lógico, duas premissas tem que, necessariamente, ser verdadeiras para levarem à uma conclusão verdadeira.

Se qualquer das premissas não for verdadeira de forma absoluta, a conclusão será, inarredavelmente, falsa!

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 26 de Outubro de 2013, 20:40
O que existe de bom e verdadeiramente importante na bíblia são os ensinamentos Morais do Mestre Jesus.

Para concluir com esta afirmação o amigo sem duvida deve ter estudado exaustivamente toda a Biblia, ou seja o penateuco e os profetas. Jesus, por exemplo, foi mais discreto. Disse que vinha cumprir toda a lei e os profetas e alias não invalidou nada, complementou a lei como esperado...


Não podemos ter a bíblia como algo verdadeiro.

..................Longe disso!

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: wender100%espirita em 26 de Outubro de 2013, 20:45
tem muitos livros da biblia que sao otimos para estudo moral tambem,livro de jo, livro de eclesiates, salmos, dentre outros.. alem do valor historico!
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 26 de Outubro de 2013, 21:05
tem muitos livros da biblia que sao otimos para estudo moral tambem,livro de jo, livro de eclesiates, salmos, dentre outros.. alem do valor historico!


O problema, amigo wender,

É que a bíblia, afora os ensinos Morais do mestre Jesus, está cheia de "interpretações", "traduções", interpolações, exclusões, adições, distorções e outros "ões" mais!

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: EsoEstudos em 26 de Outubro de 2013, 21:39
Já tive oportunidade de dizer várias vezes por aqui. Mesmo respeitando todas as religiões e, principalmente, as boas obras que existem nelas, a bíblia é uma compilação de livros de que ninguém sabe ao certo a origem, muito menos a autoria...


Depois de Nicéia --- e o credo niceno está vigente, diga-se --- ninguém mais sabe o que era e o que não era... Mais de uma centena de evangelhos foram simplesmente eliminados. Não bastasse, há bíblias e bíblias... Variam quanto aos livros, sua ordem, e principalmente nas traduções...
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 27 de Outubro de 2013, 06:14
Já tive oportunidade de dizer várias vezes por aqui. Mesmo respeitando todas as religiões e, principalmente, as boas obras que existem nelas, a bíblia é uma compilação de livros de que ninguém sabe ao certo a origem, muito menos a autoria...


Depois de Nicéia --- e o credo niceno está vigente, diga-se --- ninguém mais sabe o que era e o que não era... Mais de uma centena de evangelhos foram simplesmente eliminados. Não bastasse, há bíblias e bíblias... Variam quanto aos livros, sua ordem, e principalmente nas traduções...


É por isso que não devemos nos ater às famosas "profecias bíblicas"!


Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Espírita brasileiro em 27 de Outubro de 2013, 17:01
Por isso mesmo meus amigos ,é que A Kardec codificou apenas mensagens dos Espíritos superiores concernentes ao ensino moral do Cristo,que estão contidas no essencial Evangelho segundo o Espiritismo.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: EsoEstudos em 27 de Outubro de 2013, 17:11
Conquanto no ESE haja mensagens de Espíritos, a maior parte das orientações advêm da pena de Kardec. Isso não desmerece a obra em nada!


Pelo contrário. Para mim, pelo menos, é a fonte de pesquisa pessoal para meditação acerca das coisas do dia-a-dia, máxime em meio aos imensos atropelos pelos quais andei passando nos últimos anos...


Não tenho gosto algum pela consolação. O que atrai é exatamente o caráter pragmático com que as adversidades devem ser encaradas do ponto de vista espiritual.


Apenas para citar uma outra fonte, gosto muito das mensagens de Emmanuel como fonte de motivação --- Vinha de Luz etc.



Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: wender100%espirita em 27 de Outubro de 2013, 20:29
eu ja particularmente vejo a consolacao do ESE primordial,e o evangelho de cabeceira,onde renovo-me pra batalha do dia-dia, principalmente de mim para comigo! onde estudo todas as orientacoes que necessito pra vencer as minhas imperfeicoes!  paz e luz
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Mourarego em 28 de Outubro de 2013, 14:24
Não se pode ter dúvidas sobre o caráter do ESE
ele se destina à exemplificação dos valores morais preconizados pelo Mashiah, ou seja pelo Messias.
Exatamente por assim pensar é que o codoificador modificou o seu primeiro título pensado para a obra.
Este título era "A Imitação do Evangelho", kardec ao concebê-lo, supunha estar ali a melhor colocação sobre os temas que analisaria sob oo condão da DE, porém mudou de idéia e cunhou o título oficial da obra, O Evangelho Segundo o Espiritismo.

Do Michaelis:
segundo2
se.gun.do2
"prep (lat secundu) 1 Como, conforme, consoante, tal qual: Segundo certos autores... 2 À medida que; ao passo que: Atende aos clientes, segundo vão chegando. S. que: à medida que, conforme."

