Forum Espirita

CODIFICAÇÃO => A Génese => Tópico iniciado por: marcelo2100 em 07 de Abril de 2017, 19:02

Título: Cap. 18 - Geraçao nova.
Enviado por: marcelo2100 em 07 de Abril de 2017, 19:02
Ola a todos,

algo me intriga neste capitulo. Kardec diz no item 32 que como modo de abrir os olhos de espíritos, também, incrédulos bastaria uma permanência no mundo dos espíritos. Pois bem, esses espíritos e alias todos nós já não passamos pelo mundo dos espíritos? Do jeito que kardec fala parece que seria a primeira visita dos espíritos em questão ao mundo dos espíritos. Esses espíritos imperfeitos já estiveram antes no plano espiritual,  e não foi poucas vezes, e isto não lhes abriu os olhos.
Alguém poderia me esclarecer?
desde já obrigado
Título: Re: Cap. 18 - Geraçao nova.
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 10 de Abril de 2017, 01:33
Ola a todos,

algo me intriga neste capitulo. Kardec diz no item 32 que como modo de abrir os olhos de espíritos, também, incrédulos bastaria uma permanência no mundo dos espíritos. Pois bem, esses espíritos e alias todos nós já não passamos pelo mundo dos espíritos? Do jeito que kardec fala parece que seria a primeira visita dos espíritos em questão ao mundo dos espíritos. Esses espíritos imperfeitos já estiveram antes no plano espiritual,  e não foi poucas vezes, e isto não lhes abriu os olhos.
Alguém poderia me esclarecer?
desde já obrigado

Olá Marcelo
Poderia colocar a fonte que originou suas indagações

Valeu pela iniciativa..
Que tenhamos um bom debate

Abraços
Título: Re: Cap. 18 - Geraçao nova.
Enviado por: marcelo2100 em 10 de Abril de 2017, 17:56
Moises esta citação está em A Genese, cap 18 item 32.
Título: Re: Cap. 18 - Geraçao nova.
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 12 de Abril de 2017, 14:50
Moises esta citação está em A Genese, cap 18 item 32.

Obrigado
Vou observar
Título: Re: Cap. 18 - Geraçao nova.
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 12 de Abril de 2017, 15:16
A GÊNESE
Capítulo XVIII
São chegados os tempos

A geração nova


32. - As grandes partidas coletivas, entretanto, não têm por único fim ativar as saídas; têm igualmente o de transformar mais rapidamente o espírito da massa, livrando-a das más influências e o de dar maior ascendente às idéias novas.

Por estarem muitos, apesar de suas imperfeições, maduros para a transformação, é que muitos partem, a fim de apenas se retemperarem em fonte mais pura. Enquanto se conservassem no mesmo meio e sob as mesmas influências, persistiriam nas suas opiniões e nas suas maneiras de apreciar as coisas. Uma estada no mundo dos Espíritos bastará para lhes descerrar os olhos, por isso que aí vêem o que não podiam ver na Terra. O incrédulo, o fanático, o absolutista, poderão, conseguintemente, voltar com idéias inatas de fé, tolerância e liberdade. Ao regressarem, acharão mudadas as coisas e experimentarão a influência do novo meio em que houverem nascido. Longe de se oporem às novas idéias, constituir-se-ão seus auxiliares.
Título: Re: Cap. 18 - Geraçao nova.
Enviado por: Moises de Cerq. Pereira em 12 de Abril de 2017, 15:38
Ola a todos,

algo me intriga neste capitulo. Kardec diz no item 32 que como modo de abrir os olhos de espíritos, também, incrédulos bastaria uma permanência no mundo dos espíritos. Pois bem, esses espíritos e alias todos nós já não passamos pelo mundo dos espíritos? Do jeito que kardec fala parece que seria a primeira visita dos espíritos em questão ao mundo dos espíritos. Esses espíritos imperfeitos já estiveram antes no plano espiritual,  e não foi poucas vezes, e isto não lhes abriu os olhos.
Alguém poderia me esclarecer?
desde já obrigado

Parece-me que a vida carnal embota as próprias experiências já adquiridas como espírito, e um espírito ainda inferior não assimila bem as próprias tendências que lhes são invocadas para o caminho do bem

Kardec coloca as tendencias ainda permanentes, como orgulho, egoísmo, sensualismo, e o próprio materialismo...

Há também a questão dos espíritos que mesmo desencarnados permanecem vivendo, influenciando e sendo influenciados pela vida humana...

E assim uma estadia distante da vida material... na pureza da vida espiritual... De conformidade com nossas  evoluções....onde lhes e nos reforçarão o conhecimento e a certeza de nossas verdadeiras destinações... Nos conferirá outros objetivos.

Haja visto e lembrado... As questões descritas por certos espíritos sobre suas experiências quanto as suas questões na erraticidade, nos dá uma boa ideia deste item proposto

Bom!
Abraços