Aqui está a base para que eu haja dito acima. As máximas de Jesus, encontradas no Cristoanismo, estão no ESE conforme o máxime Espírita.
inegáveis os ganhos doque sabendo ler o que os capítulos de ESe trazem, possam fazem duranbte as agruras e vicissitudes que a vida nos proporciona.
Contudo porém resta um lembrete: Esta compilação de ensinos morais, realmente trazem tais ganbhos mas que se tenha em mente, que a primeira pá que se deva cavar é a da nossa vontade que deve ser firme, resoluta e perseverante, em nos modificarmos.
Abraços,
Moura
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 29 de Outubro de 2013, 02:54


Podemos agora complementar o título do tópico:

"Fim dos tempos de Provas e Expiações- Início do Mundo de Regeneração.


Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Espírita brasileiro em 29 de Outubro de 2013, 17:33
Amigos do forum.Para mim o ESE é  precioso manual para a  boa conduta e felicidade possível do homem na Terra.É essencial!Leio todos os dias antes de dormir,recomendo a todos.Paz e Luz!
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Haga em 29 de Outubro de 2013, 20:19
O pastor americano John Hagee mostra o quanto os eclipses lunares e solares estão relacionados com os eventos relacionados ao povo judeu, as festas judaica e ao nascimento do Estado de Israel, em 1948 e a data de anexação de Jerusalém a Israel, em 1967; e a NASA já previu que haverá 4 desses eventos entre abril de 2014 e outubro de 2015, e três deles nas datas das festas judaicas no ano de 2014, o que pode significar o sinal do qual Jesus falou em Mateus 24:29, que algo grande está para acontecer em breve, e que tem haver com as profecias bíblicas.

A VINDA DAS QUATRO LUAS DE 'SANGUE' pt 1/2 (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PXZOa0xYU2VhcmJNIw==)

A VINDA DAS QUATRO LUAS DE 'SANGUE' pt 2/2 (http://www.forumespirita.net/fe/go.php?url=aHR0cDovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS93YXRjaD92PVRSU19YSy1mei1BIw==)
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 30 de Outubro de 2013, 00:18

O pastor........................
..................com as profecias bíblicas.



Mais uma, entre tantas, cujo final já podemos adiantar: Nada!

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Haga em 30 de Outubro de 2013, 08:11
Não, não é o fim do mundo. Apenas tempos de tribulação. Como dizem os americanos: "soon, very soon"


"CATACLISMO, HUMANIDAD VENCIDA, El cataclismo será predicado mas nadie le creerá. Pero llegara!"

(http://www.argemsite.com/Fotog/1%20cataclismo%20el%20cataclismo%20sera%20predecido%20mas%20nadie%20escuchara.jpg)



.

O papado entre novas normas. O mal de ontem deixará de sê-lo. A missa será protestante sem ser e os protestantes serão católicos sem serem. O Papa se afastará do Vaticano em viagens e chegará à América, enquanto a humanidade cairá” Parravicini 1938

(http://1.bp.blogspot.com/-AyAwOFH3DUA/UUuc-42QHRI/AAAAAAAACP4/KRZLL22VrYI/s640/paravacini+papa+1.jpg)
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Mourarego em 30 de Outubro de 2013, 14:41
Eo pior éque fugindo ao campo essencialmente doutrinário nada se possa aferir destes adendos, mano Haga.
Especulações, hipóteses, e achismos apenas.
Abraços,
Moura
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: wender100%espirita em 30 de Outubro de 2013, 21:57
rustanguismo, exoterismo, profeismo, tudo de "ismo". paz e luz
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: EsoEstudos em 30 de Outubro de 2013, 23:36
Hã...


Não é por nada, mas... esse tópico não está meio à deriva? Será que há mesmo um foco em torno da proposta?


Geralmente faria esse questionamento na área dos colaboradores, mas preferi, desta vez, arriscar-me diante de todos colegas, mesmo sob risco de parecer pedante.



Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 31 de Outubro de 2013, 04:10
Hã...


Não é por nada, mas... esse tópico não está meio à deriva? Será que há mesmo um foco em torno da proposta?


Geralmente faria esse questionamento na área dos colaboradores, mas preferi, desta vez, arriscar-me diante de todos colegas, mesmo sob risco de parecer pedante.


Não somente está à deriva como periga naufragar!

A menos que se retorne à proposta original:

Debater a nossa transição de Mundo de Provas e Expiações para Mundo de Regeneração.


Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Haga em 31 de Outubro de 2013, 08:55
Eo pior éque fugindo ao campo essencialmente doutrinário nada se possa aferir destes adendos, mano Haga.
Especulações, hipóterses, e achismos apenas.
Abraços,
Moura

Benjamin Parravicini tem várias profecias já concretizadas.Por exemplo entre 2010 e 2011 concretizaram-se 3. É um dos profetas mais actuais e mais interessantes  de estudar.
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Brenno Stoklos em 31 de Outubro de 2013, 20:42

Benjamin Parravicini tem várias profecias já concretizadas.Por exemplo entre 2010 e 2011 concretizaram-se 3. É um dos profetas mais actuais e mais interessantes  de estudar.



É muito fácil "encaixar" acontecimentos atuais em "profecias" de décadas atrás!

Isso nada prova!

Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: Haga em 31 de Outubro de 2013, 21:20
facepalm
Título: Re: Fim dos tempos - Início mundo Regeneração
Enviado por: EsoEstudos em 01 de Novembro de 2013, 01:42
Constantes digressões acerca de profecias e a maior ou menor valia deste ou daquele oráculo. Proposta inicial desfigurada.